sede na Avenida das Forças Armada, n Lisboa, representado pelo Presidente

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "sede na Avenida das Forças Armada, n Lisboa, representado pelo Presidente"

Transcrição

1 MTINSTITUTO DA OS TRMOBILIDADEANSPORTESDI. P. Contrato n 14/ 1) SRJE/ 2013 Entre O Instituto da Mobilidade e dos Transportes, I. P., pessoa coletiva n com sede na Avenida das Forças Armada, n Lisboa, representado pelo Presidente do Conselho Diretivo, o licenciado João Amaral Carvalho como Primeiro Contraente, e A Tutorial Conteúdos e Tecnologia, Lda., pessoa coletiva n , com sede na Rua de Xabregas, , Lisboa, representada pelo sócio gerente João Manuel Correia Cezília titular do bilhete de identidade número , como Segundo Contraente, Tendo em conta: O ato de adjudicação proferido por deliberação do Conselho diretivo do Instituto da Mobilidade e dos Transportes, I. P. de relativo ao procedimento de ajuste direto n Considerando que: A despesa inerente à prestação de serviços será satisfeita pela classificação económica D CO.01 do Orçamento do IMT, I. P.. Pretende o primeiro Contraente contratar uma prestação de serviços sujeita aos termos previstos nas seguintes cláusulas: Cláusula Primeira Objeto O presente contrato tem por objeto principal a aquisição de certificados de formação de condutores de mercadorias perigosas, em conformidade com o Capítulo 8. 2 do Acordo ADR, cuja emissão cabe ao Primeiro Contraente, no âmbito das suas competências. Cláusula Segunda Contrato 1. O contrato é composto pelo respetivo clausulado contratual e seus anexos 1

2 2. O contrato integra ainda os seguintes elementos: a) Os suprimentos dos erros e das omissões do Caderno de Encargos identificados pelos concorrentes, desde que esses erros e omissões tenham sido expressamente aceites pelo órgão competente para a decisão de contratar; b) Os esclarecimentos e as retificações relativos ao Caderno de Encargos; C) O Caderno de Encargos; d) A proposta adjudicada; e) Os esclarecimentos sobre a proposta adjudicada prestados pelo Segundo Contraente. 3. Em caso de divergência entre os documentos referidos no número anterior, a respetiva prevalência é determinada pela ordem pela qual aí são indicados. 4. Em caso de divergência entre os documentos referidos no n. 2 e o clausulado do contrato e seus anexos, prevalecem os primeiros, salvo quanto aos ajustamentos propostos de acordo com o disposto no artigo do Código dos Contratos Públicos e aceites pelo Segundo Contraente nos termos do disposto no artigo desse mesmo diploma legal. Cláusula Terceira Âmbito dos trabalhos a realizar Pretende- se adquirir uma prestação de serviços que deverá assegurar a emissão de certificados de formação profissional para condutores de mercadorias perigosas, de acordo com o novo modelo previsto na Parte 8 do Anexo 1 ( ADR) da Diretiva n / UE da Comissão, de 2 de setembro de 2010, que adapta pela primeira vez ao progresso científico e técnico os anexos da Diretiva n / CE do Parlamento Europeu e do Conselho, relativa ao transporte terrestre de mercadorias perigosas, transposta para o direito interno através do Decreto- Lei n 41- A/2010, de 29 de abril, alterado pelo Decreto- Lei n 206- A/2012, de 31 de agosto. 2

3 41 MT Cláusula Quarta Produtos a obter 1. Os referidos certificados de formação de condutores de mercadorias perigosas devem reunir as características e especificações estabelecidas no Capítulo 8. 2 do ADR a seguir indicadas: a) As dimensões do certificado devem estar em conformidade com a norma ISO 7810: 2003 ID- 1 e deve ser de matéria plástica; b) Deve ser de cor branca com letras pretas e incluir fotografia e imagem da assinatura; C) Deve conter os seguintes elementos de segurança: microtexto, impressão UV e QRCode; d) É constituído por frente e verso, em conformidade com o modelo abaixo esboçado; e) Deve ser redigido em língua portuguesa, sendo que o título do certificado, o título do item 8 e os títulos do verso devem ser redigidos também em inglês. Modelo de certificado ADR estabelecido no parágrafo do ADR CERTIFICADO DE FORMAÇÃO DE CONDUTOR ADR ADR DRIVER TRAINING CERTIFICATE 1.( N DO CERTIFICADO)* 2.( APELIDO)* 3.( NOME( S))* Inserir a fotografia do condutor)* 4.( DATA DE NASCIMENTO( dd/ mm/ aaaa)* 5.( NACIONALIDADE)* 6.( IMAGEM DA ASSINATURA DO TITULAR)* 7.( ORGANISMO EMISSOR DO CERTIFICADO)* 8. VALIDO ATÉNALID TO:( dd/ mm/ aaaa)* frente) 3

4 41 MiT, verso) VALIDO PARA A(S) CLASSE( S) OU N s ONU: VALID FOR CLASS(ES) OR UN Nos.: EM VEÍCULOS- CISTERNA TANKS NOUTROS VEÍCULOS OTHER THAN TANKS 9.( Classe(s) ou 10.( Classe(s) ou N ( s) ONU)* N ( s) ONU)* Substituir o texto com os dados adequados. Sinal distintivo utilizado nos veículos em tráfego internacional ( para as partes da Convenção de 1968 sobre a circulação rodoviária ou a Convenção de 1949 sobre a circulação rodoviária, tal como notificada ao Secretário- Geral das Nações Unidas, em conformidade respetivamente com o artigo 45(4) ou o anexo 4 destas convenções). 2. O layout do certificado será definido pelo Primeiro Contraente, no que se refere aos elementos visíveis e invisíveis, designadamente, os apelidos, nomes e abreviaturas, a definição, dimensões e cores da imagem ( fotografia) e do microtexto, a localização e dimensões do QRCode, e as potencialidades associadas a este sistema de segurança. 3. Os certificados devem ser entregues ao Primeiro Contraente com a impressão personalizada, ou seja, com todos os elementos visíveis relativos à identificação e formação de cada condutor, incluindo a fotografia e a imagem da assinatura. Os elementos imprescindíveis para a impressão personalizada dos certificados, são da responsabilidade do Primeiro Contraente, a quem cabe a transmissão prévia ao Segundo Contraente. 4. Pretende-se um fornecimento anual de 3500 cartões, com uma variação de +/- 5%, e remessas mensais em número variável, em função do número de candidatos aprovados em exame. A informação relativa ao número de certificados a produzir e a envi 4

5 1 r'í1t mensalmente ao Primeiro Contraente será igualmente transmitida por este ao Segundo Contraente. 5. O processo de envio e formato dos dados referidos nas alíneas b) e c) tem os seguintes requisitos técnicos: a) Os dados trocados são os necessários para a personalização do cartão, conforme o exemplo do Modelo de Certificado ADR que está incluído neste documento; b) As imagens ( fotografia e assinatura) serão em tons de cinza, sendo o seu formato JPG ou TIFF, sendo que neste caso são a preto e branco; C) Será ainda acrescentado em cada ficheiro XML os dados referentes ao local de entrega dos certificados bem como o endereço de para onde deve ser enviado o ficheiro de retorno; d) Os dados referidos anteriormente serão formatados num ficheiro XML, por Direção Regional, sendo enviados automaticamente por para um endereço de definido pela empresa que personalizar o titulo; e) Depois do tratamento do ficheiro XML ( personalizando ou não os dados enviados), a referida empresa, envia um ficheiro XML, por Direção Regional, identificando nominalmente cada certificado personalizado e não personalizado, indicando a data de personalização e em caso de não personalização o motivo. Ou seja os campos destes ficheiros de retorno são os mesmos dos ficheiros de envio, acrescido da data de personalização e em caso de rejeição, do motivo pelo qual não foi personalizado; f) Estes ficheiros XML de retorno serão enviados para um , a definir em fase de análise. 6. Os certificados personalizados, nos termos especificados nas alíneas anteriores, serão enviados para as correspondentes DRMT' s, de acordo com a área geográfica de jurisdição de cada uma delas, e o centro onde os candidatos realizaram os exames, como se indica no quadro que consta do anexo 1 a este contrato. 5

6 Cláusula Quinta Direito de Propriedade O Primeiro Contraente é o único proprietário dos produtos ou resultados desenvolvidos no contexto da presente prestação de serviços. Cláusula Sexta Garantia O Segundo Contraente deverá garantir o funcionamento dos certificados pelo período de dois anos, a partir da data de entrega no IMT, I. P., e a substituição dos mesmos, sem encargos adicionais, quando existam defeitos de fabrico. Cláusula Sétima Local de entrega dos certificados 1. Os certificados ADR devem ser entregues nas cinco Direções Regionais do IMT, I. P., DRMT' s) nas moradas a seguir indicadas: Direção Regional de Mobilidade e Transportes do Norte Av. Fontes Pereira de Melo, PORTO Direção Regional de Mobilidade e Transportes do Centro Av. Fernão de Magalhães, COIMBRA Direção Regional de Mobilidade e Transportes de Lisboa e Vale do Tejo Av. Elias Garcia, LISBOA Direção Regional de Mobilidade e Transportes do Alentejo Av. Túlio Espanca ÉVORA s

