PREFEITURA MUNICIPAL DE UTINGA C.N.P.J / Rua 15 de Novembro, 08 Centro, CEP Utinga - BA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PREFEITURA MUNICIPAL DE UTINGA C.N.P.J / Rua 15 de Novembro, 08 Centro, CEP Utinga - BA"

Transcrição

1 2 LEI Nº 356, DE 28 DE OUTUBRO DE DISPÕE SOBRE A CONCESSÃO DOS ADICIONAIS DE INSALUBRIDADE E PERICULOSIDADE PARA OS SERVIDORES PÚBLICOS DA PREFEITURA MUNICIPAL DE UTINGA O Prefeito Municipal de UTINGA-BAHIA, no uso de suas atribuições legais conferidas pelo artigo 83, V, da Lei Orgânica Municipal, faço saber que a Câmara de Vereadores aprovou e eu sanciono a seguinte Lei: Art. 1º - A concessão dos adicionais de insalubridade e de periculosidade obedecerá aos termos e condições estabelecidos nesta Lei e serão concedidos com base nas Normas Regulamentadoras de números 15 e 16, e seus respectivos anexos, expedidas pelo Ministério do Trabalho e Emprego. Paragrafo único O adicional se destina a remunerar os servidores que estejam sujeitos ao exercício de suas atividades em condições de insalubridade ou periculosidade, na forma e condições estabelecidas na presente lei. Art. 2º - As atividades ou operações, o fator de insalubridade e o de periculosidade, sua caracterização, frequência, graus de risco e limites de tolerância, bem como a possibilidade e a forma de sua supressão, total ou parcial, serão apuradas por profissional especializado nas áreas de segurança e medicina do trabalho que expedirá o Laudo Técnico das Condições Ambientais de Trabalho (LTCAT), com a adoção dos parâmetros das Normas Regulamentadoras nº.s 15 e 16. Art. 3º - Verificada a existência de atividade insalubre ou perigosa, o perito contratado indicará para eliminação ou atenuação do risco, conforme o caso, as seguintes providências: I - medidas de segurança e alterações necessárias no local de trabalho; e II - utilização de equipamento de proteção individual pelos servidores expostos ao risco. 1

2 3 Parágrafo único - A Secretaria Municipal de lotação do servidor deverá adotar as providências no sentido de implantação das medidas de proteção indicadas no laudo pericial. Art. 4º - No caso de não ser eliminado o risco à saúde ou à integridade dos servidores, pelas providências previstas no artigo anterior, caberá o pagamento da gratificação de insalubridade ou periculosidade. Art. 5º - Os adicionais de insalubridade e de periculosidade serão concedidos mediante requerimento do servidor e com base no Laudo Técnico das Condições Ambientais de Trabalho (LTCAT) expedido por empresa especializada; Parágrafo 1º - O requerimento do servidor deverá ser formalizado mediante o preenchimento do Requerimento de Direitos e Vantagens; Parágrafo 2º - As informações constantes do requerimento deverão corresponder à verdade, sob pena de ser anulado o ato de concessão do adicional de insalubridade ou de periculosidade, bem como apurada a responsabilidade administrativa e penal do requerente. Parágrafo 3º - A Secretaria Administração / Setor Pessoal analisará os aspectos formais do requerimento e verificará se o servidor se enquadra nas situações previstas no Laudo Técnico das Condições Ambientais de Trabalho LTCAT. Parágrafo 4º - Se não for possível o enquadramento do servidor em nenhuma das situações previstas no LTCAT, o requerimento será indeferido. Art. 6º - O ato de deferimento ou indeferimento dos adicionais de insalubridade ou de periculosidade deverá ser objeto de publicação no Diário Oficial do Município. Parágrafo único - Após a publicação da decisão concessiva do adicional de insalubridade ou de periculosidade, o setor pessoal deverá efetuar o cadastramento 2

3 4 do evento, para fins de pagamento, bem como arquivar o requerimento e portaria no prontuário funcional do servidor. Art. 7º - O servidor continuará fazendo jus à percepção do adicional de insalubridade ou de periculosidade quando estiver afastado do serviço, sem prejuízo de vencimentos e demais vantagens do cargo ou função, em virtude de: I - férias; II - casamento; III - falecimento do cônjuge, companheiro, pais, irmãos e filhos, inclusive natimorto; IV - serviços obrigatórios por lei; V - licenças por acidente do trabalho ou doença profissional; VI - licença para tratamento de saúde, até 15 (quinze) dias; VII - faltas abonadas; e VIII - doação de sangue na forma prevista na legislação. Art. 8º - A chefia imediata deverá comunicar ao Setor Pessoal, no prazo de até 5 (cinco) dias úteis, o afastamento temporário ou definitivo do servidor da unidade ou atividade insalubre ou perigosa, para fins de suspensão ou cessação do pagamento do adicional, sob pena de responsabilidade. Parágrafo único - A comunicação deverá conter o número da portaria que concedeu o adicional, o motivo e a data do afastamento, bem como a data a partir da qual ocorrerá a suspensão ou cessação do pagamento. Art. 9º - Farão jus à percepção do adicional de insalubridade ou de periculosidade os servidores públicos municipais que: I - estiverem lotados em unidades consideradas insalubres ou perigosas; e II ocuparem cargos e executarem atividades consideradas insalubres ou perigosas. Parágrafo único - O adicional de insalubridade ou de periculosidade será percebido enquanto perdurar o exercício em unidades ou atividades insalubres ou perigosas, 3

4 5 devendo ser imediatamente cessado quando constatada a eliminação do agente desencadeador ou houver transferência do servidor do local de trabalho onde estava anteriormente lotado; Art Comprovado o labor em condições de Insalubridade o servidor fará jus à percepção de adicional, com base nos seguintes percentuais: I - 10% (dez por cento), no caso de insalubridade de grau mínimo; II - 20% (vinte por cento), no caso de insalubridade de grau médio; III - 40% (quarenta por cento), no caso de insalubridade de grau máximo. Art O trabalho em condições de periculosidade assegura ao servidor um adicional de 30% (trinta por cento). Art Os adicionais de insalubridade e periculosidade incidirão sobre o salário base, de cada categoria, do quadro inicial de vencimentos da tabela presente na estrutura de cargos efetivos do Município, não inferior ao salário mínimo, e não servirão de base para cálculo de quaisquer outras vantagens, salvo as relativas a remuneração de férias, abono pecuniário resultante da conversão em espécie de parte destas e gratificação natalina. Art É vedada a percepção cumulativa da gratificação pelo exercício de trabalho em condições de insalubridade com a gratificação pelo exercício de trabalho em condições de periculosidade, sendo paga, automaticamente, a de maior valor. Art Caberá a Administração Municipal a contratação de profissional / empresa especializada para emissão de Laudo Técnico das Condições Ambientais de Trabalho LTCAT. Parágrafo único - O laudo, com as despesas custeadas pelo Poder Executivo em conjunto com o Sindicato dos Servidores Públicos de Utinga SINDIUTI, será emitido por engenheiro de segurança do trabalho ou médico do trabalho, devidamente habilitados para atestar o exercício em condições de insalubridade e periculosidade, indicando, quando cabível, o grau de risco correspondente. 4

