Ciclo de. Presidente Maria das Graças as Silva Foster. Coletiva de Imprensa. Rio de Janeiro, 05 de Março de 2012

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Ciclo de. Presidente Maria das Graças as Silva Foster. Coletiva de Imprensa. Rio de Janeiro, 05 de Março de 2012"

Transcrição

1 Lançamento amento do 6º 6 Ciclo de Qualificação do Prominp Coletiva de Imprensa Presidente Maria das Graças as Silva Foster Rio de Janeiro, 05 de Março de 2012

2 Política de Conteúdo Local da Petrobras Aprovada pelo Conselho de Administração em 22 de dezembro de 2011 POLÍTICA DE CONTEÚDO LOCAL DA PETROBRAS Os projetos e as contratações para Petrobras devem suportar os desafios do Plano Estratégico e assim maximizar Conteúdo Local em base competitiva e sustentável, acelerando o desenvolvimento dos mercados onde atua e serem pautados pela ética e geração continuada de inovação.

3 Política de Conteúdo Local da Petrobras Direcionadores Disciplina de Capital Integração de Suprimentos Assegurar a aderência à disciplina de capital, garantindo a competitividade das contratações e reduzindo riscos logísticos e financeiros na implantação e operação de empreendimentos. Realizar a contratação de forma coordenada para os itens de utilização comum. Padronização do Conteúdo Local na Petrobras Uniformizar critérios de medição e cobrança de Conteúdo Local nas contratações da Petrobras. Fornecedores Locais Impulsionar o desenvolvimento dos mercados locais, de forma sustentável. Engenharia Nacional Privilegiar fornecimentos com desenvolvimento de engenharia local. Lacunas Tecnológicas Estimular o desenvolvimento do mercado local para superação de lacunas tecnológicas.

4 Governança do Conteúdo Local na Petrobras Aprovada pela Diretoria Executiva em 1º de Março de 2012 Presidente Diretoria Executiva Relato dos indicadores de Conteúdo Local dos projetos de investimento e operação Assessor da Presidente para PAC Assessor da Presidente para Conteúdo Local e PROMINP Constrói, direciona e ajusta visão estratégica Informações de Conteúdo Local Gerência de Conteúdo Local Gerência de Capacitação Profissional da Indústria Orientações, desdobramentos e metodologia de cálculo E&P ABAST G&E INT Informações de integração COMISSÃO DE CONTEÚDO LOCAL MAT ENG CENPES FIN Gerentes das estruturas responsáveis pelo Conteúdo Local em cada área de Negócio e Financeira Composta pelos Gerentes das estruturas responsáveis pelo Conteúdo Local em cada área, sob coordenação do Assessor da Presidente

5 6º Ciclo de Qualificação Profissional do Prominp Principais Empreendimentos que geraram vagas Refinaria Premium I I Refinaria Premium II II Modernização da Reman - O&M* (UO UO-RNCE) -Refinaria Abreu e Lima - Construção de Navios Suezmax e Plataformas (Estaleiro Atlântico Sul) 1) Belo Horizote: Modernização da REGAP 2) Uberaba: Unidade de Fertilizantes Nitrogenados V Unidade de Fertilizantes Nitrogrenados III -O&M* ( (UO ( UO-SEAL) -O&M* (RLAM e UO-BA) -O&M* (UO UO-ES) 1) Macaé: : : O&M (UO UO-BC) 2) Rio de Janeiro / Niterói i i / São Gonçalo: Comperj e Construção de Navios de Produtos Claros(estaleiro Mauá) 3) Angra dos Reis: Plataforma P-61 P 1) Porto Alegre / Canoas: Modernização da REFAP 2) Rio Grande: - 8 Cascos de FPSO replicantes - Plataformas (P-58 e P-63) P 1) Cubatão: Modernização da RPBC 2) Santos: O&M (UO-BS) 3) Grande São Paulo: Plano Diretor Dutoviário Pólo Naval de Itajaí: -Constru Construção de Navios Bunker e Barcos de Apoio Estados com Vagas no 6º 6 Ciclo do Plano Nacional de Qualificação Profissional * * O&M: Demandas para Manutenção da Operação das Unidades Operacionais

6 6º Ciclo de Qualificação Profissional do Prominp Relação das Categorias Oferecidas no Edital OM TAIFEIRO Nível Básico Nível Médio Nível Técnico Nível Superior ENG - PROFISSIONAL DE PLANEJAMENTO ENG Projetos de Engenharia ENG -DESENHISTA PROJETISTA DE ARQUITETURA NAVAL OM SALONEIRO ENG - DESENHISTA PROJETISTA DE TUBULAÇÃO ENG - DESENHISTA PROJETISTA DE ESTRUTURA NAVAL CM Construção & Montagem ENG -PROFISSIONAL DE ANÁLISE DE RISCO AMBIENTAL ENG -ENGENHEIRO PROJETISTA PARA VÁLVULAS DE APLICAÇÃO SUBMARINA OM - PINTOR INDUSTRIAL OFFSHORE ENG - DESENHISTA PROJETISTA DE TELECOMUNICAÇÃO OM -APERFEIÇOAMENTO DE MECÂNICA APLICADA A PETRÓLEO E GÁS ENG - ENGENHEIRO NAVAL OM - PINTOR INDUSTRIAL ENG - DESENHISTA PROJETISTA DE INSTRUMENTAÇÃO OM -APERFEIÇOAMENTO DE SEGURANÇA DO TRABALHO APLICADA A PETRÓLEO E GÁS ENG - ENGENHEIRO DE TUBULAÇÃO OM - MONTADOR DE ANDAIME ENG - DESENHISTA PROJETISTA DE ELÉTRICA OM - ELETRICISTA DE MANUTENÇÃO ENG - ENGENHEIRO DE ELÉTRICA OM - MECÂNICO AJUSTADOR ENG -DESENHISTA PROJETISTA DE CIVIL -ESTRUTURA ENG -ENGENHEIRO DE AUTOMAÇÃO E OM - PROJETISTA DE ESTRUTURAS METÁLICAS METÁLICA INSTRUMENTAÇÃO OM - CALDEIREIRO OFFSHORE ENG - DESENHISTA PROJETISTA DE CIVIL OM -PROJETISTA DE INSTRUMENTAÇÃO/ ENG -ENGENHEIRO CIVIL -ESTRUTURA AUTOMAÇÃO METÁLICA OM CALDEIREIRO ENG - DESENHISTA PROJETISTA DE AUTOMAÇÃO OM - PROJETISTA DE TUBULAÇÃO ENG - ENGENHEIRO CIVIL - EDIFICAÇÕES CM -ENGENHEIRO ELÉTRICO / OM - AUXILIAR DE MOVIMENTAÇÃO DE CARGA ENG - DESENHISTA PROJETISTA DE ARQUITETURA OM - PROJETISTA ELETRICISTA INSTRUMENTAÇÃO OM - AJUDANTE DE COZINHA ENG - APOIO ADMINISTRATIVO OM - TÉCNICO AMBIENTAL CM - ENGENHEIRO DE SUPRIMENTO CM - SOLDADOR DE TUBULAÇÃO NAVAL CM - TOPÓGRAFO OM - TÉCNICO DE MANUTENÇÃO CM - ENGENHEIRO DE PLANEJAMENTO CM - SOLDADOR DE TUBULAÇÃO CM - PROJETISTA OM - TÉCNICO EM PLANEJAMENTO OFFSHORE CM - ENGENHEIRO DE CAMPO - SMS CM - SOLDADOR DE ESTRUTURA NAVAL CM - INSTRUMENTISTA SISTEMAS OM -TURBOMÁQUINA COM ÊNFASE EM INSTRUMENTAÇÃO CM - SOLDADOR DE ESTRUTURA CM - INSTRUMENTISTA MONTADOR OM - TURBOMÁQUINA COM ÊNFASE EM MECÂNICA CM REVESTIDOR CM - PINTOR INDUSTRIAL CM - ELETRICISTA MONTADOR CM - ELETRICISTA FORÇA E CONTROLE CM - MONTADOR DE ANDAIME OM - TORNEIRO MECÂNICO CM MONTADOR OM -TÉCNICAS DE MEDIÇÃO DE FLUIDOS CM - MECÂNICO MONTADOR OM - TÉCNICAS DE DELINEAMENTO CM - MECÂNICO AJUSTADOR OM - PROFISSIONAL DE SUPRIMENTO CM MAÇARIQUEIRO OM - PLATAFORMISTA DE SONDAS CM LIXADOR OM - PADEIRO/ CONFEITEIRO CM - ISOLADOR OM - OPERADOR DE SONDA DE PERFURAÇÃO CM - ENCANADOR INDUSTRIAL OM - OPERADOR DE MOVIMENTAÇÃO DE CARGA CM - CURVADOR OM - INSTRUMENTISTA REPARADOR CM - CALDEIREIRO OM - DESENHISTA PROJETISTA DE ELÉTRICA - OM - COZINHEIRO - OM - ASSISTENTE DE LOGÍSTICA - OM - ALMOXARIFE DE BORDO Legenda: OM -APERFEIÇOAMENTO DE MECÂNICA APLICADA A PETRÓLEO E GÁS OM -APERFEIÇOAMENTO DE SEGURANÇA DO TRABALHO APLICADA A PETRÓLEO E GÁS CM -ENGENHEIRO DE CAMPO -QUALIDADE CM -ENGENHEIRO DE CAMPO - CONSTRUÇÃO E MONTAGEM OM Operação e Manutenção

