PROTAGONISTAS DA PRÓPRIA HISTÓRIA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROTAGONISTAS DA PRÓPRIA HISTÓRIA"

Transcrição

1 FRANCISCO VISITARÁ A AMÉRICA DO SUL pág. 11 SOLIDARIEDADE AOS IMIGRANTES AFRICANOS pág. 17 COOPERAÇÃO COM AS COMUNIDADES INDÍGENAS pág. 20 Em EDIÇÃO JESUÍTAS BRASIL INFORMATIVO DOS JESUÍTAS DO BRASIL 14 ANO 2 MAIO 2015 PROTAGONISTAS DA PRÓPRIA HISTÓRIA ASSIM COMO RODOLFO RODRIGUES GOMES, MAIS DE 63 MIL PESSOAS SÃO BENEFICIADAS PELOS PROGRAMAS SOCIAIS DA COMPANHIA DE JESUS NO BRASIL especial pág. 12

2 ANÚNCIO

3 ANÚNCIO

4 SUMÁRIO EDIÇÃO 14 ANO 2 MAIO EDITORIAL Apostolado Social, essencial à Missão da Companhia de Jesus CALENDÁRIO LITÚRGICO ENTREVISTA PEREGRINOS EM MISSÃO Cuidado com o bem-estar dos jesuítas O MINISTÉRIO DE UNIDADE NA IGREJA SANTA SÉ Jubileu da Misericórdia Papa visitará Equador, Bolívia e Paraguai ESPECIAL A oportunidade de ampliar horizontes MUNDO CÚRIA GERAL Anuário 2015 da Companhia de Jesus Solidariedade aos imigrantes africanos Nomeações Pontifício Instituto Oriental MAGIS 2016 aproxima-se! AMÉRICA LATINA CPAL Para que se formar? Semana Santa na região Pan-amazônica Visitas às comunidades indígenas SERVIÇO DA FÉ Processo de beatificação de Dom Helder Santuário Nacional de Anchieta Eleito novo presidente da CNBB 4 Em

5 Em INFORMATIVO DOS JESUÍTAS DO BRASIL JESUÍTAS BRASIL PROMOÇÃO DA JUSTIÇA E ECOLOGIA CCB promove Curso de Formação de Educadores Professores do Vieira visitam escola de educação inclusiva DIÁLOGO CULTURAL E RELIGIOSO Pateo do Collegio promoverá Ciclo de Debates Edições Loyola participa de Salão do Livro em Paris EDUCAÇÃO Secretário Mundial para Educação Básica participa de reunião no Rio FEI e Centro Paula Souza premiam projetos inovadores Colégio Loyola inaugura Núcleo de Inovação Alunos do Colégio São Luís produzem vídeo sobre a água SERVIÇO ÀS JUVENTUDES E VOCAÇÕES Primeiro Fórum Magis Jesuítas participam de encontro da CONAFEJ Casa da Juventude Padre Burnier promove Manhã de Oração FORMAÇÃO E CUIDADO DA SAÚDE Instituto São José realiza ações com a equipe interdisciplinar NA PAZ DO SENHOR JUBILEUS AGENDA EXPEDIENTE EM COMPANHIA é uma publicação mensal dos Jesuítas do Brasil, produzida pelo Núcleo de Comunicação Integrada (NCI) CONTATO NCI DIRETOR EDITORIAL Ir. Eudson Ramos EDITORA E JORNALISTA RESPONSÁVEL Silvia Lenzi (MTB: ) REDAÇÃO Juliana Dias DIAGRAMAÇÃO E EDIÇÃO DE IMAGENS Handerson Silva Dimas Oliveira COLABORADORES DA 14ª EDIÇÃO Pe. Adelson Araújo dos Santos, Dhyovaine Nascimento, Pe. Jonas Carvalho de Moraes, Ir. Orival Bonicoski, Pedro Risaffi, Rodrigo Marques, Pe. Valério Sartor e Ana Ziccardi (revisão). Um agradecimento especial a todos que colaboraram com a matéria especial dessa edição. FOTOS Banco de imagens / Divulgação TRADUÇÃO DAS NOTÍCIAS DA CÚRIA Pe. José Luis Fuentes Rodriguez ERRATA Na 13ª edição (abril) do informativo Em Companhia, pág. 17, foi publicado a notícia Petar Barbarie, Servo de Deus. O título correto é Petar Barbarie, um Venerável. Em 5

6 EDITORIAL APOSTOLADO SOCIAL, ESSENCIAL À MISSÃO DA COMPANHIA DE JESUS Pe. José Ivo Follmann, SJ Secretário para a Justiça Social e Ecologia (...) A COMPANHIA DE JESUS SEMPRE FOI CONHECIDA E RECONHECIDA POR INICIATIVAS IMPORTANTES E BEM-SUCEDIDAS NO CAMPO SOCIAL. A vida apostólica da Companhia de Jesus, a partir do exemplo de Santo Inácio, sempre foi estimulada a estar atenta aos empobrecidos da sociedade e suas pesadas cargas de discriminação, exclusão e precarização humana e social. Na concepção inaciana, segundo leitura que podemos fazer com o olhar de hoje, não se trata de uma categoria sociológica nem, muito menos, de uma generalização piedosa, como às vezes transparece no emprego da palavra: os pobres. Trata-se de pessoas que foram desfiguradas em sua dignidade pelas estruturas de pecado, presentes na própria sociedade. Santo Inácio e seus companheiros deram mostras concretas de que isto que hoje denominamos de Apostolado Social é parte constituinte essencial da Missão da Companhia de Jesus. Aliás, para além do campo da educação, da pesquisa e da espiritualidade, a Companhia de Jesus sempre foi conhecida e reconhecida por iniciativas importantes e bem-sucedidas no campo social. Na história recente, assistimos a um processo denso de decisões na Companhia de Jesus em termos de Apostolado Social que nos reporta à década de A referência principal é a Instrução Apostólica, de 1949, do Pe. João Baptista Janssens, SJ, então Superior Geral. Aquela Instrução recolocou o Apostolado Social como expressão genuína da vocação jesuíta, caracterizando-se como vocação não de serviços puramente caritativo-assistenciais, mas de incidência estrutural. Segundo o atual Secretário para a Justiça Social e Ecologia, do Governo Central da Companhia de Jesus, Pe. Patxi Alvarez, SJ, aquela Instrução significou grande mudança na concepção deste Apostolado, ao colocar, no centro da atenção, o apelo para as práticas de incidência transformadora na sociedade, mediante investigação e sensibilização. O que, no léxico interno da Companhia de Jesus, é o Apostolado Social é mais usualmente conhecido, também, como a Ação Social ou as Ações Sociais da Companhia de Jesus, somando-se a elas o conjunto de programas, projetos ou serviços de inclusão socioeducativa ou de incidência social direta, desenvolvidos pelas instituições confiadas à Companhia de Jesus e seus colaboradores, com vistas à transformação das relações sociais na busca de uma sociedade arraigada na justiça social. Hoje, quando falamos em Ações Sociais, preferimos fazer o convite para reportá- -las ao horizonte da justiça socioambiental, em coerência com os grandes avanços, ao longo das últimas décadas, na compreensão do mundo e da sociedade. Na formulação da Missão da Companhia de Jesus, a reconciliação com a criação e a reconciliação com os outros fazem parte da promoção da justiça. O Apostolado Social, ou a Ação Social da Companhia, carrega dentro de si um chamado a sermos agentes de construção de sociedades sustentáveis, promovendo a justiça socioambiental: - pelo reconhecimento interpessoal e empenho contra as discriminações; - pela busca da superação das desigualdades e empenho contra as exclusões sociais; - pelo cuidado com a vida e com o nosso ecossistema, contra a perversa manutenção de ambientes materiais indignos para a vida humana. Em todos esses âmbitos, o olhar atento inaciano percebe o insistente apelo do rosto dos empobrecidos. Boa leitura! 6 Em

7 CALENDÁRIO LITÚRGICO calendário litúrgico Próprio da Companhia de Jesus MAIO DIA 4 São José Maria Rúbio DIA 16 Santo André Bobola São José Maria Rúbio Santo André Bobola DIA 24 Nossa Senhora da Estrada Em 7

8 ENTREVISTA PEREGRINOS EM MISSÃO CUIDADO COM O BEM-ESTAR DOS JESUÍTAS Pe. Carlos Henrique Müller, SJ Estar próximo aos jesuítas idosos ou enfermos, conhecer suas histórias de vida e, assim, estabelecer uma relação de confiança são algumas das particularidades do trabalho que o padre Carlos Henrique Müller vem desenvolvendo como Delegado para o Cuidado da Saúde. Em entrevista ao informativo Em Companhia, o jesuíta contou sobre os desafios da nova missão, que tem por objetivo prestar auxílio direto ao Provincial nas questões de saúde e, paralelamente, zelar pelo bem-estar do Corpo Apostólico da Companhia de Jesus. Na 10ª edição do informativo Em Companhia, o senhor disse que um dos primeiros passos da função de Delegado seria o de conhecer as pessoas, se aproximar delas. Esse trabalho já está sendo realizado? Desde fevereiro, já foram visitadas as três casas de Saúde Instituto São José, em São Leopoldo (RS), Residência Ir. Luciano Brandão, em Belo Horizonte (MG), e Residência São Luís Gonzaga, em Fortaleza (CE). Falta visitar a Residência Nossa Senhora da Estrada, em São Paulo (SP), depois da Congregação Provincial. Além disso, são feitas visitas também às pessoas, idosas ou enfermas, mas que ainda trabalham. Com esse acompanhamento, será possível estar mais atento para, dependendo da situação de cada um, fazer os encaminhamentos necessários. Qual a importância de se aproximar mais das pessoas, conhecer suas histórias? Conhecendo a história da pessoa com a qual se trabalha, é possível compreendê-la melhor, ajudá-la mais. O conhecimento melhora a relação de confiança e abertura entre o idoso ou enfermo com o Delegado para o Cuidado da Saúde. O diálogo entre pessoas que se conhecem é muito mais fluido, por causa do conhecimento da linguagem e, por isso mesmo, muito mais proveitoso para os interlocutores. Em 2015, qual será a principal atuação da área do Cuidado da Saúde da Companhia de Jesus? Penso que, durante este ano, a atuação maior se dará no estreitamento das relações humanas entre o jesuíta idoso, enfermo. As visitas já feitas serão seguidas de outras mais específicas, tendo em vista a situação de cada um, sua saúde e limitações. Também o acompanhamento religioso e espiritual desses jesuítas, considerando que os jesuítas idosos e/ ou enfermos continuam em missão e são, constantemente, confirmados na missão. 8 Em

