APRESENTAÇÃO SAMARCO REUNIÃO CRI-MG/FDC 26/05/2011

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "APRESENTAÇÃO SAMARCO REUNIÃO CRI-MG/FDC 26/05/2011"

Transcrição

1 APRESENTAÇÃO SAMARCO REUNIÃO CRI-MG/FDC 26/05/2011

2 TÓPICOS - A Samarco - Estratégia - Desenvolvimento tecnológico - Principais Desafios

3 QUEM SOMOS

4 Somos a Samarco. Uma empresa brasileira, fornecedora de minério de ferro de alta qualidade para a indústria siderúrgica mundial. Fundada em 1977, a Samarco é uma empresa brasileira, que lavra, beneficia, transporta, pelotiza e exporta minério de ferro para siderúrgicas em todo o mundo. Atualmente, a empresa é a segunda maior fornecedora de pelotas de minério de ferro do mercado transoceânico. Acreditamos na perenidade dos nossos negócios e trabalhamos com o objetivo de buscar resultados superiores que sejam sustentáveis e que contribuam para o desenvolvimento do País, dos nossos acionistas, clientes, empregados, fornecedores e das comunidades com as quais nos relacionamos. Nossos acionistas: 50% 50%

5 US$ MM NOSSOS NÚMEROS VENDAS MILHÕES DE TONELADAS MÉTRICAS SECAS P4P (2014) PELOTAS (TMN) 14,261 17,145 16,051 21,508 8,250 adicionais FINOS (TMN) 1,721 1,337 1,571 1,941 TOTAL 15,982 18,482 17,622 23,449 3,566 RECEITA (M US$) ,566 Receita (M US$) 2,307 EMPREGADOS CONTRATADAS ,092 1,170 1,280 1,423 TOTAL

6 NOSSA VISÃO Ser a empresa de mineração líder em pelotização e reconhecida como uma organização de classe mundial.

7 SAMARCO NO MUNDO Amsterdã (escritório de vendas) Hong Kong - China (escritório de vendas) Minas Gerais - Brasil (unidade industrial e Escritório Sede - BH) Espírito Santo- Brasil (unidade industrial)

8 LOCALIZAÇÃO BAHIA Nova Era Antônio Dias (Hidrelétrica Guilman Amorim) BRASIL Belo Horizonte (escritório sede) ESPÍRITO SANTO SÃO PAULO Mariana Ouro Preto (unidade operacional Germano) RIO DE JANEIRO Anchieta (unidade operacional e Terminal Marítimo Ponta Ubu) Muniz Freire (Hidrelétrica Muniz Freire)

9 COMUNIDADES A atuação da Samarco abrange as localidades vizinhas a suas operações e a suas linhas de mineroduto. São 29 municípios, 81 comunidades e mais de 840 mil pessoas ligadas às operações da empresa. BELO HORIZONTE NOVA ERA GERMANO MINAS GERAIS ESPÍRITO SANTO VITÓRIA 3º CONCENTRADOR PONTA UBU 1 o MINERODUTO 2 o MINERODUTO 3 o MINERODUTO 3º MINERODUTO 4 a PLANTA DE PELOTIZAÇÃO

10 PROCESSO PRODUTIVO

11 PROCESSO PRODUTIVO GERMANO Minerodutos

12 PROCESSO PRODUTIVO UBU

13 VISÃO DE SUSTENTABILIDADE TRABALHAR PARA PROMOVER O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL* É PARTE DA ESTRATÉGIA DA SAMARCO. As práticas e os relacionamentos da Samarco são pautados pelo respeito e pela defesa de valores universais dos direitos humanos, do trabalho, de proteção ao meio ambiente e de combate à corrupção. Objetivos do Milênio Indicadores ETHOS-GRI Pacto empresarial Relacionamento com as comunidades Gestão ambiental

14 SAÚDE E SEGURANÇA TAXA DE ACIDENTES CLASSIFICADOS A Taxa de Acidentes Registrados da Samarco em 2010 foi de 0,93, a menor taxa da história da empresa, e a Taxa de Acidentes Classificados foi de 0,50, representando um patamar de excelência operacional em segurança.

15 ESTRATÉGIA

16 TMS EVOLUÇÃO DA ESTRATÉGIA NA SAMARCO EXCELÊNCIA EMPRESARIAL Reconhecimento Ouro PMQ/PQES Lean 6 Sigma Mapa Estratégico FOCO NO CLIENTE GERENCIAMENTO DA SAÚDE E SEGURANÇA CRM/QFD ISO Projeto Integra (SAP) GERENCIAMENTO AMBIENTAL ISO14000 OHSAS18001 Início da operação da 3ª usina de pelotização GERENCIAMENTO PELA QUALIDADE Início das operações da Samarco 0 Normalização Gerenciamento da Rotina Gerenciamento pelas Diretrizes ISO 9000 Início da operação da 2ª usina de pelotização FORMULAÇÃO DA ESTRATÉGIA SEMINÁRIO DA DIRETORIA SEMINÁRIO DA DIRETORIA SEMINÁRIO DA DIRETORIA SEMINÁRIO REVISÃO ESTRATÉGIA Embarque SEMINÁRIO REVISÃO ESTRATÉGIA /

17 DESDOBRAMENTO DA ESTRATÉGIA ESTRATÉGICO TÁTICO PLANEJAMENTO DA ESTRATÉGIA DESDOBRAMENTO DA ESTRATÉGIA Plano de 05 Anos Painel de Contribuição OBJETIVOS ESTRATÉGICOS INDICADORES ESTRATÉGICOS PROGRAMAS E PROJETOS ESTRATÉGICOS INDICADORES GERENCIAIS PROJETOS TÁTICOS 15 ANOS 5 ANOS DESEMPENHO DA CADEIA PRODUTIVA OPERACIONAL INDICADORES DE CONTROLE E ROTINA PROJETOS OPERACIONAIS 1 ANO ESTRUTURA ALINHADA ÀS TRRs

18 DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO

19 HISTÓRICO DA INOVAÇÃO E RESULTADOS

20 HISTÓRICO DA INOVAÇÃO A Samarco nasceu inovadora em relação ao negócio minério de ferro Importantes inovações em tecnologias, processos, produtos e gestão têm sido implementadas na sua trajetória No contexto atual, inovação tecnológica para a Samarco significa a agregação de valor ao negócio com o que é novo para a empresa

21 HISTÓRICO DA INOVAÇÃO EVENTOS DE DESTAQUE - GERMANO Eventos 1977 Correias na mina ao invés de transporte convencional 1977 Flotação ao invés de separação magnética 1977 Utilização de minério de baixo teor de Fe Britadores Barmac - Planta de finos Abertura do circuito da Moagem Secundária e Colunas -Campo de ideias - Invenção dos ciclones GMAX Flotação de Finos e Grossos separados - Introdução de células de flotação de grande porte 2009 Simulação dinâmica de processos Eventos 1977 Mineroduto 1993 Colunas de flotação Introdução da Geometalurgia - Ferramentas estatísticas em segurança - Curva de dispersão e enfoque da deslamagem por by-pass Pré - Sílica on line Moinhos P3P e suas inovações - Modelamento macro processos de Desenvolvimento Tecnológico - Lean Six Sigma 2011 VertMill