7 6º Ciclo de Qualificação Profissional do Prominp Quantidade de Vagas Oferecidas no Edital Estados VAGAS POR NÍVEL - 6o Ciclo TOTAL BÁSICO MÉDIO/TÉCNICO SUPERIOR (Vagas) AM BA CE ES MA MG MS PE RJ RN RS SC SE SP TOTAL Bolsas auxílio: (para alunos desempregados) Nível Básico R$ 300 Nível Médio / Técnico R$ 600 Nível Superior R$ 900 Taxa de inscrição: Nível Básico R$ 25 Nível Médio / Técnico R$ 42 Nível Superior R$ 63 Inscrição de Isentos: Candidatos com NIS Número de Identificação Social (Bolsa Família)

8 6º Ciclo de Qualificação Profissional do Prominp Edital de Seleção Pública Edital de Qualificação Profissional do Prominp - 6º Ciclo É o documento que contém as regras, datas e demais informações sobre o concurso público de seleção para o 6º Ciclo de cursos gratuitos do Prominp. Lançamento amento do Edital O Edital de Seleção Pública será lançado no dia 06 de março. Vagas oferecidas Serão oferecidas vagas sendo 63% para os cursos de nível básico, 32% para os de nível médio / técnico e 5% para os de nível superior. Quem pode se candidatar Cidadãos brasileiros com, no mínimo, 18 anos e que preencham os pré-requisitos de escolaridade e experiência profissional exigidos para o curso de interesse. Período de Inscrição Os candidatos poderão realizar as inscrições entre os dias 07 de março e 12 de abril, pelo Portal do Prominp (www.prominp.com.br). Prova de Seleção A prova será realizada no dia 13 de maio. Resultado Final do Processo Seletivo O resultado será publicado no dia 06 de junho. Início das aulas As aulas terão início a partir do dia 25 de junho.

VAGAS EDITAL 5 o CICLO - POR ESTADO, CIDADE, NÍVEL E CATEGORIA PROFISSIONAL

VAGAS EDITAL 5 o CICLO - POR ESTADO, CIDADE, NÍVEL E CATEGORIA PROFISSIONAL AM MANAUS Básico CM - CALDEIREIRO 96 CM - ENCANADOR INDUSTRIAL 64 CM - LIXADOR 64 CM - MAÇARIQUEIRO 16 CM - MECÂNICO MONTADOR 48 CM - MONTADOR DE ANDAIME 64 CM - PINTOR 48 CM - SOLDADOR DE ESTRUTURA 48

Leia mais

ESTADO LOCAL DA PROVA NÍVEL CATEGORIA TOTAL LOCAL DO CURSO ALAGOAS MACEIÓ BÁSICO CM - ACOPLADOR 16 MACEIÓ CM - CALDEIREIRO 16 MACEIÓ CM - ENCANADOR

ESTADO LOCAL DA PROVA NÍVEL CATEGORIA TOTAL LOCAL DO CURSO ALAGOAS MACEIÓ BÁSICO CM - ACOPLADOR 16 MACEIÓ CM - CALDEIREIRO 16 MACEIÓ CM - ENCANADOR ALAGOAS MACEIÓ BÁSICO CM - ACOPLADOR 16 MACEIÓ CM - CALDEIREIRO 16 MACEIÓ CM - ENCANADOR 16 MACEIÓ CM - LIXADOR 32 MACEIÓ CM - SOLDADOR DE TUBULAÇÃO 16 MACEIÓ AL Total 96 AMAZONAS MANAUS BÁSICO CM - CALDEIREIRO

Leia mais

Oportunidades e desafios de qualificação profissional. III Balanço do Setor Naval e Offshore do Rio de Janeiro FIRJAN - 06/06/2014

Oportunidades e desafios de qualificação profissional. III Balanço do Setor Naval e Offshore do Rio de Janeiro FIRJAN - 06/06/2014 Oportunidades e desafios de qualificação profissional III Balanço do Setor Naval e Offshore do Rio de Janeiro FIRJAN - 06/06/2014 Petrobras Plano de Negócios 2014-2018 Inovação e Desenvolvimento Tecnológico

Leia mais

Política de Conteúdo Local - Oportunidades de Negócios para Pequenas Empresas. 19 de novembro de 2013

Política de Conteúdo Local - Oportunidades de Negócios para Pequenas Empresas. 19 de novembro de 2013 Política de Conteúdo Local - Oportunidades de Negócios para Pequenas Empresas 19 de novembro de 2013 Agenda PNG 2013-2017 Política de Conteúdo Local da Petrobras Oportunidades de Negócio Ações de Fomento

Leia mais

PROMINP FÓRUM REGIONAL DA BACIA DE CAMPOS

PROMINP FÓRUM REGIONAL DA BACIA DE CAMPOS PROMINP FÓRUM REGIONAL DA BACIA DE CAMPOS DECRETO Nº 4.925: 19 DEZEMBRO DE 2003 O PROMINP talvez seja o programa de maior envolvimento de um conjunto de empresários nacionais, para que possam, governo

Leia mais

Implantação da Refinaria Premium II: desafios e oportunidades

Implantação da Refinaria Premium II: desafios e oportunidades Implantação da Refinaria Premium II: desafios e oportunidades RAIMUNDO LUTIF Gerente Estruturação Negócio Fortaleza Ceará Fortaleza, 13 / setembro/ 2011. 1 AVISO Estas apresentações podem conter previsões

