Interpretação e integração da lei penal Interpretação...11

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Interpretação e integração da lei penal Interpretação...11"

Transcrição

1 Sumário Notas Preliminares Finalidade do Direito Penal...2 Bens que podem ser protegidos pelo Direito Penal...2 Códigos do Brasil...3 Código Penal atual...3 Direito Penal...3 Garantismo...3 Garantias...4 Axiomas garantistas...4 Fontes do Direito Penal...5 Da Norma Penal Características da norma penal...6 Normas penais...6 Normas penais em branco...7 Concurso ou conflito aparente de normas...8 Interpretação e integração da lei penal Interpretação...11

2 Princípios penais fundamentais Princípio da intervenção mínima...17 Princípio da lesividade...17 Princípio da adequação social...17 Princípio da fragmentariedade...18 Princípio da insignificância...18 Princípio da individualização da pena (art. 5 o, xlvi, da cf)...18 Princípio da proporcionalidade...19 Princípio da responsabilidade pessoal (art. 5 o, xlv, da cf)...19 Princípio da limitação ou humanidade das penas (art. 5 o, xlvii, da cf)...19 Princípio da culpabilidade...20 Princípio da legalidade (art. 5 o, xxxix da cf, e art. 1 o, do cp)...20 Princípio da extra-atividade da lei penal (art. 5 o, xl, da cf, e art. 2 o, parágrafo único, do cp)...22 Princípio da territorialidade (art. 5 o do cp)...26 Princípio da extraterritorialidade (art. 7 o do cp)...27 Princípio da dignidade da pessoa humana...30 Princípio do in dubio pro reo...30 Princípio do ne bis in idem...30 Teoria do Crime Conceito de crime...31 Infração penal (art. 1 o da LICP)...31 Elementos do conceito analítico de crime...31 Conduta/ação...32

3 Teoria do tipo...35 Do tipo penal...51 Tipo doloso...53 Tipo culposo...58 Relação de causalidade...62 Consumação e tentativa...77 Desistência voluntária e arrependimento eficaz...84 Arrependimento posterior...87 Crime impossível...90 Agravação pelo resultado...92 Erro de tipo e erro de proibição...94 Ilicitude Estado de necessidade Legítima defesa Excesso Estrito cumprimento de dever legal Exercício regular de direito Consentimento do ofendido CULPABILIDADE Conceito Fundamentos da reprovabilidade...120

4 IMPUTABILIDADE (CAPACIDADE DE CULPABILIDADE) Conceito Elementos Inimputabilidade (art. 26, caput, e art. 27 do cp) Semi-imputabilidade (art. 26, parágrafo único, do CP) Não excluem a imputabilidade penal (art. 28, I e II, do CP) Embriaguez (art. 28, II, 1 o e 2 o, do CP) Fases da embriaguez Embriaguez involuntária completa (art. 28, II, 1 o, do CP) Embriaguez involuntária incompleta (art. 28, II, 2 o, do CP) POTENCIAL CONSCIÊNCIA SOBRE A ILICITUDE DO FATO Erro de proibição (erro sobre a ilicitude do fato) (art. 21, parágrafo único, do CP) Espécies de erro de proibição Erro sobre elementos normativos do tipo Erro de proibição e delito putativo EXIgiBILIDADE DE CONDUTA DIVERSA Conceito Inexigibilidade de conduta diversa Coculpabilidade CONCURSO DE PESSOAS Natureza jurídica de norma de extensão (pessoal)...133

5 Concurso de pessoas. Modalidades Requisitos para o concurso de pessoas Teorias AUTORIA Teoria objetiva (conceito restritivo de autor) Teoria subjetiva (conceito extensivo de autor) Teoria do domínio do fato Espécies de autoria Coautoria. Observações Teorias sobre a participação PARTICIPAÇÕES Observações Cumplicidade. Espécies Participação. Destaques DAS PENAS Proibição de penas (art. 5 o, XLVII, da CF) Origem das penas Finalidades das penas Teoria adotada pelo CP Sistemas prisionais Espécies de penas (art. 32 do CP)...152

6 PRIVATIVAS DE LIBERDADE Algumas diferenças entre reclusão e detenção (art. 33 do CP) Regimes de cumprimento de pena (art. 33, 1 o, do CP) Fixação do regime inicial de cumprimento de pena (art. 33, 2 o, do CP) Súmulas aplicáveis Observações Regras do regime fechado (art. 34 do CP) Regras do regime semiaberto (art. 35 do CP) Súmulas aplicáveis Regras do regime aberto (art. 36 do CP) Regime aberto. Destaques Súmula aplicável Progressão e regressão de regime Súmulas aplicáveis Regime especial (art. 37 do CP) Direitos do preso (art. 38 do CP) Trabalho do preso e remição de pena (art. 39, do CP, e 126 da LEP) Remição pelo estudo Superveniência de doença mental (art. 41 do cp) Detração (art. 42 do CP) Prisão-albergue domiciliar (art. 117 da lep) Uso de algemas (súmula aplicável) Monitoramento eletrônico (arts. 146-B, 146-C e 146-D da LEP) Regime disciplinar diferenciado (RDD)...163

7 PENAS RESTRITIVAS DE DIREITOS Espécies de penas restritivas de direitos (art. 43 do CP) Observações Requisitos para substituição (art. 44 do CP) Duração das penas restritivas de direitos (art. 55 do CP) Prestação pecuniária (art. 45, 1 o, do CP) Perda de bens e valores (art. 45, 3 o, do CP) Prestação de serviços à comunidade ou a entidades públicas (art. 46 do cp) Interdição temporária de direitos (art. 47 do CP) Limitação de fim de semana (art. 48 do cp) Conversão das penas restritivas de direitos (art. 44, 4 o, do CP) PENA DE MULTA Multa (art. 49 do CP) Aplicação da pena de multa Pagamento da pena de multa Execução da pena de multa (art. 51 do CP) Competência para a execução da pena de multa APLICAÇÃO DA PENA Critério trifásico (art. 68 do CP) Na fixação da pena Circunstâncias judiciais (art. 59 do CP) Circunstâncias...177

8 Circunstâncias agravantes (art. 61 do CP) Circunstâncias agravantes no concurso de pessoas (art. 62 do cp) Circunstâncias atenuantes (art. 65 do cp) Circunstâncias atenuantes inominadas (art. 66 do cp) Concurso de circunstâncias agravantes e atenuantes (art. 67 do cp) CONCURSO DE CRIMES Concurso de crimes. Espécies Aplicação da pena no concurso de crimes Material ou real (art. 69 do cp) Concurso material e penas restritivas de direitos (art. 69, 1 o do CP) Formal ou ideal (art. 70 do cp) Espécies de concurso formal ou ideal Observações Crime continuado (art. 71 do cp) Espécies de crime continuado Teorias Observações Pena de multa no concurso de crimes Concurso de infrações (art. 76 do cp) Crimes aberrantes Crimes aberrantes Aberratio ictus (art. 73 do cp)...198