5 6 Artigo 15 As despesas decorrentes desta lei correrão por conta das dotações orçamentárias próprias, podendo o Município abrir os créditos adicionais especiais, se necessário, nos valores correspondentes, com a classificação e indicação de recursos de acordo no a Lei Federal nº 4.320/1964, através de Decreto. Artigo 16 É o Poder Executivo autorizado a regulamentar as disposições desta Lei, por Decreto, no que couber. Artigo 17 - Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário, especialmente a Lei n 299 de 05 de abril de 2012 e demais disposições em contrário. GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE UTINGA - ESTADO DA BAHIA, em 28 de outubro de LUIZ ALBERTO SILVA MUNIZ PREFEITO MUNICIPAL 5

Prefeitura Municipal de Vitória Estado do Espírito Santo LEI Nº 6.814

Prefeitura Municipal de Vitória Estado do Espírito Santo LEI Nº 6.814 Estado do Espírito Santo LEI Nº 6.814 Dispõe sobre o pagamento do Adicional de Insalubridade e de Periculosidade aos servidores do Município de Vitória, e dá outras providências. O Prefeito Municipal de

Leia mais

DECRETO N.º 3464, DE 30 DE NOVEMBRO DE (alterado pelo DECRETO Nº 3487, DE 20 DE JANEIRO DE 2016)

DECRETO N.º 3464, DE 30 DE NOVEMBRO DE (alterado pelo DECRETO Nº 3487, DE 20 DE JANEIRO DE 2016) DECRETO N.º 3464, DE 30 DE NOVEMBRO DE 2015. (alterado pelo DECRETO Nº 3487, DE 20 DE JANEIRO DE 2016) "DISPÕE SOBRE A CONCESSÃO DE ADICIONAL DE PERICULOSIDADE AO SERVIDOR PÚBLICO DETENTOR DE CARGO EFETIVO

Leia mais

Súmula: ALTERA OS DISPOSITIVOS QUE ESPECIFICA, DA LEI Nº 6.174, DE 16 DE NOVEMBRO DE

Súmula: ALTERA OS DISPOSITIVOS QUE ESPECIFICA, DA LEI Nº 6.174, DE 16 DE NOVEMBRO DE Insalubridade Súmula: ALTERA OS DISPOSITIVOS QUE ESPECIFICA, DA LEI Nº 6.174, DE 16 DE NOVEMBRO DE 1970.... A Assembléia Legislativa do Estado do Paraná decretou e eu sanciono a seguinte lei: Art. 1º.

Leia mais

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Nº 41/2015

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Nº 41/2015 PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Nº 41/2015 ALTERA A LEI COMPLEMENTAR Nº 266 DE 5 DE ABRIL DE 2008, QUE DISPÕE SOBRE O REGIME JURÍDICO DOS SERVIDORES DO MUNICÍPIO DE JOINVILLE, DAS AUTARQUIAS E DAS FUNDAÇÕES

Leia mais

RELATOR: Francisco Humberto Simões Magro, Atuário MIBA n 494

RELATOR: Francisco Humberto Simões Magro, Atuário MIBA n 494 ASSUNTO: Proposta de inclusão na base de cálculo do benefício previdenciário de parcelas temporárias para os servidores segurados do Sistema Municipal de Previdência Social SIMPS de Coronel Bicaco - RS.

Leia mais

MUNICÍPIO DE JUAZEIRO ESTADO DA BAHIA LEI Nº 2.131/2010

MUNICÍPIO DE JUAZEIRO ESTADO DA BAHIA LEI Nº 2.131/2010 Página 1 de 6 LEI Nº 2.131/2010 Estrutura a Gratificação de Produtividade Fiscal atribuída aos titulares dos cargos de Fiscal de Obras, Fiscal de Posturas, Fiscal Sanitário e Fiscal de Transporte do Município

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 41 DE 26/12/ 2001 ( DOPE 27/12/2001) SALÁRIO FAMÍLIA

LEI COMPLEMENTAR Nº 41 DE 26/12/ 2001 ( DOPE 27/12/2001) SALÁRIO FAMÍLIA LEI COMPLEMENTAR Nº 41 DE 26/12/ 2001 ( DOPE 27/12/2001) SALÁRIO FAMÍLIA NOTA: Ver Lei Complementar nº 43/2002,Lei Complementar nº48/2003.atualizada até Lei complementar nº64, de 20 de dezembro de 2004.

Leia mais

LEI Nº 035/2008 ALTERA PROGRAMA DE GOVERNO NA LDO, PPA E LOA, ABRE CRÉDITO ADICIONAL ESPECIAL, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS FAZ SABER

LEI Nº 035/2008 ALTERA PROGRAMA DE GOVERNO NA LDO, PPA E LOA, ABRE CRÉDITO ADICIONAL ESPECIAL, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS FAZ SABER LEI Nº 035/2008 ALTERA PROGRAMA DE GOVERNO NA LDO, PPA E LOA, ABRE CRÉDITO ADICIONAL ESPECIAL, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS O PREFEITO MUNICIPAL DE SANTIAGO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº. 119 DE 03 DE DEZEMBRO DE 2010.

LEI COMPLEMENTAR Nº. 119 DE 03 DE DEZEMBRO DE 2010. LEI COMPLEMENTAR Nº. 119 DE 03 DE DEZEMBRO DE 2010. Estabelece e regulamenta a atribuição de adicionais e a concessão de gratificações gerais aos servidores públicos da Administração Direta, Autárquica

Leia mais

PREFEITO MUNICIPAL DE ARACATI

PREFEITO MUNICIPAL DE ARACATI LEI N 159/2015. AUTORIZA O PODER EXECUTIVO A CRIAR O COMPONENTE MUNICIPAL DO PROGRAMA DE MELHORIA DO ACESSO E QUALIDADE NA ATENÇÃO BÁSICA PMAQ- AB MUNICIPAL, NA FORMA DE INCENTIVO FINANCEIRO DE DESEMPENHO.

