DINÂMICA LOCAL INTERATIVA 1 LÍNGUA PORTUGUESA CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA. Conteúdos: Semântica: Sinônimos e antônimos

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DINÂMICA LOCAL INTERATIVA 1 LÍNGUA PORTUGUESA CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA. Conteúdos: Semântica: Sinônimos e antônimos"

Transcrição

1

2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA 1 Conteúdos: Semântica: Sinônimos e antônimos

3 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA 1 Habilidades: Compreender e identificar o sentido das palavras sinônimas e antônimas, a partir de situações cotidianas.

4 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA 1 Pronome possessivo é aquele que indica posse de alguma coisa por parte de uma das pessoas do discurso. Concorda em gênero e número com o substantivo.

5 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA 1 Pronomes possessivos Singular Plural Masculino Feminino Masculino Feminino 1ª pessoa meu minha meus minhas 2ª pessoa teu tua teus tuas 3ª pessoa seu sua seus suas 1ª pessoa nosso nossa nossos nossas 2ª pessoa vosso vossa vossos vossas 3ª pessoa seu sua seus suas

6 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA 1 Os pronomes demonstrativos são utilizados para explicitar a posição de uma palavra em relação a outras ou ao contexto. Essa relação pode ocorrer em termos de espaço, tempo ou discurso. No espaço: Comprei este livro (aqui). Comprei esse livro (aí). Comprei aquele livro (lá).

7 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA 1 Os pronomes demonstrativos podem ser variáveis ou invariáveis, observe: Variáveis: este(s), esta(s), esse(s), essa(s), aquele(s), aquela(s). Invariáveis: isto, isso, aquilo.

8 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA 1 Titulo: "Motivo" - poema de Cecília Meireles, musicado por Fagner

9 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA 1 Leia o poema atentando para a oposição de palavras nele existente. Motivo Eu canto porque o instante existe e a minha vida está completa. Não sou alegre nem sou triste: sou poeta.

10 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA 1 Irmão das coisas fugidias, não sinto gozo nem tormento. Atravesso noites e dias no vento. Se desmorono ou se edifico, se permaneço ou me desfaço, - não sei, não sei. Não sei se fico ou passo.

11 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA 1 Sei que canto. E a canção é tudo. Tem sangue eterno a asa ritmada. E um dia sei que estarei mudo: - mais nada. Agora que você leu o poema, retire os pares de palavras opostas e anote-os em seu caderno.

12 A 1 APRENDENDO 1 INTERATIVIDADE A 2 Sinônimos e antônimos Ana está feliz Pedro está alegre

13 A 1 APRENDENDO 1 INTERATIVIDADE A 2 Mônica está feliz Mônica está triste

14 A 1 APRENDENDO 1 INTERATIVIDADE A 2 Sinônimos e Antônimos

15 A 1 APRENDENDO 1 INTERATIVIDADE A 2 Sinônimos - palavras que têm significados iguais ou muitos semelhantes. Ex.: bonito/lindo bruxa/feiticeira. Excelente/ótimo

16 A 1 APRENDENDO 1 INTERATIVIDADE A 2 Atividade 1. No trecho: Falava muito, mas falava calmamente. A palavra destacada significa: a- ( ) agitadamente b- ( ) mansamente c- ( ) irritadamente d- ( ) constantemente

17 A 1 APRENDENDO 1 INTERATIVIDADE A 2 2.No trecho: Não se engraça com ela não, eu sou valente e mais novo que o senhor. O sinônimo das palavras destacadas é: a- ( ) covarde e velho b- ( ) covarde e jovem c- ( ) corajoso e jovem d- ( ) corajoso e idoso

18 A 1 APRENDENDO 1 INTERATIVIDADE A 2 Antônimos são palavras com significado completamente contrário ao termo utilizado, ou seja, é o seu oposto.

19 A 1 APRENDENDO 1 INTERATIVIDADE A 2 Veja Alguns Exemplos:

20 A 1 APRENDENDO 1 INTERATIVIDADE A 2

21 A 1 APRENDENDO 1 INTERATIVIDADE A 2 Observe o trecho do poema Inconstâncias das coisas do mundo, do poeta barroco Gregório de Matos. Nasce o Sol e não dura mais que um dia, Depois da Luz se segue a noite escura, Em tristes sombras morre a formosura, Em contínuas tristezas e alegria.

22 APRENDENDO 2 A 3 APRENDENDO 3 Produza um texto envolvendo os grupos de palavras antônimas abaixo: lento rápido cheio vazio alegre triste sujo limpo muito pouco 7

23 APRENDENDO 2 A 3 APRENDENDO 3 Sinônimos - são palavras que têm o mesmo significado, assim, ver é sinônimo de enxergar. Observe:

24 APRENDENDO 2 A 3 APRENDENDO 3 Antônimos - são palavras de significados contrários, assim, possível é antônimo de impossível. Observe:

25 APRENDENDO 2 A 3 APRENDENDO 3 Uns dizem que ela é linda outros dizem que é bela e há ainda quem prefira chamar-lhe bonita. E durante o dia, ela cansava-se de subir e descer escadas.

26 APRENDENDO 2 A 3 APRENDENDO 3 Atividades 1- Forme frases com o sinônimo das seguintes palavras: a - encontrar = b - belo = 2- Forme frases com o antônimo das seguintes palavras: a - azedo = b - amor =

LÍNGUA PORTUGUESA AVALIAÇÃO AVALIAÇÃO DA UNIDADE II PONTUAÇÃO: 7,5 PONTOS

LÍNGUA PORTUGUESA AVALIAÇÃO AVALIAÇÃO DA UNIDADE II PONTUAÇÃO: 7,5 PONTOS DA UNIDADE II PONTUAÇÃO: 7,5 PONTOS Questão 01 Leia este trecho: Ninguém esquece um episódio de Os Simpsons Aquela estupidez memorável do Homer não sai da sua cabeça? Questão 01 Você não é o único. Seriado

Leia mais

REVISÃO E AVALIAÇÃO DA UNIDADE II

REVISÃO E AVALIAÇÃO DA UNIDADE II AULA 16.1 REVISÃO E AVALIAÇÃO DA UNIDADE II Segunda Geração: os ultrarromânticos O sentimentalismo, a imaginação e o egocentrismo atingiram seu ponto culminante nesta geração, que experimentou as formas

