MAPEAMENTO DOS ECOSSISTEMAS DE STARTUPS DO PARANÁ

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MAPEAMENTO DOS ECOSSISTEMAS DE STARTUPS DO PARANÁ"

Transcrição

1 MAPEAMENTO DOS ECOSSISTEMAS DE STARTUPS DO PARANÁ FIRST PICTURE 2014 UNIDADE DE NEGOCIOS COMPETITVOS PROJETO STARTUPS

2 APRESENTAÇÃO DO PROJETO O Sebrae/PR trabalha com um planejamento estratégico de longo prazo. Neste planejamento foram definidas seis linhas de ação prioritárias que impactam diretamente nos objetivos traçados para a Instituição em Uma destas linhas tem como objeto as STARTUPS. A atuação neste novo ambiente, com o propósito de realizar um trabalho que seja efetivo para o ecossistema, exige um conhecimento do cenário atual. E este é o objetivo deste mapeamento. Através da pesquisa dos dados secundários disponíveis, identificou-se que não retratavam a realidade do momento. Diversos atores listados não existiam e outros novos atores relevantes não eram citados. Percebe-se que esta situação é normal, pois neste setor a dinâmica é muito grande e novas startups surgem de maneira muito rápida e outras encerram as suas atividades na mesma velocidade. Este dinamismo é inerente ao modelo de negócios adotado, e assim todo mapeamento necessita de atualizações contínuas para continuar representando a realidade do ecossistema. Diante do exposto fica clara a ciência da limitação deste trabalho no sentido de ser um retrato momentâneo, nesta fase em que o Sebrae inicia suas ações com os ecossistemas de startups, e por isto foi denominado de First Picture. Para este primeiro levantamento, foram priorizados os territórios que sabidamente já atuam com startups, e ainda dentro destes territórios foram focados os municípios que demonstraram aparentemente uma maior afinidade com o tema. Além da limitação geográfica e momentânea deste trabalho, sabe-se que podem existir atores do ecossistema que acabaram não sendo identificados, e assim fica desde já o convite para que entrem em contato para que possam ser incluídos adequadamente nas novas versões. A intenção é que novas edições sejam realizadas, de maneira ampliada e com maior profundidade permitindo um retrato sempre mais preciso e completo a cada nova fotografia. 1

3 AGRADECIMENTOS O Sebrae agradece a colaboração de todos que participaram direta ou indiretamente na realização deste trabalho. A elaboração deste mapeamento só foi possível diante da excepcional receptividade, disponibilidade e comprometimento de todos os envolvidos com o ambiente de startups em cada região. Em todas as Regionais contamos com o trabalho dos gestores locais do Projeto Startups que organizaram agendas com representantes de instituições de ensino, prefeituras, associações empresariais e empreendedores. Em todos as conversas, sem exceção, o interesse e a boa vontade em colaborar foram imensos, dando a certeza de um futuro brilhante para os ecossistemas de startups do Paraná. 2

4 MAPEAMENTO DE ECOSSISTEMAS DE STARTUPS DO PARANÁ ECOSSISTEMAS DE STARTUPS O estudo de cases de startups de sucesso demonstra que existe uma relação direta do nível de maturidade de sucesso dos ecossistemas com o desempenho de suas startups. Em ecossistemas pouco desenvolvidos, podem até surgir negócios com potencial, mas na primeira oportunidade acabam indo para outros ecossistemas e é lá que crescem e geram resultados positivos. Diante deste quadro percebe-se que se existe o objetivo de apoiar o desenvolvimento de startups no Estado é necessário estimular o fortalecimento dos ecossistemas locais. Para que as ações de apoio ao desenvolvimento dos ecossistemas possam ser direcionadas e efetivas, e que seus resultados possam ser avaliados, é necessário que se conheça os ecossistemas através de um mapeamento. Mapear os ecossistemas de startups é o objetivo deste trabalho, e neste documento são apresentadas a metodologia utilizada e os relatórios de cada ecossistema mapeado. 3

5 METODOLOGIA Para a realização deste mapeamento foram seguidas as seguintes etapas: Territórios Atores Forma de pesquisa Apresenta-se a seguir a linha de pensamento, ferramentas e estratégias adotadas em cada uma destas etapas. 4

6 TERRITÓRIOS O mapeamento tem como contorno o Estado do Paraná. Alinhado com a estratégia de atuação do Sebrae que divide o Estado em seis Regionais, e em 14 territórios, o mapeamento segue este mesmo direcionamento. Pelo que foi observado, esta divisão é adequada, ficando a ressalva que em um segundo momento, podem existir 2 ou mais ecossistemas em um mesmo território. Devido ao seu desenvolvimento natural é possível que algum ecossistema possa ser dividido quando as características e objetivos dos atores sejam distintos o bastante para que deem origem a novos ecossistemas independentes, apesar de pertencerem geograficamente a uma mesma região. A ótica do mapeamento foi estruturada com base na divisão de territórios. Dentre os territórios do Estado, nesta primeira pesquisa foram abordados os seguintes: Curitiba- RMC; Campos Gerais; Sudoeste; Apucarana-Londrina-Cornélio; Oeste Integrado; e Terra Roxa. Desta forma estruturou-se se o mapeamento do Estado, neste momento, em seis ecossistemas, sendo cada um em uma Regional. TERRITÓRIO Oeste Integrado REGIONAL Oeste CIDADES MAPEADAS Foz do Iguaçu, Cascavel, Toledo, Medianeira Apucarana-Londrina-Cornélio Norte Londrina Terra Roxa Noroeste Maringá Sudoeste Sudoeste Pato Branco, Dois Vizinhos, Francisco Beltrão Campos Gerais Centro Ponta Grossa Curitiba-RMC Leste Curitiba 5

7 Cada um destes ecossistema possui um relatório que retrata a situação do ecossistema no momento da coleta de dados para a pesquisa. Além disso apresenta-se um relatório geral do Estado, que integra os dados de todos os territórios gerando uma visão consolidada da situação do Paraná. 6

8 ATORES Com base em outros mapeamentos realizados no Brasil como: o StartupBase, o San Pedro Valley; e o no mundo como: o Genome Project e o Mapped in Israel; e também na literatura especializada sobre o tema, partiu-se do modelo a seguir e chegou-se na lista de atores apresentada na sequência. ATORES: Aceleradoras Coworkings Entidades de apoio Incubadoras Instituições de Ensino Superior (IES) Grupos organizados de investidores em startups Movimentos Locais Startups 7

9 ACELERADORAS Aceleradoras de empresas integram o ecossistema de inovação de um país. São geralmente entes privados com capacidade de investimento próprio, que agregam em seu entorno empreendedores, investidores, pesquisadores, empresários, mentores de negócio e fundos de investimento (seed money, angel, venture capitalists). Oferecem programas de aceleração, compostos de uma série de serviços orientados ao desenvolvimento da startup, como infraestrutura física, mentorias, assessoria jurídica e contábil e acesso a mercado, por meio de sua rede de relacionamentos (Termo de Referência Desenvolvimento de Empresas Startups AGO/2013 Sebrae). Não existem regras bem definidas para a atuação das aceleradoras, cada uma define seu formato de negócio. Existem outras organizações (incubadoras, coworkings, etc.,) que estão começando a atuar como aceleradoras, ou demonstrando interesse nisso. Não existe um CNAE próprio para aceleradoras. COWORKING O coworking é um sistema que nasceu nos Estados Unidos, em Consiste em um lugar no qual vários profissionais, de diversas áreas, alugam espaços para desenvolverem os seus trabalhos. O coworking possibilita uma maior interação entre esses profissionais, bem como um maior networking. O coworking, além de ser um espaço bastante flexível, permite que as pessoas se conectem e interajam com talentos que possuem formações profissionais diferentes das suas. Isso, em tese, aumenta a possibilidade de novos negócios. (Gonçalves, 2011). Os espaços de coworking tem um papel importante nos ecossistemas de startups. A interação e a colaboração entre os coworkers, a realização de eventos e capacitações, além de custos não proibitivos, fazem com que muitas startups tenhas seus endereços nestes espaços. Assim como no caso das aceleradoras, por ser um formato de negócio relativamente novo, não tem CNAE próprio. Em Curitiba a prefeitura estuda a criação de uma classificação especifica para este tipo de empreendimento. 8

10 ENTIDADES DE APOIO As entidades de apoio são entidades governamentais ou sem fins lucrativos que entre as suas ações possuem atividades específicas para startups. Quando uma organização apoia startups, mas é uma empresa com fins lucrativos, atuam mais como fornecedores do que como entidades de apoio. Pelo que foi observado, de modo geral, as entidades de apoio não atuam exclusivamente com startups. São entidades de maior porte, que já tem um papel na sociedade e mais recentemente começaram a atuar também com startups. INCUBADORAS A incubadora de empresas tem por objetivo oferecer suporte a empreendedores para que eles possam desenvolver ideias inovadoras e transformá-las em empreendimentos de sucesso. Para isso, oferece infraestrutura e suporte gerencial, orientando os empreendedores quanto à gestão do negócio e sua competitividade, entre outras questões essenciais ao desenvolvimento de uma empresa. (ANPROTEC) No desenvolvimento de startups as incubadoras têm um papel muito importante no sentido de garantir um ambiente menos hostil enquanto a empresa ainda está frágil e não tem corpo suficiente para disputar mercado com empresas mais estruturadas. 9

11 INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR (IES) As Instituições de Ensino Superior envolvem as universidades, faculdades, e outras organizações que possuam cursos de nível superior. Como nas universidades a área de pesquisa, que resulta em inovação, é mais desenvolvida este tipo de entidade tem uma presença maior nos ecossistemas de startups, porém percebe-se que faculdades (notadamente as que tem foco em tecnologia e administração) também tem se envolvido no tema. Os ecossistemas bem desenvolvidos normalmente têm as IES como atores fortes e atuantes no tema startups. GRUPOS ORGANIZADOS DE INVESTIDORES EM STARTUPS Durante o desenvolvido de uma startup, quase sempre, chega-se a um estágio em que para a empresa evoluir e iniciar, ou incrementar a tração, é necessário investimento. Este investimento pode vir de várias formas (investimento anjo, seed capital, venture capital, e outros). A existência de grupos organizados de investidores facilita o acesso das startups aos investimentos, mantendo as que surgiram na região e até atraindo startups que tem origem em outros lugares. Neste mapeamento, os grupos de investidores são aqueles que já investiram e/ou tem recursos para investir especificamente em startups. MOVIMENTOS LOCAIS Um dos grandes motores dos ecossistemas de startup são os movimentos locais. São organizados por pessoas que tem e/ou atuam com startups para quem está ou quer entrar no mundo das startups. Estes movimentos têm gestão própria, e muitas vezes são bastante informais, com o amadurecimento tendem a se estruturar mais e fazer parcerias com entidades de apoia para ampliar sua capacidade de atuação. Os movimentos, na maioria dos casos, são o canal direto com as startups locais. 10

12 STARTUPS As startups são as figuras que dão sentido ao ecossistema. As ações de investidores, academia, entidades de apoio, governo, incubadoras e aceleradoras são inócuas se não existirem startups. Existem diversas definições para startups, as mais alinhadas com a visão adotada neste mapeamento são: Começam pequenas, mas pensam grandes e devido ao seu grande potencial inovador apresentam significativa probabilidade de crescimento exponencial em pouco tempo. (Meyer, 2012). Uma empresa de base tecnológica, com um modelo de negócios repetível e escalável, que possui elementos de inovação e trabalha em condições de extrema incerteza. (ABSTARTUPS - Associação Brasileira de Startups) As startups pela sua própria natureza são organizações de muita velocidade e dinamismos, assim da mesma maneira que surgem rápido, muitas também desaparecem rapidamente. Desta forma o mapeamento procura ser o mais preciso e realista no momento que a pesquisa é realizada, mas reflete o momento, assim também precisa ser dinâmico e ser atualizado continuamente. 11

13 FORM A DE PESQUISA A pesquisa em bases de dados disponíveis na internet e outras fontes secundárias (como revistas especializadas, e artigos jornalísticos) mostrou-se muito rica de informações, porém foram identificadas diversas inconsistência nos dados. Desta forma, as informações disponíveis foram o ponto de partida da pesquisa para o mapeamento, porém os dados coletados foram checados através de contatos telefônicos, ou por , ou ainda através do site dos atores ou pessoalmente. Além das informações de internet, outro ponto de origem para o mapeamento foram os contatos realizados pelos gestores locais do projeto de startup. Estes gestores fizeram os contatos com os atores locais e agendaram reuniões para que um consultor credenciado, realiza-se entrevistas e visitas com os atores chaves do ecossistema de startups de cada região. Nas entrevistas foram levantados histórico de atuação, papel atual, e outras referências locais no cenário de startups. Foi desenvolvido em parceria com o Movimento Local de Curitiba (Startup Curitiba) através das empresas Snow Man Labs e Ideia no Ar, uma plataforma online para cadastro dos dados coletados. Os dados podem ser inseridos por qualquer pessoa autorizada pelo ecossistema através de um código criado para rastreabilidade das informações inseridas. A existência dos dados no sistema não garante que serão automaticamente considerados no mapeamento, é necessária uma validação pela equipe envolvida no trabalho. 12

14 Fluxograma do processo de pesquisa utilizado para a realização do mapeamento. 13

15 Tela Inicial Formulário On-line Tela exemplo questionário Startup 14

16 FIRST PICTURE MAPE AMENTO ECOSSISTEM A DO PARANÁ Consolidado dos territórios mapeados, considerando as cidades foco do estudo em cada território. CONSOLIDADO PARANÁ ATORES TOTAL STARTUP Aceleradoras 6 5 Coworking 23 9 Entidades de apoio 0 27 Incubadoras IES - Inst. Ensino Superior Investidores (Grupos Organizados) 0 3 Movimentos Locais 0 6 Startups

