PLANO DE NEGÓCIO INÍCIO: 17/04/ :29 SISTEMA DE GESTÃO DA INFORMAÇÃO E INTEGRAÇÃO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PLANO DE NEGÓCIO INÍCIO: 17/04/2013 00:29 SISTEMA DE GESTÃO DA INFORMAÇÃO E INTEGRAÇÃO"

Transcrição

1 PLANO DE NEGÓCIO INÍCIO: 17/04/ :29 SISTEMA DE GESTÃO DA INFORMAÇÃO E INTEGRAÇÃO SGii

2 As empresas optaram, de forma correta, a prática de gestão por processos. Porém, para garantir a melhor gestão e governança, investem grandes recursos em definição dos procedimentos, instruções de trabalho e definição dos processos que deverá integrar para realização de suas atividades de forma controlada e uniforme. Dependendo do tamanho e da complexidade do negócio, as empresas se organizam em processos: Procurement Comercial Produção Administração de Contratos Engenharia Integração Comunicação Etc..

3 Toda Organização é uma coleção de processos que são executados. Não existe um produto ou um serviço oferecido por uma empresa sem um processo. Nas empresas, embora não estejam documentados (mapeados) em detalhe, eles são conhecidos e executados.

4 Não vamos tratar aqui as propriedades de como definir, mapear registrar os PROCESSOS. O SGII foi idealizado para facilitar, registrar e otimizar a comunicação entre os processos. Quando entrevistamos os gestores das empresas, independente do ramo de atividade ou do porte, sempre identificamos que o processo de comunicação é o mais difícil de acompanhar e registrar, gerando grandes conflitos.

5 O SGII tem como principal finalidade realizar a gestão da comunicação nas empresas ou empreendimentos, facilitando o registro das informações e servindo como base principal para obter as certificações (ISO) de qualidade. É um sistema leve, plataforma web, que pode ser implementado e acessado na própria estrutura atual da empresa (intranet), não requer instalações de softwares adicionais.

6 PROCESSOS PAP OCORRENCIA PAC LIÇÕES APRENDIDAS PENDENCIAS SGII CRM ATAS ERP INDICADORES USUÁIOS FORMULÁRIO PROJETOS REIVIND.

7 REGISTRO DE ATAS REGISTRO DE PENDENCIAS PAINEL DE INDICADORES REGISTRO PLANO DE AÇÃO PREVENTIVO RREGISTRO PLANO DE AÇÃO CORRETIVO REGISTRO DE OCORRÊNCIAS REGISTRO DE REIVINDICAÇÕES CADASTRO DE USUÁRIOS CADASTRO DE FORMULÁRIOS CADASTRO DE PROJETOS CADASTRO DE ÁREA CADASTRO DE CENTROS DE CUSTO REGISTRO DE LIÇÕES APRENDIDAS ANEXOS DEFINIÇÃO DOS PROCESSOS INTEGRAÇÃO COM CRM INTEGRAÇÃO COM ERP

8 Benefícios: Padrão de registro e comunicação Nomeia e controla os responsáveis e assuntos, prazos e ações Modelos prontos, não é necessário criar novos formatos/planilhas Workflow de controle por responsável, assunto, projeto, etc.. Sistema de indicadores de desempenho, prazos, atrasos... Registros para certificação de qualidade (PAC, PAP, ATAS, PM) Informações públicas, acompanhamento gerencial online Ações por projeto, área, centros de custos, etc...

9 Benefícios: Definição de indicadores, por projeto, área, pessoas, etc.. Definição de periodicidade dos indicadores Malefícios: Usuários que não gostam de ser cobrados por prazos e resultados. Registra as reincidências de ocorrências, pendências, resultados negativos, etc.. Planos das ações corretivas e preventivas não são esquecidos. Pleitos e reivindicações são controlados por todos os níveis.

10 Dados técnicos: Plataforma web Programação ASP.NET, PHP, HTML, JAVA SCRIPT. Banco de dados..: SQL Server, MySQL, Access Servidor IIS

11 Desenvolvimento: 1 analista de sistemas 1 programador Prazo estimado 3 meses 30 dias elaboração do planejamento e definição do banco de dados 45 dias programação 15 dias testes

12 Público alvo: Empresas que desejam implantar sistema de gestão Empresas que desejam obter ou manter certificações de qualidade

13 PROCESSOS PAP OCORRENCIA PAC LIÇÕES APRENDIDAS PENDENCIAS SGII CRM ATAS ERP INDICADORES USUÁIOS FORMULÁRIO PROJETOS REIVIND.

14 PROCESSOS: Nesta função, serão cadastrados todos os processo da Empresa: Procurement Comercial Produção Administração de Contratos Engenharia Integração Comunicação Etc.. Toda documentação dos processos, como procedimentos, instruções de trabalho, formulários poderão ser encontrados e visualizados neste ambiente, bem como postar novos documentos (anexos).

15 PROCESSOS PAP OCORRENCIA PAC LIÇÕES APRENDIDAS PENDENCIAS SGII CRM ATAS ERP INDICADORES USUÁIOS FORMULÁRIO PROJETOS REIVIND.

16 ATAS: Workflow - ATAS PENDÊNCIAS NR DATA ASSUNTO STATUS TOTAL PEND INF ATRASO /03/2012 Acompanhamento do Projeto 25 Finalizada /03/2012 Acompanhamento do Projeto 26 Finalizada /03/2012 Acompanhamento do Projeto 27 Pendente /04/2012 Acompanhamento do Projeto 28 Pendente /04/2012 Acompanhamento do Projeto 29 Pendente /05/2012 Acompanhamento do Projeto 30 Pendente /05/2012 Acompanhamento do Projeto 31 Pendente /06/2012 Acompanhamento do Projeto 32 Pendente /06/2012 Acompanhamento do Projeto 33 Pendente /07/2012 Acompanhamento do Projeto 34 Finalizada /07/2012 Acompanhamento do Projeto 35 Finalizada

17 ATAS: Todas as ATAS serão cadastradas no SGII, em formulário pré-configurado que consta nos procedimentos da Empresa. Nestas ATAS serão inseridos todos os participantes da reunião, podendo ser interna ou externa. Serão anexadas as pendências com os respectivos responsáveis descrição e prazos para atendimento. Após a finalização da reunião o SGII poderá enviar via cópia da respectiva ATA com todos os conteúdos. Poderá anexar anexos. Todas as Atas serão armazenadas no bando de dados e poderão ser consultadas a qualquer momento por diversos critérios, data, assunto, palavra, projeto, centro de custo, área, finalizadas, em aberto, etc...

18 PROCESSOS PAP OCORRENCIA PAC LIÇÕES APRENDIDAS PENDENCIAS SGII CRM ATAS ERP INDICADORES USUÁIOS FORMULÁRIO PROJETOS REIVIND.

19 PENDÊNCIAS: Workflow - PENDÊNCIAS NR DATA ASSUNTO TOTAL PEND INF ATRASO /03/2012 Luciano Tucci /03/2012 Sandra Tucci /03/2012 Larissa Tucci /04/2012 Lucas Tucci /04/2012 João Tucci /05/2012 Marcelo Tucci /05/2012 Michelle Tucci /06/2012 Fátima Tucci /06/2012 Lana Lang Tucci /07/2012 Rabito Tucci /07/2012 Francisco Tucci

20 PENDÊNCIAS: Pendências podem ser geradas e anexadas às Atas, Plano de Ação, Projeto de Melhoria, ou simplesmente registrada no SGII para comprometer a resolução de algum assunto. Todas as pendências geradas formarão um workflow que listará o quadro por responsável. Outras formas de consulta também serão disponibilizadas por diversos critérios, data, assunto, palavra, projeto, centro de custo, área, finalizadas, em aberto, etc... O emitente e responsável poderão receber por as informações sempre que uma pendência for inserida no SGII, ou a qualquer momento quando houver alguma evolução para resolução da pendência.

