Palavras-chave: Educação, Engenharia Biomédica, Engenharia Elétrica, Módulo didático, Processamento de Sinais Biomédicos.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Palavras-chave: Educação, Engenharia Biomédica, Engenharia Elétrica, Módulo didático, Processamento de Sinais Biomédicos."

Transcrição

1 PROPOSTA DE UMA PLATAFORMA DIDÁTICA PARA ENSINO DE ENGENHARIA BIOMÉDICA EM CURSOS DE ENGENHARIA ELÉTRICA: I. MÓDULOS PARA AQUISIÇÃO DE SINAIS ELETROGRÁFICOS Juliano E. Rathke - Paulo R. C. Possa - Felipe C. Santos - Eduardo Andrighetto - Robson Adur - Fernanda I. M. Argoud - Fernando M. de Azevedo - José Marino-Neto - Universidade Federal de Santa Catarina - Instituto de Engenharia Biomédica UFSC Trindade, Campus Universitário. CEP Florianópolis - SC Resumo: Neste trabalho será apresentada uma proposta de desenvolvimento de módulos para aquisição de sinais Eletrográficos de Eletrocardiografia, Eletromiografia e Eletrooculografia para uma plataforma didática para ensino de conteúdos de Engenharia Biomédica em cursos de Engenharia Elétrica. A plataforma denominada Sistema de Processamento de Sinais Biomédicos Módulo Didático (SPSB-MD), inclui soluções de Hardware e Software. O objetivo deste trabalho é apresentar uma proposta de solução didática para implantação de módulos para aquisição de sinais Eletrocardiográficos, Eletromiográficos e Eletrooculográficos. Palavras-chave: Educação, Engenharia Biomédica, Engenharia Elétrica, Módulo didático, Processamento de Sinais Biomédicos. 1 INTRODUÇÃO Com o acelerado avanço de novas tecnologias e o uso de modernas técnicas na área da saúde o campo da Engenharia Biomédica é uma das áreas de imenso potencial empreendedor e grande capacidade de desenvolvimento para a indústria no Brasil. Para sustentar essa taxa de crescimento e o sucesso esperado nessa área, como profissionais da Engenharia Biomédica, nós devemos garantir um constante influxo de membros altamente qualificados e dedicados (CHAN 2003). A área da Engenharia Biomédica é uma área multidisciplinar que integra biologia e medicina com a engenharia, contribuindo de maneira substancial na criação de soluções e desenvolvimento de novas tecnologias aplicadas aos problemas médicos e das áreas das ciências biomédicas. 1P22-1

2 Para isso é necessário que o Engenheiro Biomédico tenha um forte conhecimento e uma sólida fundamentação nas disciplinas mais tradicionais da área da Engenharia (IEEE-EMB 2003), tendo também nas disciplinas clássicas da Engenharia Elétrica um forte aporte para o desenvolvimento de soluções nessa área. No entanto algumas áreas da Engenharia Biomédica, como sinais e sistemas, requerem um conhecimento mais específico desse meio. Para isso é necessária a inclusão de disciplinas que englobem peculiaridades da Engenharia Biomédica (ANDRIGHETTO 2007). O Instituto de Engenharia Biomédica da Universidade Federal de Santa Catarina (IEB- UFSC) está desenvolvendo uma plataforma para ensino de temas de Engenharia Biomédica (Sistema de Processamento de Sinais Biomédicos-SPSB-MD), para aplicação no curso de Engenharia Elétrica da UFSC. A plataforma é composta de soluções de Hardware (para registro e transmissão de sinais biomédicos), módulos didáticos para aquisição de sinais de Eletrocardiograma (ECG), Eletroencefalograma (EEG), Eletromiograma (EMG) e Eletrooculograma (EOG), módulo base microcontrolado e módulos de comunicação USB e sem fio, e de Software (para visualização e análise dos sinais registrados e na construção de tutoriais inteligentes e ambientes virtuais de ensino baseados na internet) (POSSA 2007). Neste trabalho discutiremos com maiores detalhes o desenvolvimento dos sistemas para aquisição, condicionamento e visualização de sinais de ECG, EMG e EOG, o qual é parte integrante do SPSB-MD. 2 MATERIAIS E MÉTODOS O objetivo deste equipamento é a implantação de um laboratório de Engenharia Biomédica na UFSC para atender as disciplinas de: Fundamentos de Engenharia Biomédica e Introdução à Informática Médica disponibilizando a oportunidade da aplicação na prática de conceitos de Hardware (filtragem analógica, conversão analógico-digital, amplificação), Software (amostragem do sinal, processamento e visualização), e questões particulares de problemas associados à aquisição destes sinais (ruído de modo comum, impedância peleeletrodo, interferências eletromagnéticas associadas, aquisição de sinais em baixa amplitude, entre outros). O SPSB-MD é composto por módulos didáticos para aquisição de sinais bioelétricos, um módulo base microcontrolado e um software para visualização dois sinais na tela do computador. O módulo base tem a função de receber os sinais dos módulos didáticos, digitalizar estes sinais e enviar ao computador via interface USB ou comunicação sem fio, à figura 1 mostra um esquema geral do sistema. Figura 1-Diagrama de Blocos do SPSB-MD (ANDRIGHETTO 2007). 1P22-2

3 A faixa de freqüência do filtro passa-banda adotado para o sinal de ECG de monitoramento está compreendida entre 0,5 Hz e 50 Hz (QUIANG 2005), entre 2 Hz e 500 Hz para o sinal de EMG de superfície (IVES 2002), e de 0,1 a 100 Hz para o EOG de superfície (COHEN 2006), (VENKATARAMANAN 2005). A freqüência de amostragem para o ECG, é de 200 Hz (QUIANG 2005), para o EMG 1000 Hz (IVES 2002) e para o EOG 300 Hz (WEBSTER 1998). Cada módulo possui a capacidade de aquisição de um canal bipolar (GONZALES 1998). Fazem parte da cadeia de aquisição analógica de ECG, EMG, e EOG, filtro passa-altas, filtro passa-baixas, filtro notch para sessenta hertz, estágio de ganho e off-set, além de circuitos de proteção, como mostra a figura 2. Figura 2-Componentes da cadeia de aquisição O sistema deve ser utilizado em aulas práticas no laboratório a ser montado de Engenharia Biomédica para o curso de Engenharia Elétrica da UFSC. Onde inicialmente será testado e validado para posterior utilização em outros cursos. O equipamento é acompanhado de material teórico sobre os sistemas fisiológicos envolvidos (histórico dos sinais, Sistema Cardiovascular, mecanismos de condução do impulso elétrico do coração, modos de aquisição do sinal, derivações, o eletrocardiograma, Sistema Muscular, mecanismo de contração muscular, condução do impulso nervoso ao longo da fibra muscular, eletromiograma, eletrooculograma), e conceitos e fundamentos básicos dos circuitos e sistemas envolvidos (filtros seletores de sinais, passa-baixas, passa-altas, passa-faixa, rejeita-faixa, ruído e interferência, conversão analógico-digital, teorema da amostragem, quantização, o problema do aliasing, relação sinal-ruído, amplificadores de instrumentação, amplificadores operacionais). Em um primeiro momento o aluno deve estudar sobre os sistemas fisiológicos para os quais serão realizados os experimentos. Em um segundo momento deve se familiarizar com o equipamento e estudar os conceitos básicos dos circuitos e sistemas envolvidos. O uso deste equipamento em aulas de laboratório para aquisição destes sinais em voluntários requer cuidados no projeto relacionados à proteção elétrica, tornando este seguro para o uso, de acordo com normas vigentes. A peculiaridade envolvida nesta proposta é a criação de um equipamento, que envolva uma solução didática. Isso ficará caracterizado pela escolha de uma arquitetura que contemple a possibilidade do aluno interagir com o sistema, podendo substituir qualquer componente da cadeia de aquisição analógica por um circuito externo (por exemplo, montado em um prontoboard), denominado circuito do aluno, como mostrado na figura 3. Além disso o layout do circuito terá pontos de teste ao longo da cadeia de aquisição permitindo a verificação e análise dos sinais em diferentes pontos. Foram escolhidos componentes de encapsulamento dil (Dual in Line) e amplificadores syngle. Cada módulo possui impresso na placa uma identificação visual do esquema elétrico do circuito. Com isso é possível fazer um layout que contenha os circuitos na forma mais próxima a sequência seguida pelo sinal na cadeia de aquisição, tornando mais acessível o entendimento do 1P22-3

