Copyright Luciano Dallo, , Luiz Fernando Freitas Sonvenso. Thiago Edvaldo Rocha. Robson Falcheti. Luciano Dallo. Luciel Dallo.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Copyright Luciano Dallo, 2008 2010, Luiz Fernando Freitas Sonvenso. Thiago Edvaldo Rocha. Robson Falcheti. Luciano Dallo. Luciel Dallo."

Transcrição

1

2

3 LUCIANO DALLO

4 Copyright Luciano Dallo, , Produção editorial Luiz Fernando Freitas Sonvenso Capa e contracapa Thiago Edvaldo Rocha Preparação de originais e revisão Robson Falcheti Fotos capa e miolo Luciano Dallo Fotos contracapa Luciel Dallo Impressão Multgraphic Projeto gráfico Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil) Dallo, Luciano O homem que queria ser Deus / Luciano Dallo. Editora Bérgamo, ISBN Romance brasileiro I. Título CDD Índices para catálogo sistemático: 1. Romances : Literatura brasileira Todos os diretos reservados à

5 Para Ana Paula, com todo o amor.

6

7 Agradecimentos Meus sinceros agradecimentos a Fernando Sonvenso e Thiago Rocha, com quem tive a honra de trabalhar a edição e a produção gráfica deste livro. Muito obrigado. Alguns amigos tiveram a generosidade de ler este trabalho antes de sua publicação. Muito obrigado a Alex Pedro da Silva Rodrigues, minha irmã Adriana Dallo, Diógenes Stênio Lisbôa de Freitas, Janaína Facchi Dallo, Joyce Graciele Freitas, Lili Weissheimer, Márcia Maria Seifert, a querida professora Maria Ester Gomes, Renata D Aloia Sampaio e Talita Graciara Freitas. Sou bastante grato também ao meu irmão Luciel, pessoa da maior grandeza que tem me ajudado em tudo que faço. Muito obrigado. Um agradecimento especial a Lurdes e Lucrécio Dallo, meus pais, que, pelo exemplo de trabalho e de caráter, me ensinaram a sempre tentar ser um pouco melhor.

8

9 LUCIANO DALLO Introdução Há alguns anos decidi escrever este livro, ou melhor, percebi que era meu dever. Desde muito cedo, quando comecei a entender como a sociedade funcionava e o que realmente importava nesse meio, entendi que eu deveria trabalhar para ganhar dinheiro, muito dinheiro. Compreendi que é isso que move o mundo. Aos poucos fui percebendo que não era tarefa fácil, até porque naquela ocasião eu imaginava que qualquer pessoa poderia alcançar o topo, aliás, pensei assim por um bom tempo, até conhecer Norman Orrow. Fiquei muito rico também, talvez bem mais do que pudesse imaginar. Tornei-me um bilionário aos quarenta anos, conheci muitas pessoas importantes e famosas. Fui amigo de presidentes, primeiros-ministros, frequentei reis e príncipes, recebi em minha casa os maiores astros da música, cinema e do esporte mundial. Tive o privilégio de conviver com algumas das maiores personalidades do meu tempo. O dinheiro me proporcionou isso. Viajei o mundo todo, me hospedei nos melhores hotéis, comi nos mais requintados e caros restaurantes, mas nada, absolutamente nada, me impressionou mais do que conhecer as faces de Norman Orrow. Devo deixar claro desde o início que minha fortuna é devida a esse homem. Lógico que contribuí, mas, sem ele, não teria conseguido. Mas não é por isso que escrevo sobre Norman. Na verdade, depois de conhecê-lo, passei a acreditar que realmente existem pessoas superiores, que têm estrela, que vivem num outro estágio de evolução. Você deve estar pensando: grande novidade. O que quero dizer é que, mesmo entre os grandes, há ainda os que se destacam. Quando fiquei rico, muitas coisas perderam a graça, o brilho. Tudo fica meio comum, passei a ser um deles e, quando se chega lá, como eu cheguei, poucos episódios chamam sua atenção. Todas aquelas pessoas que antes pareciam ser muito importantes, intocáveis, inatingíveis passaram a 9

10 O HOMEM QUE QUERIA SER DEUS fazer parte do meu dia a dia, e isso fez com que eu conseguisse dimensionar quem realmente era aquele meu amigo Norman. Pensei também que, se conseguisse colocar no papel a trajetória dele, poderia compreender um pouco mais a sua genialidade, mas confesso que, quanto mais eu descobria, mais surpreso ficava. Escrever este livro me proporcionou momentos de muito aprendizado e crescimento. Muitas questões se revelaram nessa verdadeira viagem sobre o mistério da vida, do poder e dos valores humanos. Ressalto, entretanto, que não há como falar de Norman Orrow sem falar de Amanda Rossi. Enquanto ele queria ser Deus, ela queria apenas viver em paz. Amanda foi o grande amor da vida dele. Alguns dizem até que foi sua musa inspiradora, que construiu tudo apenas para impressioná-la. Eu não acredito, acho que nem ela. Mas creio que após conhecer essa história poderá tirar suas próprias conclusões. Ela é brasileira, o conheceu em Nova Iorque em 1980, quando tinha dezoito anos. Foi estudar inglês. Naquela época Norman era um pobre sonhador, tinha vinte e dois anos, muitas ideias e pouco dinheiro. Insistiu muito para que ela ficasse, tentou de todas as formas convencê-la de que foram feitos um para o outro, mas foi em vão. Amanda era bastante jovem e sabia que não conseguiriam viver só de amor. O romance durou seis meses. Ela amava Norman, mas pensava que era apenas uma história passageira, como tantos romances da época de juventude. Voltou. No Brasil, outros amores a esperavam, além do vestibular e da sua família. Duas coisas a marcaram: a insistência com que Norman afirmava que seria um homem muito rico, que era um predestinado, e o seu olhar quando jurou que um dia, quando fosse muito rico, a buscaria no Brasil e realizaria todos os seus sonhos. Vinte e cinco anos depois, o passado bateu à porta de Amanda. Norman queria cumprir sua promessa. Aquele jovem meio louco que ela conhecera na juventude havia se transformado num dos homens 10

