DESCRIÇÃO DE CURSOS E TREINAMENTOS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DESCRIÇÃO DE CURSOS E TREINAMENTOS"

Transcrição

1 Empresas Prestação Serviços e Escaladores em Plataformas Navios AV. Luiz Lírio, 519, Barra Macaé Macaé RJ DESCRIÇÃO DE CURSOS E TREINAMENTOS Aulas ministradas pelo SINDPRESP-BR em parceria com a UNILAGOS em sua se na Rua Marechal Castelo Branco, 333 Rio do Limão, Araruama, RJ CEP Operador empilhaira: Com o objetivo reciclar e rever conhecimentos para operação e manutenção empilhairas, para realizar as operações transporte, movimentação, armazenagem e manuseio materiais forma segura e precisa, evitando perdas tempo, acintes e custos para as empresas. Se stina a operadores empilhairas que já operam os equipamentos e estão habilitados para a função. Plataformista: Capacitar recursos humanos com formação mínima nível médio (2º. Grau) para atuarem em atividas apoio aos serviços perfuração e manutenção poços petróleo, em sondas perfuração ou workover, on shore (em terra) e/ou offshore (no mar). Homem área: Fornecer aos participantes conhecimentos e habilidas sobre as atividas da função Homem área, riscos operacionais, procedimentos em emergências, teoria e prática da movimentação cargas, capacida levantamento, sinalizações e práticas segurança do trabalho.

2 Empresas Prestação Serviços e Escaladores em Plataformas Navios AV. Luiz Lírio, 519, Barra Macaé Macaé RJ Almoxarife: Este curso almoxarife tem os seguintes objetivos: Treinar pessoas nos conhecimentos técnicos na área administração materiais que habilitem o aluno a ingressar no mercado trabalho como almoxarife, estoquista, auxiliar estoque, auxiliar almoxarife, auxiliar almoxarifado ou em atividas similares no controle estoque materiais. Desenvolver funcionários que já atuem na área almoxarifado ou em controle estoque e que necessitem aperfeiçoamentos profissionais para um melhor sempenho ou para conseguir promoções em suas profissões. Auxiliar empresas que queiram requalificar seus almoxarifes, auxiliares estoque, estoquistas, encarregados controle estoque etc. com objetivo aumentar produtivida, melhorar níveis serviço além reduzir custos. Hotelaria e Comissário bordo: Capacitar o profissional em gerenciamento equipes e prestadores serviços voltados para hotelaria offshore e onshore. Também atua no controle embarque e sembarque dos petroleiros,organizando documentos e bagagens, entre outras funções. Neste sentido, as competências que serão senvolvidas são: Efetuar a arrumação, limpeza e higienização dos enxovais, camarotes e áreas comuns, utilizando técnicas e produtos aquados e tomando os cuidados necessários com a segurança no trabalho; Exercer a hospitalida com os tripulantes e com seus colegas trabalho, agindo com ética, cortesia, clareza, objetivida e profissionalismo, a fim satisfazer suas necessidas, superando suas expectativas; Aplicar as normas Segurança, Meio Ambiente, e Saú (SMS) rotineiramente, para garantir a sua integrida física, seus colegas e tripulantes, bem como a segurança da plataforma.

3 Empresas Prestação Serviços e Escaladores em Plataformas Navios AV. Luiz Lírio, 519, Barra Macaé Macaé RJ Movimentação carga: Preparar os treinados para operar com segurança a empilhaira na movimentação cargas em ambientes industriais, obecendo a rigorosos métodos prevenção acintes conforme a norma regulamentadora NR11 (portaria do Ministério do Trabalho n 3214/78.) Acesso por Cordas - Escalador Nr34: O escalador industrial trabalha nas prestadoras serviços em unidas offshore e plantas industriais, vinculadas à industria exploração, produção e distribuição petróleo e seus rivados no Brasil. Operador Rádio: A profissão operador rádio offshore, tem atraído bastante pessoas e está sendo amplamente, propagada pelos cursos qualificação profissional petróleo e gás. Homens e mulheres acima 18 anos, que normalmente fazem o curso, não têm dificuldas para adquirem suas carteira na Agencia Nacional Telecomunicação ANATEL. Com o crescimento da indústria do petróleo no Brasil, e o maior acesso aos cursos na área, nos últimos anos cresceu substancialmente, o número profissionais, que hoje têm uma carteira e está apto para exercer a profissão Operador Rádio Offshore. Proporcionalmente, cresce também o número vagas para esses profissionais no mercado, principalmente, para aqueles que agregam em sua formação conhecimento e toda caia produtiva petróleo e gás e um curso inglês. Evintemente, que há oportunidas para todos mesmo sem inglês, mas falar outro idioma é sempre um bom diferencial competitivo em termos profissionais e salariais. Auxiliar Manutenção Guindaste: Irá realizar atividas amarração cargas, auxiliar nas atividas carga e scarga, colocação na base, irá auxiliar os profissionais operador guindaste e supervisores no que for necessário e zelar pela conservação dos equipamentos.

4 Empresas Prestação Serviços e Escaladores em Plataformas Navios AV. Luiz Lírio, 519, Barra Macaé Macaé RJ Aulas ministradas pelo SINDPRESP-BR em parceria com a MARINHA DO BRASIL CIAAN (Centro Instrução e Astramento Aeronaval Almirante José Maria do Amaral Oliveira) situado no Complexo Aeronaval São Pedro da Alia. HUET - Escape Aeronave Submersa: Instruir e treinar tripulação e passageiros nos procedimentos segurança, scape helicóptero submerso e sobrevivência no mar. Tipos helicópteros empregados offshore; Procedimentos pré-embarque; Procedimentos segurança para embarque Procedimentos em vôo; Procedimentos segurança para sembarque; Perigos associados ao helicoptero; Medidas segurança aplicadas aos helicópteros Perigos em caso pouso emergência; Problemas adicionais em caso pouso na água; Preparação para pouso emergência na água; Preparação para pouso emergência em terra; Ações a serem tomadas após pouso emergência controlado em terra; Ações a serem seguidas após pouso controlado na água; Prática evacuação helicóptero na superfície; Prática escape helicóptero submerse; Prática escape helicóptero submerso. Curso básico segurança plataforma CBSP: Qualificar o aluno, não aquaviário, para as tarefas a bordo Unidas "Offshore", dando-lhe conhecimentos básicos sobre medidas segurança a bordo, acordo com as recomendações contidas nos itens 5.2 e 5.3 e Tabelas e da Resolução A.891(21) 25/11/1999, da Organização Marítima Internacional, em complemento ao que é exigido pela Convenção STCW-1978, como emendado, e pelo Código STCW-1978, como emendado.

