INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE ESTÁGIO TERMO DE COMPROMISSO EMPRESA: Nome da Empresa: Inscrição. Estadual nº:

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE ESTÁGIO TERMO DE COMPROMISSO EMPRESA: Nome da Empresa: Inscrição. Estadual nº:"

Transcrição

1 INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE ESTÁGIO TERMO DE COMPROMISSO EMPRESA: Nome da Empresa: Cidade: UF: Endereço: nº: Bairro: Complemento: CNPJ nº: Inscrição. Estadual nº: Nome do Responsável: Cargo/função: Nacionalidade: RG nº: Telefone: ( ) Doravante denominada simplesmente EMPRESA; ESTAGIÁRIO: Nacionalidade: Estado Civil: RG nº: CPF nº: Endereço: Rua nº: Bairro: Complemento: Matriculado no Curso de: RA nº: º Período º Ano Telefone: ( ) Doravante denominado simplesmente ESTAGIÁRIO; e 1

2 INTERVENIENTE A Faculdade Jauense, doravante denominada simplesmente pela sigla FAJAU, com o seu limite territorial circunscrito ao município de Jaú, Estado de São Paulo, Rua Conde do Pinhal, 166 (Centro), CEP Jaú - SP, é uma instituição de ensino superior, mantida pela Sociedade Educacional de Jaú Ltda., CNPJ nº / , Inscrição Estadual: Isento, com sede e foro no mesmo endereço acima. Para a consecução dessa finalidade a faculdade se empenhará no desenvolvimento de atividades de ensino, pesquisa, extensão e difusão do conhecimento, inclusive o intercâmbio com instituições de ensino e de cultura do país e do exterior. Cláusula primeira. A EMPRESA proporciona ao estagiário, atividades de aprendizagem social, profissional e cultural, compatíveis com o curso, nos seguintes termos: I - o estágio tem previsão de duração de meses, com início em / / 2. e término em / / 2. ; II - a carga horária do ESTAGIÁRIO é cumprida de ª a ª-feira, nos horários das : às : e das : às :, perfazendo o total de horas semanais; III - a EMPRESA fornece ao ESTAGIÁRIO a apólice de seguro nº, da Seguradora:, com início de vigência em / / 20 ; 2

3 IV - a EMPRESA remunera diretamente ao ESTAGIÁRIO, a título de bolsaauxílio, a importância de R$ ( ), podendo ser variável conforme as ausências ocorridas nos horários de trabalho do estágio; V - o ESTAGIÁRIO deve desenvolver, na EMPRESA, as atividades definidas no plano de estágio; e VI - a supervisão e registro das atividades a serem executadas pelo ESTAGIÁRIO, na EMPRESA, fica sob a responsabilidade do Sr., RG. Nº, Cargo:. Cláusula segunda. É assegurado ao ESTAGIÁRIO, sempre que o estágio tenha duração igual ou superior a um ano, período de recesso de trinta dias, a ser gozado preferencialmente durante suas férias escolares, devendo ser remunerado quando receber bolsa ou outra forma de contraprestação, Cláusula terceira. A carga-horária, duração e jornada de estágio curricular, exceto quando se tratar de ESTAGIÁRIO com deficiência, não pode ser: I - superior a seis horas diárias; II - superior a trinta horas semanais; III - inferior a um semestre letivo; e IV - superior a dois anos; Cláusula quarta. O estágio relativo a cursos que alternam teoria e prática, nos períodos em que não estão programadas aulas presenciais, pode ter jornada majorada para até quarenta horas semanais, desde que prevista no Projeto Pedagógico do Curso. Cláusula quinta. O prazo ou a carga horária fixados respectivamente nas cláusulas primeira e segunda podem ser prorrogados ou alterados, por Termo 3

4 de Aditamento, que deverá ser comunicado às partes, por ofício, com antecedência de dez dias úteis. Cláusula sexta. O presente instrumento, não sendo considerado de natureza salarial, não gera vínculo empregatício sob qualquer forma. Cláusula sétima. É vedada a oferta, pela EMPRESA, de estágio que ofereça condições de alto risco de acidentes ou insalubre. Cláusula oitava. São obrigações do FAJAU: I - oferecer, sob sua orientação e competência, a estrutura de estágios, como complemento obrigatório do ensino-aprendizagem, sendo organizados, executados e avaliados em conformidade com o Projeto Pedagógico de cada curso; II - fornecer atestado de regularidade de matrícula do ESTAGIÁRIO, contendo o curso, número do registro de matrícula, período e outras informações que porventura sejam solicitadas pela EMPRESA; e III - divulgar à comunidade acadêmica as oportunidades de estágio oferecidas pela EMPRESA. Cláusula nona. São obrigações da EMPRESA: I Formalizar convênio com o FAJAU através do contrato denominado Acordo de Cooperação ; II - oferecer à FAJAU, conforme as suas disponibilidades, vagas de estágio para alunos regularmente matriculados; III - fornecer bolsa de complementação educacional paga diretamente ao ESTAGIÁRIO, não estando sujeita a desconto previdenciário ou vinculo ao FGTS, com exceção a valor relativo ao recolhimento do Imposto de Renda, observada a legislação em vigor; 4

5 IV - compatibilizar o Estágio que será combinado de acordo com as conveniências mútuas, sendo priorizadas as horas de aulas, de provas e demais trabalhos didáticos, bem como as limitações dos meios de transportes; V - fornecer, quando for o caso, equipamento de proteção individual e atender à legislação relacionada à saúde e segurança no trabalho; VI - aferir a freqüência do estagiário através de cartão de ponto ou outra forma adotada pela EMPRESA; e VII - fornecer, semestralmente, Relatório com avaliação dos trabalhos executados pelo ESTAGIÁRIO, devidamente assinado pelo responsável da EMPRESA. Cláusula décima. A manutenção de estagiários em desconformidade com o Acordo e o presente Termo de compromisso e perante a legislação trabalhista e previdenciária caracteriza vínculo empregatício do educando com a parte concedente do estágio para todos os fins. Cláusula décima primeira. A EMPRESA que reincidir na irregularidade de que trata o parágrafo anterior ficará impedida de receber estagiários por dois anos, contados da data da decisão definitiva do processo administrativo correspondente. Cláusula décima segunda. A penalidade de que trata o parágrafo anterior limita-se à filial ou agência em que for cometida a irregularidade. Cláusula décima terceira. São obrigações do ESTAGIÁRIO: I - demonstrar empenho e interesse por toda a programação estabelecida pela EMPRESA; II - cumprir rigorosamente as normas internas da EMPRESA; 5