11 LUCIANO DALLO mais ricos do mundo, e agora queria resgatar seu amor da juventude. Não pouparia esforços nem dinheiro para isso. É a partir desse reencontro que começo essa história. Muitas coisas acontecem em vinte e cinco anos. Ela não era mais aquela mocinha que ele conheceu, tinha agora seus quarenta e três anos; e ele, bom, não quero me adiantar, digo apenas que Norman se transformou no homem mais poderoso que já conheci. 11

12 O HOMEM QUE QUERIA SER DEUS Capítulo 01 Era primavera no Brasil. O ano, 2005, mês de setembro. Amanda vivia em Curitiba há oito anos. Quando voltou dos Estados Unidos em 1980, ela passou no vestibular para arquitetura na Universidade Federal do Rio de Janeiro. Casou cinco anos depois com o engenheiro civil Marcelo Fogaça e teve dois filhos, André e Rafael. Em 1994, cansada de trabalhar no mesmo ambiente que o marido, decidiu cursar outra faculdade, engenharia da computação. A relação estava muito desgastada. Ela acreditava que, afastando-se um pouco, conseguiria resgatar o casamento, que, ao contrário, esfriou ainda mais. Três anos depois, os dois se divorciaram, e Amanda mudou com os filhos para Curitiba, onde terminou o curso e fez mestrado e doutorado. Ela poderia ser como qualquer outra mulher com sua idade e vivência. Creio que não preciso discorrer sobre pelo que já passou uma mulher com mais de quarenta anos, dois filhos adolescentes e um divórcio. Ressalto apenas o que a diferenciava: uma lembrança, não uma lembrança qualquer, mas o registro de uma promessa: Um dia, quando for muito rico, buscarei você no Brasil. Seu lado racional diminuía aquilo, procurava guardar a lembrança bem lá no fundo, no limbo, na beira do esquecimento. Mas, todas as vezes que a vida a feria, ela lembrava, não porque acreditasse muito, mas porque aquilo a confortava. Nos momentos de fraqueza, o lado emocional falava mais alto. E ela acreditava naquilo, mais pela expressão que vira nos olhos de Norman do que pelas palavras que proferira. Um dia... Poderia ser qualquer dia, não havia um prazo, apenas uma vaga promessa. Quando acordou naquela manhã, ela mal podia imaginar que sua hora chegara. Aquele era o dia. Não que fosse obcecada por isso, pelo contrário, era muito pé no chão, trabalhava e vivia como se aquilo nunca pudesse acontecer. Aqueles pensamentos afloravam 12

13 LUCIANO DALLO poucas vezes por ano em momentos de fragilidade. Até porque, vinte e cinco anos depois, ela mal conseguia lembrar-se do rosto dele, usava aquilo como um refúgio para distrair sua mente dos pensamentos ruins, aqueles que surgem nas altas horas da noite e não nos deixam dormir. Lamentava por não lembrar seu sobrenome, por não ter seu endereço. Como já disse, naquela época não conseguiu dimensionar o quanto o amava. Precisou experimentar outros amores para saber o quanto aquele era melhor. Infelizmente, a vida é assim, não existem placas avisando o que é para sempre e o que é passageiro. Por isso não conseguimos valorizar os grandes momentos enquanto os vivemos, só nos damos conta deles quando já passaram. Todas as vezes que terminava um relacionamento, ela se lembrava de Norman. Mas também não se iludia muito. Como qualquer mulher madura, imaginava que ele parecia perfeito porque durara pouco, era um sonho distante, inatingível. E tudo o que vemos de certa distância parece melhor e mais bonito. Mas na vida também precisamos sonhar, buscar o ideal, mesmo que este pareça impossível. Ser muito realista machuca. Amanda era a típica mulher independente, aquela que assusta os homens. Era bonita e inteligente. Sabia disso. Ansiava por um bom relacionamento, duradouro, pra valer, mas tinha dificuldade de se entregar plenamente. Tinha medo da decepção e ficava cada vez mais exigente. Seu casamento terminara por isso. Marcelo não conseguia acompanhá-la. Não se sentia bem perto dela. No escritório, quando trabalhavam juntos, ela dominava. Os clientes a procuravam em vez dele. Ele percebia-se preterido. Quando ela se afastou para lhe dar mais espaço, boa parte da clientela sumiu. Amanda sabia que ele não se sentia bem, mas seu objetivo não era atingi-lo, era conquistar os clientes, ser bem-sucedida. Sempre o respeitou, tanto que preferiu sair para não perdê-lo de vez. Mas ele não pensava da mesma forma: traiu-a com a secretária, indiscutivelmente mais feia e limitada. Ela nunca entendeu, não conseguiu perdoá-lo. Não via uma explicação lógica para aquela traição. 13