5 Empresas Prestação Serviços e Escaladores em Plataformas Navios AV. Luiz Lírio, 519, Barra Macaé Macaé RJ Espaço Confinado (CEC) Nr33: A NR-33 tem como objetivo estabelecer os requisitos mínimos para intificação espaços confinados e o reconhecimento, avaliação, monitoramento e controle dos riscos existentes, forma a garantir permanentemente a segurança e saú dos trabalhadores que interagem direta ou indiretamente nestes espaços. O espaço confinado é qualquer área ou ambiente não projetado para ocupação humana contínua, que possua meios limitados entrada e saída, cuja ventilação existente é insuficiente para remover contaminantes ou on possa existir a ficiência ou enriquecimento oxigênio. Básico em primeiros socorros: Treinar os alunos a prevenir acintes e prestar cuidados emergência e RCP; Tornar os alunos aptos a se protegerem fazendo uso barreiras, Desenvolver um ambiente aprendizagem em emergências médicas baixíssimo stress e repleto atividas práticas, Utilizar equipamentos aquados para emergências médicas, atualizar os conhecimentos em emergências médicas. Básico em combate a incêndio (NI NII NIII): Fornecer aos participantes habilidas e conhecimentos para se tornar apto a entenr a química do fogo, operar equipamentos combate a incêndio e prevenção incêndios.

ANEXO II.8.8.3-2 PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO COMPETÊNCIA E TREINAMENTO (AP-202)

ANEXO II.8.8.3-2 PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO COMPETÊNCIA E TREINAMENTO (AP-202) AP 202: COMPETÊNCIA E TREINAMENTO PÁG : 1 de 11 ANEXO II.8.8.3-2 PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO COMPETÊNCIA E TREINAMENTO (AP-202) AP 202: COMPETÊNCIA E TREINAMENTO PÁG : 2 de 11 AP 202 COMPETÊNCIA E TREINAMENTO

Leia mais

INSTRUÇÃO DE TRABALHO

INSTRUÇÃO DE TRABALHO PÁG. 1/11 1. OBJETIVO Identificar os riscos envolvidos em cada passo da tarefa, estabelecer salvaguardas que garantam a eliminação ou controle dos riscos identificados. Essa ferramenta deve ser utilizada

Leia mais

PARTE A - IMPLEMENTAÇÃO 1 GERAL. 1.1 Definições. As seguintes definições se aplicam às Partes A e B deste Código.

PARTE A - IMPLEMENTAÇÃO 1 GERAL. 1.1 Definições. As seguintes definições se aplicam às Partes A e B deste Código. PREÂMBULO 1 O propósito deste Código é estabelecer um padrão internacional para a operação e gerenciamento seguros de navios e para a prevenção da poluição. 2 A Assembleia adotou a Resolução A.443(XI),

Leia mais

Apresentação Corporativa

Apresentação Corporativa Apresentação Corporativa Nossa Empresa A TerraMar Treinamentos foi fundada no ano de 2009, objetivando o atendimento às empresas do setor marítimo no tocante aos treinamentos de segurança, aprimoramento

Leia mais

Espaço Confinado o que você precisa saber para se proteger de acidentes?

Espaço Confinado o que você precisa saber para se proteger de acidentes? Espaço Confinado o que você precisa saber para se proteger de acidentes? Publicado em 13 de outubro de 2011 Por: Tônia Amanda Paz dos Santos (a autora permite cópia, desde que citada a fonte e/ou indicado

Leia mais

ANEXO Nº I. Liberação: ¾ Termo de Liberação dos gestores da área solicitante para inicio das atividades; Prorrogação:

ANEXO Nº I. Liberação: ¾ Termo de Liberação dos gestores da área solicitante para inicio das atividades; Prorrogação: ANEXO Nº I Item: SERVIÇO Unidade Requisitante: Código Cadastro: Empresa Contratada Especificações de Segurança, Higiene e Medicina do Trabalho para realização de integração na contratante. 1) Itens obrigatórios

Leia mais

A Empresa. Missão. Visão. Valores

A Empresa. Missão. Visão. Valores A Empresa Com um know-how de 10 anos de excelência em Treinamento Transcultural e Linguístico, a CTL tem se especializado em Comunicação Corporativa e Relações Internacionais e oferece uma variedade de

Leia mais

Guia Informativo 01 Cursos de Formação de Bombeiro Civil

Guia Informativo 01 Cursos de Formação de Bombeiro Civil Versão Prévia 0.0.1 18/08/15 Guia Informativo 01 Cursos de Formação de Bombeiro Civil ESQUADRÃO NACIONAL DE BOMBEIROS CIVIS E VOLUNTÁRIOS (ENBC) WWW.BOMBEIROCIVILRN.COM CONTATO@BOMBEIROCIVILRN.COM 1. APRESENTAÇÃO

Leia mais

SÚMULA DAS NORMAS REGULAMENTADORAS NR S. Objetivo: Instruir quanto ao campo de aplicação das NR s e direitos e obrigações das partes.

SÚMULA DAS NORMAS REGULAMENTADORAS NR S. Objetivo: Instruir quanto ao campo de aplicação das NR s e direitos e obrigações das partes. SÚMULA DAS NORMAS REGULAMENTADORAS NR S NR-1 DISPOSIÇÕES GERAIS O campo de aplicação de todas as Normas Regulamentadoras de segurança e medicina do trabalho urbano, bem como os direitos e obrigações do

Leia mais

NORMAS REGULAMENTADORAS - NR ABAIXO ESTÃO AS NORMAS REGULAMENTADORAS VIGENTES DO MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO

NORMAS REGULAMENTADORAS - NR ABAIXO ESTÃO AS NORMAS REGULAMENTADORAS VIGENTES DO MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO NORMAS REGULAMENTADORAS - NR ABAIXO ESTÃO AS NORMAS REGULAMENTADORAS VIGENTES DO MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO NR 1 - Disposições Gerais As Normas Regulamentadoras são de observância obrigatória por

Leia mais

Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária. Coordenação de Meio Ambiente MERJ TERMO DE REFERÊNCIA

Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária. Coordenação de Meio Ambiente MERJ TERMO DE REFERÊNCIA Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária Superintendência Regional do Rio de Janeiro - SRRJ Coordenação de Meio Ambiente MERJ TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA REALIZAÇÃO

Leia mais

ABC do Trabalho. em Embarcações CONATPA

ABC do Trabalho. em Embarcações CONATPA ABC do Trabalho em Embarcações CONATPA O que é um trabalhador aquaviário? É todo trabalhador com habilitação certificada pela autoridade marítima para operar embarcações em caráter profissional. São eles

Leia mais

Qualificação e capacitação dos trabalhadores em Segurança do Trabalho na Indústria da Construção. 17 de agosto de 2012

