PLANO DE NEGÓCIOS LOJA DE MULTISERVIÇOS COPIADORA GRÁFICA RÁPIDA LAN HOUSE

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PLANO DE NEGÓCIOS LOJA DE MULTISERVIÇOS COPIADORA GRÁFICA RÁPIDA LAN HOUSE"

Transcrição

1 PLANO DE NEGÓCIOS

2 PLANO DE NEGÓCIOS LOJA DE MULTISERVIÇOS COPIADORA GRÁFICA RÁPIDA LAN HOUSE José Correia de Araújo RECIFE

3 SUMÁRIO EXECUTIVO 1.1.Descrição do projeto Dados dos Empreendedores Dados do empreendimento Setor de atividades Forma jurídica Enquadramento tributário Âmbito federal Âmbito estadual Âmbito municipal Capital Social Plano de marketing Descrição dos principais serviços Estudo dos clientes Estudo dos concorrentes Considerações sobre os concorrentes Estudo dos fornecedores Estudo dos fornecedores matéria prima Estratégias promocionais Estrutura de comercialização Plano operacional 16 3

4 4.1. Localização do negócio Layout Capacidade produtiva Processo de produção (Lan House) Processo de produção (Gráfica Rápida) Necessidade de pessoal Plano financeiro Estimativa do investimento inicial Investimentos fixos Estimativa dos investimentos financeiros Estimativa dos investimentos pré-operacionais Estimativa do investimento total Estimativa do faturamento mensal da empresa Apuração dos custos com materiais Estimativa dos custos com comercialização Estimativa dos custos com mão de obra Estimativa dos custos com depreciação Estimativa dos custos fixos mensais Demonstrativo de resultados Indicadores de viabilidade Ponto de equilíbrio Lucratividade Rentabilidade Prazo de retorno do investimento Considerações Finais Avaliação do Plano de Negócios 41 4

5 8. Referências Bibliográficas Currículo do Administrador Anexos 48 5

6 1.1 DESCRIÇÃO DO PROJETO O Empreendimento é uma loja de multi serviços, aonde o cliente poderá encontrar um leque muito grande de serviços, tais como: Cópias xerográficas p&b e coloridas; Encadernação espiral; Encadernação Wire -o; Plastificação de documentos; Impressão de arquivos em papeis especiais; Impressão em camisetas e bonés; Impressão e confecção de materiais promocionais e de Marketing; Confecção de crachás em pvc; Impressão de crachás e cartões com código de barra e tarja magnética; Plotter para impressão de banners e adesivos; Acesso rápido à Internet com uso de banda larga; Comercialização e revenda de cartuchos compatíveis e remanufaturados de marca própria; Recarga automática de todos cartuchos preto e colorido existentes no mercado. O público alvo do empreendimento são os micros e pequenos empresários da região que estão alocados em lojas, galerias, escritórios inteligentes, escolas, escolas de idiomas e profissionais liberais. Quanto à localização a premissa é um ponto comercial no bairro de Boa Viagem, situado á AV: domingos Ferreira, em uma galeria do posto de gasolina do Hipermercado Extra de boa viagem, que dispõe de várias lojas para locação, amplo estacionamento e versatilidade para a chegada, permanência e saída dos clientes. Na possibilidade de alguma interferência externa, a orientação e encontrar um ponto comercial com características semelhantes que 6

7 atendam aos requisitos básicos do projeto inicial. O segundo ponto está localizado a Rua: Ribeiro de Brito, 1111, também no bairro de Boa Viagem. O montante do capital a ser investido é de R$ ,54 (Cento e Dois Mil Seiscentos e Cinco Reais e cinqüenta e quatro centavos). Com estimativa inicial de faturamento médio mensal de R$ ,00, (Dezoito mil reais) remetendo assim a um lucro mensal de R$ 1.993,24 (Hum Mil Novecentos e Noventa e Três Reais e Vinte e quatro centavos), e estimativa de retorno do investimento em 4,3Anos DADOS DOS EMPREENDEDORES Sócio majoritário e administrador do empreendimento, José Correia de Araújo, residente e domiciliado á Rua: Ribeiro de Brito, 404/802, Boa Viagem - Recife - Pernambuco. CEP: Telefone: e Graduado em Administração de Empresas, pela Faculdade Sant'Anna de Salto - SP. Com experiência de 11 anos nos cargos de assessor de gerência e Gerente comercial pleno, no segmento de gráfica rápida. Portanto o gestor e administrador da sociedade. Sócio minoritário, Jane Simone Correia de Araújo, residente e domiciliada á Rua: Isabel Burgos Vieira Ferreira, 300, Salgadinho, Olinda - PE CEP: Graduada em Pedagogia, pelo Centro Universitário Nossa senhora do patrocínio, Itu - SP. Entretanto não exercerá nenhuma atribuição na sociedade. 7

8 2.1 - DADOS DO EMPREENDIMENTO A sociedade gira sob o nome empresarial Correia Comércio e Representações de Materiais de Informática LTDA. Inscrita no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica sob o nº / SETOR DE ATIVIDADES Prestação de Serviços FORMA JURÍDICA Sociedade Empresária ENQUADRAMENTO TRIBUTÁRIO Micro Empresa ME ÂMBITO FEDERAL Regime Simples ÂMBITO ESTADUAL ICMS - Impostos sobre Circulação de Mercadorias e Serviços ÂMBITO MUNICIPAL ISS - Imposto Sobre Serviços CAPITAL SOCIAL A sociedade tem o capital social de R$ 1.000,00 (Um Mil Reais), dividido em (Um Mil) cotas de R$ 1,00 (Um Real) cada uma, integralizadas em moeda corrente do País pelos sócios da seguinte forma: José Correia de Araújo, com 950 (Novecentos e Cinqüenta) cotas, perfazendo um total de R$ 950,00 (Novecentos e Cinqüenta Reais). Jane Simone Correia de Araújo, com 50 cotas, perfazendo um total de R$ 50,00 (Cinqüenta Reais). 8

9 3. - PLANO DE MARKETING DESCRIÇÃO DOS PRINCIPAIS SERVIÇOS Cópias xerográficas p&b e coloridas; Encadernação espiral e Wire o; Plastificação de documentos; Impressão de arquivos em papeis especiais; Impressão em camisetas e bonés; Impressão e confecção de materiais promocionais e de Marketing; Confecção de crachás em pvc; Plotter para impressão de banners e adesivos; Acesso rápido à Internet com uso de banda larga; Recarga automática de todos os cartuchos preto e colorido disponíveis no mercado; Comercialização e revenda de cartuchos compatíveis e remanufaturados ESTUDO DOS CLIENTES O nosso público alvo, micro e pequenas empresas, universidades, escolas, escolas de idiomas, centros empresariais, profissionais liberais, que atuam nas mais diversas áreas, que estejam em posições consolidadas em seu mercado ou segmento de atuação, ou mesmo que estejam ingressando no mercado em suas respectivas áreas de atuação, estudantes, estudantes universitários que moram ou trabalham no bairro e adjacências. Empresas potenciais clientes que costumam comprar esses serviços diariamente, para ações de marketing contínuas e que já compram esses serviços da concorrência, porém deve ser atraída para o nosso negócio pelo diferencial oferecido no preço, qualidade, atendimento, comodidade, 9

10 tempo de resposta oferecido pela nossa empresa, e até mesmo pelos prazos e condições de pagamentos. Entretanto a nossa meta é segmentar o nosso mercado, identificando a fatia desse mercado que mais procura e necessita dos nossos serviços, implementando ações de marketing e estratégias direcionadas com a finalidade de satisfazer e encantar esses clientes ESTUDO DOS CONCORRENTES QUALIDADE PREÇO CONDIÇÕES DEPAGAMENTO LOCALIZAÇÃO Minha Empresa Boa Praticado no Mercado 50% a Vista, o restante na entrega; Cartões de Débito e Crédito; Faturamento a clientes cadastrados; Emissão de boleto bancário. Boa Concorrente A Boa De Mercado Idem Boa Concorrente B Boa De Mercado Idem Razoável Idem Boa Concorrente C Boa De Mercado 10

11 CONSIDERAÇÕES SOBRE OS CONCORRENTES Após visitas periódica e pessoal a todos os concorrentes listados, foi possível identificar uma série pontos fracos: Atendimento deficiente em alguns pontos, tais como recepção e acolhimento do cliente; Indiferença no trato com clientes; Falta de interação com clientes; Falta total de atendimento; Demasiada demora no atendimento; Pessoas com poucas qualificações para o atendimento; Gestão centralizadora; Maquinário obsoleto e com alta depreciação; Total incompetência no tempo de resposta; Falha de comunicação; Omissão de informação, inerentes ao processo; Mau uso da Internet, uma ferramenta importantíssima em tempos de globalização. Entretanto após visitas periódica e pessoal a todos os concorrentes listados, foi possível identificar pontos fortes: Alto fluxo de clientes; Boa localização; Qualidade; Maquinário diversificado. 11

12 3.4 ESTUDO DOS FORNECEDORES Itens a serem adquiridos Fornecedor Preço Condições de Pgtº Prazo de Localização entrega 10 Micros 512M/HD80/Teclado/Fone ouvido/ Web Cam /Placa de vídeo inter./monitor CRT de 17. Megafox Informática R$ ,00 Parcelamento em 6 vezes. 10 dias Pe 02 Micros 1GBM/HD de 160/ e demais itens. Megafox R$ 2.230,00 Impressora OKI 9600 ND R$ ,00 Impressora Toshiba E- Studio 166 Duplytec R$ 7.099,98 Ar Condicionado 12 Btus. Sprinter R$ 1.100,00 Seladora Manual NMS 30 Cm. Serrilhadeira Elétrica 500mm de Boca. Guilhotina Manual 338 mm.250 fls. Guilhotina Facão 30 mm. Plastificadora Polaseal 23 cm. Perfuradora Minimax Drimar Comercial LTDA. Drimar Comercial LTDA. Drimar Comercial LTDA. Drimar Comercial LTDA. Drimar Comercial LTDA. Drimar Comercial LTDA. R$ 162,00 R$ 5.210,00 R$ 1.126,00 R$ 100,00 R$ 355,00 R$ 2.250,00 Idem. 10 dias Pe A vista 10 dias SP Parcelamento 10 dias SP Parcelamento 2 dias Pe 28 dias ou Ent. + 28/56 Ent. + 28/56/70 Dias. Ent. + 28/56/70 Dias. Até 05 Dias SP 20 dias SP 07 dias SP 28 dias. 07 dias. SP Ent. + 28/56 Dias. Ent.+ 30/60/90 Dias. 05 dias. SP 07 dias. SP Colocadora elétrica para Drimar R$ Ent. + 28/56/70 05 dias. SP 12

