01/14 00 MEDIDAS DOS VIDROS JUL//08 CODIGO LARGURA ALTURA REQ. ITEM LARGURA ALTURA QUANT. DATA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "01/14 00 MEDIDAS DOS VIDROS JUL//08 CODIGO LARGURA ALTURA REQ. ITEM LARGURA ALTURA QUANT. DATA"

Transcrição

1 PAG. 0/ PBR8 0,88,5 6,5cm,0cm /7/8 PBE8 0,88,5 8 6,5cm,5cm /7/8 6,5cm,5cm /7/8 PMR 0,88,5 66,5cm 6,0cm /7/8 PME 0,88,5 8 66,5cm 5,cm /7/8 66,5cm,9cm /7/8 Obs.: - Medidas identificadas na fig. retrata medidas do vidro c/5mm de folga na LarguraxAltura. - As medidas informadas poderão sofrer alterações devido melhorias do produto. - Estas informações são validas para produtos fabricados a partir de Maio/8.

2 PAG. 0/ PQR8 0,88,5 5,5cm 5,cm /7/8 PQE8 0,88,5 8 5,cm 5,cm /7/8 /7/8 Portas PAH8 0,88,5 66,5cm 7,7cm /7/8 PEH8 0,88,5 8 66,5cm 7,cm 7 /7/8 66,5cm 8,cm /7/8 Obs.: - Medidas identificadas na fig. retrata medidas do vidro c/5mm de folga na LarguraxAltura. - As medidas informadas poderão sofrer alterações devido melhorias do produto. - Estas informações são validas para produtos fabricados a partir de Maio/8.

3 PAG. 0/ PRPQ8 0,88,5 59,cm 0,0cm /7/8 PRP8GE 0,88,5 8 /7/8 /7/8 R E L A Ç Ã O DOS V I D R O S. Portas PPRGQ 0,88,5 59,cm 5,0cm /7/8 PPEGQ 0,88,5 8 PPRGE 0,88,5 PPEGE 0,88,5 8 Obs.: - Medidas identificadas na fig. retrata medidas do vidro c/5mm de folga na LarguraxAltura. - As medidas informadas poderão sofrer alterações devido melhorias do produto. - Estas informações são validas para produtos fabricados a partir de Maio/8.

4 PAG. 0/ PVMQ 0,88,5,9cm 9,cm 6 /7/8 Portas PPRPQ8 0,88,5,0cm 7,cm 6 /7/8,cm 7,cm 6 /7/8 Obs.: - Medidas identificadas na fig. retrata medidas do vidro c/5mm de folga na LarguraxAltura. - As medidas informadas poderão sofrer alterações devido melhorias do produto. - Estas informações são validas para produtos fabricados a partir de Maio/8.

5 PAG. 05/ PPR8GE 0,88,5 6,7cm 8,5cm /7/8 PPE8GE 0,88,5 6,7cm 9,cm /7/8 6,7cm 8,0cm /7/8 R E L A Ç Ã O DOS V I D R O S. PPRQ8 0,88,5 6,7cm 6,0cm /7/8 Obs.: - Medidas identificadas na fig. retrata medidas do vidro c/5mm de folga na LarguraxAltura. - As medidas informadas poderão sofrer alterações devido melhorias do produto. - Estas informações são validas para produtos fabricados a partir de Maio/8.

6 PAG. 06/ PPRGE,50,5,cm 8,5cm /7/8,cm 9,cm /7/8 6,7cm 8,0cm /7/8 6,7cm 8,5cm /7/8 5,cm 8,0cm /7/8 R E L A Ç Ã O DOS V I D R O S. 5 PPBGE,0,5,cm 8,5cm /7/8,cm 9,cm /7/8 6,7cm 9,cm /7/8 6,7cm 8,0cm /7/8 5,cm 7,7cm /7/8 6 6,7cm 8,5cm /7/8 6 5 Obs.: - Medidas identificadas na fig. retrata medidas do vidro c/5mm de folga na LarguraxAltura. - As medidas informadas poderão sofrer alterações devido melhorias do produto. - Estas informações são validas para produtos fabricados a partir de Maio/8.

7 PAG. 07/ PPBQ,50,5,cm 6,cm 8 /7/8 6,7cm 6,cm /7/8 PPBQ,0,5,cm 6,cm /7/8 6,7cm 6,cm /7/8 Obs.: - Medidas identificadas na fig. retrata medidas do vidro c/5mm de folga na LarguraxAltura. - As medidas informadas poderão sofrer alterações devido melhorias do produto. - Estas informações são validas para produtos fabricados a partir de Maio/8.

8 PAG. 08/ PPBQ5,50,5 0,8cm 7,cm /7/8,cm 7,cm /7/8 0,8cm 7,cm /7/8 0,8cm 7,cm /7/8 5,0cm 7,cm 6 /7/8 6,8cm 7,cm 6 /7/8 R E L A Ç Ã O DOS V I D R O S. 6 PPBQ,0,5 0,8cm 7,cm /7/8 0,8cm 7,cm /7/8 0,8cm 7,cm /7/8 0,9cm 7,cm /7/8 5,cm 7,cm /7/8 6 5,5cm 7,cm 8 /7/ Obs.: - Medidas identificadas na fig. retrata medidas do vidro c/5mm de folga na LarguraxAltura. - As medidas informadas poderão sofrer alterações devido melhorias do produto. - Estas informações são validas para produtos fabricados a partir de Maio/8.

9 PAG. 09/ PVF,0,5,cm 6,0cm /7/8 PV5,50,5,cm 6,8cm /7/8,cm 6,5cm /7/8 56,cm 6,cm 6 /7/8 PV5 PVF PTQ,0,5 0,0cm 5,cm /7/8 PTQ5,50,5 7,8cm 5,cm /7/8 7,8cm 5,cm 66 /7/8 PTQ5 PTFQ Obs.: - Medidas identificadas na fig. retrata medidas do vidro c/5mm de folga na LarguraxAltura. - As medidas informadas poderão sofrer alterações devido melhorias do produto. - Estas informações são validas para produtos fabricados a partir de Maio/8.

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico registro sob o nº 5496096 em 23/04/2015 da Empresa OMEGA GERACAO S.A., Nire 31300093107 e

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico registro sob o nº 5496096 em 23/04/2015 da Empresa OMEGA GERACAO S.A., Nire 31300093107 e pág. 1/21 pág. 2/21 pág. 3/21 pág. 4/21 pág. 5/21 pág. 6/21 pág. 7/21 pág. 8/21 pág. 9/21 pág. 10/21 pág. 11/21 pág. 12/21 pág. 13/21 pág. 14/21 pág. 15/21 pág. 16/21 pág. 17/21 pág. 18/21 pág. 19/21 pág.