Leia mais

Projeto Gerando Futuro. Petrobras Diretoria de Gás e Energia

Projeto Gerando Futuro. Petrobras Diretoria de Gás e Energia Projeto Gerando Futuro Petrobras Diretoria de Gás e Energia Agenda Contexto do Projeto Descrição do Projeto Resultados Alcançados Contexto do Projeto O desafio da produtividade brasileira passa, dentre

Leia mais

VI FIPEN CONVÊNIO PETROBRAS SEBRAE

VI FIPEN CONVÊNIO PETROBRAS SEBRAE VI FIPEN CONVÊNIO PETROBRAS SEBRAE PETROBRAS - REGAP Contagem 19 de outubro de 2011 Iniciativas de Qualificação - PROMINP PROMINP O PROMINP (Programa de Mobilização da Indústria Nacional do Petróleo e

Leia mais

EXPLORAÇÃO & PRODUÇÃO EXPLORAÇÃO & PRODUÇÃO

EXPLORAÇÃO & PRODUÇÃO EXPLORAÇÃO & PRODUÇÃO Objetivo Maximizar a participação da indústria nacional de bens e serviços, em bases competitivas e sustentáveis, na implantação de projetos de óleo e gás no Brasil e no exterior. 1 Desafios Históricos:

Leia mais

Paulínia Petróleo, Gás e Energia. Cenários e Oportunidades do Setor de Petróleo e Gás Natural

Paulínia Petróleo, Gás e Energia. Cenários e Oportunidades do Setor de Petróleo e Gás Natural Paulínia Petróleo, Gás e Energia Como tornar-se fornecedor da cadeia produtiva Cenários e Oportunidades do Setor de Petróleo e Gás Natural Paulínia 25/out/2011 Agenda 1) O CIESP 2) PETROBRAS - Plano de

Leia mais

MISSÃO Promover a educação profissional e tecnológica, a inovação e a transferência de tecnologias industriais, contribuindo para elevar a

MISSÃO Promover a educação profissional e tecnológica, a inovação e a transferência de tecnologias industriais, contribuindo para elevar a 2014 MISSÃO Promover a educação profissional e tecnológica, a inovação e a transferência de tecnologias industriais, contribuindo para elevar a competitividade da indústria brasileira. São 165 unidades

Leia mais

Há vagas. Suplemento óleo e gás. Déficit de mão de obra

Há vagas. Suplemento óleo e gás. Déficit de mão de obra 124 Por Beatriz Dias Bueno Há vagas A falta de investimentos e de escolas especializadas na formação de profissionais do setor de petróleo e gás cobra seu preço e faz com que o mercado atual sofra com

Leia mais

Desenvolvimento de Fornecedores para o Setor Petróleo e Gás

Desenvolvimento de Fornecedores para o Setor Petróleo e Gás Desenvolvimento de Fornecedores para o Setor Petróleo e Gás Santos Offshore Alfredo Renault Santos, 10 de abril de 2014. Sumário I PERSPECTIVAS E INVESTIMENTOS DO SETOR II A CADEIA DE FORNECEDORES III

Leia mais

Resumo Executivo Projeto Gerando Futuro

Resumo Executivo Projeto Gerando Futuro Resumo Executivo Projeto Gerando Futuro Contexto O PROMINP (Programa de Mobilização da Indústria Nacional do Petróleo e Gás), concebido e coordenado no âmbito do Ministério de Minas e Energia (MME), criado

Leia mais

Indústria Naval e Offshore no Brasil

Indústria Naval e Offshore no Brasil Indústria Naval e Offshore no Brasil Agenda 1. A Política de Conteúdo Local e a Retomada da Indústria Naval no Brasil. 2. Cadeia Produtiva do Setor Naval (Navipeças). 3. Produtividade da Indústria Naval

Leia mais

SINAVAL SINDICATO NACIONAL DA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO E REPARAÇÃO NAVAL E OFFSHORE. Apresentação SINAVAL

SINAVAL SINDICATO NACIONAL DA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO E REPARAÇÃO NAVAL E OFFSHORE. Apresentação SINAVAL Apresentação SINAVAL Conteúdo Demandas a atender pela Indústria Naval nacional Recursos humanos Conteúdo local Ações institucionais SINAVAL Norte e Nordeste Visão geral dos estaleiros do Brasil Conteúdo

Leia mais

Painel 13. Desafios, Necessidades e Perspectivas na Formação e Capacitação de Recursos Humanos na Área Aeronáutica e Aquaviária.

Painel 13. Desafios, Necessidades e Perspectivas na Formação e Capacitação de Recursos Humanos na Área Aeronáutica e Aquaviária. Senado Federal AUDIÊNCIA PÚBLICA P DA COMISSÃO DE INFRAESTRUTURA Painel 13 Desafios, Necessidades e Perspectivas na Formação e Capacitação de Recursos Humanos na Área Aeronáutica e Aquaviária Luiz Felipe

Leia mais

EDITAL N.º 2 - PETROBRAS/PRSE RH 2015.1, DE 04 DE FEVEREIRO DE 2015.

EDITAL N.º 2 - PETROBRAS/PRSE RH 2015.1, DE 04 DE FEVEREIRO DE 2015. PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS PROCESSO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO PARA ESTÁGIO DE ESTUDANTES DE NÍVEL MÉDIO, TÉCNICO E SUPERIOR. EDITAL N.º 2 - PETROBRAS/PRSE RH 2015.1, DE 04 DE FEVEREIRO DE 2015.

Leia mais

O potencial do Rio Grande do Sul na indústria de Petróleo, Gás, Naval e Offshore. Comitê de Competitividade em Petróleo, Gás, Naval e Offshore

O potencial do Rio Grande do Sul na indústria de Petróleo, Gás, Naval e Offshore. Comitê de Competitividade em Petróleo, Gás, Naval e Offshore O potencial do Rio Grande do Sul na indústria de Petróleo, Gás, Naval e Offshore Comitê de Competitividade em Petróleo, Gás, Naval e Offshore Porto Alegre, 27 de julho de 2011 Panorama Brasileiro Novo

Leia mais

Inserção competitiva e sustentável de micro e pequenas empresas na cadeia produtiva do petróleo, gás e energia.

Inserção competitiva e sustentável de micro e pequenas empresas na cadeia produtiva do petróleo, gás e energia. CONVÊNIO Convênio PETROBRAS Petrobras X / SEBRAE Sebrae Inserção competitiva e sustentável de micro e pequenas empresas na cadeia produtiva do petróleo, gás e energia. Lançamento dos Fóruns Regionais do

Leia mais

Projetos Atuais e Futuros da CAIXA RS junto ao mercado Naval e Portuário. Porto Alegre, agosto de 2010.