7 41 Direção Regional de Mobilidade e Transportes do Algarve Rua Aboim Ascensão, FARO. 2. A separação e a remessa dos certificados para cada uma das DRMT' s serão feitas pelo Segundo Contraente em função da localização do centro de exames onde os candidatos realizaram os exames, e de acordo com a área geográfica de jurisdição estabelecida para cada uma das referidas Direções Regionais, conforme indicado no quadro anexo ao presente contrato ( anexo1). 3. Durante a execução do contrato, o Primeiro Contraente pode determinar, mediante aviso prévio, que as remessas de certificados, no todo ou em parte, sejam entregues na sede do Primeiro Contraente, se tal se revelar mais adequado. Cláusula Oitava Prazo 1. A prestação de serviços a realizar no âmbito do presente contrato decorrerá até 31 de dezembro de O início da prestação ocorrerá no prazo máximo de 10 dias a contar da data de assinatura do contrato. Cláusula Nona Preço e condições de pagamento 1. O encargo total de , 00 Euros ( quarenta e três mil e cinquenta euros) com IVA incluído, sendo , 00 Euros ( trinta e cinco mil euros) referentes ao valor da prestação de serviços, e 8.050,00 Euros ( oito mil e cinquenta euros) relativo ao valor do IVA. 2. O preço referido no número anterior inclui todos os custos, encargos e despesas cuja responsabilidade não esteja expressamente atribuída ao Primeiro Contraente 3. A quantia devida pelo Primeiro Contraente, nos termos da cláusula anterior, deve ser paga no prazo de 30 dias após a receção da respetiva fatura, a qual só pode ser emitida após o vencimento da obrigação respetiva. 4. Todas as faturas devem ser acompanhadas de memória descritiva dos trabalhos desenvolvidos nos períodos a que se referem, sem prejuízo de poderem ser apresentadas faturas com um valor mensal fixo. 7

8 JIMT 5. Em caso de discordância por parte do Primeiro Contraente, quanto aos valores indicados nas faturas, deve este comunicar ao Segundo Contraente, por escrito, os respetivos fundamentos, ficando este obrigado a prestar os esclarecimentos necessários ou proceder à emissão de nova fatura corrigida ou de Nota de Crédito correspondente aos valores indevidos. 6. Desde que devidamente emitidas e observado o disposto nos números anteriores, as faturas são pagas através de transferência bancária. Cláusula Décima Garantia de sigilo 1. O Segundo Contraente obriga- se a guardar sigilo sobre toda a informação e documentação, técnica e não técnica, comercial ou outra, relativa ao Primeiro Contraente, de que possa ter conhecimento ao abrigo ou em relação com a execução do contrato. 2. A informação e a documentação cobertas pelo dever de sigilo não podem ser transmitidas a terceiros, nem objeto de qualquer uso ou modo de aproveitamento que não o destinado direta e exclusivamente à execução do contrato. 3. Exclui- se do dever de sigilo previsto a informação e a documentação que fossem comprovadamente do domínio público à data da respetiva obtenção pelo Segundo Contraente ou que este seja legalmente obrigado a revelar, por força da lei, de processo judicial ou a pedido de autoridades reguladoras ou outras entidades administrativas competentes. Cláusula Décima Primeira Obrigações principais do Segundo Contraente 1. Sem prejuízo de outras obrigações previstas na legislação aplicável, no Caderno de Encargos ou nas cláusulas do presente contrato, da celebração do contrato decorre para o Segundo Contraente a obrigação de realizar as tarefas necessárias à definição e implementação dos elementos de aquisição dos serviços propostos, de acor o com a proposta apresentada, cumprindo o estatuído nas especificações técnicas, sem prejuízo

9 de outras indicações que lhe sejam transmitidas durante a execução do contrato acerca desta, as quais se obriga a cumprir. 2. A título acessório, o Segundo Contraente fica ainda obrigado, designadamente, a recorrer a todos os meios humanos, materiais e informáticos que sejam necessários e adequados à prestação do serviço, bem como ao estabelecimento do sistema de organização necessário à perfeita e completa execução das tarefas a seu cargo. Cláusula Décima Segunda Penalidades contratuais 1. Pelo incumprimento de obrigações emergentes do contrato o Primeiro Contraente pode exigir ao Segundo Contraente o pagamento de uma pena pecuniária, de montante a fixar em função da gravidade do incumprimento, por cada dia útil de atraso ou não cumprimento, nos seguintes termos: a) Pelo incumprimento dos prazos de execução dos serviços objeto do presente contrato, até 1% do valor contratual, por cada dia de atraso ou não cumprimento. 2. Pelo não cumprimento do dever de sigilo, o Segundo Contraente pagará ao Primeiro Contraente uma verba correspondente a 25% do valor contratual, sem prejuízo do ressarcimento de todos os danos que lhe venha a causar. 3. Em caso de resolução do contrato por incumprimento do Segundo Contraente, o Primeiro pode aplicar uma pena pecuniária até 15% do preço contratual. 4. Ao valor da pena pecuniária prevista no número anterior são deduzidas as importâncias pagas pelo Segundo Contraente ao abrigo da alínea a) do n. 1, relativamente aos serviços objeto do contrato cujo atraso na prestação tenha determinado a respetiva resolução. 5. Na determinação da gravidade do incumprimento, o Primeiro Contraente tem em conta, nomeadamente, a duração da infração, a sua eventual reiteração, o grau de culpa do prestador de serviços e as consequências do incumprimento. 6. O Primeiro Contraente pode compensar os pagamentos devidos ao abrigo do presente contrato com as penas pecuniárias devidas nos termos da presente cláusula. 9

10 7. As penas pecuniárias previstas na presente cláusula não obstam a que o Primeiro Contraente exija indemnização pelo dano excedente. 8. Não obstante a aplicação das penalidades, o Primeiro Contraente, em caso de manifesta necessidade, poderá adquirir a outros prestadores os serviços em falta, ficando a diferença de preços, se a houver, a cargo do prestador de serviços faltoso. Cláusula Décima Terceira Força maior 1. Não podem ser impostas penalidades ao Segundo Contraente, nem é havida como incumprimento, a não realização pontual das prestações contratuais a cargo de qualquer das partes que resulte de caso de força maior, entendendo- se como tal as circunstâncias que impossibilitem a respetiva realização, alheias à vontade da parte afetada, que ela não pudesse conhecer ou prever à data da celebração do presente contrato e cujos efeitos não lhe fosse razoavelmente exigível contornar ou evitar. 2. Podem constituir força maior, se se verificarem os requisitos do número anterior, designadamente, tremores de terra, inundações, incêndios, epidemias, sabotagens, greves, embargos ou bloqueios internacionais, atos de guerra ou terrorismo, motins e determinações governamentais ou administrativas injuntivas. 3. Não constituem força maior, designadamente: a) Circunstâncias que não constituam força maior para os subcontratados do Segundo Contraente, na parte em que intervenham; b) Greves ou conflitos laborais limitados às sociedades do Segundo Contraente ou a grupos de sociedades em que este se integre, bem como a sociedades ou grupos de sociedades dos seus subcontratados; C) Determinações governamentais, administrativas, ou judiciais de natureza sancionatória ou de outra forma resultantes do incumprimento pelo Segundo Contraente de deveres ou ónus que sobre ele recaiam; d) Manifestações populares devidas ao incumprimento pelo Segundo Contraente de normas legais; 10

11 e) Incêndios ou inundações com origem nas instalações do Segundo Contraente cuja causa, propagação ou proporções se devam a culpa ou negligência sua ou ao incumprimento de normas de segurança; f) Avarias nos sistemas informáticos ou mecânicos do Segundo Contraente não devidas a sabotagem; g) Eventos que estejam ou devam estar cobertos por seguros. 4. A ocorrência de circunstâncias que possam consubstanciar casos de força maior deve ser imediatamente comunicada à outra parte. 5. A força maior determina a prorrogação dos prazos de cumprimento das obrigações contratuais afetadas pelo período de tempo comprovadamente correspondente ao impedimento resultante da força maior. Cláusula Décima Quarta Resolução por parte do Primeiro Contraente 1. Sem prejuízo de outros fundamentos de resolução previstos na lei, o Primeiro Contraente pode resolver o contrato, a título sancionatório, no caso de o Segundo Contraente violar de forma grave e reiterada qualquer das obrigações que lhe incumbem, designadamente, pelo atraso, total ou parcial, na prestação de serviços objeto do presente contrato superior a 5 ( cinco) dias úteis contados a partir data em que o Segundo Contraente recebe todos os elementos necessários para a impressão personalizada dos certificados, ou se declarar por escrito que o atraso em determinada execução excederá esse prazo. 2. O direito de resolução referido no número anterior exerce- se mediante declaração enviada ao Segundo Contraente e produz efeitos oito dias após a receção dessa declaração, mas é afastado se o mesmo cumprir as obrigações em falta nesse prazo e proceder ao pagamento das penas pecuniárias correspondentes. 3. A resolução do contrato nos termos dos números anteriores não determina a repetição das prestações já realizadas pelo Segundo Contraente, cessando porém, todas as obrigações deste ao abrigo do contrato. 11