Qualificação e capacitação dos trabalhadores em Segurança do Trabalho na Indústria da Construção. 17 de agosto de 2012 Qualificação e capacitação dos trabalhadores em Segurança do Trabalho na Indústria da Construção 17 de agosto de 2012 Capacitação Habilitação O que é previsto nas normas e requisitos de segurança no trabalho

Leia mais

Aula 4. Noções de Prevenção de Trabalho em Altura, Eletricidade e Espaço Confinado. META DA AULA OBJETIVOS

Aula 4. Noções de Prevenção de Trabalho em Altura, Eletricidade e Espaço Confinado. META DA AULA OBJETIVOS Aula 4 Noções de Prevenção de Trabalho em Altura, Eletricidade e Espaço META DA AULA Adquirir noções básicas sobre Trabalho em Altura, Eletricidade e Espaço OBJETIVOS Ao final desta aula, você deverá ser

Leia mais

PROTOCOLO SOBRE PREPARO, RESPOSTA E COOPERAÇÃO PARA INCIDENTES DE POLUIÇÃO POR SUBSTÂNCIAS POTENCIALMENTE PERIGOSAS E NOCIVAS, 2000

PROTOCOLO SOBRE PREPARO, RESPOSTA E COOPERAÇÃO PARA INCIDENTES DE POLUIÇÃO POR SUBSTÂNCIAS POTENCIALMENTE PERIGOSAS E NOCIVAS, 2000 PROTOCOLO SOBRE PREPARO, RESPOSTA E COOPERAÇÃO PARA INCIDENTES DE POLUIÇÃO POR SUBSTÂNCIAS POTENCIALMENTE PERIGOSAS E NOCIVAS, 2000 AS PARTES DO PRESENTE PROTOCOLO, SENDO PARTES da Convenção Internacional

Leia mais

CURRICULUM VITAE. José Figueiredo Guedes. Doutorando em Ciências e Engenharia do Ambiente. Engenheiro Mecânico. Analista de Projetos Navais

CURRICULUM VITAE. José Figueiredo Guedes. Doutorando em Ciências e Engenharia do Ambiente. Engenheiro Mecânico. Analista de Projetos Navais CURRICULUM VITAE José Figueiredo Guedes Doutorando em Ciências e Engenharia do Ambiente Engenheiro Mecânico Analista de Projetos Navais Gestor Ambiental Perito e Auditor Ambiental Perito e Avaliador de

Leia mais

Oportunidades e desafios de qualificação profissional. III Balanço do Setor Naval e Offshore do Rio de Janeiro FIRJAN - 06/06/2014

Oportunidades e desafios de qualificação profissional. III Balanço do Setor Naval e Offshore do Rio de Janeiro FIRJAN - 06/06/2014 Oportunidades e desafios de qualificação profissional III Balanço do Setor Naval e Offshore do Rio de Janeiro FIRJAN - 06/06/2014 Petrobras Plano de Negócios 2014-2018 Inovação e Desenvolvimento Tecnológico

Leia mais

A empresa. A estrutura. A flutrol

A empresa. A estrutura. A flutrol A flutrol A empresa A Flutrol é uma empresa 100% Brasileira e totalmente voltada a produção de soluções avançadas em controle de fluidos. É fabricante de equipamentos para geração de pressão hidráulica

Leia mais

NORMAS REGULAMENTADORAS

NORMAS REGULAMENTADORAS NORMAS REGULAMENTADORAS As Normas Regulamentadoras estabelecem critérios e procedimentos obrigatórios relacionados à segurança e medicina do trabalho, que devem ser seguidos por empresas de acordo com

Leia mais

ACT 2013 Capítulo VII: SMS

ACT 2013 Capítulo VII: SMS ACT 2013 Capítulo VII: SMS Avanços em relação ao ACT 2011: Destaques 25 e 26/09/2013 1 Exames Periódicos (ACT 2011 Cláusula 107ª) Garantir o direito a todos os Empregados, após a conclusão dos exames ocupacionais,

Leia mais

Incêndio em Navios INCÊNDIO 1ª ANALÍTICO. Seção POP

Incêndio em Navios INCÊNDIO 1ª ANALÍTICO. Seção POP 1/5 1. FINALIDADE A presente norma de procedimento operacional tem por finalidade padronizar a conduta das guarnições das Unidades do CBMERJ que operam com embarcações de combate a incêndio, dando subsídios

Leia mais

AEROPORTO INTERNACIONAL DE CABO FRIO UMA NOVA OPÇÃO LOGÍSTICA

AEROPORTO INTERNACIONAL DE CABO FRIO UMA NOVA OPÇÃO LOGÍSTICA AEROPORTO INTERNACIONAL DE CABO FRIO UMA NOVA OPÇÃO LOGÍSTICA Conferência Internacional sobre Capital Privado em Aeroportos FIESP / CIESP 23/Abril/2009 A Costa da Sol Operadora Aeroportuária S.A. é uma

Leia mais

ALÉM DO HORIZONTE: A ENFERMAGEM NAS ÁGUAS

ALÉM DO HORIZONTE: A ENFERMAGEM NAS ÁGUAS offshore e aquaviários Foto: Arquivo pessoal de Gustavo Marques ALÉM DO HORIZONTE: A ENFERMAGEM NAS ÁGUAS PROFISSIONAIS DE ENFERMAGEM QUE EMBARCARAM EM UM INUSITADO CAMPO DE TRABALHO 14 Quando se fala

Leia mais

Quem somos. ANA LUIZA CRUZ VIZACO alc@kvcvlaw.com.br Skype: ana.luiza.cruz.vizaco. BASHIR KARIM VAKIL bkv@kvcvlaw.com.br Skype: bashir.karim.

Quem somos. ANA LUIZA CRUZ VIZACO alc@kvcvlaw.com.br Skype: ana.luiza.cruz.vizaco. BASHIR KARIM VAKIL bkv@kvcvlaw.com.br Skype: bashir.karim. O nosso objetivo Fundado em 2011, por dois ex-sócios de um escritório renomado do Rio de Janeiro, Karim Vakil & Cruz Vizaco Advogados é um escritório boutique que visa estabelecer-se como uma alternativa

Leia mais

Avaliação de Serviços de Higiene Hospitalar

Avaliação de Serviços de Higiene Hospitalar Avaliação de Serviços de Higiene Hospitalar MANUAL DO AVALIADOR Parte I 1.1 Liderança Profissional habilitado ou com capacitação compatível. Organograma formalizado, atualizado e disponível. Planejamento

Leia mais

ESPAÇOS CONFINADOS LIVRETO DO TRABALHADOR O QUE É ESPAÇO CONFINADO? ONDE É ENCONTRADO O ESPAÇO CONFINADO? ONDE É ENCONTRADO O ESPAÇO CONFINADO?