Projetos Atuais e Futuros da CAIXA RS junto ao mercado Naval e Portuário. Porto Alegre, agosto de 2010. Projetos Atuais e Futuros da CAIXA RS junto ao mercado Naval e Portuário Porto Alegre, agosto de 2010. APOIO AO Polo Naval - Rio Grande Atuação integrada do Governo, por meio da SEINFRA e SEDAI, voltada

Leia mais

Rodrigo Matos Huet de Bacellar Superintendente Área de Insumos Básicos Junho / 2014

Rodrigo Matos Huet de Bacellar Superintendente Área de Insumos Básicos Junho / 2014 Os Desafios do Pré-Sal: Riscos e Oportunidades para o País As Políticas Industrial e de Inovação no setor de Petróleo e Gás Rodrigo Matos Huet de Bacellar Superintendente Área de Insumos Básicos Junho

Leia mais

Petrobras aprova Plano de Negócios 2010-2014

Petrobras aprova Plano de Negócios 2010-2014 1 Petrobras aprova Plano de Negócios 2010-2014 O Conselho de Administração aprovou o Plano de Negócios 2010-2014, com investimentos totais de US$ 224 bilhões, representando a média de US$ 44,8 bilhões

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS DA PETROBRAS PROJETOS DA BACIA DE SANTOS. José Luiz Marcusso E&P / UN-BS. São Paulo, 11 de maio de 2010

PLANO DE NEGÓCIOS DA PETROBRAS PROJETOS DA BACIA DE SANTOS. José Luiz Marcusso E&P / UN-BS. São Paulo, 11 de maio de 2010 PLANO DE NEGÓCIOS DA PETROBRAS PROJETOS DA BACIA DE SANTOS José Luiz Marcusso E&P / UN-BS São Paulo, 11 de maio de 2010 1 1 AVISO As apresentações podem conter previsões acerca de eventos futuros. Tais

Leia mais

Clipping, Segunda-feira, 04 de Janeiro de 2010 Jornal do Commercio PE (28/12/09) - online Porto Gente (04/01/10) online

Clipping, Segunda-feira, 04 de Janeiro de 2010 Jornal do Commercio PE (28/12/09) - online Porto Gente (04/01/10) online Clipping, Segunda-feira, 04 de Janeiro de 2010 Jornal do Commercio PE (28/12/09) - online Porto Gente (04/01/10) online Pernambuco Na indústria, mais demanda por trabalho Texto publicado em 28 de Dezembro

Leia mais

PODE SER CLASSIFICADA EM TRÊS GRANDES SEGMENTOS CONSTRUÇÃO PESADA MONTAGENS INDUSTRIAIS E EXTRAÇÃO MINERAL MILHÕES

PODE SER CLASSIFICADA EM TRÊS GRANDES SEGMENTOS CONSTRUÇÃO PESADA MONTAGENS INDUSTRIAIS E EXTRAÇÃO MINERAL MILHÕES A CONSTRUÇÃO CIVIL PODE SER CLASSIFICADA EM TRÊS GRANDES SEGMENTOS CONSTRUÇÃO PESADA MONTAGENS INDUSTRIAIS E EXTRAÇÃO MINERAL EDIFICAÇÕES INDUSTRIAIS, COMERCIAIS E RESIDENCIAIS CONSTRUÇÃO CIVIL É UM DOS

Leia mais

Vocação para ser líder.

Vocação para ser líder. Vocação para ser líder. Pioneirismo, tradição e inovação: o caminho certo para a liderança. A NM Engenharia preserva uma história de sucesso. Há mais de três décadas, a empresa deu início a suas atividades

Leia mais

Painel I: Os investimentos necessários para seguirmos crescendo

Painel I: Os investimentos necessários para seguirmos crescendo Painel I: Os investimentos necessários para seguirmos crescendo José Sergio Gabrielli de Azevedo Presidente da Petrobras São Paulo, 24 de novembro de 2010 1 Plano de Negócios 2010-2014 Grandes Oportunidades

Leia mais

Odebrecht Mobilidade: mais investimentos em transporte público

Odebrecht Mobilidade: mais investimentos em transporte público nº 345 novembro 2014 Odebrecht Mobilidade: mais investimentos em transporte público Odebrecht 70 anos: histórico e perspectivas em Óleo e Gás Foz Saneatins passa a se chamar Odebrecht Ambiental Saneatins

Leia mais

PROMINP Programa de Mobilizaçã. Pernambuco 28 de Novembro de 2005 (parte 2)

PROMINP Programa de Mobilizaçã. Pernambuco 28 de Novembro de 2005 (parte 2) PROMINP Programa de Mobilizaçã ção o da Indústria Nacional de Petróleo e Gás G s Natural Pernambuco 28 de Novembro de 2005 (parte 2) Resultados do Programa ABAST E&P GE&TD IND P&G TM Metodologia de Criação

Leia mais

APLs como Estratégia de Desenvolvimento: Inovação e conhecimento. CNI e o Projeto de APLs Petróleo e Gás

APLs como Estratégia de Desenvolvimento: Inovação e conhecimento. CNI e o Projeto de APLs Petróleo e Gás APLs como Estratégia de Desenvolvimento: Inovação e conhecimento CNI e o Projeto de APLs Petróleo e Gás Dezembro 2013 Tópicos Cenário P&G Rede de Núcleos de P&G - CNI e Federações Desenvolvimento de APLs

Leia mais

Gerenciamento de Alarmes e Sistemas de Auxílio à Operação de Processos Industriais

Gerenciamento de Alarmes e Sistemas de Auxílio à Operação de Processos Industriais Gerenciamento de Alarmes e Sistemas de Auxílio à Operação de Processos Industriais Apresentadores: Luiz Affonso Guedes e Gustavo Leitão Instituições/empresas: UFRN e Logique Sistemas Equipe UFRN Laboratório

Leia mais

SINDICATO NACIONAL DA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO E REPARAÇÃO NAVAL E OFFSHORE Resultados da Indústria da Construção Naval Brasileira 2010

SINDICATO NACIONAL DA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO E REPARAÇÃO NAVAL E OFFSHORE Resultados da Indústria da Construção Naval Brasileira 2010 1 Carteiras de encomendas dos estaleiros brasileiros 2010 Obras em andamento Carteiras de encomendas dos estaleiros RJ Empreendimentos TPB Particip. % Rio de Janeiro EISA 26 1.276.600 Rio Nave 2 3.000

Leia mais

PROGRAMAS PARA CONSOLIDAR E EXPANDIR A LIDERANÇA PETRÓLEO, GÁS NATURAL E PETROQUÍMICA

PROGRAMAS PARA CONSOLIDAR E EXPANDIR A LIDERANÇA PETRÓLEO, GÁS NATURAL E PETROQUÍMICA Programas para consolidar e expandir a liderança PROGRAMAS PARA CONSOLIDAR E EXPANDIR A LIDERANÇA PETRÓLEO, GÁS NATURAL E PETROQUÍMICA 1 Petróleo, Gás Natural e Petroquímica Estratégias: liderança mundial

Leia mais

ÍNDICE EDITAL Nº 04/2007 - PROMINP

ÍNDICE EDITAL Nº 04/2007 - PROMINP ÍNDICE EDITAL Nº 04/2007 - PROMINP 1 - DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 3 2 - DAS VAGAS OFERTADAS AOS ALUNOS-EMPRESA (INCLUINDO AS RESERVADAS AOS PORTADORES DE NECESSIDADES ESPECIAIS) 3 3 - DOS REQUISITOS

Leia mais

8ª Feira da Metalmecânica, Energia e Automação MEC SHOW 2015. Operações da Petrobras no ES: Oportunidades para o Mercado Local