12 419MT --= Cláusula Décima Quinta Resolução por parte do Segundo Contraente 1. Sem prejuízo de outros fundamentos de resolução previstos na lei, o Segundo Contraente pode resolver o contrato quando qualquer montante esteja em dívida há mais de três meses. 2. O direito de resolução referido no número anterior exerce- se mediante declaração enviada ao Primeiro Contraente e produzirá efeitos 30 ( trinta) dias após a receção dessa declaração, mas é afastado se cumprir as obrigações em atraso nesse prazo, acrescidas dos juros a que houver lugar. 3. A resolução do contrato nos termos dos números anteriores não determina a repetição das prestações já realizadas pelo Segundo Contraente, cessando porém, todas as obrigações deste ao abrigo do contrato. Cláusula Décima Sexta Seguros 1. É da responsabilidade do Segundo Contraente a cobertura, através de contratos de seguro dos seguintes riscos: a) Acidentes pessoais sofridos pelo seu pessoal; b) Acidentes pessoais sofridos por pessoal dos seus subcontratados. 2. O Primeiro Contraente pode, sempre que entender conveniente, exigir prova documental da celebração dos contratos de seguro referidos no número anterior, devendo o Segundo Contraente apresentá- la no prazo de 7 ( sete) dias. Cláusula Décima Sétima Subcontratação e cessão da posição contratual 1 A subcontratação pelo Segundo Contraente e a cessão da posição contratual por qualquer das partes depende da autorização da outra, nos termos do Código dos Contratos Públicos. 2 Nos casos de subcontratação, o Segundo Contraente permanece integralmen e 12

13 41 responsável perante o Primeiro Contraente pelo exato e pontual cumprimento de todas as obrigações contratuais. 3 Sem prejuízo do disposto no número anterior, o Segundo Contraente deve dar imediato conhecimento ao Primeiro Contraente da ocorrência de qualquer diferendo ou litígio com os terceiros subcontratados em relação com a execução do presente contrato e prestarlhe toda a informação relativa à evolução dos mesmos. Cláusula Décima Oitava Comunicações e notificações 1. Sem prejuízo de poderem ser acordadas outras regras quanto às notificações e comunicações entre as partes do presente contrato, estas devem ser dirigidas, nos termos do Código dos Contratos Públicos, para o domicílio ou sede contratual de cada uma, identificadas no contrato. 2. Qualquer alteração das informações ao presente deve ser comunicada à outra parte. Cláusula Décima Nona Foro competente Para resolução de todos os litígios decorrentes do contrato fica estipulada a competência do Tribunal Administrativo de Círculo de Lisboa, com expressa renúncia a qualquer outro. Cláusula Vigésima Legislação aplicável O contrato é regulado pela legislação portuguesa. 13

14 édl' IMT Pelo segundo contraente foi dito que aceita o presente contrato em todas as suas cláusulas, das quais declara ter tomado conhecimento e ao seu inteiro cumprimento se obriga. Lisboa, 17 de maio de 2013 O Primeiro Contraente JOÃO CARVALHO preaidente do Conselho Di O Segundo Contraente 14

UNIDADE ORGÂNICA DE GESTÃO FINANCEIRA E DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO- APV CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO

UNIDADE ORGÂNICA DE GESTÃO FINANCEIRA E DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO- APV CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO Aquisição de serviços com camião semi-reboque hx.- ÍNDICE OBJETO 1 CONTRATO 1 PRAZO E VIGÊNCIA DO CONTRATO OBRIGAÇÕES PRINCIPAIS DO FORNECEDOR 2 CONFORMIDADE E OPERACIONALIDADE

Leia mais

CONTRATO PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE APOIO TÉCNICO DE SOM E DE LUZ - ESD

CONTRATO PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE APOIO TÉCNICO DE SOM E DE LUZ - ESD CONTRATO PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE APOIO TÉCNICO DE SOM E DE LUZ - ESD Como primeiro outorgante INSTITUTO POLITÉCNICO DE LISBOA (IPL), pessoa colectiva n.º 508 519 713, com Sede na Estrada de Benfica, 529,

Leia mais

AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS PARA A MANUTENÇÃO DE SOFTWARE APLICACIONAL PARA O ANO DE 2014

AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS PARA A MANUTENÇÃO DE SOFTWARE APLICACIONAL PARA O ANO DE 2014 MUNICÍPIO DE VOUZELA AJUSTE DIRETO AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS PARA A MANUTENÇÃO DE SOFTWARE APLICACIONAL PARA O ANO DE 2014 CADERNO DE ENCARGOS I Cláusulas Gerais CAPITULO I Disposições Gerais Cláusula 1.ª

Leia mais

Serviços de Acção Social da Universidade de Coimbra CADERNOS DE ENCARGOS RELATIVO A CONTRATOS DE AQUISIÇÃO DE BENS MÓVEIS

Serviços de Acção Social da Universidade de Coimbra CADERNOS DE ENCARGOS RELATIVO A CONTRATOS DE AQUISIÇÃO DE BENS MÓVEIS CADERNOS DE ENCARGOS RELATIVO A CONTRATOS DE AQUISIÇÃO DE BENS MÓVEIS Roupas, atoalhadas, pequenos equipamentos eléctricos e pequenos equipamentos de uso doméstico. Capítulo I Disposições gerais Cláusula

Leia mais

AJUSTE DIRECTO. (Artigo 112º e seguintes do Código dos Contratos Públicos, aprovado pelo D.L. n.º 18/2008, de 29 de janeiro

AJUSTE DIRECTO. (Artigo 112º e seguintes do Código dos Contratos Públicos, aprovado pelo D.L. n.º 18/2008, de 29 de janeiro AJUSTE DIRECTO (Artigo 112º e seguintes do Código dos Contratos Públicos, aprovado pelo D.L. n.º 18/2008, de 29 de janeiro AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE CERTIFICAÇÃO LEGAL, PARECER E AUDITORIA EXTERNA DAS CONTAS

Leia mais

ASSOL Outubro 2013 Caderno de Encargos Ajuste Directo

ASSOL Outubro 2013 Caderno de Encargos Ajuste Directo ASSOL Outubro 2013 Caderno de Encargos Ajuste Directo Relativo à aquisição de combustíveis (gasóleo e gasolina sem chumbo 95) para as viaturas da ASSOL pela forma prevista neste Caderno de Encargos. Ajuste

Leia mais

Vigilância do meio aquático nas Piscinas Municipais Victor Martelo

Vigilância do meio aquático nas Piscinas Municipais Victor Martelo CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO Vigilância do meio aquático nas Piscinas Municipais Victor Martelo ~~== ','~'~'~ ' /,-v ~ cf \,,~

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS FORNECIMENTO DE BENS

CADERNO DE ENCARGOS FORNECIMENTO DE BENS CLÁUSULA 1.ª Objeto O presente Caderno de Encargos compreende as cláusulas a incluir no contrato a celebrar na sequência do procedimento pré-contratual que tem por objeto principal a aquisição de Mobiliário

Leia mais

D E CÂMARA MUNICIPAL DE AROUCA

D E CÂMARA MUNICIPAL DE AROUCA C A D E R N O D E E N C A R G O S 1 CADERNO DE ENCARGOS Artigo 1.º Objecto 1 - O presente compreende as cláusulas a incluir no contrato a celebrar na sequência do procedimento pré-contratual que tem por

Leia mais

Minuta de Contrato para o Aluguer de Espaço no Centro de Conferências do Tróia Design Hotel Realização de Show Room/Mini-Feira de Turismo

Minuta de Contrato para o Aluguer de Espaço no Centro de Conferências do Tróia Design Hotel Realização de Show Room/Mini-Feira de Turismo Minuta de Contrato para o Aluguer de Espaço no Centro de Conferências do Tróia Design Hotel Realização de Show Room/Mini-Feira de Turismo Entre: Turismo do Alentejo, E.R.T., N.I.F. 508817897, com sede

Leia mais

Aquisição de Equipamento de Ar Condicionado

Aquisição de Equipamento de Ar Condicionado CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO Aquisição de Equipamento de Ar Condicionado ÍNDICE OBJETO 1 CONTRATO 1 PRAZO E VIGÊNCIA DO CONTRATO 2 OBRIGAÇÕES PRINCIPAIS DO FORNECEDOR 2 CONFORMIDADE E OPERACIONALIDADE