ESPAÇOS CONFINADOS LIVRETO DO TRABALHADOR O QUE É ESPAÇO CONFINADO? ONDE É ENCONTRADO O ESPAÇO CONFINADO? ONDE É ENCONTRADO O ESPAÇO CONFINADO? ESPAÇOS CONFINADOS LIVRETO DO TRABALHADOR NR 33 Segurança e Saúde nos Trabalhos em Espaços Confinados Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva Ministro de Trabalho e Emprego Carlos Lupi FUNDACENTRO

Leia mais

1 e 2... devem contemplar no Programa de Prevenção de Riscos Ambientais, além dos requisitos previstos na Norma Regulamentadora n.

1 e 2... devem contemplar no Programa de Prevenção de Riscos Ambientais, além dos requisitos previstos na Norma Regulamentadora n. ANEXO I da NR-20 1 e 2.... devem contemplar no Programa de Prevenção de Riscos Ambientais, além dos requisitos previstos na Norma Regulamentadora n.º 9: a) o inventário e características dos inflamáveis

Leia mais

CIAAN completa 61 anos

CIAAN completa 61 anos CIAAN completa 61 anos Por Guilherme Wiltgen Com o surgimento da nova Aviação Naval, na década de 50, seria necessário criar um curso para a formação de Aviadores Navais, para que pilotassem as aeronaves

Leia mais

ESPAÇOS CONFINADOS LIVRETO DO TRABALHADOR. NR 33 Segurança e Saúde nos Trabalhos em Espaços Confinados

ESPAÇOS CONFINADOS LIVRETO DO TRABALHADOR. NR 33 Segurança e Saúde nos Trabalhos em Espaços Confinados ESPAÇOS CONFINADOS LIVRETO DO TRABALHADOR NR 33 Segurança e Saúde nos Trabalhos em Espaços Confinados Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva Ministro de Trabalho e Emprego Carlos Lupi FUNDACENTRO

Leia mais

Diretoria de Portos e Costas

Diretoria de Portos e Costas INSTITUIÇÕES CREDENCIADAS PARA MINISTRAR CURSOS PARA PROFISSIONAIS NÃO TRIPULANTES (PNT) E TRIPULANTES NÃO AQUAVIÁRIOS (TNA) DE UNIDADES OFFSHORE (CURSOS PREVISTOS NA NORMAM-24/DPC) CURSO INSTITUIÇÕES

Leia mais

Centro de Treinamento MSA

Centro de Treinamento MSA Centro de Treinamento MSA Porque toda vida tem um propósito... Centro de treinamento MSA A MSA, empresa sediada no Brasil há 46 anos, líder em diversos segmentos de EPI e monitoramento de gases, apresenta

Leia mais

Ambiental Liron Perfil e Resumo de Atividades

Ambiental Liron Perfil e Resumo de Atividades Ambiental Liron Perfil e Resumo de Atividades Nossa Empresa A Ambiental Liron é uma empresa prestadora de serviços, voltada à limpeza de dutos de ar condicionado, limpeza de coifas, limpeza de sistemas

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015. Ensino Técnico

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015. Ensino Técnico PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015 Ensino Técnico Código: 0262 ETEC ANHANQUERA Município: Santana de Parnaíba Área de Conhecimento: Ambiente, Saúde e Segurança Componente Curricular: Meio Amb.

Leia mais

Aumente o desempenho operacional da sua unidade industrial

Aumente o desempenho operacional da sua unidade industrial Aumente o desempenho operacional da sua unidade industrial Os seguidos acidentes, as grandes perdas com pessoas, os sucessivos prejuízos financeiros e a pressão da sociedade levam as indústrias químicas

Leia mais

MARPOL 73/78 ANEXO III REGRAS PARA A PREVENÇÃO DA POLUIÇÃO POR SUBSTÂNCIAS DANOSAS TRANSPORTADAS POR MAR SOB A FORMA DE EMBALAGENS

MARPOL 73/78 ANEXO III REGRAS PARA A PREVENÇÃO DA POLUIÇÃO POR SUBSTÂNCIAS DANOSAS TRANSPORTADAS POR MAR SOB A FORMA DE EMBALAGENS MARPOL 73/78 ANEXO III REGRAS PARA A PREVENÇÃO DA POLUIÇÃO POR SUBSTÂNCIAS DANOSAS TRANSPORTADAS POR MAR SOB A FORMA DE EMBALAGENS Regra 1 Aplicação 1 A menos que expressamente disposto em contrário, as

Leia mais

MARPOL 73/78 ANEXO III REGRAS PARA A PREVENÇÃO DA POLUIÇÃO POR SUBSTÂNCIAS DANOSAS TRANSPORTADAS POR MAR SOB A FORMA DE EMBALAGENS

MARPOL 73/78 ANEXO III REGRAS PARA A PREVENÇÃO DA POLUIÇÃO POR SUBSTÂNCIAS DANOSAS TRANSPORTADAS POR MAR SOB A FORMA DE EMBALAGENS MARPOL 73/78 ANEXO III REGRAS PARA A PREVENÇÃO DA POLUIÇÃO POR SUBSTÂNCIAS DANOSAS TRANSPORTADAS POR MAR SOB A FORMA DE EMBALAGENS Regra 1 Aplicação 1 A menos que expressamente disposto em contrário, as

Leia mais

COMPANHIA DOCAS DO ESTADO DE SÃO PAULO - CODESP AUTORIDADE PORTUÁRIA DE SANTOS

COMPANHIA DOCAS DO ESTADO DE SÃO PAULO - CODESP AUTORIDADE PORTUÁRIA DE SANTOS RESOLUÇÃO DP Nº. 116.2013, DE 21 DE OUTUBRO DE 2013. ESTABELECE PROCEDIMENTOS PARA OS SERVIÇOS DE LAVAGEM DE PORÕES DE NAVIOS GRANELEIROS NAS ÁREAS DO PORTO ORGANIZADO DE SANTOS O DIRETOR-PRESIDENTE DA

Leia mais

PREV FIRE TREINAMENTOS PREV FIRE TREINAMENTOS. www.prevfire.com.br

PREV FIRE TREINAMENTOS PREV FIRE TREINAMENTOS. www.prevfire.com.br PREV FIRE TREINAMENTOS PREV FIRE TREINAMENTOS www.prevfire.com.br Apresentação A Prev Fire Treinamentos é uma empresa privada constituída em 2010, especializada em prestação de serviços na área de segurança,

Leia mais

CURRICULUM VITAE. José Figueiredo Guedes. Engenheiro mecânico. Vistoriador Naval. Perito e Auditor Ambiental

CURRICULUM VITAE. José Figueiredo Guedes. Engenheiro mecânico. Vistoriador Naval. Perito e Auditor Ambiental CURRICULUM VITAE José Figueiredo Guedes Engenheiro mecânico Vistoriador Naval Perito e Auditor Ambiental 2006 2 1 DADOS PESSOAIS Nome José Figueiredo Guedes Nacionalidade Brasileira Naturalidade Vila Nova