8ª Feira da Metalmecânica, Energia e Automação MEC SHOW 2015. Operações da Petrobras no ES: Oportunidades para o Mercado Local 8ª Feira da Metalmecânica, Energia e Automação MEC SHOW 2015 Operações da Petrobras no ES: Oportunidades para o Mercado Local José Luiz Marcusso Vitória, 28 de Julho de 2015 PRINCIPAIS PROJETOS DE PRODUÇÃO

Leia mais

10º BALANÇO. Janeiro a Abril de 2010

10º BALANÇO. Janeiro a Abril de 2010 10º BALANÇO Janeiro a Abril de 2010 RESULTADOS DO PAC 70,7% dos recursos previstos até 2010 realizados R$ 463,9 bilhões 46,1% das ações concluídas R$ 302,5 bilhões AÇÕES Logística, Energia e Social e Urbano

Leia mais

Portal de Negócios do GRUPO PETROBRAS

Portal de Negócios do GRUPO PETROBRAS Portal de Negócios do GRUPO PETROBRAS MT-213-00100-36 Junho/2013 Petronect Composição da Empresa Portal de uso exclusivo do Grupo Petrobras 2 Petronect Portal de Negócios do GRUPO PETROBRAS Portal de Cadastro

Leia mais

APRESENTAÇÃO DA EMPRESA HEMIR

APRESENTAÇÃO DA EMPRESA HEMIR APRESENTAÇÃO DA EMPRESA HEMIR QUEM SOMOS Somos uma empresa de Montagem Industrial e Manutenção, especializada em isolamento térmico e acústico, sistemas de acomodações e refrigeração, envolvendo projeto

Leia mais

Isaias Quaresma Masetti. Gerente Geral de Desenvolvimento e Inovação Tecnológica masetti@petrobras.com.br

Isaias Quaresma Masetti. Gerente Geral de Desenvolvimento e Inovação Tecnológica masetti@petrobras.com.br Inovação Tecnológica Frente aos Desafios da Indústria Naval Brasileira Isaias Quaresma Masetti Gerente Geral de Desenvolvimento e Inovação Tecnológica masetti@petrobras.com.br ... O maior obstáculo à indústria

Leia mais

Willis Latin American Energy Conference

Willis Latin American Energy Conference Willis Latin American Energy Conference Planejamento Financeiro e Gestão de Riscos outubro 2012 Cátia Diniz Gerente Setorial de Seguros Internacionais Estas apresentações podem conter previsões acerca

Leia mais

EDITAL SG/MPU N.º 27, DE 2 DE OUTUBRO DE 2007.

EDITAL SG/MPU N.º 27, DE 2 DE OUTUBRO DE 2007. VA PUBLICADO NO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO DE 4/10/2007, SEÇÃO 3, PÁG.. EDITAL SG/MPU N.º 27, DE 2 DE OUTUBRO DE 2007. Divulgar a distribuição de vagas do Concurso Público para provimento de cargos e formação

Leia mais

OPORTUNIDADES NO ESPÍRITO SANTO

OPORTUNIDADES NO ESPÍRITO SANTO OPORTUNIDADES NO ESPÍRITO SANTO Seminário A competitividade do comércio exterior capixaba: infraestrutura logística e controle aduaneiro Cristina Vellozo Santos Subsecretária de Estado de Desenvolvimento

Leia mais

COOPERAÇÃO PROMINP (Comitê Setorial de Abastecimento) ANDP na PROPOSTA PROJETO PILOTO. Novembro 2010

COOPERAÇÃO PROMINP (Comitê Setorial de Abastecimento) ANDP na PROPOSTA PROJETO PILOTO. Novembro 2010 COOPERAÇÃO PROMINP (Comitê Setorial de Abastecimento) ANDP na PROPOSTA PROJETO PILOTO Novembro 2010 O que éa ANDP A ANDP é uma sociedade civil, com personalidade jurídica de direito privado, sem fins lucrativos,

Leia mais

INDÚSTRIA NAVAL NO BRASIL

INDÚSTRIA NAVAL NO BRASIL INDÚSTRIA NAVAL NO BRASIL DÉCADA DE 70 E 80 O BRASIL CHEGOU A SER O 2º PRODUTOR MUNDIAL DE EMBARCAÇÕES EMPREGAVA 40 MIL TRABALHADORES DIRETOS E CERCA DE 160 MIL INDIRETOS DÉCADA DE 90 Abertura indiscriminada

Leia mais

Programa Plataformas Tecnológicas PLATEC ONSHORE. Workshop Tecnológico Sondas de Perfuração Onshore FIEBE Salvador/BA 31 de julho de 2012

Programa Plataformas Tecnológicas PLATEC ONSHORE. Workshop Tecnológico Sondas de Perfuração Onshore FIEBE Salvador/BA 31 de julho de 2012 Programa Plataformas Tecnológicas PLATEC ONSHORE Workshop Tecnológico Sondas de Perfuração Onshore FIEBE Salvador/BA 31 de julho de 2012 PLATEC - CONCEITUAL Plataformas Tecnológicas É uma base de conhecimentos

Leia mais

Resolução nº 089/CONSUNI/2012 (MG) 10. Ciências Contábeis Resolução nº 105/CONSUNI/2009. Resolução nº 103/CONSUNI/2009 (MG) 45

Resolução nº 089/CONSUNI/2012 (MG) 10. Ciências Contábeis Resolução nº 105/CONSUNI/2009. Resolução nº 103/CONSUNI/2009 (MG) 45 Edital A Universidade Estácio de Sá faz saber que estarão abertas, no período de 10 de Novembro à 25 de Março de 2015, as inscrições para os Processos Seletivos Agendados e Processos de Seleção destinados

Leia mais

Workshop Sistema Indústria Núcleos de Petróleo e Gás nos Estados

Workshop Sistema Indústria Núcleos de Petróleo e Gás nos Estados Workshop Sistema Indústria Núcleos de Petróleo e Gás nos Estados Maurício Reis Santos AIB/DECAPEG Área de Insumos Básicos Departamento da Cadeia Produtiva de Petróleo e Gás DEMANDA POR PETRÓLEO: aumento

Leia mais

Portal de Negócios do GRUPO PETROBRAS. Agilizando o fluxo comercial, integrando sistemas SAP na Petronect

Portal de Negócios do GRUPO PETROBRAS. Agilizando o fluxo comercial, integrando sistemas SAP na Petronect Portal de Negócios do GRUPO PETROBRAS Agilizando o fluxo comercial, integrando sistemas SAP na Petronect Fevereiro / 2014 2 Petronect >> Composição da Empresa Portal de uso exclusivo do Grupo Petrobras

Leia mais

Ana Lúcia Vitale Torkomian. Secretária Adjunta de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação do Ministério da Ciência e Tecnologia

Ana Lúcia Vitale Torkomian. Secretária Adjunta de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação do Ministério da Ciência e Tecnologia Sessão Plenária 5: Programas Nacionais de Estímulo e Apoio às Incubadoras de Empresas e Parques Tecnológicos Ana Lúcia Vitale Torkomian Secretária Adjunta de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação do Ministério

Leia mais

Terceiro nível Quarto nível Quinto nível

Terceiro nível Quarto nível Quinto nível SEMINÁRIO JURÍDICO-FISCAL E WORKSHOP TÉCNICO DA 4 a RODADA DE LICITAÇÕES DA ANP CAPACIDADE Clique para editar NACIONAL os estilos do texto DA mestre CADEIA Segundo DE nível SUPRIMENTO PARA PETRÓLEO E GÁS

