Aula2. Conhecendo o SDK e compilando o programa HelloWorld

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Aula2. Conhecendo o SDK e compilando o programa HelloWorld"

Transcrição

1 Programando para Symbian OS S60 Platform SDKs for Symbian OS, for C++ 01 Setembro/2007 Aula2 Conhecendo o SDK e compilando o programa HelloWorld Objetivo da aula: Propiciar ao leitor uma visão geral do SDK (S60 Platform SDKs for Symbian OS, for C++) e demonstrar o processo de compilação do programa HelloWorld através da linha de comando e sua execução no emulador. Depois do programa testado no emulador, ainda será demonstrado como gerar um arquivo de instalação (.sis/.sisx) e como tranferir esse arquivo para um dispositivo (Nokia E61). Tópicos abordados: Conhecendo o SDK Ferramentas de desenvolvimento para Symbian OS Processo de compilação na linha de comando Conhecendo o Emulador e testando o HelloWorld Gerando arquivos de Instalação.SIS/.SISX

2 1. Symbian OS - Plataforma S60 x UIQ Symbian OS has a flexible architecture which allows different mobile phone platforms to run on top of the core operating system. The two most widely of used of these are S60 (formerly known as Series 60) and UIQ, which are both discussed in this tutorial. Platforms provides a graphical user interface (GUI) framework, applications which use it, such as messaging or calendar, and can supply additional application and middleware services. The platforms are said to be open because, in addition to these built-in applications, a user may additionally install others such as games, enterprise applications, like push e- mail, or utilities. This tutorial explains the process of creating such distributable applications Plataforma Series 60 (S60) The Nokia S60 platform is used in the majority of Symbian OS smartphones shipped to date. Although owned by Nokia, it is also licensed to other handset manufacturers such as Panasonic, Samsung and Siemens. S60 has been designed for easy one-handed use. It does not have a touch screen but instead has various input keys, including two soft keys, a five-way navigator pad (4 ways plus a centre selection button), the number keys and several dedicated keys such as the menu key. When programming for S60, since there is no touch screen, pointer events are not supported. Another consequence of having no touch screen input is that developer should consider the type of user input required. For example, in some situations it may be appropriate to replace a text entry box with a pre-filled list, from which a selection can be made Plataforma UIQ The UIQ Platform is owned by UIQ Technology AB a wholly-owned subsidiary of Symbian Ltd. The platform originates from a Symbian reference design and is licensed to several handset manufacturers, such as Sony Ericsson, Motorola, BenQ and Arima. UIQ supports both keypad and touchscreen input (through virtual keyboard, handwriting recognition or interaction with typical UI controls). It can be configured with respect to touch/non-touch screens, screen size, the use of a menu bar or the use of soft keys. 2. Conhecendo o SDK The key elements of an SDK are: 2/15

3 a Windows-based emulation of a phone. Programs are initially developed and tested on the emulator. header files and binary library files both for emulator development and for running the code on real ARM processor-based phones a GCC-based compiler for building for ARM-based targets additional tools for building and application deployment documentation (the Symbian OS Library) and examples 2.1. Estrutura de diretórios do SDK Asdsadasd Asds Sadas Asdd epoc32\: binaries and tools to support development, including emulator files, libraries, header files, and tools. The form of this directory is explained in detail in the following table. Documentation\: On UIQ SDKs, Symbian OS and UIQ documentation. 3/15

4 examples\: generic Symbian OS example code. On UIQ SDKs, UIQ specific examples are contained in examples\uiq. S60Doc: On S60 SDKs, S60 and Symbian OS documentation. S60Ex: On S60 SDKs, S60 example programs Directory BUILD data gcc include Description Intermediate build files (makefiles, object code, project browsing information). This directory is created when a project is built. Emulator configuration files. The files stored under the z subdirectory are combined with the \epoc32\release\winscw\udeb\z or \epoc32\release\winscw\urel\z directory to make up the ROM drive for the emulator. See \release\ for more information. GNU GCC toolchain required for various build utilities (this is not however the compiler now used for building application code). UIQ or S60 and Symbian OS C++ system include files. localisation Localisable files. release This is where the executables will be placed when you build your project - build output files such as.exe or.dll are 4/15

5 stored here. The directory has sub-directories for each build target. The armv5 and gcce directories contain files for ARM targets and winscw contains build output for the emulator. Each directory will have subdirectories for debug (udeb), and release (urel) builds. For emulator build targets, under udeb and urel there will be a subdirectory called z which contains the contents of the ROM drive for the emulator. For phone build targets, the release directory is used to store the executables before they are packaged into an install file for installation onto a phone. tools winscw Windows-based SDK tools such as batch files, perl scripts, Windows, DOS and Java executables. The emulated drives of the emulator (C:\ etc) are stored under here Ferramentas de desenvolvimento do SDK Asdsa The kits supply tools that allow projects to be built from the command line. This is not as easy as using the IDE to control a build, but it does allow for building from batch processes, such as automatic build and test scripts. The following table summarises the command line tools, most of which will be discussed further in the Building, debugging and deploying an application section of this tutorial. Tool abld bldmake bmconv cshlpcmp Description Build tool used to control all aspects of building a project. It is created in the current directory by the bldmake tool from a component description file bld.inf. For a command line reference, see the abld command syntax. abld invokes the resource compiler and bitmap converter, described below. Build tool that processes the component description file (bld.inf) in the current directory and generates the batch file abld and several build batch makefiles (.make). For command line reference, see the Bldmake command syntax. Bitmap converter that takes one or more Windows bitmap files (.bmp) and generates a single Symbian OS multi-bitmap file (.mbm). For command line syntax, see the Bitmap converter syntax. Context sensitive help compiler that builds.hlp help files using information defined in a project file,.rtf source file or files, and an optional customisation file. For command line reference, see the CS Help Compiler. cshlpcmp_gui is a GUI for this compiler (not used in S60). 5/15