9 Quais são os maiores desafios e oportunidades da área do Cuidado da Saúde na Companhia de Jesus? Um primeiro desafio é configurar bem a função do Delegado para o Cuidado da Saúde na Província. Outro desafio importante é o de encontrar momentos, durante o tempo de formação dos nossos, para tratar destes temas: saúde, envelhecimento, enfraquecimento. É preciso tomar consciência das limitações que todo o ser humano enfrenta e aceitar, humildemente, a ajuda que seja necessária. O terceiro é o de, junto com o Gestor da Saúde na Província, estabelecer processos para organizar bem o cuidado da saúde na Província e ajudar o Provincial, Superiores de Plataforma e Assistentes a realizarem sua missão, nesse aspecto particular. Como será realizado o trabalho da área com os jesuítas idosos e com os jesuítas que estão em atividade? Quais são as características e diferenciais de cada atuação? No que diz respeito aos idosos, acompanhá-los na sua saúde, ajudando, quando necessário, nos encaminhamentos para tratamento. Trata-se de ajudar o Gestor da Saúde e o Provincial, na sua missão. No que diz respeito aos jesuítas em atividade, estimulá-los e encorajá-los a assumirem suas limitações e fraquezas permitindo que outros os ajudem nesses momentos. Ou seja, preparar os jesuítas para acolherem, humildemente, o envelhecimento e a enfermidade. Isso tem impacto também sobre o responsável pela saúde, uma vez que ele tem que dar o exemplo. Por que a Companhia de Jesus acredita ser importante esse cuidado especial com o processo de envelhecimento? A Companhia de Jesus é um Corpo Apostólico. Como tal, só pode ser eficaz em seu apostolado se tiver boa saúde. Assim, desde o início da Ordem religiosa, a saúde é fator importante. Santo Inácio, em diversas partes das Constituições, estabeleceu modos de proceder para o cuidado da Saúde: na entrada do candidato no Noviciado, no Exame Geral [89]; na Terceira Parte, [272], conservação quanto à alma e progresso nas virtudes; preocupação para que haja alguém na casa para cuidar da saúde [303]; para a conservação da Companhia [826]. O mesmo se diga do processo de envelhecimento. Muitos jesuítas, mesmo com idade avançada, continuam realizando trabalhos apostólicos. Há diversos exemplos no Brasil. É necessário, assim, cuidar para que ele viva o processo de envelhecimento com saúde. O dinamismo apostólico depende, em boa parte, da qualidade de vida e saúde de quem faz parte do Corpo Apostólico. O que é importante ressaltar para um jesuíta quando ele vai para a Casa de Saúde? Essa pergunta é importante porque permite manifestar a razão pela qual a Companhia de Jesus atribui tanta importância ao cuidado com a Saúde. Primeiro, o jesuíta vai para a Casa de Saúde quando isso se faz necessário, para receber os cuidados que o ajudem a superar as limitações que o tempo e a enfermidade impõem. Em segundo lugar, esse é um trabalho que tem que ser feito durante o tempo da formação e ao longo da vida do religioso jesuíta. Como qualquer ser humano, é importante que o jesuíta aceite e assuma as limitações quando elas se apresentam. Só assim se poderão superar os efeitos da falta de mobilidade, de energia, com a ajuda e acompanhamento adequados. Um terceiro aspecto, consequência dos dois anteriores, é que o jesuíta idoso ou enfermo precisa aprender a deixar-se ajudar. Aceitando a ajuda dos companheiros e da Província, o sofrimento é menor. O Delegado para o Cuidado da Saúde atua em parceira com os jesuítas que trabalham como Assistentes nas Casas de Saúde? Como é desenvolvido esse trabalho conjunto? O trabalho é feito em parceria com os Assistentes e equipes das Casas de Saúde, com os Superiores de Plataforma, e com o Gestor na Saúde no Brasil, o Ir. Orival Bonicoski, que é enfermeiro. O entrosamento mais forte, nestes primeiros meses, tem sido com o Ir. Orival. Além de conhecer as pessoas, é necessário que o Delegado para os Cuidados da Saúde tenha, também, algum conhecimento básico na área técnica, obtido justamente nesta parceria. Por isso, as reuniões com as equipes das Casas de Saúde são importantes. Estamos nos primeiros passos dessa nova função. À medida que a função do Delegado for clarificada, outros passos de aprofundamento se colocarão. Para maior clareza, é preciso mencionar que a atividade do Delegado para o Cuidado da Saúde é, por um lado, de auxílio direto ao Padre Provincial. Trata-se de ajudá- -lo no Governo da Província, particularmente nas questões de saúde e, por outro lado, de zelar, diretamente, pelo bem-estar dos jesuítas. Em 9

10 O MINISTÉRIO DE UNIDADE NA IGREJA SANTA SÉ JUBILEU DA MISERICÓRDIA FOTO: ANSA Dom Rino Fisichella, presidente do Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização Em 5 de maio, o Vaticano realizou uma conferência de imprensa para a apresentação do Jubileu Extraordinário da Misericórdia. Com coordenação do padre Federico Lombardi, diretor da Sala de Imprensa e da Rádio Vaticano, o evento contou também com a presença de dom Salvatore Fisichella, presidente do Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização, e monsenhor Graham Bell, subsecretário do mesmo departamento. Em seu discurso, dom Salvatore Fisichella ressaltou que a Exortação Apostólica Evangelii Gaudium, que permanece como a carta programática do pontificado do papa Francisco, expressa o sentido deste Jubileu extraordinário, anunciado em 11 de abril: A Igreja vive um desejo inexaurível de oferecer misericórdia, fruto de ter experimentado a misericórdia infinita do Pai e a sua força difusiva (Eg 24). É, por conseguinte, disse o prelado, a partir desse desejo que deve ser relida a Bula de Proclamação do Jubileu Misericordiae vultus, no qual o Papa Francisco descreve O PAPA DESEJA QUE ESTE JUBILEU SEJA VIVIDO EM ROMA, BEM COMO NAS IGREJAS LOCAIS. as finalidades do Ano Santo. Ele recordou ainda as duas datas indicativas: 8 de dezembro de 2015, com a Solenidade da Imaculada Conceição, que marca a abertura da Porta Santa na Basílica de São Pedro, e 20 de novembro de 2016, Solenidade de Jesus Cristo, Senhor do Universo, que é a conclusão do Ano Santo. Entre essas duas datas, realiza- -se um calendário de celebrações com diferentes eventos. Dom Fisichella ressaltou também que o Jubileu da Misericórdia não é e não deseja ser o Grande Jubileu do Ano Qualquer comparação, segundo ele, não tem sentido, porque cada Ano Santo tem as suas peculiaridades e as próprias finalidades. O Papa deseja que este Jubileu seja vivido em Roma, bem como nas Igrejas locais. Esse fato implica especial atenção à vida das Igrejas individuais e às suas exigências, de modo que as iniciativas não sejam uma sobreposição ao calendário, mas sejam antes complementares. Durante a conferência, foi apresentado também o logotipo do Jubileu, que representa uma suma teológica da misericórdia e do lema que o acompanha. No lema, tirado do Evangelho segundo S. Lucas(Lc 6,36), Misericordiosos como o Pai, propõe-se viver a misericórdia seguindo o exemplo do Pai, que pede para não julgar e não condenar, mas perdoar e dar amor e perdão sem medida (cf. Lc 6,37-38). Obra do padre M. I. Rupnik, o logotipo apresenta uma imagem do Filho que carrega em seus ombros o homem perdido. Essa imagem é muito querida da Igreja primitiva, porque indica o amor de Cristo que realiza o mistério da sua encarnação com a redenção. Fonte: site Rádio Vaticana logotipo do Jubileu Obra do padre M. I. Rupnik 10 Em

11 Papa visitará Equador, Bolívia e Paraguai AGENDA DA VIAGEM PAÍS EQUADOR DATA - JULHO 6 A 8 BOLÍVIA 8 A 10 PARAGUAI 10 A 12 VENEZUELA COLÔMBIA EQUADOR PERÚ Em 16 de abril, o Vaticano confirmou a visita do Papa Francisco a três países da América Latina Equador, Bolívia e Paraguai, acolhendo o convite dos presidentes e dos episcopados locais. A viagem acontecerá entre os dias 6 e 12 de julho e servirá para o papa enfatizar a defesa dos pobres e os pedidos por justiça social, como tem sido comum em seu pontificado. Ele tem pedido a redistribuição da renda e enfatizado questões que afetam mais duramente os países pobres, como as mudanças climáticas. Essa será a segunda visita do Papa à América Latina desde sua eleição, em O Brasil foi o primeiro país da região a ser visitado pelo pontífice, durante a realização da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), em julho de BRASIL BOLÍVIA PARAGUAI CHILE URUGUAI ARGENTINA Fonte: Reuters site Rádio Vaticana Em 11

12 ESPECIAL A OPORTUNIDADE DE AMPLIAR HORIZONTES O que move as pessoas a sair de casa e encarar o mundo? Para Rodolfo Rodrigues Gomes, 21 anos, são seus sonhos que o estimulam a enfrentar os desafios. Atualmente, o jovem está fazendo um intercâmbio, por meio do programa Ciências sem Fronteiras, na Universidade do Arizona, em Tucson, Estados Unidos. Em março de 2014, cheguei ao país para estudar inglês por seis meses e Engenharia Química por um ano, explica Rodolfo, aluno bolsista da FEI (Fundação Educacional Inaciana Pe. Sabóia de Medeiros). Até chegar ao exterior, o jovem contou com o apoio da família, de amigos e da Companhia de Jesus, que o ajudou no seu desenvolvimento acadêmico e pessoal, por meio de programas sociais. Com alegria, posso dizer que a instituição me ajudou a ser quem sou. Eu me considero uma pessoa de muita sorte por ter tido os jesuítas no rumo da minha vida, afirma o estudante. A história de Rodolfo com a Companhia de Jesus começou quando ele cursava a 3ª série do Ensino Fundamental. Na época, minha professora me indicou para fazer uma prova para concorrer à bolsa de estudo no Colégio São Luís, em São Paulo. Eu fiz a prova e passei. Então, comecei a estudar na instituição, onde concluí o Ensino Fundamental e Médio, conta. O curso no colégio foi uma etapa muito importante, porque me ajudou a trilhar meus caminhos e, até posso dizer, parte da minha personalidade, ressalta Rodolfo. No Colégio São Luís, o jovem teve o primeiro contato com o atletismo. Em uma aula de Educação Física, meu professor aplicou um teste de resistência e enxergou em mim um talento esportivo. Então, ele me aconselhou a praticar esporte e me indicou para outro professor, que me apresentou o atletismo, relembra o jovem. Hoje, além de estudar Engenharia Química, Rodolfo é atleta dos 800 metros rasos. Nos EUA, o esporte universitário é de alto nível e o país proporciona toda a estrutura para que as pessoas se tornem estudantes atletas. Eu estou tendo a experiência de representar a Universidade em competições pelo país, conta. O estudante atribui seu bom desempenho nos estudos e no esporte à educação jesuíta que recebeu. Os jesuítas valorizam muito a formação humana dos alunos. As aulas de Ensino Religioso, Ética, Sociologia e a participação em Projetos Sociais foram um grande diferencial para mim. Todo esse conjunto me mostrou o lado humano das coisas, afirma. Após concluir o Ensino Médio, Rodolfo prestou vestibular na FEI e foi aprovado. Ele não tinha condições de arcar com a mensalidade, dessa forma, o jovem foi indicado pelo irmão Carlos Diniz, conhecido como Ir. Bolinha, para entrar no programa de bolsistas da ANEAS (Associação Nóbrega de Educação e Assistência Social), uma das mantenedoras da Companhia de Jesus. Atualmente, Rodolfo está no 6º semestre de Engenharia Química. Após a temporada de estudos nos EUA, o jovem pretende retornar ao Brasil e continuar a graduação na FEI. Ele afirma que tem muitos sonhos e demostra gratidão pelas chances que teve. Eu, da maneira que posso, tento retribuir todo carinho e apoio que os jesuítas tiveram por mim. No Colégio São Luís, eu tive grandes experiências e conquistei amigos que levarei para toda a minha vida. Lá, foi o início de tudo, onde fui apresentado às oportunidades, conclui. 12 Em

13 PRIORIDADE APOSTÓLICA Rodolfo Rodrigues Gomes, aluno bolsista da FEI OS JESUÍTAS VALORIZAM MUITO A FORMAÇÃO HUMANA DOS ALUNOS APOSTOLADO SOCIAL DA COMPANHIA DE JESUS Oportunidade, uma palavra simples, mas que tem muita força e significado para Rodolfo e para tantas pessoas que já tiveram ou têm contato com as ações sociais da Companhia de Jesus. O Apostolado Social da Ordem religiosa está presente na essência de sua atuação. No livro Apostolado Social: Setor e Dimensão Apostólica, o padre jesuíta Ricardo Antoncich afirma que a promoção da justiça encontra-se entranhada na missão dos jesuítas de anunciar a fé. Para o padre José Ivo Follmann, Secretário para a Justiça Social e Ecologia da Província BRA, a característica central da atuação da Companhia de Jesus é a incidência transformadora, ou seja, o DNA do apostolado jesuíta é focado na busca da emancipação do sujeito no sentido de ajudá-lo a assumir o seu protagonismo como agente transformador. A emancipação do indivíduo, como destaca o padre José Ivo, está presente em todos os projetos, programas e ações sociais da Companhia de Jesus. Em 2014, foi realizado um amplo levantamento e diagnóstico das ações sociais dos jesuítas no Brasil. Segundo ele, há 49 unidades ou obras que possuem ações sociais. Esse número abrange desde a concessão e gestão de bolsas de estudo, como programas de inclusão socioeducativa, até a concepção e gestão de programas, projetos e serviços sociais de incidência No Plano Apostólico da Província dos Jesuítas do Brasil-BRA, uma das opções preferenciais é: A Superação do abismo da desigualdade socioeconômica e suas graves implicações sociais, culturais e ambientais. Segundo o padre José Ivo Follmann, Secretário para a Justiça Social e Ecologia da Província BRA, para contribuir efetivamente com essa opção, é necessário incidir em três espaços estratégicos: 1 Na reconciliação das relações interpessoais, reconhecendo o outro em sua dignidade, independente das diferenças de raça, religião, cultura ou sucesso e prestígio social. 2 No empenho pela superação da pobreza e na rejeição da situação injusta dos empobrecidos e estruturalmente impedidos de acesso aos bens materiais e simbólicos, buscando a erradicação das exclusões, da miséria e da pobreza. 3 No cuidado com o meio ambiente e no modelo de desenvolvimento atual, para que se tenha compromisso permanente com condições materiais de vida saudáveis para todos, no presente e no futuro. socioambiental direta, explica o jesuíta. Sem levar em conta a grande riqueza dos trabalhos de Fé e Alegria que já têm os seus mapeamentos próprios e conhecidos e, também, sem ter tido condições de contemplar, nesta fase, as obras da Amazônia e as vinculadas às Paróquias, o levantamento constatou que, em 2014, mais de 63 mil pessoas foram beneficiadas pelas iniciativas socioeducativas e sociais da Companhia de Jesus no Brasil. Essas iniciativas estão localizadas em 13 estados e Em 13

