Resultados de abril e do primeiro quadrimestre de ,8 mil 353,7 mil - 21,5 % 234,4 mil + 18,6 % 1,07 milhão 912,7 mil + 18,1%

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Resultados de abril e do primeiro quadrimestre de 2010. 277,8 mil 353,7 mil - 21,5 % 234,4 mil + 18,6 % 1,07 milhão 912,7 mil + 18,1%"

Transcrição

1 o 88 Resultados de abril e do primeiro quadrimestre de Produção Montados + K bril Março br / Mar bril 9 br / br 9 Janbr Janbr 9 Janbr / Janbr 9 Últimos meses Mai 9br () Mai 8br 9 () Variação % ( / ) utoveículos 9 mil 9, mil, % 5,9 mil +, %, milhão 98, mil +,%,9 milhões, milhões +,5% Licenciamento Renavan / enatran bril Março br / Mar bril 9 br / br 9 Janbr Janbr 9 Janbr / Janbr 9 Últimos meses Mai 9br () Mai 8br 9 () Variação % ( / ) 77,8 mil 5,7 mil,5 %, mil + 8, %,7 milhão 9,7 mil + 8,%, milhões,8 milhões + 7,% Máquinas grícolas utomotrizes Vendas internas no atacado Indústria oncessionárias bril Março br / Mar bril 9 br / br 9 Janbr Janbr 9 Janbr / Janbr 9 Últimos meses Mai 9br () Mai 8br 9 () Variação % ( / ), mil, mil 8,7 %,9 mil + 5,5 %,5 mil,8 mil + 5,%, mil 5, mil + 7,% utoveículos e Máquinas grícolas utomotrizes xportações em valores bril Março br / Mar bril 9 br / br 9 Janbr Janbr 9 Janbr / Janbr 9 Mai 9br () Mai 8br 9 () Variação % ( / ) Últimos meses US$ 97, milhões, bilhão 8,7 % 585, milhões + 5, %,5 bilhões, bilhões + 58,% 9,5 bilhões,9 bilhões 8,% Notas (Outras informações nas páginas seguintes. Ver notas técnicas na página.) nfavea/sinfavea iretorias Foram empossadas, a de abril, as iretorias da nfavea ssociação Nacional dos Fabricantes de Veículos utomotores e do Sinfavea Sindicato Nacional da Indústria de Tratores, aminhões, utomóveis e Veículos Similares eleitas para a gestão abril/ abril/. s diretorias tem como presidente ledorvino elini. is a seguir os diretores das entidades para o triênio : nfavea Presidente, ledorvino elini; º VicePresidente, Luiz Moan Yabiku Júnior. VicePresidentes: lberto Pescumo Filho, lexandre ernardes, lfredo Miguel Neto, ndrea Zámolyi Park, ntonio andido P. alcagnotto, ntonio Megale, ntonio Sérgio Martins Mello, ugusto attoni, arlos duardo ruz de Souza Lemos, arlos Morassutti, Hugo Zattera, Jackson Schneider, João lecrim, José arlos da Silveira Pinheiro Neto, JosefFidelis Senn, Marco Saltini, Mário Fioretti, Mauro Marcondes Machado, Ricardo astos, Rogelio Golfarb, Rogério Rezende, Silvia Regina onotto Pietta, Suely gostinho, Valentino Rizzioli. Sinfavea iretoria: efetivos Presidente, ledorvino elini; VicePresidente, Luiz Moan Yabiku Júnior, Rogelio Golfarb, JosefFidelis Senn, Jackson Schneider, Valentino Rizzioli, Rogério Rezende; suplentes ntonio Megale, ntonio andido P. alcagnotto, arlos Morassutti, José arlos da Silveira Pinheiro Neto, Marco Saltini, Ricardo astos, Rodrigo Junqueira. onselho fiscal: efetivos, Milton Rego, Ricardo astos, Mário Fioretti; suplentes, Suely gostinho, ndrea Zámolyi Park, lexandre ernardes. iretores adjuntos: lberto Pescumo Filho, lexandre ernardes, lfredo Miguel Neto, ndrea Zámolyi Park, ntonio Sérgio Martins Mello, arlos duardo ruz de Souza Lemos, Hugo Zattera, João lecrim, Mário Fioretti, Mauro Marcondes Machado, Silvia Regina onotto Pietta, Suely gostinho. elegados aos onselhos de Representantes de Federações das Indústrias: São Paulo (Fiesp): Jackson Schneider, Luiz Moan Yabiku Júnior, Rogelio Golfarb, Mauro Marcondes Machado. Paraná (Fiep): arlos Morassutti, ntonio andido P. alcagnotto, ntonio Megale, Ulisses Lyrio haves. Minas Gerais (Fiemg): dauto de Oliveira uarte, Jackson Schneider, ntonio Sérgio Martins Mello, arlos duardo ruz de Souza Lemos. Rio Grande do Sul (Fiergs): Luiz Moan Yabiku Júnior, Mário Fioretti, Hugo Zattera, lfredo Miguel Neto. elegacia Regional de Minas Gerais: dauto de Oliveira uarte, Gino Raniero ucchiari. Presidente ledorvino elini ledorvino elini, anos, assumiu em fevereiro de o cargo de presidente da Fiat utomóveis para a mérica Latina. m 5, assumiu a presidência do grupo Fiat para a mérica Latina. dministrador de empresas e pósgraduado em finanças pela USP e M pelo F/INS, em 9 elini passou também a integrar o onselho xecutivo do Fiat Group (G), a mais elevada instância mundial de comando do grupo. É diretor presidente da Fiat Finanças rasil desde 5 e presidente do onselho de dministração do anco Fidis desde janeiro de 9; membro do onselho Superior stratégico da Federação das Indústrias do stado de São Paulo (FISP) e do International dvisory oard, Fundação om abral. e 987 a 99, foi diretor de compras da Fiat utomóveis, período em que se destacam a racionalização do parque de fornecedores e a criação de uma base de fornecedores em Minas Gerais, vizinhos à fábrica de automóveis (a mineirização ), o desenvolvimento da fábrica integrada e a implantação do just in time e do kanban, com redução drástica dos estoques. partir de 99, foi diretor comercial e diretor geral da Fiat utomóveis. elini atuou também na Fiatallis (97 a 98), atual NH ase New Holand, na qual começou como supervisor de sistemas e métodos e chegou à posição de diretor de materiais, cargo que ocupou de 98 a 98. Foto: Studio erri IMPRSSO

2 Licenciamento de autoveículos novos nacionais New vehicle registration locallymanufactured Matriculación de vehículos nuevos nacionales Units / PR/ 9 PR /N PR/ PR /N / / ,8,, utomóveis / Passenger cars / utomóviles ,9 5,8, 9,8,9,7,, 5, Semileves / Semilight / Semilivianos Semipesados / Semiheavy / Semipesados ,7,,5,, 5,8,,7 5,8,8 8,9 8, 5,5 5, 5,8 8,9 9, 7, Ônibus / uses / Ómnibus y olectivos , 8,9 8, 8 9 Fonte/Source/Fuente: Renavam/enatran. 85, 58,8 7, 77,9 8,7 8,5,, 95, PR/ 9,7, 8,,,, 59,9 / 5,, UG/,,,,,7, / 5,,,, NO YR/ÑO.5,.5, 87 Licenciamento de autoveículos novos importados New vehicle registration imported Matriculación de vehículos nuevos importados Units / PR/ 9 PR /N PR/ PR /N / / , 59,9, utomóveis / Passenger cars / utomóviles ,8,,, 8, 7,7, Semileves / Semilight / Semilivianos Semipesados / Semiheavy / Semipesados , 7,,7 7, 9, 9,7 5,8 7, 75,,5 Ônibus / uses / Ómnibus y olectivos ,8 8,,,9,7 8, 5, 58, PR/,5, 9,8,,8, /,, UG/,7 7,5 7,,, 5, /, 5,7, 5,8 NO YR/ÑO 75, 88,9 9, Fonte/Source/Fuente: Renavam/enatran. nº 88 o

3 Licenciamento total de autoveículos novos New vehicle registration locallymanufactured and imported Matriculación de vehículos nuevos nacionales e importados Units / PR/ PR /N.5.85 PR/.9 PR /N 9.5 /,5 / 8,5 8, utomóveis / Passenger cars / utomóviles ,,,,7,,,8,9, Semileves / Semilight / Semilivianos Semipesados / Semiheavy / Semipesados ,9,,5,, 5,7,, 5,8,7 7, 77, 9,, 5,8 8,9 8,7,5 Ônibus / uses / Ómnibus y olectivos , 9, 8, 8 9 Fonte/Source/Fuente: Renavam/enatran. 5, 97,5,,8 99,,, 7, 5,7 PR/,, 77,8, 7, 5,, / 88, 85, UG/,8 58, 8,7 8,7 9, 9 / 77,8 5,7 9 9, NO YR/ÑO.8,.,.5,9 Participação dos autoveículos importados no licenciamento Imported vehicle share of new vehicle registration Participación de los vehículos importados en la matriculación de vehículos nuevos Porcentagem percentage / porcentaje 8 9 Fonte/Source/Fuente: Renavam/enatran.,9 9,,, 5, 8,,,, PR/,, 7,9,,5,8, /,5 5, UG/,,9,9 7, /,8 8,, 9, NO YR/ÑO, 5, 8, Licenciamento total de automóveis por motorização Vehicle registration by engine displacement locallymanufactured and imported Matriculación de automóviles por cilindrada nacionales e importados Units / PR/ 9 PR /N PR/ PR /N / / cc / cc / cc + de cc a cc / + cc to cc / + de cc a cc + de cc / from cc onwards / + de cc ,,7 8, 8,8 8, 5,, 5,,8 Participação em % Share / Participación PR/ / UG/ / NO YR/ÑO 9 cc / cc / cc + de cc a cc / + cc to cc / + de cc a cc + de cc / from cc onwards / + de cc 9, 9,,7 5,,,8 5,9,, 5,9 5,7, 5, 5,5, 5, 5,8, 55,,7, 55,7,, 5, 5,, 5,,8, 5,7 7,, 9,9 8,7,5 5,7,, cc / cc / cc + de cc a cc / + cc to cc / + de cc a cc + de cc / from cc onwards / + de cc 5, 8,, 5,5 8,,9 5,9,,9 5,9 7,8, 5, 7,, Fonte/Source/Fuente: Renavam/enatran. nº 88 o

