GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE INSTRUMENTO CONVOCATÓRIO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE INSTRUMENTO CONVOCATÓRIO"

Transcrição

1 I. Regência legal: GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA INSTRUMENTO CONVOCATÓRIO S EÇÃO A PREÂMBULO Esta licitação obedecerá, integralmente, as disposições da Lei Estadual nº 9.433/05 (alterada pelas Leis Estaduais nº 9.658/05 e nº /08), a Lei Complementar nº 123/06 e a legislação pertinente. II. Órgão/entidade e setor: Secretaria do Meio Ambiente / DG / CMO III. Modalidade/número de ordem: IV. Proc. Administrativo nº: V. Tipo de Licitação: ( ) Pregão presencial ( ) Por item ( x ) Pregão eletrônico ( X ) Menor Preço ( ) Por lote ( ) Concorrência nº 07/2011 ( x ) Global ( ) Tomada de Preços ( ) Convite VI. Finalidade da licitação/objeto: Aquisição de software de solução antivírus corporativo VII. Pressupostos para participação (apresentação facultativa ou obrigatória do CRC/CRS): ( x ) Serão admitidos a participar desta licitação os interessados que atenderem a todas as exigências contidas neste instrumento e nos seus anexos, que pertençam ao ramo de atividade pertinente ao objeto licitado, e que tenham realizado seu credenciamento como usuário junto ao Banco do Brasil, para a obtenção de chave de identificação ou senha individual. (Pregão eletrônico) VIII. Documentos passíveis de substituição pelo extrato do Certificado de Registro: ( X ) A licitação se processa com a utilização do SIMPAS: ( X ) O Certificado de Registro Cadastral-CRC ou o Certificado de Registro Simplificado CRS, estando no prazo de validade, poderá substituir todos os documentos relativos à habilitação referidos no item XII abaixo, exceto os concernentes à Qualificação Técnica. Caso o certificado consigne algum documento vencido, o licitante deverá apresentar a versão atualizada do referido documento no envelope de habilitação. (Pregão na faixa de convite) IX. Participação de consórcios: ( x ) Não poderão participar desta licitação pessoas jurídicas reunidas em consórcio. X. Site, data e horário (Brasília-DF) para recebimento de propostas e início da sessão pública: Site: Tempo de disputa: 10 minutos mais o tempo aleatório do sistema Recebimento das propostas: Das 08:30 horas do dia 25/04/2011 às 10:00 horas do dia 27/04/2011 Início da sessão pública: às 10:15 horas do dia 27/04/2011 XI. Dotação orçamentária: Unidade Gestora: Fonte: Projeto/Atividade: Elemento de despesa: XII. Para a habilitação dos interessados, exigir-se-ão os documentos relativos a: XII-1. Habilitação jurídica, comprovada mediante a apresentação: a) de registro público no caso de empresário individual. b) em se tratando de sociedades empresárias, do ato constitutivo, estatuto ou contrato social, com suas eventuais alterações supervenientes em vigor, devidamente registrados, acompanhados, quando for o caso, dos documentos societários comprobatórios de eleição ou designação e investidura dos atuais administradores. c) no caso de sociedades simples, do ato constitutivo, estatuto ou contrato social, com suas eventuais alterações supervenientes em vigor, devidamente registrados, acompanhados dos atos comprobatórios de eleição e investidura dos atuais administradores. d) decreto de autorização, no caso de empresa ou sociedade estrangeira em funcionamento no País, e ato de registro ou autorização para funcionamento expedido pelo órgão competente, quando a atividade assim o exigir. Pregão eletrônico nº /2011 -fls. 1 -

2 XII-2. Regularidade fiscal, mediante a apresentação de: a) prova de inscrição no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica CNPJ. b) prova de inscrição no Cadastro de Contribuinte ( x ) Estadual aquisição ( ) Municipal - serviços, relativo ao domicílio ou sede do licitante, pertinente ao seu ramo de atividade e compatível com o objeto contratual. c) prova de regularidade para com a Fazenda Estadual e Municipal do domicílio ou sede do licitante. d) prova de regularidade para com a Fazenda Federal, inclusive INSS, nos termos do Decreto Federal nº 5.586, de 19 de novembro de e) prova de regularidade relativa ao Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), mediante a apresentação do Certificado de Regularidade do FGTS - CRF. XII-2.1. A prova da inscrição a que se referem os itens a e b será suprida com a apresentação das certidões a que se referem os itens c e d, respectivamente, se estas contiverem o número de inscrição da licitante. XII-2.2 As microempresas e empresas de pequeno porte, beneficiárias do tratamento diferenciado e favorecido previsto na Lei Complementar nº 123/06, deverão apresentar toda a documentação exigida para efeito de comprovação de regularidade fiscal, mesmo que esta apresente alguma restrição. XII Nesta hipótese, havendo alguma restrição na comprovação da regularidade fiscal, será assegurado o prazo de 2 (dois) dias úteis, cujo termo inicial corresponderá ao momento em que o proponente for declarado o vencedor do certame, prorrogáveis por igual período, a critério da Administração Pública, para a regularização da documentação, pagamento ou parcelamento do débito, e emissão de eventuais certidões negativas ou positivas com efeito de certidão negativa. XII A não-regularização da documentação, no prazo previsto no item anterior, implicará decadência do direito à contratação, sem prejuízo das sanções previstas na Lei Estadual nº 9.433/05, especialmente a definida no art. 192, inc. I. XII-3. Qualificação Técnica, comprovada através de: (assinalar o que será exigido) ( x ) a) comprovação de aptidão para o desempenho de atividade pertinente e compatível em características, quantidades e prazos com o objeto da licitação, através da apresentação de um ou mais atestados fornecidos por pessoas jurídicas de direito público ou privado. (aquisições e serviços) ( x ) b) declaração de conhecimento dos requisitos técnicos para o cumprimento das obrigações objeto da licitação, conforme modelo constante do Anexo VI. (aquisições e serviços) XII-3.1 A comprovação de que o profissional pertence ao quadro da empresa deverá ser feita através de uma das seguintes formas: a) Carteira de Trabalho; b) Certidão do Conselho Profissional; c) Contrato social; d) Contrato de prestação de serviços; e) Contrato de Trabalho registrado na DRT; f) Termo através do qual o profissional assuma a responsabilidade técnica pela obra ou serviço licitado e o compromisso de integrar o quadro técnico da empresa no caso do objeto contratual vir a ser a esta adjudicado. XII-4. Qualificação econômico-financeira: ( X ) não exigível em face do pequeno porte da contratação (na modalidade convite e pregão nesta faixa de valor). XII-5. Declaração de Proteção ao Trabalho do Menor Conforme o inciso XXXIII do art. 7º da Constituição Federal, para os fins do disposto no inciso V do art. 98 da Lei Estadual nº 9.433/05, deverá ser apresentada declaração quanto ao trabalho do menor, conforme modelo constante do Anexo III deste Instrumento. XIII. Codificação no Certificado de Registro SAEB: XIV. Regime de execução/fornecimento (forma de medição do serviço para efeito de pagamento): Aquisição ( X ) única ( ) parcelada (Aquisições) XV. Prazo do contrato: ( x ) A entrega dos bens, a contar da data assinatura do contrato, admitindo-se a prorrogação do prazo nos termos dos arts. 141 e 142 da Lei Estadual 9.433/05, será: (Aquisições) ( x ) Conforme as especificações definidas na SEÇÃO B DISPOSIÇOES ESPECÍFICAS XVI. Garantia do contrato: ( x ) Não exigível Pregão eletrônico nº /2011 -fls. 2 -

3 XVII. Manutenção das Condições da Proposta Reajustamento e Revisão ( x ) Durante o curso da execução do contrato, os preços serão corrigidos consoante as seguintes regras: (Aquisição e Serviços, exceto terceirização - Decreto nº /07) XVII-1. Os preços são fixos e irreajustáveis durante o transcurso do prazo de 12 meses da data de apresentação da proposta, após o que a concessão de reajustamento, nos termos do inc. XXV do art. 8º da Lei Estadual nº 9.433/05, será feita mediante a aplicação do INPC/IBGE. XVII-2. A revisão de preços, nos termos do inc. XXVI do art. 8º da Lei Estadual nº 9.433/05, dependerá de requerimento do interessado quando visar recompor o preço que se tornou insuficiente, instruído com a documentação que comprove o desequilíbrio econômico-financeiro do contrato, devendo ser instaurada pela própria administração quando colimar recompor o preço que se tornou excessivo. XVIII. Local, horário e responsável pelos esclarecimentos sobre este instrumento: Servidor responsável Francine Mariolga dos Reis Guedes e portaria de designação: Portaria n 95 de 05 de julho de 2010, publicada no DOE de Endereço: Av. Luis Viana Filho, n 390, Terceira Avenida, sub solo - CAB, Salvador-Bahia. Horário 09:00 às 12:00 14:00 às 17:00 Tel (71) Fax (71) XIX. Índice de anexos: (assinalar os anexos que integram o convocatório) ( x ) I. Disposições Gerais; ( x ) II. Modelo de Procuração para a Prática de Atos Concernentes ao Certame; ( x ) III. Modelo de Prova de Habilitação - Proteção ao Trabalho do Menor; ( x ) IV. Minuta do Contrato; ( x ) V. Modelo de Declaração de Pleno Conhecimento e Enquadramento; XX. Exame prévio da minuta e aprovação da assessoria jurídica (art. 75 da Lei Estadual nº 9.433/05) Nos termos do art. 1º, Inciso VIII da Ordem de Serviço 011/2010 da Procuradoria Geral do Estado da Bahia fica dispensada a análise por se tratar de edital padrão aprovado através do PARECER Nº PLC-AL-LB-2870/2008. Pregão eletrônico nº /2011 -fls. 3 -

4 S EÇÃO B DISPOSIÇ ÕE S ESPECÍFICAS TERMO DE REFERÊNCIA: A presente licitação tem por escopo a aquisição de software de solução antivírus corporativo conforme especificações, quantitativos e condições descritos abaixo: Item Código Simpas Quantidade Produto Aquisição de software de solução antivírus corporativo para estações de trabalho e servidores com a finalidade de atender as necessidades da Secretaria de Meio Ambiente. 1 Software de Antivírus Corporativo deverá atender as seguintes especificações técnicas: 1.1 Licenciamento de uso do software para 320 (trezentos e vinte) estações de trabalho e servidores, pelo período de dois anos; 1.1 Permitr a conversão mínima de 10 (dez) por cento das licenças adquiridas para uso em Sistemas Operacionais de Servidores, nas plataformas Microsoft Windows Server e Red Hat Enterprise Linux; 1.2 Upgrade e atualizações do software de antivírus por dois anos, sem custos adicionais; 1.3 Atualizações de vacinas de vírus por dois anos, sem custos adicionais; 1.4 Suporte em português Brasil, oferecido pelo próprio Fabricante/Representante do Software de Antivírus por telefone 5x8, e quando necessário, presencialmente nas instalações da Contratante; 1.5 Suporte total a plataforma Microsoft Windows de 32 e 64 bits; 1.6 Ser compatível para instalação em estações de trabalho com sistemas operacionais com suporte a: Windows 2000 Professional e Windows XP Home ou Professional Edition, Windows Vista 32/64, Windows Seven 32/64 Bits, Suse Linux, Debian e Red Hat Linux; 1.7 Todas as funcionalidades devem ser ativadas por agente único que facilita a instalação, a configuração e o gerenciamento. O agente deverá ser o mesmo agente do software de Antivírus. 1.8 Ser composto de software dedicado à proteção antivírus, anti-spyware, antirootkit e malwares zero-hour para estações de trabalho; 1.9 Detectar e remover vírus localizados em drives locais, diretórios e subdiretórios, mídias removíveis, programas executáveis, setores de BOOT e vírus de macro; 1.10 Permitir a instalação remota do software via console, por login-script ou Group Policy (GPO) e impedir a interrupção do processo de instalação pelo usuário; 1.11 Toda solução de segurança proposta deverá ser fornecida por um único fabricante de modo que tanto o suporte a solução quanto as funcionalidades sejam inteiramente integradas e gerenciadas através de uma única console de gerenciamento; 1.12 O software antivírus para estações e servidores deverá ser baseado em três níveis: console de gerenciamento, servidores de gerenciamento e agente de comunicação cliente antivírus / servidor antivírus; 1.13 A conexão entre o cliente e o servidor antivírus deverá suportar configurações sobre os protocolos TCP/IP; 1.14 Proteção anti-spyware deverá ser nativa do próprio antivírus, ou seja, não dependente de plugin ou módulo adicional; 1.15 O antivírus deve ter o nível de certificação do AV-Comparatives, segundo a última análise, de no mínimo Advanced+; 1.16 O antivírus deve ter o nível de certificação do ICSA Labs, segundo a última análise, para o critério de limpeza de vírus, no mínimo para os sistemas operacionais Windows XP, Vista e Seven; 1.17 O antivírus deve ter sido aprovado como totalmente compatível pelo Vírus Bulletin, segundo a última análise, para uso com sistema operacional Windows XP, Vista e Seven; 1.18 O antivírus deve estar classificado entre os 10 primeiros, segundo a última análise do AV-Test GmbH em nível de detecção. 2 Solução para Servidores Windows: 2.1 Possuir a capacidade de atualizar remotamente e em tempo real, a vacina dos antivírus da rede, sem a necessidade de utilização de login-scripts, agendamentos ou intervenção do usuário; Pregão eletrônico nº /2011 -fls. 4 -

