ESTAS NORMAS SÃO DESTINADAS A COMPLEMENTAR AS EXIGÊNCIAS DE QUALQUER LEI E REGULAMENTO LOCAL E NACIONAL, BEM COMO O CÓDIGO INTERNACIONAL DE

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ESTAS NORMAS SÃO DESTINADAS A COMPLEMENTAR AS EXIGÊNCIAS DE QUALQUER LEI E REGULAMENTO LOCAL E NACIONAL, BEM COMO O CÓDIGO INTERNACIONAL DE"

Transcrição

1 ESTAS NORMAS SÃO DESTINADAS A COMPLEMENTAR AS EXIGÊNCIAS DE QUALQUER LEI E REGULAMENTO LOCAL E NACIONAL, BEM COMO O CÓDIGO INTERNACIONAL DE CONDUTA DA FAO SOBRE DISTRIBUIÇÃO E UTILIZAÇÃO DE PRODUTOS FITOFARMACÊUTICOS. A INFORMAÇÃO CONTIDA NESTE MANUAL REVELA O CONHECIMENTO DETIDO PELA FEDERAÇÃO INTERNACIONAL DE PROTECÇÃO DAS PLANTAS (GCPF), NO ENTANTO NAO SE PODE ACEITAR QUALQUER RESPONSABILIDADE NO QUE RESPEITA À UTILIZAÇÃO DA INFORMAÇAO NEM DE QUALQUER CONSELHO DADO.

2 Normas para um Armazenamento Seguro de Produtos Fitofarmacêuticos

3 ÍNDICE 1 Introdução 2 Perigos 3 Localização e edifícios 4 Gestão do Armazém 5 Higiene e Segurança Pessoal 6 Derrames e Eliminação de Resíduos 7 Incêndio e Protecção Ambiental 8 Lista de verificação 9 Guia de Armazenamento 10 Referências úteis

4 Introdução Introdução As boas praticas de armazenamento permitem evitar acidentes com os produtos armazenados. Estas normas representam uma relação de boas praticas, reconhecidas pela Federação Internacional da Industria para a Protecção das Plantas (GCPF). São apresentadas de uma forma simples e prática e o seu cumprimento contribuirá de forma significativa para o armazenamento seguro. Este manual contém os conselhos que figuram em documentos elaborados por companhias individuais e associações comerciais bem como o que se tem aprendido através de incidentes ocorridos recentemente. Os conselhos incluídos irão ajudar a garantir que os produtos fitofarmacêuticos são armazenados e manuseados de forma segura durante operações normais. O manual proporciona também recomendações destinadas a prevenir acidentes e facilitar a preparação de planos de emergência. Sendo os produtos fitofarmacêuticos biologicamente activos, os efeitos de derrames incontrolados ou de um grande incêndio no armazém podem causar graves prejuízos no ambiente. O incêndio representa o mais serio acidente previsível num armazém, e as consequências mais graves de tal acidente são as que derivam da fuga da água contaminada, utilizada para apagar o incêndio. As normas recomendam a contenção total das aguas de extinção, no entanto se tal não for possível e caso não exista perigo de vida imediato, a solução menos prejudicial será deixar que o incêndio consuma todos os produtos armazenados. Esta decisão não pode ser tomada sem o prévio acordo das autoridades competentes e dos bombeiros. Recomenda-se uma estreita colaboração com os bombeiros e as autoridades competentes, mantendo-as informadas da natureza das mercadorias armazenadas com o fim de preparar os planos de emergência e colmatar a insuficiência das medidas de prevenção.

5 Introdução Grupos alvo deste manual Estas normas destinam-se principalmente aos responsáveis de armazém e loja, distribuidores de produtos fitofarmacêuticos, bombeiros e autoridades locais. No manual, a palavra "ter de" é utilizada para indicar as normas mínimas admissíveis, e as palavras "deve" e "recomendado" indicam as práticas correctas. Para ajudar os responsáveis e outras pessoas a efectuar uma auto-avaliação eficaz, foi incluída uma lista de verificação no final do manual.

6 Perigos PERIGOS Perigos durante o armazenamento Perigos para o ambiente

7 Perigos Perigos durante o armazenamento O conhecimento dos perigos que os produtos representam é um requisito prévio, essencial para um armazenamento seguro de todos os produtos químicos. Esta informação pode ser obtida através da folha de dados do produto e das etiquetas (ex.: Símbolos de perigo durante o transporte). Durante o armazenamento dos produtos fitofarmacêuticos, pode existir perigo com produtos inflamareis, toxicas, corrosivos, reactivos ou que actuem como agentes oxidantes. Inflamáveis Estas são substâncias que podem produzir misturas inflamáveis de vapor e ar e que são por isso, potenciais fontes de incêndio ou explosão. Líquidos Inflamáveis A classificação de líquidos inflamáveis é determinado pelo seu ponto de inflamação. Este ponto representa a temperatura mínima em que a substancia forma uma mistura inflamável de vapor e ar. Nos armazéns, os produtos que tenham um ponto de inflamação de 61 C ou menos, devem ser considerados inflamáveis. Sólidos Inflamáveis Estes são sólidos facilmente combustíveis, ou materiais que uma vez incendiados causam uma rápida propagação do fogo. Tóxico Estes materiais podem ser nocivos ou perigosos para o homem via ingestão, inalação ou absorção através da pele. O contacto da pele é a via mais comum através da qual a intoxicação pode ocorrer. Muitos produtos químicos passam facilmente através da pele e entram no organismo. A inalação de pó e vapores pode provocar uma reacção particularmente rápida devido à facilidade com que tais contaminantes entram no fluxo sanguíneo através dos pulmões. A Ingestão representa talvez a causa menos frequente de envenenamento acidental, e o mais provável é estar associado ao acto de comer, beber ou fumar sem ter lavado as mãos previamente.

8 Perigos Corrosivo As substancias corrosivas atacam a pele ou materiais tais como madeira ou metal. Por isso os derrames podem corroer outras embalagens e as estruturas do armazém. Oxidante Os agentes oxidantes aceleram o desenvolvimento de um incêndio. Eles podem igualmente reagir violentamente com outros materiais armazenados e ser a causa de uma ignição espontânea. Alguns sinais de perigo de produtos armazenados Perigosos em estado húmido Fazendo parte da gama de produtos fitofarmacêuticos comuns, alguns ditiocarbonatos reagem adversamente com a humidade e produzem sulfureto de carbono, um gás tóxico extremamente inflamável. Sabe-se também que pode ocorrer ignição espontânea neste grupo de produtos químicos.

9 Perigos Perigos para o Ambiente Sendo biologicamente activos, a libertação incontrolada de produtos fitofarmacêuticos representará sempre uma ameaça potencial para o ambiente. Impedir o derrame da agua de extinção do incêndio O derrame de agua contaminada usada para combater um incêndio representa o principal perigo. Pode contaminar gravemente a área exterior ao armazém, canais, rios ou lagos, e é uma particular ameaça para fontes de agua subterrânea utilizada para beber, regar e para a indústria. A descontaminação da água proveniente da extinção do incêndio pode ser uma prolongada e difícil tarefa, assim como extremamente dispendiosa. Durante um incêndio são emitidos vapores nocivos e fumos que, independentemente do material queimado, devem ser considerados como perigosos. Os Bombeiros encarregados do combate ao incêndio necessitam da protecção do equipamento de respiração. Contudo, um exame recente de incendidos importantes de produtos fitofarmacêuticos proporcionou provas que geralmente não é necessário evacuar as pessoas que trabalham e vivem nas proximidades do incêndio. Isso deve-se a que a força ascendente dos gases quentes (Corrente térmica ascendente) dilua muito os gases de combustão, além disso, normalmente, os gases de combustão só podem. penetrar lentamente nas habitações fechadas. Desta forma, as pessoas deviam simplesmente ser aconselhadas a ficar dentro de suas casas, fechar janelas e portas e desligar qualquer sistema de ventilação.

10 Perigos Os odores desagradáveis produzidos por pequenas quantidades não toxicas de substancias muito odorosas podem ser detectadas mesmo a grandes distancias do incêndio e causar alarme, apesar de ser inofensivo.