13 espirais 29 mm. Plotter HP 130NR/ Kit pedestal Impressoras de Cartão SP 35 Maquina de recarga de cartuchos total flex Maquina de estampar camisetas Comercial LTDA ,00 dias. AJS R$ 9.538,00 Datacard R$ 5.270,00 Tinta Fácil R$ 1.690,00 Rimaq. R$ 3.500,00 Parcelamenmto 05 dias SP Parcelamento 05 dias SP Parcelamento 05 dias SP Parcelamento 05 dias SP ESTUDO DE FORNECEDORES (Matéria Prima) Itens a serem adquiridos Suprimentos para encadernação Suprimentos para Encadernação Papel Sulfite CD/DVD Virgem, Cartuchos remanufaturados/. Compatíveis. Fornecedor Preço Drimar Comercial LTDA Supracil Comercial LTDA Megadata Distribuidora LTDA Megadata Distribuidora LTDA Através de pesquisa Idem Idem Condições de Pagamento Parcelamento/ Faturamento Parcelamento/ Faturamento Parcelamento/ Faturamento Prazo de entrega 03 dias SP 03 dias SP 03 dias MG Idem Idem 03 dias MG Localização Estampas/ Transfer Rimaq LTDA Idem Idem 03 dias SP Estampas/ Transfer Art Hot transfer Idem Idem 03 dias SP Estampas SP Transfer Idem Idem 03 dias SP 13

14 Suprimentos para copiadora Toshiba, Okidata, plotter HP, etc. Suprimentos P/ Plotter Suprimentos para recarga de cartuchos Suprimentos para impressora de cartão Duplytec Com de máquinas copiadoras LTDA. Idem Idem 03 dias SP AJS LTDA Idem Idem 03 dias SP Tinta Fácil Com.ltda. Idem Idem 03 dias SP Data Card Idem Idem 03 dias SP 3.5. ESTRATÉGIAS PROMOCIONAIS Por se tratar de uma empresa nova iniciaremos com estratégias simples; Iniciaremos as atividades concedendo acesso gratuito à Internet por um prazo determinado; Divulgação de nossa marca em locais que se concentre o nosso publica alvo; Campanhas sociais e ambientais para fortalecimento e lembrança de nossa marca; Destinar as perdas de papel, embalagens, etc. Para uma cooperativa de reciclagem ou instituição social que se beneficie com a venda para a reciclagem; Beneficiar uma comunidade carente ao nosso redor com cursos de informática e acesso a Internet gratuita, em um dia pré-definido; Elaboração de portfólio de boa qualidade e visual marcante; Divulgação do nosso site em locais pré-definidos; 14

15 Anúncios em pequenos jornais de associações e cooperativas de nosso bairro; Anúncios em sites do nosso segmento; Anúncios na sessão informática do JC on line; Anúncios na sessão de informática do jornal Diário de Pernambuco, edição digital; Distribuição de panfletos, direcionado ao público alvo; Criação de um cartão fidelidade. 3.6 ESTRUTURA DE COMERCIALIZAÇÃO A comercialização dos nossos serviços se dará por meio de uma equipe interna de vendas composta inicialmente por min, o proprietário da empresa, um atendente e um Web design. Evidentemente agregaremos: Atendimento telefônico personalizado; Atendimento via Web Site, proporcionado mais agilidade na elaboração de orçamentos e envio de pedidos via ; Retirada e entrega de pedidos, através de um serviço de moto boy terceirizado; Implementaremos ações de comercializações externas, direcionadas a visitação de clientes. 15

16 4. PLANO OPERACIONAL 4.1.LOCALIZAÇÃO DO NEGÓCIO O ponto localiza-se à Av: Engenheiro Domingos Ferreira, no bairro de Boa Viagem na cidade de Recife/Pe. A escolha foi pautada na facilidade de acesso de clientes com amplo estacionamento, que fica em uma galeria de lojas ancoradas por um posto de combustível e uma loja de conveniência com bandeira de um hiper mercado, amplas vitrines, com possibilidade de um horário de atendimento estendido, em local de alto fluxo de carros e pedestres, próximo a nosso público alvo e com boa visualização de fachada da loja. 1 Entretanto não possuo as informações exatas pertinentes ao contrato de aluguel. Existe a segunda localização situada a Rua Ribeiro de Brito, Lj 06 Também em Boa Viagem. Ambas as lojas dispõe de uma localização privilegiada, com estacionamento seguro, local de alta rotatividade de automóveis e transeuntes, com visibilidade de longo alcance das respectivas fachadas. 1A documentação para funcionamento de outros comércios,está em estágio de liberação pelos órgãos competentes. 16

17 4.2. LAYOUT OKI Recarga Total Flex Data Card SP 35 Toshiba E Studio 166 Plotter HP 130 NR OKI 9600 NR Rim aq Acabam ento Encadernadora 17

18 4.3 CAPACIDADE PRODUTIVA Com a nossa estrutura de lojas multiserviços teremos condições de atender no mínimo dez clientes ao mesmo tempo, e simultaneamente. Estimamos atendimento entre 40 e 50 pessoas diariamente. No segmento de Lan-House, desenvolveremos ações promocionais para diminuição da ociosidade dos equipamentos. Ações voltadas a fidelização de clientes e estimulo da propaganda boca a boca e responsabilidade social. No segmento de gráfica rápida vamos desenvolver e implementar atendimento personalizado e exclusivo com agendamentos de horários e envio de arquivos por , com a intenção de segmentação de mercado PROCESSO DE PRODUÇÃO (SEGMENTO LAN HOUSE). Cliente Atendimento Auto-Serviço Impressões/ Outros Finalização 18

19 PROCESSO DE PRODUÇÃO (Segmento de gráfica rápida) Cliente Atendimento/ Criação Processo Acabamento/ Entrega 4.5 NECESSIDADE DE PESSOAL CARGO - FUNÇÃO Atendente/ Estagiário Web Design QUALIFICAÇÕES NECESSÁRIAS Curso superior em andamento, conhecimentos de informática em nível de usuário, boa comunicação, pró-ativo. Curso superior na área de informática em andamento, sólido conhecimento em Arte final, Editoração, Auto cad, Corel Draw. 19

20 5. PLANO FINANCEIRO 5.1 ESTIMATIVA DO INVESTIMENTO TOTAL Este capítulo compreende a somatória dos: Investimentos fixos; Investimentos Financeiros; Investimentos pré - Operacionais INVESTIMENTOS FIXOS A Máquinas e Equipamentos Impressora Colorida OKI 9800 DN Quantidade Valor Unitário Total 01 R$ ,00 R$ ,00 Impressora multifuncional OKI 3530n Copiadora/ Impressora Tooshiba E-Studio 166 PLOTER HP 130NR A2 (Kit Pedestal e Bandeja HP) 01 R$ 2.790,00 R$ 2.790,00 01 R$ 7.098,00 R$ 7.098,00 01 R$ 9.538,00 R$ 9.538,00 Micro 512M/HD80 10 R$ 1.055,00 R$ ,00 Micro 1GBm/HD R$ 1.115,00 R$ 2.230,00 Softwares 03 R$ 1.950,00 R$ 1.950,00 20

21 Perfuradora Minimax Colocadora elétrica para espirais 29 mm. Seladora Manual NMS 40 Cm. Serrilhadeira Elétrica 500mm de Boca. Guilhotina Manual 338 mm.250 fls. Guilhotina Facão 46 mm. Plastificadora Polaseal 23 cm. Ar Condicionado 01 R$ 2.250,00 R$ 2.250,00 01 R$ 515,00 R$ 515,00 01 R$ 187,00 R$ 187,00 01 XXXXXXXXXXXXXXXX R$ XXXXXXX 01 R$ 1.126,00 R$ 1.126,00 01 R$ 118,00 R$ 118,00 01 R$ 355,00 R$ 355,00 01 R$ 1.100,00 R$ 1.100, Btus. Maquina de estampar camisetas Impressora Data card SP 35 Máquina de recarga total flex Black e color Fechadora de Wire-o 01 R$ 3.500,00 R$ 3.500,00 01 R$ 4.730,00 R$ 4.730,00 01 R$ 2.112,50 R$ 2.112,50 01 R$ 282,00 R$ 282,00 TOTAL R$ ,50 21

22 B Móveis e Utensílios Cadeiras tipo secretária fixa Cadeira executiva giratória Baias de computador Balcão de atendimento Balcão de acabamento Quantidade Valor Unitário Valor Total 12 R$ 120,00 R$ 1.440,00 02 R$ 160,00 R$ 320,00 10 R$ 140,00 R$ 1.400,00 01 R$ 1.000,00 R$ 1.000,00 01 R$ 770,00 R$ 770,00 Balcão Birô painel 02 R$ 320,00 R$ 640,00 Bancada para máquina de estampar 01 R$ 420,00 R$ 420,00 SUB TOTAL B R$ 5.990,00 TOTAL DOS INVESTIMENTOS FIXOS A +B R$ ,50 22