Leia mais

AJUSTE DIRECTO/2014/18

AJUSTE DIRECTO/2014/18 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS E ALUGUER DE PALCOS, CAMARINS E OUTROS EQUIPAMENTOS PARA INICIATIVA "CAIS DE FADO" A INSTALAR NA SERRA DO PILAR E MARGINAL DE GAIA AJUSTE DIRECTO/2014/18 CONTRAENTES:

Leia mais

CONTRATO DE FORNECIMENTO DE EQUIPAMENTO MOBILIÁRIO ADMINISTRATIVO E DE ESCRITÓRIO PARA A UCCI BENTO XVI

CONTRATO DE FORNECIMENTO DE EQUIPAMENTO MOBILIÁRIO ADMINISTRATIVO E DE ESCRITÓRIO PARA A UCCI BENTO XVI CONTRATO DE FORNECIMENTO DE EQUIPAMENTO MOBILIÁRIO ADMINISTRATIVO E DE ESCRITÓRIO PARA A UCCI BENTO XVI ENTRE: Primeiro Contraente: União das Misericórdias Portuguesas, com sede na Rua de Entrecampos,

Leia mais

CONTRATO DE FORNECIMENTO DE TESTES PSICOLÓGICOS PARA AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA DOS EDUCANDOS EM 2014

CONTRATO DE FORNECIMENTO DE TESTES PSICOLÓGICOS PARA AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA DOS EDUCANDOS EM 2014 CONTRATO DE FORNECIMENTO DE TESTES PSICOLÓGICOS PARA AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA DOS EDUCANDOS EM 2014 Entre, A Casa Pia de Lisboa, I.P., instituto público, pessoa coletiva número 501390642, com sede na Avenida

Leia mais

Caderno de Encargos CÂMARA MUNICIPAL DE VILA NOVA DE CERVEIRA DIVISÃO DE ADMINISTRAÇÂO GERAL CONTRATAÇÂO PÙBLICA AJUSTE DIRETO

Caderno de Encargos CÂMARA MUNICIPAL DE VILA NOVA DE CERVEIRA DIVISÃO DE ADMINISTRAÇÂO GERAL CONTRATAÇÂO PÙBLICA AJUSTE DIRETO CÂMARA MUNICIPAL DE VILA NOVA DE CERVEIRA DIVISÃO DE ADMINISTRAÇÂO GERAL CONTRATAÇÂO PÙBLICA Caderno de Encargos AJUSTE DIRETO Aquisição de Equipamento Informático para o Centro Escolar Norte Índice Cláusula

Leia mais

UNIDADE ORGÂNICA DE GESTÃO FINANCEIRA E DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO - APV CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO

UNIDADE ORGÂNICA DE GESTÃO FINANCEIRA E DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO - APV CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO Aquisição de serviços no âmbito das atividades existentes na Piscina Municipal Coberta, Escola Municipal de Natação e Natação no Pré-Escolar no Concelho, para o ano letivo

Leia mais

Aos vinte e nove dias do mês de novembro de dois mil e treze, os seguintes outorgantes:

Aos vinte e nove dias do mês de novembro de dois mil e treze, os seguintes outorgantes: CONTRATO DE FORNECIMENTO DE SERVIÇOS DE PRODUÇÃO DE DOCUMENTO DE DESIGN E ACOMPANHAMENTO DE PRODUÇÃO DE JOGO ESTRATÉGICO PARA A REDE DE CASTELOS E MURALHAS DO MONDEGO Valor: 34.000,00 Aos vinte e nove

Leia mais

Minuta de Contrato do Procedimento por Ajuste Direto nº 35/2015 com Convite a. Entre:

Minuta de Contrato do Procedimento por Ajuste Direto nº 35/2015 com Convite a. Entre: Minuta de Contrato do Procedimento por Ajuste Direto nº 35/2015 com Convite a Um Interessado para Aquisição de Serviços de Animação Turística e de Transportes de Técnicos e Artistas no âmbito do Festival

Leia mais

UNIDADE ORGÂNICA DE GESTÃO FINANCEIRA E DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO - APV CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO

UNIDADE ORGÂNICA DE GESTÃO FINANCEIRA E DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO - APV CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO Aquisição de Peças para a Motoniveladora Caterpillar 120 H ÍNDICE OBJETO ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~ CONTRATO 2 ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~ PRAZO E VIGÊNCIA DO CONTRATO 2 OBRIGAÇÕES

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS. Cláusula 1.ª Objeto. Cláusula 2.ª Contrato

CADERNO DE ENCARGOS. Cláusula 1.ª Objeto. Cláusula 2.ª Contrato 1/8 CADERNO DE ENCARGOS Cláusula 1.ª Objeto 1. O presente caderno de encargos compreende as cláusulas a incluir no contrato a celebrar na sequência do procedimento pré-contratual que tem por objeto a aquisição

Leia mais

CONTRATO N.º 74 FORNECIMENTO DE CATETER DE ABLAÇÃO RENAL

CONTRATO N.º 74 FORNECIMENTO DE CATETER DE ABLAÇÃO RENAL CONTRATO N.º 74 FORNECIMENTO DE CATETER DE ABLAÇÃO RENAL Entre Hospital Garcia de Orta, E.P.E., com sede na Av. Torrado da Silva, Pragal, 2801-951 Almada, pessoa colectiva n.º 506 361 470, registada na

Leia mais

1/7 CADERNO DE ENCARGOS

1/7 CADERNO DE ENCARGOS 1/7 CADERNO DE ENCARGOS Cláusula 1.ª Objeto 1. O presente caderno de encargos compreende as cláusulas a incluir no contrato a celebrar na sequência do procedimento pré-contratual que tem por objeto principal

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS CONCURSO PÚBLICO

CADERNO DE ENCARGOS CONCURSO PÚBLICO CADERNO DE ENCARGOS CONCURSO PÚBLICO Aquisição PC s e Memórias ÍNDICE DO PROGRAMA 1 IDENTIFICAÇÃO DO PROCEDIMENTO... 2 2 INFORMAÇÃO INSTITUCIONAL... 2 3 OBJETO DO PROCEDIMENTO... 2 4 PRAZO... 2 5 PREÇO

Leia mais

Aquisição de Prestação de Serviços para Pintura Decorativa do Teto do Salão Nobre dos Pacos do, Município no âmbito da Cidade Europeia do Vinho 2015

Aquisição de Prestação de Serviços para Pintura Decorativa do Teto do Salão Nobre dos Pacos do, Município no âmbito da Cidade Europeia do Vinho 2015 1. Reguengos '"'Monsaraz CIDADE EUROPEIA DO VINHO CADERNO DE ENCARGOS Aquisição de Prestação de Serviços para Pintura Decorativa do Teto do Salão Nobre dos Pacos do, Município no âmbito da Cidade Europeia

Leia mais

C â m a r a M u n i c i p a l CADERNO DE ENCARGOS. Cláusula 1ª. Âmbito da aplicação

C â m a r a M u n i c i p a l CADERNO DE ENCARGOS. Cláusula 1ª. Âmbito da aplicação CADERNO DE ENCARGOS Cláusula 1ª Âmbito da aplicação O presente caderno de encargos contém as cláusulas jurídicas e técnicas, gerais e especiais, no âmbito do ajuste direto nos termos da alínea a) n.º 1

Leia mais

CONTRATO PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PARA O ENSINO DO INGLÊS NAS ATIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR NO 1 CEB ANO LETIVO

CONTRATO PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PARA O ENSINO DO INGLÊS NAS ATIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR NO 1 CEB ANO LETIVO CONTRATO PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PARA O ENSINO DO INGLÊS NAS ATIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR NO 1 CEB ANO LETIVO 2012-2013 Agrupamento de Escolas de Aveiro, pessoa coletiva de direito público,

Leia mais

MINUTA DE CONTRATO DE GESTÃO ACESSO E PERMANÊNCIA DA ACTIVIDADE DE INSPECÇÃO TÉCNICA A VEÍCULOS

MINUTA DE CONTRATO DE GESTÃO ACESSO E PERMANÊNCIA DA ACTIVIDADE DE INSPECÇÃO TÉCNICA A VEÍCULOS MINUTA DE CONTRATO DE GESTÃO ACESSO E PERMANÊNCIA DA ACTIVIDADE DE INSPECÇÃO TÉCNICA A VEÍCULOS O primeiro outorgante, o Instituto da Mobilidade e dos Transportes Terrestres, I.P., doravante designado

Leia mais

DIVISÃO DE ADMINISTRAÇÂO GERAL CONTRATAÇÂO PÙBLICA

DIVISÃO DE ADMINISTRAÇÂO GERAL CONTRATAÇÂO PÙBLICA CÂMARA MUNICIPAL DE VILA NOVA DE CERVEIRA DIVISÃO DE ADMINISTRAÇÂO GERAL CONTRATAÇÂO PÙBLICA Caderno de Encargos AJUSTE DIRETO Modernização Tecnológica e Qualificada dos Serviços Administrativos Desmaterialização

Leia mais

ANEXO II MODELO DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE RECOLHA DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS E LIMPEZA URBANA PELA EGEO TECNOLOGIA E AMBIENTE, S.A.