22 HISTÓRICO DA INOVAÇÃO EVENTOS DE DESTAQUE - UBU 1990 a 2000 Eventos 1977 a Utilização de cal como aglomerante - Injeção de carvão vegetal no forno -Controle de ph na operação da filtragem -Substituição de cal hidratada por calcário -Modificação do número de raspadores dos discos de pelotização -Instalação do 9 disco de pelotização com sistema de regulagem de inclinação -Adição de soda cáustica 2002 Diversificação de produtos Premium pellets e New pellets 2000 a Adição de aglomerantes orgânicos em campanhas DR 2006/2007 Sistema de inclinação dos discos da Usina I 1977 Fornos de pelotização de 6Mt ao invés de 2Mt Eventos 1980 a Desenvolvimento de insumos para pelotização - Adição de carvão no interior da pelota - Utilização da bentonita como aglomerante - Desenvolvimento das propriedades físicas, químicas e metalúrgicas da pelota 1996 Análise mineralógica do pellet feed e pelotas (geometalurgia) 2000 Sistema de otimização de controles dos fornos CRM (Inside Samarco, Valor em Uso e Pensamento Sistêmico) - Roller Press 2005 SCAP no pelotamento e forno de pelotização P3P e suas inovações -Modelamento macro processos de Desenvolviment o Tecnológico -Lean Six Sigma

23 GESTÃO DO DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO

24 ESTRUTURA PROCESSOS SAMARCO Criação da Gerência Geral de Desenvolvimento Tecnológico (dez/07)

25 OUTPUT PROCESSAMENTO INPUT ESCOPO DA ÁREA DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO OBJETIVO: Disponibilizar e implementar soluções tecnológicas e de processo, de forma estruturada e sistêmica, para demandas estratégicas de alto impacto de médio e longo prazo. Cenário tecnológico Requisitos de qualidade, volume e performance Demandas ambientais e de marketing Estratégia Tecnológica Mapa Estratégico Mapa de riscos estratégicos Problemas produtivos crônicos Requisitos de qualidade, volume e performance Desenvolvimento de Tecnologia Desenvolvimento de Processo Engenharia de Processos Aplicada a Projetos Carteira de tecnologias disponibilizadas e protegidas Rotas de Processo disponibilizadas e protegidas Performance das instalações industriais conforme projeto Mapas de tecnologias (Roadmaps)

26 MACROPROCESSOS ÁREA DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO RAZÃO DE SER E ENTREGAS Desenvolvimento de Tecnologia Desenvolvimento de Processo Razão de ser: Prospectar, desenvolver / adequar, disponibilizar e implementar novas tecnologias; estudar, projetar e otimizar rotas de processo para a Samarco Entregas: Carteira de Tecnologias aprovadas e protegidas, Rotas de processo disponibilizadas e protegidas Geração e Análise de Oportunidades Identificação de Tecnologias e Soluções de Processo Desenvolvimento do Conceito Validação da Tecnologia e Solução de Processo Disponibilização e Proteção da Nova Tecnologia e Rota de Processo

27 DESENVOLVIMENTO DE TECNOLOGIA ATIVIDADES PRINCIPAIS Geração e Análise de Oportunidades Sessões de Brainstorming com especialistas internos e/ou externos para geração de oportunidades Mapeamento de Operações Unitárias Críticas Estudos de problemas crônicos com alto impacto na estratégia e/ou em custo Análise da avaliação de cenários em relação ao ambiente tecnológico Estudos de Benchmarking Competitivo Elaboração de Mapas Tecnológicos Proposta de valor da Oportunidade: Definição do objetivo, escopo, abrangência, grau de impacto na estratégia, potencial de retorno financeiro, grau de adequação estratégica, probabilidade de viabilidade técnica das oportunidades, definição de alternativas de financiamento da pesquisa e aspectos legais e regulatórios

28 MACROPROCESSOS ÁREA DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO RAZÃO DE SER E ENTREGAS Desenvolvimento de Tecnologia Desenvolvimento de Processo Razão de ser: Prospectar, desenvolver / adequar, disponibilizar e implementar novas tecnologias; estudar, projetar e otimizar rotas de processo para a Samarco Entregas: Carteira de Tecnologias aprovadas e protegidas, Rotas de processo disponibilizadas e protegidas Engenharia de Processos aplicada a Projetos Razão de ser: Aplicar rotas de processos desenvolvidas e tecnologias aprovadas aos projetos estratégicos de expansão e otimização Entregas: Performances contratadas atendidas Metodologia Front End Load - FEL Avaliação Best Practical em Mega Projetos

29 GESTÃO DO PORTFÓLIO DE DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO MACROFLUXOS DESENVOLVIMENTO TECNOLOGIA DESENVOLVIMENTO PROCESSO GERAÇÃO E ANÁLISE DE OPORTU- NIDADES IDENTIFICAÇÃO DE TECNOLOGIAS E SOLUÇÕES DE PROCESSO DESENVOLVI- MENTO DO CONCEITO VALIDAÇÃO DA TECNOLOGIA E SOLUÇÃO DE PROCESSO DISPONIBILIZAÇÃO E PROTEÇÃO DA NOVA TECNOLOGIA E ROTA DE PROCESSO PORTFÓLIO Portfólio GGDT GGDT ENGA PROCESSO APLICADA A PROJETOS CONDUÇÃO DA DISCIPLINA TECNOLOGIA MINERAL FEL 1 CONDUÇÃO DA DISCIPLINA TECNOLOGIA MINERAL FEL 2 CONDUÇÃO DA DISCIPLINA TECNOLOGIA MINERAL FEL 3 REALIZAÇÃO DA ENGENHARIA DE PROCESSO NA EXECUÇÃO REALIZAÇÃO DA ENGENHARIA DE PROCESSO NO PIR APOIO DA ENGENHARIA DE PROCESSO NA EXECUÇÃO DAS GARANTIAS CONTRATUAIS

30 ESTRUTURA GGDT Gerência Geral Desenvolvimento Tecnológico Equipe: 13 gestores 25 projetos Gestão do Desenvolvimento de Tecnológico Equipe: 3 gestores 3 projetos Desenvolvimento de tecnologia e processos Equipe: 6 gestores 14 projetos Engenharia de processos aplicada a projetos Equipe: 4 gestores 8 projetos Gestão do Portifólio e Pipeline Tecnológicos Gestão de PdPI Gestão do Financiamento de Pesquisas kjfkjs Gestão de Redes e Parcerias KFK Equipe de Gestão Engenheiro especialista pleno Equipes de Especialistas Mineração/Beneficiamento: engenheiro master, engenheiro especialista pleno, engenheiro sênior, engenheiros juniores Engenheiro sênior Engenheiro júnior Analista pleno Pelotização: engenheiro especialista sênior, engenheiro sênior, engenheiro pleno Elétrica/Automação: engenheiro especialista sênior; engenheiro júnior Rede de colaboradores especialistas e recursos internos e externos Geologia; Planejamento de Mina; Processos; Mineroduto; Mecânica; Planejamento de Projeto; Suporte experimental e analítico - UNIVERSIDADES: 09 - CENTROS PESQUISA: 12 - CONSULTORIAS: 04