4 esquema elétrico, aumentando a facilidade do aluno acompanhar o que ocorre com os sinais ao longo do circuito. Figura 3 -Esquema mostrando a substituição de um dos circuitos da cadeia de aqusição por um circuito externo. 3 RESULTADOS E DISCUSSÃO A engenharia elétrica é uma área que possui uma forte base de conhecimento, dispondo de profissionais com habilidades importantes para a geração de soluções para o desenvolvimento de novas tecnologias e equipamentos para a área da saúde. Destacamos a importância deste trabalho como um meio de propiciar ao estudante uma oportunidade de realizar na prática experiências que contemplem problemas reais encontrados neste tipo de sistema. Procura-se com isso despertar nesses estudantes o interesse pela área, e dessa forma aumentar a demanda deste tipo de profissional no mercado, colaborando dessa forma para o desenvolvimento de novas soluções para a área da saúde tendo como conseqüência a ampliação do setor no país. Para formação da cadeia de aquisição foram adotados filtros, passa-altas e paixa-baixas de segunda ordem, conforme observado em trabalhados anteriores (PAIM 2005), (ROCHA 1997), mostraram ser suficientes para uma captação adequada destes sinais. Para o cálculo dos filtros passa-baixas e passa-altas foi adotada a escolha da colocação dos pólos do sistema na posição butterworth, com isso é possível atenuar distúrbios na banda de passagem (NOCETY FILHO 2003). O arranjo bipolar de eletrodos torna-se mais adequado para esta aplicação pelo fato de apresentar menor quantidade de ruído e interferência provinda de outros músculos, se comparado ao modo monopolar (GONZALES 1998). Pelo fato deste ser um equipamento a ser usado em aulas de laboratório deve atender as normas vigentes, proporcionando segurança aos seus usuários. Como resultado de uma pesquisa efetuada junto a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) (ABNT 2007) foram relacionadas algumas normas referentes à segurança dos sistemas envolvidos no SPSB-MD. NBRIEC de 30/10/1997- Equipamento eletromédico - Parte 1 - Prescrições gerais para segurança. Esta norma estabelece prescrições gerais para segurança de equipamento eletromédico e serve como base para prescrições de segurança de normas particulares. NBRIEC de 30/07/2004- Equipamento eletromédico - Parte 1-1: Prescrições gerais para segurança - Norma colateral: Prescrições de segurança para sistemas eletromédicos. Aplica-se a segurança de sistemas eletromédicos e descreve as prescrições de segurança necessárias para fornecer proteção ao paciente, ao operador e vizinhanças. 1P22-4

5 NBRIEC de 01/07/1997- Equipamento eletromédico - Parte 2: Prescrições particulares para a segurança de equipamento para monitorização de eletrocardiograma. Especifica prescrições particulares para a segurança de equipamento para monitoração de eletrocardiograma (ECG), monitores de telemetria, monitores ambulatoriais (Holter) e outros dispositivos de registro estão fora do campo de aplicação desta norma particular. NBRIEC de 01/12/2001- Equipamento eletromédico - Parte 2-25: Prescrições particulares para segurança de eletrocardiógrafos. Estabelece prescrições específicas para a segurança de eletrocardiógrafos. 4 CONCLUSÕES Duas questões principais podem ser abordadas pela tratativa dada à arquitetura do sistema. Uma de caráter construtivista, que possibilita ao aluno o desenvolvimento da busca pelo conhecimento, onde ele próprio projeta e constrói o seu circuito, inserindo-o no sistema e testando os resultados do que ele projetou. A aprendizagem é vista como uma construção do conhecimento, onde há uma interação maior entre o professor e o aluno (LODER 2002). Outra questão se dá pelo fato da possibilidade da redução no tempo de montagem de um circuito tão complexo. Por exemplo, uma aula prática de laboratório dura em média duas horas, nesse tempo provavelmente o aluno não contemplaria a montagem de todo o sistema. Com a utilização desse sistema ele pode, em um tempo menor ao que teria se montasse o circuito todo, voltar-se a análise dos sinais envolvidos. Um dos motivos para a abordagem de temas como aquisição de ECG, EMG e EOG se da pelo fato de que apesar da incorporação dos modernos recursos da eletrônica e a utilização do advento da informática, as bases para registro destes sinais permanecem as mesmas. Isto torna possível a implantação se um sistema completo de aquisição destes sinais á baixos custos. 5 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ANDRIGHETTO, E. et al. Proposta de uma plataforma didática para o ensino de Engenharia Biomédica em Cursos de Graduação de Engenharia Elétrica: I Os Sinais Bioelétricos. In: CONGRESO LATINOAMERICANO DE INGENIERÍA BIOMÉDICA, 4., Porlamar (submetido). Associação Brasileira de Normas Técnicas-ABNT. Prescrições para a segurança de equipamentos eletromédicos. Disponível em: Acesso em: 15 maio CHAN, A. D. C.; MACISAAC, D. Promoting Biomedical Engineering through Recruitment. In: Procedings of the 25th Annual Internacional Conference of the IEEE EMBS., Cancum, México, 2003, p COHEN, A. Biomedical Signals Origin and Dynamic Characteristics, Frequency-Domain Analysis. In: BRONZINO, J. D. (org.) Medical Systems: The Biomedical Engineering Handbook. 3. ed. New York: Taylor & Francis, cap. 1. ROCHA, P. H. Proposta de Desenvolvimento de um Detector Eletromiográfico. Florianópolis, 137 p., Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina. 1P22-5

6 IEEE ENGINEERING AND MEDICINE & BIOLOGY- IEEE-EMB. Designing a Career in Biomedical Engineering., 2003, Danvers. GONZALES, M. T. G. et al. Potenciales bioelétricos: Origem e Registro. Mexico: Universidad Autónoma Metropolitana, p. IVES, J. C.; WIGGLESWORTH, J. K. Sampling rate effects on surface EMG timming and amplitude measures, Clinical Biomechanics 18, 2002, p LODER, L. L. Epistemologia versus pedagogia o locus do professor da engenharia. Porto Alegre, 229 p., Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, NOCETY FILHO, S. Filtros seletores de sinais. 2. ed. Florianópolis: Ed. da Ufsc, p. PAIM, F. C. A. Desenvolvimento de um Sistema de Telemetria para Aquisição de Sinais Fisiológicos com Aplicação em Programas de Reabilitação Cardíaca. Florianópolis, 137 p., Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina. POSSA, P. R. C. et al. Proposta de uma plataforma didática para o ensino de Engenharia Biomédica em Cursos de Graduação de Engenharia Elétrica: II. Tutorial e Ambiente 3D para o estudo da Eletrocardiografia no Hospital-Escola Virtual. In: CONGRESO LATINOAMERICANO DE INGENIERÍA BIOMÉDICA, 4., Porlamar (submetido). QUIANG, Z.; MINGSHI, W. A wireless PDA-based electrocardiogram transmission system for telemedicine, Proceedings of the IEEE Engineering in Medicine and Biology 27th Annual Conference, 2005, p VENKATARAMANAN, S. et al. Biomedical Instrumentation Bades on Electrooculogram (EOG) Signal Processing and Application to a Hospital Alarm System. IEEE-Procedings Of Icisip-2005, India, p jan WEBSTER, J. G. Medical instrumentation: application e desing. 3. ed. Usa: Jhon Wiley & Sons, p. DIDACTICAL PLATFORM FOR BIOMEDICAL ENGINEERING EDUCATION PROPOSAL IN ELECTRICAL ENGINEERING DEGREE PROGRAMS: I. MODULES FOR ELECTROGRAPHYCS SIGNALS ACQUISICION Abstract: At this work will be presented a modules development modules development proposal for Electrographycs signals acquisition of Electrocardiogram, Electromiogram and Electrooculogram for a didactic platform for Biomedical Engineering contends education in Electric Engineering degree programs. The platform called Biomedical Signals Processing System Didactic Module (SPSB-MD), includes hardware and software solutions. The objective of this work is to present a didactic solution proposal for the implanattion 1P22-6