17 MAPEAMENTO TERRITÓRIO CURITIBA - RMC FOCO CURITIBA O mapeamento na TERRITORIO CURITIBA - RMC tem seu foco na cidade de Curitiba. O ecossistema da cidade já apresenta uma certa maturidade. Alguns dos elementos que embasam esta afirmativa são: Movimento local já tem tradição e tem participação ativa no ecossistema. Grandes universidades interessam-se pelo tema. Diversos espaços de coworking, com vários atuando com startups, e sendo um deles o maior do país. O número de empresas de TI é grande e são atuantes, apesar de nem toda startup ser de TI e nem toda TI ser/ter uma startups, o vínculo existente entre startups e TI é muito forte. Existem grupos de investidores, ainda que com atuação incipiente. Prefeitura demonstra sinais de envolvimento com o ecossistema e de apoio a área de inovação. 16

18 FIRST PICTURE TERRITORIO CURTIBA-RMC TERRITORIO CURITIBA-RMC ATORES TOTAL STARTUP Aceleradoras 4 Coworking 13 5 Entidades de apoio 5 Incubadoras 6 3 IES - Inst. Ensino Superior 66 5 Investidores (Grupos Organizados) 3 Movimentos Locais 1 Startups 84 17

19 TERRITORIO CURITIBA - RMC ACELERADORAS Foram identificadas quatro aceleradoras em Curitiba, e percebe-se uma movimentação no sentido de que outras devem surgir em breve. SUPERNOVA A Supernova é a aceleradora mais tradicional, e possui um programa estruturado de aceleração. É comandada por Vitor Torres. IDEIA NO AR A Ideia no Ar é uma empresa que se autodenomina lançadora de startups, realizando atividades típicas de uma aceleradora. DINFO A Dinfo é uma empresa de soluções para empresas (softwares) que passou a atuar também com aceleração. 18

20 PUC/PR HOT MILK A PUC-PR (Curitiba) iniciou em 2014 as atividades de sua aceleradora batizada de Hot Milk, e que conta com 10 startups. 19

21 TERRITORIO CURITIBA - RMC COWORKINGS Foram identificados treze coworkings em Curitiba, sendo que em cinco destes existe a presença de startups ativas. ALDEIA É o primeiro do sul do Brasil, tornou-se uma das referências em coworking no país. Fundada por Ricardo Doria, possui cerca de 80 coworkers, e tem uma gestão de vanguarda. Foto divulgação site aldeia coworking. 20

22 IMPACT HUB Faz parte de uma rede internacional de coworking. Diversas startups tiveram seu início no HUB, e atualmente tem entre seus membros startups e a aceleradora Ideia no Ar. É comandado por Renata Pinheiro de Aquino e Bruno Patias Volpi. 21

23 NEX Maior coworking do país. Começou pequeno em 2011 quando André Pegorer decidiu investir na ideia. Posteriormente em sociedade com Guto de Lima, planejaram a expansão do negócio, que foi concretizada com aporte de investimento de terceiros, assim a NEX cresceu e mudou-se para uma nova sede que foi totalmente reformada, sendo planejada em detalhes para entregar um espaço que privilegiasse a integração e a colaboração entre os membros. Primeira unidade Endereço atual 22

24 AMBIENTAL OFFICE Perfil na área de comunicação, possui inclusive um pequeno studio. Iniciou em 2011 a partir de uma necessidade própria dos fundadores. Os proprietários são Flavio Ferrer e Kellen Skrzypietz. Procuram integrar os coworkings de Curitiba através de encontros e contatos. 23

25 WORKSET Tem uma estrutura ampla e funcionamento 24 h. Fotos divulgação site Workset Nos seguintes espaços de coworking não foram identificadas startups, alguns são estabelecimentos inaugurados recentemente e outros tem enfoque em locação de espaço para profissionais liberais. WE SHARE 24

26 TWAY LINK BUSINESS VILLAGE PLANET 25

27 BRCO OFFICE INN ABRU 26

28 TERRITORIO CURITIBA - RMC ENTIDADES DE APOIO ASSESPRO/PR A Assespro/PR (Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação) institui recentemente uma Diretoria Adjunta para startups, que atualmente está sob responsabilidade de Diego Carmona. IBQP IBQP (Instituto Brasileiro de Qualidade e Produtividade) promove e abriga eventos sobre startups. 27

29 PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA A Prefeitura de Curitiba promove eventos de estímulo para o surgimento e desenvolvimento de startups. Possui uma Diretoria de Inovação, que tem realizado diversas ações e propostas para contribuir com o desenvolvimento do ecossistema local de startups. Entre os destaques das ações estão os hackathons, que promove em parceria com outros atores, que tem como objeto: soluções para a cidade. Ainda no âmbito da Prefeitura, existe desde 2007 a Agência Curitiba que contribui com o desenvolvimento do empreendedorismo e também do ecossistema local. SEBRAE/PR O Sebrae/PR tem o foco nas startups como uma de suas seis linhas estratégicas. O projeto visa tanto ações para o surgimento e desenvolvimento de startups quanto ações para contribuir com o desenvolvimento, amadurecimento e fortalecimento do ecossistema. O Coordenador Estadual é o consultor Rafael Tortato e a Gestora Regional é a consultora Marielle Rieping. 28

30 SENAI/PR O Senai/PR tem atuado de maneira bastante próxima às startups. Possui uma incubadora onde existem startups, promove em 2014 o Desafio Senai de Startups, e também possui uma Rede de Investidores. Atende empreendedores que tem interesse em montar uma startup, ou já tem, e faz orientações de direcionamento. 29

31 TERRITORIO CURITIBA - RMC INCUBADORAS INCUBADORA E HOTEL TECNOLÓGICO UTFPR A UTFPR de Curitiba possui Incubadora e Hotel Tecnológico. A incubadora e o hotel abrigam projetos de tecnologia. Não é focada prioritariamente em startups mas também as aceita. INCUBADORA SENAI A incubadora do Senai existe desde de 2012, atualmente conta com 4 empresas incubadas. Adota o modelo CERNE e atua de maneira integrada com as demais ações do Senai para startups, como o Desafio, o recém estruturado Clube do Empreendedor e a Rede de Investidores. Cada startup incubada residente tem sala 30

32 START UP INCUBADORA POSITIVO A incubadora da Universidade Positivo foi criada em É uma incubadora mista, mas está em fase de transição para uma incubadora apenas tecnológica. Atualmente tem oito incubadas, e oferecem espaço com infraestrutura e assessorias em gestão, finanças, tecnologia e área jurídica. Em processo de certificação CERNE. Nas seguintes incubadoras não foram identificadas startups no momento da pesquisa. AGENCIA DE INOVAÇÃO PUC/INCUBADORA Início previsto para março de

33 AGENCIA DE INOVAÇÃO UFPR A agencia de inovação da UFPR é bastante atuante, entretanto não foi identificado foco em startups. A princípio, as empresas incubadas não caracterizam-se como startups. INTEC TECPAR A INTEC é a primeira incubadora de base tecnológica do Paraná. Possui muitas empresas graduadas e conta com diversas incubadas. No momento, a princípio, as empresas incubadas não caracterizam-se como startups. 32

34 TERRITORIO CURITIBA - RMC INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR (IES) De acordo com o e-mec foram identificadas sessenta e cinco instituições de ensino superior na capital do Estado, porém em apenas cinco foram observadas práticas específicas para startups. Lista-se aqui as que tem ações para startups. ISAE/FGV A ISAE/FGV já realizou evento sobre startups e oferece o curso de curta duração: STARTUP : o novo paradigma empreendedor: da gestão da ideia a aceleração do negócio. POSITIVO A Universidade Positivo, além de possuir uma incubadora, sediou o primeiro Hackathon Curitiba e participa ativamente do ecossistema local. Foto: Jorge Níkolas Camargo 33

35 PUC A PUC/PR Campus Curitiba tem atuado ativamente do ecossistema de startup. Sediou o Startup Weekend e sediará também o próximo Hackhaton de Curitiba. Possui uma Agência de Inovação e lançou sua Incubadora. UNIBRASIL A UNIBRASIL tem realizado eventos (palestras) sobre startups, divulgando o tema. Percebe-se o movimento de introdução do tema na instituição. UNICURITIBA A UNICURITIBA tem realizado palestras e também uma mesa-redonda para discutir o cenário de startups em Curitiba e no mundo. 34

36 TERRITORIO CURITIBA - RMC GRUPOS ORGANIZADOS DE INVESTIDORES EM STARTUPS A atividade de grupos organizados de investidores ainda é incipiente, porém já registram investimentos realizados e possuem recursos para continuar investindo. CURITIBA ANGELS É o mais recente, mas já realizou seu primeiro investimento. Idealizado por Allan Costa e Leonardo Jianoti. GROW INVESTIMENTOS Empresa que atua com diversas soluções na área de gestão financeira e estratégica, realizando também investimento em startups. Na interface com o ecossistema local é representada por Bernardo Quintão e Ricardo Moraes. REDE ANJOS SENAI Consiste em um catalogo de potenciais investidores que tem interesse em startups. O Senai faz a ponte entre investidores e empreendedores. Na interface com o ecossistema é representado por Mario Calzavara e Caroline Aguiar. 35

37 TERRITORIO CURITIBA - RMC MOVIMENTOS LOCAIS Nesta categoria apesar de existirem algumas outras iniciativas, pode se dizer que no momento, apenas um grupo atua efetivamente como um movimento local de startup. STARTUP CURITIBA É um movimento pioneiro, no decorrer dos anos teve períodos de maior ou menor atuação, atualmente ocupa um papel importante no ecossistema local. Tem como seu representante atual Danilo Brizola. OUTROS ATORES 36

38 TERRITORIO CURITIBA - RMC STARTUPS Como em todo ecossistema o surgimento e o desaparecimento de startups são muito dinâmicos. Assim aqui apresentam-se as startups em atuação no momento da pesquisa Startup vencedora da categoria cidadania do primeiro hackathon Curitiba, com o app AdoteCuritiba, propondo a adoção dos parques da cidade por padrinhos cadastrados no aplicativo. ACESSO FÁCIL Startup incubada na PUC-PR. AGENDABELEZA Sistema que permite encontrar e agendar serviços de beleza. 37

39 ALMOÇAQUI Aplicativo para opções de almoço, integrante da SnowManLabs. ASSISTENTE VIRTUAL DENISE GUILE3D Empresa já participou do Demo Brasil. A ideia é uma assistente virtual interativa. BLIIVE É uma rede colaborativa de troca de tempo. Está sendo acelerada em programa no Reino Unido. 38

40 BUYBLE Startup incubada na PUC-PR. CAPIVALLEY Startup incubada na PUC-PR. Portal de conteúdo e notícias do ecossistema de startups. CARE ON Startup incubada na PUC-PR. CARIDADX Startup incubada na PUC-PR. Site de ajuda coletiva. CINQMV Empresa spin-off da CINQ Technologies, está incubada no SENAI. 39

41 CIRCULÊ Proposta da Circulê é a troca de livros marcantes. CHEER FOR PEACE Organização com objetivo social, buscando resultados de alto impacto. Incubado no IBQP. CLICKDOE Plataforma para intermediação de doações. 40

42 CODE TRIAL O Code Trial é um aplicativo web que possibilita automatizar o processo de testes de desenvolvedores durante um processo de seleção COMANDABAR App para realização de automatização de operações de bares e restaurantes com catalogo online de produtos e integração com ERP. COMSOL Empresa incubada no SENAI, oferece soluções em softwares de engenharia para modelagem multifísica. 41

43 CONTABILIZEI Empresa oferece serviço de contabilidade online. Já recebeu aporte de investimento e foi destaque na mídia especializada nacional. CRIEX Plataforma para criação de sites e e-commerce. EATA A Eata é um aplicativo que para aumentar a produtividade e eficiência em reuniões, transcreve áudio e gera atas, armazena vídeos e mantém arquivado online. 42

44 EADBOX Sistema para treinamento online. ECO INNOVARE Startup incubada na PUC-PR. ECOVOLTI Startup incubada na PUC-PR. FIND MY PACK Sistema de monitoramento de encomendas enviadas via Correios. FLEETY A proposta é aluguel de carros entre particulares. Criada em São Paulo, está incubada no IBQP em Curitiba. 43

45 FOGGY LABS Publicação de revistas online. FOOME Sistema de pedidos online para restaurantes com delivery. FORMAPP Solução para coletar dados direto em tablets e smartphones. 44

46 FORUS A ideia é reunir soluções em sustentabilidade. GET OUT Venda online de atividades de lazer. GIVER Gestão de redes fechadas de cartões de vale-presente, fidelidade e relacionamento para empresas. HIVE Oferece soluções de automação inteligente para uso residencial. Está incubada na Universidade Positivo. 45

47 HOTEL JÁ App para integrar viajantes que precisam quartos de última hora com hotéis que tem quartas vagos para oferecer. I-ESTAR Vencedor na categoria mobilidade no primeiro hackathon Curitiba. A proposta para comprar e ativar cartões de EstaR por meio de um aplicativo. JA ENTENDI Plataforma para ensino via web. IDEIA CHAVE Site que tem objetivo de integrar quem precisa de uma ideia com pessoas que tem boas ideias. 46

48 IMPACTOUR Turismo com impacto social no Brasil, focado no público estrangeiro. JOOX Cartões de visita com variedade de imagens de impressão por tiragem. KILSWITCH Sistema para bloqueio e desbloqueio de sites de clientes. LEADLOVERS Sistema para automatização de marketing digital. 47

