INTRODUÇÃO AO ACTIONSCRIPT

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "INTRODUÇÃO AO ACTIONSCRIPT"

Transcrição

1 6 INTRODUÇÃO AO ACTIONSCRIPT No capítulo anterior, aprendemos a criar animações lineares que são inseridas na timeline. Ao longo deste capítulo, iremos abordar a linguagem de programação ActionScript para criar animações não lineares. Este tipo de animação não é reproduzido da mesma forma como na timeline. Com a programação ActionScript podemos controlar a ordem pela qual uma animação é reproduzida para criar interactividade. Daremos, portanto, mais destaque o ActionScript 3.0, o que já aconteceu no capítulo anterior através da utilização de ferramentas que apenas funcionam em documentos ActionScript 3.0. Uma das novidades desta versão do Flash é a introdução do painel Code Snippets que permite ao leitor programar em ActionScript através de blocos de código predefinidos. 6.1 Behaviors (Comportamentos) O Flash disponibiliza um conjunto de behaviors para criar interactividade e controlar movie clips, som e vídeo em filmes de Flash, tornando-se, assim, uma forma mais fácil e acessível de criar programação ActionScript. Os behaviors apenas podem ser utilizados em documentos Flash de ActionScript 2.0. A versão ActionScript 3.0 não permite aplicar behaviors. Um behavior representa a combinação entre um evento e uma acção por ele desenca deada. O script do behavior é um código ActionScript. Um evento representa uma ocorrência de software ou hardware que necessita de uma resposta de uma aplicação Flash. Temos eventos controlados pelos utilizadores ou dependentes da timeline. Por exemplo, o clique do rato ou uma tecla pressionada é um evento do utilizador, a partir do momento em que ocorra em consequência da interacção directa do utilizador; enquanto o início de um filme está dependente da timeline. No Flash, utilizamos o painel Behaviors para anexar behaviors a objectos de filmes, como movie clips, campos de texto, entre outros. Para visualizar o painel Behaviors, deverá executar o comando Window > Behaviors. FCA Editora de Informática 125

2 6 Flash CS5.5 & CS5 Depressa & Bem Adicionar behavior Eliminar behavior Alteração da ordem de execução dos behaviors Evento Acção a ser desencadeada pelo evento Fig. 6.1 Painel Behaviors Para efectuar o download e instalar novos behaviors, deverá consultar o site da Adobe Exchange em Movieclip behaviors No painel Behaviors, podemos encontrar 12 behaviors específicos para controlar movie clips (Tabela 6.1). Vejamos a aplicação de cada um. Fig. 6.2 Behaviors associados a movie clips BEHAVIORS DESCRIÇÃO Bring Forward Posiciona o movie clip um nível acima dos restantes no stage Bring to Front Posiciona o movie clip no nível de topo dos restantes no stage 126 FCA Editora de Informática

3 Introdução ao ActionScript 6 Duplicate Movieclip Permite duplicar um movie clip Goto and Play at frame or label Goto and Stop at frame or label Load External Movieclip Load Graphic Reproduz o movie clip a partir de um determinado frame Coloca o playhead do movie clip num determinado frame, mas não inicia a sua reprodução Abre um filme SWF externo numa determinada parte do filme principal Permite abrir uma imagem JPEG externa numa determinada parte do filme principal Send Backward Posiciona o movie clip um nível abaixo dos restantes no stage Send to Back Posiciona o movie clip debaixo dos restantes no stage Start Dragging Movieclip Stop Dragging Movieclip Unload Movieclip Permite arrastar um movie clip dentro de um filme Permite terminar o arrastamento de um movie clip dentro de um filme Fecha um filme SWF que tenha sido aberto com o behavior Load External Movieclip Tabela 6.1 Descrição dos behaviors associados a movie clips 6.2 Actions O ActionScript permite-nos adicionar interactividade de um nível complexo. Vimos já que facilmente podíamos criar interactividade sem criarmos directamente código ActionScript, através da utilização dos behaviors disponíveis no painel Behaviors. Em alternativa aos behaviors do Flash e para aqueles utilizadores que pretendem ir mais além na criação de scripts, podemos utilizar o painel Actions para criar acções num objecto ou frame. FCA Editora de Informática 127

4 6 Flash CS5.5 & CS5 Depressa & Bem Como qualquer linguagem de programação, o ActionScript tem a sua própria sintaxe. Não é nosso objectivo neste capítulo e nesta obra fazer uma abordagem neste sentido, mas apenas transmitir uma breve introdução daquilo que é possível fazer com esta linguagem. Para criarmos acções (actions) em ActionScript no Flash, utilizamos o painel Actions; no caso de não estar visível, deverá executar o comando Window > Actions: Actions Script Window Script Navigator Fig. 6.3 Painel Actions Script Navigator contém informação relativa ao símbolo, à instância ou ao nome da cena. É utilizada para seleccionar um item e ver o script associado; Actions contém todas as acções (actions) organizadas por categorias; Script Window é utilizada para criar scripts. Podemos adicionar acções através da selecção da acção que pretendemos aplicar na caixa Actions ou, então, através da escrita directa do script nesta janela; Adicionar uma nova acção ou item para além da caixa Actions onde podemos encontrar categorizadas todas as acções, é possível também, através deste botão, adicionar uma nova acção ou um novo item ao script; Pesquisar permite fazer uma pesquisa directa no script; 128 FCA Editora de Informática

5 Introdução ao ActionScript 6 Inserir um caminho de destino (Target Path) exibe uma estrutura com o caminho de todos os objectos no stage para ser mais fácil adicionar acções a um objecto; Verificar sintaxe esta ferramenta é útil para verificar se o script está correctamente escrito; Formatação automática alinha automaticamente as linhas de código para uma leitura mais fácil; Show Code Hint é utilizado para exibir informação de ajuda acerca do comando de ActionScript que estamos a escrever, tornando-se assim mais fácil e rápida a construção do script; Fig. 6.4 Utilização da função Show Code Hint Depuração de erros (Debug Options) esta opção permite localizar e corrigir eventuais erros no script. É utilizada, geralmente, por programadores; Code Snippets este botão permite abrir o painel Code Snippets onde podemos encontrar diversos blocos de código predefinidos e organizados por categorias; Script Assist através deste assistente, é possível criar blocos de código, seleccionando as acções pretendidas a partir da janela Actions e, depois, configurando os parâmetros da acção na Script Window. FCA Editora de Informática 129