Leia mais

Contribuição para o Aperfeiçoamento de uma Política para a Indústria Naval e a Marinha Mercante

Contribuição para o Aperfeiçoamento de uma Política para a Indústria Naval e a Marinha Mercante Contribuição para o Aperfeiçoamento de uma Política para a Indústria Naval e a Marinha Mercante NOVAS CONSTRUÇÕES Eng. Agenor C. Junqueira Leite Presidente Trabalhos Publicados -Política Governamental

Leia mais

Ata da 2ª Reunião do Comitê de Petróleo e Gás do Sistema FIESC

Ata da 2ª Reunião do Comitê de Petróleo e Gás do Sistema FIESC Ata da 2ª Reunião do Comitê de Petróleo e Gás do Sistema FIESC Data: 18/04/2013 Horário: 14 às 17h30 Local: Sede do Sistema FIESC Objetivo do Comitê de Petróleo e Gás do Sistema FIESC: Incrementar e Promover

Leia mais

CODIN COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO INDUSTRIAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

CODIN COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO INDUSTRIAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CODIN COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO INDUSTRIAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Panorama da Indústria Naval e Offshore 26.03.2013 Indústria Naval Brasileira Source: SINAVAL RIO GRANDE DO SUL EBR Estaleiros do

Leia mais

Sistema Indústria. 28 Áreas de atuação 730 Unidades de Operação 4 Milhões de matrícula/ano (2014), mais de 57 milhões de alunos capacitados

Sistema Indústria. 28 Áreas de atuação 730 Unidades de Operação 4 Milhões de matrícula/ano (2014), mais de 57 milhões de alunos capacitados Sistema Indústria CNI 27 Federações de Indústrias 1.136 Sindicatos Associados 622.874 Indústrias SENAI SESI IEL 28 Áreas de atuação 730 Unidades de Operação 4 Milhões de matrícula/ano (2014), mais de 57

Leia mais

ÍNDICE EDITAL Nº 01/2006 - PROMINP

ÍNDICE EDITAL Nº 01/2006 - PROMINP Página 2 ÍNDICE EDITAL Nº 01/2006 - PROMINP 1 - DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 4 2 - DAS VAGAS OFERTADAS AOS ALUNOS-PÚBLICOS (INCLUINDO AS RESERVADAS AOS PORTADORES DE NECESSIDADES ESPECIAIS) 4 3 - DOS REQUISITOS

Leia mais

Oportunidades Tecnológicas na Indústria Naval e Offshore

Oportunidades Tecnológicas na Indústria Naval e Offshore Oportunidades Tecnológicas na Indústria Naval e Offshore Conselho Estadual de Petróleo e Gás Natural do Estado de São Paulo - CEPG Workshop Desenvolvimento da Cadeia de Fornecedores 25/10/1011 Luis Mendonça

Leia mais

Polo Produtivo 2 de Julho

Polo Produtivo 2 de Julho Polo Produtivo 2 de Julho Cadeia de Óleo & Gás offshore, onshore e Indústria Naval Recôncavo - Bahia Apoio: OBJETIVO Implantação de um complexo Industrial para atender a crescente demanda da Indústria

Leia mais

Conselho de Administração do EEP e acionistas em dois momentos. No alto, em encontro com o Sr. Norberto Odebrecht durante a oficialização de parceria

Conselho de Administração do EEP e acionistas em dois momentos. No alto, em encontro com o Sr. Norberto Odebrecht durante a oficialização de parceria Conselho de Administração do EEP e acionistas em dois momentos. No alto, em encontro com o Sr. Norberto Odebrecht durante a oficialização de parceria tecnológica com a Kawasaki na sede da Odebrecht S.A.

Leia mais

Agentes Governamentais. Indústria Nacional. Operadoras de P&G

Agentes Governamentais. Indústria Nacional. Operadoras de P&G Agentes Governamentais Indústria Nacional Operadoras de P&G Missão Promover a maximização dos benefícios decorrentes da expansão da indústria petrolífera para toda a sociedade brasileira Estimular novos

Leia mais

Portal de Negócios do GRUPO PETROBRAS. MT-213-00100-1 Abril / 2011

Portal de Negócios do GRUPO PETROBRAS. MT-213-00100-1 Abril / 2011 Portal de Negócios do GRUPO PETROBRAS MT-213-00100-1 Abril / 2011 Petronect Composição da Empresa Portal de uso exclusivo do Grupo Petrobras Petronect Portal de Negócios do GRUPO PETROBRAS Operação Portal

Leia mais

Oportunidades para a cadeia de suprimentos em E&P

Oportunidades para a cadeia de suprimentos em E&P Oportunidades para a cadeia de suprimentos em E&P Seminário BNDES: Desenvolvimento da cadeia de fornecedores de petróleo e gás Guilherme Estrella Diretor de E&P Rio Rio de de Janeiro, 1º 1º de de setembro

Leia mais

Plano Estratégico Petrobras 2030 e Plano de Negócios e Gestão 2014 2018

Plano Estratégico Petrobras 2030 e Plano de Negócios e Gestão 2014 2018 Plano Estratégico Petrobras 2030 e Plano de Negócios e Gestão 2014 2018 A Petrobras comunica que seu Conselho de Administração aprovou o Plano Estratégico Petrobras 2030 (PE 2030) e o Plano de Negócios

Leia mais

1. Informações Institucionais

1. Informações Institucionais 1. Informações Institucionais Nossa Empresa Líder mundial em eventos de negócios e consumo, a Reed Exhibitions atua na criação de contatos, conteúdo e comunidades com o poder de transformar negócios Números

Leia mais

Excelência em Gestão. PETROBRAS - Abastecimento

Excelência em Gestão. PETROBRAS - Abastecimento Excelência em Gestão PETROBRAS - Abastecimento Programação Visão Geral da Companhia A construção de um novo Modelo de Gestão Práticas de Gestão para a Excelência Resultados Visão Geral da Companhia Panorama

Leia mais

INDÚSTRIA NAVAL BRASILEIRA

INDÚSTRIA NAVAL BRASILEIRA UM NOVO MOMENTO DA INDÚSTRIA NAVAL BRASILEIRA ENSEADA. A QUALIDADE, A PRODUTIVIDADE E A TECNOLOGIA DOS MELHORES ESTALEIROS DO MUNDO AGORA NO BRASIL Resultado da associação entre Odebrecht, OAS, UTC e Kawasaki,

Leia mais

PLATEC FPSO. 1º WORKSHOP TECNOLÓGICO Campinas 24 e 25/04/2012. Floating Production Storage and Offloading. Realização: Apoio:

PLATEC FPSO. 1º WORKSHOP TECNOLÓGICO Campinas 24 e 25/04/2012. Floating Production Storage and Offloading. Realização: Apoio: Floating Production Storage and Offloading 1º WORKSHOP TECNOLÓGICO Campinas 24 e 25/04/2012 Realização: Apoio: Brasil - mundo Demanda brasileira nos estaleiros do mundo PLATEC FPSO 2 Plataformas Tecnológicas

Leia mais

ACOMPANHAMENTO DAS CONVOCAÇÕES

ACOMPANHAMENTO DAS CONVOCAÇÕES ACOMPANHAMENTO DAS CONVOCAÇÕES PROFISSIONAL JÚNIOR ADMINISTRAÇÃO NACIONAL 57ª PROFISSIONAL JÚNIOR ADMINISTRAÇÃO NACIONAL PNE * PROFISSIONAL JÚNIOR ANALISTA DE SISTEMAS - ÊNFASE EM DESENVOLVIMENTO EM ERP

Leia mais

Ajustar, reparar e instalar peças e equipamentos em conjuntos mecânicos e dispositivos de usinagem e controle de precisão.