11 Localização e Edifícios LOCALIZAÇÃO E EDIFÍCIOS Localização Acesso ao Local Construção Materiais de construção Retenção Drenagem Ventilação Aquecimento Iluminação Protecção contra raios Saídas de emergência

12 Localização e Edifícios Localização Ao escolher a localização de um novo armazém, evite a proximidade de casas, escolas, hospitais, áreas comerciais, fabricas ou armazéns de produtos alimentares e zonas densamente povoadas. Deve ser dada preferencia a locais isolados ou destinados ao desenvolvimento industrial. Evitar também as zonas propensas a inundações e áreas utilizadas para a captação de agua. Providenciar vias de acesso para os veículos de bombeiros No caso dos armazéns já existentes, deve ser efectuada uma avaliação baseada no cumprimento das recomendações destas normas, justificando-se assim a continuação, ou não, do funcionamento do armazém.

13 Localização e Edifícios Acesso ao Local O acesso ao local tem do proporcionar vias adequadas para o carregamento e descarregamento dos veículos de transporte. Numa situação ideal, o edifício deve estar isolado a uma distancia mínima de 10 metros de outros locais que o rodeiam. O acesso ao local deve ter pelo menos duas entradas para que os veículos de emergência possam chegar ao edifício. Quando for provável que a aproximação ao edifício tenha que ser restringida por qualquer razão, a resposta a uma situação de emergência deve ser antecipadamente planeada. Construção Materiais de Construção Evitar sempre que possível a utilização de materiais combustíveis capazes de contribuir para a difusão de um incêndio. As estruturas de betão reforçado são preferíveis às armaduras de aço sem protecção. Os elementos de aço que suportam a carga devem ser protegidos do calor, isolando-os, por exemplo com cimento vermiculite vaporizado. Os pavimentos devem ser impermeáveis aos líquidos e ter um acabamento liso para facilitar a limpeza. As paredes corta fogo devem ser prolongadas acima do telhado Os muros exteriores podem ser de chapa de aço ou material semelhante, quando não forem destinados a proporcionar uma protecção contra riscos exteriores de incêndio. Onde existam tais riscos, os muros exteriores têm de ser de construção solida.

14 Localização e Edifícios Os materiais de isolamento do edifício, não devem ser combustíveis, ex.: Lã mineral ou Fibra de vidro. As paredes interiores, destinadas a servir de corta fogo, têm de proporcionar uma resistência de pelo menos 90 minutos e devem prolongar-se a pelo menos 1 metro acima do telhado ou ter outros meios de evitar a propagação do incêndio. Os materiais mais adequados para combinar a resistência ao fogo com solidez física e estabilidade são o betão armado, tijolo maciço ou blocos de betão. Para atingir a desejada resistência ao fogo, as paredes de betão armado devem ter no mínimo 15 cm de espessura e as paredes de tijolo uma espessura de 23 cm. O tijolo oco não é adequado. Os blocos de betão desprovidos de reforços devem ter uma espessura mínima de 30 cm para alcançar a resistência e estabilidade pretendidas. Para ter maior estabilidade estrutural, recomenda-se a incorporação de colunas reforçadas (pilares) na parede corta fogo. A parede corta fogo deve ser independente da estrutura adjacente para evitar um desabamento em caso de incêndio. Depósito de areia para proteger um cabo na parede corta fogo As paredes corta fogo não devem ter aberturas para a passagem de cabos eléctricos ou outros tubos; caso seja inevitável, há que prevenir a propagação do incêndio, por exemplo, colocando os cabos dentro de depósitos de areia retardadores de fogo.

15 Localização e Edifícios As portas corta fogo devem ser testadas periodicamente e estarem livres para serem movimentadas a qualquer momento As portas das paredes corta fogo tem que ter a mesma resistência ao fogo que a própria parede. Têm de fechar automaticamente em caso de incêndio, ex.: através de um dispositivo fusível. Proteja as portas contra danos causados pelos veículos e certifique-se que a mercadoria armazenada não impede o seu fecho. A estrutura que suporta o tecto deve ser feita de material não combustível. Estruturas de madeira dura e madeira tratada são admissíveis contando que o tecto não seja inflamável. Os tectos dos armazéns de produtos fitofarmacêuticos podem ser de construção leve e frágil, para serem facilmente derrubados em caso de incêndio, libertando o fumo e o calor. Quando o tecto for de construção solida, ha que proporcionar meios para libertação do fumo e do calor, instalando painéis transparentes de baixo ponto de fusão ou painéis de ventilação, com uma abertura útil de pelo menos 2% da área do telhado. Os painéis de ventilação têm que estar permanentemente abertos, ou ser possível abrilos manualmente, ou ainda de abertura automática em caso de um incêndio. A rápida libertação do fumo e do calor melhorara a visibilidade da fonte do incêndio e retardara a sua difusão lateral. Retenção Têm que existir meios para contenção de qualquer derrame e de toda a agua proveniente da extinção do incêndio. Em caso de um incêndio, e de esperar um volume considerável de agua por tonelada de produto armazenado, a menos que tenham sido

16 Localização e Edifícios instaladas precauções especiais (aspersores, sistemas de espuma e alarmes automáticos) que assegurem uma rápida resposta dos bombeiros. Parte da retenção pode ser efectuada dentro do armazém instalando rampas ou pequenos muros de contenção em todas as entradas. Os muros devem ter uma altura mínima de 20 cm com rampas inclinadas com um máximo de 10% para facilitar o acesso dos veículos. Recomenda-se, em caso de emergência, dispor de meios para dar mais altura aos muros de retenção por exemplo placas ou sacos de areia. Pode-se ainda aumentar o volume de retenção construindo pequenos muros ao redor da área de carga e descarga e outros terrenos pavimentados ao redor do armazém. Em tais casos, devem existir meios para evacuar a agua da chuva (bombas) e também a possibilidade de fechar as drenagens existentes, no caso de incêndio. Pequenos muros de retenção em torno do armazém e o perímetro do local Geralmente, a retenção do volume total de agua de extinção esperado, exige um tanque de recolha, que pode ser utilizado para vários armazéns ou compartimentos, separados por uma parede corta fogo, já que é pouco provável que mais do que um compartimento se incendeie ao mesmo tempo. Em armazéns onde seja difícil instalar um tanque de recolha suficientemente grande, recomenda-se a redução do volume de agua de extinção do incêndio, ex.: através de alarmes automáticos ou sistemas de extinção, ou cessar o combate ao incêndio uma vez atingida a capacidade de retenção disponível.

17 Localização e Edifícios Drenagem O edifício deve estar situado num local que permita reduzir o risco de que água contaminada atinja os cursos de água, as reservas de água subterrânea ou os sistemas de drenagens publicas. Recomenda-se fortemente que o sistema de drenagem das águas pluviais seja construído de forma a poder ser rapidamente fechado. Selar e proteger o sistema de drenagem dentro dos edifícios O piso do armazém nunca deve ter drenagens abertas. Isto é essencial para impedir o escorrimento não controlado de produtos derramados ou da água de extinção contaminada. Quando as aguas da chuva provenientes do tecto drenarem pelo interior do edifício, deve-se selar os tubos de descarga da água através da construção de um maciço de tijolo ou betão em torno do tubo até uma altura superior à do muro de retenção. Isto protegerá o tubo contra danos causados pelo movimento de veículos e paletes. Os tubos de descarga exteriores devem ser selados ao nível do chão. Ventilação O armazém deve ser bem ventilado. Sempre que possível, a ventilação natural deve ser proporcionada por aberturas situadas na parte superior e inferior das paredes e no tecto. A abertura inferior deve estar situada a um nível superior ao do muro de retenção. Todas as aberturas devem ser concebidas para evitar a entrada de pássaros e bichos.

18 Localização e Edifícios Para uma boa circulação de ar nos armazéns, recomenda-se deixar um espaço livre de 1 metro entre a parte mais alta dos produtos e o tecto, assim corno entre as mercadorias e as paredes. Aquecimento Em climas frios pode ser necessário instalar um sistema de aquecimento dentro do armazém. As aberturas nas paredes e tecto facilitam uma boa ventilação Os sistemas de aquecimento devem funcionar com vapor ou água quente, e a fonte de calor tem que estar separada da área de armazenamento. Os radiadores de água quente ou tubos de vapor tem de estar localizados de forma a não haver aquecimentos dos produtos armazenados. As unidades portáteis de aquecimento não devem ser utilizadas; As unidades de chama descoberta são proibidas.