Leia mais

A VERDADEIRA ARTE DE PENSAR A LITERATURA 2 Priscila Guedes Buares (UFRJ)

A VERDADEIRA ARTE DE PENSAR A LITERATURA 2 Priscila Guedes Buares (UFRJ) A VERDADEIRA ARTE DE PENSAR A LITERATURA 2 Priscila Guedes Buares (UFRJ) Uma homenagem aos professores Antônio Jardim e Manuel Antônio de Castro, completos mestres da filosofia nos dias atuais. Quando

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA 6 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª DINANCI SILVA PROF. MÁRIO PAIXÃO

LÍNGUA PORTUGUESA 6 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª DINANCI SILVA PROF. MÁRIO PAIXÃO LÍNGUA PORTUGUESA 6 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª DINANCI SILVA PROF. MÁRIO PAIXÃO CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade III Trabalho: a trajetória humana, suas produções e manifestações. 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS GRAMÁTICA

LISTA DE EXERCÍCIOS GRAMÁTICA LISTA DE EXERCÍCIOS GRAMÁTICA P2 4º BIMESTRE 7º ANO FUNDAMENTAL II Aluno (a): Turno: Turma: Unidade Data: / /2016 HABILIDADES E COMPETÊNCIAS Classificar morfologicamente os pronomes retos e oblíquos. Reconhecer

Leia mais

2º Bimestre Aula 94 Revisão e avaliação de Linguagens

2º Bimestre Aula 94 Revisão e avaliação de Linguagens 2 MATEMÁTICA E HABILIDADES REVISÃO 1 REVISÃO 2 2º Bimestre Aula 94 Revisão e avaliação de Linguagens 3 MATEMÁTICA E HABILIDADES INTERATIVIDADE PRONOME PESSOAL DO CASO RETO E DE TRATAMENTO Pronome Pessoal

Leia mais

Português - Sinónimos e antónimos. 1. Dos apontamentos, copia a definição de sinónimos. 2. Dos apontamentos, copia a definição de antónimos.

Português - Sinónimos e antónimos. 1. Dos apontamentos, copia a definição de sinónimos. 2. Dos apontamentos, copia a definição de antónimos. A1 Dos apontamentos, copia a definição de sinónimos. 2. Dos apontamentos, copia a definição de antónimos. A1R Sinónimos são palavras que têm um sentido semelhante. 2. Antónimos são palavras que têm um

Leia mais

Projeto Pitanguá Sugestão de Avaliação de Português 1ª série (2º ano) 4º bimestre

Projeto Pitanguá Sugestão de Avaliação de Português 1ª série (2º ano) 4º bimestre Projeto Pitanguá 1 Projeto Pitanguá Sugestão de Avaliação de Português 1ª série (2º ano) 4º bimestre Interpretação de Texto Professor: fazer a leitura do texto e o entendimento oral antes da aplicação

Leia mais

CONCORDÂNCIA NOMINAL. Página 172

CONCORDÂNCIA NOMINAL. Página 172 CONCORDÂNCIA NOMINAL Página 172 CONCORDÂNCIA NOMINAL É a concordância, em gênero e número, entre o substantivo e seus determinantes: o adjetivo, o pronome adjetivo, o artigo, o numeral e o verbo no particípio.

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA 7 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª SHEILA RODRIGUES PROF.ª SHIRLEY VASCONCELOS

LÍNGUA PORTUGUESA 7 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª SHEILA RODRIGUES PROF.ª SHIRLEY VASCONCELOS LÍNGUA PORTUGUESA 7 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª SHEILA RODRIGUES PROF.ª SHIRLEY VASCONCELOS CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade IV Ciência- O homem na construção do conhecimento 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA GRAMÁTICA» CADERNO 4» CAPÍTULO 1. O uso do numeral. 1

LÍNGUA PORTUGUESA GRAMÁTICA» CADERNO 4» CAPÍTULO 1. O uso do numeral.  1 O uso do numeral www.sejaetico.com.br 1 O uso do numeral www.sejaetico.com.br 2 Numeral Numeral é a palavra que dá ideia de número: cinco, dez, quinto, décimo, quíntuplo, terço, ambos. (Luiz Antonio Sacconi.

Leia mais

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA CRASE

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA CRASE A CRASE INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA CRASE Dizem que a crase não foi inventada para humilhar ninguém. No entanto, sabemos muito bem que seu uso adequado dá um certo trabalho a todos que escrevemos. O primeiro

Leia mais

*SÃO PALAVRAS EMPREGADAS PARA ACOMPANHAR OU SUBSTITUIR OS SUBSTANTIVOS. *PRONOME SUBSTANTIVO = SUBSTITUI *PRONOME ADJETIVO = ACOMPANHA

*SÃO PALAVRAS EMPREGADAS PARA ACOMPANHAR OU SUBSTITUIR OS SUBSTANTIVOS. *PRONOME SUBSTANTIVO = SUBSTITUI *PRONOME ADJETIVO = ACOMPANHA * AULA 07 PRONOME *SÃO PALAVRAS EMPREGADAS PARA ACOMPANHAR OU SUBSTITUIR OS SUBSTANTIVOS. *PRONOME SUBSTANTIVO = SUBSTITUI ALGUÉM BATEU À PORTA *PRONOME ADJETIVO = ACOMPANHA ALGUMAS ALUNAS VIERAM À AULA

Leia mais

Professor MARIANA ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO 1º SEMESTRE DE 2011

Professor MARIANA ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO 1º SEMESTRE DE 2011 Disciplina LÍNGUA PORTUGUESA Curso ENSINO FUNDAMENTAL Professor MARIANA ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO 1º SEMESTRE DE 2011 Aluno (a): Série 7º ANO Número: 1 - Conteúdo: Classes gramaticais:

Leia mais

Sistema de signos socializado. Remete à função de comunicação da linguagem. Sistema de signos: conjunto de elementos que se determinam em suas inter-

Sistema de signos socializado. Remete à função de comunicação da linguagem. Sistema de signos: conjunto de elementos que se determinam em suas inter- Algumas definições Sistema de signos socializado. Remete à função de comunicação da linguagem. Sistema de signos: conjunto de elementos que se determinam em suas inter- relações. O sentido de um termo

Leia mais

Avaliação 1 o Bimestre

Avaliação 1 o Bimestre Avaliação 1 o Bimestre NOME: N º : CLASSE: Na primeira unidade você leu uma letra de música do grupo Skank sobre a grande emoção que o futebol desperta na maioria dos brasileiros. Na segunda, você leu

Leia mais

Obs.: Essa regra de concordância é excessivamente cobrada por todas as bancas.