31 PRINCIPAIS DESAFIOS A CONCEITUAR: - Atuação efetiva na formulação/revisão da estratégia com inputs tecnológicos (cenários e tendências) - Business case para soluções tecnológicas desenvolvidas fora do core business e com confidencialidade - Prospecção tecnológica sistematizada A IMPLEMENTAR: - Plano de investimentos de médio / longo prazos - Indicadores e resultados/ potencial das oportunidades - Continuidade de atualização e aplicações piloto de ferramentas - Utilização de financiamento para P&D - Gestão da Propriedade intelectual A CONSOLIDAR: - Gestão integrada dos processos de desenvolvimento tecnológico -Gestão do Portfólio/Pipeline de projetos tecnológicos - Utilização de ferramentas provadas - Atuação mais para soluções do que para execução

32 OBRIGADO! Carlos Magno de Lima Leonel, M.Sc Gerente Geral Desenvolvimento Tecnológico Alessandra Prata de Almeida, M.Sc Engenheiro Especialista

GESTÃO HÍDRICA DA SAMARCO PROGRAMA POSITIVO EM ÁGUA. BeloHorizonte, 18 de junho de 2015

GESTÃO HÍDRICA DA SAMARCO PROGRAMA POSITIVO EM ÁGUA. BeloHorizonte, 18 de junho de 2015 GESTÃO HÍDRICA DA SAMARCO PROGRAMA POSITIVO EM ÁGUA BeloHorizonte, 18 de junho de 2015 PERFIL DESTAQUES SOMOS A SAMARCO. Uma empresa brasileira que fornece minério de ferro para a indústria siderúrgica

Leia mais

Governança Corporativa em uma Joint Venture O caso da SAMARCO

Governança Corporativa em uma Joint Venture O caso da SAMARCO TÍTULO SOBRE ALGUM ASSUNTO Material Reservado de uso exclusivo da Samarco 42º ENCONTRO DE CONSELHEIROS CERTIFICADOS - IBGC Governança Corporativa em uma Joint Venture O caso da SAMARCO Belo Horizonte -

Leia mais

1º 107 6 2011: 45% EBITDA 1º

1º 107 6 2011: 45% EBITDA 1º QUEM SOMOS Uma das maiores empresas de mineração do mundo. Cerca de 107 mil empregados diretos. Líderes globais na produção de platina e diamante e participação significativa em cobre, níquel, minério

Leia mais

MEDIÇÃO E MONITORAMENTO

MEDIÇÃO E MONITORAMENTO ISO 14001 4..1 OHSAS 18001 4..1 2/0/2010 1/ Introdução A SAMARCO monitora os parâmetros associados ao desempenho de vendas, ao relacionamento com o cliente, processo produtivo, aspectos ambientais significativos,

Leia mais

AFIRMAÇÕES SOBRE O FUTURO

AFIRMAÇÕES SOBRE O FUTURO AFIRMAÇÕES SOBRE O FUTURO COMPANHIA SIDERÚRGICA NACIONAL A TRAJETÓRIA 2003 Aquisição da Lusosider em Portugal 2002 2005 Início da expansão da Mina Casa de Pedra e do terminal de carvão em Itaguaí Usina

Leia mais

Planejamento de grandes reformas de usinas de pelotização utilizando a metodologia de gerenciamento de projetos IPA (Independent Project Analysis)

Planejamento de grandes reformas de usinas de pelotização utilizando a metodologia de gerenciamento de projetos IPA (Independent Project Analysis) Planejamento de grandes reformas de usinas de pelotização utilizando a metodologia de gerenciamento de projetos IPA (Independent Project Analysis) Bruno Miranda de Miranda Samarco Mineração S/A Fundada

Leia mais

Implementação do módulo LES Transportation para fretes de entrada

Implementação do módulo LES Transportation para fretes de entrada Implementação do módulo LES Transportation para fretes de entrada Palestrantes: Carine Antunes (Analista TI) Francisco Sá (Coordenador de Suprimentos) Marcos Rosa (Consultor MM) Data 15/03/2012 Agenda

Leia mais

Alunos do Colégio Arquidiocesano Unidade Cônego Paulo Dilascio, do Programa Bolsa Social Samarco, em Antônio Pereira (Ouro Preto/MG)

Alunos do Colégio Arquidiocesano Unidade Cônego Paulo Dilascio, do Programa Bolsa Social Samarco, em Antônio Pereira (Ouro Preto/MG) Alunos do Colégio Arquidiocesano Unidade Cônego Paulo Dilascio, do Programa Bolsa Social Samarco, em Antônio Pereira (Ouro Preto/MG) João Pedro Marques e Karlos Eduardo dos Santos RELATÓRIO ANUAL DE SUSTENTABILIDADE

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DE SUSTENTABILIDADE

RELATÓRIO ANUAL DE SUSTENTABILIDADE RELATÓRIO ANUAL DE SUSTENTABILIDADE 2013 O projeto do Relatório Anual de Sustentabilidade (RAS) 2013 da Samarco foi totalmente carboneutro. Isso significa que o balanço total de emissões de gases de efeito

Leia mais

DOW BUSINESS SERVICES Diamond Value Chain Consulting

DOW BUSINESS SERVICES Diamond Value Chain Consulting DOW BUSINESS SERVICES Diamond Value Chain Consulting Soluções personalizadas para acelerar o crescimento do seu negócio Estratégia Operacional Projeto e Otimização de Redes Processos de Integração Eficácia

Leia mais

YK Risk Consultoria em Gestão Empresarial Ltda. Apresentação Institucional v.3 (2014)

YK Risk Consultoria em Gestão Empresarial Ltda. Apresentação Institucional v.3 (2014) YK Risk Consultoria em Gestão Empresarial Ltda. Apresentação Institucional v.3 (2014) Quem somos? Uma empresa com foco na geração de valor com serviços em Gestão de Riscos associados à Sustentabilidade.

Leia mais

REVISÃO DO PLANO DE NEGÓCIOS DA MMX

REVISÃO DO PLANO DE NEGÓCIOS DA MMX REVISÃO DO PLANO DE NEGÓCIOS DA MMX Histórico Recente O primeiro semestre de 2008 foi marcado por novas aquisições e eventos societários recentes que modificaram significativamente o conjunto de ativos

Leia mais

Projeto premiado com o 16 Prêmio de Excelência da Indústria Minero-metalúrgica Brasileira 13 de maio de 2014 - Hotel Ouro Minas - Belo Horizonte (MG)

Projeto premiado com o 16 Prêmio de Excelência da Indústria Minero-metalúrgica Brasileira 13 de maio de 2014 - Hotel Ouro Minas - Belo Horizonte (MG) Projeto premiado com o 16 Prêmio de Excelência da Indústria Minero-metalúrgica Brasileira 13 de maio de 2014 - Hotel Ouro Minas - Belo Horizonte (MG) o Tel. (11) 3895-8590 premiodeexcelencia@revistaminerios.com.br

Leia mais

Missão Visão Valores

Missão Visão Valores PORTFÓLIO A Empresa A FK Engenharia e Gerenciamento nasceu de uma demanda de mercado por empresas inovadoras e de reconhecida capacidade técnica e gestão para atender da melhor forma possível, as necessidades