23 5.1.2 ESTIMATIVA DOS INVESTIMENTOS FINANCEIROS A ESTOQUE INICIAL Descrição Quantidade Valor Unitário Valor Total Papel sulfite 10 cx. R$ 85,00 R$ 850,00 Papel filicolt/ Couchê XXXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXXX Polaseal 007 Crachá 100 R$ 5,50 R$ 5,50 Polaseal 005 R$ Crachá 100 R$ 4,20 R$ 4,20 CIC 100 R$ 4,45 R$ 4,45 Tit. Eleitor 100 R$ 5,38 R$ 5,38 Med Especial 70x R$ 5,90 R$ 5,90 RG 100 R$ 7,10 R$ 7,10 CNPJ 100 R$ 19,00 R$ 19,00 A4 100 R$ 55,60 R$ 55,60 1/2 Oficio 100 R$ 31,60 R$ 31,60 Oficio 100 R$ 61,40 R$ 61,40 A3 100 R$ 106,20 R$ 106,20 Espirais 07 Preto 100 X 2 R$ 2,30 R$ 4,60 07 Cor 100 X 2 R$ 3,11 R$ 6,22 09 Preto 100 X 2 R$ 3,48 R$ 6,96 09 Cor 100 X 2 R$ 4,66 R$ 9,32 12 Preto 100 X 2 R$ 4,54 R$ 9,08 12 Cor 100 X 2 R$ 6,30 R$ 12,60 14 Preto 100 X 2 R$ 5,76 R$ 11,52 23

24 14 Cor 100 X 2 R$ 7,84 R$ 15,68 17 preto 100 X 2 R$ 6,92 R$ 13,84 17 Cor 100 X 2 R$ 9,55 R$ 19,10 20 preto 80 X 2 R$ 6,92 R$ 13,84 20 Cor 80 X 2 R$ 9,55 R$ 19,10 23 preto 60 X 2 R$ 6,92 R$ 13,84 23 Cor 60 X 2 R$ 9,55 R$ 19,10 25 Preto 48 X 2 R$ 6,92 R$ 13,84 25 Cor 48 X 2 R$ 9,55 R$ 19,10 29 Preto 36 X 3 R$ 6,92 R$ 20,76 29 Cor 36 X 3 R$ 9,55 R$ 28,65 33 preto 27 X 3 R$ 6,92 R$ 20,76 33 Cor 27 X 3 R$ 9,55 R$ 28,65 40 Preto 18 X 4 R$ 6,52 R$ 26,08 40 Cor 18 X 4 R$ 9,55 R$ 38,20 45 Preto 15 X 4 R$ 6,52 R$ 26,08 45 Cor 15 X 4 R$ 9,55 R$ 38,20 50 Preto 12 X 5 R$ 6,52 R$ 32,60 50 Cor 12, X 5 R$ 9,55 R$ 47,75 Capa pp Transparente A4 100 X 10 R$ 21,20 R$ 211,00 Capa cor A4 100 X 10 R$ 20,10 R$ 201,00 Capa Preta A4 100 X 10 R$ 17,60 R$ 176,00 Capa trans. ofício 100 X 10 R$ 22,70 R$ 227,00 Capa Cor ofício 100 X 10 R$ 21,90 R$ 219,00 Capa preta ofício 100 X 10 R$ 19,20 R$ 192,00 WIRE -O/Passo 3:1 1/4. A4 100 R$ 19,91 1/4.Oficio 100 R$ 22,06 5/16. A4 100 R$ 26,61 24

25 5/16.Oficio 100 R$ 29,57 3/8. A4 100 R$ 28,15 3/8. Oficio 100 R$ 31,28 7/16. A4 100 R$ 30,58 7/16. Oficio 100 R$ 32,12 1/2. A4 100 R$ 34,87 1/2. Oficio 100 R$ 38,79 9/ R$ 42,19 9/ R$ 46,96 WIRE-O/Passo 2:1 5/8. A4 50 R$ 26,01 5/8. Oficio 50 R$ 28,14 3/4. A4 50 R$ 32,50 3/4. Oficio 50 R$ 35,19 7/8. A4 50 R$ 38,08 7/8. Oficio 50 R$ 42,02 1" A4 50 R$ 45,23 1" Oficio 50 R$ 49,02 11/8 A4 50 R$ 33,98 11/8 Oficio 50 R$ 36,80 11/14 A4 50 R$ 58,13 11/14 Oficio 50 R$ 63,05 Papel Fotográfico HP 45,7 X61cm Papel Fotográfico HP Premium 33X48cm Papel Fotográfico HP Matte 13X19 Papel Fotográfico HP 45,7X61cm 01 R$ 247,00 R$ 247,00 01 R$ 158,00 R$ 158,00 01 R$ 105,00 R$ 105,00 01 R$ 158,00 R$ 158,00 25

26 Suprimentos para 500 cartões Data Card. Papel Transfer INNEO A4 Papel Transfer INNEO A3 Transfer pronto 500 R$ 540,00 R$ 540, R$ 145,00 R$ 145,00 50 R$ 145,00 R$ 145,00 12 X 10 R$ 6,50 R$ 65,00 Diversas estampas Transfer pronto Pacote c/ 06 und. R$ 15,00 R$ 150,00 diversos AP 17 Black Pearl (10Pacotes) 10 Mts. linear R$ 35,00 R$ 350,00 50X100cm/Plotter TOTAL R$ 5.832,04 B CAPITAL DE GIRO DESCRIÇÃO TOTAL Reserva de Caixa R$ 20.00,00 Investimentos Financeiros Total A - Estoque Inicial R$ 5.832,04 B - Capital de Giro R$ 20.00,00 Total dos Investimentos Financeiros (A +B) R$ ,04 26

27 5.1.3 ESTIMATIVA DOS INVESTIMENTOS PRÉ-OPERACIONAIS Investimentos Pré-Operacionais Total Despesas de legalização R$ 850,00 Obras / Reformas R$ 2.000,00 Divulgação R$ 3.000,00 Cursos e Treinamentos Oferecido pelo fabricante Outras Despesas XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX TOTAL R$ 5.850, ESTIMATIVA DO INVESTIMENTO TOTAL DESCRIÇÃO TOTAL 1. Estimativa dos Investimentos Fixos R$ ,50 2. Estimativa dos Investimentos financeiros. 3. Estimativa dos Investimentos Pré- Operacionais R$ ,04 R$ 5.850,00 TOTAL (1+2+3). R$ ,54 27

28 5.2 ESTIMATIVA DO FATURAMENTO MENSAL DA EMPRESA Produto/Serviço Quantidade (Estimativa de). Preço de Venda Unitário Faturamento Total (Vendas) X = Internet 1250 Hs/ Mês. R$ 2,50 R$ 3.125,00 Impressão Imp/ Mês R$ 2,00 R$ 4.000,00 Color Impressão P&B Imp/ Mês R$ 0,25 R$ 750,00 Encadernação 210/ Mês R$ 3,50 R$ 735,00 Espiral. Encadernação 150/ Mês R$ 6,00 R$ 900,00 Wire-o Plastificação 50/ Mês R$ 2,00 (Média) R$ 100,00 Impressão 100/ Mês R$ 15,00 R$ 150,00 Camiseta Cópia P&B / Mês R$ 0,15 R$ 3.750,00 Recarga de Cartucho P&B 150/ Mês R$ 8,00 R$ 1.200,00 Recarga color 100/ Mês R$ 15,00 R$ 1.500,00 Cartão PVC Com Tarja e ou Cód. De barra. 500/ Mês R$ 3,50 R$ 1.750,00 TOTAL R$ ,00 28

29 5.3 APURAÇÃO DOS CUSTOS COM MATERIAIS Produto/Serviço Estimativa de vendas em Unidades X Custo Unitário CMV = Horas Net 1250 Hs/mês R$ 0,65 R$ 812,50 Impressão Color 2.000/M R$ 0,3874 R$ 774,80 Impressão P&B 3.000/M R$ 0,0246 R$ 73,80 Encadernação Espiral Encadernação Wire-o 210 R$ 0,451 R$ 94, R$ 0,88 R$ 132,00 Plastificação 50 R$ 0,556 R$ 27,80 Impressão de camiseta 100 R$ 8,00 R$ 800,00 Cópia P&B R$ 0,0246 R$ 615,00 Recarga cartucho P&B Recarga cartucho Color Cartão PVC com tarja magnética e ou código de barras 150/Mês R$ 1,31 R$ 196,50 100/Mês R$ 1,31 R$ 131,00 500/Mês R$ 1,0068 R$ 503,40 TOTAL R$ 4.161,51 29

30 5.4 ESTIMATIVA DOS CUSTOS COM COMERCIALIZAÇÃO Descrição % X Faturamento Estimado = 1. Impostos R$ ,00 Simples 8,25 R$ 1.485,00 ICMS 12 R$ 2.160,00 ISS 5 R$ 900,00 Custo Total Sub-Total 1 25,25 R$ 4.545,00 2. Gasto com Vendas Comissões Propaganda 5 R$ 750,00 Juros Sub-Total 2 R$ 750,00 TOTAL (SUB- TOTAL 1+2) 30, R$ 5.295,00 R$ 5.295,00 30

31 5.5 ESTIMATIVA DOS CUSTOS COM MÃO DE OBRA FUNÇÃO Nº DE EMPREGADOS x SALÁRIO MENSAL = TOTAL 1.Arte Final 01 R$ 584,00 R$ 584,00 2. Estagiário Aprendiz 01 R$ 415,00 R$ 415,00 TOTAL DOS SALÁRIOS ENCARGOS SOCIAIS % TOTAL DO CUSTO COM MÃO DE OBRA R$ 999,00 62,87 R$ 628,07 R$ 1.627,07 31

32 5.6 ESTIMATIVA DOS CUSTOS COM DEPRECIAÇÃO ATIVOS FIXOS Máquinas e Equipamentos VALOR DO BEM / VIDA ÚTIL (EM ANOS) = DEPRECIAÇÃO ANUAL /12 = DEPRECIAÇÃO MENSAL R$ ,50 10 anos R$ 6.298,15 R$ 524,84 Computadores R$ ,00 03 anos R$ 4.260,00 R$ 355,00 Móveis R$ 5.990,00 10 anos R$ 599,00 R$ 49,91 TOTAL R$ 929,75 32