Leia mais

a) garantir a efetiva implementação das medidas de proteção estabelecidas nesta Norma;

a) garantir a efetiva implementação das medidas de proteção estabelecidas nesta Norma; TRABALHO EM ALTURA 36.1 Objetivo e Campo de Aplicação 36.1 Objetivo e Definição 36.1.1 Esta Norma tem como objetivo estabelecer os requisitos mínimos e as medidas de proteção para o trabalho em altura,

Leia mais

Desenvolvimento de uma emergência de incêndio

Desenvolvimento de uma emergência de incêndio Desenvolvimento de uma emergência de incêndio Desenvolvimento de uma emergência de incêndio INTRODUÇÃO Ambos a experiência e o bom senso nos dizem que as ações tomadas durante uma emergência são mais eficazes

Leia mais

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo PLANO DE CURSO. Área Profissional: Saúde e Segurança no Trabalho

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo PLANO DE CURSO. Área Profissional: Saúde e Segurança no Trabalho Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo PLANO DE CURSO Área Profissional: Saúde e Segurança no Trabalho Aperfeiçoamento: SEGURANÇA E SAÚDE NOS TRABALHOS EM ESPAÇOS

Leia mais

LEGISLAÇÃO: RESUMO DAS NRs NORMAS REGULAMENTADORAS

LEGISLAÇÃO: RESUMO DAS NRs NORMAS REGULAMENTADORAS LEGISLAÇÃO: RESUMO DAS NRs NORMAS REGULAMENTADORAS Portaria Nº 3.214/78, SSST Secretaria de Segurança e Saúde no Trabalho, atualmente, DSST Departamento de Segurança e Saúde no Trabalho, do Ministério

Leia mais

CFMA CENTRO DE FORMAÇÃO MARITIMA DE ANGOLA. Prospecto do curso 2013/14

CFMA CENTRO DE FORMAÇÃO MARITIMA DE ANGOLA. Prospecto do curso 2013/14 CFMA CENTRO DE FORMAÇÃO MARITIMA DE ANGOLA Prospecto do curso 2013/14 Patrocinado pela: Índice STCW Primeiros Socorros Básicos... 4 STCW Prevenção de Incêndios e Combate a Incêndios... 5 STCW Segurança

Leia mais

TÍTULO DA APRESENTAÇÃO 11 de fevereiro de 2013. Saúde e Segurança na agricultura

TÍTULO DA APRESENTAÇÃO 11 de fevereiro de 2013. Saúde e Segurança na agricultura TÍTULO DA APRESENTAÇÃO Saúde e Segurança na agricultura TÍTULO DA APRESENTAÇÃO TÍTULO DA APRESENTAÇÃO DEVERES GERAIS DO EMPREGADOR DEVERES GERAIS DO TÍTULO EMPREGADOR DA APRESENTAÇÃO Admissão de trabalhadores

Leia mais

Código Internacional de Proteção para Navios e Instalações Portuárias ISPS CODE

Código Internacional de Proteção para Navios e Instalações Portuárias ISPS CODE Código Internacional de Proteção para Navios e Instalações Portuárias ISPS CODE Conferência Interamericana de Transportes de Produtos Perigosos CITRANSPPE São Paulo Setembro de 2004 11 Set/2001 Torres

Leia mais

(Código INF) Capítulo 1. Generalidades. 1.1 Definições. 1.1.1 Para os efeitos deste Código:

(Código INF) Capítulo 1. Generalidades. 1.1 Definições. 1.1.1 Para os efeitos deste Código: CÓDIGO INTERNACIONAL PARA O TRANSPORTE SEGURO DE COMBUSTÍVEL NUCLEAR IRRADIADO, PLUTÔNIO E RESÍDUOS COM ELEVADO NÍVEL DE RADIOATIVIDADE, SOB A FORMA EMBALAGEM, A BORDO DE NAVIOS (Código INF) Capítulo 1

Leia mais

Petróleo e Meio Ambiente

Petróleo e Meio Ambiente Instituto Superior de Tecnologia de Paracambi Petróleo e Meio Ambiente Curso:Tecnólogo em Gestão Ambiental Professora: Raquel Simas Pereira Teixeira Acidentes na Indústria de Petróleo Acidentes com Plataformas

Leia mais

Processos de Recursos Humanos

Processos de Recursos Humanos Gestão Integrada RH Recursos Humanos Unida 2 Rosemeri da Silva Paixão Recursos Humanos 28 Gestão Integrada RH Sumário Introdução... 30 Objetivos... 31 Estrutura da Unida... 31 UNIDADE 2: Recursos Humanos

Leia mais

ESPAÇO CONFINADO CONTROLE DE REVISÃO

ESPAÇO CONFINADO CONTROLE DE REVISÃO Elaborado por Ana Karolina Kalil Visto Aprovado por Márcio Flávio Ribeiro Pereira Visto CONTROLE DE REVISÃO Revisão Data Item Natureza das alterações 0 25/04/2014 - Emissão inicial 1. OBJETIVO Estabelecer

Leia mais

PREV FIRE TREINAMENTOS TV. AGRIPINA DE MATOS, 2090, SANTARÉM - PA SITE:

PREV FIRE TREINAMENTOS TV. AGRIPINA DE MATOS, 2090, SANTARÉM - PA SITE: PREV FIRE TREIMENTOS TV. AGRIPI DE MATOS, 2090, SANTARÉM - PA OBJETIVO DO CURSO Promover a formação da brigada de incêndio, com técnicas, competências, habilidades e valores visando oferecer capacitação

Leia mais

RESPIRAÇÃO NOS ESPAÇOS CONFINADOS OS PROBLEMAS DA. Como trabalhar com segurança nos espaços confinados e evitar acidentes de consequências graves.

RESPIRAÇÃO NOS ESPAÇOS CONFINADOS OS PROBLEMAS DA. Como trabalhar com segurança nos espaços confinados e evitar acidentes de consequências graves. www.racconet.com.br n 32 seu informativo de segurança Infoseg n 32 OS PROBLEMAS DA RESPIRAÇÃO NOS ESPAÇOS CONFINADOS Como trabalhar com segurança nos espaços confinados e evitar acidentes de consequências

Leia mais

LIBERAÇÃO DE ATIVIDADES INDICE 1.0 OBJETIVO... 1 2.0 DOCUMENTOS DE REFERENCIA... 1 3.0 DEFINIÇÕES... 2 4.0 RESPONSABILIDADES... 5

LIBERAÇÃO DE ATIVIDADES INDICE 1.0 OBJETIVO... 1 2.0 DOCUMENTOS DE REFERENCIA... 1 3.0 DEFINIÇÕES... 2 4.0 RESPONSABILIDADES... 5 Título LIBERAÇÃO DE ATIVIDADES Código EMAP-PC-20 Versão 0 Data 05/03/2015 Elaborado Por Aprovado por Francisco Lusivaldo M. Bezerra Daniel Aroucha INDICE 1.0 OBJETIVO... 1 2.0 DOCUMENTOS DE REFERENCIA...