6 6 Flash CS5.5 & CS5 Depressa & Bem Controlar um filme com acções No Flash, podemos utilizar as acções para controlar a forma como um filme é reproduzido. Vejamos, na Tabela 6.2, quais as acções mais utilizadas para controlar frames e qual o seu efeito: ACÇÃO play() stop() gotoandplay() gotoandstop() nextframe() prevframe() DESCRIÇÃO Reproduz o filme a partir do frame actual Pára a reprodução do filme no frame actual Reproduz o filme a partir de um determinado frame Posiciona o playhead do filme num determinado frame, mas não inicia a sua reprodução Posiciona o playhead do filme no frame seguinte, mas não inicia a sua reprodução Posiciona o playhead do filme no frame anterior, mas não inicia a sua reprodução Tabela 6.2 Descrição das acções para controlar frames Controlar as propriedades dos movie clips com acções Com o ActionScript, podemos também controlar as propriedades dos movie clips, como o seu tamanho e a sua posição no stage. É possível alterar as propriedades de um movie clip, fazendo sempre referência ao nome da instância desse mesmo movie clip. Na Tabela 6.3, podemos ver uma lista das propriedades mais utilizadas e as suas características em ActionScript 3.0: PROPRIEDADE x y width DESCRIÇÃO Permite controlar o valor da coordenada x da instância do movie clip no stage Permite controlar o valor da coordenada y da instância do movie clip no stage Permite controlar a largura da instância do movie clip 130 FCA Editora de Informática

7 Introdução ao ActionScript 6 height alpha rotation visible currentframe framesloaded name totalframes loaderinfo mousex scalex mousey scaley Permite controlar a altura da instância do movie clip Permite controlar o nível de transparência da instância do movie clip Roda a instância do movie clip Indica se a instância do movie clip se encontra visível ou não Exibe o número do frame actual Exibe o número de frames do movie clip que foram carregados Refere-se ao nome da instância do movie clip Exibe o número total de frames do movie clip Exibe o endereço (URL) do ficheiro SWF a partir do qual o movie clip foi carregado Exibe a coordenada x do cursor do rato Permite controlar o tamanho através do escalonamento horizontal Exibe a coordenada y do cursor do rato Permite controlar o tamanho através do escalonamento vertical Tabela 6.3 Descrição das propriedades dos movie clips Arrastar um movie clip No ActionScript, as acções startdrag()e stopdrag() permitem criar interactividade com os movie clips, tornando possível ao utilizador arrastá-los no stage. Estas acções são bastante úteis para criar jogos em Flash, cursores personalizados e painéis de menus. Depois de aplicada a acção startdrag() a uma instância de um movie clip, podemos arrastar essa instância no stage até que seja aplicada uma nova acção startdrag() a uma instância diferente ou, então, até que seja aplicada a acção stopdrag(). Esta acção não requer a definição do nome de uma instância, pois apenas se pode arrastar um movie clip de cada vez. FCA Editora de Informática 131

8 6 Flash CS5.5 & CS5 Depressa & Bem Fscommand No Flash, podemos aplicar a acção Fscommand para configurar as opções de visualização do filme publicado em formato SWF (Shockwave Flash Player) e executar aplicações externas. Esta acção é constituída por seis comandos. COMANDO allowscale exec fullscreen quit showmenu trapallkeys DESCRIÇÃO Permite definir se o utilizador pode, ou não, redimensionar a janela do filme. A janela, ao ser redimensionada, altera também o tamanho dos objectos Permite executar uma aplicação externa a partir do filme de Flash. A aplicação que vai ser executada deve estar numa subpasta do filme denominada fscommand Permite definir se o filme ocupará toda a área do monitor do utilizador Permite sair do filme É predefinido que esta opção está activada, permitindo, assim, ao utilizador fazer clique com o botão direito do rato e visualizar o menu de contexto Através desta opção, é possível desactivar o teclado quando um filme está a ser executado e também converter todos os eventos do teclado em eventos de movie clip Tabela 6.4 Descrição dos comandos da acção Fscommand 6.3 Eventos Para gerar interactividade no Flash, estes tipos de eventos são, sem dúvida, os mais utilizados para criar elementos de navegação. Podem ser programados eventos com ActionScript para reagir ao rato ou ao teclado. A Tabela 6.5 apresenta os oito diferentes eventos de botões que podemos utilizar para controlar um filme: EVENTO click doubleclick DESCRIÇÃO Este evento controla o momento em que pressionamos e largamos um objecto que funciona como botão Este evento acontece quando fazemos clique duas vezes consecutivas num objecto que funciona como botão 132 FCA Editora de Informática

9 Introdução ao ActionScript 6 rightclick mouseover mouseout mousedown mouseup keydown keyup enterframe exitframe Quando é pressionado o botão direito do rato sobre um objecto que funciona como botão Quando passamos o cursor do rato por cima do objecto Quando o cursor se move para fora da área de toque do objecto Quando mantemos pressionado o botão esquerdo do rato Quando o botão esquerdo do rato deixa de estar pressionado Quando uma determinada tecla é pressionada Quando uma determinada tecla é largada Este evento ocorre quando o playhead do filme entra num determinado frame Este evento ocorre quando o playhead do filme sai de um determinado frame Tabela 6.5 Descrição dos eventos 6.4 Code Snippets Uma das novidades introduzidas no Flash CS5 foi o painel Code Snippets, onde podemos encontrar um conjunto de códigos utilizados com maior frequência em programação com ActionScript 3.0. Estes códigos estão organizados por categorias, nomeadamente para aplicação à timeline, a objectos de áudio e vídeo, entre outras. A sua facilidade de acesso permite-nos uma maior rapidez na criação de scripts. Para utilizar este painel, basta escolher quais as acções que deseja e fazer duplo clique sobre as mesmas para o painel Actions abrir com as acções para aquela opção. Para abrir este painel, o leitor deverá executar o comando Window > Code Snippets. FCA Editora de Informática 133

10 6 Flash CS5.5 & CS5 Depressa & Bem Fig. 6.5 Painel Code Snippets Exercício 6.1 NESTE EXERCÍCIO, VAMOS CRIAR UMA ANIMAÇÃO SIMPLES E APLICAR DOIS BEHAVIORS PARA CONTROLAR O FILME. 1. Vamos criar um novo documento de ActionScript 2.0 e importar uma imagem através do comando File > Import > Import to Stage. 2. Dar um nome à layer que contém a imagem, por exemplo, fundo. 3. Criar uma nova layer através do comando Insert > Timeline > Layer. 4. Na nova layer, executar o comando File > Import > Import to Stage para importar uma imagem. 5. Dar um nome à layer que contém a imagem, por exemplo, animação. 6. Seleccionar a imagem e posicioná-la fora do stage. 134 FCA Editora de Informática

De seguida vamos importar a imagem da lupa File > Import e abrir a imagem Lupa.png que está no Cd-rom.