7 of Electrocardiographic, Electromyographic and Electrooculographic signals modules acquisition. Key-words: Education, Biomedical Engineering, Electrical Engineering, Didactic Module, Processing of Biomedical Signals. 1P22-7

PROPOSTA DE PLATAFORMA DIDÁTICA PARA ENSINO DE ENGENHARIA BIOMÉDICA EM CURSOS DE ENGENHARIA ELÉTRICA: IV. TUTORIAL SOBRE ELETROCARDIOGRAFIA

PROPOSTA DE PLATAFORMA DIDÁTICA PARA ENSINO DE ENGENHARIA BIOMÉDICA EM CURSOS DE ENGENHARIA ELÉTRICA: IV. TUTORIAL SOBRE ELETROCARDIOGRAFIA PROPOSTA DE PLATAFORMA DIDÁTICA PARA ENSINO DE ENGENHARIA BIOMÉDICA EM CURSOS DE ENGENHARIA ELÉTRICA: IV. TUTORIAL SOBRE ELETROCARDIOGRAFIA Paulo R. C. Possa - possa@ieb.ufsc.br Juliano E. Rathke - rathke@ieb.ufsc.br

Leia mais

PROPOSTA DE UMA PLATAFORMA DIDÁTICA PARA ENSINO DE ENGENHARIA BIOMÉDICA EM CURSOS DE GRADUAÇÃO DE ENGENHARIA ELÉTRICA. II. O MÓDULO DIDÁTICO DE EEG

PROPOSTA DE UMA PLATAFORMA DIDÁTICA PARA ENSINO DE ENGENHARIA BIOMÉDICA EM CURSOS DE GRADUAÇÃO DE ENGENHARIA ELÉTRICA. II. O MÓDULO DIDÁTICO DE EEG PROPOSTA DE UMA PLATAFORMA DIDÁTICA PARA ENSINO DE ENGENHARIA BIOMÉDICA EM CURSOS DE GRADUAÇÃO DE ENGENHARIA ELÉTRICA. II. O MÓDULO DIDÁTICO DE EEG Robson Adur robson@ieb.ufsc.br Eduardo Andrighetto andrighetto@ieb.ufsc.br

Leia mais

PLATAFORMA DIDÁTICA PARA A APRENDIZAGEM DE ENGENHARIA BIOMÉDICA EM CURSOS DE ENGENHARIA ELÉTRICA. III - PROPOSTA PARA COMUNICAÇÃO WIRELESS

PLATAFORMA DIDÁTICA PARA A APRENDIZAGEM DE ENGENHARIA BIOMÉDICA EM CURSOS DE ENGENHARIA ELÉTRICA. III - PROPOSTA PARA COMUNICAÇÃO WIRELESS PLATAFORMA DIDÁTICA PARA A APRENDIZAGEM DE ENGENHARIA BIOMÉDICA EM CURSOS DE ENGENHARIA ELÉTRICA. III - PROPOSTA PARA COMUNICAÇÃO WIRELESS Eduardo Andrighetto andrighetto@ieb.ufsc.br Robson Adur robson@ieb.ufsc.br

Leia mais

PROPOSTA DE PLATAFORMA DIDÁTICA PARA O ENSINO DE ENGENHARIA BIOMÉDICA EM CURSOS DE ENGENHARIA ELÉTRICA: V. AMBIENTE EM RV DE ELETROCARDIOGRAFIA

PROPOSTA DE PLATAFORMA DIDÁTICA PARA O ENSINO DE ENGENHARIA BIOMÉDICA EM CURSOS DE ENGENHARIA ELÉTRICA: V. AMBIENTE EM RV DE ELETROCARDIOGRAFIA PROPOSTA DE PLATAFORMA DIDÁTICA PARA O ENSINO DE ENGENHARIA BIOMÉDICA EM CURSOS DE ENGENHARIA ELÉTRICA: V. AMBIENTE EM RV DE ELETROCARDIOGRAFIA Felipe C. Santos - felipe@ieb.ufsc.br Juliano E. Rathke -

Leia mais

JULIANO ELESBÃO RATHKE SISTEMA DE PROCESSAMENTO DE SINAIS BIOMÉDICOS: MÓDULOS DIDÁTICOS DE ECG, EMG, EOG E CONVERSÃO ANALÓGICO-DIGITAL DE BIOSINAIS

JULIANO ELESBÃO RATHKE SISTEMA DE PROCESSAMENTO DE SINAIS BIOMÉDICOS: MÓDULOS DIDÁTICOS DE ECG, EMG, EOG E CONVERSÃO ANALÓGICO-DIGITAL DE BIOSINAIS JULIANO ELESBÃO RATHKE SISTEMA DE PROCESSAMENTO DE SINAIS BIOMÉDICOS: MÓDULOS DIDÁTICOS DE ECG, EMG, EOG E CONVERSÃO ANALÓGICO-DIGITAL DE BIOSINAIS FLORIANÓPOLIS 2008 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA

Leia mais

Monitor Cardíaco. Universidade Federal de Santa Maria Centro de Tecnologia Departamento de Eletrônica e Computação

Monitor Cardíaco. Universidade Federal de Santa Maria Centro de Tecnologia Departamento de Eletrônica e Computação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Tecnologia Departamento de Eletrônica e Computação Monitor Cardíaco Proposta de Trabalho de Conclusão de Curso Prof. Giovani Baratto Santa Maria Agosto de

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE TECNOLOGIA E GEOCIÊNCIAS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA BIOMÉDICA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE TECNOLOGIA E GEOCIÊNCIAS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA BIOMÉDICA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE TECNOLOGIA E GEOCIÊNCIAS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA BIOMÉDICA CONCURSO PÚBLICO PARA DOCENTES DO MAGISTÉRIO SUPERIOR Edital nº 05, de

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE ENGENHARIA ELÉTRICA E INFORMÁTICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE ENGENHARIA ELÉTRICA E INFORMÁTICA UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE ENGENHARIA ELÉTRICA E INFORMÁTICA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA ELETRÔNICA SÉRIE DE EXERCÍCIO #A (1) CONVERSOR A/D APROXIMAÇÃO SUCESSIVA (SAR) A figura

Leia mais

Palavras-chave. 1. Introdução

Palavras-chave. 1. Introdução Proposta de gamificação dos sinais mioelétricos aplicados na reabilitação fisioterapêutica em pacientes com dificuldades em executar movimentos em membros superiores ou inferiores Ingred C. Teixeira 1,

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE UM ELETROCARDIÓGRAFO COM MICROCONTROLADOR MSP 430

DESENVOLVIMENTO DE UM ELETROCARDIÓGRAFO COM MICROCONTROLADOR MSP 430 19 a 21 de mar o de 2010 152 DESENVOLVIMENTO DE UM ELETROCARDIÓGRAFO COM MICROCONTROLADOR MSP 430 Luiz Dionisio Pedrini, Walter Antonio Gontijo Engenharia de Computação Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI)

Leia mais

Sistema de Processamento e Difusão de Sinais Cardíacos na Web

Sistema de Processamento e Difusão de Sinais Cardíacos na Web Sistema de Processamento e Difusão de Sinais Cardíacos na Web Ricardo Godoi Vieira, Ciro José Egoavil Montero Grupo de Pesquisa de Ciência da Computação Faculdades Intergradas FACVEST Mal. Floriano, 947

Leia mais

ELETRO-OCULOGRAFIA NO CONTROLE DE MOUSE, UMA FERRAMENTA DE TECNOLOGIA ASSISTIVA

ELETRO-OCULOGRAFIA NO CONTROLE DE MOUSE, UMA FERRAMENTA DE TECNOLOGIA ASSISTIVA ELETRO-OCULOGRAFIA NO CONTROLE DE MOUSE, UMA FERRAMENTA DE TECNOLOGIA ASSISTIVA Rhaíra Helena Caetano e Souza*, Francielen Souza Borges** e Eduardo Lázaro Martins Naves* *Núcleo de Tecnologias Assistivas

Leia mais

ELETROCARDIOGRÁFO DIGITAL PORTÁTIL PARA O MONITORAMENTO DE SINAIS ECG

ELETROCARDIOGRÁFO DIGITAL PORTÁTIL PARA O MONITORAMENTO DE SINAIS ECG Anais do XIX Congresso Brasileiro de Automática, CBA 2012. ELETROCARDIOGRÁFO DIGITAL PORTÁTIL PARA O MONITORAMENTO DE SINAIS ECG PAULO C. N. CUNHA1, ROBERTA V. V. LOPES1, LUIS C. CORADINE1, LEANDRO D.

Leia mais

Instituição: CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BRASÍLIA

Instituição: CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BRASÍLIA PROPOSTA DE REABILITAÇÃO FISIOTERAPÊUTICA EM PACIENTES COM DIFICULTADADES EM EXECUTAR MOVIMENTOS EM MEMBROS SUPERIORES OU INFERIORES UTILIZANDO-SE SINAIS MIOELÉTRICOS NOS JOGOS VIRTUAIS COM APLICAÇÃO EM

Leia mais

Sistema de Informação Integrado de Apoio ao Cardiologista

Sistema de Informação Integrado de Apoio ao Cardiologista Sistema de Informação Integrado de Apoio ao Cardiologista Fábio R. Spiazzi 1, Ciro J. Egoavil 2 1,2 Faculdades Integradas da Rede de Ensino Univest (FACVEST), Brasil Resumo Este artigo apresenta um sistema

Leia mais

CIRCUITO DE CONDICIONAMENTO DE SINAIS ELETROMIOGRÁFICOS

CIRCUITO DE CONDICIONAMENTO DE SINAIS ELETROMIOGRÁFICOS Anais do 12 O Encontro de Iniciação Científica e Pós-Graduação do ITA XII ENCITA / 2006 Instituto Tecnológico de Aeronáutica São José dos Campos SP Brasil Outubro 16 a 19 2006 CIRCUITO DE CONDICIONAMENTO

Leia mais

SISTEMA BASEADO EM ELETROOCULOGRAMA PARA CONTROLE DE DISPOSITIVOS COMPUTACIONAIS

SISTEMA BASEADO EM ELETROOCULOGRAMA PARA CONTROLE DE DISPOSITIVOS COMPUTACIONAIS SISTEMA BASEADO EM ELETROOCULOGRAMA PARA CONTROLE DE DISPOSITIVOS COMPUTACIONAIS Leonardo Araújo Lima - Danilo Veloso Daher - Edgard A. Lamounier Jr. - Adriano O. Andrade (leoaraujolima@hotmail.com - veloso.danilo@gmail.com

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE ENGENHARIA ELÉTRICA E INFORMÁTICA UNIDADE ACADEMICA DE ENGENHARIA ELÉTRICA ELETRÔNICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE ENGENHARIA ELÉTRICA E INFORMÁTICA UNIDADE ACADEMICA DE ENGENHARIA ELÉTRICA ELETRÔNICA UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE ENGENHARIA ELÉTRICA E INFORMÁTICA UNIDADE ACADEMICA DE ENGENHARIA ELÉTRICA ELETRÔNICA LISTA DE EXERCÍCIOS #11 (1) O circuito a seguir é usado como pré-amplificador

Leia mais

Engenheiro de Telecomunicações pelo Instituto de Estudos Superiores da Amazônia IESAM (Belém, Pará).

Engenheiro de Telecomunicações pelo Instituto de Estudos Superiores da Amazônia IESAM (Belém, Pará). Transmissão Digital em Banda Base: Modelagem do Canal Este tutorial apresenta a implementação da formatação de um pulso para transmissão digital em banda base que simule a resposta ao impulso de um canal

Leia mais

Definições de Sinais e Sistemas

Definições de Sinais e Sistemas Definições de Sinais e Sistemas O que é um Sinal? O que é um Sistema? Visão Geral de Sistemas Específicos Processamento de Sinais Analógicos Versus Digitais Definições de Sinais e Sistemas 1 O que é um

Leia mais

Doenças cardiovasculares constituem um dos maiores problemas que afligem a

Doenças cardiovasculares constituem um dos maiores problemas que afligem a 18 1 INTRODUÇÃO Doenças cardiovasculares constituem um dos maiores problemas que afligem a população dos países industrializados. Essas doenças são responsáveis por mais de cinco milhões de pessoas hospitalizadas

Leia mais

EXPERIÊNCIA EM ENGENHARIA BIOMÉDICA NO CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FEI

EXPERIÊNCIA EM ENGENHARIA BIOMÉDICA NO CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FEI EXPERIÊNCIA EM ENGENHARIA BIOMÉDICA NO CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FEI Maria Claudia F. de Castro mclaudia@fei.edu.br Centro Universitário da FEI Av. Humberto A. C. Branco, 3972 09850-901 São Bernardo do Campo

Leia mais

Título: EMG Biofeedback por Eletro-estimulação Autores:

Título: EMG Biofeedback por Eletro-estimulação Autores: Título: EMG Biofeedback por Eletro-estimulação Autores: Alan Nogueira Sanches Felippe de Carvalho Barros Fernando Felizate Pereira Leandro de Marchi Sérgio Antônio Mathias da Silva Professor Orientador:

Leia mais

Engenharia Biomédica. Profissão do Presente e do Futuro

Engenharia Biomédica. Profissão do Presente e do Futuro Engenharia Biomédica Profissão do Presente e do Futuro Formada por 7 campi Campus Barueri Campus Santana Campus Monte alegre Campus Ipiranga Campus Sorocaba Campus Marques de Paranaguá O que é engenharia?

Leia mais

Monitoração de Sinais de ECG pela Internet em Tempo Real

Monitoração de Sinais de ECG pela Internet em Tempo Real Monitoração de Sinais de ECG pela Internet em Tempo Real Samir Bonho 1, Daniel Kolm 1, J.F.R. Baggio 1, Leandro Schwarz 1, Raimes Moraes 1 1 Instituto de Engenharia Biomédica, Universidade Federal de Santa

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE ENGENHARIA ELÉTRICA E INFORMÁTICA UNIDADE ACADEMICA DE ENGENHARIA ELÉTRICA ELETRÔNICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE ENGENHARIA ELÉTRICA E INFORMÁTICA UNIDADE ACADEMICA DE ENGENHARIA ELÉTRICA ELETRÔNICA UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE ENGENHARIA ELÉTRICA E INFORMÁTICA UNIDADE ACADEMICA DE ENGENHARIA ELÉTRICA ELETRÔNICA LISTA DE EXERCÍCIOS #12 (1) FILTRO PASSA-FAIXA Mostre que o circuito

Leia mais

Processamento de Sinais Biológicos

Processamento de Sinais Biológicos Processamento de Sinais Biológicos Adson Ferreira da Rocha, João Luiz Azevedo de Carvalho, Pedro de Azevedo Berger, Francisco Assis de Oliveira Nascimento 1. Introdução A rápida evolução das técnicas de

Leia mais

ELETROCARDIÓGRAFO COM COMPUTAÇÃO MÓVEL COMO FERRAMENTA DIDÁTICA NA GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA ELETRÔNICA E DE COMPUTAÇÃO

ELETROCARDIÓGRAFO COM COMPUTAÇÃO MÓVEL COMO FERRAMENTA DIDÁTICA NA GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA ELETRÔNICA E DE COMPUTAÇÃO ELETROCARDIÓGRAFO COM COMPUTAÇÃO MÓVEL COMO FERRAMENTA DIDÁTICA NA GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA ELETRÔNICA E DE COMPUTAÇÃO Ari Magagnin Júnior 1 ari.magagnin@gmail.com João H. C. Simas 2,3 jhcecato@gmail.com

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.640, DE 25 DE FEVEREIRO DE 2015

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.640, DE 25 DE FEVEREIRO DE 2015 1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.640, DE 25 DE FEVEREIRO DE 2015 Aprova o Projeto Pedagógico do Curso de Bacharelado

Leia mais

O USO DE UM SENSOR DE LUZ LINEAR COMO RECURSO DIDÁTICO PARA DEMONSTRAR PRINCÍPIOS DE DIFRAÇÃO E ESPECTROSCOPIA

O USO DE UM SENSOR DE LUZ LINEAR COMO RECURSO DIDÁTICO PARA DEMONSTRAR PRINCÍPIOS DE DIFRAÇÃO E ESPECTROSCOPIA Quim. Nova, Vol. 38, No. 3, S1-S6, 2015 O USO DE UM SENSOR DE LUZ LINEAR COMO RECURSO DIDÁTICO PARA DEMONSTRAR PRINCÍPIOS DE DIFRAÇÃO E ESPECTROSCOPIA Fernando Arruda Mendes de Oliveira a,b, Eduardo Ribeiro

Leia mais

MYOSYSTEMBR1 PXX MyosystemBr1_Pxx DataHominis Tecnologia Ltda

MYOSYSTEMBR1 PXX MyosystemBr1_Pxx DataHominis Tecnologia Ltda MYOSYSTEMBR1 PXX O MyosystemBr1_Pxx é um sistema completo para eletromiografia e foi projetado para suprir suas necessidades em uma grande variedade de trabalhos. Suas possibilidades de aplicação vão desde

Leia mais

Análise Univariada de Sinais Mioelétricos

Análise Univariada de Sinais Mioelétricos Análise Univariada de Sinais Mioelétricos Orientador: Maria Claudia Ferrari de Castro Departamento: Engenharia Elétrica Candidato: Luiz Victor Esteves N FEI: 11209220-0 Início: Setembro/10 Provável conclusão:

Leia mais

Rádio Definido por Software - SDR

Rádio Definido por Software - SDR MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA CAMPUS SÃO JOSÉ SANTA CATARINA Rádio Definido por Software - SDR Prof. Ramon

Leia mais

Estudos Iniciais do Sistema didático para análise de sinais no domínio da frequência DSA-PC: tipos de janelas temporais.

Estudos Iniciais do Sistema didático para análise de sinais no domínio da frequência DSA-PC: tipos de janelas temporais. Estudos Iniciais do Sistema didático para análise de sinais no domínio da frequência DSA-PC: tipos de janelas temporais. Patricia Alves Machado Telecomunicações, Instituto Federal de Santa Catarina machadopatriciaa@gmail.com

Leia mais

SISTEMA DE AuxíLiO A ANÁLISE E DIAGNÓSTICO A PARTIR DO ELETROCARDIOGRAMA. por

SISTEMA DE AuxíLiO A ANÁLISE E DIAGNÓSTICO A PARTIR DO ELETROCARDIOGRAMA. por RBE. VaL. 7 N. 1 1990 SISTEMA DE AuxíLiO A ANÁLISE E DIAGNÓSTICO A PARTIR DO ELETROCARDIOGRAMA por A. PERKUSICH 1, M.L.B. PERKUSICH 2, G.S. DEEp 3, M.E. de MORAIS 4,e A.M.N. LlMA. 4 RESUMO - Neste trabalho

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE EXPERIMENTOS LABORATORIAIS PARA O ENSINO DE AUTOMAÇÃO DA MEDIÇÃO NO CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA

DESENVOLVIMENTO DE EXPERIMENTOS LABORATORIAIS PARA O ENSINO DE AUTOMAÇÃO DA MEDIÇÃO NO CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA DESENVOLVIMENTO DE EXPERIMENTOS LABORATORIAIS PARA O ENSINO DE AUTOMAÇÃO DA MEDIÇÃO NO CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA Gilva Altair Rossi gilva@demec.ufmg.br José Maria Galvez jmgalvez@ufmg.br Universidade

Leia mais

Experiência 04: FILTRO RC PASSA ALTA E PASSA BAIXA

Experiência 04: FILTRO RC PASSA ALTA E PASSA BAIXA ( ) Prova ( ) Prova Semestral ( ) Exercícios ( ) Prova Modular ( ) Segunda hamada ( ) Exame Final ( ) Prática de Laboratório ( ) Aproveitamento Extraordinário de Estudos Nota: Disciplina: Turma: Professor:

Leia mais

O PAPEL DOS CONVERSORES SIGMA-DELTA NO FRONT END DOS SISTEMAS DE COMUNICAÇÃO DIGITAL

O PAPEL DOS CONVERSORES SIGMA-DELTA NO FRONT END DOS SISTEMAS DE COMUNICAÇÃO DIGITAL O PAPEL DOS CONVERSORES SIGMA-DELTA NO FRONT END DOS SISTEMAS DE COMUNICAÇÃO DIGITAL EDUARDO AUGUSTO DIAS FONSECA LUIZ ALBERTO PORTILHO DE LIMA Engenharia de Telecomunicações Instituto de Educação Superior

Leia mais

Laboratório de Máquinas Elétricas Utilizando um Sistema de Aquisição de Dados

Laboratório de Máquinas Elétricas Utilizando um Sistema de Aquisição de Dados Laboratório de Máquinas Elétricas Utilizando um Sistema de Aquisição de Dados Mauricélio Alves de Sousa, Eng o Fernando Luiz Marcelo Antunes, PhD Ricardo Silva Thé Pontes, MSc Grupo de Processamento de

Leia mais

Etofisiógrafo: Um Sistema Telemétrico para o Registro Sincronizado de Variáveis Fisiológicas e Comportamentais

Etofisiógrafo: Um Sistema Telemétrico para o Registro Sincronizado de Variáveis Fisiológicas e Comportamentais Etofisiógrafo: Um Sistema Telemétrico para o Registro Sincronizado de Variáveis Fisiológicas e Comportamentais P. Giassi-Junior 1, J. A. N. Leite 2, C. N. Pederiva 3, M. A. Sovierzoski 4, A. A. Hoeller

Leia mais

Controle para Motores de Passo usando módulo USB-6008

Controle para Motores de Passo usando módulo USB-6008 Departamento de Física e Ciência dos Materiais Caixa Postal 369-13560-970 São Carlos SP Brasil e-mail : andretec@ifsc.usp.br Controle para Motores de Passo usando módulo USB-6008 Introdução Neste projeto

Leia mais

Transforme o aprendizado de circuitos na sala de aula e no laboratório. ni.com. NI ELVIS Uma plataforma modular para ensino de Engenharia

Transforme o aprendizado de circuitos na sala de aula e no laboratório. ni.com. NI ELVIS Uma plataforma modular para ensino de Engenharia Transforme o aprendizado de circuitos na sala de aula e no laboratório NI ELVIS Uma plataforma modular para ensino de Engenharia Ajudando os alunos a Fazer Engenharia Ensinando a teoria fundamental de

Leia mais

Universidade Federal de Juiz de Fora Laboratório de Eletrônica CEL 037 Página 1 de 6

Universidade Federal de Juiz de Fora Laboratório de Eletrônica CEL 037 Página 1 de 6 Universidade Federal de Juiz de Fora Laboratório de Eletrônica CEL 037 Página 1 de 6 1. Titulo: Prática 12 Filtros ativos 2. Objetivos: Estudo de montagem de filtros ativos passa-baixa e passa-alta. 3.

Leia mais

SISTEMA A BASE DE REGRAS PARA A DETECÇÃO DE EPISÓDIOS ISQUÊMICOS

SISTEMA A BASE DE REGRAS PARA A DETECÇÃO DE EPISÓDIOS ISQUÊMICOS SISTEMA A BASE DE REGRAS PARA A DETECÇÃO DE EPISÓDIOS ISQUÊMICOS GABRIEL T. ZAGO, BRUNO N. AMIGO, RODRIGO V. ANDREÃO Coordenadoria de Eletrotécnica, Instituto Federal do Espírito Santo Av. Vitória, 1729

Leia mais

Campus A. C. Simões - Av. Lourival Melo Mota, s/n, Cidade Universitária - Maceió, AL - Brasil, CEP: 57072-900

Campus A. C. Simões - Av. Lourival Melo Mota, s/n, Cidade Universitária - Maceió, AL - Brasil, CEP: 57072-900 PROTÓTIPO DE COMUNICAÇÃO MÓVEL PARA ELETROCARDIÓGRAFO PORTÁTIL Gilton J. F. Silva 1, Cleumar S. Moreira 2 1 Instituto de Computação (IC) Universidade Federal de Alagoas (UFAL) - Campus A. C. Simões - Av.

Leia mais

PROPOSTA DE UMA FERRAMENTA DE AUTORIA PARA A GERAÇÃO DE CONTEÚDOS ON-LINE. Maio/2005 023-TC-C5

PROPOSTA DE UMA FERRAMENTA DE AUTORIA PARA A GERAÇÃO DE CONTEÚDOS ON-LINE. Maio/2005 023-TC-C5 1 PROPOSTA DE UMA FERRAMENTA DE AUTORIA PARA A GERAÇÃO DE CONTEÚDOS ON-LINE Maio/2005 023-TC-C5 Viviane Guimarães Ribeiro Universidade de Mogi das Cruzes vivianegr@yahoo.com.br Saulo Faria Almeida Barretto

Leia mais

Engenharia Eletrônica

Engenharia Eletrônica Engenharia Eletrônica Contribuíram para esta apresentação: Prof. Euler de Vilhena Garcia Prof. Edson Mintsu Hung Prof. Sandro Augusto Pavlik Haddad A PARTIR DA ESTRUTURA DE DESIGN DE INSTRUMENTAÇÃO A PARTIR

Leia mais

Medições com strain gage

Medições com strain gage Medições com strain gage Renan Azevedo Engenheiro de Produto, DAQ & Teste NI Henrique Sanches Marketing Técnico, LabVIEW NI Pontos principais Conceitos básicos de strain gage Conceitos básicos das medições

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS DE TELECOMUNICAÇÕES

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS DE TELECOMUNICAÇÕES PR UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Ministério da Educação Diretoria do Campus Curitiba Gerência de Ensino e Pesquisa Departamento Acadêmico de Eletrônica CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS

Leia mais

Filtros Adaptativos aplicados a Sinais Biomédicos Ricardo Siqueira Born

Filtros Adaptativos aplicados a Sinais Biomédicos Ricardo Siqueira Born Universidade Federal de Pelotas Instituto de Física e Matemática Curso de Bacharelado em Informática Filtros Adaptativos aplicados a Sinais Biomédicos Ricardo Siqueira Born Pelotas - RS 2000 ii Ricardo

Leia mais

Sistemas de Aquisição de Dados Baseado em Microcontroladores

Sistemas de Aquisição de Dados Baseado em Microcontroladores Universidade Federal do Pará Laboratório de Sensores e Sistemas Embarcados (LASSE) Sistemas de Aquisição de Dados Baseado em Microcontroladores Rodrigo Williams Rodrigues Ataíde rodrigowra@ufpa.br 26 de

Leia mais

REAL LACOS: CONTROLE DIGITAL EM TEMPO REAL

REAL LACOS: CONTROLE DIGITAL EM TEMPO REAL REAL LACOS: CONTROLE DIGITAL EM TEMPO REAL Andreya Prestes da Silva 1, Rejane de Barros Araújo 1, Rosana Paula Soares Oliveira 1 e Luiz Affonso Guedes 1 Universidade Federal do ParáB 1 Laboratório de Controle

Leia mais

TRATAMENTO E ANÁLISE DE SINAIS DE BAIXA FREQUÊNCIA PARA EMULAÇÃO DE CANAL RÁDIO

TRATAMENTO E ANÁLISE DE SINAIS DE BAIXA FREQUÊNCIA PARA EMULAÇÃO DE CANAL RÁDIO TRATAMENTO E ANÁLISE DE SINAIS DE BAIXA FREQUÊNCIA PARA EMULAÇÃO DE CANAL RÁDIO Davi Schmutzler Valim Faculdade de Engenharia Elétrica CEATEC davi_valim@puccampinas.edu.br Resumo: O trabalho trata de fazer

Leia mais

UM LABORATÓRIO WEB PARA ENSINO ORIENTADO A AUTOMAÇÃO E CONTROLE

UM LABORATÓRIO WEB PARA ENSINO ORIENTADO A AUTOMAÇÃO E CONTROLE UM LABORATÓRIO WEB PARA ENSINO ORIENTADO A AUTOMAÇÃO E CONTROLE Cleonilson Protásio de Souza 1 e José Tarcísio Costa Filho 2 Universidade Federal do Maranhão 1 Departamento de Engenharia de Eletricidade

Leia mais

Eletromiografia. Princípios básicos. Carlos Otto Heise

Eletromiografia. Princípios básicos. Carlos Otto Heise Eletromiografia Princípios básicos Carlos Otto Heise Músculo Unidade motora: estrutura Classificação das fibras musculares Ativação das unidades motoras Graduação de força Número de unidades motoras Frequência

Leia mais

Revista Ilha Digital

Revista Ilha Digital Artigo disponibilizado online Revista Ilha Digital Endereço eletrônico: http://ilhadigital.florianopolis.ifsc.edu.br/ PLATAFORMA DE TELEMETRIA E CONTROLE POR TELEFONIA MÓVEL Mayara de Sousa 1, Rodrigo

Leia mais

Proposta de uma técnica de controle para o Monitoramento Remoto de Sinais vitais em sistemas embarcados

Proposta de uma técnica de controle para o Monitoramento Remoto de Sinais vitais em sistemas embarcados 317 - Encontro Anual de Tecnologia da Informação Proposta de uma técnica de controle para o Monitoramento Remoto de Sinais vitais em sistemas embarcados Poliana Francibele de Oliveira Pereira, Alexandre

Leia mais

INSTRUMENTAÇÃO VIRTUAL APLICADA A UM LABORATÓRIO DE ACESSO REMOTO COM GERADOR DE FUNÇÕES E OSCILOSCÓPIO

INSTRUMENTAÇÃO VIRTUAL APLICADA A UM LABORATÓRIO DE ACESSO REMOTO COM GERADOR DE FUNÇÕES E OSCILOSCÓPIO INSTRUMENTAÇÃO VIRTUAL APLICADA A UM LABORATÓRIO DE ACESSO REMOTO COM GERADOR DE FUNÇÕES E OSCILOSCÓPIO TEBERGE, C. R. caio.teberge@ee.ufcg.edu.br MELO, T. R. thamiles.melo@ee.ufcg.edu.br SILVA, J. J.

Leia mais

Em um estudo sobre sinais, o passo inicial é de conceituação dada a diversidade semântica da palavra SINAL (figura 1). Figura 1 Conceito de sinal

Em um estudo sobre sinais, o passo inicial é de conceituação dada a diversidade semântica da palavra SINAL (figura 1). Figura 1 Conceito de sinal CONCEITO DE SINAL Em um estudo sobre sinais, o passo inicial é de conceituação dada a diversidade semântica da palavra SINAL (figura 1). Figura 1 Conceito de sinal RECONSTRUÇÃO DE SINAIS A PARTIR DE SENÓIDES

Leia mais

Introdução aos circuitos seletores de frequências. Sandra Mara Torres Müller

Introdução aos circuitos seletores de frequências. Sandra Mara Torres Müller Introdução aos circuitos seletores de frequências Sandra Mara Torres Müller Aqui vamos estudar o efeito da variação da frequência da fonte sobre as variáveis do circuito. Essa análise constitui a resposta

Leia mais

SOFTWARE DIDÁTICO PARA PROCESSAMENTO DE SINAIS

SOFTWARE DIDÁTICO PARA PROCESSAMENTO DE SINAIS SOFTWARE DIDÁTICO PARA PROCESSAMENTO DE SINAIS Felipe Marcon 1 e Álvaro L. Stelle 2 Centro Federal de Educação Tecnológica do Paraná Departamento Acadêmico de Eletrônica Av. Sete de Setembro, 3165 80230-901

Leia mais

ELETROMIÓGRAFO ME 6000

ELETROMIÓGRAFO ME 6000 Página 1 de 5 ELETROMIÓGRAFO ME 6000 1. INTRODUÇÃO 2. POSICIONAMENTO DOS ELETRODOS 3. USO DO ELETROMIOGRÁFICO COM O SOFTWARE MEGA WIN 4. ME6000 3.1 Cuidados 3.2 Como ligar e usar os menus: Measure, File

Leia mais

INSTRUMENTAÇÃO VIRTUAL PARA AQUISIÇÃO DE SINAIS E ANÁLISE DE FALHAS EM MÁQUINAS ROTATIVAS

INSTRUMENTAÇÃO VIRTUAL PARA AQUISIÇÃO DE SINAIS E ANÁLISE DE FALHAS EM MÁQUINAS ROTATIVAS Universidade Federal de São João Del-Rei MG 26 a 28 de maio de 2010 Associação Brasileira de Métodos Computacionais em Engenharia INSTRUMENTAÇÃO VIRTUAL PARA AQUISIÇÃO DE SINAIS E ANÁLISE DE FALHAS EM

Leia mais

Apresentação. ECG Digital. Life Card. Telemedicina

Apresentação. ECG Digital. Life Card. Telemedicina ECG Digital Apresentação O WinCardio é composto por um eletrocardiógrafo USB em 12 derivações simultâneas, software compatível com Windows XP, Vista (32 bits), Windows 7 (32 bits) e filtros digitais que

Leia mais

Esteira e eletrocardiógrafo com conexões

Esteira e eletrocardiógrafo com conexões ANTECIPANDO TECNOLOGIAS Esteira e eletrocardiógrafo com conexões O sistema para teste de esforço ErgoPC 13 une qualidade e facilidade com capacidade de diagnóstico e prognóstico. Ele oferece a melhor relação

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO - PRÓ-REITORIA PARA ASSUNTOS ACADÊMICOS CURRÍCULO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO PERFIL

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO - PRÓ-REITORIA PARA ASSUNTOS ACADÊMICOS CURRÍCULO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO PERFIL PERFIL 3001 - Válido para os alunos ingressos a partir de 2002.1 Disciplinas Obrigatórias Ciclo Geral Prát IF668 Introdução à Computação 1 2 2 45 MA530 Cálculo para Computação 5 0 5 75 MA531 Álgebra Vetorial

Leia mais

Desenvolvimento de uma Rede de Sensores Sem Fios para o Monitoramento Biomédico

Desenvolvimento de uma Rede de Sensores Sem Fios para o Monitoramento Biomédico Desenvolvimento de uma Rede de Sensores Sem Fios para o Monitoramento Biomédico Eduardo Mamani Gutiérrez 1, Adson Ferreira da Rocha 1, Talles Marcelo Gonçalves de Andrade, Barbosa 1,3, Demartonne Ramos

Leia mais

ni.com Série de conceitos básicos de medições com sensores

ni.com Série de conceitos básicos de medições com sensores Série de conceitos básicos de medições com sensores Medições de temperatura Renan Azevedo Engenheiro de Produto, DAQ & Teste NI Henrique Sanches Marketing Técnico, LabVIEW NI Pontos principais Diferentes

Leia mais

Filtros de sinais. Conhecendo os filtros de sinais.

Filtros de sinais. Conhecendo os filtros de sinais. Filtros de sinais Nas aulas anteriores estudamos alguns conceitos importantes sobre a produção e propagação das ondas eletromagnéticas, além de analisarmos a constituição de um sistema básico de comunicações.

Leia mais

PLANO DE ENSINO CARGA HORÁRIA TOTAL: 72 TEORIA: 50 PRÁTICA: 22

PLANO DE ENSINO CARGA HORÁRIA TOTAL: 72 TEORIA: 50 PRÁTICA: 22 DEPARTAMENTO: Sistemas de Informação PLANO DE ENSINO DISCIPLINA: Redes de Computadores I PROFESSOR: SERGIO ROBERTO VILLARREAL SIGLA: RED I E-MAIL: sergio.villarreal@udesc.br CARGA HORÁRIA TOTAL: 72 TEORIA:

Leia mais

Apresentação ANTECIPANDO TECNOLOGIAS

Apresentação ANTECIPANDO TECNOLOGIAS ANTECIPANDO TECNOLOGIAS Apresentação O WinCardio é composto por um eletrocardiógrafo USB em 12 derivações simultâneas, software compatível com Windows XP, Vista, Windows 7 e filtros digitais que garantem

Leia mais

Prof. Daniel Hasse. Multimídia e Hipermídia

Prof. Daniel Hasse. Multimídia e Hipermídia Prof. Daniel Hasse Multimídia e Hipermídia AULA 02 Agenda: Algoritmos de Codificação/Decodificação; Codec de Áudio. Atividade complementar. Algoritmos de Codificação/Decodificação - Comunicação tempo real,

Leia mais

Processamento Digital de Sinais

Processamento Digital de Sinais Processamento Digital de Sinais Capítulo 1 Prof. Rodrigo Varejão Andreão 2010/2 Cap. 1 Introdução PDS: área de rápido desenvolvimento nos últimos 40 anos, resultado do avanço das tecnologias de computação

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE ENGENHARIA ELÉTRICA E INFORMÁTICA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA ELETRÔNICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE ENGENHARIA ELÉTRICA E INFORMÁTICA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA ELETRÔNICA UNIVERIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE ENGENHARIA ELÉTRICA E INFORMÁTICA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA ELETRÔNICA LITA DE EXERCÍCIO # () Mostre que o circuito a seguir pode ser usado como

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE UMA INTERFACE GRÁFICA PARA INTERAÇÃO HOMEM-COMPUTADOR EM UM KIT DIDÁTICO MICROCONTROLADO

DESENVOLVIMENTO DE UMA INTERFACE GRÁFICA PARA INTERAÇÃO HOMEM-COMPUTADOR EM UM KIT DIDÁTICO MICROCONTROLADO DESENVOLVIMENTO DE UMA INTERFACE GRÁFICA PARA INTERAÇÃO HOMEM-COMPUTADOR EM UM KIT DIDÁTICO MICROCONTROLADO Luiz Gustavo C. Machado gu-castilho@live.com Bruno A. Angélico bangelico@utfpr.edu.br Arthur

Leia mais

Aplicações com OpAmp. 1) Amplificadores básicos. Amplificador Inversor

Aplicações com OpAmp. 1) Amplificadores básicos. Amplificador Inversor 225 Aplicações com OpAmp A quantidade de circuitos que podem ser implementados com opamps é ilimitada. Selecionamos aqueles circuitos mais comuns na prática e agrupamos por categorias. A A seguir passaremos

Leia mais

INSTITUIÇÃO: INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO ESPÍRITO SANTO

INSTITUIÇÃO: INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO ESPÍRITO SANTO Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: DIGITALIZAÇÃO DE EXAMES DE ECG CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: ENGENHARIAS E TECNOLOGIAS SUBÁREA:

Leia mais

Especialização em Engenharia Clínica

Especialização em Engenharia Clínica Docente: > Marcelino M. de Andrade, Dr. Especialização em Engenharia Clínica Instrumentação e Processamento de Sinais Biológicos Terceira Aula!!! Sistema de Aquisição de Sinais Fenômenos e Sinais! Fenômeno

Leia mais

Reparador de Circuitos Eletrônicos

Reparador de Circuitos Eletrônicos Reparador de Circuitos Eletrônicos O Curso de Reparador de Circuitos Eletrônicos tem por objetivo o desenvolvimento de competências relativas a princípios e leis que regem o funcionamento e a reparação

Leia mais

IMPLEMENTAÇÃO DE UM SISTEMA DE ALARMES PARA O MONITOR DE FUNÇÃO CEREBRAL PARA UNIDADES DE TERAPIA INTENSIVA

IMPLEMENTAÇÃO DE UM SISTEMA DE ALARMES PARA O MONITOR DE FUNÇÃO CEREBRAL PARA UNIDADES DE TERAPIA INTENSIVA IMPLEMENTAÇÃO DE UM SISTEMA DE ALARMES PARA O MONITOR DE FUNÇÃO CEREBRAL PARA UNIDADES DE TERAPIA INTENSIVA A. B. B. Souza*, P. D. Farina Jr.**, M. Cagy* e A. F. C. Infantosi* * Programa de Engenharia

Leia mais

Projeto de Múltiplas RSSF operando sobre. Fibra óptica

Projeto de Múltiplas RSSF operando sobre. Fibra óptica Anais do XIX Encontro de Iniciação Científica ISSN 1980178 Projeto de Múltiplas RSSF operando sobre Maria Caroline de Andrade PUC-Campinas Centro de Ciências Exatas, Ambientais e de Tecnologias maria.ca@puccampinas.edu.br

Leia mais

Capítulo I Processamento de Sinal

Capítulo I Processamento de Sinal Capítulo I Processamento de Sinal Mestrado de Informática Médica Miguel Tavares Coimbra Resumo 1. Sinal biomédico 2. Analógico vs Digital 3. Quantização e amostragem 4. Ruído 5. Convolução 6. Introdução

Leia mais

A INSTRUMENTAÇÃO VIRTUAL COMO FORMA DE INTEGRAÇÃO ENTRE A TEORIA E PRÁTICA NO ENSINO DE MEDIDAS ELÉTRICAS

A INSTRUMENTAÇÃO VIRTUAL COMO FORMA DE INTEGRAÇÃO ENTRE A TEORIA E PRÁTICA NO ENSINO DE MEDIDAS ELÉTRICAS A INSTRUMENTAÇÃO VIRTUAL COMO FORMA DE INTEGRAÇÃO ENTRE A TEORIA E PRÁTICA NO ENSINO DE MEDIDAS ELÉTRICAS Cesar Ramos Rodrigues - cesar@ieee.org Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Tecnologia,

Leia mais

INTERFERÊNCIA ELETROMAGNÉTICA NO AMBIENTE HOSPITALAR

INTERFERÊNCIA ELETROMAGNÉTICA NO AMBIENTE HOSPITALAR INTERFERÊNCIA ELETROMAGNÉTICA NO AMBIENTE HOSPITALAR Suzy Cristina Bruno Cabral, Sérgio Santos Mühlen Departamento de Engenharia Biomédica FEEC e CEB / UNICAMP Resumo: Todos os equipamentos eletrônicos

Leia mais

O AMPLIFICADOR LOCK-IN

O AMPLIFICADOR LOCK-IN O AMPLIFICADOR LOCK-IN AUTORES: RAFAEL ASTUTO AROUCHE NUNES MARCELO PORTES DE ALBUQUERQUE MÁRCIO PORTES DE ALBUQUERQUE OUTUBRO 2007-1 - SUMÁRIO RESUMO... 3 INTRODUÇÃO... 4 PARTE I: O QUE É UM AMPLIFICADOR

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Parte II: Camada Física Dezembro, 2012 Professor: Reinaldo Gomes reinaldo@computacao.ufcg.edu.br Meios de Transmissão 1 Meios de Transmissão Terminologia A transmissão de dados d

Leia mais

RESOLVE: Art. 1 o Aprovar o Projeto Político Pedagógico do Curso de Engenharia Elétrica, modalidade Bacharelado, do Centro de Tecnologia, no Campus I.

RESOLVE: Art. 1 o Aprovar o Projeto Político Pedagógico do Curso de Engenharia Elétrica, modalidade Bacharelado, do Centro de Tecnologia, no Campus I. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N 23/2008 Aprova o Projeto Político-Pedagógico do Curso de Engenharia Elétrica, do Centro

Leia mais

CEFET/RJ UnED Petrópolis

CEFET/RJ UnED Petrópolis CEFET/RJ UnED Petrópolis Relatório de Estágio Supervisionado Empresa: CEFET/RJ UnED Petrópolis Curso: Técnico em Telecomunicações/TV Digital Estagiária: Dayana Kelly Turquetti de Moraes Telefones: (24)

Leia mais

Resposta em Frequência de Sistemas LTI 1

Resposta em Frequência de Sistemas LTI 1 Resposta em Frequência de Sistemas LTI A resposta em frequência de um sistema LTI fornece a caracterização intuitiva do comportamento entrada-saída do sistema. Isto ocorre porque a convolução no domínio

Leia mais

PRINCÍPIOS BÁSICOS DO ELETROCARDIOGRAMA

PRINCÍPIOS BÁSICOS DO ELETROCARDIOGRAMA UNIVERSIDADE COMUNITÁRIA da REGIÃO DE CHAPECÓ - UNOCHAPECÓ ÁREA DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CURSO DE ENFERMAGEM PROFESSORA TÂNIA MARIA ASCARI PRINCÍPIOS BÁSICOS DO ELETROCARDIOGRAMA O eletrocardiograma é o registro

Leia mais

Sistema digital de pesquisa de vazamentos de água: desenvolvimento de plataforma, gravações e análises de sinais

Sistema digital de pesquisa de vazamentos de água: desenvolvimento de plataforma, gravações e análises de sinais Sistema digital de pesquisa de vazamentos de água: desenvolvimento de plataforma, gravações e análises de sinais Digital system for water leakage research: platform development, signal recording and analysis

Leia mais

CAP. 5 FILTROS ATIVOS TE 054 CIRCUITOS ELETRÔNICOS LINEARES

CAP. 5 FILTROS ATIVOS TE 054 CIRCUITOS ELETRÔNICOS LINEARES CAP. 5 FILTROS ATIVOS 5.1 CONCEITOS BÁSICOS Filtros são circuitos lineares projetados para deixar passar determinadas frequências e atenuar outras São baseados em elementos reativos (C e L) Podem ser passivos

Leia mais

Teoria das Descargas Parciais

Teoria das Descargas Parciais Teoria das Descargas Parciais Quando uma tensão é aplicada aos terminais de um equipamento elétrico que possui isolamento elétrico (dielétricos - ar, SF 6, óleo isolante, fenolite, resinas, vidros, etc.)

Leia mais

Sistema de Aquisição de Dados

Sistema de Aquisição de Dados Sistema de Aquisição de Dados Versão 2013 RESUMO Nesta experiência será desenvolvido o projeto de um sistema de aquisição e armazenamento de dados analógicos em formato digital. O sinal de um sensor de

Leia mais

ESTUDO E DESENVOLVIMENTO DA INTERAÇÃO CÉREBRO-COMPUTADOR: CONTROLE DE DISPOSITIVOS MECATRÔNICOS ATRAVÉS DA MENTE

ESTUDO E DESENVOLVIMENTO DA INTERAÇÃO CÉREBRO-COMPUTADOR: CONTROLE DE DISPOSITIVOS MECATRÔNICOS ATRAVÉS DA MENTE 26 a 29 de outubro de 2010 ISBN 978-85-61091-69-9 ESTUDO E DESENVOLVIMENTO DA INTERAÇÃO CÉREBRO-COMPUTADOR: CONTROLE DE DISPOSITIVOS MECATRÔNICOS ATRAVÉS DA MENTE Humberto Vinicius Paulino Baena 1 ; Munif

Leia mais

XIX Congresso Nacional de Estudantes de Engenharia Mecânica - 13 a 17/08/2012 São Carlos-SP Artigo CREEM2012 SENSOR DE TEMPERATURA WIRELESS

XIX Congresso Nacional de Estudantes de Engenharia Mecânica - 13 a 17/08/2012 São Carlos-SP Artigo CREEM2012 SENSOR DE TEMPERATURA WIRELESS XIX Congresso Nacional de Estudantes de Engenharia Mecânica - 13 a 17/08/2012 São Carlos-SP Artigo CREEM2012 SENSOR DE TEMPERATURA WIRELESS Antonio Carlos Lemos Júnior, Ednaldo Lopes Rosa e Leandro Aureliano

Leia mais

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA (UNB) DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA PROJETO FINAL DE GRADUAÇÃO (2º/2003)

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA (UNB) DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA PROJETO FINAL DE GRADUAÇÃO (2º/2003) UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA (UNB) DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA PROJETO FINAL DE GRADUAÇÃO (2º/2003) Orientador: Adson Ferreira da Rocha Alunos: Bruno Oliveira Barbosa matrícula: 99/52659 Daniel França

Leia mais