33 5.7 ESTIMATIVA DOS CUSTOS FIXOS MENSAIS DESCRIÇÃO Aluguel/Condomínio/Taxas R$ 900,00 Condomínio IPTU Água R$ 50,00 Energia elétrica R$ 600,00 Telefone + Internet R$ 160,00 Honorários do contador R$ 412,00 CUSTO TOTAL MENSAL XXXXXXXXXXXXXXXX Pró-Labore R$ 1.500,00 Manutenção dos equipamentos Salários + Encargos R$ 1.698,50 Material de limpeza R$ 50,00 Material de escritório R$ 50,00 Depreciação R$ 929,75 Outros/ Manutenção Micros R$ 200,00 XXXXXXXXXXXXXXXXXX Equipamentos na garantia (12 Meses em média) TOTAL R$ 6.550,25 33

34 5.8 DEMONSTRATIVO DE RESULTADOS QUADRO DESCRIÇÃO $ % Receita total com vendas R$ , Custos variáveis Totais (-) Custo com materiais 5.5 item (-) Impostos sobre vendas 5.5 item (-) Gastos com vendas Subtotal de 2 ( ) 3. Margem de contribuição (1-2) Custos fixos totais 5. Lucro/Prejuízo líquido (3-4) R$ 4.161,51 23,11 R$ 4.545,00 25,25 R$ 750,00 4,16 R$ 9.456,51 52,53 R$ 8.543,49 47,46 R$ 6.550,25 36,39 R$ 1.993,24 11,07 34

35 5.9 INDICADORES DE VIABILIDADE PONTO DE EQUILÍBRIO A) Ponto de Equilíbrio Faturamento IMC = MC (Receita Total Custo variável total) (Receita Total) IMC = , , ,00 IMC = 0,47 PE Faturamento = (Custo fixo total) (IMC) PE Faturamento = 6.550,25 0,47 PE Faturamento = R$ ,70 Isto quer dizer que a empresa precisará vender R$ ,70(Treze Mil, Novecentos e Trinta e Seis Reais e Setenta Centavos) durante o mês para atingir o seu ponto de equilíbrio, isto é, cobrir todos os custos. 35

36 5.9.2 LUCRATIVIDADE Lucratividade = (Lucro Líquido) X 100 (Receita Total) Lucratividade = (1.993,24) x ,00 Lucratividade = 11,07% Ao mês. Isto quer dizer que sob os R$ ,00 de receita total sobram R$ 1.993,24 ao mês na forma de lucro, depois de pagas todas as despesas e impostos, o que indica uma lucratividade de 11,07% ao mês RENTABILIDADE Rentabilidade = (Lucro Líquido) (Investimento Total) Rentabilidade Mensal =(1.993,24) X 100 ( ,54) Rentabilidade mensal = 1,94% a/m. Rentabilidade anual = 12x 1,94 = 23,31% a/a. Isto quer dizer que, a cada ano, a empresa recupera 23,31% do valor investido sob forma de lucro. 36

37 5.9.4 PRAZO DE RETORNO DO INVESTIMENTO Prazo de retorno do investimento = (Investimento total) (Lucro Líquido Anual) PRI = ( ,54) (23.918,88) Prazo de Retorno do Investimento = 4,3 anos. Isto quer dizer que, Quatro anos e três meses após o início das atividades da empresa o empreendedor terá recuperado, sob forma de lucro, tudo o que gastou com a montagem do negócio. 37

38 6. CONSIDERAÇÕES FINAIS O Boletim Estatístico de Micro e Pequenas Empresas, divulgado pelo SEBRAE com indicadores básicos sobre a evolução da economia brasileira de 1994 a 2004 têm como objetivo fornecer subsídios para o acompanhamento do desempenho das MPE no contexto econômico do período. A leitura dos dados deixa claro que as Micro e Pequenas Empresas (MPES) têm contribuído de forma bastante significativa para o crescimento da economia brasileira. O número de microempresas no Brasil entre 1996/2002 teve um crescimento de 55,8%, passando de para mil empresas, o número total de pessoas ocupadas cresceu 44,9%, quanto à participação na massa total de salários, passou de 7,3% em 1996, para 10,3% em Na Pesquisa Anual de Serviços PAS - são considerados como Serviços de informação as atividades de telecomunicações, informática, serviços audiovisuais e agências de notícias e jornalismo. São serviços que produzem, processam e comunicam informações. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, (IBGE), a Pesquisa Anual de Serviços PAS - revela que dos de serviços de informação o segmento de informática foi responsável por 20,3% do total da receita gerada pelo conjunto dos serviços de informação, que vem se expandindo desde a década passada, com alto índice de atualização tecnológica e diversificação de produtos e serviços, destacando-se ainda pelo total de pessoas ocupadas, salários e outras remunerações e no número de empresas do total das empresas que prestam serviços de informação. 1 Este segmento obteve a maior participação no total de pessoas ocupadas (59,4%), nos salários e outras remunerações (49,5%) e no número de empresas (82,7%) do total das empresas que prestam serviços de informação. 1 Gráfico. Participação das atividades no segmento de serviços de informação Brasil Tabela 3 Receita operacional liquida média, produtividade, salário médio mensal, média de pessoal ocupado por empresa, segundo atividades do setor de serviços de informação Brasil

39 Tabela - Receita operacional líquida média, produtividade, salário médio mensal, média de pessoal ocupado por empresa, segundo atividades dos serviços de informação - Brasil Atividades Dos serviços de informação Receita operacional Líquida média R$ Produtividade (1) R$ Salário médio mensal (saláriomínimo) (2) Total 430,3 53,7 3,1 08 Serviços de 2.073,5 270,2 7,6 08 informação Telecomunicações ,2 945,7 12,6 49 Atividades de 509,3 92,4 6,3 06 informática Serviços 1.955,9 167,1 6,5 12 audiovisuais Agências de notícias e serviços de jornalismo 773,6 138,0 14,0 06 Fonte: IBGE. Pesquisa Anual de Serviços Média de pessoal ocupado por empresa A PAS 2005 revela: A Classificação Nacional de Atividades Econômicas CNAE - passou por alterações que implicaram em agregações e desagregações de alguns códigos. Essas mudanças, que foram incorporadas a partir da PAS 2003 foram necessárias para atualizar as atividades com base nos produtos e serviços, bem como para retratar as características específicas de um determinado segmento econômico. A PAS 2005 Confirma a tendência de crescimento dos serviços de informação, o segmento de atividades de informática foi o que mais alterações e agregações sofreram. Os Serviços de informação, que representam as atividades de telecomunicações, informática, audiovisual, jornalismo e as agências de notícias, geraram R$ 133,6 bilhões, 29,7% do total estimado da receita operacional líquida, em A atividade de informática foi responsável por 21,1% do total da receita operacional líquida gerada pelos Serviços de informação. Este segmento obteve a maior participação no total de pessoas ocupadas (61,2%), nos salários, retiradas e outras remunerações (52,4%) e no número de empresas (82,2%) do total dos Serviços de informação. A relação entre o valor adicionado e o consumo 39

40 intermediário foi 173,8%, contra 99,0% do total do setor, ficando atrás, apenas, das empresas de agências de notícias e serviços de jornalismo (205,1%). Os Serviços de informação apresentaram a maior média salarial mensal do setor, com 9,8 salários mínimos, em 2000, e 7,2 salários mínimos, em A média do total do setor de serviços foi de 3,9 salários mínimos e 2,9 salários mínimos, respectivamente, nos mesmos anos pesquisados. Este segmento obteve a maior produtividade do setor de serviços, alcançando R$ 78,4 mil e R$ 136,0 mil, nos respectivos anos. Estes valores foram superiores aos encontrados nos demais segmentos e no total da produtividade dos Serviços, que atingiram R$ 20,2 mil, em 2000, e R$ 31,9 mil, em 2005.Os Serviços de informação também apresentaram o maior resultado para o indicador receita média. Alcançaram R$ 1 681,0 mil, em 2000, e R$ 2 282,0 mil, em 2005, contra R$ 312,9 mil e R$ 483,3 mil, nos mesmos anos, para o total do setor de Serviços. Segundo o IBGE, quanto à participação das regiões no número de empresas do setor de serviços não financeiros 2000/2005. As regiões Centro-Oeste e Nordeste foram as que obtiveram o maior ganho relativo, 0,8% e 0,9% respectivamente. Os Serviços de informação pagaram os maiores salários médios, de todas as regiões, nos dois anos analisados, devido à alta qualificação dos trabalhadores. Os valores ficaram acima da média do Brasil. O Nordeste ganhou participação no total de pessoal ocupado no setor de serviços no Brasil, passando de 12,7%, em 2000, para 13,3%, em Em 2005, a Bahia apresentou a maior proporção de pessoal ocupado nos serviços, 4,2% do total do País, seguida de Pernambuco (3,0%) e Ceará (2,4%). 40

PLANO DE NEGÓCIOS W ARTE "SERRALHARIA E ESQUADRIA RAPOSÃO" Empreendedor(a): WALBER MACEDO DOS SANTOS

PLANO DE NEGÓCIOS W ARTE SERRALHARIA E ESQUADRIA RAPOSÃO Empreendedor(a): WALBER MACEDO DOS SANTOS PLANO DE NEGÓCIOS W ARTE "SERRALHARIA E ESQUADRIA RAPOSÃO" Empreendedor(a): WALBER MACEDO DOS SANTOS Maio/2013 SUMÁRIO 1 SUMÁRIO EXECUTIVO 1.1 Resumo dos principais pontos do plano de negócio 1.2 Empreendedores

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS FRALDAS QUARESMA "FRALDAS DESCARTAVEIS" Empreendedor(a): FLÁVIO QUARESMA DE LIMA SILVA

PLANO DE NEGÓCIOS FRALDAS QUARESMA FRALDAS DESCARTAVEIS Empreendedor(a): FLÁVIO QUARESMA DE LIMA SILVA PLANO DE NEGÓCIOS FRALDAS QUARESMA "FRALDAS DESCARTAVEIS" Empreendedor(a): FLÁVIO QUARESMA DE LIMA SILVA Fevereiro/2013 SUMÁRIO 1 SUMÁRIO EXECUTIVO 1.1 Resumo dos principais pontos do plano de negócio

Leia mais

COMO ELABORAR UM PLANO DE NEGÓCIOS

COMO ELABORAR UM PLANO DE NEGÓCIOS OFICINA EMPRESARIAL COMO ELABORAR UM PLANO DE NEGÓCIOS - ATENDIMENTO COLETIVO - 01 Como tudo começou... Manuais da série Como elaborar Atividade 02 Por que as empresas fecham? Causas das dificuldades e

Leia mais

ELABORACAO DE PLANO DE NEGÓCIOS.