De seguida vamos importar a imagem da lupa File > Import e abrir a imagem Lupa.png que está no Cd-rom. LUPA Introdução A base que está por detrás deste tutorial são duas imagens, uma com 50% do tamanho original colocada numa layer e outra imagem com o tamanho original colocada numa Mask layer dentro de

Leia mais

CRIAÇÃO DE UM SITE COMPLETO EM FLASH

CRIAÇÃO DE UM SITE COMPLETO EM FLASH CRIAÇÃO DE UM SITE COMPLETO EM FLASH Introdução A criação de sites completamente em Flash é uma boa indicadora do grau de experiência que alguém pode ter com este software. Escusado será dizer que a criação

Leia mais

CRIAR UMA ANIMAÇÃO BÁSICA NO FLASH MX

CRIAR UMA ANIMAÇÃO BÁSICA NO FLASH MX CRIAR UMA ANIMAÇÃO BÁSICA NO FLASH MX Introdução Este tutorial vai-te ajudar a compreender os princípios básicos do Flash MX - tal como layers, tweens, cores, texto, linhas e formas. No final deste tutorial

Leia mais

Nome: n.º 3º AT, BT, CT WEB Barueri, 18 / 08 / 2009 2ª Postagem Disciplina: PRMD

Nome: n.º 3º AT, BT, CT WEB Barueri, 18 / 08 / 2009 2ª Postagem Disciplina: PRMD Nome: n.º 3º AT, BT, CT WEB Barueri, 18 / 08 / 2009 2ª Postagem Disciplina: PRMD AULA 02 MANIPULAÇÃO DE CLIPES DE FILME E CONTROLE DE NAVEGAÇÃO Aluno(a), Este segundo material on-line é dedicado a novos

Leia mais

Prática 6 ActionScript

Prática 6 ActionScript Prática 6 ActionScript 1. Objetivos Se familiarizar com o ActionScript. Usar comandos e funções básicas. 2. Recursos Necessários Computador com o programa Macromedia Flash MX ou superior. 3. Conceitos

Leia mais

UNIDADE 2: Sistema Operativo em Ambiente Gráfico

UNIDADE 2: Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Ambiente Gráfico Configurações Acessórios O Sistema Operativo (SO) é o conjunto de programas fundamentais que permitem que o computador funcione e que comunique com o exterior. Actualmente o Windows é

Leia mais

O Stage onde estão os gráficos, videos, botões etc que irão aparecer durante o play back.

O Stage onde estão os gráficos, videos, botões etc que irão aparecer durante o play back. O que é o Flash? Copyright 2006/2007 Jorge Mota- Multimédia I/ISTEC O flash é uma ferramenta autor, que pode ser usada por designers, editores de conteúdos, engenheiros multimédia e programadores para

Leia mais

Sistema Operativo em Ambiente Gráfico

Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Sistema Operativo Conjunto de programas fundamentais que permitem que o computador funcione e comunique com o exterior; Windows: sistema operativo mais utilizado nos

Leia mais

Ambiente de trabalho. Configurações. Acessórios

Ambiente de trabalho. Configurações. Acessórios Ambiente de trabalho Configurações Acessórios O Sistema Operativo (SO) é o conjunto de programas fundamentais que permitem que o computador funcione e comunique com o exterior. Actualmente, o Windows é

Leia mais

Prática 3 Princípios da Animação

Prática 3 Princípios da Animação Prática 3 Princípios da Animação As animações em um site são bem discutidas quanto ao seu uso, pois, qualquer coisa que se movimenta na visão periférica ocupa lugar na consciência. Isso faz com que o usuário

Leia mais

Neste tutorial irá criar uma animação simples com base num desenho do Mechanical Desktop.

Neste tutorial irá criar uma animação simples com base num desenho do Mechanical Desktop. Neste tutorial irá criar uma animação simples com base num desenho do Mechanical Desktop. Inicialize o 3D Studio VIZ. Faça duplo clique no ícone de 3D Studio VIZ Abre-se a janela da figura seguinte. Esta

Leia mais

1. Criem um novo documento no Flash MX 2004. Atribuam as dimensões do filme, Width e Height para 300 e 200.

1. Criem um novo documento no Flash MX 2004. Atribuam as dimensões do filme, Width e Height para 300 e 200. Timeline Effects Uma das evoluções que se denotam logo à partida no Flash MX 2004, são os efeitos da timeline. Os efeitos da timeline são uma colecção de efeitos especiais que podem ser personalizados

Leia mais

Introdução... 3. O que irá mudar?... 3. Por onde começar?... 3. Para que serve cada camada (layer)?... 4. Inserindo a ClickTag...

Introdução... 3. O que irá mudar?... 3. Por onde começar?... 3. Para que serve cada camada (layer)?... 4. Inserindo a ClickTag... Open AdStream Guia para implementação de Banners Multilink Novembro 2009 Índice Introdução... 3 O que irá mudar?... 3 Por onde começar?... 3 Para que serve cada camada (layer)?... 4 Inserindo a ClickTag...

Leia mais

Manual PowerPoint 2000

Manual PowerPoint 2000 Manual PowerPoint 2000 Índice 1. INTRODUÇÃO 1 2. DIRECTRIZES PARA APRESENTAÇÕES DE DIAPOSITIVOS 1 3. ECRÃ INICIAL 2 4. TIPOS DE ESQUEMA 2 5. ÁREA DE TRABALHO 3 5.1. ALTERAR O ESQUEMA AUTOMÁTICO 4 6. MODOS

Leia mais

PORTUGUÊS. Mesa Digitalizadora. Manual do Utilizador. Windows 2000 / XP / Vista

PORTUGUÊS. Mesa Digitalizadora. Manual do Utilizador. Windows 2000 / XP / Vista Mesa Digitalizadora Manual do Utilizador Windows 2000 / XP / Vista 1 I. Informação Geral 1. Visão Geral Bem-vindo ao mundo das canetas digitais! Irá descobrir que é muito fácil controlar o seu computador

Leia mais

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt * O leitor consente, de forma expressa, a incorporação e o tratamento dos seus dados nos ficheiros automatizados da responsabilidade do Centro Atlântico, para os fins comerciais e operativos do mesmo.