4 Licenciamento total de automóveis e comerciais leves por combustível Vehicle registration (passenger cars and light commercials) by fuel type locallymanufactured and imported Matriculación de automóviles y comerciales livianos por combustible nacionales e importados 9 Units/ Gasolina / Gasoline / Gasolina tanol / thanol / tanol Flex fuel iesel / iesel / iesel Gasolina / Gasoline / Gasolina tanol / thanol / tanol Flex fuel iesel / iesel / iesel PR/ / UG/ / NO YR/ÑO Participação em % Share / Participación PR/ / UG/ / NO YR/ÑO 9 Gasolina / Gasoline / Gasolina tanol / thanol / tanol Flex fuel iesel / iesel / iesel 9, 8,, 8, 87,,,9 88,9, 7, 88,,,9 88,7,, 89,8,,5 89,, 89,5,, 89,, 7,8 87,,8 8, 87, 5, 9, 85,5 5, 7, 88, Gasolina / Gasoline / Gasolina tanol / thanol / tanol Flex fuel iesel / iesel / iesel 9, 85, 5, 8, 87,,7 7,7 87,9 8, 8,,8 8, 8,9,8 Fonte/Source/Fuente: Renavam/enatran. Vendas internas totais no atacado de máquinas agrícolas automotrizes omestic wholesales of agricultural machinery locallymanufactured and imported Ventas mayoristas en el mercado interno de maquinaria agrícola nacional e importada Units / PR/ 9 PR /N PR/ PR /N / / Nacionais/Locallymanufactured/Nacionales Importadas/Imported/Importadas ,7 8, 8,7 5,5, 8,9 5, 58,, Tratores de rodas / Wheel tractors / Tractores de ruedas Nacionais / Locallymanufactured / Nacionales Importados / Imported / Importados Tratores de esteiras / Tracktype tractors / Tractores con orugas Nacionais / Locallymanufactured / Nacionales Importados / Imported / Importados ultivadores motorizados / Tillers / Máquinas cultivadoras* Nacionais / Locallymanufactured / Nacionales Importados / Imported / Importados olheitadeiras / ombines / osechadoras Nacionais / Locallymanufactured / Nacionales Importados / Imported / Importados Retroescavadeiras / Loaders & ackhoes / Retroescavadoras Nacionais / Locallymanufactured / Nacionales Importados / Imported / Importados , 5,,,, 8 7, 7, 5, 5, 57,, 5,, 8,, 8, 9,7,,,, 7,9,9 5, 57,,,, 79, 59,7, 9, 9, 9,7 9, 8 9,9,, (*) mpresas não associadas à nfavea. / Other companies, nonmembers of nfavea. / Otras empresas no asociadas a la nfavea.,, 5,,,, PR/,9,,7, 5,, / 5,,8 UG/ 5, 5, 5,5 5, 5,5, /, 5,,7 5,5 NO YR/ÑO 5 55,,5 nº 88 o

5 xportações de autoveículos montados ssembled vehicle exports xportaciones de vehículos listos Units / PR/ 9 PR /N PR/ PR /N / / ,8 5,, utomóveis / Passenger cars / utomóviles ,,5 7,9,7 9, 9,5,, 85, Semileves / Semilight / Semilivianos Semipesados / Semiheavy / Semipesados ,, 7,5,5 9,, 5, 75,,5,,7 5, 7, 78, 7,9 5,, 7, Ônibus (hassi) / uses (hassis) / Ómnibus y olectivos (hasis) Rodoviário / oach / Ómnibus Urbano / ity bus / olectivos ,9 9,,,9 9, 9, 5,,9 79, 8 9 5, 7,7 5,9,9,8 9, 9,8,,5 PR/ 9, 5,7,,8,7 55,7, / 5, 5, UG/ 5,7 5, 8,,8 5, 7,7 /,,7 7,7,7 NO YR/ÑO 58, 8, 5, xportações de autoveículos desmontados (K) xports of completely knockeddown vehicles (K) xportaciones de vehículos en partes (K) Units / PR/ 9 PR /N PR/ PR /N / / ,7, 5,7 utomóveis / Passenger cars / utomóviles ,9, 7,9 7,7 8,9 5,,,9 Semileves / Semilight / Semilivianos Semipesados / Semiheavy / Semipesados , 8, 5 5,9 7, 7,,9 87,5 7,, 9, Ônibus (hassi) / uses (hassis) / Ómnibus y olectivos (hasis) Rodoviário / oach / Ómnibus Urbano / ity bus / olectivos , 85,, 7, 7, 5,,5 8 9,8,,,7 7,8,,9 8,,9 PR/ 7,9 9,,9 8,,5,9 8, /,,5 UG/,5,,8 9,7 7,,8 /, 9, 5,9, NO YR/ÑO, 7,, nº 88 o 5

6 xportações totais de autoveículos Total of vehicle exports (assembled and K) xportaciones totales (vehículos listos y K) Units / PR/ 9 PR /N PR/ PR /N / / ,,8 78, utomóveis / Passenger cars / utomóviles ,,,,,, 8, 8, 7, Semileves / Semilight / Semilivianos Semipesados / Semiheavy / Semipesados ,, 55,8,5 9,,7 8, 9, 8,7 7,, 8,9 8,, 59,9,,7 55, Ônibus (hassi) / uses (hassis) / Ómnibus y olectivos (hasis) Rodoviário / oach / Ómnibus Urbano / ity bus / olectivos ,,,, 5,,8 8,, 5,8 8 9 Units / 57,,8 8, 58,,5 5,,7,8 9, PR/.9 PR/ 7, 5, 7,,9 9, 7, 9,5 PR /N / xportações de máquinas agrícolas automotrizes xports gricultural machinery xportaciones Maquinaria agrícola, 5,9 PR/ UG/ 5, 5, , PR /N.8 8, 8,5 / / 5,5 9,8 /, 5, NO YR/ÑO 7, 75, 7,8, 9,, Tratores de rodas / Wheel tractors / Tractores de ruedas Tratores de esteiras / Tracktype tractors /Tractores con orugas ultivadores motorizados /Tillers / Máquinas cultivadoras * olheitadeiras / ombines / osechadoras Retroescavadeiras / Loaders & ackhoes / Retroescavadoras ,9 5, 7, 5,7 8,5 8, 5,, 98, 95,5 9,,.88,9 9,5,5 8 9,9,9,9 utoveículos e máquinas agrícolas automotrizes Vehicles and agricultural machinery / Vehículos y maquinaria agrícola US$ mil / US$ thousand / miles US$,,,,,8, PR/ PR/,8,8,5,7, (*) mpresas não associadas à nfavea. / Other companies, nonmembers of nfavea. / Otras empresas no asociadas a la nfavea.,, / xportações em valores xports in value xportaciones en valores,,9 UG/,,9,5, 9 PR /N PR/ PR /N ,, / / 8,7,,7 / 5,,9,7 NO YR/ÑO,,8, 58, utoveículos / Vehicles / Vehículos Máquinas agrícolas automotrizes / gricultural machinery / Maquinaria agrícola ,,, 5,9 59,8 5, US$ milhões US$ million / Millones US$ PR/ / UG/ / NO YR/ÑO 8 9.,9 7, 78,., 58, 8,7.5, 5,9.,.8, 585, 97,.,8,.88,9,9., 9,., 7,.8,5 77,., 87, 98, 88, 85,5 88,.9,9 8.7,7.5 nº 88 o

7 Produção de autoveículos montados ssembled vehicle production Producción de vehículos listos Units / PR/ 9 PR /N PR/ PR /N / / ,, 9, utomóveis / Passenger cars / utomóviles ,7 5, 7,7 9,, 5, 7,,, Semileves / Semilight / Semilivianos Semipesados / Semiheavy / Semipesados ,5, 9,,,9,8 7,,5 9, 58, 75, 8,5 7,, 5, 9,9, 99,8 Ônibus (hassi) / uses (hassis) / Ómnibus y olectivos (hasis) Rodoviário / oach / Ómnibus Urbano / ity bus / olectivos , 8, 5,8 8, 7,8 7,9 7,8 5, 8 9, 8,, 9, 9,5, 8,,,9 PR/ 8,,8 75, 7, 9, 7, / 5, 7,7 UG/ 99,5 85, 8,, 8,, / 87, 8, 9, NO YR/ÑO.5,.77,8.,8 Produção de autoveículos desmontados (K) K vehicle production Producción de vehículos en partes (K) Units / PR/ 9 PR /N PR/ PR /N / / , 5,, utomóveis / Passenger cars / utomóviles , 7,9, 8, 7,7 5, 5,,,5 Semileves / Semilight / Semilivianos Semipesados / Semiheavy / Semipesados , 5,8 5, 8,,. 7,8 9, 7,5,5 7, 8,7 Ônibus (hassi) / uses (hassis) / Ómnibus y olectivos (hasis) Rodoviário / oach / Ómnibus Urbano / ity bus / olectivos ,5 5, 59,, 9, 8, 8,9, 8 9,7,, 7,9, 5, 8,8, PR/ 7,9 9, 5, 8,,5,8 8, /,, UG/,5,, 9,7 7,, / 9, 5,8, NO YR/ÑO 5,8 7,5, nº 88 o 7