ELABORACAO DE PLANO DE NEGÓCIOS. ELABORACAO DE PLANO DE NEGÓCIOS. Resumo efetuado a partir do Manual Como Elaborar um plano de negócios SEBRAE/ 2013 Profa. Célia Regina Beiro da Silveira ESTRUTURA DO PLANO DE NEGÓCIOS PARA O 1º CONCURSO

Leia mais

Disciplina: Constituição de Novos Empreendimentos AULA 9

Disciplina: Constituição de Novos Empreendimentos AULA 9 Disciplina: Constituição de Novos Empreendimentos Disciplina: Constituição de Novos Empreendimentos AULA 9 AULA 9 Assunto: Plano Financeiro (V parte) Prof Ms Keilla Lopes Mestre em Administração pela UFBA

Leia mais

1. SUMÁRIO EXECUTIVO... 4 1.1 - Descrição do Projeto... 4 1.2 - Dados dos Empreendedores, Perfis e Atribuições... 6 2. APRESENTAÇÃO DA EMPRESA...

1. SUMÁRIO EXECUTIVO... 4 1.1 - Descrição do Projeto... 4 1.2 - Dados dos Empreendedores, Perfis e Atribuições... 6 2. APRESENTAÇÃO DA EMPRESA... 1. SUMÁRIO EXECUTIVO... 4 1.1 - Descrição do Projeto... 4 1.2 - Dados dos Empreendedores, Perfis e Atribuições... 6 2. APRESENTAÇÃO DA EMPRESA... 7 2.1 - Dados do Empreendimento... 7 2.2 - Setor de Atividade...

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS POUSADA BOUGAINVILLE "EDNA MARIA" Empreendedor(a): EDNA MARIA DE OLIVEIRA

PLANO DE NEGÓCIOS POUSADA BOUGAINVILLE EDNA MARIA Empreendedor(a): EDNA MARIA DE OLIVEIRA PLANO DE NEGÓCIOS POUSADA BOUGAINVILLE "EDNA MARIA" Empreendedor(a): EDNA MARIA DE OLIVEIRA Dezembro/2013 SUMÁRIO 1 SUMÁRIO EXECUTIVO 1.1 Resumo dos principais pontos do plano de negócio 1.2 Empreendedores

Leia mais

Plano de Negócio. (Projeto de Viabilidade Econômica) Escritório de Contabilidade na Cidade de Marialva

Plano de Negócio. (Projeto de Viabilidade Econômica) Escritório de Contabilidade na Cidade de Marialva Plano de Negócio (Projeto de Viabilidade Econômica) Escritório de Contabilidade na Cidade de Marialva Caracterização do Empreendimento Trata o presente de análise de viabilidade de mercado e de viabilidade

Leia mais

7. Viabilidade Financeira de um Negócio

7. Viabilidade Financeira de um Negócio 7. Viabilidade Financeira de um Negócio Conteúdo 1. Viabilidade de um Negócios 2. Viabilidade Financeira de um Negócio: Pesquisa Inicial 3. Plano de Viabilidade Financeira de um Negócio Bibliografia Obrigatória

Leia mais

ANEXO I FICHA DE INSCRIÇÃO

ANEXO I FICHA DE INSCRIÇÃO ANEXO I FICHA DE INSCRIÇÃO CATEGORIAS TÉCNICO TECNÓLOGO TEMAS LIVRE INCLUSÃO SOCIAL COOPERATIVISMO 1. DADOS DA INSTITUIÇÃO 1.1 Nome da Instituição 1.2 Nome do Reitor(a)/Diretor(a)-Geral/Diretor(a) 1.3

Leia mais

ROTEIRO DO PLANO DE NEGÓCIOS. 1. Sumário Executivo. Objetivos Missão Fatores-Chave de Sucesso. 2. Sumário da Empresa. 2.1 Composição da Sociedade

ROTEIRO DO PLANO DE NEGÓCIOS. 1. Sumário Executivo. Objetivos Missão Fatores-Chave de Sucesso. 2. Sumário da Empresa. 2.1 Composição da Sociedade ROTEIRO DO PLANO DE NEGÓCIOS 1. Sumário Executivo Objetivos Missão Fatores-Chave de Sucesso 2. Sumário da Empresa 2.1 Composição da Sociedade Perfil Individual dos sócios, experiência, formação, responsabilidades

Leia mais

OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO FACILIDADES EMPRESARIAIS - ESCRITÓRIO VIRTUAL

OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO FACILIDADES EMPRESARIAIS - ESCRITÓRIO VIRTUAL OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO FACILIDADES EMPRESARIAIS - ESCRITÓRIO VIRTUAL 2009 SEBRAE-DF Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Distrito Federal. Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta

Leia mais

Circular de Oferta 5102/ sto Ago

Circular de Oferta 5102/ sto Ago Circular de Oferta Agosto / 2015 Índice Introdução 03 Quem Somos 04 Como funciona o negócio 05 Vantagens de ser constituir uma agência 06 Produtos e serviços 07 Ferramentas de apoio 08 Atividades desempenhadas

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO DE EMPRESAS PARA INCUBAÇÃO. Modalidade Associada

PROCESSO DE SELEÇÃO DE EMPRESAS PARA INCUBAÇÃO. Modalidade Associada Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul PROCESSO DE SELEÇÃO DE EMPRESAS PARA INCUBAÇÃO Modalidade Associada Incubadora Multissetorial de Empresas de Base Tecnológica e Inovação da PUCRS RAIAR

Leia mais

Geisilane dos Santos Silva Mat: 05010005401 Maria Auxiliadora Conceição Mat: 05010007101

Geisilane dos Santos Silva Mat: 05010005401 Maria Auxiliadora Conceição Mat: 05010007101 UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS FACULDADE DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTO EMPRESARIAL PROFESSOR: HÉBER LAVOR MOREIRA Geisilane dos Santos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS FACULDADE DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS. Cleber Alcir Tavares Baía 06117000601

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS FACULDADE DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS. Cleber Alcir Tavares Baía 06117000601 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS FACULDADE DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Cleber Alcir Tavares Baía 06117000601 Pedro Elildo da Silva Lima 07117000701 Estudo da Viabilidade

Leia mais

Maria Tereza da Silva Santos. Confecção - Exemplo. Elaborado por: Plano de Negócio - Exemplos

Maria Tereza da Silva Santos. Confecção - Exemplo. Elaborado por: Plano de Negócio - Exemplos Maria Tereza da Silva Santos Confecção - Exemplo Elaborado por: Plano de Negócio - Exemplos Data criação: 09/01/2014 14:36 Data Modificação: 21/02/2014 14:36 Tipo Empresa: Empresa nascente 1 - Sumário

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS Faça você mesmo

PLANO DE NEGÓCIOS Faça você mesmo PLANO DE NEGÓCIOS Faça você mesmo INTRODUÇÃO É um instrumento que visa estruturar as principais concepções e alternativas para uma análise correta de viabilidade do negócio pretendido, proporcionando uma

Leia mais

Entendendo custos, despesas e preço de venda

Entendendo custos, despesas e preço de venda Demonstrativo de Resultados O empresário e gestor da pequena empresa, mais do que nunca, precisa dedicar-se ao uso de técnicas e instrumentos adequados de gestão financeira, para mapear a situação do empreendimento

Leia mais

1º CONCURSO EMPREENDEDORISMO SOCIAL COM TI: Edital

1º CONCURSO EMPREENDEDORISMO SOCIAL COM TI: Edital 1º CONCURSO EMPREENDEDORISMO SOCIAL COM TI: Edital As disposições deste edital visam regular a 1ª edição do Concurso Empreendedorismo Social com TI, realizado pelo LAboratory for Research on Visual Applications

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS CASTELO BRANCO CONSULTORIA E ASSESSORIA CONTÁBIL LTDA

PLANO DE NEGÓCIOS CASTELO BRANCO CONSULTORIA E ASSESSORIA CONTÁBIL LTDA Felipe Pedroso Castelo Branco Cassemiro Martins PLANO DE NEGÓCIOS CASTELO BRANCO CONSULTORIA E ASSESSORIA CONTÁBIL LTDA Belo Horizonte 2011 Felipe Pedroso Castelo Branco Cassemiro Martins PLANO DE NEGÓCIOS

Leia mais

Plano de negócio. Conceitos, Importância e estrutura Aula 6

Plano de negócio. Conceitos, Importância e estrutura Aula 6 Plano de negócio Conceitos, Importância e estrutura Aula 6 Estrutura do plano de negócio Capa Sumário 1. Sumário executivo 2. Analise estratégica 3. Descrição da empresa 4. Produtos e serviços 5. Plano

Leia mais

Guia definitivo de ferramentas de Planejamento para Micro Empreendedores Individuais

Guia definitivo de ferramentas de Planejamento para Micro Empreendedores Individuais Guia definitivo de ferramentas de Planejamento para Micro Empreendedores Individuais Introdução O Brasil já tem 4,7 milhões de microempreendedores individuais, segundo dados de janeiro de 2015 da Receita

Leia mais

5 Plano Financeiro. Investimento total. investimentos fixos; capital de giro; investimentos pré-operacionais. 5.1 Estimativa dos investimentos fixos

5 Plano Financeiro. Investimento total. investimentos fixos; capital de giro; investimentos pré-operacionais. 5.1 Estimativa dos investimentos fixos 5 Plano Financeiro Investimento total Nessa etapa, você irá determinar o total de recursos a ser investido para que a empresa comece a funcionar. O investimento total é formado pelos: investimentos fixos;

Leia mais

COMO ADMINISTR OS CUSTOS DE SUA EMPRESA

COMO ADMINISTR OS CUSTOS DE SUA EMPRESA 45 AR COMO ADMINISTR OS CUSTOS DE SUA EMPRESA 1 A série SAIBA MAIS esclarece as dúvidas mais frequentes dos empresários atendidos pelo SEBRAE nas mais diversas áreas: organização empresarial, finanças,