6 III - apresentar à FAJAU, relatório sobre seu estágio, na forma, prazo e padrões estabelecidos; IV - responder pelas perdas e danos causados, assim como pela inobservância das normas e regularidades da EMPRESA; e V - manter sigilo sobre os assuntos que a EMPRESA considerar confidencial. Cláusula décima quarta. A inobservância, pelo ESTAGIÁRIO, das cláusulas e condições conveniadas no presente Termo, facultará à EMPRESA considerá-lo rescindido mediante notificação, que produzirá efeitos de imediato. Cláusula décima quinta. Havendo a rescisão do Acordo de Cooperação entre a EMPRESA e o FAJAU, não cessarão os efeitos deste contrato. Cláusula décima sexta. São condições para a interrupção do presente Termo de Compromisso: I - através de ofício, com antecedência de trinta dias, pela superveniência de legislação específica ou, ainda, de fato que se configure unilateralmente inexequível, denunciado por uma das partes; II - de imediato quando houver o descumprimento das cláusulas deste Termo de Compromisso e do Acordo de Cooperação; e III - quando ocorrer a conclusão, a desistência, a transferência ou o trancamento de matrícula do ESTAGIÁRIO perante o FAJAU. Cláusula décima sétima. Fica eleito o foro da Comarca de Jaú, por mais privilegiado que outro seja para dirimir questões oriundas do objeto do presente contrato. 6

7 E, por estarem de comum acordo com os termos e para que surtam os efeitos legais, é assinado pelas partes, juntamente com a Interveniente, na presença das testemunhas abaixo arroladas, o presente Instrumento, em três vias, de igual teor, na presença de duas testemunhas. Jaú, de de 20. TESTEMUNHAS: Cargo: Empresa: 1ª RG nº Estagiário 2ª RG nº Tiago Agostini Massan Diretor /FAJAU 7

8 ANEXO I ORIENTAÇÕES SOBRE O RELATÓRIO Modelo de Relatório de Estágio a ser entregue juntamente com o Termo de Compromisso para celebração do Estágio supervisionado. Estrutura do relatório de estágio (elementos da NBR 14724:2005) DISPOSIÇÃO DOS ELEMENTOS PRELIMINARES: - capa; - folha de rosto; - folha de aprovação (assinatura do supervisor); - resumo (150 a 500 palavras, além das palavras-chave); - listas de ilustrações (opcional); - sumário. DISPOSIÇÃO DOS ELEMENTOS TEXTUAIS: Introdução: - caracterização do estágio; - tema e objetivos; - local de realização (empresa); - período de realização e carga horária total concedida. Desenvolvimento: - Caracterização da empresa; - apresentação geral e histórico da empresa; - descrição do processo produtivo global. - descrição detalhada do setor de realização do estágio e sua inserção no processo produtivo global; - descrição detalhada, a partir dos conhecimentos adquiridos em sala de aula, das atividades realizadas durante o estágio. 8

9 Conclusão: O Vínculo entre a formação acadêmica e a atividade prática-profissional: - balanço crítico da aplicação, durante a realização do estágio, dos conhecimentos adquiridos ao longo do curso. Disposição dos elementos pós-textuais: - Referências (obrigatório). - Glossário (opcional). - Apêndices (opcional). - Anexos (opcional). - Índices (opcional). 9

DIRETORIA ACADÊMICA COLEGIADO DO CURSO DE LICENCIATURA EM QUÍMICA TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO

DIRETORIA ACADÊMICA COLEGIADO DO CURSO DE LICENCIATURA EM QUÍMICA TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO Termo de Compromisso de Estágio que celebram entre si a (nome da instituição) e o Estudante (nome do estudante), com a interveniência do Instituto Federal Baiano Campus Guanambi, para realização de Estágio,

Leia mais

TERMO DE CONVÊNIO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO que entre si celebram a/o

TERMO DE CONVÊNIO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO que entre si celebram a/o 1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO TERMO DE CONVÊNIO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO que entre

Leia mais

PORTARIA GD Nº 06, DE 23/04/2010

PORTARIA GD Nº 06, DE 23/04/2010 PORTARIA GD Nº 06, DE 23/04/2010 Aprova o Regulamento do Programa de Estágios da Faculdade de Engenharia da UNESP - Campus de Ilha Solteira. O Diretor da Faculdade de Engenharia do Campus de Ilha Solteira,

Leia mais

FACULDADE DE ARARAQUARA

FACULDADE DE ARARAQUARA SUMÁRIO CADASTRO DA EMPRESA E DA INSTITUIÇÃO DE ENSINO... 1 CLÁUSULA PRIMEIRA CONCEITOS E OBJETIVOS... 2 CLÁUSULA SEGUNDA DA INSTITUIÇÃO DE ENSINO... 4 CLÁUSULA TERCEIRA DA EMPRESA... 5 CLÁUSULA QUARTA

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO. Pelo presente Termo de Compromisso de Estágio, de um lado, a empresa Nome da Empresa

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO. Pelo presente Termo de Compromisso de Estágio, de um lado, a empresa Nome da Empresa TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO Pelo presente Termo de Compromisso de Estágio, de um lado, a empresa Nome da Empresa, com sede na Endereço, CEP CEP, na cidade Cidade UF UF, inscrita no CNPJ sob o nº CNPJ,

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ODONTOLOGIA

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ODONTOLOGIA ORIENTAÇÕES PARA OFERECIMENTO DE ESTÁGIOS A ESTUDANTES DA FOUSP Para empresa ou Cirurgião(ã)-Dentista 1. Carta de apresentação da empresa ou Cirurgião(ã)-Dentista com as seguintes informações: a) Dados

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO (Estudante realizando estágio curricular nas dependências da UFG- TCE coletivo com o mesmo supervisor) 1. Modalidade do estágio: Estágio Curricular Obrigatório N.º da Apólice

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO PARA ESTÁGIO SUPERVISIONADO 1ª via - Instituição concedente de Estágio

TERMO DE COMPROMISSO PARA ESTÁGIO SUPERVISIONADO 1ª via - Instituição concedente de Estágio TERMO DE COMPROMISSO PARA ESTÁGIO SUPERVISIONADO 1ª via - Instituição concedente de Estágio O presente Termo de Compromisso está vinculado ao Convênio n.º / 20, celebrado entre a IGREJA/EMPRESA abaixo

Leia mais

2 Cartilha de Estágio Univale CARTILHA DE ESTÁGIO UNIVALE

2 Cartilha de Estágio Univale CARTILHA DE ESTÁGIO UNIVALE 2 Cartilha de Estágio Univale CARTILHA DE ESTÁGIO UNIVALE Apresentação 3 Prezados alunos da UNIVALE, Com o objetivo de socializar as informações sobre estágio obrigatório e não obrigatório na UNIVALE,