19 Localização e Edifícios Não usar sistemas de aquecimento com chama descoberta Iluminação Os níveis de iluminação têm que permitir as inspecções rotineiras dos produtos armazenados e fornecer iluminação suficiente para uma fácil leitura dos rótulos dos produtos. Nos locais onde as operações de armazenamento são apenas efectuadas durante o dia, a iluminação natural pode ser adequada, podendo no entanto ser melhorada com a inserção de painéis transparentes no tecto. A iluminação artificial deve ser instalada por cima dos corredores e a uma altura de pelo menos 1 metro sobre o mais alto produto armazenado, de forma a prevenir danos durante as operações mecânicas de manuseamento.

20 Localização e Edifícios Protecção contra os Raios Todos os armazéns devem estar equipados com um sistema de protecção contra raios. Saídas de Emergência Além das portas principais, devem existir saídas para o caso de emergência. Estas devem estar situadas a uma distancia máxima de 30 m de qualquer ponto interior do armazém de forma a evitar que alguém fique retido no seu interior. Deixar livres as saídas de emergência e passeios de inspecção As saídas de emergência devem estar claramente sinalizadas e desimpedidas. Devem ser concebidas de forma a serem facilmente abertas a partir do interior. Sempre que possível, os escritórios e lavabos devem estar localizados longe da parte principal do armazém. No caso destas instalações se situarem dentro do armazém têm de estar segregadas deste, e a sua construção deve ser concebida de forma a

21 Localização e Edifícios proporcionar pelo menos um hora de resistência ao fogo. Tem que ser possível sair destas instalações sem passar pelo armazém. Se for permitido fumar nos escritórios e outras instalações, devem existir cinzeiros de metal ou vidro, e estes deverão ser esvaziados regularmente, de forma segura. Nunca esvaziar os cinzeiros nos cestos de papel! Isto tem sido uma frequente e comum causa de incêndio.

22 GESTÃO DO ARMAZÉM Responsabilidades Segurança Portões Local Janelas Chaves Controlo do acesso fora das horas de trabalho Supervisão e formação do pessoal Recepção e expedição Armazenamento de produtos Segregação e separação dos produtos Plano de armazenamento Armazenamento no exterior Tipos de Armazenamento Armazenamento em blocos Prateleiras Sistemas de controlo das existências Operações auxiliares Actividades não rotineiras Monta Cargas

23 Gestão do Armazém Responsabilidades O gestor de armazém tem a responsabilidade global do armazém. A sua responsabilidade inclui: O manuseamento seguro dos produtos dentro e fora do armazém e a manutenção dos arquivos referentes a tais movimentações. A saúde e a segurança do pessoal. A formação do pessoal. A manutenção das condições adequadas ao armazenamento. A protecção do ambiente. O planeamento dos procedimentos de emergência. Prevenção de incêndios e contacto com as autoridades. As responsabilidades referentes as diferentes fases das operações podem ser delegadas a subordinados devidamente qualificados, que compreendam bem as funções pelas quais são responsáveis. Responsabilidades do responsável de armazém Segurança Sendo o vandalismo uma das causas de um significativo número de incêndios nos armazéns, a segurança e protecção do armazém assume uma importância fundamental.

24 Gestão do Armazém Ha que tomar medidas de segurança para impedir o acesso não autorizado ao armazém: Durante as horas de trabalho, limitar o acesso a uma única entrada controlada. Fora das horas de trabalho, fechar à chave as portas e janelas do armazém bem como dos escritórios. Nos grandes armazéns, recomenda-se a instalação de um alarme contra intrusos, caso a resposta do pessoal de segurança seja razoavelmente rápida. Portões Os portões de entrada devem ser limitados ao mínimo necessário para o seu funcionamento. Contudo, deve ser possível entrar no armazém, pelo menos, por dois lados em caso de incêndio ou outra emergência. Local O local deve estar rodeado por um muro seguro ou uma cerca. Quando o muro do armazém for contíguo ao exterior, há que assegurar que não é possível entrar através das aberturas da ventilação, do tecto ou através de edifícios adjacentes. Todas as paredes exteriores devem estar libertas de paletes e outros materiais inflamáveis, que possam servir de combustível a potenciais incendiários. Janelas Se existirem meios alternativos de ventilação, o ideal é não existir nenhuma janela. Caso existam janelas, estas deverão ser posicionadas a grande altura e conter grades para impedir a entrada de pessoas não autorizadas. Chaves As chaves do armazém devem estar guardadas no escritório ou portaria, escondidas, devidamente etiquetadas e de fácil acesso em caso de emergência. Controlo do acesso fora das horas de trabalho A iluminação exterior, é frequentemente uma fonte de dissuasão para os intrusos. Os guardas que patrulham o armazém são eficazes contra intrusos e podem ajudar a detectar incêndios na sua fase inicial, no entanto, deve ser incluído um sistema "chave e relógio" para registar a hora e lugar em que a inspecção foi efectuada. Supervisão e formação do pessoal As operações de armazenamento só podem ser efectuadas em segurança se forem baseadas em procedimentos planeados compreendidos e cumpridos por todos.

25 Gestão do Armazém Todo o pessoal que trabalha no armazém deve receber uma boa formação. Deve ser mantido um registo permanente de formação. As rondas dos guardas podem detectar intrusos e incêndios A formação deve incluir: Conhecimento dos perigos dos produtos. Procedimentos seguros das operações em geral e do equipamento. Procedimentos em caso de emergência. Recepção e expedição Durante a recepção no armazém, a identidade, quantidade e etiquetagem das mercadorias têm de ser conferidas com os documentos de transporte. O bom estado das embalagens deve ser verificado. As embalagens danificadas ou com fugas devem ser separadas e tratadas de imediato. Embalagens com etiquetas danificadas ou ausentes devem ser postas de lado para colocação de novas etiquetas e identificação. Uma boa formação significa entender a função

26 Gestão do Armazém Deve existir uma ficha de dados de produto, disponível para todas as mercadorias armazenadas. As recomendações de recepção e expedição estão disponíveis no Manual "Normas para um transporte seguro de produtos fitofarmacêuticos". Armazenamento dos Produtos Segregação e Separarão dos produtos A segregação significa um armazenamento à parte, em compartimentos diferentes com um muro corta fogo como barreira. A separação significa um armazenamento à parte, em lugares diferentes do mesmo compartimento utilizando como barreira um espaço, ou um produto não combustível. Devido à sua natureza potencialmente toxica, o armazenamento dos produtos fitofarmacêuticos não deve ser efectuado no mesmo armazém que os produtos alimentares, rações para animais e outros produtos tais como roupa, tabaco, cosméticos, etc. Caso seja inevitável o armazenamento conjunto dos produtos referenciados, estes devem ser cuidadosamente separados dos produtos fitofarmacêuticos. Os próprios produtos fitofarmacêuticos devem ser armazenados por grupos de acordo com a sua categoria de perigosidade, ex.: inflamáveis, combustíveis, corrosivos, tóxicos, potencial de oxidação, etc. Enquanto que é aceitável a separação de pequenas quantidades de produtos de categorias diferentes, e fortemente recomendado a segregação de grandes quantidades de cada um dos diversos grupos, de acordo com as recomendações constantes no "Guia de armazenamento de produtos fitofarmacêuticos" em anexo.

27 Gestão do Armazém Segregação com uma parede corta fogo como barreira Separação pode ser efectuada deixando um espaço ou colocando um produto não perigoso entre produtos perigosos O principal benefício destas medidas é minimizar os riscos e as consequências de um possível incêndio. A quantidade de produtos líquidos inflamáveis, com um ponto de inflamação inferior a 61º C, quando armazenados num único compartimento, não deve exceder as 225 toneladas, a menos que o compartimento esteja equipado com protecção especial contra incêndios (Alarme automático com resposta rápida dos bombeiros, sistema de aspersão automático ou outro sistema automático de extinção). A Segregação através de um muro corta fogo é necessária quando se tratar de maiores quantidades. Também se recomenda limitar a 225 toneladas, os líquidos cujo ponto de inflamação seja superior a 61 C no caso de não existir nenhuma protecção especial contra incêndios. Os materiais de embalagens combustíveis devem ser separados de outras mercadorias, pois podem contribuir de forma significativa para um incêndio já que se incendeiam facilmente.