Leia mais

CONCEITOS BÁSICOS DE ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA

CONCEITOS BÁSICOS DE ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA January, 99 1 CONCEITOS BÁSICOS DE ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA Paulo César Leite de Carvalho 1. INTRODUÇÃO A administração financeira está estritamente ligada à Economia e Contabilidade, e pode ser vista

Leia mais

APURAÇÃO DO LUCRO LÍQUIDO NO COMÉRCIO

APURAÇÃO DO LUCRO LÍQUIDO NO COMÉRCIO 04 APURAÇÃO DO LUCRO LÍQUIDO NO COMÉRCIO A série SAIBA MAIS esclarece as dúvidas mais frequentes dos empresários atendidos pelo SEBRAE nas mais diversas áreas: organização empresarial, finanças, marketing,

Leia mais

Apuração do lucro líquido no comércio Edição de bolso

Apuração do lucro líquido no comércio Edição de bolso 01 Apuração do lucro líquido no comércio Edição de bolso A série SAIBA MAIS esclarece as dúvidas mais frequentes dos empresários atendidos pelo SEBRAE-SP nas seguintes áreas: Organização Empresarial Finanças

Leia mais

Sobre as Franquias Honing Brasil A Honing Brasil é a marca de roupa masculina inspirada no Hóquei no Gelo canadense. A paixão dos canadenses por este esporte e a garra de seus praticantes inspiram a Honing,

Leia mais

EMPRESA: MBX Mariscos Belém Ltda.

EMPRESA: MBX Mariscos Belém Ltda. UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS FACULDADE DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS DANIEL AUGUSTO MENDES REGO 0601003701 GEORGE ANTONIO DE BRITO MELO 06010008901 EMPRESA: MBX Mariscos

Leia mais

Empreendedorismo de Negócios com Informática

Empreendedorismo de Negócios com Informática Empreendedorismo de Negócios com Informática Aula 6 Plano de Negócios Empreendedorismo de Negócios com Informática - Plano de Negócios 1 Conteúdo Sumário Executivo Apresentação da Empresa Plano de Marketing

Leia mais

Plano de Negócio (Projeto de Viabilidade Econômica) Loja de Roupas Femininas na cidade de Marialva

Plano de Negócio (Projeto de Viabilidade Econômica) Loja de Roupas Femininas na cidade de Marialva Plano de Negócio (Projeto de Viabilidade Econômica) Loja de Roupas Femininas na cidade de Marialva Caracterização do Empreendimento Trata o presente de análise de viabilidade de mercado e de viabilidade

Leia mais

Contabilidade Gerencial

Contabilidade Gerencial UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO DIOGO WILLAVIAN MACIEL DANTAS KARLA ARAÚJO OLÍVIO Contabilidade Gerencial NEGÓCIO: SMART CYBER Belém PA 2010

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS INTRODUÇÃO

PLANO DE NEGÓCIOS INTRODUÇÃO PLANO DE NEGÓCIOS INTRODUÇÃO É um instrumento que visa estruturar as principais concepções e alternativas para uma análise correta de viabilidade do negócio pretendido, proporcionando uma avaliação antes

Leia mais

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO Competitividade Perenidade Sobrevivência Evolução Orienta na implantação e no desenvolvimento de seu negócio de forma estratégica e inovadora. O que são

Leia mais

Unidade II Orçamento Empresarial. Profª Msc Mary Wanyza Disciplina : Orçamento

Unidade II Orçamento Empresarial. Profª Msc Mary Wanyza Disciplina : Orçamento Unidade II Orçamento Empresarial Profª Msc Mary Wanyza Disciplina : Orçamento Referências Bibliográficas Fundamentos de Orçamento Empresarial Coleção resumos de contabilidade Vol. 24 Ed. 2008 Autores:

Leia mais

Recebíveis. Antecipação de Crédito Lojista ACL. BB Giro Cartões. BB Giro Recebíveis. Desconto de Cheques. Desconto de Títulos

Recebíveis. Antecipação de Crédito Lojista ACL. BB Giro Cartões. BB Giro Recebíveis. Desconto de Cheques. Desconto de Títulos Atualizada em 29/04/2015 Capital de Giro BB Capital de Giro Mix Pasep Recebíveis Antecipação de Crédito Lojista ACL Financiamento de Investimentos BB Crédito Empresa BB Giro Empresa Flex BB Giro Cartões

Leia mais

FINANÇAS A B C D A R$ 24.000,00. B R$ 12.000,00. C R$ 2.000,00. D R$ 0,00.

FINANÇAS A B C D A R$ 24.000,00. B R$ 12.000,00. C R$ 2.000,00. D R$ 0,00. ESPE/Un SERE 2013 Nas questões a seguir, marque, para cada uma, a única opção correta, de acordo com o respectivo comando. Para as devidas marcações, use a Folha de Respostas, único documento válido para

Leia mais

1 - Por que a empresa precisa organizar e manter sua contabilidade?

1 - Por que a empresa precisa organizar e manter sua contabilidade? Nas atividades empresariais, a área financeira assume, a cada dia, funções mais amplas de coordenação entre o operacional e as expectativas dos acionistas na busca de resultados com os menores riscos.

Leia mais

PizzarIFSC - Pizzaria IFSC. Pizzaria IFSC. Elaborado por: Edson Watanabe. Data criação: 25/04/2011 21:04 Data Modificação: 07/12/2011 11:40

PizzarIFSC - Pizzaria IFSC. Pizzaria IFSC. Elaborado por: Edson Watanabe. Data criação: 25/04/2011 21:04 Data Modificação: 07/12/2011 11:40 PizzarIFSC - Pizzaria IFSC Pizzaria IFSC Elaborado por: Edson Watanabe Data criação: 25/04/2011 21:04 Data Modificação: 07/12/2011 11:40 Tipo Empresa: Empresa nascente 1 - Sumário Executivo 1.1 - Resumo

Leia mais

SELEÇÃO DE EMPRESAS PARA INCUBAÇÃO NA MODALIDADE ASSOCIADA

SELEÇÃO DE EMPRESAS PARA INCUBAÇÃO NA MODALIDADE ASSOCIADA SELEÇÃO DE EMPRESAS PARA INCUBAÇÃO NA MODALIDADE ASSOCIADA EDITAL 04/2009 IDÉIA FLUXO CONTÍNUO INCUBADORA MULTI-SETORIAL DE BASE TECNOLÓGICA E INOVAÇÃO Novembro de 2009. PROCESSO DE SELEÇÃO DE EMPRESAS

Leia mais

Eline Cristina Miranda 0501006001. Administração Financeira e Orçamentária

Eline Cristina Miranda 0501006001. Administração Financeira e Orçamentária UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS FACULDADE DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS BACHARELADO EM CIENCIAS CONTÁBEIS PROF: HÉBER LAVOR MOREIRA Eline Cristina Miranda 0501006001 Administração

Leia mais

Consultoria, Assessoria e Desenvolvimento em Gestão de Projetos

Consultoria, Assessoria e Desenvolvimento em Gestão de Projetos OUTSOURCI NG Oferece tercerização de processos de negócios e alocação de recursos especializados nas áreas de tecnologia da informação, desenvolvimento e gerenciamento de projetos. Consultoria, Assessoria

Leia mais

ANEXO 28c MODELO DE PLANO DE NEGÓCIOS - PINS SOLIDÁRIO. Identificação

ANEXO 28c MODELO DE PLANO DE NEGÓCIOS - PINS SOLIDÁRIO. Identificação ANEXO 28c MODELO DE PLANO DE NEGÓCIOS - PINS SOLIDÁRIO Nome da Entidade Identificação Razão Social CGC/CNPJ Inscrição Estadual Inscrição Municipal Descreva as Pricipais Atividades Desenvolvidas pela Entidade

Leia mais

FORUM DO IMPACTO DA CRISE NA MICRO, PEQUENA E MÉDIA INDÚSTRIA

FORUM DO IMPACTO DA CRISE NA MICRO, PEQUENA E MÉDIA INDÚSTRIA FORUM DO IMPACTO DA CRISE NA MICRO, PEQUENA E MÉDIA INDÚSTRIA LINHAS DE FINANCIAMENTO E ACESSO AO CRÉDITO PARA MICRO, PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SÃO PAULO 13 / 4 / 09 ACESSO AO CRÉDITO PARA AS MICROS E

Leia mais

CONHEÇA A NOSSA EMPRESA >>

CONHEÇA A NOSSA EMPRESA >> CONHEÇA A NOSSA EMPRESA >> Para se candidatar a Vaga de Promotor(a) iremos dividir por etapas a apresentação e o treinamento: Primeira Etapa: 1. Apresentação da Empresa e seus Canais de Vendas 2. Apresentação

Leia mais

OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO E-COMMERCE - FLORICULTURA VIRTUAL

OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO E-COMMERCE - FLORICULTURA VIRTUAL OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO E-COMMERCE - FLORICULTURA VIRTUAL 2009 SEBRAE-DF Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Distrito Federal. Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação

Leia mais

ANEXO 2 MANUAL DE ORIENTAÇÕES PARA O PARTICIPANTE

ANEXO 2 MANUAL DE ORIENTAÇÕES PARA O PARTICIPANTE ANEXO 2 MANUAL DE ORIENTAÇÕES PARA O PARTICIPANTE 1. APRESENTAÇÃO Abaixo estão as principais informações que você precisa saber sobre o 7º Concurso Estadual de Planos de Negócio para Universitários SEBRAE/SC.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CENTRO SÓCIO-ECONÔMICO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CENTRO SÓCIO-ECONÔMICO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CENTRO SÓCIO-ECONÔMICO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Estudo da viabilidade econômico-financeira de uma Sociedade Empresária Limitada Distribuidora de Bebidas, na categoria