5 2.1 Possuir capacidade de programação de atualizações das listas de definições de vírus, a partir de local predefinido da rede ou site da Internet; que permita definir periodicidade pelo menos diária; 2.2 Possuir capacidade de atualização das listas de definições de vírus utilizando um proxy, fornecido pelo fabricante da solução, para redução do consumo de banda em sites remotos; 2.3 Possuir atualização incremental das assinaturas nas estações de trabalho; 2.4 Possuir, no mínimo, 3 (três) atualizações diárias das definições de vírus e spyware; 2.5 O sistema de antivírus ofertado deve possuir a possibilidade de programar no mínimo duas ações (Primária e Secundária), automática, na detecção de vírus, com as seguintes opções: Somente alertas; Limpar automaticamente; Apagar automaticamente; Renomear automaticamente Colocar em quarentena (isolar); 2.6 Possibilitar ações independentes para casos de detecção de vírus e de spyware; 2.7 Relatar para a console de gerenciamento todos os tipos de programas potencialmente perigosos (ex: spyware) para que sua utilização possa ser definida pelo administrador (permitir/negar); 2.8 Possuir controle de aplicativos que acessam a rede, reportando todos os aplicativos para a console de gerenciamento, de forma que o administrador possa controlar sua utilização pelos usuários (permitir/negar abertura e recebimento de conexões); 2.9 Possibilitar acionamento de função de verificação do sistema de forma manual, pré-agendada ou em tempo real contra vírus, worms, cavalos-de-tróia e outros tipos de códigos maliciosos; 2.10 Possuir proteção em tempo real contra vírus, worms, cavalos-de-tróia, spywares, adwares, e outros tipos de códigos maliciosos, integrada em uma única solução independente de plugin ou módulo adicional; 2.11 Possuir proteção contra rootkits; 2.12 Detectar e remover cookies potencialmente indesejáveis no sistema (ex: cookies de rastreamento); 2.13 Permitir a verificação em tempo real e a verificação manual de todos os tipos de arquivos, bem como a definição dos tipos de arquivos a serem verificados contra vírus; 2.14 Permitir criar listas de exclusões de objetos da varredura (diretórios, arquivos e extensões de arquivos); 2.15 Realizar verificação e proteção do sistema de registro (registry) contra modificações não autorizadas; 2.16 Reconhecer e impedir a ação de software malicioso ao tentar executar funções que possam causar dano ao sistema, tais como alterar registro do Windows, associações criticas a arquivos, com capacidade de finalizar processos perigosos que possam causar instabilidade ou risco ao sistema através de analise heurística; 2.17 Possuir rastreamento manual, disparado pelo usuário, com interface gráfica e opções de seleção de arquivos, diretórios ou discos a serem scaneados ou de varredura completa da máquina, inclusive com verificação de rootkits; 2.18 Detectar novos tipos de ameaças, ainda desconhecidas, como spyware, adware, jokes, dialers, remote access, trackware e ferramentas de Hack através de análise heurística de comportamento; 2.19 Possuir sistema de proteção pró-ativo que realize análise "in-the-cloud" na internet, utilizando base de dados mundial de reputação de aplicações disponibilizada pelo fabricante; 2.20 Permitir o envio de amostras de arquivos suspeitos para o fabricante; 2.21 Deve possuir a capacidade de detectar a origem da ameaça na rede endereço IP, nome DNS e nome NetBios; 2.22 Fazer o rastreamento em tempo real, para arquivos criados, copiados, renomeados, movidos ou modificados; 2.23 Possibilitar acionamento de função de verificação de ocorrência de vírus de forma manual, pré-agendada ou em tempo real; 2.24 Fazer a verificação de vírus em arquivos infectados em arquivos comprimidos em pelo menos 5 níveis de profundidade; 2.25 Possuir, no mínimo, 2 (duas) engines de antivírus trabalhando simultaneamente e gerenciadas através da mesma console de gerenciamento; 2.26 Gerar registro (log) dos eventos de vírus em arquivo e local definido pelo usuário; 2.27 Possuir geração de alerta em caso de vírus, por mensagem na tela, para a console de administração, para o sistema de registro de eventos da estação, via SNMP e SMTP; 3 Solução para estações de trabalho Windows 3.1 Possuir a capacidade de atualizar remotamente e em tempo real, a vacina dos antivírus da rede, sem a necessidade de utilização de login-scripts, agendamentos ou intervenção do usuário; 3.2 Possuir capacidade de programação de atualizações das listas de definições de vírus, a partir de local predefinido da rede ou site da Internet; que permita definir periodicidade pelo menos diária; Pregão eletrônico nº /2011 -fls. 5 -

6 3.3 Possuir capacidade de atualização das listas de definições de vírus utilizando um proxy, fornecido pelo fabricante da solução, para redução do consumo de banda em sites remotos; 3.4 Possuir atualização incremental das assinaturas nas estações de trabalho; 3.5 Possuir tecnologia tipo neighborcast, possibilitando atualização automática a partir de equipamentos mais próximos da rede (outras estações de trabalho). 3.6 Possuir solução de reputação WEB, integrada e gerenciada através da solução de antivírus, cancelando a conexão de forma automática baseado na resposta a consulta da base do fabricante; 3.7 Possuir recurso de proteção contra exploits inseridos em páginas e scripts WEB. 3.8 Possuir solução de reputação de arquivos, integrada e gerenciada através da solução de antivírus, cancelando a execução do arquivo, de forma automática, baseado na resposta a consulta da base do fabricante; 3.9 O sistema de antivírus ofertado deve possuir a possibilidade de programar no mínimo duas ações (Primária e Secundária), automática, na detecção de vírus, com as seguintes opções: Somente alertas; Limpar automaticamente; Apagar automaticamente; Renomear automaticamente; Colocar em quarentena (isolar) Possibilitar ações independentes para casos de detecção de vírus e de spyware; 3.11 Relatar para a console de gerenciamento todos os tipos de programas potencialmente perigosos (ex: spyware) para que sua utilização possa ser definida pelo administrador (permitir/negar); 3.12 Possuir controle de aplicativos que acessam a rede, reportando todos os aplicativos para a console de gerenciamento, de forma que o administrador possa controlar sua utilização pelos usuários (permitir/negar abertura e recebimento de conexões); 3.13 Possibilitar acionamento de função de verificação do sistema de forma manual, pré-agendada ou em tempo real contra vírus, worms, cavalos-de-tróia e outros tipos de códigos maliciosos; 3.14 Possuir proteção em tempo real contra vírus, worms, cavalos-de-tróia, spywares, adwares, e outros tipos de códigos maliciosos, integrada em uma única solução independente de plugin ou módulo adicional; 3.15 Possuir proteção contra rootkits; 3.16 Detectar e remover cookies potencialmente indesejáveis no sistema (ex: cookies de rastreamento); 3.17 Permitir a verificação em tempo real e a verificação manual de todos os tipos de arquivos, bem como a definição dos tipos de arquivos a serem verificados contra vírus; 3.18 Permitir criar listas de exclusões de objetos da varredura (diretórios, arquivos e extensões de arquivos); 3.19 Realizar verificação e proteção do sistema de registro (registry) contra modificações não autorizadas; 3.20 Reconhecer e impedir a ação de software malicioso ao tentar executar funções que possam causar dano ao sistema, tais como alterar registro do Windows, associações críticas a arquivos, com capacidade de finalizar processos perigosos que possam causar instabilidade ou risco ao sistema através de análise heurística Possuir rastreamento manual, disparado pelo usuário, com interface gráfica e opções de seleção de arquivos, diretórios ou discos a serem scaneados ou de varredura completa da máquina, inclusive com verificação de rootkits;; 3.22 Detectar novos tipos de ameaças, ainda desconhecidas, como spyware, adware, jokes, dialers, remote access, trackware e ferramentas de Hack através de análise heurística de comportamento; 3.23 Possuir sistema de proteção pró-ativo que realize análise "in-the-cloud" na internet, utilizando base de dados mundial de reputação de aplicações disponibilizada pelo fabricante; 3.24 Permitir o envio de amostras de arquivos suspeitos para o fabricante; 3.25 Fazer a análise de vírus dentro de mensagens de correio eletrônico, pelo antivírus da estação de trabalho nos protocolos POP, IMAP e SMTP; 3.26 Possuir IDS (intrusion detection system), integrado com firewall pessoal e gerenciado pela mesma console do mesmo fabricante da solução de antivírus com atualização automática; 3.27 Permitir a definição de novos serviços baseados nos protocolos e portas utilizados 3.28 Permitir a definição de regras de permissão/negação de acesso baseadas nos serviços, origem e destino das conexões; 3.29 Possibilitar a definição de múltiplas políticas, utilizando as regras definidas; 3.30 Possibilitar aplicar diferentes políticas para grupos de máquinas ou máquinas específicas; 3.31 Possibilitar a aplicação automática de diferentes políticas nas estações de trabalho e notebooks através de regras definidas pelo administrador (ex: notebooks em uso na rede local e em uso remoto); 3.32 Possibilitar o controle de aplicativos nas estações de trabalho, possibilitando listar softwares confiáveis que trafegam pela rede, assim bloqueando o tráfego desnecessário de softwares não autorizado Deve possuir a capacidade de detectar a origem da ameaça na rede: endereço IP, nome DNS e nome NetBios; Pregão eletrônico nº /2011 -fls. 6 -

7 3.34 Fazer o rastreamento em tempo real, para arquivos criados, copiados, renomeados, movidos ou modificados; 3.35 Possibilitar acionamento de função de verificação de ocorrência de vírus de forma manual, pré-agendada ou em tempo real; 3.36 Fazer a verificação de vírus em arquivos infectados e em arquivos comprimidos em pelo menos 5 níveis de profundidade; 3.37 Possuir, no mínimo, 2 (duas) engines de antivírus trabalhando simultaneamente e gerenciadas através da mesma console de gerenciamento; 3.38 Gerar registro (log) dos eventos de vírus em arquivo e local definido pelo usuário; 3.39 Possuir geração de alerta em caso de vírus, por mensagem na tela, para a console de administração, para o sistema de registro de eventos da estação, via SNMP e SMTP. 4 Solução para Servidores e Estações de Trabalho LINUX: 4.1 O sistema de Antivírus, Anti-Spyware, anti-rootkit, firewall integrado para Servidores de Arquivos Linux, deve ser compatível para instalação em servidores com os sistemas operacionais de 32 bits e 64 bits nas plataformas opensuse (versões 10.2, 10.3), Red Hat Enterprise Linux (versões 3, 4, 5), SUSE Linux (versões 9.0, 9.3, 10, 10.1), SUSE Linux Enterprise Server (versões 9, 10, 10.1); 4.2 Varredura em tempo real, para arquivos durante leitura e escrita, com, no mínimo, as seguintes opções: Renomear o arquivo infectado; Desinfetar o arquivo infectado; Apagar o arquivo infectado; Colocar o arquivo infectado em quarentena. 4.3 Rastreamento manual através da interface gráfica e de linha de comando local, customizável; 4.4 Rastreamento em tempo real dos processos em memória; 4.5 Programação de atualizações automáticas das listas de definições de vírus, a partir de local predefinido da rede, ou de site da Internet; 4.6 Deve fazer atualização incremental da lista de definições de vírus; 4.7 Salvar automaticamente as listas de definições de vírus no repositório central da rede; 4.8 Programação de rastreamento automático do sistema: Ação: Somente alertas, limpar automaticamente, apagar automaticamente ou renomear automaticamente; Freqüência: Horária, diária, semanal, mensal; Exclusões: Pastas ou arquivos que não devem ser rastreados. 4.9 Gerar registro (log) dos eventos de vírus em arquivo; 4.10 Gerar notificações de eventos de vírus através de alerta na rede; 4.11 Capacidade de finalizar processos perigosos que possam causar instabilidade ou risco ao sistema através de análise heurística; 4.12 Possuir ferramenta de segurança que assine e verifique a integridade dos Módulos do Kernel, possibilitando alteração mediante autorização do administrador; 4.13 Rastreamento em tempo real para spywares, com as seguintes opções: Apagar o spyware; Mover o spyware para a quarentena Detecção de cookies potencialmente indesejáveis no sistema (ex: cookies de rastreamento); 4.15 Rastreamento em tempo real dos processos em memória para spywares; 4.16 Programação de rastreamento manual do sistema: Escopo: Todos os drives locais, drives específicos, ou pastas específicas; Ação: Somente alertas, limpar automaticamente, apagar automaticamente; Exclusões: Pastas ou arquivos que não devem ser rastreados Atualização incremental da lista de ameaças; 4.18 Funcionar tanto no ambiente corporativo como em VPN; 4.19 Possuir gerenciamento centralizado permitindo a configuração de recursos antivírus e anti-spyware através da mesma interface de gerenciamento das soluções Windows; 4.20 Possuir, no mínimo, 2 (duas) engines de antivírus trabalhando simultaneamente e gerenciadas através da mesma console de gerenciamento; 4.21 Permitir usar linhas de comandos para as ações de proteção; 5 Gateway de proteção contra vírus para (SMTP) e tráfego WEB Pregão eletrônico nº /2011 -fls. 7 -

