Agrupamento de Escolas Agualva-Mira Sintra Planificação anual 2013/2014

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Agrupamento de Escolas Agualva-Mira Sintra Planificação anual 2013/2014"

Transcrição

1 Agrupamento de Escolas Agualva-Mira Sintra Planificação anual 2013/2014 Departamento Curricular de Ciências Sociais e Humanas Disciplina de História Ano:9º Temas Conteúdos Conceitos I: A EUROPA E O MUNDO NO LIMIAR DO SÉCULO XX A EUROPA E O MUNDO NO LIMIAR DO SÉC. XX 1. Hegemonia e declínio da influência europeia Imperialismo e colonialismo: - O apogeu da Europa - Um novo colonialismo - A partilha do mundo - O colonialismo português em África Colonialismo Imperialismo Racismo Ultimato Objetivos de aprendizagem Estratégias/Atividades Calendari zação Recuperação de sobre a industrialização da Europa 4 s nos séculos XVIII e XIX. interpretação de textos Observação e análise de quadros, gravuras, imagens, Análise e interpretação de mapas. Observação e exploração de esquemáticas Concluir sobre o papel hegemónico da Europa no mundo, no início do séc. XX. Relacionar a expansão do capitalismo industrial e financeiro com a dominação colonial europeia dos finais do séc XIX. Compreender a dominação colonial como subordinação de grande parte dos continentes africano e asiático aos interesses europeus e do domínio efetivo de vastas regiões, com fronteiras delimitadas arbitrariamente Analisar a importância da Conferência de Berlim, no contexto político e económico da época. Interpretar o significado do mapa cor-de-rosa. Compreender o significado do Ultimato inglês Localizar os principais impérios coloniais europeus em finais do séc. XIX. Debate ou diálogo aberto em problemas suscitados pelas fontes, de modo a inferir conceitos ou levantar hipóteses explicativas. Diagnóstica Formativa Resumo através da elaboração de Produtos de Relatório da visita de estudo. fichas Nº 1,2,3 e 4 do caderno de atividades 1

2 A Grande Guerra: - A Europa antes da Guerra - A guerra inevitável - O primeiro conflito mundial - Uma paz precária Nacionalismo Democracia Parlamentar Objetivos de aprendizagem Estratégias/Atividades Calendarização Reconhecer os contrastes económicos, sociais e políticos dos países europeus nas vésperas da 1ª Guerra Mundial. Relacionar esses contrastes com as rivalidades das principais potências europeias. Relacionar as rivalidades e com o clima de insegurança e a política de alianças e esta com o início da guerra. Reconhecer a dimensão geográfica atingida pela 1ª Guerra Mundial. Relacionar as fases da guerra com as estratégias utilizadas. Compreender a importância da intervenção dos EUA no conflito. Reconhecer as inovações técnicas e militares utilizadas neste período. Conhecer as consequências demográficas e económicas para a Europa da 1ª Guerra Mundial Identificar as principais alterações do mapa político da Europa Descrever as principais imposições feitas à Alemanha no Tratado de Versalhes Referir os objetivos da criação da SDN interpretação de textos Observação e análise de quadros, gravuras, imagens, Análise e interpretação de mapas. Observação e exploração de esquemáticas Debate ou diálogo aberto em problemas suscitados pelas fontes, de modo a inferir conceitos ou levantar hipóteses explicativas. As transformações económicas do pós-guerra no mundo ocidental: - Declínio da Europa e a ascensão dos EUA Inflação Fordismo Taylorismo Estandardização Relacionar a perda da hegemonia europeia com os custos humanos e materiais da guerra e com a afirmação económica dos EUA, nos anos 20. Conhecer o modelo americano e a nova organização do seu sistema produtivo Visionamento e comentário do filme Os Tempos Modernos de Charlie Chaplin. 2

3 Objetivos de aprendizagem Estratégias/Atividades Calendarização A Revolução Soviética: - Nas vésperas da Revolução - As duas revoluções - O triunfo da revolução socialista -A construção da URSS Marxismo Comunismo Soviete Nacionalização Ditadura do Proletrariado Descrever a situação política, económica e social da Rússia nas vésperas de 1917 Caracterizar o regime implantado pela revolução burguesa de fevereiro. Reconhecer na revolução bolchevique a tentativa de concretização das doutrinas marxistas. Conhecer as medidas tomadas por Lenine e as dificuldades e resistências que teve de enfrentar para implantar uma sociedade sem classes. Visionamento e comentário de um filme documental sobre a Revolução soviética. 4 s 3

4 2. Portugal: da Primeira República à Ditadura Militar Crise e queda da Monarquia: -Descontentamento e vontade de mudança - A agonia do regime monárquico - Implantação da República A 1ª República: - A ação da 1ª República - Da 1ª República à Ditadura Militar Republicanismo Partido Político Ditadura Militar Objetivos de aprendizagem Estratégias/Atividades Calendarização Caracterizar a situação económica de Portugal nos finais do séc.xix. Relacionar a divulgação das doutrinas republicanas com as condições sociais do país Relacionar o Ultimato Inglês e a crise económico-financeira com o descrédito da monarquia Conhecer os principais acontecimentos que antecederam a implantação da Primeira República. Identificar as principais medidas governativas da 1ª República Compreender as razões da oposição de setores da sociedade a algumas dessas medidas Conhecer os condicionalismos e as consequências da participação de Portugal na 1ª Guerra Mundial Demonstrar o agravamento da instabilidade política e das dificuldades económicas e financeiras no pós-guerra Compreender o processo político, económico e social que conduziu ao fim da 1ª República e à implantação da Ditadura Militar. interpretação de textos Observação e análise de quadros, gravuras, imagens, Observação e exploração de esquemáticas Debate ou diálogo aberto em problemas suscitados pelas fontes, de modo a inferir conceitos ou levantar hipóteses explicativas. 6 s Formativa fichas Nº 5 e 6 do caderno de atividades Resumo através da elaboração de Produtos de 4

5 3. Sociedade e cultura num mundo em mudança Mutações na estrutura social e nos costumes: - As mudanças sociais - A revolução nos valores morais e nos costumes - A cultura de massas Os novos caminhos da ciência: - A renovação científica Rutura e inovação cultural: - A revolução na arte e na literatura - A arquitetura moderna -O modernismo português Feminismo Cultura de massas Mass Media Ciências humanas Modernismo Cubismo Futurismo Abstracionismo Surrealismo Objetivos de aprendizagem Reconhecer as principais alterações verificadas na sociedade, nos valores e nos costumes nos anos 20. Distinguir os objetivos dos movimentos feminista e sufragista. Compreender a importância dos mass media. Relacionar as alterações na mentalidade da época com o aparecimento da cultura de massas Explicar os principais progressos no domínio das ciências. Conhecer as principais correntes artísticas das primeiras décadas do séc.xx Compreender as inovações no campo das letras e das artes. Reconhecer as inovações da arquitetura da primeira metade do séc.xx Reconhecer a influência dos modelos estéticos estrangeiros na arte e literatura portuguesa das primeiras décadas do séc.xx, bem como as especificidades nacionais. Estratégias/Ativida des interpretação de textos Observação e análise de quadros, gravuras, imagens, gráficos e barras Observação e exploração de esquemáticas Debate ou diálogo aberto em problemas suscitados pelas fontes, de modo a inferir conceitos ou levantar hipóteses explicativas. Calendari zação 6 s Formativa fichas Nº 7, 8 e 9 do caderno de atividades Como Sublinhar através da utilização de um texto sobre Os progessos da condição feminina ( Atividade de articulação com Acompanhado) Resumo através da elaboração de Produtos de 5