Leia mais

Controles financeiros Edição de bolso

Controles financeiros Edição de bolso 03 Controles financeiros Edição de bolso A série SAIBA MAIS esclarece as dúvidas mais frequentes dos empresários atendidos pelo SEBRAE-SP nas seguintes áreas: Organização Empresarial Finanças Marketing

Leia mais

INSTRUMENTO DE APOIO GERENCIAL

INSTRUMENTO DE APOIO GERENCIAL INSTRUMENTO DE APOIO GERENCIAL 0405 05 IDENTIFICAÇÃO: Título: ORÇAMENTO EMPRESARIAL Atributo: ADMINISTRAÇÃO EFICIENTE Processo: PLANEJAMENTO E CONTROLE ORÇAMENTÁRIO O QUE É : É um instrumento de planejamento

Leia mais

Plano de Negócios. Fast Break

Plano de Negócios. Fast Break Plano de Negócios Fast Break Aislan Amadio 1 José Marcio Alves Thomé 2 Valéria Figueiredo 3 Vagner Roberto da Costa 4 Maria Eliza Zandarim 5 Resumo O presente estudo tem como objetivo demonstrar e de estruturar

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIO. Roteiro Financeiro. Prof. Fábio Fusco

PLANO DE NEGÓCIO. Roteiro Financeiro. Prof. Fábio Fusco PLANO DE NEGÓCIO Roteiro Financeiro Prof. Fábio Fusco ANÁLISE FINANCEIRA INVESTIMENTO INICIAL O investimento inicial expressa o montante de capital necessário para que a empresa possa ser criada e comece

Leia mais

O caso da loja de confecção da dona Marieta da Modda

O caso da loja de confecção da dona Marieta da Modda GESTÃO FINANCEIRA Quando temos problemas de saúde procuramos um médico, sendo ele clínico geral ou especialista, conforme o caso. Normalmente, selecionamos um médico bastante conhecido e com boas referências

Leia mais

Tema Nº 3 Primeiros Passos

Tema Nº 3 Primeiros Passos Tema Nº 3 Primeiros Passos Habilidades a Desenvolver: Reconhecer as etapas iniciais do empreendedorismo. Analisar o tipo de negócio, bem como sua viabilidade e demandas de recursos de novos empreendimentos.

Leia mais

Aula 2 Assunto: Modelos para Plano de Negócios

Aula 2 Assunto: Modelos para Plano de Negócios DISCIPLINA: Gestão Empresarial Aula 2 Assunto: Modelos para Plano de Negócios Prof Ms Keilla Lopes Mestre em Administração pela UFBA Especialista em Gestão Empresarial pela UEFS Graduada em Administração

Leia mais

GESTOR FINANCEIRO DR. MARIDO

GESTOR FINANCEIRO DR. MARIDO GESTOR FINANCEIRO DR. MARIDO Progressão Anual Receitas Receitas Comissão de Serviços Terceirizados (Orçamentos) 6.000,00 8.000,00 12.000,00 8.000,00 12.000,00 15.000,00 15.000,00 R$ 76.000,00 Serviços

Leia mais

SISTEMAS DE NEGÓCIOS B) INFORMAÇÃO GERENCIAL

SISTEMAS DE NEGÓCIOS B) INFORMAÇÃO GERENCIAL 1 SISTEMAS DE NEGÓCIOS B) INFORMAÇÃO GERENCIAL 1. SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL (SIG) Conjunto integrado de pessoas, procedimentos, banco de dados e dispositivos que suprem os gerentes e os tomadores

Leia mais

Trabalho de Conclusão de Curso - TCC. Graduação em Administração

Trabalho de Conclusão de Curso - TCC. Graduação em Administração Trabalho de Conclusão de Curso - TCC Graduação em Administração Educação Presencial 2011 1 Trabalho de Conclusão de Curso - TCC O curso de Administração visa formar profissionais capacitados tanto para

Leia mais

VALORES MISSÃO. "Ética nos negócios e no relacionamento com nossos colaboradores, comprometimento e transparência com nossos clientes e parceiros".

VALORES MISSÃO. Ética nos negócios e no relacionamento com nossos colaboradores, comprometimento e transparência com nossos clientes e parceiros. Media Kit 2015 A DRT Brasil é inovadora quando o assunto é Comunicação e Publicidade Digital, além de ser uma empresa jovem e arrojada em seus projetos. Iniciou suas operações com muito otimismo e trabalho,

Leia mais

Grupo Educacional UNIS - MG

Grupo Educacional UNIS - MG 1º CONCURSO NEUNIS DE PLANOS DE NEGÓCIO PARA UNIVERSITÁRIOS 2014 1 REALIZAÇÃO: UNIS/MG REGULAMENTO CAPÍTULO 1 DOS OBJETIVOS Art. 1º O Concurso NEUNIS de Planos de Negócio para Universitários é uma iniciativa

Leia mais

Plano de Negócios Faculdade Castro Alves Cursos de Administração.

Plano de Negócios Faculdade Castro Alves Cursos de Administração. TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO PLANO DE NEGÓCIIOS Prroff.. Carrllos Mellllo Saal lvvaaddoorr JJANEI IRO/ /22000066 Introdução Preparar um Plano de Negócios é uma das coisas mais úteis que um empresário

Leia mais

OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO GALERIA E CENTRO DE ARTES

OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO GALERIA E CENTRO DE ARTES OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO GALERIA E CENTRO DE ARTES 2009 SEBRAE-DF Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Distrito Federal. Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação pode ser

Leia mais

O primeiro guia online de anúncios de Guarulhos a se tornar franquia nacional

O primeiro guia online de anúncios de Guarulhos a se tornar franquia nacional O primeiro guia online de anúncios de Guarulhos a se tornar franquia nacional O guia online Vitrine de Guarulhos é um dos produtos do Grupo Vitrine X3, lançado no dia 11/11/11 com o objetivo de promover

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO SIMONSEN PLANO DE NEGÓCIO

PÓS-GRADUAÇÃO SIMONSEN PLANO DE NEGÓCIO PÓS-GRADUAÇÃO SIMONSEN PLANO DE NEGÓCIO RESUMO DO EMPREENDIMENTO 01 EMPREENDIMENTO 02 NEGÓCIO E MERCADO: DESCRIÇÃO 2.1 ANÁLISE MERCADOLÓGICA 2.2 MISSÃO DA EMPRESA 03 CONCORRÊNCIA 04 FORNECEDORES 05 PLANO

Leia mais

EMPREENDEDORISMO PASSOS PARA ABRIR UM NEGÓCIO

EMPREENDEDORISMO PASSOS PARA ABRIR UM NEGÓCIO EMPREENDEDORISMO PASSOS PARA ABRIR UM NEGÓCIO Odilio Sepulcri odilio@emater.pr.gov.br www.odiliosepulcri.com.br www.emater.pr.gov.br Telefone: (41) 3250-2252 ROTEIRO DA APRESENTAÇÃO 1. Perfil para empreender

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA

ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA ALUNO: RONNY COSTA DA SILVA MATRÍCULA: 06010001201 E- MAIL: ALUNO: DENNIS WILLIAM CARDOSO FERREIRA MATRÍCULA: 06010007301 E- MAIL: denniswilliamx@hotmail.com 2º SEM/2009 Página

Leia mais

INFORMAÇÕES ÚTEIS. 1 - Definição

INFORMAÇÕES ÚTEIS. 1 - Definição INFORMAÇÕES ÚTEIS Em pesquisa realizada pelo Banco Mundial o Brasil é um país que pode levar cerca de 5 meses para se legalizar uma empresa, mas o desemprego, a vontade de ter um negócio próprio, está

Leia mais

FRANQUIA HOME OFFICE

FRANQUIA HOME OFFICE FRANQUIA HOME OFFICE SUMÁRIO QUEM SOMOS PREMIAÇÕES ONDE ESTAMOS NOSSO NEGÓCIO MULTIMARCAS MULTISERVIÇOS PERFIL DO FRANQUEADO VANTAGENS DA FRANQUIA CLUBE TURISMO DESCRITIVO DO INVESTIMENTO PROCESSO DE SELEÇÃO

Leia mais

www.analise-grafica.com SIMULAÇÃO DE VIABILIDADE DE NEGÓCIOS INTRODUÇÃO

www.analise-grafica.com SIMULAÇÃO DE VIABILIDADE DE NEGÓCIOS INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO 1 INTRODUÇÃO 2 Olá! Tudo Bem? JOSÉ CARLOS GONÇALVES falando! Muito Obrigado por ter comprado este infoproduto! Espero que você tenha lido o e-book GERIR CUSTOS & FORMAR PREÇOS que disponibilizei

Leia mais

OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO FOTOGRAFIA E FILMAGEM

OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO FOTOGRAFIA E FILMAGEM OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO FOTOGRAFIA E FILMAGEM 2009 SEBRAE-DF Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Distrito Federal. Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação pode ser fotocopiada,

Leia mais

BENEFÍCIOS COM A SMALL

BENEFÍCIOS COM A SMALL BENEFÍCIOS COM A SMALL 2012. Small Consultoria Avenida Engenheiro Caetano Álvares, 530 Casa Verde, São Paulo S.P. Tel. 11 2869.9699 / 11 2638.5372 Todos os direitos reservados. A IDEIA Dentre os exemplos

Leia mais

Roteiro para Projeto Econômico-Financeiro - FCO

Roteiro para Projeto Econômico-Financeiro - FCO Roteiro para Projeto Econômico-Financeiro - FCO 1. A Empresa 1.1. Histórico / Aspectos Organizacionais 1.2. Razão Social 1.3. CNPJ 1.4. Inscrição Estadual e/ou Municipal 1.5. Número e data de registro

Leia mais

FTAD -Formação técnica em Administração de Empresas Módulo de Planejamento Empreendedorismo Prof. Carolina Lindbergh Competências a serem Trabalhadas CONHECER O SUMÁRIO EXECUTIVO DE UM PLANO DE NEGÓCIOS

Leia mais

ANEXO IV MODELO DE PROPOSTA COMERCIAL

ANEXO IV MODELO DE PROPOSTA COMERCIAL ANEXO IV MODELO DE PROPOSTA COMERCIAL ANEXO IV MODELO DE PROPOSTA COMERCIAL 1. A PROPOSTA COMERCIAL será constituída de uma Carta Proposta, que trará o valor da CONTRAPRESTAÇÃO PECUNIÁRIA ofertada, através