9 Modalidades de aberratio ictus (art. 73 do CP) Aberratio criminis (art. 74 do cp) Concurso material benéfico nas hipóteses de aberratio ictus e aberratio criminis Aberratio causae LIMITES DAS PENAS Limite das penas (art. 75, caput, do CP) Unificação das penas (art. 75, 1 o e 2 o, do CP) Cálculo para concessão dos benefícios legais (duas correntes) Tempo de cumprimento de pena Diferença entre soma e unificação SUSPENSÃO CONDICIONAL DA PENA (SURSIS) Conceito Espécies de sursis Requisitos objetivos e subjetivos (art. 77 do CP) Observações Audiência admonitória Revogação obrigatória (art. 81 do CP) Revogação facultativa (art. 81, 1 o, do CP) Prorrogação do período de prova (art. 81, 2 o, do CP) Cumprimento das condições (art. 82 do CP) Diferença entre sursis e a suspensão condicional do processo...207

10 LIVRAMENTO CONDICIONAL Conceito Requisitos objetivos e subjetivos (art. 83 do CP) Condições para o cumprimento (art. 85 do CP) Procedimento Revogação obrigatória do livramento condicional (art. 86 do CP) Revogação facultativa do livramento condicional (art. 87 do CP) Observação Audiência de justificação (art. 142 da LEP) Extinção da pena (arts. 89 e 90 do CP) Súmulas aplicáveis EFEITOS DA CONDENAÇÃO Efeitos genéricos (art. 91 do CP) Observação Efeitos específicos (art. 92 do CP) Observação Efeitos da condenação. Destaques REABILITAÇÃO Reabilitação (art. 93, parágrafo único, do CP) Requisitos e competência para análise do pedido (art. 94 do cp) Observações...216

11 MEDIDAS DE SEGURANÇA Conceito Espécies de medidas de segurança (art. 96 do CP) Observações AÇÃO PENAL Espécies de ação penal Princípios informadores Observações CONDIÇÕES OBJETIVAS DE PUNIBILIDADE Natureza jurídica da condição objetiva de punibilidade. Correntes EXTINÇÃO DA PUNIBILIDADE Causas extintivas da punibilidade (art. 107 do cp) PRESCRIÇÃO Fundamentos Natureza jurídica Momento para seu reconhecimento Espécies A prescrição antes de transitar em julgado a sentença final, salvo o disposto no 1 o do cp, regula-se pelo máximo da pena privativa de liberdade cominada ao crime, verificando-se (art. 109 do cp) Observações...232

12 Prescrição depois de transitar em julgado a sentença final condenatória (art. 110 do cp) Prescrição. Modalidades A prescrição, antes de transitar em julgado a sentença final, começa a correr (art. 111 do cp) No caso do art. 110 do cp, a prescrição começa a correr (art. 112 do cp) Observação Prescrição da multa ocorrerá (art. 114 do cp) São reduzidos de metade os prazos de prescrição quando o criminoso era (art. 115 do cp) Causas suspensivas da prescrição. Conceito Causas suspensivas da prescrição (art. 116, parágrafo único, do cp) Outras hipóteses de supensão do prazo prescricional Causas interruptivas da prescrição (art. 117, 2 o, do cp) Causas interruptivas da prescrição (art. 117 do cp) Efeitos da interrupção (art. 117, 1 o, do cp) Prescrição no concurso de crimes (art. 119 do cp) Prescrição pela pena em perspectiva (ideal, hipotética ou pela pena virtual) Imprescritibilidade Bibliografia...241

Sumário PRINCÍPIOS DO DIREITO PENAL NORMA PENAL... 33

Sumário PRINCÍPIOS DO DIREITO PENAL NORMA PENAL... 33 CAPÍTULO 1 PRINCÍPIOS DO DIREITO PENAL... 13 1. Noções preliminares...13 2. Peculiaridades dos princípios do Direito Penal...13 3. Princípio da legalidade ou da reserva legal...14 3.1 Abrangência do princípio

Leia mais

Capítulo 1 Noções Preliminares... 1 Capítulo 2 Aplicação da Lei Penal... 29

Capítulo 1 Noções Preliminares... 1 Capítulo 2 Aplicação da Lei Penal... 29 Sumário Capítulo 1 Noções Preliminares... 1 1. Introdução... 1 2. Princípios... 4 2.1. Princípio da legalidade... 5 2.2. Princípio da anterioridade da lei penal... 5 2.3. Princípio da irretroatividade

Leia mais

SUMÁRIO I TEORIA GERAL DO DIREITO PENAL

SUMÁRIO I TEORIA GERAL DO DIREITO PENAL SUMÁRIO I TEORIA GERAL DO DIREITO PENAL CAPÍTULO 1 DIREITO PENAL: NOÇÕES INTRODUTÓRIAS PARTE 1 Noções introdutórias 1 PARTE 2 Noções introdutórias 2 PARTE 3 Noções introdutórias 3 CAPÍTULO 2 PRINCÍPIOS

Leia mais

Parte Geral ALEXANDRE ARARIPE MARINHO ANDRÉ GUILHERME TAVARES DE FREITAS. 3. a edição revista, atualizada e ampliada STJ

Parte Geral ALEXANDRE ARARIPE MARINHO ANDRÉ GUILHERME TAVARES DE FREITAS. 3. a edição revista, atualizada e ampliada STJ ALEXANDRE ARARIPE MARINHO ANDRÉ GUILHERME TAVARES DE FREITAS I Parte Geral 3. a edição revista, atualizada e ampliada THOMSON REUTERS REVISTADOS TRIBUNAIS'" MANUAL DE DIREITO PENAL PARTE GERAL 3. a edição

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA ESTE DOCUMENTO NÃO SUBSTITUI O ORIGINAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA ESTE DOCUMENTO NÃO SUBSTITUI O ORIGINAL 0 Programa Analítico de Disciplina DIR351 Direito l II - Teoria do Crime e Teoria da Departamento de Direito - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes Número de créditos: 4 Teóricas Práticas Total Duração

Leia mais

Capítulo 1 Notas Preliminares Conceito Espécies Capítulo 2 Fontes do Direito Penal Capítulo 3 Da Norma Penal...