Leia mais

MINERAÇÃO E LUTAS TERRITORIAIS ESPÍRITO SANTO/ BRASIL

MINERAÇÃO E LUTAS TERRITORIAIS ESPÍRITO SANTO/ BRASIL MINERAÇÃO E LUTAS TERRITORIAIS ESPÍRITO SANTO/ BRASIL Mineração na América Latina neoextrativismo e lutas territoriais 3 e 4 da Agosto de 2015/ UFMG Cristiana Losekann - UFES MAIOR POLO EXPORTADOR DE MINÉRIO

Leia mais

Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília Fortaleza

Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília Fortaleza Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília Fortaleza Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília Fortaleza EVOLUÇÃO NO MODELO DE GESTÃO ATRAVÉS DA VISÃO POR PROCESSOS NA COMPANHIA SIDERÚRGICA

Leia mais

Manual de Governança e Gestão de Projetos de Capital Tipo C

Manual de Governança e Gestão de Projetos de Capital Tipo C Gestão de Projetos de Capital Tipo C SAMARCO MINERAÇÃO S/A Belo Horizonte 2010 Página 1 2010, Samarco Mineração S/A Proibida a reprodução, armazenamento ou transmissão de partes deste manual, através de

Leia mais

RELATÓRIO AnuAL de sustentabilidade 2014

RELATÓRIO AnuAL de sustentabilidade 2014 RELATÓRIO anual de sustentabilidade 2014 2 Apresentação Apresentação Sobre este relatório Pela primeira vez utilizando a versão G4 das diretrizes GRI, apostamos em uma comunicação mais objetiva e conectada

Leia mais

Empresarial: uma nova visão. Abril de 2010

Empresarial: uma nova visão. Abril de 2010 A Novelis e a Sustentabilidade t d Empresarial: uma nova visão Abril de 2010 2 Grupo Aditya Birla International Operations 13 Countries JV Sunlife Financial inc. Receita de US$ 28 bilhões Mais de 100.000

Leia mais

Estar apto a utilizar técnicas, ferramentas e terminologias básicas do gerenciamento de projetos após a realização do curso.

Estar apto a utilizar técnicas, ferramentas e terminologias básicas do gerenciamento de projetos após a realização do curso. Curso sobre Gerenciamento de Projetos Apresentação O Gerenciamento de Projetos evoluiu nos últimos anos, ampliando sua área de atuação dentro das organizações. Nos mais variados campos da administração,

Leia mais

Programa de Desenvolvimento de Fornecedores Locais

Programa de Desenvolvimento de Fornecedores Locais MINÉRIO DE FERRO BRASIL Programa de Desenvolvimento de Fornecedores Locais 1º Fórum de Troca de Experiências Metodologias e Processos no Desenvolvimento de Fornecedores Locais Belo Horizonte, 14 de novembro

Leia mais

Pesquisa realizada com os participantes do 12º Seminário Nacional de Gestão de Projetos. Apresentação

Pesquisa realizada com os participantes do 12º Seminário Nacional de Gestão de Projetos. Apresentação Pesquisa realizada com os participantes do de Apresentação O perfil do profissional de Projetos Pesquisa realizada durante o 12 Seminário Nacional de, ocorrido em 2009, traça um importante perfil do profissional

Leia mais

Alinhamento entre Estratégia e Processos

Alinhamento entre Estratégia e Processos Fabíola Azevedo Grijó Superintendente Estratégia e Governança São Paulo, 05/06/13 Alinhamento entre Estratégia e Processos Agenda Seguros Unimed Modelo de Gestão Integrada Kaplan & Norton Sistema de Gestão

Leia mais

TECNOLOGIA PARA BENEFICIAMENTO

TECNOLOGIA PARA BENEFICIAMENTO TECNOLOGIA PARA BENEFICIAMENTO de Matérias-Primas na Indústria Siderúrgica Tecnologia confiável Disponibilidade elevada 60 anos de experiência As melhores referências CARVÃO COQUE ArcelorMittal Tubarão,

Leia mais

GPP TREINAMENTO E CONSULTORIA. Apresentação Básica de Portfólio

GPP TREINAMENTO E CONSULTORIA. Apresentação Básica de Portfólio GPP TREINAMENTO E CONSULTORIA Apresentação Básica de Portfólio Renato B. Rodrigues Estatístico pela UNICAMP, MBA em Administração pela FEA USP e especialização em Estratégia (Insead França) e Liderança

Leia mais

CONSULTA PÚBLICA Planos Setoriais de Mitigação e Adaptação à Mudança do Clima Plano de Mineração de Baixa Emissão de Carbono (PMBC)

CONSULTA PÚBLICA Planos Setoriais de Mitigação e Adaptação à Mudança do Clima Plano de Mineração de Baixa Emissão de Carbono (PMBC) CONSULTA PÚBLICA Planos Setoriais de Mitigação e Adaptação à Mudança do Clima Plano de Mineração de Baixa Emissão de Carbono (PMBC) Rio de Janeiro/RJ 6 de julho de 2012 Processo de Construção do PMBC Grupo

Leia mais

Ser a empresa de mineração líder em pelotização e reconhecida como uma organização de classe mundial.

Ser a empresa de mineração líder em pelotização e reconhecida como uma organização de classe mundial. Senhores acionistas. A Samarco Mineração S.A., ( Samarco e/ou Companhia ), comunica aos seus acionistas que em cumprimento a Resolução do Conselho Federal de Contabilidade nº 1.179/09, de 24 de julho de

Leia mais

MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA - MME BANCO MUNDIAL

MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA - MME BANCO MUNDIAL CONTRATO Nº 48000.003155/2007-17: DESENVOLVIMENTO DE ESTUDOS PARA ELABORAÇÃO DO PLANO DUODECENAL (2010-2030) DE GEOLOGIA, MINERAÇÃO E TRANSFORMAÇÃO MINERAL MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA - MME SECRETARIA

Leia mais

SISTEMA MINAS-RIO. Unidade de Negócio Minério de Ferro Brasil

SISTEMA MINAS-RIO. Unidade de Negócio Minério de Ferro Brasil SISTEMA MINAS-RIO Unidade de Negócio Minério de Ferro Brasil A ANGLO AMERICAN A história da Anglo American teve início em 1917 na África do Sul, onde as primeiras operações aconteceram. Desde então, a

Leia mais

Gestão de capital e criação de valor. APIMEC Rio 27 de janeiro de 2012

Gestão de capital e criação de valor. APIMEC Rio 27 de janeiro de 2012 Gestão de capital e criação de valor 1 APIMEC Rio 27 de janeiro de 2012 Gestão do capital orientada para a criação de valor: foco em disciplina na alocação do capital e transparência Excelência na execução

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Business Intelligence (BI)

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Business Intelligence (BI) Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Business Intelligence (BI) Apresentação O programa de Pós-graduação Lato Sensu em Business Intelligence Inteligência Competitiva tem por fornecer conhecimento

Leia mais

Processos de Gerenciamento de Portfólio e Projetos da Braskem

Processos de Gerenciamento de Portfólio e Projetos da Braskem Processos de Gerenciamento de Portfólio e Projetos da Braskem ABEAV Carlos Eduardo Pereira Peninha 07/10/2008 Agenda Apresentação da Braskem Gestão do Portfólio de Investimentos CAPEX Sistemática de Implantação