Leia mais

ZoomText 9.1. Adenda ao Guia do Utilizador. Ai Squared

ZoomText 9.1. Adenda ao Guia do Utilizador. Ai Squared ZoomText 9.1 Adenda ao Guia do Utilizador Ai Squared Direitos de Cópia ZoomText Ampliador Copyright 2008, Algorithmic Implementations, Inc. Todos os Direitos Reservados ZoomText Ampliaddor/Leitor de Ecrã

Leia mais

ZS Rest. Manual Profissional. BackOffice Mapa de Mesas. v2011

ZS Rest. Manual Profissional. BackOffice Mapa de Mesas. v2011 Manual Profissional BackOffice Mapa de Mesas v2011 1 1. Índice 2. Introdução... 2 3. Iniciar ZSRest Backoffice... 3 4. Confirmar desenho de mesas... 4 b) Activar mapa de mesas... 4 c) Zonas... 4 5. Desenhar

Leia mais

Parte I Introdução ActionScript_30_01.indd 1 5/11/2010 08:29:29

Parte I Introdução ActionScript_30_01.indd 1 5/11/2010 08:29:29 Parte I Introdução ActionScript_30_01.indd 1 5/11/2010 08:29:29 ActionScript_30_01.indd 2 5/11/2010 08:29:34 Aprendendo uma nova linguagem... ActionScript é uma linguagem e, como um novo idioma ou a linguagem

Leia mais

GUIA DE CRIAÇÃO DE APRESENTAÇÕES MICROSOFT POWER POINT

GUIA DE CRIAÇÃO DE APRESENTAÇÕES MICROSOFT POWER POINT Nuno Azevedo 2005/06 ESCOLA BÁSICA B INTEGRADA DE ANGRA DO HEROÍSMO GUIA DE CRIAÇÃO DE APRESENTAÇÕES MICROSOFT POWER POINT A Janela de apresentação do Programa Barras de menus, padrão e de formatação Área

Leia mais

7.3. WINDOWS MEDIA PLAYER 12

7.3. WINDOWS MEDIA PLAYER 12 7.3. WINDOWS MEDIA PLAYER 12 Este programa permite gerir toda a sua colecção de músicas, vídeos e até mesmo imagens, estando disponível para download no site da Microsoft, o que significa que mesmo quem

Leia mais

O AMBIENTE DE TRABALHO DO WINDOWS

O AMBIENTE DE TRABALHO DO WINDOWS O AMBIENTE DE TRABALHO DO WINDOWS O Windows funciona como um Sistema Operativo, responsável pelo arranque do computador. Um computador que tenha o Windows instalado, quando arranca, entra directamente

Leia mais

Migrar para o Access 2010

Migrar para o Access 2010 Neste Guia Microsoft O aspecto do Microsoft Access 2010 é muito diferente do Access 2003, pelo que este guia foi criado para ajudar a minimizar a curva de aprendizagem. Continue a ler para conhecer as

Leia mais

Como Fazer um Vídeo no Windows Movie Maker

Como Fazer um Vídeo no Windows Movie Maker Como Fazer um Vídeo no Windows Movie Maker Versão deste documento: 1 1 Data de edição deste documento: 20 de Julho de 2011 1. Vá ao Iniciar -> Todos os Programas -> Movie Maker 2..Este é o aspecto do Movie

Leia mais

gettyimages.pt Guia do site área de Film

gettyimages.pt Guia do site área de Film gettyimages.pt Guia do site área de Film Bem-vindo à área de Film do novo site gettyimages.pt. Decidimos compilar este guia, para o ajudar a tirar o máximo partido da área de Film, agora diferente e melhorada.

Leia mais

COMPETÊNCIAS BÁSICAS EM TIC NAS EB1

COMPETÊNCIAS BÁSICAS EM TIC NAS EB1 COMPETÊNCIAS BÁSICAS EM TIC NAS EB1 Oficina do Correio Para saber mais sobre Correio electrónico 1. Dicas para melhor gerir e organizar o Correio Electrónico utilizando o Outlook Express Criar Pastas Escrever

Leia mais

Manual Brother Image Viewer para Android

Manual Brother Image Viewer para Android Manual Brother Image Viewer para Android Versão 0 POR Definições de notas Ao longo deste Manual do Utilizador, é utilizado o seguinte ícone: NOTA As Notas indicam o que fazer perante uma determinada situação

Leia mais

Os elementos básicos do Word

Os elementos básicos do Word Os elementos básicos do Word 1 Barra de Menus: Permite aceder aos diferentes menus. Barra de ferramentas-padrão As ferramentas de acesso a Ficheiros: Ficheiro novo, Abertura de um documento existente e

Leia mais

Para iniciar a construção de WebQuest no Servidor PHP de webquests do Centro de Competência CRIE do CAPAG, aceda ao seguinte url:

Para iniciar a construção de WebQuest no Servidor PHP de webquests do Centro de Competência CRIE do CAPAG, aceda ao seguinte url: C e n tro d e C ompetênci a CRIE d o CA PAG Versão Beta 4 E l a b o r a d o p o r : M a r i a d e B a l s a m ã o M e n d e s G u i ã o d e P H P W e b Q u e s t V a m o s C r i a r W e b q u e s t s?

Leia mais

3ª PARTE O QUE É O LINGO ALGUMAS PROPRIEDADES DO LINGO POTENCIALIDADES DO LINGO DEPOSITAR LINGO NOÇÃO DE EVENTO A ESTRUTURA DO LINGO LINGO BÁSICO

3ª PARTE O QUE É O LINGO ALGUMAS PROPRIEDADES DO LINGO POTENCIALIDADES DO LINGO DEPOSITAR LINGO NOÇÃO DE EVENTO A ESTRUTURA DO LINGO LINGO BÁSICO 3ª PARTE O QUE É O LINGO ALGUMAS PROPRIEDADES DO LINGO POTENCIALIDADES DO LINGO DEPOSITAR LINGO NOÇÃO DE EVENTO A ESTRUTURA DO LINGO LINGO BÁSICO EXEMPLOS DE PROGRAMAÇÃO LINGO AVANÇADA 1 O que é o Lingo

Leia mais

Introdução... 3. O que irá mudar?... 3. Por onde começar... 3. Para que serve cada camada (layer)?... 4. Inserindo a Clicktag... 5

Introdução... 3. O que irá mudar?... 3. Por onde começar... 3. Para que serve cada camada (layer)?... 4. Inserindo a Clicktag... 5 Open AdStream 5.7.0.1 Guideline/ Banners em Flash 6 Adobe Security Update Junho 2008 Índice Introdução... 3 O que irá mudar?... 3 Por onde começar... 3 Para que serve cada camada (layer)?... 4 Inserindo

Leia mais

MICROSOFT POWERPOINT

MICROSOFT POWERPOINT MICROSOFT POWERPOINT CRIAÇÃO DE APRESENTAÇÕES. O QUE É O POWERPOINT? O Microsoft PowerPoint é uma aplicação que permite a criação de slides de ecrã, com cores, imagens, e objectos de outras aplicações,