Leia mais

Regularização de Estágios Obrigatórios 2011 LEI , DE 25 DE SETEMBRO DE 2008

Regularização de Estágios Obrigatórios 2011 LEI , DE 25 DE SETEMBRO DE 2008 LEI 11.788, DE 25 DE SETEMBRO DE 2008 Artigo 2º, parágrafo 1º, estágio obrigatório é aquele definido como tal no projeto do curso, cuja carga horária é requisito para aprovação e obtenção de diploma. Artigo

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO SUPERVISIONADO CONVÊNIO Nº 27/2014

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO SUPERVISIONADO CONVÊNIO Nº 27/2014 TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO SUPERVISIONADO CONVÊNIO Nº 27/2014 Instituição Concedente: Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal/SEDF CNPJ: 00.394.676/0001-07 Endereço:

Leia mais

Conselho Regional de Técnicos em Radiologia Serviço Público Federal

Conselho Regional de Técnicos em Radiologia Serviço Público Federal ORIENTAÇÕES PARA REGISTRO DE ESTAGIÁRIO VIA CORREIO (Obs: Este kit de Registro de Estagiário serve para o quem vai enviar pelo correio) 1. Solicitar o boleto para recolhimento da taxa de expedição da habilitação

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE CURRÍCULOS PSC 04/ 2016 CALENDÁRIO NÁUTICO 2016 Ref.: Contratação de ESTAGIÁRIO DE EDUCAÇÃO FÍSICA

PROCESSO SELETIVO DE CURRÍCULOS PSC 04/ 2016 CALENDÁRIO NÁUTICO 2016 Ref.: Contratação de ESTAGIÁRIO DE EDUCAÇÃO FÍSICA PROCESSO SELETIVO DE CURRÍCULOS PSC 04/ 2016 CALENDÁRIO NÁUTICO 2016 Ref.: Contratação de ESTAGIÁRIO DE EDUCAÇÃO FÍSICA O Iate Clube de Santa Catarina Veleiros da Ilha (ICSC-VI), associação civil sem fins

Leia mais

INSTITUTO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE DO SERVIDOR - IASS ANEXO II MODELOS MINUTA DO CONTRATO CONTRATO DE CREDENCIAMENTO N.º

INSTITUTO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE DO SERVIDOR - IASS ANEXO II MODELOS MINUTA DO CONTRATO CONTRATO DE CREDENCIAMENTO N.º ANEXO II MODELOS MINUTA DO CONTRATO CONTRATO DE CREDENCIAMENTO N.º CONTRATO DE CREDENCIAMENTO PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS MÉDICOS, QUE ENTRE SI CELEBRAM, DE UM LADO, O INSTITUTO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE DO

Leia mais

DECLARAÇÃO DE ORIENTAÇÃO DE ESTÁGIO

DECLARAÇÃO DE ORIENTAÇÃO DE ESTÁGIO DECLARAÇÃO DE ORIENTAÇÃO DE ESTÁGIO Eu, professor(a), declaro ser orientador de estágio do aluno, do curso técnico em Agropecuária Modular. Por ser verdade, firmo a presente declaração. Professor(a) Orientador(a)

Leia mais

A SÃO SALVADOR será interveniente em todos os ajustes entre o estagiário e a CONCEDENTE.

A SÃO SALVADOR será interveniente em todos os ajustes entre o estagiário e a CONCEDENTE. CONVÊNIO Nº /2014 CONVÊNIO QUE ENTRE SI CELEBRAM A FACULDADE SÃO SALVADOR E O... OBJETIVANDO O INTERCÂMBIO E A COOPERAÇÃO TÉCNICO- CIENTÍFICA NAS ÁREAS QUE ORA SE PROPÕEM, DESENVOLVENDO MUTUAMENTE ATIVIDADES

Leia mais

PORTARIA CE Nº 48, de 04 de novembro de 2015.

PORTARIA CE Nº 48, de 04 de novembro de 2015. PORTARIA CE Nº 48, de 04 de novembro de 2015. Regulamenta a realização de estágios dos alunos dos Cursos de Graduação do Campus de Itapeva. O Coordenador Executivo no uso de suas atribuições legais, expede

Leia mais

REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO BACHARELADO EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS

REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO BACHARELADO EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO BACHARELADO EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS O Estágio Curricular Supervisionado Obrigatório está organizado em duas etapas, uma no sétimo e outra

Leia mais

PROGRAMA DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO NÍVEL SUPERIOR

PROGRAMA DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO NÍVEL SUPERIOR PROGRAMA DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO NÍVEL SUPERIOR TERMO DE COMPROMISSO ÓRGÃO CONCEDENTE Razão Social: Secretaria da Saúde do Estado da Bahia 4ª Avenida n 400 Plataforma VI Bairro: CAB 41.750-300 Salvador

Leia mais

CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO

CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO ACORDO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA QUE ENTRE SI CELEBRAM UNIÃO, MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO E AUTORIDADE PÚBLICA OLÍMPICA PARA ESTABELECER AS DIRETRIZES PARA A EXECUÇÃO DOS PROJETOS E DAS OBRAS DO PARQUE OLÍMPICO

Leia mais

DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MINAS GERAIS CONSELHO SUPERIOR DELIBERAÇÃO Nº 006/2011

DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MINAS GERAIS CONSELHO SUPERIOR DELIBERAÇÃO Nº 006/2011 DELIBERAÇÃO Nº 006/2011 Dispõe sobre os programas de estágio e serviço voluntário da Defensoria Pública do Estado de Minas Gerais, com base na Lei Federal n 11.788, de 25 de setembro de 2008, e Lei Federal

Leia mais

REGULAMENTO BOLSA ESTUDANTIL PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL - PAE/UFVJM

REGULAMENTO BOLSA ESTUDANTIL PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL - PAE/UFVJM REGULAMENTO BOLSA ESTUDANTIL PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL - PAE/UFVJM CAPÍTULO PRIMEIRO - DOS PRINCÍPIOS E DA FINALIDADE Art. 1º- O Programa de Assistência Estudantil da Universidade Federal dos

Leia mais

TERMO DE CONVÊNIO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA E CIENTÍFICA XXXXXXXXX

TERMO DE CONVÊNIO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA E CIENTÍFICA XXXXXXXXX TERMO DE CONVÊNIO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA E CIENTÍFICA QUE ENTRE SI CELEBRAM, O INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇAO ISE E A XXXXXXXX XXXXXXXXX Pelo presente instrumento e na melhor forma de direito, de um lado

Leia mais

CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO, CLASSIFICAÇÃO E RELAÇÕES DE ESTÁGIO

CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO, CLASSIFICAÇÃO E RELAÇÕES DE ESTÁGIO 1 LEI N o 11.788, DE 25 DE SETEMBRO DE 2008. Dispõe sobre o estágio de estudantes; altera a redação do art. 428 da Consolidação das Leis do Trabalho CLT, aprovada pelo Decreto- Lei n o 5.452, de 1 o de

