Produção Equipe Pastoral da Comunidade Presbiteriana Chácara Primavera (texto) Primavera Eventos (arte)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Produção Equipe Pastoral da Comunidade Presbiteriana Chácara Primavera (texto) Primavera Eventos (arte)"

Transcrição

1

2 Comunidade Presbiteriana Chácara Primavera Ministério de Grupos Pequenos Março de 2012 Produzido para uso interno Contatos (19) Produção Equipe Pastoral da Comunidade Presbiteriana Chácara Primavera (texto) Primavera Eventos (arte)

3 Sumário Prefácio... 3 Objetivos de um grupo pequeno Comunidade Acolhedora: um olhar para dentro Comunidade Criativa: um olhar para fora Comunidade Transformadora: um olhar para frente Missão na Cidade: um novo olhar... 23

4

5 3 Prefácio Esta primeira série de estudos de 2012 relembra os princípios e valores norteadores dentro da visão da nossa igreja local, a Comunidade Presbiteriana Chácara Primavera. Em cada estudo, abordaremos um deles, apontando a importância de sermos uma comunidade acolhedora, criativa e transformadora que está em missão. Além disso, nosso desejo neste ano é que você reveja esses valores dentro da perspectiva de seu engajamento pessoal dentro e fora da comunidade. Nossa missão não acabou. E ainda temos uma jornada pela frente. Para isso, não deixe de olhar para cima e ver que Deus possui toda autoridade e nos convoca para continuar sua missão. Mas olhe também para o lado e observe que Deus também caminha conosco, nos encorajando e capacitando para esta missão! Que o Senhor Jesus nos abençoe e use os encontros de nossos grupos pequenos para continuar a boa obra que ele está fazendo em nossas vidas! Equipe Pastoral

6 4 Objetivos do Grupo Pequeno Queremos aprender a Palavra de Deus para abençoar os outros e ser um só Corpo engajado na missão, para nos tornarmos muitos. 1. Queremos aprender a Palavra de Deus (Ensino): junte suas mãos em formato de um livro semiaberto (palmas para cima, mãos próximas ao corpo). 2. para abençoar os outros (Pastoreio): posicione suas mãos como se estivesse abençoando alguém (palmas para baixo, braços estendidos acima da cintura, mãos separadas). 3. e ser um só Corpo (Comunhão): dê as mãos às pessoas ao seu lado. 4. engajado na missão (Missão): posicione suas mãos como se oferecesse ajuda (palmas para cima, braços estendidos na altura da cintura, mãos separadas). 5. para nos tornarmos muitos (Multiplicação): abra os braços em forma de cruz.

7 5 1 COMUNIDADE ACOLHEDORA UM OLHAR PARA DENTRO Introdução A sociedade pós-moderna tem se caracterizado pela busca do prazer e bem-estar nas mais diferentes áreas da vida na forma como encaramos o trabalho, ansiamos por ter bens e nos relacionamos. Em decorrência disso, uma das marcas urbanas atuais tem sido a solidão. Assim, ser uma comunidade relacional que acolhe e inclui pessoas é, por um lado, um grande desafio contracultural e, por outro, uma grande responsabilidade. Este estudo é um convite a olhar para dentro da comunidade e para dentro de seu grupo, observando aquele que está ao nosso lado e construindo uma identidade comunitária firmada em amizades, companheirismo e apoio, os quais são oferecidos e recebidos ao longo da jornada da vida. Dinâmica em Grupo Ao lado, há uma folha a ser preenchida. Aguarde instruções para compreender a dinâmica.

8 6 a. Linha cheia ( ) se o relacionamento com aquela pessoa for intenso. b. Linha interrompida ( ) se o relacionamento é normal. c. Linha pontilhada ( ) se o relacionamento com aquela pessoa for fraco. d. Nenhuma linha ( ) se não há relacionamento com aquela pessoa ainda.

9 7 A reflexão O distanciamento nas relações interpessoais e o surgimento de solitários em meio às multidões têm sido marcas crescentes de nossos tempos. Por isso, é importante avaliarmos nossas relações interpessoais. E mais: é uma necessidade que está diretamente ligada ao repensar de nossa identidade. Zigmunt Bauman, falando sobre este assunto, nos alerta que a identidade não é uma questão privada (A sociedade individualizada, p.183). Ele diz que nossa identidade fica incompleta sem relacionamentos e que acabamos por nos ausentar de uma responsabilidade que possuímos com o outro. Há um aspecto social envolvido em nossa identidade. Quando nos relacionamos, crescemos. Desafios emergem. Limitações são evidenciadas. Ajustes são necessários. Em meio à complexidade de quem somos e das pessoas com quem interagimos, nossa identidade é moldada e transformada e nos tornamos uma nova pessoa no convívio com outros. A decisão (...) vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo. Mateus Assim como Deus, nossa identidade tem: (a) Uma dimensão (b) Uma dimensão

10 8 Há em nós, de uma forma misteriosa, uma identidade que envolve o individual em sinergia com o comunitário. E, no fundo, percebemos que, estando com pessoas, tornamo-nos algo mais. A Bíblia nos mostra um caminho para descobrirmos nossa identidade a partir da identidade do próprio Deus. Nós temos a referência. Não é de um líder. Não é humana. Esta identidade envolve a particularidade de sermos um com a realidade de sermos muitos. A ação Portanto, aceitem-se uns aos outros, da mesma forma que Cristo os aceitou, a fim de que vocês glorifiquem a Deus. Romanos O que fazer: Aceitem-se uns aos outros... a. O que é aceitar uns os outros? Quais as dificuldades para isso? 2. Como fazer:...da mesma forma que Cristo os aceitou... b. De que forma Cristo acolheu e aceitou o outro? c. Diante da referência de Cristo, de que forma tenho acolhido e aceitado o outro? O que precisar mudar? d. O que o grupo pequeno pode fazer como parte de uma comunidade cristã que evidencie aceitação e acolhimento no grupo? E na comunidade? 3. Por que fazer:... a fim de que vocês glorifiquem a Deus. e. Quando acolho e aceito o outro, qual a minha motivação a minha glória ou a glória de Deus?