8 5.1 Permitir realizar varredura de vírus em protocolos HTTP, FTP (Sobre http) e SMTP, integrado e com filtragem em protocolo SMTP, contra spam e quaisquer outras ameaças digitais; 5.2 Possuir a capacidade de detectar e remover vírus em arquivos anexados; 5.3 Possuir filtro de conteúdo baseado na extensão do arquivo; 5.4 Permitir adicionar sites confiáveis e bloqueio de sites não confiáveis; 5.5 Permitir análise simultânea nos protocolos que trafegam dados para Internet/Intranet: Protocolos de (SMTP e POP3); Protocolos Web (HTTP Tráfego de webmail, FTP); 5.6 Possuir a capacidade de bloqueio de objetos HTML em caso de detecção; 5.7 Possuir a capacidade de gerenciamento remoto através de console de gerenciamento, sendo que esta console deve permitir o gerenciamento integrado do software de antivírus e anti-spyware para desktops e servidores de gateway, possibilitando gerenciamento central e consolidado de todas as soluções requisitadas neste objeto técnico; 5.8 Possuir a capacidade de rastrear códigos Active X e Java com opção de bloqueio dos mesmos; 5.9 Possuir a capacidade de trabalhar como Proxy, Transparent Router e Transparent Bridging; 5.10 Ser compatível com qualquer Firewall e Sistema de ; 5.11 Possuir a capacidade de gerar trap SNMP; 5.12 Possuir a capacidade de gerar logs com possibilidade de monitoramento por uma Estação de Trabalho ou Servidor Possuir proteção contra ataques de Negação de Serviço (DoS); 5.14 Analisar tanto tráfego de s que chegam como os que saem; 5.15 Realizar a varredura e eliminação de rootkits, além de possuir uma quarentena centralizada para os mesmos Possuir duas opções de gerenciamento, uma via Browser e outra remota via console única de gerenciamento; 5.17 Permitir atualização automática de lista de definição de vírus, spams pela internet ou software de gerência; 5.18 Utilizar a tecnologia de comportamento (heurística) para análise do trafego; 5.19 Permitir gerência de múltiplos domínios; 5.20 Possuir rastreamento em tempo real, para arquivos anexados a mensagens SMTP, antes de entregar a mensagem para o servidor SMTP original, com as seguintes opções: Limpar o arquivo infectado e entregá-lo limpo para o servidor SMTP original; Isolar o arquivo infectado e não entregá-lo para o(s) destinatário(s); Entregar somente o texto da mensagem original; Gerar notificações e alertas e entregar o arquivo para o servidor SMTP original; 5.21 Possuir métodos de notificação para o administrador na ocorrência de vírus, customizados por parâmetros, através ; 5.22 Permitir bloqueios baseados nos seguintes critérios: tipo de anexo, tamanho do anexo, número de anexos e remetentes; 5.23 Possuir análise baseada no tipo real do arquivo, evitando um vazamento de anexo não-permitido, caso esse tenha sido renomeado ou alterado a sua extensão real. 6 Módulo para Gerenciamento da solução Antivírus gerência centralizada de todos os módulos da suíte: 6.1 Deve permitir a instalação do servidor e da console de gerenciamento nas plataformas: Windows Server 2003 SP1 ou superior 32-bit: Standard, Enterprise, Web Edition, Small Business Server Windows Server 2003 SP1 ou superior 64-bit: Standard, Enterprise Windows Server 2008 SP1 32-bit: Standard, Enterprise, Web Server Windows Server 2008 SP1 64-bit: Standard, Enterprise, Web Server, Small Business Server, Essential Business Server Windows Server 2008 R2: Standard, Enterprise, Web Server Red Hat Enterprise Linux 5 32/64-bit Red Hat Enterprise Linux 4 32/64-bit Red Hat Enterprise Linux 3 32/64-bit SUSE Linux Enterprise Server 9 32/64-bit SUSE Linux Enterprise Server 10 32/64-bit SUSE Linux Enterprise Desktop 10 32/64-bit OpenSUSE Linux /64-bit Debian GNU Linux Etch /64-bit Ubuntu 8.04 Hardy 32/64-bit Pregão eletrônico nº /2011 -fls. 8 -

9 6.2 Permitir a instalação da Console de Gerenciamento nas seguintes plataformas: Windows XP Professional SP2 ou superior; Windows Vista com ou sem SP1 32-bit e 64-bit: Business, Enterprise, Ultimate Windows 7 32-bit e 64-bit: Professional, Enterprise, Ultimate Windows Server 2003 SP1 ou superior 32-bit: Standard, Enterprise, Web Edition, Small Business Server Windows Server 2003 SP1 ou superior 64-bit: Standard, Enterprise Windows Server 2008 SP1 32-bit: Standard, Enterprise, Web Server Windows Server 2008 SP1 64-bit: Standard, Enterprise, Web Server, Small Business Server, Essential Business Server Windows Server 2008 R2: Standard, Enterprise, Web Server Red Hat Enterprise Linux 5 32/64-bit Ubuntu 8.04 Hardy 32/64-bit 6.3 Deve administrar toda a solução ofertada; 6.4 Utilizar interface única para configuração de políticas antivírus, antispyware, firewall e IDS; 6.5 Utilizar chave de criptografia para garantir segurança de comunicação entre o servidor de gerenciamento, a console de gerenciamento e as estações de trabalho. Toda a troca de informação entre qualquer dos componentes da solução deve ser assinada digitalmente para garantir a origem da informação. 6.6 Executar a comunicação com estações de trabalho, servidores e servidor de gerenciamento através do protocolo HTTP em portas definidas pelo administrador; 6.7 Permitir a criação de grupos de máquinas definidas pelo administrador; 6.8 Permitir gerenciar os produtos antivírus como uma árvore de diretórios customizada pelo administrador; 6.9 Exibir a lista de servidores e estações que possuam o antivírus instalado, contendo informações como nome da máquina, versão do antivírus, data da vacina, data da última verificação e status (com vírus, desatualizada etc.); 6.10 Permitir a visualização das características das máquinas como: nome de rede, IP e sistema operacional; 6.11 Bloquear o acesso às configurações e remoção do software pelo usuário final através de políticas definidas pelo administrador; 6.12 Aplicar mudança na configuração do antivírus, para todos os computadores, por grupo de computadores e por computador; 6.13 Forçar a configuração determinada no servidor para os clientes; 6.14 Permitir a instalação e atualização do software sem a intervenção do usuário 6.15 Possibilitar a identificação de estações de trabalho que ainda não possuem o Software de proteção ativo; 6.16 Possibilitar a programação e execução de rastreamento remoto contra vírus, com a opção de selecionar uma máquina ou um grupo de máquinas para rastrear; 6.17 Realizar gerenciamento centralizado da quarentena; 6.18 Emitir relatórios sobre o status de toda a solução instalada 6.19 Geração de relatórios gráficos através de interface WEB; 6.20 Exportação dos relatórios para pelo menos um dos formatos a seguir: HTML, XML e CSV; 6.21 O sistema de antivírus ofertado deve permitir a geração de relatórios que contenham as seguintes informações: Lista de máquinas com definição de vírus desatualizada; Versão do software de antivírus instalado em cada máquina; Lista de vírus que mais foram detectados; Lista de máquinas que mais sofreram infecções, em determinado período de tempo; Estado da comunicação entre os clientes e o servidor de gerência; Distribuição das listas de definições e mecanismo de varredura nos clientes; Sumário dos produtos antivírus instalados; Versão do cliente de gerência instalado; Ações tomadas pelo software antivírus; Histórico das infecções; Número de arquivos infectados detectados; Contagem de infecções por tipo de vírus e período; Ranking dos vírus mais detectados; Ranking das máquinas mais atacadas Permitir o armazenamento das informações coletadas nos clientes em um banco de dados centralizado, sem a necessidade de adquirir um banco de dados de terceiros, devendo este ser fornecido de forma integrada à solução antivírus, ofertada sem custo adicional Suportar o gerenciamento de até 500 máquinas a partir de um único servidor Permitir o gerenciamento do servidor a partir de console instalada em outra máquina. Pregão eletrônico nº /2011 -fls. 9 -

10 6.25 Permitir a instalação do Antivírus nos clientes a partir de um único servidor sem a necessidade de instalação prévia de um agente ou módulo Permitir a alteração das configurações do antivírus nos clientes, de maneira remota Permitir tarefas de atualização, verificação de vírus, spywares e upgrades, remotamente, através da console de gerenciamento Criação de grupos de máquinas baseadas em regras definidas Forçar a configuração determinada no servidor, para os clientes Forçar a instalação do software antivírus nos clientes; 6.31 Gerenciar a atualização do antivírus em computadores portáteis (notebooks), automaticamente, mediante conexão em rede local e dial-up Ter a capacidade de gerar registros/logs para auditoria Permitir a gerência do servidor a partir de outra máquina ou via software cliente Atualizar e implementar políticas de segurança pró-ativas para toda a solução Permitir utilizar repositórios remotos de atualização, sem limite de instalação Todas as configurações dos softwares de antivírus deverão ser efetuadas no software de gerenciamento, e a sua aplicação nas máquinas deverá ser feita de forma automática. sem a necessidade de intervenção do usuário. 7 Da Garantia e Instalação 7.1 A CONTRATADA deverá fornecer garantia total da solução de segurança, emitida pelo Fabricante, por um período de 2 (dois) anos, contados a partir da data de aceite do produto, pela Secretaria do Meio Ambiente. 7.2 O produto deverá estar licenciado em nome da SEMA, sendo que o suporte, a manutenção e suas atualizações (upgrade e update) deverão ocorrer sem ônus para este órgão. A CONTRATADA deverá garantir a atualização das novas versões do software ofertado, durante todo o período de garantia. 7.3 Durante todo o período de garantia contratado, o serviço de suporte deverá ser suprido em regime 8x5 para toda a solução ofertada, incluindo chamados técnicos. 7.4 O tempo de atendimento, que compreende o tempo entre a abertura do chamado técnico junto a CONTRATADA e o comparecimento de um técnico ao local, quando necessário, será: nos casos de serviços totalmente indisponíveis 02 horas (duas horas) para início e término do atendimento (on site); nos casos de serviços parcialmente indisponíveis ou com degradação de tempo de resposta no acesso aos aplicativos 04 horas (quatro horas) para início e término do atendimento (on site) Nas hipóteses de serviços disponíveis, porém, com a ocorrência de alarmes de avisos, de consultas sobre problemas ou dúvidas gerais sobre o aplicativo, o atendimento pela CONTRATADA poderá ser realizado no local, por telefone, ou web, no prazo máximo de 72 horas (setenta e duas horas). 7.5 Toda a solução de segurança proposta deverá ser fornecida por um único fabricante, de modo que as funcionalidades sejam inteiramente integradas e gerenciadas através de uma única console de gerenciamento. 7.6 A CONTRATADA deverá apresentar declaração do FABRICANTE atestando que é uma revenda/ distribuidora autorizada a comercializar a solução de segurança objeto do Edital. Caso a empresa CONTRATADA seja o próprio FABRICANTE, excluem-se as exigências com relação à declaração. 7.7 A CONTRATADA deverá realizar a instalação da solução ofertada nos endereços abaixo, contemplando criação de novas regras, migração de regras e políticas atualmente em utilização, em até 30 (trinta) dias após assinatura do contrato: a) Sede da SEMA: Avenida Luis Viana Filho, 3ª Av, nº Plataforma IV - Ala Norte - CEP: , CAB Salvador/BA; b) Parque Metropolitano de Pituaçu: Travessa Netuno, S/Nº, Pituaçu, CEP , Salvador/BA; c) Parque Metropolitano Lagoas e Dunas do Abaeté: Largo do Abaeté, Itapuã, CEP: , Salvador/BA; d) Parque Zoobotânico Getúlio Vargas Zoológico: Rua Alto de Ondina, S/Nº, Ondina, CEP , Salvador/BA; e) Unidade Ambiental - SAC Barra: Av. Centenário, 2992, Chame-Chame, Shopping Barra, CEP , Salvador/BA; f) Setor de Transporte: Av. Ulisses Guimarães, 4590, Sussuarana, CEP , Salvador/BA. 7.8 As atividades que possam causar impacto no ambiente de produção deverão ser realizadas fora do horário de expediente. 7.9 A CONTRATADA deverá fornecer todos os serviços de configuração de acordo com as diretrizes repassadas pelos técnicos da SEMA. Os testes das instalações e configurações deverão ser realizados pela CONTRATADA e acompanhados por técnicos da SEMA que homologarão o serviço Durante a instalação deverá ser realizado um treinamento hands on de no mínimo 4 (quatro) horas para 2 (dois) técnicos da SEMA, onde deverá ser demonstrada toda a interface de gerenciamento da solução. Pregão eletrônico nº /2011 -fls. 10 -

11 7.11 Todas as soluções apresentadas devem vir acompanhadas do conjunto completo de manuais de operação, instalação e configuração dos mesmos, original e impresso; 7.12 Os técnicos alocados para as instalações e configurações deste equipamento, devem possuir Certificados pertinentes, emitidos pelo Fabricante da solução apresentada. 8. Local de entrega: A entrega do objeto licitado será no Município de Salvador, Estado da Bahia, no seguinte endereço: Avenida Luís Viana Filho, 3ª Avenida, nº Plataforma IV - Ala Norte - CEP: CAB. 9. Especificações para elaboração da proposta de preços 9.1 O proponente deverá elaborar a sua proposta de preços de acordo com as exigências constantes da SEÇÃO B DISPOSIÇOES ESPECÍFICAS, em consonância com o modelo da SEÇÃO C, expressando os valores em moeda nacional reais e centavos, em ( x ) duas ( ) três casas decimais, ficando esclarecido que não serão admitidas propostas alternativas A marca, o modelo, a referência e demais características, bem como o prazo de garantia dos bens ofertados, deverão, obrigatoriamente, ser informados na proposta. 9.3.A marca indicada será uma só para cada item, sem possibilidade de substituição por qualquer outra Todas as características declaradas devem ser descritas pelos licitantes e comprovadas através de documentos de domínio público emitidos pelo fabricante, tais como: catálogos, manuais, fichas de especificação técnica ou páginas da internet impressas, onde o produto ou componente ofertado seja claramente descrito em forma visual e/ou escrita. Devem ser indicados todos os modelos de todos os produtos ofertados Os materiais informativos utilizados para comprovar as especificações dos produtos cotados, que estejam impressos em idioma diverso do nacional, deverão ser apresentados com tradução para o português O prazo de garantia do produto será de 24 (vinte e quatro) meses (a garantia legal mínima para produtos duráveis é de 90 dias (art. 26, II do CDC) A garantia deverá ser comprovada por ocasião da entrega do bem, mediante certificado que deverá contemplar o período mínimo solicitado Optando o licitante por ampliar o prazo de garantia ofertado no certificado, deverá apresentar em conjunto a autorização expressa do fabricante permitindo esta ampliação. 10. DETERMINAÇÕES ADICIONAIS: Além das determinações contidas no ANEXO I - DISPOSIÇÕES GERAIS, bem como daquelas decorrentes de lei, deverão ser observados os seguintes itens neste instrumento convocatório: 10.1 É vedada a subcontratação parcial do objeto, a associação da contratada com outrem, a cessão ou transferência, total ou parcial do contrato, bem como a fusão, cisão ou incorporação da contratada, não se responsabilizando o contratante por nenhum compromisso assumido por aquela com terceiros Nas compras para entrega imediata, assim entendidas aquelas com prazo de entrega até quinze dias contados da data da celebração do ajuste, será dispensada a atualização financeira correspondente ao período compreendido entre as datas do adimplemento e a prevista para o pagamento, desde que não superior a quinze dias, em conformidade com o inc. II do art. 82 da Lei nº 9.433/ Tratando-se de equipamentos de grande vulto, o recebimento far-se-á mediante termo circunstanciado e, nos demais, mediante recibo. 11. OBRIGAÇÕES CONTRATUAIS ESPECÍFICAS: 11.1 A contratação com o licitante vencedor obedecerá as condições do instrumento de contrato constante do Anexo IV, facultada a substituição, a critério da Administração, por instrumento equivalente, desde que presentes as condições do art. 132 da Lei Estadual nº 9.433/ ORÇAMENTO ESTIMADO EM PLANILHAS Para efeito do art. 81, II, da Lei Estadual nº 9.433/05, o orçamento estimado em planilhas de quantitativos e preços unitários é de: Item Código SIMPAS Descrição do Produto Valor médio Aquisição de software de solução antivírus corporativo para estações de trabalho e servidores com a finalidade de atender as necessidades da Secretaria de Meio Ambiente. R$ ,80 Pregão eletrônico nº /2011 -fls. 11 -