Leia mais

Regulamento de Estágio Curricular Supervisionado ENGENHARIA ELÉTRICA - TELECOMUNICAÇÕES

Regulamento de Estágio Curricular Supervisionado ENGENHARIA ELÉTRICA - TELECOMUNICAÇÕES Regulamento de Estágio Curricular Supervisionado ENGENHARIA ELÉTRICA - TELECOMUNICAÇÕES CAMPO LIMPO PAULISTA 2014 Regulamento de Estágio Curricular Supervisionado do Curso de Engenharia Elétrica - Telecomunicações

Leia mais

CURSO: FISIOTERAPIA I DA CARACTERIZAÇÃO:

CURSO: FISIOTERAPIA I DA CARACTERIZAÇÃO: REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I e II CURSO: FISIOTERAPIA I DA CARACTERIZAÇÃO: Art.1º Estágio Supervisionado é disciplina oferecida aos alunos regularmente matriculados no oitavo e nono período

Leia mais

ROTEIRO PARA CONFECÇÃO DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO FUNCIONÁRIOS (MAIS DE 2 ANOS NA EMPRESA)

ROTEIRO PARA CONFECÇÃO DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO FUNCIONÁRIOS (MAIS DE 2 ANOS NA EMPRESA) ROTEIRO PARA CONFECÇÃO DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO ESTAGIÁRIOS Capa Folha de rosto Folha de aprovação Sumário Identificação do Estagiário Identificação da Escola Identificação da Empresa Introdução Relatório

Leia mais

CARTA DE APRESENTAÇÃO

CARTA DE APRESENTAÇÃO Doc. 1 CARTA DE APRESENTAÇÃO Rio de Janeiro, de de. Do Professor de Estágio para Docência da UCB Ao(À) Sr(a). Diretor(a) do(a) Assunto: Apresentação de Estagiário Senhor(a) Diretor(a): Apresentamos a V.Sa.

Leia mais

DECRETO Nº , DE 9 DE SETEMBRO DE 2016.

DECRETO Nº , DE 9 DE SETEMBRO DE 2016. DECRETO Nº 19.496, DE 9 DE SETEMBRO DE 2016. Altera o inc. IX do art. 10, o art. 12, os 1º, 3º, 4º e 5º no art. 13 e inclui o 2º ao art. 1º e renomeia o parágrafo único, o art. 1- A, os 8º e 9º ao art.

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO IESP - ARARAQUARA MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO Curso: Pedagogia Flavia Petra Melara Benatti Diretora Geral O ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO NO CURSO DE PEDAGOGIA APRESENTAÇÃO O Manual do Estágio

Leia mais

4... L BANCO CENTRAL DO ACORDO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA BACEN/MTE-SENAES

4... L BANCO CENTRAL DO ACORDO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA BACEN/MTE-SENAES . ACORDO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA BACEN/MTESENAES ACORDO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA QUE ENTRE SI CELEBRAM O MINISTERIO DO TRABALHO E EMPREGO MTE E O BANCO CENTRAL DO BRASIL BACEN COM A INTERVENIÊNCIA DA SECRETARIA

Leia mais

TELEFONE: MATRÍCULA: DATA DE NASCIMENTO: ESTADO CIVIL:

TELEFONE:   MATRÍCULA: DATA DE NASCIMENTO: ESTADO CIVIL: FICHA CADASTRAL DO ESTÁGIO Dados do aluno: NOME: ENDEREÇO: BAIRRO: CEP: CIDADE: TELEFONE: E-MAIL: MATRÍCULA: DATA DE NASCIMENTO: RG: ESTADO CIVIL: Dados da organização: ORGANIZAÇÃO: ENDEREÇO: BAIRRO: CEP:

Leia mais

CONTRATO Nº 135/2012

CONTRATO Nº 135/2012 CONTRATO Nº 135/2012 CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA FORNECIMENTO DE VALE REFEIÇÃO ATRAVÉS DE TICKET IMPRESSO. Pelo presente instrumento particular, o MUNICÍPIO DE CANDELÁRIA, Pessoa Jurídica de Direito Público,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL UFRGS INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS Comissão de Graduação do Curso de Ciências Biológicas COMGRAD/BIO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL UFRGS INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS Comissão de Graduação do Curso de Ciências Biológicas COMGRAD/BIO DECISÃO 03/2015 - Altera: Decisão n o 03/2013 ESTÁGIO SUPERVISIONADO A, reunida em 18 de novembro de 2015, no uso de suas atribuições, DECIDE Regulamentar a atividade de Ensino de Estágio Supervisionado,

Leia mais

CARTA DE APRESENTAÇÃO

CARTA DE APRESENTAÇÃO Doc. 1 CARTA DE APRESENTAÇÃO Do Professor de Estágio Supervisionado da UCB Ao(À) Sr(a). Diretor(a) do(a) Assunto: Apresentação de Estagiário Senhor(a) Diretor(a): Apresentamos a V.Sa. o(a) universitário(a),

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE BIBLIOTECONOMIA HABILITAÇÃO EM GESTÃO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE BIBLIOTECONOMIA HABILITAÇÃO EM GESTÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE BIBLIOTECONOMIA HABILITAÇÃO EM GESTÃO DA INFORMAÇÃO FLORIANÓPOLIS, SC 2011 CAPITULO I CONCEPÇÃO E OBJETIVOS Art. 1º O Curso de Biblioteconomia

Leia mais

REGULAMENTO DO CONVÊNIO IGREJA SOLIDÁRIA

REGULAMENTO DO CONVÊNIO IGREJA SOLIDÁRIA CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO NORTE GOIANO FACULDADE DO NORTE GOIANO-FNG REGULAMENTO DO CONVÊNIO IGREJA SOLIDÁRIA PORANGATU, GOIÁS 2016 TERMO DE CONVÊNIO DE BOLSA DE ESTUDOS PROGRAMA IGREJA SOLIDÁRIA

Leia mais

TERMO DE CONVÊNIO Nº 003/2016 CONVÊNIO QUE ENTRE SI CELEBRAM A PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO GARÇAS E A CASA DE REPOUSO GAETANA STERNI

TERMO DE CONVÊNIO Nº 003/2016 CONVÊNIO QUE ENTRE SI CELEBRAM A PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO GARÇAS E A CASA DE REPOUSO GAETANA STERNI TERMO DE CONVÊNIO Nº 003/2016 CONVÊNIO QUE ENTRE SI CELEBRAM A PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO GARÇAS E A CASA DE REPOUSO GAETANA STERNI A PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO GARÇAS, pessoa jurídica de direito público