Obs.: Essa regra de concordância é excessivamente cobrada por todas as bancas. Obs.: Se o verbo haver, com o sentido de existir, for o principal de uma locução verbal, seu auxiliar também ficará no singular. Ex.: Deve haver reclamações. (Devem existir reclamações) Obs.: Essa regra

Leia mais

Aula 55 Conteúdos: Substantivo simples e composto. Múltiplos de um número natural. Arte e vida. A valorização da vida humana.

Aula 55 Conteúdos: Substantivo simples e composto. Múltiplos de um número natural. Arte e vida. A valorização da vida humana. 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA Aula 55 Conteúdos: Substantivo simples e composto. Múltiplos de um número natural. Arte e vida. A valorização da vida

Leia mais

PRONOMES CONCEITO E CLASSIFICAÇÃO

PRONOMES CONCEITO E CLASSIFICAÇÃO PRONOMES CONCEITO E CLASSIFICAÇÃO Colégio 7 de Setembro Pronome é a palavra que substitui ou acompanha o substantivo, relacionando-o à pessoa do discurso. PRONOMES PESSOAIS Os pronomes pessoais substituem

Leia mais

Músicas para missa TSL

Músicas para missa TSL Músicas para missa TSL Músicas antes da entrada Anjos Se acontecer um barulho perto de você é um anjo chegando para receber suas orações e levá-las à Deus. Então abra o coração e comece a louvar, sinta

Leia mais

Concordância verbal e nominal

Concordância verbal e nominal Concordância verbal e nominal Eudenise de Albuquerque Limeira Concordância verbal A regra básica da concordância verbal é o verbo concordar em número (singular ou plural) e pessoa (1ª, 2ª ou 3ª) com o

Leia mais

Unidade II Cultura: a pluralidade na expressão humana Aula 18.2 Conteúdos:

Unidade II Cultura: a pluralidade na expressão humana Aula 18.2 Conteúdos: 2 Unidade II Cultura: a pluralidade na expressão humana Aula 18.2 Conteúdos: Modos Verbais; O conceito de Flexão Verbal. 3 Habilidades: Observar os usos dos modos verbais; Compreender o conceito de flexão

Leia mais

Professor Jailton.

Professor Jailton. Professor Jailton www.professorjailton.com.br Pronomes Possessivos São aqueles que se referem às pessoas do discurso, indicando ideia de posse. número pessoa Pronomes possessivos singular (um possuidor)

Leia mais

MORFOLOGIA CLASSE GRAMATICAL. SUBSTANTIVO: é o que dá nome a todos os seres: vivos, inanimados, racionais, irracionais a fim de identificação.

MORFOLOGIA CLASSE GRAMATICAL. SUBSTANTIVO: é o que dá nome a todos os seres: vivos, inanimados, racionais, irracionais a fim de identificação. MORFOLOGIA CLASSE GRAMATICAL SUBSTANTIVO: é o que dá nome a todos os seres: vivos, inanimados, racionais, irracionais a fim de identificação. PREPOSIÇÃO É a classe de palavras que liga palavras entre si;

Leia mais

Com Amor João Câmara e Nilde Câmara

Com Amor João Câmara e Nilde Câmara Com mor INTROD: D /D C#m F#m m ( m 7 ) D /D C#m F#m m C#m D D /D Com amor Deus criou C#m F#m O céu e o mar m Criou também as estrelas O sol e o ar D /D C#m F#m este amor predomina C#m F#m m todo o meu

Leia mais

Pronome é a palavra variável que substitui ou acompanha o substantivo.

Pronome é a palavra variável que substitui ou acompanha o substantivo. Pronome é a palavra variável que substitui ou acompanha o substantivo. PESSOAS GRAMATICAIS Numa situação comunicativa há sempre três elementos envolvidos, chamados pessoas do discurso ou pessoas gramaticais,

Leia mais

A gente não quer só alimento. Queremos amor e paz [silepse de número - o verbo querer ficou no plural, e seu sujeito oculto (A gente) é singular]

A gente não quer só alimento. Queremos amor e paz [silepse de número - o verbo querer ficou no plural, e seu sujeito oculto (A gente) é singular] m) Silepse - É a concordância que se faz com a ideia, e não com a palavra expressa. É também chamada de concordância ideológica. Há três tipos de silepse: de gênero (a concordância se faz com a ideia feminina

Leia mais

Pronomes: As pessoas do Discurso

Pronomes: As pessoas do Discurso Pronomes: As pessoas do Discurso Os pronomes são palavras que substituem ou acompanham outras palavras, principalmente os substantivos. Podem também remeter a palavras, orações e frases expressas anteriormente.

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA 7 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª SHEILA RODRIGUES PROF.ª SHIRLEY VASCONCELOS

LÍNGUA PORTUGUESA 7 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª SHEILA RODRIGUES PROF.ª SHIRLEY VASCONCELOS LÍNGUA PORTUGUESA 7 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª SHEILA RODRIGUES PROF.ª SHIRLEY VASCONCELOS CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade IV Ciência- O homem na construção do conhecimento 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES

Leia mais

Conteúdo: Ordens e classes Encontro consonantal Diferentes maneiras de representar artisticamente o mesmo tema FORTALECENDO SABERES

Conteúdo: Ordens e classes Encontro consonantal Diferentes maneiras de representar artisticamente o mesmo tema FORTALECENDO SABERES 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA I Conteúdo: Ordens e classes Encontro consonantal Diferentes maneiras de representar artisticamente o mesmo tema 3

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VILA FLOR ESCOLA EB2,3/S DE VILA FLOR PLANIFICAÇÃO ANUAL 1º PERÍODO. Domínios / Subdomínios

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VILA FLOR ESCOLA EB2,3/S DE VILA FLOR PLANIFICAÇÃO ANUAL 1º PERÍODO. Domínios / Subdomínios DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO NORTE AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VILA FLOR 151841 ESCOLA EB2,3/S DE VILA FLOR 346184 PLANIFICAÇÃO ANUAL Português 2º Ano Aulas (Horas) Previstas Meses 1º PERÍODO Domínios /

Leia mais

Pronomes Demonstrativos. Colégio 7 de Setembro

Pronomes Demonstrativos. Colégio 7 de Setembro Pronomes Demonstrativos Colégio 7 de Setembro Pronomes demonstrativos Demonstram a posição de um elemento qualquer em relação às pessoas do discurso, situando-os no espaço, no tempo ou no próprio discurso.