21 PROCESSOS PAP OCORRENCIA PAC LIÇÕES APRENDIDAS PENDENCIAS SGII CRM ATAS ERP INDICADORES USUÁIOS FORMULÁRIO PROJETOS REIVIND.

22 OCORRÊNCIAS: São inserções efetuados no Sistema de Qualidade para registrar ocorrências ou falhas nos diversos processos. Estas ocorrências podem ser classificadas por tipo. Estes tipos de ocorrências devem ser previamente definidos e inseridos para escolha no momento do registro. No momento destes registros, poderá ser inserido o custo destas ocorrências, ou descrito quais os prejuízos apresentados. O sistema consolidará estes registros e apresentará os resultados destas ocorrências nos períodos escolhidos através de relatórios e gráficos e sinalizando as reincidências.

23 OCORRÊNCIAS: Workflow - OCORRÊNCIAS NR DATA TIPO TOTAL PEND DISPOS ATRASO /03/2012 Erro de Engenharia /03/2012 Erro fornecedor /03/2012 Falta de comunicação /04/2012 Retrabalho de produção /04/2012 Desperdicio

24 PROCESSOS PAP OCORRENCIA PAC LIÇÕES APRENDIDAS PENDENCIAS SGII CRM ATAS ERP INDICADORES USUÁIOS FORMULÁRIO PROJETOS REIVIND.

25 PROJETOS: Geralmente as empresas que definem e organizam seus processos, definem suas atividades ou entregas por projetos. No SGII registramos os dados destes projetos e relacionamos as demais atividades, atas, pendências, processos, ocorrências, planos de ação, etc, aos projetos. Na tela ou ambiente dos projetos, anexamos e registramos todas as informações, como data de início e término, escopo, contrato, pontos de atenção como marcos contratuais, possíveis multas por atraso ou descumprimento de cláusulas, stakeholders, comunciaçãocom cliente, painel de tempo restante, correspondências enviadas e recebidas. Registro de pleitos e aditivos Registro de lições aprendidas

26 PROJETOS: Workflow - PROJETOS NR DATA CLIENTE STATUS INI FIM DIAS /03/2012 CHESF Finalizado 01/03/ /08/ /03/2012 ELETRONORTE Finalizado 16/03/ /09/ /03/2012 FURNAS Atrasado 31/03/ /09/ /04/2012 BOTICÁRIO Atrasado 15/04/ /10/ /04/2012 ALL Atrasado 30/04/ /10/ /05/2012 COPEL Finalizado 15/05/ /05/ /05/2012 PETROBRÁS Pendente 30/05/ /05/ /06/2012 ABB Pendente 14/06/ /06/ /06/2012 ALSTOM Pendente 29/06/ /06/ /07/2012 SIMENS Pendente 14/07/ /07/ /07/2012 CPFL Pendente 29/07/ /07/

27 PROJETOS: Workflow - PROJETOS NR DATA CLIENTE STATUS INI FIM DIAS /03/2012 CHESF Finalizado 01/03/ /08/ /03/2012 ELETRONORTE Finalizado 16/03/ /09/ /03/2012 FURNAS Atrasado 31/03/ /09/ /04/2012 BOTICÁRIO Atrasado 15/04/ /10/ /04/2012 ALL Atrasado 30/04/ /10/ /05/2012 COPEL Finalizado 15/05/ /05/ /05/2012 PETROBRÁS Pendente 30/05/ /05/ /06/2012 ABB Pendente 14/06/ /06/ /06/2012 ALSTOM Pendente 29/06/ /06/ /07/2012 SIMENS Pendente 14/07/ /07/ /07/2012 CPFL Pendente 29/07/ /07/

28 PROJETOS: NR DATA CLIENTE STATUS INI FIM DIAS /04/2012 BOTICÁRIO Atrasado 15/04/ /10/ STATUS: PROJETO ATRASO DEVIDO A FALTA DE APROVAÇÃO DOS PROJETOS PELO CLIENTE. ANEXOS: CONTRATO ADITIVOS CRONOGRAMA ESCOPO PAC PAP CORRESPONDÊNCIAS LIÇÕES APRENDIDAS

29 PROJETOS: Workflow - PENDÊNCIAS NR DATA ASSUNTO TOTAL PEND INF ATRASO /03/2012 Luciano Tucci /03/2012 Sandra Tucci /03/2012 Larissa Tucci Workflow - OCORRÊNCIAS NR DATA TIPO TOTAL PEND DISPOS ATRASO /03/2012 Erro de Engenharia /03/2012 Erro fornecedor

30 PROCESSOS PAP OCORRENCIA PAC LIÇÕES APRENDIDAS PENDENCIAS SGII CRM ATAS ERP INDICADORES USUÁIOS FORMULÁRIO PROJETOS REIVIND.

31 PROCESSOS PAP OCORRENCIA PAC LIÇÕES APRENDIDAS PENDENCIAS SGII CRM ATAS ERP INDICADORES USUÁIOS FORMULÁRIO PROJETOS REIVIND.

32 INDICADORES: Prazo Custo Receitas Satisfação do Cliente Ocorrências Reincidências Homem Hora (HH)

33 INDICADORES: PRAZO 14/08/ /07/ /07/ /07/ /07/ /07/ /07/ /06/ /05/ /05/ /05/ /05/ /05/ /06/ /06/ /06/ /07/ /04/ /05/ /03/ /03/2013 INÍCIO EMIS. PROJ APROV.PROJ FABRICAÇÃO INSPEÇÃO ENTREGA PREVISTO REAL PRAZO PREVISTO REAL INÍCIO 02/05/ /05/2013 EMIS. PROJ 17/05/ /05/2013 APROV.PROJ 01/06/ /06/2013 FABRICAÇÃO 16/06/ /07/2013 INSPEÇÃO 01/07/ /07/2013 ENTREGA 16/07/ /07/2013

34 INDICADORES: RECEITA PREVISTO REAL BRUTO IMPOSTOS LIQUIDO RECEITA BRUTO IMPOSTOS LIQUIDO PREVISTO REAL

35 INDICADORES: CUSTO PREVISTO REAL MOD MOI MATERIAIS GGF CUSTO MOD MOI MATERIAIS GGF PREVISTO REAL

36 INDICADORES: CUSTO PREVISTO REAL TOTAL LUCRO BRUTO LUCRO % 7,5% 9,1% LUCRO BRUTO ,1% 7,5% TOTAL LUCRO BRUTO LUCRO % PREVISTO REAL

37 PROCESSOS PAP OCORRENCIA PAC LIÇÕES APRENDIDAS PENDENCIAS CRM ATAS ERP INDICADORES USUÁIOS FORMULÁRIO PROJETOS REIVIND.

38 PROCESSOS PAP OCORRENCIA PAC LIÇÕES APRENDIDAS PENDENCIAS CRM ATAS ERP INDICADORES USUÁIOS FORMULÁRIO PROJETOS REIVIND.

39 PROCESSOS PAP OCORRENCIA PAC LIÇÕES APRENDIDAS PENDENCIAS CRM ATAS ERP INDICADORES USUÁIOS FORMULÁRIO PROJETOS REIVIND.