49 MAGIC NUMBERS Vencedor da categoria saúde no primeiro hackathon Curitiba. A proposta é um app que possa ajudar o sistema de saúde a estabelecer relação entre as necessidades de uma região da cidade com a quantidade de médicos nas unidades. MAGTAB Interface para publicações digitais em tablets. MARIAS DO ESMALTE Clube para envio de esmaltes periodicamente. MENTHOR Startup incubada na PUC-PR. MEU ENDEREÇO Sistema para compartilhar endereço. 48

50 MINESTORE Sistemas de para e-commerce. MYPILEOF Plataforma para colecionadores. NOALTAR Portal para noivos. NOMADDE Rede para troca de auxílio aos imigrantes. 49

51 ORELHA DE LIVRO Rede social de livros. OVELHA NEGRA Marca de vestuário online. OYSTR Robôs inteligentes para serviços burocráticos. PACLABS Desenvolvimento de games. 50

52 PIPEFY Sistema para organização de processos de empresas. POSTLIST Re-lançamento em breve. Do grupo DINFO. RECLAMAO Site para reunir reclamações. SATYR APPS SAVE.MY.NIGHT App de desafios para festas. 51

53 SECCIONAL LEANKEEP Software de manutenção predial. SHOES4YOU Agregador de lojas de produtos de moda. SITEPX Sistema para criar sites. SOLIDARIUM Market place de produtos artesanais. 52

54 SOLVIS Pesquisa de opinião de clientes. SORTE DO MÊS Assinatura de jogos de loterias. SOU ARTISTA Plataforma que conecta artista com quem quer contratar artistas. VITALLIS PET Startup incubada na PUC-PR. 53

55 TAGBOX Sistema para promoções segmentado para regiões. TECHAPP Desenvolvimento de aplicativos, possui apps próprios. TICKET CIRCUS Plataforma para venda de ingresso para espetáculos circenses. 54

56 TIGER Sistema de gestão de vendas. TRACKMOB Gestão de equipes externas TRAVELINGBR Sistema para encontrar e fazer reserva em hotéis. TROCAKI Site para promover trocas. 55

57 TWEEN Projetos interativos. UBIVIS Soluções de TI para mobilidade corporativa com segurança. Incubada no SENAI. UNIVERSAL DECOR Plataforma web relacionada a decoração de interiores. UPWELL Sistema de medição de desempenho de site. Acelerada no Farm/SP. 56

58 V2B Ferramenta de análise gerencial para carteira de clientes e estratégia de vendas. VITRINA Market place produtos de moda. VIVAH Vivências gastronômicas. VOCATU Plataforma para marketing em redes sociais. 57

59 WEBSALAOCONTEMPORANEO Agendamento para serviço de salão de beleza em domicilio. XPPERIT- GET21 Proposta é app para classificação de nível de influência na web. YAMPA App de promoção de estabelecimentos (bares e restaurantes) via facebook. ZOEK Clube onde usuários recebem produtos recém lançados para testar. 58

60 MAPEAMENTO TERRITÓRIO CAMPOS GERAIS FOCO PONTA GROSSA O mapeamento na TERRITORIO CAMPOS GERAIS tem um foco na cidade de Ponta Grossa. Percebe-se um movimento ainda incipiente em relação as startups, porém já aparecem startups com propostas de muito potencial. O perfil conservador da comunidade local e a proximidade com a capital do Estado, tornam a construção e o desenvolvimento do ecossistema de startups um desafio para atores que abraçam esta causa na cidade. Eventos de porte tem movimentado o cenário local e estimulado o envolvimento com o tema. No evento de inovação INOVATEC, as startups foram abordadas como um dos temas principais. A realização de meetups e talk shows com personalidades de renome nacional levaram o tema para o centro do debate na comunidade empresarial e acadêmica. Apesar de ainda recente, as ações realizadas geram uma expectativa de grande desenvolvimento do ecossistema da região. 59

61 FIRST PICTURE TERRITORIO CAMPOS GERAIS TERRITORIO CAMPOS GERAIS ATORES TOTAL STARTUP Aceleradoras 0 Coworking 1 0 Entidades de apoio 4 Incubadoras 2 2 IES - Inst. Ensino Superior 8 2 Investidores (Grupos Organizados) 0 Movimentos Locais 1 Startups 6 60

62 TERRITORIO CAMPOS GERAIS ACELERADORAS Não foi identificada nenhuma aceleradora em atividade. Existem planos de empresários locais criarem uma em breve. TERRITORIO CAMPOS GERAIS COWORKINGS Foi identificado no momento um espaço de coworking. Existe a intenção de empresários locais inaugurarem outro em pouco tempo. TIME OFFICE Teve início com o conceito de escritório virtual, fornecendo apenas endereço para contato, depois expandiu para a locação de salas. Atualmente possui espaços compartilhados para locação, porém não tem ainda efetiva colaboração entre os participantes, que são poucos e eventuais nesta modalidade. 61

63 TERRITORIO CAMPOS GERAIS ENTIDADES DE APOIO As entidades de apoio que tem atuado de maneira mais visível são apresentadas neste tópico. ASSESPRO/PR A Assespro/PR (Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação) apoia eventos de startups. NSTI NSTI (Núcleo Setorial de Tecnologia da Informação) de Ponta Grossa do Programa Empreender da Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Ponta Grossa (ACIPG) apoia os eventos de startups na cidade. 62

64 APL DE TIC DE PONTA GROSSA E REGIÃO O grupo que representa o APL de TIC de Ponta Grossa e Região apoia eventos de startups. SEBRAE/PR O Sebrae/PR tem o foco nas startups como uma de suas seis linhas estratégicas. O projeto visa tanto ações para o surgimento e desenvolvimento de startups como atuação junto ao ecossistema para contribuir com o seu amadurecimento e fortalecimento. O gestor na Regional é o consultor Cristiano Tossulino Machado. 63

65 TERRITORIO CAMPOS GERAIS INCUBADORAS INCUBADORA E HOTEL TECNOLÓGICO UTFPR A UTFPR de Ponta Grossa possui Incubadora e Hotel Tecnológico. A incubadora e o hotel abrigam projetos de tecnologia. Não é focada prioritariamente em startups mas também as aceita. O Hotel é destinado para alunos e egressos (comunidade interna) enquanto a incubadora é aberta também para pesquisadores parceiros e empresários. INCUBADORA DE PROJETOS INOVADORES DA UEPG A Universidade Estadual de Ponta Grossa possui uma incubadora focada em projetos inovadores. O tema startup está sendo estimulado pelos gestores. Atualmente possui uma startup incubada (agenciadosaber). 64

66 TERRITORIO CAMPOS GERAIS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR (IES) De acordo com o e-mec foram identificadas oito instituições de ensino superior em Ponta Grossa, porém em apenas duas, que são as universidades, foram observadas práticas específicas para startups, neste sentido o destaque de ambas são as suas incubadoras. Lista-se aqui as que tem ações para startups. UTFPR Campus da Universidade Tecnológica Federal do Paraná. UEPG Universidade Estadual de Ponta Grossa. 65

67 TERRITORIO CAMPOS GERAIS GRUPOS ORGANIZADOS DE INVESTIDORES EM STARTUPS Não foi identificado nenhum grupo organizado de investidores em startups na região com histórico de investimento em startups. TERRITORIO CAMPOS GERAIS MOVIMENTOS LOCAIS Recém criado o Startup Club de Ponta Grossa tem vínculo com o Sebrae. Apesar de existir a pouco tempo tem atuação bastante ativa, realizando eventos de grande porte. STARTUP CLUB PONTA GROSSA 66

68 TERRITORIO CAMPOS GERAIS STARTUPS As startups da cidade apresentam em sua maioria um forte componente tecnológico, com sistemas online bastante elaborados. AGENCIA DO SABER Site que oferece cursos online em diversos segmentos. É incubada da UEPG. CERTIVISI App web para eventos, emite certificados, controle de presença, tickets. 67

69 DISQUE-TUDO Empresa centraliza pedidos de diversos tipos de serviço entre uma central única. TURN TO ART Site de intermediação entre artistas e clientes, realizando a impressão, certificação e entrega das obras. YOOPIE Sistema de fidelização que oferece informações de consumo dos clientes para os estabelecimentos. 68

70 WEBCLINIC Plataforma para conexão de médicos, dentistas e pacientes, através de armazenamento cloud de exames. 69

71 MAPEAMENTO TERRITÓRIO SUDOESTE FOCO: PATO BRANCO, FRANCISCO BELTRÃO E DOIS VIZINHOS O mapeamento na Regional Sudoeste tem foco nas cidades Pato Branco, Francisco Beltrão, e Dois Vizinhos. Existem atores relevantes nos três municípios que formam um ecossistema com muito potencial de desenvolvimento. O ecossistema da região é denominado Vale Digital Sudoeste/Pr. Existe um trabalho já estruturado no sentido de fortalecer as ações de desenvolvimento tecnológico através do Sistema Regional de Inovação desde de 2007 na região. Em 2012 foi constituído o IDETEP (Instituto de Desenvolvimento Tecnológico de Pesquisa e de Inovação do Sudoeste). Todo este trabalho permitiu a construção de uma rede estruturada na região, que agora integra-se com o ecossistema de startups. Tem sido promovido uma agenda intensa com eventos de startups (alguns já realizados e outros com programação confirmada), entre estes o Startup Weekend Pato Branco, Meetups, HUB, Startup Day, TecSul, e também o Inventum que foi um marco na integração das ações entre as cidades. Entre alguns dos destaques que geram a expectativa de grande potencial da região observa-se que em Pato Branco existe uma lei de incentivo ao eletroeletrônico que favorece a atração e manutenção de empresas no município, também na cidade já está pronto o Parque Tecnológico que terá capacidade para abrigar cerca de 35 empresas. Em Francisco Beltrão a prefeitura também está envolvida com ecossistema, reestruturando e ampliando seu parque tecnológico. Em Dois Vizinhos existe uma empresa âncora (CISS) que tem atuação nacional e é incentivadora do desenvolvimento tecnológico da região, está estruturando uma aceleradora e um espaço de coworking, além disso existe um forte trabalho de base na formação de crianças e adolescentes na área de programação, este trabalho é realizado pela SUDOTEC.Apesar da restrição de acesso (não existe aeroporto na região) o ecossistema tem evoluído e interagido com pessoas e organizações de renome nacional. A boa comunicação entre os três municípios e algumas iniciativas conjuntas denotam a maturidade dos atores locais. 70

72 FIRST PICTURTE TERRRITÓRIO SUDOESTE TERRITORIO SUDOESTE ATORES TOTAL STARTUP Aceleradoras 1 0 Coworking 0 Entidades de apoio 9 Incubadoras 4 4 IES - Inst. Ensino Superior 11 6 Investidores (Grupos Organizados) 0 Movimentos Locais (em estruturação) 1 0 Startups 27 71

73 TERRITORIO SUDOESTE ACELERADORAS Na cidade de Dois Vizinhos foi criada recentemente uma aceleradora, denominada BEAT, que ainda encontra-se em estágio inicial de funcionamento. TERRITORIO SUDOESTE COWORKINGS Não foi identificado espaço de coworking, deve ser criado um breve, anexo a aceleradora que está em fase avançada de projeto. 72

74 TERRITORIO SUDOESTE ENTIDADES DE APOIO Existem algumas entidades atuando bastante próximas ao ecossistema, pois são relacionadas especificamente ao desenvolvimento tecnológico e inovação. Entidades do governo também tem se envolvido positivamente nas ações do ecossistema. IDETEP Instituto de Desenvolvimento Tecnológico, de Pesquisa e Inovação do Sudoeste do Paraná. Tem como missão promover a integração de pesquisadores, empresas e instituições. É vinculado ao SRI. NTI NUCLEO DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO APL TI SUDOESTE Associação sem fins lucrativos que visa fomentar o desenvolvimento econômico e tecnológico de seus associados e da comunidade local envolvida. 73

75 PREFEITURA DE DOIS VIZINHOS A Prefeitura de Dois Vizinhos atua junto ao ecossistema, principalmente através do seu apoio na manutenção do SUDOTEC. PREFEITURA DE FRANCISCO BELTRÃO Na prefeitura de Francisco Beltrão existe a atenção ao movimento de empresas inovadores, em especial às startups. A Secretária de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico, Jovelina Chaves da Silva, envolvese diretamente nas ações relacionadas ao desenvolvimento tecnológico da cidade. PREFEITURA DE PATO BRANCO - SECRETARIA DE CIENCIA E TECNOLOGIA O Secretário de Ciência e Tecnologia do Município, Geri Natalino Dutra, é professor universitário e tem grande vínculo com a proposta de inovação para a cidade, participando ativamente das iniciativas do ecossistema. 74

76 SEBRAE O Sebrae/PR tem o foco nas startups como uma de suas seis linhas estratégicas. O projeto visa tanto ações para o surgimento e desenvolvimento de startups como atuação junto ao ecossistema para contribuir com o seu amadurecimento e fortalecimento. O gestor na Regional é o consultor Cesar G. Collini. SRI Sistema Regional de Inovação do Sudoeste do Paraná. O SRI fomenta a cultura da inovação e do empreendedorismo inovador como diferenciais competitivos através de uma relação entre as IES, pesquisadores e empresas, SUDOTEC Organização que tem o objetivo de promove o desenvolvimento tecnológico da região. Tem a sede no município de Dois Vizinhos. Possui uma incubadora e realização ações de capacitação e formação de crianças e jovens na área de tecnologia. 75