6 epocrc Combines the actions of passing a resource file through the C++ preprocessor, and then compiling it with rcomp. For command line reference, see Resource builder tool: epocrc. createsis The createsis tool creates and signs software installation packages (SIS files). It provides a wrapper around lower level installation tools such as makesis and makekeys. makesis makekeys makmake petran rcomp Installation File Generator that creates software installation packages based on source PC/target Symbian OS file locations defined in a.pkg package file. For command line reference, see the Installation File Generator syntax. Certification Generator that creates a private/public key pair and issues certificate requests. For a command line reference, see the Certification Generator syntax. Build tool that takes a.mmp project file which lists the components of the project, and produces a makefile. Uses GNU cpp to evaluate dependencies. Generated headers from resource compilation and multibitmap compilation, etc., should be available before makmake is run. For a command line reference, see the makmake command syntax. For Portable Executable Translation. The petran tool converts executables from Portable Executable format (the standard format for executable and object files) to the Symbian OS executable format. It is invoked at the final stage of the build process for ARM targets. Resource compiler that compiles source (.rss) resource files into a resource data file (default extension.rsc) which can be used by applications, and a resource header file (.rsg). The operation of the resource compiler is usually wrapped in an abld batch file. For command line reference, see the Resource compiler syntax. Asdsad 3. Compilando o HelloWorld 3.1. Conceitos teóricos You can build for any target from the command line once you have a component definition file (bld.inf) and project definition file (mmp file). Firstly, run bldmake from the project directory (usually \group) where the bld.inf file is located: > bldmake bldfiles This creates a batch file, called abld.bat, which you use in the next step. 6/15

7 To build the project, you call abld build which will build the project for all default targets in both release and debug variants. To build for a particular target and variant, use abld build target-name variant, for example: > abld build winscw udeb builds the project for the debug variant of WINSCW only. ENTRADAS COMANDOS SAÍDAS bld.inf > bldmake bldfiles Arquivos Intermediários de compilação em: \epoc32\build\<dir_projeto> projectfile.mnp ABDL.BAT em: <DIR_PROJETO> Arquivos Fonte (.cpp) > abld build winscw udeb Arquivos Intermediários em: \epoc32\build\<dir_projeto> Arquivos Binários em: \epoc32\release\winscw\udeb\ 3.2. Compilando (aplicando a teoria) Abra o Prompt de comando do Windows no diretório: C:\Symbian\9.2\S60_3rd_FP1\S60Ex\HelloWorldBasic\group (espero que o leitor tenha instalado o Power Toy sugerido no final da Aula 1). 7/15

8 Agora você deve gerar o arquivo abld.bat. Esse procedimento é automatizado com o comando bldmake bldfiles. 8/15

9 Agora o leitor gerou o ABLD.BAT, já é possível compilar o programa para ser testado no emulador. Nesse caso dizemos que o alvo do programa é o WINSCW, que nada mais é que a pasta raiz do sistema de arquivos do emulador. Para gerar o arquivo binário que pode ser executado no emulador, execute o comando abld build winscw udeb. Muita coisa deve aparecer na sua tela. Se o resultado final for algo como mostrado na figura abaixo, parabéns! Você compilou o seu primeiro programa para Symbian! 9/15

10 Os arquivos intermediários resultantes do processo de compilação foram armazenados dentro do diretório: C:\Symbian\9.2\S60_3rd_FP1\Epoc32\BUILD\Symbian\9.2\S60_3rd_FP1\S60Ex\Hell oworldbasic\ O arquivo binário resultado da compilação (HelloWorldBasic.exe) foi automaticamente colocado dentro da pasta C:\Symbian\9.2\S60_3rd_FP1\Epoc32\release\winscw\udeb para que possa ser executado no emulador. 10/15

11 Asdsad Sadsad ENTRADAS COMANDOS SAÍDAS group\ bld.inf group\ helloworldbasic.mmp > bldmake bldfiles Arqs. Interm. de compilação em: C:\Symbian\9.2\S60_3rd_FP1\Epo c32\build\symbian\9.2\s60_3rd_ FP1\S60Ex\HelloWorldBasic\ ABDL.BAT em: C:\Symbian\9.2\S60_3rd_FP1\S60 Ex\HelloWorldBasic\group Arquivos Fonte: src\ helloworldbasic.cpp. helloworldbasicquerydialog.cpp inc\ helloworldbasic.h. helloworldbasicquerydialog.h. > abld build winscw udeb Arquivos Intermediários em: C:\Symbian\9.2\S60_3rd_FP1\Epo c32\build\symbian\9.2\s60_3rd_ FP1\S60Ex\HelloWorldBasic\ Arquivos Binários em: C:\Symbian\9.2\S60_3rd_FP1\Epo c32\release\winscw\udeb Asdmnsakd Sadçksadç Saçldkçsa 11/15

12 4. Rodando o HelloWorld no Emulador Existem várias maneiras de usarmos o emulador. A mais trivial delas é através do menu Iniciar do windows, seguindo a seqüência Inciar Todos os Programas S60 Developer Tools 3rd Edition FP1 SDK 1.0 Emulator Observação: O emulador demora vários segundos para inicializar! 12/15

13 Você pode também abrir o emulador digitando epoc na linha de comando: 4.1. Acessando o HelloWorld através dos controles do emulador Todas as aplicações instaladas no emulador ficam dentro da pasta Instaled. Para navegar pelo emulador use os botões da interface! 13/15

14 Finalmente, o HelloWorld! m sistema operacional criado para rodar embarcado em dispositivos móveis "multimídia" com suporte à câmeras fotográficas, MMS, wireless, bluetooth, Wi-Fi dentre outras funções. Este sistema operacional é predominantemente baseado em um ambiente gráfico bastante simples. Atualmente ele é utilizado na maioria dos recentes modelos de telefones celulares dos grandes fabricantes. A grande preocupação do Symbian OS é evitar ao máximo o desperdício de recursos do celular, como bateria e memória. Para isso ele conta com diversos mecanismos que são eficientes ao tratar desses problemas. Em sua versão mais nova 9.5, foi reduzido o consumo de memória em 30% em relação à versão anterior. Atualmente o Symbian lidera como sendo o SO mais utilizado em smartphones, a frente do Linux, Windows Mobile e outros concorrentes. 14/15

15 Correções e atualizações desse documento estarão disponíveis em: 15/15

Aula1. Preparando o ambiente de desenvolvimento

Aula1. Preparando o ambiente de desenvolvimento Programando para Symbian OS S60 Platform SDKs for Symbian OS, for C++ (diego@drsolutions.com.br) 27 Agosto/2007 Aula1 Preparando o ambiente de desenvolvimento Objetivo da aula: Propiciar ao leitor uma

Leia mais

Métodos Formais em Engenharia de Software. VDMToolTutorial

Métodos Formais em Engenharia de Software. VDMToolTutorial Métodos Formais em Engenharia de Software VDMToolTutorial Ana Paiva apaiva@fe.up.pt www.fe.up.pt/~apaiva Agenda Install Start Create a project Write a specification Add a file to a project Check syntax