40 PROCESSOS PAP OCORRENCIA PAC LIÇÕES APRENDIDAS PENDENCIAS CRM ATAS ERP INDICADORES USUÁIOS FORMULÁRIO PROJETOS REIVIND.

41 PROCESSOS PAP OCORRENCIA PAC LIÇÕES APRENDIDAS PENDENCIAS CRM ATAS ERP INDICADORES USUÁIOS FORMULÁRIO PROJETOS REIVIND.

42 PROCESSOS PAP OCORRENCIA PAC LIÇÕES APRENDIDAS PENDENCIAS CRM ATAS ERP INDICADORES USUÁIOS FORMULÁRIO PROJETOS REIVIND.

43 PROCESSOS PAP OCORRENCIA PAC LIÇÕES APRENDIDAS PENDENCIAS CRM ATAS ERP INDICADORES USUÁIOS FORMULÁRIO PROJETOS REIVIND.

Request For Proposal (RFP) Desenvolvimento de um Web Site para a Varella Vídeo

Request For Proposal (RFP) Desenvolvimento de um Web Site para a Varella Vídeo Request For Proposal (RFP) Desenvolvimento de um Web Site para a Varella Vídeo OBJETIVO O objetivo deste documento elaborado pela Varella Vídeo é fornecer as informações necessárias para que empresas cuja

Leia mais

SERVICE DESK MANAGER SDM. Manual do Sistema - DPOI

SERVICE DESK MANAGER SDM. Manual do Sistema - DPOI SERVICE DESK MANAGER SDM Manual do Sistema - DPOI Conteúdo SERVICE DESK MANAGER SDM... 1 Manual do Sistema - DPOI... 1 INTRODUÇÃO... 4 ACESSO AO SISTEMA... 5 OPÇÕES DO SISTEMA... 6 SISTEMA... 7 Pesquisar

Leia mais

Gestão de Não conformidades

Gestão de Não conformidades Gestão de Não conformidades OTIMIZA O ATENDIMENTO ÀS NORMAS ISO, ONA, OHSAS, TS, AS, PBQP-h, ABNT, NR, ANVISA, entre outras, além de se adaptar aos requisitos internos da empresa. TREINAMENTO E SUPORTE

Leia mais

ATA DE REUNIÃO DE ANÁLISE CRÍTICA PELA ALTA ADMINISTRAÇÃO ACPA

ATA DE REUNIÃO DE ANÁLISE CRÍTICA PELA ALTA ADMINISTRAÇÃO ACPA Página 1 de 15 Participantes: Mario Pereira - Diretor Fabril Magna Moraes - Gerente RH Wando Rosa - Gerente Produção Karen - CIPA Daniel Miranda - Representante Trabalhadores SA8000 Rodrigo Barbosa - Representante

Leia mais

TREINAMENTO E SUPORTE ONLINE SEM CUSTO CONTRATAÇÃO POR MÓDULOS

TREINAMENTO E SUPORTE ONLINE SEM CUSTO CONTRATAÇÃO POR MÓDULOS Gestão de Pessoas OTIMIZA O ATENDIMENTO ÀS NORMAS ISO, ONA, OHSAS, TS, AS, PBQP-h, ABNT, NR, ANVISA, entre outras, além de se adaptar aos requisitos internos da empresa. TREINAMENTO E SUPORTE ONLINE SEM

Leia mais

OBJETIVO MATERIAIS NECESSÁRIOS DESCRIÇÃO DAS PRINCIPAIS ATIVIDADES

OBJETIVO MATERIAIS NECESSÁRIOS DESCRIÇÃO DAS PRINCIPAIS ATIVIDADES PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO Padrão N : 7.3 Estabelecido em: 28/06/2011 Revisado em: 28/06/2011 N da Revisão: 00 Setor: NCP (Núcleo de Controle de Produtos) Tarefa: Padronização de procedimentos internos

Leia mais

ACOMPANHAMENTO GERENCIAL SANKHYA

ACOMPANHAMENTO GERENCIAL SANKHYA MANUAL DE VISITA DE ACOMPANHAMENTO GERENCIAL SANKHYA Material exclusivo para uso interno. O QUE LEVA UMA EMPRESA OU GERENTE A INVESTIR EM UM ERP? Implantar um ERP exige tempo, dinheiro e envolve diversos

Leia mais

Estudo de Viabilidade

Estudo de Viabilidade Universidade Federal do Ceará Bacharelado em Computação cadeira de Engenharia de Software Estudo de Viabilidade Equipe: Carlos H. Sindeaux Edilson Júnior Emanuelle Vieira Franklin Chaves José M. Silveira

Leia mais

Software. Gerenciamento de Manutenção

Software. Gerenciamento de Manutenção Software Gerenciamento de Manutenção Importância de um Software de Manutenção Atualmente o departamento de manutenção das empresas, como todos outros departamentos, necessita prestar contas de sua atuação

Leia mais

Anote aqui as informações necessárias:

Anote aqui as informações necessárias: banco de mídias Anote aqui as informações necessárias: URL E-mail Senha Sumário Instruções de uso Cadastro Login Página principal Abrir arquivos Área de trabalho Refine sua pesquisa Menu superior Fazer

Leia mais

Gerenciador de Multi-Projetos. Manual do Usuário. 2000 GMP Corporation

Gerenciador de Multi-Projetos. Manual do Usuário. 2000 GMP Corporation GMP Corporation Gerenciador de Multi-Projetos Manual do Usuário 2000 GMP Corporation Histórico de Revisões Data Versão Descrição Autor 24/08/2004 1.0 Versão inicial do documento Bárbara Siqueira Equipe

Leia mais

Relacionamento Clientes

Relacionamento Clientes FENÍCIA CRM & SRM O Fenícia CRM (Customer Relationship Management - Sistema de Gerenciamento do Relacionamento com os Clientes) é uma ferramenta de gestão com foco no cliente, essencial para angariar e

Leia mais

Software para Gerenciamento de Sistemas de Gestão

Software para Gerenciamento de Sistemas de Gestão Software para Gerenciamento de Sistemas de Gestão Sabemos que implementar e monitorar um Sistema de Gestão é um grande desafio, pois temos que planejar, controlar e verificar muitos registros, papéis,

Leia mais

Gerenciamento de Mudanças. Treinamento OTRS

Gerenciamento de Mudanças. Treinamento OTRS Gerenciamento de Mudanças Treinamento OTRS Sumário Exemplo prático...4 Preparação do Sistema...4 Criando os Papéis necessários...4 Criando usuários de teste...5 Atribua os papeis aos atendentes...5 Vamos

Leia mais

DRH-Excelência. Ministério Público do Trabalho. Vinícius Pinto Corrêa Chefe da Coordenação de Desenvolvimento de Pessoas/DRH

DRH-Excelência. Ministério Público do Trabalho. Vinícius Pinto Corrêa Chefe da Coordenação de Desenvolvimento de Pessoas/DRH DRH-Excelência Ministério Público do Trabalho Vinícius Pinto Corrêa Chefe da Coordenação de Desenvolvimento de Pessoas/DRH Motivação do Projeto Recepção de requerimentos com documentação incompleta para

Leia mais

Planejamento e Orçamento

Planejamento e Orçamento Planejamento e Orçamento O SIPLAG Sistema Integrado de Planejamento, Orçamento e Gestão, é um sistema voltado à gestão governamental, permitindo a elaboração do Plano Plurianual, da Lei Orçamentária Anual,

Leia mais

Procedimento Sistêmico N⁰ do procedimento: PS 03

Procedimento Sistêmico N⁰ do procedimento: PS 03 1/ 5 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Emissão do documento baseado nos requisitos da ISO 9001:2008 01 Adequação as normas ISO 14001:2004 e OHSAS 18001:2007, inclusão das auditorias de manutenção e alteração

Leia mais

1- Objetivo: Informar aos usuários como realizar a inclusão da ocorrência de devolução via workflow.

1- Objetivo: Informar aos usuários como realizar a inclusão da ocorrência de devolução via workflow. 1- Objetivo: Informar aos usuários como realizar a inclusão da ocorrência de devolução via workflow. 2- Abrangência: Depto. Comercial, fiscal, cobrança e contas a receber 3- Fluxo 1 Tela login Mesmo usuário

Leia mais

TREINAMENTO E SUPORTE ONLINE SEM CUSTO CONTRATAÇÃO POR MÓDULOS

TREINAMENTO E SUPORTE ONLINE SEM CUSTO CONTRATAÇÃO POR MÓDULOS Gestão de Auditorias OTIMIZA O ATENDIMENTO ÀS NORMAS ISO, ONA, OHSAS, TS, AS, PBQP-h, ABNT, NR, ANVISA, entre outras, além de se adaptar aos requisitos internos da empresa. TREINAMENTO E SUPORTE ONLINE

Leia mais

Prezado Senhor, Em prosseguimento aos nossos entendimentos, estamos formalizando a nossa proposta para desenvolvimento do site da Digivox.

Prezado Senhor, Em prosseguimento aos nossos entendimentos, estamos formalizando a nossa proposta para desenvolvimento do site da Digivox. João Pessoa, 18 de Agosto de 2015. Prezado Senhor, Em prosseguimento aos nossos entendimentos, estamos formalizando a nossa proposta para desenvolvimento do site da Digivox. 1. Projeto Desenvolvimento

Leia mais

Ajuda da pesquisa acerca da Governança de TI da Administração Pública Federal

Ajuda da pesquisa acerca da Governança de TI da Administração Pública Federal Ajuda da pesquisa acerca da Governança de TI da Administração Pública Federal 1. Há planejamento institucional em vigor? Deverá ser respondido SIM caso o Órgão/Entidade possua um planejamento estratégico

Leia mais

SIGIP SISTEMA DE GESTÃO

SIGIP SISTEMA DE GESTÃO SISTEMA DE GESTÃO DE ILUMINAÇÃO PÚBLICAP Login Tela principal Sistema multiusuário com níveis de acesso - Administrador, editor, consulta, etc Sistemas de gestão da Iluminação PúblicaP Objetivo: Ferramenta

Leia mais

MBA em Gerenciamento de Projetos Curitiba 03/14

MBA em Gerenciamento de Projetos Curitiba 03/14 MBA em Gerenciamento de Projetos Curitiba 03/14 Empresa Projeto Objetivos Equipe de Projeto EAP Dicionário de EAP Iniciação Planejamento Execução e Controle Encerramento A Sociedade de Obras e Serviços

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 2ª REGIÃO Secretaria de Tecnologia da Informação

TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 2ª REGIÃO Secretaria de Tecnologia da Informação TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 2ª REGIÃO Secretaria de Tecnologia da Informação REGIONALIZAÇÃO DE SERVIÇOS DE TI MAPEAMENTO DE PROVIDÊNCIAS INICIAIS Março/2014 V 1.1 REGIONALIZAÇÃO DE SERVIÇOS DE TI MAPEAMENTO

Leia mais

Cláudia Araújo Coordenadora Diego Macêdo Programador Marcelo Rodrigues Suporte

Cláudia Araújo Coordenadora Diego Macêdo Programador Marcelo Rodrigues Suporte BCON Sistema de Controle de Vendas e Estoque Declaração de escopo Versão 1.0 Histórico de Revisão Elaborado por: Filipe de Almeida do Amaral Versão 1.0 Aprovado por: Marcelo Persegona 22/03/2011 Time da

Leia mais

SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 Atendente... 3

SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 Atendente... 3 SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 1. Login no sistema... 2 Atendente... 3 1. Abrindo uma nova Solicitação... 3 1. Consultando Solicitações... 5 2. Fazendo uma Consulta Avançada... 6 3. Alterando dados da

Leia mais

Versão 1.0 2013 Todos os direitos reservados. www.jordaoengenharia.com.br

Versão 1.0 2013 Todos os direitos reservados. www.jordaoengenharia.com.br Versão 1.0 2013 Todos os direitos reservados. www.jordaoengenharia.com.br O Programa de P&D da Aneel foi instituído pela Aneel em 1999, e posteriormente foi regulamentado pela Lei 9.991 de 2000, tendo

Leia mais

gestão eletrônica do sistema da qualidade: uma ferramenta para o Coordenador da Qualidade A gestão eletrônica QUALIDADE QUALIDADE PROJETOS SAC

gestão eletrônica do sistema da qualidade: uma ferramenta para o Coordenador da Qualidade A gestão eletrônica QUALIDADE QUALIDADE PROJETOS SAC TECNOLOGIA WEB QUALIDADE SAC 1 QUALIDADE A gestão eletrônica gestão eletrônica do sistema da qualidade: uma ferramenta para o Coordenador da 2 1 Apresentação do Sistema O AUTODOC é um software para Web

Leia mais

Manual do Sistema de Demandas da FUNDEPAG

Manual do Sistema de Demandas da FUNDEPAG 2015 Manual do Sistema de Demandas da FUNDEPAG Manual do Sistema de Demandas da FUNDEPAG Cliente Institucional e Atualizado em: 11 de setembro de 2015 Sumário 1. Conceito do software... 1 2. Abertura de

Leia mais

Declaração de Escopo. Projeto PDTI Informações Gerenciais

Declaração de Escopo. Projeto PDTI Informações Gerenciais Declaração de Escopo Projeto PDTI Informações Gerenciais Maio/2008 PRESIDÊNCIA Belo Horizonte, MG 3 3 Revisão 2 após replanejamento do projeto Fátima Freiria 05/05/2008 2 2 Revisão 1 após contratação Consist

Leia mais

Dell Infrastructure Consulting Services

Dell Infrastructure Consulting Services Proposta de Serviços Profissionais Implementação do Dell OpenManage 1. Apresentação da proposta Esta proposta foi elaborada pela Dell com o objetivo de fornecer os serviços profissionais de implementação

Leia mais

Manual Cadastro Completo

Manual Cadastro Completo Manual Cadastro Completo Índice 1. Objetivo... 3 2. O Projeto e-suprir... 3 3. Fluxo do Processo de Cadastro... 3 4. Cadastro Simples... 4 5. Recebendo Usuário e Senha... 7 6. Cadastro Completo... 7 7.

Leia mais

São mais de 20 anos no mercado

São mais de 20 anos no mercado São mais de 20 anos no mercado No mercado há mais de 20 anos, o CEM é um software de cálculo de esquadrias equipado com recursos de alta tecnologia que otimiza processos e alcança os melhores resultados.

Leia mais

Sistema de Automação Comercial de Pedidos- Versão 1.1

Sistema de Automação Comercial de Pedidos- Versão 1.1 Termo de Abertura Sistema de Automação Comercial de Pedidos- Versão 1.1 Iteração 1.0- Release 1.0 Versão do Documento: 1.1 Histórico de Revisão Data Versão do Documento Descrição Autor 18/03/2011 1.0 Versão

Leia mais

Gestão da Tecnologia da Informação

Gestão da Tecnologia da Informação TLCne-051027-P0 Gestão da Tecnologia da Informação Disciplina: Governança de TI São Paulo, Outubro de 2012 0 Sumário TLCne-051027-P1 Conteúdo desta Aula Abordar o domínio Adquirir e Implementar e todos

Leia mais

Plano de Negócios. Bruno Menegola Gustavo Führ Jonas Hartmann Rosália Schneider William Gonçalves

Plano de Negócios. Bruno Menegola Gustavo Führ Jonas Hartmann Rosália Schneider William Gonçalves Plano de Negócios Bruno Menegola Gustavo Führ Jonas Hartmann Rosália Schneider William Gonçalves 1 Instituto de Informática Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) Caixa Postal 15.064 91.501-970

Leia mais

Gerenciamento Eletrônico de Documentos de Engenharia. Estudo de Caso (Benefícios do GED) Demonstração Prática de Uso de GED (SAPROD)

Gerenciamento Eletrônico de Documentos de Engenharia. Estudo de Caso (Benefícios do GED) Demonstração Prática de Uso de GED (SAPROD) Gerenciamento Eletrônico de Documentos de Engenharia Estudo de Caso (Benefícios do GED) Demonstração Prática de Uso de GED (SAPROD) Gerenciamento Eletrônico de Documentos de Engenharia Estudo de Caso (Benefícios

Leia mais

PLANO DE GERANCIAMENTO DO RELEASE Release: 515.05

PLANO DE GERANCIAMENTO DO RELEASE Release: 515.05 Release: 515.05 Versão Data Descrição da Versão Autor 1.0 28/02/15 Versão inicial dos Produtos PRONIM Roberto Bonanomi 1.1 18/03/15 Atualizado Riscos, texto abaixo das entregas do GP e Correção data de

Leia mais

Channel. Visão Geral e Navegação. Tutorial. Atualizado com a versão 3.9

Channel. Visão Geral e Navegação. Tutorial. Atualizado com a versão 3.9 Channel Visão Geral e Navegação Tutorial Atualizado com a versão 3.9 Copyright 2009 por JExperts Tecnologia Ltda. todos direitos reservados. É proibida a reprodução deste manual sem autorização prévia

Leia mais

Sistema para Gestão de Empreendimentos SGE. Módulo de Gestão de Custos -1-

Sistema para Gestão de Empreendimentos SGE. Módulo de Gestão de Custos -1- Módulo de Gestão de Custos -1- A crescente necessidade das empresas, em melhorar o desempenho dos seus projetos, leva automaticamente a uma melhor gestão dos processos de Controle de Custo. O vem para

Leia mais

Gestão de Indicadores

Gestão de Indicadores Gestão de Indicadores OTIMIZA O ATENDIMENTO ÀS NORMAS ISO, ONA, OHSAS, TS, AS, PBQP-h, ABNT, NR, ANVISA, entre outras, além de se adaptar aos requisitos internos da empresa. TREINAMENTO E SUPORTE ONLINE

Leia mais

Declaração de Escopo

Declaração de Escopo 1/9 Elaborado por: Adriano Marra, Bruno Mota, Bruno Leite, Janaina Versão: 1.4 Lima, Joao Augusto, Paulo Takagi, Ricardo Reis. Aprovado por: Porfírio Carlos Roberto Junior 24/08/2010 Time da Equipe de

Leia mais

Políticas de Segurança da Informação. Aécio Costa

Políticas de Segurança da Informação. Aécio Costa Aécio Costa A segurança da informação é obtida a partir da implementação de um conjunto de controles adequados, incluindo políticas, processos, procedimentos, estruturas organizacionais e funções de software

Leia mais

Treinamento Unidades de Gestão Estratégica (UGE s) Sistema CHANNEL

Treinamento Unidades de Gestão Estratégica (UGE s) Sistema CHANNEL Treinamento Unidades de Gestão Estratégica (UGE s) Sistema CHANNEL CHANNEL e o MODELO DE GESTÃO DO MPF CHANNEL e o MODELO DE GESTÃO do MPF CHANNEL e o novo modelo de gestão CHANNEL e o MODELO DE GESTÃO

Leia mais

CRManager. CRManager. TACTIUM CRManager. Guia de Funcionalidades. Versão 5.0 TACTIUM CRManager Guia de Funcionalidades. www.softium.com.

CRManager. CRManager. TACTIUM CRManager. Guia de Funcionalidades. Versão 5.0 TACTIUM CRManager Guia de Funcionalidades. www.softium.com. Tactium Tactium CRManager CRManager TACTIUM CRManager Guia de Funcionalidades 1 O TACTIUM CRManager é a base para implementar a estratégia de CRM de sua empresa. Oferece todo o suporte para personalização

Leia mais

PARTICIPANTES Nome Área Assinatura Nome Área Assinatura Mario Pereira da Silva Ger. Industrial

PARTICIPANTES Nome Área Assinatura Nome Área Assinatura Mario Pereira da Silva Ger. Industrial RELATÓRIO DE ANÁLISE CRÍTICA PELA DIREÇÃO Data da Reunião: 15/03/2011 Data da Próima Reunião: março/2012 Folha: Total de 4 PARTICIPANTES Nome Área Assinatura Nome Área Assinatura Mario Pereira da Silva

Leia mais

SISTEMA DE CONTROLE DE HELP DESK. Frederico Calazans Barbosa UBC - Universidade Braz Cubas Mogi das Cruzes/ SP

SISTEMA DE CONTROLE DE HELP DESK. Frederico Calazans Barbosa UBC - Universidade Braz Cubas Mogi das Cruzes/ SP SISTEMA DE CONTROLE DE HELP DESK Frederico Calazans Barbosa UBC - Universidade Braz Cubas Mogi das Cruzes/ SP Antonio Carlos da Cunha Migliano UBC - Universidade Braz Cubas Mogi das Cruzes/ SP RESUMO Este

Leia mais

Manual de Usuário. Gestion Libre de Parc Informatique (Gestão Livre de Parque de Informática) Versão 1.1 NRC

Manual de Usuário. Gestion Libre de Parc Informatique (Gestão Livre de Parque de Informática) Versão 1.1 NRC Manual de Usuário Gestion Libre de Parc Informatique (Gestão Livre de Parque de Informática) Versão 1.1 NRC Manual do Usuário GLPI 1. Introdução 3 2. Acessando o GLPI 4 3. Entendendo o processo de atendimento

Leia mais

Projeto Pé na Dança. www.penadanca.com. Bruno Barros Comunicador Visual. bruno@brunobarros.com www.brunobarros.com 21 2704 3991 / 9605 0589

Projeto Pé na Dança. www.penadanca.com. Bruno Barros Comunicador Visual. bruno@brunobarros.com www.brunobarros.com 21 2704 3991 / 9605 0589 Projeto Pé na Dança www.penadanca.com 1 Sumário I. Esta proposta... 3 II. Metodologia de trabalho... 5 III. Investimento... 6 IV. Cronograma... 6 V. Termos e Condições... 7 VI. Manutenção do site... 7

Leia mais

A Disciplina Gerência de Projetos

A Disciplina Gerência de Projetos A Disciplina Gerência de Projetos Atividades, Artefatos e Responsabilidades hermano@cin.ufpe.br Objetivos Apresentar atividades da disciplina Gerência de Projetos Discutir os artefatos e responsáveis envolvidos

Leia mais

SRP Sistema de Controle de Ata de Registro de Preço. Passo a Passo Gestor de Compras

SRP Sistema de Controle de Ata de Registro de Preço. Passo a Passo Gestor de Compras SRP Sistema de Controle de Ata de Registro de Preço Passo a Passo Gestor de Compras Como acessar Como Acessar O acesso ao Sistema se faz através da página da SEPLAG Clicando no Link destacado Como Acessar

Leia mais

P l a n o d e G e r e n c i a m e n t o d as C o m u n i c a ç õ e s d o P r o j e t o

P l a n o d e G e r e n c i a m e n t o d as C o m u n i c a ç õ e s d o P r o j e t o P l a n o d e G e r e n c i a m e n t o d as C o m u n i c a ç õ e s d o P r o j e t o I d e n t i f i c a ç ã o Projeto Implantação de Sistema GED Solicitante BB S.A Patrocinador do Projeto Jurandir Toblib

Leia mais

Esses recursos aplicados possibilitaram gerar soluções desktop e WEB para atividades de:

Esses recursos aplicados possibilitaram gerar soluções desktop e WEB para atividades de: Curitiba, de de 20. REF. AQUISIÇÃO DE LICENÇAS DE USO. A Empresa A Kankei é uma empresa com mais de 10 anos de atuação na área de gerenciamento de Relacionamentos, seja entre empresa e clientes, empresa

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO ESCOLA DE ENGENHARIA DEPARTAMENTO DE ELETRÔNICA. Sistema de Gerenciamento Eletrônico de Documentos

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO ESCOLA DE ENGENHARIA DEPARTAMENTO DE ELETRÔNICA. Sistema de Gerenciamento Eletrônico de Documentos UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO ESCOLA DE ENGENHARIA DEPARTAMENTO DE ELETRÔNICA Sistema de Gerenciamento Eletrônico de Documentos Autor: Evandro Bastos Tavares Orientador: Antônio Claudio Gomez

Leia mais

WebEDI - Tumelero Manual de Utilização

WebEDI - Tumelero Manual de Utilização WebEDI - Tumelero Manual de Utilização Pedidos de Compra Notas Fiscais Relação de Produtos 1. INTRODUÇÃO Esse documento descreve o novo processo de comunicação e troca de arquivos entre a TUMELERO e seus

Leia mais

UTILIZAÇÃO DO SISTEMA EXTRACRED

UTILIZAÇÃO DO SISTEMA EXTRACRED UTILIZAÇÃO DO SISTEMA EXTRACRED Esta parte do sistema como descrito anteriormente neste manual permite que seus agentes tenham acesso á uma área exclusiva para acessar informações pessoais como: Meu Extrato

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CRIAÇÃO DE WEBSITE

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CRIAÇÃO DE WEBSITE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CRIAÇÃO DE WEBSITE 1. DOS SERVIÇOS: 1.1 O presente contrato tem como objeto a formulação do conjunto de páginas eletrônicas e gráficas, aqui denominado simplesmente

Leia mais

QUALIDADE NA ELABORAÇÃO DO CATÁLOGO DE PRODUTOS DE SERVIÇOS DE DADOS

QUALIDADE NA ELABORAÇÃO DO CATÁLOGO DE PRODUTOS DE SERVIÇOS DE DADOS QUALIDADE NA ELABORAÇÃO DO CATÁLOGO DE PRODUTOS DE SERVIÇOS DE DADOS Definir Medir Analisar Melhorar Controlar Data: 16/03/006 Gestão da Qualidade QUALIDADE NA ELABORAÇÃO DO CATÁLOGO DE PRODUTOS DE SERVIÇOS

Leia mais

NOVAS PROPOSTAS: judiciais, utilizando certificação digital e diretrizes de responsabilidade ambiental..

NOVAS PROPOSTAS: judiciais, utilizando certificação digital e diretrizes de responsabilidade ambiental.. ATUALIZAÇÃO DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO INTERNO DA CTI PARA 2010 METAS: GERAÇÃO DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS COM MARGENS DE ERRO REDUZIDAS A 0% 100% DOS COLABORADORES CAPACITADOS PLENAMENTE DE ACORDO COM

Leia mais

Apresentação Rico Mäder Consultor em Gestão

Apresentação Rico Mäder Consultor em Gestão Apresentação Rico Mäder Consultor em Gestão Roberto Seixas Gestor de Negócios ALFAMAWEB rseixas@alfamaweb.com.br (11) 99456-9393 Toninho Garcez Diretor de TIC ALFAMAWEB toninho@alfamaweb.com.br (79) 9191-1633

Leia mais

T2Ti Tecnologia da Informação Ltda T2Ti.COM CNPJ: 10.793.118/0001-78 Projeto T2Ti ERP. Módulo Suprimentos. Gestão de Contratos

T2Ti Tecnologia da Informação Ltda T2Ti.COM CNPJ: 10.793.118/0001-78 Projeto T2Ti ERP. Módulo Suprimentos. Gestão de Contratos Módulo Suprimentos Gestão de Contratos Objetivo O objetivo deste artigo é dar uma visão geral sobre o Módulo Suprimentos Gestão de Contratos. Todas informações aqui disponibilizadas foram retiradas no

Leia mais

TACTIUM ecrm Guia de Funcionalidades

TACTIUM ecrm Guia de Funcionalidades TACTIUM ecrm Guia de Funcionalidades 1 Interagir com seus clientes por variados meios de contato, criando uma visão unificada do relacionamento e reduzindo custos. Essa é a missão do TACTIUM ecrm. As soluções

Leia mais

Governança de TI 2011 Gestão de Mudanças

Governança de TI 2011 Gestão de Mudanças Governança de TI 2011 Gestão de Mudanças Porto Alegre, 20 de junho de 2011 PROCESSO DE GESTÃO DE MUDANÇAS Indicadores de mudanças RBS PROCESSO DE GESTÃO DE MUDANÇAS Gestão de Mudanças e ITIL Nosso processo

Leia mais

Extração de indicadores Garantias Ocorrências. Agenda de vendas Gestão de qualidade Históricos Agenda de tarefas

Extração de indicadores Garantias Ocorrências. Agenda de vendas Gestão de qualidade Históricos Agenda de tarefas Fenícia CRM & SRM Introdução O Fenícia CRM (Customer Relationship Management - Sistema de Gerenciamento do Relacionamento com os Clientes) é uma ferramenta de gestão com foco no cliente, essencial para

Leia mais

Sistema de Logística Reversa

Sistema de Logística Reversa Sistema de Logística Reversa Manual de Utilização do Sistema Índice 1 Acessando o Sistema...3 1.1 Alterando a Senha...3 2 Tela Principal...4 3 Inserindo uma nova solicitação de coleta...4 4 Pesquisar solicitações

Leia mais

II. FASE DE PLANEJAMENTO define a maturidade do entendimento do escopo e, o desenvolvimento do Plano do Projeto PP.

II. FASE DE PLANEJAMENTO define a maturidade do entendimento do escopo e, o desenvolvimento do Plano do Projeto PP. II. FASE DE PLANEJAMENTO define a maturidade do entendimento do escopo e, o desenvolvimento do Plano do Projeto PP. Nesta fase busca-se o refinamento dos objetivos do projeto e detalhamento do melhor caminho