Leia mais

Proposta de alteração do RBAC 135 (Minuta de proposta de alteração do RBAC 135)

Proposta de alteração do RBAC 135 (Minuta de proposta de alteração do RBAC 135) RBAC 135 EMD 03 RBAC 135 EMD 04 para consulta pública SUBPARTE A SUBPARTE A GERAL GERAL 135.1 Aplicabilidade 135.1 Aplicabilidade (a) Este regulamento estabelece regras que regem: (a) Este regulamento

Leia mais

Declaração de Conformidade

Declaração de Conformidade APÊNDICE A DECLARAÇÃO DE CONFORMIDADE PARA OPERADOR AÉREO REGIDO PELO RBAC 121 QUE TRANSPORTA APENAS PASSAGEIRO Declaração de Conformidade Esta organização requerente apresenta o Manual de Artigos Perigosos

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE FISPQ N PRODUTOS QUÍMICOS - FISPQ CERA LÍQUIDA AUTOMOTIVA

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE FISPQ N PRODUTOS QUÍMICOS - FISPQ CERA LÍQUIDA AUTOMOTIVA GARANTIA DE QUALIDADE Página 1/5 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: Sinônimo: Cera líquida Automotiva Nome da empresa: GITANES PRODUTOS AUTOMOTIVOS LTDA Endereço: Rua Dos Diamantes,

Leia mais

NPT 032 PRODUTOS PERIGOSOS EM EDIFICAÇÕES E ÁREAS DE RISCO

NPT 032 PRODUTOS PERIGOSOS EM EDIFICAÇÕES E ÁREAS DE RISCO Outubro 2011 Vigência: 08 Janeiro 2012 NPT 032 Produtos perigosos em edificações e áreas de risco CORPO DE BOMBEIROS BM/7 Versão: 01 Norma de Procedimento Técnico 6 páginas SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Aplicação

Leia mais

NORMA TÉCNICA 32/2014 Produtos Perigosos em Edificações de Armazenamento e Manejo

NORMA TÉCNICA 32/2014 Produtos Perigosos em Edificações de Armazenamento e Manejo ESTADO DE GOIÁS SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR NORMA TÉCNICA 32/2014 Produtos Perigosos em Edificações de Armazenamento e Manejo SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Aplicação 3 Referências

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA OS ESTUDOS DE AVALIAÇÃO DA SEGURANÇA DAS INSTALAÇÕES PORTUÁRIAS

TERMO DE REFERÊNCIA PARA OS ESTUDOS DE AVALIAÇÃO DA SEGURANÇA DAS INSTALAÇÕES PORTUÁRIAS TERMO DE REFERÊNCIA PARA OS ESTUDOS DE AVALIAÇÃO DA SEGURANÇA DAS INSTALAÇÕES PORTUÁRIAS SUMÁRIO 1 OBJETIVO 2 IDENTIFICAÇÃO 3- CARACTERIZAÇÃO DA INSTALAÇÃO PORTUÁRIA 4 - PLANO DE TRABALHO 4.1 - CONHECIMENTO

Leia mais

Willis Latin American Energy Conference

Willis Latin American Energy Conference Willis Latin American Energy Conference Planejamento Financeiro e Gestão de Riscos outubro 2012 Cátia Diniz Gerente Setorial de Seguros Internacionais Estas apresentações podem conter previsões acerca

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA SECRETARIA MUNICIPAL DO MEIO AMBIENTE

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA SECRETARIA MUNICIPAL DO MEIO AMBIENTE PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA SECRETARIA MUNICIPAL DO MEIO AMBIENTE TERMO DE REFERÊNCIA PARA APRESENTAÇÃO DO PLANO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS DE SERVIÇOS DE SAÚDE NO MUNICÍPIO DE CURITIBA

Leia mais

Ciclo de. Presidente Maria das Graças as Silva Foster. Coletiva de Imprensa. Rio de Janeiro, 05 de Março de 2012

Ciclo de. Presidente Maria das Graças as Silva Foster. Coletiva de Imprensa. Rio de Janeiro, 05 de Março de 2012 Lançamento amento do 6º 6 Ciclo de Qualificação do Prominp Coletiva de Imprensa Presidente Maria das Graças as Silva Foster Rio de Janeiro, 05 de Março de 2012 Política de Conteúdo Local da Petrobras Aprovada

Leia mais

PLANO DE RESPOSTAS PARA EMERGÊNCIAS DUKE ENERGY GERAÇÃO PARANAPANEMA

PLANO DE RESPOSTAS PARA EMERGÊNCIAS DUKE ENERGY GERAÇÃO PARANAPANEMA PLANO DE RESPOSTAS PARA EMERGÊNCIAS DUKE ENERGY GERAÇÃO PARANAPANEMA LIANE DILDA GERENTE DE SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO HISTÓRICO Privatização - 28.07.1999 (DEI-EUA) EUA) Geração e Comercialização de

Leia mais

Excelência. locações e transporte Ltda. www.excelenciaguindastes.com.br

Excelência. locações e transporte Ltda. www.excelenciaguindastes.com.br www.excelenciaguindastes.com.br A Guindastes e uma empresa de Goiânia Goiás QUEM SOMOS que presta serviço em todo território nacional no segmento de Locação de Guindastes, Locação de Munck, Grupo Geradores,

Leia mais

Enfoque JB. I Início da Safra 2013/2014

Enfoque JB. I Início da Safra 2013/2014 I Início da Safra 2013/2014 O Grupo JB celebrou, no último dia 02 de outubro, a missa em Ação de Graças para marcar o início da safra 2013/2014. A solenidade religiosa foi realizada no Armazém de Açúcar

Leia mais

A OceanPact é uma empresa brasileira especializada no gerenciamento e resposta a emergências nos ambientes marinho e costeiro.