Ajustar, reparar e instalar peças e equipamentos em conjuntos mecânicos e dispositivos de usinagem e controle de precisão. CatÁlogo de cursos Eixo tecnológico - Controle e Processos Industriais Ajustador Mecânico Ajustar, reparar e instalar peças e equipamentos em conjuntos mecânicos e dispositivos de usinagem e controle de

Leia mais

http://www.portaldaindustria.com.br/senai/iniciativas/programas/educacao-a-distancia/2012/09/1,5682/novos-cursos.html

http://www.portaldaindustria.com.br/senai/iniciativas/programas/educacao-a-distancia/2012/09/1,5682/novos-cursos.html www.cni.org.br http://www.portaldaindustria.com.br/senai/iniciativas/programas/educacao-a-distancia/2012/09/1,5682/novos-cursos.html Novos Cursos O SENAI criou 40 novos cursos a distância, sendo 10 cursos

Leia mais

Programa SENAI de apoio à competitividade da indústria brasileira

Programa SENAI de apoio à competitividade da indústria brasileira Programa SENAI de apoio à competitividade da indústria brasileira Ações MEI Políticas de caráter horizontal (incentivos fiscais, crédito, melhoria de marcos regulatórios); Políticas para setores estratégicos;

Leia mais

EXEMPLAR DE ASSINANTE DA IMPRENSA NACIONAL

EXEMPLAR DE ASSINANTE DA IMPRENSA NACIONAL EDIÇÃO EXTRA ISSN 1677-7042... Sumário Seção 1 Seção 1 Atos do Poder Legislativo LEI N o 13.053, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2014 Ano CLI N o - 242-A Brasília - DF, segunda-feira, 15 de dezembro de 2014 Altera

Leia mais

Apresentação ao Comitê Diretivo. 27 de outubro de 2004

Apresentação ao Comitê Diretivo. 27 de outubro de 2004 Apresentação ao Comitê Diretivo 27 de outubro de 2004 PROMINP Linha do Tempo 2003 Abr - Dez Etapa Zero: Concepção do Programa 1º Ciclo: Diagnóstico da Indústria 2004 Jan - Out 2º Ciclo: METAS INDICADORES

Leia mais

El desarrollo del galvanizado general em Brasil em los últimos 5 años. Ulysses Nunes, Mangels - Brasil

El desarrollo del galvanizado general em Brasil em los últimos 5 años. Ulysses Nunes, Mangels - Brasil El desarrollo del galvanizado general em Brasil em los últimos 5 años Ulysses Nunes, Mangels - Brasil Mercado Galvanização Mercado Galvanização Mercado Galvanização Mercado Galvanização Desenvolvimento

Leia mais

A INDÚSTRIA DE PETRÓLEO & GÁS NO ESTADO DO RJ. CAMPUS 2014 Brésil Internacional

A INDÚSTRIA DE PETRÓLEO & GÁS NO ESTADO DO RJ. CAMPUS 2014 Brésil Internacional A INDÚSTRIA DE PETRÓLEO & GÁS NO ESTADO DO RJ CAMPUS 2014 Brésil Internacional Agenda PetróleoeGásNaturalnoBrasileRiodeJaneiro Situação da Indústria Naval Sistema FIRJAN: Soluções para Indústria de P&G

Leia mais

Institutos SENAI de Tecnologia e Inovação

Institutos SENAI de Tecnologia e Inovação Institutos SENAI de Tecnologia e Inovação AS INDÚSTRIAS NECESSITAM IN O VAR PARA SEREM MAIS COMPETITIVAS + Educação Tecnologia + Inovação = Competitividade INSTITUTOS SENAI DE TECNOLOGIA (60) MA Construção

Leia mais

14 ENCONTRO INTERNACIONAL DE ENERGIA Painel: Oportunidades para o setor privado: do poço à chama EIC

14 ENCONTRO INTERNACIONAL DE ENERGIA Painel: Oportunidades para o setor privado: do poço à chama EIC 14 ENCONTRO INTERNACIONAL DE ENERGIA Painel: Oportunidades para o setor privado: do poço à chama EIC Clarisse Rocha Regional Manager South America Energy Industries Council Ago/013 Agenda O EIC Oportunidades

Leia mais

Unidades de negócio 55 Postos de serviços 7132 Exploração de petróleo 59 sondas, sendo 49 marítimas 9,8 bilhões de barris de óleo e gás equivalentes

Unidades de negócio 55 Postos de serviços 7132 Exploração de petróleo 59 sondas, sendo 49 marítimas 9,8 bilhões de barris de óleo e gás equivalentes UNIVERSIDADES CORPORATIVAS: UM ESTUDO DE CASO Murillo César de Mello Brandão PETROBRAS/UC Jorge Luiz Pereira Borges PETROBRAS/UC Martius V. Rodriguez y Rodriguez PETROBRAS/UC RESUMO Dentro de um ambiente

Leia mais

EDITAL FACIT/SEBRAE/ENDEAVOR N.º 001/2012 PROCESSO SELETIVO DE ACADÊMICOS PARA O CURSO DE EXTENSÃO EM EMPREENDEDORISMO: PROGRAMA BOTA PRA FAZER

EDITAL FACIT/SEBRAE/ENDEAVOR N.º 001/2012 PROCESSO SELETIVO DE ACADÊMICOS PARA O CURSO DE EXTENSÃO EM EMPREENDEDORISMO: PROGRAMA BOTA PRA FAZER EDITAL FACIT/SEBRAE/ENDEAVOR N.º 001/2012 PROCESSO SELETIVO DE ACADÊMICOS PARA O CURSO DE EXTENSÃO EM EMPREENDEDORISMO: PROGRAMA BOTA PRA FAZER A Faculdade de Ciência e Tecnologia de Montes Claros FACIT,

Leia mais

Usina Hidrelétrica de Belo Monte

Usina Hidrelétrica de Belo Monte Usina Hidrelétrica de Belo Monte PA Ao dar continuidade ao maior programa de infraestrutura do Brasil desde a redemocratização, o Governo Federal assumiu o compromisso de implantar um novo modelo de desenvolvimento

Leia mais

Com este propósito, estamos apresentando o Programa de Treinamento a Clientes 2012.