Leia mais

PR 2 PROCEDIMENTO. Auditoria Interna. Revisão - 2 Página: 1 de 9

PR 2 PROCEDIMENTO. Auditoria Interna. Revisão - 2 Página: 1 de 9 Página: 1 de 9 1. OBJETIVO Estabelecer sistemática de funcionamento e aplicação das Auditorias Internas da Qualidade, fornecendo diretrizes para instruir, planejar, executar e documentar as mesmas. Este

Leia mais

MANUAL SISTEMA DE GERENCIAMENTO WWW.REDERENALI.COM.BR

MANUAL SISTEMA DE GERENCIAMENTO WWW.REDERENALI.COM.BR MANUAL SISTEMA DE GERENCIAMENTO WWW.REDERENALI.COM.BR MANUAL SISTEMA GERENCIAMENTO RENALI- Versão 3 Maio 2012 WWW.REDERENALI.COM.BR INTRODUÇÃO ACESSO VISÃO GERAL VISÃO DO PROJETO FORMULÁRIOS CADASTRO DE

Leia mais

Casos de Sucesso. Cliente. Deloitte Touche Tohmatsu Consultores LTDA

Casos de Sucesso. Cliente. Deloitte Touche Tohmatsu Consultores LTDA Casos de Sucesso Cliente Deloitte Touche Tohmatsu Consultores LTDA Deloitte Touche Tohmatsu Consultores LTDA Perfil da empresa A Deloitte é uma das maiores empresas do mundo na prestação de serviços profissionais

Leia mais

Apresentação Comercial

Apresentação Comercial Apresentação Comercial Quem Somos O HANT é uma vertical da empresa NDDigital, com foco em desenvolver soluções através de software e serviços direcionados a atender a cadeia de compra das empresas, desde

Leia mais

Pós-Graduação em Gerenciamento de Projetos práticas do PMI

Pós-Graduação em Gerenciamento de Projetos práticas do PMI Pós-Graduação em Gerenciamento de Projetos práticas do PMI Planejamento do Gerenciamento das Comunicações (10) e das Partes Interessadas (13) PLANEJAMENTO 2 PLANEJAMENTO Sem 1 Sem 2 Sem 3 Sem 4 Sem 5 ABRIL

Leia mais

15/09/2015. Gestão e Governança de TI. Modelo de Governança em TI. A entrega de valor. A entrega de valor. A entrega de valor. A entrega de valor

15/09/2015. Gestão e Governança de TI. Modelo de Governança em TI. A entrega de valor. A entrega de valor. A entrega de valor. A entrega de valor Gestão e Governança de TI Modelo de Governança em TI Prof. Marcel Santos Silva PMI (2013), a gestão de portfólio é: uma coleção de projetos e/ou programas e outros trabalhos que são agrupados para facilitar

Leia mais

Manual de Utilização ZENDESK. Instruções Básicas

Manual de Utilização ZENDESK. Instruções Básicas Manual de Utilização ZENDESK Instruções Básicas Novembro/2013 SUMÁRIO 1 Acesso à ferramenta... 3 2 A Ferramenta... 4 3 Tickets... 8 3.1 Novo Ticket... 8 3.2 Acompanhamentos de Tickets já existentes...

Leia mais

CATÁLOGO DE CUSTOMIZAÇÕES Apontamento Web

CATÁLOGO DE CUSTOMIZAÇÕES Apontamento Web CATÁLOGO DE CUSTOMIZAÇÕES Apontamento Web Índice CONSIDERAÇÕES INICIAIS... 3 DADOS DO PROJETO... 4 OBJETIVO(S) DO PROJETO... 4 ESCOPO... ERRO! INDICADOR NÃO DEFINIDO. PREMISSAS... 17 LIMITAÇÕES E RESTRIÇÕES...

Leia mais

SUMÁRIO. Elaborado por: Revisado por: Aprovado por: Coordenação de Qualidade e Meio Ambiente. Gerência Suprimentos e Logística

SUMÁRIO. Elaborado por: Revisado por: Aprovado por: Coordenação de Qualidade e Meio Ambiente. Gerência Suprimentos e Logística Suprimentos e Logística Pág. 1 de 14 SUMÁRIO 1 OBJETIVO... 2 2 ABRANGÊNCIA / NÍVEL DE DISTRIBUIÇÃO... 2 3 SIGLAS UTILIZADAS... 2 4 GLOSSÁRIO / CONCEITOS... 2 5 DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA... 3 6 CONTEÚDO...

Leia mais

SOLUÇÕES EM GESTÃO DE RELACIONAMENTO

SOLUÇÕES EM GESTÃO DE RELACIONAMENTO SOLUÇÕES EM GESTÃO DE RELACIONAMENTO Hoje as empresas necessitam e muito de uma ferramenta de Gestão de Clientes! Porém, o alto custo de tal ferramenta inviabiliza sua implantação em empresas de pequeno

Leia mais

ERP é um sistema de gestão empresarial que gerencia as informações relativas aos processos operacionais, administrativos e gerenciais das empresas.

ERP é um sistema de gestão empresarial que gerencia as informações relativas aos processos operacionais, administrativos e gerenciais das empresas. Introdução Sistemas de Informação é a expressão utilizada para descrever um Sistema seja ele automatizado (que pode ser denominado como Sistema Informacional Computadorizado), ou seja manual, que abrange

Leia mais

ANEXO I - TERMO DE REFERÊNCIA NÚCLEO DE EMPREENDIMENTOS EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ARTES NECTAR.

ANEXO I - TERMO DE REFERÊNCIA NÚCLEO DE EMPREENDIMENTOS EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ARTES NECTAR. ANEXO I - TERMO DE REFERÊNCIA NÚCLEO DE EMPREENDIMENTOS EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ARTES NECTAR. OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA CONSTRUÇÃO DO PORTAL E AQUISIÇÃO DE SOFTWARE DE GESTÃO DE

Leia mais

Termo de Abertura Sistema de Vendas de Pizzas Online (PizzaWeb) - Versão 1.0

Termo de Abertura Sistema de Vendas de Pizzas Online (PizzaWeb) - Versão 1.0 Termo de Abertura Sistema de Vendas de Pizzas Online (PizzaWeb) - Versão 1.0 Versão do Documento: 1.1 Histórico de Revisão Data Versão do Documento Descrição Autor 18/03/2011 1.0 Montar o Termo de Abertura.

Leia mais

Sistemas de Informação

Sistemas de Informação Sistemas de Informação Informação no contexto administrativo Graduação em Redes de Computadores Prof. Rodrigo W. Fonseca SENAC FACULDADEDETECNOLOGIA PELOTAS >SistemasdeInformação SENAC FACULDADEDETECNOLOGIA

Leia mais

MANUAL DE GESTÃO DA QUALIDADE

MANUAL DE GESTÃO DA QUALIDADE Revisão: 07 Data: 05.03.09 Página 1 de 7 Copia controlada MANUAL DE GESTÃO DA QUALIDADE José G. Cardoso Diretor Executivo As informações contidas neste Manual são de propriedade da Abadiaço Ind. e Com.