Leia mais

Serviço Especializado em Segurança do Trabalho SEST DASA/PROACE/UFVJM. Contato: (38) Ramal

Serviço Especializado em Segurança do Trabalho SEST DASA/PROACE/UFVJM. Contato: (38) Ramal Serviço Especializado em Segurança do Trabalho SEST DASA/PROACE/UFVJM Contato: (38) 3532-1200 Ramal 8197 E-mail: sest.proace@ufvjm.edu.br 1 - Quais são os critérios utilizados para a concessão dos adicionais

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAIBA PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS PROGEP COORDENAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAIBA PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS PROGEP COORDENAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAIBA PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS PROGEP COORDENAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº. 03/2014 Estabelece os procedimentos a serem

Leia mais

DISPÕE SOBRE ABERTURA DE CRÉDITOS ESPECIAIS E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

DISPÕE SOBRE ABERTURA DE CRÉDITOS ESPECIAIS E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. LEI Nº 1.228/2013 DE 16 DE ABRIL DE 2013. DISPÕE SOBRE ABERTURA DE CRÉDITOS ESPECIAIS E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. A CÂMARA MUNICIPAL DE CACHOEIRA ALTA, Estado de Goiás, por seus vereadores, APROVOU e eu,

Leia mais

ADICIONAL POR IRRADIAÇÃO IONIZANTE

ADICIONAL POR IRRADIAÇÃO IONIZANTE ADICIONAL POR IRRADIAÇÃO IONIZANTE DEFINIÇÃO DOCUMENTAÇÃO INFORMAÇÕES GERAIS INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FUNDAMENTAÇÃO LEGAL PERGUNTAS FREQUENTES DEFINIÇÃO Vantagem pecuniária concedida ao servidor que

Leia mais

Lei Complementar Municipal Nº , de 28 de maio de 2014.

Lei Complementar Municipal Nº , de 28 de maio de 2014. Lei Complementar Municipal Nº. 1.463, de 28 de maio de 2014. Da nova redação a artigos que menciona e dá outras providências. O Povo do Município de Águas Formosas, Estado de Minas Gerais, por seus representantes

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 282/20104

PROJETO DE LEI Nº 282/20104 PROJETO DE LEI Nº 282/20104 Concede adicional de periculosidade para o servidor do poder legislativo municipal e dá outras providências. Art. 1 Fica instituído no Poder Legislativo Municipal de Jaboticabal,

Leia mais

MINUTA DE ANTEPROJETO DE LEI COMPLEMENTAR

MINUTA DE ANTEPROJETO DE LEI COMPLEMENTAR MINUTA DE ANTEPROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Regulamenta o inciso III do 4 do art. 40 da Constituição Federal, que dispõe sobre a concessão de aposentadoria especial ao servidor público titular de cargo efetivo

Leia mais

ADICIONAL POR PERICULOSIDADE

ADICIONAL POR PERICULOSIDADE ADICIONAL POR PERICULOSIDADE DEFINIÇÃO INFORMAÇÕES GERAIS INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FUNDAMENTAÇÃO LEGAL PERGUNTAS FREQUENTES DEFINIÇÃO É uma vantagem pecuniária, de caráter transitório, concedida ao servidor

Leia mais

Faço saber a todos os habitantes deste Estado que a Assembleia Legislativa decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Faço saber a todos os habitantes deste Estado que a Assembleia Legislativa decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 16.861, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2015 Disciplina a admissão de pessoal por prazo determinado no âmbito do Magistério Público Estadual, para atender à necessidade temporária de excepcional interesse

Leia mais

JUSTIFICATIVA A MINUTA DE PROJETO DE LEI SOBRE GRATIFICAÇÃO DE PRODUTIVIDADE PREVISTA NA LEI COMPLEMENTAR 078/2011.

JUSTIFICATIVA A MINUTA DE PROJETO DE LEI SOBRE GRATIFICAÇÃO DE PRODUTIVIDADE PREVISTA NA LEI COMPLEMENTAR 078/2011. JUSTIFICATIVA A MINUTA DE PROJETO DE LEI SOBRE GRATIFICAÇÃO DE PRODUTIVIDADE PREVISTA NA LEI COMPLEMENTAR 078/2011. Conforme acordado na última reunião realizada com o Secretário da Fazenda do Estado do

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CABO VERDE CEP.: ESTADO DE MINAS GERAIS

PREFEITURA MUNICIPAL DE CABO VERDE CEP.: ESTADO DE MINAS GERAIS LEI MUNICIPAL Nº 1.830/98 Dispõe sobre a contratação por tempo determinado para atender a necessidade temporária de excepcional interesse público, nos termos do inciso ix, do artigo 37 da Constituição

Leia mais

Estado do Amazonas PODER LEGISLATIVO Câmara Municipal de Canutama CNPJ nº /

Estado do Amazonas PODER LEGISLATIVO Câmara Municipal de Canutama CNPJ nº / RESOLUÇÃO LEGISLATIVA Nº 01/2014, DE 22 DE ABRIL DE 2014. Dispõe sobre a Reestruturação do Quadro de Pessoal da Câmara de Vereadores de Canutama e determina outras providências. A Presidenta da Câmara

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VILA VELHA ESTADO DO ESPÍRITO SANTO Deus seja louvado

PREFEITURA MUNICIPAL DE VILA VELHA ESTADO DO ESPÍRITO SANTO Deus seja louvado PROJETO DE LEI Nº 018/2015 Dispõe sobre a contratação por tempo determinado para atender a necessidade temporária de excepcional interesse público, nos termos do inciso IX, do art. 37, da Constituição

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 519

LEI COMPLEMENTAR Nº 519 LEI COMPLEMENTAR Nº 519 Dispõe sobre a modalidade de remuneração por subsídio para os servidores dos cargos de padrão 01 a 15 do Quadro Permanente do Serviço Civil do Poder Executivo, para os servidores

Leia mais

RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS:

RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS: Diário Oficial do Município de Riacho de Santana - Bahia Poder Executivo Ano Nº XI Nº 1308 16 de Fevereiro de 2017 RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS: LEIS LEI Nº 292, DE

Leia mais

CAPÍTULO I DO DIREITO E DOS REQUISITOS PARA A CONCESSÃO

CAPÍTULO I DO DIREITO E DOS REQUISITOS PARA A CONCESSÃO DECRETO nº 373, de 14 de agosto de 2014. Dispõe sobre a regulamentação de afastamento para gozo de férias-prêmio e de conversão das férias-prêmio em espécie para servidor detentor de cargo de provimento

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 089/2013

LEI COMPLEMENTAR Nº 089/2013 LEI COMPLEMENTAR Nº 089/2013 DISPÕE SOBRE A REVISÃO GERAL ANUAL DA REMUNERAÇÃO DOS SERVIDORES PÚBLICOS EFETIVOS E COMISSIONADOS DA ADMINISTRAÇÃO DIRETA E DA ENTIDADE AUTARQUICA DA ADMINISTRAÇÃO INDIRETA