Com este propósito, estamos apresentando o Programa de Treinamento a Clientes 2012. DEPARTAMENTO DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA PROGRAMA DE TREINAMENTO A CLIENTES 2012 Caro cliente, Você tem acompanhado o compromisso da Marcopolo em oportunizar treinamentos para a capacitação e o aperfeiçoamento

Leia mais

BAIXADA SANTISTA Experiência (Em Meses)

BAIXADA SANTISTA Experiência (Em Meses) Setor da Economia Qtde Vagas Ocupação Regime de Contratação Local de Trabalho Escolaridade 1 Promotor de vendas Bertioga Médio 1 Funileiro de veículos (reparação) Bertioga Construção Civil 2 Eletricista

Leia mais

EDITAL Nº 02/2006 - PROMINP

EDITAL Nº 02/2006 - PROMINP EDITAL Nº 02/2006 - PROMINP 1 - DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 4 2 - DAS VAGAS DESTINADAS AOS ALUNOS-EMPRESAS 4 3 - DOS REQUISITOS BÁSICOS EXIGIDOS PARA ADMISSÃO NOS CURSOS 4 4 - DO RECOLHIMENTO DA TAXA

Leia mais

Pré-sal, Desenvolvimento Industrial e Inovação

Pré-sal, Desenvolvimento Industrial e Inovação Pré-sal, Desenvolvimento Industrial e Inovação André Tosi Furtado Departamento de Política Científica e Tecnológica Instituto de Geociências UNICAMP VIII Congresso Brasileiro de Planejamento Energético

Leia mais

Desenvolvimento de Competências Alinhadas com as Estratégias Empresariais: O caso Petrobras

Desenvolvimento de Competências Alinhadas com as Estratégias Empresariais: O caso Petrobras Desenvolvimento de Competências Alinhadas com as Estratégias Empresariais: O caso Petrobras Sumário A Petrobras Os Desafios O Alinhamento Estratégico - Gestão por Competências - A Concepção da Universidade

Leia mais

FEDERAÇÃO ÚNICA DOS PETROLEIROS

FEDERAÇÃO ÚNICA DOS PETROLEIROS 1 A emancipação dos trabalhadores será obra dos próprios trabalhadores PAUTA POLÍTICA DA EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS Karl Marx Iniciamos nossa pauta unificada de reivindicações com a apresentação da proposta

Leia mais

Certificação de Conteúdo Local Serviços de Petróleo e Gás

Certificação de Conteúdo Local Serviços de Petróleo e Gás Certificação de Conteúdo Local Serviços de Petróleo e Gás O que é? Conteúdo Local é a relação entre o valor dos bens produzidos e serviços prestados no país para executar o contrato e o valor total dos

Leia mais

O Marco Regulatório do Pré-Sal e a Cadeia Produtiva da Industria: Desafios e Oportunidades

O Marco Regulatório do Pré-Sal e a Cadeia Produtiva da Industria: Desafios e Oportunidades O Marco Regulatório do Pré-Sal e a Cadeia Produtiva da Industria: Desafios e Oportunidades Construção de uma Política Industrial Setorial Eloi Fernández y Fernández Diretor Geral ONIP Brasilia, 3 de outubro

Leia mais

Pré-Sal e Oportunidades para o Litoral Paulista

Pré-Sal e Oportunidades para o Litoral Paulista Pré-Sal e Oportunidades para o Litoral Paulista José Luiz Marcusso Gerente Geral da Unidade de Operações de Exploração e Produção da Bacia de Santos São Paulo, 25 de outubro de 2011 Descobertas de óleo

Leia mais

Brasil. 1º Congresso de Engenheiros da Língua Portuguesa

Brasil. 1º Congresso de Engenheiros da Língua Portuguesa Brasil 1º Congresso de Engenheiros da Língua Portuguesa Maurício Muniz Secretário do Programa de Aceleração do Crescimento SEPAC Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão PAC PROGRAMA DE ACELERAÇÃO

Leia mais

POLOS DE INOVAÇÃO Institutos Federais Brasília, junho de 2013

POLOS DE INOVAÇÃO Institutos Federais Brasília, junho de 2013 Ministério da Educação POLOS DE INOVAÇÃO Institutos Federais Brasília, junho de 2013 ATIVIDADE ECONÔMICA (organizações empresariais e comunitárias) IMPACTOS: PD&I Aumento da competitividade industrial

Leia mais

COMO SER FORNECEDOR PETROBRAS. Clovis Francisco de Paula Filho André Costa Reis

COMO SER FORNECEDOR PETROBRAS. Clovis Francisco de Paula Filho André Costa Reis COMO SER FORNECEDOR PETROBRAS Clovis Francisco de Paula Filho André Costa Reis GERÊNCIA - MATERIAIS/CDBS Plano Estratégico PETROBRAS Missão Atuar de forma segura e rentável, com responsabilidade social

Leia mais

Luciano Coutinho Presidente

Luciano Coutinho Presidente O papeldo BNDES napromoçãodo desenvolvimento econômico e social do Brasil IV Fórum Internacional de comunicação e sustentabilidade Brasília, 26 de maio de 2011 Luciano Coutinho Presidente O Brasil ingressa

Leia mais

Panel I - Formación e innovación para la mejora de la productividad y la competitividad. 42ª Reunión de la Comisión Técnica (OIT/Cinterfor)

Panel I - Formación e innovación para la mejora de la productividad y la competitividad. 42ª Reunión de la Comisión Técnica (OIT/Cinterfor) Panel I - Formación e innovación para la mejora de la productividad y la competitividad 42ª Reunión de la Comisión Técnica (OIT/Cinterfor) Principais obstáculos à ampliação da produtividade do trabalho

Leia mais

ANEXO II - QUADRO DE CAPTURA DE DEMANDA - PRONATEC-PBM DESCRIÇÃO DO CURSO TIPO DE CURSO

ANEXO II - QUADRO DE CAPTURA DE DEMANDA - PRONATEC-PBM DESCRIÇÃO DO CURSO TIPO DE CURSO ANEXO II - QUADRO DE CAPTURA DE DEMANDA - PRONATEC-PBM Guia Pronatec de Cursos FIC: http://pronatec.mec.gov.br/fic Catálogo Nacional de Cursos Técnicos: http://pronatec.mec.gov.br/cnct (FIC ou Técnico)

Leia mais

Augusto Mendonça Presidente

Augusto Mendonça Presidente Augusto Mendonça Presidente Quem somos SINAVAL - Sindicato Nacional da Indústria da Construção e Reparação Naval e Offshore O SINAVAL é a instituição que representa os estaleiros do setor Naval e Offshore

Leia mais

Programa SENAI de apoio à competitividade da indústria brasileira

Programa SENAI de apoio à competitividade da indústria brasileira Programa SENAI de apoio à competitividade da indústria brasileira Energia Ambiente Mobilidade Saúde Segurança Comunicações O SENAI E SUA CAPACIDADE ATUAL DE ATENDIMENTO O SENAI é a maior rede privada

Leia mais

Com este propósito, estamos apresentando o Programa de Treinamento a Clientes 2013.

Com este propósito, estamos apresentando o Programa de Treinamento a Clientes 2013. DEPARTAMENTO DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA PROGRAMA DE TREINAMENTO A CLIENTES 2013 Caro cliente, Você tem acompanhado o compromisso da Marcopolo em oportunizar treinamentos para a capacitação e o aperfeiçoamento

Leia mais

PLATEC PLATAFORMAS TECNOLÓGICAS PLATEC FPSO automação e instrumentação do top side

PLATEC PLATAFORMAS TECNOLÓGICAS PLATEC FPSO automação e instrumentação do top side Programa de Desenvolvimento de Fornecedores para o Setor de Óleo e Gás - MULTIFOR PLATEC PLATAFORMAS TECNOLÓGICAS PLATEC FPSO automação e instrumentação do top side São Paulo - 16/10/2013 ONIP - MULTIFOR

Leia mais

Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa em Engenharia

Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa em Engenharia Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa em Engenharia Pós-Graduação Stricto Sensu Pós-Graduação Lato Sensu Extensão Graduação Diagnósticos Tecnológicos Soluções de Problemas Empresariais

Leia mais