Informática para Engenharia

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Informática para Engenharia"

Transcrição

1 Informática para Engenharia Borland C++ Builder Professor: José Marcelo Traina Chacon Prof José Marcelo Traina Chacon

2 Sumário Introdução 01 Iniciando C++ Builder 02 Acessando comandos rapidamente 04 Criando uma Aplicação 05 Adicionando Componentes 07 Formulários 09 Rótulos 17 Caixa de Texto 20 Botão de Comando 23 Botões de opção 26 Caixa de verificação 26 Caixa de Lista 27 Caixa Combinada 30 Barra de rolagem 34 Barra de menu 38 PopupMenu 41 Imagem 43 Formas 47 Caixa de lista de arquivos, lista de diretórios e Combinada de Drivers 49 Temporizador 53 Caixa de Dialogo Comum 57 Painel 59 Itens Fundamentais 63 Operadores 68 Estruturas Condicionais 73 Estruturas de Repetição 79 Funções 84 Matrizes 86 Estruturas 93 Arquivos 97 Bibliografia 102 Bonus Banco de Dados 103

3 Introdução Introdução O C++ Builder da Borland é um ambiente visual, orientado a objetos que tem por finalidade desenvolver aplicações rapidamente para o Windows 95/98/NT. Estas aplicações podem ser de propósitos gerais ou cliente/servidor. Usando o C++ Builder, você pode criar eficientes aplicações Windows com o mínimo de codificação manual. O Borland C++ Builder disponibiliza uma extensa biblioteca de componentes reutilizáveis e um ambiente de ferramentas RAD (Desenvolvimento de Aplicações Rápida). Quando você inicia o Borland C++ Builder, você é imediatamente colocado com o ambiente de programação visual. É com este ambiente que o Borland C++ Builder disponibiliza todas as ferramentas que você necessita para criar, desenvolver, testar, e debugar suas aplicações. Prof José Marcelo Traina Chacon 1

4 Iniciando C++ Builder Iniciando C++ Builder A melhor maneira se aprender é rodando o Borland C++ Builder. Você poderá rodar o BCB da mesma maneira que roda qualquer aplicação Windows, como segue abaixo: Dando um duplo-clique no ícone C++ Builder Usando o Windows Explorer. Localize e de um duplo-clique no arquivo BCB.EXE Escolha Executar a partir do menu Iniciar, e especifique o path para o BCB.EXE Selecionando a opção do menu A figura abaixo mostra como o BCB irá aparecer quando for rodado pela primeira vez: Menu Principal Barra de Ferramentas Paleta de Componentes Object Inspector Formulário Editor de Código

5 O C++ Builder ambiente de desenvolvimento (também chamado de IDE), tem várias partes flexíveis que você poderá coloca-las em qualquer local da tela. A janela principal contem o menu principal, barra de ferramentas e a paleta de componentes. O Object Inspector, Editor de Código e o formulário são automaticamente apresentados. Quando você estiver trabalhando, você poderá redimensionar cada parte e mostrar ferramentas adicionais conforme a sua necessidade. Prof José Marcelo Traina Chacon 3

6 Acessando comandos rapidamente Acessando comandos rapidamente O menu principal no topo da janela principal, disponibiliza acesso a vários comandos e ferramentas do Borland C++ Builder. Você pode também ver uma barra de ferramentas no cantos esquerdo, embaixo do menu principal. Ela contem botões que podem ajuda-lo quando estiver trabalhando. Cada botão executa uma operação ou comando ( Abrir Arquivo, Salvar Projeto, Rodar, entre outras). A figura abaixo ilustra a barra de ferramentas e mostra a função de alguns botões. Abrir Unit Salvar Unit Salvar Tudo Abrir Projeto Adicionar Arquivo para Projeto Novo Projeto Remover Arquivo do Projeto Ver Unit Ajuda Ver Formulário Alterar entre Unit e Formulário Novo Formulário Rodar Pausa Clique com o botão direito do mouse na barra de ferramentas e escolha propriedades, você poderá personaliza-la de acordo com as suas necessidades.

7 Criando uma Aplicação Criando uma Aplicação O Borland C++ Builder imediatamente apresenta as ferramentas necessárias para que você inicie a criação da aplicação. Uma janela em branco, conhecida como formulário, na qual você criará a interface do usuário Uma extensiva biblioteca, chamada de componentes Uma maneira fácil de alterar as propriedades de um objeto, utilizando o Object Inspector Acesso direto ao código do programa utilizando o Editor de Código Formulário Componentes Prof José Marcelo Traina Chacon 5

8 Objeto Inspector Editor de Códigos Você pode usar o Borland C++ Builder para criar aplicações de 32-bits de qualquer tipo. Desde aplicações de propósitos gerais, até sofisticados programas de acesso a banco de dados.

9 Adicionando Componentes Adicionando Componentes Componentes são elementos que você usa para construir suas aplicações Borland C++ Builder. Eles incluem todas as partes visíveis de sua aplicação tais como, box de dialogo e botões; bem como as partes não visíveis enquanto a aplicação estiver rodando, como os Timers. Componentes e suas páginas associadas Muitos componentes visuais são disponibilizados no ambiente de desenvolvimento na paleta de componentes. Você seleciona o componentes da paleta e arasta-o no formulário que você esta desenvolvendo. Uma vez que o componentes esteja no formulário você poderá ajustar as sua propriedades como, posição, tamanho entre outras. O Borland C++ Builder agrupa os componentes, em diferentes página, de acordo com a sua funcionalidade. Formulários e componentes tem muitos pontos em comum; você pode imaginar que um formulário e um objeto que pode conter outros componentes. O Borland C++ Builder inclui vários componentes que você pode usar na VCL (Biblioteca de Componentes Visual). Verifique o Help VCL Reference para mais detalhes dos componentes disponíveis. Você pode personalizar a biblioteca de Prof José Marcelo Traina Chacon 7

10 componentes adicionando ou removendo componentes, ou ainda escrever seus próprios componentes. Alterando o comportamento do componente Você pode facilmente personalizar a aparência e o comportamento de sua aplicação usando o Object Inspector. Quando um componente tem o foco no formulário, suas propriedades e eventos são mostrados no Object Inspector. Usando a página Propriedades do Object Inspector, você ajustará os valores iniciais, dos componentes, com o qual sua aplicação irá iniciar. Você usará a página Eventos para navegar através dos eventos que o componente pode ter. Dando um clique em um evento em particular, o Borland C++ Builder irá gerar o código para este evento ( event handler). Você apenas deverá completar o código de acordo com a ação desejada.

11 Formulários Formulários (Forms) são objetos especializados no qual você coloca componentes VCL (Biblioteca de Componente Visual). Forms geralmente se parecem como janelas e caixas de diálogo em uma aplicação que esta rodando. Você interage com o forms lendo e fixando suas propriedades, chamando os métodos e respondendo aos seus eventos. Segue uma lista das principais propriedades de um formulário. Propriedades Características de um componente Align Alinhamento do formulário albotton Alinha na parte inferior da área gráfica alclient Alinha em toda a área gráfica alleft Alinha na parte esquerda da área gráfica Prof José Marcelo Traina Chacon 9

12 alnone Sem alinhamento alright Alinha na parte direita da área gráfica altop Alinha na parte superior da área gráfica BorderIcons Determina qual botão irá aparecer na barra de título bisystemmenu Botão Fechar biminimize Botão Minimizar bimaximize Botão Maximizar bihelp Botão Ajuda biminimize bisystemmenu bihelp bimaximize

13 BorderStyle Estilo da Borda, dependem do BorderIcons bsdialog Somente fechar e Help bsnone Sem borda bssingle Borda Simples bssizeable Borda Normal vssizetollwin Somente Botão Fechar bstoolwin Somente Botão Fechar Prof José Marcelo Traina Chacon 11

14 BorderWidt Determina um tamanho para a borda na janela onde não poderão ser inseridos componentes Caption Texto que será mostrado na barra de titulo do formulário Color Cor do funda do formulário Enable Ativar e Desativar formulário. Quando esta desativado, ele fica visível, mas não responde a eventos até ser ativado. true ativa o formulário false desativa o formulário

15 Height Altura do formulário em pontos Width Largura do formulário em pontos Width 536 Heigth 218 Icon Escolhe uma icone para o programa Prof José Marcelo Traina Chacon 13

16 Editor de Imagens Ferramenta que desenha imagens e icones para o C++ Builder. Funciona como um editor de imagens do Windows e salva como arquivo *.ico 1 Passo Criar um novo arquivo de ícones. 2 Passo Desenhar uma nova ícone. 3 Passo Salvar o novo arquivo de ícone. Left Distância da Esquerda Top Distância do Topo Top Left Name Nome do formulário no programa. O name atribuído ao formulário principal

17 será utilizado pelo programa para a definição do nome do programa executável a ser criado. Position Determina a posição que aparecerá o formulário na tela. PoDesigned Não determinada posição na tela PoScreenCenter Centro da tela Name poscreencente r podesigned Visible Determina se o formulário irá ficar visível ou invisível. true visível false invisível true false WindowState Determina em que modo de exibição a tela será mostrada. WsMaximized Tela Maximizada WsMinimized Tela Minimizada WsNormal Tela Normal (Restaurada) Prof José Marcelo Traina Chacon 15

18 wsmaximized wsminimized wsnormal Eventos Ações de um componente OnClick Usuário dá um clique sobre o componente formulário. OnDblClick Usuário dá um duplo clique sobre o componente formulário. OnCreat Evento automático que é executado quando o formulário é executado. Métodos Ações que alteram o componente Close Fecha o formulário. Hide Oculta um formulário. Este método altera a propriedade visible do formulário para false. Show Mostra um formulário. Este método altera a propriedade visible do formulário para true. ShowModal Mostra um formulário como uma caixa de diálogo modal. Os outros formulários ficam inacessíveis, até que o formulário atual seja fechado.

19 Rótulo Rótulos (Label) são objetos no qual você pode apresentar uma informação textual. A grande parte das propriedades para o objeto rótulo é comum as propriedades explicadas no objeto form. Segue uma lista das principais propriedades de um rótulo. Propriedades Características de um componente Alignment Alinhamento de um texto tacenter Alinhamento centralizado taleftjustify Alinhamento à esquerda tarightjustify Alinhamento à direita Prof José Marcelo Traina Chacon 17

20 AutoSize Tamanho automático para o rótulo true - rótulo é automaticamente redimensionado false - rótulo mantém as dimensões do projeto, se o texto for longo, ele será truncado Caption Define o texto que será escrito na tela. Font Define características de padrão de letra do texto que será escrito na tela. ShowHint Ativa um texto que aparecerá quando o mouse for colocado sobre o componente. true aparecera o texto false não aparecera o texto

21 Hint Texto que aparecerá quando o mouse for colocado sobre o componente. Eventos Ações de um componente OnClick Usuário dá um clique sobre o componente rótulo. OnDblClick Usuário dá um duplo clique sobre o componente rótulo. Métodos Ações que alteram o componente Hide Oculta um rótulo. Este método altera a propriedade visible do rótulo para false. Show Mostra um rótulo. Este método altera a propriedade visible do rótulo para true. Exemplo de um projeto com rótulo Programa Hello World! Prof José Marcelo Traina Chacon 19

22 Caixa de Texto Caixa de Texto (Edit) são objetos no qual você pode introduzir informação textual. Podemos compará-lo a um comando de entrada. A grande parte das propriedades para o objeto caixa de texto é comum as propriedades explicadas anteriormente. Segue uma lista das principais propriedades de um caixa de texto. Propriedades Características de um componente BorderStyle Define o estilo da borda da caixa de texto bssingle Borda simples bsnone Sem Borda bssingle bsnon CharCase Define o tipo de caracteres para a caixa de texto. eclowercase Letras minúsculas ecnormal Letras minúsculas e maiúsculas ecuppercase Letras maiúsculas eclowercas ecnormal ecuppercas

23 Enabled Ativa ou desativa uma caixa de texto. true Habilita uma caixa de texto false Desabilita uma caixa de texto não aceitará digitação de valores e aparecerá levemente acinzentado true false MaxLength Limita o número de caracteres a ser digitado Name Define o nome da caixa de texto no programa PasswordChar Campo Senha - Define o caracter a ser mostrado Text Texto que será exibido na caixa de textos Prof José Marcelo Traina Chacon 21

24 Eventos Ações de um componente OnChance Ao alterar a caixa de texto OnEnter Ao teclar ENTER na caixa de texto OnExit Ao sair da caixa de texto OnKeyPress Ao pressionar uma tecla na caixa de texto Métodos Ações que alteram o componente SetFocus Fixa o foco do cursor no objeto escolhido

25 Botões de Comando Botões de Comando (Button) são componentes geralmente usados em programas para disparar um processo quando acionados pelo clique do mouse. A grande parte das propriedades para o objeto Botão de comando é comum as propriedades explicadas anteriormente. Segue uma lista das principais propriedades de um Botão de comando. Propriedades Características de um componente Cancel Permite que a tecla ESC tenha a mesma função do clique do mouse true - a tecla ESC terá o mesmo efeito de um clique do mouse false desativa a função da tecla ESC para o botão ESC ou Clicar Default Permite que a tecla ENTER tenha a mesma função do clique do mouse true - a tecla ENTER terá o mesmo efeito de um clique do mouse false desativa a função da tecla ENTER para o botão ENTER ou Clicar Prof José Marcelo Traina Chacon 23

26 Name Define o nome do botão no programa Eventos Ações de um componente OnClick Usuário dá um clique sobre o componente botões de comando. Métodos Ações que alteram o componente Focused Este método retorna o valor true se o objeto estiver em foco, caso contrário retorna false. Programa Temperatura Eventos do programa temperatura: OnClick no botão Converter OnClick no botão Sair OnCreat no Formulário FrmTemp

27 // void fastcall TForm1::BtnConvClick(TObject *Sender) //Declaração de Variáveis int tcel, tkel, tfah; AnsiString entrada; //Faz a leitura da temp. Celsius entrada = EdtCel->Text; //Converte de Texto para Int tcel = StrToInt(entrada); //Calcula as temperaturas tkel = tcel + 273; tfah = (((tcel*9)/5)+32); //Mostra na tela os valores calculados EdtKel->Text = tkel; EdtFah->Text = tfah; // void fastcall TForm1::BtnFimClick(TObject *Sender) //Fecha o programa Close(); // void fastcall TForm1::FormCreate(TObject *Sender) //Inicializa as temperaturas BtnConvClick (Owner); // Conversões de tipo Classe AnsiString String para Int StrToInt Monetário para String CurrToStr Float para String FloatToStr Inteiro para representação hexadecimal IntToHex Prof José Marcelo Traina Chacon 25

28 Botões de Opção e Caixas de verificação Botões de Opção (RadioButton) são componentes que são apresentam ao usuário em grupo para a escolha de apenas uma opção. As opções não escolhidas ficam desabilitadas. Caixa de Verificação (CheckBox) são componentes que são apresentam ao usuário em grupo para a escolha de uma ou mais opções. A grande parte das propriedades para os objetos Botão de opção e Caixa de verificação é comum as propriedades explicadas anteriormente. Segue uma lista das principais propriedades de um Botão de opção e Caixa de verificação. Propriedades Características de um componente Checked Indica se o componente está ou não selecionado. true indica selecionado false indica não selecionado false true Eventos Ações de um componente false true OnClick Usuário dá um clique sobre os componentes botões de opção e caixas de verificação.

29 Caixas de listas Caixa de Lista (ListBox) são componentes que dão ao usuário a opção de escolhas, esta escolhas são feitas através do mouse. A grande parte das propriedades para o objeto Caixa de Lista é comum as propriedades explicadas anteriormente. Segue uma lista das principais propriedades de um Caixa de Lista. Propriedades Características de um componente Columns Indica a quantidade de colunas que a caixa de lista irá ter. Utilizando o valor padrão 0 a caixa de lista terá apenas uma coluna. Columns = 0 Columns = 3 Items Define uma lista inicial de opções na caixa de lista. Prof José Marcelo Traina Chacon 27

30 ExtendedSelect Define se o usuário pode selecionar uma seqüência de itens da caixa ListBox, true permite seleção seqüêncial false não permite seleção seqüêncial MultiSelect Permite ao usuário selecionar múltiplos itens true permite seleção de múltiplos itens false não permite seleção de múltiplos itens Permite uma seleção Permite várias seleções Permite uma seleções Permite várias seleções c/ CTRL e SHIFT Sorted Apresenta os itens em ordem alfabética true - apresenta em ordem alfabética false - apresenta na ordem editada no Itens false true TabStop Indica se o controle pode ser acessado usando a tecla TAB true - pode acessar utilizando o TAB false - não pode acessar utilizando o TAB TabWidth Define o tamanho do caractere de tabulação em um a caixa de lista. 0 - padrão definido pelo Windows Eventos Ações de um componente

31 OnClick Usuário dá um clique sobre o componente caixa de lista. OnDblClick Usuário dá um duplo clique sobre o componente caixa de lista. Métodos Ações que alteram o componente Clear - Apaga as informações contidas na caixa de lista. Prof José Marcelo Traina Chacon 29

32 Caixa Combinada Caixa combinada (ComboBox) são componentes que dão ao usuário a opção de escolhas, esta escolhas são feitas através do mouse. Combina caixa de texto com Caixa de lista A grande parte das propriedades para o objeto Caixa Combinada é comum as propriedades explicadas anteriormente. Segue uma lista das principais propriedades de um Caixa Combinada. Propriedades Características de um componente Style Determina o tipo de caixa combinada e seu comportamento csdropdown csdropdownlist csownerdrawfixed cssimple csownerdrawvariable

33 Text Irá conter o texto digitado pelo usuário. Depende do Style escolhido pelo usuário. csdropdown cssimple Eventos Ações de um componente OnChance Ao alterar a caixa combinada Métodos Ações que alteram o componente Clear - Apaga as informações contidas na caixa combinada. Programa Lista de Usuários Eventos do programa lista de usuários: Prof José Marcelo Traina Chacon 31

34 OnClick no botão Sair OnCreat no Formulário FrmUsuários OnClick no botão Adicionar OnClick no botão Remover OnChange no EdtUsuarios void fastcall TFrmUsuarios::BtnSairClick(TObject *Sender) /* Termina o Programa e descarrega o formulário */ //Mensagem de Finalização Application->MessageBox ("Finalizando o Programa...", "Lista de Usuários 1.00",MB_OK); //Beep MessageBeep(0); //Termina o programa Close(); // void fastcall TFrmUsuarios::FormCreate(TObject *Sender) /* Inicialização do Programa */ //Limpa Lista LstUsuarios->Clear(); //Limpa caixa de texto EdtUsuarios->Text=""; //Desabilita o Botão Adicionar BtnAdicionar->Enabled = false; // void fastcall TFrmUsuarios::BtnAdicionarClick(TObject *Sender) /* Adicionar Usuário */ //Verifica o tipo de Usuário if (OptMaster->Checked) EdtUsuarios->Text = EdtUsuarios->Text + " M"; else EdtUsuarios->Text = EdtUsuarios->Text + " N"; //Adiciona o nome da Caixa de Texto LstUsuarios->Items->Add (EdtUsuarios->Text); EdtUsuarios->Text=""; // void fastcall TFrmUsuarios::BtnRemoverClick(TObject *Sender) /*

35 Remove Usuários */ int num; //Verifica o valor corrente da Caixa de Lista num=lstusuarios->itemindex; //Remove o Usuário se existir if (num!=1) LstUsuarios->Items->Delete (num); // void fastcall TFrmUsuarios::EdtUsuariosChange(TObject *Sender) if(edtusuarios->text!="") BtnAdicionar->Enabled=true; else BtnAdicionar->Enabled=false; // Prof José Marcelo Traina Chacon 33

36 Barra de rolagem Barra de rolagem (ScroolBar) são componentes que dão ao usuário a opção de construir barras de rolagem na horizontal e na vertical. A grande parte das propriedades para o objeto Barra de rolagem é comum as propriedades explicadas anteriormente. Segue uma lista das principais propriedades de um Barra de rolagem. Propriedades Características de um componente Kind Define o tipo de barra de rolagem sbhorizontal Barra de rolagem na horizontal sbvertical Barra de rolagem na vertical sbhorizontal sbvertical

37 LargeChange - Incremento ou decremento da propriedade Position quando clica sobre o curso da barra de rolagem 10 Clicar sobre o curso Max - Valor máximo para o deslocamento de uma barra de rolagem Valor máximo 1000 Min - Valor mínimo para o deslocamento de uma barra de rolagem Valor mínimo Position Representa o valor corrente do deslocamento do cursor na barra de rolagem Posição atual 100 Posição atual 0 Prof José Marcelo Traina Chacon 35

38 SmallChance - Representa o incremento ou decremento ao clicar nos botões de deslocamento 1 Clicar sobre o botão de deslocamento Eventos Ações de um componente OnScroll Ao deslocar a barra de rolagem OnChance Ao alterar a barra de rolagem Programa Temperatura

39 Eventos do programa Controle de Temperatura OnChange no ScrollBar1 // #include <vcl.h> #pragma hdrstop #include "UnitControleTemp.h" // #pragma package(smart_init) #pragma resource "*.dfm" TForm1 *Form1; // fastcall TForm1::TForm1(TComponent* Owner) : TForm(Owner) // void fastcall TForm1::ScrollBar1Change(TObject *Sender) int num; num=275-scrollbar1->position; Edit1->Text= IntToStr(num)+" ºC"; ProgressBar1->Position=num; if(num==-25) LblMinimo->Visible=true; else LblMinimo->Visible=false; if(num==300) LblMaximo->Visible=true; else LblMaximo->Visible=false; // Prof José Marcelo Traina Chacon 37

40 Barra de menu Barra de menu (MainMenu) são componentes que dão ao usuário a opção de construir uma barra de menu principal no topo da tela. A grande parte das propriedades para o objeto Barra de menu é comum as propriedades explicadas anteriormente. Segue uma lista das principais propriedades de um Barra de menu. Propriedades Características de um componente Items Define os campos da barra de menu. A propriedade items será utilizada para a construção da barra de menus. Ao clicar sobre o botão de reticências na propriedade items será aberta uma janela de construção de menus. Para inserir uma opção no menu digite um texto no local selecionado na janela de construção de menus. As setas de movimentações ajudarão na escolha do local a ser criada a opção do menu. Para se criar um submenu apertar a tecla CTRL mais a seta para a direita ou utilizar o popupmenu da janela de construção de menus (Creat Submenu).

41 Eventos Ações de um componente OnClick Ao clicar sobre uma opção da barra de menu Programa Barra de Menu Passos: 1. Inicia um novo Aplicativo Menu File New Aplication; 2. Insira um componente MainMenu; 3. Clique no botão reticências da propriedade Items; 4. Crie o menu do projeto abaixo. Objeto Propriedade Valor Form1 Caption Aplicativo Menu Name FrmAplicativo MainMenu1 Name MnuAplicativo Menu Arquivo Item Propriedade Valor Arquivo Caption &Arquivo Name MnuArq Novo Caption &Novo Name MnuArqNovo Abri Caption &Abrir Name MnuArqAbrir Separador Caption - Name MnuArqSep1 Salvar Caption &Salvar Name MnuArqSalvar Salvar Como Caption Salvar &Como Name MnuArqSalvarComo Separador Caption - Name MnuArqSep2 Impressora Caption &Impressora Name MnuArqImp Configurar Caption &Configurar Name MnuArqImpCfg Imprimir Caption &Imprimir Name MnuArqImpPrn Separador Caption - Name MnuArqSep3 Sair Caption Sa&ir Name MnuArqSair Submenu Prof José Marcelo Traina Chacon 39

42 Menu Editar Item Propriedade Valor Editar Caption &Editar Name MnuEdt Copiar Caption &Copiar Name MnuEdtCopiar Colar Caption C&olar Name MnuEdtColar Separador Caption - Name MnuEdtSep1 Selecionar Caption &Selecionar Name MnuEdtSelecionar Menu Ajuda Item Propriedade Valor Ajuda Caption A&juda Name MnuAju Conteúdo Caption &Conteúdo e Indice Name MnuAjuConteudo Separador Caption - Name MnuAjuSep1 Sobre Caption Name &Sobre o aplicativo MnuAjuSobre

43 PopupMenu PopupMenu são componentes que dão ao usuário a opção de construir uma barra de menu que aparecerá quando clicar com o botão direito do mouse sobre um objeto assoado ao popupmenu. A grande parte das propriedades para o objeto popupmenu é comum as propriedades explicadas anteriormente. Segue uma lista das principais propriedades de um PopupMenu. Propriedades Características de um componente Alignment Define o alinhamento do PopupMenu em relação a posição do ponteiro do mouse. pacenter Centralizando coma posição do cursor do mouse. paleft à esquerda da posição do cursor do mouse. paright à direita da posição do cursor do mouse. Prof José Marcelo Traina Chacon 41

44 AutoPopup Define se o PopupMenu irá aparecer automaticamente ao clicar botão direito do mouse sobre o componente. true Aparecerá automaticamente false Não aparecerá automaticamente.

45 Imagem Imagem (Image) são componentes que permitem ao usuário inserir no programa uma imagem gráfica. A grande parte das propriedades para o objeto Imagem é comum as propriedades explicadas anteriormente. Segue uma lista das principais propriedades de um Imagem. Propriedades Características de um componente AutoSize Define que o tamanho do desenho inserido será ajustado automaticamente true Ajuste automático de tamanho do desenho. false Não possui ajuste automático de tamanho do desenho. Prof José Marcelo Traina Chacon 43

46 Center Define que o desenho inserido centralizado. true Centralização automática do desenho. false Não centraliza automaticamente desenho. Picture Clicar sobre a reticências para abrir o Editor de Imagens Clicar no Load e escolher a figura desejada e clicar no abrir. Será carregada a figura escolhida no Editor de Imagens

47 Clicar no botão OK Stretch Ajusta o tamanho da figura não tamanho estabelecido para a imagem. O tamanho da imagem escolhida é forçada a se adequar ao tamanho do componente Image. true Imagem adequada ao tamanho do componente image. false Imagem não adequada ao tamanho do componente image. Transparent Define se o fundo da imagem irá ficar transparente sobrepondo a outros objetos true Imagem transparente sobrepondo a outros objetos. Prof José Marcelo Traina Chacon 45

48 false Imagem não transparente. Eventos Ações de um componente OnClick Usuário dá um clique sobre o componente imagem. OnDblClick Usuário dá um duplo clique sobre o componente imagem. Métodos Ações que alteram o componente Refresh Força o redesenho de uma imagem. A sua utilização é em conjunto com o método Repaint Repaint Força que a imagem apresentada seja redesenhada.

49 Formas Formas (Shape) são componentes que permitem ao usuário inserir no programa formas geométrica como retângulos, círculos, elipses, etc. A grande parte das propriedades para o objeto Imagem é comum as propriedades explicadas anteriormente. Segue uma lista das principais propriedades de uma Forma. Propriedades Características de um componente Brush Define propriedades de preenchimento do desenho Color Defini a cor de preenchimento. Style Define o estilo de preenchimento. Pen Define o contorno da figura geométrica. Color Defini a cor do contorno da figura. Style Define o estilo da linha de contorno da figura. Width Define a espessura da linha de contorno da figura. Prof José Marcelo Traina Chacon 47

50 Shape Define a forma da figura geométrica. Eventos Ações de um componente OnMouseMove Ao mover o mouse. OnMouseDown Ao apertar o botão do mouse. OnMouseUp Ao soltar o botão do mouse.

51 Lista de Arquivos, Drivers e Diretórios Drivers (DriveComboBox) são componentes que permitem ao usuário selecionar através de uma caixa combinada um driver a ser trabalhado. Diretório (DiretoryListBox) são componentes que permitem ao usuário visualizar uma lista de diretórios e selecionar diretórios desta lista. Arquivo (FileListBox) são componentes que permitem ao usuário visualizar uma lista de arquivos e selecionar arquivos desta lista. A grande parte das propriedades para o objeto Imagem é comum as propriedades explicadas anteriormente. Segue uma lista das principais propriedades destes objetos. Propriedades Características de um componente DirList Conecta o driver escolhido no DriveComboBox a Lista de Diretórios do DirectoryListBox. Prof José Marcelo Traina Chacon 49

52 TextCase Determina se o texto será mostrado com letras maiúsculas ou minúsculas. tclowercase tcuppercase DirLabel Quando associado a um nome de rótulo (Label), qualquer seleção no objeto diretório se reflete na propriedade caption do objeto rótulo. FileList Conecta o diretório escolhido no FileListBox a Lista de Arquivos do FileListBox. FileEdit Conecta o arquivo escolhido no FileListBox a Caixa de Texto. FileType Define quais arquivos serão mostrados através de seus atributos. ftreadonly serão mostrados arquivos de Leitura fthidden serão mostrados arquivos ocultos ftnormal serão mostrados arquivos normais

53 Mask Define quais os tipos de arquivos serão mostrados através da determinação de sua extensão. ShowGlyphs Define se as ícones serão mostradas ao lado do nome do arquivo. false true Eventos Ações de um componente OnClick Usuário dá um clique sobre os componentes listados. OnDblClick Usuário dá um duplo clique sobre os componentes listados. OnMouseMove Ao mover o mouse sobre os componentes listados. OnKeyPress Ao pressionar uma tecla sobre os componentes listados. Prof José Marcelo Traina Chacon 51

Delphi 7 Aula 01 Área do Triângulo

Delphi 7 Aula 01 Área do Triângulo Delphi 7 Aula 01 Área do Triângulo Prof. Gilbert Azevedo da Silva I. Objetivos Conhecer o Ambiente Integrado de Desenvolvimento (IDE) do Delphi 7, Desenvolver a primeira aplicação no Delphi 7, Aprender

Leia mais

Centro Federal de Educação Tecnológica da Bahia Curso Excel Avançado Índice

Centro Federal de Educação Tecnológica da Bahia Curso Excel Avançado Índice Índice Apresentação...2 Barra de Título...2 Barra de Menus...2 Barra de Ferramentas Padrão...2 Barra de Ferramentas de Formatação...3 Barra de Fórmulas e Caixa de Nomes...3 Criando um atalho de teclado

Leia mais

Microsoft Excel 2000. Alan Cleber Borim - alan.borim@poli.usp.br. http://www.pcs.usp.br/~alan

Microsoft Excel 2000. Alan Cleber Borim - alan.borim@poli.usp.br. http://www.pcs.usp.br/~alan Microsoft Excel 2000 Alan Cleber Borim - alan.borim@poli.usp.br http://www.pcs.usp.br/~alan Microsoft Índice 1.0 Microsoft Excel 2000 3 1.1 Acessando o Excel 3 1.2 Como sair do Excel 3 1.3 Elementos da

Leia mais

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO. PROFa. GILENE BORGES GOMES. Home page: http://www.gomeshp.com E-mail: gilene@gomeshp.com

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO. PROFa. GILENE BORGES GOMES. Home page: http://www.gomeshp.com E-mail: gilene@gomeshp.com APOSTILA DE DELPHI 7.0 DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO. PROFa. GILENE BORGES GOMES. Home page: http://www.gomeshp.com E-mail: gilene@gomeshp.com 1. INTRODUÇÃO Delphi possui um ambiente de desenvolvimento

Leia mais

Unidade III 1. APRESENTANDO PLANILHAS ELETRÔNICAS. 1.1) Conceito de Planilha Eletrônica. 1.2) Inicializando o Excel e o Calc

Unidade III 1. APRESENTANDO PLANILHAS ELETRÔNICAS. 1.1) Conceito de Planilha Eletrônica. 1.2) Inicializando o Excel e o Calc Unidade III 1. APRESENTANDO PLANILHAS ELETRÔNICAS 1.1) Conceito de Planilha Eletrônica Em certa época, a planilha era um pedaço de papel que os contadores e planejadores de empresas utilizavam para colocar

Leia mais

Arq = Freefile Open C:\Pasta\Arquivo.dat For Binary As #arq Abrir o arquivo binario. X = Seek(arq) Mostra a posição que está sendo lida no arquivo

Arq = Freefile Open C:\Pasta\Arquivo.dat For Binary As #arq Abrir o arquivo binario. X = Seek(arq) Mostra a posição que está sendo lida no arquivo 6.3 Arquivos Binários Para ler arquivos binários é utilizado o seguinte comando. Arq = Freefile Open C:\Pasta\Arquivo.dat For Binary As #arq Abrir o arquivo binario Get #arq, 1, CabArquivo Lê o arquivo

Leia mais

Introdução. Introdução

Introdução. Introdução Informática para Engenharia Visual C# 2008 Sumário Introdução 01 Iniciando o Visual C# 02 Criando uma Aplicação 04 Adicionando Componentes 06 Formulários 08 Rótulos 10 Caixa de Texto 12 Caixa de Texto

Leia mais

Microsoft Excel Profª. Leticia Lopes Leite. Excel. Profª Leticia Lopes Leite

Microsoft Excel Profª. Leticia Lopes Leite. Excel. Profª Leticia Lopes Leite Microsoft Excel Profª. Leticia Lopes Leite Excel Profª Leticia Lopes Leite 1 Indice 1 Indice 2 2 Introdução 4 2.1 Área de Trabalho 4 2.2 Barra de Ferramentas 5 2.2.1 Ferramenta Pincel 5 2.2.2 Classificar

Leia mais

Centro de Computação - Unicamp Gerência de Atendimento ao Cliente (e-mail:apoio@turing.unicamp.br) Sumário

Centro de Computação - Unicamp Gerência de Atendimento ao Cliente (e-mail:apoio@turing.unicamp.br) Sumário Sumário Conceitos Microsoft Access 97... 01 Inicialização do Access... 02 Convertendo um Banco de Dados... 03 Criando uma Tabela... 06 Estrutura da Tabela... 07 Propriedades do Campo... 08 Chave Primária...

Leia mais

Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos

Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos Neste capítulo nós iremos examinar as características da interface do gerenciador de arquivos Konqueror. Através dele realizaremos as principais operações com arquivos

Leia mais

Display de Cristal Líquido

Display de Cristal Líquido TUTORIAL Display de Cristal Líquido Autor: Tiago Lone Nível: Básico Criação: 09/03/2006 Última versão: 18/12/2006 PdP Pesquisa e Desenvolvimento de Produtos http://www.maxwellbohr.com.br contato@maxwellbohr.com.br

Leia mais

Programação Básica em Arduino Aula 2

Programação Básica em Arduino Aula 2 Programação Básica em Arduino Aula 2 Execução: Laboratório de Automação e Robótica Móvel Variáveis são lugares (posições) na memória principal que servem para armazenar dados. As variáveis são acessadas

Leia mais

4 Criação de macros e introdução à linguagem VBA

4 Criação de macros e introdução à linguagem VBA 4 Criação de macros e introdução à linguagem VBA Vinicius A. de Souza va.vinicius@gmail.com São José dos Campos, 2011. 1 Sumário Tópicos em Microsoft Excel 2007 Introdução à criação de macros...3 Gravação

Leia mais

Mozart de Melo Alves Júnior

Mozart de Melo Alves Júnior Mozart de Melo Alves Júnior WORD 2000 INTRODUÇÃO: O Word é um processador de texto com recursos de acentuação, formatação de parágrafo, estilo de letras diferentes, criação de tabelas, corretor ortográfico,

Leia mais

1. EXCEL 7 1.1. PLANILHAS ELETRÔNICAS 1.2. CARREGAMENTO DO EXCEL 7

1. EXCEL 7 1.1. PLANILHAS ELETRÔNICAS 1.2. CARREGAMENTO DO EXCEL 7 1. EXCEL 1.1. PLANILHAS ELETRÔNICAS As planilhas eletrônicas ficarão na história da computação como um dos maiores propulsores da microinformática. Elas são, por si sós, praticamente a causa da explosão

Leia mais

Material desenvolvido por Melissa Lima da Fonseca. melissa.mlf@gmail.com.br - (031) 9401-4041. www.melissalima.com.br Página 1

Material desenvolvido por Melissa Lima da Fonseca. melissa.mlf@gmail.com.br - (031) 9401-4041. www.melissalima.com.br Página 1 EXCEL BÁSICO Material desenvolvido por Melissa Lima da Fonseca melissa.mlf@gmail.com.br - (031) 9401-4041 www.melissalima.com.br Página 1 Índice Introdução ao Excel... 3 Conceitos Básicos do Excel... 6

Leia mais

Tutorial de Computação Introdução a Programação Gráfica em Lazarus Para MEC 1100 v2010.10

Tutorial de Computação Introdução a Programação Gráfica em Lazarus Para MEC 1100 v2010.10 Tutorial de Computação Introdução a Programação Gráfica em Lazarus Para MEC 1100 v2010.10 Linha de Equipamentos MEC Desenvolvidos por: Maxwell Bohr Instrumentação Eletrônica Ltda. Rua Porto Alegre, 212

Leia mais

Microsoft Excel 2003

Microsoft Excel 2003 Associação Educacional Dom Bosco Faculdades de Engenharia de Resende Microsoft Excel 2003 Professores: Eduardo Arbex Mônica Mara Tathiana da Silva Resende 2010 INICIANDO O EXCEL Para abrir o programa Excel,

Leia mais

1. NOÇÕES BÁSICAS... 1.1. Iniciando o Excel... 1.1.1. Abrindo o Excel... 1.1.2. Encerrando o Excel... 1.2. A tela do Excel 7.0... 1.2.1.

1. NOÇÕES BÁSICAS... 1.1. Iniciando o Excel... 1.1.1. Abrindo o Excel... 1.1.2. Encerrando o Excel... 1.2. A tela do Excel 7.0... 1.2.1. 1. NOÇÕES BÁSICAS... 1.1. Iniciando o Excel... 1.1.1. Abrindo o Excel... 1.1.2. Encerrando o Excel... 1.2. A tela do Excel 7.0... 1.2.1. Partes da tela do Excel... Barra de fórmulas... Barra de status...

Leia mais

Montar planilhas de uma forma organizada e clara.

Montar planilhas de uma forma organizada e clara. 1 Treinamento do Office 2007 EXCEL Objetivos Após concluir este curso você poderá: Montar planilhas de uma forma organizada e clara. Layout da planilha Inserir gráficos Realizar operações matemáticas 2

Leia mais

Display de 7. PdP. Autor: Tiago Lone Nível: Básico Criação: 16/12/2005 Última versão: 18/12/2006. Pesquisa e Desenvolvimento de Produtos

Display de 7. PdP. Autor: Tiago Lone Nível: Básico Criação: 16/12/2005 Última versão: 18/12/2006. Pesquisa e Desenvolvimento de Produtos TUTORIAL Display de 7 Segmentos Autor: Tiago Lone Nível: Básico Criação: 16/12/2005 Última versão: 18/12/2006 PdP Pesquisa e Desenvolvimento de Produtos http://www.maxwellbohr.com.br contato@maxwellbohr.com.br

Leia mais

Iniciando o Word 2010. Criar um novo documento. Salvando um Documento. Microsoft Office Word

Iniciando o Word 2010. Criar um novo documento. Salvando um Documento. Microsoft Office Word 1 Iniciando o Word 2010 O Word é um editor de texto que utilizado para criar, formatar e imprimir texto utilizado para criar, formatar e imprimir textos. Devido a grande quantidade de recursos disponíveis

Leia mais

CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA. Microsoft Windows XP

CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA. Microsoft Windows XP CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA Microsoft Windows XP William S. Rodrigues APRESENTAÇÃO WINDOWS XP PROFISSIONAL O Windows XP, desenvolvido pela Microsoft, é o Sistema Operacional mais conhecido e utilizado

Leia mais

Microsoft Office Excel 2007

Microsoft Office Excel 2007 1 Microsoft Office Excel 2007 O Excel é um programa dedicado a criação de planilhas de cálculos, além de fornecer gráficos, função de banco de dados e outros. 1. Layout do Excel 2007 O Microsoft Excel

Leia mais

Orientação a Objetos - Programação em C++

Orientação a Objetos - Programação em C++ OO- Engenharia Eletrônica Orientação a Objetos - Programação em C++ Slides 17: Programação Visual ou Orientada a Objetos Gráficos (Formulários, Botões, Caixas de Texto etc) Exemplificado em Borland C++

Leia mais

Microsoft Word 97 Básico

Microsoft Word 97 Básico Poder Judiciário Tribunal Regional Federal da Terceira Região Microsoft Word 97 Básico DIMI - Divisão de Microinformática e Redes Índice: I. Executando o Word... 4 II. A tela do Word 97... 6 III. Digitando

Leia mais

Excel Macros e Programação em VBA

Excel Macros e Programação em VBA são formulários personalizados pelo programador para criar uma interface entre a pasta de trabalho do Excel e o usuário da aplicação. Abra o Editor do VBA; No menu Inserir, escolha UserForm; A figura mostra

Leia mais

INFORMÁTICA APLICADA AULA 02 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO C++

INFORMÁTICA APLICADA AULA 02 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO C++ UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO CURSO: Bacharelado em Ciências e Tecnologia INFORMÁTICA APLICADA AULA 02 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO C++ Profª ª Danielle Casillo COMPILADORES Toda linguagem de programação

Leia mais

Noções Básicas de Excel página 1 de 19

Noções Básicas de Excel página 1 de 19 Noções Básicas de Excel página 1 de 19 Conhecendo a tela do Excel. A BARRA DE FÓRMULAS exibe o conteúdo de cada célula (local) da planilha. Nela podemos inserir e alterar nomes, datas, fórmulas, funções.

Leia mais

PROGRAMAÇÃO EM C# COM VISUAL STUDIO.NET

PROGRAMAÇÃO EM C# COM VISUAL STUDIO.NET PROGRAMAÇÃO EM C# COM VISUAL STUDIO.NET Professor Leo Larback Esta apresentação é parte de um material desenvolvido pelo Prof. Alessandro Brawerman disponível em http://docb.gratix.com.br/csharp TRABALHANDO

Leia mais

O Microsoft Office é composto por diversos softwares, dentre eles o Word, o Excel, o Access e o Power Point.

O Microsoft Office é composto por diversos softwares, dentre eles o Word, o Excel, o Access e o Power Point. Editor de Texto Microsoft Word 1. Microsoft Office O Microsoft Office é composto por diversos softwares, dentre eles o Word, o Excel, o Access e o Power Point. O Word é um editor de texto com recursos

Leia mais

Unidade 1: O Painel de Controle do Excel *

Unidade 1: O Painel de Controle do Excel * Unidade 1: O Painel de Controle do Excel * material do 2010* 1.0 Introdução O Excel nos ajuda a compreender melhor os dados graças à sua organização em células (organizadas em linhas e colunas) e ao uso

Leia mais

Sumário INTRODUÇÃO 3 DICAS PARA CRIAR UM BOM SITE 4

Sumário INTRODUÇÃO 3 DICAS PARA CRIAR UM BOM SITE 4 Sumário Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 5.988 de 14/12/73. Nenhuma parte deste livro, sem prévia autorização por escrito de Celta Informática, poderá ser reproduzida total ou parcialmente,

Leia mais

Neste capítulo veremos como se trabalha com fórmulas e funções que são as ferramentas que mais nos ajudam nos cálculos repetitivos.

Neste capítulo veremos como se trabalha com fórmulas e funções que são as ferramentas que mais nos ajudam nos cálculos repetitivos. Fórmulas e Funções Neste capítulo veremos como se trabalha com fórmulas e funções que são as ferramentas que mais nos ajudam nos cálculos repetitivos. Operadores matemáticos O Excel usa algumas convenções

Leia mais

Entendendo as janelas do Windows Uma janela é uma área retangular exibida na tela onde os programas são executados.

Entendendo as janelas do Windows Uma janela é uma área retangular exibida na tela onde os programas são executados. Windows Menu Entendendo as janelas do Windows Uma janela é uma área retangular exibida na tela onde os programas são executados. Minimizar Fechar Maximizar/restaurar Uma janela é composta de vários elementos

Leia mais

MANUAL DO NVDA Novembro de 2013

MANUAL DO NVDA Novembro de 2013 MANUAL DO NVDA Novembro de 2013 PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL Núcleo IFRS Manual do NVDA Sumário O que são leitores de Tela?... 3 O NVDA - Non Visual Desktop Access... 3 Procedimentos para Download

Leia mais

Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP

Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP...1 Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP...1 Iniciando o Windows XP...2 Desligar o computador...3 Área de trabalho...3

Leia mais

Mini-curso Informática Básica

Mini-curso Informática Básica Mini-curso Informática Básica Módulo II Sistema Operacional (Windows) Grupo PET-Computação (pet@dsc.ufcg.edu.br) DSC/CCT/UFCG Sumário 1. Introdução 2. Inicializando e Fechando o Windows 3. Usando o Mouse

Leia mais

Capítulo 2: Introdução à Linguagem C

Capítulo 2: Introdução à Linguagem C Capítulo 2: Introdução à Linguagem C INF1005 Programação 1 Pontifícia Universidade Católica Departamento de Informática Programa Programa é um algoritmo escrito em uma linguagem de programação. No nosso

Leia mais

Excel 2010 Modulo II

Excel 2010 Modulo II Excel 2010 Modulo II Sumário Nomeando intervalos de células... 1 Classificação e filtro de dados... 3 Subtotais... 6 Validação e auditoria de dados... 8 Validação e auditoria de dados... 9 Cenários...

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA - SC. MICROSOFT OFFICE - EXCEL 2007 Pág.: 1

TRIBUNAL DE JUSTIÇA - SC. MICROSOFT OFFICE - EXCEL 2007 Pág.: 1 EXCEL 2007 O Excel 2007 faz parte do pacote de produtividade Microsoft Office System de 2007, que sucede ao Office 2003. Relativamente à versão anterior (Excel 2003), o novo programa introduz inúmeras

Leia mais

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano Informática Aplicada Aula 2 Windows Vista Professora: Cintia Caetano AMBIENTE WINDOWS O Microsoft Windows é um sistema operacional que possui aparência e apresentação aperfeiçoadas para que o trabalho

Leia mais

Memória Flash. PdP. Autor: Tiago Lone Nível: Básico Criação: 11/12/2005 Última versão: 18/12/2006. Pesquisa e Desenvolvimento de Produtos

Memória Flash. PdP. Autor: Tiago Lone Nível: Básico Criação: 11/12/2005 Última versão: 18/12/2006. Pesquisa e Desenvolvimento de Produtos TUTORIAL Memória Flash Autor: Tiago Lone Nível: Básico Criação: 11/12/2005 Última versão: 18/12/2006 PdP Pesquisa e Desenvolvimento de Produtos http://www.maxwellbohr.com.br contato@maxwellbohr.com.br

Leia mais

Folha de cálculo. Excel. Agrupamento de Escolas de Amares

Folha de cálculo. Excel. Agrupamento de Escolas de Amares Folha de cálculo Excel Agrupamento de Escolas de Amares Índice 1. Funcionalidades básicas... 3 1.1. Iniciar o Excel... 3 1.2. Criar um livro novo... 3 1.3. Abrir um livro existente... 3 1.4. Inserir uma

Leia mais

A Estação da Evolução

A Estação da Evolução Microsoft Excel 2010, o que é isto? Micorsoft Excel é um programa do tipo planilha eletrônica. As planilhas eletrônicas são utilizadas pelas empresas pra a construção e controle onde a função principal

Leia mais

1 Apostila de Delphi 1.1 A LINGUAGEM OBJECT PASCAL

1 Apostila de Delphi 1.1 A LINGUAGEM OBJECT PASCAL 1 1 Apostila de Delphi 1.1 A LINGUAGEM OBJECT PASCAL Por mais recursos gráficos que as linguagens orientadas a objetos possuam, em determinado momento não há como fugir do código. A programação em Delphi

Leia mais

Noções de Informática

Noções de Informática Noções de Informática 2º Caderno Conteúdo Microsoft Excel 2010 - estrutura básica das planilhas; manipulação de células, linhas e colunas; elaboração de tabelas e gráficos; inserção de objetos; campos

Leia mais

SENAI São Lourenço do Oeste. Introdução à Informática. Adinan Southier Soares

SENAI São Lourenço do Oeste. Introdução à Informática. Adinan Southier Soares SENAI São Lourenço do Oeste Introdução à Informática Adinan Southier Soares Informações Gerais Objetivos: Introduzir os conceitos básicos da Informática e instruir os alunos com ferramentas computacionais

Leia mais

ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DA BAHIA

ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DA BAHIA CALC para Windows OpenOffice.org 3.0: Manual do usuário A sua Planilha de Cálculos SUMÁRIO Introdução...3 Apresentando o OpenOffice.org Calc 3.0...4 Iniciando o Calc 3.0...4 Componentes Básicos da janela

Leia mais

Gerente de Tecnologia: Ricardo Alexandre F. de Oliveira Marta Cristiane Pires M. Medeiros Mônica Bossa dos Santos Schmid WORD 2007

Gerente de Tecnologia: Ricardo Alexandre F. de Oliveira Marta Cristiane Pires M. Medeiros Mônica Bossa dos Santos Schmid WORD 2007 WORD 2007 PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE LONDRINA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO GERÊNCIA DE TECNOLOGIA Gerente de Tecnologia: Ricardo Alexandre F. de Oliveira Marta Cristiane Pires M. Medeiros Mônica Bossa

Leia mais

Word 1 - Introdução 1.1 - Principais recursos do word 1.2 - A janela de documento 1.3 - Tela principal

Word 1 - Introdução 1.1 - Principais recursos do word 1.2 - A janela de documento 1.3 - Tela principal Word 1 - Introdução O Word para Windows ou NT, é um processador de textos cuja finalidade é a de nos ajudar a trabalhar de maneira mais eficiente tanto na elaboração de documentos simples, quanto naqueles

Leia mais

PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL DO IFRS Manual Rápido do NVDA. Sumário

PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL DO IFRS Manual Rápido do NVDA. Sumário PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL DO IFRS Manual Rápido do NVDA Sumário O que são leitores de Tela?... 1 O NVDA - Non Visual Desktop Access... 1 Procedimentos para Download e Instalação do NVDA... 2 Iniciando

Leia mais

2. OPERADORES... 6 3. ALGORITMOS, FLUXOGRAMAS E PROGRAMAS... 8 4. FUNÇÕES... 10

2. OPERADORES... 6 3. ALGORITMOS, FLUXOGRAMAS E PROGRAMAS... 8 4. FUNÇÕES... 10 1. TIPOS DE DADOS... 3 1.1 DEFINIÇÃO DE DADOS... 3 1.2 - DEFINIÇÃO DE VARIÁVEIS... 3 1.3 - VARIÁVEIS EM C... 3 1.3.1. NOME DAS VARIÁVEIS... 3 1.3.2 - TIPOS BÁSICOS... 3 1.3.3 DECLARAÇÃO DE VARIÁVEIS...

Leia mais

Tutorial do Iniciante. Excel Básico 2010

Tutorial do Iniciante. Excel Básico 2010 Tutorial do Iniciante Excel Básico 2010 O QUE HÁ DE NOVO O Microsoft Excel 2010 é um programa de edição de planilhas eletrônicas muito usado no mercado de trabalho para realizar diversas funções como;

Leia mais

Mozart de Melo Alves Júnior

Mozart de Melo Alves Júnior 2000 Mozart de Melo Alves Júnior INTRODUÇÃO O Excel 7.0 é um aplicativo de planilha desenvolvido para ser usado dentro do ambiente Windows. As planilhas criadas a partir desta ferramenta poderão ser impressas,

Leia mais

Processamento Eletrônico de Documentos / NT Editora. -- Brasília: 2013. 128p. : il. ; 21,0 X 29,7 cm.

Processamento Eletrônico de Documentos / NT Editora. -- Brasília: 2013. 128p. : il. ; 21,0 X 29,7 cm. Autor Ismael Souza Araujo Pós-graduado em Gerência de Projetos PMBOK UNICESP, Graduado em Tecnologia em Segurança da Informação UNICESP. Professor de concurso da área de informática e consultor em EAD.

Leia mais

Basicão de Estatística no EXCEL

Basicão de Estatística no EXCEL Basicão de Estatística no EXCEL Bertolo, Luiz A. Agosto 2008 2 I. Introdução II. Ferramentas III. Planilha de dados 3.1 Introdução 3.2 Formatação de células 3.3 Inserir ou excluir linhas e colunas 3.4

Leia mais

EXCEL: VISÃO GERAL 4

EXCEL: VISÃO GERAL 4 EXCEL: VISÃO GERAL 4 Conhecendo o Excel 4 Conhecendo a área de trabalho 5 Entrada na barra de Fórmulas 6 Iniciando o programa 6 Abrindo uma pasta de planilhas 6 Inserindo dados 6 Apagando o conteúdo de

Leia mais

AVISO. Treinamento GVcollege Módulo Ficha Complementar

AVISO. Treinamento GVcollege Módulo Ficha Complementar AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida nem transmitida

Leia mais

Microsoft Excel 2010

Microsoft Excel 2010 Microsoft Excel 2010 Feito por Gustavo Stor com base na apostila desenvolvida por Marcos Paulo Furlan para o capacitação promovido pelo PET. 1 2 O Excel é uma das melhores planilhas existentes no mercado.

Leia mais

ROBERTO OLIVEIRA CUNHA

ROBERTO OLIVEIRA CUNHA LEIAME Apresentação Nenhuma informação do TUTORIAL DO MICRO- SOFT OFFICE POWER POINT 2003 poderá ser copiada, movida ou modificada sem autorização prévia e escrita do Programador Roberto Oliveira Cunha.

Leia mais

6.5. Renomeando Arquivos ou Pastas

6.5. Renomeando Arquivos ou Pastas 50 II. Para mover um arquivo, pasta, objeto dentro do Windows: 1) Clique com o mouse sobre a pasta, arquivo a serem movidos; 2) Mantenha o botão esquerdo do mouse pressionado; 3) Arraste o objeto para

Leia mais

Objetivo do Sistema. Configuração Mínima (recomendada) Disposição do Manual

Objetivo do Sistema. Configuração Mínima (recomendada) Disposição do Manual Índice Objetivo do Sistema Configuração Mínima (recomendada) Disposição do Manual Módulo Básico Instalando o PDV Abertura e tela de Senha Seleções / Tecla de Funções Ajuda Usando o sistema como ferramenta

Leia mais

Licenciamento de Uso

Licenciamento de Uso Licenciamento de Uso Este documento é propriedade intelectual 2002 do Centro de Computação da Unicamp e distribuído sob os seguintes termos: 1. As apostilas publicadas pelo Centro de Computação da Unicamp

Leia mais

MS-Excel 2010 Essencial (I)

MS-Excel 2010 Essencial (I) MS-Excel 2010 Essencial (I) Carga Horária: 20 horas Objetivos: Este curso destina-se a todos os profissionais que atuam nas áreas financeiras e administrativas, e que necessitem agilizar os seus cálculos,

Leia mais

Aula Número 01. Sumário

Aula Número 01. Sumário Aula Número 01 Sumário Conceitos Básicos:... 3 Movendo-se numa Planilha... 4 Selecionando Múltiplas Células... 4 Abrindo e Salvando um Arquivo... 6 Salvando um arquivo... 8 Introduzindo e Editando Dados...

Leia mais

6.10 Exercício...38 7 ORDENAÇÃO OU CLASSIFICAÇÃO DE DADOS...39 7.1 Autofiltro...39 7.2 Filtro padrão...39 7.3 Exercício...39 8 GRÁFICO...40 8.

6.10 Exercício...38 7 ORDENAÇÃO OU CLASSIFICAÇÃO DE DADOS...39 7.1 Autofiltro...39 7.2 Filtro padrão...39 7.3 Exercício...39 8 GRÁFICO...40 8. Sumário 1 INTRODUÇÃO...5 1.1 O que é uma planilha...5 1.2 Importância do uso de planilhas eletrônica...5 1.3 Quais os Software disponíveis...5 1.4 O que é BrOffice.org Calc?...5 1.5 Exercício...5 2 APRESENTANDO

Leia mais

O computador organiza os programas, documentos, músicas, fotos, imagens em Pastas com nomes, tudo separado.

O computador organiza os programas, documentos, músicas, fotos, imagens em Pastas com nomes, tudo separado. 1 Área de trabalho O Windows XP é um software da Microsoft (programa principal que faz o Computador funcionar), classificado como Sistema Operacional. Abra o Bloco de Notas para digitar e participar da

Leia mais

O WINDOWS 98 é um sistema operacional gráfico, multitarefa, produzido pela Microsoft.

O WINDOWS 98 é um sistema operacional gráfico, multitarefa, produzido pela Microsoft. WINDOWS O WINDOWS 98 é um sistema operacional gráfico, multitarefa, produzido pela Microsoft. Área de Trabalho Ligada a máquina e concluída a etapa de inicialização, aparecerá uma tela, cujo plano de fundo

Leia mais

2. ENTRADA DE DADOS 2.1. TEXTOS

2. ENTRADA DE DADOS 2.1. TEXTOS 2. ENTRADA DE DADOS Os dados digitados em uma célula são divididos em duas categorias principais: constantes ou fórmulas. Um valor constante é um dado digitado diretamente na célula e que não é alterado.

Leia mais

INTRODUÇÃO INICIANDO O WORD INSERIR TEXTO

INTRODUÇÃO INICIANDO O WORD INSERIR TEXTO SUMÁRIO 01 - INTRODUÇÃO 02 - INICIANDO O WORD 03 - INSERIR TEXTO 04 - SALVAR UM DOCUMENTO 05 - FECHAR UM DOCUMENTO 06 - INICIAR UM NOVO DOCUMENTO 07 - ABRIR UM DOCUMENTO 08 - SELECIONAR TEXTO 09 - RECORTAR,

Leia mais

LIÇÃO 1 - USANDO O GRAVADOR DE MACROS

LIÇÃO 1 - USANDO O GRAVADOR DE MACROS 1_15 - ADS - PRO MICRO (ILM 001) - Estudo dirigido Macros Gravadas Word 1/35 LIÇÃO 1 - USANDO O GRAVADOR DE MACROS No Microsoft Office Word 2007 é possível automatizar tarefas usadas frequentemente criando

Leia mais

Barra de Títulos. Barra de Menu. Barra de Ferramentas. Barra de Formatação. Painel de Tarefas. Seleção de Modo. Área de Trabalho.

Barra de Títulos. Barra de Menu. Barra de Ferramentas. Barra de Formatação. Painel de Tarefas. Seleção de Modo. Área de Trabalho. Conceitos básicos e modos de utilização das ferramentas, aplicativos e procedimentos do Sistema Operacional Windows XP; Classificação de softwares; Principais operações no Windows Explorer: criação e organização

Leia mais

MICROSOFT PowerPoint 2000 SUMÁRIO

MICROSOFT PowerPoint 2000 SUMÁRIO MICROSOFT PowerPoint 2000 SUMÁRIO 01 - INTRODUÇÃO 02 - INICIANDO O PowerPoint 2000 03 - ASSISTENTE DE AUTOCONTEÚDO 04 - MODELO DE ESTRUTURA 05 - INICIAR COM UM MODELO DE ESTRUTURA 06 - ESCOLHER UM AUTOLAYOUT

Leia mais

O Windows também é um programa de computador, mas ele faz parte de um grupo de programas especiais: os Sistemas Operacionais.

O Windows também é um programa de computador, mas ele faz parte de um grupo de programas especiais: os Sistemas Operacionais. MICROSOFT WINDOWS O Windows também é um programa de computador, mas ele faz parte de um grupo de programas especiais: os Sistemas Operacionais. Apresentaremos a seguir o Windows 7 (uma das versões do Windows)

Leia mais

AMBIENTE. FORMULÁRIO: é a janela do aplicativo apresentada ao usuário. Considere o formulário como a sua prancheta de trabalho.

AMBIENTE. FORMULÁRIO: é a janela do aplicativo apresentada ao usuário. Considere o formulário como a sua prancheta de trabalho. DELPHI BÁSICO VANTAGENS Ambiente de desenvolvimento fácil de usar; 1. Grande Biblioteca de Componentes Visuais (VCL - Visual Component Library), que são botões, campos, gráficos, caixas de diálogo e acesso

Leia mais

O cursor se torna vermelho e uma Paleta de Edição contendo as instruções mais utilizadas é apresentada.

O cursor se torna vermelho e uma Paleta de Edição contendo as instruções mais utilizadas é apresentada. Editor de Ladder para VS7 Versão Teste O editor de ladder é um software de programação que permite que o VS7 e o µsmart sejam programados em linguagem de contatos. Esse editor está contido na pasta Público

Leia mais

Resumo da Matéria de Linguagem de Programação. Linguagem C

Resumo da Matéria de Linguagem de Programação. Linguagem C Resumo da Matéria de Linguagem de Programação Linguagem C Vitor H. Migoto de Gouvêa 2011 Sumário Como instalar um programa para executar o C...3 Sintaxe inicial da Linguagem de Programação C...4 Variáveis

Leia mais

O TECLADO DO COMPUTADOR EM DETALHES

O TECLADO DO COMPUTADOR EM DETALHES O TECLADO DO COMPUTADOR EM DETALHES Por José Luís de F. Farias O TECLADO Em todos os países os teclados são diferentes quanto ao LAYOUT. Esse termo em inglês define a aparência, a disposição e organização

Leia mais

OpenOffice Calc. Por: Leandro Dalcero

OpenOffice Calc. Por: Leandro Dalcero OpenOffice Calc Por: Leandro Dalcero Índice... 1. Iniciando o Calc 1.0 2. Componentes básico da janela do Calc...... 3. Menu Arquivo... 3.1.Novo 3.2.Abrir... 3.3.Piloto Automático...... 3.4.Fechar 3.5.Salvar......

Leia mais

APOSTILA WORD BÁSICO

APOSTILA WORD BÁSICO APOSTILA WORD BÁSICO Apresentação O WORD é um editor de textos, que pertence ao Pacote Office da Microsoft. Suas principais características são: criação de textos, cartas, memorandos, documentos, mala

Leia mais

Projeto solidário para o ensino de Informática Básica

Projeto solidário para o ensino de Informática Básica Projeto solidário para o ensino de Informática Básica Parte 2 Sistema Operacional MS-Windows XP Créditos de desenvolvimento deste material: Revisão: Prof. MSc. Wagner Siqueira Cavalcante Um Sistema Operacional

Leia mais

8VDQGR5HSRUW0DQDJHUFRP&ODULRQH3RVWJUH64/ -XOLR&HVDU3HGURVR $,'(GR5HSRUW0DQDJHU

8VDQGR5HSRUW0DQDJHUFRP&ODULRQH3RVWJUH64/ -XOLR&HVDU3HGURVR $,'(GR5HSRUW0DQDJHU $,'(GR5HSRUW0DQDJHU Neste capítulo vamos abordar o ambiente de desenvolvimento do Report Manager e como usar os seus recursos. $FHVVDQGRRSURJUDPD Depois de instalado o Report Manager estará no Grupo de

Leia mais

Microsoft Office PowerPoint 2007

Microsoft Office PowerPoint 2007 INTRODUÇÃO AO MICROSOFT POWERPOINT 2007 O Microsoft Office PowerPoint 2007 é um programa destinado à criação de apresentação através de Slides. A apresentação é um conjunto de Sides que são exibidos em

Leia mais

Microsoft Office Excel

Microsoft Office Excel 1 Microsoft Office Excel Introdução ao Excel Um dos programas mais úteis em um escritório é, sem dúvida, o Microsoft Excel. Ele é uma planilha eletrônica que permite tabelar dados, organizar formulários,

Leia mais

ROBERTO OLIVEIRA CUNHA

ROBERTO OLIVEIRA CUNHA LEIAME APRESENTAÇÃO Nenhuma informação do TUTORIAL DO MICRO- SOFT OFFICE WORD 2003 poderá ser copiada, movida ou modificada sem autorização prévia e escrita do Programador Roberto Oliveira Cunha. Programador:

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHAIS ESTADO DO PARANÁ

PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHAIS ESTADO DO PARANÁ NOVEMBRO / 2007 17 APRESENTAÇÃO Este material foi solicitado pela Secretaria Municipal da Administração SEMAD, e elaborado com o intuito de capacitar os servidores desta prefeitura, de todos os cargos

Leia mais

Java Como Programar, 8/E

Java Como Programar, 8/E Capítulo 2 Introdução aos aplicativos Java Java Como Programar, 8/E (C) 2010 Pearson Education, Inc. Todos os 2.1 Introdução Programação de aplicativo Java. Utilize as ferramentas do JDK para compilar

Leia mais

Conteúdos dos Cursos de Excel

Conteúdos dos Cursos de Excel Conteúdos dos Cursos de Excel Excel 2007 - Nível 1 (Essencial) Carga Horária: 20 horas Objetivos: Este curso destina-se a todos os profissionais que atuam nas áreas financeiras e administrativas, e que

Leia mais

SOFTWARE JCLIC. Para abrir o JCLIC - clique em Aplicativos JCLIC AUTHOR

SOFTWARE JCLIC. Para abrir o JCLIC - clique em Aplicativos JCLIC AUTHOR SOFTWARE JCLIC Para abrir o JCLIC - clique em Aplicativos JCLIC AUTHOR 1- Para iniciar o projeto clique em ficheiro novo projeto digite o nome do projeto OK Preencha as opções: Descrição (clique no + e

Leia mais

OpenOffice.org Planilha

OpenOffice.org Planilha Sumário 1.Introdução ao OpenOffice.org...3 1.1.Visão Geral do OpenOffice.org...3 1.1.1.Os Formatos de Arquivo do OpenOffice.org...3 1.1.2.O...4 1.2.Iniciando o...5 1.3.A Tela do...6 1.4.As Barras da Tela

Leia mais

Apostila de Delphi 7.0 Profa. Gilene B. Gomes. Crie um formulário em Delphi com os componentes apresentados abaixo:

Apostila de Delphi 7.0 Profa. Gilene B. Gomes. Crie um formulário em Delphi com os componentes apresentados abaixo: 13. EXERCÍCIO PRÁTICO DE FIXAÇÃO 13.1. INCLUINDO COMPONENTES EM UM NOVO PROJETO Crie um formulário em Delphi com os componentes apresentados abaixo: Obs.: - O componente Image (guia Additional) aparece

Leia mais

Lidar com números e estatísticas não é fácil. Reunir esses números numa apresentação pode ser ainda mais complicado.

Lidar com números e estatísticas não é fácil. Reunir esses números numa apresentação pode ser ainda mais complicado. , ()! $ Lidar com números e estatísticas não é fácil. Reunir esses números numa apresentação pode ser ainda mais complicado. Uma estratégia muito utilizada para organizar visualmente informações numéricas

Leia mais

Novas Funcionalidades do MyABCM v.4.0

Novas Funcionalidades do MyABCM v.4.0 Novas Funcionalidades do MyABCM v.4.0 Seguem abaixo as novas funcionalidades e melhorias do MyABCM e um resumo de como utilizar essas funcionalidades. 1. Nova funcionalidade para aplicação de fatores de

Leia mais

Introdução ao OpenOffice.org Calc 2.0

Introdução ao OpenOffice.org Calc 2.0 Introdução ao OpenOffice.org Calc 2.0 http://www.openoffice.org.br/ 1- INTRODUÇÃO O OpenOffice.org Calc 2.0 para Windows/Linux e outras plataformas é uma poderosa planilha eletrônica, muito parecida com

Leia mais

Manual de utilização GDS Touch PAINEL TOUCH-SCREEN CONTROLE RESIDENCIAL INTERATIVO. Versão: 1.0 Direitos reservados.

Manual de utilização GDS Touch PAINEL TOUCH-SCREEN CONTROLE RESIDENCIAL INTERATIVO. Versão: 1.0 Direitos reservados. Bem Vindo GDS TOUCH Manual de utilização GDS Touch PAINEL TOUCH-SCREEN CONTROLE RESIDENCIAL INTERATIVO O GDS Touch é um painel wireless touchscreen de controle residencial, com design totalmente 3D, interativo

Leia mais

CICLO DE APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE MARICÁ- RJ EDITOR DE TEXTO - WORD

CICLO DE APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE MARICÁ- RJ EDITOR DE TEXTO - WORD Faculdade de Administração, Ciências Contábeis e Turismo Pós-Graduação em Gestão de Negócios CICLO DE APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE MARICÁ- RJ EDITOR DE TEXTO - WORD EMENTA

Leia mais

ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 4

ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 4 Mic crosoft Excel 201 0 ÍNDICE ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 4 Interface... 4 Guias de Planilha... 5 Movimentação na planilha... 6 Entrada de textos e números... 7 Congelando painéis... 8 Comentários nas Células...

Leia mais