Leia mais

Arquitectura de Sistemas Computacionais

Arquitectura de Sistemas Computacionais Arquitectura de Sistemas Computacionais Práticas 2004-2005 Prof. Dr. Paulo Sampaio Departamento de Matemática e Engenharias UNIVERSIDADE DA MADEIRA A plataforma Nokia Series 60 Optimizado para Symbian

Leia mais

Computação Móvel J2ME

Computação Móvel J2ME Computação Móvel J2ME Java 2 Platform (1) Java 2 Standard Edition (J2SE) Desktop applications Java 2 Enterprise Edition (J2EE) Server applications Java 2 Micro Edition (J2ME) Handheld/embedded devices

Leia mais

Easy Linux! FUNAMBOL FOR IPBRICK MANUAL. IPortalMais: a «brainware» company www.iportalmais.pt. Manual

Easy Linux! FUNAMBOL FOR IPBRICK MANUAL. IPortalMais: a «brainware» company www.iportalmais.pt. Manual IPortalMais: a «brainware» company FUNAMBOL FOR IPBRICK MANUAL Easy Linux! Title: Subject: Client: Reference: Funambol Client for Mozilla Thunderbird Doc.: Jose Lopes Author: N/Ref.: Date: 2009-04-17 Rev.:

Leia mais

EA998/MC933 Guido Araujo e Sandro Rigo

EA998/MC933 Guido Araujo e Sandro Rigo EA998/MC933 Guido Araujo e Sandro Rigo 1 Introdução Livros adotados (e-books) Learning Android, Marco Gargenta, O Reilly Media (livro texto) Professional Android Application, Reto Meier, Wrox Abordagem

Leia mais

Universidade da Beira Interior. Sistemas Distribuídos - 2014/2015 Curso: Engª Informática. Folha 11. JAX-RS: Java API for RESTful Web Services

Universidade da Beira Interior. Sistemas Distribuídos - 2014/2015 Curso: Engª Informática. Folha 11. JAX-RS: Java API for RESTful Web Services JAX-RS: Java API for RESTful Web Services A - Creating RESTful Web Services from a Database 1- Comece por criar um projeto do tipo Java Web application, como fez nos exercícios das fichas anteriores. No

Leia mais

Easy Linux! FUNAMBOL FOR IPBRICK MANUAL. IPortalMais: a «brainmoziware» company www.iportalmais.pt. Manual Jose Lopes

Easy Linux! FUNAMBOL FOR IPBRICK MANUAL. IPortalMais: a «brainmoziware» company www.iportalmais.pt. Manual Jose Lopes IPortalMais: a «brainmoziware» company www.iportalmais.pt FUNAMBOL FOR IPBRICK MANUAL Easy Linux! Title: Subject: Client: Reference: Funambol Client for Microsoft Outlook Doc.: Author: N/Ref.: Date: 2009-04-17

Leia mais

hdd enclosure caixa externa para disco rígido

hdd enclosure caixa externa para disco rígido hdd enclosure caixa externa para disco rígido USER S GUIDE SPECIFICATONS HDD Support: SATA 2.5 Material: Aluminium and plastics Input connections: SATA HDD Output connections: USB 3.0 (up to 5.0Gbps)

Leia mais

Universidade Federal de Minas Gerais Escola de Engenharia Departamento de Engenharia Eletrônica

Universidade Federal de Minas Gerais Escola de Engenharia Departamento de Engenharia Eletrônica Universidade Federal de Minas Gerais Escola de Engenharia Departamento de Engenharia Eletrônica Disciplina: Automação em Tempo Real (ELT012) Data: 17/04/2008 Professor: Luiz T. S. Mendes Guia prático para

Leia mais

User Guide Manual de Utilizador

User Guide Manual de Utilizador 2400 DPI OPTICAL GAMING MOUSE User Guide Manual de Utilizador 2014 1Life Simplify it All rights reserved. www.1-life.eu 2 2400 DPI OPTICAL GAMING MOUSE ENGLISH USER GUIDE...4 MANUAL DE UTILIZADOR PORTUGUÊS...18

Leia mais

Accessing the contents of the Moodle Acessando o conteúdo do Moodle

Accessing the contents of the Moodle Acessando o conteúdo do Moodle Accessing the contents of the Moodle Acessando o conteúdo do Moodle So that all the available files in the Moodle can be opened without problems, we recommend some software that will have to be installed

Leia mais

Para iniciar um agente SNMP, usamos o comando snmpd. Por padrão, aceita requisições na porta 161 (UDP).

Para iniciar um agente SNMP, usamos o comando snmpd. Por padrão, aceita requisições na porta 161 (UDP). EN3610 Gerenciamento e interoperabilidade de redes Prof. João Henrique Kleinschmidt Prática SNMP 1 MIBs RMON No Linux os arquivos MIB são armazenados no diretório /usr/share/snmp/mibs. Cada arquivo MIB

Leia mais

ÍNDICE PORTUGUÊS INDEX ENGLISH

ÍNDICE PORTUGUÊS INDEX ENGLISH ÍNDICE PORTUGUÊS 1. Características... 2 2. Conteúdo da Embalagem... 3 3. Como usar o Receptor de TV Digital... 3 4. Tela de Vídeo... 6 5.Requisitos Mínimos... 6 6. Marcas Compatíveis... 8 INDEX ENGLISH

Leia mais

Para iniciar um agente SNMP, usamos o comando snmpd. Por padrão, aceita requisições na porta 161 (UDP).

Para iniciar um agente SNMP, usamos o comando snmpd. Por padrão, aceita requisições na porta 161 (UDP). EN3610 Gerenciamento e interoperabilidade de redes Prof. João Henrique Kleinschmidt Prática SNMP Net-SNMP (http://www.net-snmp.org) é um conjunto de aplicações usado para implementar SNMPv1, SNMPv2 e SNMPv3.