14 ESPECIAL Ariane dos Santos Lima, 27 anos, é ex- -aluna da Escola Santo Afonso Rodriguez e já foi professora da instituição. A jovem é Mestre em História do Brasil e, atualmente, trabalha no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí. Estudar e ter fé Eu não tive dificuldades de compreender os conteúdos durante o estudo na universidade por conta da formação que recebi na Escola Santo Afonso Rodriguez e no cursinho preparatório do Colégio Diocesano, onde fui bolsista. A disciplina para estudar me ajudou a tirar as melhores notas, ingressar em grupos de pesquisa e participar de congressos. Quando me perguntavam por que eu sempre me dava bem nas atividades da universidade, eu respondia que o segredo era saber estudar e ter fé. Após a minha formatura, o padre Plutarco Almeida, então diretor da Escola Santo Afonso, me convidou para dar aulas na instituição. Foi motivador trabalhar na mesma instituição que em estudei. Ser da comunidade e conhecer os pais dos alunos facilitava meu trabalho de entender o comportamento dos alunos e suas dificuldades em sala de aula. Eu me dediquei para apresentar um bom trabalho e, assim, retribuir os anos em que estudei na instituição. 22 cidades do território nacional. Esses números demostram a forte atuação da Companhia de Jesus no Brasil e o cuidado com as comunidades e famílias que participam das iniciativas. Os jesuítas estão espalhados por todo o Brasil e eu fico muito feliz com isso, pois aproximar- -se dos empobrecidos e deixar-se interpelar pela sua condição de vida se converte em uma fonte valiosa não só para a ação social, mas também para o apostolado 63 mil pessoas são beneficiadas pelas iniciativas sociais da Companhia de Jesus como um todo, ressalta padre José Ivo. O depoimento de Rodolfo, que estudou no Colégio São Luís, é apenas uma história de tantas que demostram a importância de oferecer oportunidades para as pessoas. Só os colégios da Rede Jesuíta de Educação, por meio do programa de bolsas de estudo, beneficiam cerca de 6 mil alunos. Além do programa de bolsas integrais e parciais, alguns colégios, como o Antônio Vieira, de Salvador (BA), promovem o EJA (Ensino de Jovens e Adultos), que realiza um trabalho significativo com pessoas que, após anos longe dos estudos, decidem voltar às salas de aula. Atualmente, a instituição dá suporte a 400 alunos e, desde 1969, quando surgiu a proposta, até hoje mais de 30 mil pessoas já passaram pela iniciativa. Nos colégios da Companhia de Jesus no Brasil existe uma tradição no oferecimento dos cursos noturnos gratuitos. Além do programa de bolsas e de iniciativas como o Ensino de Jovens e Adultos e dos cursos noturnos gratuitos, outros projetos da Companhia de Jesus também se destacam. Em 2013, o projeto Vida com Arte, iniciativa da Unisinos (Universidade do Vale do Rio dos Sinos) e do Colégio Anchieta de Porto Alegre (RS), recebeu o prêmio TOP Cidadania da Associação Brasileira de Recursos Humanos ABRH/RS e, em 2014, o Prêmio Responsabilidade Social da Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul. Esses prêmios são importante reconhecimento do projeto, que promove a inclusão social de crianças e adolescentes, da rede pública de ensino, através da música. O projeto funciona em três turnos por semana. Aqui, os jovens têm contato com instrumento, canto, percussão e formação cidadã. Nós fornecemos aos alunos os instrumentos também. Dessa forma, eles podem levar para casa e estudar, explica Evandro Matté, músico, maestro, coordenador e fundador do Vida com Arte. As crianças e adolescentes do projeto são acompanhadas por assistentes sociais e, quando necessário, por psicólogos vinculados ao PAAS (Projeto de Atenção Ampliada à Saúde). O projeto, em parceria com a Prefeitura de São Leopoldo (RS), através da Secretaria de Educação, conta também com o apoio de outras ações sociais da Unisinos, como o Educas (Programa de Educação e Ação Social), o Eu-Cidadão (inclusão digital e cidadania) e o Pró-Maior (relação intergeracional). Em 2015, o projeto realizará 45 espetáculos. Através dessa iniciativa, podemos formar cidadãos comprometidos com valores como respeito, dedicação e companheirismo, afirma Evandro. Em Belo Horizonte (MG), outra iniciativa também está ajudando dezenas de pessoas. É o GRUFAJE (Grupo FAJE de Pré-vestibular), iniciativa dos estudantes jesuítas da Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia (FAJE). O GRUFAJE oferece 14 Em

15 Tullyo Urbano Silva, 22 anos, analista financeiro, fez um curso profissionalizante de administração em serviço de saúde na Fundação Fé e Alegria, de Recife (PE). A ATUAÇÃO DA COMPANHIA DE JESUS NA ÁREA SOCIAL TAMBÉM ACONTECE POR MEIO DE PARCERIAS à comunidade local a possibilidade de retomar os estudos e se preparar para o ENEM e para concursos públicos. A equipe é composta por 12 professores voluntários, dos quais dois são ex-alunos da GRUFAJE que já se formaram e agora contribuem com a iniciativa. A equipe é coordenada pelos jesuítas Eduardo Mejía, José Robson Silva Sousa, estudantes de Teologia; Isaias Gomes da Silva, estudante de Filosofia; e pelo leigo Igor Britto Lica, que está fazendo mestrado em Filosofia pela FAJE. O GRUFAJE é um meio para que muitos de nossos alunos possam construir seus sonhos, para que possam ser protagonistas da própria história, afirma José Robson. Ser protagonista da própria história e torna-se um empreendedor. Esses são alguns dos objetivos do Programa de Inclusão Produtiva, que está transformando vidas em Cascavel (PR). A iniciativa favorece a inserção de mulheres a partir de 18 anos no mercado de trabalho, seja por meio do emprego formal, do empreendedorismo ou de empreendimentos da economia solidária. Promovemos oficinas de artesanato e de costura industrial como alternativas possíveis para geração de renda, através do convívio participativo, explica padre Paulo Domingo Pelizer, coordenador do programa. O Programa de Inclusão Produtiva estimula a ampliação e o fortalecimento dos pequenos negócios e, além disso, apoia o microempreendedor individual, com prioridade para aqueles que são beneficiários do Programa Bolsa Família. Os esforços de inclusão produtiva urbana, via economia solidária, compreendem ações de estímulo à criação de empreendimentos de autogestão, microcrédito produtivo orientado, assistência técnica e apoio à comercialização Caminho certo Na Fundação Fé e Alegria, eu aprendi conceitos profissionais importantes. A minha trajetória profissional, por mais curta que seja, considero bem dinâmica e produtiva. Como a maioria dos jovens, eu tinha dúvidas sobre que rumo seguir no mercado de trabalho. As temáticas pedagógicas que aprendi na Fundação Fé e Alegria me ajudaram a perceber que o crescimento profissional era possível. Sempre que posso, entro em contato com a direção da Fundação, já cheguei até a ministrar uma oficina sobre Protagonismo Juvenil para três turmas. Essa experiência me proporcionou ótimos resultados. de produtos e serviços desses empreendimentos, completa padre Paulo. A Escola Santo Afonso Rodriguez, localizada em Teresina (PI), oferece o Ensino Fundamental e Médio para cerca de 800 crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social. Todos os alunos são bolsistas e a escola participa de um convênio institucional com a Prefeitura e com o Governo do Estado do Piauí. O Ensino Médio oferecido é profissionalizante e a instituição mantém uma parceria com a Fundação Fé e Alegria. Além da educação básica, a escola oferece também algumas atividades na área de esportes, artes, saúde e geração de emprego/renda para os alunos e suas famílias. O irmão Raimundo Nonato Oliveira Barros, diretor da Escola Santo Afonso Rodriguez, destaca que a acolhida e a busca por uma formação de excelência são características da instituição. Acredito que o grande diferencial é que a escola tem a cara, o cheiro e o jeito da comunidade. Aqui, todos se sentem em casa, afirma. Esse relacionamento cuidadoso com a comunidade faz toda a diferença no aprendizado dos alunos, tanto que muitos, após concluírem os estudos, retornam para dar sua contribuição (saiba mais nos boxes). A atuação da Companhia de Jesus na área Social também acontece por meio de parcerias com algumas instituições, como é o caso do Programa Brasileiro de Reassentamento Solidário de Refugiados, realizado na região Sul do país pelo Governo Federal, por meio do CONARE (Comitê Nacional para os Refugiados), lotado no Ministério da Justiça, pela AC- NUR (Agência da ONU para os Refugiados) e pela ASAV (Associação Antônio Vieira), mantenedora da Companhia de Jesus e representante da sociedade civil organizada. Segundo Karin Kaid Wapechowski, coordenadora do Programa, o reassentamento de refugiados representa um papel importante e um complemento ao sistema de proteção internacional às vítimas do deslocamento forçado. A iniciativa possibilita tanto a proteção legal e física, como oferece as condições locais necessárias para que Em 15