8 Produção total de autoveículos Total production of vehicles (assembled and K) Producción total de vehículos (listos y K) Units / PR/ 9 PR /N PR/ PR /N / / ,,, utomóveis / Passenger cars / utomóviles ,,7,9,7 5, 5,, 7,, Semileves / Semilight / Semilivianos Semipesados / Semiheavy / Semipesados ,,,,,,,,5, 5, 75,9 5,7 7,,7,,, 97, Ônibus (hassi) / uses (hassis) / Ómnibus y olectivos (hasis) Rodoviário / oach / Ómnibus Urbano / ity bus / olectivos ,7 5, 5,7 7,5, 8,,,, , 8,9 5,9 5,8, 5, 8, 75, 9, PR/, 5,9 9 9,7 9,5 9, 8, / 8, 8, UG/, 95,,7 7, 97, 7, / 97, 9,5 97, 5,8 NO YR/ÑO.,.85,., Produção de máquinas agrícolas automotrizes gricultural machinery production Producción de maquinaria agrícola Units / PR/ 9 PR /N PR/ PR /N / / , 9,8, Tratores de rodas / Wheel tractors / Tractores de ruedas Tratores de esteiras / Tracktype tractors /Tractores con orugas ultivadores motorizados /Tillers / Máquinas cultivadoras * olheitadeiras / ombines / osechadoras Retroescavadeiras / Loaders & ackhoes / Retroescavadoras , 9, 9,,8,, 77, 9,9,5,7, 78,, 55,7 9, 8 9 5,9,7 5,9 (*) mpresas não associadas à nfavea. / Other companies, nonmembers of nfavea. / Otras empresas no asociadas a la nfavea.,,,5, 5, 7,9 PR/ 7, 5, 7,8,5 7,, / 7, 5, UG/ 8, 5,7 8,, 8,8 7, / 7, 7, 5,, NO YR/ÑO 85,, 8, mprego mployment mpleo Pessoas Persons / Personal PR/ PR/.7 /,7 /,7 utoveículos / Vehicles / Vehículos Máquinas agrícolas automotrizes / gricultural machinery / Maquinaria agrícola ,7,8, 9,9 Milhares de pessoas Thousand persons / miles de personas PR/ / UG/ / 8 9,7 5,9,,,8,, 7,9 5,9,7 8,8,5, 7, 9,5 9, 9,,5,5,,,7,8,,9,8, 8 nº 88 o

9 utomóveis e comerciais leves por empresa Passenger cars and light commercials by company utomóviles y comerciales livianos por empresa Licenciamento total de autoveículos leves Registration of light vehicles locallymanufactured and imported Matriculación de vehículos livianos nacionales e importados Units / utomóveis Passenger cars / utomóviles PR/ PR /N PR/ PR /N /, /,,9 mpresas associadas à nfavea Member companies / mpresas asociadas ,,,9 Fiat Fiat lfa Romeo General Motors Honda Hyundai Mercedesenz Mitsubishi Nissan Peugeot itroën Peugeot itroën Renault Toyota Toyota Lexus Volkswagen Volkswagen udi ,9,9,,,8 7,, 5,,,, 5,,7,7,7,8,,5,5,8,,,, 5, 7, 7,7 5, 75,,8,8,,9 99,,, 5,, 7,, 5, 5, 8,, 8,, 7,8 7,,, 7,5,7 7, Outras empresas/other companies/otras empresas , 8,9, omerciais leves Light commercials / omerciales livianos ,,, mpresas associadas à nfavea Member companies / mpresas asociadas , 9, 5,8 grale Fiat General Motors Honda Hyundai Mercedesenz Mitsubishi Nissan Peugeot itroën Peugeot itroën Renault Toyota Volkswagen Volkswagen udi ,, 5,8,9 8,,,,7, 5, 5,9,7,8 8, 8,5 8,7,7 5, 9,8 5,,,,,9,,,,8,,,5 9,7 8,9 8 5,5,,5 8,,7 8, 5,9,7, 9,, 59,5, 8,7, 55,5 55, 9, Outras empresas/other companies/otras empresas , 9, 9, nº 88 o 9

10 aminhões e ônibus por empresa Trucks and buses by company amiones y ómnibus por empresa Vendas internas totais de autoveículos pesados no atacado omestic wholesale market locallymanufactured and imported vehicles Ventas mayoristas al mercado interno nacionales e importados aminhões Trucks / amiones Units / PR/ PR /N 5. PR/ 8.7 PR /N. /,7 / 7, 7, Semileves / SemiLight / Semilivianos mpresas associadas à nfavea/ nfavea member companies/mpresas asociadas MN (Volkswagen aminhões e Ônibus) Mercedesenz Outras empresas/other companies/otras empresas ,,9,,9, 5,7,8 5,5 7, 8, 97, 7,,,,8 9,,9 59,5 9,7 5,5,9 grale MN (Volkswagen aminhões e Ônibus) Mercedesenz ,, 7,7,,, 5,,, 5,5 5,9 9, 5, 7, 7,9, 57,9 8,8 grale MN (Volkswagen aminhões e Ônibus) Mercedesenz ,7, 7,, 9, 9, 8, 5, 55,,5,9 8,9 5, 9,5, Semipesados / SemiHeavy / Semipesados MN (Volkswagen aminhões e Ônibus) Mercedesenz Scania Volvo , 5, 7,5,, 9, 88,7 9,8, 8, 7,, 78,,5, 78, 78,7, MN (Volkswagen aminhões e Ônibus) Mercedesenz Scania Volvo , 9,9,9 7,8,9 9,5,7 5,,8 5,7 5,8, 7,8 7, 9,, 85,8 8,8 89, 8,5 7, aminhões Total / Trucks Total / amiones Total mpresas associadas à nfavea/ nfavea member companies/mpresas asociadas grale MN (Volkswagen aminhões e Ônibus) Mercedesenz Scania Volvo Outras empresas / Other companies / Otras empresas ,7,8, 8, 7,9 5,8 9,5 8,,8 7, 7,9, 5,7 9,5,8 5, 7,8 55,, 7, 7, 7,5,5 79,8 8, 7,9 8,,8,9 Ônibus (hassi) / uses (hassis) / Ómnibus y olectivos (hasis) ,7,8 5,8 grale MN (Volkswagen aminhões e Ônibus) Mercedesenz Scania Volvo ,9 8,,, 5,7,8 9,5 9, 8,8, 7,9 7,7 7, 5,9 9,5 5,8 5, nº 88 o

11 Máquinas agrícolas automotrizes por empresa gricultural machinery by company Maquinaria agrícola por empresa Units / PR/. Vendas internas totais no atacado omestic wholesale market locallymanufactured and imported vehicles Ventas mayoristas al mercado interno nacionales e importadas 9 PR /N PR/ PR /N / 8,7 / 5,5 5, Tratores de rodas / Wheel tractors / Tractores de ruedas grale ase NH John eere Massey Ferguson (GO) New Holland NH Valtra Outras mpresas / Other ompanies / Otras mpresas ,, 9,,,,8,8, 5, 9,8 5, 5,5 5,5 5,,, 5,,, 5, 5,, 8,9 9, olheitadeiras / ombines / osechadoras ase NH John eere Massey Ferguson (GO) New Holland NH Valtra , 5 59, 5,8 58, 8,, 8, 57,, 59,7 5,9 8,9, 79,,5 ultivadores motorizados () /Tillers () /Máquinas cultivadoras () ,, Tratores de esteiras () /Tracktype tractors () /Tractores con orugas () ,,, Retroescavadeiras () /Loaders & ackhoes () /Retroescavadoras ().599 9,9 9, () mpresas não associadas à nfavea. / Other companies, nonmembers of nfavea. / Otras empresas no asociadas a la nfavea. () aterpillar, New Holland NH (sucede Fiatallis NH a partir de º//5), Komatsu. () GO, ase NH, aterpillar, New Holland NH (sucede Fiatallis NH a partir de º//5).. Informações sujeitas a revisão. / Information subject to change. / Informaciones sujetas a revisión.. Os dados do último mês são preliminares. / Previous month data are estimates. / Los datos del ultimo mes son preliminares.. Os dados de produção e exportação de autoveículos em unidades (montados e K) referentes a e 5 foram revisados. / Unit data of vehicle production and exports (assembled and K) relating to and 5 were revised. / Los datos de producción y exportación de vehículos en unidades (listos y K) referentes a y 5 fuéron revisados.. s exportações em valores incluem autoveículos montados e desmontados, máquinas agrícolas automotrizes, motores e componentes das empresas associadas à nfavea. / xport data in value include assembled and knockeddown vehicles, agricultural machinery, engines and components manufactured by nfavea member companies. / Las exportaciones en valores incluyen vehículos (listos y K), maquinaría agricola, motores y auto com ponentes de las empresas asociadas a nfavea. 5. omerciais leves, PT de até,5 t. / Light commercials, GVW (gross vehicle weight) up to.5 ton. / omerciales livianos, PT hasta,5 t.. Para caminhões, a classificação é: / For trucks, the classification is as follows: / Para los camiones, la clasificación es la siguiente: Notas técnicas Technical notes / Notas técnicas arta da anfavea é uma publicação mensal da ssociação Nacional dos Fabricantes de Veículos utomotores (nfavea), v. Indianópolis, 9, São Paulo, SP, rasil, 9, telefone , fax , www. anfavea.com.br, scritório em rasília, lberto lves, gerente de representação, SHIS, Q I, 5, conjunto, casa 5, Lago Sul, istrito Federal, rasil, 75, telefone 55 9, fax 55 9, entro de ocumentação da Indústria utomobilística (edoc), vinculado à nfavea, telefone , Sérgio Sawada, assessor estatístico, inscrição no onre da ª Região sob nº 5. Projeto gráfico, layout e editoração: Ponto & Letra, telefax 55 5, Impressão: Gráfica Josemar, tel Reprodução livre, agradecese citar a fonte. istribuição gratuita. iretoria da NFV NFV oard of irectors / onsejo irectivo de NFV Presidente / President / Presidente ledorvino elini º Vicepresidente / st Vicepresident / Primer Vicepresidente Luiz Moan Yabiku Júnior Vicepresidentes / Vicepresidents / Vicepresidentes lberto Pescumo Filho lexandre ernardes lfredo Miguel Neto ndrea Zámolyi Park ntonio andido P. alcagnotto ntonio Megale ntonio Sérgio Martins Mello ugusto attoni arlos duardo ruz de Souza Lemos arlos Morassutti Hugo Zattera Jackson Schneider João lecrim José arlos da Silveira Pinheiro Neto JosefFidelis Senn Marco Saltini Mário Fioretti Mauro Marcondes Machado Ricardo astos Rogelio Golfarb Rogério Rezende Silvia Regina onotto Pietta Suely gostinho Valentino Rizzioli iretor executivo / xecutive director / irector ejecutivo Paulo Sotero Pires osta iretor de relações institucionais / Institutional relations director / irector de relaciones institucionales demar antero iretor técnico / Technical director / irector técnico urélio Santana nº 88 o