14 O HOMEM QUE QUERIA SER DEUS Decidiu recomeçar do zero em outra cidade. Não queria pensar na possibilidade de cruzar com os dois. Levou seus filhos e, com muita dificuldade, conseguiu se reerguer. Em oito anos tinha concluído seu mestrado e doutorado, comprado um apartamento, um carro, montado uma empresa de assistência e venda de computadores e ainda dava aulas, à noite, na universidade. Amanda é dona de uma voz suave e sensual. Sua presença é cativante. Seus cabelos são pretos e lisos, o que realça ainda mais sua pele clara, seu rosto corado, com feições delicadas. Alta e cheia de vitalidade, é percebida em qualquer lugar assim que chega. Alguns dizem até que sua beleza é perturbadora. Tem mãos macias e fascinantes olhos azuis, quase cinza, hipnotizantes, que parecem brilhar, mesmo quando tristes. Suas pernas bem torneadas e sua cintura afinada completam o desenho do seu corpo, que, mesmo com o passar dos anos, só ganhou mais sensualidade. Amanda é daquelas mulheres que, sem maquiagem, parecem mais bonitas, como se qualquer meio artificial fosse atrapalhar aquilo que já é belo. A vida nos prega inúmeras peças. Muitos mistérios constantemente nos rondam, nunca sabemos quando é o dia de perder ou o dia de ganhar. Por mais que tentemos planejar, temos de levar a vida como um barco pelo oceano, que precisa estar preparado tanto para enfrentar a mais plena calmaria como a mais tenebrosa tempestade. Jamais teremos certeza do que vem pela frente, mas precisamos continuar navegando, mesmo que muitas vezes não saibamos sequer para onde vamos e o que nos espera. Aquela manhã parecia como qualquer outra. Ela se preparava para seguir sua rotina sem imaginar que sua vida estava prestes a mudar. E muito. A partir daquele dia, Amanda teria contato com outro mundo, conheceria pessoas e lugares com que jamais sonhara. Como mais um desses mistérios, ela sentia algo estranho. Havia alguma coisa diferente no ar, não sabia explicar o que, mas como que se quisesse avisá-la. Ela saiu de casa e, em vez de ir ao escritório, foi até o parque Barigui. Estacionou o carro, desligou o celular e ficou es- 14

15 LUCIANO DALLO cutando música, admirando a paisagem e tentando identificar aquela sensação estranha. Estava num bom momento de sua vida. Alcançara certa estabilidade. Seus filhos haviam mudado para o Rio de Janeiro, onde moravam sozinhos. O mais velho, André, com dezenove anos, cursava administração de empresas e trabalhava com o pai. Rafael, o mais novo, com dezessete, acabava de entrar na faculdade de turismo e hotelaria. A empresa ia muito bem. Contava com vinte e cinco funcionários e começava a virar referência na produção de softwares para firmas de pequeno e médio porte, além de vender máquinas e fazer a manutenção delas. Apesar do bom rendimento que tinha, continuava com suas aulas na universidade, pois essa era uma forma de manter-se atualizada e, também, porque esse vínculo empregatício lhe dava segurança. O que lhe faltava era tempo para aproveitar mais a vida; naquele momento, porém, não via como mudar as coisas. Se tivesse de abrir mão de algo, seria da universidade, pois financeiramente representava muito pouco, mas sabia da importância psicológica daquele vínculo. Quem já passou dificuldades financeiras sabe disso; e ela o sabia, ainda mais agora que estava sozinha e não podia contar com ninguém. Amanda decidiu aguentar por mais alguns anos aquela rotina pesada, mesmo convivendo com muito estresse. Naquela manhã, fazia uma breve reflexão sobre sua vida, por tudo o que havia passado, suas novas conquistas, sobre os desafios que enfrentava. Saiu do parque e foi até a Igreja dos Passarinhos, um templo católico que fica no coração do bairro onde morava, o Champagnat, famoso pelos pássaros que cantam durante as pregações. Fazia um bom tempo que não ia à igreja em horários alternativos. Queria agradecer por aquela fase. Rezou e permaneceu alguns minutos em silêncio, contemplando a paz que havia naquele lugar. Já eram quase dez horas quando levantou e foi para a empresa. Ao estacionar seu carro, viu duas Mercedes pretas saírem. Estranhou aquilo, ainda mais quando encontrou sua secretária, que estava a mil. 15