16 ESPECIAL essas pessoas possam reiniciar suas vidas, explica. O primeiro acordo do CONARE e da ACNUR com a ASAV foi assinado em Desde então, anualmente, um novo acordo é firmado entre as partes. Os refugiados mais atendidos no programa vêm de países como Afeganistão, Colômbia, Palestina, Sri Lanka e Síria. Cerca de 330 refugiados já foram atendidos pela iniciativa. As famílias dessas pessoas também são atendidas, além de outras populações de interesse que, por intermédio dos que chegaram primeiro, foram atraídas pelas condições de segurança e trabalho oferecidos pela vida no Brasil. Estimamos que, aproximadamente, mais 260 pessoas se agregaram aos indivíduos e famílias reassentadas, ressalta Karin. Segundo ela, a ASAV realiza a divulgação e o treinamento de outras instituições da sociedade civil e também de autoridades. A mantenedora promove, juntamente com a ACNUR e o CONARE, uma pauta positiva e humanitária a respeito do tema do refúgio. A cada ano, desenvolvemos novas redes e condições, isso fortalece o Programa que está se consolidando também em outras regiões do Brasil e da América do Sul. A visibilidade e a sensibilização da sociedade sobre o tema da proteção e integração de refugiados são ganhos diretos acumulados a partir desse trabalho, finaliza Karin. PROJETO SINERGIA Para fortalecer cada vez mais as iniciativas do seu Apostolado Social, desde 2014, a Companhia de Jesus no Brasil tem realizado o mapeamento de suas ações sociais. A iniciativa está integrada com o Projeto Sinergia Ação Social Brasil, que está sendo implementado no país. O objetivo do projeto é promover a padronização dos processos e da tecnologia, nas mantenedoras e mantidas com atividades de ação social (programas de inclusão socioeducativa e programas, projetos e serviços de incidência socioambiental direta) da Companhia de Jesus, explica padre José Ivo. Formação Eu tinha 3 anos de idade quando a minha família veio morar num povoado chamado Redonda, que fica próximo à Escola Santo Afonso Rodriguez, no bairro de Socopo, Teresina (PI). Eu estudei na instituição da creche ao 9 ano do Ensino Fundamental, ou seja, vivi a minha infância e começo da adolescência na ESAR, onde minha base de aprendizado, formação humana e religiosa foram construídas. Hoje, eu trabalho como coordenadora pedagógica do Ensino Médio na instituição. É uma alegria imensa poder trabalhar na escola em que estudei, fazer parte da equipe de funcionários e ser colega de trabalho dos meus antigos professores. É um prazer dar continuidade a esse projeto. O Projeto Sinergia proporcionará maior agilidade na obtenção das informações para gestão e operação da ação social no Brasil. O intuito é buscar a coerência dessa atuação com nossa missão, ajudando, também, no atendimento às obrigações legais existentes nas mantenedoras. O nome Sinergia traz esse conceito de esforço em conjunto, de trabalho em cooperação, afirma o jesuíta. Segundo padre José Ivo, o projeto tem muita importância para a Companhia de Jesus, pois contribuirá com a elaboração de uma proposta de unidade, visando à unificação de conceitos e o entendimento da ação social, conforme a missão dos jesuítas. O Projeto Sinergia ajudará no entendimento comum sobre o que é ação social para a Companhia de Jesus no Brasil, o que é praticado, quem realiza, para quem, onde e como a ação social é realizada. O Projeto Sinergia está sendo realizado em três etapas: a primeira, denominada Levantamento e Diagnóstico, Maria Auzenira Pereira da Rocha Reis, 35 anos, ex-aluna e coordenadora pedagógica do Ensino Médio na Escola Santo Afonso Rodriguez. concluída em 2014, aconteceu de forma conjunta com todas as mantenedoras e mantidas com atividade de ação social. A segunda etapa, chamada de Construção e Implantação, está em andamento e visa uma única solução técnica para todas as mantenedoras e mantidas. A etapa final, chamada tecnicamente de Estabilização, será a consolidação, o acompanhamento e o apoio nos processos de tecnologia. Para padre José Ivo, 2015 é o ano da construção, ou seja, tempo de adequar a solução técnica para contemplar os requisitos identificados na primeira etapa. Estamos muito confiantes. Confiantes, sobretudo, na boa coordenação técnica do trabalho e muito esperançosos de podermos colher boas sinergias também em conexão fecunda com o Fórum Permanente para a Justiça Social e Ecologia, em fase de constituição, afirma. Creio que estamos dando passos importantes como Província dos Jesuítas do Brasil, conclui. 16 Em

17 A COMPANHIA DE JESUS NO MUNDO CÚRIA GERAL ANUÁRIO 2015 DA COMPANHIA DE JESUS O Anuário da Companhia de Jesus, edição 2015, tem como tema principal a Ecologia e o Meio Ambiente. Ao longo da publicação, essas questões são analisadas por meio de exemplos, colhidos em várias partes do mundo, de como evitar a destruição do ecossistema, propondo novo estilo de vida. Os textos mostram ainda como os jesuítas estão cada vez mais conscientes de que a sua missão deve mostrar uma mais eficaz solidariedade ecológica em nossa vida espiritual, comunitária e apostólica. O Anuário aborda também três aspectos ecológicos que preocupam os jesuítas: 1 O cuidado com a natureza. 2 A defesa dos mais vulneráveis. 3 A proposta de novo estilo de vida. Fonte: Agência Informativa Católica Argentina SOLIDARIEDADE AOS IMIGRANTES AFRICANOS De janeiro de 2015 até o momento, estima-se que mais de pessoas tenham morrido no Mar Mediterrâneo ao tentar chegar à Europa. Outras dezenas sofrem lesões graves no intento de cruzar a fronteira entre Nador (Marrocos) e Melilla, cidade autônoma espanhola, situadas ao norte de África. Muitas das vítimas são menores de idade não acompanhados. Essa desesperada situação moveu os delegados sociais da Companhia de Jesus na Europa para realizarem a sua reunião anual em Nador. À luz do que lá presenciaram, emitiram o seguinte comunicado: Assinamos a declaração, os jesuítas e colaboradores de toda a Europa, comprometidos com a promoção da justiça social. Aqui nos reunimos precisamente porque somos chamados a ir às fronteiras, sobretudo quando o sofrimento das pessoas é mais evidente. Escolhemos estar aqui para expressar a nossa solidariedade com a equipe local dos jesuítas que trabalham em Nador. As fronteiras entre o Norte da África e o Sul da Europa são de so- frimento, violência e violações dos direitos humanos. O muro de seguridade fortemente armado entre Nador e Melilla é um trágico subproduto da Fortaleza da Europa. Estamos preocupados pela vulneração dos direitos básicos nesta encruzilhada, o que fica demonstrado pelo incremento do uso da força física em mãos dos corpos de seguridade. Junto com o sofrimento, temos sido testemunhas da compaixão e solidariedade de homens e mulheres de todas as religiões e nacionalidades, unidos pelo seu compromisso de apoiar estes jovens imigrantes africanos. Temo-nos sentido particularmente comovidos pela atenção oferecida a mulheres vítimas do tráfico de pessoas. Como resultado da nossa reunião, comprometemo-nos a: Renovar nosso compromisso de acompanhar e servir nossos irmãos e irmãs no seu sofrimento. Continuar fomentando apenas as políticas de migração e asilo na União Europeia que promovam a dignidade dos seres humanos, incluídas as vítimas do tráfico de pessoas. Estimular mais pesquisas das causas fundamentais da migração. Promover a responsabilidade global e a ação como a única resposta viável a essa tragédia humanitária. Além de reforçar o nosso atual compromisso com os migrantes na Europa, expressamos nosso desejo de incrementar a colaboração com os Jesuítas na África, como resposta aos desafios provocados pelas fronteiras. Delegados Sociais Europeus da Companhia de Jesus. JUNTO COM O SOFRIMENTO, TEMOS SIDO TESTEMUNHAS DA COMPAIXÃO E SOLIDARIEDADE DE HOMENS E MULHERES DE TODAS AS RELIGIÕES E NACIONALIDADES (...) Em 17

18 COMPANHIA DE JESUS CÚRIA GERAL MAGIS 2016 aproxima-se! FOTO: A XXXI Jornada Mundial da Juventude (JMJ) em Cracóvia (Polônia) acontecerá em menos de 500 dias! Por isso, o MAGIS 2016, que antecede a JMJ, já começou a ser organizado por jovens jesuítas em todo o mundo. Para preparar a convocação, jovens poloneses estão colaborando com as Províncias da Eslováquia, Checoslováquia e Lituânia. O Coordenador Geral do MAGIS 2016 é o padre Waldemar P. Los (PME) e o lema do encontro é uma expressão de Santo Inácio de Loyola, tomada da oração da generosidade: dar sem olhar o preço. Os jovens (de 18 a 30 anos) das paróquias, colégios, universidades e ministérios da Companhia de Jesus são convidados para uma viagem espiritual com Jesus Cristo e sua Mãe. Informações mais detalhadas do MAGIS 2016 estão disponíveis em polonês, inglês e espanhol no site: Pontifício Instituto Oriental Com a finalidade de melhorar o serviço às Igrejas Orientais, a partir do Pontifício Instituto Oriental em Roma (Itália), o Superior Geral da Companhia de Jesus, padre Adolfo Nicolás, como Vice-Grão-Chanceler, iniciou um processo de reorganização da instituição. A missão do Pontifício Instituto Oriental tem hoje novos desafios. Seus Estatutos (art. 3,b) expressam isso da seguinte forma: Promover um conhecimento mais pro- fundo do Oriente cristão, antigo e moderno, bem como as condições concretas nas quais vive, e a compreensão mútua entre cristão orientais e ocidentais. Para ajudar na reorganização iniciada e garantir a normalidade das atividades acadêmicas e administrativas do Instituto, iniciou-se uma etapa de transição sob a direção dos padres Samir Khalis Samir, como Pró-Reitor, Sunny KoKKaravfajil, como Pró-Decano da Faculdade de Direito Canônico Oriental, e Edward Farrugia, como Pró-Decano da Faculdade de Ciências Eclesiásticas Orientais. A importância e complexidade da reorganização requer longo processo que envolve toda a comunidade acadêmica do Pontifício Instituto Oriental, das outras instituições universitárias jesuítas em Roma (Itália) e o compromisso do corpo universal da Companhia de Jesus que recebeu essa exigente missão. Nomeação O Papa Francisco nomeou: O Pe. Donatien Bafuidinsoni como bispo auxiliar da Arquidiocese de Kinshasa, República Democrática de Congo. A Arquidiocese conta com católicos numa povoação de 10,5 milhões. Padres são 1.166, e religiosos O Pe. Bafuidinsoni é atualmente juiz vigário da arquidiocese. Nascido em 11 de dezembro de 1962, foi aceito na Companhia de Jesus em 23 de setembro de 1981 e ordenado presbítero em 18 de julho de Em

19 A COMPANHIA DE JESUS NA AMÉRICA LATINA CPAL PARA QUE SE FORMAR? Pe. Jorge Cela, SJ Presidente da CPAL No mês de junho, teremos o Seminário de Formação para facilitadores do Curso de Formação para a Colaboração. A CPAL (Conferência dos Provinciais Jesuítas da América Latina) tem, além disso, três Centros Interprovinciais de Formação em Teologia para nossos estudantes, três Terceiras Provações e estamos começando a experiência de três centros zonais de Formação em Filosofia (além de outros três provinciais) e nove noviciados. Temos 328 estudantes jesuítas e 94 noviços na Conferência. Todos eles se formam para levar adiante a Missão da Companhia de Jesus. É pensando nessa tarefa que devemos nos perguntar: afinal, para que somos formados? Quais são as exigências de formação que a missão da Companhia, hoje, na América Latina nos apresenta? A primeira resposta é que somos formados para a vida, segundo o estilo da espiritualidade inaciana. O primeiro objetivo de nossa formação tem que ser partilhar essa espiritualidade que está na raiz de nossa missão e que inspira nossa vida e nosso trabalho. Uma espiritualidade que nos ancora na profundidade de nosso espírito. Que nos ensina a viver para em todo amar e servir, que nos convida sempre à pergunta radical que deita raízes no mais fundo de nossa fé. Que nos ensina a contemplar desde a realidade pró- xima, a rezá-la com o Senhor e refletir para tirar proveito e mover-nos a transformar a realidade desde nossa missão. Essa profundidade que nos induz sempre a perguntar-nos a fundo e a estudar as causas e rezar as respostas. Formamo- -nos na amizade com o Senhor. Formamo-nos também para a missão. Nossa identidade está, inseparavelmente, ligada à missão do serviço à fé e promoção da justiça em um mundo intercultural e inter-religioso. E isso, no contexto da Igreja Latino-americana, passa por uma clara e decidida opção pelos pobres. Nossa formação tem que contribuir para fazer crescer nossa paixão por essa missão. Converter-nos em apóstolos apaixonados e competentes para realizar essa missão na complexidade do mundo contemporâneo. Necessitamos de ferramentas para nos aproximar da realidade, entendê-la e colaborar para sua transformação, desde o olhar evangélico da Trindade, que envia o Filho para se encarnar, para redimir; desde o olhar esperançado do discípulo que experimenta a presença do Senhor ressuscitado e se dispõe a segui-lo em atitude de em tudo amar e servir. A espiritualidade inaciana encarna-se também em um corpo apostólico composto por instituições e redes. Temos que formar para a gestão desse corpo que, encarnado em sistemas sociais concretos, requer habilidades para a gestão, mas que, inspirado pelo Espírito, tem uma inspiração evangélica que responde a outros critérios que o mundo empresarial desconhece. Temos que estar no mundo sem ser do mundo, e atuando com as tecnologias e saberes deste mundo, mover-nos com critérios de eficácia e eficiência evangélica. Aprender a administrar a partir dessa perspectiva requer uma formação que, conhecendo as habilidades da gestão, as saiba reler à luz do Evangelho. Finalmente, temos que formar para um novo estilo de liderança. Estamos em um mundo onde a participação democrática é um desejo crescente. As novas tecnologias convidam ao trabalho em rede cada vez mais global e participativo. Mas, ao mesmo tempo, onde os poderes são mais fortes. O que se tem chamado de a nova primavera eclesial tem muito do espírito de comunhão e participação próprio da Igreja, que se reconhece como povo de Deus em marcha pela história desde o Vaticano II. A presença do laicato e da vida religiosa se vive cada vez mais como uma riqueza que nos ajuda a superar o clericalismo e os autoritarismos fora de moda. Mas isso requer formação para novas formas de liderança mais partilhada, comunitária e participativa. Esse novo enfoque da formação é tarefa urgente e prioritária. Estamos trabalhando nisso em nossas casas de formação. Esperamos que o novo curso de formação para a colaboração seja um novo e definitivo impulso nessa direção. Em 19