28 Gestão do Armazém Piano de Armazenamento Se o local contem vários lugares destinados ao armazenamento, cada um deles deve ser numerado para uma fácil identificação. Armazenamento no Exterior De um modo geral todos os produtos fitofarmacêuticos devem ser armazenados sob um telhado. As embalagens resistentes ao mau tempo, tais como tambores de 200 litros podem ser armazenadas ao ar livre, desde que o seu conteúdo não seja sensível a temperaturas extremas e se possa garantir a sua segurança. As áreas de armazenamento devem ter uma base solida e impermeável cercada por um pequeno muro de retenção. A utilização de asfalto não é recomendável, devido a este amolecer em climas quentes e sob influencia de certo solventes. Se a área não tem tecto, é necessário tomar as medidas adequadas para a drenagem da agua da chuva recolhida. Recomenda-se que o armazenamento de tambores seja efectuado na vertical sobre paletes. Os tambores que sejam armazenados na posição horizontal devem estar devidamente travados para não rolarem. Todos os tambores têm de ser armazenados de forma a permitir um acesso rápido para a extinção de um incêndio. Armazenamento ao ar livre sobre uma base sólida rodeada por um pequeno muro de retenção

29 Gestão do Armazém Tipos de Armazenamento Armazenamento em Blocos O armazenamento em blocos (pilhas) pode dificultar o acesso para a extinção de um incêndio. As dimensões dos blocos (pilhas) com materiais inflamáveis devem ser limitadas: Limitar os blocos para uma largura de 2 paletes e uma altura de 4 paletes. Por motivos práticos o comprimento não deve exceder 8 paletes. Incluir uma passagem para inspecção de pelo menos 0,5m entre blocos e 1m de intervalo ao longo da parede. Recomenda-se a restrição das dimensões de blocos (pilhas) com mercadorias combustíveis. As sinalizações de acesso para o monta cargas ou dispositivos de levantamento devem ser localizados nos extremos do bloco (pilha). Para evitar danos das embalagens inferiores, a altura do empilhamento deve ser reduzida dependendo do tipo de embalagens. Marcar no chão a posição dos blocos e passagens de inspecção, e dar um numero a cada bloco. Se estiver instalado um sistema de aspersão automática, estes devem estar situados a uma altura de pelo menos 1 metro acima da parte superior do bloco. Marcar as passagens e numerar cada bloco de armazenamento

30 Gestão do Armazém Prateleiras As estantes ou paletes com prateleiras de metal permitem uma melhor utilização de altura disponível, no entanto exigem monta cargas especializados para aproveitar ao máximo o espaço. Relativamente ao armazenamento em blocos, as estantes têm as seguintes vantagens: Armazenamento mais estável com menos danos das embalagens inferiores. Melhor controlo de existências e selecção mais fácil dos pedidos. Acesso a cada palete e boa inspecção visual. Podem ser instalados, dentro das estantes e junto dos produtos, sistemas de aspersão automáticos. Sistemas de Controlo das Existências O sistema de controlo de armazenamento tem de garantir o conhecimento da quantidade e localização das mercadorias no armazém, a qualquer momento. Um inventario, um piano de localização das mercadorias e a ficha de dados dos produtos têm de estar num lugar seguro, fora da área de armazenamento de forma a facilitar a sua consulta em caso de um incêndio ou emergência. Operações Auxiliares Devem ser evitadas, dentro do armazém, as actividades que não tenham a ver com o armazenamento. Podem ser instalados nas estantes, aspersores eficazes Instalações para reembalamento ou reenchimento podem ser necessárias, no entanto, devem estar situadas numa área segregada, livre de produtos armazenados.

31 Gestão do Armazém A manutenção de veículos e o estacionamento durante a noite, de veículos que não sejam os monta cargas eléctricos, não deve ser permitido, a menos que contenham um interruptor de desconexão da bateria. A cobertura com filme extensível representa uma solução mais segura do que as coberturas com filme retráctil. Evitar outras actividades dentro do armazém A utilização de coberturas com filme retráctil com sistema de ar quente tem de ser cuidadosamente controlada e deve permitir que o equipamento e mercadorias refresquem antes do fim do dia de trabalho. Não se recomenda a utilização de chamas sem protecção para a aplicação de coberturas retracteis. Actividades não rotineiras Todas as precauções destinadas a assegurar os procedimentos seguros e normais de trabalho podem ser inúteis, se forem permitidas actividades de manutenção ou construção capazes de provocar um incêndio. Todas as actividades não rotineiras devem ser autorizadas por escrito. A permissão escrita para a realização de tarefas tem que: Registar que a área imediata em que se vai realizar a tarefa está livre de materiais combustíveis. Assinalar os possíveis perigos e indicar as precauções destinadas a garantir que a tarefa se possa fazer em condições seguras.

32 Gestão do Armazém Registar o nome da pessoa destinada a observar que as faíscas são correctamente extinguidas. É necessária permissão para todas as actividades não rotineiras Monta Cargas Só condutores autorizados e devidamente treinados podem movimentar os monta cargas. A circulação tem de ser adequadamente regulamentada. Os monta cargas têm de circular com os garfos em posição baixa e não devem transportar passageiros. Recomenda-se que exista um extintor em cada monta cargas. As instalações para a carga das baterias dos monta cargas devem estar situadas numa área aberta distante e livre de produtos armazenados. Se a carga das baterias for efectuada num local fechado, tem de haver uma abertura de ventilação, situada num nível alto para libertação do hidrogénio gerado, o qual e mais leve do que o ar.

Armazém Planear a construção

Armazém Planear a construção Planear a construção Surgem muitas vezes problemas associados às infra-estruturas dos armazéns, como por exemplo, a falta de espaço para as existências, para a movimentação nos corredores e áreas externas,

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO - FISPQ

FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO - FISPQ FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO - FISPQ PRODUTO: BATERIA MOURA 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Nome da Empresa: Endereço: Bateria Moura Acumuladores Moura

Leia mais

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA 1. Identificação da substância/preparação e da sociedade / empresa Identificação da substância / preparação Nome comercial: LUSO EXTRUDER Código do produto: TPVE 301 Utilização da substância / da preparação:

Leia mais

Pode causar irritação na mucosa e dores abdominais. Não são conhecidos casos de irritação nas vias respiratórias.

Pode causar irritação na mucosa e dores abdominais. Não são conhecidos casos de irritação nas vias respiratórias. Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos - FISPQ FISPQ nº 032 Página 1 / 5 Data da última revisão 08/05/2008 1 Identificação do produto e da empresa Nome do produto: Tinta P.V.A.para Artesanato

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUIÍMICO ( FISPQ )

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUIÍMICO ( FISPQ ) 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Anti Ruído Tradicional Aplicação: Reparação e emborrachamento de veículos. Fornecedor: Nome: Mastiflex Indústria e Comércio Ltda Endereço : Rua

Leia mais

Produto: MAXPREN LAJE PRETO FISPQ n 040 emissão 02/02/09 Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA

Produto: MAXPREN LAJE PRETO FISPQ n 040 emissão 02/02/09 Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: MAXPREN LAJE PRETO Código do produto: 16100 Nome da empresa: Maxton Brasil Endereço: Rua Ivo

Leia mais

INDUFIX FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS FISPQ 014 REVISÃO: 30/03/2014 PÁGINA 1/6 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA

INDUFIX FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS FISPQ 014 REVISÃO: 30/03/2014 PÁGINA 1/6 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA FISPQ 014 REVISÃO: 30/03/2014 PÁGINA 1/6 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Indufix Código interno: 2000 Empresa: Indutil Indústria de Tintas Ltda. e-mail: indutil@indutil.com.br

Leia mais

ARMAZENAGEM DE PRODUTOS QUÍMICOS

ARMAZENAGEM DE PRODUTOS QUÍMICOS ARMAZENAGEM DE PRODUTOS QUÍMICOS 2011 Índice 1. Sinalização... 3 2. Organização do Armazém... 3 3. Estabelecer um esquema de armazenamento para:... 4 4. Manter em local visível... 6 5. Deveres do Responsável

Leia mais

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA PROMINOL P 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Data de emissão: 13 / 03 / 08 Nome do produto: Uso do produto: PROMINOL P Adubo Empresa responsável pela comercialização:

Leia mais

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA BIOESTIM K 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Data de emissão: 13 / 03 / 08 Nome do produto: Uso do produto: BIOESTIM K Adubo Empresa responsável pela comercialização:

Leia mais

RELATÓRIO TÉCNICO. ph (Solução 0,2%) Aproximadamente 2,00. Ponto de Ebulição 110ºC Densidade 1,150 ( 20ºC ) Completamente solúvel em água.