Leia mais

Manual do usuário. Xperia P TV Dock DK21

Manual do usuário. Xperia P TV Dock DK21 Manual do usuário Xperia P TV Dock DK21 Índice Introdução...3 Visão geral da parte traseira do TV Dock...3 Introdução...4 Gerenciador do LiveWare...4 Como atualizar o Gerenciador do LiveWare...4 Utilização

Leia mais

Click the + sign to add new server details. Clique no sinal de "+" para adicionar novos detalhes do servidor. Enter a friendly name for your BI Server

Click the + sign to add new server details. Clique no sinal de + para adicionar novos detalhes do servidor. Enter a friendly name for your BI Server Click the + sign to add new server details Clique no sinal de "+" para adicionar novos detalhes do servidor Enter a friendly name for your BI Server Digite um nome amigável para o seu BI Server Enter the

Leia mais

Aula 4: Montagem e Disponibilização Frameworks Genéricos

Aula 4: Montagem e Disponibilização Frameworks Genéricos Aula 4: Montagem e Disponibilização Frameworks Genéricos Diego Passos Universidade Federal Fluminense Técnicas de Projeto e Implementação de Sistemas II Diego Passos (UFF) Montagem e Disponibilização Frameworks

Leia mais

SmartDock for Xperia ion Manual do usuário

SmartDock for Xperia ion Manual do usuário SmartDock for Xperia ion Manual do usuário Índice Introdução...3 Visão geral do SmartDock...3 Carregando o SmartDock...3 Introdução...5 LiveWare manager...5 Como atualizar o LiveWare manager...5 Como selecionar

Leia mais

SATA 3.5. hd:basic. hdd enclosure caixa externa para disco rígido

SATA 3.5. hd:basic. hdd enclosure caixa externa para disco rígido SATA 3.5 hd:basic hdd enclosure caixa externa para disco rígido hd:basic USER S GUIDE SPECIFICATIONS HDD support: SATA 3.5 Material: Aluminium Input connections: SATA HDD Output connections: USB 2.0

Leia mais

Introdução ao Android SDK. Prof. Me. Hélio Esperidião

Introdução ao Android SDK. Prof. Me. Hélio Esperidião Introdução ao Android SDK Prof. Me. Hélio Esperidião Android SDK O Android SDK permite que os desenvolvedores elaborem as aplicações a partir de um dispositivo virtual para os aparelhos de celular e tablet,

Leia mais

HMI Caracteristicas e extensões utilizando FT View ME v6.1 e PanelView Plus 6

HMI Caracteristicas e extensões utilizando FT View ME v6.1 e PanelView Plus 6 HMI Caracteristicas e extensões utilizando FT View ME v6.1 e PanelView Plus 6 Dangelo Ávila Gerente de Produto Email: dmavila@ra.rockwell.com Cel: (021) 98207-5700 PUBLIC PUBLIC - 5058-CO900H Agenda 1.

Leia mais

Visão geral Estrutura do sistema Ferramentas de desenvolvimento Uma aplicação. Android. Universidade Federal de Santa Catarina. 17 de dezembro de 2008

Visão geral Estrutura do sistema Ferramentas de desenvolvimento Uma aplicação. Android. Universidade Federal de Santa Catarina. 17 de dezembro de 2008 Android José João Junior Universidade Federal de Santa Catarina 17 de dezembro de 2008 Agenda 1 Visão geral 2 Estrutura do sistema 3 Ferramentas de desenvolvimento 4 Uma aplicação Visão geral Histórico

Leia mais

Adotando OpenEdge Architect. Luciano Oliveira Sr. Instructor, Consultant Global Field Services

Adotando OpenEdge Architect. Luciano Oliveira Sr. Instructor, Consultant Global Field Services Adotando OpenEdge Architect Luciano Oliveira Sr. Instructor, Consultant Global Field Services Agenda Antes do OpenEdge Architect Por quê OpenEdge Architect? Adotando o OpenEdge Architect Integrar às Customizações

Leia mais

Programação para Android

Programação para Android Programação para Android Aula 01: Visão geral do android, instalação e configuração do ambiente de desenvolvimento, estrutura básica de uma aplicação para Android Objetivos Configurar o ambiente de trabalho

Leia mais

Laboratório 3. Base de Dados II 2008/2009

Laboratório 3. Base de Dados II 2008/2009 Laboratório 3 Base de Dados II 2008/2009 Plano de Trabalho Lab. 3: Programação em Transact-SQL MYSQL Referências www.mysql.com MICROSOFT SQL SERVER - Procedimentos do Lado do Servidor (Stored Procedures)

Leia mais

Slides_Java_1 !"$ % & $ ' ' Output: Run java. Compile javac. Name of program. Must be the same as name of file. Java source code.

Slides_Java_1 !$ % & $ ' ' Output: Run java. Compile javac. Name of program. Must be the same as name of file. Java source code. Slides_Java_1!"#$!" $ % & $ Sistemas Informáticos I, 2005/2006 ( Java source code Compile javac Java bytecode Run java Output:!"#) %& Name of program. Must be the same as name of file.!"#$!"$ % & $ Where

Leia mais

Figura 1: VHDL - Exemplo de uso do construto generic: componente mult_se_neg com valor default de n=16 bits.

Figura 1: VHDL - Exemplo de uso do construto generic: componente mult_se_neg com valor default de n=16 bits. OBJETIVOS: Projeto de componentes em VHDL. Projeto e simulação de uma biblioteca de componentes em VHDL no ambiente Quartus II Altera para construção de um caminho de dados (ou bloco operacional) e de

Leia mais

Este tutorial está publicado originalmente em http://www.baboo.com.br/conteudo/modelos/vmware-workstation-8_a42915_z397.aspx

Este tutorial está publicado originalmente em http://www.baboo.com.br/conteudo/modelos/vmware-workstation-8_a42915_z397.aspx Todos os meses mais de 5,1 milhões de internautas visitam o Fórum do BABOO. Lá todas as suas dúvidas e problemas de informática são solucionados gratuitamente pela nossa comunidade. Participe você também:

Leia mais

2. Execute o arquivo com o comando a seguir: sudo./alfresco-community-4.2.b-installer-linux-x64.bin

2. Execute o arquivo com o comando a seguir: sudo./alfresco-community-4.2.b-installer-linux-x64.bin Neste tutorial vamos realizar a instalação básica do Alfresco em um Servidor Linux. Usamos para este Tutorial o Alfresco CE 4.2 e Linux Ubuntu 12.10 mais o mesmo pode ser similar em diversos Linux baseasos

Leia mais

Introdução ao Android

Introdução ao Android Introdução ao Android André Gustavo Duarte de Almeida docente.ifrn.edu.br/andrealmeida Parte 1 Conhecendo o Sistema e Primeiro Programa Roteiro Pré-requisitos Conceitos Básicos Configurando o Ambiente

Leia mais

Utilizando subversion como controle de versão

Utilizando subversion como controle de versão Utilizando subversion como controle de versão Heitor Rapcinski Este documento descreverá a utilização de subversion como ferramenta de controle de versão mostrando as facilidades da sua utilização para

Leia mais

Caracterização dos servidores de email

Caracterização dos servidores de email Caracterização dos servidores de email Neste documento é feita a modulação de um servidor de email, com isto pretende-se descrever as principais funcionalidades e características que um servidor de email

Leia mais

User interface evaluation experiences: A brief comparison between usability and communicability testing

User interface evaluation experiences: A brief comparison between usability and communicability testing User interface evaluation experiences: A brief comparison between usability and communicability testing Kern, Bryan; B.S.; The State University of New York at Oswego kern@oswego.edu Tavares, Tatiana; PhD;

Leia mais

Addition of Fields in Line Item Display Report Output for TCode FBL1N/FBL5N

Addition of Fields in Line Item Display Report Output for TCode FBL1N/FBL5N Addition of Fields in Line Item Display Report Output for TCode FBL1N/FBL5N Applies to: Any business user who uses the transactions FBL1N and FBL5N to display line item reports for vendors and customers.