12 S EÇÃO C MODE LO DE PROP O ST A DE PREÇOS DESCRIÇÃO DA PROPOSTA DE PREÇOS ITEM CÓDIGO SIMPAS DESCRIÇÃO QUANTITATIVO PREÇO UNITÁRIO Aquisição de software de solução antivírus corporativo para estações de trabalho e servidores com a finalidade de atender as necessidades da Secretaria de Meio Ambiente. PREÇO TOTAL VALOR TOTAL DO LOTE/ITEM R$ Prazo de Validade da Proposta ( ) DIAS Salvador de de 200. RAZÃO SOCIAL / CNPJ / NOME DO REPRESENTANTE LEGAL / ASSINATURA Pregão eletrônico nº /2011 -fls. 12 -

13 ANEXO I DISPOSIÇÕES GERAIS 1. COMPOSIÇÃO DO INSTRUMENTO CONVOCATÓRIO 1.1 O instrumento convocatório é composto de: SEÇÃO A PREÂMBULO; SEÇÃO B DISPOSIÇÕES ESPECÍFICAS; SEÇÃO C MODELO DE PROPOSTA DE PREÇOS; SEÇÃO D CRITÉRIOS PARA AVALIAÇÃO DAS PROPOSTAS TÉCNICAS (específica para as licitações do tipo técnica e preço) e ANEXOS. 1.2 Na SEÇÃO A PREÂMBULO, deverão estar prescritas, entre outras informações: a regência legal; o órgão/entidade e setor licitante; a modalidade licitatória e o respectivo número de ordem; o processo administrativo; o tipo de licitação; a finalidade da licitação; os pressupostos de participação; o regime de execução ou forma de fornecimento; a regra quanto à admissão ou vedação a consórcios; o local, data e horário para início da sessão pública; a dotação orçamentária; os requisitos de habilitação; a codificação concernente ao certificado de registro, quando exigível; o prazo do contrato; a indicação quanto à exigência de garantia do contrato; as condições de reajustamento e revisão; e o local, horário e responsável por esclarecimentos. 1.3 As especificações, quantitativos, condições e características do objeto a ser licitado comporão a SEÇÃO B DISPOSIÇOES ESPECÍFICAS, além das obrigações contratuais especiais e as regras para a formação de consórcio, quando for o caso. 1.4 A SEÇÃO C MODELO DE PROPOSTA DE PREÇOS indica o formulário a ser observado pelo licitante para a apresentação de sua proposta. 1.5 A SEÇÃO D CRITÉRIOS PARA AVALIAÇÃO DAS PROPOSTAS TÉCNICAS contempla os quesitos de pontuação das propostas técnicas, para as hipóteses de licitação do tipo técnica e preço. 1.6 Este Anexo contempla as cláusulas comuns a todos os procedimentos licitatórios, cujo conteúdo é invariável. 2. IMPEDIMENTOS DA PARTICIPAÇÃO 2.1 Não serão admitidas empresas que estejam suspensas do direito de licitar ou contratar com a Administração Pública, ou as declaradas inidôneas, na forma dos incisos II e III do art. 186 da Lei Estadual nº 9.433/ Em consonância com o art. 200 da Lei Estadual nº 9.433/95, fica impedida de participar de licitações e de contratar com a Administração Pública a pessoa jurídica constituída por membros de sociedade que, em data anterior à sua criação, haja sofrido penalidade de suspensão do direito de licitar e contratar com a Administração ou tenha sido declarada inidônea para licitar e contratar e que tenha objeto similar ao da empresa punida. 2.3 É vedado ao agente político e ao servidor público de qualquer categoria, natureza ou condição, celebrar contratos com a administração direta ou indireta, por si ou como representante de terceiro, sob pena de nulidade, ressalvadas as exceções legais, conforme o art. 125 da Lei Estadual nº 9.433/ É defeso ao servidor público transacionar com o Estado quando participar de gerência ou administração de empresa privada, de sociedade civil ou exercer comércio, na forma do inc. XI do art. 176 da Lei Estadual nº 6.677/ Consoante o art. 18 da Lei Estadual nº 9.433/05, não poderá participar, direta ou indiretamente, da licitação, da execução de obras ou serviços e do fornecimento de bens a eles necessários os demais agentes públicos, assim definidos no art. 207 do mesmo diploma, impedidos de contratar com a Administração Pública por vedação constitucional ou legal. Pregão eletrônico nº /2011 -fls. 13 -

14 3. REPRESENTAÇÃO LEGAL DO PROPONENTE 3.1 CLÁUSULAS APLICÁVEIS À CONCORRÊNCIA, TOMADA DE PREÇOS, CONVITE E AO PREGÃO PRESENCIAL Reputa-se credenciada a pessoa física regularmente designada para representar a licitante no processo licitatório O credenciamento de sócios far-se-á através da apresentação do ato constitutivo, estatuto ou contrato social, e no caso das sociedades por ações, acompanhado do documento de eleição e posse dos administradores O credenciamento de mandatários far-se-á mediante a apresentação de procuração por instrumento público ou particular que contenha, preferencialmente, o conteúdo constante do modelo do ANEXO II, devendo ser exibida, no caso de procuração particular, a prova da legitimidade de quem outorgou os poderes Cada licitante poderá credenciar apenas um representante, ficando este adstrito a apenas uma representação Os documentos referidos nos itens anteriores poderão ser apresentados em original, cópia autenticada ou cópia simples acompanhada do original, para que possa ser autenticada. 3.2 CLÁUSULAS APLICÁVEIS AO PREGÃO ELETRÔNICO Como condição específica para participação do pregão por meio eletrônico é necessário, previamente, o credenciamento de usuário pelos licitantes, que será realizado através do Banco do Brasil, no prazo máximo de 03 (três) dias úteis após a formalização do pedido e entrega da documentação necessária O credenciamento se dará através da atribuição de chave de identificação e/ou senha individual O credenciamento do usuário será pessoal e intransferível para acesso ao sistema, sendo o mesmo responsável por todos os atos praticados nos limites de suas atribuições e competências O credenciamento do usuário implica em sua responsabilidade legal e na presunção de capacidade técnica para realização das transações inerentes ao pregão As informações e esclarecimentos acerca do credenciamento devem ser obtidos junto ao pregoeiro designado. 4. QUANTO À FORMA DAS PROPOSTAS E DOS DOCUMENTOS DE HABILITAÇÃO 4.1. CLÁUSULAS APLICÁVEIS À CONCORRÊNCIA, TOMADA DE PREÇOS E CONVITE, DO TIPO MENOR PREÇO E AO PREGÃO PRESENCIAL Os documentos da proposta de preços e da habilitação deverão estar dispostos ordenadamente, contidos em 02 (dois) envelopes distintos, lacrados, indevassados, os quais deverão estar rubricados pelo represente legal da empresa, ou por seu mandatário, devendo ser identificados no anverso a razão social da empresa, o órgão/entidade e setor licitante, a modalidade licitatória e o número de ordem, o processo administrativo, o tipo de licitação, a finalidade da licitação, além da expressão, conforme o caso, Envelope A Proposta de Preços, ou Envelope B Habilitação A proposta de preços deverá estar em original, datilografada ou digitada apenas no anverso, sem emendas, rasuras, ressalvas ou entrelinhas, rubricada em todas as folhas, datada e assinada pelo representante legal da licitante, ou por seu mandatário, sendo necessária, nesta última hipótese, a juntada da procuração que contemple expressamente este poder Os documentos relativos à habilitação deverão ser apresentados em original, cópia autenticada ou cópia simples acompanhada do original, para que possam ser autenticados As certidões extraídas pela internet somente terão validade se confirmada sua autenticidade. Pregão eletrônico nº /2011 -fls. 14 -

15 4.2 CLÁUSULAS APLICÁVEIS AO PREGÃO ELETRÔNICO Os documentos da habilitação deverão estar dispostos ordenadamente, rubricados pelo represente legal da empresa, ou por seu mandatário As propostas de preços deverão ser enviadas por meio da digitação da senha de identificação do licitante, mediante a opção Acesso Identificado, através do site, data e horários estabelecidos na SEÇÃO A - PREÂMBULO. 4.3 CLÁUSULAS APLICÁVEIS À CONCORRÊNCIA, TOMADA DE PREÇOS E CONVITE, DO TIPO TÉCNICA E PREÇO Os documentos da proposta técnica, de preços e da habilitação deverão estar dispostos ordenadamente, contidos em 03 (três) envelopes distintos, lacrados, indevassados, os quais deverão estar rubricados pelo representante legal da empresa, ou por seu mandatário, devendo ser identificados no anverso a razão social da empresa, o órgão/entidade e setor licitante, a modalidade licitatória e o número de ordem, o processo administrativo, o tipo de licitação, a finalidade da licitação, além da expressão, conforme o caso, Envelope A Proposta Técnica, Envelope B - Proposta de Preços, ou Envelope C Habilitação As propostas técnica e de preços deverão estar em original, datilografadas ou digitadas apenas no anverso, sem emendas, rasuras, ressalvas ou entrelinhas, rubricada em todas as folhas, datada e assinada pelo representante legal da licitante, ou por seu mandatário, sendo necessária, nesta última hipótese, a juntada da procuração que contemple expressamente este poder Os documentos relativos à habilitação deverão ser apresentados em original, cópia autenticada ou cópia simples acompanhada do original, para que possam ser autenticados As certidões extraídas pela internet somente terão validade se confirmada sua autenticidade. 5. QUANTO AO CONTEÚDO DAS PROPOSTAS E DOS DOCUMENTOS DE HABILITAÇÃO 5.1 O proponente deverá elaborar a sua proposta de preços de acordo com as exigências constantes da SEÇÃO B DISPOSIÇOES ESPECÍFICAS, em consonância com o modelo da SEÇÃO C, expressando os valores em moeda nacional reais e centavos, no número de casas decimais definido na SEÇÃO B DISPOSIÇOES ESPECÍFICAS, ficando esclarecido que não serão admitidas propostas alternativas. 5.2 Ocorrendo divergência entre o preço por item em algarismo e o expresso por extenso, será levado em conta este último. 5.3 A proposta apresentada deverá incluir todas e quaisquer despesas necessárias para o fiel cumprimento do objeto desta licitação, inclusive todos os custos com material de consumo, salários, encargos sociais, previdenciários e trabalhistas de todo o pessoal da contratada, como também fardamento, transporte de qualquer natureza, materiais empregados, inclusive ferramentas, utensílios e equipamentos utilizados, depreciação, aluguéis, administração, impostos, taxas, emolumentos e quaisquer outros custos que, direta ou indiretamente, se relacionem com o fiel cumprimento pela contratada das obrigações. 5.4 Os preços cotados deverão ser referidos à data de recebimento das propostas, considerando a condição de pagamento à vista, não devendo, por isso, computar qualquer custo financeiro para o período de processamento das faturas. 5.5 A proposta de preços terá prazo de validade de 60 (sessenta) dias, a contar da data fixada na SEÇÃO A - do preâmbulo para início da sessão pública, facultado, porém, aos proponentes estender tal validade por prazo superior. 5.6 Não será permitida previsão de sinal, ou qualquer outra forma de antecipação de pagamento na formulação das propostas, devendo ser desclassificada, de imediato, a proponente que assim o fizer. Pregão eletrônico nº /2011 -fls. 15 -