Leia mais

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico registro sob o nº 5512916 em 22/05/2015 da Empresa UNIMED BELO HORIZONTE COOPERATIVA DE TRABALHO

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico registro sob o nº 5512916 em 22/05/2015 da Empresa UNIMED BELO HORIZONTE COOPERATIVA DE TRABALHO pág. 2/33 pág. 3/33 pág. 4/33 pág. 5/33 pág. 6/33 pág. 7/33 pág. 8/33 pág. 9/33 pág. 10/33 pág. 11/33 pág. 12/33 pág. 13/33 pág. 14/33 pág. 15/33 pág. 16/33 pág. 17/33 pág. 18/33 pág. 19/33 pág. 20/33

Leia mais

Certifico que este documento da empresa COOPERATIVA DE CRÉDITO DOS MAGISTRADOS, SERVIDORES DA JUSTIÇA DO ESTADO DE GOIÁS E EMPREGADOS DA CELG LTDA,

Certifico que este documento da empresa COOPERATIVA DE CRÉDITO DOS MAGISTRADOS, SERVIDORES DA JUSTIÇA DO ESTADO DE GOIÁS E EMPREGADOS DA CELG LTDA, Pág 9 de 58 Pág 11 de 58 Pág 13 de 58 Pág 15 de 58 Pág 17 de 58 Pág 19 de 58 Pág 21 de 58 Pág 23 de 58 Pág 25 de 58 Pág 27 de 58 Pág 29 de 58 Pág 31 de 58 Pág 33 de 58 Pág 35 de 58 Pág 37 de 58 Pág 39

Leia mais

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico registro sob o nº em 08/05/2015 da Empresa UNIMED JUIZ DE FORA COOPERATIVA DE TRABALHO

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico registro sob o nº em 08/05/2015 da Empresa UNIMED JUIZ DE FORA COOPERATIVA DE TRABALHO pág. 16/49 pág. 17/49 pág. 18/49 pág. 19/49 pág. 20/49 pág. 21/49 pág. 22/49 pág. 23/49 pág. 24/49 pág. 25/49 pág. 26/49 pág. 27/49 pág. 28/49 pág. 29/49 pág. 30/49 pág. 31/49 pág. 32/49 pág. 33/49 pág.

Leia mais

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico que este documento da empresa COOPERNOVA COOPERATIVA NOVALIMENSE DE TRANSPORTE DE CARGAS E

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico que este documento da empresa COOPERNOVA COOPERATIVA NOVALIMENSE DE TRANSPORTE DE CARGAS E pág. 1/23 pág. 2/23 pág. 3/23 pág. 4/23 pág. 5/23 pág. 6/23 pág. 7/23 pág. 8/23 pág. 9/23 pág. 10/23 pág. 11/23 pág. 12/23 pág. 13/23 pág. 14/23 pág. 15/23 pág. 16/23 pág. 17/23 pág. 18/23 pág. 19/23 pág.

Leia mais

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico registro sob o nº em 19/10/2015 da Empresa COOPERATIVA DE CONSUMO DOS SERVIDORES DO

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico registro sob o nº em 19/10/2015 da Empresa COOPERATIVA DE CONSUMO DOS SERVIDORES DO pág. 1/26 pág. 2/26 pág. 3/26 pág. 4/26 pág. 5/26 pág. 6/26 pág. 7/26 pág. 8/26 pág. 9/26 pág. 10/26 pág. 11/26 pág. 12/26 pág. 13/26 pág. 14/26 pág. 15/26 pág. 16/26 pág. 17/26 pág. 18/26 pág. 19/26 pág.

Leia mais

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico registro sob o nº em 13/04/2016 da Empresa ALGAR TI CONSULTORIA S/A, Nire e

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico registro sob o nº em 13/04/2016 da Empresa ALGAR TI CONSULTORIA S/A, Nire e pág. 1/71 pág. 2/71 pág. 3/71 pág. 4/71 pág. 5/71 pág. 6/71 pág. 7/71 pág. 8/71 pág. 9/71 pág. 10/71 pág. 11/71 pág. 12/71 pág. 13/71 pág. 14/71 pág. 15/71 pág. 16/71 pág. 17/71 pág. 18/71 pág. 19/71 pág.

Leia mais

Certifico que este documento da empresa UNIMED MONTES CLAROS COOPERATIVA DE TRABALHO MEDICO, Nire: , foi deferido e arquivado na Junta

Certifico que este documento da empresa UNIMED MONTES CLAROS COOPERATIVA DE TRABALHO MEDICO, Nire: , foi deferido e arquivado na Junta pág. 1/34 pág. 2/34 pág. 3/34 pág. 4/34 pág. 5/34 pág. 6/34 pág. 7/34 pág. 8/34 pág. 9/34 pág. 10/34 pág. 11/34 pág. 12/34 pág. 13/34 pág. 14/34 pág. 15/34 pág. 16/34 pág. 17/34 pág. 18/34 pág. 19/34 pág.

Leia mais

Certifico que este documento da empresa CELG DISTRIBUIÇÃO S.A. - CELG D, Nire: 52 30000295-8, foi deferido e arquivado na Junta Comercial do Estado

Certifico que este documento da empresa CELG DISTRIBUIÇÃO S.A. - CELG D, Nire: 52 30000295-8, foi deferido e arquivado na Junta Comercial do Estado Pág 12 de 60 Pág 13 de 60 Pág 14 de 60 Pág 15 de 60 Pág 16 de 60 Pág 17 de 60 Pág 18 de 60 Pág 19 de 60 Pág 20 de 60 Pág 21 de 60 Pág 22 de 60 Pág 23 de 60 Pág 24 de 60 Pág 25 de 60 Pág 26 de 60 Pág 27

Leia mais

Certifico que este documento da empresa COOPERATIVA DE CRÉDITO LIVRE ADMISSÃO DO VALE DO SÃO PATRÍCIO LTDA, Nire: 52 40000248-8, foi deferido e

Certifico que este documento da empresa COOPERATIVA DE CRÉDITO LIVRE ADMISSÃO DO VALE DO SÃO PATRÍCIO LTDA, Nire: 52 40000248-8, foi deferido e Pág 38 de 74 Pág 39 de 74 Pág 40 de 74 Pág 41 de 74 Pág 42 de 74 Pág 43 de 74 Pág 44 de 74 Pág 45 de 74 Pág 46 de 74 Pág 47 de 74 Pág 48 de 74 Pág 49 de 74 Pág 50 de 74 Pág 51 de 74 Pág 52 de 74 Pág 53

Leia mais

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico registro sob o nº em 21/11/2014 da Empresa ANDRADE GUTIERREZ S/A, Nire e

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico registro sob o nº em 21/11/2014 da Empresa ANDRADE GUTIERREZ S/A, Nire e pág. 1/46 pág. 2/46 pág. 3/46 pág. 4/46 pág. 5/46 pág. 6/46 pág. 7/46 pág. 8/46 pág. 9/46 pág. 10/46 pág. 11/46 pág. 12/46 pág. 13/46 pág. 14/46 pág. 15/46 pág. 16/46 pág. 17/46 pág. 18/46 pág. 19/46 pág.