16 O HOMEM QUE QUERIA SER DEUS Dona Amanda, onde a senhora estava? Liguei diversas vezes em seu celular e caiu na caixa postal. Tentei na sua casa e nada. Aconteceu alguma coisa? Por que não me avisou que atrasaria? Calma, Ângela, está tudo bem. Por que esse nervosismo todo? É que muitas pessoas ligaram, e, há pouco, esteve aqui um americano procurando pela senhora. Estava com uma comitiva. Perguntei se poderia ajudar, mas ele falou que era particular. Amanda ficou um instante em silêncio, até que de repente a ficha caiu. Um turbilhão de sensações e imagens foi surgindo em sua mente. A senhora está bem, dona Amanda? Você disse que um americano esteve aqui? Sim, ele quis saber se a senhora trabalhava aqui. Eu disse que sim, aí ele me mostrou um papel com seu nome e perguntou se era daquela forma que escrevia, e eu confirmei. Então ele pediu a sua idade, claro que eu não falei, mas ele me surpreendeu dizendo que era quarenta e três. Aí eu confirmei. Fiz errado? Qual era o nome dele? Ele não quis dizer. Como não quis dizer? Simplesmente não disse, e olha que perguntei mais de uma vez. Mas ele vai retornar. E como ele era? Ai, dona Amanda, não prestei muita atenção, o telefone não parava de tocar, eu não sabia que era tão importante para a senhora, sem falar que havia mais três homens com ele. Amanda ficou zonza. Foi até seu escritório e sentou-se. Só podia ser uma pessoa, e ela sabia quem. Por mais difícil que fosse acreditar. Ângela trouxe um copo d água. Me diga o que está acontecendo, quem é essa pessoa? 16

17 LUCIANO DALLO Amanda não escutava. Afundou-se em sua cadeira, assustada: aquilo não parecia ser verdade. Sentia sua pele arrepiada, seu coração pulsando cada vez mais rápido. Levantou-se e tentou se controlar andando em círculos pela sua sala. Foi até o lavabo para conferir a maquiagem. Ao se olhar no espelho, viu sua imagem de vinte e cinco anos atrás refletida. O passado estava voltando sem pedir licença. De repente, ela fechou os olhos e, ao abri-los, voltou ao presente e viu algumas rugas em seu rosto. Pôs as mãos na cintura e percebeu o quanto sua silhueta havia mudado. Dona Amanda, estou preocupada, quem é este homem? A senhora está bem? O que mais ele disse? Falou muito pouco. Na saída, afirmou que voltaria ainda pela manhã. Por favor, me deixe sozinha. Não quero falar com ninguém. Assim que ele chegar, me avise. Pensou em sair dali, não estava preparada para esse encontro. Passou boa parte de sua vida esperando por isso e, de repente, acontece, sem qualquer aviso. Ao mesmo tempo que queria, ela também não queria. O medo de frustrar esse sentimento parecia maior que a curiosidade de rever seu antigo amor. Muitas lembranças foram surgindo. Reencontrá-lo era o seu sonho, mas agora que poderia realizá-lo muitos questionamentos surgiam. Justamente agora que minha vida começa a se estabilizar? Mas e se quiser apenas me ver? Como ele deve estar? Será que gostará de mim como sou hoje? Por mais assustada que estivesse, ficou radiante com a notícia. Nunca fora tão feliz quanto nos meses que o namorara. Esse breve relacionamento a marcara muito. Das poucas certezas que tinha em sua vida, uma era a de que errara ao não ficar com ele. Independentemente de dinheiro ou qualquer coisa. Naquela época, tinha garra e coragem 17

18 O HOMEM QUE QUERIA SER DEUS para enfrentar qualquer dificuldade. Amou-o demais. Mesmo com algumas atitudes que ela não entendia, como seu ego inflado, sua arrogância, seu modo bruto de lidar com as pessoas, ela o amou. Via por detrás daquela armadura um homem frágil, sonhador, inquieto e que a amava como nenhum outro amou. Trinta minutos depois, o telefone tocou. Ele estava ali. Ela respirou fundo e pediu que entrasse. Estava tremendo. Aqueles foram os instantes mais longos de sua vida. A porta foi se abrindo e ela, meio que de reflexo, foi se levantando, mas, para sua surpresa, não era quem esperava. Bom dia, dona Amanda disse o senhor misturando espanhol com português. Quem é esse cara? ela pensou, assim que caiu sentada em sua cadeira. A senhora é Amanda, não é? Bom dia, sou Amanda disse, percebendo que ele estava muito contente e transmitia uma imagem de realização. Era alto, tinha cabelos grisalhos e aparentava mais de setenta anos, mas demonstrava boa saúde. Se desejar, podemos conversar em inglês completou, enquanto o analisava. Eu sei disso respondeu ele em inglês. Espantada, ela perguntou: O que o senhor deseja? Primeiro quero dizer que é uma honra estar na sua presença. Há anos estou a sua procura. Vasculhei o Rio de Janeiro e só agora consegui encontrá-la aqui em Curitiba. Sim, eu morava lá. E o senhor quem é? Eu sou David Wallace, trabalho com o dr. Norman Orrow, que há muitos anos me fez um pedido especial para que eu viesse ao Brasil buscá-la, conforme uma promessa que lhe fez. Como é que é? 18