11 9 Anotações

12 10 Motivos de Oração

Produção Equipe Pastoral da Comunidade Presbiteriana Chácara Primavera (texto) Primavera Eventos (arte)

Produção Equipe Pastoral da Comunidade Presbiteriana Chácara Primavera (texto) Primavera Eventos (arte) Comunidade Presbiteriana Chácara Primavera Ministério de Grupos Pequenos Março de 2012 Produzido para uso interno Contatos grupospequenos@chacaraprimavera.org.br www.chacaraprimavera.org.br (19) 3254-4500

Leia mais

COMUNIDADE CRIATIVA UM OLHAR PARA FORA

COMUNIDADE CRIATIVA UM OLHAR PARA FORA 11 2 COMUNIDADE CRIATIVA UM OLHAR PARA FORA Introdução Na semana passada estudamos sobre acolhimento, uma importante característica de nossa comunidade. Hoje vamos conversar sobre a comunidade criativa.

Leia mais

Paróquia missionária comunidades de comunidades. Animada pela Palavra de Deus

Paróquia missionária comunidades de comunidades. Animada pela Palavra de Deus Paróquia missionária comunidades de comunidades Animada pela Palavra de Deus Renovação paroquial Toda paróquia é chamada a ser o espaço onde se recebe e se acolhe a Palavra (172). Sua própria renovação

Leia mais

LIÇÃO 1 Por que liderança masculina? Atos 14.23; Tito 1.5-9

LIÇÃO 1 Por que liderança masculina? Atos 14.23; Tito 1.5-9 LIÇÃO 1 Por que liderança masculina? Atos 14.23; Tito 1.5-9 1. Considerando as grandes mudanças ocorridas na sociedade, como a igreja deve responder a elas à luz do ensino do NT? A resposta é se adequar

Leia mais

Valores de uma Igreja RELACIONAL

Valores de uma Igreja RELACIONAL Valores de uma Igreja RELACIONAL O que já aprendemos... A Igreja deve valorizar e incentivar os relacionamentos Os que criam mantinham-se unidos e tinham tudo em comum... Da multidão dos que creram, uma

Leia mais

Estudo 01 Guia do Par cipante

Estudo 01 Guia do Par cipante Estudo 01 Guia do Par cipante 01 PREFÁCIO Vivemos numa sociedade caracterizada pela ausência de grandes líderes. Líderes que defendam ideais e inspirem outros a sonhar com um mundo melhor. Líderes que

Leia mais

MDA - Tadel. Treinamento Avançado de Líderes. Sidnei Souza [Digite o nome da empresa] 01/01/2015

MDA - Tadel. Treinamento Avançado de Líderes. Sidnei Souza [Digite o nome da empresa] 01/01/2015 2015 MDA - Tadel Treinamento Avançado de Líderes Sidnei Souza [Digite o nome da empresa] 01/01/2015 Lição 1 O Coração do Pastor Introdução Apesar dos milhares de líderes que respondem pelo título de Pastor

Leia mais

O Ano da Acolhida Acolha, abrace, perdoe!

O Ano da Acolhida Acolha, abrace, perdoe! AVISOS Lembrar a célula da importância de participar das Missas dominicais e do Grupo Parusia, principalmente da Grande Célula todos os primeiros sábados do mês. Convidar para ajudar a sua liderança na

Leia mais

Coleção Chamados à Vida Chamados À Vida, Chamados À Vida Em Jesus Cristo,

Coleção Chamados à Vida Chamados À Vida, Chamados À Vida Em Jesus Cristo, Coleção Chamados à Vida Em preparação à Eucaristia 1ª Etapa: Chamados à vida 2ª Etapa: Chamados à vida em Jesus Cristo 3ª Etapa: Chamados à vida em Comunidade. 4ª Etapa: Chamados à vida para amar e servir.

Leia mais

RESUMO DO ARTIGO - A SEÇÃO DA BÍBLIA Alex Varughese Universidade Nazarena de Mount Vernon

RESUMO DO ARTIGO - A SEÇÃO DA BÍBLIA Alex Varughese Universidade Nazarena de Mount Vernon 1 RESUMO DO ARTIGO - A SEÇÃO DA BÍBLIA Alex Varughese Universidade Nazarena de Mount Vernon Deão Flemming, Monica Elizabeth Mastronardi-Fernández, Dwight Swanson, Richard Thompson, Eduardo Velázquez e

Leia mais

Depoimentos das Irmãs Jubilares e Junioristas das Irmãs Franciscanas da Penitência e Caridade Cristã

Depoimentos das Irmãs Jubilares e Junioristas das Irmãs Franciscanas da Penitência e Caridade Cristã Depoimentos das Irmãs Jubilares e Junioristas das Irmãs Franciscanas da Penitência e Caridade Cristã Celebrar o jubileu é fazer memória da caminhada de 50 anos de Vida Religiosa Consagrada Franciscana

Leia mais

BEM VINDOS 2. ADORAÇÃO COM MÚSICAS 3. MINISTRAÇÃO DA PALAVRA 4. ORAÇÃO 5. ORAÇÃO PELAS NECESSIDADES 6. OFERTA 7. ENCERRAMENTO (AVISOS)

BEM VINDOS 2. ADORAÇÃO COM MÚSICAS 3. MINISTRAÇÃO DA PALAVRA 4. ORAÇÃO 5. ORAÇÃO PELAS NECESSIDADES 6. OFERTA 7. ENCERRAMENTO (AVISOS) BEM VINDOS Muitos líderes desejam iniciar seu ministério e assim cumprir o chamado que Deus lhe fez. O primeiro passo para alcançar este propósito é o crescimento através de uma célula. Confira a seguir

Leia mais

GRUPO DE ORAÇÃO. Formação Missionária Diocese de Osasco

GRUPO DE ORAÇÃO. Formação Missionária Diocese de Osasco GRUPO DE ORAÇÃO Formação Missionária Diocese de Osasco Conceito Comunidade carismática presente em um lugar (...) que cultiva a oração, a partilha e todos os outros aspectos da vivência do Evangelho, a