Leia mais

Outlook 2003. Nivel 1. Rui Camacho

Outlook 2003. Nivel 1. Rui Camacho Outlook 2003 Nivel 1 Objectivos gerais Enviar e Responder a mensagens de correio electrónico, e gestão de contactos, marcação de compromissos e trabalhar com notas. Objectivos específicos Começar a trabalhar

Leia mais

Photoshop - Actions algumas dicas

Photoshop - Actions algumas dicas Photoshop - Actions algumas dicas O painel Actions é um gravador... de acções! 1 Activar/Desactivar 2 Abrir caixa de diálogo 3 Parar a gravação 1 2 4 Begin recording: quando vermelho, indica que uma acção

Leia mais

Folha de Cálculo Introdução à Folha de Cálculo

Folha de Cálculo Introdução à Folha de Cálculo Introdução à Folha de Cálculo O Excel é uma folha de cálculo capaz de guardar dados, executar cálculos e gerar gráficos. Introdução à Folha de Cálculo Uma folha de cálculo, por exemplo o Excel, permite

Leia mais

UNIDADE 2: Sistema Operativo em Ambiente Gráfico

UNIDADE 2: Sistema Operativo em Ambiente Gráfico UNIDADE 2: Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Ambiente de trabalho Configurações Acessórios O Sistema Operativo (SO) é o conjunto de programas fundamentais que permitem que o computador funcione e comunique

Leia mais

Instruções para Administração do Site do Jornal de Oleiros... 2 Recomendações e Sugestões Técnicas... 2 Aceder à Zona de Administração do Site...

Instruções para Administração do Site do Jornal de Oleiros... 2 Recomendações e Sugestões Técnicas... 2 Aceder à Zona de Administração do Site... Instruções para Administração do Site do Jornal de Oleiros... 2 Recomendações e Sugestões Técnicas... 2 Aceder à Zona de Administração do Site... 2 Gerir Notícias no Site... 4 Inserir uma Notícia no Site...

Leia mais

Windows Live Movie Maker

Windows Live Movie Maker Windows Live Movie Maker Passo-a-passo para Professores Criar um filme com o Windows Live Movie Maker Descarregue o programa 1. Visite o site http://explore.live.com/windows-live-movie-maker e descarregue

Leia mais

Animação na Timeline do Flash

Animação na Timeline do Flash Animação na Timeline do Flash Quando falamos em animação com o Flash podemos estar a referir vários tipos de animação. Globalmente, podemos aceitar a animação como uma série de elementos gráficos distribuídos

Leia mais

Introdução ao Microsoft Windows

Introdução ao Microsoft Windows Introdução ao Microsoft Windows Interface e Sistema de Ficheiros Disciplina de Informática PEUS, 2006 - U.Porto Iniciar uma Sessão A interacção dos utilizadores com o computador é feita através de sessões.

Leia mais

2.1.10. Trabalhar com CDs e DVDs

2.1.10. Trabalhar com CDs e DVDs 2.1.10. Trabalhar com CDs e DVDs Os procedimentos utilizados para gravar informação num CD ou num DVD variam conforme a forma como estes forem formatados. A formatação é efectuada em discos vazios e consiste

Leia mais

Exportar vídeo no Adobe Premiere com o Codec H.264/AAC

Exportar vídeo no Adobe Premiere com o Codec H.264/AAC Exportar vídeo no Adobe Premiere com o Codec H.264/AAC Este tutorial tem como objetivo explicar ao nosso cliente de Streaming de Vídeo Ondemand ou AutoVJ, como exportar através do Adobe Premiere seu vídeo

Leia mais

IMAGEM REFLECTIDA NA ÁGUA

IMAGEM REFLECTIDA NA ÁGUA IMAGEM REFLECTIDA NA ÁGUA Introdução Vamos criar a imagem de um carro reflectida na água. Quando uma imagem é reflectida na água com ondulação o reflexo não é nítido, varia com as ondas. Aqui a variação

Leia mais

604 wifi. Visite www.archos.com/manuals para transferir a versão mais recente deste manual.

604 wifi. Visite www.archos.com/manuals para transferir a versão mais recente deste manual. 604 wifi FUNÇÕES WIFI e Internet Suplemento ao Manual do Utilizador ARCHOS 504/604 Versão 1.2 Visite www.archos.com/manuals para transferir a versão mais recente deste manual. Este manual contém informações

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO. Português DOC.N. H3525PT00 EDIÇÃO 2 09-2010

MANUAL DE UTILIZAÇÃO. Português DOC.N. H3525PT00 EDIÇÃO 2 09-2010 MANUAL DE UTILIZAÇÃO PT Português DOC.N. H3525PT00 EDIÇÃO 2 09-2010 ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO... 1 2 INSTALAÇÃO DE GIGA VIDEO... 1 2.1 REQUISITOS MÍNIMOS HARDWARE... 1 2.2 PRÉ REQUISITOS SOFTWARE... 1 2.3 INSTALAÇÃO...

Leia mais

Motic Images Plus Versão 2.0 ML Guia de Consulta Rápida. Português

Motic Images Plus Versão 2.0 ML Guia de Consulta Rápida. Português Motic Images Plus Versão 2.0 ML Guia de Consulta Rápida Português Índice Instalação do Software... 1 Instalação do Controlador e Actualização do Controlador... 4 Motic Images Plus 2.0 ML...11 Calibração

Leia mais

Tutorial: Do YouTube para o PowerPoint

Tutorial: Do YouTube para o PowerPoint Autor: João Pina aragaopina@gmail.com 01-03-2010 OBJECTIVOS No final deste tutorial será capaz de: A. Retirar vídeos do YouTube; B. Converter os vídeos num formato passível de ser integrado em PowerPoint;

Leia mais

TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO INTRODUÇÃO AO MACROMEDIA DREAMWEAVER MX 2004 O Macromedia Dreamweaver MX 2004 é um software que permite a criação de páginas de Internet profissionais, estáticas

Leia mais

FrontPage Express. Manuel Cabral Reis UTAD Departamento de Engenharias Curso de Ciências da Comunicação Disciplina de Introdução à Informática

FrontPage Express. Manuel Cabral Reis UTAD Departamento de Engenharias Curso de Ciências da Comunicação Disciplina de Introdução à Informática FrontPage Express Manuel Cabral Reis UTAD Departamento de Engenharias Curso de Ciências da Comunicação Disciplina de Introdução à Informática O que é o FrontePage Express Para aceder ao programa que vai

Leia mais

Ministério Público. Guia de Consulta Rápida

Ministério Público. Guia de Consulta Rápida Ministério Público Ministério Público Guia de Consulta Rápida Versão 3 (Outubro de 2009) - 1 - ÍNDICE 1. ACEDER AO CITIUS MINISTÉRIO PÚBLICO... 4 2. BARRA DE TAREFAS:... 4 3. CONFIGURAR O PERFIL DO UTILIZADOR...