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO ANUAL DE LITERATURA

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO ANUAL DE LITERATURA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO ANUAL DE LITERATURA - 2016 Nome: Nº 1ª Série Professores : Danilo / Fernando / Nicolas Nota: I Introdução Caro aluno, Neste ano, você obteve média inferior a 6,0 e, portanto, não

Leia mais

Crase é a fusão de duas vogais iguais: A + A. Para marcar sua ocorrência, usamos o acento grave (` ). Casos em que o acento aparece: a + as = às

Crase é a fusão de duas vogais iguais: A + A. Para marcar sua ocorrência, usamos o acento grave (` ). Casos em que o acento aparece: a + as = às Crase Crase é a fusão de duas vogais iguais: A + A. Para marcar sua ocorrência, usamos o acento grave (` ). Casos em que o acento aparece: a + as = às (preposição + artigo) a + aquela(s) = àquela(s) (preposição

Leia mais

Crase Preposição a + artigo feminino a

Crase Preposição a + artigo feminino a CRASE Crase Preposição a + artigo feminino a Vamos à piscina Quem vai, sempre vai a algum lugar. Piscina é um substantivo feminino antecedido do artigo do mesmo gênero. Portanto, neste caso constitui-se

Leia mais

1. ARTIGO É uma palavra que determina outra classe de palavra chamada de substantivo. Divide-se em: - Artigo definido: o, a, os, as.

1. ARTIGO É uma palavra que determina outra classe de palavra chamada de substantivo. Divide-se em: - Artigo definido: o, a, os, as. CURSO DELEGADO DE POLÍCIA CIVIL DO ESTADO DO PARÁ DATA 11/08/2016 DISCIPLINA PORTUGUÊS PROFESSOR RICARDO ERSE MONITOR LUCIANA FREITAS AULA: 06 CLASSES GRAMATICAIS Ementa Na aula de hoje serão abordados

Leia mais

GREGÓRIO DE MATOS BOCA DO INFERNO

GREGÓRIO DE MATOS BOCA DO INFERNO GREGÓRIO DE MATOS BOCA DO INFERNO Profª Ivandelma Gabriel Características * abusa de figuras de linguagem; * faz uso do estilo cultista e conceptista, através de jogos de palavras e raciocínios sutis;

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS GRAMÁTICA

LISTA DE EXERCÍCIOS GRAMÁTICA LISTA DE EXERCÍCIOS GRAMÁTICA P1-1º BIMESTRE 8º ANO FUNDAMENTAL II Aluno (a): Turno: Turma: Unidade Data: / /2016 HABILIDADES E COMPETÊNCIAS Reconhecer e classificar os adjuntos adnominais e adverbiais

Leia mais

Tovadorismo. 2 - (UFPA - 2010) Das estrofes abaixo, a que apresenta traços da estética do Trovadorismo é:

Tovadorismo. 2 - (UFPA - 2010) Das estrofes abaixo, a que apresenta traços da estética do Trovadorismo é: Tovadorismo 1 - (PUC-Camp - 2011) A poesia medieval procurou enaltecer os valores e as virtures do cavaleiro. Nessa poesia, o amor cortês, referido no texto, pressupunha uma concepção mítica do amor, que

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO BRANCO RESPOSTAS AOS RECURSOS CONTRA O GABARITO

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO BRANCO RESPOSTAS AOS RECURSOS CONTRA O GABARITO PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO BRANCO RESPOSTAS AOS RECURSOS CONTRA O GABARITO Cargo: S1 PROFESSOR DA EDUCAÇÃO ESPECIAL AEE ZONA URBANA 15 pronome apassivador Em resposta ao recurso interposto, temos a dizer

Leia mais

Português. Conotação e Denotação. Professor Carlos Zambeli.

Português. Conotação e Denotação. Professor Carlos Zambeli. Português Conotação e Denotação Professor Carlos Zambeli www.acasadoconcurseiro.com.br Português DENOTAÇÃO X CONOTAÇÃO O signo linguístico (a palavra) é constituído pelo significante parte perceptível,

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA 9 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª DINANCI SILVA PROFª. SHIRLEY VASCONCELOS

LÍNGUA PORTUGUESA 9 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª DINANCI SILVA PROFª. SHIRLEY VASCONCELOS LÍNGUA PORTUGUESA 9 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª DINANCI SILVA PROFª. SHIRLEY VASCONCELOS CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade I Tecnologia: corpo, movimento e linguagem na era da informação. 2 CONTEÚDOS E

Leia mais

USO DA CRASE. Bruna Camargo

USO DA CRASE. Bruna Camargo USO DA CRASE Bruna Camargo Conceito Fusão entre duas vogais idênticas. A + A = À Justificativa Sua correta utilização é, sobretudo, sinal de competência linguística em regência nominal e verbal, em se

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA EJA 4ª PROF. JOSÉ FRANCISCO PROF.ª RISONILDE ARAÚJO

LÍNGUA PORTUGUESA EJA 4ª PROF. JOSÉ FRANCISCO PROF.ª RISONILDE ARAÚJO LÍNGUA PORTUGUESA EJA 4ª PROF. JOSÉ FRANCISCO PROF.ª RISONILDE ARAÚJO CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade II Cultura: A pluralidade na expressão humana 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES Aula 21.1 Conteúdo Sinônimos

Leia mais

PROFESSORA: VERBENE LIMA

PROFESSORA: VERBENE LIMA PROFESSORA: VERBENE LIMA É a fusão (junção) da preposição a exigida pela regência do verbo ou do nome mais o artigo definido a, os pronomes demonstrativos aquele(s), aquela(s), aquilo e o pronome demonstrativo

Leia mais

Elipse consiste na omissão de um termo facilmente identificável pelo contexto ou por elementos gramaticais presentes na frase com a intenção de

Elipse consiste na omissão de um termo facilmente identificável pelo contexto ou por elementos gramaticais presentes na frase com a intenção de Elipse consiste na omissão de um termo facilmente identificável pelo contexto ou por elementos gramaticais presentes na frase com a intenção de tornar o texto mais conciso e elegante. Ex.: Risco de vida.