Leia mais

MISSA - A COMUNIDADE SE REÚNE PARA CELEBRAR A VIDA

MISSA - A COMUNIDADE SE REÚNE PARA CELEBRAR A VIDA MISSA - A COMUNIDADE SE REÚNE PARA CELEBRAR A VIDA A Eucaristia é o sacramento que atualiza e faz a memória do sacrifício de Jesus: em cada Eucaristia temos a presença do Cristo que pela sua morte e ressurreição

Leia mais

Catequese Adolescência Paróquia S. Salvador de Carregosa 8º ano/ º Período Objectivos Data Tema da catequese Objectivos Estratégias

Catequese Adolescência Paróquia S. Salvador de Carregosa 8º ano/ º Período Objectivos Data Tema da catequese Objectivos Estratégias Finalidade: Descobrir-se Cristão Objectivos: Participar na eucaristia Concretizar projecto comunitário (partilha fraterna) Tema do Período Em Diálogo 1 1º Período Objectivos Data Tema da catequese Objectivos

Leia mais

Roteiro de leitura e síntese para compreender. o significado da Comunidade Eclesial

Roteiro de leitura e síntese para compreender. o significado da Comunidade Eclesial Roteiro de leitura e síntese para compreender o significado da Comunidade Eclesial Comunidade Eclesial Sinal do Reino no presente e no futuro O livro está dividido em 4 capítulos: Refletindo sobre Comunidade

Leia mais

Roteiros Mensais para Grupos

Roteiros Mensais para Grupos Roteiros Mensais para Grupos JANEIRO 2017 INTENÇÃO DE ORAÇÃO DO PAPA Ajudar a aprofundar e rezar com a INTENÇÃO DE ORAÇÃO DO PAPA de cada mês, para mobilizar os grupos e a vida pessoal diante dos grandes

Leia mais

COMUNIDADE TRANSFORMADORA UM OLHAR PARA FRENTE

COMUNIDADE TRANSFORMADORA UM OLHAR PARA FRENTE 23 3 COMUNIDADE TRANSFORMADORA UM OLHAR PARA FRENTE Por que você deve dar este estudo Nas duas semanas anteriores, conversamos sobre dois aspectos de nossa missão comunitária que envolve: (a) olhar para

Leia mais

Kênosys. O Engajamento na Missão

Kênosys. O Engajamento na Missão REFLEXÃO Kênosys O Engajamento na Missão Filipenses 2.5-11 5 Seja a a2tude de vocês a mesma de Cristo Jesus, (...) 7 mas esvaziou- se a si mesmo, vindo a ser servo tornando- se semelhante aos homens.

Leia mais

Sumário. Prefácio...3. Instruções para o Líder...4. Lista de Presença As evidências da ressurreição de Cristo...7

Sumário. Prefácio...3. Instruções para o Líder...4. Lista de Presença As evidências da ressurreição de Cristo...7 1 Sumário Prefácio...3 Instruções para o Líder...4 Lista de Presença...5 1. As evidências da ressurreição de Cristo...7 2. Se Jesus está vivo, onde posso encontrá-lo?...15 Comunidade Presbiteriana Chácara

Leia mais

Orando novamente: Fortalecimento e conhecimento de Deus. Ef 3: Presb. Cícero Nogueira Martins

Orando novamente: Fortalecimento e conhecimento de Deus. Ef 3: Presb. Cícero Nogueira Martins Orando novamente: Fortalecimento e conhecimento de Deus Ef 3: 14-21 Presb. Cícero Nogueira Martins 1 Efésios - Esboço Louvor pela redenção 1.1-14 Oração por revelação 1.15-23 Posição do cristão 2.1-3.13

Leia mais

P S A T S ORAL DA AC A OLHID OLHID

P S A T S ORAL DA AC A OLHID OLHID PASTORAL DA ACOLHIDA Paróquia Sagrada Família Itajubá 06 05 2012 PASTORAL DA ACOLHIDA Todos são de suma importância na comunidade paroquial A acolhida de vocês deve ser como a acolhida de Jesus que acolhe

Leia mais

O Que Devemos Saber Sobre a Oração

O Que Devemos Saber Sobre a Oração O Que Devemos Saber Sobre a Oração Os discípulos pediram para Jesus lhes ensinar a orarem! Mateus 6:9-15 Portanto, orem assim: Pai nosso, que estás no céu, que todos reconheçam que o teu nome é Santo.

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM arta-feira da 3ª Semana da Páscoa Qu 1) Oração Permanecei,

Leia mais

O chamado de ESTEVÃO (Atos 6:3-5)

O chamado de ESTEVÃO (Atos 6:3-5) O chamado de ESTEVÃO (Atos 6:3-5) Introdução: Cemitério de Avião Você como um avião enferrujado Nós como juventude enfatizamos o seu chamado Se você estiver enferrujado, Deus pode te usar hoje para ser

Leia mais

COMUNIDADE EVANGÉLICA ALIANÇA CRISTÃ Mensagem para Grupos Familiares TEMA: ANDANDO NO ESPÍRITO LÚDIO MARCONDES

COMUNIDADE EVANGÉLICA ALIANÇA CRISTÃ Mensagem para Grupos Familiares TEMA: ANDANDO NO ESPÍRITO LÚDIO MARCONDES COMUNIDADE EVANGÉLICA ALIANÇA CRISTÃ Mensagem para Grupos Familiares TEMA: ANDANDO NO ESPÍRITO LÚDIO MARCONDES VAMOS DISCUTIR O ASSUNTO? TEXTO BASE: Gálatas 5:22,23 INTRODUÇÃO: Quando decidimos seguir

Leia mais

MISSIOLOGIA. Missão e juventude

MISSIOLOGIA. Missão e juventude MISSIOLOGIA Cesar Leandro Ribeiro O cristianismo é uma religião marcada por uma série de aspectos próprios e indispensáveis para sua existência, sendo um deles justamente a missão, condição que se fez

Leia mais

Tudo se resolve com uma boa conversa? Protesto!