RELATÓRIO TÉCNICO. ph (Solução 0,2%) Aproximadamente 2,00. Ponto de Ebulição 110ºC Densidade 1,150 ( 20ºC ) Completamente solúvel em água. RELATÓRIO TÉCNICO I - DADOS GERAIS: Nome do Produto: ÁCIDO MURIÁTICO Composição: Água e Ácido Clorídrico Estado Físico: Líquido Cuidados para conservação: Conservar o produto na embalagem original. Proteger

Leia mais

FICHAS DE PROCEDIMENTO PREVENÇÃO DE RISCOS

FICHAS DE PROCEDIMENTO PREVENÇÃO DE RISCOS PP. 1/7 FICHAS DE PROCEDIMENTO PREVENÇÃO DE RISCOS 1 TAREFA ARMAZENAGEM DE MATERIAIS, EQUIPAMENTOS E RESÍDUOS 2 DESCRIÇÃO O trabalho preventivo no armazenamento de produtos perigosos, visa não só a protecção

Leia mais

Nota Técnica. Requisitos Gerais para a armazenagem de óleos usados:

Nota Técnica. Requisitos Gerais para a armazenagem de óleos usados: Nota Técnica ARMAZENAGEM DE ÓLEOS USADOS Para efeitos do presente documento, considera-se a definição de óleos usados constante na alínea b) do artigo 2.º do Decreto-lei n.º 153/2003. Define-se reservatório

Leia mais

1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA

1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Produto: CURATON CQ FISPQ n 052 emissão 02/02/09 Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Curaton CQ Código do produto: 11130 Nome

Leia mais

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA PROMI FERTIL Especial Hortícolas 18-8-6 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Data de emissão: 13 / 03 / 08 Nome do produto: Promi-Fertil Especial Hortícolas 18-8-6 Uso do

Leia mais

Índice geral. Apresentação. Prólogo à 2.ª edição. Sumário. Siglas. Agradecimentos. 1. Introdução. 2. O risco de incêndio

Índice geral. Apresentação. Prólogo à 2.ª edição. Sumário. Siglas. Agradecimentos. 1. Introdução. 2. O risco de incêndio Índice geral 3 Prólogo à 2.ª edição 5 Sumário 7 Siglas 9 Agradecimentos 11 1. Introdução 13 Tipificação dos incêndios... Causas de incêndio... Consequências dos incêndios... 2.3.1. Considerações gerais...

Leia mais

EXTRUTOP FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS FISPQ 017 REVISÃO: 30/03/2014 PÁGINA 1/6 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA

EXTRUTOP FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS FISPQ 017 REVISÃO: 30/03/2014 PÁGINA 1/6 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA FISPQ 017 REVISÃO: 30/03/2014 PÁGINA 1/6 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Extrutop Código interno: AGM215 e AGM216 Empresa: Indutil Indústria de Tintas Ltda. e-mail: indutil@indutil.com.br

Leia mais

Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico - FISPQ

Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico - FISPQ Produto: Antiderrapante para Correias Página 1 de 5 1 Informação do Produto e da Empresa Nome do Produto: Antiderrapante para Correias Fornecedor Nome: Ultralub Química Ltda. Endereço: Estrada dos Crisântemos,

Leia mais

Nome do produto: BIOAGLOPAR PET

Nome do produto: BIOAGLOPAR PET Data da última revisão: 17/04/2014 Pagina 1/5 1. Identificação do produto e da empresa Nome do produto: Bioaglopar PET NCM: 3209.10.20 - Código interno de identificação do produto: 1.3.2.004 - Nome da

Leia mais

MÓDULO IV SEGURANÇA NA UTILIZAÇÃO DE PRODUTOS FITOFARMACÊUTICOS

MÓDULO IV SEGURANÇA NA UTILIZAÇÃO DE PRODUTOS FITOFARMACÊUTICOS Programa de formação sobre a aplicação de MÓDULO IV SEGURANÇA NA UTILIZAÇÃO DE PRODUTOS FITOFARMACÊUTICOS TEMA 1 ASPECTOS TOXICOLÓGICOS DA APLICAÇÃO DE PRODUTOS FITOFARMACÊTICOS TENDO EM CONSIDERAÇÃO A

Leia mais

Ficha de Segurança. 1. Identificação da preparação e da companhia

Ficha de Segurança. 1. Identificação da preparação e da companhia 1. Identificação da preparação e da companhia Nome do Produto/Preparação Código do produto Uso específico Ver a Ficha Técnica do Produto Só para uso profissional Métodos de aplicação Ver a Ficha Técnica

Leia mais

de Segurança de Produtos Químicos

de Segurança de Produtos Químicos 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA: Nome do Produto: Impermeabilizante acrílico a base d água. Fornecedor:. Av Eng Juarez de Siqueira Britto Wanderley, 380 Jd Vale do Sol CEP: 12.238-565 São José

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA PARA PRODUTOS QUÍMICOS

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA PARA PRODUTOS QUÍMICOS FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA PARA PRODUTOS QUÍMICOS 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome Comercial do produto: CJI MASTER HARD SS Nome da empresa: Endereço: Rua Hermínio Poltroniere, 198

Leia mais

Segurança e Higiene no Trabalho. Volume XIII Trabalho em Espaços Confinados. Guia Técnico. um Guia Técnico de O Portal da Construção

Segurança e Higiene no Trabalho. Volume XIII Trabalho em Espaços Confinados. Guia Técnico. um Guia Técnico de O Portal da Construção Guia Técnico Segurança e Higiene no Trabalho Volume XIII Trabalho em Espaços Confinados um Guia Técnico de Copyright, todos os direitos reservados. Este Guia Técnico não pode ser reproduzido ou distribuído

Leia mais

Revisão 15 Abril/13 FISPQ N o 0002-13 Página 1 de 5

Revisão 15 Abril/13 FISPQ N o 0002-13 Página 1 de 5 FISPQ N o 0002-13 Página 1 de 5 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA NOME COMERCIAL Thinner 2750 NOME DO FABRICANTE ANJO QUIMICA DO BRASIL LTDA Rodovia SC, 447 Km 02 Criciúma Santa Catarina CEP: 88.817-440

Leia mais

Produtos químicos PERIGOSOS

Produtos químicos PERIGOSOS Produtos químicos PERIGOSOS Como podemos identificar os produtos químicos perigosos? Os produtos químicos estão presentes em todo o lado, quer em nossas casas, quer nos locais de trabalho. Mesmo em nossas

Leia mais

Incêndios e Explosões Baseado no original do Instituto Nacional de Seguridad e Higiene en el Trabajo - da Espanha) - www.mtas.

Incêndios e Explosões Baseado no original do Instituto Nacional de Seguridad e Higiene en el Trabajo - da Espanha) - www.mtas. Incêndios e Explosões Baseado no original do Instituto Nacional de Seguridad e Higiene en el Trabajo - da Espanha) - www.mtas.es/insht/ INTRODUÇÃO Os incêndios e explosões, ainda que representem uma porcentagem

Leia mais

Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos (MSDS)

Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos (MSDS) Página: 1/5 1 - Identificação do produto e da empresa - Nome do produto: TEMED (N,N,N,N -Tetramethylenediamine) - Código de identificação do produto: 161-0800N - Nome da Empresa: BioAgency Biotecnologia

Leia mais

Rebrilhar Catalisador Ureia-Formol

Rebrilhar Catalisador Ureia-Formol 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome comercial do Produto: Nome da Empresa: Rebrilhar Resinas e Vernizes Ltda. Endereço: Rua Luiz de Moraes Rego, nº. 505 Jardim do Bosque Leme/SP Telefones: 19-35186900

Leia mais

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA SIPFOL MAX

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA SIPFOL MAX FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA SIPFOL MAX 1. IDENTIFICAÇÃO DA PREPARAÇÃO E DA EMPRESA Nome do produto: Identificação: Tipo de formulação: Utilização: SIPFOL MAX Aminoácidos, magnésio e oligoelementos Concentrado

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Tinta para demarcação Suprivia base d água Código interno: BA5215 e outros Empresa: Suprivias Indústria e Comercio de Materiais para Demarcação