Capítulo 1 Notas Preliminares Conceito Espécies Capítulo 2 Fontes do Direito Penal Capítulo 3 Da Norma Penal... S u m á r i o Capítulo 1 Notas Preliminares...1 1. Introdução... 1 2. Finalidade do Direito Penal... 2 3. A seleção dos bens jurídico-penais... 4 4. Códigos Penais do Brasil... 5 5. Direito Penal Objetivo

Leia mais

Princípio da intervenção mínima Conflito aparente de normas 3.3 Sujeito ativo do crime Sujeito ativo Capacidade penal do

Princípio da intervenção mínima Conflito aparente de normas 3.3 Sujeito ativo do crime Sujeito ativo Capacidade penal do Sumário 1 Introdução 1.1 Conceito de Direito Penal 1.1.1 Nota introdutória 1.1.2 Denominação 1.1.3 Conceito de Direito Penal 1.1.4 Caracteres do Direito Penal 1.1.5 Posição enciclopédica 1.1.6 Direito

Leia mais

Capítulo 1 Notas Preliminares Introdução Capitulo 2 Evolução Histórica do Direito Penal e Escolas Penais...15

Capítulo 1 Notas Preliminares Introdução Capitulo 2 Evolução Histórica do Direito Penal e Escolas Penais...15 S u m á r i o Capítulo 1 Notas Preliminares...1 1. Introdução... 1 2. Finalidade do Direito Penal... 2 3. A seleção dos bens jurídico-penais... 4 4. Códigos Penais do Brasil... 5 5. Direito Penal Objetivo

Leia mais

PLANO DE CURSO TEORIA DA NORMA E DO CRIME (CÓD.: ENEX 60112) ETAPA: 2ª TOTAL DE ENCONTROS:

PLANO DE CURSO TEORIA DA NORMA E DO CRIME (CÓD.: ENEX 60112) ETAPA: 2ª TOTAL DE ENCONTROS: PLANO DE CURSO DISCIPLINA: TEORIA DA NORMA E DO CRIME (CÓD.: ENEX 60112) ETAPA: 2ª TOTAL DE ENCONTROS: 15 SEMANAS Semana Conteúdos/ Matéria Categorias/ Questões Tipo de aula Habilidades e Competências

Leia mais

Profª Ms. Simone Schroeder SANÇÕES PENAIS

Profª Ms. Simone Schroeder SANÇÕES PENAIS Profª Ms. Simone Schroeder SANÇÕES PENAIS PENAS PRIVATIVAS DE LIBERDADE DO CP Pena privativa de liberdade Art. 33 CP Reclusão CP Detenção CP Prisão Simples Dec. Lei 3688/41 Sanções penais Penas Art. 32

Leia mais

Capítulo 1 Notas Preliminares...1. Capitulo 2 Evolução Histórica do Direito Penal e Escolas Penais... 15

Capítulo 1 Notas Preliminares...1. Capitulo 2 Evolução Histórica do Direito Penal e Escolas Penais... 15 S u m á r i o Capítulo 1 Notas Preliminares...1 1. Introdução... 1 2. Finalidade do Direito Penal... 2 3. A seleção dos bens jurídico-penais... 4 4. Códigos Penais do Brasil... 5 5. Direito Penal Objetivo

Leia mais

Profª. Ms Simone Schroeder

Profª. Ms Simone Schroeder Profª. Ms Simone Schroeder Base legal: Artigos 109 ao 119 do Código Penal Conceito: É a perda do poder de punir ou de executar a sanção imposta pelo Estado, causada pelo decurso de tempo fixado em Lei

Leia mais

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e / ou da Coordenação.

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e / ou da Coordenação. Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e / ou da Coordenação. PLANO DE CURSO 2014/01 DISCIPLINA: DIREITO PENAL II PROFESSOR: CARLOS EDUARDO RIBEIRO LEMOS TURMA: 4º EM / FN

Leia mais

Direito Penal. Causas de Extinc a o da Punibilidade. Professor Adriano Kot.

Direito Penal. Causas de Extinc a o da Punibilidade.  Professor Adriano Kot. Direito Penal Causas de Extinc a o da Punibilidade Professor Adriano Kot www.acasadoconcurseiro.com.br www.estudaquepassa.com.br DIREITO PENAL CAUSAS DE EXTINÇÃO DA PUNIBILIDADE ROL CAUSAS DE EXTINÇÃO

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: Direito Penal I Código da Disciplina: JUR 329 Curso: Direito Faculdade responsável: Faculdade de Direito Programa em vigência a partir de: Número de créditos: 04 Carga

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA CONCURSO PARA INGRESSO À CARREIRA DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO AMAZONAS EDITAL N.

MINISTÉRIO PÚBLICO PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA CONCURSO PARA INGRESSO À CARREIRA DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO AMAZONAS EDITAL N. MINISTÉRIO PÚBLICO PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA CONCURSO PARA INGRESSO À CARREIRA DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO AMAZONAS EDITAL N.º 014/2016-PGJ O PRESIDENTE DA COMISSÃO EXAMINADORA PARA O CONCURSO

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: Direito Penal II Código da Disciplina: JUR 213 Curso: Direito Faculdade responsável: Direito Programa em vigência a partir de: Número de créditos: 04 Carga Horária total:

Leia mais

S U R S I S SUSPENSÃO CONDICIONAL DA PENA

S U R S I S SUSPENSÃO CONDICIONAL DA PENA S U R S I S SUSPENSÃO CONDICIONAL DA PENA arts. 77 a 82 do CP e 156 e s. da LEP. Deriva do verbo surseoir (suspender). Quer dizer suspensão. Expressão já utilizada pelo CP/1940. Conceitos: É o ato pelo

Leia mais

PARTE I INTRODUÇÃO AO DIREITO PENAL

PARTE I INTRODUÇÃO AO DIREITO PENAL SUMÁRIO O livro e sua atualização... 19 Para início de conversa... 21 PARTE I INTRODUÇÃO AO DIREITO PENAL Considerações iniciais... 25 01 DIREITO PENAL: NOÇÕES GERAIS 27 1.1. Conteúdo e conceito de direito

Leia mais

SUMÁRIO TÍT ULO I FUNDAMENT OS

SUMÁRIO TÍT ULO I FUNDAMENT OS SUMÁRO TÍT ULO FUNDAMENT OS O Direito Penal no Estado de Direito V Direito e Direito Penal 1 Considerações introdutórias 2 Positivismo e Direito Penal Direito Penal e Estado de Direito As bases para a

Leia mais

1.5. Criminalização primária e criminalização secundária. Seletividade e vulnerabilidade no Direito Penal

1.5. Criminalização primária e criminalização secundária. Seletividade e vulnerabilidade no Direito Penal Sumário Parte I TEORIA GERAL DO DIREITO PENAL 1. DIREITO PENAL: NOÇÕES INTRODUTÓRIAS 1.1. Conceito de Direito Penal 1.2. Alocação na Teoria Geral do Direito 1.3. Nomenclatura 1.4. Características do Direito

Leia mais

Sumário Capítulo I TeorIa geral do direito penal lex tertia Capítulo II TeorIa geral do CrIme

Sumário Capítulo I TeorIa geral do direito penal lex tertia Capítulo II TeorIa geral do CrIme Sumário Capítulo I Teoria geral do direito penal... 11 1. Princípios do direito penal... 11 1.1. Princípio da legalidade, da reserva legal ou da estrita legalidade... 11 1.2. Princípio da insignificância

Leia mais

LEI DE CRIMES AMBIENTAIS -LCA

LEI DE CRIMES AMBIENTAIS -LCA LEI DE CRIMES AMBIENTAIS -LCA PARTE II A Desconsideração da P.J É o enfoque dado à figura do sócio para a ineficácia ou a regulamentação de um ato condenável praticado em nome da sociedade, ignorando-lhe

Leia mais

Direito Penal. Tentativa. Professor Joerberth Nunes.