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA - PR

CÂMARA MUNICIPAL DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA - PR JANEIRO 75 0 75 2 73 1440 0 1440 104 1336 7 0 7 5 2 119 0 119 1 118 293 0 293 11 282 225 0 225 5 220 2 0 2 0 2 116 0 116 4 112 Página 1 de 12 FEVEREIRO 73 0 73 2 71 1336 0 1336 385 951 2 0 2 2 0 118 0

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA - PR. Planilha Controle de Estoque - Materiais de Limpeza - 2013 ESTOQUE ANTERIOR

CÂMARA MUNICIPAL DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA - PR. Planilha Controle de Estoque - Materiais de Limpeza - 2013 ESTOQUE ANTERIOR JANEIRO 20 0 20 1 19 13 0 13 0 13 0 5 5 0 5 16 0 16 1 15 17 0 17 0 17 5 0 5 2 3 20 0 20 2 18 107 0 107 5 102 59 0 59 1 58 23 0 23 1 22 215 0 215 7 208 60 0 60 1 59 5 0 5 0 5 5 0 5 1 4 Página 1 de 12 FEVEREIRO

Leia mais

CLIPPING IMPRESSO EXPOCACHAÇA

CLIPPING IMPRESSO EXPOCACHAÇA CLIPPING IMPRESSO EXPOCACHAÇA Jornal DCI C DIVULGAÇÃO 03 de setembro de 2013 PÁGINA CENTIMETRAGEM 161,5 cm² CUSTO-BENEFÍCIO R$ 8.636,74 12 mil exemplares Jornal Metro News Espetáculos DIVULGAÇÃO 04 de

Leia mais

CALENDÁRIO DE JOGOS CAMPEONATO DISTRITAL DE JUVENIS DE FUTSAL MASCULINOS FASE UNICA CLUBES - - - - - - CLUBES - - - - - - N. Sportinguistas C.C.

CALENDÁRIO DE JOGOS CAMPEONATO DISTRITAL DE JUVENIS DE FUTSAL MASCULINOS FASE UNICA CLUBES - - - - - - CLUBES - - - - - - N. Sportinguistas C.C. CALENDÁRIO DE S 01 JORNADA 504. 00. 001 504. 00. 002 504. 00. 003 504. 00. 004 504. 00. 005 504. 00. 00 02 JORNADA 504. 00. 007 504. 00. 008 504. 00. 009 504. 00. 010 504. 00. 011 504. 00. 012 23/09/2012

Leia mais

Como calcular a necessidade de capital de giro de sua empresa. Alexandre de Pinho Mascarenhas

Como calcular a necessidade de capital de giro de sua empresa. Alexandre de Pinho Mascarenhas BDMG Como calcular a necessidade de capital de giro de sua empresa Alexandre de Pinho Mascarenhas Aplicaçõe es de Rec cursos Ativo Circulante Passivo Circulante.Caixa. Duplicatas Descontadas. Bancos. Empréstimos

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DEMONSTRATIVO DE CREDITOS ADICIONAIS Z33NDKYP 04/03/2015 PAG. 1 03 44612 19/02/2014 135400 00059 0,00 5622.167,24 13540 20601016620910000 449000 013 0,00 44612 19/02/2014

Leia mais

Mobiliário Urbano Plástico Reciclado

Mobiliário Urbano Plástico Reciclado Mobiliário Urbano Reciclado 1% reciclado...há ideias que salvam o mundo! Construimos sorrisos... Telf.: ( +351 ) 212 743 84 www.magnus-icon.com magnus@magnus-icon.com Mobiliário Urbano Reciclado 1% reciclado

Leia mais

PERCENTUAL DE REAJUSTE A SER APLICADO AO AGRUPAMENTO DE CONTRATOS NO PERÍODO DE MAIO-2016 A ABRIL-2017

PERCENTUAL DE REAJUSTE A SER APLICADO AO AGRUPAMENTO DE CONTRATOS NO PERÍODO DE MAIO-2016 A ABRIL-2017 REGISTRO ANS: 00047-7 PERCENTUAL DE REAJUSTE A SER APLICADO AO AGRUPAMENTO DE CONTRATOS NO PERÍODO DE MAIO-2016 A ABRIL-2017 Nº DO CONTRATO NOME COMERCIAL DO PLANO REGISTRO DO PLANO ANS PERCENTUAL DO REAJUSTE

Leia mais

Cronograma Pós-Graduação PSICOPEDAGOGIA T. 2011 CRONOGRAMA 2011

Cronograma Pós-Graduação PSICOPEDAGOGIA T. 2011 CRONOGRAMA 2011 Cronograma Pós-Graduação PSICOPEDAGOGIA T. 2011 CRONOGRAMA 2011 Coordenadora: Profª Eliane Mitsunaga: E-mail: prof_elianestein@yahoo.com.br Fone: (43) 91-4748 Data Professor (a) Disciplina 07/ 08/ 14/

Leia mais

PERCENTUAL DE REAJUSTE A SER APLICADO AO AGRUPAMENTO DE CONTRATOS NO PERÍODO DE MAIO/15 A ABRIL/16 (RN309 -ANS)

PERCENTUAL DE REAJUSTE A SER APLICADO AO AGRUPAMENTO DE CONTRATOS NO PERÍODO DE MAIO/15 A ABRIL/16 (RN309 -ANS) REGISTRO ANS - 00047-7 PERCENTUAL DE REAJUSTE A SER APLICADO AO AGRUPAMENTO DE CONTRATOS NO PERÍODO DE MAIO/15 A ABRIL/16 (RN309 -ANS) Nº DO CONTRATO NOME COMERCIAL DO PLANO REGISTRO DO PLANO ANS PERC

Leia mais

Gestão Financeira. Prof. Eduardo Pozzi

Gestão Financeira. Prof. Eduardo Pozzi Gestão Financeira Prof. Eduardo Pozzi Finanças Corporativas Questões centrais na gestão financeira de uma empresa: Quais investimentos de longo prazo precisam ser feitos? Que tipo de instalações, maquinário

Leia mais

Reajuste em maio/2014 Registro ANS Data Contratação Beneficiários 146026000 PME - REGULAMENTADO PJ 435286016 01/05/2012 7 146026100 PME -

Reajuste em maio/2014 Registro ANS Data Contratação Beneficiários 146026000 PME - REGULAMENTADO PJ 435286016 01/05/2012 7 146026100 PME - Contrato Modelo Reajuste em maio/2014 Registro ANS Data Contratação Beneficiários 146026000 PME - REGULAMENTADO PJ 435286016 01/05/2012 7 146026100 PME - REGULAMENTADO PJ 435286016 01/05/2012 6 146026200

Leia mais

ANEXO VI - TABELA DE VENCIMENTOS

ANEXO VI - TABELA DE VENCIMENTOS ANEXO VI - - ( único Art. 23) A 1,00 958,01 0 A 1,35 1.293,31 0 A 1,55 1.484,92 0 A 1,75 1.676,52 B 1,05 1.005,91 3 B 1,40 1.341,21 3 B 1,60 1.532,82 3 B 1,80 1.724,42 C 1,10 1.053,81 6 C 1,45 1.389,11

Leia mais

SUMÁRIO 1. OBJETIVO 2. CAMPO DE APLICAÇÃO. Esta Norma se aplica à RBMLQ-I e Dimep. 3. RESPONSABILIDADE