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA PARA PRODUTOS QUÍMICOS

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA PARA PRODUTOS QUÍMICOS FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA PARA PRODUTOS QUÍMICOS 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome Comercial do produto: CJI URETANO AR ENDURECEDOR Nome da empresa: Endereço: Rua Hermínio Poltroniere,

Leia mais

Ficha de dados de segurança

Ficha de dados de segurança Ficha de dados de segurança página: 1/6 1. Designação de substância/preparação e empresa KUMULUS S Uso: Fitossanitário, fungicida Empresa: BASF Portuguesa, Lda. Rua 25 de Abril, nº 1 P - 2689-538 PRIOR

Leia mais

Tópicos. Introdução Avaliação/gestão de riscos Normas de segurança Boas práticas laboratoriais (case study) Conclusões

Tópicos. Introdução Avaliação/gestão de riscos Normas de segurança Boas práticas laboratoriais (case study) Conclusões Boas Práticasde Trabalhoem Laboratório Olga Conde Moreira Seminário no âmbito do Projeto AGROPECUÁRIA, TECNOLOGIA ALIMENTAR E AMBIENTE APRENDER CIÊNCIA HANDS-ON Programa Ciência Viva 12 de Março de 2014

Leia mais

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico. Produto CHOICE

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico. Produto CHOICE 1. Identificação do Produto Nome do Produto: CHOICE Código do Produto: - Nome da Empresa: De Sangosse Agroquímica Ltda. Endereço: Rua Raimundo Ramos Ferreira, 136 - CURITIBA/PR CEP: 81.350-040 Telefone

Leia mais

ARMAZENAGEM. 8 O empilhamento dos materiais obstruí a circulação nas vias. Decreto-lei 243/86 de 20 de Agosto. Foto Nº.

ARMAZENAGEM. 8 O empilhamento dos materiais obstruí a circulação nas vias. Decreto-lei 243/86 de 20 de Agosto. Foto Nº. CHECK LIST DE HIGIENE E SEGURANÇA NO TRABALHO Resposta à check list. A severidade está dividida em 3 níveis, Leve, Médio e Grave Só é preenchida quando a resposta não corresponde ao que a legislação prevê.

Leia mais

Rua Manoel Joaquim Filho, 303, cep.13140-000 Paulínia / SP E-mail: ceva@cevabrasil.com.br

Rua Manoel Joaquim Filho, 303, cep.13140-000 Paulínia / SP E-mail: ceva@cevabrasil.com.br Produto: TILDREN Página 1 de 5 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: Nome do Fabricante: Nome do Distribuidor: Endereço: TILDREN La Ballastiere BP 126-33501 Libourne. Ceva Saúde Animal

Leia mais

FICHA DE SEGURANÇA 2001/58/CE Data de revisão: 08/04/2014 Pág. 1 de 6

FICHA DE SEGURANÇA 2001/58/CE Data de revisão: 08/04/2014 Pág. 1 de 6 FICHA DE SEGURANÇA 2001/58/CE Data de revisão: 08/04/2014 Pág. 1 de 6 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA 1.1 Descrição do artigo: Limpa Churrasqueiras HUJE 1.2 Utilizações previstas: Limpeza de Gorduras

Leia mais

Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico

Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico Produto : NO-RUST D - Data da Atualização: 22/01/2014 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Empresa: R. Pref. Eurípedes de Siqueira, n.º 36 Distrito

Leia mais

Material Safety Data Sheet OK5011 K5011 AWLGRIP 2 H/S SKY BLUE Version No: 2 Revision Date: 22/07/2003. 1. Identificação da preparação e da companhia

Material Safety Data Sheet OK5011 K5011 AWLGRIP 2 H/S SKY BLUE Version No: 2 Revision Date: 22/07/2003. 1. Identificação da preparação e da companhia 1. Identificação da preparação e da companhia Nome do Produto/Preparação Código do produto Uso específico Ver Ficha Técnica do Produto. Só para uso profissional Métodos de aplicação Ver Ficha Técnica do

Leia mais

Comércio de Produtos Químicos

Comércio de Produtos Químicos Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos FISPQ 1.) Identificação do Produto Nome do Produto: Pombo Código do Produto: Pr 295307 2.) Composição e Informação sobre os Ingredientes Substância:

Leia mais

FISPQ Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico FOSFATO DE ZINCO SOLUÇÃO

FISPQ Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico FOSFATO DE ZINCO SOLUÇÃO Página 1 de 5 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Nome da Empresa/Fornecedor: Resimapi Produtos Químicos Ltda. Endereço: Av. Osaka, 800 Arujá São Paulo Telefone da Empresa: (xx11)

Leia mais

Ficha de Segurança. 1. Identificação da preparação e da companhia

Ficha de Segurança. 1. Identificação da preparação e da companhia 1. Identificação da preparação e da companhia Nome do Produto/Preparação Cógigo do produto Uso específico Ver Ficha Téchnica do Produto. Métodos de aplicação Ver Ficha Téchnica do Produto. Nome da Empresa

Leia mais

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA 1. Identificação da substância/preparação e da sociedade / empresa Identificação da substância / preparação Nome comercial: ECOPICRIL BRANCO Utilização da substância /da preparação: Pintura para marcação

Leia mais

FICHA TÉCNICA DE SEGURANÇA DO PRODUTO QUÍMICO - FISPQ Data da Revisão: 06.03.06

FICHA TÉCNICA DE SEGURANÇA DO PRODUTO QUÍMICO - FISPQ Data da Revisão: 06.03.06 01. Identificação do Produto e da Empresa. Nome do Produto: Rotosafe Bro 700 001 OR 0050 nº Material: 110319 Nome da Empresa: Domingos Araújo Neto Endereço: Av. Francisco Sá, 3405 Monte Castelo Fortaleza

Leia mais

Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos. SEÇÃO I - Identificação do Produto Químico e da Empresa

Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos. SEÇÃO I - Identificação do Produto Químico e da Empresa SEÇÃO I - Identificação do Produto Químico e da Empresa Nome do produto: COLA PVA EXTRA FORMICA Nome da empresa: Formiline Indústria de Laminados Ltda. Endereço: Estrada Portão do Honda, 120 Rio Abaixo

Leia mais

Ficha de Segurança. 1. Identificação da preparação e da companhia

Ficha de Segurança. 1. Identificação da preparação e da companhia 1. Identificação da preparação e da companhia Nome do Produto/Preparação Código do produto Uso específico Ver Ficha Técnica do Produto. Métodos de aplicação Ver Ficha Técnica do Produto. Nome da Empresa

Leia mais

Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos

Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos FORTEX Ficha de Segurança Nome do Produto: MASSA PVA FORTEX Data de Revisão: 15/08/2013 Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto:

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE FISPQ N PRODUTOS QUÍMICOS - FISPQ CERA LÍQUIDA AUTOMOTIVA

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE FISPQ N PRODUTOS QUÍMICOS - FISPQ CERA LÍQUIDA AUTOMOTIVA GARANTIA DE QUALIDADE Página 1/5 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: Sinônimo: Cera líquida Automotiva Nome da empresa: GITANES PRODUTOS AUTOMOTIVOS LTDA Endereço: Rua Dos Diamantes,

Leia mais

1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA 2 COMPOSIÇÃO E INFORMAÇÕES SOBRE OS INGREDIENTES

1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA 2 COMPOSIÇÃO E INFORMAÇÕES SOBRE OS INGREDIENTES NOME DO PRODUTO: BRANCOL 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome da Empresa: Petra Química Matriz: Estrada do Barreiro, 136 Gleba Nova Ukrânia - CEP: 86.800-970 - Apucarana/PR Fone: (43) 4104-0224

Leia mais

Controlo das obrigações nas explorações vitícolas

Controlo das obrigações nas explorações vitícolas Controlo das obrigações nas explorações vitícolas Workshop Peso da Régua, 26 de Novembro 2013 Teotónio Manuel Castro teotoniocastro@drapn.mamaot.pt 1 Sumário: Controlo das obrigações nas explorações vitícolas;

Leia mais

Produto: Denvercril RA701 Nº FISPQ: 079 Revisão: 00. Denver Indústria e Comércio Ltda. denver.resinas@denverresinas.com.br

Produto: Denvercril RA701 Nº FISPQ: 079 Revisão: 00. Denver Indústria e Comércio Ltda. denver.resinas@denverresinas.com.br 1. Identificação do Produto e da Empresa Nome do Produto: Nome da Empresa: Endereço: Denvercril RA701. Denver Indústria e Comércio Ltda. Rua Geny Gusmão dos Santos, 48 Rio Abaixo Suzano-SP. Telefone da