ANEXO II MODELO DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE RECOLHA DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS E LIMPEZA URBANA PELA EGEO TECNOLOGIA E AMBIENTE, S.A. REGULAMENTO TARIFÁRIO E DE EXPLORAÇÃO DA CONCESSÃO DOS SERVIÇOS DE LIMPEZA URBANA E RECOLHA DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS NA ÁREA DE JURISDIÇÃO DA APL -ADMINISTRAÇÃO DO PORTO DE LISBOA, S.A. ANEXO II MODELO

Leia mais

Aquisição de equipamento de Vídeo

Aquisição de equipamento de Vídeo Aquisição de equipamento de Vídeo de acordo com as características técnicas indicadas no Anexo A 1/12 CADERNO DE ENCARGOS Cláusula 1.ª Objeto O presente caderno de encargos tem por objeto a Aquisição de

Leia mais

CONTRATO PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSITÊNCIA TÉCNICA ANO CIVIL 2015

CONTRATO PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSITÊNCIA TÉCNICA ANO CIVIL 2015 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AVEIRO 160933 Direção Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços Região Centro CONTRATO PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSITÊNCIA TÉCNICA ANO CIVIL 2015 Agrupamento

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS (Aquisição de Serviços)

CADERNO DE ENCARGOS (Aquisição de Serviços) CLÁUSULA 1.ª Objecto O presente Caderno de Encargos compreende as cláusulas a incluir no contrato a celebrar na sequência do procedimento pré-contratual que tem por objecto principal a aquisição de serviços

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS

CADERNO DE ENCARGOS AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS CLÁUSULA 1.ª Objeto O presente Caderno de Encargos compreende as cláusulas a incluir no contrato a celebrar na sequência do procedimento pré-contratual que tem por objeto a RECONSTRUÇÃO, REABILITAÇÃO E

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO SEM PUBLICIDADE INTERNACIONAL PARA A AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS POR LOTES DE IMPRESSÃO DE DIVERSAS PUBLICAÇÕES

CONCURSO PÚBLICO SEM PUBLICIDADE INTERNACIONAL PARA A AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS POR LOTES DE IMPRESSÃO DE DIVERSAS PUBLICAÇÕES CONCURSO PÚBLICO SEM PUBLICIDADE INTERNACIONAL PARA A AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS POR LOTES DE IMPRESSÃO DE DIVERSAS PUBLICAÇÕES Página 1 de 12 CADERNO DE ENCARGOS ÍNDICE Artigo 1.º Objeto do concurso Artigo

Leia mais

1/7 CADERNO DE ENCARGOS

1/7 CADERNO DE ENCARGOS 1/7 CADERNO DE ENCARGOS Cláusula 1.ª Objeto 1. O presente caderno de encargos compreende as cláusulas a incluir no contrato a celebrar na sequência do procedimento pré-contratual que tem por objeto a aquisição

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA AQUISIÇÃO DE CENTRAIS TELEFÓNICAS PARA A ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DE SAÚDE DO NORTE, I.P. REF.ª 2016UMC008 CADERNO DE ENCARGOS

CONCURSO PÚBLICO PARA AQUISIÇÃO DE CENTRAIS TELEFÓNICAS PARA A ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DE SAÚDE DO NORTE, I.P. REF.ª 2016UMC008 CADERNO DE ENCARGOS CONCURSO PÚBLICO PARA AQUISIÇÃO DE CENTRAIS TELEFÓNICAS PARA A ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DE SAÚDE DO NORTE, I.P. REF.ª 2016UMC008 CADERNO DE ENCARGOS 1/12 INDICE Cláusula 1.ª - Objeto contratual... 3 Cláusula

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS. PARTE I Cláusulas jurídicas

CADERNO DE ENCARGOS. PARTE I Cláusulas jurídicas CADERNO DE ENCARGOS PARTE I Cláusulas jurídicas Artigo 1º Âmbito da Aplicação O presente caderno de encargos define as condições do procedimento de AJUSTE DIRETO PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Participação

Leia mais

Caderno de Encargos CÂMARA MUNICIPAL DE VILA NOVA DE CERVEIRA DIVISÃO DE ADMINISTRAÇÂO GERAL CONTRATAÇÂO PÚBLICA AJUSTE DIRECTO

Caderno de Encargos CÂMARA MUNICIPAL DE VILA NOVA DE CERVEIRA DIVISÃO DE ADMINISTRAÇÂO GERAL CONTRATAÇÂO PÚBLICA AJUSTE DIRECTO CÂMARA MUNICIPAL DE VILA NOVA DE CERVEIRA DIVISÃO DE ADMINISTRAÇÂO GERAL CONTRATAÇÂO PÚBLICA Caderno de Encargos AJUSTE DIRECTO Serviços de Limpeza e Higiene para os Edifícios Biblioteca Municipal e Arquivo

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS. Procedimento de Ajuste Direto para a celebração de Contrato Viagens de Turismo Cultural

CADERNO DE ENCARGOS. Procedimento de Ajuste Direto para a celebração de Contrato Viagens de Turismo Cultural Procedimento de Ajuste Direto para a celebração de Contrato Viagens de Turismo Cultural ÍNDICE PARTE I Artigo 1.º Artigo 2.º Artigo 3.º Artigo 4.º Artigo 5.º Artigo 6.º Artigo 7.º Artigo 8.º Artigo 9.º

Leia mais

Ajuste Direto Aquisição de serviços de apresentação de concertos Caderno de Encargos

Ajuste Direto Aquisição de serviços de apresentação de concertos Caderno de Encargos Ajuste Direto Aquisição de serviços de apresentação de concertos Caderno de Encargos Artigo 1.º - Objeto do Contrato O objeto do contrato a celebrar, de acordo com as especificações constantes do Convite

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA A CESSÃO DE EXPLORAÇÃO DO ESTABELECIMENTO DA PADARIA DO CORVO, PARA EFEITOS DA ACTIVIDADE DE PANIFICAÇÃO

CONCURSO PÚBLICO PARA A CESSÃO DE EXPLORAÇÃO DO ESTABELECIMENTO DA PADARIA DO CORVO, PARA EFEITOS DA ACTIVIDADE DE PANIFICAÇÃO MUNICÍPIO DO CORVO CONCURSO PÚBLICO PARA A CESSÃO DE EXPLORAÇÃO DO ESTABELECIMENTO DA PADARIA DO CORVO, PARA EFEITOS DA ACTIVIDADE DE PANIFICAÇÃO CADERNO DE ENCARGOS QUADRO LEGAL Artigos 4º/2, alínea c),

Leia mais

CONTRATO DE FORNECIMENTO DE ENVELOPES TIMBRADOS

CONTRATO DE FORNECIMENTO DE ENVELOPES TIMBRADOS CONTRATO DE FORNECIMENTO DE ENVELOPES TIMBRADOS Entre a Agência para a Modernização Administrativa, I.P., de ora em diante designada por AMA ou Primeira Contraente, com sede na Rua Abranches Ferrão, n.º

Leia mais

Câmara Municipal de Aveiro Departamento Jurídico - Gabinete de Contratação Pública CADERNO DE ENCARGOS

Câmara Municipal de Aveiro Departamento Jurídico - Gabinete de Contratação Pública CADERNO DE ENCARGOS Câmara Municipal de Aveiro Departamento Jurídico - Gabinete de Contratação Pública CADERNO DE ENCARGOS ÍNDICE 1 - Objecto 2 - Contrato 3 - Prazo de Execução 4 - Obrigações principais do prestador de serviços

Leia mais

Cláusula Segunda Prazo O prazo para execução do presente contrato é 365 (trezentos e sessenta e cinco) dias a contra da data da consignação.

Cláusula Segunda Prazo O prazo para execução do presente contrato é 365 (trezentos e sessenta e cinco) dias a contra da data da consignação. CONTRATO DE EMPREITADA DE OBRA PÚBLICA Nº 135/2016 0103/DOM/DEM/15 REPARAÇÕES DIVERSAS DE CONSTRUÇÃO CIVIL EM ESCOLAS E JARDINS DE INFÂNCIA DO MUNICÍPIO DE OEIRAS Entre: Município de Oeiras, Pessoa Colectiva

Leia mais

DIREÇÃO REGIONAL DA SOLIDARIEDADE SOCIAL

DIREÇÃO REGIONAL DA SOLIDARIEDADE SOCIAL CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Entre, de uma parte, a Direção Regional da Solidariedade Social, com sede no Solar dos Remédios, 9701-855 Angra do Heroísmo, Concelho de Angra do Heroísmo, representado

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS. Serviços de catering para a Conferência Anual de Serviços Partilhados e Compras Públicas

CADERNO DE ENCARGOS. Serviços de catering para a Conferência Anual de Serviços Partilhados e Compras Públicas CADERNO DE ENCARGOS Serviços de catering para a Conferência Anual de Serviços Partilhados e Compras ÍNDICE CLÁUSULAS JURÍDICAS... 3 Cláusula 1.ª Objeto... 3 Cláusula 2.ª Local da prestação de serviços...