16 5.7 Não será considerada qualquer oferta de vantagem não prevista neste instrumento, nem propostas com preço global ou unitário simbólico, irrisório ou de valor zero, incompatíveis com os preços dos insumos e salários de mercado, acrescidos dos respectivos encargos. 5.8 Serão desclassificadas as propostas que não atenderem às condições e exigências deste Instrumento ou que consignarem valor global superior aos praticados no mercado ou com preços manifestamente inexeqüíveis, assim considerados aqueles que não venham a ter demonstrada sua viabilidade através de documentação que comprove que os custos dos insumos são coerentes com os de mercado e que os coeficientes de produtividade são compatíveis com a execução do objeto do contrato. 5.9 A formulação da proposta implica para o proponente a observância dos preceitos legais e regulamentares em vigor, tornando-o responsável pela fidelidade e legitimidade das informações e dos documentos apresentados Para a habilitação dos interessados na licitação, exigir-se-ão, exclusivamente, os documentos mencionados na SEÇÃO A - PREÂMBULO Na hipótese do tipo técnica e preço, o proponente deverá elaborar a sua proposta técnica de acordo com as exigências constantes da SEÇÃO B DISPOSIÇOES ESPECÍFICAS FASE INICIAL 6. PROCEDIMENTO DA LICITAÇÃO 6.1 CLÁUSULAS APLICÁVEIS À CONCORRÊNCIA, TOMADA DE PREÇOS E CONVITE, DO TIPO MENOR PREÇO A sessão pública de abertura das propostas terá início no dia, hora e local designados na SEÇÃO A - PREÂMBULO, devendo o representante da licitante efetuar o seu credenciamento, comprovando que possui os necessários poderes para a prática dos atos inerentes ao certame Concluída a fase de credenciamento, os licitantes entregarão o Envelope A - Propostas de Preços, e o Envelope B Habilitação, além da Declaração de Pleno Conhecimento e Enquadramento, conforme o modelo constante do Anexo V Iniciada a sessão de abertura das propostas, não mais cabe a desistência do licitante, salvo por motivo justo, decorrente de fato superveniente e aceito pela comissão A abertura dos envelopes relativos aos documentos das propostas e de habilitação será realizada sempre em ato público, previamente designado, do qual se lavrará ata circunstanciada assinada pelos licitantes e pela comissão ou servidor responsável Todos os documentos contidos nos envelopes serão rubricados pelos licitantes presentes e pela Comissão ABERTURA DOS ENVELOPES ABERTURA DOS ENVELOPES A PROPOSTA DE PREÇOS O presidente da comissão fará, primeiramente, a abertura dos Envelopes A Proposta de Preços, e verificará a conformidade e compatibilidade de cada proposta com os requisitos e especificações do instrumento convocatório, com os preços correntes no mercado ou fixados pela Administração ou por órgão oficial competente ou, ainda, com os constantes do sistema de registro de preços, quando houver, promovendo-se a desclassificação das propostas desconformes ou incompatíveis Havendo necessidade de apresentação de demonstração de compatibilidade ou amostras, o presidente da comissão fixará prazo para sua realização, para o que deverá ser notificado o detentor da proposta de menor preço, ficando esclarecido que a desconformidade e incompatibilidade da amostra com os requisitos e especificações do instrumento convocatório implicará na desclassificação da proposta e que a não apresentação será reputada desistência, Pregão eletrônico nº /2011 -fls. 16 -

17 com as conseqüências estabelecidas em lei, promovendo-se o chamamento das propostas subseqüentes, na ordem de classificação A Comissão julgará e classificará as propostas, de acordo com os critérios de avaliação constantes deste ato convocatório, franqueando a palavra para que os licitantes registrem em ata seus protestos ou impugnações que entenderem cabíveis, podendo ser apreciados e decididos de imediato, salvo quando envolverem aspectos que exijam análise mais apurada Se houver impugnação ou protesto por recurso, permanecerão fechados os envelopes de Habilitação, sendo devidamente rubricados por todos os presentes, para serem posteriormente recolhidos e guardados em poder da Comissão, até a designação de nova data para a abertura Não havendo registro de protesto ou impugnação e desde que haja declaração expressa consignada em ata de renúncia a recurso ou a apresentação do termo de renúncia de todos os participantes, a Comissão prosseguirá no andamento dos trabalhos, procedendo à devolução dos envelopes fechados aos concorrentes desclassificados, contendo a respectiva documentação de habilitação, e procedendo à abertura dos envelopes "B" HABILITAÇÃO - das empresas classificadas com os três menores preços ABERTURA DOS ENVELOPES B HABILITAÇÃO A Comissão de Licitação conferirá e examinará os documentos de habilitação bem como a autenticidade dos mesmos. Caso o procedimento se processe mediante a utilização do Sistema Integrado de Material, Patrimônio e Serviços SIMPAS, a Comissão de Licitação emitirá, de logo, extrato do licitante possuidor do Certificado de Registro e conferirá a regularidade da documentação exigida neste instrumento A empresa que deixar de apresentar a documentação de Habilitação exigida será inabilitada A existência de restrição na comprovação da regularidade fiscal das microempresas e empresas de pequeno porte beneficiárias do regime diferenciado e favorecido da Lei Complementar nº 123/06 não implica a inabilitação automática da licitante A Comissão deliberará sobre a habilitação dos três primeiros classificados, franqueando a palavra uma vez mais aos participantes para que registrem em ata os protestos ou impugnações que entenderem cabíveis, podendo ser apreciados e decididos de imediato, salvo quando envolverem aspectos que exijam análise mais apurada Não havendo registro de protesto ou impugnação e desde que haja declaração expressa consignada em ata de renúncia a recurso ou a apresentação do termo de renúncia de todos os participantes, a Comissão procederá à convocação, se for o caso, de tantos licitantes classificados quantos forem os inabilitados no julgamento previsto no item anterior Nos termos do 3º do art. 97 da Lei Estadual nº 9.433/05, se todas as propostas forem desclassificadas ou todos os licitantes classificados forem inabilitados, poderá a Administração fixar um prazo de 08 (oito) dias úteis aos licitantes para apresentação de nova proposta ou nova documentação, após sanadas as causas que motivaram a desclassificação ou inabilitação CRITÉRIO DE JULGAMENTO DAS PROPOSTAS Será adjudicado o objeto da licitação à empresa cuja proposta tenha o menor preço, em conformidade com o tipo de licitação definido na SEÇÃO A - PREÂMBULO, desde que atenda a todos os requisitos exigidos para o pleno atendimento às condições deste Instrumento Em caso de empate, real ou ficto, será assegurada, nos termos da Lei complementar nº 123/06, a preferência de contratação para as microempresas e empresas de pequeno porte beneficiárias do regime diferenciado e favorecido, nos termos que se seguem: Entendem-se por empate ficto as situações em que as propostas apresentadas pelas microempresas e empresas de pequeno porte sejam até 10% (dez por cento) superiores à proposta mais bem classificada, e empate real as que sejam iguais. Pregão eletrônico nº /2011 -fls. 17 -

18 Em qualquer destas hipóteses, a microempresa ou empresa de pequeno porte mais bem classificada poderá apresentar proposta de preço inferior àquela considerada vencedora do certame, situação em que será adjudicado em seu favor o objeto licitado No caso de as microempresas e empresas de pequeno porte apresentarem preços iguais, será realizado sorteio entre elas para que se identifique aquela que primeiro poderá apresentar melhor oferta Ocorrendo empate real de propostas formuladas por licitantes que não detenham a condição de microempresa ou de empresa de pequeno porte, será observado o disposto no 2º do art. 3º da Lei Estadual nº 9.433/05, procedendo-se, sucessivamente, a sorteio, em ato público, para o qual os licitantes serão convocados, através de aviso publicado no D.O.E., vedado qualquer outro critério de desempate Sempre que houver sorteio deverá ser lavrada ata específica FASE INICIAL 6.2 CLÁUSULAS APLICÁVEIS À CONCORRÊNCIA, TOMADA DE PREÇOS E CONVITE, DO TIPO TÉCNICA E PREÇO A sessão pública de abertura das propostas terá início no dia, hora e local designados na SEÇÃO A - PREÂMBULO, devendo o representante da licitante efetuar o seu credenciamento, comprovando que possui os necessários poderes para a prática dos atos inerentes ao certame Concluída a fase de credenciamento, os licitantes entregarão o Envelope A - Propostas Técnica, o Envelope B Proposta de Preços e o Envelope C Habilitação, além da Declaração de Pleno Conhecimento e Enquadramento, conforme o modelo constante do Anexo V Iniciada a sessão de abertura das propostas, não mais cabe a desistência do licitante, salvo por motivo justo, decorrente de fato superveniente e aceito pela comissão A abertura dos envelopes relativos aos documentos das propostas e de habilitação será realizada sempre em ato público, previamente designado, do qual se lavrará ata circunstanciada assinada pelos licitantes e pela comissão ou servidor responsável Todos os documentos contidos nos envelopes serão rubricados pelos licitantes presentes e pela Comissão ABERTURA DOS ENVELOPES ABERTURA DOS ENVELOPES A PROPOSTA TÉCNICA O presidente da comissão fará, primeiramente, a abertura dos Envelopes A Proposta Técnica, e verificará a conformidade e compatibilidade de cada proposta com os requisitos e especificações do instrumento convocatório A avaliação das propostas técnicas será efetuada por uma equipe técnica especialmente constituída para este fim, composta por, no mínimo, três técnicos de reconhecida competência na área, nomeados, a qual, de acordo com os critérios de avaliação constantes da SEÇÃO D, apurará o Índice Técnico de cada licitante e elaborará relatório sucinto e fundamentado do seu trabalho, devidamente assinado por todos os seus integrantes, justificando as notas atribuídas às Propostas Técnicas Divulgada a classificação das propostas técnicas, e não havendo registro de protesto ou impugnação e desde que haja declaração expressa consignada em ata de renúncia a recurso ou a apresentação do termo de renúncia de todos os participantes, a Comissão prosseguirá no andamento dos trabalhos, procedendo à devolução dos envelopes fechados aos concorrentes desclassificados tecnicamente, contendo a respectiva documentação de habilitação e propostas de preços. Pregão eletrônico nº /2011 -fls. 18 -

19 Se houver impugnação ou protesto por recurso do julgamento realizado, permanecerão fechados os Envelopes B e C, sendo devidamente rubricados por todos os presentes, para serem, posteriormente recolhidos e guardados em poder da Comissão, até a designação de nova data para a sua abertura Não sendo possível a realização do julgamento das propostas técnicas na mesma sessão, a Comissão Técnica deverá fazê-lo no prazo de 3 (três) dias úteis, procedendo à publicação do resultado no Diário Oficial do Estado Decorridos os prazos recursais ou após o julgamento dos recursos interpostos, será designada data e hora para prosseguimento do certame ABERTURA DOS ENVELOPES B PROPOSTA DE PREÇO O presidente da comissão fará a abertura dos Envelopes B Proposta de Preço, e verificará a conformidade e compatibilidade de cada proposta com os requisitos e especificações do instrumento convocatório, com os preços correntes no mercado ou fixados pela Administração ou por órgão oficial competente ou, ainda, com os constantes do sistema de registro de preços, quando houver, promovendo-se a desclassificação das propostas desconformes ou incompatíveis A Comissão de Licitação procederá ao cálculo do Índice de Preço das propostas e a Avaliação Final e procederá à respectiva classificação em ordem crescente, usando os critérios contidos na SEÇÃO D A Comissão julgará e classificará as propostas, de acordo com os critérios de avaliação constantes do ato convocatório, franqueando a palavra para que os licitantes registrem em ata seus protestos ou impugnações que entenderem cabíveis, podendo ser apreciados e decididos de imediato, salvo quando envolverem aspectos que exijam análise mais apurada Se houver impugnação ou protesto por recurso, permanecerão fechados os envelopes de Habilitação, sendo devidamente rubricados por todos os presentes, para serem, posteriormente recolhidos e guardados em poder da Comissão, até a designação de nova data para a abertura Não havendo registro de protesto ou impugnação e desde que haja declaração expressa consignada em ata de renúncia a recurso ou a apresentação do termo de renúncia de todos os participantes, a Comissão prosseguirá no andamento dos trabalhos, procedendo à devolução dos envelopes fechados aos concorrentes desclassificados, contendo a respectiva documentação de habilitação, e procedendo à abertura dos envelopes "C" HABILITAÇÃO - das empresas classificadas com os três menores preços ABERTURA DOS ENVELOPES C HABILITAÇÃO A Comissão de Licitação conferirá e examinará os documentos de habilitação bem como a autenticidade dos mesmos. Caso o procedimento se processe mediante a utilização do Sistema Integrado de Material, Patrimônio e Serviços SIMPAS, a Comissão de Licitação emitirá, de logo, extrato do licitante possuidor do Certificado de Registro e conferirá a regularidade da documentação exigida neste instrumento A empresa que deixar de apresentar a documentação de Habilitação exigida será inabilitada A existência de restrição na comprovação da regularidade fiscal das microempresas e empresas de pequeno porte sujeitas ao regime da Lei Complementar nº 123/06 não implica a inabilitação automática da licitante A Comissão deliberará sobre a habilitação dos três primeiros classificados, franqueando a palavra uma vez mais aos participantes para que registrem em ata os protestos ou impugnações que entenderem cabíveis, podendo ser apreciados e decididos de imediato, salvo quando envolverem aspectos que exijam análise mais apurada Não havendo registro de protesto ou impugnação e desde que haja declaração expressa consignada em ata de renúncia a recurso ou a apresentação do termo de renúncia de todos os participantes, a Comissão procederá à convocação, se for o caso, de tantos licitantes classificados quantos forem os inabilitados no julgamento previsto no item anterior. Pregão eletrônico nº /2011 -fls. 19 -