Leia mais

NORMA DE DE CONCESSÃO DE LICENÇAS - NOR 305

NORMA DE DE CONCESSÃO DE LICENÇAS - NOR 305 MANUAL DE GESTÃO DE PESSOAS COD. 300 ASSUNTO: CONCESSÃO DE LICENÇAS A EMPREGADO APROVAÇÃO: Resolução DIREX 024, de 04/02/2013 VIGÊNCIA: 08/02/2013 NORMA DE DE CONCESSÃO DE LICENÇAS - NOR 305 1/9 ÍNDICE

Leia mais

INFORMATIVO ADICIONAL DE INSALUBRIDADE E PERICULOSIDADE

INFORMATIVO ADICIONAL DE INSALUBRIDADE E PERICULOSIDADE INFORMATIVO ADICIONAL DE INSALUBRIDADE E PERICULOSIDADE 1 - ATIVIDADES E OPERAÇÕES INSALUBRES. Segundo a Portaria Ministerial número 3214 de 08 de junho de 1978, na sua Norma Regulamentadora de número

Leia mais

LEI Nº 4.249, DE 17 DE DEZEMBRO DE Art. 2º - Considera-se necessidade temporária de. I - assistência a situações de emergência e de

LEI Nº 4.249, DE 17 DE DEZEMBRO DE Art. 2º - Considera-se necessidade temporária de. I - assistência a situações de emergência e de LEI Nº 4.249, DE 17 DE DEZEMBRO DE 2002. Dispõe sobre a contratação por tempo determinado para atender a necessidade temporária de excepcional interesse público, nos termos do inciso IX do artigo 37 da

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL

ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL LEI Nº 3.669, DE 15 DE MAIO DE 2009. Aprova tabelas de vencimento e de subsídio dos servidores das categorias funcionais integrantes das carreiras do Plano de Cargos, Empregos

Leia mais

LEI Nº 1330 de 09 de fevereiro de A CÂMARA MUNICIPAL DE GUARATUBA, Estado do Paraná aprovou e, eu Prefeita Municipal sanciono a seguinte lei.

LEI Nº 1330 de 09 de fevereiro de A CÂMARA MUNICIPAL DE GUARATUBA, Estado do Paraná aprovou e, eu Prefeita Municipal sanciono a seguinte lei. LEI Nº 1330 de 09 de fevereiro de 2009 SÚMULA: Dispõe sobre autorização para abertura de Crédito Adicional Especial para atender despesas com Folha de Pagamento de Pessoal do mês de Dezembro de 2008. A

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 1.217, DE 12 DE NOVEMBRO DE 2013

LEI COMPLEMENTAR Nº 1.217, DE 12 DE NOVEMBRO DE 2013 LEI COMPLEMENTAR Nº 1.217, DE 12 DE NOVEMBRO DE 2013 Altera a Lei Complementar nº 1.111, de 25 de maio de 2010, que institui o Plano de Cargos e Carreiras dos servidores do Tribunal de Justiça do Estado

Leia mais

RESOLUÇÃO CONSU Nº 002/2014 DE 17 DE FEVEREIRO DE 2014

RESOLUÇÃO CONSU Nº 002/2014 DE 17 DE FEVEREIRO DE 2014 Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia Fundação Centro Universitário Estadual da Zona Oeste RESOLUÇÃO CONSU Nº 002/2014 DE 17 DE FEVEREIRO DE 2014 REFERENDOU A

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul MUNICÍPIO DE CAPÃO DO CIPÓ Gabinete do Prefeito Municipal LEI Nº 648, DE 11 DE ABRIL DE 2013.

Estado do Rio Grande do Sul MUNICÍPIO DE CAPÃO DO CIPÓ Gabinete do Prefeito Municipal LEI Nº 648, DE 11 DE ABRIL DE 2013. LEI Nº 648, DE 11 DE ABRIL DE 2013. AUTORIZA O MUNICÍPIO DE CAPÃO DO CIPÓ A CONTRATAR, EM CARÁTER TEMPORÁRIO, PROFISSIONAL PARA O DESEMVOLVIMENTO DO PROGRAMA NACIONAL DE INCLUSÃO DE JOVENS - PROJOVEM ADOLESCENTE.

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº /2015

PROJETO DE LEI Nº /2015 PROJETO DE LEI Nº 21.631/2015 Altera dispositivos da Lei nº 6.677, de 26 de setembro de 1994, da Lei nº 6.932, de 19 de janeiro de 1996, da Lei nº 7.990, de 27 de dezembro de 2001, e dá outras providências.

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 010, DE 16 DE JANEIRO DE 2013.

PROJETO DE LEI Nº 010, DE 16 DE JANEIRO DE 2013. 1 PROJETO DE LEI Nº 010, DE 16 DE JANEIRO DE 2013. Dá nova redação aos artigos 86, 87 e 88 da Lei nº 2248, de 27 de fevereiro de 2006 e dá outras providências. Art. 1º Os artigos nº 86, nº 87 e nº88 da

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 0042 DE 15 DE MARÇO DE 2016.

LEI COMPLEMENTAR Nº 0042 DE 15 DE MARÇO DE 2016. LEI COMPLEMENTAR Nº 0042 DE 15 DE MARÇO DE 2016. INSTITUI O PLANO DE CARREIRA, CARGOS E VENCIMENTOS DA GUARDA CIVIL MUNICIPAL. O PREFEITO MUNICIPAL DE CACHOEIRAS DE MACACU, Estado do Rio de Janeiro, faz

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE AMAMBAI GABINETE DO PREFEITO

ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE AMAMBAI GABINETE DO PREFEITO DECRETO Nº 079/014 DE 1.º DE ABRIL DE 2014. Dispõe sobre a AVERBAÇÃO AUTOMÁTICA de tempo de contribuição vinculado ao Regime Geral de Previdência Social RGPS por servidor público do Município de Amambai

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SECRETARIA DOS ÓRGÃOS COLEGIADOS

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SECRETARIA DOS ÓRGÃOS COLEGIADOS UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SECRETARIA DOS ÓRGÃOS COLEGIADOS DELIBERAÇÃO N 0 045, DE 02 DE MAIO DE 2012 O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

Leia mais

FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS NORMA OPERACIONAL Nº 001 DIREH, DE 01 DE FEVEREIRO DE 2007.

FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS NORMA OPERACIONAL Nº 001 DIREH, DE 01 DE FEVEREIRO DE 2007. FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS NORMA OPERACIONAL Nº 001 DIREH, DE 01 DE FEVEREIRO DE 2007. Regulamenta a concessão dos adicionais de insalubridade, periculosidade, de irradiação ionizante

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES DE PARNAMIRIM Casa Antônio Lustosa de Oliveira Cabral CNPJ n.º /

CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES DE PARNAMIRIM Casa Antônio Lustosa de Oliveira Cabral CNPJ n.º / LEI N.º 812/2012 EMENTA: Dispõe sobre a criação do Adicional de Insalubridade e ou de Periculosidade AIP aos Servidores Efetivos da Secretaria de Saúde do Município de Parnamirim-PE, e dá outras providências.