SUMÁRIO 1. OBJETIVO 2. CAMPO DE APLICAÇÃO. Esta Norma se aplica à RBMLQ-I e Dimep. 3. RESPONSABILIDADE DETERMINAÇÃO DAS DIMENSÕES EFETIVAS DO PRODUTO COMPONENTE CERÂMICO: BLOCOS, TIJOLOS, ELEMENTO VAZADO, CANALETAS E COMPONENTE CERÂMICO QUE NÃO POSSUA FORMA DE PARALELEPÍPEDO NORMA N o NIE-DIMEL-087 APROVADA

Leia mais

Biombos 70 e 90 Estações de Trabalho

Biombos 70 e 90 Estações de Trabalho 1 de 20 2 de 20 Detalhes Técnicos 3 de 20 Quadro de vidro PAINEL CEGO PAINEL TOTAL VIDRO SIMPLES VIDRO SIMPLES PAINEL MEIO Chassi Travessa Intermediária Calha Intermediária Placa Madeira Calha de fiação

Leia mais

MÓDULO V - TURMA 60207

MÓDULO V - TURMA 60207 MÓDULO V - TURMA 60207 Semana de 02 à 06 fevereiro/09 Segunda - 02/02/2009 Terça - 03/02/2009 Quarta - 04/02/2009 Quinta - 05/02/2009 Sexta - 06/02/2009 Sergio-Junção Junção Junção Semana de 09 à 13 fevereiro/09

Leia mais

RELAÇÃO DE ELEMENTOS PARA LOCAÇÃO

RELAÇÃO DE ELEMENTOS PARA LOCAÇÃO RELAÇÃO DE ELEMENTOS PARA LOCAÇÃO NOTA: Todos os preços estão em R$ (Reais) e se referem ao período inteiro do Evento. Descrições e figuras estão disponíveis nas páginas 12 a 15. I MOBILIÁRIO REF DESCRIÇÃO

Leia mais

Mérito Desenvolvimento Imobiliário I FII. Fundo de Investimento Imobiliário

Mérito Desenvolvimento Imobiliário I FII. Fundo de Investimento Imobiliário 03 09 10 11 13 15 16 18 20 22 24 26 28 29 31 33 02 1. Imobiliário I 03 1. Imobiliário I 04 1. Imobiliário I 05 1. Imobiliário I 06 1. Imobiliário I 07 1. Imobiliário I 1. LANÇAMENTO 2. OBRAS 3. CONCLUÍDO

Leia mais

A imagem é real, invertida e reduzida.

A imagem é real, invertida e reduzida. Epelho eférico Um epelho côncavo tem um raio de curvatura de 4 cm. Trace diagrama de raio para localizar a imagem, e exitir, de um objecto perto do eixo para a eguinte ditância do epelho: a) 55 cm; b)

Leia mais

Gerenciando o Fluxo de Caixa com Eficiência

Gerenciando o Fluxo de Caixa com Eficiência Gerenciando o Fluxo de Caixa com Eficiência 08 a 11 de outubro de 2014 08 a 11 de outubro de 2014 Custo financeiro alto CENÁRIO ATUAL Concorrência cada vez mais competitiva Consumidores que exigem maiores

Leia mais

TOTAL 3.554.784,06 308.220,87 TOTAL 171.546,68 ATIVO FINANCEIRO 3.554.784,06 308.220,87 PASSIVO FINANCEIRO 171.546,68

TOTAL 3.554.784,06 308.220,87 TOTAL 171.546,68 ATIVO FINANCEIRO 3.554.784,06 308.220,87 PASSIVO FINANCEIRO 171.546,68 PERIODO DE: Janeiro ATIVO CIRCULANTE 3.554.784,06 308.220,87 PASSIVO CIRCULANTE 171.546,68 Caixas e Equivalente 3.428.672,93 Obrig.Trab.Previd.a Pagar 225.818,56 Cred.Realiz.a Curto Prazo 126.111,13 Emprest.

Leia mais

Fone: 0800 707 5700. Manual de Instruções. Bloco Digestor DQO Microprocessado Mod.: 25439

Fone: 0800 707 5700. Manual de Instruções. Bloco Digestor DQO Microprocessado Mod.: 25439 Fone: 0800 707 700 Manual de Instruções Bloco Digestor DQO Microprocessado Mod.: 9 Fone: 0800 707 700 ÍNDICE. INTRODUÇÃO. ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS. FUNCIONAMENTO. Instalação. Programando o timer (tempo).

Leia mais

CARO SEGURADO. Você optou pelo Real Automóvel e conta com mais um benefício: reparo ou troca dos vidros de seu automóvel em caso de trinca ou quebra.

CARO SEGURADO. Você optou pelo Real Automóvel e conta com mais um benefício: reparo ou troca dos vidros de seu automóvel em caso de trinca ou quebra. CARO SEGURADO Você optou pelo Real Automóvel e conta com mais um benefício: reparo ou troca dos vidros de seu automóvel em caso de trinca ou quebra. Caso ocorra alguma trinca no pára-brisa de seu carro,

Leia mais

PORTARIA Nº 3.405 - DE 25 DE OUTUBRO DE 1978(8)

PORTARIA Nº 3.405 - DE 25 DE OUTUBRO DE 1978(8) PORTARIA Nº 3.405 - DE 25 DE OUTUBRO DE 1978(8) Aprova modelos de contrato de trabalho por tempo determinado, que deverão ser utilizados para contratos de Artistas e de Técnicos em Espetáculos de Diversões.

Leia mais

FARMÁCIAS EM DISPONIBILIDADE

FARMÁCIAS EM DISPONIBILIDADE Concelho de OLHÃO - Mês de Janeiro de 2014 1/12 Concelho de OLHÃO - Mês de Fevereiro de 2014 2/12 Concelho de OLHÃO - Mês de Março de 2014 3/12 Concelho de OLHÃO - Mês de Abril de 2014 4/12 Concelho de

Leia mais

ASTI Yuruzu Yamakawa

ASTI Yuruzu Yamakawa ASTI Yuruzu Yamakawa ASTI Yuruzu Yamakawa CONCEITO Leveza e comodidade são marcas registradas da coleção Asti. Agregar e ressaltar o valor das matérias-primas através da artesania e da arte do design com

Leia mais

CARDÁPIO EDUCAÇÃO INFANTIL 1ª SEMANA DO MÊS SEGUNDA TERÇA QUARTA 31/07 QUINTA 01 SEXTA 02 SUCO IOGURTE FRUTA PÃO C/ RECHEIO

CARDÁPIO EDUCAÇÃO INFANTIL 1ª SEMANA DO MÊS SEGUNDA TERÇA QUARTA 31/07 QUINTA 01 SEXTA 02 SUCO IOGURTE FRUTA PÃO C/ RECHEIO AGOSTO SEGUNDA TERÇA QUARTA 31/07 QUINTA 01 SEXTA 02 PÃO C/ SEGUNDA 05 TERÇA 06 QUARTA 07 QUINTA 08 SEXTA 09 (SEM ) / ) / PÃO C/ SEGUNDA 12 TERÇA 13 QUARTA 14 QUINTA 15 SEXTA 16 PÃO COM SEGUNDA 19 TERÇA

Leia mais

Calendário Pós-graduação 2014 - MBA em Gestão de Projetos

Calendário Pós-graduação 2014 - MBA em Gestão de Projetos Calendário Pós-graduação 2014 - MBA em Gestão de Projetos Disciplina Data Início Data fim Atividade acadêmica ENTRADA 1 10/03/2014 20/12/2014 17/03/2014 24/03/2014 Análise de Cenários Econômicos (Disciplina

Leia mais

ANÁLISE DAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS. Aula 10- Unidade II - A análise tradicional das demonstrações contábeis. Prof.