20 A COMPANHIA DE JESUS NA AMÉRICA LATINA CPAL Semana Santa na região Pan-amazônica As celebrações da Semana Santa marcaram momentos especiais na tríplice fronteira da região Pan-amazônica. No Brasil, atendendo ao convite do pároco da Paróquia de Benjamin Constant, Frei Paulo Xavier, na diocese de Alto Solimões, o Pe. Valério Sartor, SJ, colaborador do Projeto Pan-amazônico da CPAL (Conferência dos Provinciais Jesuítas da América Latina), participou das celebrações do Tríduo Pascal na comunidade indígena de etnia Ticuna de São Pedro. Foi um momento muito bonito, quando, em companhia de alguns jovens, foi possível visitar praticamente todas as famílias dessa comunidade, convidando-as para participarem das celebrações e da Via Sacra. O jesuíta colombiano Pe. Luis Alfonso Castellanos, SJ, vice-reitor da Universidade Javeriana de Bogotá (Colômbia), teve uma bonita experiência missionária com as Celebrações da Semana Santa na comunidade indígena San Pedro, perto de Leticia, capital do departamento da Amazônia colombiana. A oportunidade serviu para ele conhecer e vivenciar melhor a cultura, as tradições, o estilo de vida e a realidade dos povos amazônicos, como também abriu a vpossibilidade de um diálogo entre a Universidade e essa região através do Projeto PAM SJ, para futuro apoio. O Pe. Pablo Mora, SJ, colaborou nas Celebrações da Semana Santa na paróquia de Caballococha do Vicariato de San José de Amazonas (Peru), que está sem pároco há três anos. Mas as Irmãs da Congregação Mexicana de Religiosas Franciscanas de Jesus Crucificado fazem um bom trabalho pastoral nessa cidade, capital de Província. O programa e os preparativos da Semana Santa na paróquia incluiu também uma série de visitas em canoa nas comunidades próximas, que sofrem muito neste período de chuvas, por causa das enchentes. Durante a Celebração da Eucaristia, houve um momento especial com um novo animador leigo, eleito pela comunidade. Brasil Colômbia Peru VISITAS ÀS COMUNIDADES INDÍGENAS No 24 de abril, a Comunidade Jesuíta do Projeto PAM SJ (Projeto Pan-amazônico da CPAL) acolheu em sua casa representantes da FUCAI (Fundación Caminos de Identidad), do CIMI (Conselho Indigenista Missionário) e de Irmãs Religiosas, para planejar visitas no lado brasileiro às comunidades indígenas do Alto do Javari, São Paulo de Olivença e Belém do Solimões. O encontro teve por objetivo multiplicar a metodologia do trabalho da FUCAI, que atua no lado colombiano, com programas de formação de lideranças, desenvolvimento sustentável e prática de produção de alimentos orgânicos. A FUCAI busca que essa experiência aconteça nas comunidades indígenas do lado brasileiro e também no lado peruano. Nesse sentido, o Projeto PAM SJ está sendo um aliado na articulação dessa proposta de trabalho com comunidades indígenas nessa tríplice fronteira. Fonte: Pan-Amazônia SJ Carta Mensal nº 14 Abril 2015 Acesse o link (http://bit.ly/1ekastl) do Portal Jesuítas Brasil e faça o download da Pan- Amazônia SJ Carta Mensal 20 Em

Informativo da Congregação Pobres Servos da Divina Providência Delegação Nossa Senhora Aparecida. Permanece conosco

Informativo da Congregação Pobres Servos da Divina Providência Delegação Nossa Senhora Aparecida. Permanece conosco Notícias de Família Informativo da Congregação Pobres Servos da Divina Providência Delegação Nossa Senhora Aparecida 06 JUNHO 2014 Permanece conosco Vivemos dias de graça, verdadeiro Kairós com a Celebração

Leia mais

BIÊNIO 2012-2013. Tema Geral da Igreja Metodista "IGREJA: COMUNIDADE MISSIONÁRIA A SERVIÇO DO POVO ESPALHANDO A SANTIDADE BÍBLICA. Tema para o Biênio

BIÊNIO 2012-2013. Tema Geral da Igreja Metodista IGREJA: COMUNIDADE MISSIONÁRIA A SERVIÇO DO POVO ESPALHANDO A SANTIDADE BÍBLICA. Tema para o Biênio 1 IGREJA METODISTA PASTORAL IMED PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO E PLANO DE AÇÃO BIÊNIO 2012-2013 Tema Geral da Igreja Metodista "IGREJA: COMUNIDADE MISSIONÁRIA A SERVIÇO DO POVO ESPALHANDO A SANTIDADE BÍBLICA

Leia mais

CRIANÇAS AJUDAM E EVANGELIZAM CRIANÇAS

CRIANÇAS AJUDAM E EVANGELIZAM CRIANÇAS CRIANÇAS AJUDAM E EVANGELIZAM CRIANÇAS Infância/Adolescencia MISSÃO MISSÃO. Palavra muito usada entre nós É encargo, incumbência Missão é todo apostolado da Igreja. Tudo o que a Igreja faz e qualquer campo.

Leia mais

3º Congresso Vocacional do Brasil

3º Congresso Vocacional do Brasil III CONGRESSO VOCACIONAL DO BRASIL Tema: Discípulos missionários a serviço das vocações Lema: Indaiatuba, Itaici, 03 a 07 de setembro de 2010 3º Congresso Vocacional do Brasil Dom Leonardo Ulrich Steiner

Leia mais

ESCOLA DE PASTORAL CATEQUÉTICA ESPAC

ESCOLA DE PASTORAL CATEQUÉTICA ESPAC ESCOLA DE PASTORAL CATEQUÉTICA ESPAC 1. ESPAC O QUE É? A ESPAC é uma Instituição da Arquidiocese de Fortaleza, criada em 1970, que oferece uma formação sistemática aos Agentes de Pastoral Catequética e

Leia mais

CURSO PARA CAPACITAÇÃO DE LIDERANÇA E COORDENADORES DE GRUPOS JOVENS

CURSO PARA CAPACITAÇÃO DE LIDERANÇA E COORDENADORES DE GRUPOS JOVENS CURSO PARA CAPACITAÇÃO DE LIDERANÇA E COORDENADORES DE GRUPOS JOVENS Apresentação A JUVENTUDE MERECE ATENÇÃO ESPECIAL A Igreja Católica no Brasil diz que é preciso: Evangelizar, a partir de Jesus Cristo,

Leia mais

Plano Diocesano da Animação Bíblico-Catequética

Plano Diocesano da Animação Bíblico-Catequética Plano Diocesano da Animação Bíblico-Catequética 2 0 1 2-2 0 1 5 DIOCESE DE FREDERICO WESTPHALEN - RS Queridos irmãos e irmãs, Com imensa alegria, apresento-lhes o PLANO DIOCESANO DE ANIMAÇÃO BÍBLICO -

Leia mais

Acampamentos Católicos

Acampamentos Católicos Acampamentos Católicos O Acampamento Católico é uma nova forma de evangelizar. Utiliza uma metodologia de evangelização nascida na EVANGELIZAÇÃO 2000 (movimento católico da década de 80), como parte de

Leia mais

Diocese de Amparo - SP

Diocese de Amparo - SP Formação sobre o documento da V Conferência do Episcopado da América Latina e do Caribe Diocese de Amparo - SP INTRODUÇÃO De 13 a 31 de maio de 2007, celebrou-se em Aparecida, Brasil, a V Conferência Geral

Leia mais

CALENDÁRIO DE ATIVIDADES PASTORAIS 2015

CALENDÁRIO DE ATIVIDADES PASTORAIS 2015 CALENDÁRIO DE ATIVIDADES PASTORAIS 2015 1- Confraternização Universal JANEIRO 4 a 16 IRPAC Casa de Retiros São José 13 Reunião do Fórum das 18 a 25 Encontro Nacional da Manaus - AM Pastoral da Juventude

Leia mais

A ESCOLA CATÓLICA, UMA INSTITUIÇAO DE ENSINO COM MÍSTICA EVANGELIZADORA

A ESCOLA CATÓLICA, UMA INSTITUIÇAO DE ENSINO COM MÍSTICA EVANGELIZADORA A ESCOLA CATÓLICA, UMA INSTITUIÇAO DE ENSINO COM MÍSTICA EVANGELIZADORA A escola católica será uma instituiçao com mística evangelizadora UMA ESCOLA A SERVIÇO DA PESSOA E ABERTA A TODOS UMA ESCOLA COM

Leia mais

Repasse da 76a. Assembléia da CNBB Sul I Aparecida de 10 a 12/06/2013

Repasse da 76a. Assembléia da CNBB Sul I Aparecida de 10 a 12/06/2013 Repasse da 76a. Assembléia da CNBB Sul I Aparecida de 10 a 12/06/2013 1. Finalidade do Ano da Fé; 2. O que é a Fé; 3. A transmissão da Fé enquanto professada, celebrada, vivida e rezada; 4. O conteúdo

Leia mais

PLANO DIOCESANO DE PASTORAL 2015 2018 IGREJA DE AVEIRO, VIVE A ALEGRIA DA MISERICÓRDIA

PLANO DIOCESANO DE PASTORAL 2015 2018 IGREJA DE AVEIRO, VIVE A ALEGRIA DA MISERICÓRDIA IGREJA DE AVEIRO, VIVE A ALEGRIA DA MISERICÓRDIA O nosso Plano alicerça-se no símbolo do lava-pés (Jo 13, 11-17) O LAVA-PÉS Nele se inspira a espiritualidade de serviço que dá sen do a toda a ação pastoral

Leia mais

Comissão Diocesana da Pastoral da Educação ***************************************************************************

Comissão Diocesana da Pastoral da Educação *************************************************************************** DIOCESE DE AMPARO - PASTORAL DA EDUCAÇÃO- MARÇO / 2015 Todo cristão batizado deve ser missionário Mostrai-me, ó Senhor, vossos caminhos e fazei-me conhecer a vossa estrada! Salmo 24 (25) Amados Educadores

Leia mais

RIIAL. Rede Informática da Igreja na América Latina Santiago do Chile Abril 2013

RIIAL. Rede Informática da Igreja na América Latina Santiago do Chile Abril 2013 RIIAL Rede Informática da Igreja na América Latina Santiago do Chile Abril 2013 Organismos Promotores: Pontifício Conselho para as Comunicações Sociais Conselho Episcopal Latinoamericano Introdução Capítulo

Leia mais

Vozes do fogo Mensagem da II Assembleia Internacional da Missão Marista Nairóbi, 16-27 de setembro de 2014

Vozes do fogo Mensagem da II Assembleia Internacional da Missão Marista Nairóbi, 16-27 de setembro de 2014 Vozes do fogo Mensagem da II Assembleia Internacional da Missão Marista Nairóbi, 16-27 de setembro de 2014 Preambulo Há cerca de 150.000 anos, por obra de Deus Pai, surgiu nesta terra africana o primeiro

Leia mais

Comissão Episcopal Pastoral para o Serviço da Caridade da Justiça e da Paz

Comissão Episcopal Pastoral para o Serviço da Caridade da Justiça e da Paz Comissão Episcopal Pastoral para o Serviço da Caridade da Justiça e da Paz Cardeal Sebastião Leme Grito por justiça Dom Helder Câmara Não deixe morrer o profetismo Dom Luciano Mendes de Almeida Não esqueçam