12 ssociação Nacional dos Fabricantes de Veículos utomotores Fundada em 5 de maio de 95 / Founded in 5, 95 / Fundada en 5 de mayo de 95 Nem todo acidente é um acidente xagerar na velocidade não é um acidente. escolha é sua. você dirige seu destino IKOÉ USP mpresas associadas Member companies mpresas asociadas GO do rasil omércio e Indústria Ltda. General Motors do rasil Ltda. KG stamparia, Ferramentaria, Usinagem e Montagem Ltda. Peugeot itroën do rasil utomóveis Ltda. Honda utomóveis do rasil Ltda. Komatsu do rasil Ltda. grale S.. Renault do rasil S.. aterpillar rasil Ltda. Hyundai O Montadora de Veículos S.. MN Latin merica Indústria e omércio de Veículos Ltda. Scania Latin merica Ltda. sta publicação e outras informações da indústria automobilística brasileira estão disponíveis em This publication and other information of the razilian automotive industry are available at sta publicación y otras informaciones de la industria automotriz brasileña están disponibles en NH Latin merica Ltda. Fiat utomóveis S.. International Indústria utomotiva da mérica do Sul Ltda. Latin merica Ltda. Mercedesenz do rasil Ltda. Mitsubishi MM utomotores do rasil S.. Toyota do rasil Ltda. Valtra do rasil Ltda. Volkswagen do rasil Indústria de Veículos utomotores Ltda. NFV v. Indianópolis, 9 Indianópolis 9 São Paulo SP rasil Motor ompany rasil Ltda. John eere rasil Ltda. Nissan do rasil utomóveis Ltda. Volvo do rasil Veículos Ltda.

277,8 mil 353,7 mil - 21,5 % 234,4 mil + 18,6 % 1,07 milhão 912,7 mil + 18,1% 3,30 milhões 2,81 milhões + 17,4% Notas

277,8 mil 353,7 mil - 21,5 % 234,4 mil + 18,6 % 1,07 milhão 912,7 mil + 18,1% 3,30 milhões 2,81 milhões + 17,4% Notas o 88 Resultados de abril e do primeiro quadrimestre de Produção bril Março br / Mar bril 9 br / br 9 Janbr Janbr 9 Janbr / Janbr 9 Mai 9br () Mai 8br 9 () Variação % ( / ) utoveículos Unidades 9, mil 9,

Leia mais

Vendas internas no atacado (Indústria ž Concessionárias) Setembro

Vendas internas no atacado (Indústria ž Concessionárias) Setembro Publicação mensal da ssociação Nacional dos Fabricantes de Veículos utomotores (nfavea) rasil 2 Monthly newsletter issued by ssociação Nacional dos Fabricantes de Veículos utomotores (nfavea) razil Publicación

Leia mais

Carta da. Além desse modelo a unidade localizada em Anápolis já produz o SUV Tucson e os comerciais leves HR e HD78.

Carta da. Além desse modelo a unidade localizada em Anápolis já produz o SUV Tucson e os comerciais leves HR e HD78. Carta da 2013 Setembro September Setiembre 328 Notas ix35 brasileiro A Hyundai Caoa anunciou investimento de R$ 600 milhões na ampliação da área construída mais 30 mil m² de sua unidade em Anápolis, GO.

Leia mais

Resultados de agosto e de janeiro-agosto de 2011. 327,4 mil 306,2 mil + 6,9% 312,8 mil + 4,7% 2,37 milhões 2,19 milhões + 8,0%

Resultados de agosto e de janeiro-agosto de 2011. 327,4 mil 306,2 mil + 6,9% 312,8 mil + 4,7% 2,37 milhões 2,19 milhões + 8,0% 304 Resultados de agosto e de janeiro-agosto de Produção Agosto 11 Julho 11 Ago 11 / Jul 11 Agosto 10 Ago 11 / Ago 10 Jan-Ago 11 Jan-Ago 10 Jan-Ago 11 / Jan-Ago 10 Set 10 - Ago 11 (A) Set 09 - Ago 10 (B)

Leia mais

Carta da. do continente europeu em Sete Lagoas, MG, para produção do blindado VBTP-MR, mais conhecido como Guarani. Para o desenvolvimento

Carta da. do continente europeu em Sete Lagoas, MG, para produção do blindado VBTP-MR, mais conhecido como Guarani. Para o desenvolvimento Carta da 2013 Julho July Julio 326 Notas Nova fábrica A International, marca de veículos comerciais norte-americana, está de casa nova. Mudou-se para Canoas, RS, com a construção de nova linha de montagem

Leia mais

Carta da. Resultados de novembro e de janeiro-novembro de 2013. Vendas internas no atacado Indústria» Concessionárias Unidades

Carta da. Resultados de novembro e de janeiro-novembro de 2013. Vendas internas no atacado Indústria» Concessionárias Unidades Carta da 2013 Publicação mensal da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores - ANFAVEA Brasil Monthly newsletter issued by Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores

Leia mais

Carta da. Novas fábricas

Carta da. Novas fábricas Carta da 2014 Publicação mensal da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores - ANFAVEA Brasil Monthly newsletter issued by Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores

Leia mais

Carta da. Resultados de novembro e de janeiro a novembro de 2014. Vendas internas no atacado Indústria» Concessionárias Unidades

Carta da. Resultados de novembro e de janeiro a novembro de 2014. Vendas internas no atacado Indústria» Concessionárias Unidades Carta da Notas 2014 Publicação mensal da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores - ANFAVEA Brasil Monthly newsletter issued by Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores

Leia mais

Notas. Carta da. Resultados de janeiro de 2015. www.anfavea.com.br

Notas. Carta da. Resultados de janeiro de 2015. www.anfavea.com.br Carta da Notas 2015 Nova associada A BMW é a mais nova integrante do quadro de associados da ANFAVEA, que agora conta com 31 membros. A empresa iniciou ainda em 2014 a produção de automóveis em Araquari,

Leia mais

Carta da. Resultados de março e do primeiro trimestre de 2015. Vendas internas no atacado Indústria» Concessionárias Unidades

Carta da. Resultados de março e do primeiro trimestre de 2015. Vendas internas no atacado Indústria» Concessionárias Unidades Carta da Notas 2015 650 milhões A Iveco investirá R$ 650 milhões em suas operações em Sete Lagoas, MG. Este valor será aplicado até o fim de 2016 em pesquisa e desenvolvimento, modernização dos processos

Leia mais

Indústria automobilística brasileira Brazilian automotive industry

Indústria automobilística brasileira Brazilian automotive industry Índice Index Nota ao leitor / To the reader... 10 Indústria automobilística brasileira em grandes números / Brazilian automotive industry in grand figures... 10 Diretoria da Anfavea / Anfavea board of

Leia mais

Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores

Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores ANUÁRIO DA INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA BRASILEIRA 2007 BRAZILIAN AUTOMOTIVE INDUSTRY YEARBOOK 2007 é uma publicação da / published by Associação

Leia mais

Empresas associadas à ANFAVEA ANFAVEA member companies

Empresas associadas à ANFAVEA ANFAVEA member companies AGCO do Brasil Comércio e Indústria Ltda. Agrale S.A. Caterpillar Brasil Ltda. CNH Latin America Ltda. Fiat Automóveis S.A. Ford Motor Company Brasil Ltda. General Motors do Brasil Ltda. Honda Automóveis