Leia mais

OBJETIVO Criação e execução de um projeto Android dentro da IDE IntelliJ.

OBJETIVO Criação e execução de um projeto Android dentro da IDE IntelliJ. Técnico em Informática Turma 10 Programação para Dispositivos Móveis Roteiro Parcial de Projeto Guilherme Cruz OBJETIVO Criação e execução de um projeto Android dentro da IDE IntelliJ. FERRAMENTA IntelliJ

Leia mais

ROTEIRO ILUSTRADO PARA SISTEMA COMPUTACIONAL INSANE

ROTEIRO ILUSTRADO PARA SISTEMA COMPUTACIONAL INSANE UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS PROPEEs - Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Estruturas INSANE - INteractive Structural ANalysis Environment ROTEIRO ILUSTRADO PARA INSTALAÇÃO DO SISTEMA COMPUTACIONAL

Leia mais

Introdução a Computação Móvel

Introdução a Computação Móvel Introdução a Computação Móvel Computação Móvel Prof. Me. Adauto Mendes adauto.inatel@gmail.com Histórico Em 1947 alguns engenheiros resolveram mudar o rumo da história da telefonia. Pensando em uma maneira

Leia mais

TUTORIAL INCORPORANDO A BIBLIOTECA DO ARDUINO AO ECLIPSE

TUTORIAL INCORPORANDO A BIBLIOTECA DO ARDUINO AO ECLIPSE TUTORIAL INCORPORANDO A BIBLIOTECA DO ARDUINO AO ECLIPSE Jefferson Z. Moro jefferson.moro@gmail.com Vinicius Franchini viniciusnf@gmail.com Campinas, maio de 2011 1 Motivação O Arduino veio para simplificar

Leia mais

Fundamentos da Computação Móvel

Fundamentos da Computação Móvel Fundamentos da Computação Móvel (Plataformas Sistemas Operacionais e Desenvolvimento) Programação de Dispositivos Móveis Mauro Lopes Carvalho Silva Professor EBTT DAI Departamento de Informática Campus

Leia mais

BlackBerry Messenger SDK

BlackBerry Messenger SDK BlackBerry Messenger SDK Versão: 1.2 Getting Started Guide Publicado: 2011-10-11 SWD-1391821-1011103456-012 Conteúdo 1 Requisitos do sistema... 2 2 Dependências de versão do BlackBerry Messenger... 3 3

Leia mais

FLISOL 2015. Criptografia é importante! Aprenda meios simples de proteger arquivos com ferramentas livres.

FLISOL 2015. Criptografia é importante! Aprenda meios simples de proteger arquivos com ferramentas livres. FLISOL 2015 Criptografia é importante! Aprenda meios simples de proteger arquivos com ferramentas livres. Prof. Esp. Paulo Henrique S. Barbosa facebook.com/groups/facimplinux ImperatriX hackerspacema groups.google.com/group/hackerspacema

Leia mais

Completing your Participant Agreement Como preencher o Contrato de Participação

Completing your Participant Agreement Como preencher o Contrato de Participação Completing your Participant Agreement Como preencher o Contrato de Participação A quick-start guide for stock plan participants. Um guia rápido para participantes do plano de compra de ações. Your company

Leia mais

Introdução ao IDE Netbeans (Programação Java)

Introdução ao IDE Netbeans (Programação Java) Universidade Federal do ABC (UFABC) Disciplina: Processamento da Informação (BC-0505) Assunto: Java e Netbeans Introdução ao IDE Netbeans (Programação Java) Conteúdo 1. Introdução... 1 1.1. Programas necessários...

Leia mais

JADE Java Agent DEvelopment Framework

JADE Java Agent DEvelopment Framework JADE Java Agent DEvelopment Framework Ricardo J. Rabelo rabelo@das.ufsc.br Saulo Popov Zambiasi popov@gsigma.ufsc.br Sumário Parte 1 Introdução Pré-requisitos Download Instalação e Configuração Interface

Leia mais

1. Utilização do Compilador Microsoft Visual Studio.NET 2003

1. Utilização do Compilador Microsoft Visual Studio.NET 2003 Universidade Federal de Santa Maria Prof. Cesar Tadeu Pozzer 10/08/2009 Índice: 1. Microsoft Visual Studio.NET 2003 2. gcc, g++ 3. DEV-C++ 4. Criação de bibliotecas 1. Utilização do Compilador Microsoft

Leia mais

MTM00008 - MANUAL DE INSTALAÇÃO DE ADEMPIERE NO LINUX DEBIAN

MTM00008 - MANUAL DE INSTALAÇÃO DE ADEMPIERE NO LINUX DEBIAN Processo de instalação: 1-Adicionar ao arquivo /etc/apt/sources.list os pacotes não livres: deb http://http.us.debian.org/debian/ etch main contrib non-free ou algum outro de sua escolha. 2-Instalar o

Leia mais

ArcGIS 10.2 - Instalação e Licenciamento da versão Student Trial

ArcGIS 10.2 - Instalação e Licenciamento da versão Student Trial ArcGIS 10.2 - Instalação e Licenciamento da versão Student Trial Este documento descreve os passos necessários para efectuar a activação e instalação da licença de ArcGIS 10.2 Desktop Student Trial. Índice

Leia mais

Tutorial 1.0. Instalação

Tutorial 1.0. Instalação Tutorial 1.0 Instalação Índice Requisitos Instalando Android SDK Instalando Eclipse Instalando Plugin ADT no Eclipse Requisitos Para a instalação do SDK é necessário ter no minímo versão Java 6 (Standard