Leia mais

Síntese Informativo Mensal do Movimento Pólen

Síntese Informativo Mensal do Movimento Pólen Síntese Informativo Mensal do Movimento Pólen Como o Pai me enviou, também Eu vos envio (Jo 20,21) Outubro de 2011 / Ano MMXI 1 EDITORIAL Queridos Amigos, Com grande alegria que terminamos mais um mês

Leia mais

Documento do MEJ Internacional. O coração do Movimento Eucarístico Juvenil

Documento do MEJ Internacional. O coração do Movimento Eucarístico Juvenil Documento do MEJ Internacional Para que a minha alegria esteja em vós Por ocasião dos 100 anos do MEJ O coração do Movimento Eucarístico Juvenil A O coração do MEJ é a amizade com Jesus (Evangelho) B O

Leia mais

CALENDÁRIO DE ATIVIDADES PASTORAIS 2016

CALENDÁRIO DE ATIVIDADES PASTORAIS 2016 CALENDÁRIO DE ATIVIDADES PASTORAIS 2016 1- Confraternização Universal JANEIRO 4 a 16 IRPAC Casa de Retiros São José Belo Horizonte - MG 25 Reunião com coordenador nacional da Pastoral da Saúde 25 a 29

Leia mais

3º EIXO Dízimo TOTAL DIOCESE 943 579 61,3%

3º EIXO Dízimo TOTAL DIOCESE 943 579 61,3% 3º EIXO Dízimo Paróquia/Questionários Distribuídos Devolvidos % Devolv. Miguel Calmon 67 27 40 Piritiba 45 06 13 Tapiramutá 30 19 63 Mundo Novo 20 12 60 Jequitibá 14 10 71 Totais zonal 2 176 74 42% Andaraí

Leia mais

Nossa Missão, Visão e Valores

Nossa Missão, Visão e Valores Nossa Missão, Visão e Valores Missão Acolher e mobilizar os imigrantes na luta por direitos, cidadania e empoderamento social e político; Combater o trabalho escravo, a xenofobia, o tráfico de pessoas

Leia mais

Pastoral da Comunicação Diálogo entre fé e cultura

Pastoral da Comunicação Diálogo entre fé e cultura BOAS VINDAS! Pastoral da Comunicação Diálogo entre fé e cultura Bodas de Ouro da comunicação Miranda Prorsus, Pio XII, 1957 Fonte: Pastoral da Comunicação, diálogo entre fé e cultura, Puntel/Corazza, Paulinas-Sepac,

Leia mais

Papa Bento XVI visita o Brasil

Papa Bento XVI visita o Brasil Papa Bento XVI visita o Brasil Análise Segurança Fernando Maia 23 de maio de 2007 Papa Bento XVI visita o Brasil Análise Segurança Fernando Maia 23 de maio de 2007 No período de 09 a 13 de maio, o Papa

Leia mais

SOBRE COMUNICAÇÃO DIGITAL

SOBRE COMUNICAÇÃO DIGITAL JORNADAS PRÁTICAS SOBRE COMUNICAÇÃO DIGITAL APRESENTAÇÃO PÚBLICA DE CLICK TO PRAY A APP DO APOSTOLADO DA ORAÇÃO ORADORES 21 de Novembro de 2014 em Fátima D. ANTONINO DIAS Bispo da Diocese de Portalegre-Castelo

Leia mais

BREVE HISTÓRICO DA PARÓQUIA SÃO JOÃO BATISTA - TAUAPE

BREVE HISTÓRICO DA PARÓQUIA SÃO JOÃO BATISTA - TAUAPE BREVE HISTÓRICO DA PARÓQUIA SÃO JOÃO BATISTA - TAUAPE A Paróquia de São João Batista do Tauape foi criada por sua Excia. Revma. Dom Antônio, de Almeida Lustosa, na época Arcebispo de Fortaleza, pelo decreto

Leia mais

DIA DE ORAÇÃO PELA JMJ RIO2013

DIA DE ORAÇÃO PELA JMJ RIO2013 ROTEIRO PARA O DIA DE ORAÇÃO PELA JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE RIO2013 Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude - CNBB CANTO DE ENTRADA (Canto a escolha) (Este momento de oração pode ser associado

Leia mais

Celebrar e viver o Concílio Vaticano II

Celebrar e viver o Concílio Vaticano II Celebrar e viver o Concílio Vaticano II Nota Pastoral da Conferência Episcopal Portuguesa Celebrar os 50 anos da abertura do Concílio no Ano da Fé 1. Na Carta apostólica A Porta da Fé, assim se exprime

Leia mais

Assembléia dos Bispos Regional Sul 1 junho/julho 2010 Aparecida, SP

Assembléia dos Bispos Regional Sul 1 junho/julho 2010 Aparecida, SP Assembléia dos Bispos Regional Sul 1 junho/julho 2010 Aparecida, SP A MISSÃO CONTINENTAL A V Conferência recordando o mandato de ir e fazer discípulos (Mt 28,20) deseja despertar a Igreja na América Latina

Leia mais

1. APRESENTAÇÃO. Queridos Jovens,

1. APRESENTAÇÃO. Queridos Jovens, 1. APRESENTAÇÃO Queridos Jovens, Com grande prazer apresento este projeto 300 anos de bênçãos: com a Mãe Aparecida, Juventude em Missão!. Ele é um passo de aprofundamento de um caminho que vem sendo percorrido

Leia mais

Projeto Educativo 02 02-V R 01-P D O M

Projeto Educativo 02 02-V R 01-P D O M Projeto Educativo Colégio do Sagrado Coração de Maria - Lisboa Projeto Educativo V02 i ÍNDICE I. CARACTERIZAÇÃO FÍSICA...1 1. O meio envolvente...1 2. O Colégio...2 3. Organização Estrutural...2 3.1. Órgãos

Leia mais

CARTA AOS DIOCESANOS DE LISBOA,

CARTA AOS DIOCESANOS DE LISBOA, CARTA AOS DIOCESANOS DE LISBOA, NO INÍCIO DO NOVO ANO PASTORAL 2015-2016 1. Em caminho sinodal Chegados a setembro, retomamos o curso normal da nossa vida comunitária, no novo ano pastoral 2015-2016. Saúdo

Leia mais

CONSULTA DE PARCERIA EMK-WELTMISSION 10 A 13 DE Maio, 2015 Freudenstadt

CONSULTA DE PARCERIA EMK-WELTMISSION 10 A 13 DE Maio, 2015 Freudenstadt CONSULTA DE PARCERIA EMK-WELTMISSION 10 A 13 DE Maio, 2015 Freudenstadt Quem somos? Igreja Metodista Missão: Participar na ação de Deus em Seu propósito de salvar o mundo. Visão: Comunidade Missionária

Leia mais

Plano de Formação da CVX-P

Plano de Formação da CVX-P da CVX-P Apresentado à VIII Assembleia Nacional CVX-P Fátima, Outubro 2004 Introdução... 2 Etapa 0: Acolhimento... 3 Etapa 1: Iniciação... 5 Etapa 2: Identificação... 6 Etapa 3: Missão... 7 1 Introdução

Leia mais

PROJETO GERAL DA SIGNIS/BRASIL - Triênio 2011/2013

PROJETO GERAL DA SIGNIS/BRASIL - Triênio 2011/2013 PROJETO GERAL DA SIGNIS/BRASIL - Triênio 2011/2013 Signis Brasil Associação católica de comunicação foi criada no Brasil, no dia 2 de dezembro de 2010, em Assembleia, que aprovou seus estatutos e elegeu

Leia mais

20ª Hora Santa Missionária

20ª Hora Santa Missionária 20ª Hora Santa Missionária Tema: Missão é Servir Lema: Quem quiser ser o primeiro seja servo de todos Preparação do ambiente: cartaz do Mês missionário, Bíblia e fitas nas cores dos continentes, cruz e

Leia mais

Ata da reunião Comunidade Central (05/08/2014)

Ata da reunião Comunidade Central (05/08/2014) Ata da reunião Comunidade Central (05/08/2014) No dia 05 de agosto, às 19h30min, foi realizada na Catedral a quinta reunião da Comunidade Central do ano de 2014. Esta reunião contou com a presença de 34

Leia mais

3º Congresso Vocacional do Brasil Contagem regressiva

3º Congresso Vocacional do Brasil Contagem regressiva III CONGRESSO VOCACIONAL DO BRASIL Tema: Discípulos missionários a serviço das vocações Lema: Indaiatuba, Itaici, 03 a 07 de setembro de 2010 3º Congresso Vocacional do Brasil Contagem regressiva Ângelo

Leia mais

Madre Assunta Marchetti e a missão scalabriniana

Madre Assunta Marchetti e a missão scalabriniana Madre Assunta Marchetti e a missão scalabriniana MADRE ASSUNTA Exalou o perfume de Deus. Foi uma presença de amor. Doou sua vida aos órfãos e irmãos em necessidade. Um exemplo a seguir. Uma vida de santidade.

Leia mais

+ Orani João Tempesta, O. Cist. Arcebispo de São Sebastião do Rio de Janeiro, RJ

+ Orani João Tempesta, O. Cist. Arcebispo de São Sebastião do Rio de Janeiro, RJ AMAI-VOS Domingo passado, ao celebrar o tema da misericórdia, tive a oportunidade de estar com milhares de pessoas tanto na Catedral Metropolitana como no anúncio e instalação do Santuário da Misericórdia,

Leia mais

No Dia do Juízo, quando o Filho do Homem, na Sua glória, vier nos julgar, escreve o evangelista Mateus, Ele nos questionará sobre

No Dia do Juízo, quando o Filho do Homem, na Sua glória, vier nos julgar, escreve o evangelista Mateus, Ele nos questionará sobre Caridade e partilha Vivemos em nossa arquidiocese o Ano da Caridade. Neste tempo, dentro daquilo que programou o Plano de Pastoral, somos chamados a nos organizar melhor em nossos trabalhos de caridade

Leia mais

Projeto Universitários Lassalistas em Missão

Projeto Universitários Lassalistas em Missão Projeto Universitários Lassalistas em Missão Apresentação O projeto Universitários Lassalistas em Missão surge como proposta aos Centro Universitários e Faculdades Lassalistas para oferecer aos acadêmicos

Leia mais

A grande refeição é aquela que fazemos em torno da Mesa da Eucaristia.

A grande refeição é aquela que fazemos em torno da Mesa da Eucaristia. EUCARISTIA GESTO DO AMOR DE DEUS Fazer memória é recordar fatos passados que animam o tempo presente em rumo a um futuro melhor. O povo de Deus sempre procurou recordar os grandes fatos do passado para

Leia mais

REUNIÃO DE LIDERANÇAS

REUNIÃO DE LIDERANÇAS REUNIÃO DE LIDERANÇAS 08/02/2015 PAUTA: 1) Oração Inicial 2) Abertura 3) Apresentação de 03 dimensões de Ação Pastoral para o ano de 2015 4) Plenária / Definições 5) Oração Final 6) Retirada de Materiais

Leia mais

INSTITUTO LOJAS RENNER

INSTITUTO LOJAS RENNER 2011 RELATÓRIO DE ATIVIDADES INSTITUTO LOJAS RENNER Instituto Lojas Renner Inserção de mulheres no mercado de trabalho, formação de jovens e desenvolvimento da comunidade fazem parte da essência do Instituto.

Leia mais

SUGESTÃO PARA A REALIZAÇÃO DA ASSEMBLEIA PAROQUIAL ORAÇÃO INICIAL

SUGESTÃO PARA A REALIZAÇÃO DA ASSEMBLEIA PAROQUIAL ORAÇÃO INICIAL SUGESTÃO PARA A REALIZAÇÃO DA ASSEMBLEIA PAROQUIAL ORAÇÃO INICIAL 1 Ivocação ao Espirito Santo (oração ou canto) 2- Súplica inicial. (Em 2 coros: H- homens; M- mulheres) H - Procuramos para a Igreja/ cristãos

Leia mais

MÍSTICA E CONSTRUÇÃO Por que pensar em Mística e Construção?