Leia mais

FILTROS. Filtros / Filters. Catálogo Catalogo Catalog. Vehicles: Passenger Cars & Light Trucks, Heavy Trucks, Buses & Off Highway

FILTROS. Filtros / Filters. Catálogo Catalogo Catalog. Vehicles: Passenger Cars & Light Trucks, Heavy Trucks, Buses & Off Highway FILTROS Filtros / Filters Catálogo Catalogo Catalog Vehículos: Paseo y Camionetas, Camiones, Autobuses y Vehículos Fuera de Carretera Veículos: Passeio e Pickups, Caminhões, Ônibus e Máquinas Agrícolas

Leia mais

Faturamento - 1966/2008 Revenue - 1966/2008

Faturamento - 1966/2008 Revenue - 1966/2008 1.6 Faturamento 1966/008 Revenue 1966/008 1966 1967 1968 1969 1970 1971 197 1973 1974 1975 1976 1977 1978 1979 198 AUTOVEÍCULOS VEHICLES 7.991 8.11 9.971 11.796 13.031 15.9 17.793 0.78 3.947 6.851 6.64

Leia mais

RESUMO EXECUTIVO IMPORTAÇÕES DE AUTOMÓVEIS NO BRASIL

RESUMO EXECUTIVO IMPORTAÇÕES DE AUTOMÓVEIS NO BRASIL RESUMO EXECUTIVO IMPORTAÇÕES DE AUTOMÓVEIS NO BRASIL 1. Em 2010 o Brasil importou 634,8 mil veículos. 2. Hyundai e Kia, juntas, significam 23% desse total. 3. As 4 maiores montadoras instaladas no país

Leia mais

1.10 Balança comercial - Empresas associadas à Anfavea - 1940/2007 Trade balance of Anfavea member companies - 1940/2007

1.10 Balança comercial - Empresas associadas à Anfavea - 1940/2007 Trade balance of Anfavea member companies - 1940/2007 1.10 Balança comercial Empresas associadas à Anfavea 1940/007 Trade balance of Anfavea member companies 1940/007 Milhões de US$ / US$ million AUTOVEÍCULOS VEHICLES MÁQUINAS AGRÍCOLAS AUTO MOTRIZES AGRICULTURAL

Leia mais

DISTRIBUIÇÃO REGIONAL INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA E DE AUTOPEÇAS

DISTRIBUIÇÃO REGIONAL INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA E DE AUTOPEÇAS ÁREA DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS 2 - AO2 GERÊNCIA SETORIAL DO COMPLEXO AUTOMOTIVO Data: Setembro/99 N o 26 DISTRIBUIÇÃO REGIONAL INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA E DE AUTOPEÇAS Com o recente ciclo de investimentos

Leia mais

Tabela 02 - Vendas Atacado Mercado Interno por Modelo - Importados 2005

Tabela 02 - Vendas Atacado Mercado Interno por Modelo - Importados 2005 ANFAVEA - Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores Assessoria de Planejamento Ecônomico e Estatístico Indústria Automobilística Brasileira - Empresas Associadas Tabela 02 - Vendas Atacado

Leia mais

AMORTECEDORES KIT DE AMORTECEDOR MOLAS A GÁS. Amortiguadores / Shock Absorbers. Kit de Amortiguador / Shock Absorber Repair Kit

AMORTECEDORES KIT DE AMORTECEDOR MOLAS A GÁS. Amortiguadores / Shock Absorbers. Kit de Amortiguador / Shock Absorber Repair Kit AMORTECEDORES Amortiguadores / Shock Absorbers KIT DE AMORTECEDOR Kit de Amortiguador / Shock Absorber Repair Kit MOLAS A GÁS Resortes Neumáticos / Gas Springs Lançamentos Lanzamientos New Developments

Leia mais

Relatório da Frota Circulante de 2014

Relatório da Frota Circulante de 2014 I Frota circulante total O Relatório da Frota Circulante, elaborado pelo Sindipeças com dados até 2013, apontou aumento de 5,7% na frota de autoveículos brasileira, em comparação com 2012, registrando

Leia mais

NOVO CICLO DE EXPANSÃO DA INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA NO BRASIL

NOVO CICLO DE EXPANSÃO DA INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA NO BRASIL NOVO CICLO DE EXPANSÃO DA INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA NO BRASIL Fernando Raphael Ferro de Lima* O Brasil encerrou 2010 como o sexto maior produtor de veículos do mundo, com cerca de 3,64 milhões de automóveis

Leia mais

Perspectiva da Indústria de Autopeças no contexto do Inovar-Auto

Perspectiva da Indústria de Autopeças no contexto do Inovar-Auto Perspectiva da Indústria de Autopeças no contexto do Inovar-Auto Apresentação Paulo Butori Presidente do Sindipeças Elaboração: Assessoria Econômica do Sindipeças São Paulo, novembro de 2013 Números do

Leia mais

AUTOMÓVEIS E COMERCIAIS LEVES

AUTOMÓVEIS E COMERCIAIS LEVES DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos AUTOMÓVEIS E COMERCIAIS LEVES OUTUBRO DE 2015 PRODUTOS 74% Automóveis 10% exportação 90% mercado interno 18% importação COMPLEXO AUTOMOTIVO 21% Comerciais

Leia mais

Tabela 01 - Vendas Atacado Mercado Interno por Modelo - 2010

Tabela 01 - Vendas Atacado Mercado Interno por Modelo - 2010 ANFAVEA - Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores Assessoria de Planejamento Ecônomico e Estatístico Indústria Automobilística Brasileira - Empresas Associadas Tabela 01 - Vendas Atacado

Leia mais

Cinqüentenário. Indústria Automobilística Brasiliera - 50 anos

Cinqüentenário. Indústria Automobilística Brasiliera - 50 anos Cinqüentenário 8 Indústria Automobilística Brasiliera - 50 anos A base está formada. Levou cinqüenta anos para ser construída. Mas resultou sólida, competente e de reconhecida qualidade. O momento, agora,

Leia mais

Indústria Automobilística: O Desafio da Competitividade Internacional

Indústria Automobilística: O Desafio da Competitividade Internacional Encontro Econômico Brasil-Alemanha Indústria Automobilística: O Desafio da Competitividade Internacional Jackson Schneider Presidente Anfavea Blumenau, 19 de novembro de 2007 1 Conteúdo 2 1. Representatividade

Leia mais

SETOR AUTOMOTIVO E OPORTUNIDADES PARA O NORDESTE

SETOR AUTOMOTIVO E OPORTUNIDADES PARA O NORDESTE Ano V N 0 02 Janeiro de 2011 INFORME ETENE Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste - ETENE Célula de Estudos Macroeconômicos, Industriais e de Serviços - CEIS SETOR AUTOMOTIVO E OPORTUNIDADES

Leia mais

2 A Indústria Automobilística Nacional 2.1. Breve histórico

2 A Indústria Automobilística Nacional 2.1. Breve histórico 2 A Indústria Automobilística Nacional 2.1. Breve histórico A indústria automobilística nacional nasceu com a instalação da Ford Brasil em 1919. Ela iniciou a montagem dos famosos modelos T por meio de

Leia mais

TRATORES E MÁQUINAS AGRÍCOLAS

TRATORES E MÁQUINAS AGRÍCOLAS DEPEC - Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos TRATORES E MÁQUINAS AGRÍCOLAS OUTUBRO DE 2015 1 PRODUTOS 2 Os tratores e máquinas agrícolas são movidos a diesel. São fabricados os seguintes tipos

Leia mais

Indústria Automobilística. Encontro da Indústria para a Sustentabilidade

Indústria Automobilística. Encontro da Indústria para a Sustentabilidade Indústria Automobilística INDÚSTRIA automobilística E SUSTENTABILIDADE Encontro da Indústria para a Sustentabilidade CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA CNI Robson Braga de Andrade Presidente DIRETORIA

Leia mais

ASSESSORIA DE IMPRENSA

ASSESSORIA DE IMPRENSA ASSESSORIA DE IMPRENSA Claudio Licciardi Celular: (11) 9.8258-0444 E-mail: prscc@dglnet.com.br JULHO DE 2015 VENDAS DE COTAS DE IMÓVEIS CRESCEM 40% E SISTEMA ULTRAPASSA UM MILHÃO DE ADESÕES NO PRIMEIRO

Leia mais

econômica e institucional em 15 de maio de 1956, a Anfavea, Associação Nacional dos Fabricantes

econômica e institucional em 15 de maio de 1956, a Anfavea, Associação Nacional dos Fabricantes Anfavea Ata de constituição da Anfavea, São Paulo, 15 de maio de 1956. O investimento vai para onde se pode produzir a menores custos e com promissoras perspectivas de retorno para os capitais, tecnologia

Leia mais

Automobile Industry in Brazil Oct 2013

Automobile Industry in Brazil Oct 2013 Automobile Industry in Brazil Oct 2013 Eng. Fernando Iervolino, PMT 1 Fernando.iervolino@terra.com.br Brazilian Automotive Figures - 2012 Companies 28 Industrial units 57 Vehicles production capacity 4,5

Leia mais

Sevilha Distribuidora Rolamentos & Equipamentos

Sevilha Distribuidora Rolamentos & Equipamentos Sevilha Distribuidora Rolamentos & Equipamentos Com sua sede na capital gaúcha, a Sevilha atua no mercado desde 2004 como importadora e distribuidora de rolamentos e equipamentos, representando grandes

Leia mais

indústria automobilística

indústria automobilística Investimentos Os ventos da internacionalização da economia e a necessidade de modernizar estruturas e reduzir custos levaram à reordenação da indústria. 30 indústria automobilística no Brasil elegeu o

Leia mais

Referencias Paint and Assembly Systems

Referencias Paint and Assembly Systems Referencias Paint and Assembly Systems Linha Primer Completa - São Bernardo do Campo SP 2010 PEUGEOT Expansão de Capacidade - Reforma de Secadores- Porto Real RJ 2010 PEUGEOT Expansão de Capacidade Reforma

Leia mais

PLASCAR ANUNCIA RESULTADOS EM 30 JUNHO 2015.