ANÁLISE DAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS. Aula 10- Unidade II - A análise tradicional das demonstrações contábeis. Prof. ANÁLISE DAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS Aula 10- Unidade II - A análise tradicional das demonstrações contábeis Prof.: Marcelo Valverde Unidade II. Análise tradicional das demonstrações contábeis 2.5. Índices

Leia mais

RACK AUDIENCE TO GO K 3255 RACK AUDIENCE TO GO KR 3255

RACK AUDIENCE TO GO K 3255 RACK AUDIENCE TO GO KR 3255 RACK AUDIENCE TO GO K 3255 RACK AUDIENCE TO GO KR 3255 INSTRUÇÕES DE MONTAGEM Imagens Ilustrativas AUDIENCE TO GO KR 3255 AUDIENCE TO GO K 3255 50 Kg Carga Máxima www.aironflex.com INSTRUÇÕES DE MONTAGEM

Leia mais

2 Furação do Vidro para uso da Roldana Excêntrica 50 Kit Engenharia K1 - V10 Janelas e Instalação - 10mm 54 16, Ø14 Folgas dos Vidros 12,5 LT-0

2 Furação do Vidro para uso da Roldana Excêntrica 50 Kit Engenharia K1 - V10 Janelas e Instalação - 10mm 54 16, Ø14 Folgas dos Vidros 12,5 LT-0 TEMPERADOS C a t á l o g o Té c n i c o 2 Furação do Vidro para uso da Roldana Excêntrica 50 Kit Engenharia K1 - V10 Janelas e Instalação - 10mm 54 16,5 65 60 Ø14 Folgas dos Vidros 12,5 LT-024 : 1.266

Leia mais

MANUAL DE VENDA E MONTAGEM

MANUAL DE VENDA E MONTAGEM MANUAL DE VENDA E MONTAGEM Localizada na cidade de Ivoti, Rio Grande do Sul, distante 36km de Porto Alegre, a VILLÀGGIO iniciou suas atividades em 2000 visando atender às necessidades do mercado moveleiro,

Leia mais

Fluxo TS Ar ambiente Ar insuflado Temperatura das sementes ( C) (m 3 /minuto/t) (h) T UR T UR PV PE Distâncias (cm) ( C) (%) ( C) (%) (kpa) (mm ca)

Fluxo TS Ar ambiente Ar insuflado Temperatura das sementes ( C) (m 3 /minuto/t) (h) T UR T UR PV PE Distâncias (cm) ( C) (%) ( C) (%) (kpa) (mm ca) Fluxo TS Ar ambiente Ar insuflado Temperatura das sementes ( C) (m 3 /minuto/t) (h) T UR T UR PV PE Distâncias (cm) ( C) (%) ( C) (%) (kpa) (mm ca) 17 34 51 26,9 0 23,0 78,0 21,7 84,4 2,2 30,0 22,3 22,5

Leia mais

SISTEMAS DE AMORTIZAÇÃO

SISTEMAS DE AMORTIZAÇÃO Parte I MATEMÁTICA FINANCEIRA SISTEMAS DE AMORTIZAÇÃO Prof. Wanderson S. Paris, M.Eng. prof@cronosquality.com.br Tipos de Sistemas de Amor8zação SISTEMA AMERICANO usado nos emprés:mos internacionais SISTEMA

Leia mais

Calendário Pós-graduação 2014 - Educação Infantil

Calendário Pós-graduação 2014 - Educação Infantil Calendário Pós-graduação 2014 - Educação Infantil Disciplina Data Início Data fim Atividade acadêmica ENTRADA 1 10/03/2014 20/12/2014 17/03/2014 24/03/2014 Gestão criativa e inovadora nas instituições

Leia mais

Campanha de divulgação Veran Card

Campanha de divulgação Veran Card Campanha de divulgação Veran Card Ÿ Adesivo de chão Ÿ Banner Standart (estacionamento) Ÿ Banner Interno Ÿ Adesivo de vidro fachada Ÿ Adesivos de vidro açougue/padaria Ÿ Stopper Ÿ Adesivo Display jornal

Leia mais

Móveis Antigos. Baú de Madeira Restaurado. Maio 2011 pag 3

Móveis Antigos. Baú de Madeira Restaurado. Maio 2011 pag 3 Os preços e valores constantes deste catálogo substituem os apresentados nas versões anteriores. Visite o nosso site: http://coisasantigas.webnode.com.br/ Catálogo Maio/2.011 Móveis Antigos...3 Baú de

Leia mais

A luz já existia. Criamos o melhor design da iluminação. PANTOJA & CARMONA

A luz já existia. Criamos o melhor design da iluminação. PANTOJA & CARMONA A luz já existia. Criamos o melhor design da iluminação. PANTOJA & CARMONA 1 Uma das estratégias da P&C é levar ao mercado soluções em iluminação que ConCiliem alto desempenho técnico, design e CUsto reduzido.

Leia mais

Uma visão pessoal, baseada em processos, para competitividade em software

Uma visão pessoal, baseada em processos, para competitividade em software I DO 2003 - Exportação de Software São Paulo, 08-10 de dezembro de 2003 Painel: A Qualidade nos Produtos e das Fábricas de Software e a Exportação Brasileira Uma visão pessoal, baseada em processos, para

Leia mais

PROJETO DE CHURRASQUEIRA EM ALVENARIA SC 584 SC. www.giragrill.com

PROJETO DE CHURRASQUEIRA EM ALVENARIA SC 584 SC. www.giragrill.com PROJETO DE CHURRASQUEIRA EM ALVENARIA 584 SC 584 SC www.giragrill.com ELEVGRILL Medidas: E A C B D QUADRO BASE Modelo Prime / SC Medidas em centímetros A B C D E Qtde. Espetos ELEVGRILL 584 49 38 59 49

Leia mais

= 30maneiras para sentar-se. Como são 20 filas, o número total de maneiras distintas que atende ao enunciado será:

= 30maneiras para sentar-se. Como são 20 filas, o número total de maneiras distintas que atende ao enunciado será: TEÁTIC 1ª QUESTÃO Um avião possui 10 poltronas de passageiros distribuídas em 0 filas. Cada fila tem poltronas do lado esquerdo (denotadas por, B, C) e do lado direito (denotadas por D, E, F), separadas

Leia mais

MÓDULO QVD. 02 MÓDULO QVU. 02. Variável. piso ao teto com. rodapé eletrificável. Duplo. único. Variável MÓDULO QVD. 04 MÓDULO QVU.