Leia mais

Acer econsole Manual do Utilizador

Acer econsole Manual do Utilizador Acer econsole Manual do Utilizador 1 Informações sobre software de outras empresas ou software gratuito O software pré-instalado, integrado ou distribuído com os produtos fornecidos pela Acer contém programas

Leia mais

ESCOLA EB2,3/S Dr. ISIDORO DE SOUSA

ESCOLA EB2,3/S Dr. ISIDORO DE SOUSA ESCOLA EB2,3/S Dr. ISIDORO DE SOUSA Passos para Ligar 1. Verificar se o projector de Vídeo está ligado à corrente tomada do lado esquerdo do quadro, junto à porta, caso não esteja ligue a ficha tripla

Leia mais

Manual de utilização GDS Touch PAINEL TOUCH-SCREEN CONTROLE RESIDENCIAL INTERATIVO. Versão: 1.0 Direitos reservados.

Manual de utilização GDS Touch PAINEL TOUCH-SCREEN CONTROLE RESIDENCIAL INTERATIVO. Versão: 1.0 Direitos reservados. Bem Vindo GDS TOUCH Manual de utilização GDS Touch PAINEL TOUCH-SCREEN CONTROLE RESIDENCIAL INTERATIVO O GDS Touch é um painel wireless touchscreen de controle residencial, com design totalmente 3D, interativo

Leia mais

Colégio IDESA 2009 Web Design

Colégio IDESA 2009 Web Design Índice Tópico 1 - Conhecendo a Ferramenta 1. Ferramentas, Agrupamento e Linha do Tempo 2. Painéis e Scenes 3. Dando Movimento à Objetos 4. Motion Tween a. Objetos e Textos b. Linha Guia c. Máscara de Objetos

Leia mais

Flash PreLoader. Selecione o primeiro keyframe da layer script, clique no lo local indicado na imagem e cole o seguinte actionscript:

Flash PreLoader. Selecione o primeiro keyframe da layer script, clique no lo local indicado na imagem e cole o seguinte actionscript: CURSO DISCIPLIN A PERÍODO: P2 PROFESS OR Faculdade de Tecnologia da Paraíba CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA A INTERNET DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES WEB ESTÁTICAS Semestre: 2008.2 Geraldo

Leia mais

Criar um formulário do tipo Diálogo modal ; Alterar a cor de fundo de um formulário; Inserir botões de comando e caixas de texto;

Criar um formulário do tipo Diálogo modal ; Alterar a cor de fundo de um formulário; Inserir botões de comando e caixas de texto; FICHA OBJECTIVO Construir Construir formulários na base de dados Diplomas em Diário da República Um formulário é utilizado, em primeiro lugar, para introduzir, eliminar ou apresentar dados numa base de

Leia mais

OBJECTIVO Primeiros passos no processamento de texto

OBJECTIVO Primeiros passos no processamento de texto FICHA 0 OBJECTIVO Primeiros passos no processamento de texto Antes de começar a elaborar documentos com o Word é necessário que saiba o essencial sobre o funcionamento deste processador de texto. Não menos

Leia mais

Configuração do Ambiente de Trabalho

Configuração do Ambiente de Trabalho pag. 1 Configuração do Ambiente de Trabalho 1. Utilização da Área de Trabalho Criação de Atalhos: O Windows NT apresenta um Ambiente de Trabalho flexível, adaptável às necessidades e preferências do utilizador.

Leia mais

Trabalhar com Layers em Photoshop

Trabalhar com Layers em Photoshop Painel Layers / Camadas Trabalhar com Layers em Photoshop Existem cinco tipos de layers / camadas, que podem estar listados neste painel: - de imagem, contendo pixéis - de texto, com texto editável - de

Leia mais

ZS Rest. Manual Avançado. Menus. v2011 - Certificado

ZS Rest. Manual Avançado. Menus. v2011 - Certificado Manual Avançado Menus v2011 - Certificado 1 1. Índice 2. Introdução... 2 3. Iniciar o ZSRest... 3 4. Menus... 4 b) Novo Produto:... 5 i. Separador Geral.... 5 ii. Separador Preços e Impostos... 7 iii.

Leia mais

Estrutura de um endereço de Internet

Estrutura de um endereço de Internet Barras do Internet Explorer Estrutura de um endereço de Internet Na Internet, cada servidor tem uma identificação única, correspondente ao endereço definido no IP (Internet Protocol). Esse endereço é composto

Leia mais

SLIDESHOWS PARA TODOS

SLIDESHOWS PARA TODOS 110 JULHO AGOSTO 2004 2004 / / EDIÇÃO 109 110 NO CD E DVD SLIDESHOWS PARA TODOS Aprenda organizar as suas fotos para uma posterior gravação num CD ou DVD. Tudo com excelentes efeitos visuais e com as suas

Leia mais

Microsoft Office FrontPage 2003

Microsoft Office FrontPage 2003 Instituto Politécnico de Tomar Escola Superior de Gestão Área Interdepartamental de Tecnologias de Informação e Comunicação Microsoft Office FrontPage 2003 1 Microsoft Office FrontPage 2003 O Microsoft

Leia mais

1 2 3 W O R K S H O P 4 5 6 W O R K S H O P 7 W O R K S H O P 8 9 10 Instruções gerais para a realização das Propostas de Actividades Para conhecer em pormenor o INTERFACE DO FRONTPAGE clique aqui 11 CONSTRUÇÃO

Leia mais

Transcições de Ficheiros

Transcições de Ficheiros Transcições de Ficheiros Muitas pessoas usam ficheiros externos swfs hoje em dia, porque este são uma boa forma de estruturar um site e de o gerir, mas tenho também a vantagem de o mesmo ser de tamanho

Leia mais

Centro de Competência Entre Mar e Serra. Guia

Centro de Competência Entre Mar e Serra. Guia SMART Notebook Software Guia O Software Notebook permite criar, organizar e guardar notas num quadro interactivo SMART Board (em modo projectado e não-projectado), num computador pessoal e, em seguida,

Leia mais

Manipulação de Células, linhas e Colunas

Manipulação de Células, linhas e Colunas Manipulação de Células, linhas e Colunas Seleccionar células Uma vez introduzidos os dados numa folha de cálculo, podemos querer efectuar alterações em relação a esses dados, como, por exemplo: apagar,

Leia mais

Domine o Word 2007. Professor: Rafael Henriques. Ano Lectivo 2010/2011

Domine o Word 2007. Professor: Rafael Henriques. Ano Lectivo 2010/2011 Domine o Word 2007 1 Professor: Rafael Henriques Ano Lectivo 2010/2011 Sumário Introdução aos Processadores de texto; Microsoft Word 2007 O ambiente de trabalho O Friso Os Tabuladores do Word 2007; Realização