Leia mais

Universidade de Brasília. Departamento de Ciência da Informação e Documentação. Prof a.:lillian Alvares

Universidade de Brasília. Departamento de Ciência da Informação e Documentação. Prof a.:lillian Alvares Universidade de Brasília Departamento de Ciência da Informação e Documentação Prof a.:lillian Alvares Fóruns óu s/ Listas de discussão Espaços para discutir, homogeneizar e compartilhar informações, idéias

Leia mais

Capítulo IX. Resultados Parte I. Inspeção de instalações elétricas. Relatório técnico de inspeções (RTI)

Capítulo IX. Resultados Parte I. Inspeção de instalações elétricas. Relatório técnico de inspeções (RTI) 40 Capítulo IX Resultados Parte I Por Marcus Possi* O objetivo deste artigo é finalizar o processo de trabalho da inspeção nas instalações elétricas, apresentando os resultados, não apenas relatórios ou

Leia mais

SIMPROS 2001. Experiência de implantação da norma ISO 9001:2000 a partir da utilização da ISO/IEC TR 15504 (SPICE) para Melhoria de Processos

SIMPROS 2001. Experiência de implantação da norma ISO 9001:2000 a partir da utilização da ISO/IEC TR 15504 (SPICE) para Melhoria de Processos Experiência de implantação da norma ISO 9001:2000 a partir da utilização da ISO/IEC TR 15504 (SPICE) para Melhoria de Processos Adilson Sérgio Nicoletti Blumenau, SC - setembro de 2001 Conteúdo Apresentação

Leia mais

Manual de Usuário. Gestion Libre de Parc Informatique (Gestão Livre de Parque de Informática) Versão 1.0 Afonso Ueslei da Fonseca

Manual de Usuário. Gestion Libre de Parc Informatique (Gestão Livre de Parque de Informática) Versão 1.0 Afonso Ueslei da Fonseca Manual de Usuário Gestion Libre de Parc Informatique (Gestão Livre de Parque de Informática) Versão 1.0 Afonso Ueslei da Fonseca Manual do Usuário GLPI 1. Introdução 3 2. Acessando o GLPI 4 3. Entendendo

Leia mais

Sistema de Automação Comercial de Pedidos

Sistema de Automação Comercial de Pedidos Termo de Abertura Sistema de Automação Comercial de Pedidos Cabana - Versão 1.0 Iteração 1.0- Release 1.0 Versão do Documento: 1.5 Histórico de Revisão Data Versão do Documento Descrição Autor 18/03/2011

Leia mais

Tiago/Costa/ Web & Graphic Designer

Tiago/Costa/ Web & Graphic Designer Tiago/Costa/ Web & Graphic Designer Proposta comercial de 2 sites dinâmicos com painel de controle para: CDV Indíce Premissa Front-end Back-end Metodologia Manutenção preventiva Cronograma Investimento

Leia mais

POLÍTICA ORGANIZACIONAL

POLÍTICA ORGANIZACIONAL POLÍTICA ORGANIZACIONAL PARA DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE NA DR TECH Data 01/03/2010 Responsável Doc ID Danielle Noronha PoliticaOrg_DR_V003 \\Naja\D\Gerenciamento\Política Localização Organizacional Versão

Leia mais

Alternativas para Governança de processos do Cadastro de Clientes e Fornecedores

Alternativas para Governança de processos do Cadastro de Clientes e Fornecedores Alternativas para Governança de processos do Cadastro de Clientes e Fornecedores O Portal de Serviços: O Sistema de Automação de Consultas: visite: www.keyconsultasweb.com.br Evite riscos fiscais ao enviar

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO ANALISTA DE SISTEMA ÊNFASE GOVERNANÇA DE TI ANALISTA DE GESTÃO RESPOSTAS ESPERADAS PRELIMINARES

CONCURSO PÚBLICO ANALISTA DE SISTEMA ÊNFASE GOVERNANÇA DE TI ANALISTA DE GESTÃO RESPOSTAS ESPERADAS PRELIMINARES CELG DISTRIBUIÇÃO S.A EDITAL N. 1/2014 CONCURSO PÚBLICO ANALISTA DE GESTÃO ANALISTA DE SISTEMA ÊNFASE GOVERNANÇA DE TI RESPOSTAS ESPERADAS PRELIMINARES O Centro de Seleção da Universidade Federal de Goiás

Leia mais

Pag: 1/20. SGI Manual. Controle de Padrões

Pag: 1/20. SGI Manual. Controle de Padrões Pag: 1/20 SGI Manual Controle de Padrões Pag: 2/20 Sumário 1 Introdução...3 2 Cadastros Básicos...5 2.1 Grandezas...5 2.2 Instrumentos (Classificação de Padrões)...6 3 Padrões...9 3.1 Padrão Interno...9

Leia mais

Dataprev Aumenta a Eficiência na Entrega de Projetos em 40% com CA Clarity on Premise

Dataprev Aumenta a Eficiência na Entrega de Projetos em 40% com CA Clarity on Premise CUSTOMER SUCCESS STORY Dezembro 2013 Dataprev Aumenta a Eficiência na Entrega de Projetos em 40% com CA Clarity on Premise PERFIL DO CLIENTE Indústria: Setor público Companhia: Dataprev Empregados: 3.000+

Leia mais

Manual de Utilização do GLPI

Manual de Utilização do GLPI Manual de Utilização do GLPI Perfil Usuário Versão 1.0 NTI Campus Muzambinho 1 Introdução Prezado servidor, o GLPI é um sistema de Service Desk composto por um conjunto de serviços para a administração

Leia mais

Sistema de HelpDesk da SESAU Guia do Usuário

Sistema de HelpDesk da SESAU Guia do Usuário Secretaria de Estado da Saúde de Alagoas SESAU Coordenadoria Setorial de Gestão a Informática - CSGI Sistema de HelpDesk da SESAU Guia do Usuário Maceió 06/02/2012 Técnico Responsável: Bruno Cavalcante

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO DO M3

MANUAL DO USUÁRIO DO M3 MANUAL DO USUÁRIO DO M3 1 CADASTROS 1.1 Clientes Abre uma tela de busca na qual o usuário poderá localizar o cadastro dos clientes da empresa. Preencha o campo de busca com o nome, ou parte do nome, e

Leia mais

SISTEMA DE CONTROLE DE DOCUMENTOS AVULSOS - SISDOC. Manual do Sistema v3.1

SISTEMA DE CONTROLE DE DOCUMENTOS AVULSOS - SISDOC. Manual do Sistema v3.1 SISTEMA DE CONTROLE DE DOCUMENTOS AVULSOS - SISDOC Manual do Sistema v3.1 JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO SISTEMA DE CONTROLE DE DOCUMENTOS AVULSOS 1- Introdução O Sistema

Leia mais

CAPÍTULO 3 PLANO DE MANUTENÇÃO

CAPÍTULO 3 PLANO DE MANUTENÇÃO 3.1 PLANO DE MANUTENÇÃO CAPÍTULO 3 PLANO DE MANUTENÇÃO O Plano de Manutenção é composto pelas oito ferramentas abaixo representadas. É feito via web, pelo software Leankeep. 3.2 SOFTWARE O software, a

Leia mais

1. O que é GLPI? 2. Processo de atendimento

1. O que é GLPI? 2. Processo de atendimento 1. O que é GLPI? GLPI (Gestionnaire Libre de Parc Informatique) é a uma sigla em Francês, que significa Gestão de Parque de Informática Livre. Essa é uma ferramenta de helpdesk (suporte ao usuário) para

Leia mais

Projeto de Conclusão de Curso Desenvolvimento de Web Site Técnico 24 2009

Projeto de Conclusão de Curso Desenvolvimento de Web Site Técnico 24 2009 SENAC Projeto de Conclusão de Curso Desenvolvimento de Web Site Técnico 24 2009 Alunos: Bruno de Paula Larini Josiel Rafael de Melo Garcia Rafael Simonato 1 São José do Rio Preto 2009 SENAC Cultura Culinária

Leia mais