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICAS, CIENTÍFICAS E CULTURAIS COMPLEMENTARES - AACC

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICAS, CIENTÍFICAS E CULTURAIS COMPLEMENTARES - AACC REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICAS, CIENTÍFICAS E CULTURAIS COMPLEMENTARES - AACC CAPÍTULO I DAS FINALIDADES. Artigo 1º As Atividades Acadêmicas, Científicas e Culturais - AACC Atividades são consideradas

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO EDITAL Nº 03/2013 SELEÇÃO SIMPLIFICADA DE ESTAGIÁRIOS DO ENSINO SUPERIOR ÁREA ADMINISTRATIVA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO EDITAL Nº 03/2013 SELEÇÃO SIMPLIFICADA DE ESTAGIÁRIOS DO ENSINO SUPERIOR ÁREA ADMINISTRATIVA SELEÇÃO SIMPLIFICADA DE ESTAGIÁRIOS DO ENSINO SUPERIOR ÁREA ADMINISTRATIVA A PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAL DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA, no uso de suas atribuições legais e regimentais,

Leia mais

Edital 003/2016/DG-ETS/CCS/UFPB - Seleção de Estagiários de Cursos de Graduação para a Escola Técnica de Saúde da UFPB

Edital 003/2016/DG-ETS/CCS/UFPB - Seleção de Estagiários de Cursos de Graduação para a Escola Técnica de Saúde da UFPB Edital 003/2016/DG-ETS/CCS/UFPB - Seleção de Estagiários de Cursos de Graduação para a Escola Técnica de Saúde da UFPB A Direção da Escola Técnica de Saúde da Universidade Federal da Paraíba (ETS-UFPB)

Leia mais

REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO. Curriculum 2003/2008 e Curriculum 2010

REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO. Curriculum 2003/2008 e Curriculum 2010 REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO Curriculum 2003/2008 e Curriculum 2010 Estágio Obrigatório o Para validação apresentar: Relatório de Estágio Documentos comprobatórios: Declaração de

Leia mais

CONTRATO DE COMPRA E VENDA PROCESSO LICITATÓRIO Nº.: 025/2014 PREGÃO PRESENCIAL Nº.: 016/2014 CONTRATO Nº 061/2014

CONTRATO DE COMPRA E VENDA PROCESSO LICITATÓRIO Nº.: 025/2014 PREGÃO PRESENCIAL Nº.: 016/2014 CONTRATO Nº 061/2014 SECRETARIA MUNICIPAL DE SAUDE CONTRATO DE COMPRA E VENDA PROCESSO LICITATÓRIO Nº.: 025/2014 PREGÃO PRESENCIAL Nº.: 016/2014 CONTRATO Nº 061/2014 O FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE DE SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE,

Leia mais

NORMAS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO

NORMAS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS INSTITUTO DE QUÍMICA E GEOCIÊNCIAS CURSO DE BACHARELADO EM QUÍMICA COMISSÃO DE ESTÁGIO E MONOGRAFIA NORMAS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO Pelotas, maio de 2009. NORMAS DOS ESTÁGIOS

Leia mais

MINUTA DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Nº. /2015 CAPEAMENTO ASFÁLTICO Pelo presente instrumento particular de prestação de serviços, o MUNICÍPIO

MINUTA DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Nº. /2015 CAPEAMENTO ASFÁLTICO Pelo presente instrumento particular de prestação de serviços, o MUNICÍPIO MINUTA DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Nº. /2015 CAPEAMENTO ASFÁLTICO Pelo presente instrumento particular de prestação de serviços, o MUNICÍPIO DE IBIRAPUITÃ, pessoa jurídica de direito público interno,

Leia mais

Manual do Estágio Supervisionado

Manual do Estágio Supervisionado IBB Ano 2015 1. APRESENTAÇÃO: A partir do 1º Semestre Letivo de 2016, os alunos em fase de conclusão do Curso de (Currículo 2013) deverão realizar o Estágio Curricular Supervisionado. O presente manual

Leia mais

PROGRAMA DE MONITORIA

PROGRAMA DE MONITORIA FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO VICENTE BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO TECNOLOGIA EM AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL PROGRAMA DE MONITORIA Agosto/2010 2 1. O QUE É MONITORIA A Monitoria é a modalidade de ensino-aprendizagem,

Leia mais

Cartilha. Lei de estágio /08

Cartilha. Lei de estágio /08 Cartilha Lei de estágio 11.788/08 Atualizada em Janeiro/2016 Cartilha Nube Lei de Estágio 11.788/08 Olá! O Nube preparou a Cartilha de Estágio do Nube com o objetivo de trazer à sua empresa as principais

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO DIVISÃO DE ESTÁGIOS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO DIVISÃO DE ESTÁGIOS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO DIVISÃO DE ESTÁGIOS INSTRUÇÃO DE SERVIÇO PROGRAD/DES, Nº. 01 de 15 de dezembro de 2015 EMENTA: Estabelece os procedimentos

Leia mais

TERMO DE CONVÊNIO INSTITUCIONAL

TERMO DE CONVÊNIO INSTITUCIONAL TERMO DE CONVÊNIO INSTITUCIONAL Tendo em vista desenvolver esforços conjuntos nos domínios da cooperação e intercâmbio técnico e cultural, o CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DOS CAMPOS GERAIS CESCAGE, pessoa

Leia mais

REGULAMENTO DE REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO Faculdade de Enfermagem Luiza de Marillac

REGULAMENTO DE REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO Faculdade de Enfermagem Luiza de Marillac REGULAMENTO DE REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO Faculdade de Enfermagem Luiza de Marillac 2 TÍTULO I DAS CONSIDERAÇÕES GERAIS Artigo 1º - Os Cursos da FELM mantém estágios curriculares supervisionados que se constituem

Leia mais

CURRICULARES. CONTRATANTE ( ALUNO)(A): Nacionalidade: Fone: Celular: Carteira de Identidade: Endereço Residencial: Nº.

CURRICULARES. CONTRATANTE ( ALUNO)(A): Nacionalidade: Fone: Celular: Carteira de Identidade:   Endereço Residencial: Nº. CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS OFICINAS EDUCACIONAIS EXTRA CURRICULARES CONTRATANTE ( ALUNO)(A): Nacionalidade: Fone: Celular: Carteira de Identidade: E-mail: Endereço Residencial: Nº Complemento: Bairro:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO UFES COORDENAÇÃO DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID CAMPUS GOIABEIRAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO UFES COORDENAÇÃO DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID CAMPUS GOIABEIRAS UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO UFES COORDENAÇÃO DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID CAMPUS GOIABEIRAS EDITAL N.º 001/2015 PROCESSO SELETIVO PARA BOLSA DE INICIAÇÃO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE OSÓRIO SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO SETOR DE LICITAÇÕES

PREFEITURA MUNICIPAL DE OSÓRIO SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO SETOR DE LICITAÇÕES PREFEITURA MUNICIPAL DE OSÓRIO SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO SETOR DE LICITAÇÕES EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO 009/2011 Secretaria Municipal de Administração Processos: 100094/2011 ROMILDO BOLZAN

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO PARA ESTÁGIO

DOCUMENTAÇÃO PARA ESTÁGIO DOCUMENTAÇÃO PARA ESTÁGIO PASSO A PASSO Caro Aluno, Leia atentamente as instruções abaixo para saber como entregar seus documentos de estágio. Os documentos deverão ser entregues ANTES de iniciar o estágio.