Leia mais

Escola Superior de Tecnologias e Gestão Instituto Politécnico de Portalegre MS EXCEL. Fevereiro/2002 - Portalegre

Escola Superior de Tecnologias e Gestão Instituto Politécnico de Portalegre MS EXCEL. Fevereiro/2002 - Portalegre Escola Superior de Tecnologias e Gestão Instituto Politécnico de Portalegre MS EXCEL Fevereiro/2002 - Portalegre Introdução A necessidade de efectuar cálculos complexos de uma forma mais rápida e fiável,

Leia mais

OBJECTIVO Aplicação de fórmulas

OBJECTIVO Aplicação de fórmulas FICHA 4 OBJECTIVO Aplicação de fórmulas No final deste exercício o utilizador deverá estar apto a realizar as seguintes operações: Aplicar fórmulas para o cálculo de valores Formatar condicionalmente as

Leia mais

GeoMafra SIG Municipal

GeoMafra SIG Municipal GeoMafra SIG Municipal Nova versão do site GeoMafra Toda a informação municipal... à distância de um clique! O projecto GeoMafra constitui uma ferramenta de trabalho que visa melhorar e homogeneizar a

Leia mais

Alguns truques do Excel. 1- Títulos com inclinação. 2- Preencha automaticamente células em branco

Alguns truques do Excel. 1- Títulos com inclinação. 2- Preencha automaticamente células em branco Alguns truques do Excel 1- Títulos com inclinação No Excel é possível colocar o conteúdo das células na vertical. Para além disto, pode-se escolher o grau de inclinação. Para isto, seleccione as células

Leia mais

Oficina de Construção de Páginas Web

Oficina de Construção de Páginas Web COMPETÊNCIAS BÁSICAS EM TIC NAS EB1 Oficina de Construção de Páginas Web Criação e Publicação Actividades de exploração Objectivo Explorar as funcionalidades essenciais do Programa, na perspectiva da construção/actualização

Leia mais

1. I n t r o d u ç ã o

1. I n t r o d u ç ã o Curso Ed iição de v íídeo d iig iita ll com o V iideostud iio Partte 1 1. I n t r o d u ç ã o F. T. Ferreira ftferreira@sapo.pt O VideoStudio 1 segue um paradigma passo-a-passo, de forma a ser fácil realizar

Leia mais

GeoMafra Portal Geográfico

GeoMafra Portal Geográfico GeoMafra Portal Geográfico Nova versão do site GeoMafra Toda a informação municipal... à distância de um clique! O projecto GeoMafra constitui uma ferramenta de trabalho que visa melhorar e homogeneizar

Leia mais

18-10-2009. Microsoft Office 2007 Processador de texto. UFCD 3772 Informática na óptica do utilizador fundamentos. Formadora: Sónia Rodrigues

18-10-2009. Microsoft Office 2007 Processador de texto. UFCD 3772 Informática na óptica do utilizador fundamentos. Formadora: Sónia Rodrigues Objectivos da UFCD: Utilizar um processador de texto. Pesquisar informação na. Utilizar uma aplicação de correio electrónico. UFCD 3772 Informática na óptica do utilizador fundamentos Duração: 25 Horas

Leia mais

MICROSOFT ACCESS MICROSOFT ACCESS. Professor Rafael Vieira Professor Rafael Vieira

MICROSOFT ACCESS MICROSOFT ACCESS. Professor Rafael Vieira Professor Rafael Vieira MICROSOFT ACCESS MICROSOFT ACCESS Professor Rafael Vieira Professor Rafael Vieira - Access - Programa de base de dados relacional funciona em Windows Elementos de uma Base de Dados: Tabelas Consultas Formulários

Leia mais

TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO ESTRUTURA DE UMA PÁGINA TIC 10 A estrutura de uma página é importante, pelo que, antes de passarmos à criação de uma página ou sítio, devemos ter o storyboard (esquema

Leia mais

Spelling Tabelas Apagar linhas numa tabela Merge e Split numa tabela Alinhamento vertical da tabela Introduzir texto na vertical

Spelling Tabelas Apagar linhas numa tabela Merge e Split numa tabela Alinhamento vertical da tabela Introduzir texto na vertical Word II Título: Iniciação ao WORD 2003. Nível: 1 Duração: 2 Tempos Objectivo: Iniciar o estudo da aplicação Microsoft Office Word. Dar a conhecer algumas ferramentas do Microsoft Office Word. Microsoft

Leia mais

A VISTA BACKSTAGE PRINCIPAIS OPÇÕES NO ECRÃ DE ACESSO

A VISTA BACKSTAGE PRINCIPAIS OPÇÕES NO ECRÃ DE ACESSO DOMINE A 110% ACCESS 2010 A VISTA BACKSTAGE Assim que é activado o Access, é visualizado o ecrã principal de acesso na nova vista Backstage. Após aceder ao Access 2010, no canto superior esquerdo do Friso,

Leia mais

Inquérito Trienal à Actividade nos Mercados de Câmbios e de Produtos Derivados

Inquérito Trienal à Actividade nos Mercados de Câmbios e de Produtos Derivados Inquérito Trienal à Actividade nos Mercados de Câmbios e de Produtos Derivados IMCD Ambiente Windows 2000, Windows NT 4.0 ou superior Desenvolvido em Visual Basic 6.0 e Crystal Reports 7.0 Suporte de dados

Leia mais

WINDOWS. O Windows funciona como um Sistema Operativo, responsável pelo arranque do computador.

WINDOWS. O Windows funciona como um Sistema Operativo, responsável pelo arranque do computador. WINDOWS O AMBIENTE DE TRABALHO DO WINDOWS O Windows funciona como um Sistema Operativo, responsável pelo arranque do computador. Um computador que tenha o Windows instalado, quando arranca, entra directamente

Leia mais

Manual do utilizador. Aplicação de agente

Manual do utilizador. Aplicação de agente Manual do utilizador Aplicação de agente Versão 8.0 - Otubro 2010 Aviso legal: A Alcatel, a Lucent, a Alcatel-Lucent e o logótipo Alcatel-Lucent são marcas comerciais da Alcatel-Lucent. Todas as outras

Leia mais

Microsoft Windows. Aspectos gerais

Microsoft Windows. Aspectos gerais Aspectos gerais É um sistema operativo desenvolvido pela Microsoft Foi desenhado de modo a ser fundamentalmente utilizado em computadores pessoais Veio substituir o sistema operativo MS-DOS e as anteriores