A OceanPact é uma empresa brasileira especializada no gerenciamento e resposta a emergências nos ambientes marinho e costeiro. comprometimento A OceanPact é uma empresa brasileira especializada no gerenciamento e resposta a emergências nos ambientes marinho e costeiro. Oferecemos todo tipo de serviços e soluções associados à preparação

Leia mais

A Engenharia de Máquinas Marítimas da ENIDH: Algumas notas complementares

A Engenharia de Máquinas Marítimas da ENIDH: Algumas notas complementares A Engenharia de Máquinas Marítimas da ENIDH: Algumas notas complementares Luis Filipe Baptista 1 No artigo apresentado no número anterior da revista, com o título A Engenharia de Máquinas Marítimas na

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico ETEC Monsenhor Antonio Magliano Código: 088 Município: Garça/SP Eixo Tecnológico: Ambiente, Saúde e Segurança Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio

Leia mais

PROCESSO N. 513/04 PROTOCOLO N.º 8.058.918-2 PARECER N.º 513/04 APROVADO EM 29/09/04 INTERESSADO: PEDRO PAULO DO NASCIMENTO SANTOS

PROCESSO N. 513/04 PROTOCOLO N.º 8.058.918-2 PARECER N.º 513/04 APROVADO EM 29/09/04 INTERESSADO: PEDRO PAULO DO NASCIMENTO SANTOS PROTOCOLO N.º 8.058.918-2 PARECER N.º 513/04 APROVADO EM 29/09/04 CÂMARA DE ENSINO MÉDIO INTERESSADO: PEDRO PAULO DO NASCIMENTO SANTOS MUNICÍPIO: CURITIBA ASSUNTO: Pedido de equivalência de estudos realizados

Leia mais

BRIGADA DE INCÊNDIO ORGANIZAÇÃO DA BRIGADA DE INCÊNDIO

BRIGADA DE INCÊNDIO ORGANIZAÇÃO DA BRIGADA DE INCÊNDIO BRIGADA DE INCÊNDIO Brigada de Incêndio: É um grupo organizado de pessoas voluntárias ou não, treinadas e capacitadas para atuarem dentro de uma área previamente estabelecida na prevenção, abandono e combate

Leia mais

TELEFONE PARA EMERGÊNCIAS: 0800-7077022 (SUATRANS)

TELEFONE PARA EMERGÊNCIAS: 0800-7077022 (SUATRANS) 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Código do Produto: 3076 Data da FISPQ: 01/11/2005 Comercializado por: BRENNTAG QUÍMICA BRASIL LTDA Guarulhos - SP Rua Hum, 1.333 Bonsucesso Guarulhos CEP

Leia mais

Aplicação da metodologia seis sigma no gerenciamento de produtos químicos em unidades de geração de energia offshore

Aplicação da metodologia seis sigma no gerenciamento de produtos químicos em unidades de geração de energia offshore Aplicação da metodologia seis sigma no gerenciamento de produtos químicos em unidades de geração de energia offshore Karoline Pinheiro Frankenfeld (UERJ) karoline.pinheiro@ps.ge.com Ubirajara Aluizio de

Leia mais

PREPARANDO VOCÊ!!! PARA O MERCADO DE TRABALHO

PREPARANDO VOCÊ!!! PARA O MERCADO DE TRABALHO PREPARANDO VOCÊ!!! PARA O MERCADO DE TRABALHO Trabalho em Espaço Confinado EMENTA: Introdução a requisitos mínimos a norma em espaço confinado, identificação e reconhecimento, avaliação, monitoramento

Leia mais

NPT 031 SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO PARA HELIPONTO E HELIPORTO

NPT 031 SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO PARA HELIPONTO E HELIPORTO Janeiro 2012 Vigência: 08 Janeiro 2012 NPT 031 Segurança Contra Incêndio para Heliponto e Heliporto CORPO DE BOMBEIROS BM/7 Versão: 02 Norma de Procedimento Técnico 5 páginas SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Aplicação

Leia mais

CURSO DE FORMAÇÃO DE BOMBEIRO PROFISSIONAL CIVIL

CURSO DE FORMAÇÃO DE BOMBEIRO PROFISSIONAL CIVIL CURSO DE FORMAÇÃO DE BOMBEIRO PROFISSIONAL CIVIL CENTRO DE FORMAÇÃO A BRITOS TREINAMENTOS, é uma empresa com credênciamento junto ao corpo de Bombeiro do estado de São Paulo, conforme a Portaria nº CCB-008/600/14.

Leia mais

E NOS TRAB E NOS TR ALHOS EM

E NOS TRAB E NOS TR ALHOS EM SEGURANÇA E SAÚDE NOS TRABALHOS EM ESPAÇOS CONFINADOS DEZ/2014 1 ÍNDICE Objetivo Definição... 04 Oque É Espaço Confinado... 05 Onde É Encontrado O Espaço Confinado... 06 Quais São Os Tipos De Trabalhos

Leia mais

SEGURANÇA NO TRABALHO. Eng. Daiana Paterno

SEGURANÇA NO TRABALHO. Eng. Daiana Paterno SEGURANÇA NO TRABALHO Eng. Daiana Paterno ATUALMENTE?? PORQUE? O cenário atual da Segurança e Saúde no Trabalho no Brasil ainda é muito distante do desejável. A Previdência Social registra, anualmente,

Leia mais

Certificação de Conteúdo Local Serviços de Petróleo e Gás

Certificação de Conteúdo Local Serviços de Petróleo e Gás Certificação de Conteúdo Local Serviços de Petróleo e Gás O que é? Conteúdo Local é a relação entre o valor dos bens produzidos e serviços prestados no país para executar o contrato e o valor total dos

Leia mais

MARINHA DO BRASIL DIRETORIA DE PORTOS E COSTAS. 1º Seminário sobre Cabotagem Brasileira ANTAQ

MARINHA DO BRASIL DIRETORIA DE PORTOS E COSTAS. 1º Seminário sobre Cabotagem Brasileira ANTAQ MARINHA DO BRASIL DIRETORIA DE PORTOS E COSTAS 1º Seminário sobre Cabotagem Brasileira ANTAQ 12 e 13 AGO 2009 Formação de Profissionais para a Marinha Mercante CALTE (RM1) Luiz Antonio M. de Malafaia Superintendente

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA PARA PRODUTOS QUÍMICOS

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA PARA PRODUTOS QUÍMICOS FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA PARA PRODUTOS QUÍMICOS 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome Comercial do produto: CJI URETANO AR ENDURECEDOR Nome da empresa: Endereço: Rua Hermínio Poltroniere,

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA PARA PRODUTOS QUÍMICOS

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA PARA PRODUTOS QUÍMICOS FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA PARA PRODUTOS QUÍMICOS 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome Comercial do produto: CJI MASTER HARD SS Nome da empresa: Endereço: Rua Hermínio Poltroniere, 198

Leia mais

PROPOSTA DE CURSO DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

PROPOSTA DE CURSO DADOS DE IDENTIFICAÇÃO PROPOSTA DE CURSO DADOS DE IDENTIFICAÇÃO 1. Título: Curso de Tripulante Operacional CTO / 2013 2. Unidade Promotora: Núcleo de Operações e Transporte Aéreo/ NOTAer, da Secretaria da Casa Militar 3. Nível

Leia mais

(VWXGRGH&DVR. ,QWURGXomR

(VWXGRGH&DVR. ,QWURGXomR (VWXGRGH&DVR,QWURGXomR O objetivo do estudo é determinar os custos para operação de movimentação interna de diversos tipos de contêineres utilizados para armazenamento e transporte de produtos químicos.