Leia mais

Resolução nº 004/2015

Resolução nº 004/2015 Resolução nº 004/2015 Dispõe sobre estágio de prática docente para os alunos do Mestrado em Direito e Instituições do Sistema de Justiça. Art. 1º O Estágio de Prática Docente (EPD) tem por objetivo aperfeiçoar

Leia mais

Carta de Apresentação - Convênios

Carta de Apresentação - Convênios Carta de Apresentação - Convênios Caro (a) empresário (a), O Sindicato dos Metalúrgicos de Pindamonhangaba-CUT tem uma ampla rede de convênios com mais de 100 empresas do comércio e serviços. Somos a maior

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA INSTITUTO MULTIDISCIPLINAR EM SAUDE COLEGIADO DE FARMACIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA INSTITUTO MULTIDISCIPLINAR EM SAUDE COLEGIADO DE FARMACIA UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA INSTITUTO MULTIDISCIPLINAR EM SAUDE COLEGIADO DE FARMACIA INSTRUÇÃO NORMATIVA 02/2007 Estabelece as normas complementares para orientação e a avaliação do estágio curricular

Leia mais

CÂMARA DE VEREADORES DE CORUPÁ

CÂMARA DE VEREADORES DE CORUPÁ CONTRATO N.º 002/2016 TERMO DE CONTRATO EM CONFORMIDADE COM A DISPENSA DE LICITAÇÃO N.º 002/2016 - PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PARA DIVULGAÇÃO DE ATOS AÇÕES INSTITUCIONAIS NA FORMA IMPRESSA, QUE ENTRE SI CELEBRAM

Leia mais

CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA REALIZAR CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS NO MUNICÍPIO DE CANDELÁRIA.

CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA REALIZAR CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS NO MUNICÍPIO DE CANDELÁRIA. CONTRATO Nº 138/2011 CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA REALIZAR CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS NO MUNICÍPIO DE CANDELÁRIA. Pelo presente instrumento particular, o MUNICÍPIO DE CANDELÁRIA, Pessoa

Leia mais

O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA DE TANQUE NOVO, ESTADO DA BAHIA, usando de uma das suas atribuições que lhes são conferidas por lei, e

O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA DE TANQUE NOVO, ESTADO DA BAHIA, usando de uma das suas atribuições que lhes são conferidas por lei, e PORTARIA Nº 01/2011 DE 01 DE DEZEMBRO DE 2011. Dispõe sobre o processo de matrícula/2012 dos alunos nas Unidades Escolares Municipais - UEM e organização do período letivo de ensino 2012 no município de

Leia mais

PROGRAMA VIVÊNCIA PROFISSIONAL : REGULAMENTO DA PRÁTICA PROFISSIONAL / ESTÁGIO. Escola SENAI Anchieta

PROGRAMA VIVÊNCIA PROFISSIONAL : REGULAMENTO DA PRÁTICA PROFISSIONAL / ESTÁGIO. Escola SENAI Anchieta PROGRAMA VIVÊNCIA PROFISSIONAL : REGULAMENTO DA PRÁTICA PROFISSIONAL / ESTÁGIO Escola SENAI Anchieta Sumário Página 01 Prática Profissional / Estágio 03 02 Da carga horária da Prática Profissional / Estágio

Leia mais

Pelo presente instrumento, são partes, de um lado

Pelo presente instrumento, são partes, de um lado CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA, CONSULTORIA E INTERMEDIAÇÃO Pelo presente instrumento, são partes, de um lado LOCADORA DE VEICULOS LTDA. LOCADORA RENT, pessoa jurídica de direito privado,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO UFES COORDENAÇÃO DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID EDITAL N.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO UFES COORDENAÇÃO DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID EDITAL N. UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO UFES COORDENAÇÃO DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID EDITAL N.º 001/2014 PROCESSO SELETIVO PARA BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID UFES

Leia mais

MINUTA REGULAMENTO- DIRETRIZES OPERACIONAIS PARA INCLUSÃO DE CARGA HORÁRIA SEMIPRESENCIAL EM CURSOS PRESENCIAIS DO IFG

MINUTA REGULAMENTO- DIRETRIZES OPERACIONAIS PARA INCLUSÃO DE CARGA HORÁRIA SEMIPRESENCIAL EM CURSOS PRESENCIAIS DO IFG MINUTA REGULAMENTO- DIRETRIZES OPERACIONAIS PARA INCLUSÃO DE CARGA HORÁRIA SEMIPRESENCIAL EM CURSOS PRESENCIAIS DO IFG CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

Leia mais

ESTADO DO MARANHÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO FRANCISCO DO BREJÃO CNPJ: 01.616.680/0001-35 SETOR DE CONTRATOS ADMINISTRATIVOS

ESTADO DO MARANHÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO FRANCISCO DO BREJÃO CNPJ: 01.616.680/0001-35 SETOR DE CONTRATOS ADMINISTRATIVOS PREGÃO PRESENCIAL N. 015/2016 CONTRA TO DE FORNECIMENTO DE PRODUTOS SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO E FINANÇAS Contrato N. 019.2016, que entre si celebram o Município de São Francisco do Brejão -

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 40/2010, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2010, DO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO (CEPE) DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS - UNIFAL-MG

RESOLUÇÃO Nº 40/2010, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2010, DO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO (CEPE) DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS - UNIFAL-MG MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas - UNIFAL-MG Rua Gabriel Monteiro da Silva, 700 37130-00 Alfenas - MG RESOLUÇÃO Nº 40/2010, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2010, DO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS RESOLUÇÃO Nº 03/2005

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS RESOLUÇÃO Nº 03/2005 RESOLUÇÃO Nº 03/2005 Normatiza a integralização de estágios no Curso de Psicologia da UFMG. O, no uso de suas atribuições e considerando: A Lei 6494 de 7 de Dezembro de 1977; O Decreto 87.497 de 18 de

Leia mais

CONTRATO DE COMPRA E VENDA MERCANTIL CONTRATANTE

CONTRATO DE COMPRA E VENDA MERCANTIL CONTRATANTE CONTRATO DE COMPRA E VENDA MERCANTIL CONTRATANTE... (razão social completa), com sede na... (endereço completo: [rua, av], nº, bairro, cep, município, UF), inscrita no CNPJ/MF sob nº..., neste ato devidamente

Leia mais

R E S O L U Ç Ã O Nº 108/2000-CAD/UNICENTRO

R E S O L U Ç Ã O Nº 108/2000-CAD/UNICENTRO R E S O L U Ç Ã O Nº 108/2000-CAD/UNICENTRO Celebra Termo de Convênio de Cooperação Técnica, Administrativa, Científica, Educacional, Social, Esportiva e Cultural, firmado entre a UNICENTRO e o SINTESU,

Leia mais

CONTRATO PARA AQUISIÇÃO E SERVIÇOS DE RECARGA DE TONERS. CONTRATO Nº 047/2016.