MÓDULO QVD. 02 MÓDULO QVU. 02. Variável. piso ao teto com. rodapé eletrificável. Duplo. único. Variável MÓDULO QVD. 04 MÓDULO QVU. MÓDULOS DE VIDRO MÓDULO QVD. 01 MÓDULO QVU. 01 MÓDULO QVD. 02 MÓDULO QVU. 02 Quadro de vidro Quadro de vidro rodapé eletrificável. (¹) MÓDULO QVD. 03 MÓDULO QVU. 03 MÓDULO QVD. 04 MÓDULO QVU. 04 Quadro

Leia mais

MINICURSO GESTÃO FINANCEIRA DE EMPRESA

MINICURSO GESTÃO FINANCEIRA DE EMPRESA MINICURSO GESTÃO FINANCEIRA DE EMPRESA Prof. Alberto P. Trez JORNADA CIENTÍFICA DE 2014 CONTEÚDOS 1. Sócios da empresa: participação e ganhos 2. Capital Investido na empresa: fixo e de giro 3. Alocação

Leia mais

Agroindústria Processamento Artesanal de Frutas - Compotas (limão, goiaba, manga, figo) Menu Introdução Figo Goiaba Limão Manga. 1.

Agroindústria Processamento Artesanal de Frutas - Compotas (limão, goiaba, manga, figo) Menu Introdução Figo Goiaba Limão Manga. 1. 1 de 5 10/16/aaaa 10:42 Agroindústria Agroindústria: Processamento Artesanal de Frutas - Compotas Processamento artesanal de frutas: Nome compotas de limão, goiaba, manga e figo Produto Informação Tecnológica

Leia mais

Qualidade em Projetos aperfeiçoamento de processos Entendimento/Monitoração e Controle. 0 - Generalidades

Qualidade em Projetos aperfeiçoamento de processos Entendimento/Monitoração e Controle. 0 - Generalidades * AMARAL, J.A. Modelos para gestão de projetos: como utilizar adequadamente conceitos, ferramentas e metodologias. São Paulo: Scortecci: 2004 * http://www.rcgg.ufrgs.br/cap14.htm (visitado em 05/2006)

Leia mais

Análise de Vibração RELATÓRIO TÉCNICO 0814

Análise de Vibração RELATÓRIO TÉCNICO 0814 RELATÓRIO TÉCNICO 814 ANÁLISE DE VIBRAÇÃO SAAE - CAPIVARI SAAE 1. OBJETIVO Apresentar ao SAAE a Análise de Vibrações realizada nos equipamentos de sua unidade em Capivari. 2. INSTRUMENTAÇÃO UTILIZADA 1-

Leia mais

Edifício Habitacional Edemi Gardens

Edifício Habitacional Edemi Gardens Edifício Habitacional Edemi Gardens Rua de Costa Cabral, Porto Índice Pag. 1 Localização e Envolvente 3 2 Descrição 5 3 Quadro áreas/preços 7 4 Acabamentos 9 5 Andar Modelo 11 6 Plantas (fracções disponíveis)

Leia mais

Análise de Vibração RELATÓRIO TÉCNICO 0814

Análise de Vibração RELATÓRIO TÉCNICO 0814 ANÁLISE DE VIBRAÇÃO DMAE - RAFARD DMAE 1. OBJETIVO Apresentar ao DAMAE a Análise de Vibrações realizada nos equipamentos de sua unidade em Rafard. 2. INSTRUMENTAÇÃO UTILIZADA 1- Analisador de Vibrações

Leia mais

Torneio S.João 12-06-2015 Porto. Associação É Bom Viver. Ass, Cultural e bom viver. Ass. Desenv. da Figueira. Ass. Desenv.

Torneio S.João 12-06-2015 Porto. Associação É Bom Viver. Ass, Cultural e bom viver. Ass. Desenv. da Figueira. Ass. Desenv. ABV ACV ADF ADR ANC ARD ARV CDC CEP CFR CLS CMM CPL CPV CSS CST JFF OSS SCP SJM SMP SMR SMS SSM SST VUV Associação É Bom Viver Ass, Cultural e bom viver Ass. Desenv. da Figueira Ass. Desenv. de Rebordosa

Leia mais

PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DO AUXÍLIO DOENÇA ANÁLISE MENSAL - VOL - X - HORTOPREV - MAIO DE 2011

PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DO AUXÍLIO DOENÇA ANÁLISE MENSAL - VOL - X - HORTOPREV - MAIO DE 2011 PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DO AUXÍLIO DOENÇA ANÁLISE MENSAL - VOL - X - HORTOPREV - MAIO DE 2011 1 ÍNDICE 1. DADOS GLOBAIS (INCIDÊNCIA, ALTAS, ACUMULADOS E PREVALÊNCIA)... 2 2. INCIDÊNCIA... 2 3. PERÍCIAS REALIZADAS...

Leia mais

ABNT NBR 15.575 NORMA DE DESEMPENHO

ABNT NBR 15.575 NORMA DE DESEMPENHO ABNT NBR 15.575 NORMA DE DESEMPENHO O que é uma Norma Técnica? O que é uma Norma Técnica? Documento estabelecido por consenso e aprovado por um organismo reconhecido, que fornece, para uso repetitivo,

Leia mais

PESQUISA E SISTEMAS INFORMÁTICA PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE INFORMAÇÃO APLICADA AO MKT MERCADOLÓGICA

PESQUISA E SISTEMAS INFORMÁTICA PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE INFORMAÇÃO APLICADA AO MKT MERCADOLÓGICA TM 10109 Semana de 02 à 06 fevereiro/09 Segunda - 02/02/2009 Terça - 03/02/2009 Quarta - 04/02/2009 Quinta - 05/02/2009 Sexta - 06/02/2009 1º ANDRÉ PILOTO TICIANA CARLA TÓPICOS ESPECIAIS EM GESTÃO C.H.

Leia mais

IFSP - EAD - GEOMETRIA TRIÂNGULO RETÂNGULO CONCEITUAÇÃO :

IFSP - EAD - GEOMETRIA TRIÂNGULO RETÂNGULO CONCEITUAÇÃO : IFSP - EAD - GEOMETRIA TRIÂNGULO RETÂNGULO CONCEITUAÇÃO : Como já sabemos, todo polígono que possui três lados é chamado triângulo. Assim, ele também possui três vértices e três ângulos internos cuja soma

Leia mais

Tipo de Suporte: Suporte de parede fixo para visão frontal Tipo de Material: Aço Carbono

Tipo de Suporte: Suporte de parede fixo para visão frontal Tipo de Material: Aço Carbono Suportes LCD e LED TV Média 10 a 40 Descrição do Produto: SBRP100 Serve para Drywall Os acessórios para instalação em Drywall ( e parafusos) não acompanha o produto. Tipo de Suporte: Suporte de parede

Leia mais

Controle de Ações de Clientes 14/11/2007

Controle de Ações de Clientes 14/11/2007 Página 1/5 16.714,00 51.589,16 JANEIRO 68.303,16 103.156,57 34.853,41 4.371,14-9,64 17.378,33 FEVEREIRO 21.749,47-9,64 34.853,41 13.103,94 9,64 Página 2/5 18.110,37-40,66-108.116,75 MARÇO -90.006,38-40,66

Leia mais

Índice 1º - CONTATOS GARANTIA ESTENDIDA CARDIF DO BRASIL. 2º - PROCEDIMENTO CARDIF DE ATUALIZAÇÕES DO SISTEMA E-GARANTIA.