20 Nos termos do 3º do art. 97 da Lei Estadual nº 9.433/05, se todas as propostas forem desclassificadas ou todos os licitantes classificados forem inabilitados, poderá a Administração fixar um prazo de 08 (oito) dias úteis aos licitantes para apresentação de nova proposta ou nova documentação, após sanadas as causas que motivaram a desclassificação ou inabilitação CRITÉRIO DE JULGAMENTO DAS PROPOSTAS Será adjudicado o objeto da licitação à empresa cuja proposta tenha a melhor avaliação final, à vista dos critérios da SEÇÃO D, em conformidade com o tipo de licitação definido na SEÇÃO A - PREÂMBULO, desde que atenda a todos os requisitos exigidos para o pleno atendimento às condições deste Instrumento No caso de empate entre duas ou mais propostas, será observado o disposto no 2º do art. 3º da Lei Estadual nº 9.433/05, procedendo-se, sucessivamente, a sorteio, em ato público, para o qual os licitantes serão convocados, através de aviso publicado no D.O.E., vedado qualquer outro critério de desempate Em caso de Sorteio lavrar-se-á ata específica FASE INICIAL 6.3 CLÁUSULAS APLICÁVEIS AO PREGÃO PRESENCIAL A sessão pública do pregão terá início no dia, hora e local designados na SEÇÃO A - PREÂMBULO, devendo o representante da licitante efetuar o seu credenciamento, comprovando que possui os necessários poderes para formulação de propostas, lances, negociação e para a prática dos demais atos inerentes ao certame Concluída a fase de credenciamento, os licitantes entregarão ao pregoeiro a Declaração de Pleno Conhecimento e Enquadramento, conforme o modelo constante do Anexo V, o Envelope A - Propostas de Preços, e o Envelope B Habilitação Iniciada a sessão pública do pregão e efetuada a entrega dos Envelopes A e B, com a respectiva documentação, não cabe desistência da proposta A abertura dos envelopes relativos aos documentos das propostas e de habilitação será realizada sempre em ato público, do qual se lavrará ata circunstanciada assinada pelos licitantes e pelo pregoeiro O pregoeiro procederá à abertura dos Envelopes A, conferirá e examinará as propostas nele contidas, bem como a regularidade das mesmas O pregoeiro, após o exame e conferência das propostas, classificará a de menor preço e aquelas que tenham apresentado valores sucessivos e superiores em até 10% (dez por cento) relativamente à de menor preço Quando não forem verificadas, no mínimo, 03 (três) propostas escritas de preços nas condições definidas no item anterior, o pregoeiro classificará as propostas subseqüentes de menor preço, até o máximo de 03 (três), para que seus autores participem dos lances verbais, quaisquer que sejam os preços oferecidos nas propostas escritas No caso de empate entre duas ou mais propostas, o pregoeiro selecionará todas as propostas em condições de igualdade para a etapa competitiva de lances verbais Havendo apenas uma proposta, desde que atenda a todas as condições do edital e esteja com o preço compatível com os praticados no mercado, esta poderá ser aceita, devendo o pregoeiro negociar, visando obter preço melhor Quando todas as propostas escritas forem desclassificadas, o pregoeiro suspenderá o pregão e estabelecerá uma nova data, com prazo não superior a 03 (três) dias úteis, para o recebimento de novas propostas ETAPA COMPETITIVA DE LANCES VERBAIS Pregão eletrônico nº /2011 -fls. 20 -

S EÇÃO A PREÂM BULO. II. Órgão/entidade e setor: UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA UNEB DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO CAMPUS X TEIXEIRA DE FREITAS

S EÇÃO A PREÂM BULO. II. Órgão/entidade e setor: UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA UNEB DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO CAMPUS X TEIXEIRA DE FREITAS I. Regência legal: INSTRUMENTO CONVOCATÓRIO S EÇÃO A PREÂM BULO Esta licitação obedecerá as disposições da Lei estadual nº 9.433/05 (alterada pelas Leis estaduais nº 9.658/05 e nº 10.967/08), da Lei Complementar

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE QUATRO BARRAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE QUATRO BARRAS Processo Administrativo: 674/2012 Interessado: Secretaria Municipal de Administração Assunto: Pregão Presencial nº 09/2012. ERRATA AO PREGÃO PRESENCIAL 09/2012. OBJETO: Contratação de empresa para aquisição

Leia mais

S EÇÃO A PREÂM BULO. III. Modalidade/número de ordem: IV. Proc. Administrativo nº: 0603140174986. V. Tipo de Licitação:

S EÇÃO A PREÂM BULO. III. Modalidade/número de ordem: IV. Proc. Administrativo nº: 0603140174986. V. Tipo de Licitação: INSTRUMENTO CONVOCATÓRIO S EÇÃO A PREÂM BULO I. Regência legal: Esta licitação obedecerá as disposições da Lei estadual nº 9.433/05 (alterada pelas Leis estaduais nº 9.658/05 e nº 10.967/08), da Lei Complementar

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO E AÇÃO REGIONAL CAR COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO - CPL

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO E AÇÃO REGIONAL CAR COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO - CPL INSTRUMENTO CONVOCATÓRIO MATRIZ SEÇÃO A PREÂMBULO I. Regência legal: Esta licitação obedecerá as disposições da Lei Estadual nº 9.433/05 (alterada pelas Leis Estaduais nº 9.658/05 e nº 10.967/08), da Lei

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA SECRETARIA DA INDÚSTRIA, COMÉRCIO E MINERAÇÃO - SICM INSTITUTO BAIANO DE METROLOGIA E QUALIDADE - IBAMETRO

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA SECRETARIA DA INDÚSTRIA, COMÉRCIO E MINERAÇÃO - SICM INSTITUTO BAIANO DE METROLOGIA E QUALIDADE - IBAMETRO INSTRUMENTO CONVOCATÓRIO SEÇÃO A PREÂMBULO I. Regência legal: Esta licitação obedecerá, integralmente, as disposições da Lei Estadual nº 9.433/05 (alterada pelas Leis Estaduais nº 9.658/05 e nº 10.697/08),

Leia mais

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2010. SESSÃO DE ABERTURA: Local: Rua Pamplona 1200 7º andar Horário: 10:30 horas do dia 08 de março de 2.

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2010. SESSÃO DE ABERTURA: Local: Rua Pamplona 1200 7º andar Horário: 10:30 horas do dia 08 de março de 2. IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM 03 (TRÊS) DIAS DE ANTECEDENCIA NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP: 01405-001

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE SCHROEDER ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº: 36/2012. Página: 1/6

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE SCHROEDER ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº: 36/2012. Página: 1/6 Página: 1/6 1 Renovação de 163 e Aquisição de 82 novas licenças de software de proteção corporativa contra vírus, da marca ESET Nod32 Business Edition, para o período de 1 (um) ano. Quantidade: 245 1.1.

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 002/2010

CARTA CONVITE Nº 002/2010 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 005/2014 CARTA CONVITE Nº 002/2014

EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 005/2014 CARTA CONVITE Nº 002/2014 EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 005/2014 CARTA CONVITE Nº 002/2014 O CONSELHO REGIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA DA 7ª REGIÃO CREF7/DF, Autarquia Federal, criada pela Lei nº 9.696/98, torna público

Leia mais

INSTRUMENTO CONVOCATÓRIO

INSTRUMENTO CONVOCATÓRIO PREGÃO ELETRÔNICO EM VERDE EM AZUL AS CLÁSULAS DE AQUISIÇOES EM VERMELHO AS CLÁUSULAS DE SERVIÇOS LEGISLAÇÃO FEDERAL EM MARROM A TÉCNICA E PREÇO UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA UNEB I. Regência legal:

Leia mais

ANTISPAM CORPORATIVO, de acordo com as condições e especificações constantes deste Edital e seus Anexos. 352552*$d 2(6&/$5(&,0(1726

ANTISPAM CORPORATIVO, de acordo com as condições e especificações constantes deste Edital e seus Anexos. 352552*$d 2(6&/$5(&,0(1726 &,5&8/$51ž 35(* 2(/(75Ñ1,&21ž 2%-(72 Contratação de empresa para fornecer SOLUÇÃO DE ANTIVÍRUS e ANTISPAM CORPORATIVO, de acordo com as condições e especificações constantes deste Edital e seus Anexos.

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA PROCURADORIA GERAL DO ESTADO PROCURADORIA ADMINISTRATIVA

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA PROCURADORIA GERAL DO ESTADO PROCURADORIA ADMINISTRATIVA PA-NASC-ALM-LBC-074/2011 ALTERAÇÃO ITEM 2, SEÇÃO B PA-NLC-MTF-770/2012 GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA INSTRUMENTO CONVOCATÓRIO MATRIZ SEÇÃO A PREÂMBULO I. Regência legal: Esta licitação obedecerá as disposições

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 005/2008 M I N U T A

CARTA CONVITE Nº 005/2008 M I N U T A IMPORTANTE : PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDÊNCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF

INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF Ref: Aviso de Edital ADG nº 003/2014 publicado em 28/10/2014. 1 1. OBJETO A

Leia mais

SEÇÃO A PREÂMBULO. VI. Objeto da licitação/codificação no Certificado de Registro SAEB: Códigos: 70.36.00.00064684-9 70.36.00.

SEÇÃO A PREÂMBULO. VI. Objeto da licitação/codificação no Certificado de Registro SAEB: Códigos: 70.36.00.00064684-9 70.36.00. INSTRUMENTO CONVOCATÓRIO SEÇÃO A PREÂMBULO I. Regência legal: Esta licitação obedecerá as disposições da Lei estadual nº 9.433/05 (alterada pelas Leis estaduais nº 9.658/05 e nº 10.967/08), da Lei Complementar

Leia mais

RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS:

RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS: Diário Oficial do Legislativo Câmara municipal de Guanambi - Bahia Ano IV Nº 177 11 de Março de 2015 RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS: CARTA CONVITE AVISO DE LICITAÇÃO -

Leia mais

C O N V I T E Nº 1 3 / 2 0 1 4

C O N V I T E Nº 1 3 / 2 0 1 4 Formulário padronizado fl. 1/11 CÂMARA MUNICIPAL DE LIMEIRA C O N V I T E Nº 1 3 / 2 0 1 4 A Câmara Municipal de Limeira, com sede nesta cidade de Limeira, Estado de São Paulo, à Rua Pedro Zaccaria, nº

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 028/2009 M I N U T A

CARTA CONVITE Nº 028/2009 M I N U T A IMPORTANTE : PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDÊNCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JARDIM PAULISTA

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 023/2009

CARTA CONVITE Nº 023/2009 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº 20150007

TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº 20150007 TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº 20150007 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto Estadual nº 28.397,

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE NUTRICIONISTAS CONSELHO REGIONAL DE NUTRICIONISTAS - 3ª Região (SP, MS)

CONSELHO FEDERAL DE NUTRICIONISTAS CONSELHO REGIONAL DE NUTRICIONISTAS - 3ª Região (SP, MS) CARTA CONVITE Nº: 008/2013. São Paulo, 04 de junho de 2.013. Processo n.º 042-05/2013 Tipo: MENOR PREÇO Firma: A/C: E-mail: Convidamos a referida empresa a apresentar proposta para atendimento do objeto

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Licitações e Compras Convite nº 081/2007 Fls.

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Licitações e Compras Convite nº 081/2007 Fls. Convite nº 081/2007 Fls. 1 CARTA CONVITE Processo nº 11784/05 Convite nº 081/2007 Entrega Envelopes até o dia: 15 de junho de 2007, às 14h00. Abertura Envelopes dia: 15 de junho de 2007, às 14h30. A COMISSÃO

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO DA BAHIA DIRETORIA GERAL DIRETORIA DE LICITAÇÕES SEÇÃO A PREÂMBULO

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO DA BAHIA DIRETORIA GERAL DIRETORIA DE LICITAÇÕES SEÇÃO A PREÂMBULO I. Regência legal: GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA INSTRUMENTO CONVOCATÓRIO SEÇÃO A PREÂMBULO Esta licitação obedecerá as disposições da Lei estadual nº 9.433/05 (alterada pelas Leis estaduais nº 9.658/05 e

Leia mais

TERMO DE PARTICIPAÇÃO DO EDITAL 20114150

TERMO DE PARTICIPAÇÃO DO EDITAL 20114150 TERMO DE PARTICIPAÇÃO DO EDITAL 20114150 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto Estadual

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM TRANSPORTE DE VALORES.

TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM TRANSPORTE DE VALORES. TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM TRANSPORTE DE VALORES. JUSTIFICATIVA O Museu do Amanhã será uma das âncoras do plano de revitalização da região portuária da cidade

Leia mais

INSTRUMENTO CONVOCATÓRIO

INSTRUMENTO CONVOCATÓRIO I. Regência legal: INSTRUMENTO CONVOCATÓRIO SEÇÃO A PREÂMBULO Esta licitação obedecerá as disposições da Lei estadual nº 9.433/05 (alterada pelas Leis estaduais nº 9.658/05 e nº 10.967/08), da Lei Complementar

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA TERRA DE LUTA E FÉ - DOE ORGÃOS, DOE SANGUE:SALVE VIDAS

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA TERRA DE LUTA E FÉ - DOE ORGÃOS, DOE SANGUE:SALVE VIDAS EDITAL DE CARTA CONVITE 027/2015 A PREFEITA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA, torna público, para conhecimento dos interessados, que no dia 20 DE NOVEMBRO DE 2015, às 10 horas, reunirse-á a Comissão Permanente

Leia mais

PROCESSO Nº 574/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº7/2014. Do Objeto

PROCESSO Nº 574/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº7/2014. Do Objeto PROCESSO Nº 574/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº7/2014 O Município de Mariano Moro, RS, torna público, em conformidade com a Lei Federal n.º 8.666/93 e suas alterações, que no dia 30 de setembro as 14

Leia mais

INFORMAÇÕES AOS FORNECEDORES SEJA NOSSO FORNECEDOR REGULAMENTO PARA EMISSÃO DO CRC COCEL (parte integrante do site www.cocel.com.