MÍSTICA E CONSTRUÇÃO Por que pensar em Mística e Construção? MÍSTICA E CONSTRUÇÃO Espiritualidade e profecia são duas palavras inseparáveis. Só os que se deixam possuir pelo espírito de Deus são capazes de plantar sementes do amanhã e renovar a face da terra. Todo

Leia mais

Capitulo 3 ESPIRITUALIDADE DA RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA

Capitulo 3 ESPIRITUALIDADE DA RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA Capitulo 3 ESPIRITUALIDADE DA RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA Deus nos alerta pela profecia de Oséias de que o Povo dele se perde por falta de conhecimento. Cf. Os 4,6 1ª Tm 4,14 Porque meu povo se perde

Leia mais

VISITA PASTORAL NA ARQUIDIOCESE DE MARIANA

VISITA PASTORAL NA ARQUIDIOCESE DE MARIANA VISITA PASTORAL NA ARQUIDIOCESE DE MARIANA A Vista Pastoral constitui-se em momento privilegiado de contato do Arcebispo com o povo santo de Deus, confiado aos seus cuidados de pastor, com a preciosa colaboração

Leia mais

CONGRESSO EUCARÍSTICO. 1º ponto: O padre e a Eucaristia 2º ponto: Congresso Eucarístico

CONGRESSO EUCARÍSTICO. 1º ponto: O padre e a Eucaristia 2º ponto: Congresso Eucarístico CONGRESSO EUCARÍSTICO 1º ponto: O padre e a Eucaristia 2º ponto: Congresso Eucarístico O PADRE E A EUCARISTIA Eucaristia e Missão Consequência significativa da tensão escatológica presente na Eucaristia

Leia mais

Bispo Sr. Dr. Gebhard Fürst. O ESPÍRITO É VIVIFICADOR Desenvolver a Igreja em muitos lugares

Bispo Sr. Dr. Gebhard Fürst. O ESPÍRITO É VIVIFICADOR Desenvolver a Igreja em muitos lugares Bispo Sr. Dr. Gebhard Fürst O ESPÍRITO É VIVIFICADOR Desenvolver a Igreja em muitos lugares Carta Pastoral dirigida às igrejas da diocese de Rotemburgo-Estugarda na Quaresma Pascal de 2015 Bispo Sr. Dr.

Leia mais

Paróquia, torna-te o que tu és!

Paróquia, torna-te o que tu és! Paróquia, torna-te o que tu és! Dom Milton Kenan Júnior Bispo Aux. de S. Paulo. Vigário Episcopal para Reg. Brasilândia Numa leitura rápida da Carta Pastoral de Dom Odilo, nosso Cardeal Arcebispo, à Arquidiocese

Leia mais

CALENDÁRIO 2013 ATIVIDADES REGIONAIS. FEVEREIRO 01 a 28 CNBB Regional JMJ Peregrinação da Cruz Peregrina Nas dioceses 02

CALENDÁRIO 2013 ATIVIDADES REGIONAIS. FEVEREIRO 01 a 28 CNBB Regional JMJ Peregrinação da Cruz Peregrina Nas dioceses 02 CALENDÁRIO 2013 ATIVIDADES REGIONAIS DATA REALIZAÇÃO EVENTO LOCAL FEVEREIRO 01 a 28 CNBB Regional JMJ Peregrinação da Cruz Peregrina Nas dioceses 02 CNLB Conselho Nacional do Laicato do Reunião da Presidência

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 065-PROEC/UNICENTRO, DE 25 DE ABRIL DE 2011.

RESOLUÇÃO Nº 065-PROEC/UNICENTRO, DE 25 DE ABRIL DE 2011. RESOLUÇÃO Nº 065-PROEC/UNICENTRO, DE 25 DE ABRIL DE 2011. Aprova a continuidade do Projeto de Extensão Escola de Teologia para leigos Nossa Senhora das Graças, na modalidade de Curso de Extensão, na categoria

Leia mais

COM SÃO FRANCISCO, NA CARIDADE, BUSQUEMOS A ÉTICA EM PROL DO BEM COMUM

COM SÃO FRANCISCO, NA CARIDADE, BUSQUEMOS A ÉTICA EM PROL DO BEM COMUM CONVITE: A Paróquia de São Francisco de Assis tem a honra de lhes convidar para a Festa do Nosso Amado Padroeiro com o Tema: COM SÃO FRANCISCO, NA CARIDADE, BUSQUEMOS A ÉTICA EM PROL DO BEM COMUM Que realizar-se-á

Leia mais

EDUCAÇÃO GRUPO POSITIVO

EDUCAÇÃO GRUPO POSITIVO EDUCAÇÃO 38 GRUPO POSITIVO Contribuição para o desenvolvimento Positivo trabalha para que sua contribuição ao ensino de O qualidade extrapole suas unidades e alcance de forma construtiva toda a sociedade.

Leia mais

CATEDRAL DIOCESANA DE CAMPINA GRANDE PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO

CATEDRAL DIOCESANA DE CAMPINA GRANDE PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO CATEDRAL DIOCESANA DE CAMPINA GRANDE PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO SOBRE NÓS FAZEI BRILHAR O ESPLENDOR DE VOSSA FACE! 3 º DOMINGO DA PÁSCOA- ANO B 22 DE ABRIL DE 2012 ANIM: (Saudações espontâneas)

Leia mais

NIAS/FESP - Núcleo Interdisciplinar de Ação Social da FESP Projeto Amar. Camilla Silva Machado Graciano Coordenadora do NIAS/FESP

NIAS/FESP - Núcleo Interdisciplinar de Ação Social da FESP Projeto Amar. Camilla Silva Machado Graciano Coordenadora do NIAS/FESP NIAS/FESP - Núcleo Interdisciplinar de Ação Social da FESP Projeto Amar Camilla Silva Machado Graciano Coordenadora do NIAS/FESP Mestre em Serviço Social pela Faculdade de História, Direito e Serviço Social/UNESP

Leia mais

PASCOM. A PASCOM agradece a todos que colaboraram com esta edição do INFORMATIVO DA PENHA nos mandando fotos,

PASCOM. A PASCOM agradece a todos que colaboraram com esta edição do INFORMATIVO DA PENHA nos mandando fotos, PASCOM A PASCOM agradece a todos que colaboraram com esta edição do INFORMATIVO DA PENHA nos mandando fotos, t e x t o s e i d é i a s p a r a a s matérias! Nossa Senhora da Penha, que sabe o nome de cada

Leia mais

OS DESAFIOS DACOMUNICAÇÃO

OS DESAFIOS DACOMUNICAÇÃO OS DESAFIOS DACOMUNICAÇÃO A contribuição das mídias. Como parte constitutiva da atual ambiência comunicacional, elas tornam-se recursos e ambientes para o crescimento pessoal e social. Constituem-se no

Leia mais

REALIZAÇÃO: PARCEIROS: APOIO:

REALIZAÇÃO: PARCEIROS: APOIO: REALIZAÇÃO: PARCEIROS: APOIO: PROJETO VIVA A SOLIDARIEDADE! 1. Dados de identificação do projeto 1.1 Título do projeto: Viva a Solidariedade! 1.2 Nome da entidade proponente: Conferência dos Religiosos

Leia mais

Projeto Providência. Criança Esperança apoia projeto que é exemplo de esforço e dedicação em benefício de crianças e adolescentes carentes

Projeto Providência. Criança Esperança apoia projeto que é exemplo de esforço e dedicação em benefício de crianças e adolescentes carentes ações de cidadania Criança Esperança apoia projeto que é exemplo de esforço e dedicação em benefício de crianças e adolescentes carentes Com o apoio da UNESCO, por meio do Programa Criança Esperança, a

Leia mais

SETEMBRO Visita do governador do Estado - Ceará

SETEMBRO Visita do governador do Estado - Ceará SETEMBRO Visita do governador do Estado - Ceará No dia 04, ocorreu na Casa Cardeal Guarino, em Madalena um evento do governo do Estado do Ceará, o qual consistiu na entrega de uma cisterna de nº 500 mil,

Leia mais

TOMADA DE POSSE DO NOVO PÁROCO - CELEBRAÇÃO (cf. Cerimonial dos Bispos, nn. 1185-1198) DIOCESE DE CRUZEIRO DO SUL AC/AM

TOMADA DE POSSE DO NOVO PÁROCO - CELEBRAÇÃO (cf. Cerimonial dos Bispos, nn. 1185-1198) DIOCESE DE CRUZEIRO DO SUL AC/AM Página 1 TOMADA DE POSSE DO NOVO PÁROCO - CELEBRAÇÃO (cf. Cerimonial dos Bispos, nn. 1185-1198) DIOCESE DE CRUZEIRO DO SUL AC/AM 01. Canto de Entrada 02. Saudação inicial do celebrante presidente 03. Leitura

Leia mais

Celebração do Dia Nacional do Catequista 30 de agosto de 2015

Celebração do Dia Nacional do Catequista 30 de agosto de 2015 Celebração do Dia Nacional do Catequista 30 de agosto de 2015 Introdução: Educar na fé, para a paz, a justiça e a caridade Este ano a Igreja no Brasil está envolvida em dois projetos interligados: a lembrança

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE FUNDAÇÃO ASSISTÊNCIA SOCIAL E CIDADANIA

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE FUNDAÇÃO ASSISTÊNCIA SOCIAL E CIDADANIA PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE FUNDAÇÃO ASSISTÊNCIA SOCIAL E CIDADANIA 1 DADOS DE IDENTIFICAÇÃO PROJETO TÉCNICO: ACESSUAS TRABALHO / PRONATEC EQUIPE RESPONSÁVEL: Proteção Social Básica PERÍODO: Setembro

Leia mais

ENCONTRO NACIONAL DE REVITALIZAÇÃO DA PASTORAL JUVENIL LEVANTAMENTO DE DADOS - 8 LINHAS DE AÇÃO

ENCONTRO NACIONAL DE REVITALIZAÇÃO DA PASTORAL JUVENIL LEVANTAMENTO DE DADOS - 8 LINHAS DE AÇÃO ENCONTRO NACIONAL DE REVITALIZAÇÃO DA PASTORAL JUVENIL LEVANTAMENTO DE DADOS - 8 LINHAS DE AÇÃO QUANDO COMEÇA? Em maio de 2012 Reunião de Brasília Grupo dos referenciais regionais À luz das Diretrizes

Leia mais

PARÓQUIA SÃO CRISTÓVÃO VALINHOS, SP 1966 2016 50 ANOS DE EVANGELIZAÇÃO Arquidiocese de Campinas

PARÓQUIA SÃO CRISTÓVÃO VALINHOS, SP 1966 2016 50 ANOS DE EVANGELIZAÇÃO Arquidiocese de Campinas PARÓQUIA SÃO CRISTÓVÃO VALINHOS, SP 1966 2016 50 ANOS DE EVANGELIZAÇÃO Arquidiocese de Campinas CONCURSO: LOGOMARCA COMEMORATIVO AOS 50 ANOS DE EVANGELIZAÇÃO DA PARÓQUIA SÃO CRISTÓVÃO VALINHOS, SP INTRODUÇÃO

Leia mais

V CONFERÊNCIA GERAL DO EPISCOPADO LATINO-AMERICANO. 1. As Conferências Gerais

V CONFERÊNCIA GERAL DO EPISCOPADO LATINO-AMERICANO. 1. As Conferências Gerais V CONFERÊNCIA GERAL DO EPISCOPADO LATINO-AMERICANO 1. As Conferências Gerais Há 50 anos, em 1955, foi realizada a primeira Conferência Geral do Episcopado Latino-Americano (CfG), no Rio de Janeiro. Naquela

Leia mais

ITAICI Revista de Espiritualidade Inaciana

ITAICI Revista de Espiritualidade Inaciana ITAICI Revista de Espiritualidade Inaciana 93 ISSN - 1517-7807 9!BLF@FB:VWOOUWoYdZh outubro 2013 Que a saúde se difunda sobre a terra Escatologia e Exercícios Espirituais Pedro Arrupe, homem de Deus 1

Leia mais

Diocese de Aveiro IGREJA DIOCESANA RENOVADA NA CARIDADE É ESPERANÇA NO MUNDO

Diocese de Aveiro IGREJA DIOCESANA RENOVADA NA CARIDADE É ESPERANÇA NO MUNDO Diocese de Aveiro IGREJA DIOCESANA RENOVADA NA CARIDADE É ESPERANÇA NO MUNDO Plano Diocesano de Pastoral para o quinquénio 2008-2013 A PALAVRA DO SR. BISPO PONTO DE PARTIDA 1. INICIAMOS UMA NOVA PERSPECTIVA