19 LUCIANO DALLO Sim, segundo ele, em 1980, a senhora esteve nos Estados Unidos para fazer um curso de inglês e lá o conheceu. Norman prometeu que, quando ficasse rico, a buscaria, e ele ficou, dona Amanda, muito rico mesmo. Por isso estou aqui. Como sempre, ele quer cumprir sua promessa. Amanda ficou muda. Senhora, isso é ou não verdade? Sim, desculpe, é que o senhor me pegou de surpresa, não podia imaginar que realmente fosse acontecer. Naquela época, vivemos uma paixão muito intensa, coisa de jovem, mas eu o achava muito louco, na verdade não conseguia confiar nele o suficiente para ficar lá; eu tinha minha vida aqui, meus pais me esperavam, e ele era apenas um jovem sonhador dizendo que conquistaria o mundo. É, o mundo ele ainda não conquistou, mas uma boa parte dele sim. É uma pessoa iluminada, está acima de nossa concepção. Confesso que é a pessoa mais extraordinária que conheci, e olhe que foi há muito tempo. Ele é capaz de coisas que até... bom, deixa pra lá. Se der tudo certo, a senhora poderá revê-lo em breve com os próprios olhos. Vamos devagar, tenho muito trabalho aqui no Brasil. Talvez não seja uma boa ideia. Wallace sorriu. Você está rindo do quê? Não me leve a mal, dona Amanda. Estamos nos conhecendo agora. Mas acho que não devia perder essa oportunidade. Não serei capaz de expor em palavras a dimensão do que irá encontrar, do quanto sua vida pode mudar, de quantas mulheres no mundo dariam tudo para estar no seu lugar. Sem falar que, se conheço bem o dr. Norman, ele dará um jeito para que a senhora vá. Ele consegue tudo o que quer, a um custo alto, às vezes, mas consegue. Sei que é difícil para a senhora entender o que estou dizendo, talvez esteja até sendo grosseiro, tenho essa consciên- 19

20 O HOMEM QUE QUERIA SER DEUS cia, quem sou eu para vir aqui lhe dizer o que deve ou não fazer, mas sei o que estou dizendo. Veja só, acho que você não está me entendendo. O que eu senti pelo Norman é algo muito especial, algo que não senti por nenhum outro homem, nem mesmo pelo pai dos meus filhos. Mas, sinceramente, eu preciso pensar. Até porque a Amanda que ele mandou buscar é aquela de vinte e cinco anos atrás. Eu mudei muito de lá pra cá. Em todos os sentidos. Há coisas que é melhor deixar no passado. Tenho minha vida aqui, meus filhos, minhas coisas, não posso largar tudo de repente e sair atrás de um amor do passado, não sou uma jovem inconsequente. A senhora tem razão, mas, neste caso, o passado veio até a senhora. Preciso pensar. Dê-me um tempo. Deixe o endereço do Norman e o telefone que, se resolver ir, eu ligo e combino. Até porque eu teria que renovar meu visto, comprar passagem e tantas outras coisas que envolvem uma viagem. Acho que ainda não entendeu com quem está lidando. Desculpe, senhora, não quero ser agressivo, apenas conheço um pouco o dr. Norman e sei que não será bom que eu volte sozinho. Tenha certeza de que não irá se arrepender. Estou com um dos jatos dele esperando no aeroporto. Quanto ao visto americano e quaisquer outras despesas, inclusive do seu trabalho, isso é bobagem. Só me diga de quanto e do que precisa. Se o Norman quer tanto me ver, por que não vem ao Brasil? Não quero assustá-la e, se não quiser ir, não irá, pelo menos comigo, não. Só estou tentando abreviar as coisas. Depois de revê-lo, entenderá por que é tão complicado ele vir ao Brasil. Sem falar que o dr. Norman ainda não sabe que a encontrei, será uma surpresa. Vamos combinar o seguinte. Vou lhe dar um dia para pensar. Amanhã eu volto e conversamos melhor. Não nos conhecemos ainda, mas saiba que sou uma pessoa de bem. Eu escolhi estar ao lado desse homem, e o fiz porque sei o quanto ele ajuda milhares de pessoas e desejo muito poder realizar o sonho deste que faz tanto pelo outros. 20

21 LUCIANO DALLO Nossa, vendo o senhor falar assim, nem parece o Norman que eu conheci. Na época ele se preocupava mais consigo mesmo do que com qualquer um. Aliás, esse foi um dos motivos que me levaram a voltar; ele parecia ser um grande egoísta, audacioso demais, uma pessoa meio inconsequente. É um homem de muitas faces. Talvez essa seja uma delas. Eu próprio não conheço todas, mas vejo nessa pessoa enigmática mais coisas boas do que más. Um dia é muito pouco. Tenho que dar aula hoje à noite. Meu contato no Brasil vai resolver tudo isso pra senhora, já lhe disse, me diga o que precisa que nós resolvemos. Esse seu contato vai dar aula no meu lugar? Não, senhora, mas vai providenciar alguém para fazê-lo enquanto estiver fora, assumindo qualquer ônus financeiro para a senhora ou para a instituição. Ele está aí fora me esperando, posso chamá-lo? Não é preciso, vou pedir a uma colega para que me substitua. Encontramo-nos aqui amanhã, às onze horas, só não lhe garanto que a resposta será positiva. De qualquer forma vou lhe deixar este aparelho de telefone celular. Só tem o meu número na agenda. Ligue se precisar de algo ou se tiver qualquer dúvida. Estou a sua disposição, e lembre que sairemos assim que decidir. Foi um grande prazer conhecê-la. O prazer foi meu. Assim que Wallace saiu, Amanda pôde respirar. Sabia que sua vida mudaria muito a partir daquele dia. Não sabia explicar o porquê, mas aquele homem lhe passou confiança, percebeu que estava sendo sincero. Teve empatia por ele, e esse era um bom começo. Sua primeira atitude foi ligar seu computador e procurar no Google pelo nome Norman Orrow. Quantas noites tentou, em vão, lembrar esse sobrenome! 21