Tudo se resolve com uma boa conversa? Protesto! Tudo se resolve com uma boa conversa? Protesto! A Difícil Arte de Comunicar-se... Palavras Fundo de Experiência Fundo de Experiência A Difícil Arte de Comunicar-se... Palavras Fundo de Experiência Fundo

Leia mais

O DESAFIO RADICAL dessa semana será de oração. Veja o anexo da meditação e ajude a criança a cumprir cada etapa em cada dia.

O DESAFIO RADICAL dessa semana será de oração. Veja o anexo da meditação e ajude a criança a cumprir cada etapa em cada dia. 4 CRIANÇAS até 5 anos Nome: Ministério: INFORMAÇÕES 1) Fazer as meditações diariamente até o término do Sonho de Natal; 2) Memorizar (após decorar os versículos, a criança deve falar o versículo só de

Leia mais

CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014

CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014 CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014 NO CAMINHO DO DISCIPULADO MISSIONÁRIO, A EXPERIÊNCIA DO ENCONCONTRO: TU ÉS O MESSIAS, O FILHO DO DEUS VIVO INTRODUÇÃO Queridos/as Catequistas! Com nossos cumprimentos

Leia mais

E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É me dado todo o poder no céu e na terra.

E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É me dado todo o poder no céu e na terra. Casas Abertas Estudos Diversos Batismo O batismo cristão é uma de duas ordenanças que Jesus instituiu para a igreja: E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É me dado todo o poder no céu e na terra.

Leia mais

Conteúdos. Porque fazemos pequenos grupos de estudo bíblico? Tarefas do Pastor, Ancião ou director de estudo bíblico em grupo.

Conteúdos. Porque fazemos pequenos grupos de estudo bíblico? Tarefas do Pastor, Ancião ou director de estudo bíblico em grupo. Conteúdos Porque fazemos pequenos grupos de estudo bíblico? Quem necessita de estudo bíblico em grupo? Quem deve liderar o grupo? Tipos de pessoas que podem participar nos grupos. Como iniciar um novo

Leia mais

Oração Inicial: Leitura: Lucas 22, 7-20.

Oração Inicial: Leitura: Lucas 22, 7-20. Oração Inicial: Leitura: Lucas 22, 7-20. Objetivo do encontro: Despertar amor a Eucaristia e a participação da santa missa, onde o sacramento é oferecido. Texto: Ë o sacramento pelo qual participamos,

Leia mais

CONHECER A DEUS Texto. Jeremias 9. 23,24.

CONHECER A DEUS Texto. Jeremias 9. 23,24. CONHECER A DEUS Texto. Jeremias 9. 23,24. Durante os últimos 5 anos a nossa igreja foi regida pelo Projeto Centenário. Nossa visão e nossas ações foram delineadas por este plano. O slogan que nos moveu

Leia mais

BÊNÇÃOS DECORRENTES DO MINISTÉRIO PASTORAL

BÊNÇÃOS DECORRENTES DO MINISTÉRIO PASTORAL Lição nº 11 BÊNÇÃOS DECORRENTES DO MINISTÉRIO PASTORAL Pr. Roberto Monteiro Castro 14 DE JUNHO 2015 Texto Áureo Obedecei a vossos pastores, e sujeitai-vos a eles; porque velam por vossas almas, como aqueles

Leia mais

PROJETO GUINÉ BISSAU

PROJETO GUINÉ BISSAU PROJETO GUINÉ BISSAU Ilhas DE UNO e formosa Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, ensinando-os a obedecer a tudo o que eu ordenei

Leia mais

Introdução 1. Uma questão corretiva: 2. Uma questão proclamativa:

Introdução 1. Uma questão corretiva: 2. Uma questão proclamativa: 1 2 1 OFÍCIO Introdução 3 PROFÉTICO DA IGREJA No final do mês de setembro, iniciamos um tempo de reflexão a respeito de nosso cristianismo e cidadania. Na primeira parte deste tempo, olhamos para o ofício

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM 1) Oração SÁBADO DA 34ª SEMANA DO TEMPO COMUM Levantai, ó

Leia mais

O Ano Santo é um tempo de paz, reconciliação e perdão. Ele começa quando o Papa abre a

O Ano Santo é um tempo de paz, reconciliação e perdão. Ele começa quando o Papa abre a Neste mês ocorrerá a abertura do Ano Santo da Misericórdia: O jubileu dedicado à misericórdia de Deus. O rosto da misericórdia é o título da bula pela qual o Santo Padre convoca toda a Igreja para viver

Leia mais

Portanto, vão e façam discípulos nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo,

Portanto, vão e façam discípulos nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, 18 Então, Jesus aproximou-se deles e disse: Foime dada toda a autoridade nos céus e na terra. 19 Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito

Leia mais

Treinamento de Instrutores Bíblicos. O Ministério dos Grupos Pequenos

Treinamento de Instrutores Bíblicos. O Ministério dos Grupos Pequenos North American Division Portuguese Ministry Treinamento de Instrutores Bíblicos O Ministério dos Grupos Pequenos O Poder dos Grupos Pequenos 1. Introdução Propósitos Grupo de pessoas que se reúnem para:

Leia mais

OS DONS DO ESPÍRITO SANTO O CAMINHO DOS DOS ESPIRITUAIS

OS DONS DO ESPÍRITO SANTO O CAMINHO DOS DOS ESPIRITUAIS OS DONS DO ESPÍRITO SANTO O CAMINHO DOS DOS ESPIRITUAIS O DOM ESPIRITUAL E A EDIFICAÇÃO DA IGREJA Temos diferentes dons, de acordo com a graça que nos foi dada. Romanos 12,6 A cada um, porém, é dada a

Leia mais

21 dias JEJUM & ORAÇÃO. Um tempo de maior Intimidade com DEUS Ministério Batista as Nações