6 J : DA GRANDE DEPRESSÃO À 2ª 1. A grande crise do capitalismo nos anos 30 GUERRA Superprodução MUNDIAL A grande crise do capitalismo: - O abalo da economia americana - Uma crise à escala mundial - As respostas à crise: - A experiência democrática nos EUA - Outras experiências na Europa Deflação Depressão económica Objetivos de aprendizagem Estratégias/Atividades Calendari zação Compreender a fragilidade da prosperidade económica americana dos anos 30. Identificar os fatores determinantes da crise de Conhecer os mecanismos de uma crise de superprodução. Justificar a mundialização da crise. Compreende as graves consequências sociais decorrentes da crise de Conhecer as diversas formas de intervenção estatal para solucionar a crise. Descrever as principais medidas postas em prática, nos EUA, através do New Deal interpretação de textos Observação e análise de quadros, gravuras, imagens, Observação e exploração de esquemáticas Debate ou diálogo aberto em problemas suscitados pelas fontes, de modo a inferir conceitos ou levantar hipóteses explicativas. 4 s Formativa Resolução da ficha Nº 11 do caderno de atividades Resumo através da elaboração de Produtos de 6

7 Objetivos de aprendizagem Estratégias/Atividades Calendari zaçao 2. Regimes ditatoriais na Europa Os regimes fascista e nazi: - Avanço da extrema-direita na Europa - A maré negra do fascismo - A ditadura fascista na Itália - A implantação do nazismo na Alemanha - O totalitarismo nazi Portugal: a ditadura salazarista - A construção do Estado Novo - A liberdade amordaçada - Protecionismo e colonialismo A era estalinista na URSS: - A economia: planificação e coletivização - O totalitarismo estalinista Fascismo Culto da Personalidade Corporativismo Nazismo Totalitarismo Antissemitismo Estado Novo Colonialismo Economia planificada Coletivização Relaciona a implantação de regimes ditatoriais com a crise económica e social Caracteriza os regimes fascista e nazi quanto aos seus princípios e formas de atuação Reconhece relações e afinidades entre os regimes fascista e nazi, destacando o caráter racista do nazismo Conhecer as condições de edificação do Estado Novo. Destacar o papel de Salazar nesse processo. Integrar o salazarismo no contexto da história europeia e mundial. Reconhecer as semelhanças entre o Estado Novo e o Fascismo. Caracterizar o Estado Novo nas suas dimensões repressiva, conservadora, corporativa e colonial. Caracterizar o modelo estalinista em termos económicos, sociais e ideológicos. Conhecer os pesados custos humanos do estalinismo. interpretação de textos Observação e análise de quadros, gravuras, imagens, Observação e exploração de esquemáticas. Debate ou diálogo aberto em problemas suscitados pelas fontes, de modo a inferir conceitos ou levantar hipóteses explicativas. Realização de um Trabalho de pesquisa sobre personalidades portuguesas do séc. XX. 8 s Formativa fichas Nº 12, 13, 14 e 15 do caderno de atividades Resumo através da elaboração de Produtos de Espanha: da República à Ditadura: Frente Popular Compreender o significado e a dimensão da guerra civil espanhola - A guerra civil espanhola 7

8 Objetivos de aprendizagem Estratégias/Atividades Calendari zação 3. A 2ª Guerra Mundial Origem e desenvolvimento do conflito: - A caminho da guerra - A guerra na Europa - O mundo em guerra - A vitória dos Aliados Os caminhos da paz: - O novo mapa político mundial - A procura de uma paz duradoura: a ONU Guerra- Reâmpago Eixo Resistência Genocídio Holocausto Relaciona o início da 2ª Guerra Mundial com o expansionismo das ditaduras Carateriza sumariamente as principais etapas do conflito Reconhece a mundialização do conflito Reconhece o total desrespeito dos nazis pelos direitos humanos, em particular em relação à população dos países ocupados e às minorias étnicas Compreende o significado dos movimentos de resistência Compreende o horror da política de extermínio dos Judeus Avalia os custos humanos e materiais do conflito e o significado da utilização das armas atómicas Identifica as alterações verificadas no mapa político mundial Enumera os objetivos que presidiram à criação da ONU Conhece as atribuições das principais instituições especializadas da ONU Reconhece o papel da ONU no esforço de manutenção da paz e na promoção da cooperação entre os povos interpretação de textos Observação e análise de quadros, gravuras, imagens, Observação e exploração de transparências e de animações em formato power point. esquemáticas. Visionamento e comentário de um filme documental _ Pearl Harbor Debate ou diálogo aberto em problemas suscitados pelas fontes, de modo a inferir conceitos ou levantar hipóteses explicativas. Visionamento do filme de época A vida è Bela. 4 s Formativa fichas Nº 16 e 17 do caderno de atividades Ficha de análise de filme Resumo através da elaboração de Produtos de 8

9 K: DO SEGUNDO PÓS- GUERRA AOS 1. O mundo saído da Guerra DESAFIOS DO NOSSO TEMPO Reconstrução e política de blocos: - A hegemonia americana - A expansão do mundo socialista - O antagonismo dos blocos - A guerra fria - Os grandes conflitos da guerra fria A recusa da dominação europeia: - Os primeiros movimentos de independência Guerra Fria Política de Blocos Autodeterminação Luta de libertação nacional Descolonização Objetivos de aprendizagem Estratégias/Atividades Calendari zação Compreender a afirmação dos EUA como maior potência mundial depois da 2ª Guerra Mundial. Referir as condições da expansão do socialismo na Europa. Relacionar o auxílio económico americano com as dificuldades económicas europeias, bem como com o receio do avanço da influência comunista. Compreender a Guerra Fria como resultado das tendências de dominação das grandes potências, dando origem à formação de blocos militares. Identificar os conflitos mais importantes da Guerra Fria. Compreender a necessidade de uma coexistência pacífica entre as duas potências. Relacionar a independência das colónias europeias com a situação internacional do pósguerra. Distinguir os diferentes processos de descolonização. interpre-tação de textos Observação e análise de quadros, gravuras, imagens, Análise e interpretação de mapas. Observação e exploração de Transparências e de apresentações em formato power point. esquemáticas. Debate ou diálogo aberto em problemas suscitados pelas fontes, de modo a inferir conceitos ou levantar hipóteses explicativas. 3 s Formativa fichas Nº 19 e 20 do caderno de atividades 9

10 Objetivos de aprendizagem Estratégias/Ativid ades Calendari zação 2. As transformações do mundo contemporâneo O dinamismo económico dos países capitalistas: - O poderio económico americano - A América da prosperidade - O milagre japonês - A Europa em busca da unidade - O desenvolvimento da Europa comunitária - A União Europeia, espaço de cidadania - Crise e recuperação As sociedades ocidentais em transformação: - O alargamento do setor terciário: sociedade do bemestar e a atração do consumo - A contestação social: os problemas da juventude Multinacionais Pleno emprego Qualidade de vida Sociedade de consumo Segregação racial Conhecer as condições que permitiram o desenvolvimento económico dos EUA e a sua hegemonia sobre o mundo capitalista. Conhecer as contradições da sociedade americana. Conhecer os fatores que permitiram a ascensão económica do Japão. Explicar o processo de formação e alargamento da Comunidade Europeia. Relacionar as transformações económicas ocorridas nos países capitalistas com as alterações sociais das sociedades ocidentais, depois da guerra. Relacionar a sociedade de consumo com o aumento das desigualdades sociais verificadas a partir dos anos 60. Demonstrar que o consumo produz bem-estar, mas origina também perturbações de ordem social e ambiental. Identificar os motivos e o desencanto da juventude nos anos 60. Aprofundamento de através da leitura e da interpre-tação de textos Observação e análise de quadros, gravuras, imagens, Análise e interpretação de mapas. Observação e exploração de esquemáticas. Debate ou diálogo aberto em torno de situações ou problemas suscitados pelas fontes, de modo a inferir conceitos ou levantar hipóteses explicativas 5 s 10