Leia mais

A iniciação cristã como pedagogia de vida comunitária

A iniciação cristã como pedagogia de vida comunitária A iniciação cristã como pedagogia de vida comunitária A evangelização nos dá a alegria do encontro com a Boa Nova da Ressurreição de Cristo. A maioria das pessoas procura angustiada a razão de sua vida

Leia mais

EVANGELIZAR COM PAPA FRANCISCO

EVANGELIZAR COM PAPA FRANCISCO EVANGELIZAR COM PAPA FRANCISCO DOm Benedito Beni dos Santos EVANGELIZAR COM PAPA FRANCISCO Comentário à EVANGELII GAUDIUM Direção editorial: Claudiano Avelino dos Santos Assistente editorial: Jacqueline

Leia mais

A transmissão da fé na Família. Reunião de Pais. Família

A transmissão da fé na Família. Reunião de Pais. Família A transmissão da fé na Família Reunião de Pais Família Plano Pastoral Arquidiocesano Um triénio dedicado à Família Passar de uma pastoral sobre a Família para uma pastoral para a Família e com a Família

Leia mais

CIEDS, Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável Missão:

CIEDS, Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável Missão: O CIEDS, Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável, é uma Instituição Social Sem Fins Lucrativos, de Utilidade Pública Federal, fundada em 1998, com sede na cidade do Rio de

Leia mais

C olóquio Internacional Marista sobre Formação Inicial

C olóquio Internacional Marista sobre Formação Inicial 1 C olóquio Internacional Marista sobre Formação Inicial Convicções - Orientações - Recomendações L Hermitage de 4 a14 outubro de 2015 Espero que o que eu faço jorre como um rio, sem forçar e sem reter,

Leia mais

Papa: "Onde nasce Deus, nasce a esperança e floresce a misericórdia" 2015-12-25 Rádio Vaticana

Papa: Onde nasce Deus, nasce a esperança e floresce a misericórdia 2015-12-25 Rádio Vaticana Papa: "Onde nasce Deus, nasce a esperança e floresce a misericórdia" 2015-12-25 Rádio Vaticana Onde nasce Deus, nasce a esperança, nasce a paz e floresce a misericórdia. Na tradicional Mensagem Urbi et

Leia mais

ESCOPO GERAL. - Resultado da 52ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) -Aparecida/SP30deabrila9de maio de 2014.

ESCOPO GERAL. - Resultado da 52ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) -Aparecida/SP30deabrila9de maio de 2014. ESCOPO GERAL - Resultado da 52ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) -Aparecida/SP30deabrila9de maio de 2014. - Composição: 1) Apresentação de Dom Leonardo Steiner. 2) Introdução.

Leia mais

Cinco marcas da Missão (Conselho Consultivo Anglicano e Conferência de Lambeth até 1988)

Cinco marcas da Missão (Conselho Consultivo Anglicano e Conferência de Lambeth até 1988) Cinco marcas da Missão (Conselho Consultivo Anglicano e Conferência de Lambeth até 1988) Conforme a visão anglicana, a missão da Igreja consiste na proclamação do Evangelho, no ensino, no batismo, na formação

Leia mais

CANONIZAÇÃO DE MADRE CÂNDIDA EQUIPE RUMO À CANONIZAÇÃO

CANONIZAÇÃO DE MADRE CÂNDIDA EQUIPE RUMO À CANONIZAÇÃO CANONIZAÇÃO DE MADRE CÂNDIDA EQUIPE RUMO À CANONIZAÇÃO GESTO CONCRETO DE SOLIDARIEDADE POR MAIS VIDA Onde não há lugar para os pobres, também não há lugar para mim (Cândida Maria de Jesus) 1. MOTIVAÇÃO

Leia mais

1 de 5 8/4/2010 14:51

1 de 5 8/4/2010 14:51 1 de 5 8/4/2010 14:51 Ato assinado por ocasião da Audiência Privada do Presidente Luiz Inácio Lula da Silva com Sua Santidade o Papa Bento XVI - Vaticano, 13 de novembro de 2008 ACORDO ENTRE A REPÚBLICA

Leia mais

Educar hoje e amanhã uma paixão que se renova. Prof. Humberto S. Herrera Contreras

Educar hoje e amanhã uma paixão que se renova. Prof. Humberto S. Herrera Contreras Educar hoje e amanhã uma paixão que se renova Prof. Humberto S. Herrera Contreras O que este documento nos diz? Algumas percepções iniciais... - O título já é uma mensagem espiritual! tem movimento, aponta

Leia mais

Concepção e Fundamentos Gilberto Antonio da Silva

Concepção e Fundamentos Gilberto Antonio da Silva Pastoral Juvenil Salesiana Concepção e Fundamentos Gilberto Antonio da Silva Fundamentos Dom Bosco Madre Mazzarello Movidos pelo ES tiveram clara consciência de ser chamados por Deus a uma missão singular

Leia mais

A Regra daterceira Ordem da Sociedade de São Francisco iii) Ordem para Admissões e Renovações I. O CONVITE

A Regra daterceira Ordem da Sociedade de São Francisco iii) Ordem para Admissões e Renovações I. O CONVITE A Regra daterceira Ordem da Sociedade de São Francisco iii) Ordem para Admissões e Renovações como ordenado pelo Capítulo Interprovincial da Terceira Ordem na Revisão Constitucional de 1993, e subseqüentemente

Leia mais

A GEMINAÇÃO 20/10/2013

A GEMINAÇÃO 20/10/2013 A GEMINAÇÃO 20/10/2013 CENTRO DE SANTA BAKHITA BAIRRO KALOSSOMBEKWA BENGUELA ANGOLA REVERENDO E ESTIMADO PE. RÚBENS! Diante dos povos, manifestou Deus a salvação Sl 97 A Providência de Deus, que concorre

Leia mais

Diz respeito ao que vamos realizar em Cristo, pelo poder do Espírito Santo para cumprir a nossa missão:

Diz respeito ao que vamos realizar em Cristo, pelo poder do Espírito Santo para cumprir a nossa missão: II) NOSSA VISÃO Diz respeito ao que vamos realizar em Cristo, pelo poder do Espírito Santo para cumprir a nossa missão: A) Adorar a Deus em espírito e verdade Queremos viver o propósito para o qual Deus

Leia mais

assim ela poderá estar a serviço de uma ação solidária e libertadora do povo latino-americano.

assim ela poderá estar a serviço de uma ação solidária e libertadora do povo latino-americano. Conclusão Geral Para que a Igreja possa cumprir sua missão solidária e libertadora na AL, terá que estar em contínuo processo de conversão e sintonizada com os sinais dos tempos. Somente assim poderá se

Leia mais

A Apostolicidade da Fé

A Apostolicidade da Fé EMBARGO ATÉ ÀS 18H30M DO DIA 10 DE MARÇO DE 2013 A Apostolicidade da Fé Catequese do 4º Domingo da Quaresma Sé Patriarcal, 10 de Março de 2013 1. A fé da Igreja recebemo-la dos Apóstolos de Jesus. A eles

Leia mais

Servidores da Caridade

Servidores da Caridade Homilia da Missa Crismal 2011 Servidores da Caridade António Marto Catedral de Leiria 21 de Abril de 2011 Cantarei eternamente a bondade do Senhor A liturgia da Missa Crismal encerra uma beleza espiritual

Leia mais

Igreja "em saída" missionária

Igreja em saída missionária Mês das Missões O mês de outubro é, para a Igreja, o período no qual são intensificadas as iniciativas de animação e cooperação em prol das Missões em todo o mundo. O objetivo é sensibilizar, despertar

Leia mais

1. AGENDA LATINO-AMERICANA E LIVRO EM HOMENAGEM A DOM TOMÁS BALDUINO SERÃO LANÇADOS EM GOIÂNIA

1. AGENDA LATINO-AMERICANA E LIVRO EM HOMENAGEM A DOM TOMÁS BALDUINO SERÃO LANÇADOS EM GOIÂNIA NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA tabloide@dominicanos.org.br www.dominicanos.org.br ANO XVII 20 de novembro de 2014. 1. AGENDA LATINO-AMERICANA E LIVRO EM HOMENAGEM A DOM TOMÁS BALDUINO SERÃO LANÇADOS EM GOIÂNIA

Leia mais

PROGRAMA PAROQUIAL DE PASTORAL 2009/2010

PROGRAMA PAROQUIAL DE PASTORAL 2009/2010 PROGRAMA PAROQUIAL DE PASTORAL 2009/2010 Ao iniciar o novo ano de pastoral paroquial, aceitamos o desafio que nos é feito de continuarmos a nossa caminhada de cristãos atentos aos desafios de Deus e do

Leia mais

Proclamação das Solenidades Móveis

Proclamação das Solenidades Móveis Proclamação das Solenidades Móveis Clayton Dias 1 No próximo domingo celebramos a Epifania do Senhor. Segundo as Normas Universais do Ano Litúrgico e Calendário Romano Geral, a Epifania do Senhor é celebrada

Leia mais

OBJECTIVO 2015. Cinco anos para construir uma verdadeira Parceria Global para o Desenvolvimento PROPOSTA DE ACÇÃO FEC

OBJECTIVO 2015. Cinco anos para construir uma verdadeira Parceria Global para o Desenvolvimento PROPOSTA DE ACÇÃO FEC OBJECTIVO 2015 Cinco anos para construir uma verdadeira Parceria Global para o Desenvolvimento PROPOSTA DE ACÇÃO INTRODUÇÃO O ano de 2010 revela-se, sem dúvida, um ano marcante para o combate contra a

Leia mais

Caderno de Estudo: Avaliação 2013) Equipe Dinamizadora do 7º PPO Arquidiocese de Campinas - SP

Caderno de Estudo: Avaliação 2013) Equipe Dinamizadora do 7º PPO Arquidiocese de Campinas - SP Caderno de Estudo: Avaliação 7º Plano de Pastoral Orgânica (20102010-2013) 2013) Equipe Dinamizadora do 7º PPO Arquidiocese de Campinas - SP A p r e s e n t a ç ã o Eu vim, ó Deus, para fazer a Vossa

Leia mais

CARTA DE PRINCÍPIOS, CRENÇAS E VALORES 1 ALIANÇA CRISTÃ EVANGÉLICA BRASILEIRA Aliança Evangélica. A unidade na fé a caminho da missão

CARTA DE PRINCÍPIOS, CRENÇAS E VALORES 1 ALIANÇA CRISTÃ EVANGÉLICA BRASILEIRA Aliança Evangélica. A unidade na fé a caminho da missão CARTA DE PRINCÍPIOS, CRENÇAS E VALORES 1 ALIANÇA CRISTÃ EVANGÉLICA BRASILEIRA Aliança Evangélica A unidade na fé a caminho da missão Nossa Visão Manifestar a unidade da igreja por meio do testemunho visível

Leia mais

DIRECTÓRIO GERAL DA CATEQUESE - SDCIA/ISCRA -2 Oração inicial Cântico - O Espírito do Senhor está sobre mim; Ele me enviou para anunciar aos pobres o Evangelho do Reino! Textos - Mc.16,15; Mt.28,19-20;

Leia mais

REGULAMENTO DAS PASTORAIS ESCOLARES E UNIVERSITÁRIAS - ESTRUTURA, COMPETÊNCIA E FUNCIONAMENTO -

REGULAMENTO DAS PASTORAIS ESCOLARES E UNIVERSITÁRIAS - ESTRUTURA, COMPETÊNCIA E FUNCIONAMENTO - REGULAMENTO DAS PASTORAIS ESCOLARES E UNIVERSITÁRIAS - ESTRUTURA, COMPETÊNCIA E FUNCIONAMENTO - INTRODUÇÃO O Colégio Episcopal da Igreja Metodista, no uso de suas atribuições (Cânones, Art. 63, item XVII)

Leia mais

BrazilFoundation abre edital para de projetos e negócios sociais

BrazilFoundation abre edital para de projetos e negócios sociais Financiamento e apoio técnico BrazilFoundation abre edital para de projetos e negócios sociais Estão abertas inscrições online até 30 de novembro para o edital bianual da BrazilFoundation que selecionará

Leia mais