77 TERRITORIO SUDOESTE INCUBADORAS INCUBADORA E HOTEL TECNOLÓGICO UTFPR A UTFPR de Pato Branco possui Incubadora e Hotel Tecnológico. Tem perfil de pré-incubação, a intenção é atuar na fase inicial de projetos e através de parcerias encaminhar para continuidade para incubadora, pois existe uma limitação burocrática que é a impossibilidade dos projetos ali incubados constituírem CNPJ. Tem capacidade para aproximadamente dez projetos, passa por um momento de reestruturação. O responsável, prof. Neimar Follman, tem participação bastante ativa no sentido de promover o empreendedorismo. 76

78 INCUBADORA DA PREFEITURA DE PATO BRANCO A Prefeitura de Pato Branco acaba de construir um grande parque tecnológico, com capacidade para incubar 36 empresas. O edital para seleção de projetos deve ser divulgado em breve. INCUBADORA DA PREFEITURA DE FRANCISCO BELTRÃO A Prefeitura de Francisco Beltrão está concluindo a reforma de um prédio para abrigar o seu parque tecnológico, abrindo em breve edital para novas empresas que quiserem incubar. Atualmente já existem empresas incubadas no espaço, que terá também um museu e auditório. 77

79 ITS INCUBADORA TECNOLÓGICA SUDOTEC A incubadora do Sudotec fica em Dois Vizinhos, tem como base a plataforma CERNE. Já graduou seis empresas, possui empresas incubadas e continua com inscrições abertas para novos ciclos. 78

80 TERRITORIO SUDOESTE INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR (IES) De acordo com o e-mec foram identificadas onze instituições de ensino superior no conjunto destas três cidades, sendo cinco em Francisco Beltrão, três em Pato Branco, e três em Dois Vizinhos. Em Pato Brancos as três instituições têm participado em conjunto das ações relacionadas a startups. Em Dois Vizinhos o envolvimento também ocorre em conjunto, porém as instituições privadas passam por um momento de reestruturação. Em Francisco Beltrão, a atuação das instituições não ficou evidenciada neste momento. UTFPR - DOIS VIZINHO Universidade Tecnológica Federal do Paraná iniciando curso de Engenharia de Software. UTFPR PATO BRANCO Universidade Tecnológica Federal do Paraná em Pato Branco. 79

81 FACULDADE MATER DEI PATO BRANCO FADEP PATO BRANCO VIZIVALI DOIS VIZINHOS 80

82 UNISEP DOIS VIZINHOS 81

83 TERRITORIO SUDOESTE GRUPOS ORGANIZADOS DE INVESTIDORES EM STARTUPS Não foi identificado nenhum grupo organizado de investidores em startups na região com histórico de investimento em startups. TERRITORIO SUDOESTE MOVIMENTOS LOCAIS Foi identificado um movimento local em estruturação específico para das startups locais, chamado Vale Digital. OUTROS ATORES 82

84 TERRITORIO SUDOESTE STARTUPS As startups da região apresentam áreas de atuação bastante diversificadas. ACADEMIA.ASS Plataforma gerencial da academia, controle de catraca, gerenciamento de uso, programas de treinamento através pulseira. (Inventto) ALUGA AÍ Plataforma para conectar pessoas que tem objetos para alugar com quem precisa aluga-los. (segundo lugar no SWPATO 2014). BLISS SYMBOL Uma plataforma de linguagem de comunicação por meio de símbolos. CÂMERA OVERLAY App para comparar o antes e o depois através de sobreposição de imagens.(inventto) 83

85 CHUVISCO Ferramenta de relacionamento com clientes para empresas. CLICK LOJISTA Ferramenta de divulgação na internet. CONEXÃO DE NEGÓCIOS Gestão integrada da cadeia de geração de dados da empresa big data (Dois Vizinhos). EASY MARKETING Startup que foi criada no SWPATO

86 FISCO SOCIAL Rede social de informações fiscais para MPEs. Rede colaborativa. HELP TO GIFT Plataforma para promoções dentro da cidade, foco ter um banco de dados de compradores. IDEMM Soluções web (Francisco Beltrão). IMPROVE+ Sistema gestão pecuária (Dois Vizinhos). 85

87 INVENT.TO Desenvolvimento de projetos inovadores (Francisco Beltrão). MEU PROCESSO Plataforma para o advogado acessar seus processos de forma simples e otimizada, principalmente o advogado que não trabalha em grandes escritórios. MOGO Sistemas para pedidos e gestão de estabelecimento de alimentação (Pato Branco) 86

88 MUDA FÁCIL Plataforma para encontrar e comparar as melhores transportadoras e prestadores de serviços para sua mudança. O PARAÍBA Mural de cartões para negócios com interatividade, onde o maior objetivo é criar interações entre o usuário final. ONMED Sistemas médicos incubada na UTFPR (Pato Branco). OPSOCIAL Plataforma de monitoramento de mídias sociais (Pato Branco). 87

89 PAIS NA ESCOLA Solução de comunicação entre o colégio e os pais dos alunos. PARSEINT Sistemas de gestão (Francisco Beltrão). PODE NÃO PODE É uma solução para as pessoas que possuem alergias ou restrições alimentares descobrirem novas opções saudáveis de consumo. PRIMUM Sistemas para gestão de processos (Pato Branco) 88

90 RACHA TAXI Plataforma para rachar deslocamento com táxi. RANGO Plataforma para encontrar promoções e reunir pessoas em bares, restaurantes. SCOOTER Plataforma colaborativa colaborem no treino e especialização de atletas do setor de artes marciais, especificamente da modalidade boxe. SÓ SERVIÇO A plataforma consiste em uma aplicação web e uma aplicação mobile para prestadores de serviços registrar-se, cadastrar seus serviços, áreas de atuação, dados de contatos e agenda de atendimento e as mesmas aplicações para clientes localizarem um prestador de serviços qualificado. 89

91 MAPEAMENTO TERRITÓRIO APUCARANA LONDIRNA CORNÉLIO PROCÓPIO FOCO LONDRINA APUCARANA CORNELIO PROCOPIO O mapeamento na Regional Norte tem foco nas cidades de Londrina, Apucarana e Cornélio Procópio. Na cidade de Cornélio Procópio, existe a presença da UTFPR, que inclusive tem uma incubadora. Em Apucarana existe um coworking e também uma incubadora da UTFPR. Em Londrina existe a maior concentração de atores e a maior intensidade nas ações de startups. A cidade de Londrina tem atores importantes, com atuação forte e com tendência de integração. Existem iniciativas de bastante repercussão, porém acontecendo de maneira aparentemente isolada. Percebe-se uma movimentação no sentido de aumentar a integração entre os atores. O movimento local de startup tem realizado diversas ações como meetups, e sessões de pitchs. A existência de um coworking bastante atuante aglutina as ações do movimento, o que é muito positivo. Para maior abrangência do movimento é interessante que exista também o envolvimento de outros grupos. A região tem uma vocação agrícola muito forte, tendo a sede do IAPAR (Instituto Agronômico do Paraná) na cidade de Londrina, onde são realizadas pesquisas de alto nível, e podem existir oportunidades para desenvolvimento de negócios, especificamente startups, a partir destas pesquisas. A existência de uma incubadora de porte (UEL) com gestão conectada com o ecossistema de startups é mais um elo que contribui para uma expectativa de desenvolvimento do ecossistema, juntamente com a participação ativa de algumas instituições de ensino superior. 90

92 FIRST PICTURE TERRITÓRIO APUCARANA-LONDRINA-CORNÉLIO PROCÓPIO TERRIT. APUCARANA-LONDRINA-CORNÉLIO PROCÓPIO ATORES TOTAL STARTUP Aceleradoras 0 Coworking 5 1 Entidades de apoio 6 Incubadoras 2 2 IES - Inst. Ensino Superior 26 4 Investidores (Grupos Organizados) 0 Movimentos Locais 2 Startups 20 91

93 TERRITORIO APUCARANA LONDRINA CORNÉLIO PROCÓPIO ACELERADORAS Não foi identificada nenhuma aceleradora em atividade. Existem planos de empresários locais criarem uma em breve. TERRITORIO APUCARANA LONDRINA CORNÉLIO PROCÓPIO COWORKINGS Foram identificados três espaços de coworking em Londrina, sendo que um destes (junt.us) tem atuação forte com startups, enquanto os outros dois tem atuação mais focada em locação de salas para profissionais liberais. Em Apucarana também existe um coworking em Apucarana, porém com o foco em locação de espaço. JUNT.US Teve no seu início uma parceria com a Aldeia Coworking de Curitiba, posteriormente passou a funcionar de maneira independente com o nome Junt.us. É o ponto de encontro do Startup Londrina. 92

94 CONTATO WORK - LONDRINA NOVA LONDRES - LONDRINA QUÍRON LONDRINA SOS OFFICE APUCARANA 93

95 TERRITORIO APUCARANA LONDRINA CORNÉLIO PROCÓPIO ENTIDADES DE APOIO As entidades de apoio que atuam de maneira mais visível no território, são apresentadas neste tópico. APL DE EMPRESAS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DE LONDRINA E REGIÃO O grupo que representa o APL de Software da região apoia eventos, e envolve-se diretamente nas ações de startups. CONJOVE Conselho do Jovem Empresário de Londrina. 94

96 NEJ NUCLEO DE EMRPESAS JUNIORES PREFEITURA MUNICIPAL DE LONDRINA - CODEL O Instituto de Desenvolvimento Econômico de Londrina, é vinculado à prefeitura e tem o objetivo de contribuir com o desenvolvimento da cidade. Atua nos temas de ciência e tecnologia, e é a entidade gestora do Parque Tecnológico de Londrina Francisco Sciarra. Pretende montar uma incubadora. SEBRAE/PR O Sebrae/PR tem o foco nas startups como uma de suas seis linhas estratégicas. O projeto visa tanto ações para o surgimento e desenvolvimento de startups, como atuação junto ao ecossistema para contribuir com o seu amadurecimento e fortalecimento. O gestor na Regional é o consultor Fabrício Bianchi. 95

97 SENAI O Senai de Londrina tem participado de ações de startups, ainda que de forma incipiente, existe a expectativa de que passe a atuar de maneira mais próxima em relação ao ecossistema. Possui Hotel de Projetos Inovadores. 96

98 TERRITORIO APUCARANA LONDRINA CORNÉLIO PROCÓPIO INCUBADORAS INCUBADORA UTFPR CORNELIO PROCOPIO A Incubadora de Inovações da Universidade Tecnológica (IUT) é uma incubadora de base tecnológica que tem o objetivo de apoiar as empresas nascentes de sua comunidade interna e externa. Não tem foco em startups, mas são permitidas. INTUEL A Incubadora Internacional de Empresas de Base Tecnológica da UEL (Intuel), é um dos destaques dos ecossistemas. Possui startups incubados e uma forte ligação com este ambiente. A incubadora participa do programa Centro de Referência para Apoio a Empreendimentos (CERNE). 97

99 TERRITORIO APUCARANA LONDRINA CORNÉLIO PROCÓPIO INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR (IES) De acordo com o e-mec foram identificadas quinze instituições de ensino superior em Londrina, cinco em Apucarana e seis em Cornélio Procópio. Foram observadas práticas relacionas a startups nos Campi da UTFPR de Londrina e de Cornélio Procópio, na UEL e no IFPR de Londrina. UTFPR CORNELIO PROCOPIO Campus da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, possui incubadora e realiza ações para promover startups e o empreendedorismo. Existe uma organização de alunos voltada para startups UTF STARTUP. A instituição posssui Hotel e Incubadora Tecnológicos. UTFPR APUCARANA Campus da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, iniciando atividades de Hotel Tecnológico. Ainda não contabilizado como atuando com startups. UTFPR LONDRINA O campus de Londrina da UTFPR possui uma incubadora e hotel tecnológicos; promove ações voltadas para startups e participa de outras iniciativas locais. 98

100 UEL A Universidade Estadual de Londrina, possui uma Agencia Inovação (AINTEC) que promove ações relacionadas a inovação e empreendedorismo. IFPR LONDRINA O Instituto Federal de Educação Tecnológica (IFPR) de Londrina possui um curso superior de Tecnologia em Análise de Sistemas. O Professor Gilson Jr é integrante do grupo de coordenação do Startup Londrina. 99

101 TERRITORIO APUCARANA LONDRINA CORNÉLIO PROCÓPIO GRUPOS ORGANIZADOS DE INVESTIDORES EM STARTUPS Existem investidores que atuam de maneira independente na região. Foi identificada ações de investimento do Grupo Value que tem potencial para consolidar-se como investidor em startups. 100

102 TERRITORIO APUCARANA LONDRINA CORNÉLIO PROCÓPIO MOVIMENTOS LOCAIS STARTUP LONDRINA Criado em 2013, o Startup Londrina já promoveu diversas ações. UTF STARTUP CORNELIO PROCOPIO Grupo de alunos e ex-alunos da UTFPR que tem o objetivo de promover as startups e o ecossistema da região. OUTROS ATORES 101

103 TERRITORIO APUCARANA LONDRINA CORNÉLIO PROCÓPIO STARTUPS STARTUPS ADELIVERIA Sistema de pedidos online para restaurantes incubada na Intuel. AKENGE Empresa vinculada a AINTEC. Setor elétrico. BUZZ MARKETING Marketing online. 102

104 COORA Ferramentas de publicidade web. CUKE - KIWANO App CUKE para gestão de vendas para diretas. DIGIGLASS Marketing de experiência. 103

105 DOIIM Desenvolvimento de apps. EDERON Entretenimento Trading Card Game EIDEE CUBEBEER Empresa de design, lançou recentemente projeto próprio cubebeer. 104

