AVALIAÇÃO DE FONTES DE INFORMAÇÃO NA INTERNET: O CASO DO PORTAL DE TURISMO IPERNAMBUCO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "AVALIAÇÃO DE FONTES DE INFORMAÇÃO NA INTERNET: O CASO DO PORTAL DE TURISMO IPERNAMBUCO"

Transcrição

1 AVALIAÇÃO DE FONTES DE INFORMAÇÃO NA INTERNET: O CASO DO PORTAL DE TURISMO IPERNAMBUCO Guilherme Alves de Santana 1 Gimene Cunha Rodrigues 2, Alice Cristina do Sacramento 3, Murilo Artur Araújo da Silveira 4 1 Graduando em Gestão da Informação, UFPE, Recife, Pernambuco 2 Graduanda em Gestão da Informação, UFPE, Recife, Pernambuco 3 Graduanda em Gestão da Informação, UFPE, Recife, Pernambuco 4 Mestre em Ciência da Informação, PUCCAMP. Professor do DCI-UFPE, Recife, Pernambuco Resumo Avalia o portal ipernambuco como fonte de informação digital para os usuários ligados ao Turismo do Estado de Pernambuco. Conceitua os termos que orientam a condução da pesquisa e apresenta os procedimentos metodológicos adotados. Utiliza a análise documental para a obtenção dos objetivos propostos e apresenta os resultados de acordo com os critérios adotados por Tomaél et al (2004). Após a análise, percebe-se a relevância do portal como fonte de informação turística, necessitando de ajustes e atualizações para atender as necessidades de informação dos usuários do Turismo no Estado de Pernambuco. Palavras-Chave: Fontes de informação digital; Avaliação de fontes de informação digital; Portal ipernambuco. Abstract Evaluates the ipernambuco portal as a digital source of information to users related to tourism in the State of Pernambuco. Conceptualizes the term that guide the conduct of research and presents the methodological procedures adopted. Uses document analysis to obtain the proposed objectives and shows the results according to the standard used by Tomaél et al (2004). After examination, knew relevance of the portal as a source of touristic information, requiring of adjustments and updates to meet the information needs of users of Tourism in the state of Pernambuco. Keywords: Digital information source; Evaluation of digital information source; ipernambuco Portal. 1 Introdução A interdisciplinaridade do Turismo traz muitos desafios para os pesquisadores, estudantes e profissionais ligados ao campo científico por requerer informações

2 especializadas de diversos setores estranhos ao seu. Para o desenvolvimento das atividades turísticas, as informações de cunho econômico, social, ambiental, cultural, entre outras, revela sua pluralidade e demonstra a complexidade da práxis turística (LICKORISH; JENKINS, 2000). Para Cunha (2001) o pesquisador ou profissional que tem acesso às fontes de informação e sabe utilizá-las de forma correta obterá sucesso em qualquer atividade de informação. Hartness (1999) expressa que as fontes de informação funcionam como orientadores no momento da busca que o usuário atravessa, ampliando ou reduzindo sua necessidade de informação. O Portal ipernambuco, lançado em setembro de 2008 pela Secretaria Estadual de Turismo (SETUR-PE) em conjunto com o Trade Turístico de Pernambuco, tem como objetivo final fornecer informações turísticas do Estado aos usuários. Por meio do portal, os usuários podem conhecer a oferta turística de Pernambuco: os principais eventos, os meios de hospedagem, as locadoras de veículos, os passeios, os restaurantes e bares, as agências de viagens, as belezas naturais, a diversidade cultural, os destinos turísticos e os conteúdos jornalísticos que destacam o diferencial turístico e cultural das cidades de Pernambuco. Foi elaborado para estar em constante transformação, já que os empresários cadastrados e autorizados podem alimentar o site com textos, imagens e novas informações relevantes para a atividade turística do Estado (FUNDARPE, 2010; PERNAMBUCO, 2010). Por reunir informações atualizadas dos diversos segmentos conectados ao Turismo de Pernambuco, sob a responsabilidade do Governo do Estado e dos empresários do setor, o Portal é o objeto de análise deste trabalho. Busca-se avaliar o portal ipernambuco na ótica da Ciência da Informação para verificação de sua condição como fonte de informação digital para os usuários ligados ao Turismo do Estado de Pernambuco. A avaliação se justifica diante do grande esforço empreendido pelos setores público e privado para a criação e disponibilização de uma fonte de informação digital para a tomada de decisão de usuários reais e potenciais. Tal iniciativa gerou

3 custos financeiros e humanos, demandando atividades criteriosas de coleta, análise e síntese de informações de diversos segmentos. Assim, a presente pesquisa busca evidenciar a contribuição do Portal enquanto fonte de informação, assim como seus acertos e erros diante dos referenciais estabelecidos pela Ciência da Informação. Antes de apresentar os resultados da avaliação do Portal, o estudo discutirá o tema fontes de informação, em especial as digitais, e os critérios de avaliação dos recursos disponibilizados na Internet. Em seguida, será mostrado os procedimentos metodológicos e as etapas da pesquisa, baseando-se nos parâmetros estabelecidos por Tomaél et al (2004). E logo após os resultados obtidos, são apresentadas as considerações e recomendações oriundas do percurso de pesquisa. 2 Revisão de Literatura A globalização trouxe consigo o aumento da competitividade em todos os setores no mundo, e induziu um amplo desenvolvimento das Tecnologias da Informação, que por sua vez agiram como agentes para o surgimento, cada vez mais rápido e imensurável de fontes de informação disponíveis na rede mundial de computadores (Internet) (SALES; ALMEIDA, 2007). Entende-se como fonte de informação qualquer indicação ou registro que fornece uma informação para responder uma pergunta e/ou preencher uma necessidade de um usuário (HARTNESS, 1999). Como registro de conhecimento, as fontes apresentam elementos fundamentais que garantem sua confiabilidade: autoria e colaborações no campo da criação; avaliação por pares, organização das idéias, abordagem da temática e atualização em referência ao conteúdo informacional; e apresentação do projeto editorial (fontes, capas, tamanho e formato do papel, imagens, etc.) no quesito forma (CUNHA, 2001; TOMAÉL et al, 2004). Exprime-se então que o criador, a criação e a apresentação garantem a eficácia das fontes de informação na redução das incertezas dos usuários. As fontes de informações digitais não gozam de prestígio como as impressas,

4 por conta de sua efemeridade e atualidade. Aliado a isto, Silva e Tomaél (2004) colocam que a recuperação das fontes na Internet é morosa e sem qualidade; o tratamento e uso são diferenciados e realizados por diversas pessoas; e os custos de criação e disponibilização são altos. Assim, torna-se cada vez mais imperativo a realização de análises das fontes disponíveis em meio eletrônico. No rol das fontes de informação digitais encontram-se os portais que buscam ser a porta de entrada para os usuários da informação (DIAS, 2001). Para Almeida (2004), os portais não buscam somente ser a primeira opção de informação dos usuários, mas também ser a referência de produtos e serviços de informação. O autor ainda afirma que os portais possuem valor comercial e que as definições e classificações ainda estão em construção devido às infinidades de recursos que são implementados. Como proposta Almeida (2004, p. 64) conceitual o portal é um mega site que dispõe um conjunto de serviços, em especial bate-papo, jornal, pesquisa online, assessoria, webmail, acesso à Internet, comércio eletrônico e intermediação entre pessoas e entre interesses. Os portais podem ser categorizados em horizontais e verticais: os horizontais não enfocam um tema ou interesse em comum; os verticiais elegem um tema ou interesse em específico, buscando a segmentação dos usuários (ALMEIDA, 2004). Os portais verticais também são conhecidos como vortais, fusão dos termos portal e vertical, com a finalidade de expressar melhor suas características, diferenciando-os da outra categoria (DIAS, 2001). Por se constituir como fontes de informação digitais confiáveis, como aponta Almeida (2004), os portais necessitam de avaliação. A afirmação se baseia na condição de que a criação de uma fonte digital não é assegurada num ambiente em que a produção e disseminação de conteúdos informacionais é realizada por qualquer usuário da web (CASTELLS, 2009). Nessa condição, a avaliação dessas fontes é necessária para garantir que os usuários possam ter opções de escolhas diante do volume de informações disponíveis na world wide web. Contudo é importante registrar que toda avaliação carece de parâmetros que norteiem o processo. Os parâmetros para avaliação de fontes de informação na

5 Internet são amplamente discutidos por Tomaél et al (2004). Os autores enfatizam três perspectivas de avaliação: critérios de conteúdo, forma e processo. Os critérios de conteúdo se orientam para a validade, precisão, singularidade, cobertura e completeza das informações veiculadas, e para a autoridade e reputação do produtor da fonte. Já os critérios de forma se concentram nas características do site, nas tecnologias disponíveis para uso e suporte aos usuários. E os de processo se reservam para a integridade da informação, sistema e do prório site, buscando a harmonia entre as três entidades. Para a avaliação do Portal ipernambuco, objeto de estudo deste artigo, utilizar-se-á os parâmetros adotados por Tomaél et al (2004), tanto por ser o barema utilizado por Sales e Almeida (2007) como também por sua completude enquanto modelo de avaliação. 3 Procedimentos Metodológicos O estudo se configura como pesquisa descritiva a partir dos seus objetivos, e documental segundo os procedimentos. A técnica utilizada para atender o propósito fundamental da pesquisa é análise de conteúdo, tendo como parâmetro os critérios de avaliação de fontes de informação digitais proposto por Tomaél et al (2004). As etapas de pesquisa foram: a) escolha do portal para avaliação; b) Escolha das categorias e critérios estabelecidos por Tomaél et al (2004); c) Escolha das seções do site para serem avaliados segundo os critérios definidos; d) Análise e discussão das seções do Portal ipernambuco; e) Definição de pontos positivos e negativos; e f) Apresentação dos resultados obtidos. 4 Análise e Discussão dos Resultados Após a coleta, análise e discussão das seções e de outros elementos

6 importantes do Portal ipernambuco, apresentam-se os pontos positivos e negativos da avaliação realizada, organizados segundo os critérios estabelecidos pela base metodológica do trabalho. 1) Informações de identificação - Quanto às informações de identificação, nota-se que o endereço eletrônico (URL) define a autoria da fonte de forma clara e objetiva, neste caso, a Empresa de Turismo de Pernambuco (EMPETUR) e a Secretaria Estadual de Turismo (SETUR- PE). - Possui título claro, preciso e informativo: ipernambuco. - O site informa seu público-alvo na aba de apresentação do projeto. - Nota-se a inexistência do da organização que disponibiliza a fonte. - Observa-se a disponibilização de informações adequadas sobre a fonte como abas correlatas a apresentação do projeto e seus parceiros. 2) Consistência das informações - A fonte abrange informações das áreas que se propõe, por exemplo: eventos, meios de hospedagem, agências de viagens, dentre outros. - Possui credibilidade e validade no conteúdo, já que os visitantes podem obter informações sobre endereços, telefones, imagens de empreendimentos hoteleiros, agências e bares e restaurantes. - Os resumos e informações complementares não estão atualizados. Na aba eventos, por exemplo, possuem resumos de shows e mostras realizados em 2009, e nada sobre os que ocorreram ou serão realizados em A fonte possui coerência na apresentação do conteúdo informacional, já que traz informações pertinentes e relevantes sobre a descrição sobre os meios de hospedagem, agências de viagens, dentre outros. - Existem filtragem/triagem de informações, o que possibilita maior precisão. - Possui informações originais, assim como links para recuperação de informações pertinentes ao assunto em questão.

7 3) Confiabilidade das informações - Não possui dados do mantenedor/autor do site, nem sua formação/especialização. Contudo apresenta a organização que disponibiliza o site, que no caso são a EMPETUR e a SETUR-PE. - As informações oriundas de outras fontes são devidamente referenciadas ou creditadas. - As datas estão disponíveis, contudo o conteúdo é desatualizado, o que se torna um aspecto negativo devido às diversas mudanças cíclicas que ocorrem na atividade turística. 4) Adequação da fonte - A fonte possui linguagem congruente ao público-alvo que a utiliza (interessados em informações sobre o turismo de Pernambuco). 5) Links: Links Internos: Deficiência nas atualizações de conteúdo e de links, com links que direcionam para páginas vazias ou inexistentes. - Os links, em geral, oferecem clareza para onde apontam. - Existem links para anexos do site (como o projeto PE conhece PE), para área multimídia, que aponta para vídeos e fotos, também para diversas informações e curiosidades sobre o turismo e a cultura em Pernambuco. - Quanto às atualizações, percebe-se diversas falhas: falta de atualização no link do texto que apontam para o projeto PE conhece PE, que só pode ser acessado corretamente pelo pequeno banner na área inferior da página, no link "Expediente" no rodapé da página não existe conteúdo, e, na área "Conheça Pernambuco", os links que direcionam para conhecer as regiões do estado, assim como o que aponta os dados sobre o mesmo, direciona para página em branco (não há conteúdo) e inexistente, respectivamente. Links Externos: Deficiências claras na atualização de links para páginas externas.

8 - Quanto aos links externos, é possível encontrar, na área que aponta informações sobre os municípios, links para os sites das prefeituras. Entretanto, nem todos os municípios tem direcionamento para os sites de suas prefeituras e, alguns que possuem essa ligação, estão com links desatualizados, como no caso de Itamaracá. - Também se pode ver o direcionamento para o site da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (ABRASEL) e da EMPETUR, que são parceiros do portal ipernambuco. Existindo falha quanto ao direcionamento para o portal do Governo de Pernambuco, que possui o logo, mas o link existente aponta para a EMPETUR. No logo do Trade Turístico, existe o direcionamento para a página de Parceiros, que também é apontado pelo menu superior e pelos links de rodapé. - Também é encontrado um link para o site Clima Tempo, que apresenta dados atualizados de temperatura e clima. - Outro problema pode ser encontrado na página que trata sobre Acessibilidade. O link para efetuar o download do software DOSVOX está desatualizado. - Entretando, percebe-se que os links externos são de fontes fidedignas, úteis e confiáveis, como os sites de prefeituras municipais, Abrasel, Empetur e do software leitor de tela (para deficientes visuais) DOSVOX, ligado à UFRJ. 6) Facilidade de Uso Links - A expressão visual do site promove a facilidade de movimentação página-a-página, entre menus e links, mas não existem links que dentro da página que promovam o avançar e retroceder entre as páginas, sendo necessário utilizar essas funções no próprio navegador. Cliques - Existe facilidade de uso quanto à quantidade de cliques necessários para se acessar uma informação. Para se obter acesso à informação sobre um município, ou um evento, por exemplo, são necessários apenas dois cliques, o que se encontra dentro dos padrões recomendados de até três cliques Recursos de Pesquisa

9 - Existe a possibilidade de pesquisa por busca simples, por termos em sessões específicas do site, em todo site ou na web, através do sistema de busca Achix No teste realizado, com o termo Olinda, verificou-se um único resultado. - Também existe a possibilidade de pesquisa avançada, através de termos e datas (período de até um ano), podendo-se escolher, das informações no site, as notícias, as imagens, vídeos, áudios e anexos postados, assim como links divulgados. Houve dificuldade com a inserção da data, pois o campo fica confuso ao ser selecionado. O resultado nesta pesquisa é visivelmente maior. - Não foram encontrados recursos de pesquisa diferenciados, como lógica booleana, índices, arranjos e outros. - Não foi encontrado também nenhum recurso auxiliar de pesquisa, como mapa do site, página de ajuda, glossários, instruções de uso, guias e manuais. - Recomenda-se, como diferencial para auxiliar na procura por informações do site, outros campos de busca (por evento, como exemplo), um índice e até um mapa do site ou página de apresentação com guia de como utilizar o site para obter melhor proveito em busca por informações. 7) Layout da Fonte (usabilidade) - Nota-se a existência de fotos e vídeos como mídias de auxílio para as informações. - As imagens, em geral, não possuem movimento, exceto na página principal, que apresenta um painel dinâmico de fotos de paisagens do estado, um painel de fotografias de pessoas e lugares característicos, assim como uma imagem ligada ao Clima-Tempo, também dinâmica, que apresenta a temperatura e previsão do tempo. As imagens também não possuem som. - É perceptível a harmonia entre a quantidade de mídias utilizadas, assim como sua disposição pelo site. - As imagens, em geral, procuram ilustrar os textos, embora estejam ligadas a eles, sendo pertinentes ao propósito do site. - Existe legibilidade quanto à nitidez de imagens, vídeos e letras do texto, bem como de seu tamanho de apresentação.

10 - O recurso de aumentar e diminuir a fonte da letra, conforme a necessidade do usuário, existente no site, não funciona. - Quanto à apresentação da fonte e sua estrutura, percebe-se a coerência no uso da cor, tamanho da letra e estética da página padronizada. - O design do menu é estruturado de forma a facilitar a navegação. - Percebe-se que a criatividade na apresentação das informações contribui para a sua qualidade. 8) Restrições Percebidas: - Quanto à verificação da possibilidade de grande quantidade de acessos simultâneos, esta não pode ser verificada com os recursos disponíveis. - Quanto ao custo das informações, não parece existir problema, pois, em geral, elas são disponibilizadas pelos próprios órgãos governamentais e parceiros interessados na difusão do turismo no estado de Pernambuco. - Parece não haver qualquer problema quanto aos direitos autorais no site analisado. - As mensagens de erro encontradas durante a navegação dizem respeito a links inexistentes ou não-atualizados. 9) Suporte ao usuário - O site não possui a opção de auxílio ao usuário, conhecida como help. - O site disponibiliza a aba chamada de ouvidoria onde o usuário pode enviar mensagens ao produtor da fonte. 10) Outras observações percebidas: - Quanto aos recursos que auxiliam no acesso ao site, por usuários deficientes: o recurso de aumento do tamanho da fonte de letra não funciona, além de que, embora o site afirme ser acessível, conforme os padrões internacionais do World Wide Web Consortium (W3C), através do Web Content Accessibility Guidelines (WCAG). - Verificou-se, então, a conformidade a esses padrões da própria página que informa

11 ser o site acessível e da página principal, através do avaliador automático DaSilva, resultando em diversos erros de todas as prioridades (1, 2 e 3), onde se pode concluir com certeza de que o site não é acessível à pessoas com deficiência, principalmente às deficientes visuais, que necessitam de leitores de telas. - Verificou-se que não existe possibilidade de busca em outros idiomas e, embora exista ícones que informem a possibilidade da leitura da página em inglês e espanhol, os links redirecionam para a página em português. - Quanto ao acesso móvel, o site pode ser visualizado através de dispositivos móveis 3G. Em celulares convencionais, que apenas acessam WAP, não foi possível a visualização. 5 Considerações Finais Após análise do ipernambuco, considera-se que o site possui uma proposta inovadora, já que vem se constitui em uma fonte de informação que possui informações relevantes sobre a oferta do turismo de Pernambuco. Todavia, ainda necessita se adaptar em muitos critérios para ser considerado uma fonte de informação de qualidade. Nota-se que sua proposta parece estar adaptada, mas na prática, o Portal ainda está aquém. Dentre os pontos positivos, destacam-se: design atraente, com agradável disposição das informações; cores, letras e mídias harmonizadas, com estrutura padronizada entre as páginas; facilidade de acesso à informação em poucos cliques durante a navegação. Quanto aos pontos fracos, verificaram-se problemas de certa relevância no portal, como: falta de atualização do conteúdo informativo; links são muitas vezes "quebrados", desatualizados ou sem conteúdo; a busca dentro do site, seja básica, seja avançada, ainda é muito limitada; ineficiência quanto a acessibilidade, tanto para estrangeiros (outros idiomas) quanto a portadores de deficiências (falhas em ferramentas que aumentam tamanho da fonte e não-conformidade com os padrões

12 internacionais de acessibilidade); desatualização dos dados relativos aos meios de hospedagem e agências de viagens, pois muitos já foram fechados. Referências ALMEIDA, C. C. de. Portais verticais. IN: TOMAÉL, M. I.; VALENTIM, M. L. P. (Orgs.). Avaliação de fontes de informação na Internet. Londrina: Eduel, p CASTELLS, M. A sociedade em rede. 12. ed. São Paulo: Paz e Terra, CUNHA, Murilo Bastos da. Para saber mais: fontes de informação em Ciência e Tecnologia. Brasília: Briquet de Lemos, DIAS, C. A. Portal corporativo: conceitos e características. Ciência da Informação, Brasília, v. 30, n. 1, p , FUNDAÇÃO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO E ARTÍSTICO DE PERNAMBUCO (FUNDARPE). Secretaria de Turismo lança ipernambuco: o portal de turismo pernambucano. Disponível em: <http://www.fundarpe.pe.gov.br/pdf.php?cod=898& baixar =noticia>. Acesso em: 29 jun LICKORISH, L. J.; JENKINS, C. L. Introdução ao turismo. Rio de Janeiro: Campus, 2000 PERNAMBUCO (Estado). SECRETARIA DE TURISMO. O projeto. Disponível em: <http://www.ipernambuco.com.br/sobre.kmf>. Acesso em: 29 jun HARTNESS, Ann. Brasil: obras de referência, Brasília: Briquet de Lemos, SALES, Rodrigo de; ALMEIDA, Patrícia Pinheiro de. Avaliação de fontes de informação na internet: avaliando o site do NUPILL/UFSC. Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Campinas, v. 4, n. 2, p , SILVA, T. E. da; TOMAÉL, M. I. Fontes de informação na Internet: a literatura em evidência. IN: TOMAÉL, M. I.; VALENTIM, M. L. P. (Orgs.). Avaliação de fontes de informação na Internet. Londrina: Eduel, p TOMAÉL, Maria Inês. et al. Critérios de qualidade para avaliar fontes de informação na internet. IN: TOMAÉL, M. I.; VALENTIM, M. L. P. (Orgs.). Avaliação de fontes de informação na Internet. Londrina: Eduel, p

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL DOS SITES DO GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL DOS SITES DO GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL DOS SITES DO GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA Índice 1. Introdução 03 2. Elementos Padronizados 2.1. Topo 2.2. Rodapé 2.3. Menu 2.4. Cores e Fontes 2.5. Títulos 2.6. Banners 04 04

Leia mais

A PÁGINA DISCIPLINAR DE MATEMÁTICA DO PORTAL DIA A DIA EDUCAÇÃO

A PÁGINA DISCIPLINAR DE MATEMÁTICA DO PORTAL DIA A DIA EDUCAÇÃO A PÁGINA DISCIPLINAR DE MATEMÁTICA DO PORTAL DIA A DIA EDUCAÇÃO Resumo: Dolores Follador Secretaria de Estado da Educação do Paraná e Faculdades Integradas do Brasil - Unibrasil doloresfollador@gmail.com

Leia mais

O Portal da Prefeitura de Olivedos foi construído levando em conta: Livre acesso sem necessidade de cadastro prévio ou senha.

O Portal da Prefeitura de Olivedos foi construído levando em conta: Livre acesso sem necessidade de cadastro prévio ou senha. Prefeitura Municipal de Olivedos MANUAL PRÁTICO DE NAVEGAÇÃO APRESENTAÇÃO Este é o Manual de Navegação da Prefeitura Municipal da cidade de Olivedos - PB. Tem linguagem simples e é ilustrado para que você,

Leia mais

Portal Anexo II B - Especificação Funcional

Portal Anexo II B - Especificação Funcional Portal Anexo II B - Especificação Funcional Sumário 1. INTRODUÇÃO... 2 1.1. Visão geral do documento... 2 2. DESCRIÇÃO GERAL DO SISTEMA... 3 3. ESPECIFICAÇÃO DOS COMPONENTES... 4 4. ESPECIFICAÇÃO DAS PÁGINAS...

Leia mais

Construtor Iron Web. Manual do Usuário. Iron Web Todos os direitos reservados

Construtor Iron Web. Manual do Usuário. Iron Web Todos os direitos reservados Construtor Iron Web Manual do Usuário Iron Web Todos os direitos reservados A distribuição ou cópia deste documento, ou trabalho derivado deste é proibida, requerendo, para isso, autorização por escrito

Leia mais

Portfolio de Produtos

Portfolio de Produtos Introdução O Guia de Produtos e Serviços da Assessoria de Comunicação (ASCOM) da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) foi elaborado com o objetivo de apresentar os produtos e serviços prestados

Leia mais

Design, SEO, Marketing, Hospedagem e Administração de sites. Esta apresentação contém links para acesso de conteúdo na Internet.

Design, SEO, Marketing, Hospedagem e Administração de sites. Esta apresentação contém links para acesso de conteúdo na Internet. Design, SEO, Marketing, Hospedagem e Administração de sites Esta apresentação contém links para acesso de conteúdo na Internet. Agência de Publicidade Divulgando, criando e comunicando nas mais diversas

Leia mais

Acessibilidade na Web

Acessibilidade na Web Acessibilidade na Web Departamento de Computação - UFS Tópicos Especiais em Sistemas de Informação Lucas Augusto Carvalho lucasamcc@dcomp.ufs.br Prof. Rogério Vídeo Custo ou Benefício? http://acessodigital.net/video.html

Leia mais

O SETOR PÚBLICO E AS AÇÕES DE ORGANIZAÇÃO DO TURISMO NO MUNICÍPIO DA ILHA DE ITAMARACÁ-PE

O SETOR PÚBLICO E AS AÇÕES DE ORGANIZAÇÃO DO TURISMO NO MUNICÍPIO DA ILHA DE ITAMARACÁ-PE 1 O SETOR PÚBLICO E AS AÇÕES DE ORGANIZAÇÃO DO TURISMO NO MUNICÍPIO DA ILHA DE ITAMARACÁ-PE GUILHERME ALVES DE SANTANA, MICHELLY ELAINE DE OLIVEIRA CONCEIÇÃO & EVERTON MEDEIROS BEZERRA Introdução Devido

Leia mais

Construtor de sites SoftPixel GUIA RÁPIDO - 1 -

Construtor de sites SoftPixel GUIA RÁPIDO - 1 - GUIA RÁPIDO - 1 - Sumário Introdução...3 Por que utilizar o Construtor de Sites?...3 Vantagens do Construtor de Sites...3 Conceitos básicos...3 Configuração básica do site...5 Definindo o layout/template

Leia mais

Relato da Iniciativa

Relato da Iniciativa 1 Relato da Iniciativa 5.1 Nome da iniciativa ou projeto Novo portal institucional da Prefeitura de Vitória (www.vitoria.es.gov.br) 5.2 Caracterização da situação anterior A Prefeitura de Vitória está

Leia mais

Passo-a-Passo Curso do Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas para Editor-Gerente

Passo-a-Passo Curso do Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas para Editor-Gerente Passo-a-Passo Curso do Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas para Editor-Gerente Versão do OJS/SEER 2.3.4 Universidade Federal de Goiás Sistema de Bibliotecas da UFG (SiBi) Gerência de Informação

Leia mais

O Portal da Prefeitura de Assunção foi construído levando em conta: Livre acesso sem necessidade de cadastro prévio ou senha.

O Portal da Prefeitura de Assunção foi construído levando em conta: Livre acesso sem necessidade de cadastro prévio ou senha. Prefeitura Municipal de Assunção MANUAL PRÁTICO DE NAVEGAÇÃO APRESENTAÇÃO Este é o Manual de Navegação da Prefeitura Municipal da cidade de Assunção - PB. Tem linguagem simples e é ilustrado para que você,

Leia mais

O QUE FAZEMOS MISSÃO VISÃO QUEM SOMOS

O QUE FAZEMOS MISSÃO VISÃO QUEM SOMOS O QUE FAZEMOS Provemos consultoria nas áreas de comunicação online, especializados em sites focados na gestão de conteúdo, sincronização de documentos, planilhas e contatos online, sempre integrados com

Leia mais

Identidade Digital Padrão de Governo

Identidade Digital Padrão de Governo Identidade Digital Padrão de Governo Participantes do Projeto Presidência da República Secretaria de Comunicação SECOM Diretoria de Tecnologia DITEC Ministério do Planejamento Secretaria de Logística e

Leia mais

M A N U A L D E I D E N T I D A D E V I S U A L D O S S I T E S D O G O V E R N O D O P A R A N Á

M A N U A L D E I D E N T I D A D E V I S U A L D O S S I T E S D O G O V E R N O D O P A R A N Á M A N U A L D E I D E N T I D A D E V I S U A L D O S S I T E S D O G O V E R N O D O P A R A N Á Índice 1. Introdução 2. Estrutura 2.1. Topo 2.2. Corpo 2.3. Coluna Esquerda 2.4. Coluna Direita 2.5. Rodapé

Leia mais

GUIA DE USO FRAMEWORK APLANAR Versão 0.1 21/07/2014 Cópia distribuída e controlada

GUIA DE USO FRAMEWORK APLANAR Versão 0.1 21/07/2014 Cópia distribuída e controlada GUIA DE USO SUMÁRIO 1. Utilizando o FrameWork Aplanar... 2 1.1 GRID... 2 1.1.1 Barra de menus:... 2 1.1.2 Barra de ferramentas:... 3 1.1.3 Barra de pesquisa:... 3 1.2 MENU ADMINISTRATIVO... 4 1.2.1 Usuário:...

Leia mais

Como Criar uma Aula? Na página inicial do Portal do Professor, acesse ESPAÇO DA AULA: Ao entrar no ESPAÇO DA AULA, clique no ícone Criar Aula :

Como Criar uma Aula? Na página inicial do Portal do Professor, acesse ESPAÇO DA AULA: Ao entrar no ESPAÇO DA AULA, clique no ícone Criar Aula : Como Criar uma Aula? Para criar uma sugestão de aula é necessário que você já tenha se cadastrado no Portal do Professor. Para se cadastrar clique em Inscreva-se, localizado na primeira página do Portal.

Leia mais

Centro de Agricultura Alternativa CAA Manual do Usuário do Portal Ypadê Balaio Digital Tecnologia em Gestão Ltda ME. Manual do Usuário Portal Ypadê

Centro de Agricultura Alternativa CAA Manual do Usuário do Portal Ypadê Balaio Digital Tecnologia em Gestão Ltda ME. Manual do Usuário Portal Ypadê Centro de Agricultura Alternativa CAA Manual do Usuário Portal Ypadê Montes Claros, 16 de Julho de 2011 Revisão 3 Sumário 1. Apresentação do portal e escopo deste documento... 2 2. Acessando o Portal Ypadê...

Leia mais

Proposta de trabalho para produção do website do Programa Café Colombo. Walmar Andrade atendimento@fatorw.com (81) 9922-7168

Proposta de trabalho para produção do website do Programa Café Colombo. Walmar Andrade atendimento@fatorw.com (81) 9922-7168 Proposta de trabalho para produção do website do Programa Café Colombo Walmar Andrade atendimento@fatorw.com (81) 9922-7168 01. Apresentação Fator W é a marca fantasia através da qual o desenvolvedor web

Leia mais

Projeto de Digitalização de Jornais do Acervo da Fundação Cásper Líbero PRONAC: 102700

Projeto de Digitalização de Jornais do Acervo da Fundação Cásper Líbero PRONAC: 102700 Projeto de Digitalização de Jornais do Acervo da Fundação Cásper Líbero PRONAC: 102700 Valor total do Projeto: R$ 2.283.138,52 Apresentação: O jornal A Gazeta foi comprado por Cásper Líbero em 1918. Produziu

Leia mais

Janine Garcia 1 ; Adamo Dal Berto 2 ; Marli Fátima Vick Vieira 3

Janine Garcia 1 ; Adamo Dal Berto 2 ; Marli Fátima Vick Vieira 3 ENSINO A DISTÂNCIA: UMA ANÁLISE DO MOODLE COMO INSTRUMENTO NO PROCESSO ENSINO-APRENDIZAGEM DO ENSINO MÉDIO E SUPERIOR DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA CATARINENSE (IFC) - CÂMPUS ARAQUARI

Leia mais

IPAHN Novo Portal 4 ª Revisão e Análise do CMS e Novo Portal Dezembro 2014

IPAHN Novo Portal 4 ª Revisão e Análise do CMS e Novo Portal Dezembro 2014 IPAHN Novo Portal 4 ª Revisão e Análise do CMS e Novo Portal Dezembro 2014 Relação de itens verificados e propostas de alteração que consideramos fundamental para a continuidade dos trabalhos de transição

Leia mais

Manual da Ferramenta Construtor de Página Programa de Formação Continuada 2012

Manual da Ferramenta Construtor de Página Programa de Formação Continuada 2012 Manual da Ferramenta Construtor de Página Programa de Formação Continuada 2012 1º Semestre/2012 Joice Lopes Leite e Ana Paula Daikubara 1 Índice Criando um site...03 Configurações gerais...04 Visual e

Leia mais

Quem somos. www.exportadoresbrasileiros.com

Quem somos. www.exportadoresbrasileiros.com Mídia Kit 2013 Quem somos O Portal EXPORTADORES BRASILEIROS é um site de busca e conteúdo voltado para a área de comércio exterior, oferecendo aos empresários brasileiros e estrangeiros acesso rápido,

Leia mais

mais INFORMAÇÃO, DIVERSÃO e CONTEÚDO. MUITO MAIS Cambuí pra você

mais INFORMAÇÃO, DIVERSÃO e CONTEÚDO. MUITO MAIS Cambuí pra você mídia kit mais INFORMAÇÃO, DIVERSÃO e CONTEÚDO. MUITO MAIS Cambuí pra você Oportunidades XPACE DESCRIÇÃO: Formato diferenciado com visibilidade e impacto na Homepage do nocambuí. O Xpace é um formato richmedia

Leia mais

O Tour Virtual é uma ferramenta capaz de apresentar cada detalhe do ambiente e tornar o seu produto mais. atraente.

O Tour Virtual é uma ferramenta capaz de apresentar cada detalhe do ambiente e tornar o seu produto mais. atraente. O Tour Virtual é uma ferramenta capaz de apresentar cada detalhe do ambiente e tornar o seu produto mais atraente. Se uma foto vale mais do que mil palavras, um tour virtual vale mais do que mil fotografias.

Leia mais

e-mag Checklist de Acessibilidade Manual para Deficientes Visuais

e-mag Checklist de Acessibilidade Manual para Deficientes Visuais Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação Departamento de Governo Eletrônico Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Leia mais

ANÁLISE DAS MUDANÇAS NA PÁGINA DO SITE PORTAL COMUNITÁRIO

ANÁLISE DAS MUDANÇAS NA PÁGINA DO SITE PORTAL COMUNITÁRIO 11. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: ( X ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA ANÁLISE DAS

Leia mais

Portal Contador Parceiro

Portal Contador Parceiro Portal Contador Parceiro Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa 1. Portal Contador Parceiro... 03 2. Acesso ao Portal... 04 3. Profissionais...11 4. Restrito...16 4.1 Perfil... 18 4.2 Artigos...

Leia mais

NEWSLETTER COMO PROPULSORA DE ACESSOS NO SITE PORTAL COMUNITÁRIO

NEWSLETTER COMO PROPULSORA DE ACESSOS NO SITE PORTAL COMUNITÁRIO 1 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( X) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA NEWSLETTER COMO PROPULSORA DE ACESSOS

Leia mais

Conheça o Projeto. Apresentação. Finalidade. Objetivo

Conheça o Projeto. Apresentação. Finalidade. Objetivo Manual do Usuário Índice Conheça o Projeto...3 Apresentação...3 Finalidade...3 Objetivo...3 Histórico...4 Usando o Portal...5 Efetuando o cadastro na biblioteca digital...5 Logando na Biblioteca Digital...6

Leia mais

A Revista UP MAGAZINE

A Revista UP MAGAZINE A Revista MAGAZINE 6ª Edição (Novo Formato) Há um ano a revista Magazine vem mostrando que é comprometida com seus leitores, através de um conteúdo voltado para a informação, ideias e tendências feitos

Leia mais

BVS Site. Aplicativo para geração de portais BVS. Cláudia Guzzo Patrícia Gaião

BVS Site. Aplicativo para geração de portais BVS. Cláudia Guzzo Patrícia Gaião BVS Site Aplicativo para geração de portais BVS Cláudia Guzzo Patrícia Gaião Gerência de Produção de Fontes de Informação / Projetos e Instâncias da BVS BIREME/OPAS/OMS Biblioteca Virtual em Saúde (BVS)

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA ARQUITETURA DA INFORMAÇÃO NO PLANEJAMENTO DE AMBIENTES DIGITAIS INCLUSIVOS i

A IMPORTÂNCIA DA ARQUITETURA DA INFORMAÇÃO NO PLANEJAMENTO DE AMBIENTES DIGITAIS INCLUSIVOS i A IMPORTÂNCIA DA ARQUITETURA DA INFORMAÇÃO NO PLANEJAMENTO DE AMBIENTES DIGITAIS INCLUSIVOS i Raimunda Fernanda dos Santos Aluna de Graduação em Biblioteconomia da UFRN/Natal/RN-Brasil nanda_florania@hotmail.com

Leia mais

1 - Corrigir o deslocamento da caixa que contem os itens do Menu principal; está deslocada para baixo em relação ao template do fundo; - OK

1 - Corrigir o deslocamento da caixa que contem os itens do Menu principal; está deslocada para baixo em relação ao template do fundo; - OK IPHAN Novo Portal 4ª Revisão e Análise do CMS e Novo Portal 22/Dez/2014 - Revisão e acréscimo do texto enviado no dia 16/12/2014 Relação de itens verificados e propostas de alteração que consideramos fundamental

Leia mais

BIBLIOTECARIOS: DESAFIOS FRENTE A ACESSIBILIDADE DOS DEFICIENTES VISUAIS NAS BIBLIOTECAS VIRTUAIS

BIBLIOTECARIOS: DESAFIOS FRENTE A ACESSIBILIDADE DOS DEFICIENTES VISUAIS NAS BIBLIOTECAS VIRTUAIS BIBLIOTECARIOS: DESAFIOS FRENTE A ACESSIBILIDADE DOS DEFICIENTES VISUAIS NAS BIBLIOTECAS VIRTUAIS RESUMO Profª. Mariza Inês da Silva Pinheiro Curso de Biblioteconomia Universidade Federal de Mato Grosso

Leia mais

Portal Institucional do IFPB

Portal Institucional do IFPB Capacitação para utilização do Portal Institucional do IFPB Introdução O objetivo dessa treinamento é apresentar o site do IFPB, e capacitar os novos usuários para utilizar suas principais ferramentas

Leia mais

I N T R O D U Ç Ã O W A P desbloqueio,

I N T R O D U Ç Ã O W A P desbloqueio, INTRODUÇÃO Para que o Guia Médico de seu Plano de Saúde esteja disponível em seu celular, antes de mais nada, sua OPERADORA DE SAÚDE terá de aderir ao projeto. Após a adesão, você será autorizado a instalar

Leia mais

Criação de Formulários

Criação de Formulários iq2 Criação de Formulários Formulários são os questionários formatados no software Sphinx para coleta de dados, que contêm opções avançadas de edição, organização e personalização. Ao utilizarmos o formulário

Leia mais

NTI Núcleo de Tecnologia de Informação / UNIFAL-MG Drupal Manual do Usuário DRUPAL MANUAL DO USUÁRIO

NTI Núcleo de Tecnologia de Informação / UNIFAL-MG Drupal Manual do Usuário DRUPAL MANUAL DO USUÁRIO DRUPAL MANUAL DO USUÁRIO Primeiros passos para inserir conteúdo no site. 1. Logar-se no site através de seu usuário e senha. 2. Criar um novo menu. 3. Ativar o menu criado, colocando-o em alguma região

Leia mais

AVALIAÇÃO DA USABILIDADE DOS SÍTIOS DAS UNIVERSIDADES FEDERAIS DO EXTREMO SUL DO BRASIL

AVALIAÇÃO DA USABILIDADE DOS SÍTIOS DAS UNIVERSIDADES FEDERAIS DO EXTREMO SUL DO BRASIL AVALIAÇÃO DA USABILIDADE DOS SÍTIOS DAS UNIVERSIDADES FEDERAIS DO EXTREMO SUL DO BRASIL Samuel dos Santos Salimen 1 Clériston Ribeiro Ramos 2 Resumo: Disponibilizar informações que possam ser acessado

Leia mais

BLACKBERRY - PME e PL Passo a Passo Registro Site BIS www.claro.blackberry.com. BlackBerry PME e Profissional Liberal

BLACKBERRY - PME e PL Passo a Passo Registro Site BIS www.claro.blackberry.com. BlackBerry PME e Profissional Liberal BLACKBERRY - PME e PL Passo a Passo Registro www.claro.blackberry.com É essencial que o usuário do BlackBerry faça um registro no site www.claro.blackberry.com O site funciona de forma semelhante a um

Leia mais

IMPORTÂNCIA DOS PADRÕES DE DESENVOLVIMENTO WEB

IMPORTÂNCIA DOS PADRÕES DE DESENVOLVIMENTO WEB IMPORTÂNCIA DOS PADRÕES DE DESENVOLVIMENTO WEB Isadora dos Santos Rodrigues, Tiago Piperno Bonetti Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil isadora.santosrodrigues@hotmail.com, bonetti@unipar.br

Leia mais

SGCD 2.2. Sistema Gerenciador de Conteúdo Dinâmico

SGCD 2.2. Sistema Gerenciador de Conteúdo Dinâmico Atualizado em 13/AGO/2012 Sistema Gerenciador de Conteúdo Dinâmico No final de 2007, o Serviço Técnico de Informática da UNESP Marília, disponibilizou para a comunidade acadêmica e administrativa o Sistema

Leia mais

Competências em Informação Saber avaliar a Informação. Ana Roxo Rosário Duarte Nov. 2013

Competências em Informação Saber avaliar a Informação. Ana Roxo Rosário Duarte Nov. 2013 1 Competências em Informação Saber avaliar a Informação Ana Roxo Rosário Duarte Nov. 2013 2 Ser literato em informação Saber reconhecer uma necessidade de informação Ser capaz de aceder à informação necessária

Leia mais

Anote aqui as informações necessárias:

Anote aqui as informações necessárias: banco de mídias Anote aqui as informações necessárias: URL E-mail Senha Sumário Instruções de uso Cadastro Login Página principal Abrir arquivos Área de trabalho Refine sua pesquisa Menu superior Fazer

Leia mais

Acessibilidade na Web Cesár Bomfim Brasília 15 de Março

Acessibilidade na Web Cesár Bomfim Brasília 15 de Março Acessibilidade na Web Cesár Bomfim Brasília 15 de Março Avaliação Passos para Site Acessível -Seguir padrões Web; -Seguir as diretrizes e recomendações de acessibilidade; -Realizar avaliação de acessibilidade.

Leia mais

OFICINA BLOG DAS ESCOLAS

OFICINA BLOG DAS ESCOLAS OFICINA BLOG DAS ESCOLAS Créditos: Márcio Corrente Gonçalves Mônica Norris Ribeiro Março 2010 1 ACESSANDO O BLOG Blog das Escolas MANUAL DO ADMINISTRADOR Para acessar o blog da sua escola, acesse o endereço

Leia mais

Recomendações sobre o Site da Epagri/Ciram

Recomendações sobre o Site da Epagri/Ciram Recomendações sobre o Site da Epagri/Ciram Atendendo a Ordem de Serviço nº 002/2011, do Chefe da Epagri/Ciram, Edson Silva, que instituiu o Comitê Editorial do site da Epagri/Ciram, formado pelos funcionários:

Leia mais

Monday, January 23, 12. Introdução sobre Acessibilidade na web

Monday, January 23, 12. Introdução sobre Acessibilidade na web Introdução sobre Acessibilidade na web Acessibilidade na web é o consumo da informação por qualquer pessoa por qualquer tipo de meio de acesso. Para que serve a web? A web serve para compartilhar informação.

Leia mais

Proposta para desenvolvimento do Portal TRANSAMÉRICA

Proposta para desenvolvimento do Portal TRANSAMÉRICA Proposta para desenvolvimento do Portal TRANSAMÉRICA Institucional A Exclaim Tecnologia constituiu-se com o objetivo de prestar serviços de consultoria, desenvolvimento e implementação de projetos na área

Leia mais

Manual do usuário Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas Fase Especificação

Manual do usuário Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas Fase Especificação Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação Departamento de Governo Eletrônico Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Leia mais

a marca A SEGUIR, VOCÊ DESCOBRE COMO FAZER PARTE DE TUDO ISSO.

a marca A SEGUIR, VOCÊ DESCOBRE COMO FAZER PARTE DE TUDO ISSO. a marca A Cabelos&cia é referência em conteúdo sobre beleza profissional há 19 anos. E agora toda sua excelência está atualizada, repaginada e muito mais acessível com o portal Cabelos&cia. Direcionado

Leia mais

DIF-e - MANUAL DE ORIENTAÇÃO AO CONTRIBUINTE

DIF-e - MANUAL DE ORIENTAÇÃO AO CONTRIBUINTE Página 1 de REVISÃO DATA VERSÃO DO HISTÓRICO DAS ALTERAÇÕES SISTEMA 00 1.0 Emissão inicial. Página 2 de Sumário 1. Introdução... 4 2. Modelo Conceitual... 4 3. Programa Cliente... 5 3.1 Telas de Configuração...

Leia mais

1. Introdução pág.3 2. Apresentação do sistema Joomla! pág.4 3. Acessando a administração do site pág.4 4. Artigos 4.1. Criando um Artigo 4.2.

1. Introdução pág.3 2. Apresentação do sistema Joomla! pág.4 3. Acessando a administração do site pág.4 4. Artigos 4.1. Criando um Artigo 4.2. 1. Introdução pág.3 2. Apresentação do sistema Joomla! pág.4 3. Acessando a administração do site pág.4 4. Artigos 4.1. Criando um Artigo 4.2. Editando um Artigo 4.3. Excluindo um Artigo 4.4. Publicar

Leia mais

UNESCO - PROJETO 914BRA1121 MEC 2007 SESU Edital nº SESu 001/2007

UNESCO - PROJETO 914BRA1121 MEC 2007 SESU Edital nº SESu 001/2007 ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA A EDUCAÇÃO, A CIÊNCIA E A CULTURA - UNESCO UNESCO - PROJETO 914BRA1121 MEC 2007 SESU Edital nº SESu 001/2007 Contrata Consultor na modalidade PRODUTO : Publicação de

Leia mais

Índice. Brasil Profissionalizado SIMEC/DTI/MEC 2

Índice. Brasil Profissionalizado SIMEC/DTI/MEC 2 Índice 1. Prefácio... 2 2. Requisitos Mínimos... 3 3. Como acessar o SIMEC... 4 4. Solicitando cadastro... 5 5. A Estrutura do Módulo... 7 6. Instruções Gerais... 8 6.1. Diagnóstico/BRASIL PROFISSIONALIZADO...9

Leia mais

ESTUDO DA ADERÊNCIA AOS PADRÕES WEB DOS 26 SÍTIOS DOS MINISTÉRIOS PÚBLICOS ESTADUAIS

ESTUDO DA ADERÊNCIA AOS PADRÕES WEB DOS 26 SÍTIOS DOS MINISTÉRIOS PÚBLICOS ESTADUAIS ESTUDO DA ADERÊNCIA AOS PADRÕES WEB DOS 26 SÍTIOS DOS MINISTÉRIOS PÚBLICOS ESTADUAIS STUDY OF ADHERENCE TO STANDARDS OF WEB SITES OF 26 STATE GOVERNMENT MINISTRIES Alexandre Galvão Leite 1 (1) Pós-Graduando,

Leia mais

Departamento de Governo Eletrônico Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão.

Departamento de Governo Eletrônico Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. 215 Departamento de Governo Eletrônico Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. www.governoeletronico.gov.br Recomendações de Acessibilidade para

Leia mais

Tutoriais de uso do CAED Virtual

Tutoriais de uso do CAED Virtual Tutoriais de uso do CAED Virtual Outubro de 2015 3ª Versão Centro de Apoio à Educação a Distância da UFMG Endereço Eletrônico: https://www.ufmg.br/ead/site/ Diretor: Wag er José Cor adi Barbosa Vice-Diretora:

Leia mais

MANUAL PORTAL ACADÊMICO

MANUAL PORTAL ACADÊMICO MANUAL PORTAL ACADÊMICO Sumário Sumário... 2 1. Apresentação... 3 2. Navegação no site da Escola do Legislativo... 4 3. Ministrante... 6 3.1.Cadastro de ministrante... 6 3.2. Preencher os campos... 7 3.3

Leia mais

ESTRUTURA PARA PORTAIS ELETRÔNICOS MUNICIPAIS

ESTRUTURA PARA PORTAIS ELETRÔNICOS MUNICIPAIS ESTRUTURA PARA PORTAIS ELETRÔNICOS MUNICIPAIS 1. Apresentação Os sites e sistemas web desenvolvidos pela Dynamika apresentam um conjunto de critérios de desenvolvimento que visam entregar o projeto de

Leia mais

Manual do Aplicativo - Rastreamento Veicular

Manual do Aplicativo - Rastreamento Veicular Manual do Aplicativo - Rastreamento Veicular Sumário Apresentação... 2 Instalação do Aplicativo... 2 Localizando o aplicativo no smartphone... 5 Inserindo o link da aplicação... 6 Acessando o sistema...

Leia mais

Curso de Capacitação em Gerenciador de Conteúdo PLONE

Curso de Capacitação em Gerenciador de Conteúdo PLONE Curso de Capacitação em Gerenciador de Conteúdo PLONE 1 Índice Dicas iniciais O que é o Plone? 3 Formulário de Solicitação 6 Acesso ao Plone 6 Configurações do Site 14 Inserindo Conteúdo Inserir Pastas

Leia mais

Apostila da Ferramenta AdminWEB

Apostila da Ferramenta AdminWEB Apostila da Ferramenta AdminWEB Apostila AdminWEB SUMÁRIO OBJETIVO DO CURSO... 3 CONTEÚDO DO CURSO... 4 COMO ACESSAR O SISTEMA... 5 CONHEÇA OS COMPONENTES DA PÁGINA... 6 COMO EFETUAR O LOGIN... 9 MANTER

Leia mais

Como usar o. Como usar o Facebook para melhorar meu Negócio?

Como usar o. Como usar o Facebook para melhorar meu Negócio? Como usar o Facebook para melhorar meu Negócio? O que é o Facebook? É uma rede social que permite conectar-se com amigos, familiares e conhecidos para trocar informações como fotografias, artigos, vídeos

Leia mais

Token SafeNet Authentication Cliente 8.3 (x32 e x64)

Token SafeNet Authentication Cliente 8.3 (x32 e x64) Token SafeNet Authentication Cliente 8.3 (x32 e x64) Manual do Usuário Índice O que é Token?... 03 Instalação do Token... 04 Verificação do Certificado... 07 Troca de Senhas... 10 O que é Token? É um dispositivo

Leia mais

O Desenho: desenhando com Kari Galvão 1

O Desenho: desenhando com Kari Galvão 1 O Desenho: desenhando com Kari Galvão 1 Paulo Souza dos SANTOS JUNIOR 2 Maria Carolina Maia MONTEIRO 3 Universidade Católica de Pernambuco, Recife, PE RESUMO Este trabalho apresenta uma produção multimídia

Leia mais

Buscando Acessibilidade em Ambientes de EAD. Andréa Poletto Sonza e Daniela Menegotto CEFET Bento Gonçalves RS Junho 2008

Buscando Acessibilidade em Ambientes de EAD. Andréa Poletto Sonza e Daniela Menegotto CEFET Bento Gonçalves RS Junho 2008 Buscando Acessibilidade em Ambientes de EAD Andréa Poletto Sonza e Daniela Menegotto CEFET Bento Gonçalves RS Junho 2008 Tecnologia Assistiva CONCEITO: conjunto de artefatos disponibilizados às PNEs, que

Leia mais

Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos para campanhas publicitárias (Advergames) e jogos para treinamento/educação.

Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos para campanhas publicitárias (Advergames) e jogos para treinamento/educação. A VIRTUALIZE A Virtualize Interatividade Digital é uma Agência Digital, especializada na produção de conteúdos multimídia com rico grau de interatividade. Principais Serviços Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos

Leia mais

PROPOSTA DE MELHORIA DA INTERFACE PARA O

PROPOSTA DE MELHORIA DA INTERFACE PARA O PROPOSTA DE MELHORIA DA INTERFACE PARA O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM MOODLE Orientado: Nestor Vicente Soares Netto Orientador: André Luiz Zambalde Co-orientador: Ahmed Ali Abdalla Esmin Roteiro 1.

Leia mais

e-mag 3.0 Modelo de Acessibilidade em Governo Eletrônico Projeto de Acessibilidade Virtual da RENAPI SETEC/MEC Andréa Poletto Sonza

e-mag 3.0 Modelo de Acessibilidade em Governo Eletrônico Projeto de Acessibilidade Virtual da RENAPI SETEC/MEC Andréa Poletto Sonza e-mag 3.0 Modelo de Acessibilidade em Governo Eletrônico SETEC/MEC Andréa Poletto Sonza Brasília, 21 de Setembro de 2011 e-mag Acessibilidade Conceitos Por que acessibilidade? e-mag Histórico Versão 3.0

Leia mais

NOVAS MÍDIAS DIGITAIS - AULA 01 - APRESENTAÇÃO

NOVAS MÍDIAS DIGITAIS - AULA 01 - APRESENTAÇÃO NOVAS MÍDIAS DIGITAIS - AULA 01 - APRESENTAÇÃO O QUE É MÍDIA DIGITAL? É conjunto de meios de comunicação baseados em tecnologia digital, permitindo a distribuição de informação na forma escrita, sonora

Leia mais

Trabalho interdisciplinar e atividade extensionista na UEPG: o projeto Portal Comunitário

Trabalho interdisciplinar e atividade extensionista na UEPG: o projeto Portal Comunitário Trabalho interdisciplinar e atividade extensionista na UEPG: o projeto Portal Comunitário SOUZA, Kauana Mendes 1 ; XAVIER, Cintia 2 Universidade Estadual de Ponta Grossa, Paraná, PR RESUMO O projeto Portal

Leia mais

Utilizaremos a última versão estável do Joomla (Versão 2.5.4), lançada em

Utilizaremos a última versão estável do Joomla (Versão 2.5.4), lançada em 5 O Joomla: O Joomla (pronuncia-se djumla ) é um Sistema de gestão de conteúdos (Content Management System - CMS) desenvolvido a partir do CMS Mambo. É desenvolvido em PHP e pode ser executado no servidor

Leia mais

Conteúdo. 1 - Procedimentos de Acesso... 3. 2 - Gerenciamento de usuários do sistema e perfis de acesso... 4. 3 - Cadastro de áreas do sítio...

Conteúdo. 1 - Procedimentos de Acesso... 3. 2 - Gerenciamento de usuários do sistema e perfis de acesso... 4. 3 - Cadastro de áreas do sítio... Conteúdo 1 - Procedimentos de Acesso.... 3 2 - Gerenciamento de usuários do sistema e perfis de acesso... 4 3 - Cadastro de áreas do sítio.... 8 3.1 - Conteúdo simples com anexo... 9 3.2 - Página estática...

Leia mais

Procedimentos para a análise de acessibilidade de sites

Procedimentos para a análise de acessibilidade de sites Procedimentos para a análise de acessibilidade de sites Agebson Rocha Façanha, Renato Busatto Figueiredo, Phyllipe do Carmo Félix Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) Campus

Leia mais

Manual de utilização sistema Comtele SMS

Manual de utilização sistema Comtele SMS Manual de utilização sistema Comtele SMS Login... 3 Dashboard... 4 Envio instantâneo de mensagens SMS... 5 Requisições de envio instantâneo para contatos ou grupos.... 5 Agendamento de envio d e SMS...7

Leia mais

Manual de Gerenciamento de Conteúdo

Manual de Gerenciamento de Conteúdo Manual de Gerenciamento de Conteúdo 1 Sumário 1) O que é um Gerenciador de Conteúdo...3 2) Como o Site está Estruturado...3 3) Como Gerenciar o Conteúdo do Site...5 3.1) Adicionar Itens no Menu de Navegação...6

Leia mais

Manual do Ambiente Virtual Moodle

Manual do Ambiente Virtual Moodle Manual do Ambiente Virtual Moodle versão 0.3 Prof. Cristiano Costa Argemon Vieira Prof. Hercules da Costa Sandim Outubro de 2010 Capítulo 1 Primeiros Passos 1.1 Acessando o Ambiente Acesse o Ambiente Virtual

Leia mais

Passo a Passo para preenchimento do Pedido de Viabilidade no Sistema de Registro Integrado REGIN. Empresários Requerentes Contadores

Passo a Passo para preenchimento do Pedido de Viabilidade no Sistema de Registro Integrado REGIN. Empresários Requerentes Contadores Passo a Passo para preenchimento do Pedido de Viabilidade no Sistema de Registro Integrado REGIN Empresários Requerentes Contadores Maio / 2011 ÍNDICE Introdução... 3 Pedido de Consulta da Viabilidade...

Leia mais

PROPOSTA DE CRIAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE WEBSITE

PROPOSTA DE CRIAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE WEBSITE PROPOSTA DE CRIAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE WEBSITE Através do presente documento, a agência ACNBRASIL tem como objetivo apresentar uma proposta de criação e desenvolvimento de Website para COOPERATIVA DE

Leia mais

Thursday, October 18, 12

Thursday, October 18, 12 O Site Legado do IFP é uma comunidade online e global dos ex-bolsistas do programa. É um recurso e um lugar para você publicar notícias profissionais, recursos e teses para a comunidade global do IFP,

Leia mais

NOVO COMPONENTE ASSINADOR ESEC

NOVO COMPONENTE ASSINADOR ESEC NOTAS FISCAIS DE SERVIÇO ELETRÔNICAS PREFEITURA DE JUIZ DE FORA COMPLEMENTO AO SUPORTE A ATENDIMENTO NÍVEL 1 1.0 Autor: Juiz de Fora, Fevereiro 2015. PÁGINA 1 DE 38 SUMÁRIO 1REQUISITOS MÍNIMOS CONFIGURAÇÕES

Leia mais

SGCD 2.0 Sistema Gerenciador de Conteúdo Dinâmico

SGCD 2.0 Sistema Gerenciador de Conteúdo Dinâmico Sistema Gerenciador de Conteúdo Dinâmico Atualizado em 24/08/2011 No final de 2007, o Serviço Técnico de Informática da UNESP Marília, disponibilizou para a comunidade acadêmica e administrativa o Sistema

Leia mais

Ambiente Virtual de Aprendizagem C.S.G. M anual do Professor

Ambiente Virtual de Aprendizagem C.S.G. M anual do Professor Ambiente Virtual de Aprendizagem C.S.G. M anual do Professor Sumário Pré-requisitos para o Moodle... Entrar no Ambiente... Usuário ou senha esquecidos?... Meus cursos... Calendário... Atividades recentes...

Leia mais

AUTOR(ES): CARLOS ANTONIO PINHEIRO PINTO, ERMÍNIO PEDRAL SANTANA, GUILHERME CASSIANO DA SILVA

AUTOR(ES): CARLOS ANTONIO PINHEIRO PINTO, ERMÍNIO PEDRAL SANTANA, GUILHERME CASSIANO DA SILVA Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: SISTEMA MÓVEL DE COMPRAS POR QR CODE CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: ENGENHARIAS E TECNOLOGIAS SUBÁREA:

Leia mais

Diretrizes da Comissão Regional de Imagem e Comunicação Dos Escoteiros do Brasil. Região do Rio Grande do Sul

Diretrizes da Comissão Regional de Imagem e Comunicação Dos Escoteiros do Brasil. Região do Rio Grande do Sul Diretrizes da Comissão Regional de Imagem e Comunicação Dos Escoteiros do Brasil Após um mais de ano de trabalho e experiências adquiridas a CRIC apresenta à diretoria regional as diretrizes que regem

Leia mais

Sistema operacional Windows 7, Windows Live Mail e Adobe Reader. Sistemas operacionais em concursos públicos

Sistema operacional Windows 7, Windows Live Mail e Adobe Reader. Sistemas operacionais em concursos públicos Sistema operacional Windows 7, Windows Live Mail e Adobe Reader Sistemas operacionais em concursos públicos Antes de tudo é importante relembrarmos que o sistema operacional é um tipo de software com a

Leia mais

Passo a Passo para utilização do Sistema de Registro Integrado REGIN. Contadores

Passo a Passo para utilização do Sistema de Registro Integrado REGIN. Contadores Passo a Passo para utilização do Sistema de Registro Integrado REGIN Contadores Abril / 2011 ÍNDICE Introdução...3 Pedido de Consulta da Viabilidade...4 Acompanhamento do Pedido de Viabilidade...13 Esqueceu

Leia mais

Sistema de Gestão de Recursos de Aprendizagem

Sistema de Gestão de Recursos de Aprendizagem Sistema de Gestão de Recursos de Aprendizagem Ambiente Virtual de Aprendizagem (Moodle) - - Atualizado em 29/07/20 ÍNDICE DE FIGURAS Figura Página de acesso ao SIGRA... 7 Figura 2 Portal de Cursos... 8

Leia mais

Presskit Guia Rápido. Release 2.0. Presskit

Presskit Guia Rápido. Release 2.0. Presskit Presskit Guia Rápido Release 2.0 Presskit 06/07/2009 Sumário 1 Login 2 Login e Senha...................................... 2 Esqueci minha senha.................................. 2 Fale Com o Suporte...................................

Leia mais

XXIV SEMANA MATEMÁTICA

XXIV SEMANA MATEMÁTICA XXIV SEMANA ACADÊMICA DA MATEMÁTICA Minicurso: Criação e Desenvolvimento de Cursos Online via Moodle Projeto de Extensão: Uma Articulação entre a Matemática e a Informática como Instrumento para a Cidadania

Leia mais

Token SafeNet Authentication Cliente 8.3 (x32 e x64)

Token SafeNet Authentication Cliente 8.3 (x32 e x64) Página1 Token SafeNet Authentication Cliente 8.3 (x32 e x64) Manual do Usuário Página2 Índice O que é Token?... 03 Instalação do Token... 04 Verificação do Certificado... 07 Troca de Senhas...10 Página3

Leia mais

Pesquisa de Avaliação do Portal da ANEEL na Internet

Pesquisa de Avaliação do Portal da ANEEL na Internet Pesquisa de Avaliação do Portal da ANEEL na Internet Período de pesquisa: 03/11/2004 a 30/12/2004 Abril 2005 1/13 Índice Página 1.0 INTRODUÇÃO...03 2.0 Análise das respostas de múltipla escolha...04 3.0

Leia mais