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS. Aquisição de serviços de formação comportamental e motivação de equipas espap

CADERNO DE ENCARGOS. Aquisição de serviços de formação comportamental e motivação de equipas espap CADERNO DE ENCARGOS Aquisição de serviços de formação comportamental e motivação de equipas espap ÍNDICE CLÁUSULAS JURÍDICAS... 3 Cláusula 1.ª Objeto... 3 Cláusula 2.ª Local da prestação de serviços...

Leia mais

*************************************

************************************* CONTRATO Contrato nº: 228/2014 Ajuste Directo nº : 5410215/2014 Fornecimento de: Perfluoron Octane 100% Frs 5 Ml Firma: Optifar Importação e Exportação, Ld.ª Valor contratual: 17.327,50 (dezassete mil

Leia mais

INFRACONSULT Rua Lagares D'El Rei n 19A 1700-268 Lisboa. Sua comunicação de.nossa referência Condeixa-aJMova DAF m 04308??

INFRACONSULT Rua Lagares D'El Rei n 19A 1700-268 Lisboa. Sua comunicação de.nossa referência Condeixa-aJMova DAF m 04308?? Município de Condeixa-a-Nova Largo Artur Barreto 3150-124 Condeixa-a-Nova Telef. 239 949 120 Fax 239945445 www.cm-condeixa.pt geral@cm-condeixa.pt N Verde Serviço de Águas 800 203 683 NIF 501 275 380 INFRACONSULT

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO CESSÃO DE DIREITO DE OCUPAÇÃO CORETO DA PRAÇA DO ALMADA

CONCURSO PÚBLICO CESSÃO DE DIREITO DE OCUPAÇÃO CORETO DA PRAÇA DO ALMADA CONCURSO PÚBLICO CESSÃO DE DIREITO DE OCUPAÇÃO CORETO DA PRAÇA DO ALMADA 1 PROGRAMA DE CONCURSO 1 OBJETO DO CONCURSO O presente concurso tem por objeto a cessão do direito de ocupação do rés-do-chão do

Leia mais

CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL

CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL VISABEID_20160701 Visabeira Exclusive CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO 1. Identificação da instituição de crédito 1.1. Denominação CAIXA GERAL DE

Leia mais

INCENTIVO FISCAL AO ABATE DE VEÍCULOS EM FIM DE VIDA. Condições de acesso ao incentivo 2016/2017

INCENTIVO FISCAL AO ABATE DE VEÍCULOS EM FIM DE VIDA. Condições de acesso ao incentivo 2016/2017 INCENTIVO FISCAL AO ABATE DE VEÍCULOS EM FIM DE VIDA Condições de acesso ao incentivo 2016/2017 A Lei nº 82-D/2014, de 31 de dezembro (Lei da Fiscalidade Verde ), alterada pela Lei n.º 7-A/2016 de 30 de

Leia mais

Procedimento nº 33/DSUMC/2016 CADERNO DE ENCARGOS

Procedimento nº 33/DSUMC/2016 CADERNO DE ENCARGOS Procedimento nº 33/DSUMC/2016 SERVIÇOS DE LIMPEZA DAS CAVALARIÇAS DA USHE E DOS DESTACAMENTOS DE INTERVENÇÃO DOS COMANDOS TERRITORIAIS DO PORTO, COIMBRA E ÉVORA DA GUARDA NACIONAL REPUBLICANA CADERNO DE

Leia mais

CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL

CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL CAIXAOND_20120903 Caixa ON DD CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO 1. Identificação da instituição de crédito 1.1. Denominação CAIXA GERAL DE DEPÓSITOS,

Leia mais

MUNICÍPIO DE CUBA Câmara Municipal

MUNICÍPIO DE CUBA Câmara Municipal MUNICÍPIO DE CUBA Câmara Municipal CADERNO DE ENCARGOS Cessão da Exploração do Estabelecimento de Bebidas Bar das Piscinas Municipais Descobertas de Cuba I PARTE CLÁUSULAS GERAIS Artº. 1º Âmbito de aplicação

Leia mais

CONTRATO DE TRABALHO A TERMO CERTO

CONTRATO DE TRABALHO A TERMO CERTO ENTRE: CONTRATO DE TRABALHO A TERMO CERTO Ida e Volta Portugal, Lda., com sede em Rua do Forte, pessoa colectiva número XXX, matriculada na Conservatória do Registo Comercial de Lisboa sob o mesmo número,

Leia mais

Contrato de Arrendamento Urbano para fins habitacionais com prazo certo (e com fiança opcional)

Contrato de Arrendamento Urbano para fins habitacionais com prazo certo (e com fiança opcional) Contrato de Arrendamento Urbano para fins habitacionais com prazo certo (e com fiança opcional) Entre: I -... (nome completo, estado civil, contribuinte fiscal e morada) na qualidade de senhorio e adiante

Leia mais

Contrato n.º 12/2015. É celebrado o presente contrato que se regerá pelo disposto nas cláusulas seguintes: Cláusula 1ª. Objeto do Contrato

Contrato n.º 12/2015. É celebrado o presente contrato que se regerá pelo disposto nas cláusulas seguintes: Cláusula 1ª. Objeto do Contrato CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTOS PARA AS ATIVIDADES PRÁTICAS DOS ALUNOS DO CURSO DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DE JOVENS DE PANIFICAÇÃO E PASTELARIA E DO CURSO PROFISSIONAL DE RESTAURAÇÃO DO AGRUPAMENTO

Leia mais

DECRETO N.º 36/X. A Assembleia da República decreta, nos termos da alínea d) do artigo 161.º da Constituição, o seguinte: Artigo 1.

DECRETO N.º 36/X. A Assembleia da República decreta, nos termos da alínea d) do artigo 161.º da Constituição, o seguinte: Artigo 1. DECRETO N.º 36/X AUTORIZA O GOVERNO A LEGISLAR EM MATÉRIA DE DIREITOS DOS CONSUMIDORES DE SERVIÇOS FINANCEIROS, COMUNICAÇÕES COMERCIAIS NÃO SOLICITADAS, ILÍCITOS DE MERA ORDENAÇÃO SOCIAL NO ÂMBITO DA COMERCIALIZAÇÃO

Leia mais

CONCESSÃO DO PRÉDIO URBANO NA RUA DO ARNADO - COIMBRA TERMOS DE REFERÊNCIA

CONCESSÃO DO PRÉDIO URBANO NA RUA DO ARNADO - COIMBRA TERMOS DE REFERÊNCIA CONCESSÃO DO PRÉDIO URBANO NA RUA DO ARNADO - COIMBRA TERMOS DE REFERÊNCIA 1 TERMOS DE REFERÊNCIA REGRAS DO PROCEDIMENTO Artigo 1.º Finalidade Destinam-se os presentes TERMOS DE REFERÊNCIA a regular o

Leia mais

ORIENTAÇÃO DE GESTÃO N.º 3/2013

ORIENTAÇÃO DE GESTÃO N.º 3/2013 ORIENTAÇÃO DE GESTÃO N.º 3/2013 Por alteração da Orientação de Gestão da Orientação de Gestão n. º 1/2012 (06-01-2012), n.º 1/2010 (29-03-2010) e da Orientação de Gestão n.º 7/2008 (21-01-2009) REGRAS

Leia mais

CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL

CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL BENFADPD_20160701 Benfica Adepto CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO 1. Identificação da instituição de crédito 1.1. Denominação CAIXA GERAL DE DEPÓSITOS,

Leia mais

SISTEMA DE DETECÇÃO E EXTINÇÃO DE INCÊNDIOS

SISTEMA DE DETECÇÃO E EXTINÇÃO DE INCÊNDIOS SISTEMA DE DETECÇÃO E EXTINÇÃO DE INCÊNDIOS CADERNO DE ENCARGOS 2009/LIP-CC-15 Lisboa, Março de 2009 PARTE ADMINISTRATIVA ARTIGO 1.º Obrigações do adjudicatário São obrigações do adjudicatário, entre outras,

Leia mais

ALIENAÇÃO DE EDIFICIOS DAS ESCOLAS DO 1.º CICLO DESACTIVADAS CONDIÇÕES DE VENDA

ALIENAÇÃO DE EDIFICIOS DAS ESCOLAS DO 1.º CICLO DESACTIVADAS CONDIÇÕES DE VENDA ALIENAÇÃO DE EDIFICIOS DAS ESCOLAS DO 1.º CICLO DESACTIVADAS CONDIÇÕES DE VENDA 1 Objecto É objecto do presente procedimento a alienação de edifícios das escolas do 1.º ciclo desactivadas, no estado em

Leia mais

PROJETO DE CONVITE À APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS

PROJETO DE CONVITE À APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS PROJETO DE CONVITE À APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS Concurso limitado por prévia qualificação para a seleção da empresa a designar para a prestação do serviço universal de disponibilização de uma lista telefónica

Leia mais

SECRETARIADO EXECUTIVO DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA. Minuta de

SECRETARIADO EXECUTIVO DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA. Minuta de SECRETARIADO EXECUTIVO DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA Minuta de PROTOCOLO entre O FUNDO ESPECIAL DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA (CPLP) e (ENTIDADE PROPONENTE) Para a implementação

Leia mais

ANEXO I MINUTA DE CONTRATO ADMINISTRATIVO

ANEXO I MINUTA DE CONTRATO ADMINISTRATIVO ANEXO I MINUTA DE CONTRATO ADMINISTRATIVO O MUNICÍPIO DE SÃO JOÃO DA URTIGA-RS, pessoa jurídica de direito público, inscrito no CNPJ sob nº 90.483.082/0001-65, com sede na Avenida Professor Zeferino, n.