22 O HOMEM QUE QUERIA SER DEUS Assim que clicou enter, páginas e mais páginas surgiram. Mais de quinhentas mil citações. Logo na primeira apareceu o que ela mais queria ver uma foto de Norman. Como ele estava bonito, cheio de vida. Parecia brilhar. Amanda pensou que talvez estivesse influenciada pelas palavras de Wallace, de forma que Norman parecesse maior do que realmente era. Tinha de tudo ali. Links para os mais diversos tipos de empresa. Logo Ângela entrou: A senhora vai sair para almoçar ou quer que eu peça algo? Num piscar de olhos, Amanda voltou a sua realidade. Parecia estar sonhando, mas o telefone colocado em cima da sua mesa por Wallace e a foto de Norman na tela deixavam claro que aquilo tudo era real. Amanda ficou olhando para Ângela, tentando lembrar o que ela havia perguntado. O que você disse mesmo? Quero saber se a senhora quer que eu peça algo para comer. Quero sim, mas mande entregar em casa, preciso ficar só. Está acontecendo alguma coisa, dona Amanda, posso ajudá-la? Não pode, Ângela, terei que resolver isso sozinha. Obrigada. Amanda saiu e deixou o computador ligado com a foto de Norman na tela. Muitos pensamentos surgiam em sua mente, estava meio que em estado de choque, tanto que não percebeu um carro preto que a seguiu até em casa. Mal beliscou a comida, tão perturbada que estava com tudo o que acontecera naquela manhã. Parecia que uma eternidade havia se passado desde que saíra de casa. Tudo estava mudando muito rápido. As coisas que lhe eram importantes, como seu trabalho e todas as suas implicações e responsabilidades, haviam perdido o valor. Ela só conseguia pensar em uma pessoa: Norman. Foi uma tarde nostálgica, lembrou os momentos que passaram 22

23 LUCIANO DALLO juntos em Nova Iorque. Uma paixão rápida, mas intensa. Lembrou-se também de quantas vezes pensara em fazer a loucura de abandonar tudo e ir atrás dele. Seu grande amor. Quantas vezes pensou tê-lo visto por aí, em desconhecidos. Quantos homens foram confundidos. Quantas frustrações. Sentiu seu coração bater em outra cadência, como há muito não sentia. Algumas dúvidas surgiam: Como será esse encontro? De que forma irá reagir ao me ver? Sobre o que vamos conversar? Será que casou? Tem filhos? Será que sabe dos meus filhos? Será que vai me aceitar assim como sou hoje? E se for uma frustração para ambos? Aquele sentimento que existiu entre nós irá aflorar novamente? Por mais que sua maturidade lhe dissesse que só havia uma maneira de descobrir essas respostas, o medo da decepção era muito grande, talvez deixasse feridas difíceis de cicatrizar. O fato de estar muito rico também a incomodava, pois era humana, e a tentação lhe trazia dúvidas sobre seus próprios sentimentos. Talvez estivesse empolgada em ter seus desejos realizados como ele havia prometido. Não queria pensar nisso, mas pensava. Não queria ser hipócrita consigo mesma. Afinal de contas, quem não gostaria de ficar rica de repente? Ao mesmo tempo, precisava ter cuidado, pois um homem como ele perceberia logo se seus sentimentos não fossem reais. E se ele estivesse pobre, eu teria o mesmo interesse? Dúvida cruel. Sua vida já tinha problemas demais, precisava de alguém que viesse para somar. Mas sendo assim não seria amor verdadeiro. Seria? Será que nos apaixonamos pelo homem ou pelo que ele tem e representa? Será que o que nos atrai é o ser em si ou o pacote completo que o acompanha? Essas respostas, ela não as tinha, mas sabia do efeito que teria para sua vida estar ao lado de um homem poderoso. O que minhas amigas vão pensar? E o Marcelo? Este finalmente verá o que perdeu, ficará frustrado ao ver que encontrei um homem muito melhor que ele. Pare com isso, Amanda, que pensamentos mais sórdidos são esses? 23

24 O HOMEM QUE QUERIA SER DEUS Amanda se flagrava cada vez mais humana e percebia que precisava ir com cuidado, pois poderia dar tudo errado e, quanto maior sua empolgação, maior seria sua frustração. Enfim, desde o início ela sabia que aceitaria o convite para rever Norman, sentia que valeria a pena correr esse risco. Devia isso a ela, mas precisava de tempo para saber a melhor maneira de fazer isso. Se eu aceitar de pronto não parecerei fácil demais? Será que ele não vai pensar que fui por causa do seu dinheiro? Mas e se eu não for e ele desistir de mim? Mulher é o que não deve faltar em sua volta. O que tenho a perder? Amanda sabia que só havia uma forma de descobrir, e que muitas respostas só viriam com o tempo. Sabia também que a possibilidade de dar certo era grande, pois o fato de ele a procurar demonstrava que ela significara tanto para ele quanto ele para ela. Lógico que Norman estar rico fazia muita diferença, mas quando o conhecera a realidade era outra e, nesse contexto, ela o amara intensamente com o único interesse de ser correspondida. Por outro lado, os interesses e expectativas de uma mulher de quarenta e três anos são muito diferentes dos de uma mulher de dezoito anos. Enfim, Amanda decidiu pagar para ver. Já havia perdido muitas oportunidades em sua vida. Daria essa chance aos dois. Logo começou a preparar as coisas para a viagem. Resolveu que não contaria o motivo para ninguém, por enquanto não. Ligou para Wallace para comunicá-lo: Sr. David Wallace? Sim. É Amanda Rossi, estou ligando para informar que vou com o senhor. Podemos partir assim que eu conseguir renovar meu visto. Que boa notícia. Quanto ao visto, o meu contato resolve para a senhora. Podemos sair amanhã. O que acha? 24