CONTRATO PARA AQUISIÇÃO E SERVIÇOS DE RECARGA DE TONERS. CONTRATO Nº 047/2016. CONTRATO PARA AQUISIÇÃO E SERVIÇOS DE RECARGA DE TONERS. CONTRATO Nº 047/2016. As partes Contratantes, de um lado o Município de Pinhal Grande/RS, CNPJ/MF nº 94.444.346/0001-22, com sede na Av. Integração,

Leia mais

Objetivo O exercício deste estágio objetiva promover atividades de apoio ao micro empreendedor individual (MEI) junto ao SEBRAE-PE.

Objetivo O exercício deste estágio objetiva promover atividades de apoio ao micro empreendedor individual (MEI) junto ao SEBRAE-PE. Laureate International Universities R EDITAL DE SELEÇÃO PARA ESTÁGIO DO SEBRAE 1 A FACULDADE DOS GUARARAPES, mantida pela Sociedade Capibaribe de Educação e Cultura - SOCEC, com sede em Jaboatão dos Guararapes

Leia mais

EDITAL N. 11 /2013. Este edital entrará em vigor a partir desta data, revogando os dispositivos anteriores. Curitiba, 15 de abril de 2013

EDITAL N. 11 /2013. Este edital entrará em vigor a partir desta data, revogando os dispositivos anteriores. Curitiba, 15 de abril de 2013 GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR FACULDADE DE ARTES DO PARANÁ Reconhecida pelo Decreto Governamental n.º 70.906 de 01/08/72 e Portaria n.º 1.062

Leia mais

EDITAL N.º 83/2016-CRCA/UNIFESSPA, DE 10 DE OUTUBRO DE 2016 EDITAL DE SELEÇÃO PARA ESTAGIÁRIO/BOLSISTA

EDITAL N.º 83/2016-CRCA/UNIFESSPA, DE 10 DE OUTUBRO DE 2016 EDITAL DE SELEÇÃO PARA ESTAGIÁRIO/BOLSISTA EDITAL N.º 83/2016-CRCA/UNIFESSPA, DE 10 DE OUTUBRO DE 2016 EDITAL DE SELEÇÃO PARA ESTAGIÁRIO/BOLSISTA 1. CONVOCAÇÃO 1.1 O Centro de Registro e Controle Acadêmico- CRCA da Universidade Federal do Sul e

Leia mais

NÚCLEO DE ACESSIBILIDADE E INCLUSÃO

NÚCLEO DE ACESSIBILIDADE E INCLUSÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS COMUNITÁRIOS E ESTUDANTIS DIRETORIA DE ATENÇÃO À SAÚDE E ACESSIBILIDADE NÚCLEO DE ACESSIBILIDADE

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE ESTAGIÁRIOS PARA ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO PARA SUPERINTÊNDENCIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIAS EDUCACIONAIS EDITAL Nº 01/2016, de 17/08/2016

Leia mais

LEI Nº 3277/2012, DE 15 DE MAIO DE 2012.

LEI Nº 3277/2012, DE 15 DE MAIO DE 2012. LEI Nº 3277/2012, DE 15 DE MAIO DE 2012. AUTORIZA O MUNICÍPIO DE GUAPORÉ EFETUAR CESSÃO DE USO À ASSOCIAÇÃO HOSPITALAR MANOEL FRANCISCO GUERREIRO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PREFEITO MUNICIPAL DE GUAPORÉ-RS

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DOS CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO E TECNOLÓGICOS DE NÍVEL SUPERIOR

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DOS CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO E TECNOLÓGICOS DE NÍVEL SUPERIOR REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DOS CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO E TECNOLÓGICOS DE NÍVEL SUPERIOR Canoas, RS 2012 CAPÍTULO I DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO Art. 1º - O Estágio Supervisionado dos alunos

Leia mais

SOLICITAÇÃO DE ESTÁGIO VOLUNTÁRIO

SOLICITAÇÃO DE ESTÁGIO VOLUNTÁRIO SOLICITAÇÃO DE ESTÁGIO VOLUNTÁRIO Sr(a) Chefe de Departamento, Curitiba, de de. Eu,, aluno(a) regularmente matriculado(a) no Curso de matrícula nº, solicito estágio não remunerado no Departamento de, Laboratório

Leia mais

PROTOCOLO DE ENTREGA DO RELATÓRIO FINAL

PROTOCOLO DE ENTREGA DO RELATÓRIO FINAL DISCIPLINA: ESTÁGIO SUPERVISIONADO (informar I ou II) SEMESTRE LETIVO: (informar 1º ou 2º semestre de 20 ) PROTOCOLO DE ENTREGA DO RELATÓRIO FINAL DADOS GERAIS ALUNO: RA: COORDENADOR DE ESTÁGIO: Prof.

Leia mais

TERMO DE CONCESSÃO E ACEITAÇÃO DE APOIO FINANCEIRO A PROJETO DE PESQUISA CIENTÍFICA E/OU TECNOLÓGICA

TERMO DE CONCESSÃO E ACEITAÇÃO DE APOIO FINANCEIRO A PROJETO DE PESQUISA CIENTÍFICA E/OU TECNOLÓGICA 1 / 7 TERMO DE CONCESSÃO E ACEITAÇÃO DE APOIO FINANCEIRO A PROJETO DE PESQUISA CIENTÍFICA E/OU TECNOLÓGICA CONCEDENTE: NOME: CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO NATUREZA JURÍDICA:

Leia mais

FACULDADE DO VALE DO JAGUARIBE COORDENAÇÃO INSTITUCIONAL DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO A DOCÊNCIA - PIBID/CAPES/FVJ

FACULDADE DO VALE DO JAGUARIBE COORDENAÇÃO INSTITUCIONAL DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO A DOCÊNCIA - PIBID/CAPES/FVJ FACULDADE DO VALE DO JAGUARIBE COORDENAÇÃO INSTITUCIONAL DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO A DOCÊNCIA - PIBID/CAPES/FVJ EDITAL PARA SELEÇÃO DE BOLSISTAS DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA

Leia mais

RESOLUÇÃO ConsUni nº 791, de 05 de dezembro de 2014.