Leia mais

PREGÃO SESC/AN Nº 16/0009 PG

PREGÃO SESC/AN Nº 16/0009 PG PREGÃO SESC/AN Nº 16/0009 PG ANEXO III MINUTA DE TERMO DE REGISTRO DE PREÇO Aos... dias do mês de... de..., na sede da Administração Nacional do SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO Sesc, localizado na Avenida Ayrton

Leia mais

FREGUESIA DE QUIAIOS NIPC 510 833 535

FREGUESIA DE QUIAIOS NIPC 510 833 535 PROGRAMA DE HASTA PÚBLICA Para atribuição do direito de ocupação efetiva de natureza precária da loja n.º 4 no Mercado de Quiaios Artigo 1.º Identificação A loja objeto de hasta pública localiza-se no

Leia mais

PROGRAMA DE PROCEDIMENTOS

PROGRAMA DE PROCEDIMENTOS APROVADO NA REUNIÃO DO EXECUTIVO MUNICIPAL DE 14/11/2016 O Presidente da Câmara Municipal Dr. Armando Varela PROGRAMA DE PROCEDIMENTOS Concurso Público Cessão de Exploração do Quiosque sito no Espaço Descoberto

Leia mais

CONTRATO DE FORNECIMENTO DE MATÉRIAS-PRIMAS - MERCEARIA, PARA OS DIVERSOS CURSOS DOS DIVERSOS CED DA CASA PIA DE LISBOA, IP

CONTRATO DE FORNECIMENTO DE MATÉRIAS-PRIMAS - MERCEARIA, PARA OS DIVERSOS CURSOS DOS DIVERSOS CED DA CASA PIA DE LISBOA, IP CONTRATO DE FORNECIMENTO DE MATÉRIAS-PRIMAS - MERCEARIA, PARA OS DIVERSOS CURSOS DOS DIVERSOS CED DA CASA PIA DE LISBOA, IP Entre, A Casa Pia de Lisboa, I.P., Instituto Público, pessoa colectiva número

Leia mais

Caderno de Encargos AJUSTE DIRECTO N.º 2/2011 PARA EXPLORAÇÃO DO BAR DOS PROFESSORES ARTIGO 1º IDENTIFICAÇÃO DO CONCURSO

Caderno de Encargos AJUSTE DIRECTO N.º 2/2011 PARA EXPLORAÇÃO DO BAR DOS PROFESSORES ARTIGO 1º IDENTIFICAÇÃO DO CONCURSO Caderno de Encargos AJUSTE DIRECTO N.º 2/2011 PARA EXPLORAÇÃO DO BAR DOS PROFESSORES ARTIGO 1º IDENTIFICAÇÃO DO CONCURSO O presente procedimento é um Ajuste Directo e tem a seguinte designação: AJUSTE

Leia mais

POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA COMANDO REGIONAL DA MADEIRA

POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA COMANDO REGIONAL DA MADEIRA MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA COMANDO REGIONAL DA MADEIRA ÁREA DE APOIO NÚCLEO DE LOGÍSTICA Contrato n. 01/2016 Aos 09 dias do mês de Agosto de 2016, celebram o presente

Leia mais

CONCESSÃO DE EXPLORAÇÃO DOS BARES DAS PISCINAS MUNICIPAIS COBERTAS E DESCOBERTAS CADERNO DE ENCARGOS

CONCESSÃO DE EXPLORAÇÃO DOS BARES DAS PISCINAS MUNICIPAIS COBERTAS E DESCOBERTAS CADERNO DE ENCARGOS CONCESSÃO DE EXPLORAÇÃO DOS BARES DAS PISCINAS MUNICIPAIS COBERTAS E DESCOBERTAS Pág. 04 ÍNDICE CAPÍTULO I... 7 DISPOSIÇÕES GERAIS... 7 Cláusula 1.ª... 7 Objeto... 7 Cláusula 2.ª... 7 Forma e documentos

Leia mais

DEPARTAMENTO FINANCEIRO

DEPARTAMENTO FINANCEIRO DEPARTAMENTO FINANCEIRO DIVISÃO DE PATRIMÓNIO E APROVISIONAMENTO CONCURSO PÚBLICO CONCESSÃO DA EXPLORAÇÃO DAS PISCINAS DESCOBERTAS, DO BAR E DO RESTAURANTE (MARGEM ESQUERDA DO MONDEGO) CADERNO DE ENCARGOS

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE NUTRICIONISTAS CONSELHO REGIONAL DE NUTRICIONISTAS - 3ª Região (SP, MS)

CONSELHO FEDERAL DE NUTRICIONISTAS CONSELHO REGIONAL DE NUTRICIONISTAS - 3ª Região (SP, MS) ANEXO III MINUTA INSTRUMENTO PARTICULAR DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE FORNECIMENTO DE CARTÕES DE IDENTIFICAÇÃO PROFISSIONAL. Pelo presente Instrumento Particular de Prestação de Serviços, de um lado, o CONSELHO

Leia mais

NOVO CONTRATO DE SOCIEDADE DA RIBEIRA DA TEJA PRODUÇÃO DE ENERGIA ELÉCTRICA, E.M., LDA. CAPÍTULO I FIRMA, SEDE, DURAÇÃO E OBJECTO.

NOVO CONTRATO DE SOCIEDADE DA RIBEIRA DA TEJA PRODUÇÃO DE ENERGIA ELÉCTRICA, E.M., LDA. CAPÍTULO I FIRMA, SEDE, DURAÇÃO E OBJECTO. NOVO CONTRATO DE SOCIEDADE DA RIBEIRA DA TEJA PRODUÇÃO DE ENERGIA ELÉCTRICA, E.M., LDA. CAPÍTULO I FIRMA, SEDE, DURAÇÃO E OBJECTO Artigo Primeiro (Firma) A sociedade é constituída sob a forma de sociedade

Leia mais

Procedimento n.º 02/2015/DGF-A. Caderno de Encargos para Aquisição de Serviços de Assistência ao Veículo de Socorro de Assistência Especial

Procedimento n.º 02/2015/DGF-A. Caderno de Encargos para Aquisição de Serviços de Assistência ao Veículo de Socorro de Assistência Especial Procedimento n.º 02/2015/DGF-A Caderno de Encargos para Aquisição de Serviços de Assistência ao Veículo de Socorro de Assistência Especial Índice Cláusulas Jurídicas... 4 Capitulo I - Disposições Gerais...

Leia mais

Luxemburgo-Luxemburgo: Serviços de laboratório de análises clínicas 2015/S Anúncio de concurso. Serviços

Luxemburgo-Luxemburgo: Serviços de laboratório de análises clínicas 2015/S Anúncio de concurso. Serviços 1/5 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:287589-2015:text:pt:html Luxemburgo-Luxemburgo: Serviços de laboratório de análises clínicas 2015/S 157-287589 Anúncio

Leia mais

PROTOCOLO DE ESTÁGIO DE VERÃO

PROTOCOLO DE ESTÁGIO DE VERÃO PROTOCOLO DE ESTÁGIO DE VERÃO Entre: *** com sede na..., pessoa colectiva nº..., matriculada na Conservatória do Registo Comercial de... sob o nº..., com o capital social de Euros..., de ora em diante

Leia mais

(NÃO DISPENSA A LEITURA E ADOÇÃO DE REGRAS ESTABELECIDAS NO DECRETO-LEI Nº 229/2004, DE 10 DE DEZEMBRO) CONTRATO DE SOCIEDADE DE SOLICITADORES

(NÃO DISPENSA A LEITURA E ADOÇÃO DE REGRAS ESTABELECIDAS NO DECRETO-LEI Nº 229/2004, DE 10 DE DEZEMBRO) CONTRATO DE SOCIEDADE DE SOLICITADORES (NÃO DISPENSA A LEITURA E ADOÇÃO DE REGRAS ESTABELECIDAS NO DECRETO-LEI Nº 229/2004, DE 10 DE DEZEMBRO) CONTRATO DE SOCIEDADE DE SOLICITADORES OUTORGANTES: PRIMEIRO: F., natural da freguesia de concelho

Leia mais

REGULAMENTO PARA ADJUDICAÇÃO DO DIREITO DE EXPLORAÇÃO DO BAR DA PISCINA DE NOGUEIRA

REGULAMENTO PARA ADJUDICAÇÃO DO DIREITO DE EXPLORAÇÃO DO BAR DA PISCINA DE NOGUEIRA REGULAMENTO PARA ADJUDICAÇÃO DO DIREITO DE EXPLORAÇÃO DO BAR DA PISCINA DE NOGUEIRA Aprovado em Assembleia de Freguesia de 26 de Maio de 2014 Regulamento para Adjudicação do Direito de Exploração do Bar

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE MORA 1

CÂMARA MUNICIPAL DE MORA 1 CÂMARA MUNICIPAL DE MORA 1 BAR CafeLítico CADERNO DE ENCARGOS 1º Do estabelecimento O estabelecimento, designado por Bar CafeLítico, construído e equipado pela Câmara Municipal no âmbito do Projecto Estação

Leia mais

CONTRATO Nº 135/2012

CONTRATO Nº 135/2012 CONTRATO Nº 135/2012 CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA FORNECIMENTO DE VALE REFEIÇÃO ATRAVÉS DE TICKET IMPRESSO. Pelo presente instrumento particular, o MUNICÍPIO DE CANDELÁRIA, Pessoa Jurídica de Direito Público,

Leia mais

Concurso Público Urgente n.º 03/DAC/2011

Concurso Público Urgente n.º 03/DAC/2011 Direcção Nacional Unidade Orgânica de Logística e Finanças Departamento de Logística Concurso Público Urgente n.º 03/DAC/2011 Aquisição de consumíveis de informática, por lotes Página 1 de 11 Programa

Leia mais

ÁGUAS DO CENTRO ALENTEJO, S.A. PROGRAMA DE PROCEDIMENTO

ÁGUAS DO CENTRO ALENTEJO, S.A. PROGRAMA DE PROCEDIMENTO ÁGUAS DO CENTRO ALENTEJO, S.A. PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE LIMPEZA E DESOBSTRUÇÃO DE INFRAESTRUTURAS DA AdCA PROGRAMA DE PROCEDIMENTO Página 1 de 11 ÁGUAS DO CENTRO ALENTEJO, S.A. PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS 1. ÂMBITO DA APLICAÇÃO

CADERNO DE ENCARGOS 1. ÂMBITO DA APLICAÇÃO CADERNO DE ENCARGOS 1. ÂMBITO DA APLICAÇÃO As cláusulas gerais deste caderno de encargos aplicam-se ao contrato de aluguer a celebrar entre a União de Freguesias de Aldoar, Foz do Douro e Nevogilde e o

Leia mais

FCA Capital Portugal I.F.I.C. S.A.

FCA Capital Portugal I.F.I.C. S.A. Preçário FCA Capital Portugal I.F.I.C. S.A. Instituição Financeira de Crédito Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data de Entrada em vigor: 01-04-2016 O preçário completo da FCA Capital Portugal

Leia mais

REGULAMENTOS. Tendo em conta o Tratado sobre o Funcionamento da União Europeia,

REGULAMENTOS. Tendo em conta o Tratado sobre o Funcionamento da União Europeia, 28.5.2014 L 159/41 REGULAMENTOS REGULAMENTO DELEGADO (UE) N. o 574/2014 DA COMISSÃO de 21 de fevereiro de 2014 que altera o anexo III do Regulamento (UE) n. o 305/2011 do Parlamento Europeu e do Conselho

Leia mais

Concurso para a Criação do Hino dos Jogos Desportivos da CPLP

Concurso para a Criação do Hino dos Jogos Desportivos da CPLP Concurso para a Criação do Hino dos Jogos Desportivos da CPLP REGULAMENTO Os Ministros Responsáveis pelo Desporto da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, reunidos em Salvador, Brasil, no dia 3 de

Leia mais

Regulamento de Matrículas, Inscrições e Propinas

Regulamento de Matrículas, Inscrições e Propinas Regulamento de Matrículas, Inscrições e Propinas I - Matrículas 1. A matrícula é o acto administrativo, a realizar no início de cada ano lectivo e que confere ao estudante o direito a ingressar no estabelecimento

Leia mais

CONTRATO N.º 25 / 2014 AJUSTE DIRETO PARA "PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA, HIGIENE E SAÚDE NO TRABALHO"

CONTRATO N.º 25 / 2014 AJUSTE DIRETO PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA, HIGIENE E SAÚDE NO TRABALHO CONTRATO N.º 25 / 2014 AJUSTE DIRETO PARA "PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA, HIGIENE E SAÚDE NO TRABALHO" MUNICÍPIO DE ESTREMOZ, pessoa coletiva de direito público nº 506556590, neste ato representado

Leia mais

Caderno de Encargos CÂMARA MUNICIPAL DE VILA NOVA DE CERVEIRA DIVISÃO DE ADMINISTRAÇÂO GERAL CONTRATAÇÂO PÚBLICA AJUSTE DIRETO

Caderno de Encargos CÂMARA MUNICIPAL DE VILA NOVA DE CERVEIRA DIVISÃO DE ADMINISTRAÇÂO GERAL CONTRATAÇÂO PÚBLICA AJUSTE DIRETO CÂMARA MUNICIPAL DE VILA NOVA DE CERVEIRA DIVISÃO DE ADMINISTRAÇÂO GERAL CONTRATAÇÂO PÚBLICA Caderno de Encargos AJUSTE DIRETO Loja de Turismo de Vila Nova de Cerveira Fornecimento e Instalação de Equipamentos

Leia mais

CONTRATO DE FORNECIMENTO

CONTRATO DE FORNECIMENTO 1 CÂMARA MUNICIPAL MINUTA DE CONTRATO DE FORNECIMENTO Proc. n.º 22/2014-DPO/SP RECOLHA E TRANSPORTE DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS, LIMPEZA URBANA E LAVAGEM, DESINFEÇÃO E MANUTENÇÃO DE CONTENTORES, NO MUNICÍPIO

Leia mais

Perguntas Frequentes Regime de concessão de incentivo fiscal ao abate de veículos em fim de vida 2016/2017

Perguntas Frequentes Regime de concessão de incentivo fiscal ao abate de veículos em fim de vida 2016/2017 Perguntas Frequentes Regime de concessão de incentivo fiscal ao abate de veículos em fim de vida 2016/2017 I - De ordem geral: 1. Em que consiste o incentivo fiscal ao abate de veículos em fim de vida

Leia mais

NORMA DE GESTÃO N.º 4/NORTE2020/ Rev 1

NORMA DE GESTÃO N.º 4/NORTE2020/ Rev 1 NORMA DE GESTÃO N.º 4/NORTE2020/2015 1 Rev 1 [Operações públicas FEDER] 1 Não aplicável a operações enquadradas no Sistema de Incentivos às Empresas e a operações cofinanciadas pelo FSE. CONTROLO DO DOCUMENTO

Leia mais

CONTRATO PROMESSA DE COMPRA E VENDA. PRIMEIRA OUTORGANTE: Caixa Geral de Depósitos, S.A., pessoa colectiva n.º ,

CONTRATO PROMESSA DE COMPRA E VENDA. PRIMEIRA OUTORGANTE: Caixa Geral de Depósitos, S.A., pessoa colectiva n.º , CONTRATO PROMESSA DE COMPRA E VENDA (Lote - UL ) ENTRE: PRIMEIRA OUTORGANTE: Caixa Geral de Depósitos, S.A., pessoa colectiva n.º 500960046, com sede na Av. João XXI, n.º 63, em Lisboa, com o capital social

Leia mais

EDITAL Nº 124/2013 CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 008/2013

EDITAL Nº 124/2013 CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 008/2013 EDITAL Nº 124/2013 CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 008/2013 O MUNICÍPIO DE SERAFINA CORRÊA, RS, comunica aos interessados que está procedendo o CHAMAMENTO PÚBLICO, a contar de 21 de junho de 2013, no horário compreendido

Leia mais

Escola Secundária de Cacilhas-Tejo. Caderno de Encargos AJUSTE DIRETO N.º 1/2016 PARA EXPLORAÇÃO DO BAR DOS ALUNOS

Escola Secundária de Cacilhas-Tejo. Caderno de Encargos AJUSTE DIRETO N.º 1/2016 PARA EXPLORAÇÃO DO BAR DOS ALUNOS Caderno de Encargos AJUSTE DIRETO N.º 1/2016 PARA EXPLORAÇÃO DO BAR DOS ALUNOS ARTIGO 1º IDENTIFICAÇÃO DO CONCURSO O presente procedimento é um Ajuste Direto e tem a seguinte designação: AJUSTE DIRETO

Leia mais

Contrato de Compra e Venda

Contrato de Compra e Venda Contrato de Compra e Venda A compra de qualquer produto na loja virtual www.dafiti.com.br, de propriedade da GFG Comércio Digital Ltda., inscrita no CNPJ/MF sob o nº. 11.200.418/0001-69, com sede na Avenida

Leia mais