Leia mais

A & C. Agradecemos confirmação até ao dia de Maio de 2012. A & C. Foi num momento especial que nos cruzamos,

A & C. Agradecemos confirmação até ao dia de Maio de 2012. A & C. Foi num momento especial que nos cruzamos, Primeiro foi o conhecimento, depois a amizade, seguiu-se um encontro, depois outro e outros mais e finalmente o amor, que nos une agora e para sempre. Será com a palavra sim que daremos início aquele que

Leia mais

ATIVIDADE DE ESTUDO 3º PERÍODO: Pronome

ATIVIDADE DE ESTUDO 3º PERÍODO: Pronome Ensino Fundamental Nível II LÍNGUA PORTUGUESA NOME: NÚMERO: / /2012 GRAMÁTICA F-6 ATIVIDADE DE ESTUDO 3º PERÍODO: Pronome 1) Leia. a) Na última frase Eu prefiro quando eles correm atrás de mim!, o pronome

Leia mais

1º ANO PROPOSTA PEDAGÓGICA. Nas relações as pequenas coisas são as grandes.

1º ANO PROPOSTA PEDAGÓGICA. Nas relações as pequenas coisas são as grandes. Processo Admissão 1º ANO PROPOSTA PEDAGÓGICA Nas relações as pequenas coisas são as grandes. (Covey) Vemos a educação da criança como um processo educativo que possibilita a vivência da cidadania, das

Leia mais

Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução deste livro com fins comerciais sem prévia autorização do autor

Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução deste livro com fins comerciais sem prévia autorização do autor CAPA, DIAGRAMAÇÃO e ILUSTRAÇÃO Reginaldo Paz Mulheres Maravilhosas PAZ, Reginaldo 1ª Edição 2015 ISBN: 978-85-919101-6-8 Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução deste livro com fins comerciais

Leia mais

Hinário Todos os Anjos

Hinário Todos os Anjos Hinário Todos os Anjos Madrinha Gisele Gracie Imperial Caderno Rainha do Mar 2013 Direção: Marco G. Imperial Partituras: Gisele G. Imperial www.ceflupedramar.org 01 Vamos mudar daqui Vamos mudar daqui,

Leia mais

AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL

AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL Documento(s) Orientador(es): Programa e Metas Curriculares de Português 1º CICLO Português- 3º ano TEMAS/DOMÍNIOS CONTEÚDOS

Leia mais

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA 1 LÍNGUA PORTUGUESA CONTEÚDO E HABILIDADES APRENDER A APRENDER 1 FORTALECENDO SABERES. Conteúdos:

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA 1 LÍNGUA PORTUGUESA CONTEÚDO E HABILIDADES APRENDER A APRENDER 1 FORTALECENDO SABERES. Conteúdos: CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA 1 A 1 Conteúdos: Tonicidade: Classificação das silabas, na palavra, quanto ao som e ao número. Classificação das palavras quanto ao

Leia mais

2. Transcreve um exemplo dos três Modos de Expressão do Texto Narrativo: Descrição, Narração e Diálogo, justificando com palavras tuas. 3. Localiza a

2. Transcreve um exemplo dos três Modos de Expressão do Texto Narrativo: Descrição, Narração e Diálogo, justificando com palavras tuas. 3. Localiza a Língua Portuguesa 8º ano EBI da Charneca de Caparica FICHA DE AVALIAÇÃO FORMATIVA Nome: N.º: Turma: Data: / / Enc. Educação: Apreciação: Professor: ESCOLA BÁSICA INTEGRADA Lê atentamente o texto e as perguntas

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL NOVO MUNDO LÍNGUA PORTUGUESA

CENTRO EDUCACIONAL NOVO MUNDO  LÍNGUA PORTUGUESA CENTRO EDUCACIONAL NOVO MUNDO www.cenm.com.br 3 o DESAFIO CENM - 2013 LÍNGUA PORTUGUESA Direção: ANO: 4 EF 1. Leia a história a seguir. A) O que deixa este texto engraçado é: (a) o fato do supermercado

Leia mais

Leia a letra da música "Fico Assim Sem Você", de Claudinho e Buchecha:

Leia a letra da música Fico Assim Sem Você, de Claudinho e Buchecha: Leia a letra da música "Fico Assim Sem Você", de Claudinho e Buchecha: Avião sem asa, Fogueira sem brasa, Sou eu assim, sem você Futebol sem bola, Piu-piu sem Frajola, Sou eu assim, sem você... Porque

Leia mais

História de Trancoso

História de Trancoso Aluno(a): Professor(a): Turma: n o : Data: Leia o texto a seguir com atenção. História de Trancoso Joel Rufi no dos Santos Era uma vez um fazendeiro podre de rico, que viajava solitário. Ah, quem me dera

Leia mais

Nome: Número: Data: / / 2011 Série: 5ª Turma: Disciplina: Língua Portuguesa Professora: Inês Pinheiro

Nome: Número: Data: / / 2011 Série: 5ª Turma: Disciplina: Língua Portuguesa Professora: Inês Pinheiro Nome: Número: Data: / / 2011 Série: 5ª Turma: Disciplina: Língua Portuguesa Professora: Inês Pinheiro Exercícios preparatórios com respostas para o exame de Língua Portuguesa Texto 01: Leia a tirinha a