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria de Gestão Pública Departamento de Normas e Procedimentos Judiciais de Pessoal Coordenação-Geral de Elaboração, Orientação e Consolidação das Normas

Leia mais

DECRETO Nº 7.819, DE 23 DE FEVEREIRO DE Altera a redação do Decreto nº 5.754, de 22 de fevereiro de D E C R E T A:

DECRETO Nº 7.819, DE 23 DE FEVEREIRO DE Altera a redação do Decreto nº 5.754, de 22 de fevereiro de D E C R E T A: DECRETO Nº 7.819, DE 23 DE FEVEREIRO DE 2016. Altera a redação do Decreto nº 5.754, de 22 de fevereiro de 2010. O PREFEITO MUNICIPAL DE RONDONÓPOLIS, ESTADO DE MATO GROSSO, no uso de suas atribuições legais

Leia mais

EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS

EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS A Mesa Diretora da Câmara Municipal de Porto Alegre, no exercício de competência privativa que lhe é atribuída por meio do art. 15, inc. I, al. a, item 1, do Regimento deste Legislativo,

Leia mais

Câmara Municipal de Santo Amaro publica:

Câmara Municipal de Santo Amaro publica: Câmara Municipal de Santo Amaro 1 Quinta-feira Ano I Nº 344 Câmara Municipal de Santo Amaro publica: Projeto de Lei nº 182/2012 - Dispõe sobre a fixação do subsídio dos Vereadores, Prefeito, Vice-Prefeito

Leia mais

GRATIFICAÇÃO DE RAIOS X OU SUBSTÂNCIAS

GRATIFICAÇÃO DE RAIOS X OU SUBSTÂNCIAS GRATIFICAÇÃO DE RAIOS X OU SUBSTÂNCIAS RADIOATIVAS DEFINIÇÃO DOCUMENTAÇÃO INFORMAÇÕES GERAIS INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FUNDAMENTAÇÃO LEGAL PERGUNTAS FREQUENTES DEFINIÇÃO Vantagem pecuniária de caráter

Leia mais

NORMA DE CESSÃO DE EMPREGADOS - NOR 318

NORMA DE CESSÃO DE EMPREGADOS - NOR 318 MANUAL DE GESTÃO DE PESSOAS COD. 300 ASSUNTO: CESSÃO DE EMPREGADOS COD: NOR 318 APROVAÇÃO: Resolução Nº 14/2010, de 08/10/2010 NORMA DE CESSÃO DE EMPREGADOS - NOR 318 1/6 SUMÁRIO 1. FINALIDADE... 02 2.

Leia mais

ESTADO DA BAHIA PREFEITURA MUNICIPAL BARRO ALTO

ESTADO DA BAHIA PREFEITURA MUNICIPAL BARRO ALTO LEI Nº 069/2009 De 31 de dezembro de 2009. Estima a Receita e Fixa a Despesa do Município de BARRO ALTO Ba, para o Exercício Financeiro de 2010. O PREFEITO MUNICIPAL DE BARRO ALTO, Estado da Bahia, no

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAPORÃ GABINETE DO PREFEITO Administração 2013/2016. Um Novo Tempo. Uma Cidade Para Todos.

ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAPORÃ GABINETE DO PREFEITO Administração 2013/2016. Um Novo Tempo. Uma Cidade Para Todos. LEI N.º 2290/2013 DISPOE SOBRE A CONCESSÃO DE DIARIAS AOS AGENTES POLITICOS E SERVIDORES DO PODER EXECUTIVO MUNICIPAL E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. Wallas Gonçalves Milfont, Prefeito Municipal de Itaporã-MS,

Leia mais

b) aos demais aplicar-se-á, para fins de cálculo das aposentadorias e pensões, o disposto na Lei n o , de 18 de junho de 2004.

b) aos demais aplicar-se-á, para fins de cálculo das aposentadorias e pensões, o disposto na Lei n o , de 18 de junho de 2004. LEI Nº 12.277, DE 30 DE JUNHO DE 2010. Dispõe sobre a instituição do Adicional por Participação em Missão no Exterior, a remuneração dos cargos de Atividades Técnicas da Fiscalização Federal Agropecuária

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 1, DE 25 DE MARÇO DE 2015

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 1, DE 25 DE MARÇO DE 2015 MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 1, DE 25 DE MARÇO DE 2015 Altera a Orientação Normativa nº 10, de 24 de abril de 2013, que dispõe sobre

Leia mais

BANCO CENTRAL DO BRASIL

BANCO CENTRAL DO BRASIL LEI Nº 8.911 DE 11 DE JULHO DE 1994 Dispõe sobre a remuneração dos cargos em comissão, define critérios de incorporação de vantagens de que trata a Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990, no âmbito do

Leia mais

DECRETO n de 8 de agosto de REGULAMENTA OS ARTS. 110 E 111 DA LEI N. 94, DE 14 DE MARÇO DE 1979 QUE TRATAM DA LICENÇA ESPECIAL.

DECRETO n de 8 de agosto de REGULAMENTA OS ARTS. 110 E 111 DA LEI N. 94, DE 14 DE MARÇO DE 1979 QUE TRATAM DA LICENÇA ESPECIAL. DECRETO n. 6.019 - de 8 de agosto de 1986 - REGULAMENTA OS ARTS. 110 E 111 DA LEI N. 94, DE 14 DE MARÇO DE 1979 QUE TRATAM DA LICENÇA ESPECIAL. O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso das suas atribuições

Leia mais

Art. 1º Fica instituído o Corpo Temporário de Inativos da Segurança Pública - CTISP. 1º O Corpo será constituído por:

Art. 1º Fica instituído o Corpo Temporário de Inativos da Segurança Pública - CTISP. 1º O Corpo será constituído por: LEI Nº 13.718, de 02 de março de 2006 Dispõe sobre o Corpo Temporário de Inativos da Segurança Pública no Estado. O GOVERNADOR DO ESTADO DE SANTA CATARINA, Faço saber a todos os habitantes deste Estado

Leia mais

Prefeitura Municipal de Conceição da Feira-BA

Prefeitura Municipal de Conceição da Feira-BA ANO. 2015 DO MUNICÍPIO DE CONCEIÇÃO DA FEIRA - BAHIA PODER EXECUTIVO 1 A Prefeitura Municipal de Conceição da Feira, Estado Da Bahia Visando a Transparência dos Seus Atos Vem PUBLICAR. LEI Nº. 676/2015,

Leia mais

LEI Nº , de 12 de maio de O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE MATO LEITÃO, ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL.