RESOLUÇÃO ConsUni nº 791, de 05 de dezembro de 2014. RESOLUÇÃO ConsUni nº 791, de 05 de dezembro de 2014. Dispõe sobre o exercício da Docência Voluntária na UFSCar. O Conselho Universitário da Universidade Federal de São Carlos, no exercício das atribuições

Leia mais

EDITAL Nº 13/UNOESC-R/2016

EDITAL Nº 13/UNOESC-R/2016 EDITAL Nº 13/UNOESC-R/2016 Dispõe sobre processo de seleção de acadêmico(s) do Curso de Direito da Unoesc Campus de Joaçaba, para realizar estágio não obrigatório na Defensoria Pública. A UNIVERSIDADE

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO PROFISSIONAL (SUPERVISIONADO)

REGULAMENTO DE ESTÁGIO PROFISSIONAL (SUPERVISIONADO) REGULAMENTO DE ESTÁGIO PROFISSIONAL (SUPERVISIONADO) GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA PROFª MS. ELAINE CRISTINA SIMOES BRAGANÇA PAULISTA 2013 O estágio é um ato educativo supervisionado, desenvolvido no ambiente

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA

MANUAL DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA 1 MANUAL DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA BETIM MG (ANEXO I - PPC) 2 Este manual tem como objetivo orientar e auxiliar o aluno na compreensão das atividades, normas

Leia mais

EDITAL 004/2016 Câmpus Araraquara SELEÇÃO DE BOLSISTAS - BOLSA EXTENSÃO

EDITAL 004/2016 Câmpus Araraquara SELEÇÃO DE BOLSISTAS - BOLSA EXTENSÃO EDITAL 004/2016 Câmpus Araraquara SELEÇÃO DE BOLSISTAS - BOLSA EXTENSÃO ABERTURA O Diretor Geral do câmpus Araraquara do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo, torna pública,

Leia mais

ESTÁGIO PROFISSIONAL EM TREINAMENTO ESPORTIVO A

ESTÁGIO PROFISSIONAL EM TREINAMENTO ESPORTIVO A ESTÁGIO PROFISSIONAL EM TREINAMENTO ESPORTIVO A É ofertado no 7º semestre, compreende uma carga horária de 120 horas, totalizando 8 créditos, conforme as normas específicas para a realização do referido

Leia mais

MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO SECRETARIA DE CIDADANIA E ASSISTÊNCIA SOCIAL

MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO SECRETARIA DE CIDADANIA E ASSISTÊNCIA SOCIAL CONVÊNIO DE COLABORAÇÃO FIRMADO ENTRE O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO E FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DO MENOR DE PASSO FUNDO SEPLAN 054/2007 O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO, pessoa jurídica de direito público, inscrito

Leia mais

EDITAL DE MONITORIA nº 31/2014

EDITAL DE MONITORIA nº 31/2014 EDITAL DE MONITORIA nº 31/2014 O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano Campus Senhor do Bonfim torna pública a abertura das inscrições para seleção de bolsas do Programa Institucional

Leia mais

ANEXO I MINUTA DE CONTRATO ADMINISTRATIVO

ANEXO I MINUTA DE CONTRATO ADMINISTRATIVO ANEXO I MINUTA DE CONTRATO ADMINISTRATIVO O MUNICÍPIO DE SÃO JOÃO DA URTIGA-RS, pessoa jurídica de direito público, inscrito no CNPJ sob nº 90.483.082/0001-65, com sede na Avenida Professor Zeferino, n.

Leia mais

PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA

PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA Convênio n 05/2015/MPGO CONVÊNIO CONVÊNIO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE GOIÁS E A UNIÃO EDUCACIONAL DO PLANALTO CENTRAL LTDA, Faculdades Integradas da União Educacional do Planalto

Leia mais

NORMATIZAÇÃO DE ESTÁGIO DOS CURSOS DE LICENCIATURA

NORMATIZAÇÃO DE ESTÁGIO DOS CURSOS DE LICENCIATURA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS NORMATIZAÇÃO DE ESTÁGIO DOS CURSOS DE LICENCIATURA outubro/2010

Leia mais

Contrato de Prestação de Serviços Educacionais

Contrato de Prestação de Serviços Educacionais Contrato de Prestação de Serviços Educacionais Na aceitação deste documento, a contratada B L MARINHO, nome fantasia DESENVOLVE T.I, com sede de registro na Rua Paraíso, nº 105, Apto. 506, Vila Marumbi,

Leia mais

Rua Imaculada Conceição, 1155 Prado Velho Curitiba, Paraná CEP: Fone (41)

Rua Imaculada Conceição, 1155 Prado Velho Curitiba, Paraná CEP: Fone (41) 1 EDITAL N.º 02/2016 DISPÕE SOBRE O PROCESSO DE MATRÍCULA PARA O CURSO LIVRE DE INSTRUMENTAÇÃO CIRÚRGICA O Mário Cristóvão - TECPUC, mantido pela, torna pública a abertura do processo de matrícula para

Leia mais

ATO CONSTITUTIVO DE SOCIEDADE INDIVIDUAL DE ADVOCACIA

ATO CONSTITUTIVO DE SOCIEDADE INDIVIDUAL DE ADVOCACIA ATO CONSTITUTIVO DE SOCIEDADE INDIVIDUAL DE ADVOCACIA Pelo presente instrumento, - [Nome do Advogado], [nacionalidade], [estado civil], advogado(a), inscrito(a) na OAB/Ba sob n. [...], inscrito(a) no CPF/MF

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº.: 019/2014 CONTRATO Nº 033/2014

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº.: 019/2014 CONTRATO Nº 033/2014 SECRETARIA MUNICIPAL DE SAUDE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº.: 019/2014 CONTRATO Nº 033/2014 O FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE DE SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE, Estado de Pernambuco,

Leia mais

Pelo presente instrumento contratual, de um lado como: CONTRATANTE (responsável pelo aluno, se menor de idade): Nome:

Pelo presente instrumento contratual, de um lado como: CONTRATANTE (responsável pelo aluno, se menor de idade): Nome: CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO Pelo presente instrumento contratual, de um lado como: CONTRATANTE (responsável pelo aluno, se menor de idade): C.P.F.: RG.: Endereço: Bairro: Cidade: Telefone: ( ) Celular:

Leia mais

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE BARRETOS - UNIFEB

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE BARRETOS - UNIFEB REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE BARRETOS - UNIFEB Da exposição de motivos Considerando que a disciplina Atividades Complementares

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA - UNEB DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO CAMPUS I

UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA - UNEB DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO CAMPUS I UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA - UNEB DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO CAMPUS I Edital nº 01/2015 Salvador, 12 de janeiro de 2015 O DIRETOR DO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO DO CAMPUS I UNEB, no uso de suas atribuições,

Leia mais