PLASCAR ANUNCIA RESULTADOS EM 30 JUNHO 2015. PLASCAR ANUNCIA RESULTADOS EM 30 JUNHO 2015. Cotação (30/06/15) PLAS3 - R$ 0,27 Valor de mercado em 30/06/15 (MARKET CAP BOVESPA) R$ 67 milhões Quantidade Ações Ordinárias: 249 MM Relação com Investidores

Leia mais

Brasil: Qual o tamanho do desafio da capacidade instalada automotiva nas OEM s? Julian G. Semple, Consultor Sênior CARCON Automotive

Brasil: Qual o tamanho do desafio da capacidade instalada automotiva nas OEM s? Julian G. Semple, Consultor Sênior CARCON Automotive Brasil: Qual o tamanho do desafio da capacidade instalada automotiva nas OEM s? Julian G. Semple, Consultor Sênior CARCON Automotive E a capacidade produtiva instalada? O Brasil enfrenta novamente o desafio

Leia mais

Automotivo. setores de negócios

Automotivo. setores de negócios setores de negócios Automotivo Mais de 40% das fábricas do complexo automotivo do Brasil encontram-se em São Paulo, berço da indústria automobilística nacional. As principais empresas instaladas no Estado

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer n o 06286/2005/RJ COCON/COGPI/SEAE/MF Em 21 de julho de 2005. Referência: Ofício nº 1.896/2005/SDE/GAB, de 19 de abril de 2005. Assunto:

Leia mais

1 O Problema 1.1. Introdução

1 O Problema 1.1. Introdução 1 O Problema 1.1. Introdução O mercado automobilístico nacional passou por intensas mudanças na década de 90. Desde a declaração do Presidente da República que em 1990 afirmou serem carroças os veículos

Leia mais

/ Bomba D'Agua / Water Pumps. Lanzamientos. New Developments. Páginas / Páginas / Pages. Descrição / Descrición / Description. www.nakata.com.

/ Bomba D'Agua / Water Pumps. Lanzamientos. New Developments. Páginas / Páginas / Pages. Descrição / Descrición / Description. www.nakata.com. Lançamentos / Bomba DÁgua Lanzamientos New Developments / Bomba D'Agua / Water Pumps Descrição / Descrición / Description Páginas / Páginas / Pages 4 www.nakata.com.br Índice / Bomba D'Água Indice / Bomba

Leia mais

Assim como o salário mínimo, que passou a ser R$ 788,00 em 2015, todos os mercados tiveram adequações ao longo de 10 anos.

Assim como o salário mínimo, que passou a ser R$ 788,00 em 2015, todos os mercados tiveram adequações ao longo de 10 anos. Curiosidade automotiva Preços de automóveis x salário mínimo A JATO Dynamics do Brasil, líder em fornecimento de informações automotivas, desenvolveu uma análise que apurou o valor do salário mínimo e

Leia mais

harretes, cavalos e bondes com tração animal dominavam as ruas de São Paulo e Rio de Janeiro em 1910, quando surgiram Muitos dos agentes importadores

harretes, cavalos e bondes com tração animal dominavam as ruas de São Paulo e Rio de Janeiro em 1910, quando surgiram Muitos dos agentes importadores Concessionários O setor se expandiu a partir dos anos 50, em resposta ao início da produção automobilística no Brasil. 80 harretes, cavalos e bondes com tração animal dominavam as ruas de São Paulo e Rio

Leia mais

Sevilha Distribuidora Rolamentos & Equipamentos

Sevilha Distribuidora Rolamentos & Equipamentos Sevilha Distribuidora Rolamentos & Equipamentos No segmento de máquinas, a Sevilha foi buscar na China um fornecedor que alia tecnologia, confiabilidade e competitividade. Com sua sede na capital gaúcha,

Leia mais

Os maiores motivos para você preferir amortecedores Nakata estão no banco de trás. www. nakata. com. br 0800 707 80 22

Os maiores motivos para você preferir amortecedores Nakata estão no banco de trás. www. nakata. com. br 0800 707 80 22 www. nakata. com. br 0800 707 80 22 Os maiores motivos para você preferir amortecedores Nakata estão no banco de trás. Para a Nakata, você e sua família são muito importantes. Por isso, na hora de fabricar

Leia mais

A Indústria de Autopeças Brasileira. Elaboração: Assessoria de Economia

A Indústria de Autopeças Brasileira. Elaboração: Assessoria de Economia A Indústria de Autopeças Brasileira Elaboração: Assessoria de Economia São Paulo, maio de 2012 Números da indústria de autopeças Associadas Parque industrial Qualidade 494 empresas 749 unidades industriais

Leia mais

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z luminação de alta performance lfa romeo io 75 85> 4 4 3 4 21 3 5 21 21 21 5 - - 90 85-87 4 4 2 5 21 3 5 21 21 21 5 - - 145 146 94-97 4 4 3 5 21 5 21/5 21/5 21/5 21 5 - - 145 146 97-99 1 1 1 5 21 5 21/5

Leia mais

Associações de Marca filiadas à Fenabrave

Associações de Marca filiadas à Fenabrave Associações de Marca filiadas à Fenabrave AUTOS E COMERCIAIS LEVES ABBM Assoc. Bras. dos Concessionários BMW ABCN Assoc. Bras. dos Concessionários Nissan ABRAC Assoc. Bras. dos Concessionários Chevrolet

Leia mais

BOLETIM SETOR METALÚRGICO / número nº 2 / novembro 2015

BOLETIM SETOR METALÚRGICO / número nº 2 / novembro 2015 A economia brasileira encontra-se em dificuldade, com a maioria dos indicadores apresentando trajetória de queda, principalmente os dados relacionados à atividade industrial. O PIB (Produto Interno Bruto)

Leia mais

RESUMO MENSAL MARÇO/2012

RESUMO MENSAL MARÇO/2012 RESUMO MENSAL MARÇO/2012 Para maiores informações consulte www.fenabrave.org.br ou www.tela.com.br -1- EMPLACAMENTO AUTOMÓVEIS E COMERCIAIS LEVES MARÇO 2012 Para maiores informações consulte www.fenabrave.org.br

Leia mais

Workshop 2 Changes in Automotive Industry: New Markets Different Technologies?

Workshop 2 Changes in Automotive Industry: New Markets Different Technologies? Organization: Cooperation: Workshop 2 Changes in Automotive Industry: New Markets Different Technologies? Volkswagen do Brasil Cologne, August 25 th, 2008 Volkswagen do Brasil Present in Brazil since 1953

Leia mais

/ Columna de Dirección / Steering Column. Lanzamientos. New Developments. Codigo / Part Number - Newsletter. Descrição / Descrición / Description

/ Columna de Dirección / Steering Column. Lanzamientos. New Developments. Codigo / Part Number - Newsletter. Descrição / Descrición / Description Lançamentos / Coluna de Direção Lanzamientos New Developments / Columna de Dirección / Steering Column Descrição / Descrición / Description Codigo / Part Number - Newsletter 2106-1112/02 Coluna de Direção

Leia mais

FENABRAVE. Parceria FENABRAVE e NADA

FENABRAVE. Parceria FENABRAVE e NADA XVIII Congresso FENABRAVE Parceria FENABRAVE e NADA Missão da NADA Promover e Defender os interesses das concessionárias Apoiar nossos membros perante o governo, as fábricas e o público. Assistir nossos

Leia mais

Brasil é o maior fabricante

Brasil é o maior fabricante Produtos No Brasil a fabricação artesanal do primeiro ônibus é atribuída aos imigrantes italianos e irmãos Luiz e Fortunato Grassi. Em 1904 eles fabricavam carruagens em São Paulo e em 1911 encarroçaram

Leia mais

indústria automobilística nasceu com o caminhão.

indústria automobilística nasceu com o caminhão. Produtos O País gastava US$ 166,1 milhões importando veículos, mais do que era gasto com trigo e petróleo. 136 indústria automobilística brasileira nasceu com o caminhão. De 1957, quando a indústria foi

Leia mais

CRESCIMENTO DA INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA E DE AUTOPEÇAS NO BRASIL NOS ÚLTIMOS 10 ANOS

CRESCIMENTO DA INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA E DE AUTOPEÇAS NO BRASIL NOS ÚLTIMOS 10 ANOS CRESCIMENTO DA INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA E DE AUTOPEÇAS NO BRASIL NOS ÚLTIMOS 10 ANOS Iervolino, Fernando 1 RESUMO Nos últimos dez anos a indústria automobilística no Brasil passou por um período de forte

Leia mais

T&M Digitalizações Reproduzindo e Aprimorando.