Direito Penal. Tentativa. Professor Joerberth Nunes. Direito Penal Tentativa Professor Joerberth Nunes www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Penal TENTATIVA Art. 14. Diz-se o crime: Crime consumado TÍTULO II Do Crime I consumado, quando nele se reúnem todos

Leia mais

CEM. Magistratura Federal. Direito Penal. Das Penas

CEM. Magistratura Federal. Direito Penal. Das Penas CEM CADERNO DE EXERCÍCIOS MASTER Direito Penal Período 2010 2016 1) CESPE - JF TRF2/TRF 2/2013 A respeito de aspectos diversos relacionados às penas, assinale a opção correta. a) No concurso formal perfeito,

Leia mais

Conclusão Peças de informação e outros procedimentos investigatórios

Conclusão Peças de informação e outros procedimentos investigatórios Sumário 1 A REDAÇÃO JURÍDICA 1.1 A nova redação jurídica 1.2 Síntese, clareza e objetividade 1.3 Orações intercaladas 1.4 Introdução, desenvolvimento e conclusão 1.5 Redação impessoal 1.6 Copiar e colar

Leia mais

Prefeitura do Município de Tejupá CNPJ /

Prefeitura do Município de Tejupá CNPJ / CONCURSO PÚBLICO Nº 01/2016 EDITAL DE ERRATA Nº 07/2016 Valdomiro José Mota, Prefeito Municipal de Tejupá, Estado de São Paulo, torna público na forma prevista no artigo 37 da Constituição Federal, o Edital

Leia mais

ERRO DE TIPO E ERRO DE PROIBIÇÃO

ERRO DE TIPO E ERRO DE PROIBIÇÃO ERRO DE TIPO E ERRO DE PROIBIÇÃO Erro de tipo é o que incide sobre s elementares ou circunstâncias da figura típica, sobre os pressupostos de fato de uma causa de justificação ou dados secundários da norma

Leia mais

1. IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO DA DISCIPLINA: D-09 PERÍODO: 3 CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: DIREITO PENAL I NOME DO CURSO: DIREITO

1. IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO DA DISCIPLINA: D-09 PERÍODO: 3 CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: DIREITO PENAL I NOME DO CURSO: DIREITO 1. IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO DA DISCIPLINA: D-09 PERÍODO: 3 CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: DIREITO PENAL I NOME DO CURSO: DIREITO CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 2. EMENTA Introdução:

Leia mais

(D) extinguem a punibilidade. (E) excluem a tipicidade.

(D) extinguem a punibilidade. (E) excluem a tipicidade. Maratona Fiscal ISS Direito penal 1. A regra que veda a interpretação extensiva das normas penais incriminadoras decorre do princípio constitucional da (A) culpabilidade. (B) igualdade. (C) legalidade.

Leia mais

AP A L P I L CA C Ç A Ã Ç O Ã O DA D A LE L I E P E P N E A N L A Art. 1º ao 12 do CP

AP A L P I L CA C Ç A Ã Ç O Ã O DA D A LE L I E P E P N E A N L A Art. 1º ao 12 do CP APLICAÇÃO DA LEI PENAL Art. 1º ao 12 do CP LEI PENAL NO TEMPO Princípio da Legalidade ou Reserva Legal Art. 5º, inciso XXXIX da CR/88: XXXIX - não há crime sem lei anterior que o defina, nem pena sem prévia

Leia mais

Direito Penal Prof. Renan Araújo

Direito Penal Prof. Renan Araújo Direito Penal Prof. Renan Araújo PRINCÍPIOS CONSTITUCIONAIS DO DIREITO PENAL Legalidade - Uma conduta não pode ser considerada criminosa se antes de sua prática (anterioridade) não havia lei formal (reserva

Leia mais

Professor Joerberth Nunes

Professor Joerberth Nunes DIREITO PROCESSUAL PENAL PROFESSOR JOERBERTH PINTO NUNES -Art. 5º, LXI, CF PRISÃO E LIBERDADE PROVISÓRIA -Espécies principais: Flagrante : art. 302, CPP : Art. 302, I, CPP : flagrante próprio/real Art.

Leia mais

DUCTOR ONLINE DIREITO PENAL

DUCTOR ONLINE DIREITO PENAL ONLINE CONCURSO PARA CARTÓRIOS EXTRAJUDICIAIS DIREITO PENAL DO (CP, artigos 13 a 25) O QUE É? Conceito analítico ANTIJURÍDICO ou ILÍCITO CULPÁVEL TIPICIDADE ANTIJURIDICIDADE ou ILICITUDE CULPABILIDADE

Leia mais

PLANO DE CURSO TEORIA GERAL DA PENA (CÓD.: ENEX 60117) ETAPA: 3ª TOTAL DE ENCONTROS:

PLANO DE CURSO TEORIA GERAL DA PENA (CÓD.: ENEX 60117) ETAPA: 3ª TOTAL DE ENCONTROS: PLANO DE CURSO DISCIPLINA: TEORIA GERAL DA PENA (CÓD.: ENEX 60117) ETAPA: 3ª TOTAL DE ENCONTROS: 15 SEMANAS Semana Conteúdos/ Matéria Categorias/ Questões Tipo aula Habilidas e Competências Textos, filmes

Leia mais

PONTO 1: Conceito e Princípios PONTO 2: Destinatários e Finalidades PONTO 3: Espécies de Penas PONTO 4: Aplicação da Pena

PONTO 1: Conceito e Princípios PONTO 2: Destinatários e Finalidades PONTO 3: Espécies de Penas PONTO 4: Aplicação da Pena 1 DIREITO PENAL PONTO 1: Conceito e Princípios PONTO 2: Destinatários e Finalidades PONTO 3: Espécies de Penas PONTO 4: Aplicação da Pena PENAS: ESPÉCIES, COMINAÇÃO E APLICAÇÃO 1. CONCEITO E PRINCÍPIOS

Leia mais

Sumário PARTE I TEORIA CAPÍTULO 1 TEORIA PASSO A PASSO

Sumário PARTE I TEORIA CAPÍTULO 1 TEORIA PASSO A PASSO Sumário PARTE I TEORIA CAPÍTULO 1 TEORIA PASSO A PASSO 1.º PASSO COMPREENDENDO O PROBLEMA 1. Qual o crime tratado pelo problema 2. Qual é a ação penal 2.1 Quais os tipos de ação penal 2.1.1 Ação penal

Leia mais

FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE 206/2002 D.O.U. 29/01/2002 ORGANIZAÇÃO SETE DE SETEMBRO DE CULTURA E ENSINO LTDA CNPJ:

FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE 206/2002 D.O.U. 29/01/2002 ORGANIZAÇÃO SETE DE SETEMBRO DE CULTURA E ENSINO LTDA CNPJ: PLANO DE CURSO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO: Curso: Bacharelado em Direito Disciplina: Direito Processual Penal III Professor: Marco Antônio de Jesus Bacelar Código: DIR4 Carga Horária: 80 H Créditos: 04