Leia mais

Introdução ao Android. Prof. Fellipe Aleixo (fellipe.aleixo@ifrn.edu.br)

Introdução ao Android. Prof. Fellipe Aleixo (fellipe.aleixo@ifrn.edu.br) Introdução ao Android Prof. Fellipe Aleixo (fellipe.aleixo@ifrn.edu.br) Conteúdo Introdução Mercado Versões Ambiente de Desenvolvimento Configuração das Máquinas Virtuais Referências Introdução Android

Leia mais

5/10/10. Implementação. Building web Apps. Server vs. client side. How to create dynamic contents?" Client side" Server side"

5/10/10. Implementação. Building web Apps. Server vs. client side. How to create dynamic contents? Client side Server side 5/10/10 Implementação Mestrado em Informática Universidade do Minho! 6! Building web Apps How to create dynamic contents?" Client side" Code runs on the client (browser)" Code runs on a virtual machine

Leia mais

ruirossi@ruirossi.pro.br

ruirossi@ruirossi.pro.br Dispositivos Móveis Plataformas Rui Rossi dos Santos ruirossi@ruirossi.pro.br Mediador: Rui Rossi dos Santos Slide 1 Contexto o Presença massiva dos celulares 1,5 bilhões de televisores 1 bilhão de pessoas

Leia mais

APRESENTAÇÃO. ABNT CB-3 Comitê Brasileiro de Eletricidade Comissão de Estudo CE 03:064.01 Instalações Elétricas de Baixa Tensão NBR 5410

APRESENTAÇÃO. ABNT CB-3 Comitê Brasileiro de Eletricidade Comissão de Estudo CE 03:064.01 Instalações Elétricas de Baixa Tensão NBR 5410 APRESENTAÇÃO ABNT CB-3 Comitê Brasileiro de Eletricidade Comissão de Estudo CE 03:064.01 Instalações Elétricas de Baixa Tensão NBR 5410 Instalações elétricas de baixa tensão NBR 5410:1997 NBR 5410:2004

Leia mais

Desenvolvimento para Android Prá9ca 1. Prof. Markus Endler

Desenvolvimento para Android Prá9ca 1. Prof. Markus Endler Desenvolvimento para Android Prá9ca 1 Prof. Markus Endler Pré- requisitos Para desenvolver para plataforma Android, é necessário fazer o download e instalar: Android SDK Tools: necessário para gerenciamento

Leia mais

Welcome to Lesson A of Story Time for Portuguese

Welcome to Lesson A of Story Time for Portuguese Portuguese Lesson A Welcome to Lesson A of Story Time for Portuguese Story Time is a program designed for students who have already taken high school or college courses or students who have completed other

Leia mais

Transcript name: 1. Introduction to DB2 Express-C

Transcript name: 1. Introduction to DB2 Express-C Transcript name: 1. Introduction to DB2 Express-C Transcript name: 1. Introduction to DB2 Express-C Welcome to the presentation Introduction to DB2 Express-C. In this presentation we answer 3 questions:

Leia mais

Curso CP100A - Google Cloud Platform Fundamentals (8h)

Curso CP100A - Google Cloud Platform Fundamentals (8h) Curso CP100A - Google Cloud Platform Fundamentals (8h) Este curso virtual liderado por um instrutor, com 8 horas de duração, introduz os participantes aos produtos e serviços do Google Cloud Platform.

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE APLICATIVOS PARA CELULAR JAVA 2 MICRO EDITION

DESENVOLVIMENTO DE APLICATIVOS PARA CELULAR JAVA 2 MICRO EDITION DESENVOLVIMENTO DE APLICATIVOS PARA CELULAR JAVA 2 MICRO EDITION Robison Cris Brito Centro Federal de Educação Tecnológica do Paraná Unidade de Pato Branco robison@pb.cefetpr.br RESUMO Engana-se quem acha

Leia mais

Desenvolvimento em.net. Introdução

Desenvolvimento em.net. Introdução Desenvolvimento em.net Introdução Objectivos Forças Externas.Net vs Java C# vs VB.Net Execução de Aplicações Ambientes de desenvolvimento.net Criar Projecto em VStudio Ferramentas básicas de debug Forças

Leia mais

Versão: 1.0. Segue abaixo, os passos para o processo de publicação de artigos que envolvem as etapas de Usuário/Autor. Figura 1 Creating new user.

Versão: 1.0. Segue abaixo, os passos para o processo de publicação de artigos que envolvem as etapas de Usuário/Autor. Figura 1 Creating new user. Órgão: Ministry of Science, Technology and Innovation Documento: Flow and interaction between users of the system for submitting files to the periodicals RJO - Brazilian Journal of Ornithology Responsável:

Leia mais

Select a single or a group of files in Windows File Explorer, right-click and select Panther Print

Select a single or a group of files in Windows File Explorer, right-click and select Panther Print Quick Start Guide SDI Panther Print Panther Print SDI Panther products make sharing information easier. Panther Print is an intuitive dialog box that provides a thumbnail view of the file to print, depicting

Leia mais

A Aviação no Comércio Europeu de Licenças de Emissão Especificidades para pequenos emissores

A Aviação no Comércio Europeu de Licenças de Emissão Especificidades para pequenos emissores A Aviação no Comércio Europeu de Licenças de Emissão Especificidades para pequenos emissores Departamento de Alterações Climáticas, Ar e Ruído (DACAR) Divisão de Poluição Atmosférica e Alterações Climáticas

Leia mais

manualdepsiquiatriainfant il manual de psiquiatria infantil

manualdepsiquiatriainfant il manual de psiquiatria infantil manualdepsiquiatriainfant il manual de psiquiatria infantil These guides possess a lot information especially advanced tips such as the optimum settings configuration for manualdepsiquiatriainfantil manual

Leia mais

Lesson 6 Notes. Eu tenho um irmão e uma irmã Talking about your job. Language Notes

Lesson 6 Notes. Eu tenho um irmão e uma irmã Talking about your job. Language Notes Lesson 6 Notes Eu tenho um irmão e uma irmã Talking about your job Welcome to Fun With Brazilian Portuguese Podcast, the podcast that will take you from beginner to intermediate in short, easy steps. These

Leia mais

ESbox: uma Ferramenta para o Desenvolvimento de Aplicações para Linux Embarcado

ESbox: uma Ferramenta para o Desenvolvimento de Aplicações para Linux Embarcado ESbox: uma Ferramenta para o Desenvolvimento de Aplicações para Linux Embarcado Raul Herbster 1, Paulo Rômulo Alves 1, Carolina Nogueira 1, Márcio Macêdo 2, Hyggo Almeida 1, Angelo Perkusich 1 1 Laboratório