T&M Digitalizações Reproduzindo e Aprimorando. A T&M Digitalizações atua a mais de 6 anos no mercado, aliando tecnologia e agilidade, para contribuir com a qualidade dos produtos e precisão do processo de fabricação de seus clientes. Situada em Caxias

Leia mais

Ranking de Veículos em Emissões de CO2 por km rodado

Ranking de Veículos em Emissões de CO2 por km rodado 0 2012 Ranking de Veículos em Emissões de CO2 por km rodado Índice 1 1. Apresentação 2 1.1. Metodologia 2 2. Resultados 3 3. No Caminho da Sustentabilidade 5 3.1. Mercado Modelo 5 3.2. Iniciativas no Brasil

Leia mais

PROCEDIMENTOS BÁSICOS PARA HOMOLOGAÇÃO DE VANs NA INDÚSTRIA AUTOMOTIVA BRASILEIRA

PROCEDIMENTOS BÁSICOS PARA HOMOLOGAÇÃO DE VANs NA INDÚSTRIA AUTOMOTIVA BRASILEIRA PROCEDIMENTOS BÁSICOS PARA HOMOLOGAÇÃO DE VANs NA INDÚSTRIA AUTOMOTIVA BRASILEIRA Documento elaborado em conjunto pelo Grupo de Trabalho da Subcomissão de Novas Tecnologias da ANFAVEA e. Contando com o

Leia mais

Informativo do ODI/Paraná - Setor Automotivo

Informativo do ODI/Paraná - Setor Automotivo De: Carla Fontana Enviada em: sexta-feira, 13 de novembro de 2009 16:02 Assunto: Informativo do ODI/Paraná - Setor Automotivo - 13 de Novembro de 2009. Caros! Segue Informativo ODI/Paraná Setor Automotivo.

Leia mais

816.5001-0 816.5002-0 816.5003-0 816.5004-0 816.5005-0

816.5001-0 816.5002-0 816.5003-0 816.5004-0 816.5005-0 Catálogo de Componentes de Freio 2013 816.5001-0 Peça: Câmara pneumática 12 Número Original: A 007 420 25 18 Referência Similar: Wabco 423 103 100 0 Veículos: Mercedes-Benz 1113 / 1114 / 1214 / 1218 /

Leia mais

CLPQ - ANCP AQ-2010VAM

CLPQ - ANCP AQ-2010VAM AGÊNCIA NACIONAL DE COMPRAS PÚBLICAS, E.P.E. Concurso limitado por prévia qualificação para a celebração de acordo quadro para o fornecimento de veículos automóveis e motociclos e aluguer operacional de

Leia mais

INDÚSTRIA BRASILEIRA CATÁLOGO. Bobinas de campo para motores de partida, geradores e empilhadeiras elétricas.

INDÚSTRIA BRASILEIRA CATÁLOGO. Bobinas de campo para motores de partida, geradores e empilhadeiras elétricas. INDÚSTRIA BRASILEIRA CATÁLOGO Bobinas de campo para motores de partida, geradores e empilhadeiras elétricas. ÍNDICE Linha BOSCH Linha WAPSA Linha BOSCH DIESEL Linha MAGNETI MARELLI Linha ISKRA Linha DELCO

Leia mais

Mudança tecnológica na indústria automotiva

Mudança tecnológica na indústria automotiva ESTUDOS E PESQUISAS Nº 380 Mudança tecnológica na indústria automotiva Dyogo Oliveira * Fórum Especial 2010 Manifesto por um Brasil Desenvolvido (Fórum Nacional) Como Tornar o Brasil um País Desenvolvido,

Leia mais

Os custos de propriedade dos automóveis são cada vez mais relevantes para os proprietários de veículos no Brasil

Os custos de propriedade dos automóveis são cada vez mais relevantes para os proprietários de veículos no Brasil J.D. Power do Brasil informa: Toyota é eleita a empresa de maior satisfação entre os proprietários de veículos pelo segundo ano consecutivo; dois modelos da Chevrolet, um da Fiat, Kia e Nissam recebem

Leia mais

AVALIAÇÃO E QUALIFICAÇÃO DE FORNECEDORES NA INDÚS- TRIA AUTOMOTIVA: DA ISO9001 PARA ALÉM

AVALIAÇÃO E QUALIFICAÇÃO DE FORNECEDORES NA INDÚS- TRIA AUTOMOTIVA: DA ISO9001 PARA ALÉM AVALIAÇÃO E QUALIFICAÇÃO DE FORNECEDORES NA INDÚS- TRIA AUTOMOTIVA: DA ISO9001 PARA ALÉM Mateus Faria Mais Faculdade de Engenharia de Produção Centro de Ciências Eatas, Ambientais e de Tecnologia mateusfama@gmail.com

Leia mais

Título do Trabalho. Ambiente Macroeconômico e Evolução dos Mercados de Produtos Estampados de Chapas Metálicas

Título do Trabalho. Ambiente Macroeconômico e Evolução dos Mercados de Produtos Estampados de Chapas Metálicas Título do Trabalho Ambiente Macroeconômico e Evolução dos Mercados de Produtos Estampados de Chapas Metálicas Autores: Antonio Carlos de Oliveira, Eng. Dr. Professor Pleno e Diretor e da Faculdade de Tecnologia

Leia mais

TABELA DE PLANOS DE CONSÓRCIOS PLANO - SICOOB B TABELA VÁLIDA SOMENTE ATÉ 06/07/2015

TABELA DE PLANOS DE CONSÓRCIOS PLANO - SICOOB B TABELA VÁLIDA SOMENTE ATÉ 06/07/2015 TABELA DE PLANOS DE CONSÓRCIOS PLANO - SICOOB B TABELA VÁLIDA SOMENTE ATÉ 06/07/2015 CONSÓRCIOS DE IMÓVEIS 904 (IM180) Prazo do 908 (IM180) Prazo do 913 (IM200) Prazo do 918 (IM150) Prazo do 922 (IM200)

Leia mais

I - Resultado mensal: 60,82%, acum. ano: 66,55% acum. 12 meses: 68,50%

I - Resultado mensal: 60,82%, acum. ano: 66,55% acum. 12 meses: 68,50% dez/12 fev/13 abr/13 jun/13 ago/13 out/13 dez/12 fev/13 abr/13 jun/13 ago/13 out/13-870 -953-919 -937-1.015-601 -623-714 -780-780 -860-266 Novembro de edição n. 28 I - Resultado mensal: 60,82%, acum. ano:

Leia mais

EXTRATO DE CONTRATO DADOS DO FORNECEDOR DADOS DA COMPRA / SERVIÇO DADOS PARA ENTREGA DADOS PARA FATURAMENTO

EXTRATO DE CONTRATO DADOS DO FORNECEDOR DADOS DA COMPRA / SERVIÇO DADOS PARA ENTREGA DADOS PARA FATURAMENTO Tipo Data Valor Total ADF Quantidade Número COMPLEMENTAR ADF 2011/1621-1 31/10/2013 R$ 281.183,56 26 Itens 2011/1621-2 DADOS DO FORNECEDOR Fornecedor: MAPFRE VERA CRUZ SEGURADORA S/A CNPJ: 61.074.175/0001-38

Leia mais

Subcomissão de EDI Informativo Envio NF-e as Montadoras

Subcomissão de EDI Informativo Envio NF-e as Montadoras Subcomissão de EDI Informativo Envio as Montadoras b2b@anfavea.com.br Informativo Envio as Montadoras Índice Grupo Responsável... 3 Histórico de Versões... 4 Observações... 5 Tabela Informativa Envio...

Leia mais

Indústria Automobilística no Brasil e no Mundo entre 2001 e 2011. Engº Fernando Iervolino

Indústria Automobilística no Brasil e no Mundo entre 2001 e 2011. Engº Fernando Iervolino Indústria Automobilística no Brasil e no Mundo entre 2001 e 2011 Engº Fernando Iervolino Fontes de Informação: ANFAVEA Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores http://www.anfavea.com.br/

Leia mais

Perspectivas, Desafios e Qualidade

Perspectivas, Desafios e Qualidade Perspectivas, Desafios e Qualidade 11. Encontro das Montadoras para a Qualidade Paulo Butori Presidente do Sindipeças e da Abipeças Sistemistas Tier 2 Tier 3 São Paulo, fevereiro novembro de de 2014 Agenda

Leia mais

O setor metalúrgico de junho a setembro de 2015

O setor metalúrgico de junho a setembro de 2015 Número 02 novembro de 2015 O setor metalúrgico de junho a setembro de 2015 A economia brasileira encontra-se em dificuldade, com a maioria dos indicadores apresentando trajetória de queda, principalmente

Leia mais

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Secretaria de Produção e Agroenergia AÇÚCAR E ÁLCOOL NO BRASIL

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Secretaria de Produção e Agroenergia AÇÚCAR E ÁLCOOL NO BRASIL Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Secretaria de Produção e Agroenergia AÇÚCAR E ÁLCOOL NO BRASIL Departamento da Cana-de-açúcar e Agroenergia MARÇO 2007 www.agricultura.gov.br daa@agricultura.gov.br

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer n o 06367/2009/RJ COGCE/SEAE/MF Referência: Ofício n 3102/2009/SDE/GAB, de 6 de maio de 2009. Em 02 de julho de 2009. Assunto: ATO DE

Leia mais

Lançamentos / Componentes de Suspensão e Direção Lanzamientos

Lançamentos / Componentes de Suspensão e Direção Lanzamientos Lançamentos / Componentes de Suspensão e Direção Lanzamientos New Developments / Partes de Suspensión y Dirección / Chassis Parts and Direction Descrição / Descrición / Description Páginas / Páginas /