Leia mais

3. Identificação dos Perigos Perigos mais importantes : Ação irritante para olhos, pele e sistema respiratório.

3. Identificação dos Perigos Perigos mais importantes : Ação irritante para olhos, pele e sistema respiratório. Tripolifosfato de Sódio Página 1 de 5 1. Identificação do Produto e da Empresa Nome do produto : Tripolifosfato de Sódio Código do produto : 001.019 Empresa Corpo de Bombeiros : 193 Polícia Militar : 190

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO Data de elaboração: 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Designação do Produto : Esmalte Referência do Produto : LT4701SS0.00 Identificação : PPG INDUSTRIAL DO BRASIL LTDA Contato - Depto Técnico

Leia mais

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico - FISPQ

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico - FISPQ PRODUTO: EMULSÃO ASFÁLTICA RR-2C Página 1 de 5 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: EMULSÃO ASFÁLTICA RR-2C Código interno de identificação: BR0259 Nome da empresa: PETROBRAS DISTRIBUIDORA

Leia mais

Ficha Técnica de Informação de Segurança de Produto Químico FISPQ

Ficha Técnica de Informação de Segurança de Produto Químico FISPQ Produto: COLA MINERAL ENGELITE Página 1 de 7 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Cola Mineral ENGELITE Componente predominante Enxofre Nome da empresa: ENGEMAN ENGENHARIA DE MANUTENÇÃO

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO

FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO Página 1 de 5 FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO FISPQ Em conformidade com ABNT 14725-4/2014 Data: 02.05.2002 Revisão: 4/2014 Produto: WD 40 Aerossol N 0002 1. Identificação do produto

Leia mais

1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA

1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto Limpa ar condicionado Código interno de identificação 00.00.000.000 Nome da empresa Endereço Aeroflex Indústria de Aerosol Ltda. Rod. BR 116 km

Leia mais

Sob condições normais de uso não deve apresentar riscos significativos à saúde. Não se espera nenhum efeito sobre o meio ambiente

Sob condições normais de uso não deve apresentar riscos significativos à saúde. Não se espera nenhum efeito sobre o meio ambiente 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto Lubrificante para corrente Código interno de identificação 00.00.000.000 Nome da empresa Endereço Aeroflex Indústria de Aerosol Ltda. Rod. BR 116

Leia mais

Ingredientes que contribuam para o perigo: Nome químico ou genérico N CAS % Classificação e rotulagem

Ingredientes que contribuam para o perigo: Nome químico ou genérico N CAS % Classificação e rotulagem FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS FISPQ Nome do produto: DENINPLUS 400-N Página 1 de 5 1. Identificação do produto e da empresa Nome do produto: DENINPLUS 400-N Nome da Empresa: INDÚSTRIA

Leia mais

NOME DO PRODUTO: MEGA PODIUM Revisão 01 FISPQ Nº 00030 Página 1de 5

NOME DO PRODUTO: MEGA PODIUM Revisão 01 FISPQ Nº 00030 Página 1de 5 FISPQ Nº 00030 Página 1de 5 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA NOME DO PRODUTO: MEGA PODIUM NOME COMERCIAL MEGA PODIUM (COLA UNIVERSAL) NOME DO FABRICANTE JN COM E IND DE PROD QUIMICOS LTDA RUA A

Leia mais

1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA

1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto Flushing Código interno de identificação 00.00.000.000 Nome da empresa Endereço Aeroflex Indústria de Aerosol Ltda. Rod. BR 116 km 120 n 26640 CEP

Leia mais

01 Identificação do produto e da Empresa. 02 Composição e informações sobre os ingredientes. 03 Identificação de perigos

01 Identificação do produto e da Empresa. 02 Composição e informações sobre os ingredientes. 03 Identificação de perigos Página: 01/05 01 Identificação do produto e da Empresa Natureza Química : Limpador de Uso Geral Autorização de Funcionamento / MS : nº 3.02.599-9 Registro no Ministério da Saúde : 3.2599.0103.001-4 Aceita

Leia mais

Material Safety Data Sheet OP9011 TROWELABLE FAIRING COMPOUND CURING AGENT Version No: 2 Revision Date: 18/02/2003

Material Safety Data Sheet OP9011 TROWELABLE FAIRING COMPOUND CURING AGENT Version No: 2 Revision Date: 18/02/2003 1. Identificação da preparação e da companhia Nome do Produto/Preparação Código do produto Uso específico Ver Ficha Técnica do Produto. Só para uso profissional Métodos de aplicação Ver Ficha Técnica do

Leia mais

Ficha de Segurança. 1. Identificação da preparação e da companhia

Ficha de Segurança. 1. Identificação da preparação e da companhia 1. Identificação da preparação e da companhia Nome do Produto/Preparação Código do produto Uso específico Thinner Métodos de aplicação Ver a Ficha Técnica do Produto Nome da Empresa International Paint

Leia mais

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA Edição revista (*) Nº : 5. 2.2 : Gás não inflamável e não tóxico.

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA Edição revista (*) Nº : 5. 2.2 : Gás não inflamável e não tóxico. Página : 1 2.2 : Gás não inflamável e não tóxico. Atenção 1 Identificação da substância/ preparação e da sociedade/ empresa Identificador do produto Designação Comercial : AR Reconstituido K/AR Comprimido/

Leia mais

FISPQ - Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos em acordo com a NBR-14725

FISPQ - Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos em acordo com a NBR-14725 Página 1 1. Identificação do produto e da empresa Nome comercial: Código Interno de Produto : 000000238838 Identificação da sociedade/empresa Clariquimica Comercio de Produtos Quimicos Ltda. Rua Manoel

Leia mais

MULTI USO TRADICIONAL

MULTI USO TRADICIONAL Pag. 1 de 6 SEÇÃO 1.0 INFORMAÇÕES DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome Comercial do Produto : Identificação da Empresa: VALÊNCIA IND. E COMÉRCIO DE MATERIAIS DE LIMPEZA LTDA. ENDEREÇO: Rua Soldado Arlindo Sardanha,11.Parque

Leia mais

NORMAS PARA UM TRANSPORTE SEGURO DE PRODUTOS FITOFARMACÊUTICOS

NORMAS PARA UM TRANSPORTE SEGURO DE PRODUTOS FITOFARMACÊUTICOS ESTAS NORMAS SÃO DESTINADAS A COMPLEMENTAR AS EXIGÊNCIAS DE QUALQUER LEI E REGULAMENTO LOCAL E NACIONAL, BEM COMO O CÓDIGO INTERNACIONAL DE CONDUTA DA FAO SOBRE DISTRIBUÇÃO E UTILIZAÇÃO DE PRODUTOS FITOFARMACÊUTICOS.

Leia mais

INQUÉRITO SOBRE O ESTADO DOS LABORATÓRIOS E CONDIÇÕES DE TRABALHO E SEGURANÇA

INQUÉRITO SOBRE O ESTADO DOS LABORATÓRIOS E CONDIÇÕES DE TRABALHO E SEGURANÇA INQUÉRITO SOBRE O ESTADO DOS LABORATÓRIOS E CONDIÇÕES DE TRABALHO E SEGURANÇA Na sequência da Circular nº04/cd/03, de 17 de Janeiro, vimos por este meio solicitar a colaboração dos Responsáveis pelos Laboratórios

Leia mais

MEMBRANAS BETUMINOSAS

MEMBRANAS BETUMINOSAS FICHA DE SEGURANÇA DE PRODUTO (Em conformidade com o Regulamento REACH (EC) nº 1907/2006) Nº revisão: 08 Data de emissão: 24 de Janeiro de 2014 MEMBRANAS BETUMINOSAS 1. Identificação da substância/mistura

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS

FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS FIS 00001 1/6 1) IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: Empresa: Endereço: Água sanitária Super Cândida Indústrias Anhembi S/A Matriz: Rua André Rovai, 481 Centro Osasco SP Telefone: Matriz:

Leia mais

Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico

Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico Código do produto: PSL97 Página 1 de 5 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Código do produto: Aplicação: Fornecedor: PSL97 Telefone de emergência: (19) 2103-6000 REMOVEDOR DE TINTA CURADA PPG INDUSTRIAL

Leia mais

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico ORBI SELANTE PARA RADIADOR Páginas: 1 / 5