Leia mais

Gestão da Inovação no Contexto Brasileiro. Hugo Tadeu e Hérica Righi 2014

Gestão da Inovação no Contexto Brasileiro. Hugo Tadeu e Hérica Righi 2014 Gestão da Inovação no Contexto Brasileiro Hugo Tadeu e Hérica Righi 2014 INTRODUÇÃO Sobre o Relatório O relatório anual é uma avaliação do Núcleo de Inovação e Empreendedorismo da FDC sobre as práticas

Leia mais

Reunião Pública com Analistas e Investidores 2011. Relações com Investidores

Reunião Pública com Analistas e Investidores 2011. Relações com Investidores Reunião Pública com Analistas e Investidores 2011 Relações com Investidores A Tenaris Sobre a Tenaris Líder global na produção de tubos de aço e serviços para a indústria energética, automotiva e aplicações

Leia mais

AGENDA. A Vale. O Maior Projeto de Logística da America Latina. - Exportação de Minério. - Logística da Vale de Carga Geral

AGENDA. A Vale. O Maior Projeto de Logística da America Latina. - Exportação de Minério. - Logística da Vale de Carga Geral Vale no Maranhão AGENDA A Vale O Maior Projeto de Logística da America Latina - Exportação de Minério - Logística da Vale de Carga Geral A Vale no Mundo A Vale tem operações mineradoras, laboratórios de

Leia mais

Soluções Inovadoras em Polímeros

Soluções Inovadoras em Polímeros Soluções Inovadoras em Polímeros Credenciamento na ANP N 562/2015 Credenciado Centro Tecnológico de Polímeros Evolução para Instituto SENAI de Inovação em Engenharia de Polímeros 1992 a 2011 2000 a 2011

Leia mais

Da ideia ao mercado Um caminho de percalços

Da ideia ao mercado Um caminho de percalços Da ideia ao mercado Um caminho de percalços CONTEXTO REGULATÓRIO % da ROL a ser investido em P&D Investimento Recolhimento SEGMENTO P&D Light FNDCT MME Light SESA 0,2% 0,2% 0,1% Light Energia 0,4% 0,4%

Leia mais

A importância da gestão para o pequeno e médio produtor florestal

A importância da gestão para o pequeno e médio produtor florestal A importância da gestão para o pequeno e médio produtor florestal Richard Respondovesk ESALQ - 20/08/2014 Tópicos A Empresa Áreas de atuação Cadeia produtiva florestal Planejamento e mercado Uso de tecnologias

Leia mais

Líder em consultoria no agronegócio

Líder em consultoria no agronegócio MPRADO COOPERATIVAS mprado.com.br COOPERATIVAS 15 ANOS 70 Consultores 25 Estados 300 cidade s 500 clientes Líder em consultoria no agronegócio 3. Gestão empresarial 3.1 Gestão empresarial Objetivo: prover

Leia mais

PLANO ESTRATÉGICO 2015 2018 REVISÃO 4.0 DE 09/09/2015

PLANO ESTRATÉGICO 2015 2018 REVISÃO 4.0 DE 09/09/2015 PLANO ESTRATÉGICO 2015 2018 REVISÃO 4.0 DE 09/09/2015 Líderes : Autores do Futuro Ser líder de um movimento de transformação organizacional é um projeto pessoal. Cada um de nós pode escolher ser... Espectador,

Leia mais

Serra do Itatiaiuçu - O futuro do minério no Quadrilátero Ferrífero Panorama e desafios após aquisições

Serra do Itatiaiuçu - O futuro do minério no Quadrilátero Ferrífero Panorama e desafios após aquisições Serra do Itatiaiuçu - O futuro do minério no Quadrilátero Ferrífero Panorama e desafios após aquisições XIII Congresso Brasileiro de Mineração, setembro / 2009 José Francisco M. de Viveiros Desafio para

Leia mais

Com a Informatica, a Vale potencializa as relações de parceria

Com a Informatica, a Vale potencializa as relações de parceria Caso de Sucesso Com a Informatica, a Vale potencializa as relações de parceria As inovações na forma como integramos e gerenciamos a relação com parceiros estão ajudando a reduzir o custo dos relacionamentos

Leia mais

Copersucar completa 50 anos de liderança em açúcar e etanol com planos para aumentar ainda mais sua atuação global

Copersucar completa 50 anos de liderança em açúcar e etanol com planos para aumentar ainda mais sua atuação global Copersucar completa 50 anos de liderança em açúcar e etanol com planos para aumentar ainda mais sua atuação global Exportações de açúcar da empresa devem aumentar 86% na safra 2009/2010 A Copersucar completa

Leia mais

Ementários. Disciplina: Gestão Estratégica

Ementários. Disciplina: Gestão Estratégica Ementários Disciplina: Gestão Estratégica Ementa: Os níveis e tipos de estratégias e sua formulação. O planejamento estratégico e a competitividade empresarial. Métodos de análise estratégica do ambiente

Leia mais

Gerenciamento de Processos de Negócio

Gerenciamento de Processos de Negócio Gestão por Processos By Alan Lopes +55 22-99202-0433 alopes.campos@mail.com http://prof-alan-lopes.weebly.com Gerenciamento de Processos de Negócio - Conceitos e fundamentos - Modelagem de processo - Análise

Leia mais

PRÊMIO GLP DE INOVAÇÃO E TECNOLOGIA. *Edição 2013*

PRÊMIO GLP DE INOVAÇÃO E TECNOLOGIA. *Edição 2013* PRÊMIO GLP DE INOVAÇÃO E TECNOLOGIA *Edição 2013* Participante: Cia Ultragaz S.A. Categoria: Infraestrutura Título Ultragaz na busca da excelência da Gestão Ultragaz na Busca da Excelência da Gestão Uma

Leia mais

Seminário Regional 2010. São Paulo, Brasil

Seminário Regional 2010. São Paulo, Brasil Seminário Regional 2010 São Paulo, Brasil Date : 27 e 28/10/2010 Presentation Title : O Cenário Industrial de Negócios da CSN em expansão, utilizando ferramentas da OSIsoft Speaker Name : Resilene Mansur,

Leia mais

O impacto da expansão do setor de mineração, metalurgia e de materiais no Espírito Santo na Academia

O impacto da expansão do setor de mineração, metalurgia e de materiais no Espírito Santo na Academia 1 O impacto da expansão do setor de mineração, metalurgia e de materiais no Espírito Santo na Academia Eng. Maristela Gomes da Silva, Dr. 1 Os objetivos desta primeira intervenção são apresentar a situação

Leia mais

Implantação do Gerenciamento de Projetos no Processo de Expansão de Alta Tensão da CEMIG-D: Os Desafios da Mudança Cultural

Implantação do Gerenciamento de Projetos no Processo de Expansão de Alta Tensão da CEMIG-D: Os Desafios da Mudança Cultural Implantação do Gerenciamento de Projetos no Processo de Expansão de Alta Tensão da CEMIG-D: Os Desafios da Mudança Cultural Júlio César Marques de Lima Agenda O Processo de Expansão AT da CEMIG-D. Cronograma