Leia mais

&203/(;2$872027,92 REESTRUTURAÇÃO DA INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA NA AMÉRICA DO SUL. Angela M. Medeiros M. Santos*

&203/(;2$872027,92 REESTRUTURAÇÃO DA INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA NA AMÉRICA DO SUL. Angela M. Medeiros M. Santos* REESTRUTURAÇÃO DA INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA NA AMÉRICA DO SUL Angela M. Medeiros M. Santos* * Gerente Setorial de Indústria Automobilística e Comércio e Serviços do BNDES. &203/(;2$872027,92 Resumo Nos

Leia mais

Título do Trabalho. Perspectivas de Mercado para Produtos Estampados

Título do Trabalho. Perspectivas de Mercado para Produtos Estampados Título do Trabalho Perspectivas de Mercado para Produtos Estampados Autores: Antonio Carlos de Oliveira, Eng. Dr. Professor Pleno e Diretor e da Faculdade de Tecnologia de Sorocaba (FATEC-So) Luiz Carlos

Leia mais

A importância da eficiência energética para redução de consumo de combustíveis e emissões no transporte de cargas e passageiros

A importância da eficiência energética para redução de consumo de combustíveis e emissões no transporte de cargas e passageiros A importância da eficiência energética para redução de consumo de combustíveis e emissões no transporte de cargas e passageiros Brasíli, 05 de junho de 2013 1 Consumo Final Energético por Queima de Combustíveis

Leia mais

Volvo do Brasil. Volvo do Brasil

Volvo do Brasil. Volvo do Brasil Responsável pelos negócios da marcanaaméricado Sul No Brasil desde 1934 Fábrica de Curitiba: 1977 Fábrica de Pederneiras: 1975 3000 empregados Mais de 160 mil veículos vendidos Faturamento: R$ 4,7 bi (2008)

Leia mais

Terra é azul, umas das mais marcantes frases da indústria da mobilidade,

Terra é azul, umas das mais marcantes frases da indústria da mobilidade, Exportações As exportações pioneiras foram realizadas a partir de 1961, e começaram com ônibus e caminhões, que tiveram a América do Sul como destino. 44 Terra é azul, umas das mais marcantes frases da

Leia mais

Dados Pessoais. Marcelo Paulo Altmann (maltmann0@gmail.com)

Dados Pessoais. Marcelo Paulo Altmann (maltmann0@gmail.com) Dados Pessoais Nome: Marcelo Paulo Altmann (maltmann0@gmail.com) Telefones para contato: (51) 9357 1313 (51) 3472 7739 (residencial) Data de Nascimento: 15/01/1974 Endereço Residencial: Rua Porto Seguro,

Leia mais

Experiência Europeia e de demais regiões no uso de GNV. Gustavo Galiazzi ABEGÁS

Experiência Europeia e de demais regiões no uso de GNV. Gustavo Galiazzi ABEGÁS Experiência Europeia e de demais regiões no uso de GNV Gustavo Galiazzi ABEGÁS PANORAMA MUNDIAL - 2012 Domínio da Tecnologia do uso do GNV em Veículos Pesados; Utilização de várias Rotas Tecnológicas :

Leia mais

BOLETIM MENSAL. 1º Trimestre 2009

BOLETIM MENSAL. 1º Trimestre 2009 BOLETIM MENSAL 1º Trimestre 2009 Sistema Financeiro 4 - Crédito do Sistema Financeiro 5 - Carteiras de Financiamento (CDC) e Leasing Aquisição de Veículos 6 - Saldo e Recursos Liberados Financiamento CDC

Leia mais

CRE - Sistema de Controle de Requisitos Específicos. Revisão de CRE's. Data 27/5/2010 13:24:42 Página 1 de 16 Relatório frmrel011

CRE - Sistema de Controle de Requisitos Específicos. Revisão de CRE's. Data 27/5/2010 13:24:42 Página 1 de 16 Relatório frmrel011 AGRALE - AGRALE Página 1 de 16 MANUAL DO FORNECEDOR AGRALE 02 - JUNHO/2008 - FOR - FORD MOTOR COMPANY Página 2 de 16 CARTA DE ESCLARECIMENTO FOR AGOSTO 2009 C:\SUSPENSYS\BANCO DE DADOS DE CSR\MANUAL FORD

Leia mais

O BNDES como instrumento de fomento do mercado automotivo

O BNDES como instrumento de fomento do mercado automotivo O BNDES como instrumento de fomento do mercado automotivo XXI CONGRESSO FENABRAVE São Paulo, 25 de novembro de 2011 Luciano Coutinho Presidente Conjuntura econômica recente 2 Persiste a deterioração do

Leia mais

Veículo / Vehículo / Vehicle

Veículo / Vehículo / Vehicle Como usar o catálogo Como usar el catálogo How to use this catalogue Neste catálogo você encontrará todas aplicações da linha de Bombas de Combustível. Aplicação por marca e modelo: essa tabela representa

Leia mais

ANÁLISE SETORIAL DA INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA BRASILEIRA SOB A ÓTICA DO MODELO ESTRUTURA- CONDUTA-DESEMPENHO (ECD)

ANÁLISE SETORIAL DA INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA BRASILEIRA SOB A ÓTICA DO MODELO ESTRUTURA- CONDUTA-DESEMPENHO (ECD) ANÁLISE SETORIAL DA INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA BRASILEIRA SOB A ÓTICA DO MODELO ESTRUTURA- CONDUTA-DESEMPENHO (ECD) Clezia de Souza Santos (UFS) clezia.souza@gmail.com Este trabalho tem como objetivo estudar

Leia mais

1º Metade Útil Mar/04 (C)

1º Metade Útil Mar/04 (C) ANO III Nº 66 16 DE MARÇO DE 2005 2005 RESUMO DA 1 METADE(*) DE MARÇO 2005 (A) Fevereiro/05 (B) Útil Mar/04 (C) Previsão MB 1º Metade Útil Previsão MB a) Autos¹ 57.387 48.500 59.021 56.018 112.036 18,32-2,77

Leia mais

Automóveis no mercado norte-americano terão em média 179 kg de alumínio em 2015, diz estudo

Automóveis no mercado norte-americano terão em média 179 kg de alumínio em 2015, diz estudo + Entrevista: Uma questão de combustível + Produção Fábrica de componentes em alumínio fundido deve entrar em operação em 2015 + Transportes Ideais para pegar no pesado + Inovação Inédita, leve e robusta

Leia mais

LISTA REFERENCIAL DE PREÇOS DE RETÍFICA DE MOTORES SERVIÇOS AVULSOS / VALORES ANO 2015

LISTA REFERENCIAL DE PREÇOS DE RETÍFICA DE MOTORES SERVIÇOS AVULSOS / VALORES ANO 2015 LISTA REFERENCIAL DE PREÇOS DE RETÍFICA DE MOTORES SERVIÇOS AVULSOS / VALORES ANO 2015 DIESEL A B C D E F 1 e 2 cilindros: Agrale, Tobatta, Yanmar 3 cilindros: Perkins, Ford, MWM 3 cilindros Importados

Leia mais

Vendas e Mercados. Capacidade para atender à crescente demanda do mercado. Vendas Físicas por Região Geográfica (em milhares de toneladas)

Vendas e Mercados. Capacidade para atender à crescente demanda do mercado. Vendas Físicas por Região Geográfica (em milhares de toneladas) Vendas e Mercados Capacidade para atender à crescente demanda do mercado Vendas Físicas por Região Geográfica (em milhares de toneladas) BRASIL 12.144 6.587 5.141 416 2003 12.561 6.630 520 2004 CANADÁ

Leia mais

EMPRESAS BRADESCO SEGUROS, PREVIDÊNCIA E CAPITALIZAÇÃO

EMPRESAS BRADESCO SEGUROS, PREVIDÊNCIA E CAPITALIZAÇÃO L2 0 0 6 R E L AT Ó R I O A N U A EMPRESAS BRADESCO SEGUROS, PREVIDÊNCIA E CAPITALIZAÇÃO Prêmio de Seguros Participação no Mercado (em %) Mercado 74,2% Fonte: Susep e ANS Base: Nov/2006 Bradesco 25,8%

Leia mais

Toyota é a melhor classificada no ranking de satisfação com o processo de vendas de veículos novos pelo segundo ano consecutivo

Toyota é a melhor classificada no ranking de satisfação com o processo de vendas de veículos novos pelo segundo ano consecutivo J.D. Power do Brasil informa: Toyota é a melhor classificada no ranking de satisfação com o processo de vendas de veículos novos pelo segundo ano consecutivo Proporcionar uma excelente experiência ao cliente

Leia mais

ESTADO DA BAHIA PREFEITURA MUNICIPAL DE MUCUGÊ CNPJ 13.922.562/0001-34

ESTADO DA BAHIA PREFEITURA MUNICIPAL DE MUCUGÊ CNPJ 13.922.562/0001-34 CONTRATADA: LOPES E LOPES COMERCIO DE PEÇAS LTDA EPP. CNPJ Nº 08.888.715/0001-34 LOTE 01 PEÇAS AUTOMÓVEIS PEQUENOS 01 CHEVROLET 21% 02 FIAT 23% 03 FORD 23% 04 RENAULT 23% 06 WOLKSVAGEN 26% LOTE 04 SERVIÇOS

Leia mais