Leia mais

rase Profª.: Kalyne Varela Revorêdo

rase Profª.: Kalyne Varela Revorêdo rase Profª.: Kalyne Varela Revorêdo Crase É a fusão (junção) da preposição a exigida pela regência do verbo ou do nome mais o artigo definido a, os pronomes demonstrativos aquele(s), aquela(s), aquilo

Leia mais

Linguagem Língua portuguesa. Preposição e sua construção de sentido

Linguagem Língua portuguesa. Preposição e sua construção de sentido Linguagem Língua portuguesa Preposição e sua construção de sentido Conceito Preposições: ligam palavras e orações, isoladamente NÃO possuem função sintática, possuem na frase um valor semântico. A função

Leia mais

REVISÃO CONCEITOS GRAMATICAIS 9º ANO

REVISÃO CONCEITOS GRAMATICAIS 9º ANO REVISÃO CONCEITOS GRAMATICAIS 9º ANO Observe os exemplos... Marisa comprou um carro. São termos essenciais da oração: Sujeito É o termo da oração sobre quem se declara alguma coisa Predicado É tudo aquilo

Leia mais

MPU Português Crase Eli Castro Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor.

MPU Português Crase Eli Castro Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. MPU Português Crase Eli Castro 2013 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Crase O uso do acento grave é, às vezes, produto da contração de duas vogais idênticas; em outras,

Leia mais

14/09/2016 PAUTA: PRONOMES RELATIVOS

14/09/2016 PAUTA: PRONOMES RELATIVOS 14/09/2016 PAUTA: PRONOMES RELATIVOS Pronomes O que é? Definição de pronome Classe gramatical variável que acompanha um nome ou substitui um nome. Quando acompanha recebe o nome de pronome adjetivo: Ex.

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA 8 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF. JOSÉ FRANCISCO VIEIRA DA SILVA PROF. JÚNIOR MAR

LÍNGUA PORTUGUESA 8 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF. JOSÉ FRANCISCO VIEIRA DA SILVA PROF. JÚNIOR MAR LÍNGUA PORTUGUESA 8 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF. JOSÉ FRANCISCO VIEIRA DA SILVA PROF. JÚNIOR MAR CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade IV Cultura a pluralidade na expressão humana 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES Aula

Leia mais

SINTAXE. ISJB - Colégio Salesiano Jardim Camburi. Profa. Me. Luana Lemos. llemos@salesiano.org.br

SINTAXE. ISJB - Colégio Salesiano Jardim Camburi. Profa. Me. Luana Lemos. llemos@salesiano.org.br SINTAXE ISJB - Colégio Salesiano Jardim Camburi Profa. Me. Luana Lemos 1 FRASE, ORAÇÃO E PERÍODO FRASE unidade mínima de comunicação. Ex: Nós estudamos muito. Frase nominal exprime uma visão estática do

Leia mais

Conteúdos: O gênero dos substantivos. Substantivos comuns de dois gêneros.

Conteúdos: O gênero dos substantivos. Substantivos comuns de dois gêneros. Conteúdos: O gênero dos substantivos. Substantivos comuns de dois gêneros. Habilidades: - Identificar os elementos para a construção da forma feminina dos substantivos. - Classificar e reconhecer as características

Leia mais

Tânia Abrão. Deixo meus olhos Falar

Tânia Abrão. Deixo meus olhos Falar Tânia Abrão Deixo meus olhos Falar 1 Biografia Tânia Abrão Mendes da Silva Email: Tania_morenagata@hotmail.com Filha de Benedito Abrão e Ivanir Abrão Nasceu em 09/08/1984 Natural da Cidade de Lapa Paraná

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA 6 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª DINANCI SILVA PROF. MARIO PAIXÃO

LÍNGUA PORTUGUESA 6 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª DINANCI SILVA PROF. MARIO PAIXÃO LÍNGUA PORTUGUESA 6 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª DINANCI SILVA PROF. MARIO PAIXÃO CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade II Cultura: a pluralidade na expressão humana. 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES Aula 11.1 Conteúdos

Leia mais

Impressão da Capa: Gráfica São José

Impressão da Capa: Gráfica São José Direitos autorais reservados 2013 Mario de Almeida. 1ª Edição: novembro/2013 Impressão da Capa: Gráfica São José Obras do Autor Lindos Poemas de amor - 2001 Amor em Poesias - 2003 Poemas Proibidos - 2004

Leia mais

Planificação Semanal

Planificação Semanal Planificação Semanal Local de estágio: EB nº31 do Lumiar Professora Cooperante: Cecília Mergulhão Turma: 3º ano C Coordenadora de Estágio: Mestre Maria de Fátima Santos Discente: Maria de Fátima Ferreira

Leia mais

Exemplos adicionais: CERVEJA É BOM. A CERVEJA É BOA. ENTRADA É PROIBIDO. A ENTRADA É PROIBIDA.

Exemplos adicionais: CERVEJA É BOM. A CERVEJA É BOA. ENTRADA É PROIBIDO. A ENTRADA É PROIBIDA. Exemplos adicionais: CERVEJA É BOM. A CERVEJA É BOA. ENTRADA É PROIBIDO. A ENTRADA É PROIBIDA. 11) Haja vista. Ex.: Haja vista os resultados. (invariável) Obs.: Admitem-se também duas outras construções.

Leia mais

Atividade extra. Fascículo 6 Linguagens Unidade 17 Barroco e romantismo Poesia de sentimentos. Linguagens, Códigos e suas Tecnologias

Atividade extra. Fascículo 6 Linguagens Unidade 17 Barroco e romantismo Poesia de sentimentos. Linguagens, Códigos e suas Tecnologias Atividade extra Fascículo 6 Linguagens Unidade 17 Barroco e romantismo Poesia de sentimentos Textos para os itens 1 e 2 I. Pálida, à luz da lâmpada sombria Sobre o leito de flores reclinada, como a lua

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL NOVO MUNDO LÍNGUA PORTUGUESA

CENTRO EDUCACIONAL NOVO MUNDO  LÍNGUA PORTUGUESA CENTRO EDUCACIONAL NOVO MUNDO www.cenm.com.br 3 o DESAFIO CENM - 2013 LÍNGUA PORTUGUESA Direção: ANO: 2 EF 1. O símbolo de reciclagem e as outras imagens presentes no cartaz indicam (A) a nossa alegria