25 LUCIANO DALLO Amanhã? É impossível. Para obter o visto é preciso um agendamento no consulado, o que geralmente demora, sem falar que é no Rio de Janeiro. Não se preocupe, não é problema para nós, apenas entregue o passaporte que ele resolve isso para você. Mas e a entrevista? Confie em mim. A única coisa que precisa fazer é entregar o passaporte, mais nada. Amanda achou tudo muito estranho, na verdade duvidou que aquilo realmente fosse possível. Só se ele conhecer algum embaixador, mas, mesmo assim, como renovarão sem a minha presença? Será que não terei problemas? Bom, se estão falando que conseguem, quem sou eu para duvidar? Tudo bem, como faço para encontrá-lo? Ele está na portaria do seu prédio. Entregue a ele, que dará um jeito nisso até amanhã. Tem alguém na portaria do meu prédio? perguntou assustada. Calma, dona Amanda, talvez a senhora ainda não tenha percebido o quão importante é para mim. É uma questão de segurança. Por que você não me avisou? Não acho isso legal, não gosto de ser vigiada. Veja pelo lado bom, isso só está acontecendo porque a senhora é muito importante para o dr. Norman. Ele não me perdoaria se lhe acontecesse algo. Preciso saber o que devo levar, me preparo para uma semana? O que o senhor acha? Não se preocupe com coisas, leve o menos que puder. Quanto ao tempo, confesso que não sei. Isso não dependerá de mim. Vou até a universidade para pedir meu afastamento temporário 25

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a João do Medo Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a mamãe dele. Um dia, esse menino teve um sonho ruim com um monstro bem feio e, quando ele acordou, não encontrou mais

Leia mais

017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997.

017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997. 017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997. Acordei hoje como sempre, antes do despertador tocar, já era rotina. Ao levantar pude sentir o peso de meu corpo, parecia uma pedra. Fui andando devagar até o banheiro.

Leia mais

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

QUAL É A SUA MAIOR DÚVIDA?

QUAL É A SUA MAIOR DÚVIDA? QUAL É A SUA MAIOR DÚVIDA? Sonhos, Execução e Responsabilidade. ROBERTO FERMINO (ROCO) Q uer saber... Esta semana você é minha prioridade! Fiquei tão movido pelas dúvidas e mensagens de apoio que o mínimo

Leia mais

O Ponto entrevista Letícia Odorizi, aprovada em 1º lugar para ATRFB!

O Ponto entrevista Letícia Odorizi, aprovada em 1º lugar para ATRFB! O Ponto entrevista Letícia Odorizi, aprovada em 1º lugar para ATRFB! A história da Letícia Odorizi, aprovada em 1º lugar para Analista Tributário da Receita Federal do Brasil, é mais uma das histórias

Leia mais

1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar

1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar 1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar nosso amor 4. Porque a gente discute nossos problemas

Leia mais

Eu, Você, Todos Pela Educação

Eu, Você, Todos Pela Educação Eu, Você, Todos Pela Educação Um domingo de outono típico em casa: eu, meu marido, nosso filho e meus pais nos visitando para almoçar. Já no final da manhã estava na sala lendo um livro para tentar relaxar

Leia mais

Fantasmas da noite. Uma peça de Hayaldo Copque

Fantasmas da noite. Uma peça de Hayaldo Copque Fantasmas da noite Uma peça de Hayaldo Copque Peça encenada dentro de um automóvel na Praça Roosevelt, em São Paulo-SP, nos dias 11 e 12 de novembro de 2011, no projeto AutoPeças, das Satyrianas. Direção:

Leia mais

Belo reparo. capítulo um. No Japão, eles têm o kintsugi a arte de remendar porcelanas. Hoje Nova York Apartamento de Cassandra Taylor

Belo reparo. capítulo um. No Japão, eles têm o kintsugi a arte de remendar porcelanas. Hoje Nova York Apartamento de Cassandra Taylor capítulo um Belo reparo Hoje Nova York Apartamento de Cassandra Taylor No Japão, eles têm o kintsugi a arte de remendar porcelanas preciosas com ouro. O resultado é uma peça que nitidamente foi quebrada,

Leia mais

All You Zombies. Baseado no conto original de Robert A. Heinlein, All You Zombies, 1959. Versão Portuguesa, Brasil. Wendel Coelho Mendes

All You Zombies. Baseado no conto original de Robert A. Heinlein, All You Zombies, 1959. Versão Portuguesa, Brasil. Wendel Coelho Mendes All You Zombies Wendel Coelho Mendes Versão Portuguesa, Brasil Baseado no conto original de Robert A. Heinlein, All You Zombies, 1959 Esse conto é minha versão sobre a verdadeira história de All You Zombies,

Leia mais

Assim nasce uma empresa.