Leia mais

Wiki::Score A Collaborative Environment For Music Transcription And Publishing

Wiki::Score A Collaborative Environment For Music Transcription And Publishing Wiki::Score A Collaborative Environment For Music Transcription And Publishing J.J. Almeida 1 N.R. Carvalho 1 J.N. Oliveira 1 1 Department of Informatics, University of Minho {jj,narcarvalho,jno}@di.uminho.pt

Leia mais

Serviços: API REST. URL - Recurso

Serviços: API REST. URL - Recurso Serviços: API REST URL - Recurso URLs reflectem recursos Cada entidade principal deve corresponder a um recurso Cada recurso deve ter um único URL Os URLs referem em geral substantivos URLs podem reflectir

Leia mais

Instrução para Instalação de Certificados Digitais de Servidor Web

Instrução para Instalação de Certificados Digitais de Servidor Web Instrução para Instalação de Certificados Digitais de Servidor Web Certificado Digital do tipo A1 Sistemas Operacionais: Windows 2000 Server Windows 2003 Server Dezembro/2010 Proibida a reprodução total

Leia mais

Programação Gráfica Parte 1 Versão em Java 2006 PUCPR Tutoria de Jogos 1º Ano

Programação Gráfica Parte 1 Versão em Java 2006 PUCPR Tutoria de Jogos 1º Ano Programação Gráfica Parte 1 Versão em Java 2006 PUCPR Tutoria de Jogos 1º Ano Paulo V. W. Radtke pvwradtke@gmail.com http://www.ppgia.pucpr.br/~radtke/jogos/ AVISO IMPORTANTE!! Esta versão é dedicada exclusivamente

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS FUNDAMENTOS DE Visão geral sobre o Active Directory Um diretório é uma estrutura hierárquica que armazena informações sobre objetos na rede. Um serviço de diretório,

Leia mais

Manual de Instalação: Agente do OCS Inventory NG

Manual de Instalação: Agente do OCS Inventory NG Manual de Instalação: Agente do OCS Inventory NG Abril 2013 Sumário 1. Agente... 1 2. Onde instalar... 1 3. Etapas da Instalação do Agente... 1 a. Etapa de Instalação do Agente... 1 b. Etapa de Inserção

Leia mais

Android. Marcelo Quinta @mrquinta

Android. Marcelo Quinta @mrquinta Android Marcelo Quinta @mrquinta Oi, eu sou o Marcelo Quinta Pública Público-privada Privada Próprio negócio Voluntariado Parabéns à organização do GO-GTUG Tablets 160% de aumento em 2011 Smartphones

Leia mais

Delphi IDE. Jocélio Passos joceliodpassos@bol.com.br. Delphi - IDE. Integrad Development Enviroment Ambiente de Desenvolvimento Integrado

Delphi IDE. Jocélio Passos joceliodpassos@bol.com.br. Delphi - IDE. Integrad Development Enviroment Ambiente de Desenvolvimento Integrado Delphi Integrad Development Enviroment Ambiente de Desenvolvimento Integrado IDE Jocélio Passos joceliodpassos@bol.com.br Iniciar Programas Borland Delphi X Delphi X 2/2/2007 2 Primeiro Projeto Menu File

Leia mais

Sistemas Embarcados Android

Sistemas Embarcados Android Engenharia Elétrica UFPR 7 de março de 2013 Outline Desenvolvido para sistemas móveis pelo Google: Android Open Source Project (AOSP) Grande sucesso, devido a combinação de: open source licensing aggressive

Leia mais

2005 2011 O caminho da GMB para aprovação técnica no PMC passou pelo projeto GMB2NLM

2005 2011 O caminho da GMB para aprovação técnica no PMC passou pelo projeto GMB2NLM 2005 2011 O caminho da GMB para aprovação técnica no PMC passou pelo projeto GMB2NLM Klaus Hartfelder Editor Assistente da GMB editor@gmb.org.br ou klaus@fmrp.usp.br Passo 1: submissão dos dados da revista

Leia mais

INSTALANDO E CONFIGURANDO O ACTIVE DIRECTORY NO WINDOWS SERVER 2008

INSTALANDO E CONFIGURANDO O ACTIVE DIRECTORY NO WINDOWS SERVER 2008 INSTALANDO E CONFIGURANDO O ACTIVE DIRECTORY NO WINDOWS SERVER 2008 Objetivo Esse artigo tem como objetivo demonstrar como instalar e configurar o Active Directory no Windows Server 2008. Será também apresentado

Leia mais

Transmissor DigiMemo Bluetooth para Smartphone

Transmissor DigiMemo Bluetooth para Smartphone Transmissor DigiMemo Bluetooth para Smartphone Guia do Usuário BTX-100 Preparo... 1 Acompanhando o Transmissor Bluetooth... 1 Instalando o Software DigiMemo Express no Seu Telefone... 1 Ligar e Modos

Leia mais

OFICINA ANDROID COMO COMEÇAR A DESENVOLVER!

OFICINA ANDROID COMO COMEÇAR A DESENVOLVER! OFICINA ANDROID COMO COMEÇAR A DESENVOLVER! QUEM SOU EU? REGILAN MEIRA SILVA Professor de Informática do Campus Ilhéus Formação em Ciência da Computação com Especialização em Sistemas de Informação e Mestrado

Leia mais

Strings. COM10615-Tópicos Especiais em Programação I edmar.kampke@ufes.br 2014-II

Strings. COM10615-Tópicos Especiais em Programação I edmar.kampke@ufes.br 2014-II Strings COM10615-Tópicos Especiais em Programação I edmar.kampke@ufes.br Introdução Uma estrutura de dados fundamental Crescente Importância Aplicações: Busca do Google Genoma Humano 2 Caracteres Codificação

Leia mais

Aula 1 - Introdução e configuração de ambiente de desenvolvimento

Aula 1 - Introdução e configuração de ambiente de desenvolvimento Aula 1 - Introdução e configuração de ambiente de desenvolvimento Olá, seja bem-vindo à primeira aula do curso para desenvolvedor de Android, neste curso você irá aprender a criar aplicativos para dispositivos

Leia mais

Instalando o plugin CDT 4.0

Instalando o plugin CDT 4.0 Instalando o plugin CDT 4.0 Abra o Eclipse, acesse help/software updates/ find and install. Escolha a opção search for new features to install e depois clique em next. Instalando o plugin CDT 4.0 Na janela