INFORMAÇÕES AOS FORNECEDORES SEJA NOSSO FORNECEDOR REGULAMENTO PARA EMISSÃO DO CRC COCEL (parte integrante do site www.cocel.com. 1/7 INFORMAÇÕES AOS FORNECEDORES SEJA NOSSO FORNECEDOR REGULAMENTO PARA EMISSÃO DO CRC COCEL (parte integrante do site www.cocel.com.br) INFORMAÇÕES I. O interessado na inscrição no Cadastro de Fornecedores

Leia mais

I - LOCAL DE ENTREGA DOS ENVELOPES:

I - LOCAL DE ENTREGA DOS ENVELOPES: EDITAL de LICITAÇÃO MODALIDADE: CARTA CONVITE N.º 17/2013 Data da abertura dos envelopes: Dia: 25/10/2013 Horário: 13:00 horas Data limite para entrega dos envelopes: Dia: 25/10/2013 Horário: 13:00 horas

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA 1ª REGIÃO

CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA 1ª REGIÃO 1 CARTA CONVITE n.º 001/2011 São Paulo, 20 de outubro de 2011. O CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA - 1ª REGIÃO, nos termos da autorização constante no Processo Administrativo em epígrafe, vem, por intermédio

Leia mais

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo ANEXO VII PREGÃO PRESENCIAL Nº. 033/2015 Termo de Referência 1. OBJETO Renovação de licenças de Solução Corporativa do Antivírus Avast, com serviço de suporte técnico e atualização de versão, manutenção

Leia mais

FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE

FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE 2926- CNPJ: 13.959.466/1-6 Tel: 2732683178 Fax: 273268376 Site: Pregão Presencial Nº 6/214 LICITAÇÃO PARA AQUISIÇÃO DE MEDICAMENTOS PARA ATENDER A SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE POR UM PERÍODO DE DE (6)

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO CEARá Conselho de Política e Gestão do Meio Ambiente Superintendência Estadual do Meio Ambiente - SEMACE

GOVERNO DO ESTADO DO CEARá Conselho de Política e Gestão do Meio Ambiente Superintendência Estadual do Meio Ambiente - SEMACE ANEXO ÚNICO DO DECRETO N. 28.397, DE 21/09/2006 TERMO N. 20120024. PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos

Leia mais

CNPJ: 25.466.087/0001-18 ATO CONVOCATÓRIO EDITAL DE CONCORRÊNCIA ESPECIAL Nº PCGV 2011030011

CNPJ: 25.466.087/0001-18 ATO CONVOCATÓRIO EDITAL DE CONCORRÊNCIA ESPECIAL Nº PCGV 2011030011 ATO CONVOCATÓRIO EDITAL DE CONCORRÊNCIA ESPECIAL Nº PCGV 2011030011 1 PREÂMBULO. O INSTITUTO DE COOPERAÇÃO E EDUCAÇÃO AO DESENVOLVIMENTO (INCED) é instituição qualificada como Organização da Sociedade

Leia mais

INSTRUMENTO CONVOCATÓRIO

INSTRUMENTO CONVOCATÓRIO Alterações em verde Elaborado com base no edital PA-NLC-LBC-229/2013 PA-NLC-SAM-238/2013 PA-NLC-LBC-CAA-115/2014 INSTRUMENTO CONVOCATÓRIO SEÇÃO A PREÂMBULO I. Regência legal: Esta licitação obedecerá as

Leia mais

Processo nº 0448.1511/15-9 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 066A/2015

Processo nº 0448.1511/15-9 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 066A/2015 Processo nº 0448.1511/15-9 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 066A/2015 DATA DA ABERTURA: 13/11/2015 HORA DA ABERTURA: 09:00 Horas NOME DA EMPRESA: ORIGINAL

Leia mais

Prefeitura Municipal de Antonina do Norte GOVERNO MUNICIPAL CNPJ n 07.594.500/0001-48 EDITAL CONVOCATÓRIO

Prefeitura Municipal de Antonina do Norte GOVERNO MUNICIPAL CNPJ n 07.594.500/0001-48 EDITAL CONVOCATÓRIO EDITAL CONVOCATÓRIO CONVITE Nº 2013.02.18.2 1.0 EDITAL 1.1 Órgão: SECRETARIA MUNICIPAL DE AÇÃO SOCIAL 1.2 Modalidade: CONVITE 1.3 Tipo de Licitação: Menor preço Global 1.4 Torna público para conhecimento

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 003/2014 TIPO: MENOR PREÇO

CARTA CONVITE Nº 003/2014 TIPO: MENOR PREÇO CARTA CONVITE Nº 003/2014 TIPO: MENOR PREÇO PROCESSO Nº 003/2014 Tipo de Licitação: MENOR PREÇO DATA: 22/08/2014 HORÁRIO: 10h00min LOCAL: Universidade de Brasília Campus Universitário Darcy Ribeiro Edifício

Leia mais

COTAÇÃO ELETRÔNICA: 133/2012 COMPRASNET

COTAÇÃO ELETRÔNICA: 133/2012 COMPRASNET COTAÇÃO ELETRÔNICA: 133/2012 COMPRASNET AQUISIÇÃO DE SOLUÇÃO DE ANTIVÍRUS MCAFEE PARA PLATAFORMA DE SERVIDORES VIRTUALIZADOS VMWARE DA REDE CORPORATIVA PRODAM Diretoria de Infraestrutura e Tecnologia-

Leia mais

Prefeitura Municipal de Floriano Peixoto 01.612.289/0001-62 Avenida Alfredo Joahnes Dücker - 99.910-000 - Floriano Peixoto/RS EDITAL DE LICITAÇÃO

Prefeitura Municipal de Floriano Peixoto 01.612.289/0001-62 Avenida Alfredo Joahnes Dücker - 99.910-000 - Floriano Peixoto/RS EDITAL DE LICITAÇÃO Prefeitura Municipal de Floriano Peixoto 01.612.289/0001-62 Avenida Alfredo Joahnes Dücker - 99.910-000 - Floriano Peixoto/RS EDITAL DE LICITAÇÃO Processo...: 8/2015 Modalidade.: Convite Número...: 6/2015

Leia mais

PROCESSO SELETIVO Nº 004/2012

PROCESSO SELETIVO Nº 004/2012 PROCESSO SELETIVO Nº 004/2012 O Instituto de Gestão e Humanização IGH, torna público para conhecimento dos interessados, que fará realizar Processo Seletivo objetivando a contratação de serviços de Coleta,

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº002/2011/CISMEPA REGISTRO DE PREÇOS

PREGÃO ELETRÔNICO Nº002/2011/CISMEPA REGISTRO DE PREÇOS 1 PREGÃO ELETRÔNICO Nº002/2011/CISMEPA REGISTRO DE PREÇOS O CONSORCIO INTERMUNICIPAL DE SAUDE DO MEDIO PARAIBA, mediante o Pregoeiro Flávio Macharet Barbosa, designado pela Portaria nº 004/2011, de junho

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 001/2012 TIPO: MENOR PREÇO

TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 001/2012 TIPO: MENOR PREÇO TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 001/2012 TIPO: MENOR PREÇO A Associação Paulista dos Criadores de Suínos APCS - SP, entidade privada sem fins lucrativos, inscrita no Cadastro Nacional de

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA I N S T R U M E N T O C O N V O C AT Ó R I O S E Ç ÃO A P R E ÂM B U L O I.. REGÊNCIA LEGAL: Esta licitação obedecerá, integralmente, as disposições da Lei Federal 10.520/02 e a Lei Federal nº 8.666/93;

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO DA BAHIA DIRETORIA GERAL DIRETORIA DE LICITAÇÕES SEÇÃO A PREÂMBULO

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO DA BAHIA DIRETORIA GERAL DIRETORIA DE LICITAÇÕES SEÇÃO A PREÂMBULO I. Regência legal: GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA INSTRUMENTO CONVOCATÓRIO SEÇÃO A PREÂMBULO Esta licitação obedecerá as disposições da Lei estadual nº 9.433/05 (alterada pelas Leis estaduais nº 9.658/05 e

Leia mais

EDITAL TOMADA DE PREÇOS SETOR DE LICITAÇÕES PROCESSO Nº 45/2013. TOMADA DE PREÇO Nº

EDITAL TOMADA DE PREÇOS SETOR DE LICITAÇÕES PROCESSO Nº 45/2013. TOMADA DE PREÇO Nº EDITAL TOMADA DE PREÇOS SETOR DE LICITAÇÕES PROCESSO Nº 45/2013. TOMADA DE PREÇO Nº 07/2013. A Prefeitura Municipal de General Salgado, sito à Av: Antonino José de Carvalho, 940, centro, fará realizar

Leia mais

Novidades do AVG 2013

Novidades do AVG 2013 Novidades do AVG 2013 Conteúdo Licenciamento Instalação Verificação Componentes Outras características Treinamento AVG 2 Licenciamento Instalação Verificação Componentes do AVG Outras características Treinamento

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 007/2008

CARTA CONVITE Nº 007/2008 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO E COM ATÉ 24 HS DE ANTECEDÊNCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 - JD. PAULISTA -

Leia mais

TERMO DE PARTICIPAÇÃO DA COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº0195/2014 PREÂMBULO

TERMO DE PARTICIPAÇÃO DA COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº0195/2014 PREÂMBULO TERMO DE PARTICIPAÇÃO DA COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº0195/2014 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto

Leia mais

ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 07/13 CREMEB

ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 07/13 CREMEB ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 07/13 CREMEB 1 -DO OBJETO Constitui objeto da presente licitação a aquisição de 70 (setenta) licenças de software antivírus coorporativo para

Leia mais

CONVITE Nº 060E/2015

CONVITE Nº 060E/2015 Processo nº 0405.1511/15-3 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 060E/2015 DATA DA ABERTURA: 16/10/2015 HORA DA ABERTURA: 10:00 Horas NOME DA EMPRESA: ORIGINAL

Leia mais

Microsoft Windows 7 / Vista / XP / 2000 / Home Server. Guia de Inicialização Rápida

Microsoft Windows 7 / Vista / XP / 2000 / Home Server. Guia de Inicialização Rápida Microsoft Windows 7 / Vista / XP / 2000 / Home Server Guia de Inicialização Rápida O ESET Smart Security fornece proteção de última geração para o seu computador contra código malicioso. Com base no ThreatSense,

Leia mais

Certificação AVG Certificação Técnica - Fase 1

Certificação AVG Certificação Técnica - Fase 1 Certificação AVG Certificação Técnica - Fase 1 Conteúdo Níveis de Proteção & Métodos de Detecção Novas Tecnologias Plataformas Suportadas Instalação Interface de Usuário do AVG AVG Desktop Widget Visão

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE IPIRANGA DO SUL Estado do Rio Grande do Sul Rua do Comércio, 124 IPIRANGA DO SUL RS EDITAL DE LICITAÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE IPIRANGA DO SUL Estado do Rio Grande do Sul Rua do Comércio, 124 IPIRANGA DO SUL RS EDITAL DE LICITAÇÃO EDITAL DE LICITAÇÃO Modalidade...: Tomada de Preços Número...: 008/2014 Número da Modalidade: 003/2014 Data de Abertura da Licitação...: 20/02/2014 Data de Abertura das Propostas..: 14/03/2014 Horário...:

Leia mais

DÚVIDAS SOBRE O CREDENCIAMENTO - EDITAL Nº 001/06 e EDITAL 002/06

DÚVIDAS SOBRE O CREDENCIAMENTO - EDITAL Nº 001/06 e EDITAL 002/06 DÚVIDAS SOBRE O CREDENCIAMENTO - EDITAL Nº 001/06 e EDITAL 002/06 1 - Qual a data limite para o pedido de credenciamento? Em acordo com a Lei Estadual nº 9.433/05, a Administração Pública deve garantir

Leia mais

INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 FORNECIMENTO DE LINK DE INTERNET

INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 FORNECIMENTO DE LINK DE INTERNET INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 FORNECIMENTO DE LINK DE INTERNET O INSTITUTO DE SAÚDE E GESTÃO HOSPITALAR - ISGH, pessoa jurídica de direito privado, associação sem fins lucrativos de interesse público,

Leia mais

1.1 O recebimento dos envelopes dar-se-á até às 14:00h do dia 09 de março de 2010, pela Comissão Permanente de Licitação, no endereço acima citado.

1.1 O recebimento dos envelopes dar-se-á até às 14:00h do dia 09 de março de 2010, pela Comissão Permanente de Licitação, no endereço acima citado. EDITAL DE CARTA CONVITE N 02/2010 CRM-PR OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA PARA O DESENVOLVIMENTO E SUPERVISÃO DE PROJETO DE TELEMEDICINA, VIDEOCONFERÊNCIA E EDUCAÇÃO CONTINUADA PARA

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO DA BAHIA DIRETORIA GERAL DIRETORIA DE LICITAÇÕES SEÇÃO A PREÂMBULO

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO DA BAHIA DIRETORIA GERAL DIRETORIA DE LICITAÇÕES SEÇÃO A PREÂMBULO I. Regência legal: GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA INSTRUMENTO CONVOCATÓRIO SEÇÃO A PREÂMBULO Esta licitação obedecerá as disposições da Lei estadual nº 9.433/05 (alterada pelas Leis estaduais nº 9.658/05 e

Leia mais

COMPANHIA DE GAS DO CEARA COTAÇÃO DE PREÇOS Nº 20150378 DECRETO Nº 28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006

COMPANHIA DE GAS DO CEARA COTAÇÃO DE PREÇOS Nº 20150378 DECRETO Nº 28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 COMPANHIA DE GAS DO CEARA COTAÇÃO DE PREÇOS Nº 20150378 DECRETO Nº 28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição

Leia mais

INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 CONSULTORIA EM SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO EMPRESARIAL

INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 CONSULTORIA EM SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO EMPRESARIAL INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 CONSULTORIA EM SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO EMPRESARIAL O INSTITUTO DE SAÚDE E GESTÃO HOSPITALAR - ISGH, pessoa jurídica de direito privado, associação sem fins lucrativos

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa LEI Nº 13.179, DE 10 DE JUNHO DE 2009. (publicada no DOE nº 109, de 12 de junho de 2009) Dispõe sobre a Cotação Eletrônica

Leia mais

2.01.1 Atenderem as condições e exigências estabelecidas neste CONVITE;

2.01.1 Atenderem as condições e exigências estabelecidas neste CONVITE; CONVITE Nº 009/2007 LICITAÇÃO PARA AQUISIÇÃO DE 63 (SESSENTA E TRÊS) LICENÇAS DO SISTEMA OPERACIONAL WINDOWS XP PROFESSIONAL-FULL VERSÃO EM PORTUGUÊS PARA ESTAÇÕES DE TRABALHO E 01(UMA) LICENÇA DE WINDOWS

Leia mais

ESET NOD32 ANTIVIRUS 8

ESET NOD32 ANTIVIRUS 8 ESET NOD32 ANTIVIRUS 8 Microsoft Windows 8.1 / 8 / 7 / Vista / XP / Home Server 2003 / Home Server 2011 Guia de Inicialização Rápida Clique aqui para fazer download da versão mais recente deste documento

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO CONVITE

EDITAL DE LICITAÇÃO CONVITE EDITAL DE LICITAÇÃO CONVITE CONVITE Nº 006 / 2007 - DFEPAF ENCERRAMENTO E ABERTURA DAS PROPOSTAS: Dia 27 de novembro de 2007 às 10:00 horas. TIPO: Menor preço global 1. OBJETO DO CONVITE Constitui objeto

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO. DATA DE ABERTURA E CLASSIFICAÇÃO DAS PROPOSTAS DE PREÇOS E HABILITAÇÃO. a)- DIA 25/03/2013 às 14h15min

EDITAL DE LICITAÇÃO. DATA DE ABERTURA E CLASSIFICAÇÃO DAS PROPOSTAS DE PREÇOS E HABILITAÇÃO. a)- DIA 25/03/2013 às 14h15min EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO Nº. 046/2013 MODALIDADE: CONVITE N.º.08/2013 TIPO DE LICITAÇÃO: MENOR PREÇO PREAMBULO A Prefeitura Municipal de Suzanápolis (SP), com sede na Avenida Primeiro de Maio, nº.