LEI Nº , de 12 de maio de O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE MATO LEITÃO, ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. LEI Nº. 1.725, de 12 de maio de 2010. AUTORIZA O PODER EXECUTIVO A CON- TRATAR PESSOAL, EM CARÁTER EMER- GENCIAL, PARA ATENDER NECESSIDADE TEMPORÁRIA DE EXCEPCIONAL INTERES- SE PÚBLICO, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

Leia mais

Prefeitura Municipal de Conceição da Feira-BA

Prefeitura Municipal de Conceição da Feira-BA ANO. 2014 DO MUNICÍPIO DE CONCEIÇÃO DA FEIRA - BAHIA 1 A Prefeitura Municipal de Conceição da Feira, Estado Da Bahia Visando a Transparência dos Seus Atos Vem PUBLICAR. PORTARIAS NºS 138/139/140/141/142/143/144/2014

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO LEI COMPLEMENTAR N 363,DE 05 DE OUTUBRO DE 2009. Dispõe sobre o repasse de recursos públicos para atender necessidades de pessoas físicas, criando o auxilio moradia como benefício assistencial temporário,

Leia mais

LEI MUNICIPAL N de 15 de julho de 2014

LEI MUNICIPAL N de 15 de julho de 2014 LEI MUNICIPAL N 4.962 de 15 de julho de 2014 Autoriza o município a efetuar repasse de recursos oriundos do passe livre estudantil às associações que tiverem alunos beneficiários e diretamente aos alunos

Leia mais

Insalubridade Periculosidade

Insalubridade Periculosidade Insalubridade Periculosidade Eng. Mecânico e de Segurança do Trabalho Jaques Sherique sherique@gbl.com.br Criação de uma Norma Regulamentadora NECESSIDADE Publicação no Diário Oficial MTE / DSST ENTIDADE

Leia mais

LEI N , DE 25 DE AGOSTO DE 2008 O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

LEI N , DE 25 DE AGOSTO DE 2008 O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES LEI N. 2.021, DE 25 DE AGOSTO DE 2008 Institui o Plano de Carreira e Remuneração dos profissionais de nível superior ocupantes dos cargos de engenheiro, tecnólogo, arquiteto, geógrafo, geólogo, médico

Leia mais

É o trabalhador qualificado ou capacitado e o profissional habilitado, nos termos da legislação específica e com a anuência formal da empresa.

É o trabalhador qualificado ou capacitado e o profissional habilitado, nos termos da legislação específica e com a anuência formal da empresa. 1/6 1. OBJETIVO Estabelecer diretrizes para a concessão do adicional de periculosidade pela execução de atividades de risco elétrico em áreas de risco elétrico, a empregados, requisitados e contratados

Leia mais

Faço saber que a CÂMARA MUNICIPAL DE BELÉM estatui e eu sanciono a seguinte Lei:

Faço saber que a CÂMARA MUNICIPAL DE BELÉM estatui e eu sanciono a seguinte Lei: Estima a Receita e fixa a Despesa do Município de Belém, para o exercício de 2016. O PREFEITO MUNICIPAL DE BELÉM, Faço saber que a CÂMARA MUNICIPAL DE BELÉM estatui e eu sanciono a seguinte Lei: Art. 1º

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO ESTADO DE PERNAMBUCO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gabinete da Presidência INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 27, DE 28 DE OUTUBRO DE 2010.

PODER JUDICIÁRIO ESTADO DE PERNAMBUCO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gabinete da Presidência INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 27, DE 28 DE OUTUBRO DE 2010. PODER JUDICIÁRIO ESTADO DE PERNAMBUCO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gabinete da Presidência INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 27, DE 28 DE OUTUBRO DE 2010. EMENTA: Regulamenta a concessão e o pagamento de auxílio funeral no

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 696, DE 4 DE JUNHO DE 2012.

LEI COMPLEMENTAR Nº 696, DE 4 DE JUNHO DE 2012. LEI COMPLEMENTAR Nº 696, DE 4 DE JUNHO DE 2012. Cria o Fundo Municipal dos Direitos A- nimais (FMDA) e institui seu Conselho Gestor. O PREFEITO MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE Faço saber que a Câmara Municipal

Leia mais

NORMAS PARA REGISTRO DE AUSÊNCIA DOCENTE E REPOSIÇÕES DE AULAS

NORMAS PARA REGISTRO DE AUSÊNCIA DOCENTE E REPOSIÇÕES DE AULAS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA BAHIA NORMAS PARA REGISTRO DE AUSÊNCIA DOCENTE E REPOSIÇÕES DE AULAS Art.

Leia mais

Art. 3º A Fundação Estadual de Meio Ambiente-Pantanal, expedirá as seguintes Licenças Ambientais:

Art. 3º A Fundação Estadual de Meio Ambiente-Pantanal, expedirá as seguintes Licenças Ambientais: Publicada no Diário Oficial nº 5.546, de 10 de julho de 2001. LEI Nº 2.257, DE 9 DE JULHO DE 2001. Dispõe sobre as diretrizes do licenciamento ambiental estadual, estabelece os prazos para a emissão de

Leia mais

A PREFEITA MUNICIPAL DE PIO IX, ESTADO DO PIAUÍ, faz saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono a seguinte Lei:

A PREFEITA MUNICIPAL DE PIO IX, ESTADO DO PIAUÍ, faz saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono a seguinte Lei: Lei nº 753 de 16 de outubro de 2013. Autoriza o Pagamento, aos Profissionais das Equipes Lotados na Atenção Básica do Município de Pio IX, do Repasse do Incentivo Financeiro do Programa Nacional de Melhoria

Leia mais

OCORRÊNCIAS. Ao completar 20 anos de serviço, tem acréscimo de 1/6 à remuneração Requerimento protocolado no 1º dia Não há limite.

OCORRÊNCIAS. Ao completar 20 anos de serviço, tem acréscimo de 1/6 à remuneração Requerimento protocolado no 1º dia Não há limite. OCORRÊNCIAS Adicional por tempo de serviço A cada 5 anos de serviço, tem um acréscimo de 5% ao salário. - - - Sexta Parte Convocação para júri Doação de Sangue Ao completar 20 anos de serviço, tem acréscimo

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 1, DE 22 DE JULHO DE 2010 (Publicada no D.O.U. de 27/07/2010)

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 1, DE 22 DE JULHO DE 2010 (Publicada no D.O.U. de 27/07/2010) INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 1, DE 22 DE JULHO DE 2010 (Publicada no D.O.U. de 27/07/2010) Estabelece instruções para o reconhecimento do tempo de serviço público exercido sob condições especiais que prejudiquem

Leia mais

Data: / / Assinatura e carimbo do Diretor do Campus

Data: / / Assinatura e carimbo do Diretor do Campus SOLICITAÇÃO DE CONCESSÃO DE ADICIONAL DE INSALUBRIDADE/PERICULOSIDADE/RADIAÇÃO IONIZANTE E GRATIFICAÇÃO DE RAIOS-X Nome SIAPE Lotação Coordenação Cargo Telefone INFORMAÇÕES DO SERVIDOR Carga horária /

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CARMO DA CACHOEIRA ESTADO DE MINAS GERAIS GABINETE DO PREFEITO

PREFEITURA MUNICIPAL DE CARMO DA CACHOEIRA ESTADO DE MINAS GERAIS GABINETE DO PREFEITO 1 Projeto de Lei n.º 68, de 03 de março de 2010. Dispõe sobre concessão de diárias dos servidores do poder executivo, membros dos conselhos municipais e tutelar, membros do Controle interno, prefeito e

Leia mais

Haver completado 5 anos de efetivo exercício até a publicação da Medida Provisória no 1.522/96, de 15/10/96.

Haver completado 5 anos de efetivo exercício até a publicação da Medida Provisória no 1.522/96, de 15/10/96. Licença Prêmio por Assuidade Licença concedida pelo prazo de até 3 meses, com a remuneração do cargo efetivo, a título de prêmio por assiduidade, após cada período de 5 anos ininterruptos de exercício,

Leia mais

O PREFEITO DO MUNICIPAL DO SALVADOR, CAPITAL DO ESTADO DA BAHIA,

O PREFEITO DO MUNICIPAL DO SALVADOR, CAPITAL DO ESTADO DA BAHIA, Dispõe sobre a extinção de cargos públicos, altera e acrescenta dispositivos às Leis 6.149/2002 e 7.867/2010 na forma que indica e dá outras providências. O PREFEITO DO MUNICIPAL DO SALVADOR, CAPITAL DO

Leia mais

Prefeitura Municipal de Acaiaca

Prefeitura Municipal de Acaiaca LEI COMPLEMENTAR N 06/2013 Transforma empregos em cargos públicos e dá outras providências. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE ACAIACA Faço saber que a Câmara Municipal de Acaiaca aprovou, e eu, Prefeito Municipal,

Leia mais

LEI Nº , DE 27 DE MAIO DE Faço saber que a Assembleia Legislativa decretou e eu sanciono a seguinte Lei:

LEI Nº , DE 27 DE MAIO DE Faço saber que a Assembleia Legislativa decretou e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 14.319, DE 27 DE MAIO DE 2011. Dispõe sobre o Prêmio de Defesa Social - PDS, no âmbito do Estado de Pernambuco, e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DE PERNAMBUCO: Faço saber que a Assembleia

Leia mais

Conselho da Justiça Federal

Conselho da Justiça Federal PORTARIA Nº 149, DE 17 DE DEZEMBRO DE 2001 Estabelece critérios e procedimentos para concessão e homologação de atestados médicos relativos à Licença para Tratamento de Saúde, Licença por Motivo de Doença

Leia mais

Art. 5º Altera a redação do 2º e suprime o 3º do art. 34, que passa a vigorar com a seguinte redação: Art. 34. (...)

Art. 5º Altera a redação do 2º e suprime o 3º do art. 34, que passa a vigorar com a seguinte redação: Art. 34. (...) EMENDA Nº. 01/2015, AO PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Nº 11/2014, QUE DISPÕE SOBRE O ESTATUTO E PLANO DE CARGOS, CARREIRAS E VENCIMENTOS DO MAGISTÉRIO PÚBLICO DO MUNICÍPIO DE ITURAMA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO. ATO Nº 384/ 2011 Rio de Janeiro, 12 de maio de CAPÍTULO I. Das Disposições Preliminares

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO. ATO Nº 384/ 2011 Rio de Janeiro, 12 de maio de CAPÍTULO I. Das Disposições Preliminares TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO ATO Nº 384/ 2011 Rio de Janeiro, 12 de maio de 2011. O Presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro, no uso de suas atribuições legais e regimentais,

Leia mais

Adicional de Insalubridade

Adicional de Insalubridade Adicional de Insalubridade DEFINIÇÃO É uma vantagem pecuniária, de caráter transitório, concedida ao servidor que trabalhe permanente ou com habitualidade em operações ou locais considerados insalubres,

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA Nº 46/CUn/2014, DE 20 DE NOVEMBRO DE 2014

RESOLUÇÃO NORMATIVA Nº 46/CUn/2014, DE 20 DE NOVEMBRO DE 2014 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA ÓRGÃOS DELIBERATIVOS CENTRAIS CAMPUS UNIVERSITÁRIO TRINDADE CEP: 88040-900 - FLORIANÓPOLIS - SC TELEFONES: (48) 3721-9522 - 3721-9661 3721-4916

Leia mais

Considerando o disposto na Lei Estadual n /70, que aprovou o Estatuto dos Funcionários Públicos do Estado do Paraná;

Considerando o disposto na Lei Estadual n /70, que aprovou o Estatuto dos Funcionários Públicos do Estado do Paraná; RESOLUÇÃO Nº. /2015 UNESPAR Aprova o Regulamento do regime de Tempo Integral e Dedicação Exclusiva TIDE aos docentes da Universidade Estadual do Paraná. Considerando a necessidade de regulamentação do

Leia mais

Estado da Bahia PREFEITURA MUNICIPAL DE MATINA CNPJ: / DECRETO Nº. 90, DE 26 DE OUTUBRO DE 2012

Estado da Bahia PREFEITURA MUNICIPAL DE MATINA CNPJ: / DECRETO Nº. 90, DE 26 DE OUTUBRO DE 2012 DECRETO Nº. 90, DE 26 DE OUTUBRO DE 2012 Estabelece medidas administrativas de racionalização, controle orçamentário e contenção de despesas no âmbito da Prefeitura Municipal e dá outras providências.

Leia mais

Modelo 9 - DEMONSTRATIVO DOS LIMITES - RGF

Modelo 9 - DEMONSTRATIVO DOS LIMITES - RGF Nome da Entidade: CNPJ: 88124961000159 ORGÃO Nº: 57100 ENTIDADES DA ADMINISTRAÇÃO INDIRETA QUE COMPÕEM AS INFORMAÇÕES DO MODELO 9: CNPJ Nome da Entidade Tipo É RPPS? Cód. Barras do RVE 96041330000102 DEP.

Leia mais

Prefeitura Municipal de Meleiro

Prefeitura Municipal de Meleiro LEI nº 1408-2009 DISPÕE SOBRE A ADMISSÃO DE PESSOAL POR PRAZO DETERMINADO NO ÂMBITO DO FUNCIONALISMO E MAGISTÉRIO PÚBLICO MUNICIPAL DE MELEIRO, PARA ATENDER A NECESSIDADE TEMPORÁRIA DE EXCEPCIONAL INTERESSE

Leia mais

Data: / / Assinatura e carimbo do Diretor do Campus

Data: / / Assinatura e carimbo do Diretor do Campus SOLICITAÇÃO DE CONCESSÃO DE ADICIONAL DE INSALUBRIDADE/PERICULOSIDADE/RADIAÇÃO IONIZANTE E GRATIFICAÇÃO DE RAIOS-X Nome Fulano de Tal SIAPE 18246987 Lotação Coordenação Cargo Telefone (22)... Campos Itaperuna

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 634/2010

RESOLUÇÃO Nº 634/2010 Publicação: 19/05/2010 DJE: 18/05/2010 RESOLUÇÃO Nº 634/2010 Regulamenta a concessão do Adicional de Desempenho, ADE, aos servidores efetivos dos Quadros de Pessoal da Secretaria do Tribunal de Justiça

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO LEI Nº 1.017,DE 15 DE MAIO DE 1992. Dispõe sobre o Plano de Cargos e Vencimentos dos Funcionários do Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores do Município de Porto Velho IPAM e dá outras providências.

Leia mais

PORTARIA Nº. 152, DE 25 DE AGOSTO DE 2016

PORTARIA Nº. 152, DE 25 DE AGOSTO DE 2016 PORTARIA Nº. 152, DE 25 DE AGOSTO DE 2016 Determina que o Instituto Nacional do Seguro Social estabeleça prazo para a recuperação da capacidade para o trabalho de segurado do Regime Geral de Previdência

Leia mais

Auxílio Doença: Empregador será responsável pela remuneração dos primeiros 30 dias de afastamento do empregado.

Auxílio Doença: Empregador será responsável pela remuneração dos primeiros 30 dias de afastamento do empregado. INFORME JURÍDICO 06/01/2015 411 Prezados (as) Auxílio Doença: Empregador será responsável pela remuneração dos primeiros 30 dias de afastamento do empregado. Divulgamos a Medida Provisória 664/2014 que

Leia mais

ESTADO DA BAHIA PREFEITURA MUNICIPAL DE ALAGOINHAS GABINETE DO PREFEITO LEI Nº 2.036/2010

ESTADO DA BAHIA PREFEITURA MUNICIPAL DE ALAGOINHAS GABINETE DO PREFEITO LEI Nº 2.036/2010 LEI Nº 2.036/2010 Dispõe sobre a criação de incentivos ao desenvolvimento Econômico do Polo Industrial do Município de ALAGOINHAS, e dá outras providências. A CÂMARA MUNICIPAL DE ALAGOINHAS aprova e o

Leia mais

DIÁRIO OFICIAL ELETRÔNICO DO MUNICÍPIO DE ALVORADA DO SUL ESTADO PARANÁ Lei 1971/2013, de 17 de outubro de 2013 ATOS DO PODER EXECUTIVO MUNICIPAL

DIÁRIO OFICIAL ELETRÔNICO DO MUNICÍPIO DE ALVORADA DO SUL ESTADO PARANÁ Lei 1971/2013, de 17 de outubro de 2013 ATOS DO PODER EXECUTIVO MUNICIPAL DIÁRIO OFICIAL ELETRÔNICO DO MUNICÍPIO DE ALVORADA DO SUL ESTADO PARANÁ Lei 1971/2013, de 17 de outubro de 2013 ATOS DO PODER EXECUTIVO MUNICIPAL Sexta-feira, 14 de Agosto de 2015 Ano III Edição 431. 01

Leia mais

TIPO DE DOCUMENTO INSTRUÇÃO NORMATIVA LOCALIZADOR. Controlar a concessão de férias dos servidores e empregados públicos da Administração Direta

TIPO DE DOCUMENTO INSTRUÇÃO NORMATIVA LOCALIZADOR. Controlar a concessão de férias dos servidores e empregados públicos da Administração Direta 2/6 MACRO 4.1.3 Em nenhuma hipótese, sob qualquer pretexto, o servidor poderá deixar de gozar férias anuais, obrigatórias, no exercício a que corresponderem, exceto se o prazo previsto no item 4.1.2 for

Leia mais

EXECUTIVO PREFEITURA MUNICIPAL DE ARAMARI - BA ESTA EDIÇÃO DO DIÁRIO OFICIAL CONTÉM:

EXECUTIVO PREFEITURA MUNICIPAL DE ARAMARI - BA ESTA EDIÇÃO DO DIÁRIO OFICIAL CONTÉM: Diário Oficial Diário do Executivo - Prefeitura Municipal de Oficial Aramari/Ba - 11/01/2013 - Ano II - Nº 45 do EXECUTIVO - BA Sexta - Feira, 11 de Janeiro de 2013 ANO II Nº 45 ESTA EDIÇÃO DO DIÁRIO OFICIAL

Leia mais

LEI N 2.440, de 08 de setembro de A Prefeita do Município de Mato Leitão, Estado do Rio Grande do Sul.

LEI N 2.440, de 08 de setembro de A Prefeita do Município de Mato Leitão, Estado do Rio Grande do Sul. LEI N 2.440, de 08 de setembro de 2016. REGULAMENTA A REALIZAÇÃO DE FEIRAS EVENTUAIS E/OU TEMPORÁRIAS NO MUNICÍPIO DE MATO LEITÃO, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. A Prefeita do Município de Mato Leitão, Estado

Leia mais

LEI Nº , DE 23 DE SETEMBRO DE 2015.

LEI Nº , DE 23 DE SETEMBRO DE 2015. LEI Nº 11.922, DE 23 DE SETEMBRO DE 2015. Ficam alterados os arts. 27, 28, 32, 34, 39 e incluídos os arts. 32-A, 32-B, 39-A e o Anexo VI na Lei nº 6.151, de 13 de julho de 1988; alterados os arts. 36,

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE JARAGUÁ DO SUL

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE JARAGUÁ DO SUL D E C R E T O Nº 10.370/2015 Institui Normas e Procedimentos Administrativos para Aposentadoria Especial, Prevista no Artigo 40, 4º, III, da Constituição Federal de 1988, dos Servidores Públicos Municipais,

Leia mais

LEI Nº 966, DE 06 DE ABRIL DE Publicado no Diário Oficial nº 685. Institui a gratificação que específica e dá outras providências.

LEI Nº 966, DE 06 DE ABRIL DE Publicado no Diário Oficial nº 685. Institui a gratificação que específica e dá outras providências. LEI Nº 966, DE 06 DE ABRIL DE 1998. Publicado no Diário Oficial nº 685 Institui a gratificação que específica e dá outras providências. Faço saber que o Governador do Estado do Tocantins, adotou a Medida

Leia mais

ETEC SÃO MATEUS

ETEC SÃO MATEUS AULA 5 GESTÃO DE PESSOAS I PROF. PROCÓPIO ETEC SÃO MATEUS - 11-03-2016 Não fique sem o conteúdo, acesse: www.professorprocopio.com Processo de Admissão A área de Recursos Humanos (RH) / Departamento Pessoal

Leia mais