Leia mais

Software Manual SOFTWARE

Software Manual SOFTWARE Software Manual 1 Conteúdo 1. Transferir e instalar o software de controladores & ferramentas 2. O menu de contexto 3. O menu de configuração (XP) 3.1 Separador Main setting (Configurações Principais)

Leia mais

INTRODUÇÃO 01 MUDANDO O CURSOR DO MOUSE. A série

INTRODUÇÃO 01 MUDANDO O CURSOR DO MOUSE. A série FLASH CS5 ÍNDICE ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 3 A série... 3 01 MUDANDO O CURSOR DO MOUSE... 3 02 ANIMAÇÃO COM GUIAS... 5 03 MÁSCARAS COM BORDAS... 9 04 O SENHOR BATATA... 11 05 MUDANDO A COR DO CLIPE DE

Leia mais

BrOffice.org - Impress

BrOffice.org - Impress BrOffice.org Impress 1 BrOffice.org - Impress Programa de apresentação, utilizado para criação e manipulação de slides. Os slides criados para uma eletrônica podem conter texto, gráficos, objetos, formas,

Leia mais

Características da Câmara de Look 312P. Instalar a Câmara de Look 312P

Características da Câmara de Look 312P. Instalar a Câmara de Look 312P Características da Câmara de Look 312P 1 2 3 Objectiva Focagem manual através do ajuste da objectiva Bolsa Pode colocar o cabo na bolsa. Corpo dobrável Pode ajustar a Look 312P em diferentes posições.

Leia mais

Iniciando o Word 2010. Criar um novo documento. Salvando um Documento. Microsoft Office Word

Iniciando o Word 2010. Criar um novo documento. Salvando um Documento. Microsoft Office Word 1 Iniciando o Word 2010 O Word é um editor de texto que utilizado para criar, formatar e imprimir texto utilizado para criar, formatar e imprimir textos. Devido a grande quantidade de recursos disponíveis

Leia mais

Faculdade de Ciências Médicas FCM Unicamp Núcleo de Tecnologia de Informação NTI

Faculdade de Ciências Médicas FCM Unicamp Núcleo de Tecnologia de Informação NTI Manual do usuário Desenvolvendo páginas em Drupal Faculdade de Ciências Médicas FCM Unicamp Núcleo de Tecnologia de Informação NTI Conteúdo Primeiro Passo... 3 1.1 Login... 3 1.2 Recuperando a Senha...

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA/3 DE BARCELINHOS (403787)

ESCOLA SECUNDÁRIA/3 DE BARCELINHOS (403787) ESCOLA SECUNDÁRIA/3 DE BARCELINHOS (403787) CURSO PROFISSIONAL DE ANIMADOR SOCIOCULTURAL DISCIPLINA TIC ANO LECTIVO 2010/2011 GUIA DE APRENDIZAGEM MÓDULO N.º 3 ADOBE FLASH FORMADOR: NUNO CUNHA Data: 14

Leia mais

Utilizar o Microsoft Offi ce OneNote 2003: Iniciação rápida

Utilizar o Microsoft Offi ce OneNote 2003: Iniciação rápida Utilizar o Microsoft Offi ce OneNote 2003: Iniciação rápida Utilizar a iniciação ao OneNote 1 O MICROSOFT OFFICE ONENOTE 2003 OPTIMIZA A PRODUTIVIDADE AO PERMITIR QUE OS UTILIZADORES CAPTEM, ORGANIZEM

Leia mais

Conhecendo o Visual FoxPro 8.0 Parte 3

Conhecendo o Visual FoxPro 8.0 Parte 3 AULA Conhecendo o Visual FoxPro 8.0 Parte 3 Continuando nossa saga pelas ferramentas do Visual FoxPro 8.0, hoje vamos conhecer mais algumas. A Ferramenta Class Designer A Class Designer é a ferramenta

Leia mais

MANUAL de FORMAÇÃO INICIAÇÃO. Sara Mota Marco Alves

MANUAL de FORMAÇÃO INICIAÇÃO. Sara Mota Marco Alves SECRETARIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO DIRECÇÃO REGIONAL DE EDUCAÇÃO ESPECIAL E REABILITAÇÃO DIRECÇÃO DE SERVIÇOS DE FORMAÇÃO E ADAPTAÇÕES TECNOLÓGICAS DIVISÃO DE ADAPTAÇÃO ÀS NOVAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO

Leia mais

Gestor de Janelas Gnome

Gestor de Janelas Gnome 6 3 5 Gestor de Janelas Gnome Nesta secção será explicado o funcionamento de um dos ambientes gráficos disponíveis no seu Linux Caixa Mágica, o Gnome. Na figura 5.1 apresentamos o GDM, o sistema gráfico

Leia mais

Guia do utilizador Ulead Systems, Inc. Janeiro de 2005. DVD MovieFactory

Guia do utilizador Ulead Systems, Inc. Janeiro de 2005. DVD MovieFactory Guia do utilizador Ulead Systems, Inc. Janeiro de 2005 DVD MovieFactory Ulead DVD MovieFactory versão 4 2000-2005 Ulead Systems, Inc. Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação pode ser

Leia mais

Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT

Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT E s t u d o s o b r e a i n t e g r a ç ã o d e f e r r a m e n t a s d i g i t a i s n o c u r r í c u l o d a d i s c i p l i n a d e E d u c a ç ã o V i s u a l e T e c n o l ó g i c a MonkeyJam M a

Leia mais

ZS Rest. Manual Avançado. Gestão de Stocks Local. v2011

ZS Rest. Manual Avançado. Gestão de Stocks Local. v2011 Manual Avançado Gestão de Stocks Local v2011 1 1. Índice 2. Introdução... 3 3. Iniciar o ZSRest FrontOffice... 4 4. Produto... 5 b) Activar gestão de stocks... 5 i. Opção: Faz gestão de stocks... 5 ii.

Leia mais

ZSRest/ZSPos. Manual de Stocks. BackOffice

ZSRest/ZSPos. Manual de Stocks. BackOffice BackOffice 1 1. Índice 2. Introdução... 3 3. Iniciar o ZSRest/ZSPos FrontOffice... 4 4. Produto... 5 Activar gestão de stocks... 5 5. Armazém... 7 a) Adicionar Armazém... 8 b) Modificar Armazém... 8 c)

Leia mais

FIGURA. 2.2 ECRÃ DE TRABALHO

FIGURA. 2.2 ECRÃ DE TRABALHO Noções Básicas FIGURA. 2.2 ECRÃ DE TRABALHO 2.2.1 Painel de Tarefas (Task Pane) O painel de tarefas constitui a grande novidade do ecrã de trabalho desta nova versão do Word. Para utilizadores menos experientes,

Leia mais