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico ORBI SELANTE PARA RADIADOR Páginas: 1 / 5 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto : Aplicação : Veda pequenos vazamentos no sistema de arrefecimento. Fornecedor : Orbi Quimica Ltda. nto Avenida Maria Helena, 600 - Leme SP Brasil

Leia mais

2. COMPOSIÇÃO E INFORMAÇÕES SOBRE OS IGREDIENTES: CONCENTRAÇÃO %

2. COMPOSIÇÃO E INFORMAÇÕES SOBRE OS IGREDIENTES: CONCENTRAÇÃO % 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA: Nome do Produto: CONCRELATÉX Tinta acrílica base d agua. Fornecedor:. Av Eng Juarez de Siqueira Britto Wanderley, 380 Jd Vale do Sol CEP: 12.238-565 São José dos

Leia mais

NORPACIFIC DO BRASIL LTDA. FUMISPORE

NORPACIFIC DO BRASIL LTDA. FUMISPORE NORPACIFIC DO BRASIL LTDA Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico Página 1 de 6 1. Identificação do Produto e da Empresa FUMISPORE Fabricante / Registrante: L.C.B. S.A. Laboratoire de Chimie

Leia mais

1. Identificação do Produto e da Empresa. 2. Composição e informações sobre os ingredientes. 3. Identificação de Perigos

1. Identificação do Produto e da Empresa. 2. Composição e informações sobre os ingredientes. 3. Identificação de Perigos 1. Identificação do Produto e da Empresa Nome do Nome da Empresa: Bayer Health Care - Área AH Endereço: Rua Domingos Jorge, 1000 - Socorro, CEP 04779-900, São Paulo - SP. Telefone: (11) 5694-5166 Telefone

Leia mais

1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA

1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto MP-30 Película Líquida Spray Código interno de identificação 00.00.000.000 Nome da empresa Endereço Aeroflex Indústria de Aerosol Ltda. Rod. BR

Leia mais

Classificação e Rotulagem de Perigo dos Ingredientes que Contribuem para o Perigo: N. A

Classificação e Rotulagem de Perigo dos Ingredientes que Contribuem para o Perigo: N. A Nome do Produto: VERCLEAN 900 FISQP N.º: 02 Página: 1/7 Última Revisão: 08/04/13 1. Identificação do Produto e da Empresa Nome do Produto: DETERGENTE VERCLEAN 900 Código Interno de Identificação: 101 Nome

Leia mais

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico FISPQ PRODUTO: FLASH CLEAN POP REVISÃO Nº: 002 05/2013

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico FISPQ PRODUTO: FLASH CLEAN POP REVISÃO Nº: 002 05/2013 1 INDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Desinfetante para uso geral. Nome comercial: Flash Clean Pop. Empresa: Quimifel Indústria e Comércio de Produtos de Limpeza Ltda. Autorização de

Leia mais

Designação do Produto

Designação do Produto PÁGINA: 1 de 5 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO Ref.ª HSEL106_107 Designação do Produto Cook Desengordurante Aplicação O COOK DESENGORDURANTE é um desengordurante e desincrustante enérgico de gorduras de difícil

Leia mais

Armazenamento Todas as matérias primas são organizadas por secções no armazém, através de prateleiras.

Armazenamento Todas as matérias primas são organizadas por secções no armazém, através de prateleiras. Recepção de matérias primas Após a chegada das matérias primas à fábrica, estas são transportadas para o armazém através do empilhador, porta paletes ou através de transporte manual. Armazenamento Todas

Leia mais

FOLHA DE DADOS DE SEGURANÇA (91/155/EWG)

FOLHA DE DADOS DE SEGURANÇA (91/155/EWG) Página 1 / 6 1. IDENTIFICAÇÃO DA SUBSTÂNCIA/PREPARAÇÃO E DA SOCIEDADE/EMPRESA Informação do Produto Marca : Companhia : Degussa AG, Coatings & Colorants D-45764 Marl Telefone : +49 (0)2365 49-4607 Telefax

Leia mais

Ficha de dados de segurança

Ficha de dados de segurança Página 1 de 5 SECÇÃO 1: Identificação da substância/mistura e da sociedade/empresa 1.1. Identificador do produto 1.2. Utilizações identificadas relevantes da substância ou mistura e utilizações desaconselhadas

Leia mais

FISPQ A - 016 Em conformidade com a NBR 14725:2005 2 ed.

FISPQ A - 016 Em conformidade com a NBR 14725:2005 2 ed. 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: Aplicação: Limpa Contatos Limpeza de contatos elétricos Fornecedor: Sprayon Química Industrial Ltda - ME - Indústria Brasileira Endereço: Rua Chile

Leia mais

FICHA DE SEGURANÇA DE PRODUTO. Nº revisão: 00 Data de emissão: Novembro de 2012 IFOAM. 1. Identificação da substância/mistura e da sociedade/empresa

FICHA DE SEGURANÇA DE PRODUTO. Nº revisão: 00 Data de emissão: Novembro de 2012 IFOAM. 1. Identificação da substância/mistura e da sociedade/empresa FICHA DE SEGURANÇA DE PRODUTO Nº revisão: 00 Data de emissão: Novembro de 2012 IFOAM 1. Identificação da substância/mistura e da sociedade/empresa 1.1 Nomes comerciais das famílias de produtos: IFOAM PAREDES

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DO PRODUTO QUÍMICO NAFTALINA

FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DO PRODUTO QUÍMICO NAFTALINA 1 de 5 I. IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA E DO PRODUTO BÚFALO INDÚSTRIA E COM. DE PROD. QUÍMICOS LTDA. Av. Hélio Ossamu Daikuara, Nº 3071 Vista Alegre Embu das Artes - SP Homepage: www.produtosbufalo.com.br E-mail:

Leia mais

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico AMINA TERCIÁRIA C12 FISPQ 014 1 de 4 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: AMINA TERCIÁRIA C12 Fornecedor: Multichemie Indústria e Comércio de Produtos Químicos Ltda. R. Howard Archibald

Leia mais

FISPQ N 193 N da Revisão 04 FIREGUARD

FISPQ N 193 N da Revisão 04 FIREGUARD Página 1 de 5 1 - Identificação do Produto e da Empresa Nome do produto: Nome da empresa: Anchortec Industrial e Comercial Ltda. Endereço: Rua Tenente Onofre Rodrigues de Aguiar, 800, Mogi das Cruzes -

Leia mais

LIMPA- PEDRAS. FISPQ-004 Pag. 1 de 6 1. IDENTIFICAÇÃO DOPRODUTO E DA EMPRESA. Nome Comercial do Produto :

LIMPA- PEDRAS. FISPQ-004 Pag. 1 de 6 1. IDENTIFICAÇÃO DOPRODUTO E DA EMPRESA. Nome Comercial do Produto : Pag. 1 de 6 1. IDENTIFICAÇÃO DOPRODUTO E DA EMPRESA Nome Comercial do Produto : LIMPA- PEDRAS Identificação da Empresa: VALÊNCIA IND. E COMÉRCIO DE MATERIAIS DE LIMPEZA LTDA. Telefone FAX: (11) 2632-7070

Leia mais

Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico CHEMKLEEN 611L Código do produto: CK611L Página 1 de 5

Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico CHEMKLEEN 611L Código do produto: CK611L Página 1 de 5 Código do produto: CK611L Página 1 de 5 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Código do produto: Aplicação: Fornecedor: CK611L Telefone de emergência: (19) 2103-6000 DESENGRAXANTE ALCALINO

Leia mais

FICHA DE SEGURANÇA Edição revista no : 1

FICHA DE SEGURANÇA Edição revista no : 1 Página : 1 T : Tóxico F+ : Extremamente Etiqueta 2.1 : Gás inflamável inflamável. 1 IDENTIFICAÇÃO DA SUBSTÂNCIA/PREPARAÇÃO E DA SOCIEDADE / EMPRESA Designação Comercial : N Ficha de Segurança : Uso : Esterilização

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA PRODUTO QUIMICO

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA PRODUTO QUIMICO SEÇÃO I Identificação do Produto Químico e da Empresa Nome do Produto: Nome da Empresa: ISOPREN CITIMAT MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO LTDA. RUA COMENDADOR SOUZA 72/82 AGUA BRANCA SÃO PAULO SP CEP: 05037-090

Leia mais