Leia mais

Avaliação da Lucratividade da Rede de Unidades Lotéricas - 2009

Avaliação da Lucratividade da Rede de Unidades Lotéricas - 2009 Avaliação da Lucratividade da Rede de Unidades Lotéricas - 2009 Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada IPEA Caixa Econômica Federal Novembro/2010 Objetivos da avaliação de lucratividade das Unidades

Leia mais

ETAPA 1 INFORMAÇÕES SOBRE O EMPREENDIMENTO

ETAPA 1 INFORMAÇÕES SOBRE O EMPREENDIMENTO ETAPA 1 INFORMAÇÕES SOBRE O EMPREENDIMENTO Nome da Empresa: Sapatos e Bolsas BACANAS. Razão Social: Sócios: Endereço: Fone/Fax: Pessoa para Contato: CEP: ETAPA 2 DESCRIÇÃO GERAL DO NEGÓCIO O que a empresa

Leia mais

Administração Financeira e Orçamento Empresarial UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARA INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAS APLICADAS FACULDADE DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

Administração Financeira e Orçamento Empresarial UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARA INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAS APLICADAS FACULDADE DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARA INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAS APLICADAS FACULDADE DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS PROF: HEBER LAVOR MOREIRA GISELE KARINA NASCIMENTO MESQUITA MARIA SANTANA AMARAL Flor de Lis MATERIAL

Leia mais

APURAÇÃO DO LUCRO LÍQUIDO NO COMÉRCIO

APURAÇÃO DO LUCRO LÍQUIDO NO COMÉRCIO APURAÇÃO DO LUCRO LÍQUIDO NO COMÉRCIO O Sr. Fúlvio Oliveira, empresário de uma loja de confecções, está seriamente preocupado com seu negócio. As dívidas não param de crescer. Vamos entender sua situação.

Leia mais

uvaeverde.com.br Apresentação ao Shopping

uvaeverde.com.br Apresentação ao Shopping Apresentação ao Shopping Retorno do investimento garantido em contrato ou a devolução da verba inicial investida* Cláusula vigésima: do retorno do investimento inicial 20.1 A Franqueadora se compromete

Leia mais

Plano de Negócios. Passo a passo sobre como iniciar um Plano de Negócios para sua empresa. Modelo de Planejamento prévio

Plano de Negócios. Passo a passo sobre como iniciar um Plano de Negócios para sua empresa. Modelo de Planejamento prévio Plano de Negócios Passo a passo sobre como iniciar um Plano de Negócios para sua empresa Modelo de Planejamento prévio Fraiburgo, 2015 Plano de Negócios Um plano de negócios é uma descrição do negócio

Leia mais

MODELO DE PLANO DE NEGÓCIO

MODELO DE PLANO DE NEGÓCIO Fones: (83) 2-92 / 2-925 MODELO DE PLANO DE NEGÓCIO Marcelo Alves de Barros, Dr. mbarros@computacao.ufcg.edu.br Este documento em forma de roteiro apresenta o conteúdo de referência para a elaboração do

Leia mais

OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO SERVIÇOS DE MÍDIA INDOOR

OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO SERVIÇOS DE MÍDIA INDOOR OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO SERVIÇOS DE MÍDIA INDOOR 2009 SEBRAE-DF Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Distrito Federal. Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação pode ser

Leia mais

Regulamento do Estágio Supervisonado do Curso de Administração - Grade Nova

Regulamento do Estágio Supervisonado do Curso de Administração - Grade Nova Autarquia Educacional do Vale do São Francisco AEVSF Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina FACAPE Centro Acadêmico de Ciências Humanas e Sociais CACHS Coordenação do Curso de Administração

Leia mais

Administração Orçamentária em Relações Públicas Profª Simone Carvalho

Administração Orçamentária em Relações Públicas Profª Simone Carvalho Administração Orçamentária em Relações Públicas Profª Simone Carvalho Agenda Orçamento 1.1. Definições gerais 1.2. Orçamento em Relações Públicas Tipos 2.1. Anual 2.2. Mensal 2.3. Por projetos e programas

Leia mais

FACULDADE CIDADE VERDE CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM CONTABILIDADE E CONTROLADORIA TURMA 2009

FACULDADE CIDADE VERDE CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM CONTABILIDADE E CONTROLADORIA TURMA 2009 FACULDADE CIDADE VERDE CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM CONTABILIDADE E CONTROLADORIA TURMA 2009 RELATÓRIO DE PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO: UM ESTUDO DE CASO EM EMPRESA QUE ATUA NO RAMO DE SITUADA NO MUNICÍPIO DE

Leia mais

Análise e Avaliação Financeira de Investimentos

Análise e Avaliação Financeira de Investimentos 1 Análise e Avaliação Financeira de Investimentos O objetivo desse tópico é apresentar uma das metodologias de análise e avaliação financeira de investimentos. A análise de investimentos depende do ramo

Leia mais

OFERTA DE CONSULTORIAS TÉCNICAS E DE GESTÃO PARA NEGÓCIOS

OFERTA DE CONSULTORIAS TÉCNICAS E DE GESTÃO PARA NEGÓCIOS OFERTA DE CONSULTORIAS TÉCNICAS E DE GESTÃO PARA NEGÓCIOS A Universidade do Estado do Pará (UEPA) através da (RITU) com apoio do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), disponibiliza ao

Leia mais

Universidade Federal do Pará. Centro Sócio Econômico. Curso Ciências Contábeis. Disciplina: Administração Financeira. Professor: Héber Lavor Moreira.

Universidade Federal do Pará. Centro Sócio Econômico. Curso Ciências Contábeis. Disciplina: Administração Financeira. Professor: Héber Lavor Moreira. Universidade Federal do Pará. Centro Sócio Econômico. Curso Ciências Contábeis. Disciplina: Administração Financeira. Professor: Héber Lavor Moreira. Silvanda de Jesus Aleixo Ferreira 0201002501 Belém-PA

Leia mais

Modelo para elaboração do Plano de Negócios

Modelo para elaboração do Plano de Negócios Modelo para elaboração do Plano de Negócios 1- SUMÁRIO EXECUTIVO -Apesar de este tópico aparecer em primeiro lugar no Plano de Negócio, deverá ser escrito por último, pois constitui um resumo geral do

Leia mais

Plataforma da Informação. Finanças

Plataforma da Informação. Finanças Plataforma da Informação Finanças O que é gestão financeira? A área financeira trata dos assuntos relacionados à administração das finanças das organizações. As finanças correspondem ao conjunto de recursos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CENTRO SÓCIO-ECONÔMICO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CENTRO SÓCIO-ECONÔMICO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS i UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CENTRO SÓCIO-ECONÔMICO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Estudo da viabilidade econômico-financeira de um escritório de Contabilidade de Médio Porte dentro da área Metropolitana

Leia mais

O Método de Custeio por Absorção e o Método de Custeio Variável

O Método de Custeio por Absorção e o Método de Custeio Variável O Método de Custeio por Absorção e o Método de Custeio Variável por Carlos Alexandre Sá Existem três métodos de apuração dos Custos das Vendas 1 : o método de custeio por absorção, o método de custeio

Leia mais

PORTFÓLIO DE ABERTURA DA EMPRESA OLIMPO SYSTEMS EIRELI SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

PORTFÓLIO DE ABERTURA DA EMPRESA OLIMPO SYSTEMS EIRELI SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS ALLAN KLEVANSKIS AMANDA MOURÃO PEDRO MAURÍCIO SAMARA DE CASTRO SHAYANE SANTOS VANESSA LOFFI PORTFÓLIO DE ABERTURA DA EMPRESA OLIMPO SYSTEMS EIRELI SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Belo

Leia mais

Prestação de Contas Exercício 2013. Sisma/MT

Prestação de Contas Exercício 2013. Sisma/MT Prestação de Contas Exercício 2013 Sisma/MT SINDICATO DOS SERV. DA SAÚDE E MEIO AMB. ESTADO DE MATO GROSSO CNPJ: 03.094.349/0001-28 SINDICATO DOS SERV. DA SAÚDE E MEIO AMB. ESTADO DE MATO GROSSO CNPJ:

Leia mais

AULA 4 SOLUÇÕES EM NEGÓCIO ELETRÔNICOS. Prof. Adm. Paulo Adriano da Silva Carvalho

AULA 4 SOLUÇÕES EM NEGÓCIO ELETRÔNICOS. Prof. Adm. Paulo Adriano da Silva Carvalho AULA 4 SOLUÇÕES EM NEGÓCIO ELETRÔNICOS Prof. Adm. Paulo Adriano da Silva Carvalho AVALIAÇÃO DO PLANO DE NEGÓCIO AVALIAÇÃO DO PLANO DE NEGÓCIO VÍDEO: VENDER NA INTERNET - POR QUE MINHA LOJA NÃO VENDE? Caso

Leia mais

EDITAL UnC REITORIA - 031/2015

EDITAL UnC REITORIA - 031/2015 EDITAL UnC REITORIA - 031/2015 Dispõe sobre a chamada de Projetos de Inovação para ingresso nas Incubadoras Tecnológicas e Empresariais da UnC. A Reitora da Universidade do Contestado - UnC, no uso de

Leia mais

AzTech Engineering Soluções em Engenharia de Software

AzTech Engineering Soluções em Engenharia de Software Plano de Negócio AzTech Engineering Soluções em Engenharia de Software Rodovia Celso Garcia Cid 2500 86051-990, Londrina - PR aztech@aztech.com.br André Ricardo Gonçalves - CEO / Tecnologia argoncalves@aztech.com.br

Leia mais

Guia. Empreendedor GESTÃO FINANCEIRA

Guia. Empreendedor GESTÃO FINANCEIRA Guia Empreendedor do GESTÃO FINANCEIRA NOVES FORA PROBLEMAS Dispor de informações precisas e atualizadas é fundamental para uma correta tomada de decisões. Especialmente quando a questão envolve a área

Leia mais