106 ESPORTE BASE Plataforma de conteúdo multimídia. Desenvolve e incrementa processos de gerenciamento de competições esportivas. GELEIA MOB Desenvolvedor de app. Possui diversos aplicativos publicados e disponíveis para downloads no Google Play e na AppStore. Tem atuação importante no ecossistema de Londrina. GINASIUM Sistemas de controle relacionados a academias (gestão e atividades). 105

107 HS TECHNOLOGY Soluções para área da saúde. MYSTRA TECNOLOGIA Empresa desenvolve projeto de tecnologia com preferência para negócios escaláveis. OSAKA Cerâmicas avançadas. 106

108 PLANTE AQUI Serviço web com o objetivo de armazenar e disponibilizar informações de locais disponíveis e preferíveis para o plantio de árvores. PROCESSO FÁCIL Plataforma para tradução de termos jurídico. Vai apresentar projeto para o Sebraetec para desenvolvimento. Empreendedor Charles Trannin. PROTEGE TELECARE Sistema de monitoramento integrado a distância. TELCOR Sistemas de monitoramento cardíaco 107

109 TOWERCRM CRM para imobiliárias. 108

110 MAPEAMENTO TERRITÓRIO TERRA ROXA FOCO MARINGÁ O mapeamento na Regional Noroeste tem um foco na cidade de Maringá. A cidade tem se tornado destaque no ambiente de TI, possuindo muitas empresas com certificação em qualidade de desenvolvimento de software e ter também um APL de Software bastante organizado. O tema startup não restringe-se ao ambiente de TI, tão pouco um cenário de TI desenvolvido é garantia de um ecossistema forte, porém a relação entre os temas existe. Em Maringá as empresas de software contribuem bastante com o desenvolvimento do ecossistema de startup. A realização do Startup Pirates com grande sucesso, meetups e outros eventos relacionados ao tema demonstram o interesse e a pro-atividade da comunidade em relação ao tema. Algumas empresas de maior porte, promovem inclusive o surgimento de startups em suas instalações, as spin-offs. A empresa de software DB1 possui uma aceleradora interna chamada Garagem DB1 para promover novas startups. Além das empresas, outros atores participam do ecossistema, e o surgimento de startups tem acontecido na cidade. Os atores e as startups identificados neste primeiro desenho do cenário local são apresentados a seguir. 109

111 FIRST PICTURE TERRITÓRIO TERRA ROX A TERRITÓRIO TERRA ROXA ATORES TOTAL STARTUP Aceleradoras 0 Coworking 2 1 Entidades de apoio 5 Incubadoras 1 1 IES - Inst. Ensino Superior 13 4 Investidores (Grupos Organizados) 0 Movimentos Locais 1 Startups

112 TERRITORIO TERRA ROXA ACELERADORAS Não foi identificada nenhuma aceleradora em atividade. Existem planos de empresários locais criarem uma em breve. Existe na empresa DB1 uma estrutura chamada de Garagem DB1 que acelera startups, porém como o limitado a empresas dentro da organização, neste modelo não é considerada uma aceleradora do ponto de vista deste mapeamento. 111

113 TERRITORIO TERRA ROXA COWORKINGS Foram identificados no momento dois espaços de coworking. Apenas um deles, o Espaço Office atua com o ecossistema de startups, o outro Base Office, tem um enfoque maior na locação de espaços. ESPAÇO OFFICE O Espaço Office procura atuar de maneira a promover um ambiente colaborativo típico do conceito de coworking, e favorável ao desenvolvimento de startups. Atua junto ao ecossistema local, inclusive foi um dos patrocinadores do Startup Pirates. foto: divulgação site espaço office BASE OFFICE Foco no modelo de esccritório virtual. 112

114 TERRITORIO TERRA ROXA ENTIDADES DE APOIO As entidades de apoio que tem atuado de maneira mais visível são apresentadas neste tópico. ASSESPRO/PR A Assespro/PR (Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação) apoia eventos de startups. SOFTWARE BY MARINGÁ É uma entidade de classe que congrega as empresas de Desenvolvimento de Software. Apoia eventos de startups na cidade. 113

115 APL DE EMPRESAS SOFTWARE DE MARINGÁ O grupo que representa o APL de Software da região apoia eventos de startups. SEBRAE/PR O Sebrae/PR tem o foco nas startups como uma de suas seis linhas estratégicas. O projeto visa tanto ações para o surgimento e desenvolvimento de startups como atuação junto ao ecossistema para contribuir com o seu amadurecimento e fortalecimento. A gestora na Regional é a consultora Erica Sanches. SINDI TI Sindicato das empresas de Tecnologia da Informação do Noroeste do Paraná. Apoia eventos na região. 114

116 TERRITORIO TERRA ROXA INCUBADORAS INCUBADORA TECNOLÓGICA DE MARINGA A Incubadora Tecnológica de Maringá. A Incubadora é uma Sociedade Civil sem fins lucrativos, formada através de um convênio entre entidades civis e governamentais. Parceiros: UEM; UniCesumar; Prefeitura de Maringá; Sebrae; Sindimetal; FIEP; e ACIM. Tem atuado com startups. 115

117 TERRITORIO TERRA ROXA INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR (IES) De acordo com o e-mec foram identificadas treze instituições de ensino superior em Maringá. Foram identificadas ações relacionadas a startups nas seguintes instituições. UEM Universidade Estadual de Maringá. UNICESUMAR Centro Universitário de Maringá. 116

118 FACULDADE CIDADE VERDE PUC MARINGÁ 117

119 TERRITORIO TERRA ROXA GRUPOS ORGANIZADOS DE INVESTIDORES EM STARTUPS Existem investidores, porém não foi identificado a presença de um grupo organizado com histórico de investimento em startups. TERRITORIO TERRA ROXA MOVIMENTOS LOCAIS Existe um movimento bastante atuante na região. É o Startup Maringá. STARTUP MARINGÁ 118

120 TERRITORIO TERRA ROXA STARTUPS O interesse de empresas de TI no tema, gera no território algumas spin-offs, conforme pode ser observado na lista a seguir. AIQFOME Sistema de pedidos online para restaurantes. AUXILIS - ÓTEMP Sistema de gerenciamento de eventos AVISAEU Rede de descontos. 119

121 BOLSA FINANCEIRA Portal com ferramentas próprias para análise do mercado de ações. CIRANDA.ME Rede social para negócios. Spin-off Tecnospeed CONEX Sistema de gestão com foco em qualidade. 120

122 CRMALL Sistema de informação de marketing focado em shopping center. CURINGA DA MADRUGADA E-commerce de conveniências. ENTREGA DELIVERY Sistema de pedidos online para restaurantes. 121

123 FACEDESK Sistema de suporte técnico similar ao facebook. Spin-off DB1 FREENFE Emissão gratuita de NFE GEAR CLOUD Venda de serviços cloud 122

124 GILEADE Software de gestão de igrejas GOURMET SA Sistema para gestão restaurantes. HECTUS Software de gestão pecuária. Spin-off DB1 123

125 IBIDI Sistema de leilões. Spin-off DB1 MOBLEAN IG TECH Sistema para gestão de canteiros de obras. NOTA SEGURA Ferramenta para armazenamento de documentos fiscais. Spin-off Tecnospeed 124

126 PSICONTROLE Controle de sessões para psicólogos. Spin-off Walbatroz TÁ QUENTE TÁ FRIO App para promoções. Surgiu no Startup Pirates. TECNOSPEED Componentização de software em documentos fiscais eletrônicos. 125

127 VELOCITI Marketing Digital de Conteúdo. Spin-off Tecnospeed WALBATROZ Sistemas de gestão 126

128 MAPEAMENTO TERRITÓRIO OESTE INTEGRADO FOCO: FOZ DO IGUAÇU, CASCAVEL, TOLEDO E MEDIANEIRA O mapeamento no Território Oeste Integrado tem um foco nas cidades de Cascavel, Foz do Iguaçu, Toledo e Medianeira. Percebe-se que a existência de um trabalho de inovação já bem estruturado já região, que agora inclui no seu escopo o tema startup. Devido a concentração de entidades de apoio, instituições de ensino superior e incubadoras a expectativa do desenvolvimento do ecossistema de startups é grande. Como a movimentação do ponto de vista ainda é recente, percebe-se que não existe a clareza de como se dará o desenvolvimento do ecossistema. Sob alguns aspectos a tendência é da consolidação de um ecossistema integrado entre as cidades e sob outros aspectos aparentemente o desenvolvimento tende a ser independente. Apesar da existência de uma estrutura já relativamente montada, o número de startups encontradas na região ainda não é expressivo. Espera-se que com a maior integração entre os atores, que são muitos, e já está acontecendo, as iniciativas de criação de novas startups de sucesso aconteça de maneira ampliada. 127

129 FIRST PICTURE TERRITÓRIO OESTE INTEGRADO TERRITÓRIO OESTE INTEGRADO ATORES TOTAL STARTUP Aceleradoras 1 Coworking 2 2 Entidades de apoio 7 Incubadoras 5 2 IES - Inst. Ensino Superior 35 6 Investidores (Grupos Organizados) 0 Movimentos Locais 1 Startups 7 128

130 TERRITORIO OESTE INTEGRADO ACELERADORAS Existe uma aceleradora no território que funciona em parceria com a incubadora Santos Dumont do PTI (Parque Tecnológico Itaipu. ACELERADORA START YOU UP 129

131 TERRITORIO OESTE INTEGRADO COWORKINGS Foi identificado no momento dois espaços de coworking. Um em Cascavel e outro em Foz do Iguaçu. NEX COWORKING Parceria com o Nex Coworking de Curitiba. Procura promover a integração entre os participantes. IGUASSU COWORKING Localizado em Foz do Iguaçu. Também privilegia a colaboração entre os participantes. 130

132 TERRITORIO OESTE INTEGRADO ENTIDADES DE APOIO As entidades de apoio que tem atuado de maneira mais visível são apresentadas neste tópico. ITAIPU BINACIONAL PTI (PARQUE TECNOLOGÓCIO ITAIPU) O PTI, além de suas ações internas como a incubadora e a aceleradora, também contribui com o ecossistema promovendo e apoiando as ações locais de startups. Dentro do parque ainda existem universidade e laboratórios. FUNDETEC A FUNDETEC Fundação para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico. É uma Fundação pública do Município de Cascavel, ampliada em dezembro de 1996 com a criação do Parque Tecnológico Agroindustrial do Oeste. A sede está em Cascavel, mas sua atuação, estendeu-se a toda região Oeste do Paraná. Participa do ecossistema de startup, possui uma incubadora. 131

133 ACIT A Associação Comercial e Empresarial de Toledo possui um núcleo de TI, e atua com empreendedorismo. Foi citada como ligada ao cenário de startups. ACIC NUCLEO DE INFORMATICA APLTIC A Associação Comercial e Industrial de Cascavel possui um Núcleo de Informática e relação com o APL, e participa de ações envolvendo startups. AMIC A Associação de Microempresas e Empresas de Pequeno Porte do Oeste do Paraná participa de ações para startups. 132

MAPEAMENTO DOS ECOSSISTEMAS DE STARTUPS DO PARANÁ

MAPEAMENTO DOS ECOSSISTEMAS DE STARTUPS DO PARANÁ MAPEAMENTO DOS ECOSSISTEMAS DE STARTUPS DO PARANÁ 2015 UNIDADE DE NEGOCIOS COMPETITVOS PROJETO STARTUP SEBRAE PR APRESENTAÇÃO DO PROJETO O Sebrae/PR trabalha com um planejamento estratégico de longo prazo.

Leia mais

Pé na tábua. De olho em empreendimentos com potencial de crescimento rápido e ideias inovadoras, aceleradoras ganham espaço no cenário nacional

Pé na tábua. De olho em empreendimentos com potencial de crescimento rápido e ideias inovadoras, aceleradoras ganham espaço no cenário nacional Shutterstock Pé na tábua De olho em empreendimentos com potencial de crescimento rápido e ideias inovadoras, aceleradoras ganham espaço no cenário nacional POR CAMILA AUGUSTO Já existem dezenas delas nos

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL ASSOCIAÇÃO DAS EMPRESAS BRASILEIRAS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, SOFTWARE E INTERNET ASSESPRO REGIONAL PARANÁ

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL ASSOCIAÇÃO DAS EMPRESAS BRASILEIRAS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, SOFTWARE E INTERNET ASSESPRO REGIONAL PARANÁ APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL ASSOCIAÇÃO DAS EMPRESAS BRASILEIRAS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, SOFTWARE E INTERNET ASSESPRO REGIONAL PARANÁ LUÍS MÁRIO LUCHETTA DIRETOR PRESIDENTE GESTÃO 2005/2008 HISTÓRICO

Leia mais

Edital 1/2014. Chamada contínua para incubação de empresas e projetos de base tecnológica

Edital 1/2014. Chamada contínua para incubação de empresas e projetos de base tecnológica Edital 1/2014 Chamada contínua para incubação de empresas e projetos de base tecnológica A (PoloSul.org) torna pública a presente chamada e convida os interessados para apresentar propostas de incubação

Leia mais

Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. Secretaria de Política de Informática

Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. Secretaria de Política de Informática Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação Secretaria de Política de Informática Edital MCTI/SEPIN/Start-Up Brasil No. 01/2013 Edital de Qualificação de Instituições de Apoio ao Processo de Aceleração

Leia mais

MANUAL PARA O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO INEAGRO-UFRRJ

MANUAL PARA O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO INEAGRO-UFRRJ MANUAL PARA O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO INEAGRO-UFRRJ 2009 Índice Introdução...3 O que é Base Tecnológica?...3 O que é o Programa de Incubação?...3 Para quem é o Programa de Incubação?...4 Para que serve o

Leia mais

A Feira do Empreendedor 2014 em São Paulo faz parte de um circuito de feiras que será realizado em vários estados da federação.