21 dias JEJUM & ORAÇÃO. Um tempo de maior Intimidade com DEUS Ministério Batista as Nações Um tempo de maior Intimidade com DEUS Ministério Batista as Nações INTIMIDADE + NA PRESENÇA = VIDA ABUNDANTE = AÇÃO SOBRENATURAL DO CÉU NA TERRA Gerando O Coração de Deus no meio de sua igreja JEJUM INÍCIO:

Leia mais

SENTINELAS DA MANHÃ EM MISSÃO

SENTINELAS DA MANHÃ EM MISSÃO RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA BRASIL SENTINELAS DA MANHÃ EM MISSÃO PROJETO GRUPO DE ORAÇÃO: ADOTE UMA ESCOLA! Ministério Jovem Brasil 2009 INTRODUÇÃO O grupo de oração (GO) é a célula fundamental da Renovação

Leia mais

1.1 Recuperar a comunidade (Base do Antigo Israel); 1.2 A nova experiência de Deus: o Abbá (Oração e escuta comunitária da Palavra);

1.1 Recuperar a comunidade (Base do Antigo Israel); 1.2 A nova experiência de Deus: o Abbá (Oração e escuta comunitária da Palavra); Uma nova paróquia Introdução DA: Conversão Pastoral Escolha de outro caminho; Transformar a estrutura paroquial retorno a raiz evangélica; Jesus: modelo (vida e prática); Metodologia: Nele, com Ele e a

Leia mais

Jesus ensinou seus discípulos a servir

Jesus ensinou seus discípulos a servir Jesus ensinou seus discípulos a servir Mateus 20:25-28 Jesus os chamou e disse: Vocês sabem que os governantes das nações as dominam, e as pessoas importantes exercem poder sobre elas. Não será assim entre

Leia mais

Os quatro "passos" da leitura orante

Os quatro passos da leitura orante A leitura orante nada mais é do que a maneira como gerações e gerações de judeus e cristãos leram as Sagradas Escrituras, procurando nelas uma palavra do Deus vivo para a sua vida, em cada momento de sua

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA A PASTORAL DO DÍZIMO

ORIENTAÇÕES PARA A PASTORAL DO DÍZIMO ORIENTAÇÕES PARA A PASTORAL DO DÍZIMO Sumário Introdução 1. A compreensão do dízimo 1.1 Os fundamentos do dízimo 1.2 O que é o dízimo? 1.3 As dimensões do dízimo 1.4 As finalidades do dízimo 2. Orientações

Leia mais

Roteiro da celebração. As velas serão acesas quando a celebração começar. Acolhida e introdução ao tema da Semana de Oração

Roteiro da celebração. As velas serão acesas quando a celebração começar. Acolhida e introdução ao tema da Semana de Oração Roteiro da celebração D: Dirigente L: Leitor T: Todos I. Prelúdio/ Preparação As velas serão acesas quando a celebração começar. Acolhida e introdução ao tema da Semana de Oração Um apresentador dá as

Leia mais

dependência de Deus transformação integral acolhedora, discipuladora e multiplicadora transformação integral de pessoas, sociedades e povos.

dependência de Deus transformação integral acolhedora, discipuladora e multiplicadora transformação integral de pessoas, sociedades e povos. ser humano. Na dependência de Deus, ser reconhecida com uma igreja que promove a transformação integral do Ser uma igreja acolhedora, discipuladora e multiplicadora, que na dependência de Deus promove

Leia mais

ESTUDOS PARA AS CÉLULAS AS SETE VERDADES ESSÊNCIAIS DO EVANGELHO

ESTUDOS PARA AS CÉLULAS AS SETE VERDADES ESSÊNCIAIS DO EVANGELHO 1 ESTUDOS PARA AS CÉLULAS AS SETE VERDADES ESSÊNCIAIS DO EVANGELHO LIÇÃO Nº 01 DIA 16/06/2014 INTRODUÇÃO: Vamos começar uma nova série de estudos em nossas células. Esta será uma série muito interessante

Leia mais

Dez Passos para Remir o Tempo na Sua Vida

Dez Passos para Remir o Tempo na Sua Vida Dez Passos para Remir o Tempo na Sua Vida O dia de ontem já é passado. Amanhã ainda é futuro, mas o dia de hoje é uma dádiva... é por isso que se chama Presente! Sua vida cristã é uma jornada, e não simplesmente

Leia mais

Formas de fazer discípulos. E todos os dias, no templo e nas casas, não cessavam de ensinar e de anunciar a Jesus Cristo.

Formas de fazer discípulos. E todos os dias, no templo e nas casas, não cessavam de ensinar e de anunciar a Jesus Cristo. Formas de fazer discípulos E todos os dias, no templo e nas casas, não cessavam de ensinar e de anunciar a Jesus Cristo. (At 5:42) OBJETIVO Instruir o estudante da Bíblia a adotar estas duas formas de

Leia mais

Preparado por: Pr. Wellington Almeida LIÇÃO. O Evangelho. Mateus

Preparado por: Pr. Wellington Almeida LIÇÃO. O Evangelho. Mateus Preparado por: Pr. Wellington Almeida JERUSALÉM10 LIÇÃO JESUS EM O Evangelho Mateus de LIÇÃO - II TRI 2016 10 INTRODUÇÃO esboço Os títulos de cada dia foram ajustados a proposta de termos uma idéia essencial

Leia mais

Somente Deus. 2 Antes que nascessem os montes, ou que tivesses formado a terra e o mundo, sim, de eternidade a eternidade tu és Deus.

Somente Deus. 2 Antes que nascessem os montes, ou que tivesses formado a terra e o mundo, sim, de eternidade a eternidade tu és Deus. Lição 2 Somente Deus Quem é Deus? Como Ele é? Como conhecê-lo? Vamos estudar como Ele é pela Palavra dele. O que Ele diz sobre si mesmo, o que Ele faz Jeremias 9 23 Assim diz o Senhor: Não se glorie o

Leia mais

Romanos 8: Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, e dos que foram chamados de acordo com o seu propósito.