Índice 1º - CONTATOS GARANTIA ESTENDIDA CARDIF DO BRASIL. 2º - PROCEDIMENTO CARDIF DE ATUALIZAÇÕES DO SISTEMA E-GARANTIA. Índice 1º - CONTATOS GARANTIA ESTENDIDA CARDIF DO BRASIL. 2º - PROCEDIMENTO CARDIF DE ATUALIZAÇÕES DO SISTEMA E-GARANTIA. 3º - MELHORIAS NO SISTEMA E-GARANTIA. 4º - NOVO PROCEDIMENTO NO ENVIO DE NOTAS

Leia mais

Osmose em Células Vegetais

Osmose em Células Vegetais Actividade Laboratorial Biologia e Geologia 10ºAno Osmose em Células Vegetais O que se pretende: 1 Compreender o transporte por Osmose em células Vegetais. 2 Comparar em meios de diferentes concentrações

Leia mais

Módulo Básico. Busca de Patentes. Equipe de Patentes

Módulo Básico. Busca de Patentes. Equipe de Patentes Módulo Básico Busca de Patentes Equipe de Patentes Maio de 2014 Capítulos Introdução O que é uma busca de patente? pág.4 Quais os objetivos podem ser alcançados com uma busca de patentes? pág.6 Posso pesquisar

Leia mais

Gestão, Arquitetura e Urbanismo

Gestão, Arquitetura e Urbanismo CONCURSO PETROBRAS ENGENHEIRO(A) CIVIL JÚNIOR ENGENHEIRO(A) JÚNIOR - ÁREA: CIVIL Gestão, Arquitetura e Urbanismo Questões Resolvidas QUESTÕES RETIRADAS DE PROVAS DA BANCA CESGRANRIO Produzido por Exatas

Leia mais

Das 5 questões a seguir escolha quaisquer 4 delas para responder. Cada questão respondida corretamente valerá 0,6 ponto.

Das 5 questões a seguir escolha quaisquer 4 delas para responder. Cada questão respondida corretamente valerá 0,6 ponto. MATEMÁTICA AVALIAÇÃO STUART I UNIDADE Aluno(a): COMENTADA Série: 2 a Ensino Médio Turma: A / B / C / D Data: 15/02/2017 1. A prova é composta de 04 questões. 2. Não será aceita a utilização de corretivo.

Leia mais

Relatório de Ensaios Nr: 8357 Versão: 1.0 Pag 1 de 5 Boletim Definitivo

Relatório de Ensaios Nr: 8357 Versão: 1.0 Pag 1 de 5 Boletim Definitivo Relatório de s Nr: 8357 Versão: 1.0 Pag 1 de 5 Escherichia coli 0 Número/0mL 0 Método Interno (PTM 4) (14-01-2011) Bactérias coliformes (coliformes totais) 0 Número/0mL 0 Método Interno (PTM 4) (14-01-2011)

Leia mais

Oftalmologia TARDE FEVEREIRO 07/02 08/02 09/02 10/02 11/02 12/02 HORÁRIO/DIA Nº SEGUNDA Nº TERÇA Nº QUARTA Nº QUINTA Nº SEXTA HORÁRIO Nº SÁBADO

Oftalmologia TARDE FEVEREIRO 07/02 08/02 09/02 10/02 11/02 12/02 HORÁRIO/DIA Nº SEGUNDA Nº TERÇA Nº QUARTA Nº QUINTA Nº SEXTA HORÁRIO Nº SÁBADO FEVEREIRO 31/01 01/02 02/02 03/02 04/02 05/02 01 Cir. Torácica Rodízio de 01 Cardiologia 08:30 às 09:30 02 Cir. Torácica Rodízio de 02 Cardiologia 08:30 às 09:30 09:30 às 10:30 01 Reumatologia 03 Cardiologia

Leia mais

1º CAMPEONATO DE FUTEBOL CASTELINHO / SKOL 2015 TABELA DE JOGOS

1º CAMPEONATO DE FUTEBOL CASTELINHO / SKOL 2015 TABELA DE JOGOS Obs. Os jogos poderão sofrer alterações em datas e horários, com aviso antecipado aos representantes das equipes. 1ª RODADA - 22/08/2015 1 14h00 INTER x SÃO PAULO 3 15h00 VASCO x PALMEIRAS 5 16h00 AVAÍ

Leia mais

COMO FUNCIONAM DOIS PROCEDIMENTOS DO ICMS NA FORMAÇÃO DO PREÇO DE VENDA

COMO FUNCIONAM DOIS PROCEDIMENTOS DO ICMS NA FORMAÇÃO DO PREÇO DE VENDA COMO FUNCIONAM DOIS PROCEDIMENTOS DO IPI dentro e fora da base de cálculo do ICMS Substituição Tributária do ICMS Francisco Cavalcante (francisco@fcavalcante.com.br) Sócio-Diretor da Cavalcante Associados,

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO DAS EMPRESAS PSQ EA RS 06/16 Pág. 1 / 159

CLASSIFICAÇÃO DAS EMPRESAS PSQ EA RS 06/16 Pág. 1 / 159 CLASSIFICAÇÃO DAS EMPRESAS PSQ EA RS 06/16 Pág. 1 / 159 Conforme Anexo C do Relatório Setorial N.º PSQ EA RS 06/16, de Abril de 2016, da AFEAÇO Associação Nacional dos Fabricantes de e do IBELQ. Período

Leia mais

PROMOÇÃO PRONTOS PARA VIVER REGULAMENTO

PROMOÇÃO PRONTOS PARA VIVER REGULAMENTO PROMOÇÃO PRONTOS PARA VIVER REGULAMENTO A presente campanha é promovida pela AQUILA EVEN RIO EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS LTDA, com sede nesta Capital do Estado do Rio de Janeiro, na Av. João Cabral de

Leia mais

COMPRASNET - O SITE DE COMPRAS DO GOVERNO. Procuradoria Geral de Justiça. Termo de Adjudicação do Pregão Eletrônico Nº 00006/2009 (SRP)

COMPRASNET - O SITE DE COMPRAS DO GOVERNO. Procuradoria Geral de Justiça. Termo de Adjudicação do Pregão Eletrônico Nº 00006/2009 (SRP) Page 1 of 6 Pregão Eletrônico Procuradoria Geral de Justiça Termo de Adjudicação do Pregão Eletrônico Nº 00006/2009 (SRP) Às 10:58 horas do dia 28 de agosto de 2009, após analisado o resultado do Pregão

Leia mais

Regime de IVA de Caixa

Regime de IVA de Caixa Regime de IVA de Caixa Arial (Data) Alinhado esquerda 14 pt Partilhamos a Experiência. Inovamos nas Soluções. Joana Maldonado Reis 5 de Junho 2014 ÍNDICE 1. Enquadramento / Contexto 2. Características