A Feira do Empreendedor 2014 em São Paulo faz parte de um circuito de feiras que será realizado em vários estados da federação. 1 A Feira do Empreendedor é um evento de sucesso promovido pelo SEBRAE-SP, com o objetivo de oferecer informação, conhecimento e oportunidade para empresários e futuros empreendedores. A Feira do Empreendedor

Leia mais

MACRO-OBJETIVOS DO PROGRAMA MACRO-METAS DO PROGRAMA LINHA DO TEMPO

MACRO-OBJETIVOS DO PROGRAMA MACRO-METAS DO PROGRAMA LINHA DO TEMPO MACRO-OBJETIVOS DO PROGRAMA 1- FORTALECER O SETOR DE SOFTWARE E SERVIÇOS DE TI, NA CONCEPÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE TECNOLOGIAS AVANÇADAS; 2- CRIAR EMPREGOS QUALIFICADOS NO PAÍS; 3- CRIAR E FORTALECER EMPRESAS

Leia mais

A Feira do Empreendedor 2014em São Paulo faz parte de um circuito de feiras que será realizado em vários estados da federação.

A Feira do Empreendedor 2014em São Paulo faz parte de um circuito de feiras que será realizado em vários estados da federação. 1 A Feira do Empreendedor é um evento de sucesso promovido pelo SEBRAE-SP, com o objetivo de oferecer informação, conhecimento e oportunidade para empresários e futuros empreendedores. A Feira do Empreendedor

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA PARA INCUBAÇÃO DE EMPREENDIMENTOS DA ECONOMIA CRIATIVA NO PORTO DIGITAL (CP 01/2012)

CHAMADA PÚBLICA PARA INCUBAÇÃO DE EMPREENDIMENTOS DA ECONOMIA CRIATIVA NO PORTO DIGITAL (CP 01/2012) CHAMADA PÚBLICA PARA INCUBAÇÃO DE EMPREENDIMENTOS DA ECONOMIA CRIATIVA NO PORTO DIGITAL (CP 01/2012) 1. APRESENTAÇÃO O Núcleo de Gestão do Porto Digital (NGPD), com o apoio da Secretaria de Ciência, Tecnologia

Leia mais

POR QUE SUA EMPRESA DEVE SE ASSOCIAR À AURESIDE? Filiação categoria BETA Empresas de projeto, integração e instalação

POR QUE SUA EMPRESA DEVE SE ASSOCIAR À AURESIDE? Filiação categoria BETA Empresas de projeto, integração e instalação POR QUE SUA EMPRESA DEVE SE ASSOCIAR À AURESIDE? Filiação categoria BETA Empresas de projeto, integração e instalação Representatividade A AURESIDE atua no Brasil desde o ano 2000 e tem participado de

Leia mais

Realização. Apoio. valeitech.d4uweb.com.br

Realização. Apoio. valeitech.d4uweb.com.br Realização Apoio Vale ITech APRESENTAÇÃO O Vale Itech é uma programação de eventos desenvolvido pela D4U WEB uma empresa nascente, constituída no Condomínio Empresarial de TI CETI em Engenheiro Paulo de

Leia mais

Reunião do Fórum das Entidades Empresariais de Santa Maria

Reunião do Fórum das Entidades Empresariais de Santa Maria Reunião do Fórum das Entidades Empresariais de Santa Maria Santa Maria, 15 de Outubro de 2012 Pauta: 1) Contexto da Economia Criativa no Brasil de acordo com o Plano da Secretaria da Economia Criativa

Leia mais

Regulamento da 8ª Edição do Programa Desafio Brasil

Regulamento da 8ª Edição do Programa Desafio Brasil Regulamento da 8ª Edição do Programa Desafio Brasil 1. SOBRE O PROGRAMA: Desafio Brasil é um programa de âmbito nacional voltado para capacitação de empreendedores. Tem por objetivo estimular a criação

Leia mais

Aceleração Industrial de Empresas e Educação Empreendedora: Metodologia de Trabalho Incubadora Senai Centro Internacional de Inovação

Aceleração Industrial de Empresas e Educação Empreendedora: Metodologia de Trabalho Incubadora Senai Centro Internacional de Inovação Aceleração Industrial de Empresas e Educação Empreendedora: Metodologia de Trabalho Incubadora Senai Centro Internacional de Inovação Mário Rafael Bendlin Calzavara RESUMO A Incubadora Senai Centro Internacional

Leia mais

PROGRAMAS DE APOIO E INCENTIVO AO EMPREENDEDORISMO EDITAL DE SELEÇÃO - 01/2012

PROGRAMAS DE APOIO E INCENTIVO AO EMPREENDEDORISMO EDITAL DE SELEÇÃO - 01/2012 PROGRAMAS DE APOIO E INCENTIVO AO EMPREENDEDORISMO EDITAL DE SELEÇÃO - 01/2012 Seleção para o Programa de Aceleração de Startups da Incubadora da Fumsoft A FUMSOFT torna público que se encontra aberto

Leia mais

Fluxo de Criação e Consolidação de Empreendimentos Inovadores

Fluxo de Criação e Consolidação de Empreendimentos Inovadores Fluxo de Criação e Consolidação de Empreendimentos Inovadores Oportunidade Criação da Empresa Ensino Spinoffs Pesquisa Laboratórios Startups Pré-Incubações Hotel de Projetos Incubação da Empresa Aceleradora

Leia mais

SELEÇÃO PÚBLICA INCUBADORA TECNOLÓGICA DE CAMPINA GRANDE ITCG/FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLOGICO DA PARAÍBA 01/2014

SELEÇÃO PÚBLICA INCUBADORA TECNOLÓGICA DE CAMPINA GRANDE ITCG/FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLOGICO DA PARAÍBA 01/2014 SELEÇÃO PÚBLICA INCUBADORA TECNOLÓGICA DE CAMPINA GRANDE ITCG/FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLOGICO DA PARAÍBA 01/2014 PROGRAMA DE INCUBAÇÃO DE EMPRESAS INOVADORAS 1. APRESENTAÇÃO A Fundação Parque Tecnológico da

Leia mais

{ 2 } Parque Tecnológico Capital Digital

{ 2 } Parque Tecnológico Capital Digital { 2 } Parque Tecnológico Capital Digital { 3 } 1. INTRODUÇÃO: PARQUE TECNOLÓGICO CAPITAL DIGITAL - PTCD Principal polo de desenvolvimento Científico, Tecnológico e de Inovação do Distrito Federal, o PTCD

Leia mais

Com a sua atuação pró-ativa a SUCESU trouxe diversos benefícios em prol do setor que representa no Brasil, podendo destacar:

Com a sua atuação pró-ativa a SUCESU trouxe diversos benefícios em prol do setor que representa no Brasil, podendo destacar: Introdução É grande a parcela da população das nações mais desenvolvidas do mundo que está se organizando em sociedades e associações civis que defendem interesses comuns. Essas pessoas já perceberam que

Leia mais

Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. Secretaria de Política de Informática

Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. Secretaria de Política de Informática Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação Secretaria de Política de Informática Edital MCTI/SEPIN/Start-Up Brasil No. 03/2014 Edital de Qualificação de Instituições de Apoio ao Processo de Aceleração

Leia mais

Apps de Produtividade

Apps de Produtividade Apps de Produtividade Os App s de Produtividade oferecem controle, organização e recursos para profissionalização das áreas internas e externas da empresa, proporcionando: Produtividade Controle Integração

Leia mais

Página 1 de 19 Data 04/03/2014 Hora 09:11:49 Modelo Cerne 1.1 Sensibilização e Prospecção Envolve a manutenção de um processo sistematizado e contínuo para a sensibilização da comunidade quanto ao empreendedorismo

Leia mais

REGIME: Sociedade por ações de capital fechado, economia mista e com personalidade jurídica de direito privado

REGIME: Sociedade por ações de capital fechado, economia mista e com personalidade jurídica de direito privado Autorização Legislativa - Lei nº 12.439 de 18 de outubro de 2007 Assembleia de Fundação em 14/12/2007 REGIME: Sociedade por ações de capital fechado, economia mista e com personalidade jurídica de direito

Leia mais

EDITAL PARA ADMISSÃO DE EMPREENDIMENTOS INCUBADOS. Apoio:

EDITAL PARA ADMISSÃO DE EMPREENDIMENTOS INCUBADOS. Apoio: EDITAL PARA ADMISSÃO DE EMPREENDIMENTOS INCUBADOS Apoio: Recife, 2015 Sumário 1. APRESENTAÇÃO... 3 2. OBJETIVOS... 3 3. PUBLICO ALVO... 3 4. ATORES... 3 5. ESPAÇO FÍSICO... 4 6. SERVIÇOS OFERECIDOS...

Leia mais

SELEÇÃO PÚBLICA INCUBADORA TECNOLÓGICA DE CAMPINA GRANDE ITCG/FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓOGICO DA PARAÍBA 01/2013

SELEÇÃO PÚBLICA INCUBADORA TECNOLÓGICA DE CAMPINA GRANDE ITCG/FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓOGICO DA PARAÍBA 01/2013 SELEÇÃO PÚBLICA INCUBADORA TECNOLÓGICA DE CAMPINA GRANDE ITCG/FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓOGICO DA PARAÍBA 01/2013 PROGRAMA DE INCUBAÇÃO DE EMPRESAS INOVADORAS A Diretora Geral da Fundação Parque Tecnológico

Leia mais

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE Palestra para o Conselho Regional de Administração 1 O QUE É O SEBRAE? 2 O Sebrae O Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas da Bahia

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO DE PROJETOS PARA PRÉ-ACELERAÇÃO EDITAL 02/2015 - HOTMILK

PROCESSO DE SELEÇÃO DE PROJETOS PARA PRÉ-ACELERAÇÃO EDITAL 02/2015 - HOTMILK PROCESSO DE SELEÇÃO DE PROJETOS PARA PRÉ-ACELERAÇÃO 1) - APRESENTAÇÃO EDITAL 02/2015 - HOTMILK A Aceleradora HotMilk torna pública a abertura das inscrições para seleção de projetos de empreendimentos

Leia mais

Guia definitivo de ferramentas de Planejamento para Micro Empreendedores Individuais

Guia definitivo de ferramentas de Planejamento para Micro Empreendedores Individuais Guia definitivo de ferramentas de Planejamento para Micro Empreendedores Individuais Introdução O Brasil já tem 4,7 milhões de microempreendedores individuais, segundo dados de janeiro de 2015 da Receita

Leia mais

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA. Educação que valoriza o seu tempo: presente e futuro

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA. Educação que valoriza o seu tempo: presente e futuro EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Educação que valoriza o seu tempo: presente e futuro Educação a Distância Os mesmos professores. A mesma aula. O mesmo diploma. A única diferença é a sala de aula que fica em suas

Leia mais

Plano de Negócio EON. Escola Digital

Plano de Negócio EON. Escola Digital Plano de Negócio EON Escola Digital Resumo Executivo A EON é uma startup de educação que tem como principal objetivo capacitar profissionais do mundo digital, levando conhecimento específico, relevante

Leia mais

2015 31 maio à 4 de junho Tel Aviv e Jerusalém

2015 31 maio à 4 de junho Tel Aviv e Jerusalém 2015 31 maio à 4 de junho Tel Aviv e Jerusalém UM PROGRAMA DE IMERSÃO E VIVÊNCIA NA STARTUP NATION Conheça um dos ecossistemas mais dinâmicos para o empreendedorismo de inovação e capital empreendedor

Leia mais

CONSELHO TEMÁTICO DA MICRO, PEQUENA E MÉDIA INDÚSTRIA

CONSELHO TEMÁTICO DA MICRO, PEQUENA E MÉDIA INDÚSTRIA ASSUNTOS TRATADOS Cartilha sobre produtos e serviços bancários para Micro e Pequenos Empresários Apresentação dos cases de sucesso e fracasso no setor da Construção Civil Notícias sobre o Fórum Permanente

Leia mais

CHAMADA PARA PROCESSO DE SELEÇÃO DE EMPRESAS PARA INCUBAÇÃO

CHAMADA PARA PROCESSO DE SELEÇÃO DE EMPRESAS PARA INCUBAÇÃO CHAMADA PARA PROCESSO DE SELEÇÃO DE EMPRESAS PARA INCUBAÇÃO RAIAR Incubadora Multissetorial de Empresas de Base Tecnológica e Inovação da PUCRS TECNOPUC Parque Científico e Tecnológico da PUCRS Porto Alegre,

Leia mais

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ. Campus Ponta Grossa ANDRÉ LUIS CORDEIRO DE FARIA RELATÓRIO DE ESTÁGIO

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ. Campus Ponta Grossa ANDRÉ LUIS CORDEIRO DE FARIA RELATÓRIO DE ESTÁGIO UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Campus Ponta Grossa ANDRÉ LUIS CORDEIRO DE FARIA RELATÓRIO DE ESTÁGIO Ponta Grossa 2012 ANDRÉ LUIS CORDEIRO DE FARIA RELATÓRIO DE ESTÁGIO Trabalho elaborado pelo

Leia mais

SELEÇÃO PÚBLICA INCUBADORA TECNOLÓGICA DE CAMPINA GRANDE ITCG/FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO DA PARAÍBA ECONOMIA CRIATIVA - 01/2015