Leia mais

Copel s experience with the implementation of CRM / A Experiência da Copel na Implantação do CRM Leny Iara Vasem Medeiros

Copel s experience with the implementation of CRM / A Experiência da Copel na Implantação do CRM Leny Iara Vasem Medeiros Copel s experience with the implementation of CRM / A Experiência da Copel na Implantação do CRM Leny Iara Vasem Medeiros A experiência da Copel na implantação do CRM Leny Iara Vasem Medeiros COPEL Projeto

Leia mais

PLANEJAMENTO E EXECUÇÃO DE TRANSPORTE NA CADEIA DE SUPRIMENTO DA ARCELORMITTAL TM 8.0

PLANEJAMENTO E EXECUÇÃO DE TRANSPORTE NA CADEIA DE SUPRIMENTO DA ARCELORMITTAL TM 8.0 PLANEJAMENTO E EXECUÇÃO DE TRANSPORTE NA CADEIA DE SUPRIMENTO DA ARCELORMITTAL TM 8.0 Mar/2013 ArcelorMit t al Brasil Tópicos Institucional Fatores motivacionais e desafios O Projeto Cronograma e Landscape

Leia mais

Tendências Tecnológicas da Siderurgia Brasileira

Tendências Tecnológicas da Siderurgia Brasileira Tendências Tecnológicas da Siderurgia Brasileira ESTRUTURA DA APRESENTAÇÃO Parte 1 Estudo Prospectivo do Setor Siderúrgico Recomendações tecnológicas Parte 2 Proposta da ABM para ampliar sua participação

Leia mais

"COCRIAÇÃO DE EXPERIÊNCIAS: ALCANÇANDO RESULTADOS DIFERENCIADOS COM ESTRATÉGIAS INOVADORAS. Porto Alegre, 24 de abril de 2012

COCRIAÇÃO DE EXPERIÊNCIAS: ALCANÇANDO RESULTADOS DIFERENCIADOS COM ESTRATÉGIAS INOVADORAS. Porto Alegre, 24 de abril de 2012 "COCRIAÇÃO DE EXPERIÊNCIAS: ALCANÇANDO RESULTADOS DIFERENCIADOS COM ESTRATÉGIAS INOVADORAS Porto Alegre, 24 de abril de 2012 Como Garantir os Resultados no Curto e Longo Prazos? COMPETITIVIDADE EFICIÊNCIA

Leia mais

Doutorado Industrial na Rede Nacional de Institutos SENAI de Inovação

Doutorado Industrial na Rede Nacional de Institutos SENAI de Inovação Doutorado Industrial na Rede Nacional de Institutos SENAI de Inovação Como Ação Estruturante do Programa SENAI de Apoio à Competitividade da Indústria Brasileira SENAI Departamento Nacional Brasília, 13

Leia mais

Oficina em Gestão e Mapeamento de Processos - BPM Office

Oficina em Gestão e Mapeamento de Processos - BPM Office Oficina em Gestão e Mapeamento de Processos - BPM Office Na nossa visão, a implantação da Gestão de Processos nas empresas, ou BPM, não se resume somente a uma atividade de mapeamento dos processos ou

Leia mais

Projeto premiado com o 16 Prêmio de Excelência da Indústria Minero-metalúrgica Brasileira 13 de maio de 2014 - Hotel Ouro Minas - Belo Horizonte (MG)

Projeto premiado com o 16 Prêmio de Excelência da Indústria Minero-metalúrgica Brasileira 13 de maio de 2014 - Hotel Ouro Minas - Belo Horizonte (MG) Projeto premiado com o 16 Prêmio de Excelência da Indústria Minero-metalúrgica Brasileira 13 de maio de 2014 - Hotel Ouro Minas - Belo Horizonte (MG) o Tel. (11) 3895-8590 premiodeexcelencia@revistaminerios.com.br

Leia mais

Siderurgia Ambiente Internacional de Negócios 50 Seminário de Laminação ABM

Siderurgia Ambiente Internacional de Negócios 50 Seminário de Laminação ABM Siderurgia Ambiente Internacional de Negócios 50 Seminário de Laminação ABM O FUTURO DA SIDERURGIA Manoel Vitor de Mendonça Filho Vice-Presidente da Operação de Negócios Gerdau Brasil Novembro 2013 Sumário

Leia mais

Prática e perspectivas para o processamento de Itabiritos compactos do Quadrilátero Ferrífero

Prática e perspectivas para o processamento de Itabiritos compactos do Quadrilátero Ferrífero SME Belo Horizonte 16/03/2011 Prática e perspectivas para o processamento de Itabiritos compactos do Quadrilátero Ferrífero Joaquim Donizetti Donda Samarco Mineração donda@samarco.com Prática atual Mineração

Leia mais

Saiba como a Usiminas executou o Back-to-Standard com a Nota Fiscal de entrada

Saiba como a Usiminas executou o Back-to-Standard com a Nota Fiscal de entrada Saiba como a Usiminas executou o Back-to-Standard com a Nota Fiscal de entrada Gerente do Projeto: Antonio Caldas Barbosa Gerente de Faturamento: André Gonçalves Pires Parceria: FH Consulting USIMINAS

Leia mais

Resiliência...dos desafios às oportunidades

Resiliência...dos desafios às oportunidades Resiliência...dos desafios às oportunidades Seminário FEBRABAN sobre Gestão de Continuidade de Negócios Abril de 2010 Agenda... Contextualização Desafios Tratamento abrangente Oportunidades Aprimoramento

Leia mais

Universidade. Estácio de Sá. Gestão e Negócios

Universidade. Estácio de Sá. Gestão e Negócios Universidade Estácio de Sá Gestão e Negócios A Estácio Hoje reconhecida como a maior instituição particular de ensino superior do país, a Universidade Estácio de Sá iniciou suas atividades em 1970, como

Leia mais

A Vale no Maranhão. A Vale no Maranhão

A Vale no Maranhão. A Vale no Maranhão A Vale no Maranhão A Vale no Maranhão Estamos presentes em mais de 38 países Geramos mais de 174 mil empregos no mundo Além de minérios, atuamos na área de fertilizantes e nos segmentos de logística, energia

Leia mais

IMPLANTAÇÃO DE UM SISTEMA CRM. Prof. Wilson Míccoli, MsC

IMPLANTAÇÃO DE UM SISTEMA CRM. Prof. Wilson Míccoli, MsC IMPLANTAÇÃO DE UM SISTEMA CRM 1 Fase 1: Contextualização Fase 2: Revisão do Plano Estratégico da Organização Fase 3: Revisão do Portfólio de Produtos Fase 4: Definição da Visão e dos Objetivos do CRM Fase

Leia mais

Excelência em soluções de engenharia e projetos da mina ao porto

Excelência em soluções de engenharia e projetos da mina ao porto Excelência em soluções de engenharia e projetos da mina ao porto 01 Experiência e Excelência em projetos de engenharia também no Brasil 01 Há mais de dez anos, a Ausenco do Brasil tem participado de alguns

Leia mais

SOLUÇÕES AMBIENTE SEGURO SEUS NEGÓCIOS DEPENDEM DISSO!

SOLUÇÕES AMBIENTE SEGURO SEUS NEGÓCIOS DEPENDEM DISSO! SOLUÇÕES AMBIENTE SEGURO SEUS NEGÓCIOS DEPENDEM DISSO! O ambiente de Tecnologia da Informação (TI) vem se tornando cada vez mais complexo, qualquer alteração ou configuração incorreta pode torná-lo vulnerável

Leia mais

Excelência na Gestão de Ativos

Excelência na Gestão de Ativos Excelência na Gestão de Ativos 2015 Mudanças em Tempos Difíceis Em tempos difíceis é que as mudanças são necessárias, e a habilidades dos navegantes são testadas. Neste contexto a NT Desenvolvimento Gerencial

Leia mais

MBA Conhecimento, Tecnologia e Inovação

MBA Conhecimento, Tecnologia e Inovação MBA Conhecimento, Tecnologia e Inovação Informações: Dias e horários das aulas: Segundas e Terças-feiras das 18h45 às 22h45. Semana Intensiva 09h00 às 18h00 Mód.Internacional Carga horária: 600 Horas Coordenador:

Leia mais

Front End Loading FEL para análise de viabilidade de empreendimentos de capital

Front End Loading FEL para análise de viabilidade de empreendimentos de capital Instituto de Educação Tecnológica Pós-graduação Engenharia de Custos e Orçamento - Turma AUEG T07 Primeiro de junho de 2015 Front End Loading FEL para análise de viabilidade de empreendimentos de capital

Leia mais

Mobilidade urbana Eficiência energética Edifícios e suas appliances

Mobilidade urbana Eficiência energética Edifícios e suas appliances Mobilidade urbana Eficiência energética Edifícios e suas appliances O futuro do uso do Gás Natural no novo desenho urbano das cidades Gás na cidade 1872-1999 1872 1890 1900 1900 Missão Possível O desafio

Leia mais

Caso de Inovação Votorantim Metais Zinco

Caso de Inovação Votorantim Metais Zinco CF1103 Caso de Inovação Votorantim Metais Zinco Carlos Arruda, Fabian Salum, Flávia Carvalho A empresa A Votorantim Metais, divisão Zinco (VMZ), é líder na fabricação de zinco metálico na América Latina

Leia mais

Consultoria em RH ENCANTAR COM OPORTUNIDADES DE REALIZAR SONHOS CONTECTANDO GLOBALMENTE TALENTOS IDEAIS COM ORGANIZAÇÕES

Consultoria em RH ENCANTAR COM OPORTUNIDADES DE REALIZAR SONHOS CONTECTANDO GLOBALMENTE TALENTOS IDEAIS COM ORGANIZAÇÕES Consultoria em RH ENCANTAR COM OPORTUNIDADES DE REALIZAR SONHOS CONTECTANDO GLOBALMENTE TALENTOS IDEAIS COM ORGANIZAÇÕES A EMPRESA LOUPE CONSULTORIA EM RH ESPECIALIZADA EM GESTÃO DE PESSOAS A Loupe Consultoria

Leia mais

FMEA, PDCA, TQM, PPAP

FMEA, PDCA, TQM, PPAP Ementários Fundamentos do Pensamento Lean e Toyota Production System TPS 20 horas Introdução ao Pensamento Lean six Sigma e ao TPS Histórico Evolutivo do TPS Pilares do TPS Princípios Lean Fundamentos

Leia mais

Otimização. Processos I

Otimização. Processos I Saiba Como o Six Sigma Convive com Outras Metodologias de Gestão e Como Otimização Alinhadas Podem Promover de a Otimização de Processos e Resultados Expressivos Processos I Alberto Pezeiro pezeiro@setadg.com.br

Leia mais

Gestão de Processos de Negócio. Case WEG - Processos de Negócio para a Gestão de Valor WEG BPM

Gestão de Processos de Negócio. Case WEG - Processos de Negócio para a Gestão de Valor WEG BPM Gestão de Processos de Negócio Case WEG - Processos de Negócio para a Gestão de Valor WEG BPM Dezembro de 2012 A Solução Global com Máquinas Elétricas e Automação para Indústria e Sistemas de Energia Apresentação

Leia mais

Instituto Euvaldo Lodi de Santa Catarina IEL/SC

Instituto Euvaldo Lodi de Santa Catarina IEL/SC Instituto Euvaldo Lodi de Santa Catarina IEL/SC Uma estrutura de apoio à Inovação Eliza Coral, Dr. Eng., PMP Outubro, 2010 Diretrizes Organizacionais Missão Contribuir para o desenvolvimento sustentável

Leia mais

Gerenciamento de Projetos

Gerenciamento de Projetos Gerenciamento de Projetos Pós Graduação Lato Sensu Especialização São Paulo Berrini Os projetos têm presença obrigatória e alta importância no contexto da gestão da moderna empresa. Caminho de condução

Leia mais

CS&OP-P Certified S&OP Professional

CS&OP-P Certified S&OP Professional A achain é uma empresa especializada nas áreas de Supply Chain, Value Chain e Demand Chain Management, com atuação nas modalidades de serviços de treinamento e apoio administrativo. Missão achain: Proporcionar

Leia mais

PNQS - Prêmio Nacional da Qualidade em Saneamento Gestão Classe Mundial

PNQS - Prêmio Nacional da Qualidade em Saneamento Gestão Classe Mundial PNQS - Prêmio Nacional da Qualidade em Saneamento Gestão Classe Mundial O principal vetor para alavancar a universalização dos serviços de saneamento ambiental com competitividade e sustentabilidade PNQS

Leia mais

CAMINHO PARA O CRESCIMENTO SUSTENTÁVEL

CAMINHO PARA O CRESCIMENTO SUSTENTÁVEL CAMINHO PARA O CRESCIMENTO SUSTENTÁVEL QUEM SOMOS PERFIL UMA DAS MAIORES EMPRESAS DE MINERAÇÃO DO BRASIL ENTRE OS MAIS COMPETITIVOS PRODUTORES DE ALUMÍNIO, NÍQUEL E ZINCO QUEM SOMOS NOSSA ENERGIA 33

Leia mais

GOVERNANÇA CORPORATIVA CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO CONSELHO CONSULTIVO

GOVERNANÇA CORPORATIVA CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO CONSELHO CONSULTIVO GOVERNANÇA CORPORATIVA CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO CONSELHO CONSULTIVO O QUE É GOVERNANÇA CORPORATIVA? Conselho de Família GOVERNANÇA SÓCIOS Auditoria Independente Conselho de Administração Conselho Fiscal

Leia mais

GESTÃO DE PRODUÇÃO E OPERAÇÕES. Introdução aos estudos da Administração da Produção

GESTÃO DE PRODUÇÃO E OPERAÇÕES. Introdução aos estudos da Administração da Produção GESTÃO DE PRODUÇÃO E OPERAÇÕES Introdução aos estudos da Administração da Produção 1 Introdução aos estudos da Administração da Produção UNIDADE I Evolução Histórica Objeto de estudo: ambiente, contexto

Leia mais

Projeto Olho Vivo Atuação estratégica nas necessidades dos clientes para melhoria da Satisfação.

Projeto Olho Vivo Atuação estratégica nas necessidades dos clientes para melhoria da Satisfação. IGS INOVAÇÃO DA GESTÃO EM SANEAMENTO Ciclo 2012 Case: Projeto Olho Vivo Atuação estratégica nas necessidades dos clientes para melhoria da Satisfação. A. A OPORTUNIDADE A.1. Qual foi a oportunidade de

Leia mais

Pesquisa realizada com os participantes do 16º Seminário Nacional de Gestão de Projetos APRESENTAÇÃO

Pesquisa realizada com os participantes do 16º Seminário Nacional de Gestão de Projetos APRESENTAÇÃO Pesquisa realizada com os participantes do de APRESENTAÇÃO O perfil do profissional de projetos Pesquisa realizada durante o 16 Seminário Nacional de, ocorrido em Belo Horizonte em Junho de, apresenta

Leia mais

A Geração de Valor, através da Gestão

A Geração de Valor, através da Gestão A Geração de Valor, através da Gestão Gilberto Crosa Diretor Industrial e Tecnologia INSTITUCIONAL Caxias do Sul Número de funcionários: 2.500 Área Total = 310.000 m² Área Construída = 58.100 m² NEGÓCIO

Leia mais

MasterCem. Soluções para a indústria de cimento

MasterCem. Soluções para a indústria de cimento Soluções para a indústria de cimento Soluções para a indústria de cimento Master Builders Solutions da BASF A marca Master Builders Solutions reúne toda a expertise da BASF em criar soluções químicas para

Leia mais

Treinamento de. Green Belt em Lean Seis Sigma

Treinamento de. Green Belt em Lean Seis Sigma Treinamento de Green Belt em Lean Seis Sigma Sumário 03. Nossa Empresa 05. Seis Sigma 06. Treinamento de Green Belt em Lean Seis Sigma 07. Conteúdo Programático 12. Certificados 13. Principais Instrutores

Leia mais

Dossiê de Apresentação PLAORC

Dossiê de Apresentação PLAORC 2010 Dossiê de Apresentação PLAORC Portfolio de Serviços de Planejamento e Orçamento PLAORC Consultoria e Planejamento +55 (0XX24) 33407664 plaorc@plaorc.com.br PLAORC Serviço de Consultoria e Planejamento

Leia mais

Entrevista Lean Six Sigma com David Vicentin (para compor reportagem da Revista Banas Qualidade julho/2010)

Entrevista Lean Six Sigma com David Vicentin (para compor reportagem da Revista Banas Qualidade julho/2010) Entrevista Lean Six Sigma com David Vicentin (para compor reportagem da Revista Banas Qualidade julho/2010) 1) Fale a respeito de sua formação profissional e atuação. Sou engenheiro de produção pela Escola

Leia mais

Matéria prima. Fabricação de aço. Fabricação de aço

Matéria prima. Fabricação de aço. Fabricação de aço Matéria prima A fundição é usada para fabricação de componentes acabados. Também p/ produzir lingotes ou placas que serão posteriormente processados em diferentes formas, tais como: vergalhões, barras,

Leia mais

Experiência da Anglo American no adensamento da cadeia produtiva mineral Capacitação e desenvolvimento da cadeia de fornecedores de bens e serviços

Experiência da Anglo American no adensamento da cadeia produtiva mineral Capacitação e desenvolvimento da cadeia de fornecedores de bens e serviços MINÉRIO DE FERRO BRASIL Experiência da Anglo American no adensamento da cadeia produtiva mineral Capacitação e desenvolvimento da cadeia de fornecedores de bens e serviços II INOVAMIN Brasília, 11 de junho

Leia mais

NÚCLEO SESI DE RESPONSABILIDADE SOCIAL

NÚCLEO SESI DE RESPONSABILIDADE SOCIAL NÚCLEO SESI DE RESPONSABILIDADE SOCIAL Mapa Estratégico da Indústria (2007-2015) 2015) Objetivo Criar a cultura da Responsabilidade Social nas Empresas, incorporando as suas políticas às estratégias corporativas,

Leia mais

ÁREA DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS 2 Gerência Setorial 3 Minério de Ferro 1. Reservas e Mercado Mundial

ÁREA DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS 2 Gerência Setorial 3 Minério de Ferro 1. Reservas e Mercado Mundial ÁREA DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS 2 Gerência Setorial 3 Minério de Ferro 1. Reservas e Mercado Mundial O minério de ferro é abundante no mundo, porém as jazidas concentram-se em poucos países, sendo que apenas

Leia mais

POR QUE EMBARCAR COM A LOG-IN? Soluções logísticas que integram Brasil e MERCOSUL

POR QUE EMBARCAR COM A LOG-IN? Soluções logísticas que integram Brasil e MERCOSUL POR QUE EMBARCAR COM A LOG-IN? Soluções logísticas que integram Brasil e MERCOSUL SOBRE LOG-IN BENEFÍCIOS MONITORAMENTO 24HS DAS CARGAS Monitoramento de risco e informação de todas as viagens; INTERMODALIDADE

Leia mais

SUMÁRIO. Governança Corporativa 17 Gestão 20

SUMÁRIO. Governança Corporativa 17 Gestão 20 RELATÓRIO ANUAL DE SUSTENTABILIDADE 2008 SUMÁRIO Mensagem do Presidente 3 A Samarco 4 Visão de Sustentabilidade 10 Governança Corporativa 17 Gestão 20 Estratégia 24 Terceira Pelotização 26 Desempenho Econômico

Leia mais

A certificação CS&OP-P

A certificação CS&OP-P A certificação CS&OP-P Em mercados competitivos o profissional que dominar o processo de S&OP possuirá grande diferencial estratégico e vantagem competitiva no ambiente de negócios. Neste cenário onde

Leia mais

RH Gestão Transformadora

RH Gestão Transformadora RH Gestão Transformadora Como construir o relacionamento para garantir resultados : desenvolvendo as competências necessárias para criar parcerias, influenciar e atuar como parceiro de Negócios 1 Aonde

Leia mais

MBA Gestão da Tecnologia de Informação

MBA Gestão da Tecnologia de Informação MBA Gestão da Tecnologia de Informação Informações: Dias e horários das aulas: Segundas e Terças-feiras das 18h00 às 22h00 aulas semanais; Sábados das 08h00 às 12h00 aulas quinzenais. Carga horária: 600

Leia mais

Petrobras aprova Plano de Negócios 2010-2014

Petrobras aprova Plano de Negócios 2010-2014 1 Petrobras aprova Plano de Negócios 2010-2014 O Conselho de Administração aprovou o Plano de Negócios 2010-2014, com investimentos totais de US$ 224 bilhões, representando a média de US$ 44,8 bilhões

Leia mais

Informação estratégica

Informação estratégica IVENS CONSULT Informação estratégica Ivan Leão diretor da Ivens Consult Introdução A revolução em andamento é que a manufatura ou produção não é mais principal centro de lucro e sim a logística, os sistemas

Leia mais

C l a s s S e r v i c e P r o v i d e r

C l a s s S e r v i c e P r o v i d e r G l o b a l C l a s s S e r v i c e P r o v i d e r v.1.8 de 14/07/2010 1 1993: fundada como Integradora de Sistemas 2009: reconhecida Inteligência em Projetos 16 anos de realizações: + 350 projetos no

Leia mais