Romanos 8: Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, e dos que foram chamados de acordo com o seu propósito. Romanos 8:28-29 28 Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, e dos que foram chamados de acordo com o seu propósito. 29 Pois aqueles que de antemão conheceu, também os predestinou

Leia mais

ECLESIOLOGIA. = ECLESIA + LOGIA = Estudo da igreja

ECLESIOLOGIA. = ECLESIA + LOGIA = Estudo da igreja ECLESIOLOGIA = ECLESIA + LOGIA = Estudo da igreja igreja + estudo Revista Adultos 18 - Edificarei a minha Lição 2 - A no Novo Testamento Guia do Professor, pág.16. NT: Ekklesia = EKKLESIA = assembléia

Leia mais

II EXECUTIVA DA CONFEDERAÇÃO NACIONAL DE SAFs. Secretaria Causas da IPB. São Luiz-MA, 30 de abril a 03 de maio/2015

II EXECUTIVA DA CONFEDERAÇÃO NACIONAL DE SAFs. Secretaria Causas da IPB. São Luiz-MA, 30 de abril a 03 de maio/2015 II EXECUTIVA DA CONFEDERAÇÃO NACIONAL DE SAFs Secretaria Causas da IPB São Luiz-MA, 30 de abril a 03 de maio/2015 II EXECUTIVA DA CONFEDERAÇÃO NACIONAL DE SAFs Secretaria Causas da IPB Quem anuncia as

Leia mais

Lição 11 Cuidados com os fracos na fé Texto Bíblico: Romanos

Lição 11 Cuidados com os fracos na fé Texto Bíblico: Romanos Lição 11 Cuidados com os fracos na fé Texto Bíblico: Romanos 14.1-12 O nível espiritual é diferenciado em qualquer comunidade cristã. Na Igreja em Roma certamente acontecia a mesma experiência. Nos planos

Leia mais

Nº 8 C Domingo II do Tempo Comum Do Evangelho de hoje, retiramos vários ensinamentos para a nossa vida. Naquele casamento, onde estava Jesus,

Nº 8 C Domingo II do Tempo Comum Do Evangelho de hoje, retiramos vários ensinamentos para a nossa vida. Naquele casamento, onde estava Jesus, Nº 8 C Domingo II do Tempo Comum-20.1.13 Do Evangelho de hoje, retiramos vários ensinamentos para a nossa vida. Naquele casamento, onde estava Jesus, ia haver uma grande tristeza, porque o vinho se tinha

Leia mais

PASTORAL DO MENOR DFEFINIÇÃO DE PASTORAL

PASTORAL DO MENOR DFEFINIÇÃO DE PASTORAL 15/8/2011 CONSELHO DE PASTORAL DIOCESE DE CARAGUATATUBA 16/06/2010 PASTORAL DO MENOR DFEFINIÇÃO DE PASTORAL A pastoral consiste em atualizar para o nosso tempo as atitudes de Jesus como bom pastor. A boa

Leia mais

1 º A N O /

1 º A N O / SETEM OUTUBRO 1 º A N O 2 0 1 2 / 2 0 1 3 1ª ETAPA - A MINHA FAMÍLIA É ACOLHIDA E ACOLHE Celebrar Data Pais Data filhos Semana celebrar Pais Tema filhos 17-24-30 1-7 8-14. 15-21 22-28. Mc 9, 30-37 Mc 9,38-43.45.47-48

Leia mais

Jesus entrou num povoado, e certa mulher, de nome Marta, recebeu-o em sua casa. Sua irmã, chamada Maria, sentou-se aos pés do Senhor, e escutava a

Jesus entrou num povoado, e certa mulher, de nome Marta, recebeu-o em sua casa. Sua irmã, chamada Maria, sentou-se aos pés do Senhor, e escutava a Lucas 10,38-42 Jesus entrou num povoado, e certa mulher, de nome Marta, recebeu-o em sua casa. Sua irmã, chamada Maria, sentou-se aos pés do Senhor, e escutava a sua palavra. Marta, porém, estava ocupada

Leia mais

Celebração para o dia do/a Catequista Sugestão 2014-CNBB

Celebração para o dia do/a Catequista Sugestão 2014-CNBB Celebração para o dia do/a Catequista Sugestão 2014-CNBB INTRODUÇÃO Queridos/as Catequistas! Com nossos cumprimentos e gratidão, colocamos em suas mãos uma sugestão para a Celebração do dia do Catequista,

Leia mais

Poderá interromper e dialogar com o grupo; montar perguntas durante a exibição; montar grupos de reflexão após a exibição, e assim por diante.

Poderá interromper e dialogar com o grupo; montar perguntas durante a exibição; montar grupos de reflexão após a exibição, e assim por diante. O Catequista, coordenador, responsável pela reunião ou encontro, quando usar esse material, tem toda liberdade de organizar sua exposição e uso do mesmo. Poderá interromper e dialogar com o grupo; montar

Leia mais

INTRODUÇÃO DESENVOLVIMENTO

INTRODUÇÃO DESENVOLVIMENTO Amado líder de célula, obrigado por sua liderança tão dedicada. Seu esforço, entusiasmo e perseverança tem abençoado os membros de sua célula e serão recompensados pelo Senhor. Neste tempo de preparo da

Leia mais

PLANEJAMENTO Jeitos de explicar a origem do universo. O que diz a ciência sobre a criação. Campanha da Fraternidade 2016

PLANEJAMENTO Jeitos de explicar a origem do universo. O que diz a ciência sobre a criação. Campanha da Fraternidade 2016 Disciplina: Ensino Religioso Série: 6º ano Prof.: Cristiano Souza 1ªUNIDADE EIXOS COGNITIVOS CONTEÚDOS HABILIDADES O homem e sua relação com Deus e com a Criação CRIAÇÃO O início do universo Tomar consciência

Leia mais

Diz respeito ao que vamos realizar em Cristo, pelo poder do Espírito Santo para cumprir a nossa missão:

Diz respeito ao que vamos realizar em Cristo, pelo poder do Espírito Santo para cumprir a nossa missão: II) NOSSA VISÃO Diz respeito ao que vamos realizar em Cristo, pelo poder do Espírito Santo para cumprir a nossa missão: A) Adorar a Deus em espírito e verdade Queremos viver o propósito para o qual Deus