11 Objetivos de aprendizagem Estratégias/Atividades O mundo comunista: desenvolvimento, bloqueios e ruturas - Unidade e diversidade dos países socialistas - A evolução da URSS - A crise do leninismo O Terceiro Mundo: independência política e dependência económica - A última fase da descolonização - O Terceiro Mundo - Diversidade do Terceiro Mundo As relações internacionais entre 1960 e 1991: Maoísmo Terceiro Mundo Neocolonialismo Mundo unipolar Terrorismo Fundamentalismo Islâmico Compreender a expansão do comunismo no contexto do pós- -guerra Reconhecer o lugar de destaque da União Soviética dentro do mundo comunista Identificar manifestações de crise do modelo leninista nos países comunistas. Reconhecer que, entre 1954 e 1970, se verificou um novo surto de independência dos povos colonizados. Compreender a importância do diálogo Norte/Sul tendo em conta os focos de guerra e os desequilíbrios económicos. interpretação de textos Observação e análise de quadros, gravuras, imagens, gráficos e barras - O Diálogo Norte-Sul - A Defesa da Paz 3. Os desafios do nosso tempo A instabilidade da nova ordem mundial: - Guerra e paz num mundo unipolar Desequilíbrios na era da globalização: - Os problemas da globalização - O domínio da Tríade - Vencer os desequilíbrios ONG Globalização Deslocalização Identificar os principais conflitos no mundo atual. Referir as razões da hegemonia política e militar dos EUA. Conhecer as causas e o impacto do terrorismo internacional e as razões da instabilidade no Médio Oriente. Compreender as principais dificuldades e efeitos da globalização no mundo atual Caracterizar as principais linhas de desenvolvimento da ciência e da tecnologia da segunda metade do séc. XX até à atualidade Refletir sobre os desafios e perigos atuais da ciência e da tecnologia 11

12 Temas Conteúdos 4. Portugal: do autoritarismo à democracia A permanência do autoritarismo e a luta contra a ditadura: - O difícil desenvolvimento - A emigração -Recusa da democratização A oposição democrática - A questão colonial - A guerra colonial - O marcelismo Portugal democrático: - Democratizar e descolonizar - O processo revolucionário - As novas instituições democráticas - Os problemas do desenvolvimento económico Conceitos Democratização Poder autárquico Objetivos de aprendizagem Reconhecer, no salazarismo, um regime autoritário e repressivo, depois da 2ª Guerra Mundial, em oposição ao resto da Europa. Conhecer o atraso e as condições que favoreceram o crescimento económico e a abertura ao investimento estrangeiro nas décadas de 50 e 60. Indicar as principais causas da emigração. Descrever as formas de atuação do poder no Estado Novo. Compreender as razões da oposição interna ao regime e a sua atuação, perante o reforço do autoritarismo. Conhecer os movimentos, forças políticas e personalidades que se opunham ao regime salazarista. Explicar a eclosão, nas colónias africanas, de movimentos de independência. Reconhecer os pesados custos humanos e materiais da guerra colonial Compreender o fracasso da tentativa de liberalização marcelista Compreender as razões que conduziram à instauração de um regime democrático em Portugal Caraterizar o Portugal do pós 25 de Abril, salientando os problemas do desenvolvimento económico, a criação de novas instituições e o processo de independência das colónias Conhecer o processo revolucionário do pós 25 de Abril Identificar os principais direitos e as novas instituições consignadas na Constituição de 1976 Perceber as dificuldades económicas e sociais do pós-25 de Abril Compreender a importância da adesão de Portugal à Comunidade Europeia Estratégias/Atividades através da leitura e da interpretação de textos Observação e análise de quadros, gravuras, imagens, Análise e interpretação de mapas. Observação e exploração de esquemáticas. Debate ou diálogo aberto em problemas suscitados pelas fontes, de modo a inferir conceitos ou levantar hipóteses explicativas. Visualização da animação sobre o 25 de Abril. Realização de uma biografia acerca de uma personalidade da época a apresentar em power point no 3º período. ( Atividade de articulação com ITIC Calenda rização 5 s Formativa fichas Nº 29, 30 e 31 do caderno de atividades 12

13 13

Agrupamento de Escolas de Terras de Bouro

Agrupamento de Escolas de Terras de Bouro Perfil de aprendizagem de História 3.º CICLO DO ENSINO BÁSICO Das sociedades recolectoras às primeiras civilizações Das sociedades recolectoras às primeiras sociedades produtoras 1. Conhecer o processo

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PADRE BARTOLOMEU DE GUSMÃO ESCOLA JOSEFA DE ÓBIDOS

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PADRE BARTOLOMEU DE GUSMÃO ESCOLA JOSEFA DE ÓBIDOS AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PADRE BARTOLOMEU DE GUSMÃO ESCOLA JOSEFA DE ÓBIDOS ANO LETIVO 2015/2016 INFORMAÇÃO EXAME DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO 3.º CICLO DO ENSINO BÁSICO DISCILINA DE HISTÓRIA 1. OBJETO

Leia mais

Utilizar a metodologia específica da História, nomeadamente: Interpretar documentos de índole diversa (textos, imagens, gráficos, mapas e diagramas);

Utilizar a metodologia específica da História, nomeadamente: Interpretar documentos de índole diversa (textos, imagens, gráficos, mapas e diagramas); INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA HISTÓRIA Fevereiro de 2016 Prova 19 2016 -----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Guia de Exploração Pedagógico-Didático dos PowerPoint (amostra)

Guia de Exploração Pedagógico-Didático dos PowerPoint (amostra) ECRÂS INICIAIS / GERAIS Visualização do diapositivo inicial com o nome do Projeto Novo Viva a História! 9.º ano. Visualização do conteúdo programático título do Subdomínio com uma imagem alusiva. Guia

Leia mais

Escola Básica 2,3 de Miragaia Informação Prova de Equivalência à Frequência

Escola Básica 2,3 de Miragaia Informação Prova de Equivalência à Frequência Escola Básica 2,3 de Miragaia Informação Prova de Equivalência à Frequência História 9º Ano Código 19 2016 1. Introdução: O presente documento visa divulgar as características da prova de equivalência

Leia mais

Disciplina: História Perfil de Aprendizagens Específicas O aluno é capaz de:

Disciplina: História Perfil de Aprendizagens Específicas O aluno é capaz de: A herança do Mediterrâneo Antigo Das sociedades recoletoras às primeiras civilizações CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO Disciplina: Perfil de Aprendizagens Específicas O aluno é capaz de: Ensino Básico

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS - HISTÓRIA 9º ANO

PLANO DE ESTUDOS - HISTÓRIA 9º ANO PLANO DE ESTUDOS - HISTÓRIA 9º ANO O aluno, no final do 9º ano, deve ser capaz de: Conhecer e compreender o imperialismo do século XIX. Conhecer e compreender as causas e o desenrolar da 1.ª Grande Guerra.

Leia mais

8.º Ano Expansão e mudança nos séculos XV e XVI O expansionismo europeu Renascimento, Reforma e Contrarreforma

8.º Ano Expansão e mudança nos séculos XV e XVI O expansionismo europeu Renascimento, Reforma e Contrarreforma Escola Secundária Dr. José Afonso Informação-Prova de Equivalência à Frequência História Prova 19 2016 3.º Ciclo do Ensino Básico O presente documento divulga informação relativa à prova de equivalência

Leia mais

3.1. Planificação anual

3.1. Planificação anual 3.1. Planificação anual 1.º Período: N.º total de aulas: 92/98 (tempos letivos de 45 minutos) Apresentação, introdução ao programa, apresentação do Manual e definição de regras de funcionamento da aula

Leia mais

Ano Lectivo 2012/ ºCiclo 8 ºAno. 8.º Ano 1º Período. Unidade Didáctica Conteúdos Competências Específicas Avaliação.