Leia mais

Projeto de instalação para chopeiraresidencial (pre resfriador MÉDIO) - Torre Naja (Italiana) com 1 torneira + gela copos

Projeto de instalação para chopeiraresidencial (pre resfriador MÉDIO) - Torre Naja (Italiana) com 1 torneira + gela copos Projeto instalação para chopeiraresincial (pre resfriador MÉDIO) - Torre Naja (Italiana) com 1 torneira + gela copos para troca calor 2 unidas Inclusas bancada granito Vista frente gela copos embutido

Leia mais

Nome Fantasia : Actos Actos Com. Imp. e Exp. Ltda. Ficha empresa

Nome Fantasia : Actos Actos Com. Imp. e Exp. Ltda. Ficha empresa Nome Fantasia : Actos Actos Com. Imp. e Exp. Ltda. Produto: Chapas de Policarbonato Compactas Actos Chapas de policarbonato compactas para coberturas. Ver tabela. Ver tabela. Produtos Chapa compacta TABELA

Leia mais

Ref.: 330PV. Ref.: 336P

Ref.: 330PV. Ref.: 336P * Mesa de Jantar New Story Ref.: 330PV Medidas: 220 x 110 x 78cm Cadeira com braço New Story Ref.: 337P Medidas: 56 x 60 x 100cm Ref.: 330PV Cadeira sem braço New Story Ref.: 336P Medidas: 54 x 60 x 100cm

Leia mais

Análise de Vibração RELATÓRIO TÉCNICO 0814

Análise de Vibração RELATÓRIO TÉCNICO 0814 RELATÓRIO TÉCNICO 814 ANÁLISE DE VIBRAÇÃO SANEBAVI - VINHEDO SANEBAVI 1. OBJETIVO Apresentar ao SANEBAVI a Análise de Vibrações realizada nos equipamentos de sua unidade em Vinhedo. 2. INSTRUMENTAÇÃO UTILIZADA

Leia mais

Catálogo Gaxetas e Raspadores ref.: 02/2015 ÍNDICE GAXETAS - Aplicação de aste PERFIL MODELO DESCRIÇÃO mm pol. PÁG. B Temperatura Trab. -30 +100 ºC Pressão Trab. 4000 (máx) p.s.i B Temperatura Trab.

Leia mais

926089.12012.5271.4606.607608000.261

926089.12012.5271.4606.607608000.261 926089.12012.5271.4606.607608000.261 Conselho Regional de Educação Física da 4ª Região - CREF4/SP Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00001/2012 Às 14:21 horas do dia 10 de maio de 2012, reuniram-se

Leia mais

COMO PREPARAR/ENVIAR SEU ARQUIVO PARA IMPRESSÃO EM COREL DRAW E PHOTOSHOP

COMO PREPARAR/ENVIAR SEU ARQUIVO PARA IMPRESSÃO EM COREL DRAW E PHOTOSHOP COMO PREPARAR/ENVIAR SEU ARQUIVO PARA IMPRESSÃO EM COREL DRAW E PHOTOSHOP ÍNDICE EXPORTANTO EM COREL DRAW 1 - definindo o tamanho pág. 3 2 - padrão (sistema de cores - cmyk) pág. 3 3 - resolução pág. 4

Leia mais

SHORT TRAVEL STANDARD SH ST ALVENARIA

SHORT TRAVEL STANDARD SH ST ALVENARIA 2 SHORT TRAVEL STANDARD SH ST ALVENARIA Com um conceito que busca facilidades, desenvolvemos uma plataforma cabinada, compacta e moderna, perfeita para o tipo de aplicação em estrutura de alvenaria. Com

Leia mais

Gerenciamento da produção

Gerenciamento da produção 74 Corte & Conformação de Metais Junho 2013 Gerenciamento da produção Como o correto balanceamento da carga de dobradeiras leva ao aumento da produtividade e redução dos custos (I) Pedro Paulo Lanetzki

Leia mais

SOLUÇÕES FOTOVOLTAICAS PARA OS EDIFÍCIOS BIPV BUILDING INTEGRATED PHOTOVOLTAICS

SOLUÇÕES FOTOVOLTAICAS PARA OS EDIFÍCIOS BIPV BUILDING INTEGRATED PHOTOVOLTAICS GRUPO SOSOARES APRESENTAÇÃO DA EMPRESA - Projecto e desenvolvimento do produto - Extrusão de alumínio - Anodização e lacagem - Vidro - Transformação - Pintura digital vitrificada - Pintura em PVB - Serigrafia

Leia mais

Fundamentos essenciais na remoção de pinos pré-fabricados não metálicos: onde a magnificação faz a diferença?

Fundamentos essenciais na remoção de pinos pré-fabricados não metálicos: onde a magnificação faz a diferença? Capítulo15 Fundamentos essenciais na remoção de pinos pré-fabricados não metálicos: onde a magnificação faz a diferença? Patrick Baltieri patrick baltieri Graduado em Odontologia pela FOP- UNICAMP (2003);

Leia mais

Armários de pavimento 19

Armários de pavimento 19 Apresentação A gama de armários de pavimento Olirack foi projectada para a instalação de equipamentos de telecomunicações, informáticos e soluções datacenter. Robusto, seguro e com um design atractivo,

Leia mais

E-QP-ECD-069 REV. C 26/Set/2007 PROCEDIMENTO DE CONTROLE DIMENSIONAL - CALIBRAÇÃO DE TRENA COM RÉGUA PADRÃO E TRENA PADRÃO - - NÍVEL BÁSICO -

E-QP-ECD-069 REV. C 26/Set/2007 PROCEDIMENTO DE CONTROLE DIMENSIONAL - CALIBRAÇÃO DE TRENA COM RÉGUA PADRÃO E TRENA PADRÃO - - NÍVEL BÁSICO - ENGENHARIA PROCEDIMENTO DE CONTROLE DIMENSIONAL - CALIBRAÇÃO DE TRENA COM RÉGUA PADRÃO E TRENA PADRÃO - - NÍVEL BÁSICO - Os comentários e sugestões referentes a este documento devem ser encaminhados ao

Leia mais

ROLPIN - Indústria de Rolos de Pintura e Acessórios, Lda.

ROLPIN - Indústria de Rolos de Pintura e Acessórios, Lda. ROLPIN - Indústria de Rolos de Pintura e Acessórios, Lda. Empresa Nº. no fabrico de rolos de pintura em Portugal. Tendo iniciado a sua actividade em 99 numas instalações com pouco mais de 00m, está actualmente

Leia mais

INSTRUÇÕES GERAIS ATI_RACK+CATI

INSTRUÇÕES GERAIS ATI_RACK+CATI INSTRUÇÕES GERAIS ATI_RACK+CATI MANUAL ITED 2ª EDIÇÃO Para mais informações ou sugestões, contacte o seu distribuidor. Edição 2 Pag 1/8 Mod.100/2 ÍNDICE ÍNDICE... 2 1. INTRODUÇÃO... 3 2. DOCUMENTOS NORMATIVOS

Leia mais