\ \ \ (adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({}); \ ');

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ÍNDICE # $% & & & & +,) ... *,. *,... / /"

Transcrição

1

2 ÍNDICE!" # $% & & & & '& & (& ) *) () *) +,) $-)... *,. *,... / /

3 (/ / 0/ $-,/ $-, $2 $2 $-,2 -,2 32 $2 $4 $4 4 4 (5 5 5 #6 7 ( $ ( $ #:;080:3<='0=#&

4 Este manual descreve as funções da DLL PMTG e os retornos esperados para as mesmas. Inicialização e Finalização mt_startserver >? ; A A!" Esta é a primeira função que deve ser chamada. Se tiver sucesso na sua chamada, os terminais já conectarão ao servidor. mywhnd: Handle para a janela principal do programa do servidor, que é para onde a DLL irá mandar as mensagens para troca de dados. Se não quiser receber as mensagens deve seu valor deve ser NULL. conecmsg: Valor da mensagem que a DLL enviará quando um terminal conectar/desconectar. commumsg: Valor da mensagem que a DLL enviará quando terminal enviar dados. retorna: 1 se servidor inicializado com sucesso, 0 se houve algum erro. mt_finishserver!" Após chamar esta função, a DLL libera a memória armazenada, desconecta todos os terminais e para de aceitar novas conexões. mt_version!" Retorna versão da DLL. Ex.: 0x14 corresponde a versão 1.4. mt_connectlist 008B3:#C!", D +? :'+E..F" G008B3:#C" 008B3:#CE5FH5* B3:#C$EFH5*B/5582#5 008B3:#C$EFH5* I Indica que no ID 1, existe um terminal conectado com o IP B600A8C0 ( ).

5 Funções de tratamento de IP mt_gethostip!" Retorna o IP da máquina local em ASCII formatada por pontos. oip: array de bytes onde será escrito os dados. mt_inet_ntoa +? :'+!" ' 83# J +? :'+! mt_inet_ntoa_inv +? :'+!" ' 83# A$, J +? :'+! mt_inet_addr +? :'+!" ' +? :'+! J,$, 83# mt_inet_addr_inv +? :'+!" ' +? :'+!A$, J,$, 83# mt_ipfromid ' + J+

6 Comandos básicos para o terminal mt_sendlive = + 9! mt_restart ( +'! mt_ftpmode ( ! Rede mt_sendconfig + A030#!" = + 330#! typedef struct { DWORD microt_ip; // Endereço IP do terminal DWORD server_ip; // Endereço IP do servidor DWORD msknet_ip; DWORD bdhcp; // Máscara de rede // 1 = IP dinâmico, 0 = IP fixo. }TSetupTCP; mt_reqconfig ( '( +< 30#! % ( $ $

7 mt_getconfig + A030#!" '$ +< 30# 8+99% ( $ J%$ JKH5$A mt_sendexconfig * + A0=*30#!" = + 3=*30#! typedef struct { DWORD gateway; // IP do gateway DWORD nameserver; // IP do servidor de nomes DWORD myname; // Nome do terminal }TExSetupTCP; mt_reqconfig (* '( < =*30#!8+ 99% ( $ $ * mt_getexconfig * + A0=*30#!" '$ +< =*30# 8+99% ($ J%$ JKH5$A Display mt_backspace $- = + B-3!

8 mt_carret = + #'! mt_linefeed = + 9! mt_formfeed = +! mt_gotoxy *, + AA!" = + < 0LM! NJ9#% mt_gotoxyref *, + AA!" = + < 0LM'! NJ9#% mt_dispstr + A!" = + + 3! J(%, mt_dispch + A!" = + + #!

9 J#(%, mt_dispclrln + A!" = + + #9! J,(% mt_seteditstring + ABM0=3AB:: 9: : AB:: 9?!" = + 3=3! 3J3 * : : J! 5!? J$!$ 5!! mt_reqeditstring ( '(= + $< =3!8+ 99% mt_geteditstring + A$!" '$ + 3= % ( $ $J(%$O= JKH5$A Teclado mt_setenablekey $-, + AB:: 9: :!" = + 3=$C,! : : J! 5!

10 mt_getenablekey $-, '( + $< =$C,!8+ 99% mt_reset = + '! mt_setcapslock - + AB:: 9: :!" = + 3#9-! : : J! 5!#9- mt_getcapslock - '( +$< #9-!8+99% mt_setnumlock - + AB:: 9: :!" =! + 3; 9-! : : J! 5!; 9- mt_getnumlock - '(! + $< ; 9-!8+ 99%

11 mt_programkbd -$ + ABM0=#!" = " +$ C$!8+99% #J%P($ $O mt_setbeep $ + AB:: 9: :!" = + 3B! : : J! 5!B mt_setbeepkey $-, + AB:: 9: :!" = + 3BC,! : : J! 5!B mt_getkey -, + A$!" '$ + < #0! $J$ Serial mt_setenableserial $ +ABM0=#: 6 AB:: 9: :!" = 3 + 3=$3! #: 6 JA H5 #: 6! : : J! 5!

12 mt_getenableserial $ + ABM0=#: 6!" '( + < =$3!8+ 99% #: 6 JA H5 #: 6! mt_sendbinserial $ + ABM0=#: 6 A9BM0=BABM0=!" = + $3B3! #: 6 JA H5 #: 6! BJ( J(( mt_getserial + A A$!" = + $< B3!8+ 99% ( $ J( 5H#: 6 $J J $, mt_sendconfigserial + A8'< #: 6 3=0Q 3='89!" = + $333! #J%$ J5A typedef struct { unsigned long baud; // baudrate: 300 a unsigned short bits; unsigned short parity; unsigned short stops; // data bits // paridade // stop bits unsigned char handshaking; // 0 = sem handshaking, 1 = RTS/CTS } TSetupSerial; typedef struct {

13 unsigned char Com; TSetupSerial Setup; }ARG_COM_SETUPSERIAL; mt_reqconfigserial ( + ABM0=#: 6!" '( + < 33!8+ 99% ($ $ #: 6 JA H5 #: 6! mt_getconfigserial + A8'< #: 6 3=0Q 3='89!" '$ + < % ( $ J%$ JKH5$A mt_settermserial +ABM0=#: 6 ABM0=0='6 AB:: 9: :!" # 30 3 #: 6 JA H5 #: 6! 0='6 JB, : : J! 5!