Leia mais

O QUE E A IGREJA ESQUECEU

O QUE E A IGREJA ESQUECEU Muitos que invocam o nome de Jesus não têm a menor idéia de qual seja o caminho proposto por Jesus Muitos estão na igreja mas longe de Deus O que Jesus ensinou e a Igreja esqueceu: Jesus veio para pecadores

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM 1) Oração Sexta-feira da 7ª Semana da Páscoa Ó Deus, pela

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM 25 de Abril - São Marcos Evangelista 1) Oração Ó Deus, que

Leia mais

Conhecer Deus Pessoalmente

Conhecer Deus Pessoalmente 1 2 Conhecer Deus Pessoalmente Introdução Conhecer Jesus.. p. 4 Lição 1 Conhecer a Salvação p. 12 Lição 2 Conhecer a Comunhão.. p. 17 Lição 3 Conhecer o Espírito Santo. p. 22 Lição 4 Conhecer o Crescimento.

Leia mais

Workshop sobre a oração S. Tomás de Aquino, 17 de novembro 14 ORAÇÃO E SEGUIMENTO DE JESUS

Workshop sobre a oração S. Tomás de Aquino, 17 de novembro 14 ORAÇÃO E SEGUIMENTO DE JESUS Workshop sobre a oração S. Tomás de Aquino, 17 de novembro 14 ORAÇÃO E SEGUIMENTO DE JESUS JESUS ORANTE: UM PARADIGMA Contexto Socio-religioso: O judeu, como membro de um povo, reconhece que a sua existência

Leia mais

ORGANIZAÇÃO DA CATEQUESE

ORGANIZAÇÃO DA CATEQUESE Proposta Comissão Diocesana ORGANIZAÇÃO DA CATEQUESE - MATERIAL DIDÁTICO - INSCRIÇÕES (crianças, adolescentes, adultos) - FORMAÇÃO DOS CATEQUISTAS- ORGANIZAÇÃO DA CATEQUESE OBJETIVO: Que a catequese na

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS, O.CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM Terça-feira da 3ª Semana do Tempo Comum 1) Oração Ó Deus, sempre

Leia mais

O Espírito Santo. Quem é? O que faz? Como se relaciona conosco?

O Espírito Santo. Quem é? O que faz? Como se relaciona conosco? O Espírito Santo Quem é? O que faz? Como se relaciona conosco? Paracleto O Espírito Santo é... Paracleto pode ser definido como Conselheiro, Advogado, como Procurador do acusado, Ajudador e Intercessor.

Leia mais

BOLETIM DE ORAÇÃO BOLA NA REDE.

BOLETIM DE ORAÇÃO BOLA NA REDE. BOLETIM DE ORAÇÃO BOLA NA REDE. Agradecemos a DEUS pela vida de irmãos e irmãs que têm somado conosco na oração pelo desenvolvimento da Campanha Bola Na Rede - RENAS. Tomamos a liberdade de encaminhar

Leia mais

O Ano da Acolhida Acolha, abrace, perdoe!

O Ano da Acolhida Acolha, abrace, perdoe! AVISOS Lembrar a célula da importância de participar das Missas dominicais e do Grupo Parusia, principalmente da Grande Célula todos os primeiros sábados do mês. Convidar para ajudar a liderança na limpeza

Leia mais

DISCIPLINAS ESPIRITUAIS

DISCIPLINAS ESPIRITUAIS EBD DE FÉRIAS MANUAL DO ALUNO JANEIRO - MARÇO DISCIPLINAS ESPIRITUAIS AULA 2 - SOLITUDE Meu conselho a vocês é simples e direto: prossigam com o que receberam, e vocês receberam Cristo Jesus, o Senhor.

Leia mais

COMO INICIAR UM GRUPO DE JOVENS DA PJMP

COMO INICIAR UM GRUPO DE JOVENS DA PJMP COMO INICIAR UM GRUPO DE JOVENS DA PJMP Preparando o Terreno Quem se dispõe a formar e acompanhar um novo grupo de jovens precisa ter conhecimento de algumas coisas como: O objetivo da Pastoral da Juventude

Leia mais

O Jovem e a sociedade

O Jovem e a sociedade Subsídio da AJS O Jovem e a sociedade Ambientação: panos coloridos, bandeira da AJS, imagens que representam a juventude dentro de uma caixa, imagem dos meios de inserção da juventude (sociedade, igreja,

Leia mais

"E o verbo se fez carne e habitou entre nós João 1.14

E o verbo se fez carne e habitou entre nós João 1.14 "E o verbo se fez carne e habitou entre nós João 1.14 Genesis 1.1 No princípio A história da 1ª criação João 1.1 No princípio A história da Nova criação Nas duas obras de criação o agente é a Palavra de

Leia mais

IGREJA CONSISTENTE Na Adoração Nos Grupos de Conexão Na Contribuição No Serviço Na Missão. 20.

IGREJA CONSISTENTE Na Adoração Nos Grupos de Conexão Na Contribuição No Serviço Na Missão. 20. O desafio de se tornar uma igreja relevante 14.02 Na Adoração 21.02 Nos Grupos de Conexão 28.02 Na Contribuição Temporada Início 14/02 06.03 No Serviço 13.03 Na Missão 20.03 Na Cidade O desafio de se tornar

Leia mais

ANO B QUARESMA

ANO B QUARESMA 1 - ACOLHIDA ANO B QUARESMA - 2015 QUARTA-FEIRA DE CINZAS 18/2/2015 TEMA: CONVERSÃO 2- DINÂMICA: Convida-se as pessoas que estão no ambiente da missão para, de pé, ficarem próximas umas das outras. Entrega-se

Leia mais

Ritos Iniciais: 1- ACOLHIDA:

Ritos Iniciais: 1- ACOLHIDA: Ritos Iniciais: 1- ACOLHIDA: Faz muito tempo, mas parece que foi ontem. Cada criança que nasce é uma mensagem de que Deus acredita nos homens. Deus acreditou em nós e nos deu a alegria e a responsabilidade

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM Quarta-feira da 23ª Semana do Tempo Comum 1) Oração Ó Deus,

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM Segunda-feira da 12ª Semana do Tempo Comum 1) Oração Senhor,

Leia mais

Série: Encontros com Jesus LIÇÃO 5: JESUS E OS DISCÍPULOS. - DA ORAÇÃO PARA A COMISSÃO Jesus orou por mim - 09/10/2016

Série: Encontros com Jesus LIÇÃO 5: JESUS E OS DISCÍPULOS. - DA ORAÇÃO PARA A COMISSÃO Jesus orou por mim - 09/10/2016 PRIMÁRIOS 4 a 8 ANOS Série: Encontros com Jesus LIÇÃO 5: JESUS E OS DISCÍPULOS - DA ORAÇÃO PARA A COMISSÃO Jesus orou por mim - TEXTO BÍBLICO: JOÃO 17 09/10/2016 VERSÍCULO-CHAVE: Santifica-os na verdade,

Leia mais

Sé Primacial do Brasil Província Anglicana Sagrado Coração

Sé Primacial do Brasil Província Anglicana Sagrado Coração FICHA DE ADESÃO E INACARDINAÇÃO DE MEMBROS Inscrição para: MEMBRO VISITANTE MEMBRO EFETIVO MEMBRO CLERO Nós somos uma Igreja Católica Independente. Separada da Comunhão com o Vaticano e o Papa. Você está

Leia mais

Personal Commitment Guide. Guia de Compromisso Pessoal

Personal Commitment Guide. Guia de Compromisso Pessoal Personal Commitment Guide Guia de Compromisso Pessoal Nome da Igreja ou Evento Nome do Conselheiro Telefone 1. Salvação >Você já atingiu um estágio na vida em que você tem a certeza da vida eterna e que

Leia mais

O papel do assessor diante do pluralismo eclesial juvenil atual

O papel do assessor diante do pluralismo eclesial juvenil atual Tema 05: Dimensão de Capacitação (Processo- metodológico. Como organizar a ação ). Tituto 02: O papel do assessor diante do pluralismo eclesial juvenil atual Antonio Ramos do Prado, sdb (Ms. Pastoral Juvenil

Leia mais

Não tenho maior alegria que esta, a de ouvir que os filhos amam a verdade. 3 João 4

Não tenho maior alegria que esta, a de ouvir que os filhos amam a verdade. 3 João 4 Não tenho maior alegria que esta, a de ouvir que os filhos amam a verdade. 3 João 4 Ser motivado na vida de um dos discípulos de Jesus, que como nós, possuía defeitos, mas que, como é possível a nós, foi

Leia mais

DECLARAÇÃO DE FÉ. CONPLEI Conselho Nacional de Pastores e Líderes Evangélicos Indígenas

DECLARAÇÃO DE FÉ. CONPLEI Conselho Nacional de Pastores e Líderes Evangélicos Indígenas DECLARAÇÃO DE FÉ CONPLEI Conselho Nacional de Pastores e Líderes Evangélicos Indígenas DAI-AMTB Departamento de Assuntos Indígenas, Associação de Missões Transculturais Brasileiras Campo Grande, MS: 2016

Leia mais

O povo que vivia nas trevas, viu uma grande luz (Is 9,1)

O povo que vivia nas trevas, viu uma grande luz (Is 9,1) O povo que vivia nas trevas, viu uma grande luz (Is 9,1) Eu sou a luz do mundo. Quem me segue não andará nas trevas, mas, possuirá a luz da vida. (Jo 8,12). Jesus é a luz que ilumina nosso caminho no

Leia mais

Assembleia Arquidiocesana de Pastoral Planejamento Pastoral

Assembleia Arquidiocesana de Pastoral Planejamento Pastoral Assembleia Arquidiocesana de Pastoral Planejamento Pastoral 2016 APRESENTAÇÃO O coração da Igreja é a pastoral. Palavra que nos remete ao ministério de Jesus e seus relacionamentos com as pessoas. Toda

Leia mais

Romanos, Paulo diz qual a motivação que o levou a escrever a epístola à igreja em Roma. visando evangelizar o ocidente do Império Romano.

Romanos, Paulo diz qual a motivação que o levou a escrever a epístola à igreja em Roma. visando evangelizar o ocidente do Império Romano. O No capítulo 15 da carta aos Romanos, Paulo diz qual a motivação que o levou a escrever a epístola à igreja em Roma. O Paulo escreve a carta aos Romanos visando evangelizar o ocidente do Império Romano.

Leia mais

OFICINA. Formadora: Helena Gaia

OFICINA. Formadora: Helena Gaia OFICINA Formadora: Helena Gaia Deus abre à Igreja os horizontes de uma humanidade mais preparada para a sementeira evangélica (João Paulo II, RM n. 3). DA, 548: Compartilhar o dom do Encontro c/ Cristo

Leia mais

Da Religiosidade para Cristo Do Ceticismo para a Fé Do Materialismo para a Generosidade

Da Religiosidade para Cristo Do Ceticismo para a Fé Do Materialismo para a Generosidade Recapitulando: Saulo Tomé Zaqueu Da Religiosidade para Cristo Do Ceticismo para a Fé Do Materialismo para a Generosidade Hoje: Do Individualismo para a Vida em Comunidade http://www.youtube.com/watch?v=x7kc-olchoc

Leia mais

Os bispos, como pastores e guias espirituais das comunidades a nós encomendadas, somos chamados a fazer da Igreja uma casa e escola de comunhão.

Os bispos, como pastores e guias espirituais das comunidades a nós encomendadas, somos chamados a fazer da Igreja uma casa e escola de comunhão. Os bispos, como pastores e guias espirituais das comunidades a nós encomendadas, somos chamados a fazer da Igreja uma casa e escola de comunhão. Como animadores da comunhão, temos a missão de acolher,

Leia mais