Ano Lectivo 2012/ ºCiclo 8 ºAno. 8.º Ano 1º Período. Unidade Didáctica Conteúdos Competências Específicas Avaliação. AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Planificação HISTÓRIA Ano Lectivo 2012/2013 3 ºCiclo 8 ºAno 8.º Ano 1º Período Panorâmica geral dos séculos XII e XIII. Observação directa Diálogo

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA QUINTA DO CONDE Escola Básica Integrada/JI da Quinta do Conde. Departamento de Ciências Humanas e Sociais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA QUINTA DO CONDE Escola Básica Integrada/JI da Quinta do Conde. Departamento de Ciências Humanas e Sociais HISTÓRIA E GEOGRAFIA DE PORTUGAL Distribuição dos tempos letivos disponíveis para o 6 º ano de escolaridade 1º Período 2º Período 3º Período *Início: 15 setembro 2014 *Fim: 16 dezembro 2014 *Início: 5

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2013 Conteúdos Habilidades Avaliação

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2013 Conteúdos Habilidades Avaliação COLÉGIO LA SALLE BRASÍLIA Disciplina: Geografia Trimestre: 1º PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2013 1. Mundo contemporâneo: economia e geopolítica: - Processo de desenvolvimento do capitalismo - Geopolítica

Leia mais

Critérios de Avaliação PERFIL DE APRENDIZAGENS ESPECÍFICAS. (Aprovado em Conselho Pedagógico de 18 de julho de 2016)

Critérios de Avaliação PERFIL DE APRENDIZAGENS ESPECÍFICAS. (Aprovado em Conselho Pedagógico de 18 de julho de 2016) Critérios de Avaliação PERFIL DE APRENDIZAGENS ESPECÍFICAS (Aprovado em Conselho Pedagógico de 18 de julho de 2016) No caso específico da disciplina de História, do 9.º ano de escolaridade, a avaliação

Leia mais

HISTÓRIA A 12º ANO CURSO CIENTÍFICO-HUMANÍSTICO DE LÍNGUAS E HUMANIDADES

HISTÓRIA A 12º ANO CURSO CIENTÍFICO-HUMANÍSTICO DE LÍNGUAS E HUMANIDADES HISTÓRIA A 1º ANO CURSO CIENTÍFICO-HUMANÍSTICO DE LÍNGUAS E HUMANIDADES PLANIFICAÇÃO ANUAL 01-017 Américo Costa Maria da Graça Castro Escola Secundária de Caldas das Taipas Setembro de 01 ESCOLA SECUNDÁRIA

Leia mais

3.1 Planificação a médio prazo. 1. As transformações das primeiras décadas do século XX. Um novo Tempo da História 12 Parte 1 (pp.

3.1 Planificação a médio prazo. 1. As transformações das primeiras décadas do século XX. Um novo Tempo da História 12 Parte 1 (pp. 3.1 Planificação a médio prazo 37 aulas Conteúdos programáticos Segundo o Programa Oficial (março 2002) 1. As transformações das primeiras décadas do século XX 1.1. Um novo equilíbrio global* 1.1.1. A

Leia mais

Exposição do professor; Diálogo orientado professor/aluno e aluno/aluno; Recolha e tratamento da informação;

Exposição do professor; Diálogo orientado professor/aluno e aluno/aluno; Recolha e tratamento da informação; ENSINO SECUNDÁRIO PLANIFICAÇÃO DA DISCIPLINA DE ECONOMIA C 12º ANO DE ESCOLARIDADE CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS METAS/OBJETIVOS OPERACIONALIZAÇÃO (DESCRITORES) ATIVIDADES E ESTRATÉGIAS MATERIAIS CURRICULARES

Leia mais

MODOS DE PRODUÇÃO COMUNISMO PRIMITIVO

MODOS DE PRODUÇÃO COMUNISMO PRIMITIVO TEMAS DE SOCIOLOGIA Evolução biológica e cultural do homem. A sociedade pré-histórica. O Paleolítico Bandos e hordas de coletores e caçadores. Divisão natural do trabalho. Economia coletora e nomadismo.

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI Pró-Reitoria de Graduação PROGRAD - Coordenação de Processos Seletivos COPESE www.ufvjm.edu.br - copese@ufvjm.edu.br UNIVERSIDADE

Leia mais

Evolução do capitalismo

Evolução do capitalismo Evolução do capitalismo EVOLUÇÃO DO CAPITALISMO Prof. JÚLIO CÉSAR GABRIEL http://br.groups.yahoo.com/group/atualidadesconcursos Modo de produção Maneira como o seres humanos se organizam para produzirem

Leia mais

MATRIZ DE REFERÊNCIA NÍVEL ENSINO MÉDIO

MATRIZ DE REFERÊNCIA NÍVEL ENSINO MÉDIO MATRIZ DE REFERÊNCIA NÍVEL ENSINO MÉDIO Conteúdo Programático de História Conteúdo Competências e Habilidades I. Antiguidade clássica: Grécia e Roma. 1. Conhecer as instituições políticas gregas e romanas,

Leia mais

HISTÓRIA 9º ANO PLANIFICAÇÃO ANO LETIVO 2015/2016

HISTÓRIA 9º ANO PLANIFICAÇÃO ANO LETIVO 2015/2016 Governo dos Açores Escola Básica e Secundária de Velas HISTÓRIA 9º ANO PLANIFICAÇÃO ANO LETIVO 2015/2016 Governo dos Açores Escola Básica e Secundária de Velas COMPETÊNC IAS - CHAVE PLANIFICAÇÃO HISTÓRIA

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MIRA

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MIRA AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MIRA Escola Sec/3 Dr.ª Maria Cândida Mira Ano Letivo 03/4 PLANIFICAÇÃO ANUAL DE HISTÓRIA º Ano A professora: Ana Paula Ferreira TEMAS DE HISTÓRIA A - º C N.º Total de aulas previstas

Leia mais

Agrupamento de Escolas Dr. Vieira de Carvalho. INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA HISTÓRIA E GEOGRAFIA DE PORTUGAL MARÇO de 2014

Agrupamento de Escolas Dr. Vieira de Carvalho. INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA HISTÓRIA E GEOGRAFIA DE PORTUGAL MARÇO de 2014 Agrupamento de Escolas Dr. Vieira de Carvalho INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA HISTÓRIA E GEOGRAFIA DE PORTUGAL MARÇO de 2014 Prova 05 2014 --------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

3.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto - Lei nº 17/2016, de 4 de abril)

3.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto - Lei nº 17/2016, de 4 de abril) INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA História 2016 Prova 19 / 2016 1ª e 2ª Fase 3.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto - Lei nº 17/2016, de 4 de abril) O presente documento divulga informações relativas

Leia mais

Ano Lectivo 2015 / ºCiclo 8 ºAno. 8.º Ano 1º Período. Domínios / Subdomínios Objetivos Gerais Competências Específicas Avaliação.

Ano Lectivo 2015 / ºCiclo 8 ºAno. 8.º Ano 1º Período. Domínios / Subdomínios Objetivos Gerais Competências Específicas Avaliação. ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DR. VIEIRA DE CARVALHO Planificação HISTÓRIA Ano Lectivo 2015 / 2016 3 ºCiclo 8 ºAno 8.º Ano 1º Período DOMÌNIO / TEMA D O contexto europeu dos séculos XII a XIV (recuperação

Leia mais

Agrupamento de Escolas da Senhora da Hora, Matosinhos Prova de Equivalência à Frequência do Ensino Básico

Agrupamento de Escolas da Senhora da Hora, Matosinhos Prova de Equivalência à Frequência do Ensino Básico Agrupamento de Escolas da Senhora da Hora, Matosinhos Prova de Equivalência à Frequência do Ensino Básico INFORMAÇÃO PROVA DE HISTÓRIA 2016 9º ANO DE ESCOLARIDADE (DECRETO-LEI N.º 139 / 2012, DE 5 DE JULHO)

Leia mais

II GUERRA MUNDIAL

II GUERRA MUNDIAL II GUERRA MUNDIAL 1939-1945 ASCENSÃO DOS REGIMES TOTALITÁRIOS EUROPA NO PÓS GUERRA Com o fim da Primeira Guerra Mundial, a Europa teve de enfrentar uma de suas piores crises econômicas. O uso do território

Leia mais

CP/ECEME/2007 2ª AVALIAÇÃO FORMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA. 1ª QUESTÃO (Valor 6,0)

CP/ECEME/2007 2ª AVALIAÇÃO FORMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA. 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) CP/ECEME/07 2ª AVALIAÇÃO FORMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) Analisar os fatos históricos, ocorridos durante as crises política, econômica e militar portuguesa/européia

Leia mais

COLÉGIO SANTA TERESINHA R. Madre Beatriz 135 centro Tel. (33)

COLÉGIO SANTA TERESINHA R. Madre Beatriz 135 centro Tel. (33) PROFESSOR: Emiliano Glaydson de Oliveira TURMA: 9º Ano DISCIPLINA: História 1- S QUE SERÃO TRABALHADOS DURANTE A ETAPA : Unidade 2 Intervencionismo e autoritarismo no mundo em crise Cap. 4 O mundo no contexto

Leia mais

Plano Didático Pedagógico Unidade I Conteúdos

Plano Didático Pedagógico Unidade I Conteúdos CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA I Plano Didático Pedagógico Unidade I Conteúdos Industrialização e Imperialismo Heranças africanas A Primeira Guerra Mundial A Revolução Russa

Leia mais

HISTÓRIA E GEOGRAFIA DE PORTUGAL - 6º Ano PLANIFICAÇÃO ANUAL º PERÍODO: 13 semanas (+/- 26 tempos)

HISTÓRIA E GEOGRAFIA DE PORTUGAL - 6º Ano PLANIFICAÇÃO ANUAL º PERÍODO: 13 semanas (+/- 26 tempos) HISTÓRIA E GEOGRAFIA DE PORTUGAL - 6º Ano PLANIFICAÇÃO ANUAL 2013-2014 1º PERÍODO: 13 semanas (+/- 26 tempos) Diagnóstico e atividades preparatórias (2 tempos) Rever a última matéria de 5ºano 3.3. A vida

Leia mais

6.1 Planificação a médio prazo. 1. As transformações económicas na Europa e no Mundo. 34 aulas

6.1 Planificação a médio prazo. 1. As transformações económicas na Europa e no Mundo. 34 aulas 6.1 Planificação a médio prazo 34 aulas Conteúdos programáticos Segundo o Programa Oficial (março de 2001) 1. As transformações económicas na Europa e no Mundo 1.1. A expansão da Revolução Industrial 1.1.1

Leia mais

Ciências Humanas História. Totalitarismos ou Regimes Autoritários

Ciências Humanas História. Totalitarismos ou Regimes Autoritários Ciências Humanas História Totalitarismos ou Regimes Autoritários Relembrando Professor Evandro R. Saracino ersaracino@gmail.com Facebook.com/ersaracino Facebook.com/errsaracino Estude o MESMO conteúdo

Leia mais

ATIVIDADES ESTRATÉGIAS. -Análise de uma planta para se visualizar o crescimento da cidade ao longo dos tempos;

ATIVIDADES ESTRATÉGIAS. -Análise de uma planta para se visualizar o crescimento da cidade ao longo dos tempos; ENSINO BÁSICO Agrupamento de Escolas Nº 1 de Abrantes ESCOLA BÁSICA DOS 2.º E 3.º CICLOS D. MIGUEL DE ALMEIDA DISCIPLINA: HISTÓRIA E GEOGRAFIA DE PORTUGAL ANO: 5º ANO 2013/2014 METAS DE APRENDIZAGEM: 1.

Leia mais

REDE EDUCACIONAL ADVENTISTA Ementa de Curso

REDE EDUCACIONAL ADVENTISTA Ementa de Curso REDE EDUCACIONAL ADVENTISTA Ementa de Curso DISCIPLINA: HISTÓRIA SÉRIE/ TURMA: 1º ANO MÉDIO ABC BIMESTRE: 4º NÚMERO 1. Módulo 16 - Política e economia no Antigo Introdução do módulo, com aula em slides

Leia mais

EMENTÁRIO HISTÓRIA LICENCIATURA EAD

EMENTÁRIO HISTÓRIA LICENCIATURA EAD EMENTÁRIO HISTÓRIA LICENCIATURA EAD CANOAS, JULHO DE 2015 DISCIPLINA PRÉ-HISTÓRIA Código: 103500 EMENTA: Estudo da trajetória e do comportamento do Homem desde a sua origem até o surgimento do Estado.

Leia mais

O ensino de Historia no Ensino Médio tem por finalidade o desenvolvimento e. a construção do saber histórico, procurando promover o resgate e o

O ensino de Historia no Ensino Médio tem por finalidade o desenvolvimento e. a construção do saber histórico, procurando promover o resgate e o DISCIPLINA: História A - EMENTA O ensino de Historia no Ensino Médio tem por finalidade o desenvolvimento e a construção do saber histórico, procurando promover o resgate e o conhecimento de saberes construídos

Leia mais

PLANIFICAÇÃO MODULAR ANO LETIVO 2011 / 2012

PLANIFICAÇÃO MODULAR ANO LETIVO 2011 / 2012 PLANIFICAÇÃO MODULAR ANO LETIVO 2011 / 2012 CURSO/CICLO DE FORMAÇÃO DISCIPLINA: Docente Técnico de Turismo Ambiental e Rural/2011-2014 Área de Integração Pedro Bandeira Simões N.º TOTAL DE MÓDULOS DE 1º/2º/3º

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 2016 ENSINO FUNDAMENTAL

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 2016 ENSINO FUNDAMENTAL PLANO DE TRABALHO DOCENTE 2016 ENSINO FUNDAMENTAL Professor(a): Eliza Muzzolon Ano/Turma(s): 9 A Disciplina: HISTÓRIA 1º TRIMESTRE - Dominação e resistência. - Industrialização e Imperialismo - A Primeira

Leia mais

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA INTERATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES GEOGRAFIA AULA. Conteúdo: Geopolítica e Conflitos Entre os Séculos XIX e XX

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA INTERATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES GEOGRAFIA AULA. Conteúdo: Geopolítica e Conflitos Entre os Séculos XIX e XX Conteúdo: Geopolítica e Conflitos Entre os Séculos XIX e XX Habilidade: Analisar a interferência na organização dos territórios a partir das guerras mundiais. Geopolítica e Território A Europa foi cenário

Leia mais

Professor Thiago Espindula - Geografia. A geoeconomia determinando as relações mundiais.

Professor Thiago Espindula - Geografia. A geoeconomia determinando as relações mundiais. A geoeconomia determinando as relações mundiais. - Geopolítica: explicar, geograficamente, as ações políticas das nações. - Geopolítica Clássica: jogo de forças das nações projetado no espaço >>> segurança

Leia mais

MATRIZ PROVA EXTRAORDINÁRIA DE AVALIAÇÃO HISTÓRIA Maio de º Ano 3.º Ciclo do Ensino Básico

MATRIZ PROVA EXTRAORDINÁRIA DE AVALIAÇÃO HISTÓRIA Maio de º Ano 3.º Ciclo do Ensino Básico MATRIZ PROVA EXTRAORDINÁRIA DE AVALIAÇÃO HISTÓRIA Maio de 2016 Prova de 2016 9.º Ano 3.º Ciclo do Ensino Básico 1. Introdução O presente documento visa divulgar as caraterísticas da prova extraordinária

Leia mais

CAPÍTULO 2 O MUNDO DIVIDIDO PELO CRITÉRIO IDEOLÓGICO PROF. LEONAM JUNIOR COLÉGIO ARI DE SÁ CAVALCANTE 8º ANO

CAPÍTULO 2 O MUNDO DIVIDIDO PELO CRITÉRIO IDEOLÓGICO PROF. LEONAM JUNIOR COLÉGIO ARI DE SÁ CAVALCANTE 8º ANO CAPÍTULO 2 O MUNDO DIVIDIDO PELO CRITÉRIO IDEOLÓGICO PROF. LEONAM JUNIOR COLÉGIO ARI DE SÁ CAVALCANTE 8º ANO O MUNDO DIVIDIDO P. 23 Existem vários critérios para regionalizar um território. Critério ideológico:

Leia mais

Exposição do professor; Diálogo orientado professor/aluno e aluno/aluno; Comunicação dos trabalhos realizados, individualmente e/ou em grupo;

Exposição do professor; Diálogo orientado professor/aluno e aluno/aluno; Comunicação dos trabalhos realizados, individualmente e/ou em grupo; ENSINO SECUNDÁRIO PLANIFICAÇÃO DA DISCIPLINA DE ÁRES DE INTEGRAÇÃO 10º ANO DE ESCOLARIDADE CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS METAS/OBJETIVOS OPERACIONALIZAÇÃO (DESCRITORES) ATIVIDADES E ESTRATÉGIAS MATERIAIS CURRICULARES

Leia mais

Exposição do professor; Diálogo orientado professor/aluno e aluno/aluno; Comunicação dos trabalhos realizados, individualmente e/ou em grupo;

Exposição do professor; Diálogo orientado professor/aluno e aluno/aluno; Comunicação dos trabalhos realizados, individualmente e/ou em grupo; ENSINO SECUNDÁRIO PLANIFICAÇÃO DA DISCIPLINA DE ÁRES DE INTEGRAÇÃO 10º ANO DE ESCOLARIDADE CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS METAS/OBJETIVOS OPERACIONALIZAÇÃO (DESCRITORES) ATIVIDADES E ESTRATÉGIAS MATERIAIS CURRICULARES

Leia mais

Formação e contradições do Sistema Internacional

Formação e contradições do Sistema Internacional Formação e contradições do Sistema Internacional Abordagens Realismo ESTADO DE NATUREZA CONTRATO SOCIAL ESTADO POLÍTICO ASSIM: Homens: Iguais entre si Guerra de todos contra todos ESTADO DE NATUREZA PAÍSES

Leia mais

1. Prova Teórica de Avaliação de História Contemporânea. 2. Prova Teórica de Avaliação de História das Artes Visuais

1. Prova Teórica de Avaliação de História Contemporânea. 2. Prova Teórica de Avaliação de História das Artes Visuais Índice 1. Prova Teórica de Avaliação de História Contemporânea 2. Prova Teórica de Avaliação de História das Artes Visuais 3. Prova Teórica de Avaliação de Língua Portuguesa 4. Prova Teórica de Avaliação

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ HISTÓRIA PRISE - 2ª ETAPA EIXOS TEMÁTICOS: I MUNDOS DO TRABALHO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ HISTÓRIA PRISE - 2ª ETAPA EIXOS TEMÁTICOS: I MUNDOS DO TRABALHO UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ HISTÓRIA PRISE - 2ª ETAPA EIXOS TEMÁTICOS: I MUNDOS DO TRABALHO Competências - Identificar e analisar as relações de trabalho compulsório em organizações sociais, culturais

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA COM 3º CICLO DE AMORA

ESCOLA SECUNDÁRIA COM 3º CICLO DE AMORA ESCOLA SECUNDÁRIA COM 3º CICLO DE AMORA 9º Ano História Planficação a Médio e Longo Prazo Ano Letivo 2014/2015 I - AVALIAÇÃO: 1. Domínios de avaliação, parâmetros e ponderações I Domínio dos Conhecimentos

Leia mais

UNIDADE 04 Leste Europeu e CEI

UNIDADE 04 Leste Europeu e CEI Leste europeu: 24 países CEI: 7 países europeus: Ucrânia, Belarus, Moldávia, Geórgia, Armênia, Azerbaijão e Rússia. 5 asiáticos: Turcomenistão, Uzbequistão, Quirguistão, Tadjiquistão e Cazaquistão. Minsk

Leia mais

Programa de Recuperação Paralela 3ªEtapa / 2010

Programa de Recuperação Paralela 3ªEtapa / 2010 COLÉGIO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Programa de Recuperação Paralela 3ªEtapa / 2010 DISCIPLINA: História EDUCADOR: Gloria Maria ANO:9º ANO TURMAS: 9.1/ 9.2 *Caro educando, você está recebendo o conteúdo

Leia mais

Planejamento das Aulas de História º ano (Prof. Leandro)

Planejamento das Aulas de História º ano (Prof. Leandro) Planejamento das Aulas de História 2016 8º ano (Prof. Leandro) Fevereiro Aula Programada (As tensões na Colônia) Páginas Tarefa 1 As tensões na Colônia 10 e 11 Mapa Mental 2 A viradeira 12 Exerc. 1 a 5

Leia mais

PLANO DE ENSINO EMENTA OBJETIVOS. Geral

PLANO DE ENSINO EMENTA OBJETIVOS. Geral PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR Nome do Componente Curricular: História III Curso: Técnico de Nível Médio Integrado em Mineração Série/Período: 3º ano Carga Horária: 2 a/s - 80 h/a - 67

Leia mais

HISTÓRIA - 2 o ANO MÓDULO 61 A COMUNIDADE DOS ESTADOS INDEPENDENTES

HISTÓRIA - 2 o ANO MÓDULO 61 A COMUNIDADE DOS ESTADOS INDEPENDENTES HISTÓRIA - 2 o ANO MÓDULO 61 A COMUNIDADE DOS ESTADOS INDEPENDENTES Fixação 1) (UERJ) Há duas semanas, comentei neste espaço o episódio do submarino russo que ficou preso no fundo do mar. Dizia que

Leia mais

DISCIPLINA: HISTÓRIA ECONÔMICA GERAL (CÓD. ENEX60076) PERÍODO: 1 º PERÍODO

DISCIPLINA: HISTÓRIA ECONÔMICA GERAL (CÓD. ENEX60076) PERÍODO: 1 º PERÍODO PLANO DE CURSO DISCIPLINA: HISTÓRIA ECONÔMICA GERAL (CÓD. ENEX60076) PERÍODO: 1 º PERÍODO TOTAL DE SEMANAS: 20 SEMANAS TOTAL DE ENCONTROS: 40 AULAS Aulas Conteúdos/ Matéria Tipo de aula Textos, filmes

Leia mais

Ano Lectivo 2016/ ºCiclo 8 ºAno. 8.º Ano 1º Período. Domínios / Subdomínios Objetivos Gerais / Metas Competências Específicas Avaliação.

Ano Lectivo 2016/ ºCiclo 8 ºAno. 8.º Ano 1º Período. Domínios / Subdomínios Objetivos Gerais / Metas Competências Específicas Avaliação. ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DR. VIEIRA DE CARVALHO Planificação HISTÓRIA Ano Lectivo 2016/2017 3 ºCiclo 8 ºAno 8.º Ano 1º Período Domínios / Subdomínios Objetivos Gerais / Metas Competências Específicas

Leia mais

Conceitos Domínios a trabalhar Experiências de aprendizagem Sugestões de recursos Avaliação Aulas

Conceitos Domínios a trabalhar Experiências de aprendizagem Sugestões de recursos Avaliação Aulas 7º ANO - PCA 1º PERÍODO 2012-2013 TEMA A Das sociedades recoletoras às primeiras civilizações A1 As sociedades recoletoras e as primeiras sociedades produtoras As primeiras conquistas do Homem Os grandes

Leia mais

Prof. David Nogueira. quinta-feira, 2 de junho de 2011

Prof. David Nogueira. quinta-feira, 2 de junho de 2011 1 Antecedentes/causas (década de 30): Fortalecimento de regimes totalitários nazifascistas. Invasão da CHI (1931 - Manchúria) pelo JAP. Invasão da Etiópia (1935) pela ITA. Desrespeito da ALE ao Tratado

Leia mais

A REVOLUÇÃO RUSSA. Professor: TÁCIUS FERNANDES Blog:

A REVOLUÇÃO RUSSA. Professor: TÁCIUS FERNANDES Blog: A REVOLUÇÃO RUSSA Professor: TÁCIUS FERNANDES Blog: www.proftaciusfernandes.wordpress.com RÚSSIA CZARISTA Final do século XIX 170 milhões de pessoas Economia agrária 85% da população vivia no campo camponeses

Leia mais

P L A N I F I C A Ç Ã O A M É D I O P R A Z O

P L A N I F I C A Ç Ã O A M É D I O P R A Z O DISCIPLINA: Geografia ANO: 9ºano TURMAS: A, B e C ANO LECTIVO: 20/202 P L A N I F I C A Ç Ã O A M É D I O P R A Z O UNIDADE DIDÁTICA 5: Contrastes de desenvolvimento (º Período) AULAS PREVISTAS: 6 * 90

Leia mais

P L A N I F I C A Ç Ã 0 3 º C I C L O 2015-2016

P L A N I F I C A Ç Ã 0 3 º C I C L O 2015-2016 P L A N I F I C A Ç Ã 0 3 º C I C L O 2015-2016 DISCIPLINA / ANO: História - 9º MANUAL ADOTADO: Missão História! - 9.º Ano, Porto Editora, Cláudia Amaral, Bárbara Alves, Tiago Tadeu GESTÃO DO TEMPO 1º

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PROF. PAULA NOGUEIRA - OLHÃO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS SOCIAS E HUMANAS PROGRAMA CURRICULAR HISTÓRIA 7º ANO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PROF. PAULA NOGUEIRA - OLHÃO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS SOCIAS E HUMANAS PROGRAMA CURRICULAR HISTÓRIA 7º ANO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PROF. PAULA NOGUEIRA - OLHÃO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS SOCIAS E HUMANAS PROGRAMA CURRICULAR HISTÓRIA 7º ANO DOMÍNIOS DE CONTEÚDO DOMÍNIO / TEMA A Das Sociedades Recolectoras às Primeiras

Leia mais

Os regimes totalitaristas. Professor Gustavo Pessoa

Os regimes totalitaristas. Professor Gustavo Pessoa Os regimes totalitaristas Professor Gustavo Pessoa O NAZIFASCISMO tipo de governo característico de alguns países no período entre guerras (1918 1939). ONDE? CARACTERÍSTICAS BÁSICAS: Principalmente ITA,

Leia mais

A ocupação africana e suas consequências

A ocupação africana e suas consequências A ocupação africana e suas consequências Introdução Contato europeus X africanos: século XV (criação de entrepostos comerciais no litoral, áreas de descanso e atracadouro). Período marcado pelo povoamento

Leia mais

ANO LETIVO 2016 / DISCIPLINA: História e Geografia de Portugal ANO: 5.º F

ANO LETIVO 2016 / DISCIPLINA: História e Geografia de Portugal ANO: 5.º F ANO LETIVO 2016 / 2017 DISCIPLINA: História e Geografia de Portugal ANO: 5.º F 1. Previsão dos tempos letivos disponíveis 1.º Período 16/09 a 16/12 2.º Período 03/01 a 04/04 3.º Período 19/04 a 16/06 Desenvolvimento

Leia mais

Planificação da disciplina de Geografia 9º Ano Ano letivo 2014/2015

Planificação da disciplina de Geografia 9º Ano Ano letivo 2014/2015 Planificação da disciplina de Geografia 9º Ano Ano letivo 2014/2015 Nº de aulas (45 minutos) 1º Período 2º Período 3º Período Total Previstas 41 31 27 99 /Correção 6 6 6 18 Tema 4: As atividades económicas*

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA JOÃO GONÇALVES ZARCO PLANIFICAÇÃO ANUAL DA DISCIPLINA DE HISTÓRIA 9ºANO (Ano Letivo 2016/2017)

ESCOLA SECUNDÁRIA JOÃO GONÇALVES ZARCO PLANIFICAÇÃO ANUAL DA DISCIPLINA DE HISTÓRIA 9ºANO (Ano Letivo 2016/2017) Apogeu e clínio da influência europeia ESCOLA SECUNDÁRIA JOÃO GONÇALVES ZARCO PLANIFICAÇÃO ANUAL DA DISCIPLINA DE HISTÓRIA 9ºANO (Ano Letivo 2016/2017) A Europa e o Mundo no limiar do século XX 1. Compreenr

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL DE HISTÓRIA E GEOGRAFIA DE PORTUGAL 5º ANO História e Geografia de Portugal

PLANIFICAÇÃO ANUAL DE HISTÓRIA E GEOGRAFIA DE PORTUGAL 5º ANO História e Geografia de Portugal PLANIFICAÇÃO ANUAL DE HISTÓRIA E GEOGRAFIA DE PORTUGAL 5º ANO História e Geografia de Portugal Tema 0 - Conhecer o Manual 2012/2013 Aulas previstas-5 1º Período Apresentação Material necessário para o

Leia mais

A PROSPERIDADE DOS EUA NOS ANOS 20

A PROSPERIDADE DOS EUA NOS ANOS 20 CRISE DE 1929: Ao final da Primeira Guerra, a indústria dos EUA era responsável por quase 50% da produção mundial. O país criou um novo estilo de vida: o american way of life. Esse estilo de vida caracterizavase

Leia mais

IMPERIALISMO E NEOCOLONIALISMO

IMPERIALISMO E NEOCOLONIALISMO IMPERIALISMO E NEOCOLONIALISMO Resultado da 2ª Revolução Industrial CONTEXTO: 2ª Revolução Industrial; Necessidade de novos mercados; Nacionalismo; Produção de armas; O CAPITALISMO MONOPOLISTA Setor industrial

Leia mais

1º ano. Cultura, Diversidade e o Ser Humano

1º ano. Cultura, Diversidade e o Ser Humano Culturas, Etnias e modernidade no mundo e no Brasil A diversidade cultural Capítulo 11 - Item 11.4 O choque entre culturas e etnocentrismo Capítulo 11 Relativismo cultural e tolerância Capítulo 11 Civilização

Leia mais

SEGUNDA GUERRA MUNDIAL

SEGUNDA GUERRA MUNDIAL SEGUNDA GUERRA MUNDIAL1939-1945 CAUSAS -Continuação da Primeira Guerra; *disputas imperialistas; *mesmos países controlando os mercados; *crises econômicas: empobrecimento dos trabalhadores nos anos 20

Leia mais

Crise na Europa e Globalização

Crise na Europa e Globalização Crise na Europa e Globalização Crise na Europa e Globalização 1. Nas últimas décadas, a Turquia vem pleiteando, sem sucesso, sua entrada na União Europeia. Apresente uma razão que tem dificultado a entrada

Leia mais

Informação Prova de equivalência à frequência

Informação Prova de equivalência à frequência Informação Prova de equivalência à frequência 3.º Ciclo do Ensino Básico 1ª e 2ª fases Ano Letivo 2013/2014 Disciplina: História Duração: 90 minutos Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho 1.INTRODUÇÃO

Leia mais

Revolução Russa 1917

Revolução Russa 1917 Revolução Russa 1917 1 A RÚSSIA PRÉ-REVOLUCIONÁRIA Economia Predominantemente rural (latifúndios) com vestígios do feudalismo, muito atrasado economicamente. Mais da metade do capital russo provinha de

Leia mais

PEP/2006 5ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA. 1ª QUESTÃO (Valor 6,0)

PEP/2006 5ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA. 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) PEP/2006 5ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) Comparar a evolução política dos países latinos da América do Sul com a evolução política dos Estados Unidos

Leia mais

Origem. Talvez as condições naturais da história viessem a. conduzir a uma demolição gradativa do sistema

Origem. Talvez as condições naturais da história viessem a. conduzir a uma demolição gradativa do sistema Origem Os esperavam que depois de superadas as contradições do capitalismo apareceria naturalmente o socialismo, como uma nova fase de um sistema econômico, político e social mais avançado. O mesmo seguiria

Leia mais

GUIA DE AULAS - HISTÓRIA SITE: EDUCADORES.GEEKIELAB.COM.BR

GUIA DE AULAS - HISTÓRIA SITE: EDUCADORES.GEEKIELAB.COM.BR GUIA DE AULAS - HISTÓRIA SITE: EDUCADORES.GEEKIELAB.COM.BR Olá, Professor! Assim como você, a Geekie também quer ajudar os alunos a atingir todo seu potencial e a realizar seus sonhos. Por isso, oferecemos

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO

INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO 3º EM História Fransergio Av. Trimestral 01/11/13 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO 1. Verifique, no cabeçalho desta prova, se seu nome, número e turma estão corretos. 2. Esta

Leia mais

PEP/2008 2ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA. 1ª QUESTÃO (Valor 6,0)

PEP/2008 2ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA. 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) PEP/2008 2ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FIHA AUXILIAR DE ORREÇÃO HISTÓRIA 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) om base nos fatos históricos ocorridos a partir da década de 1940, estudar a importância política e econômica

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VIZELA VIZELA Escola sede: ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS DE VIZELA INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE SOCIOLOGIA

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VIZELA VIZELA Escola sede: ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS DE VIZELA INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE SOCIOLOGIA AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VIZELA VIZELA Escola sede: ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS DE VIZELA INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE SOCIOLOGIA Prova: 344 / 2015 12.º Ano de Escolaridade Formação

Leia mais

Ano Lectivo 2014/ ºCiclo 7 ºAno. 7.º Ano 1º Período. Domínios / subdomínios Ojetivos Gerais / Metas Competências Específicas Avaliação

Ano Lectivo 2014/ ºCiclo 7 ºAno. 7.º Ano 1º Período. Domínios / subdomínios Ojetivos Gerais / Metas Competências Específicas Avaliação ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DR. VIEIRA DE CARVALHO Planificação HISTÓRIA Ano Lectivo 2014/2015 3 ºCiclo 7 ºAno 7.º Ano 1º Período Domínios / subdomínios Ojetivos Gerais / Metas Competências Específicas

Leia mais

IDADE CONTEMPORÂNEA A ERA NAPOLEÔNICA

IDADE CONTEMPORÂNEA A ERA NAPOLEÔNICA ERA NAPOLEÔNICA (1799 1815) Prof. João Gabriel da Fonseca joaogabriel_fonseca@hotmail.com 1 - O CONSULADO (1799 1804): Pacificação interna e externa. Acordos de paz com países vizinhos. Acordo com a Igreja

Leia mais

Informação-Exame de Equivalência à disciplina de: História e Geografia de Portugal. 1. Introdução. 2º Ciclo do Ensino Básico. Ano letivo de 2011/12

Informação-Exame de Equivalência à disciplina de: História e Geografia de Portugal. 1. Introdução. 2º Ciclo do Ensino Básico. Ano letivo de 2011/12 Informação-Exame de Equivalência à disciplina de: História e Geografia de Portugal 2º Ciclo do Ensino Básico Ano letivo de 2011/12 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da

Leia mais

Informação - de Exame de Equivalência à Frequência de História e Geografia de Portugal

Informação - de Exame de Equivalência à Frequência de História e Geografia de Portugal Informação - de Exame de Equivalência à Frequência de História e Geografia de Portugal 2.º Ciclo do Ensino Básico 2015 Prova 05 5 Páginas 1. INTRODUÇÃO O presente documento visa divulgar as caraterísticas

Leia mais

REGIONALIZAÇÃO E AS ORDENS MUNDIAIS

REGIONALIZAÇÃO E AS ORDENS MUNDIAIS REGIONALIZAÇÃO E AS ORDENS MUNDIAIS ORDEM MUNDIAL Equilíbrio temporário das relações políticas, econômicas, diplomáticas e militares entre as potências na disputa pelo poder e pela hegemonia do mundo.

Leia mais

2014/2015 PLANIFICAÇÃO ANUAL

2014/2015 PLANIFICAÇÃO ANUAL GRUPO DE ECONOMIA E CONTABILIDADE Cursos Científico-Humanísticos Ano Letivo 2014/2015 PLANIFICAÇÃO ANUAL SOCIOLOGIA (12º ano) Página 1 de 6 Competências Gerais Desenvolver a consciência dos direitos e

Leia mais

INFORMAÇÃO- PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA

INFORMAÇÃO- PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA PROVA 344 INFORMAÇÃO- PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA 12º Ano de Escolaridade CURSOS CIENTÍFICO-HUMANÍSTICOS SOCIOLOGIA ANO LECTIVO 2011/2012 Tipo de prova: Escrita Duração (em minutos): 90 TEMAS CONTEÚDOS

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE CIÊNCIAS NATURAIS - 7.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE CIÊNCIAS NATURAIS - 7.º ANO DE CIÊNCIAS NATURAIS - 7.º ANO Ano Letivo 2014 2015 PERFIL DO ALUNO No domínio da Terra em transformação o aluno deve ser capaz de: Compreender a diversidade das paisagens geológicas (meta 1); Compreender

Leia mais

1º bimestre 3ª série Contemporânea Revoluções Russas Cap. 42 p Roberson de Oliveira

1º bimestre 3ª série Contemporânea Revoluções Russas Cap. 42 p Roberson de Oliveira 1º bimestre 3ª série Contemporânea Revoluções Russas Cap. 42 p. 404 Roberson de Oliveira 1. As transformações econômicas, sociais e políticas na ordem feudal-czarista Fatores e alguns efeitos: 1. Fatores

Leia mais

Imperialismo. Estudo dos Capítulos 9 e 10 da obra Economia Política: uma introdução Crítica para o Curso de Economia Política

Imperialismo. Estudo dos Capítulos 9 e 10 da obra Economia Política: uma introdução Crítica para o Curso de Economia Política uma introdução Crítica para o Curso de Economia Política Rosa Luxemburgo Vladimir Lênin Nikolai Bukharin capitalismo mobilidade e transformação atividade econômica desenvolvimento das forças produtivas

Leia mais

SUMÁRIO. INTRODUÇÃO 1 Maria Yedda Leite Linhares

SUMÁRIO. INTRODUÇÃO 1 Maria Yedda Leite Linhares MARIA YEDDA LINHARES (Organizadora) ORO FLAMARION SANTANA CARDOSO FRANCISCO CARLOS TEIXEIRA DA SILVA HAMILTON DE MATTOS MONTEIRO JOÀO LUÍS FRAGOSO SÔNIA REGINA DE MENDONÇA HISTÓRIA GERAL DO SUMÁRIO INTRODUÇÃO

Leia mais

Ano: 9º Turma: 9.1 e 9.2

Ano: 9º Turma: 9.1 e 9.2 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 1ª Etapa 2014 Disciplina: HISTORIA Professor (a): RODRIGO CUNHA Ano: 9º Turma: 9.1 e 9.2 Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de

Leia mais

Em 1929 o mundo enfrenta a Grande Depressão, após o Crack da Bolsa de NY. Ascensão dos discursos nacionalistas

Em 1929 o mundo enfrenta a Grande Depressão, após o Crack da Bolsa de NY. Ascensão dos discursos nacionalistas 1939-1945 Após a 1ª Guerra Mundial, as potências vencedoras, na Europa, promoveram uma série de tratados com um forte caráter de vingança. Ex. Tratado de Versalhes A Alemanha teve suas forças armadas desmontada

Leia mais

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA História e Geografia de Portugal

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA História e Geografia de Portugal Direção de Serviços da Região Norte AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AMARES ANO LETIVO 2015 / 2016 INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA História e Geografia de Portugal Prova (05) 2016 2º Ciclo do Ensino

Leia mais

Teorias da Globalização

Teorias da Globalização Teorias da Globalização O processo histórico do capitalismo: Primeiro momento surgimento e formação do capitalismo na Europa, instauração do trabalho livre, mercantilização do sistema produtivo e organização

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL ANO: 2.º VOCACIONAL (9.º ANO)

PLANIFICAÇÃO ANUAL ANO: 2.º VOCACIONAL (9.º ANO) ANO LETIVO 2014 / 2015 DISCIPLINA: PORTUGUÊS ANO: 2.º VOCACIONAL (9.º ANO) PROFESSORES: MARIA JOÃO SOARES MANUAL: ----------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

DIPLOMACIA DO BRASIL JOSÉ VIEGAS FILHO. Autor. Formato: 17,0x24,0 cm CÓDIGO: DE TIRDESILHAS AOS NOSSOS DIAS. Prefácio José Viegas Filho

DIPLOMACIA DO BRASIL JOSÉ VIEGAS FILHO. Autor. Formato: 17,0x24,0 cm CÓDIGO: DE TIRDESILHAS AOS NOSSOS DIAS. Prefácio José Viegas Filho entendimento e do diálogo com os demais países e a diversidade étnica da nossa população. Fatores como esses permitiram que desenvolvêssemos uma política externa construtiva e progressista, que aceita

Leia mais

COLÉGIO SANTA TERESINHA R. Madre Beatriz 135 centro Tel. (33)

COLÉGIO SANTA TERESINHA R. Madre Beatriz 135 centro Tel. (33) PLANEJAMENTO DE AÇÕES DA 3ª ETAPA 2016 TURMA: 9º Ano DISCIPLINA: História 1- S QUE SERÃO TRABALHADOS DURANTE A ETAPA : 1 Nacionalismo e internacionalismo no Brasil pósguerrguerra, distinguindo as propostas

Leia mais

Avaliação da unidade II Pontuação: 7,5 pontos

Avaliação da unidade II Pontuação: 7,5 pontos Avaliação da unidade II Pontuação: 7,5 pontos QUESTÃO 01 Descreva as principais características do populismo no Brasil: (valor 1,0) QUESTÃO 02 Após a Segunda Guerra Mundial, consolidou-se uma ordem político-econômica

Leia mais