14 Cartão Magnético mt_sendsetcard +AB:: 9: :!" = + 3# : : J! 5! mt_reqgetcard ( '( 7 + $< #!8+99% mt_getcardbuf $ + A8'< #8'+ $!" '$ 7 +$'B#8+99% ( $ JA$ JKH5$A typedef struct { unsigned char card[128]; unsigned long status; }ARG_CARD; Impressora mt_sendinitprn = + mt_reqgetstatusprn ( '( +< 3!8+99%

15 mt_sendbinprn $ + A9BM0=BABM0=!" = #" $ + $3B3! BJ( J(( A troca de mensagens do programa principal com a DLL + 99 %A 8+99 ( +99 A #RRBS * $ A +99 J #define COMUNICATION_MSG WM_USER + 1 #define CONNECT_MSG WM_USER + 2 % & ' ()*+,-!!.%/,-/ 0!#1.#-!%/ 23$ : % T!A#:;;=#06 3<U ( % ( N #:6 Q;#80:;6 3<U (%( + VW? % $ J!; (! %A J private: // User declarations virtual void fastcall WndProc(Messages::TMessage &Message);!+ AVW!J void fastcall TForm1::WndProc(Messages::TMessage &Message) { if (Message.Msg == COMUNICATION_MSG) { //recebe mensagens enviadas pelo terminal return; } else if (Message.Msg == CONNECT_MSG) { //recebe mensagens quando um terminal conectou/desconectou return; }

16 } TForm::WndProc(Message); //chama WndProc antiga $ $A O * CONTATOS GERTEC Suporte Técnico: Tel.: (11) Assistência Técnica: Gertec Telecomunicações Ltda. Rua Guaicurus, 145 Vila Conceição Diadema São Paulo CEP Tel.: (11)

Protocolo Microterminal Gertec (PMTG)

Protocolo Microterminal Gertec (PMTG) Manual do Protocolo Microterminal GERTEC (PMTG) 1/29 Protocolo Microterminal Gertec (PMTG) I. Introdução O objetivo do presente documento é descrever o funcionamento do protocolo de comunicação dos microterminais

Leia mais

GERTEC Manual de Operação e Instalação MTi-760 Versão 1.0

GERTEC Manual de Operação e Instalação MTi-760 Versão 1.0 GERTEC Manual de Operação e Instalação MTi-760 Versão 1.0 1 Índice Descrição 3 Reconhecendo o Terminal 4 Instalação do Terminal 5 Funcionamento 5 Características Gerais 8 CONTATOS GERTEC 9 2 Descrição

Leia mais

Documentação SC501GER.DLL V2.2

Documentação SC501GER.DLL V2.2 Documentação SC501GER.DLL V2.2 1. INICIALIZAÇÕES DA DLL. 3 VINITIALIZE 3 TC_STARTSERVER 3 _TERMGERTECSERVER 3 2. CONVERSÃO DE TIPOS 3 TCINET_NTOA 3 TCINET_ADDR 3 3. ROTINAS DE CONTROLE DOS TERMINAIS CONECTADOS

Leia mais

NETALARM GATEWAY. Manual do Usuário

NETALARM GATEWAY. Manual do Usuário Índice 1. Introdução...3 2. Requisitos Mínimos de Instalação...3 3. Instalação...3 4. Inicialização do Programa...5 5. Abas de Configuração...6 5.1 Aba Serial...6 5.2 Aba TCP...7 5.2.1 Opções Cliente /

Leia mais

ECD1200 Equipamento de Consulta de Dados KIT DE DESENVOLVIMENTO

ECD1200 Equipamento de Consulta de Dados KIT DE DESENVOLVIMENTO Equipamento de Consulta de Dados KIT DE DESENVOLVIMENTO Versão do documento: 1.1 1. Introdução...3 2. Documentação...3 2.1. DOCUMENTAÇÃO DE REFERÊNCIA... 3 2.2. DESCRIÇÃO FUNCIONAL... 4 2.2.1. INTERFACE...

Leia mais

Microterminal MT 740. Manual do Usuário - versão 1.2

Microterminal MT 740. Manual do Usuário - versão 1.2 w Microterminal MT 740 Manual do Usuário - versão 1.2 1 2 ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO 1 2 RECONHECENDO O MT 740 2 3 INSTALAÇÃO 3 4 FUNCIONAMENTO 4 4.1 DESCRIÇÃO DAS CONFIGURAÇÕES E DOS COMANDOS 6 4.2 COMUNICAÇÃO

Leia mais

Eletrônica Industria e Comércio Ltda www.amcp.com.br

Eletrônica Industria e Comércio Ltda www.amcp.com.br Ligação a Microcomputador Ver. 2.0 de 07/11/2011 O DIM4 pode ser muito mais facilmente programado através de um programa em microcomputador. Para tanto é necessário uma interface USB-TTL como a figura

Leia mais

Geral: Manual de Utilização do Software de Teste Gradual Windows

Geral: Manual de Utilização do Software de Teste Gradual Windows Manual de Utilização do Software de Teste Gradual Windows Geral: Este aplicativo é utilizado para testar os Microterminais Gradual Tecnologia Ltda. Para tanto deve ter as Dll s necessárias para controlar

Leia mais

ÍNDICE 1- INTRODUÇÃO 3 2- CARACTERÍSTICAS GERAIS 4 3- INSTALAÇÃO 5 4 CONFIGURAÇÃO 5 5 OPERAÇÃO 6 CONTATOS GERTEC 7. 4.1 Local 5. 4.

ÍNDICE 1- INTRODUÇÃO 3 2- CARACTERÍSTICAS GERAIS 4 3- INSTALAÇÃO 5 4 CONFIGURAÇÃO 5 5 OPERAÇÃO 6 CONTATOS GERTEC 7. 4.1 Local 5. 4. 1 ÍNDICE 1- INTRODUÇÃO 3 2- CARACTERÍSTICAS GERAIS 4 3- INSTALAÇÃO 5 4 CONFIGURAÇÃO 5 4.1 Local 5 4.2 WebServer 6 4.3 Remotamente 6 5 OPERAÇÃO 6 CONTATOS GERTEC 7 2 1- INTRODUÇÃO O terminal de consulta

Leia mais

BUSCA PREÇO WI FI. Manual Usuário Rev. 1.2

BUSCA PREÇO WI FI. Manual Usuário Rev. 1.2 BUSCA PREÇO WI FI Manual Usuário Rev. 1.2 Abril 2012 1 ÍNDICE 1- INTRODUÇÃO 3 2- RECONHECENDO O TERMINAL 3 3- INSTALAÇÃO 5 4 CONFIGURAÇÃO 5 Configuração do Terminal 5 Velocidade da rede 8 Idiomas 8 5 ATUALIZAÇÃO

Leia mais

Base RF para Terminais Shellby 915

Base RF para Terminais Shellby 915 Base RF para Terminais Shellby 915 Gradual Tecnologia Ltda. Manual Base RF Agosto/2008 1 Índice Apresentação...3 Características Elétricas...3 Características Mecânicas...3 Configuração da Base RF...4

Leia mais

MC102 Algoritmos e programação de computadores Aula 3: Variáveis

MC102 Algoritmos e programação de computadores Aula 3: Variáveis MC102 Algoritmos e programação de computadores Aula 3: Variáveis Variáveis Variáveis são locais onde armazenamos valores na memória. Toda variável é caracterizada por um nome, que a identifica em um programa,

Leia mais

Tipo de Dados em Linguagem C

Tipo de Dados em Linguagem C Tipo de Dados em Linguagem C Principais tipos de dados em C int : tipo de dados inteiros (exemplo: 1, -3, 100, -9, 18, etc.) float : tipo de dados reais (exemplo: 1.33, 3.14, 2.00, -9.0, 1.8, etc.) Ocupa

Leia mais

BuscaPreço Gertec V3.0

BuscaPreço Gertec V3.0 BuscaPreço Gertec V3.0 Gertec Telecomunicações Ltda. Manual do Usuário 1 DESCRIÇÃO... 3 RECONHECENDO O TERMINAL... 4 INSTALAÇÃO DO TERMINAL... 5 CONFIGURAÇÃO DO TERMINAL... 5 CONFIGURANDO PELO TECLADO...

Leia mais

Técnicas de Programação: ESTRUTURAS, UNIÕES E TIPOS DEE UFPB

Técnicas de Programação: ESTRUTURAS, UNIÕES E TIPOS DEE UFPB Técnicas de Programação: ESTRUTURAS, UNIÕES E TIPOS DEFINIDOS PELO USUÁRIO Prof. Protásio DEE UFPB 1 Estruturas É uma coleção de variáveis que são referenciadas sob um único nome. Uma estrutura fornece

Leia mais

Algoritmos e Programação

Algoritmos e Programação Universidade Federal do Vale do São Francisco Curso de Engenharia da Produção / Elétrica Algoritmos e Programação Parte 05 Prof. Jorge Cavalcanti jorge.cavalcanti@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~jorge.cavalcanti

Leia mais

Manual de Operação e Instalação. Microterminal TCP/IP MT740. versão 1.0

Manual de Operação e Instalação. Microterminal TCP/IP MT740. versão 1.0 Manual de Instalação e Operação MT740 1/16 Manual de Operação e Instalação Microterminal TCP/IP MT740 versão 1.0 Manual de Instalação e Operação MT740 2/16 Índice Descrição 3 Reconhecendo o Terminal 5

Leia mais

STK (Start Kit DARUMA) Instalando a App Windows 8 Daruma e emitindo cupons em uma Impressora Fiscal

STK (Start Kit DARUMA) Instalando a App Windows 8 Daruma e emitindo cupons em uma Impressora Fiscal STK (Start Kit DARUMA) Instalando a App Windows 8 Daruma e emitindo cupons em uma Impressora Fiscal Neste STK apresentaremos como instalar a APP Windows 8 Daruma em um tablet Surface com Windows 8 e como

Leia mais

Tarifação ON-LINE Sistema de Tarifação Telefônica V. 6.0 GUIA DE INSTALAÇÃO COLETOR

Tarifação ON-LINE Sistema de Tarifação Telefônica V. 6.0 GUIA DE INSTALAÇÃO COLETOR Tarifação ON-LINE Sistema de Tarifação Telefônica V. 6.0 GUIA DE INSTALAÇÃO COLETOR Net Manager Informática Ltda Versão 6.0 1998-2007 Guia de Instalação 1) Instalação do Software Coletor Executar o programa

Leia mais

TC505 Gertec V3.0. Gertec Telecomunicações Ltda. Manual do Usuário

TC505 Gertec V3.0. Gertec Telecomunicações Ltda. Manual do Usuário TC505 Gertec V3.0 Gertec Telecomunicações Ltda. Manual do Usuário 1 DESCRIÇÃO... 3 RECONHECENDO O TERMINAL... 4 INSTALAÇÃO DO TERMINAL... 5 CONFIGURAÇÃO DO TERMINAL... 5 CONFIGURANDO PELO TECLADO... 5

Leia mais

Manual do Usuário -TED1000 versão TC100 Ethernet

Manual do Usuário -TED1000 versão TC100 Ethernet Manual do Usuário -TED1000 versão TC100 Ethernet Indice: Apresentação...2 Ligando o terminal...3 Configurações iniciais...3 Configuração de IP...3 Teclas especiais...4 Cabo de rede...4 Leitor externo...4

Leia mais

www.sysdevsolutions.com Notas Técnicas: Configurar Comunicações Versão 1.0 de 06-09-2011 Português

www.sysdevsolutions.com Notas Técnicas: Configurar Comunicações Versão 1.0 de 06-09-2011 Português Versão 1.0 de 06-09-2011 uguês Índice Introdução... 3 1. USB... 4 2. Wifi... 5 3. Bluetooth... 6 4. GPRS/3G... 7 2 Introdução Para comunicar com qualquer computador, o necessita do. Então, como configurar

Leia mais

NETALARM GATEWAY Manual Usuário

NETALARM GATEWAY Manual Usuário NETALARM GATEWAY Manual Usuário 1 Índice 1. Introdução... 3 2. Requisitos de Instalação... 3 3. Instalação... 3 4. Iniciando o programa... 5 4.1. Aba Serial... 5 4.2. Aba TCP... 6 4.3. Aba Protocolo...

Leia mais

Notas de Software. DLL de Comunicação SCP-HI Versão 10. HI Tecnologia. Documento de acesso público

Notas de Software. DLL de Comunicação SCP-HI Versão 10. HI Tecnologia. Documento de acesso público Notas de Software DLL de Comunicação SCP-HI Versão 10 HI Tecnologia Documento de acesso público PNS.0016 Versão 1.00 setembro-2005 HI Tecnologia DLL de Comunicação SCP-HI Versão 10 Apresentação Este documento

Leia mais

Tarifação ON-LINE Sistema de Tarifação Telefônica V. 6.0 GUIA DE INSTALAÇÃO COLETOR

Tarifação ON-LINE Sistema de Tarifação Telefônica V. 6.0 GUIA DE INSTALAÇÃO COLETOR Tarifação ON-LINE Sistema de Tarifação Telefônica V. 6.0 GUIA DE INSTALAÇÃO COLETOR Net Manager Informática Ltda Versão 6.0 1998-2007 1) Instalação do Software Coletor Guia de Instalação Executar o programa

Leia mais

Tarifação ON-LINE Sistema de Tarifação Telefônica V. 6.0 GUIA DE INSTALAÇÃO COLETOR

Tarifação ON-LINE Sistema de Tarifação Telefônica V. 6.0 GUIA DE INSTALAÇÃO COLETOR Tarifação ON-LINE Sistema de Tarifação Telefônica V. 6.0 GUIA DE INSTALAÇÃO COLETOR Net Manager Informática Ltda Versão 6.0 1998-2007 1) Instalação do Software Coletor Guia de Instalação Executar o programa

Leia mais

INTRODUÇÃO AO C++ SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DR. EDNALDO B. PIZZOLATO

INTRODUÇÃO AO C++ SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DR. EDNALDO B. PIZZOLATO INTRODUÇÃO AO C++ SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DR. EDNALDO B. PIZZOLATO Tópicos Estrutura Básica B de Programas C e C++ Tipos de Dados Variáveis Strings Entrada e Saída de Dados no C e C++ INTRODUÇÃO O C++ aceita

Leia mais

INFORMÁTICA APLICADA AULA 02 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO C++

INFORMÁTICA APLICADA AULA 02 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO C++ UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO CURSO: Bacharelado em Ciências e Tecnologia INFORMÁTICA APLICADA AULA 02 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO C++ Profª ª Danielle Casillo COMPILADORES Toda linguagem de programação

Leia mais

Gertec Telecomunicações Ltda. Manual do Usuário. Buscapreço Gertec V1.0

Gertec Telecomunicações Ltda. Manual do Usuário. Buscapreço Gertec V1.0 Gertec Telecomunicações Ltda. Manual do Usuário Buscapreço Gertec V1.0 DESCRIÇÃO... 3 RECONHECENDO O TERMINAL... 4 APLICATIVOS DO TERMINAL... 5 CONFIGURAÇÃO DO TERMINAL... 5 SERVIDOR DE FTP... 7 APLICATIVO

Leia mais

Gertec Telecomunicações Ltda.

Gertec Telecomunicações Ltda. Gertec Telecomunicações Ltda. Manual do Usuário TC505 Gertec V1.0 DESCRIÇÃO... 2 RECONHECENDO O TERMINAL... 3 INSTALAÇÃO DO TERMINAL... 4 CONFIGURAÇÃO DO TERMINAL... 4 APLICATIVO SERVIDOR DE FTP... 7 APLICATIVO

Leia mais

Manual do Desenvolvedor Linha VP Tanca

Manual do Desenvolvedor Linha VP Tanca Manual do Desenvolvedor Linha VP Tanca Descrição das funções implementadas na DLL versão 1.0 GetTabConectados function GetTabConectados(nada: Integer): TTABSOCK; stdcall; function GetTabConectados(nada:

Leia mais

Hiro.dll Manual do desenvolvedor

Hiro.dll Manual do desenvolvedor 1 Introduça o Hiro.dll Manual do desenvolvedor A Hiro.dll é uma biblioteca que provê todos os recursos necessários para a integração do integrador de bombas de combustível Hiro com softwares de automação

Leia mais

Universidade Federal de Santa Catarina Laboratório de Integração Software Hardware

Universidade Federal de Santa Catarina Laboratório de Integração Software Hardware Universidade Federal de Santa Catarina Laboratório de Integração Software Hardware Manual de Uso e Configuração do Terminal Serial GPRS TSG Introdução O TSG (Terminal Serial GPRS) é uma solução para telemetria

Leia mais

Pesquisa Sequencial e Binária

Pesquisa Sequencial e Binária Pesquisa Sequencial e Binária Prof. Túlio Toffolo http://www.toffolo.com.br BCC202 Aula 20 Algoritmos e Estruturas de Dados I Pesquisa em Memória Primária Introdução - Conceitos Básicos Pesquisa Sequencial

Leia mais

INTERFACE PARA ECF SWEDA

INTERFACE PARA ECF SWEDA 1. SERSWEDA.SYS E S2070.SYS O device driver SERSWEDA.SYS e S2070.sys foram desenvolvidos para ser a interface de acesso a impressora fiscal SWEDA para aplicativos desenvolvidos em COBOL, CLIPPER,C, DELPHI,

Leia mais

Manual TED1000 modelo TC100 c/ comunicação Ethernet

Manual TED1000 modelo TC100 c/ comunicação Ethernet Manual TED1000 modelo TC100 c/ comunicação Ethernet Prezado cliente, Parabéns por adquirir um Terminal modelo TC-100 / TC-200 padrão Ethernet TCP/IP Colleter. Este manual irá ajudá-lo a compreender mais

Leia mais

CESNA TECHNOLOGY MANUAL PARA DESENVOLVEDORES IDCODE

CESNA TECHNOLOGY MANUAL PARA DESENVOLVEDORES IDCODE CESNA TECHNOLOGY MANUAL PARA DESENVOLVEDORES IDCODE Documentação de auxílio à integração com Concentrador IDcode Utilizando CesnaActiveX.dll V 1.1.0 - ActiveX Versão 1.1.0 Rua Irati, 131 - Santa Quitéria

Leia mais

Variáveis e Comandos de Atribuição

Variáveis e Comandos de Atribuição BCC 201 - Introdução à Programação Variáveis e Comandos de Atribuição Guillermo Cámara-Chávez UFOP 1/47 Estrutura Básica de um programa C I < d i r e t i v a s do pré p r o c e s s a d o r > < d e c l

Leia mais

Manual Técnico Interface Modbus

Manual Técnico Interface Modbus Manual Técnico Interface Modbus RTA Interface Modbus 05/2007-1 - Histórico de Revisões Ver. Num. Data Responsável Observações 1.000 17/05/07 Marcos Romano Criação Inicial RTA Rede de Tecnologia Avançada

Leia mais

Notas de Aplicação. PLC s HI supervisionados pelo Elipse SCADA com conversor ESC710. HI Tecnologia. Documento de acesso público

Notas de Aplicação. PLC s HI supervisionados pelo Elipse SCADA com conversor ESC710. HI Tecnologia. Documento de acesso público Notas de Aplicação PLC s HI supervisionados pelo Elipse SCADA com conversor ESC710 HI Tecnologia Documento de acesso público ENA.00027 Versão 1.00 dezembro-2004 HI Tecnologia PLC s HI supervisionados pelo

Leia mais

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial 2 1. O Sistema PrinterTux O Printertux é um sistema para gerenciamento e controle de impressões. O Produto consiste em uma interface web onde o administrador efetua o cadastro

Leia mais

Métodos Computacionais. Fila

Métodos Computacionais. Fila Métodos Computacionais Fila Definição de Fila Fila é uma estrutura de dados dinâmica onde: Inserção de elementos se dá no final e a remoção no início O primeiro elemento que entra é o primeiro que sai

Leia mais

Linguagem C: variáveis, operadores, entrada/saída. Prof. Críston Algoritmos e Programação

Linguagem C: variáveis, operadores, entrada/saída. Prof. Críston Algoritmos e Programação Linguagem C: variáveis, operadores, entrada/saída Prof. Críston Algoritmos e Programação Linguagem C Linguagem de uso geral (qualquer tipo de aplicação) Uma das linguagens mais utilizadas Foi utilizada

Leia mais

ITENS FUNDAMENTAIS. Profª Angélica da Silva Nunes

ITENS FUNDAMENTAIS. Profª Angélica da Silva Nunes ITENS FUNDAMENTAIS Profª Angélica da Silva Nunes CONCEITOS BÁSICOS Hardware - é a parte física do computador, tais como: teclado, monitor de vídeo, etc. Software - são os programas e aplicativos que permitem

Leia mais

INSTALAÇÃO MICROTERMINAL FIT BASIC BEMATECH

INSTALAÇÃO MICROTERMINAL FIT BASIC BEMATECH INSTALAÇÃO MICROTERMINAL FIT BASIC BEMATECH Objetivo Este documento tem como finalidade descrever o processo de instalação e configuração do Microterminal Fit Basic - Bematech. Instalação do Microterminal

Leia mais

Introdução à Programação

Introdução à Programação Introdução à Programação Introdução a Linguagem C Construções Básicas Programa em C #include int main ( ) { Palavras Reservadas } float celsius ; float farenheit ; celsius = 30; farenheit = 9.0/5

Leia mais

Programação Básica em Arduino Aula 2

Programação Básica em Arduino Aula 2 Programação Básica em Arduino Aula 2 Execução: Laboratório de Automação e Robótica Móvel Variáveis são lugares (posições) na memória principal que servem para armazenar dados. As variáveis são acessadas

Leia mais

Algoritmos e Programação Estruturada

Algoritmos e Programação Estruturada Algoritmos e Programação Estruturada Virgínia M. Cardoso Linguagem C Criada por Dennis M. Ritchie e Ken Thompson no Laboratório Bell em 1972. A Linguagem C foi baseada na Linguagem B criada por Thompson.

Leia mais

Manual do Desenvolvedor Criptografia de Arquivos do WebTA

Manual do Desenvolvedor Criptografia de Arquivos do WebTA Manual do Desenvolvedor Criptografia de Arquivos do WebTA Versão 1.4 Índice 1. Objetivo..3 2. Processo..3 3. API de Criptografia - Biblioteca Java..4 3.1 WEBTACryptoUtil..4 3.1.1 decodekeyfile..4 3.1.2

Leia mais

Estrutura da linguagem de programação C Prof. Tiago Eugenio de Melo tiago@comunidadesol.org

Estrutura da linguagem de programação C Prof. Tiago Eugenio de Melo tiago@comunidadesol.org Estrutura da linguagem de programação C Prof. Tiago Eugenio de Melo tiago@comunidadesol.org Breve Histórico A linguagem de programação C foi criada na década de 70, por Dennis Ritchie, que a implementou,

Leia mais

06/10/2015. Modelo TCP/IP Camada de Transporte DISCIPLINA: TECNOLOGIA DE REDES DE COMPUTADORES. UDP User Datagram Protocol. UDP User Datagram Protocol

06/10/2015. Modelo TCP/IP Camada de Transporte DISCIPLINA: TECNOLOGIA DE REDES DE COMPUTADORES. UDP User Datagram Protocol. UDP User Datagram Protocol Tecnologia em Jogos Digitais Modelo TCP/IP Camada de Transporte DISCIPLINA: TECNOLOGIA DE REDES DE COMPUTADORES O transporte dos dados na INTERNET é realizado por dois protocolos. PROTOCOLOS TCP E UDP

Leia mais

1. Fazer um programa em C que pergunta um valor em metros e imprime o correspondente em decímetros, centímetros e milímetros.

1. Fazer um programa em C que pergunta um valor em metros e imprime o correspondente em decímetros, centímetros e milímetros. Lista de exercícios: Grupo I - programa seqüênciais simples 1. Fazer um programa em C que pergunta um valor em metros e imprime o correspondente em decímetros, centímetros e milímetros. 2. Fazer um programa

Leia mais

CESNA TECHNOLOGY MANUAL PARA DESENVOLVEDORES. Documentação de auxílio à integração com Concentrador Fcm Utilizando CesnaActiveX.dll V 1.1.

CESNA TECHNOLOGY MANUAL PARA DESENVOLVEDORES. Documentação de auxílio à integração com Concentrador Fcm Utilizando CesnaActiveX.dll V 1.1. CESNA TECHNOLOGY MANUAL PARA DESENVOLVEDORES Documentação de auxílio à integração com Concentrador Fcm Utilizando CesnaActiveX.dll V 1.1.0 - ActiveX Versão 2.0.0 Rua Irati, 131 - Santa Quitéria Curitiba/PR

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO CONVERSOR - IP / USB / SERIAL - 317 RV1

MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO CONVERSOR - IP / USB / SERIAL - 317 RV1 MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO CONVERSOR - IP / USB / SERIAL - 317 RV1 SÃO CAETANO DO SUL 06/06/2014 SUMÁRIO Descrição do Produto... 3 Características... 3 Configuração USB... 4 Configuração... 5 Página

Leia mais

Linguagem C. Programação Estruturada. Fundamentos da Linguagem. Prof. Luis Nícolas de Amorim Trigo nicolas.trigo@ifsertao-pe.edu.

Linguagem C. Programação Estruturada. Fundamentos da Linguagem. Prof. Luis Nícolas de Amorim Trigo nicolas.trigo@ifsertao-pe.edu. Programação Estruturada Linguagem C Fundamentos da Linguagem Prof. Luis Nícolas de Amorim Trigo nicolas.trigo@ifsertao-pe.edu.br Sumário Estrutura Básica Bibliotecas Básicas Tipos de Dados Básicos Variáveis/Declaração

Leia mais

DESCRIÇÃO DO TRABALHO - VERSÃO DE 29/04/2006 15:00.

DESCRIÇÃO DO TRABALHO - VERSÃO DE 29/04/2006 15:00. DESCRIÇÃO DO TRABALHO - VERSÃO DE 29/04/2006 15:00. Descrição Geral do trabalho. O objetivo do trabalho será o desenvolvimento de um programa Cliente/Servidor para o envio e recebimento de arquivos. Os

Leia mais

MANUAL. Versão 1.0 32 bits - 17/10/99. Para Windows 95/98

MANUAL. Versão 1.0 32 bits - 17/10/99. Para Windows 95/98 MANUAL TEC44Dis DLL Versão 1.0 32 bits - 17/10/99 Para Windows 95/98 Índice 1- INTRODUÇÃO 2- DOCUMENTAÇÃO 1 2.1 Documentação de Referência 1 3- INSTALAÇÃO DO DRIVER 4- DESCRIÇÃO FUNCIONAL 4.1 Interface

Leia mais

INF 1620 P1-10/04/02 Questão 1 Nome:

INF 1620 P1-10/04/02 Questão 1 Nome: INF 1620 P1-10/04/02 Questão 1 Considere uma disciplina que adota o seguinte critério de aprovação: os alunos fazem duas provas (P1 e P2) iniciais; se a média nessas duas provas for maior ou igual a 5.0,

Leia mais

TREINAMENTO TEF TEF Varejo Redecard 5.0 16/10/12

TREINAMENTO TEF TEF Varejo Redecard 5.0 16/10/12 ÍNDICE Instalação do Software GSURF... Página 3 Instalação do Gerenciador Padrão 4.0... Página 5 Instalação do Software Redecard 5.0.0... Página 6 Configurar Lojista... Página 8 Cadastrar Operadores...

Leia mais

MANUAL TERMINAL DE CONSULTA TCP/IP Acima da Versão 1.80

MANUAL TERMINAL DE CONSULTA TCP/IP Acima da Versão 1.80 MANUAL TERMINAL DE CONSULTA TCP/IP Acima da Versão 1.80 1 Índice Apresentação...3 Funcionamento...3 Ligando e Desligando...3 Botões de Navegação Setup...4 Configuração...5 Entrada SETUP...5 Tipo de Teclado...5

Leia mais

Descrição da Solução NAVS (Navegador Skytef) SKYTEF

Descrição da Solução NAVS (Navegador Skytef) SKYTEF Descrição da Solução NAVS (Navegador Skytef) SKYTEF Versão 1.7 23/04/2013 Verer Versão 1.0 25/05/2012 Página 1 Sumário 1.0 Introdução 4 2.0 Descrição Inicial 5 3.0 Detalhamento dos Comandos 6 3.1 CONSOLE

Leia mais

2. Constantes e Variáveis

2. Constantes e Variáveis 2. Constantes e Variáveis Neste capitulo veremos como os dados constantes e variáveis são manipulados pela linguagem C. O que são constantes inteiras, reais, caracteres e strings. Quais são as regras de

Leia mais

Métodos Computacionais. Árvores

Métodos Computacionais. Árvores Métodos Computacionais Árvores Árvores Vetores e Listas são ótimos para representar estrutura de dados lineares, mas não para modelar dados hierárquicos Exemplos de dados hierárquicos: sistema de arquivos

Leia mais

Dualtech CPU 802.11. Gradual Tecnologia Ltda. Manual DualTech Gradual Novembro 2013 1

Dualtech CPU 802.11. Gradual Tecnologia Ltda. Manual DualTech Gradual Novembro 2013 1 Dualtech CPU 802.11 Gradual Tecnologia Ltda. Manual DualTech Gradual Novembro 2013 1 Índice Geral... 3 Características do Aparelho... 3 Instalação... 5 Configuração... 5 Parâmetros de configuração:...

Leia mais

Arduino Aula 4 SHIELDS: BLUETOOTH, ETHERNET E EMG

Arduino Aula 4 SHIELDS: BLUETOOTH, ETHERNET E EMG Arduino Aula 4 SHIELDS: BLUETOOTH, ETHERNET E EMG O que são Shields? Placas de circuito que podem ser conectadas ao Arduino, encaixando-se perfeitamente por cima dele, e expandindo suas capacidades Ethernet

Leia mais

Tarifação ON-LINE Sistema de Tarifação Telefônica V. 5.0 GUIA DE INSTALAÇÃO COLETOR

Tarifação ON-LINE Sistema de Tarifação Telefônica V. 5.0 GUIA DE INSTALAÇÃO COLETOR Tarifação ON-LINE Sistema de Tarifação Telefônica V. 5.0 GUIA DE INSTALAÇÃO COLETOR Net Manager Informática Ltda Versão 5.0 1998-2004 Guia de Instalação I. Módulo Coletor 1) Instalação do Software Coletor

Leia mais

Vectra L1 / L2. Manual de instruções

Vectra L1 / L2. Manual de instruções Vectra L1 / L2 Manual de instruções Versão 05. 2004 1 Índice Introdução...3 Instalação...3 Setup...5 Display...7 Acionando o módulo de impressora...8 Mensagens de sistema...8 Atualizações...9 Programação

Leia mais

MOR600 - Guia de Instalação Rapida

MOR600 - Guia de Instalação Rapida MOR600 - Guia de Instalação Rapida 1. Conteúdo O Roteador portatil MOR600 deve conter os itens relacionados abaixo. Caso se verifique alguma falta, favor contatar a revenda que lhe forneceu oproduto. Roteador

Leia mais

Tutorial 160 CP FBs - Elipse Scada (RS232 Protocolo MODBUS)

Tutorial 160 CP FBs - Elipse Scada (RS232 Protocolo MODBUS) Tutorial 160 CP FBs - Elipse Scada (RS232 Protocolo MODBUS) Este documento é propriedade da ALTUS Sistemas de Informática S.A., não podendo ser reproduzido sem seu prévio consentimento. Altus Sistemas

Leia mais

Programação em C++: Introdução

Programação em C++: Introdução Programação em C++: Introdução J. Barbosa J. Tavares Visualização Científica Conceitos básicos de programação Algoritmo Conjunto finito de regras sobre as quais se pode dar execução a um dado processo

Leia mais

Manual de Instalação de Telecentros Comunitários. Ministério das Comunicações

Manual de Instalação de Telecentros Comunitários. Ministério das Comunicações Manual de Instalação de Telecentros Comunitários Ministério das Comunicações As informações contidas no presente documento foram elaboradas pela International Syst. Qualquer dúvida a respeito de seu uso

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE INFORMÁTICA INFORMÁTICA APLICADA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE INFORMÁTICA INFORMÁTICA APLICADA Responda 1) Quem desenvolveu a linguagem C? Quando? 2) Existe alguma norma sobre a sintaxe da linguagem C? 3) Quais são os tipos básicos de dados disponíveis na linguagem C? 4) Quais são as principais

Leia mais

ZEUS SERVER STUDIO V2.07

ZEUS SERVER STUDIO V2.07 ZEUS SERVER STUDIO V2.07 FERRAMENTA DE CONFIGURAÇÃO DO ZEUS SERVER 3i Soluções Ind. Com. de Equip. Eletrônicos e Serviços em Materiais Elétricos Ltda. Rua Marcilio Dias, 65 Lapa CEP 05077-120 São Paulo

Leia mais

Notas de Aplicação. Utilizando o servidor de comunicação SCP Server. HI Tecnologia. Documento de acesso público

Notas de Aplicação. Utilizando o servidor de comunicação SCP Server. HI Tecnologia. Documento de acesso público Notas de Aplicação Utilizando o servidor de comunicação SCP Server HI Tecnologia Documento de acesso público ENA.00024 Versão 1.02 dezembro-2006 HI Tecnologia Utilizando o servidor de comunicação SCP Server

Leia mais

Nota de Aplicação. Integrando controladores em rede Ethernet com protocolo UDP. HI Tecnologia. Documento de acesso público

Nota de Aplicação. Integrando controladores em rede Ethernet com protocolo UDP. HI Tecnologia. Documento de acesso público Nota de Aplicação Integrando controladores em rede Ethernet com protocolo UDP HI Tecnologia Documento de acesso público ENA.00030 Versão 1.00 setembro-2013 HI Tecnologia Integrando controladores em rede

Leia mais

ME-041 MANUAL DO EQUIPAMENTO TS 5024

ME-041 MANUAL DO EQUIPAMENTO TS 5024 Manual do Equipamento _Rev01-TS-5024 ECIL INFORMÁTICA IND. E COM. LTDA Av. Tamboré, 973 - CEP: 06460-000 Alphaville Centro industrial e empresarial Barueri SP Brasil Tel.:+55(11) 4133-1440 Fax:+55(11)

Leia mais

Indicador de pesagem. WT3000-I-Plus. Manual Técnico. Versão 03. Soluções Globais em Sistemas de Pesagem

Indicador de pesagem. WT3000-I-Plus. Manual Técnico. Versão 03. Soluções Globais em Sistemas de Pesagem Indicador de pesagem Manual Técnico Versão 03 Soluções Globais em Sistemas de Pesagem Obrigado por escolher a WEIGHTECH! Agora, além de adquirir um equipamento de excelente qualidade, você contará com

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. Software de Gerenciamento. Controlador de Fator de Potência. Self Control

MANUAL DO USUÁRIO. Software de Gerenciamento. Controlador de Fator de Potência. Self Control MANUAL DO USUÁRIO Software de Gerenciamento Controlador de Fator de Potência Self Control ÍNDICE 1.0 INTRODUÇÃO 4 1.1 Aplicações 4 2.0 CARACTERÍSTICAS 4 2.1 Compatibilidade 4 3.0 INSTALAÇÃO 4 4.0 INICIALIZAÇÃO

Leia mais

www.lojatotalseg.com.br

www.lojatotalseg.com.br Manual do Aplicativo de Configurações J INTRODUÇÃO Este manual visa explicar a utilização do software embarcado do equipamento Prisma. De fácil utilização e com suporte a navegadores de internet de todos

Leia mais

INF1007 - PROGRAMAÇÃO II LISTA DE EXERCÍCIOS 15

INF1007 - PROGRAMAÇÃO II LISTA DE EXERCÍCIOS 15 INF1007 - PROGRAMAÇÃO II LISTA DE EXERCÍCIOS 15 1. Um número racional é expresso por dois inteiros: um numerador e um denominador (este último diferente de zero!). Implemente um TAD para representar números

Leia mais

WWW.cerne-tec.com.br. Comunicação USB com o PIC Vitor Amadeu Souza Parte II vitor@cerne-tec.com.br

WWW.cerne-tec.com.br. Comunicação USB com o PIC Vitor Amadeu Souza Parte II vitor@cerne-tec.com.br 1 Comunicação USB com o PIC Vitor Amadeu Souza Parte II vitor@cerne-tec.com.br Continuando com o artigo apresentado na edição passada de comunicação USB com o PIC, continuaremos nesta edição o estudo do

Leia mais

Máscaras de sub-rede. Fórmula

Máscaras de sub-rede. Fórmula Máscaras de sub-rede As identificações de rede e de host em um endereço IP são diferenciadas pelo uso de uma máscara de sub-rede. Cada máscara de sub-rede é um número de 32 bits que usa grupos de bits

Leia mais

CONVERSOR SERIAL PARA REDE TCP/IP DS100B

CONVERSOR SERIAL PARA REDE TCP/IP DS100B CONVERSOR SERIAL PARA REDE TCP/IP DS100B MANUAL DE INSTRUÇÕES Rev.03 Sumário: 1. CARACTERÍSTICAS 2 2. INSTALAÇÃO DO CONVERSOR 2 ALIMENTAÇÃO DS100 COM CENTRAL DE ALARME... 3 ALIMENTAÇÃO DS100 COM PAINEL

Leia mais

Algoritmo e Técnica de Programação - Linguagem C

Algoritmo e Técnica de Programação - Linguagem C Algoritmo e Técnica de Programação Linguagem C Gilbran Silva de Andrade 5 de junho de 2008 Introdução A liguagem C foi inventada e implementada por Dennis Ritchie em um DEC PDP-11 que utilizava o sistema

Leia mais

INF 1005 Programação I

INF 1005 Programação I INF 1005 Programação I Aula 03 Introdução a Linguagem C Edirlei Soares de Lima Estrutura de um Programa C Inclusão de bibliotecas auxiliares: #include Definição de constantes:

Leia mais

Linguagem C Tipos de Dados. void; escalares; sizeof Vectores; strings em C Estruturas Introdução ao pré-processador

Linguagem C Tipos de Dados. void; escalares; sizeof Vectores; strings em C Estruturas Introdução ao pré-processador Linguagem C Tipos de Dados void; escalares; sizeof Vectores; strings em C Estruturas Introdução ao pré-processador Funções void void pode ser usado em lugar de um tipo, para indicar a ausência de valor

Leia mais

Manual do Usuário - JIDOSHA

Manual do Usuário - JIDOSHA Manual do Usuário - JIDOSHA Biblioteca de Software para Reconhecimento Automático de Placas Veiculares Versão 1.5.18 Última atualização: 2015/07 1 Visão Geral 1.1 Condições Gerais 1.2 Licença de software

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO PARA DRIVER DE COMUNICAÇÃO USB Versão 2.0 IF ST120 IF ST200 IF ST 2000 IF ST 2500

GUIA DE INSTALAÇÃO PARA DRIVER DE COMUNICAÇÃO USB Versão 2.0 IF ST120 IF ST200 IF ST 2000 IF ST 2500 GUIA DE INSTALAÇÃO PARA DRIVER DE COMUNICAÇÃO USB Versão 2.0 IF ST120 IF ST200 IF ST 2000 IF ST 2500 JANEIRO 2012 Sumário Introdução...3 Preparativos para a instalação...3 Instalação no Windows 98...4

Leia mais

Índice. VIAWEBsystem - 1

Índice. VIAWEBsystem - 1 V 3.20 Jul09 r2.0 Índice Apresentação...3 Instalação...3 Esquema de Ligação...4 Operação...5 Terminal...6 Funções de Programação...7 [007 a 011] Programação da Entrada (Setor Interno)... 7 Função 007

Leia mais

ABB Automação. 13.82kV 119.4kA. 13.81kV 121.3kA. 13.85kV 120.2kA IDR 144 INDICADOR DIGITAL REMOTO MODO DE USO

ABB Automação. 13.82kV 119.4kA. 13.81kV 121.3kA. 13.85kV 120.2kA IDR 144 INDICADOR DIGITAL REMOTO MODO DE USO IDR 144 INDICADOR DIGITAL REMOTO MODO DE USO 13.82kV 119.4kA 13.81kV 121.3kA 13.85kV 120.2kA Dados Técnicos Conexões elétricas Utilização do teclado Protocolo de comunicação Modbus RTU Dimensional ABB

Leia mais

GIN - Informações Gerais

GIN - Informações Gerais GIN - Informações Gerais Este documento contém a especificação complementar dos demais Guias constantes desta documentação. No guia foi utilizada técnica HYPERLINK para facilitar o direcionamento para

Leia mais

LINEAR EQUIPAMENTOS RUA SÃO JORGE, 267/269 - TELEFONE: (11) 2823-8800 SÃO CAETANO DO SUL - SP - CEP: 09530-250

LINEAR EQUIPAMENTOS RUA SÃO JORGE, 267/269 - TELEFONE: (11) 2823-8800 SÃO CAETANO DO SUL - SP - CEP: 09530-250 LINEAR EQUIPAMENTOS RUA SÃO JORGE, 267/269 - TELEFONE: (11) 2823-8800 SÃO CAETANO DO SUL - SP - CEP: 09530-250 1 SISTEMA HCS 2005 PROTOCOLO DE COMUNICAÇÃO (Baseado no Guarita Vr5.0x Última modificação:

Leia mais

Inner Bio T24-04-0010 Manual de instruções

Inner Bio T24-04-0010 Manual de instruções T24-04-0010 Manual de instruções 1 NOTAS E CUIDADOS NA INSTALAÇÃO...2 2 INTRODUÇÃO...3 2.1 O QUE É O COLETOR DE DADOS INNER BIO?...3 2.2 QUAIS AS APLICAÇÕES DO INNER BIO?...4 2.3 QUE PROGRAMA UTILIZAR

Leia mais

Representação de Dados (inteiros não negativos)

Representação de Dados (inteiros não negativos) Representação de Dados (inteiros não negativos) 1 Memória Armazena instruções e dados durante a execução de um programa A memória principal pode ser vista como um array de bytes, cada um com seu endereço

Leia mais

Dualtech CPU 232 TCP/IP. Gradual Tecnologia Ltda. Manual DualTech Gradual Novembro 2013 1

Dualtech CPU 232 TCP/IP. Gradual Tecnologia Ltda. Manual DualTech Gradual Novembro 2013 1 Dualtech CPU 232 TCP/IP Gradual Tecnologia Ltda. Manual DualTech Gradual Novembro 2013 1 Índice Geral...3 Características do Aparelho...3 Instalação...5 Configuração...5 IP Local...6 Porta Local...6 IP

Leia mais

Redes de Computadores II INF-3A

Redes de Computadores II INF-3A Redes de Computadores II INF-3A 1 ROTEAMENTO 2 Papel do roteador em uma rede de computadores O Roteador é o responsável por encontrar um caminho entre a rede onde está o computador que enviou os dados

Leia mais

MNDT-6.2-199 r 02 Página 2 de 24

MNDT-6.2-199 r 02 Página 2 de 24 1.TEF DISCADO... 3 2.Componentes... 4 3.COMO FUNCIONA?... 4 4.PINPADs utilizados na solução PCmultiTef +... 4 5.Gerenciador Padrão... 4 6.Redecard... 5 1.Instalação do Módulo Redecard... 5 2.Configuração

Leia mais

PHP INTEGRAÇÃO COM MYSQL PARTE 2

PHP INTEGRAÇÃO COM MYSQL PARTE 2 ABRIR CONEXÃO PHP INTEGRAÇÃO COM MYSQL PARTE 2 Professor: Leonardo Pereira Email: leongamerti@gmail.com Facebook: leongamerti Material de Estudo: http://www.leonti.vv.si Antes de podermos acessar informações

Leia mais

CONFIGURAÇÃO CONVERSOR ADAM- 4571

CONFIGURAÇÃO CONVERSOR ADAM- 4571 CONFIGURAÇÃO CONVERSOR ADAM- 4571 Índice 1... Baixando o Software de configuração da ADAM 2... Configurando o Conversor ADAM 2.1... Configurando a porta Ethernet 2.2... Configurando a porta COM(RS232/422/485)

Leia mais