SELEÇÃO PÚBLICA INCUBADORA TECNOLÓGICA DE CAMPINA GRANDE ITCG/FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO DA PARAÍBA ECONOMIA CRIATIVA - 01/2015 SELEÇÃO PÚBLICA INCUBADORA TECNOLÓGICA DE CAMPINA GRANDE ITCG/FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO DA PARAÍBA ECONOMIA CRIATIVA - 01/2015 PROGRAMA DE INCUBAÇÃO DE EMPRESAS INOVADORAS 1. APRESENTAÇÃO A Fundação

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO DE DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS DE EMPREENDEDORISMO DE IMPACTO EDITAL 2015 LIBRIA

PROCESSO DE SELEÇÃO DE DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS DE EMPREENDEDORISMO DE IMPACTO EDITAL 2015 LIBRIA 1) - APRESENTAÇÃO PROCESSO DE SELEÇÃO DE DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS DE EMPREENDEDORISMO DE IMPACTO EDITAL 2015 LIBRIA A Aceleradora Libria torna pública a abertura das inscrições para seleção de projetos

Leia mais

RÁDIO E TV TÉCNICO EM ATUAÇÃO NO MERCADO

RÁDIO E TV TÉCNICO EM ATUAÇÃO NO MERCADO O CEET - Centro Estadual de Educação Técnica Vasco Coutinho é uma Instituição de Ensino criada e mantida pelo Governo do Estado do Espírito Santo e transferido através da lei n 9.971/12, para Secretaria

Leia mais

Edição 2014 REGULAMENTO PROGRAMA DESENVOLVENDO TALENTOS 2014

Edição 2014 REGULAMENTO PROGRAMA DESENVOLVENDO TALENTOS 2014 REGULAMENTO PROGRAMA DESENVOLVENDO TALENTOS 2014 1- Das Disposições Preliminares Em Pato Branco, o NTI APL TI Sudoeste-PR é reconhecido e faz parte do SRI- Sistema Regional de Inovação. Ambos buscam disseminar

Leia mais

Gestão estratégica em finanças

Gestão estratégica em finanças Gestão estratégica em finanças Resulta Consultoria Empresarial Gestão de custos e maximização de resultados A nova realidade do mercado tem feito com que as empresas contratem serviços especializados pelo

Leia mais

X Encontro de Propriedade Intelectual e Comercialização de Tecnologia. Redes de Propriedade Intelectual no Brasil

X Encontro de Propriedade Intelectual e Comercialização de Tecnologia. Redes de Propriedade Intelectual no Brasil Rede Temática de Propriedade Intelectual, Cooperação,Negociação e Comercialização de Tecnologia X Encontro de Propriedade Intelectual e Comercialização de Tecnologia Redes de Propriedade Intelectual no

Leia mais

Outubro 2009. Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini

Outubro 2009. Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini Outubro 2009 Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini Sustentabilidade Articulação Ampliação dos limites Sistematização Elementos do Novo Modelo Incubação

Leia mais

Ana possui uma promissora. Ambiente virtual para inovar

Ana possui uma promissora. Ambiente virtual para inovar Ambiente virtual para inovar Secti lança Portal Paraense de Inovação para conectar atores estratégicos e aumentar investimento em inovação no Pará Por Igor de Souza Ana possui uma promissora empresa de

Leia mais

Histórico e Antecedentes

Histórico e Antecedentes Histórico e Antecedentes PORTO DIGITAL. PARQUE TECNOLÓGICO TIC E EC. RECIFE PE SÃO PAULO CIDADE DA INOVAÇÃO / 10ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia / 21 de outubro de 2013 1. Uma visão geral do Porto

Leia mais

CONSELHO CIENTÍFICO-ADMINISTRATIVO DA FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA E INOVAÇÃO DO ESPÍRITO SANTO RESOLUÇÃO Nº 113, DE 11 DE SETEMBRO DE 2014

CONSELHO CIENTÍFICO-ADMINISTRATIVO DA FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA E INOVAÇÃO DO ESPÍRITO SANTO RESOLUÇÃO Nº 113, DE 11 DE SETEMBRO DE 2014 CONSELHO CIENTÍFICO-ADMINISTRATIVO DA FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA E INOVAÇÃO DO ESPÍRITO SANTO RESOLUÇÃO Nº 113, DE 11 DE SETEMBRO DE 2014 Regulamenta a concessão de Auxílio para Apoio a Incubadoras

Leia mais

Regulamento do Programa RiSE/Porto Digital de Residência em Reuso de Software 2011

Regulamento do Programa RiSE/Porto Digital de Residência em Reuso de Software 2011 Regulamento do Programa RiSE/Porto Digital de Residência em Reuso de Software 2011 1. Apresentação A RiSE Reuse in Software Engineering e o Núcleo de Gestão do Porto Digital (NGPD), com o apoio do CNPq

Leia mais

O que sua escola precisa, agora bem aqui na sua mão! Responsabilidade em gestão de instituições de ensino

O que sua escola precisa, agora bem aqui na sua mão! Responsabilidade em gestão de instituições de ensino O que sua escola precisa, agora bem aqui na sua mão! Responsabilidade em gestão de instituições de ensino Escolher o Sponte Educacional é escolher inteligente Sistema web para gerenciamento de instituições

Leia mais

Universidade Anhembi Morumbi On-line. Os mesmos professores. A mesma aula. O mesmo diploma. Tudo a um clique de você.

Universidade Anhembi Morumbi On-line. Os mesmos professores. A mesma aula. O mesmo diploma. Tudo a um clique de você. Universidade Anhembi Morumbi On-line. Os mesmos professores. A mesma aula. O mesmo diploma. Tudo a um clique de você. Educação a Distância Anhembi Morumbi Agora você pode estudar em uma universidade internacional

Leia mais

FORMULÁRIO DAS AÇÕES DE EXTENSÃO

FORMULÁRIO DAS AÇÕES DE EXTENSÃO Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão Proppex Supervisão de Extensão 1. IDENTIFICAÇÃO DA ORIGEM FORMULÁRIO DAS AÇÕES DE EXTENSÃO 1.1. TÍTULO: Viagens de Estudos e Visitas Técnicas Internacionais

Leia mais

EDITAL E REGULAMENTO DE CHAMADA PÚBLICA ITFETEP

EDITAL E REGULAMENTO DE CHAMADA PÚBLICA ITFETEP SUMÁRIO OBJETIVO... 2 1. DAS PROPOSTAS... 2 2. PROCEDIMENTOS PARA INSCRIÇÃO, PARTICIPAÇÃO E SELEÇÃO DE PROPOSTAS E PROJETOS... 4 3. CRITÉRIOS PARA SELEÇÃO DE EMPREENDIMENTOS E PROJETOS... 4 4. DA CLASSIFICAÇÃO...

Leia mais

DESAFIO À INTERNACIONALIZAÇÃO DE EBT S PROJETO PILOTO

DESAFIO À INTERNACIONALIZAÇÃO DE EBT S PROJETO PILOTO Autores: Beatrice Maria Zanellato Fonseca Mayer Leandro Carioni Laercio Aniceto Silva Maria Angélica Jung Marques Maria Gorete T. S. Hoffmann Alexandre M. Steinbruch XX Seminário Nacional de Parques Tecnológicos

Leia mais

CROWDWORKING VALE DA ELETRONICA Uma iniciativa do INATEL, Telefônica e Ericsson

CROWDWORKING VALE DA ELETRONICA Uma iniciativa do INATEL, Telefônica e Ericsson CROWDWORKING VALE DA ELETRONICA Uma iniciativa do, Telefônica e Ericsson PERÍODO DE VIGÊNCIA: ABERTURA: 01/04/2016 ENCERRAMENTO: 20/05/2016 ENCERRAMENTO DO PERÍODO DE INSCRIÇÃO E ENVIO DO FORMULÁRIO NA

Leia mais

MÍDIA KIT 2016. A revista especializada em gestão de pessoas com a maior taxa de credibilidade junto a seus leitores.

MÍDIA KIT 2016. A revista especializada em gestão de pessoas com a maior taxa de credibilidade junto a seus leitores. MÍDIA KIT 2016 A revista especializada em gestão de pessoas com a maior taxa de credibilidade junto a seus leitores. PÚBLICO-ALVO Profissionais de RH, presidentes, vice-presidentes e executivos com papel

Leia mais

PROPOSTA DE PATROCÍNIO 2015

PROPOSTA DE PATROCÍNIO 2015 VII Congresso de Reestruturação e Recuperação de Empresas PROPOSTA DE PATROCÍNIO 2015 LOCAL: HOTEL RENAISSANCE - SP A TMA Brasil TMA Brasil é o capítulo brasileiro da Turnaround Management Association,

Leia mais

EDITAL PARA CHAMAMENTO DE PROJETOS DE EMPREENDIMENTOS PARA INCUBADORA TECNOLÓGICA DE EMPRESAS DE GUARULHOS

EDITAL PARA CHAMAMENTO DE PROJETOS DE EMPREENDIMENTOS PARA INCUBADORA TECNOLÓGICA DE EMPRESAS DE GUARULHOS 1 EDITAL PARA CHAMAMENTO DE PROJETOS DE EMPREENDIMENTOS PARA INCUBADORA TECNOLÓGICA DE EMPRESAS DE GUARULHOS EDITAL DE SELEÇÃO DAS EMPRESAS 02/2010 I - DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES A Agência de Desenvolvimento

Leia mais

Startup Garagem Um programa de modelagem de negócios. RAIAR Incubadora Multissetorial de Empresas de Base Tecnológica e Inovação da PUCRS

Startup Garagem Um programa de modelagem de negócios. RAIAR Incubadora Multissetorial de Empresas de Base Tecnológica e Inovação da PUCRS Startup Garagem Um programa de modelagem de negócios RAIAR e Inovação da PUCRS TECNOPUC Parque Científico e Tecnológico da PUCRS Porto Alegre, abril de 2015 1. Apresentação da Incubadora Raiar A e Inovação

Leia mais

Edital PROEX/IFRS nº 028/2015. Seleção de estudantes para participação no curso Bota pra fazer - crie seu negócio de alto impacto

Edital PROEX/IFRS nº 028/2015. Seleção de estudantes para participação no curso Bota pra fazer - crie seu negócio de alto impacto Edital PROEX/IFRS nº 028/2015 Seleção de estudantes para participação no curso Bota pra fazer - crie seu negócio de alto impacto A Pró-reitora de Extensão do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

Leia mais

Regulamento da 9ª Edição do Programa Desafio Brasil

Regulamento da 9ª Edição do Programa Desafio Brasil Regulamento da 9ª Edição do Programa Desafio Brasil 1. SOBRE O PROGRAMA: Desafio Brasil é um programa de âmbito nacional voltado para capacitação de empreendedores. Tem por objetivo estimular a criação

Leia mais

Evento seleciona ideias para reduzir desperdício de alimentos Clique aqui para ver a notícia no site

Evento seleciona ideias para reduzir desperdício de alimentos Clique aqui para ver a notícia no site COPPE/UFRJ Veículo: O Globo Online - RJ Data: 13/05/2014 Tópico: COPPE/UFRJ Página: 16:06 Evento seleciona ideias para reduzir desperdício de alimentos Clique aqui para ver a notícia no site Os 15 escolhidos

Leia mais

Regulamento Desafio Unicamp 2015

Regulamento Desafio Unicamp 2015 Regulamento Desafio Unicamp 2015 O Desafio Unicamp de inovação tecnológica é uma competição de modelos de negócio, idealizada pela Agência de Inovação Inova Unicamp, que tem como objetivo estimular a criação

Leia mais

Universidade. Estácio de Sá. Informática e Telecomunicações

Universidade. Estácio de Sá. Informática e Telecomunicações Universidade Estácio de Sá Informática e Telecomunicações A Estácio Hoje reconhecida como a maior instituição particular de ensino superior do país, a Universidade Estácio de Sá iniciou suas atividades

Leia mais

EDITAL E REGULAMENTO DE CHAMADA PÚBLICA ITFETEP

EDITAL E REGULAMENTO DE CHAMADA PÚBLICA ITFETEP SUMÁRIO OBJETIVO... 2 1. DAS PROPOSTAS... 2 2. PROCEDIMENTOS PARA INSCRIÇÃO, PARTICIPAÇÃO E SELEÇÃO DE PROPOSTAS E PROJETOS... 4 3. CRITÉRIOS PARA SELEÇÃO DE EMPREENDIMENTOS E PROJETOS... 4 4. DA CLASSIFICAÇÃO...

Leia mais

Universidade Tecnológica Federal do Paraná Pró-Reitoria Relações Empresariais e Comunitárias Agência de Inovação

Universidade Tecnológica Federal do Paraná Pró-Reitoria Relações Empresariais e Comunitárias Agência de Inovação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Pró-Reitoria Relações Empresariais e Comunitárias Agência de Inovação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Pró-Reitoria Relações Empresariais e Comunitárias

Leia mais

EDITORIAL. Grande abraço. Equipe do Programa de Desenvolvimento de Negócios Equipe da Incubadora Santos Dumont

EDITORIAL. Grande abraço. Equipe do Programa de Desenvolvimento de Negócios Equipe da Incubadora Santos Dumont EDITORIAL Desde 2006 a Incubadora Santos Dumont trabalha com foco no desenvolvimento de empresas de produtos e serviços inovadores, totalizando mais de 220 empreendimentos atendidos. A partir do segundo

Leia mais

MOVIMENTO LONDRINA CRIATIVA

MOVIMENTO LONDRINA CRIATIVA MOVIMENTO LONDRINA CRIATIVA Mostra Local de: Londrina Categoria do projeto: I Projetos em Implantação (projetos que estão em fase inicial) Nome da Instituição/Empresa: "Profissional Autonoma Abril 2009

Leia mais

Planejamento Estratégico Inova Metrópole

Planejamento Estratégico Inova Metrópole UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE UFRN INSTITUTO METRÓPOLE DIGITAL IMD INOVA METRÓPOLE Planejamento Estratégico Inova Metrópole Natal/ RN 2013 Sumário 1. Apresentação do Instituto Metrópole Digital...

Leia mais

TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET

TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET SOBRE O CURSO Com o crescimento da internet, novos hábitos de consumo e inovadoras formas de negócio surgiram. A sociedade está cada vez mais conectada, acelerando

Leia mais

PROCESSOS PODEROSOS DE NEGÓCIO. ideiaconsultoria.com.br 43 3322 2110 comercial@ideiaconsultoria.com.br

PROCESSOS PODEROSOS DE NEGÓCIO. ideiaconsultoria.com.br 43 3322 2110 comercial@ideiaconsultoria.com.br PROCESSOS PODEROSOS DE NEGÓCIO ideiaconsultoria.com.br 43 3322 2110 comercial@ideiaconsultoria.com.br POR QUE ESCREVEMOS ESTE E-BOOK? Nosso objetivo com este e-book é mostrar como a Gestão de Processos

Leia mais

EMPREENDER SÓ DEPENDE DE VOCÊ!

EMPREENDER SÓ DEPENDE DE VOCÊ! EMPREENDER SÓ DEPENDE DE VOCÊ! Programa Resumido Conteúdo 1. Objetivo... 3 2. Descrição do Projeto... 3 3. Instrutor... 4 4. Condições Comerciais... 6 5. Condições Gerais... 6 1. Objetivo O foco do projeto

Leia mais

DECRETO Nº 55.461, DE 29 DE AGOSTO DE 2014

DECRETO Nº 55.461, DE 29 DE AGOSTO DE 2014 Secretaria de Documentação Equipe de Documentação do Legislativo DECRETO Nº 55.461, DE 29 DE AGOSTO DE 2014 Institui a Política Municipal de Estímulo à Inovação e ao Desenvolvimento de Startups na Cidade

Leia mais

Como o CERNE foi construído?

Como o CERNE foi construído? Por que CERNE? O movimento brasileiro de incubadoras vem crescendo a uma taxa expressiva nos últimos dez anos, alcançando uma média superior a 25% ao ano. Atualmente, as incubadoras brasileiras apóiam

Leia mais

SAP Customer Success Story Turismo Hotel Urbano. Hotel Urbano automatiza controle financeiro e internaliza contabilidade com SAP Business One

SAP Customer Success Story Turismo Hotel Urbano. Hotel Urbano automatiza controle financeiro e internaliza contabilidade com SAP Business One Hotel Urbano automatiza controle financeiro e internaliza contabilidade com SAP Business One Geral Executiva Nome da Hotel Urbano Indústria Turismo Produtos e Serviços Comercialização online de pacotes

Leia mais

Recursos Próprios. Amigos e Familiares

Recursos Próprios. Amigos e Familiares Recursos Próprios Chamado de booststrapping, geralmente é a primeira fonte de capital utilizada pelos empreendedores. São recursos sem custos financeiros. O empreendedor tem total autonomia na tomada de

Leia mais

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Multimídia

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Multimídia Área de Comunicação Produção Multimídia Curta Duração Produção Multimídia Carreira em Produção Multimídia O curso superior de Produção Multimídia da FIAM FAAM forma profissionais preparados para o mercado

Leia mais

Programa SEBRAE SP & SUCESU-SP de Competitividade da MPE de Software e Serviços da cidade de São Paulo. Organização e Realização

Programa SEBRAE SP & SUCESU-SP de Competitividade da MPE de Software e Serviços da cidade de São Paulo. Organização e Realização Programa SEBRAE SP & SUCESU-SP de Competitividade da MPE de Software e Serviços da cidade de São Paulo Organização e Realização Perfil do Público Alvo Empresários e executivos de MPE de Software e Serviços

Leia mais

Apresentação Institucional. Metodologia com alta tecnologia para soluções sob medida

Apresentação Institucional. Metodologia com alta tecnologia para soluções sob medida Apresentação Institucional Metodologia com alta tecnologia para soluções sob medida A empresa que evolui para o seu crescimento A VCN Virtual Communication Network, é uma integradora de Soluções Convergentes

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA. MEMÓRIA: Reunião Preparatória do Comitê Temático de Inovação e Crédito GT de Tecnologia e Inovação

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA. MEMÓRIA: Reunião Preparatória do Comitê Temático de Inovação e Crédito GT de Tecnologia e Inovação PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Secretaria da Micro e Pequena Empresa Fórum Permanente de Microempresas e Empresas de Pequeno Porte MEMÓRIA: Reunião Preparatória do Comitê Temático de Inovação e Crédito GT de

Leia mais

Dados sobre a Feira do Empreendedor 2015

Dados sobre a Feira do Empreendedor 2015 Dados sobre a Feira do Empreendedor 2015 1 Feira do Empreendedor 2015 O sucesso é grande. Há pessoas que demostram o interesse em adquirir até 10 máquinas de uma só vez. Alexandre Ronconi, diretor da Hot

Leia mais

Plano de Negócio EON. Escola Digital

Plano de Negócio EON. Escola Digital Plano de Negócio EON Escola Digital Resumo Executivo A EON é uma startup de educação que tem como principal objetivo capacitar profissionais do mundo digital, levando conhecimento específico, relevante

Leia mais

Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico

Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico CUSTOMER SUCCESS STORY Abril 2014 Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico PERFIL DO CLIENTE Indústria: Mídia Companhia: Valor Econômico Funcionários:

Leia mais

PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO

PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO PR UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus Londrina Diretoria de Relações Empresariais e Comunitárias PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO

Leia mais

Inovação como Estratégia de Negócio. Filipe cassapo, Sistema FIEP Federação das Industrias do Estado do Paraná C2i Centro Internacional de Inovação

Inovação como Estratégia de Negócio. Filipe cassapo, Sistema FIEP Federação das Industrias do Estado do Paraná C2i Centro Internacional de Inovação Inovação como Estratégia de Negócio Filipe cassapo, Sistema FIEP Federação das Industrias do Estado do Paraná C2i Centro Internacional de Inovação Conteúdos Desafios da Competitividade Industrial no PR

Leia mais

*Todos os direitos reservados.

*Todos os direitos reservados. *Todos os direitos reservados. A cada ano, as grandes empresas de tecnologia criam novas ferramentas Para o novo mundo digital. Sempre temos que nos renovar para novas tecnologias, a Karmake está preparada.

Leia mais

MÍDIA KIT C O M U N I C A Ç Ã O I N T E G R A D A CONTEÚDOS INTEGRADOS EM TODOS OS CANAIS DE COMUNICAÇÃO: Redes Sociais

MÍDIA KIT C O M U N I C A Ç Ã O I N T E G R A D A CONTEÚDOS INTEGRADOS EM TODOS OS CANAIS DE COMUNICAÇÃO: Redes Sociais C O M U N I C A Ç Ã O I N T E G R A D A MÍDIA KIT 2015 CONTEÚDOS INTEGRADOS EM TODOS OS CANAIS DE COMUNICAÇÃO: Impresso Web Tablets Smartphones Apps Parceiros Estratégicos Portal da ABF Mailing Exclusivo

Leia mais

TENHA A SUA AGÊNCIA NO MERCADO DE APLICATIVOS MÓVEIS

TENHA A SUA AGÊNCIA NO MERCADO DE APLICATIVOS MÓVEIS TENHA A SUA AGÊNCIA NO MERCADO DE APLICATIVOS MÓVEIS MERCADO DE APLICATIVOS MÓVEIS POLITICA COMERCIAL E VENDAS FÁBRICA DE APLICATIVOS ÍNDICE EXPLORANDO RECURSOS COMPORTAMENTO DO USUÁRIO COMO MANTER SUA

Leia mais

Sobre o Instituto Desenvolve T.I

Sobre o Instituto Desenvolve T.I Sobre o Instituto Desenvolve T.I A empresa Desenvolve T.I foi fundada em 2008, em Maringá, inicialmente focando a sua atuação em prestação de serviços relacionados à Tecnologia da Informação e atendendo

Leia mais

Perfil. Nossa estratégia de crescimento reside na excelência operacional, na inovação, no desenvolvimento do produto e no foco no cliente.

Perfil. Nossa estratégia de crescimento reside na excelência operacional, na inovação, no desenvolvimento do produto e no foco no cliente. Institucional Perfil A ARTSOFT SISTEMAS é uma empresa Brasileira, fundada em 1986, especializada no desenvolvimento de soluções em sistemas integrados de gestão empresarial ERP, customizáveis de acordo

Leia mais

AÇÕES SOCIAIS, AMBIENTAIS E CULTURAIS

AÇÕES SOCIAIS, AMBIENTAIS E CULTURAIS AÇÕES SOCIAIS, AMBIENTAIS E CULTURAIS Relatório de Atividades 2014 Sumário 1.0 Introdução - Pág 3 2.0 Quem Somos, Estatísticas, Valores - Pág 4 3.0 Projetos 2014 - Pág 5 a 15 3.1 Novo site - Pág 5 a 12

Leia mais

As melhores oportunidades de negócios a partir de análises das novas demandas do país

As melhores oportunidades de negócios a partir de análises das novas demandas do país A nova unidade de negócios da Urban Systems Brasil APRESENTAÇÃO 5 de maio de 2009 As melhores oportunidades de negócios a partir de análises das novas demandas do país Thomaz Assumpção Marco Versiani Modelo

Leia mais

BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS

BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS SOBRE O CURSO O administrador é um profissional com um mercado vasto, pois é um generalista por natureza e pode trabalhar nas mais diversas áreas. O profissional

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO ANEXO I. PROJETO DE CURTA DURAÇÃO 1. IDENTIFICAÇÃO 1.1 Título do

Leia mais

FUMSOFT SOCIEDADE MINEIRA DE SOFTWARE PROGRAMAS DE APOIO E INCENTIVO AO EMPREENDEDORISMO ABERTO EM 10/02/2012

FUMSOFT SOCIEDADE MINEIRA DE SOFTWARE PROGRAMAS DE APOIO E INCENTIVO AO EMPREENDEDORISMO ABERTO EM 10/02/2012 FUMSOFT SOCIEDADE MINEIRA DE SOFTWARE PROGRAMAS DE APOIO E INCENTIVO AO EMPREENDEDORISMO EDITAL DE SELEÇÃO SELEÇÃO DE NOVOS EMPREENDIMENTOS E PROJETOS PARA OS PROGRAMAS DE PRÉ-INCUBAÇÃO DE PROJETOS E PROGRAMA

Leia mais

Alex Antonio Ferraresi

Alex Antonio Ferraresi Alex Antonio Ferraresi Pesquisador e Publicitário, Mestre em Administração pela PUCPR e Doutor em Administração pela FEA/USP. Professor titular do Programa de Pós-Graduação em Gestão de Cooperativas, Professor

Leia mais

Participação de pequenas empresas nos parques tecnológicos

Participação de pequenas empresas nos parques tecnológicos Participação de pequenas empresas nos parques tecnológicos Autor: Katia Melissa Bonilla Alves 1 Co-autores: Ricardo Wargas 2 e Tomas Stroke 3 1 Mestre em Economia pela Universidade do Estado do Rio de

Leia mais

II SIMPÓSIO DE PESQUISA E DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS 2014 ANAIS

II SIMPÓSIO DE PESQUISA E DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS 2014 ANAIS BUSINESS GAME UGB VERSÃO 2 Luís Cláudio Duarte Graduação em Administração de Empresas APRESENTAÇÃO (DADOS DE IDENTIFICAÇÃO) O Business Game do Centro Universitário Geraldo Di Biase (BG_UGB) é um jogo virtual

Leia mais

SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1

SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1 SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1 PROSPERE NA NOVA ECONOMIA A SPEKTRUM SUPORTA A EXECUÇÃO DA SUA ESTRATÉGIA Para as empresas que buscam crescimento

Leia mais

PARANÁ ---------------------------- GOVERNO DO ESTADO PROGRAMA FORMAÇÃO DE GESTORES PARA O TERCEIRO SETOR

PARANÁ ---------------------------- GOVERNO DO ESTADO PROGRAMA FORMAÇÃO DE GESTORES PARA O TERCEIRO SETOR PARANÁ ---------------------------- GOVERNO DO ESTADO PROGRAMA FORMAÇÃO DE GESTORES PARA O TERCEIRO SETOR CURITIBA Maio 2012 1 PROGRAMA TÍTULO: Formação de Gestores para o Terceiro Setor. JUSTIFICATIVA:

Leia mais

R E G U L A M E N T O 2016

R E G U L A M E N T O 2016 R E G U L A M E N T O 2016 www.asmaiseticasdobrasil.org.br Iniciativa e Realização www.eticanosnegocios.org.br R E G U L A M E N T O INICIATIVA E REALIZAÇÃO A iniciativa e realização desta iniciativa é

Leia mais

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Publicitária

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Publicitária Área de Comunicação Tecnologia em Produção Publicitária Curta Duração Tecnologia em Produção Publicitária CARREIRA EM PRODUÇÃO PUBLICITÁRIA Nos últimos anos, a globalização da economia e a estabilização

Leia mais

METODOLOGIA SEBRAE BAHIA PARA PÓLOS DE EMPREENDEDORISMO CULTURAL

METODOLOGIA SEBRAE BAHIA PARA PÓLOS DE EMPREENDEDORISMO CULTURAL Trabalho apresentado no III ENECULT Encontro de Estudos Multidisciplinares em Cultura, realizado entre os dias 23 a 25 de maio de 2007, na Faculdade de Comunicação/UFBa, Salvador-Bahia-Brasil. METODOLOGIA

Leia mais