Leia mais

Sumário. BAG TÊINER OXIGEN Dispositivo de prevenção para contêiner. BERMS OXIGEN Bacia de contenção para ações rápidas

Sumário. BAG TÊINER OXIGEN Dispositivo de prevenção para contêiner. BERMS OXIGEN Bacia de contenção para ações rápidas Sumário BCP OXIGEN Bacia de contenção de papelão 03 ECOTÊINER DE INTERIOR OXIGEN Dispositivo de prevenção de vazamentos para transporte em contêineres marítimos BAG TÊINER OXIGEN Dispositivo de prevenção

Leia mais

PORTARIA ANAC Nº 2457/SPO, DE 21 DE OUTUBRO DE 2014.

PORTARIA ANAC Nº 2457/SPO, DE 21 DE OUTUBRO DE 2014. PORTARIA ANAC Nº 2457/SPO, DE 21 DE OUTUBRO DE 2014. Define e torna pública a qualificação dos instrutores dos cursos de PPA, PPH, PCA, PCH, PLA-A, PLA-H, INVA, IFR, PAGA, PAGH, CMV, -CEL, -GMP, -AVI e

Leia mais

PLANO DE FUGA EM OCORRÊNCIAS DE INCÊNDIOS E EMERGÊNCIAS EM ESCOLAS

PLANO DE FUGA EM OCORRÊNCIAS DE INCÊNDIOS E EMERGÊNCIAS EM ESCOLAS PLANO DE FUGA EM OCORRÊNCIAS DE INCÊNDIOS E EMERGÊNCIAS EM ESCOLAS PLANO DE EMERGÊNCIA CONTRA INCÊNDIO de acordo com o projeto de norma nº 24:203.002-004 da ABNT ( setembro 2000 ) 1 Objetivo 1.1 Estabelecer

Leia mais

A importância do Responsável Técnico para a NR-33, com abrangência em identificação e controle de riscos e capacitação da equipe de trabalhos

A importância do Responsável Técnico para a NR-33, com abrangência em identificação e controle de riscos e capacitação da equipe de trabalhos , com abrangência em identificação e controle de riscos e capacitação da equipe de trabalhos Sérgio Augusto Garcia Auditor Fiscal do Trabalho São Paulo, 07 de Outubro de 2010 NORMA REGULAMENTADORA 33 Segurança

Leia mais

UM NOVO CONCEITO EM. Hotelaria Marítima

UM NOVO CONCEITO EM. Hotelaria Marítima UM NOVO CONCEITO EM Hotelaria Marítima Escritório Rio de Janeiro RJ Rua do Ouvidor, 108 7º andar Centro Fone: (21) 3172-5405 Escritório Vitória - ES Av. Alberto de Oliveira Santos, 59/sala 1603 Centro

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Código: 031 Município: Marília Eixo Tecnológico: Segurança Habilitação Profissional: Auxiliar Técnico de Nível Médio em Segurança do Trabalho Qualificação:

Leia mais

TRABALHOS EM ESPAÇOS CONFINADOS NA COMGAS AGOSTO/02

TRABALHOS EM ESPAÇOS CONFINADOS NA COMGAS AGOSTO/02 TRABALHOS EM ESPAÇOS CONFINADOS NA COMGAS AGOSTO/02 Sistema de Gerenciamento de SSM na Comgás Liderança e Comprometimento Política e Objetivos Estratégicos Organização, Responsabilidades, Recursos, Padrões

Leia mais

Universidade. Estácio de Sá. Indústria

Universidade. Estácio de Sá. Indústria Universidade Estácio de Sá Indústria A Estácio Hoje reconhecida como a maior instituição particular de ensino superior do país, a Universidade Estácio de Sá iniciou suas atividades em 1970, como Faculdades

Leia mais

para o exercício da actividade marítima como Pescador

para o exercício da actividade marítima como Pescador Marinhagem da Pesca Jovens, até 25, com escolaridade de 4 Conferir competências profissionais nucleares ao nível da marinhagem da pesca e permitir o ingresso no itinerário de Qualificação de como 970 horas

Leia mais

Treinamento, Recrutamento, Seleção e Serviços

Treinamento, Recrutamento, Seleção e Serviços PERFIL DA IACO PERFIL DA IACO Fundada em 1993, a IACO atua com qualidade e excelência em Consultoria e Treinamento nas áreas de Mineração, Indústria e Construção. A atuação da IACO tem como foco a capacitação

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO. Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº 32/2015

SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO. Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº 32/2015 Instrução Técnica nº 26/2011 - Sistema fixo de gases para combate a incêndio 645 SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO

Leia mais

Período: 03, 10, 17 e 24, 31 de julho e 07 e 14 de agosto Sete (7) sábados. Das 8:30 às 17:00 horas

Período: 03, 10, 17 e 24, 31 de julho e 07 e 14 de agosto Sete (7) sábados. Das 8:30 às 17:00 horas 10 CURSO DE QSMS Qualidade Segurança, Meio Ambiente e Saúde Ocupacional nas Áreas de Montagem Industrial, Refinarias, Plataformas de Petróleo, Construção de Navios Petroleiros e Lançamentos de Dutos, ON

Leia mais

O turismo e os recursos humanos

O turismo e os recursos humanos Introdução O turismo e os recursos humanos Belíssimas praias, dunas, cachoeiras, cavernas, montanhas, florestas, falésias, rios, lagos, manguezais etc.: sem dúvida, o principal destaque do Brasil no setor

Leia mais

GESMS. Gerência de Engenharia, Saúde, Meio Ambiente e Segurança. Prevencionista da SMS EM OBRAS

GESMS. Gerência de Engenharia, Saúde, Meio Ambiente e Segurança. Prevencionista da SMS EM OBRAS Análise Prevencionista da Tarefa - APT SMS EM OBRAS INTRODUÇÃO Nos slides a seguir, estamos divulgando a APT que é uma ferramenta que complementa a AST, analisando o passo a passo e pontos de atenção das

Leia mais

As NRs e os Treinamentos em Segurança do Trabalho

As NRs e os Treinamentos em Segurança do Trabalho As NRs e os Treinamentos em Segurança do Trabalho Página 1 Sumário O que são as NRs 4 Como surgiram as Normas Regulamentadoras 5 As 36 normas regulamentadoras 6 Resumo das Normas 8 Regulamentadoras 8 NR

Leia mais

Agregando valor ao seu resultado!

Agregando valor ao seu resultado! Agregando valor ao seu resultado! Porto Alegre - Avenida Protásio Alves, 3332, Sala 303 Tel: +55 51 3023 4200 São Leopoldo: Rua Bento Gonçalves, 806, Sala 203, Centro A empresa A empresa foi fundada em

Leia mais