Leia mais

ESET NOD32 ANTIVIRUS 9

ESET NOD32 ANTIVIRUS 9 ESET NOD32 ANTIVIRUS 9 Microsoft Windows 10 / 8.1 / 8 / 7 / Vista / XP Guia de Inicialização Rápida Clique aqui para fazer download da versão mais recente deste documento O ESET NOD32 Antivirus fornece

Leia mais

PROCESSO SELETIVO Nº 014/2013

PROCESSO SELETIVO Nº 014/2013 PROCESSO SELETIVO Nº 014/2013 O Instituto de Gestão e Humanização IGH, torna público para conhecimento dos interessados, que fará realizar Processo Seletivo objetivando a Contratação de Empresa para a

Leia mais

BOBINA DE PAPEL TERMICO PREÂMBULO

BOBINA DE PAPEL TERMICO PREÂMBULO BOBINA DE PAPEL TERMICO PREÂMBULO Termo de Participação via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto Estadual nº 28.397 / 21 de

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA I NS T RUM E NTO CO NVO CATÓ RIO S E Ç ÃO A PREÂMBULO I. Regência legal: Esta licitação obedecerá às disposições da Lei estadual nº 9.433/05 (alterada pelas Leis estaduais nº 9.658/05 e nº 10.967/08),

Leia mais

ESET NOD32 ANTIVIRUS 6

ESET NOD32 ANTIVIRUS 6 ESET NOD32 ANTIVIRUS 6 Microsoft Windows 8 / 7 / Vista / XP / Home Server Guia de Inicialização Rápida Clique aqui para fazer download da versão mais recente deste documento O ESET NOD32 Antivirus fornece

Leia mais

EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA 01/2014

EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA 01/2014 EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA 01/2014 O PRESIDENTE DA COMPANHIA ÁGUAS TERMAIS MARCELINO RAMOS no uso de suas atribuições legais e estatutárias e de conformidade com a Lei 8666/93 de 21 de junho de 1993

Leia mais

Tomada de Preços n.º 015/2010

Tomada de Preços n.º 015/2010 Tomada de Preços n.º 015/2010 Procedimento Administrativo n.º 0848/2010 Modalidade: Tomada de Preços Tipo: Menor Preço Julgamento: global Regime de execução: empreitada por preço unitário Objeto: Contratação

Leia mais

COLETA DE PREÇOS nº 05/2013

COLETA DE PREÇOS nº 05/2013 COLETA DE PREÇOS nº 05/2013 1. PREÂMBULO 1.1. A ASSOCIAÇÃO MUSEU AFRO BRASIL, torna pública a realização de Seleção de Fornecedores na modalidade Coleta de Preços, pelo critério de menor preço, objetivando

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE BIOLOGIA 3ª REGIÃO RS/SC

CONSELHO REGIONAL DE BIOLOGIA 3ª REGIÃO RS/SC CONSELHO REGIONAL DE BIOLOGIA 3ª REGIÃO CONVITE Nº 05/2013 SERVIÇOS DE ASSESSORIA CONTÁBIL O Conselho Regional de Biologia 3ª Região, através da Comissão Permanente de Licitações, convida V.S.a. a apresentar

Leia mais

Symantec AntiVirus Enterprise Edition

Symantec AntiVirus Enterprise Edition Symantec AntiVirus Enterprise Edition Proteção abrangente contra ameaças para todas as partes da rede, incluindo proteção contra spyware no cliente, em um único conjunto de produtos Visão geral O Symantec

Leia mais

S EÇÃO A PREÂM BULO. Família: 70.25 60.60. Código: 60.60.11.00033629-7 70.25.11.00060050-4

S EÇÃO A PREÂM BULO. Família: 70.25 60.60. Código: 60.60.11.00033629-7 70.25.11.00060050-4 INSTRUMENTO CONVOCATÓRIO MATRIZ S EÇÃO A PREÂM BULO I. Regência legal: Esta licitação obedecerá as disposições da Lei estadual nº 9.433/05 (alterada pelas Leis estaduais nº 9.658/05 e nº 10.967/08), da

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO - MODALIDADE CONVITE

EDITAL DE LICITAÇÃO - MODALIDADE CONVITE EDITAL DE LICITAÇÃO - MODALIDADE CONVITE PROCESSO nº 001/2014 CARTA CONVITE nº 001/2014 TIPO MENOR PREÇO POR ITEM A Presidenta da ASSOCIAÇÃO CASA DA MULHER CATARINA - CMC, mantenedora do Projeto: JORNALISTAS

Leia mais

EDITAL DE CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE IDENTIDADE VISUAL

EDITAL DE CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE IDENTIDADE VISUAL 1 EDITAL DE CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE IDENTIDADE VISUAL Modalidade: Concorrência 003/14 Tipo: Menor preço A Incubadora de Empreendimentos Solidários de São Bernardo do Campo (SBCSOL), uma iniciativa da

Leia mais

INSPEÇÃO VEICULAR PARA KIT GNV PREÂMBULO

INSPEÇÃO VEICULAR PARA KIT GNV PREÂMBULO INSPEÇÃO VEICULAR PARA KIT GNV PREÂMBULO Termo de Participação via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto Estadual nº 28.397

Leia mais

CÂMARA DE VEREADORES DOM PEDRITO - RS CAPITAL DA PAZ EDITAL DE-CONVITE N.º 04/2015 TIPO MENOR PREÇO UNITARIO

CÂMARA DE VEREADORES DOM PEDRITO - RS CAPITAL DA PAZ EDITAL DE-CONVITE N.º 04/2015 TIPO MENOR PREÇO UNITARIO EDITAL DE-CONVITE N.º 04/2015 TIPO MENOR PREÇO UNITARIO Edital de Convite para a aquisição de Cartuchos, Pen Drive e Lâmina de limpeza e Esteira de Transferência Belt, para as impressoras da Câmara de

Leia mais

CONTRATO PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Nº 08/2013 ORIGEM: COTAÇÃO DE PREÇOS

CONTRATO PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Nº 08/2013 ORIGEM: COTAÇÃO DE PREÇOS CONTRATO PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Nº 08/2013 ORIGEM: COTAÇÃO DE PREÇOS Pelo presente Contrato, de um lado a Câmara Municipal de Unaí, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 19.783.570/0001-23, com sede à Avenida Governador

Leia mais

CONTRATO Nº 087/12 DO OBJETO:

CONTRATO Nº 087/12 DO OBJETO: CONTRATO Nº 087/12 Contrato para fornecimento de Licença de Uso de Software Antivirus para as Secretarias, pelo período de 12 meses, que celebram o MUNICÍPIO DE CANDELÁRIA e a empresa IDB COMÉRCIO DE EQUIPAMENTOS

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA CADASTRO DE PAF-ECF - PROGRAMA APLICATIVO FISCAL EMISSOR DE CUPOM FISCAL

ORIENTAÇÕES PARA CADASTRO DE PAF-ECF - PROGRAMA APLICATIVO FISCAL EMISSOR DE CUPOM FISCAL ORIENTAÇÕES PARA CADASTRO DE PAF-ECF - PROGRAMA APLICATIVO FISCAL EMISSOR DE CUPOM FISCAL BASE LEGAL Portaria nº 83, de 18 de março de 2010 (atualizada até a Portaria nº 310, de 26 de setembro de 2013)

Leia mais

PREGÃO SESC/AN Nº 15/0072 PG EDITAL

PREGÃO SESC/AN Nº 15/0072 PG EDITAL PREGÃO SESC/AN Nº 15/0072 PG EDITAL O SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO ADMINISTRAÇÃO NACIONAL, entidade de direito privado, sem fins lucrativos, comunica a realização de licitação na modalidade PREGÃO ELETRÔNICO,

Leia mais

AVISO DE CHAMADA PÚBLICA DE APOIO INSTITUCIONAL Nº 01/2015 DO OBJETO

AVISO DE CHAMADA PÚBLICA DE APOIO INSTITUCIONAL Nº 01/2015 DO OBJETO AVISO DE CHAMADA PÚBLICA DE APOIO INSTITUCIONAL Nº 01/2015 DO OBJETO Esta Chamada Pública de Apoio Institucional visa à seleção de projetos a serem apoiados pelo CAU/BR na modalidade de Apoio à Assistência

Leia mais

* O ÔNIBUS DEVERÁ TER SUSPENSÃO AR CONDICIONADO, BANHEIRO, GELADEIRA ELÉTRICA, POLTRONA SUPER PULLMAN, TV, SOM, VÍDEO, DVD.

* O ÔNIBUS DEVERÁ TER SUSPENSÃO AR CONDICIONADO, BANHEIRO, GELADEIRA ELÉTRICA, POLTRONA SUPER PULLMAN, TV, SOM, VÍDEO, DVD. ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº 28.088 DE 10 DE JANEIRO DE 2006 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do

Leia mais

FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE

FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE LICITAÇÃO PARA AQUISIÇÃO DE PNEUS DESTINADOS AOS VEÍCULOS DA SECRETARIA MUNICIPAL SAÚDE PARA O EXERCÍCIO DE DE 2014 2014 O FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE/MUNICIPIO DE DOMINGOS MARTINS, com sede na Rua Bernardino

Leia mais

CARTA CONVITE 12/2015 FUnC REPUBLICAÇÃO

CARTA CONVITE 12/2015 FUnC REPUBLICAÇÃO 1 CARTA CONVITE 12/2015 FUnC REPUBLICAÇÃO 1 - PREÂMBULO 1.1 - A Fundação Universidade do Contestado, através do seu Departamento de Compras, situado à Rua Victor Sopelsa, 3000, Bairro Salete, Concórdia,

Leia mais

Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação / CREDE 12 Quixadá/CE E-mail: gerlania.oliveira@crede12.seduc.ce.gov.br

Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação / CREDE 12 Quixadá/CE E-mail: gerlania.oliveira@crede12.seduc.ce.gov.br Carta Convite Nº 0013/2015 Natureza da Despesa: Serviços de Hospedagem Fonte do Recurso: Função Programática nº 22100022.12.362.073.19509.0500000.33903900.10.0.40-13837 Data da Emissão: 28/05/15 Data da

Leia mais

S E Ç ÃO A P R E ÂM B U L O

S E Ç ÃO A P R E ÂM B U L O I N S T R U M E N T O C O N V O C AT Ó R I O S E Ç ÃO A P R E ÂM B U L O I. Regência legal: Esta licitação obedecerá, integralmente, as disposições da Lei Estadual nº 9.433/05 (alterada pelas Leis Estaduais

Leia mais

AV. BRASÍLIA, 1057 FONE: 054-3356 1244. Edital de Licitação

AV. BRASÍLIA, 1057 FONE: 054-3356 1244. Edital de Licitação Edital de Licitação Modalidade.:Tomada de Preço Numero...:0006/15 DATA DA ABERTURA DA LICITAÇÃO: 11/02/2015 DATA ABERTURA DAS PROPOSTAS..: 04/03/2015 HORARIO...: 14:00 Fornecedor.: Endereço...: CGCMF...:

Leia mais

www.fundacaoaraucaria.org.br 2

www.fundacaoaraucaria.org.br 2 EDITAL DE LICITAÇÃO CONVITE 02/2013 Serviços de Auditoria 1. DO PREÂMBULO 1.1. A Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico, estabelecida em Curitiba, Av. Comendador Franco,

Leia mais

PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2013 PROCESSO SECOM Nº 0357/2012. Alterações e Normas complementares M I N U T A

PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2013 PROCESSO SECOM Nº 0357/2012. Alterações e Normas complementares M I N U T A IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ PREENCHER O RECIBO DE RETIRADA DE EDITAL, CONSTANTE DO ANEXO I E DEVOLVER COM ATÉ 24 HS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2013

Leia mais

TERMO DE PARTICIPAÇÃO COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 005/2014 DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO

TERMO DE PARTICIPAÇÃO COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 005/2014 DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO TERMO DE PARTICIPAÇÃO COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 005/2014 DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por

Leia mais

ESET SMART SECURITY 7

ESET SMART SECURITY 7 ESET SMART SECURITY 7 Microsoft Windows 8.1 / 8 / 7 / Vista / XP / Home Server 2003 / Home Server 2011 Guia de Inicialização Rápida Clique aqui para fazer download da versão mais recente deste documento

Leia mais

DECRETO Nº. 6.204, DE 5 DE SETEMBRO DE 2007 DOU 06.09.2007

DECRETO Nº. 6.204, DE 5 DE SETEMBRO DE 2007 DOU 06.09.2007 DECRETO Nº. 6.204, DE 5 DE SETEMBRO DE 2007 DOU 06.09.2007 Regulamenta o tratamento favorecido, diferenciado e simplificado para as microempresas e empresas de pequeno porte nas contratações públicas de

Leia mais

CARTA CONVITE 15/2015 FUnC Serviços de Avaliação Institucional

CARTA CONVITE 15/2015 FUnC Serviços de Avaliação Institucional 1 CARTA CONVITE 15/2015 FUnC Serviços de Avaliação Institucional 1 - PREÂMBULO 1.1 - A Fundação Universidade do Contestado, através do seu Departamento de Compras, situado à Rua Victor Sopelsa, 3000, Bairro

Leia mais