Leia mais

Língua Portuguesa 4 º ano. A camponesa sábia *

Língua Portuguesa 4 º ano. A camponesa sábia * Avaliação 3 o Bimestre NOME: N º : CLASSE: Na sétima unidade você leu algumas histórias com príncipes e princesas em seus majestosos castelos. O texto a seguir é mais uma dessas histórias. Ele nos conta

Leia mais

FIGURAS DE SINTAXE. h) i)

FIGURAS DE SINTAXE. h) i) FIGURAS DE SINTAXE 1. Identifique, nas frases e nos anúncios seguintes, as figuras de sintaxe. Atenção: há frases em que ocorrem duas figuras. a) Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades, Muda-se o ser,

Leia mais

Advérbios. Os advérbios modificam o sentido de um verbo, de um adjectivo, de outro advérbio ou de uma oração inteira.

Advérbios. Os advérbios modificam o sentido de um verbo, de um adjectivo, de outro advérbio ou de uma oração inteira. Advérbios Os advérbios modificam o sentido de um verbo, de um adjectivo, de outro advérbio ou de uma oração inteira. Advérbios de tempo: quando? agora, ainda, amanhã, antes, antigamente, cedo, dantes,

Leia mais

Pronomes. Podem substituir ou acompanhar um nome ou substantivo. Ele esteve aqui ontem. Ele esteve aqui e criticou o seu projeto.

Pronomes. Podem substituir ou acompanhar um nome ou substantivo. Ele esteve aqui ontem. Ele esteve aqui e criticou o seu projeto. Pronomes Podem substituir ou acompanhar um nome ou substantivo. Ele esteve aqui ontem. Ele esteve aqui e criticou o seu projeto. Pessoais Possessivos Demonstrativos Relativos Indefinidos Interrogativos

Leia mais

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele O Plantador e as Sementes Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele sabia plantar de tudo: plantava árvores frutíferas, plantava flores, plantava legumes... ele plantava

Leia mais

Para casa: 1) Responder os exercícios do livro didático pp. 38 a 42 - formação do modo imperativo.

Para casa: 1) Responder os exercícios do livro didático pp. 38 a 42 - formação do modo imperativo. 1) Responder os exercícios do livro didático pp. 38 a 42 - formação do modo imperativo. Análise linguística formação do modo imperativo. Identificar e compreender a formação do modo imperativo do verbo.

Leia mais

quarta-feira, 29 de agosto de

quarta-feira, 29 de agosto de quarta-feira, 29 de agosto de 2012 1 CRASE Conceito: crase é a fusão de a (preposição) + a (artigo). Ex.: Ele vai a + o teatro = Ele vai ao teatro. Ele vai a + a igreja = Ele vai à igreja. Regra prática:

Leia mais

Sujeitos. Siene Alves Moreira Lucilene Eidna Faria. Faculdade Iseib BH Letras, 2º semestre/2013

Sujeitos. Siene Alves Moreira Lucilene Eidna Faria. Faculdade Iseib BH Letras, 2º semestre/2013 Sujeitos Siene Alves Moreira Lucilene Eidna Faria Faculdade Iseib BH Letras, 2º semestre/2013 Sujeitos Tipos de sujeitos: Sujeito simples Sujeito composto Sujeito indeterminado Sujeito inexistente O que

Leia mais

2ª FASE PROF.ª QUEILA PATRÍCIA POLTRONIERI

2ª FASE PROF.ª QUEILA PATRÍCIA POLTRONIERI 2ª FASE PROF.ª QUEILA PATRÍCIA POLTRONIERI CONTEÚDOS E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA 4º BIMESTRE Saúde do Homem. 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES

Leia mais

: é o termo da oração que, através de um verbo, projeta alguma afirmação sobre o sujeito.

: é o termo da oração que, através de um verbo, projeta alguma afirmação sobre o sujeito. feita através do predicado. : é o termo da oração que funciona como suporte de uma afirmação : é o termo da oração que, através de um verbo, projeta alguma afirmação sobre o sujeito. A pequena criança

Leia mais

Série 6 o ANO ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO 3º BIMESTRE / 2011

Série 6 o ANO ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO 3º BIMESTRE / 2011 Disciplina LINGUA PORTUGUESA Curso ENSINO FUNDAMENTAL II Professor MARIANA Série 6 o ANO ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO 3º BIMESTRE / 2011 Aluno (a): Número: 1 - Conteúdo: Substantivos: comum

Leia mais

13) As expressões perto de e cerca de levam o verbo a concordar com o numeral. Ex.: Cerca de vinte pessoas estavam na loja.

13) As expressões perto de e cerca de levam o verbo a concordar com o numeral. Ex.: Cerca de vinte pessoas estavam na loja. 13) As expressões perto de e cerca de levam o verbo a concordar com o numeral. Ex.: Cerca de vinte pessoas estavam na loja. 14) Concordância com mais de e menos de. * Com numeral um: verbo no singular.

Leia mais

Usa-se ainda, neste caso, sujeito antes do verbo ou a palavra interrogativa no fim da oração: De quem você falava? Ele comprou o quê?

Usa-se ainda, neste caso, sujeito antes do verbo ou a palavra interrogativa no fim da oração: De quem você falava? Ele comprou o quê? Usa-se ainda, neste caso, sujeito antes do verbo ou a palavra interrogativa no fim da oração: De quem você falava? Ele comprou o quê? 7. ) Nas orações exclamativas, de sentido optativo ou não, é frequente

Leia mais

3 - (PUC-PR) Empregue o pronome relativo acompanhado ou não de preposição, nas lacunas das frases a seguir.

3 - (PUC-PR) Empregue o pronome relativo acompanhado ou não de preposição, nas lacunas das frases a seguir. 3 - (PUC-PR) Empregue o pronome relativo acompanhado ou não de preposição, nas lacunas das frases a seguir. 1. Fez o anúncio... todos ansiavam. 2. Avise-me... consistirá o concurso. 3. Existe um decreto...

Leia mais

CURRÍCULO DA DISCIPLINA DE PORTUGUÊS/ CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2013/2014

CURRÍCULO DA DISCIPLINA DE PORTUGUÊS/ CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2013/2014 1º Ciclo Metas/Domínios Objetivos gerais Conteúdos Programáticos Critérios 3º Ano Oralidade O3 Comprensão do oral Expressão oral Escutar para aprender e construir conhecimentos Produzir um discurso oral

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA I EMI 1º ANO. Prof. Andriza

LÍNGUA PORTUGUESA I EMI 1º ANO. Prof. Andriza LÍNGUA PORTUGUESA I EMI 1º ANO Prof. Andriza andriza.becker@luzerna.ifc.edu.br Ementa da disciplina: Revisão da gramática aplicada ao texto oral e escrito: Fonética; regras de acentuação, ortografia (Novo

Leia mais

Jimboê. Português. Avaliação. Projeto. 4 o ano. 2 o bimestre

Jimboê. Português. Avaliação. Projeto. 4 o ano. 2 o bimestre Professor, esta sugestão de avaliação corresponde ao segundo bimestre escolar ou às Unidades 3 e 4 do Livro do Aluno. Projeto Jimboê Português 4 o ano Avaliação 2 o bimestre 1 Avaliação Português NOME:

Leia mais

Escola Básica da Madalena Grelha de Conteúdos de Português 2 º Ano Ano letivo

Escola Básica da Madalena Grelha de Conteúdos de Português 2 º Ano Ano letivo Escola Básica da Madalena Grelha de Conteúdos de Português 2 º Ano Ano letivo 2015 2016 1º PERÍODO CONTEÚDOS - COMPREENSÃO DO ORAL manifestar ideias, sensações e sentimentos pessoais mobilizar conhecimentos

Leia mais

CONCORDÂNCIA VERBAL Ocorre quando o verbo se flexiona para concordar com seu sujeito. Regra Geral: O sujeito concordará o verbo em número e pessoa.

CONCORDÂNCIA VERBAL Ocorre quando o verbo se flexiona para concordar com seu sujeito. Regra Geral: O sujeito concordará o verbo em número e pessoa. CONCORDÂNCIA VERBAL Ocorre quando o verbo se flexiona para concordar com seu sujeito. Regra Geral: O sujeito concordará o verbo em número e pessoa. A orquestra tocou uma valsa longa. 3ª p. Singular 3ª

Leia mais

Conceito: é a fusão de duas vogais da mesma natureza. No português assinalamos a crase com

Conceito: é a fusão de duas vogais da mesma natureza. No português assinalamos a crase com TUDO SOBRE CRASE Conceito: é a fusão de duas vogais da mesma natureza. No português assinalamos a crase com o acento grave (`). Observe: Obedecemos ao regulamento. ( a + o ) Não há crase, pois o encontro

Leia mais

Graça Simão 1. 1 É mestre em Letras - Lingüística, professora na Universidade Estadual de Goiás - UEG e Universidade. Paulista - UNIP.

Graça Simão 1. 1 É mestre em Letras - Lingüística, professora na Universidade Estadual de Goiás - UEG e Universidade. Paulista - UNIP. Graça Simão 1 1 É mestre em Letras - Lingüística, professora na Universidade Estadual de Goiás - UEG e Universidade Paulista - UNIP. Poemas ESPELHO Vejo-me no espelho. E através dele vejo: Doreeeeeeeeeeeeees...

Leia mais

Programa de Português 3º Ano

Programa de Português 3º Ano Programa de Português 3º Ano Introdução Reconhece-se a Língua Materna como o elemento mediador que permite a nossa identificação, a comunicação com os outros e a descoberta e compreensão do mundo que nos

Leia mais

PORTUGUÊS OBJETIVO EMPREGO DA CRASE PROFESSOR: MARCIO COELHO. À = ao / Às = aos. 1. Sou contrário métodos adotados. 11. Dirigi-me Senhor Paulo.

PORTUGUÊS OBJETIVO EMPREGO DA CRASE PROFESSOR: MARCIO COELHO. À = ao / Às = aos. 1. Sou contrário métodos adotados. 11. Dirigi-me Senhor Paulo. 1º CASO À = ao / Às = aos Avaliação teórica 01 Na 1ª frase, coloque ao (s), a (s), o (s) Na 2ª frase, coloque a, as, com ou sem acento. 1. Sou contrário métodos adotados. 11. Dirigi-me Senhor Paulo. Sou

Leia mais

Agrupamento de Escolas João da Silva Correia Plano Anual 3.º Ano Ano Letivo 2016/2017

Agrupamento de Escolas João da Silva Correia Plano Anual 3.º Ano Ano Letivo 2016/2017 Agrupamento de Escolas João da Silva Correia Plano Anual 3.º Ano Ano Letivo 2016/2017 Área Período Conteúdos Português 1.º Período ORALIDADE Articulação e entoação Planificação do discurso Literatura oral

Leia mais

PORTUGUÊS 3 o BIMESTRE

PORTUGUÊS 3 o BIMESTRE AVALIAÇÃO DE ATIVIDADES DE FIXAÇÃO DO CONTEÚDO DO GRUPO VII PROVA TAREFA 2 Unidade Portugal Série: 5 o ano (4 a série) Período: TARDE Data: 31/8/2011 PORTUGUÊS 3 o BIMESTRE Nome: Turma: Valor da prova:

Leia mais

Aos Poetas. Que vem trazer esperança a um povo tristonho, Fazendo os acreditar que ainda existem os sonhos.

Aos Poetas. Que vem trazer esperança a um povo tristonho, Fazendo os acreditar que ainda existem os sonhos. Aos Poetas Venho prestar homenagem a uma grande nação, Que são os nossos poetas que escrevem com dedicação, Os poemas mais lindos e que por todos são bemvindos, Que vem trazer esperança a um povo tristonho,

Leia mais

SER FORTALECIDO PELA ADORAÇÃO

SER FORTALECIDO PELA ADORAÇÃO Texto Base: João 4:19 a 24 Disse-lhe a mulher: Senhor, vejo que és profeta. Nossos pais adoraram neste monte, e vós dizeis que é em Jerusalém o lugar onde se deve adorar. Disse-lhe Jesus: Mulher, crê-me

Leia mais