Leia mais

Manual de instalação e configuração da Ferramenta Android SDK

Manual de instalação e configuração da Ferramenta Android SDK Trabalho de Programação para Dispositivos Móveis Turma: 1011 Camila Botelho camilacunhabotelho@gmail.com Manual de instalação e configuração da Ferramenta Android SDK Introdução O Android é uma ferramenta

Leia mais

Iniciando com o OpenEdge Architect. Camila Valentin Sr. Instructor, Consultant Global Field Services

Iniciando com o OpenEdge Architect. Camila Valentin Sr. Instructor, Consultant Global Field Services Iniciando com o OpenEdge Architect Camila Valentin Sr. Instructor, Consultant Global Field Services Iniciando com o OpenEdge Architect Objetivos da sessão Princípios Começar com OpenEdge Architect Editando

Leia mais

Tolerância a Faltas nos Web Services

Tolerância a Faltas nos Web Services Tolerância a Faltas nos Web Services Reliable Messaging Protocol - RMP RMP Tolerar faltas temporárias na comunicação Garantir a semântica da invocação do Web Service independentemente do protocolo de transporte

Leia mais

Receita de bolo para instalar MinGW-GCC e Netbeans em Windows

Receita de bolo para instalar MinGW-GCC e Netbeans em Windows Receita de bolo para instalar MinGW-GCC e Netbeans em Windows Hae Yong Kim 13/08/2014 Este documento explica como fiz para instalar compilador MinGW-GCC e ambiente de desenvolvimento Netbeans em Windows.

Leia mais

Guia de Instalação Rápida TU-S9 H/W: V1

Guia de Instalação Rápida TU-S9 H/W: V1 Guia de Instalação Rápida TU-S9 H/W: V1 Table Índice of Contents Português... 1. Antes de Iniciar... 2. Como Instalar... 1 1 2 Troubleshooting... 7 Version 02.19.2009 1. Antes de Iniciar Conteúdo da Embalagem

Leia mais

Capítulo 1. INTRODUÇÃO

Capítulo 1. INTRODUÇÃO Capítulo 1. INTRODUÇÃO OBJETIVOS DO CAPÍTULO Conceitos de: linguagem de programação, FORTRAN, projeto, programa-fonte, programa-objeto, programa-executável, compilação, comando Procedimentos básicos para

Leia mais

Desenvolvimento Android. http://www.larback.com.br

Desenvolvimento Android. http://www.larback.com.br Desenvolvimento Android http://www.larback.com.br Introdução ao Android O Android é a resposta da Google ao mercado crescente de dispositivos móveis. É uma nova plataforma de desenvolvimento baseado no

Leia mais

WATER MATTRESS MASSAGE SYSTEM 20439

WATER MATTRESS MASSAGE SYSTEM 20439 Page 1 of 10 WATER MATTRESS MASSAGE SYSTEM 20439 CONTENTS Massage System with Controller Please note: the above image shows a white unit and a blue unit. The white unit is supplied inside the blue unit

Leia mais

Orientação a Objetos Programação em C++

Orientação a Objetos Programação em C++ OO - Engenharia de Computação/Eletrônica Orientação a Objetos Programação em C++ Slides 17: Programação Visual ou Orientada a Objetos Gráficos (Formulários, Botões, Caixas de Texto etc) - Exemplificado

Leia mais

Para que o NSBASIC funcione corretamente em seu computador, você deve garantir que o mesmo tenha as seguintes características:

Para que o NSBASIC funcione corretamente em seu computador, você deve garantir que o mesmo tenha as seguintes características: Cerne Tecnologia www.cerne-tec.com.br Conhecendo o NSBASIC para Palm Vitor Amadeu Vitor@cerne-tec.com.br 1. Introdução Iremos neste artigo abordar a programação em BASIC para o Palm OS. Para isso, precisaremos

Leia mais

DESENVOLVIMENTO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS. PROFª. M.Sc. JULIANA H Q BENACCHIO

DESENVOLVIMENTO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS. PROFª. M.Sc. JULIANA H Q BENACCHIO DESENVOLVIMENTO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS PROFª. M.Sc. JULIANA H Q BENACCHIO API de Compatibilidade API de Compatibilidade ou API de Suporte permite acesso em versões mais antigas do android a recursos

Leia mais

Dominando Action Script 3

Dominando Action Script 3 Dominando Action Script 3 Segunda Edição (2014) Daniel Schmitz Esse livro está à venda em http://leanpub.com/dominandoactionscript3 Essa versão foi publicada em 2014-05-02 This is a Leanpub book. Leanpub

Leia mais

Desenvolvimento de Aplicativos com ASR para Android

Desenvolvimento de Aplicativos com ASR para Android Desenvolvimento de Aplicativos com ASR para Android Laboratório de Processamento de Sinais Laboratório de Sistemas Embarcados Universidade Federal do Pará 24 de fevereiro de 2012 Sumário 1 Introdução 2

Leia mais

NOVO SISTEMA DE CORREIO ELETRONICO PARA OS DOMINIOS ic.uff.br & dcc.ic.uff.br

NOVO SISTEMA DE CORREIO ELETRONICO PARA OS DOMINIOS ic.uff.br & dcc.ic.uff.br NOVO SISTEMA DE CORREIO ELETRONICO PARA OS DOMINIOS ic.uff.br & dcc.ic.uff.br A partir de 28/07/2004 (quarta-feira), ás 17:30 hs estaremos trocando nossos servidores de correio para ambos os domínios ic.uff.br

Leia mais

:: COMO ESCOLHER UMA ESCOLA IDIOMAS PDF ::

:: COMO ESCOLHER UMA ESCOLA IDIOMAS PDF :: :: COMO ESCOLHER UMA ESCOLA IDIOMAS PDF :: [Download] COMO ESCOLHER UMA ESCOLA IDIOMAS PDF COMO ESCOLHER UMA ESCOLA IDIOMAS PDF - Are you looking for Como Escolher Uma Escola Idiomas Books? Now, you will

Leia mais

LEI Sistemas de Computação 2014/15. Níveis de Abstração. TPC4 e Guião laboratorial. Luís Paulo Santos e Alberto José Proença

LEI Sistemas de Computação 2014/15. Níveis de Abstração. TPC4 e Guião laboratorial. Luís Paulo Santos e Alberto José Proença LEI Sistemas de Computação 2014/15 Níveis de Abstração TPC4 e Guião laboratorial Luís Paulo Santos e Alberto José Proença ------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais