Processo nº. 3979/2013 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 970/2013

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Processo nº. 3979/2013 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 970/2013"

Transcrição

1 O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designados simplesmente SESI-PR e SENAI-PR, com sede na Avenida Cândido de Abreu, n 200, Centro Cívico, Curitiba/PR, está promovendo Licitação, modalidade PREGÃO PRESENCIAL, do tipo MENOR PREÇO, conforme Regulamento de Licitações e Contratos do SESI/SENAI, devidamente publicado no D.O.U. de 16/09/1998, com as posteriores alterações publicadas em 26/10/2001, 11/11/2002 e 24/02/2006, e com observância às condições estabelecidas neste Edital e seus anexos. 1. OBJETO 1.1 A presente licitação tem por objeto a aquisição dos produtos descritos no ANEXO I. 2. SESSÃO DE ABERTURA 2.1 A proposta comercial e os documentos de habilitação deverão ser entregues em envelopes fechados e separados, no endereço, data e horário especificado no ANEXO II, onde será realizada a abertura pública deste certame, coordenada pela Comissão de Licitações do Sistema FIEP. 2.2 Após o horário estabelecido no ANEXO II, não mais será permitida a entrada de interessados em participar da licitação, como proponentes, no recinto dos trabalhos. 2.3 O SESI/SENAI-PR não se responsabilizará por envelopes que, remetidos pela via postal ou entregues em locais diferentes dos referidos no subitem 2.1, indicados no ANEXO II, não forem recebidos até a data e horário estabelecidos. 3. CONDIÇÕES GERAIS PARA CREDENCIAMENTO E PARTICIPAÇÃO 3.1 Poderão participar deste certame, as empresas do ramo pertinente ao objeto e que atenderem a todas às exigências constantes deste Edital e seus anexos. 3.2 Os documentos referentes ao credenciamento deverão ser entregues diretamente ao Pregoeiro, NÃO DEVENDO SER INSERIDOS EM NENHUM DOS ENVELOPES, sob pena de aplicação do item 3.5 deste Edital, se a Comissão de Licitações do Sistema FIEP achar conveniente. Os documentos referentes ao credenciamento farão parte integrante do processo de licitação. 3.3 No dia da sessão de abertura, o representante da proponente deverá se apresentar para credenciamento junto ao Pregoeiro, munido dos seguintes documentos: a) Documento de identificação; b) Procuração por instrumento público ou particular com firma reconhecida, com poderes para formular ofertas e lances de preços, rubricar propostas das demais licitantes, assinar atas e documentos, interpor recursos e impugnações, receber notificação, tomar ciência de decisões, recorrer, desistir da interposição de recursos, acordar, transigir e praticar todos os demais atos pertinentes ao certame, por escrito ou oralmente, respondendo para todos os efeitos por sua representada. c) Cópia do Ato Constitutivo, Registro Comercial, Estatuto ou Contrato Social. 3.4 Os proponentes poderão utilizar o modelo de Procuração de acordo com o ANEXO III ou, caso optem por instrumento próprio, o mesmo deverá conter, no mínimo, a outorga dos poderes nele estabelecidos. 3.5 A não apresentação do credenciamento, a incorreção do documento credencial ou a ausência do representante não implicará na exclusão da proposta do certame nem em inabilitação da proponente. Contudo, não serão aceitos lances verbais, nem manifestação em nome da proponente nesta disputa. 3.6 Nenhuma pessoa física, ainda que credenciada por procuração legal, poderá representar mais de uma 1 / 41

2 proponente, salvo quando se tratar de itens (se critério de julgamento for por itens) ou lotes (se critério de julgamento for por lotes) diferentes. O mesmo representante não poderá participar ou ser credenciado em um mesmo item/lote por mais de uma empresa proponente. 3.7 É indispensável a presença da proponente ou seu representante legal até o final da sessão pública da licitação, para que possa exercer os atos referentes ao certame. 3.8 Não poderão participar direta ou indiretamente deste certame: Empresas em estado de falência, em processo de recuperação judicial, de concurso de credores, de dissolução ou liquidação; Empresas que tenham sido declaradas inidôneas ou com suspensão do direito de contratar ou licitar com o Sistema FIEP Dirigente ou empregado do Sistema FIEP. 3.9 A empresa proponente deverá, obrigatoriamente, apresentar os documentos relacionados nos itens 3, 4 e 5, em original, cópia autenticada ou cópia simples. No caso da cópia simples, a Comissão de Licitações do Sistema FIEP poderá autenticar o documento apresentado pela proponente, no dia da sessão de abertura dos envelopes, desde que acompanhado do documento original. Neste caso, a autenticação só será válida para efeitos da presente licitação. 4 PROPOSTA DE PREÇOS 4.1 A Proposta de Preços deverá ser apresentada no local, dia e hora, indicados no ANEXO II deste Edital, em envelope devidamente lacrado, contendo na parte frontal externa a seguinte inscrição (sugestão): ENVELOPE Nº. 01 PROPOSTA COMERCIAL PREGÃO N XXX/20XX. DATA E HORÁRIO DE ABERTURA: XX/XX/XXXX XX:XX horas. RAZÃO SOCIAL DA PROPONENTE: ENDEREÇO: TELEFONE E PARA CONTATO: 4.2 A proposta deverá ser apresentada em língua portuguesa, obrigatoriamente em papel timbrado da empresa proponente ou com carimbo contendo o CNPJ, sem emendas, rasuras ou entrelinhas, devendo ser datada e assinada pelo representante legal ou por constituído por instrumento de mandato para tal função, contendo as seguintes informações: a) Especificação do(s) produto(s) com descrição detalhada das características, conforme exigido no ANEXO I; b) Proposta de preços discriminada e demais exigências complementares, nos termos do ANEXO II; 4.3 A titulo de informação, e não sujeito à desclassificação, mencionar o Banco, com a indicação do número da agência e da conta, para fins de pagamento. 4.4 O preço cotado deverá estar expresso em moeda nacional, por valores fixos e irreajustáveis, nele embutidos os tributos municipais, estaduais e federais, taxas, emolumentos e demais encargos incidentes, inclusive a utilização de transporte(s)/frete(s) necessário ao alcance da realização do objeto do certame. 4.5 A proposta deverá ter como prazo de validade mínimo o estabelecido no ANEXO II, contado da data de sua apresentação. 4.6 A apresentação da proposta será considerada como evidência de que a proponente: 2 / 41

3 a) Examinou e tem pleno conhecimento de todos os documentos que instruem este edital; b) Aceita as cláusulas e condições deste Edital, bem como eventuais retificações, esclarecimentos ou outros atos complementares ao edital; c) Tem condições e compromete-se a fornecer o objeto deste Edital pelo valor e prazo constantes de sua proposta; d) Tomou conhecimento dos dispositivos constantes do Regulamento de Licitações e Contratos do SESI/SENAI, disponível no site aceitando-os de forma integral e irretratável. 4.7 A análise e o julgamento das propostas serão realizados posteriormente pela Comissão de Licitações do Sistema FIEP e por técnicos designados para tal fim. 4.8 Serão desclassificadas as propostas que não atenderem às exigências do presente Edital e Anexos, sejam omissas ou apresentarem irregularidades ou defeitos capazes de dificultar o julgamento ou o regular andamento do futuro contrato, e, ainda, as que apresentem valores unitários simbólicos ou irrisórios, de valor zero, excessivos ou manifestamente inexeqüíveis no seu todo. 4.9 Serão desclassificadas as propostas que apresentarem valor superior ao máximo estipulado no ANEXO I deste edital. 5 DOCUMENTOS DE HABILITAÇÃO 5.1 Os documentos de habilitação deverão ser apresentados no local, dia e hora, indicados no ANEXO II deste edital, em envelope devidamente fechado. 5.2 Os documentos relativos à habilitação jurídica da licitante, que já tiverem sido apresentados por ocasião do credenciamento, ficam dispensados de serem inseridos no ENVELOPE Nº O envelope deverá conter a seguinte descrição (sugestão): ENVELOPE Nº. 02 DOCUMENTOS DE HABILITAÇÃO PREGÃO N XXX/20XX. DATA E HORÁRIO DE ABERTURA: XX/XX/XXXX XX:XX horas. RAZÃO SOCIAL DA PROPONENTE: ENDEREÇO: TELEFONE E PARA CONTATO: 5.4 A proponente deverá apresentar, neste envelope, os documentos abaixo citados: a) Carta (ANEXO IV) endereçada à Comissão de Licitação do Sistema FIEP, redigida obrigatoriamente em papel timbrado ou com carimbo oficial do CNPJ, assinada pelo representante legal ou por constituído por instrumento de mandato para tal função; b) Declaração da proponente, conforme modelo do ANEXO V, obrigatoriamente em papel timbrado da empresa ou com carimbo contendo o CNPJ, assinada pelo representante legal ou por constituído por instrumento de mandato para tal função; c) Comprovante de Inscrição no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica CNPJ, contemplando atividades econômicas relacionadas ao objeto da licitação com antecedência máxima de 60 (sessenta) dias corridos da data de apresentação, incluído o dia da emissão da Certidão; d) Certidão Negativa Conjunta expedida pela Secretaria da Receita Federal do Brasil e Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional, referente aos tributos federais e à Dívida Ativa da União, por ela administrados, no âmbito de suas competências. (Decreto de 30/04/2007); 3 / 41

4 e) Certidão Negativa Estadual. Caso a proponente seja inscrita na Fazenda Estadual, esta deverá contemplar também o ICMS; f) Certidão Negativa Municipal compreendendo ISS-QN, da licitante, se for inscrita na Fazenda Municipal; g) Para empresas sediadas em Brasília, DF, Certidão Negativa da Secretaria da Fazenda e Planejamento do Governo do Distrito Federal, em substituição aos documentos exigidos no item 5.4 e e f ; h) Certidão Negativa de Débito do INSS (CND); i) Certidão de Regularidade do FGTS (CRF); j) Certidão negativa de pedidos de falência da empresa, expedida por distribuidor judicial, com antecedência máxima de 60 (sessenta) dias corridos da data de apresentação, incluído o dia da emissão da Certidão; k) Registro Comercial, no caso de empresa individual; l) Ato constitutivo, estatuto ou contrato social em vigor, devidamente registrado, em se tratando de sociedades comerciais, e, no caso de sociedades por ações, acompanhado de documentos de eleição de seus administradores. No caso do ato constitutivo, estatuto ou do contrato social terem sofrido alterações, essas deverão ser apresentadas, ao menos que os referidos documentos sejam consolidados; m) Inscrição do ato constitutivo, no caso de sociedades civis, acompanhada de prova de diretoria em exercício; n) No caso de empresa estrangeira, a participação é permitida desde que apresente autorização oficial de seu funcionamento no Brasil, dada e passada pelo Ministério de Estado do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior; o) Demais documentos complementares relacionados no ANEXO II. 5.5 A empresa proponente deverá, obrigatoriamente, apresentar os documentos relacionados no item 5.4, em original, cópia autenticada ou cópia simples. No caso da cópia simples. A Comissão de Licitações do Sistema FIEP poderá autenticar o documento apresentado pela proponente, no dia da sessão de abertura dos envelopes, desde que acompanhado do documento original. Neste caso, a autenticação só será válida para efeitos da presente licitação. 5.6 As Certidões apresentadas deverão estar em condições de aceitabilidade quanto ao prazo de validade. Caso as validades das Certidões não estejam expressas, será considerado o prazo de validade de 60 (sessenta) dias corridos, incluído o dia da emissão da Certidão. 5.7 Os documentos de que trata o item 5.4 devem ser da unidade da proponente, que efetivamente realizará o objeto do edital, seja sua matriz ou filial, exceto no que respeita ao documento descrito no item d e h. 5.8 A empresa que não apresentar a documentação exigida neste Edital e que não atender as condições previstas no item 5 será considerada inabilitada como proponente. 6 PROCEDIMENTOS DO PREGÃO 6.1 O pregão será realizado em sessão pública de forma presencial conduzida por Pregoeiro. 6.2 Será permitida a participação ativa de apenas um representante de cada licitante nas reuniões da presente licitação, especificamente designado no momento do credenciamento. 6.3 Declarada aberta a sessão, não serão admitidos novos proponentes. 6.4 O Pregoeiro e sua equipe de apoio realizarão os procedimentos iniciais pertinentes, com respeito ao: Credenciamento dos representantes legais das proponentes interessadas em participar deste Pregão; Recebimento dos envelopes nº. 1 - Proposta de Preços e nº. 2 - Documentação de Habilitação; Abertura, verificação da conformidade e rubrica dos documentos apresentados no envelope nº. 1; Exame da conformidade técnica das propostas; 4 / 41

5 6.4.5 Se a análise dos documentos contidos no envelope n. 01 necessitar ser mais detalhada, a Comissão de Licitações do Sistema FIEP marcará nova data para continuidade da Licitação. 6.5 O Pregoeiro poderá inverter o procedimento, abrindo primeiramente o envelope de habilitação e posteriormente abrindo o envelope de proposta de preços, nos termos do artigo 17 do Regulamento de Licitações e Contratos do SESI/SENAI. 6.6 O Pregoeiro classificará para a fase de lances a proponente autora da proposta de menor preço, dentro do critério de julgamento apontado no ANEXO II, e todas aquelas que tenham apresentado propostas em valores sucessivos e superiores em até 15% (quinze por cento) em relação à de menor preço. 6.7 Quando não forem classificadas, no mínimo, 03 (três) propostas para a fase de lances, na forma definida no subitem 6.6, o Pregoeiro classificará a de menor preço e as duas melhores propostas de preços subseqüentes, desde que atendam às demais condições definidas neste Edital. 6.8 No caso de empate das propostas de preços, e estas se enquadrarem no disposto dos subitens anteriores, todas serão consideradas para efeito de classificação. 6.9 A classificação de apenas duas propostas de preços não inviabilizará a realização da fase de lances verbais As proponentes classificadas darão início à etapa de apresentação dos lances verbais, iniciando-se a partir do autor da proposta de maior preço e prosseguindo-se com os demais em ordem decrescente de classificação. Se as propostas forem iguais, o Pregoeiro procederá ao sorteio para determinação da ordem de oferta dos lances O licitante que não apresentar lance numa rodada não ficará impedido de participar de nova rodada, caso ocorra A desistência expressa do proponente em apresentar lance verbal até o final do procedimento, quando convocado pelo Pregoeiro, implicará na sua exclusão da etapa de lances verbais e na manutenção do último preço por ele apresentado, para efeito de ordenação das propostas Caso não realizem lances verbais, será verificada a conformidade entre a proposta de menor preço e o valor estimado para a aquisição do respectivo objeto Na hipótese de comparecimento de uma única empresa, que apresente proposta válida, o Pregoeiro poderá negociar diretamente com o proponente, para que seja obtida proposta mais vantajosa Encerrada a etapa competitiva e ordenadas as propostas, o Pregoeiro e a Comissão de Licitações do Sistema FIEP, constatado o atendimento das exigências fixadas no Edital e seus Anexos, prosseguirá à abertura do envelope de habilitação da empresa que tiver ofertado o menor preço Se a empresa que apresentou o menor preço for inabilitada ou descumprir qualquer outra exigência do edital, caberá à Comissão de Licitações do Sistema FIEP autorizar o Pregoeiro a convocar o autor do segundo menor lance e, se necessário, observada a ordem crescente de preço, os autores dos demais lances, desde que atendam ao critério de aceitabilidade, estabelecido neste edital O Pregoeiro, observando o motivo do desatendimento das exigências habilitatórias, poderá aplicar as penalidades previstas no item 16.5, deste Edital Nas situações acima previstas, o Pregoeiro poderá, ainda, negociar diretamente com o proponente vencedor, para que seja obtida proposta mais vantajosa Declarado o licitante vencedor, a Comissão de Licitações do Sistema FIEP encaminhará o processo à autoridade competente para a homologação e adjudicação A proponente declarada vencedora deverá confirmar a proposta de preços, no prazo máximo de 02 (dois) dias úteis (consideradas horas úteis das 08hs às 18hs, de segundas-feiras a sextas-feiras), após o encerramento deste Pregão, mediante a apresentação da proposta definitiva de preços, acompanhada da planilha com o novo valor global e os novos valores para cada um dos itens, deduzidos dos mesmos o desconto ofertado na fase de 5 / 41

6 lances verbais do pregão. Para tanto, o preço global definitivo será aquele registrado na rodada final de lances verbais do certame As decisões do Pregoeiro serão comunicadas diretamente aos interessados, durante a sessão pública e lavradas em ata, assinada por todos os participantes presentes. O resultado final do Pregão será divulgado via internet no site 7 IMPUGNAÇÃO E PEDIDOS DE ESCLARECIMENTOS DO ATO CONVOCATÓRIO 7.1 Sob pena de decadência do direito, no prazo de 02 (dois) dias úteis anteriores à data fixada para sessão de abertura (consideradas horas úteis das 08hs às 18hs, de segunda-feira a sexta-feira), qualquer pessoa, através de correspondência endereçada à Comissão de Licitações do Sistema FIEP, fax ou constantes no ANEXO II, poderá solicitar esclarecimentos ou impugnar o presente edital. 7.2 Para efeito de contagem do prazo consignado no item 7.1, não será considerada a data de abertura do certame. 7.3 Caberá à Comissão de Licitações do Sistema FIEP decidir sobre o pedido de impugnação do Edital no prazo de 24 (vinte e quatro) horas, contado de seu recebimento. 7.4 Acolhido o pedido de impugnação contra o ato convocatório, feitos os ajustes necessários, será designada nova data para a realização da presente licitação, mediante comunicação no site se a eventual alteração do edital vier a afetar a formulação das propostas. 7.5 As respostas aos pedidos de esclarecimentos e de impugnações serão partes integrantes deste edital. 8 CRITÉRIO DE JULGAMENTO 8.1 Será considerada vencedora a proposta que atender às exigências deste edital e atender ao critério de julgamento estipulado no ANEXO II. 8.2 A Comissão de Licitações do Sistema FIEP, a qualquer tempo e a seu critério, poderá efetuar diligências, solicitando das proponentes, esclarecimentos e/ou informações complementares, apresentação de portfolios, prospectos, amostras, etc., do(s) produto(s) cotado para melhor avaliação ou teste, antes da definição do julgamento deste certame. 8.3 O empate, entre dois ou mais proponentes somente ocorrerá quando houver igualdade de preços entre as propostas escritas e quando não houver lances para o desempate. Havendo propostas economicamente vantajosas e que estejam em equivalência de condições, o SESI/SENAI-PR procederá ao sorteio da proposta vencedora, a ser realizado durante a sessão do Pregão. 8.4 Não poderá haver desistência dos lances ofertados, sujeitando-se o proponente desistente às penalidades estabelecidas no item 16.5 deste edital. 8.5 Será admitido apenas 01(um) proponente vencedor para o objeto licitado, atendendo-se ao critério de julgamento estipulado no ANEXO II. 8.6 Omissões ou desatendimento a exigências consideradas eminentemente formais, que sejam irrelevantes para o entendimento da proposta, não acarretarão na desclassificação da proposta, desde que não causem prejuízo para o SESI/SENAI-PR e nem firam os direitos dos demais proponentes. 9 RECURSOS 9.1 Da desclassificação das propostas de preços, somente caberá pedido de reconsideração à própria Comissão de Licitações do Sistema FIEP, com a justificativa de suas razões, a ser apresentado, de imediato, oralmente ou por escrito, na mesma sessão pública em que vier a ser proferida. 6 / 41

7 9.2 A Comissão de Licitações do Sistema FIEP analisará e decidirá de imediato o pedido de reconsideração, sendolhe facultado, para tanto, suspender a sessão pública. 9.3 Da decisão da Comissão de Licitações do Sistema FIEP relativa ao pedido de reconsideração, não caberá recurso. 9.4 Caberá recurso, no prazo de 02 (dois) dias úteis, da decisão que declarar o licitante vencedor, salvo na hipótese de a inversão prevista no item 6.5 vir a ser adotada, quando também caberá recurso da decisão que inabilitar o licitante. 9.5 O licitante que puder vir a ter a sua situação prejudicada em razão do recurso interposto, poderá sobre ele se manifestar no prazo de 02 (dois) dias úteis, que correrá da comunicação, pela Comissão de Licitações do Sistema FIEP, da interposição do recurso. 9.6 O acolhimento do recurso importará em invalidação apenas dos atos insuscetíveis de aproveitamento. 9.7 A petição poderá ser feita na própria sessão de recebimento, sendo levada a termo em Ata. 9.8 O recurso deve ser, obrigatoriamente, apresentado em papel timbrado da empresa e obrigatoriamente redigido em português, sem rasuras, fundamentado e assinado por representante legal, observados os prazos legais. 9.9 Os recursos serão encaminhados para a autoridade superior do SESI/SENAI-PR, por intermédio do Pregoeiro, para serem submetidos à análise e decisão Os recursos serão julgados no prazo de até 10 (dez) dias úteis, contados da data final para sua interposição, pela autoridade competente. 10 ADJUDICAÇÃO 10.1 O resultado deste certame será publicado no site e oficiado às Empresas participantes através dos endereços de s informados pelas proponentes. 11 PAGAMENTO 11.1 O pagamento será realizado no prazo e condições especificadas no ANEXO II, a contar da data de conclusão da entrega do(s) produto(s), mediante apresentação de Nota Fiscal/Fatura correspondente e após a aprovação do(s) produto(s), pela Fiscalização do SESI/SENAI-PR Fica expressamente vedada ao vencedor da licitação, a negociação de faturas ou títulos de crédito decorrentes deste certame, com instituições financeiras ou factorings O faturamento deverá ser feito para o SESI/SENAI-PR, conforme dados constantes do ANEXO II A aprovação do(s) produto(s) dependerá de avaliação, que será efetuada após o processo de conferência, sendo que a assinatura do comprovante da conclusão da entrega do(s) produto(s) não implica na sua aprovação No caso de eventual atraso de pagamento, o valor devido deverá ser acrescido de juros moratórios de 0,03% ao dia, apurados desde a data estipulada para o pagamento até a data da sua efetiva realização, calculados pro rata die, sobre o valor da nota fiscal/fatura. 12 PRAZO E LOCAL DE ENTREGA 12.1 Ficam estabelecidos no ANEXO II o prazo e o local para a entrega do(s) produto(s). 13 FORMALIZAÇÃO DA CONTRATAÇÃO 13.1 O SESI/SENAI-PR formalizará a contratação por meio de instrumento hábil informado no ANEXO II A recusa da Empresa em assinar o instrumento de contratação, ou o não aceita-lo, dentro de 02 (dois) dias 7 / 41

8 úteis contados da data de recebimento da notificação, sem justificativa por escrito, ou com justificativa não aceita, sujeitará esta às penalidades previstas no item 16.5 deste Edital Não será possível a subcontratação total do objeto deste certame A sub-contratação parcial dependerá de pedido expresso motivado da contratada e da prévia autorização pelo SESI/SENAI-PR É expressamente proibida a subcontratação do objeto a licitante que tenha participado do procedimento licitatório ou a empresa proibida de contratar com o SESI/SENAI-PR. 14 ALTERAÇÃO CONTRATUAL 14.1 A Contratada fica obrigada a aceitar, nas mesmas condições contratuais, os acréscimos ou supressões que se fizerem até o limite de 25% (vinte e cinco por cento) para obras, serviços ou compras e 50% (cinqüenta por cento) para reforma de edifício ou equipamento, do valor inicial atualizado do instrumento contratual, sempre mediante a lavratura de Termo Aditivo, conforme previsto no artigo 30 do Regulamento de Licitações e Contratos do SESI/SENAI do valor inicial atualizado do instrumento contratual. 15 RESCISÃO CONTRATUAL 15.1 O presente contrato poderá ser rescindido de pleno direito pelo SESI/SENAI-PR, independentemente de interpelação ou notificação judicial ou extrajudicial, nas seguintes hipóteses: Inadimplemento parcial ou total do contrato ou cumprimento irregular de seus termos; Decretação de falência, pedido de recuperação judicial, insolvência civil, liquidação judicial ou extrajudicial ou suspensão, pelas autoridades competentes, das atividades da CONTRATADA; Inobservância de dispositivos normativos, contratuais e do Edital; Dissolução da empresa contratada; A lentidão do seu cumprimento, levando o SESI/SENAI-PR a comprovar a impossibilidade da prestação do objeto, nos prazos estipulados; A paralisação da prestação do objeto, sem justa causa e prévia comunicação ao SESI/SENAI-PR; A subcontratação total ou parcial do seu objeto, a associação do contratado com outrem, a cessão ou transferência, total ou parcial, bem como a fusão, cisão ou incorporação, não admitidas no edital, no contrato ou pela Fiscalização do SESI/SENAI-PR; O desatendimento das determinações regulares da autoridade designada para acompanhar e fiscalizar a sua execução, assim como as de seus superiores; A ocorrência de caso fortuito ou de força maior, regularmente comprovada, impeditiva da execução do contrato; A não manutenção das condições de habilitação previstas neste edital Nas hipóteses das alíneas , , , , , , e , a parte inadimplente será responsável pelo ressarcimento, à outra, de eventuais prejuízos decorrentes da rescisão A rescisão contratual será regida pelo disposto no artigo 32 do Regulamento de Licitações e Contratos do SESI/SENAI e pelo disciplinado no presente Edital, não prejudicando a possibilidade de aplicação das sanções previstas no item 16 deste edital, sempre assegurada a ampla defesa e o contraditório. 8 / 41

9 16 SANÇÕES E PENALIDADES 16.1 A inexecução total ou parcial do objeto contratado sujeitará a CONTRATADA, garantida a prévia defesa, às seguintes penalidades: multa, rescisão e suspensão do direito de licitar ou contratar com o Sistema FIEP por prazo não superior a 2 (dois) anos, nas formas adiante especificadas Será cabível pena de multa: Em caso do não cumprimento do prazo de entrega, aplicação de multa de 2% (dois por cento) e juros de 0,03% ao dia de atraso sobre o valor atualizado contrato, ensejando, a critério do SESI/SENAI-PR, a rescisão contratual; Na hipótese de inexecução parcial, multa no percentual de 5% (cinco por cento), sobre a porção inadimplida do valor atualizado do contrato e ensejando, a critério do SESI/SENAI-PR, a rescisão contratual; Em caso de inexecução total, multa no percentual de 10% (dez por cento) do valor atualizado do objeto contratado e ensejando, a critério do SESI/SENAI-PR, a rescisão contratual; 16.3 A multa poderá ser aplicada isolada ou cumulativamente com as demais sanções Caberá a penalidade de suspensão do direito de licitar, pelo prazo máximo de 02 (dois) anos, contados a partir de sua aplicação, nos casos de inexecução total ou parcial de que decorra rescisão contratual, a critério do SESI/SENAI-PR Aos proponentes que ensejarem o retardamento da execução do certame, não mantiverem a proposta, falharem ou fraudarem na execução do objeto deste processo, comportarem-se de modo inidôneo, deixarem de entregar documentação exigida, fizerem declaração falsa ou cometerem fraude fiscal, poderão ser aplicadas, conforme o caso, as sanções previstas no item cumulado com o item 16.4, sem prejuízo da reparação dos danos causados ao SESI/SENAI-PR As multas poderão ser descontadas dos recebimentos a que a contratada tiver direito ou cobradas judicialmente, caso não haja pagamento espontâneo As penalidades poderão ser aplicadas tantas vezes quantas forem as irregularidades constatadas No caso de atraso da entrega do objeto, sem prejuízo da aplicação das penalidades previstas neste instrumento, o contrato poderá ser imediatamente rescindido, a critério do CONTRATANTE. Nesta situação, o CONTRATANTE poderá convocar outro fornecedor para execução do contrato, nos termos do Regulamento de Licitações e Contratos do SESI/SENAI Fica facultada a defesa prévia da empresa, em qualquer caso de aplicação de penalidade, no prazo de 05 (cinco) dias úteis (consideradas horas úteis das 08hs às 18hs, de segundas-feiras a sextas-feiras), contados da intimação do ato. 17 INCIDÊNCIAS FISCAIS E DEMAIS ÔNUS 17.1 Dos valores devidos à CONTRATADA serão descontados os encargos sujeitos, por disposição legal, à retenção na fonte, nos percentuais discriminados no ANEXO II, quando for o caso. 18 DISPOSIÇÕES GERAIS 18.1 Os produtos deverão ser entregues rigorosamente dentro das especificações estabelecidas neste Edital e seus Anexos, sendo que a inobservância desta condição implicará sua recusa, com a aplicação das penalidades previstas no item 16, deste Edital As proponentes deverão observar os mais altos padrões éticos durante o processo licitatório, estando sujeitas às 9 / 41

10 sanções previstas neste Edital e na legislação brasileira As empresas interessadas deverão manter-se atualizadas de quaisquer alterações e/ou esclarecimentos sobre o edital, através da consulta permanente ao site não cabendo ao SESI/SENAI- PR a responsabilidade pela não observância deste dispositivo Caso a proponente se recuse a executar o objeto deste Edital ou venha a fazê-lo fora das especificações estabelecidas, o SESI/SENAI-PR poderá, mediante notificação, rescindir o ajuste e optar pela convocação das demais proponentes na ordem de classificação, nos termos do Regulamento de Licitações e Contratos do SESI/SENAI Fica assegurado ao SESI/SENAI-PR o direito de: a) Adiar a data de abertura do presente certame, dando conhecimento aos interessados, mediante informação no site com a antecedência de pelo menos 24 (vinte e quatro) horas, da data inicialmente marcada; b) Cancelar o presente certame, a qualquer tempo, desde que haja motivo que o justifique, nos termos do art. 40 do Regulamento de Licitações e Contratos do SESI/SENAI, dando ciência aos interessados; c) Alterar as condições deste Edital, fixando novo prazo, não inferior a 08 (oito) dias corridos, para a abertura das propostas, a contar da publicação das alterações, se a eventual alteração do edital vier a afetar a formulação das propostas É facultado, ao Pregoeiro ou à Autoridade Superior, em qualquer fase da licitação, a promoção de diligência destinada a esclarecer ou complementar a instrução do processo, vedada a inclusão posterior de documento ou informação que deveria constar do ato da sessão pública A Contratada ficará responsável por quaisquer danos que venha a causar a terceiros ou ao patrimônio do SESI/SENAI-PR, durante a entrega do(s) produto(s) contratados, reparando-os às suas custas, não lhe cabendo nenhuma indenização por parte do SESI/SENAI-PR Quaisquer tributos, custos e despesas diretos ou indiretos omitidos da proposta ou incorretamente cotados, serão considerados como inclusos nos preços, não sendo aceitos acréscimos de valores nos contratos a qualquer título A proponente vencedora obriga-se a substituir o(s) produto(s) que não estejam de acordo com as especificações e padrões de qualidade exigidos, sem ônus para o SESI/SENAI-PR Para efeito de contagem dos prazos estabelecidos neste edital, referentes a recursos, impugnações ou pedidos de esclarecimentos, excluir-se-á o dia do inicio e incluir-se-á o do vencimento, e serão considerados os dias consecutivos Os recursos orçamentários para as despesas decorrentes deste Pregão estão previstos em dotação orçamentária para o ano em curso, do SESI/SENAI-PR conforme previsto no ANEXO II deste edital Quando todos os licitantes forem inabilitados ou todas as propostas forem desclassificadas, a Comissão de Licitações do Sistema FIEP poderá fixar às proponentes o prazo de até 05 (cinco) dias úteis para a apresentação de nova documentação ou de outras propostas, escoimadas das causas referidas neste item Os envelopes de habilitação ou proposta comercial das licitantes que forem inabilitadas ou em caso de inversão do procedimento sejam desclassificadas, poderão retirar os mesmos no prazo de até 30 (trinta) dias corridos, contados da data do julgamento do edital. Decorrido esse prazo, o SESI/SENAI-PR poderá providenciar a sua destruição. 10 / 41

11 19 FORO 19.1 Para todos os efeitos legais, as partes elegem o Foro constante no ANEXO II, para dirimir dúvidas oriundas da aplicação deste Edital e seus Anexos. Curitiba, 25 de Outubro de COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES SISTEMA FIEP 11 / 41

12 ANEXO I ESPECIFICAÇÃO DO OBJETO OBJETO: AQUISIÇÃO DE LICENÇAS CORPORATIVAS DE UMA SUITE DE SEGURANÇA DE ENDPOINT, INSTALAÇÃO / IMPLANTAÇÃO, TREINAMENTO, MANUTENÇÃO E SUPORTE TÉCNICO. LOTE 1 VALO MÁXIMO PARA O LOTE R$ ,00 ITEM ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS UF QTDE PREÇO MÁXIMO UNITARIO PREÇO MÁXIMO TOTAL 01 SUITE DE SEGURANÇA DE ENDPOINT COM PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INSTALAÇÃO / IMPLANTAÇÃO, TREINAMENTO, MANUTENÇÃO E SUPORTE TÉCNICO. SERVIÇO 01 R$ ,00 R$ ,00 *Utilizar apenas duas casas decimais para centavos. A aquisição e prestação de serviços deste edital, conforme item 01 acima, devem contemplar as especificações técnicas descritas abaixo: 1. Objeto: 1.1. Aquisição de licenças corporativas de uma Suíte de Segurança de Endpoint abrangendo estações de trabalho, laptops, servidores e serviço de mensageria Microsoft Exchange (versões 2003 e todas as posteriores), prestação de serviço de instalação, implantação, treinamento, manutenção e suporte técnico por meio do licitante, objetivando atender todo o ambiente computacional do Sistema Federação das Indústrias do Estado do Paraná. 2. Escopo: 2.1. Cessão de licenças de uma Suíte de Segurança de Endpoint para estações de trabalho, laptops, servidores e serviço de mensageria Microsoft Exchange (versões 2003 e todas as posteriores) pelo período de 36 meses Abordando o planejamento da remoção da solução de segurança anterior em todo o ambiente computacional (estações, laptops e servidores), da execução da migração da nova solução de segurança com a configuração, instalação, atualização de vacinas, aplicação de hotfixes, de atualizações da suíte de segurança de endpoint e ajustes necessários para a solução estar estável no ambiente computacional (estações, laptops e servidores) do Sistema FIEP em conjunto com o licitante. Suporte técnico com abertura de chamado no licitante por telefone, , IM, Remoto e portal WEB em regime 24x7x365, finais de semana e feriados suportando dúvidas ou ações quanto a novas amostras, incidências de malwares, remoção de códigos maliciosos, erros, instabilidades e falhas do produto. O suporte técnico presencial deverá ocorrer no planejamento, migração entre às soluções de segurança, casos de infecções, epidemias no ambiente computacional e ou sempre que necessário dentro do período contratado para a família de sistemas operacionais Microsoft (todas as versões). O licitante ministrará treinamento oficial da administração da Suíte de Segurança de Endpoint para até 04 (quatro) profissionais do Sistema Federação das Indústrias do Estado do Paraná. 3. Qualificação Técnica e Profissional 3.1. A contratada deverá apresentar qualificação técnica e profissional conforme ANEXO II item 04. ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PARA SOLUÇÃO DE SEGURANÇA DE ENDPOINT PARA ESTAÇÕES DE TRABALHO, LAPTOPS, SERVIDORES E SERVIÇO DE MENSAGERIA MICROSOFT EXCHANGE. 4. Console de Gerenciamento: 4.1. Administração centralizada por console único de gerenciamento, podendo este, ser estendido para os servidores de segmentos de redes distintos; 12 / 41

13 4.2. O console de gerenciamento deve exibir a lista de estações, laptops e servidores que possuem o antivírus da solução instalado, contendo informações como: nome da máquina, sistema operacional (identificando a plataforma inclusive), domínio, versão do antivírus, versão do engine, patches aplicados, versão da vacina, tempo total da última atualização, nome de DNS da estação/servidor e endereço IP da estação; 4.3. As configurações do Antivírus, AntiSpyware, AntiRootkit, Firewall, IDS/IPS, Proteção de Navegação Web, Proteção de Tráfego HTTP, Controle de Dispositivos, Controle de Aplicações e Proteção de cliente de local deverão ser realizadas através da mesma console; 4.4. Toda a solução deverá funcionar com agente único na estação de trabalho a fim de diminuir o impacto ao usuário final; 4.5. Utilizar os protocolos HTTP e HTTPS para comunicação entre console de gerenciamento e o cliente gerenciado; 4.6. Possuir controle de timeout configurável para a console de gerenciamento; 4.7. Mecanismo de comunicação (via push) em tempo real entre servidor e clientes, para entrega de configurações e assinaturas; 4.8. Mecanismo de comunicação (via pull) em tempo determinado pelo administrador entre o cliente e servidor, para consulta de novas configurações e assinaturas; 4.9. Permitir a divisão dos computadores, dentro da estrutura de gerenciamento, em sites, domínios e grupos, com administração individualizada por domínio; Permitir criação de no mínimo 30 subdomínios consecutivos dentro da árvore de gerenciamento; O servidor de gerenciamento deverá possuir compatibilidade para instalação em todas as versões nos sistemas operacionais Microsoft Windows 2003 Server, Microsoft Windows 2008 Server e Microsoft Windows 2012 Server; Possuir integração com LDAP, para importação da estrutura organizacional; Possibilidade de aplicar regras diferenciadas baseado na localidade lógica da rede; Permitir que a localidade lógica da rede seja definida pelo conjunto dos seguintes itens: IP ou range de IP; Servidores de DNS; Conexão com o servidor de gerência Possibilidade de aplicar regras diferenciadas por grupos de máquinas Possuir recursos para a criação e agendamento periódicos de backups da base de dados; Permitir a opção de instalação de Servidores de Gerenciamento adicionais; Possibilidade de instalação dos clientes em estações de trabalho, laptops e servidores da rede de forma remota via console de gerenciamento; Permitir a instalação remota do software por Group Policy (GPO), Web e por meio da console de gerenciamento; O console de gerenciamento deve identificar as máquinas que possuem a soluções antivírus instaladas, bem como as que não possuem; O console de gerenciamento deve possibilitar a descoberta das máquinas na rede e sub-redes para ambiente Microsoft Windows, em todas as versões, tanto em grupos de trabalho como em domínio; Possibilidade de desinstalação remota da própria solução sem indagação prévia ao usuário; Desinstalação automática de soluções de terceiros sem indagação prévia ao usuário; Fornecer ferramenta de pesquisa de estações de trabalho, laptops e servidores da rede que não possuem o cliente instalado com opção de instalação remota; Suportar o gerenciamento de até máquinas a partir de um único servidor; Atualização automática das assinaturas via Internet, com periodicidade mínima diária; Permitir o armazenamento das informações coletadas (últimas atualizações, últimas infecções, erros de atualização, erros do produto, etc.) nos clientes em um banco de dados centralizado; Restringir o acesso a console única de gerenciamento por meio de senha; Possuir a capacidade de armazenar os eventos em banco de dados padrão SQL, centralizado. Se a solução necessitar de um banco de dados proprietário este deverá ser fornecido, devidamente licenciado para a unidade contratante; Fornecer atualizações do produto e das definições de vírus e proteção contra intrusos; A console de gerenciamento deve permitir travar as configurações e definir permissões para que somente o administrador possa alterar as configurações, desinstalar ou parar o serviço do cliente nas estações de trabalho, laptops e servidores; 13 / 41

14 4.32. Possibilitar a execução de varredura da solução e a configuração de restrição, onde os usuários não possam cancelar atualizações, a execução de varredura, parar os serviços da solução e solicitar senha para desinstalação do software antivírus; A solução deve permitir que através do console de gerenciamento o administrador possa implementar, bloquear, liberar e executar as configurações das soluções gerenciadas, por grupo(s) de computadores e para computadores individuais; Deve possuir a possibilidade do usuário postergar a varredura agendada caso o administrador da console determine desta forma; O console único de gerenciamento deve exibir alertas de todas as máquinas na rede ou de uma específica, com pelo menos 4 níveis de severidade, horário, data, descrição do alerta, nome do host e módulo que gerou o alerta; Deve permitir configurar ações a serem tomadas na identificação de malwares, incluindo reparar, deletar, mover para quarentena ou ignorar; Permitir a atualização incremental da lista de definições de vírus e assinatura de IDS/IPS nos clientes, a partir de um único ponto da rede local; Permitir diferentes privilégios de acesso ao console de gerenciamento, para acesso total como administrador, somente leitura e/ou acessos diferenciados e customizados à diferentes partes da console de gerenciamento; Nas estações clientes: geração de alerta em caso de eventos referentes à solução antivírus com mensagem na tela para o usuário, EventViewer e/ou por (SMTP) para o administrador; A solução deve permitir fazer uma verificação da comunicação do servidor com o cliente; Permitir gerenciar os produtos antivírus como uma árvore de diretórios customizada pelo administrador; Permitir Políticas em caso de epidemia de vírus criando regras de bloqueio contra os ataques até que a vacina seja criada para estações/servidores com plataforma Microsoft; Capacidade de criar operações de atualização, verificação de vírus e upgrades através do console de gerenciamento, para máquinas específicas ou em grupos; Capacidade de forçar a configuração determinada no servidor para os clientes, impedindo alteração por parte do cliente; Deve ter capacidade de ser o repositório central de atualizações e repositório de políticas e relatórios; Deverá possuir função de atualização com a disponibilidade de configuração de Proxy (com e sem autenticação) "customizável" pelo administrador; Capacidade de instalar e remover o software cliente, remotamente, pelo console de gerenciamento, via loginscript e GPO do Active Directory sem a intervenção do usuário. O produto também deve permitir a remoção de outras soluções antivírus; Deve permitir a execução remota de tarefas de rastreamento contra vírus com a possibilidade de selecionar uma máquina ou grupo de máquinas para rastrear; A solução deve gerar relatórios gráficos pré-customizados que contenham as seguintes informações: Lista de máquinas com a lista de definições de vírus desatualizada; Versões de software de antivírus instalado em cada máquina e patches instalados no agente do antivírus; Lista de vírus que mais foram detectados; Lista de máquinas que mais sofreram infecções; Status da comunicação entre os clientes e o servidor de gerencia; Notificação de mau funcionamento do cliente/serviço; Ações tomadas pelo software antivírus; Histórico das infecções; Contagem de infecções de vírus por período; Ranking de ataques de rede demonstrando o endereço IP de origem Exportação dos relatórios para um dos seguintes formatos: HTML, XML, PDF e CSV; O console de gerenciamento deve permitir gerar relatórios de uma máquina específica, por grupos ou para todas as máquinas com a solução antivírus instaladas; A console de gerenciamento deve permitir travar separadamente os itens e cada subitens de acesso as configurações do cliente para o usuário; Deve permitir especificar quais tipos de alerta requerem notificação. Por exemplo, em eventos como: detecção de vírus, falha na atualização de vacinas, falhas nas correções de malwares; A solução de Antivírus deverá possibilitar a instalação e configuração de mais de um repositório para atualização das bases de definição de vírus, permitindo a determinação de quais máquinas buscarão atualizações 14 / 41

15 da base de definição de vírus nestes repositórios. Podem estar instalados em todas as versões destas máquinas os sistemas operacionais Windows Server 2003, Windows Server 2008, Windows Server 2012, Windows XP, Windows 7 e Windows 8; Instalação e atualização do software sem a intervenção do usuário; Possibilidade de configurar o bloqueio da desinstalação, desabilitar o serviço do cliente, importar e exportar configurações e abrir a console do cliente, por senha; Suportar redirecionamento de notificações de ameaças para um servidor de Syslog; Permitir configurar o consumo de CPU que será utilizada para uma varredura manual ou agendada; Permitir o rollback das atualizações das listas de definições de vírus e engines; Permitir proteção das configurações da solução instalada na estação de trabalho através de senha ou controle de acesso, em ambos os casos, controlada por política gerenciada pela console de administração da solução completa; Permitir o bloqueio por nome de arquivo; Permitir o travamento de pastas e diretórios; Permitir o travamento de compartilhamentos; Permitir o rastreamento e bloqueio de infecções; Permitir a colocação de estação de trabalho, laptops e servidores em quarentena ao ser detectado programas maliciosos; Efetuar a instalação remota nas estações de trabalho, sem requerer outro software ou agente adicional, previamente instalado e sem necessidade de reiniciar a estação de trabalho; Desinstalar automática e remotamente a solução de antivírus atual bem como a proposta na estação, sem requerer outro software ou agente; Deve permitir a desinstalação através da console de gerenciamento da solução; Possibilidade de backup/restore das configurações da solução através da console de gerenciamento; Possibilidade de backup/restore da base de dados da solução através da console de gerenciamento; Possibilidade de designação do local onde a o backup automático será realizado; Permitir realização do backup da base de dados através de mapeamento de rede controlado por senha; Possibilidade de determinar a capacidade de armazenamento da área de quarentena; Permitir a deleção dos arquivos quarentenados; Permitir remoção automática de clientes inativos por determinado período de tempo; Permitir a criação de usuários locais e/ou a integração com Active Directory para acesso a console de administração; Permitir que a solução utilize consulta externa a base de reputação de sites integrada e gerenciada através da solução de antivírus, com opção de configuração para estações dentro e fora da rede, cancelando a conexão de forma automática baseado na resposta à consulta da base do fabricante; Possuir solução de consulta do hash de arquivos integrada e gerenciada através da solução de antivírus, cancelando o download ou execução do arquivo, de forma automática, baseado na resposta à consulta da base do fabricante; Permitir agrupamento automático de endpoints da console de gerenciamento baseando-se no escopo do Active Directory ou IP; Permitir que os agentes de atualização atualizem componentes de vacinas, motores de escaneamento, versão de programas, hotfixes e configurações especificas de domínios da árvore de gerenciamento; Possuir solução de reputação de sites local para sites já conhecidos como maliciosos integrada e gerenciada através da solução de antivírus, com opção de configuração para estações dentro e fora da rede, cancelando a conexão de forma automática baseado na resposta à consulta da base do fabricante; A solução deve registrar no sistema de monitoração de eventos do Sistema Operacional do servidor da solução de antivírus informações relativas à logon do usuário na console do antivírus e diversas atividades relacionadas ao gerenciamento da solução de antivírus; A solução deve possuir estrutura especializada que suporte virtualização de desktops e provê mecanismos de desempenho durante os momentos críticos como atualização de vacinas e escaneamento agendado dos clientes de antivírus dos desktops virtuais; A solução deve prover ao administrador relatório de conformidade do status dos componentes, serviços, configurações dos endpoints que fazem parte do escopo de gerenciamento da console de antivírus; A solução deve prover ao administrador informações sobre quais endpoints que fazem parte do escopo de gerenciamento da console de antivírus não realizaram o escaneamento agendado ou o escaneamento demandado 15 / 41

16 pelo administrador no período de no mínimo 5 dias; A solução de antivírus deve suportar múltiplas florestas e domínios confiáveis do Active Directory; A solução de antivírus deve utilizar de chave de criptografia que seja/esteja em conformidade com o Active Directory para realizar uma conexão segura entre servidor de antivírus e o controlador de domínio; Permitir configuração do serviço de reputação de sites da web em níveis: baixo, médio e alto; Permitir integração com serviço de NAC (Network Access Control); A solução deve prover serviço de feedback de informações sobre ameaças virais não conhecidas que possam comprometer a integridade do ambiente do cliente; A solução deve permitir que à árvore de clientes do antivírus possa refletir a árvore de diretórios do Active Directory Deve oferecer recurso de Balanceamento de Carga, permitindo escalabilidade de servidores intermediários de atualização, administráveis a partir de um único ponto; Atualização incremental, remota e em tempo real, da vacina dos Antivírus mecanismo de verificação (Engine) dos clientes da rede; Permitir criar planos de distribuição das atualizações; Permitir eleger qualquer cliente gerenciado como um servidor de distribuição das atualizações; Atualização remota e incremental da versão do software cliente instalado; Rastreamento agendado contra vírus com a possibilidade de selecionar uma máquina ou grupo de máquinas para rastrear com periodicidade mínima diária; Rastreamento remoto contra vírus com a possibilidade de selecionar uma máquina ou grupo de máquinas para rastrear Permitir a configuração de ações diferenciadas para cada subcategoria de riscos de segurança (Adware, Discadores, Ferramentas de hacker, Programas de brincadeiras, Acesso remoto, Spyware, Trackware e outros); Permitir a configuração de duas ações, primária e secundária, executadas automaticamente para cada ameaça, com as opções de: somente alertar, limpar automaticamente, apagar automaticamente e colocar em quarentena; Permitir a criação de listas de exclusões para extensões, diretórios ou nome de arquivos onde não serão verificados pelo produto; Implementar intervalos de tempo para início de verificações agendadas de forma a reduzir impacto em ambientes virtuais; Caso haja o Upgrade de versão da solução deverá ser oferecido sem custo adicional durante a vigência do contrato; Permitir a criação de pacotes de instalação com as definições de vacinas e políticas mais recentes; Deve ser capaz de configurar quando e como o usuário irá reiniciar o computador, caso seja necessário, evitando que o usuário tenha suas atividades interrompidas abruptamente; Gerar notificações para o administrador de rede quando ocorrer uma epidemia de vírus (outbreak alert) através de ; Gerenciar a atualização do antivírus em computadores portáteis (notebooks), automaticamente, sendo possível escolher uma ou mais fontes de atualizações a serem utilizadas (conexão em rede local, ADSL e dial-up); Possibilidade de bloquear verificação de vírus em recursos mapeados da rede. 5. Funcionalidades do Endpoint de Segurança 5.1. Nas atualizações das configurações e das definições de vírus não poderá utilizar login scripts, agendamentos ou tarefas manuais ou outros módulos adicionais que não sejam parte integrante da solução e sem requerer reinicialização do computador ou serviço para aplicá-la; 5.2. Um único e mesmo arquivo de vacina de Vírus para todas as plataformas, versões do sistema operacional Windows e versões do antivírus; 5.3. Possuir funcionalidades que permitam o isolamento (área de quarentena) de arquivos contaminados por códigos maliciosos que não sejam conhecidos ou que não possam ser reparados em um servidor central da rede; 5.4. Forma automática de envio dos arquivos para o fabricante, via protocolo seguro, onde este será responsável por gerar a vacina, automaticamente, sem qualquer tipo de intervenção do administrador. Recebimento utilizando o mesmo método e aplicação da vacina recém-criada nas estações infectadas; 5.5. Suportar máquinas com arquitetura 32-bit e 64-bit; 5.6. O cliente para instalação em estações de trabalho, laptops e servidores deverá possuir compatibilidade em 16 / 41

17 todas as versões dos sistemas operacionais Microsoft Windows 2003 Server, Microsoft Windows 2008 Server e Microsoft Windows 2012 Server, Windows XP, Windows 7 e Windows 8; 5.7. Proteção em tempo real contra vírus, trojans, worms, cavalos-de-tróia, spyware, adwares, keyloggers, botnets, malwares, phishing, rootkits das variantes de todas essas ameaças e outros tipos de códigos maliciosos; 5.8. Proteção antispyware deverá ser nativa do próprio antivírus, ou seja, não dependente de plugin ou módulo adicional; 5.9. As configurações do antispyware deverão ser realizadas através da mesma console do antivírus; Permitir a verificação das ameaças da maneira manual, agendada e em tempo real detectando ameaças no nível do Kernel do Sistema Operacional fornecendo a possibilidade de detecção de Rootkits; Possuir funcionalidades que permitam o isolamento (área de quarentena) de arquivos contaminados por códigos maliciosos que não sejam conhecidos ou que não possa ser reparados no cliente; Possuir funcionalidades que permitam a inclusão manual em isolamento (área de quarentena) de arquivos a serem enviados e vistoriados pelo centro de pesquisa do fabricante; Verificação de vírus nas mensagens de correio eletrônico, pelo antivírus da estação de trabalho, suportando clientes Outlook, Notes e POP3/SMTP; Possuir funcionalidades que permitam a detecção e reparo de arquivos contaminados por códigos maliciosos mesmo que sejam compactados, tendo como abrangência no mínimo 5 camadas de compactação; Capacidade de detecção em tempo real de vírus novos, desconhecidos pela vacina com opção da sensibilidade da detecção (baixo, médio e alto); Capacidade de remoção automática total dos danos causados por códigos maliciosos, com opção de terminar o processo e terminar o serviço da ameaça no momento de detecção; A remoção automática dos danos causados deverá ser nativa do próprio antivírus, ou seja, não dependente de plugin, execução de arquivo ou módulo adicional; Capacidade de identificação da origem da infecção, para vírus que utilizam compartilhamento de arquivos como forma de propagação informando nome da máquina ou IP de origem com opção de bloqueio da comunicação via rede; Criar uma cópia backup do arquivo suspeito antes de limpá-lo; Gerenciamento integrado à console de gerência da solução; Possibilitar a criação de um disco (CD ou DVD) inicializável para verificação e remoção de ameaças sem a necessidade de carregar o Sistema Operacional do cliente; Possuir funcionalidade de reputação de arquivos, permitindo de acordo com lista de reputação do fabricante apenas arquivos confiáveis sejam baixados e executados; A funcionalidade de reputação de arquivos deve permitir que seja possível ignorar arquivos confiáveis dos escaneamentos manuais e dinâmicos, consumindo menos recursos dos dispositivos protegidos; A funcionalidade de reputação de arquivos deve permitir que seja enviado automaticamente informações de arquivos que não são comumente detectados como ameaça para serem analisados por um centro de segurança do fabricante afim de retornar ao servidor de gerenciamento com informação de reputação do arquivo; Possuir prevenção de intrusão(ips) para os navegadores web, usando assinaturas do fabricante para evitar ataques à vulnerabilidades de navegadores; Detectar automaticamente se o cliente está instalado em uma estação de trabalho, laptop e servidores; Permitir o escaneamento de arquivos baseado em seu verdadeiro tipo de arquivo ( True File Type ) possibilitando a varredura de arquivos com verdadeiro potencial de risco de segurança, permitindo que arquivos vulneráveis sejam escaneados, o que diminui consumo de recursos, otimiza performance e garante segurança através do cliente gerenciado instalado nas máquinas; Rastreamento em tempo real para arquivos criados, copiados, renomeados, movidos ou modificados, inclusive em sessões de linha de comando (DOS ou Shell) abertas pelo usuário; Identificação e limpeza de arquivos infectados, com isolamento (quarentena) em caso de impossibilidade de limpeza; Ter capacidade de varredura em arquivos compactados; Possibilidade de apontamento de arquivos e diretórios em listas de exclusões (para não serem verificados pelo antivírus); Possibilidade de exclusão de varredura por tipo de arquivo; Detecção e remoção de vírus de macro em tempo real; Capacidade de procurar códigos maliciosos pelo tipo real de arquivo; Realizar ações específicas para cada tipo de código malicioso; 17 / 41

18 5.36. Proteger os arquivos executáveis, contra modificações geradas por códigos maliciosos; Possibilidade de proteger alterações no registro do sistema; Permitir bloqueio de portas; Permitir o bloqueio de compartilhamentos da máquina em caso de epidemia; A solução de antivírus deve possuir um sistema de detecção heurística, em tempo real, de vírus e de códigos maliciosos desconhecidos; A solução de antivírus deve ter a possibilidade de definição de agendamentos de varreduras ("scan"), sem a necessidade de haver um logon na máquina para que a varredura seja realizada; Para casos de impossibilidade de limpeza de arquivos infectados, deve haver um local para isolamento do arquivo infectado (quarentena) com possibilidade de recuperação do arquivo infectado original; Proteção antispyware e firewall contra intrusões maliciosas deverão ser nativas da própria solução antivírus para estações de trabalho, laptops e servidores sem depender de plugins ou módulo adicional; Suporte total em todas as versões nas plataformas da família Microsoft Windows a partir do Windows XP e Windows Server 2003 nas arquiteturas de 32 e 64 bits até às versões mais recentes; A ferramenta deve ser capaz de acelerar a varredura, através da consulta de uma base de reputação, evitando a varredura de arquivos conhecidamente bons, identificados através de algoritmo; Deve ser capaz de identificar comportamento malicioso de ameaças desconhecidas, usando informação de base de reputação e tecnologia de heurística a todo instante, sem a necessidade de agendamento; A solução deverá possuir a capacidade de verificar a reputação de arquivos que representem iminentes ameaças, a fim de evitar uma possível infecção a estação de trabalho; Deve prover mecanismo para definir ações no caso de arquivos com má reputação e com reputação desconhecida; Permitir a utilização de uma base de reputação de arquivos fornecida pelo fabricante para determinar arquivos limpos e potenciais ameaças; Capacidade para, em caso de epidemia, bloquear acesso às pastas compartilhadas na rede, à portas TCP/UDP e endereços IP específicos, através de regras de firewall personalizadas, restaurando as configurações originais ao término da epidemia, ambos através de políticas recebidas do servidor de gerenciamento; Relatar para o console de gerenciamento todos os tipos de programas potencialmente perigosos; Possuir ferramenta de monitoramento de comportamento de aplicativos, de forma que o administrador possa controlar sua utilização nas estações de trabalho, laptops e servidores; Gerar notificações para o usuário em caso de detecção de vírus; Permitir o Armazenamento de log de ocorrência de vírus local e no servidor; Gerar notificações de eventos de vírus através de alerta ao administrador da rede; Método de detecção através de heurística de comportamento em tempo real; Capacidade de finalizar processos maliciosos automaticamente através do mecanismo de proteção baseado em assinatura ou mecanismo de escaneamento heurístico; A solução deve possuir módulo IDS/IPS integrado á ferramenta e gerenciado pelo mesmo console dos módulos antivírus, antispyware e firewall; Possuir proteção contra modificações no arquivo HOSTS e configurações de DNS; Permitir criação de regras de permissão ou bloqueio de aplicações na rede; Detecção de cookies potencialmente indesejáveis no sistema; Deve possuir o recurso de blindagem, impedindo o comprometimento dos aplicativos e dos seus dados; Funcionar tanto no ambiente corporativo como em VPN; Capacidade de detectar e bloquear tentativas de invasão; A solução antivírus deverá detectar e informar o console de gerenciamento se o antivírus estiver desatualizado, imediatamente após o logon; Permitir Atualização das listas de vírus, vacinas e mecanismos de rastreamento automaticamente através de um site local pré-definido ou pela Internet para todos os clientes; Permitir a atualização e mudanças de configuração em tempo real; Possuir mecanismos para ativação / inicialização automática e manual toda vez que a estação for ligada; Possuir recurso que permita realizar monitoração em tempo real para a leitura e gravação de arquivos no(s) disco(s) rígido(s), mídias removíveis (disquetes, cd, DVD, zip-drive, pendrive, HD s externos, fitas DAT, etc.) e mapeamentos de rede; Possuir mecanismos capazes de varrer a memória e área de boot em busca de vírus e, caso existam, removêlos; 18 / 41

19 5.71. Possuir recurso que permita especificar os processos que executam em segundo plano (serviços), excluindo-os do processo de varredura em tempo real ou agendada; Possuir capacidade de detectar vírus quando o arquivo estiver sendo executado, copiado, movido, modificado, criado, renomeado e aberto por outro programa; Possuir recurso que permita baixar diretamente do site do fabricante as últimas atualizações de definições de segurança para todos os produtos que compõem a solução de forma automática, caso haja falha na comunicação entre o cliente e o servidor de gerenciamento antivírus; Possuir tecnologia que permita realizar a detecção e tratamento de malwares em tempo real na memória principal sem a necessidade de execução de boot ou parada do recurso; Permitir integração com navegadores WEB para prevenção de ataques; Possuir recurso que permita realizar detecção e tratamento de malware em arquivos anexos que estejam ou não compactados nas mensagens de correio eletrônico nas varreduras em tempo real e agendadas; Possuir recurso que permita executar varredura por demanda a partir do menu flutuante ao se clicar com o botão direito do mouse em um arquivo ou pasta; A solução antivírus deve permitir perfis através do console de gerenciamento que permitam otimizar a performance das máquinas; A interface dos clientes da solução de segurança para servidores deve ter a opção de ser instalada em português do Brasil ou em inglês; A ferramenta deve ser capaz de identificar quais clientes são executados em plataforma virtual e atribuir políticas específicas para a plataforma virtualizada; Possuir proteção contra códigos maliciosos utilizados em BOTs (Botnets); Capacidade de detectar e bloquear tentativas de infecção no servidor com origem das máquinas na rede; Gerar registro (alertas) dos eventos de vírus e possibilitar a configuração para o limite de tamanho do arquivo de log local, através do console de gerenciamento; Permitir criação de regras de exclusão na varredura em tempo real ou manual, para diretórios, drives e nomes de arquivos; Deverá possuir a funcionalidade de Personal Firewall, integrado ao mesmo cliente sem a necessidade de instalação de software adicional e deverá suportar os protocolos de rede IPv4 e IPv6; Capacidade para, em caso de epidemia, notificar o administrador através de alertas visualizados no console de gerenciamento, EventViewer e mensagens eletrônicas (SMTP) para o administrador; A solução antivírus deve permitir rastreamento por linha-de-comando, parametrizável, com opção de limpeza; Possuir mecanismo para reduzir o tempo de varredura através da detecção de arquivos vulneráveis e nãovulneráveis; Permitir diferentes configurações de varredura em tempo real baseando-se em configurações pré-definidas no console de gerenciamento, tornando assim a performance do produto mais estável; Permitir o rastreamento e bloqueio de infecções; Deve oferecer recurso de rastreamento manual com interface gráfica configurável para clientes Microsoft, com interface em português do Brasil ou Inglês; Deve permitir que seja feito o bloqueio de qualquer tentativa de alteração das políticas de segurança na solução, feita por códigos ou programas maliciosos; Capacidade de configuração do intervalo de tempo das atualizações automáticas dos arquivos de assinaturas de vírus por meio da Internet, com periodicidade mínima de 10 minutos; A solução de antivírus deve permitir realizar a varredura em tempo real ou agendada de forma incremental, evitando que arquivos varridos e não alterados sejam submetidos a um novo processo de varredura; A solução deve distribuir e gerenciar as chaves de licenças por toda a rede; A solução de antivírus deve ser integrada ao Windows Security Center, quando utilizado plataforma Microsoft; Analisar, detectar, e eliminar automaticamente e em tempo real programas maliciosos em arquivos recebidos por meio de programas de comunicação instantânea (MSN Messenger, Yahoo Messenger, Google Talk, ICQ, dentre outros); Detectar e proteger a estação de trabalho contra ações maliciosas executadas em navegadores Web por meio de scripts em linguagens tais como Java script, Script/ActiveX, etc.; Prover funcionalidade preventiva contra surtos de novos vírus (ataque dia-zero'); Deve possuir mecanismo de detecção de ameaças baseado em comportamento de processos que estão sendo executados nos computadores e servidores; Controle a drives mapeados com as seguintes opções: acesso total, leitura e escrita, leitura e execução, 19 / 41

20 apenas leitura e bloqueio total; Possuir mecanismo de proteção contra uso não autorizado no qual o agente do antivírus deve ser protegido contra mudança do seu estado (não possibilitar que um administrador do desktop possa parar o serviço do antivírus) bem como mecanismo para restaurar seu estado normal; Possuir mecanismo de cache de informações a arquivos já escaneados. 6. Funcionalidade de Firewall e Detecção e Prevenção de Intrusão (IDS/IPS) 6.1. Suporte aos protocolos TCP, UDP e ICMP; 6.2. Reconhecimento dos tráfegos DNS, DHCP e WINS com opção de bloqueio; 6.3. Possuir proteção contra exploração de buffer overflow; 6.4. Possuir proteção contra ataques de Denial of Service (DoS), PortScan e MAC Spoofing; 6.5. Possibilidades de criação de assinaturas personalizadas para detecção de novos ataques; 6.6. Possibilidade de agendar a ativação da regra; 6.7. Possibilidade de criar regras diferenciadas por aplicações; 6.8. Permitir criação de zona confiável, permitindo que determinados IPs, protocolos ou aplicações se comuniquem na rede; 6.9. Bloqueio de ataques baseados na exploração de vulnerabilidades; Gerenciamento integrado à console de gerência da solução; Possibilidade de bloquear tráfego IPv-6; Possibilidade de ativar e desativar o produto sem a necessidade de remoção; Possibilidade de varredura de portas das estações de trabalho; Prover proteção contra as vulnerabilidades em todas as versões do sistema operacional Windows XP, Windows 7, Windows 8, Windows Server 2003, Windows Server 2008 e Windows Server 2012; Controle de tráfego de aplicação, streaming de vídeo, aplicações peer to peer; Políticas diferenciadas em múltiplas placas de rede na mesma estação de trabalho ou servers; Permitir o controle de trafego ativo e passivo do FTP; Criação de políticas baseado em perfis diferenciados; Permite limitar o número de conexões simultâneas por estação; Exportação de relatórios detalhados e agendados para um dos seguintes formatos: HTML, XML, PDF e CSV; Emissão alertas via SMTP e SNMP; O módulo IDS/IPS deve integrar-se com a ferramenta de antivírus; Permitir configuração e manipulação de politicas de firewall através de prioridades; Permitir criação de regras de firewall utilizando os seguintes protocolos: ICMP, "IGMP", "GGP", "TCP", "PUP", "UDP", "IDP", "ND", "RAW", "TCP+UDP", AND "Other:"; Permitir criação de regras de firewall por Origem de IP ou MAC ou Porta e Destino de IP ou MAC ou Porta; Permitir a criação de regras de firewall pelos seguintes Frame Type: IP, ARP, REVARP. Deve permitir também escolher outros tipos de Frame Type de 4 dígitos em Hex Code; Deve permitir que sejam feitas manutenções nos clientes sem que alertas sejam disparados; Deve permitir a criação de grupos lógicos através de Lista de IP, MAC, Portas; Deve permitir a criação de contextos para a aplicação ou não de regras de firewall; Deve permitir o isolamento de interfaces de rede, possibilitando o funcionamento de uma interface por vez. 7. Funcionalidade da Proteção de Navegação WEB e Tráfego HTTP 7.1. Bloquear o acesso a web sites com atividade maliciosa e/ou suspeita em tempo real; 7.2. Identificar e bloquear botnets em comunicações de Controle e Comando (C&C); 7.3. Identificar links perigosos nos resultados de buscas no Chrome, Internet Explorer e Firefox; 7.4. Identificar links seguros e perigosos no Facebook, Twitter, Google+, LinkedIn, Pinterest e outras redes sociais; 7.5. Identificar conteúdo malicioso oriundo da internet para o computador. 8. Funcionalidade de Controle de Dispositivos e Aplicações 8.1. Gerenciar o uso de dispositivos USB e CD/DVD, através de controles de leitura/escrita/execução e bloqueio do conteúdo desses dispositivos e também sobre o tipo de dispositivo permitido (ex: permitir mouse USB e bloquear Pen Drive) em estações de trabalho, laptops e servidores; 8.2. Controlar o uso de dispositivos com comunicação infravermelho, FireWire, PCMCIA, portas seriais e paralelas, 20 / 41

Processo nº. 3979/2013 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 970/2013 - RETIFICADO

Processo nº. 3979/2013 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 970/2013 - RETIFICADO O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designados simplesmente SESI-PR e SENAI-PR, com

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 109/2012 R.P.

EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 109/2012 R.P. O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designados simplesmente SESI-PR e SENAI-PR, com

Leia mais

Processo nº. 5217/13 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 1169/13

Processo nº. 5217/13 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 1169/13 O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designados simplesmente SESI-PR e SENAI-PR, com

Leia mais

EDITAL DE CONVITE SESI-PR nº. 783/2011

EDITAL DE CONVITE SESI-PR nº. 783/2011 O Serviço Social da Indústria SESI, adiante designado simplesmente SESI-PR, com sede na Avenida Cândido de Abreu, n 200, nesta Capital, está promov endo Licitação, modalidade CONVITE, do tipo MENOR PREÇO,

Leia mais

Processo nº. 378/2016 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 384/2016

Processo nº. 378/2016 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 384/2016 O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designados simplesmente SESI-PR e SENAI-PR, com

Leia mais

Processo nº. 545/09 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 080/2010

Processo nº. 545/09 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 080/2010 O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designados simplesmente SESI-PR e SENAI-PR, com

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 283/2011

EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 283/2011 O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designados simplesmente SESI-PR e SENAI-PR, com

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI-PR Nº. 703/2010

EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI-PR Nº. 703/2010 O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designado simplesmente SESI-PR, com sede na Avenida Cândido de Abreu, n 200, Centr o Cívico, Curitiba/PR, está promovendo

Leia mais

Processo nº. 6674/2012 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SENAI-PR Nº. 1515/2012

Processo nº. 6674/2012 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SENAI-PR Nº. 1515/2012 O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designado simplesmente SENAI-PR, com sede na Avenida Cândido de Abreu, n 200, Centro Cívico, Curitiba/PR, está promovendo

Leia mais

Processo nº. 6520/2012 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI-PR Nº. 1572/2012

Processo nº. 6520/2012 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI-PR Nº. 1572/2012 O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná, adiante designado simplesmente SESI-PR, com sede na Avenida Cândido de Abreu, n 200, Centro Cívi co, Curitiba/PR, está promovendo Licitação,

Leia mais

Processo nº. 2514/2012 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI-PR Nº. 1150/2012

Processo nº. 2514/2012 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI-PR Nº. 1150/2012 O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná, adiante designado simplesmente SESI-PR, com sede na Avenida Cândido de Abreu, n 200, Centro Cívi co, Curitiba/PR, está promovendo Licitação,

Leia mais

Processo nº. 5080/10 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 594/2010 R.P.

Processo nº. 5080/10 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 594/2010 R.P. O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designados simplesmente SESI-PR e SENAI-PR, com

Leia mais

Processo nº. 0577/2014 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 637/2014

Processo nº. 0577/2014 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 637/2014 O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designados simplesmente SESI-PR e SENAI-PR, com

Leia mais

Processo nº. 2785/10 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI-PR Nº. 368/2010

Processo nº. 2785/10 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI-PR Nº. 368/2010 O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná, adiante designado simplesmente SESI- PR, com sede na Avenida Cândido de Abreu, n 200, Centr o Cívico, Curitiba/PR, está promovendo Licitação,

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 080/2011

EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 080/2011 O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designados simplesmente SESI-PR e SENAI-PR, com

Leia mais

1.1 O recebimento dos envelopes dar-se-á até às 14:00h do dia 09 de março de 2010, pela Comissão Permanente de Licitação, no endereço acima citado.

1.1 O recebimento dos envelopes dar-se-á até às 14:00h do dia 09 de março de 2010, pela Comissão Permanente de Licitação, no endereço acima citado. EDITAL DE CARTA CONVITE N 02/2010 CRM-PR OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA PARA O DESENVOLVIMENTO E SUPERVISÃO DE PROJETO DE TELEMEDICINA, VIDEOCONFERÊNCIA E EDUCAÇÃO CONTINUADA PARA

Leia mais

Processo nº. 0444/12 EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA SESI-PR Nº 0133/2012

Processo nº. 0444/12 EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA SESI-PR Nº 0133/2012 O Serviço Nacional da Indústria, Departamento Regional do Paraná, adiante designado simplesmente SESI-PR, com sede na Avenida Cândido de Abreu, n 200, Centr o Cívico, Curitiba/PR, está promovendo Licitação,

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SENAI/PR-PR Nº. 785/2011

EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SENAI/PR-PR Nº. 785/2011 O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designado simplesmente SENAI/PR, com sede na Avenida Cândido de Abreu, n 200, Centr o Cívico, Curitiba/PR, está promovendo

Leia mais

Processo nº. 7288/2012 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI-PR Nº. 1664/2012

Processo nº. 7288/2012 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI-PR Nº. 1664/2012 O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná, adiante designado simplesmente SESI-PR, com sede na Avenida Cândido de Abreu, n 200, Centro Cívi co, Curitiba/PR, está promovendo Licitação,

Leia mais

Processo nº. 340/09 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI-PR Nº. 433/2009

Processo nº. 340/09 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI-PR Nº. 433/2009 O Serviço Social da Indústria, adiante designado simplesmente SESI-PR, com sede na Avenida Cândido de Abreu, n 200, Centro Cívico, Curitiba/PR, está promo vendo Licitação, modalidade PREGÃO PRESENCIAL,

Leia mais

Processo nº. 3978/2015 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 798/2015

Processo nº. 3978/2015 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 798/2015 O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designados simplesmente SESI-PR e SENAI-PR, com

Leia mais

Processo nº. 3455/2013 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 904/2013

Processo nº. 3455/2013 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 904/2013 O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designados simplesmente SESI-PR e SENAI-PR, com

Leia mais

Processo nº. 2068/2013 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 856/2013

Processo nº. 2068/2013 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 856/2013 O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designados simplesmente SESI-PR e SENAI-PR, com

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI-PR Nº. 180/2011

EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI-PR Nº. 180/2011 O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná, adiante designado simplesmente SESI-PR, com sede na Avenida Cândido de Abreu, n 200, Centro Cívico, Curitiba/PR, está promovendo Licitação,

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 496/2011 R.P.

EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 496/2011 R.P. O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designados simplesmente SESI-PR e SENAI-PR, com

Leia mais

Processo nº. 5887/12 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 1394/2012

Processo nº. 5887/12 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 1394/2012 O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designados simplesmente SESI-PR e SENAI-PR, com

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 256/2010 R.P.

EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 256/2010 R.P. O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designados simplesmente SESI-PR e SENAI-PR, com

Leia mais

Processo nº. 7703/12 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SENAI-PR Nº. 1708/2012

Processo nº. 7703/12 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SENAI-PR Nº. 1708/2012 O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designados simplesmente SENAI-PR, com sede na Avenida Cândido de Abreu, n 200, Cent ro Cívico, Curitiba/PR, está

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA 1ª REGIÃO

CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA 1ª REGIÃO 1 CARTA CONVITE n.º 001/2011 São Paulo, 20 de outubro de 2011. O CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA - 1ª REGIÃO, nos termos da autorização constante no Processo Administrativo em epígrafe, vem, por intermédio

Leia mais

Processo nº. 00841/2016 EDITAL PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 288/2016

Processo nº. 00841/2016 EDITAL PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 288/2016 O Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná e o Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designados simplesmente SESI-PR e SENAI-PR, com sede na Avenida

Leia mais

Processo nº. 5626/2012 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 1342/2012

Processo nº. 5626/2012 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 1342/2012 O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designados simplesmente SESI-PR e SENAI-PR, com

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA TERRA DE LUTA E FÉ - DOE ORGÃOS, DOE SANGUE:SALVE VIDAS

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA TERRA DE LUTA E FÉ - DOE ORGÃOS, DOE SANGUE:SALVE VIDAS EDITAL DE CARTA CONVITE 027/2015 A PREFEITA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA, torna público, para conhecimento dos interessados, que no dia 20 DE NOVEMBRO DE 2015, às 10 horas, reunirse-á a Comissão Permanente

Leia mais

Processo nº. 0613/09 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 350/2010 R.P.

Processo nº. 0613/09 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 350/2010 R.P. O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designados simplesmente SESI-PR e SENAI-PR, com

Leia mais

Processo nº. 1667/2012 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SENAI-PR Nº. 425/2013

Processo nº. 1667/2012 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SENAI-PR Nº. 425/2013 O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designado simplesmente SENAI-PR, com sede na Avenida Cândido de Abreu, n 200, Cent ro Cívico, Curitiba/PR, está promovendo

Leia mais

Processo nº. 1762/09 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SENAI-PR Nº. 215/2009

Processo nº. 1762/09 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SENAI-PR Nº. 215/2009 O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designado simplesmente SENAI-PR, com sede na Avenida Cândido de Abreu, n 200, Centr o Cívico, Curitiba/PR, está promovendo

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/PR Nº. 867/2011

EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/PR Nº. 867/2011 O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná, adiante designado simplesmente SESI/PR, com sede na Avenida Cândido de Abreu, n 200, Centro Cívico, Curitiba/PR, está promovendo Licitação,

Leia mais

Processo nº. 4108/2015 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SENAI-PR Nº. 834/2015

Processo nº. 4108/2015 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SENAI-PR Nº. 834/2015 O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designados simplesmente SENAI-PR, com sede na Avenida Cândido de Abreu, n 200, Cent ro Cívico, Curitiba/PR, está

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 005/2008 M I N U T A

CARTA CONVITE Nº 005/2008 M I N U T A IMPORTANTE : PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDÊNCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 481/2009 R.P.

EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 481/2009 R.P. O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designados simplesmente SESI-PR e SENAI-PR, com

Leia mais

Processo nº. 1030/15 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI-PR Nº. 261/2015

Processo nº. 1030/15 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI-PR Nº. 261/2015 O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná, adiante designado simplesmente SESI-PR, com sede na Avenida Cândido de Abreu, n 200, Centro Cívi co, Curitiba/PR, está promovendo Licitação,

Leia mais

Processo nº. 7723/2012 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 1715/2012

Processo nº. 7723/2012 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 1715/2012 O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designados simplesmente SESI-PR e SENAI-PR, com

Leia mais

Processo nº. 2280/13 EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA SESI-PR Nº. 946/2013

Processo nº. 2280/13 EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA SESI-PR Nº. 946/2013 O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná adiante designado simplesmente SESI- PR, com sede na Avenida Cândido de Abreu, n 200, Centr o Cívico, Curitiba/PR, está promovendo Licitação,

Leia mais

Processo nº. 4701/2014 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI-PR Nº. 1022/2014

Processo nº. 4701/2014 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI-PR Nº. 1022/2014 O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná, adiante designado simplesmente SESI-PR, com sede na Avenida Cândido de Abreu, n 200, Centro Cívi co, Curitiba/PR, está promovendo Licitação,

Leia mais

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2010. SESSÃO DE ABERTURA: Local: Rua Pamplona 1200 7º andar Horário: 10:30 horas do dia 08 de março de 2.

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2010. SESSÃO DE ABERTURA: Local: Rua Pamplona 1200 7º andar Horário: 10:30 horas do dia 08 de março de 2. IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM 03 (TRÊS) DIAS DE ANTECEDENCIA NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP: 01405-001

Leia mais

Processo nº. 7394/12 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SENAI-PR Nº. 1665/2012

Processo nº. 7394/12 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SENAI-PR Nº. 1665/2012 O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designado simplesmente SENAI-PR, com sede na Avenida Cândido de Abreu, n 200, Cent ro Cívico, Curitiba/PR, está promovendo

Leia mais

Processo nº. 430/09 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 055/2010 R.P.

Processo nº. 430/09 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 055/2010 R.P. O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designados simplesmente SESI-PR e SENAI-PR, com

Leia mais

Processo nº. 0716/2014 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 308/2014

Processo nº. 0716/2014 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 308/2014 O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designados simplesmente SESI-PR e SENAI-PR, com

Leia mais

Processo nº. 3642/2012 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SENAI-PR Nº. 1029/2012

Processo nº. 3642/2012 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SENAI-PR Nº. 1029/2012 O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designado simplesmente SENAI-PR, com sede na Avenida Cândido de Abreu, n 200, Cent ro Cívico, Curitiba/PR, está promovendo

Leia mais

Processo nº. 1162/2011 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SENAI-PR Nº. 797/2012

Processo nº. 1162/2011 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SENAI-PR Nº. 797/2012 O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designado simplesmente SENAI-PR, com sede na Avenida Cândido de Abreu, n 200, Centr o Cívico, Curitiba/PR, está promovendo

Leia mais

Processo nº. 4582/13 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 1043/2013 RETIFICAÇÃO II

Processo nº. 4582/13 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 1043/2013 RETIFICAÇÃO II O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designados simplesmente SESI-PR e SENAI-PR, com

Leia mais

EDITAL DE CONVITE SENAI-PR nº. 733/2010

EDITAL DE CONVITE SENAI-PR nº. 733/2010 O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial SENAI, adiante designado simplesmente SENAI-PR, com sede na Avenida Cândido de Abreu, n 200, nesta Capit al, está promovendo Licitação, modalidade CONVITE,

Leia mais

Processo nº. 0048/2014 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 093/2014

Processo nº. 0048/2014 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 093/2014 O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designados simplesmente SESI-PR e SENAI-PR, com

Leia mais

Processo nº. 0247/15 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SENAI-PR Nº. 164/2015

Processo nº. 0247/15 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SENAI-PR Nº. 164/2015 O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designado simplesmente SENAI-PR, com sede na Avenida Cândido de Abreu, n 200, Cent ro Cívico, Curitiba/PR, está promovendo

Leia mais

Processo nº. 0216/15 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI-PR Nº. 081/2015

Processo nº. 0216/15 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI-PR Nº. 081/2015 O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná, adiante designado simplesmente SESI-PR, com sede na Avenida Cândido de Abreu, n 200, Centro Cívi co, Curitiba/PR, está promovendo Licitação,

Leia mais

Processo nº. 543/11 EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA SENAI-PR Nº 116/2011

Processo nº. 543/11 EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA SENAI-PR Nº 116/2011 O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designado simplesmente SENAI-PR, com sede na Avenida Cândido de Abreu, n 200, Centr o Cívico, Curitiba/PR, está promovendo

Leia mais

I - LOCAL DE ENTREGA DOS ENVELOPES:

I - LOCAL DE ENTREGA DOS ENVELOPES: EDITAL de LICITAÇÃO MODALIDADE: CARTA CONVITE N.º 17/2013 Data da abertura dos envelopes: Dia: 25/10/2013 Horário: 13:00 horas Data limite para entrega dos envelopes: Dia: 25/10/2013 Horário: 13:00 horas

Leia mais

Processo nº. 5221/2012 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 1644/2012

Processo nº. 5221/2012 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 1644/2012 O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designados simplesmente SESI- PR e SENAI-PR, com

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 002/2010

CARTA CONVITE Nº 002/2010 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

Processo nº. 4405/2012 EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA SESI-PR Nº. 1416/2012

Processo nº. 4405/2012 EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA SESI-PR Nº. 1416/2012 O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná, adiante designado simplesmente SESI-PR, com sede na Avenida Cândido de Abreu, n 200, Centro Cívi co, Curitiba/PR, está promovendo Licitação,

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 601/2011 R.P.

EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 601/2011 R.P. O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designados simplesmente SESI-PR e SENAI-PR, com

Leia mais

Processo nº. 3703/2009 EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA SESI-PR Nº. 0004/2010 R.P.

Processo nº. 3703/2009 EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA SESI-PR Nº. 0004/2010 R.P. O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná, Departamento Regional do Paraná, adiante designado simplesmente SESI-PR, com sede na Avenida Cândido de Abreu, n 200, Centro Cívico, Curitiba/PR,

Leia mais

Comunicado Cetip n 007/2015 16 de janeiro de 2015

Comunicado Cetip n 007/2015 16 de janeiro de 2015 Comunicado Cetip n 007/2015 16 de janeiro de 2015 Assunto: Leilão de Alienação de Direitos Sobre Créditos Acumulados de ICMS Módulo de Negociação por Leilão Cetip Net Plataforma Eletrônica. O diretor-presidente

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 786/2010 R.P.

EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 786/2010 R.P. O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designados simplesmente SESI-PR e SENAI-PR, com

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SENAI-PR Nº. 009/2012 R.P.

EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SENAI-PR Nº. 009/2012 R.P. O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designado simplesmente SENAI-PR, com sede na Avenida Cândido de Abreu, n 200, Centr o Cívico, Curitiba/PR, está promovendo

Leia mais

Processo nº. 2873/2012 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 795/2012

Processo nº. 2873/2012 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 795/2012 Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designados simplesmente SESI-PR e SENAI-PR, com sede

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 956/2011 R.P.

EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 956/2011 R.P. O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designados simplesmente SESI-PR e SENAI-PR, com

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI-PR Nº.1021/2011

EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI-PR Nº.1021/2011 O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná, adiante designado simplesmente SESI-PR, com sede na Avenida Cândido de Abreu, n 200, Centro Cívico, Curitiba/PR, está promovendo Licitação,

Leia mais

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO IICA/NEAD Nº 005/2008 Data: 29/02/2008. EMPRESA CONVIDADA: Telefone: Fax: Endereço: Cidade: Estado:

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO IICA/NEAD Nº 005/2008 Data: 29/02/2008. EMPRESA CONVIDADA: Telefone: Fax: Endereço: Cidade: Estado: SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO IICA/NEAD Nº 005/2008 Data: 29/02/2008 EMPRESA CONVIDADA: Telefone: Fax: Endereço: Cidade: Estado: Prezado (a) Senhor (a), O Projeto de Cooperação para Apoio às Políticas e à Participação

Leia mais

Processo nº 3397/2015 EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA SENAI-PR Nº. 660/2015

Processo nº 3397/2015 EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA SENAI-PR Nº. 660/2015 O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designado simplesmente SENAI-PR, com sede na Avenida Cândido de Abreu, n 200, Centr o Cívico, Curitiba/PR, está promovendo

Leia mais

Processo nº. 569/2015 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 185/2015

Processo nº. 569/2015 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 185/2015 O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designados simplesmente SESI-PR e SENAI-PR, com

Leia mais

PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2013 PROCESSO SECOM Nº 0357/2012. Alterações e Normas complementares M I N U T A

PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2013 PROCESSO SECOM Nº 0357/2012. Alterações e Normas complementares M I N U T A IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ PREENCHER O RECIBO DE RETIRADA DE EDITAL, CONSTANTE DO ANEXO I E DEVOLVER COM ATÉ 24 HS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2013

Leia mais

EDITAL DE CONVITE SESI-PR nº. 969/2011

EDITAL DE CONVITE SESI-PR nº. 969/2011 O Serviço Social da Indústria SESI, adiante designado simplesmente SESI-PR, com sede na Avenida Cândido de Abreu, n 200, nesta Capital, está promovendo Lic itação, modalidade CONVITE, do tipo MENOR PREÇO,

Leia mais

Processo nº. 2661/2012 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 1351/2012

Processo nº. 2661/2012 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 1351/2012 O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designados simplesmente SESI-PR e SENAI-PR, com

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE NUTRICIONISTAS CONSELHO REGIONAL DE NUTRICIONISTAS - 3ª Região (SP, MS)

CONSELHO FEDERAL DE NUTRICIONISTAS CONSELHO REGIONAL DE NUTRICIONISTAS - 3ª Região (SP, MS) CARTA CONVITE Nº: 008/2013. São Paulo, 04 de junho de 2.013. Processo n.º 042-05/2013 Tipo: MENOR PREÇO Firma: A/C: E-mail: Convidamos a referida empresa a apresentar proposta para atendimento do objeto

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 028/2009 M I N U T A

CARTA CONVITE Nº 028/2009 M I N U T A IMPORTANTE : PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDÊNCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JARDIM PAULISTA

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 036/2012 R.P.

EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 036/2012 R.P. O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designados simplesmente SESI-PR e SENAI-PR, com

Leia mais

EDITAL DE CONVITE SESI-PR nº. 294/2011

EDITAL DE CONVITE SESI-PR nº. 294/2011 O Serviço Social da Indústria SESI, adiante designado simplesmente SESI-PR, com sede na Avenida Cândido de Abreu, n 200, nesta Capital, está promovendo Licitação, modalidade CONVITE, do tipo MENOR PREÇO,

Leia mais

Processo nº. 3686/2013 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 722/2013

Processo nº. 3686/2013 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 722/2013 O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designados simplesmente SESI-PR e SENAI-PR, com

Leia mais

Processo nº. 3477/10 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 501/2010

Processo nº. 3477/10 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 501/2010 O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designados simplesmente SESI-PR e SENAI-PR, com

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO 029/2005 SESI/SENAI

EDITAL DE PREGÃO 029/2005 SESI/SENAI EDITAL DE PREGÃO 029/2005 SESI/SENAI O SESI SERVIÇO SOCIAL DA INDÚSTRIA e o SENAI DEPARTAMENTO REGIONAL DO PARANÁ, adiante designados simplesmente SESI/SENAI, ambos com sede na Avenida Cândido de Abreu,

Leia mais

Processo nº. 4785/12 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SENAI-PR Nº. 1396/2012 - RP

Processo nº. 4785/12 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SENAI-PR Nº. 1396/2012 - RP Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designado simplesmente SENAI-PR, com sede na Avenida Cândido de Abreu, n 200, Cent ro Cívico, Curitiba/PR, está promovendo

Leia mais

Processo nº. 2676/10 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI-PR Nº. 364/2010

Processo nº. 2676/10 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI-PR Nº. 364/2010 O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná, adiante designado simplesmente SESI- PR, com sede na Avenida Cândido de Abreu, n 200, Centr o Cívico, Curitiba/PR, está promovendo Licitação,

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI-PR Nº. 570/2011

EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI-PR Nº. 570/2011 O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná, adiante designado simplesmente SESI-PR, com sede na Avenida Cândido de Abreu, n 200, Centro Cívico, Curitiba/PR, está promovendo Licitação,

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA EDUCAÇÃO EEEP RITA MATOS LUNA JUCÁS CEARÁ

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA EDUCAÇÃO EEEP RITA MATOS LUNA JUCÁS CEARÁ Convite N. 004/2015 Natureza da Despesa/ OBJETIVO: Fonte do Recurso Contratação de Serviço de INSTALAÇÃO DE SERVIÇO DE LINK DE INTERNET - 5MB Dotação Orçamentária Data da Emissão 22/06/2015 Data da Licitação

Leia mais

Processo nº. 1726/2014 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SENAI-PR Nº. 401/2014

Processo nº. 1726/2014 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SENAI-PR Nº. 401/2014 O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designado simplesmente SENAI-PR, com sede na Avenida Cândido de Abreu, n 200, Cent ro Cívico, Curitiba/PR, está promovendo

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 707/2010 R.P.

EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 707/2010 R.P. O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designados simplesmente SESI-PR e SENAI-PR, com

Leia mais

Processo nº. 2675/10 EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA SESI-PR Nº. 374/2010

Processo nº. 2675/10 EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA SESI-PR Nº. 374/2010 O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná, adiante designado simplesmente SESI-PR, com sede na Avenida Cândido de Abreu, n 200, Centr o Cívico, Curitiba/PR, está promovendo Licitação,

Leia mais

Processo 3415/09 EDITAL DE CARTA CONVITE SESI-PR nº. 332/2009

Processo 3415/09 EDITAL DE CARTA CONVITE SESI-PR nº. 332/2009 O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná, Departamento Regional do Paraná, adiante designados simplesmente SESI-PR, com sede na Avenida Cândido de Abreu, n 200, nesta Capital, está

Leia mais

Processo nº. 1377/2014 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 357/2014

Processo nº. 1377/2014 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 357/2014 O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designados simplesmente SESI-PR e SENAI-PR, com

Leia mais

EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA SENAI-PR nº. 140/2008.

EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA SENAI-PR nº. 140/2008. EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA SENAI-PR nº. 140/2008. O SENAI Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial - Departamento Regional do Paraná, adiante designado simplesmente SENAI-PR, com sede na Avenida

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 023/2009

CARTA CONVITE Nº 023/2009 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DE RONDÔNIA SENAR-AR/RO CNPJ Nº. 04.293.236/0001-14

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DE RONDÔNIA SENAR-AR/RO CNPJ Nº. 04.293.236/0001-14 AVISO DE LICITAÇÃO O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural Administração Regional de Rondônia SENAR-AR/RO, comunica aos interessados que no dia 11/11/2010, ás 09:30 hs, ocorrerá a ABERTURA DOS ENVELOPES

Leia mais

Processo nº. 1680/10 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 400/2010

Processo nº. 1680/10 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 400/2010 O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designados simplesmente SESI-PR e SENAI-PR, com

Leia mais

CONVITE Nº 033/2009. DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 09/12/2009 às 14 horas

CONVITE Nº 033/2009. DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 09/12/2009 às 14 horas CONVITE Nº 033/2009 DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 09/12/2009 às 14 horas 01. DISPOSIÇÕES INICIAIS 1.1 O Senac Departamento Nacional torna público que, na Seção de Material,

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 390/2012

EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 390/2012 O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designados simplesmente SESI-PR e SENAI-PR, com

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 464/2011 R.P.

EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL SESI/SENAI-PR Nº. 464/2011 R.P. O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designados simplesmente SESI-PR e SENAI-PR, com

Leia mais

Processo nº. 5813/2012 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL FIEP/SESI/SENAI/IEL/FAMEC-PR Nº. 1420/2012

Processo nº. 5813/2012 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL FIEP/SESI/SENAI/IEL/FAMEC-PR Nº. 1420/2012 O Serviço Social da Indústria - Departamento Regional do Paraná, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial - Departamento Regional do Paraná, o Instituto Euvaldo Lodi - Núcleo Regional do Paraná, a

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO PEDRO DAS MISSÕES

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO PEDRO DAS MISSÕES PROCESSO LICITATÓRIO Nº 003/2016 TOMADA DE PREÇO Nº 003/2016 Aldoir Godois Vezaro, Prefeito Municipal de São Pedro das Missões RS, no uso de suas atribuições legais e de conformidade com a Lei nº 8.666,

Leia mais

Processo nº. 4404/2013 EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA SESI/SENAI-PR Nº. 941/2013

Processo nº. 4404/2013 EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA SESI/SENAI-PR Nº. 941/2013 O Serviço Social da Indústria, Departamento Regional do Paraná e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designados simplesmente SESI-PR e SENAI-PR, ambos

Leia mais

ANEXO III PREGÃO PRESENCIAL SESC/MA Nº 15/0019-PG MINUTA DO CONTRATO

ANEXO III PREGÃO PRESENCIAL SESC/MA Nº 15/0019-PG MINUTA DO CONTRATO ANEXO III PREGÃO PRESENCIAL SESC/MA Nº 15/0019-PG MINUTA DO CONTRATO Instrumento Particular de Contrato referente ao PREGÃO PRESENCIAL SESC/MA Nº 15/0019-PG, que entre si fazem o Serviço Social do Comércio

Leia mais