Leia mais

Ponto 12 do plano de ensino

Ponto 12 do plano de ensino Ponto 12 do plano de ensino Livramento condicional: conceito e natureza jurídica, requisitos (objetivos e subjetivos), concessão, condições, revogação obrigatória e revogação facultativa, prorrogação,

Leia mais

Assessor de Estabelecimento Penal DAS-5

Assessor de Estabelecimento Penal DAS-5 DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DO PARANÁ SECRETARIA DE ESTADO DA JUSTIÇA, CIDADANIA E DIREITOS HUMANOS Concurso Público Edital n 006/2011 Prova Objetiva 28/08/2011 Anos Assessor de Estabelecimento Penal

Leia mais

ESPÉCIES DE PENAS. Direito Penal II Professora Paola Santos

ESPÉCIES DE PENAS. Direito Penal II Professora Paola Santos ESPÉCIES DE PENAS Direito Penal II Professora Paola Santos Espécies de penas (art.32 do CP) Privativas de Liberdade Alternativas DAS PENAS PRIVATIVAS DE LIBERDADE Reclusão: Pode começar a ser cumprida

Leia mais

Sumário APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO SINOPSES PARA CARREIRAS FISCAIS... 17

Sumário APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO SINOPSES PARA CARREIRAS FISCAIS... 17 Sumário APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO SINOPSES PARA CARREIRAS FISCAIS... 17 EDITAL SISTEMATIZADO CARREIRAS FISCAIS... 19 1. Receita Federal do Brasil... 19 2. Ministério do Trabalho e Emprego... 21 CAPÍTULO

Leia mais

Cód. Disciplina Período Créditos Carga Horária D-16 3º 04 Semanal Semestral 04 60

Cód. Disciplina Período Créditos Carga Horária D-16 3º 04 Semanal Semestral 04 60 Cód. Disciplina Período Créditos Carga Horária D-16 3º 04 Semanal Semestral 04 60 Curso DIREITO Nome da Disciplina / Curso DIREITO PENAL I PARTE GERAL D-07 HERMENÊUTICA JURÍDICA (MATRIZ 2008/01) Introdução:

Leia mais

1. Penas: espécie, cominação e aplicação:

1. Penas: espécie, cominação e aplicação: 1 PONTO 1: Penas: espécie, cominação e aplicação PONTO 2: Aplicação da pena 1. Penas: espécie, cominação e aplicação: 1. Conceito: Pena é uma sanção aflitiva imposta pelo estado, através da ação penal,

Leia mais

ULISSES VIEIRA MOREIRA PEIXOTO

ULISSES VIEIRA MOREIRA PEIXOTO ULISSES VIEIRA MOREIRA PEIXOTO 2015 EDITORA S UMÁRIO Introdução... 13 CAPÍTULO 1 PRESCRIÇÃO E DECADÊNCIA NO CÓDIGO CIVIL 1.1. Da Prescrição... 17 1.2. Do Instituto da prescrição... 18 1.3. Dos Requisitos

Leia mais

1. Prescrição da Pretensão Executória art. 110, caput 1, CP: - Sentença Penal condenatória transitada em julgado IRRECORÍVEL

1. Prescrição da Pretensão Executória art. 110, caput 1, CP: - Sentença Penal condenatória transitada em julgado IRRECORÍVEL 1 PONTO 1: Prescrição da Pretensão Executória PONTO 2: Prescrição da Pena de Multa PONTO 3: Prescrição na Lei de Falências PONTO 4: Prescrição do ato infracional 1. Prescrição da Pretensão Executória art.

Leia mais

Sumário. A responsabilidade penal da pessoa jurídica (artigo 3 ) Walter Claudius Rothenburg...55

Sumário. A responsabilidade penal da pessoa jurídica (artigo 3 ) Walter Claudius Rothenburg...55 Sumário Introdução - Ana Maria Moreira Marchesan e Silvia Cappe/li................13 1. Teoria geral do Direito Penal Ambiental............13 2. Fundamentos constitucionais da tutela penal do meio ambiente.........18

Leia mais

Execução Penal. Prof. Pietro Chidichimo LEI DE EXECUÇÃO PENAL LEI N /84 CONTINUAÇÃO DA AULA DE EXECUÇÃO PENAL

Execução Penal. Prof. Pietro Chidichimo LEI DE EXECUÇÃO PENAL LEI N /84 CONTINUAÇÃO DA AULA DE EXECUÇÃO PENAL LEI DE EXECUÇÃO PENAL LEI N. 7.210/84 CONTINUAÇÃO DA AULA DE EXECUÇÃO PENAL Progressão de Regime Carcerário (art.112da LEP): Obs.: matéria iniciada na aula 1. Quanto à necessidade da realização do exame

Leia mais

JUÍZO DE DIREITO DA VARA DE EXECUÇÕES PENAIS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO.

JUÍZO DE DIREITO DA VARA DE EXECUÇÕES PENAIS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. JUÍZO DE DIREITO DA VARA DE EXECUÇÕES PENAIS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. UNIFORMIZAÇÃO DE DECISÕES OS DOUTORES CARLOS AUGUSTO BORGES, CARLOS EDUARDO CARVALHO DE FIGUEIREDO, SANDRO PITTHAN ESPÍNDOLA, TULA

Leia mais

Sumário 1. Conceito de crime 2. Definições importantes 3. Classificação das infrações penais 4. Os requisitos do fato punível

Sumário 1. Conceito de crime 2. Definições importantes 3. Classificação das infrações penais 4. Os requisitos do fato punível Sumário Nota à segunda edição........................................................ 23 1. Conceito de crime.......................................................... 25 1.1. Conceito Formal.........................................................

Leia mais

MATERIAL DIDÁTICO n. 6: Estudo da Teoria da pena no Direito Penal Brasileiro. Produzido por Gisele Alves e Vânia Camacho.

MATERIAL DIDÁTICO n. 6: Estudo da Teoria da pena no Direito Penal Brasileiro. Produzido por Gisele Alves e Vânia Camacho. MATERIAL DIDÁTICO n. 6: Estudo da Teoria da pena no Direito Penal Brasileiro. Produzido por Gisele Alves e Vânia Camacho. 2014 SUMÁRIO 1. ESPÉCIES DE PENAS PRIVATIVAS DE LIBERDADE 1.1 Reclusão 1.2 Detenção

Leia mais

CONTROLE DE CONTEÚDO EXAME DE ORDEM OAB 1ª FASE

CONTROLE DE CONTEÚDO EXAME DE ORDEM OAB 1ª FASE 1 Teoria Geral da Constituição / Separação de Poderes 2 Direitos e deveres individuais e coletivos 3 Nacionalidade 4 Direitos políticos/ Partidos Políticos 5 Organização Político-Administrativa 6 Poder

Leia mais

PLANO DE ENSINO. I Identificação. Carga horária 72 horas/aula Créditos 4 Semestre letivo 2º. II Ementário

PLANO DE ENSINO. I Identificação. Carga horária 72 horas/aula Créditos 4 Semestre letivo 2º. II Ementário I Identificação Disciplina Direito Penal I Código EST0042 Carga horária 72 horas/aula Créditos 4 Semestre letivo 2º II Ementário PLANO DE ENSINO Ordenamento jurídico e o direito penal. Limites constitucionais

Leia mais

1. CRIMES QUALIFICADOS OU AGRAVADOS PELO RESULTADO. Art. 19 do CP Agente deve causar pelo menos culposamente.

1. CRIMES QUALIFICADOS OU AGRAVADOS PELO RESULTADO. Art. 19 do CP Agente deve causar pelo menos culposamente. 1 DIREITO PENAL PONTO 1: Crimes Qualificados ou Agravados pelo Resultado PONTO 2: Erro de Tipo PONTO 3: Erro de Tipo Essencial PONTO 4: Erro determinado por Terceiro PONTO 5: Discriminantes Putativas PONTO

Leia mais

1. TEORIA CONSTITUCIONALISTA DO DELITO FATO TÍPICO

1. TEORIA CONSTITUCIONALISTA DO DELITO FATO TÍPICO 1 DIREITO PENAL PONTO 1: Teoria Constitucionalista do Delito PONTO 2: Legítima Defesa PONTO 3: Exercício Regular de Direito PONTO 4: Estrito Cumprimento do Dever Legal 1. TEORIA CONSTITUCIONALISTA DO DELITO

Leia mais

CÓDIGO PENAL DECRETO LEI N o 2.848, DE 7 DE DEZEMBRO DE 1940

CÓDIGO PENAL DECRETO LEI N o 2.848, DE 7 DE DEZEMBRO DE 1940 CÓDIGO PENAL DECRETO LEI N o 2.848, DE 7 DE DEZEMBRO DE 1940 c Publicado no DOU de 31-12-1940 e retificado no DOU de 3-1-1941. Código Penal. O Presidente da República, usando da atribuição que lhe confere

Leia mais

Tribunais Direito Penal Penal Exercício Paulo Ellery Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor.

Tribunais Direito Penal Penal Exercício Paulo Ellery Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Tribunais Direito Penal Penal Exercício Paulo Ellery 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. 3 CRIME e IMPUTABILIDADE (FCC - 2011 - DPE-RS - Defensor Público) Miro,

Leia mais

26/08/2012 PROCESSO PENAL II PROCESSO PENAL II

26/08/2012 PROCESSO PENAL II PROCESSO PENAL II II 5ª -Parte Professor: Rubens Correia Junior 1 II Acessem!!!!!! www.rubenscorreiajr.blogspot.com 2 1 RASCUNHAO DO PROFESSOR RUBENS 2 Lei 9.099 de setembro de 1995; Todas as contravenções penais; Os crimes

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br Roteiro Didático de Fixação das Penas Túlio Lima Vianna* *Professor de Direito Penal da PUC Minas; Mestre em Ciências Penais pela UFMG www.tuliovianna.org Um dos temas mais negligenciados

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO

Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO 1) Identificação Disciplina Direito Penal II - NOTURNO Carga horária

Leia mais

As penas. Efeitos da condenação. Reabilitação. Medidas de segurança. Ação penal. Extinção da punibilidade.

As penas. Efeitos da condenação. Reabilitação. Medidas de segurança. Ação penal. Extinção da punibilidade. Programa de DIREITO PENAL II 3º período: 80h/a Aula: Teórica EMENTA As penas. Efeitos da condenação. Reabilitação. Medidas de segurança. Ação penal. Extinção da punibilidade. OBJETIVOS Habilitar o futuro

Leia mais

ÍNDICE CAPÍTULO CAPÍTULO CAPÍTULO CAPÍTULO CAPÍTULO DIREITO CIVIL CAPÍTULO CAPÍTULO 07...

ÍNDICE CAPÍTULO CAPÍTULO CAPÍTULO CAPÍTULO CAPÍTULO DIREITO CIVIL CAPÍTULO CAPÍTULO 07... DIREITO CIVIL ÍNDICE CAPÍTULO 01... 9 Lei de Introdução às Normas do Direito Brasileiro - LINDB... 9 Introdução...9 Disposições da LINDB...9 CAPÍTULO 02... 12 Das Pessoas... 12 Introdução...12 Pessoas

Leia mais

SUMÁRIO Direito Tributário...2 O Direito Tributário e as demais ciências jurídicas...5 O Direito Tributário e os Limites ao Poder de Tributar...

SUMÁRIO Direito Tributário...2 O Direito Tributário e as demais ciências jurídicas...5 O Direito Tributário e os Limites ao Poder de Tributar... SUMÁRIO Direito Tributário...2 Conceito...2 Polos...2 Receitas públicas...2 Natureza...3 Exemplos de receitas derivadas...3 Exemplos de receitas originárias...4 O Direito Tributário e o Direito Público...4

Leia mais

I IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA

I IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA Específicos Geral PLANO DE ENSINO I IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA Nome da disciplina Direito Penal I Curso Direito Nível 3º Ano/Semestre 2013/1 N Horas/Aula 72 N de Créditos Dias e Horários Sextas-feiras,

Leia mais

ADVOGADO. STJ TRANÇA AÇÃO DE INJÚRIA MOVIDA POR MAGISTRADO

ADVOGADO. STJ TRANÇA AÇÃO DE INJÚRIA MOVIDA POR MAGISTRADO EDIÇÃO DE 10 A 16 DE MAIO DE 2.010 NESTA EDIÇÃO O INFORMATIVO RKL da presente edição aborda as seguintes matérias de DIREITO PENAL: - INJÚRIA PRATICADA POR ADVOGADO (decisão do STJ); - O CRIME DE RACISMO

Leia mais

A EQUIPE DO DIREITO CONCENTRADO ESTÁ COM VOCÊ!

A EQUIPE DO DIREITO CONCENTRADO ESTÁ COM VOCÊ! Olá CONCENTRADOS! Como está a sua preparação para a 2ª fase da OAB? Muito estudo e dedicação? Sabemos como é difícil conseguir conciliar tudo nesta fase, o período é curto, a matéria longa e você precisa

Leia mais

SUMÁRIO. Questões de provas anteriores. Questões de provas anteriores. Questões de provas anteriores. Questões de provas anteriores

SUMÁRIO. Questões de provas anteriores. Questões de provas anteriores. Questões de provas anteriores. Questões de provas anteriores DIREITO PENAL SUMÁRIO UNIDADE 1 Aplicação da Lei Penal 1.1 Princípios da legalidade e da anterioridade 1.2 Lei penal no tempo e no espaço 1.3 Tempo e lugar do crime 1.4 Lei penal excepcional, especial

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO BASEADO NO ÚLTIMO EDITAL

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO BASEADO NO ÚLTIMO EDITAL ROTEIRO DE AULAS DE DIREITO PENAL (DIAS 05/07 e 09/07/11) Professora- Márcia Margarete (mmargarete2009@gmail.com) CONTEÚDO PROGRAMÁTICO BASEADO NO ÚLTIMO EDITAL 5 Das penas: espécies; cominação; aplicação;

Leia mais

EDITAL Nº 18/2011 01* 01* OBS: O professor ao se inscrever deverá ter disponibilidade nos turnos indicados.

EDITAL Nº 18/2011 01* 01* OBS: O professor ao se inscrever deverá ter disponibilidade nos turnos indicados. EDITAL Nº 18/2011 Processo Seletivo de Docentes da Estácio FIC 2011. A DIRETORA GERAL da Faculdade Estácio do Ceará - Estácio FIC, no uso de suas atribuições e regimentais, torna pública a abertura de

Leia mais

Capítulo 1 Direito Administrativo e Administração Pública...1

Capítulo 1 Direito Administrativo e Administração Pública...1 S u m á r i o Capítulo 1 Direito Administrativo e Administração Pública...1 1.1. Introdução e Conceito de Direito Administrativo... 1 1.2. Taxinomia do Direito Administrativo... 2 1.3. Fontes do Direito

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL - STF

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL - STF 59 77 93 113 114 129 154 579167 Tema nº 59 - Requisito - Temporal - Progressão - Hediondo 576847 Tema nº 77 - MS - Cabimento - Interlocutória - Juizado 585702 Tema nº 93 - Reserva - Plenário - Tribunal

Leia mais

Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Coisa julgada penal. Gustavo Badaró aula de

Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Coisa julgada penal. Gustavo Badaró aula de Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo Coisa julgada penal Gustavo Badaró aula de 18.08.2015 1. Noções Gerais PLANO DA AULA 2. Coisa julgada formal 3. Coisa julgada material 4. Limites objetivos

Leia mais

Em várias situações a legislação consagra da junção das jurisdições civil e criminal.

Em várias situações a legislação consagra da junção das jurisdições civil e criminal. Ação civil ex delicto Objetivo: Propiciar a reparação do dano causado pelo delito. Sentença penal condenatória e reparação do dano Art. 91, I, CP: Obrigação de indenizar o dano Art. 63, CPP e 475-N, II,

Leia mais

Autoritarismo do Código de Processo Penal de 1941 vs. Constituição Federal de Processo Penal...8. Sistema Acusatório...

Autoritarismo do Código de Processo Penal de 1941 vs. Constituição Federal de Processo Penal...8. Sistema Acusatório... Sumário Autoritarismo do Código de Processo Penal de 1941 vs. Constituição Federal de 1988...2 Contexto Político e Histórico... 2 Características da Constituição de 1937... 4 Código de Processo Penal de

Leia mais

RESUMO GRATUITO (PC-PE) DIREITO PENAL (AGENTE E ESCRIVÃO) SUMÁRIO

RESUMO GRATUITO (PC-PE) DIREITO PENAL (AGENTE E ESCRIVÃO) SUMÁRIO RESUMO GRATUITO (PC-PE) DIREITO PENAL (AGENTE E ESCRIVÃO) SUMÁRIO 1. PRINCÍPIOS DO DIREITO PENAL... 2 2. APLICAÇÃO DA LEI PENAL E INFRAÇÃO PENAL... 6 3. TEORIA GERAL DO DELITO... 14 4. CONCURSO DE PESSOAS

Leia mais

ASSUNTO: PENAS E OS ELEMENTOS ACIDENTAIS DO CRIME. OBJETIVO: IDENTIFICAR, ANALISAR AS ESPÉCIES DE PENA E OS ELEMENTOS ACIDENTAIS DO CRIME.

ASSUNTO: PENAS E OS ELEMENTOS ACIDENTAIS DO CRIME. OBJETIVO: IDENTIFICAR, ANALISAR AS ESPÉCIES DE PENA E OS ELEMENTOS ACIDENTAIS DO CRIME. ASSUNTO: PENAS E OS ELEMENTOS ACIDENTAIS DO CRIME. OBJETIVO: IDENTIFICAR, ANALISAR AS ESPÉCIES DE PENA E OS ELEMENTOS ACIDENTAIS DO CRIME. SUMÁRIO: 1 - INTRODUÇÃO 2 - DESENVOLVIMENTO a. LEGITIMIDADE DA

Leia mais

ESQUEMA II Professor Raphael (Rá)

ESQUEMA II Professor Raphael (Rá) ESQUEMA II Professor Raphael (Rá) 1 Progressão de Regime Em regra, o condenado tem direito a passar do regime inicial para um regime mais brando após o cumprimento de 1/6 da pena, desde que o seu mérito

Leia mais

Concurso de Pessoas. 4. Requisitos do concurso de agentes:

Concurso de Pessoas. 4. Requisitos do concurso de agentes: Concurso de Pessoas 1. Conceito: ocorre quando um crime unissubjetivo é praticado por mais de uma pessoa. Tratando-se de crime plurissubjetivo (ou de concurso necessário), a participação de mais de uma

Leia mais

Ministério Público do Estado de Mato Grosso. Procuradoria Geral de Justiça

Ministério Público do Estado de Mato Grosso. Procuradoria Geral de Justiça CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DO CARGO DE PROMOTOR DE JUSTIÇA SUBSTITUTO (EDITAL Nº 001/2014/MP-MT) (publicado no DOE em 14/02/2014 páginas 183 a 188) ANEXO I PROGRAMAS DOS GRUPOS TEMÁTICOS PARA O CONCURSO

Leia mais

Execução Penal. Prof. Pietro Chidichimo LEI DE EXECUÇÃO PENAL LEI N /84

Execução Penal. Prof. Pietro Chidichimo LEI DE EXECUÇÃO PENAL LEI N /84 LEI DE EXECUÇÃO PENAL LEI N. 7.210/84 Natureza Jurídica da Execução Penal: 3 correntes: Meramente administrativa: a atividade do juiz é meramente fiscalizatória, acarretando consequências importantes ao

Leia mais

EXECUÇÃO PENAL. 1. Natureza jurídica da LEP:

EXECUÇÃO PENAL. 1. Natureza jurídica da LEP: 1 LEI 7210/84 PONTO 1: Natureza jurídica da LEP PONTO 2: Objeto da execução penal PONTO 3: Aplicação da LEP PONTO 4: Finalidades da Pena PONTO 5: Princípios da LEP PONTO 6: Competência do juiz da execução

Leia mais

Primeira e principal fonte Constituição. Segunda fonte Previsão da lei, que irá estabelecer penas e os crimes.

Primeira e principal fonte Constituição. Segunda fonte Previsão da lei, que irá estabelecer penas e os crimes. DIREITO PENAL Conceito Magalhães Noronha Direito Penal é o conjunto de normas jurídicas que regulam o poder punitivo do Estado, visando a natureza criminal e as medidas aplicáveis a quem os pratica. Fontes

Leia mais

LEI DE CRIMES AMBIENTAIS - LEI FEDERAL Nº 9.605/98

LEI DE CRIMES AMBIENTAIS - LEI FEDERAL Nº 9.605/98 LEI DE CRIMES AMBIENTAIS - LEI FEDERAL Nº 9.605/98 O que é um crime? Crime é uma violação ao direito. De modo geral A LCA define os tipos de crime: Contra a fauna (arts. 29 a 37); Contra a flora (art.

Leia mais

CADERNO 1 - ADMINISTRATIVO > MINISTÉRIO PÚBLICO > PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA > SECRETARIA GERAL EDITAL Nº 193/2015

CADERNO 1 - ADMINISTRATIVO > MINISTÉRIO PÚBLICO > PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA > SECRETARIA GERAL EDITAL Nº 193/2015 Diário n. 1524 de 05 de Outubro de 2015 CADERNO 1 - ADMINISTRATIVO > MINISTÉRIO PÚBLICO > PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA > SECRETARIA GERAL EDITAL Nº 193/2015 A PRESIDENTE DA COMISSÃO DE CONCURSO PARA INGRESSO

Leia mais

RESPONSABILIDADE PENAL MÉDICA

RESPONSABILIDADE PENAL MÉDICA FUNDAÇÃO OSWALDO ARANHA CENTRO UNIVERSITÁRIO DE VOLTA REDONDA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO MESTRADO PROFISSIONAL EM ENSINO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE E DO MEIO AMBIENTE MARCELO DOS SANTOS HADDAD

Leia mais

CÓDIGO PENAL DECRETO-LEI N.º 2.848, DE 7 DE DEZEMBRO DE 1940

CÓDIGO PENAL DECRETO-LEI N.º 2.848, DE 7 DE DEZEMBRO DE 1940 CÓDIGO PENAL DECRETO-LEI N.º 2.848, DE 7 DE DEZEMBRO DE 1940 Código Penal. O Presidente da República, usando da atribuição que lhe confere o art. 180 da Constituição, decreta a seguinte Lei: Anterioridade

Leia mais

1. Sobre a aplicação da lei penal, assinale a alternativa correta: a) b) c)

1. Sobre a aplicação da lei penal, assinale a alternativa correta: a) b) c) 1. Sobre a aplicação da lei penal, assinale a alternativa correta: Tanto o local da conduta como o local do resultado são considerados local do crime. A lei penal pode retroagir independente de beneficiar

Leia mais

TEORIA GERAL DA PENA PROFESSOR: LEONARDO DE MORAES

TEORIA GERAL DA PENA PROFESSOR: LEONARDO DE MORAES TEORIA GERAL DA PENA PROFESSOR: LEONARDO DE MORAES 1 - Conceito de Pena: Uma das espécies de sanção penal, ao lado da medida de segurança. É a resposta estatal consistente na privação ou restrição de um

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ CEAP

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ CEAP CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ CEAP DIREITO PENAL DA AÇÃO PENAL À EXTINÇÃO DA PUNIBILIDADE 4º DIV 2014 Profº Msc. Sybelle Serrão sybelleserrão@gmail.com DA SANÇÃO PENAL SANÇÃO PENAL PENA E MEDIDA DE

Leia mais

CÓDIGO PENAL DECRETO-LEI N.º 2.848, DE 7 DE DEZEMBRO DE 1940.

CÓDIGO PENAL DECRETO-LEI N.º 2.848, DE 7 DE DEZEMBRO DE 1940. CÓDIGO PENAL DECRETO-LEI N.º 2.848, DE 7 DE DEZEMBRO DE 1940. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, usando da atribuição que lhe confere o art. 180 da Constituição, decreta a seguinte Lei: PARTE GERAL Anterioridade

Leia mais

Direito Penal. Suspensão Condicional da Pena. Professor Joerberth Nunes.

Direito Penal. Suspensão Condicional da Pena. Professor Joerberth Nunes. Direito Penal Suspensão Condicional da Pena Professor Joerberth Nunes www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Penal SUSPENSÃO CONDICIONAL DA PENA CÓDIGO PENAL TÍTULO V DAS PENAS CAPÍTULO IV DA SUSPENSÃO

Leia mais

CÓDIGO PENAL DECRETO-LEI N.º 2.848, DE 7 DE DEZEMBRO DE 1940.

CÓDIGO PENAL DECRETO-LEI N.º 2.848, DE 7 DE DEZEMBRO DE 1940. CÓDIGO PENAL DECRETO-LEI N.º 2.848, DE 7 DE DEZEMBRO DE 1940. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, usando da atribuição que lhe confere o art. 180 da Constituição, decreta a seguinte Lei: PARTE GERAL Anterioridade

Leia mais

CONCURSO DE CRIMES DIREITO PENAL. Cléber Masson + Rogério Sanches + Rogério Greco

CONCURSO DE CRIMES DIREITO PENAL. Cléber Masson + Rogério Sanches + Rogério Greco CONCURSO DE CRIMES DIREITO PENAL Cléber Masson + Rogério Sanches + Rogério Greco INTRODUÇÃO CONCURSO DE CRIMES CONCURSO MATERIAL CONCURSO FORMAL CRIME CONTINUADO - Há concurso de crimes quando o agente

Leia mais

TRE-SP SUMÁRIO. Gramática e Interpretação de Texto da Língua Portuguesa. Ortografia oficial Acentuação gráfica... 12

TRE-SP SUMÁRIO. Gramática e Interpretação de Texto da Língua Portuguesa. Ortografia oficial Acentuação gráfica... 12 Gramática e Interpretação de Texto da Língua Portuguesa Ortografia oficial... 3 Acentuação gráfica... 12 Flexão nominal e verbal... 15/18/29 Pronomes: emprego, formas de tratamento e colocação... 20 Advérbios...

Leia mais

PONTO 1: Procedimentos

PONTO 1: Procedimentos 1 PROCESSO PENAL PONTO 1: Procedimentos PROCEDIMENTOS Procedimento/rito é a forma pela qual se desenvolve o processo. Indicações bibliográficas: Nucci e Avena, ambos edição de 2009. Art. 394 do CPP. Hoje,

Leia mais

ROTEIRO REVISÃO. Prof. Nidal Ahmad

ROTEIRO REVISÃO. Prof. Nidal Ahmad ROTEIRO REVISÃO Prof. Nidal Ahmad 1) RELAXAMENTO DE PRISÃO I) BASE LEGAL: art. 310, inciso I, CPP e art. 5º, LXV da Constituição Federal/88 II) CONTEÚDO: A) DA ILEGALIDADE MATERIAL Exemplos: * Ausência

Leia mais

CÓDIGO PENAL DECRETO-LEI N.º 2.848, DE 7 DE DEZEMBRO DE 1940

CÓDIGO PENAL DECRETO-LEI N.º 2.848, DE 7 DE DEZEMBRO DE 1940 CÓDIGO PENAL DECRETO-LEI N.º 2.848, DE 7 DE DEZEMBRO DE 1940 Código Penal. O Presidente da República, usando da atribuição que lhe confere o art. 180 da Constituição, decreta a seguinte Lei: CÓDIGO PENAL

Leia mais