Assim nasce uma empresa. Assim nasce uma empresa. Uma história para você que tem, ou pensa em, um dia, ter seu próprio negócio. 1 "Non nobis, Domine, non nobis, sed nomini Tuo da gloriam" (Sl 115,1) 2 Sem o ar Torna-te aquilo

Leia mais

10 segredos para falar inglês

10 segredos para falar inglês 10 segredos para falar inglês ÍNDICE PREFÁCIO 1. APENAS COMECE 2. ESQUEÇA O TEMPO 3. UM POUCO TODO DIA 4. NÃO PRECISA AMAR 5. NÃO EXISTE MÁGICA 6. TODO MUNDO COMEÇA DO ZERO 7. VIVA A LÍNGUA 8. NÃO TRADUZA

Leia mais

Onde você vai encontrar as suas futuras iniciadas?????

Onde você vai encontrar as suas futuras iniciadas????? Há 16 anos quando entrou na MK, a consagrada Diretora Nacional, Gloria Mayfield, não sabia como chegar ao topo, hoje ela dá o seguinte conselho. As lições que eu aprendi na Mary Kay para me tornar uma

Leia mais

Lucas Zanella. Collin Carter. & A Civilização Sem Memórias

Lucas Zanella. Collin Carter. & A Civilização Sem Memórias Lucas Zanella Collin Carter & A Civilização Sem Memórias Sumário O primeiro aviso...5 Se você pensa que esse livro é uma obra de ficção como outra qualquer, você está enganado, isso não é uma ficção. Não

Leia mais

Tudo que você precisa saber a respeito de Deus está esta escrito no Salmo 23. Tudo que você precisa saber a teu respeito está escrito no Salmo 23.

Tudo que você precisa saber a respeito de Deus está esta escrito no Salmo 23. Tudo que você precisa saber a teu respeito está escrito no Salmo 23. Tema: DEUS CUIDA DE MIM. Texto: Salmos 23:1-6 Introdução: Eu estava pesando, Deus um salmo tão poderoso até quem não está nem ai prá Deus conhece uns dos versículos, mas poderosos da bíblia e o Salmo 23,

Leia mais

Manifeste Seus Sonhos

Manifeste Seus Sonhos Manifeste Seus Sonhos Índice Introdução... 2 Isso Funciona?... 3 A Força do Pensamento Positivo... 4 A Lei da Atração... 7 Elimine a Negatividade... 11 Afirmações... 13 Manifeste Seus Sonhos Pág. 1 Introdução

Leia mais

www.rockstarsocial.com.br

www.rockstarsocial.com.br 1 1 Todos os Direitos Reservados 2013 Todas As Fotos Usadas Aqui São Apenas Para Descrição. A Cópia Ou Distribuição Do Contéudo Deste Livro É Totalmente Proibida Sem Autorização Prévia Do Autor. AUTOR

Leia mais

1. COMPLETE OS QUADROS COM OS VERBOS IRREGULARES NO PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO E DEPOIS COMPLETE AS FRASES:

1. COMPLETE OS QUADROS COM OS VERBOS IRREGULARES NO PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO E DEPOIS COMPLETE AS FRASES: Atividades gerais: Verbos irregulares no - ver na página 33 as conjugações dos verbos e completar os quadros com os verbos - fazer o exercício 1 Entrega via e-mail: quarta-feira 8 de julho Verbos irregulares

Leia mais

Alta Performance Como ser um profissional ou ter negócios de alta performance

Alta Performance Como ser um profissional ou ter negócios de alta performance Sobre o autor: Meu nome é Rodrigo Marroni. Sou apaixonado por empreendedorismo e vivo desta forma há quase 5 anos. Há mais de 9 anos já possuía negócios paralelos ao meu trabalho e há um pouco mais de

Leia mais

5Passos fundamentais. Conseguir realizar todos os seus SONHOS. para. Autora: Ana Rosa. www.novavitacoaching.com

5Passos fundamentais. Conseguir realizar todos os seus SONHOS. para. Autora: Ana Rosa. www.novavitacoaching.com 5Passos fundamentais para Conseguir realizar todos os seus SONHOS Autora: Ana Rosa www.novavitacoaching.com O futuro pertence àqueles que acreditam na beleza dos seus sonhos! Eleanor Roosevelt CONSIDERA

Leia mais

O mar de Copacabana estava estranhamente calmo, ao contrário

O mar de Copacabana estava estranhamente calmo, ao contrário epílogo O mar de Copacabana estava estranhamente calmo, ao contrário do rebuliço que batia em seu peito. Quase um ano havia se passado. O verão começava novamente hoje, ao pôr do sol, mas Line sabia que,

Leia mais

Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri.

Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri. Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri.com Página 1 1. HISTÓRIA SUNAMITA 2. TEXTO BÍBLICO II Reis 4 3.

Leia mais

RECADO AOS PROFESSORES

RECADO AOS PROFESSORES RECADO AOS PROFESSORES Caro professor, As aulas deste caderno não têm ano definido. Cabe a você decidir qual ano pode assimilar cada aula. Elas são fáceis, simples e às vezes os assuntos podem ser banais

Leia mais

HISTÓRIA DE SÃO PAULO. Alunos: Tatiana Santos Ferreira, Joyce Cruvello Barroso, Jennifer Cristine Silva Torres dos Santos, Sabrina Cruz. 8ª série.

HISTÓRIA DE SÃO PAULO. Alunos: Tatiana Santos Ferreira, Joyce Cruvello Barroso, Jennifer Cristine Silva Torres dos Santos, Sabrina Cruz. 8ª série. EE Bento Pereira da Rocha HISTÓRIA DE SÃO PAULO Alunos: Tatiana Santos Ferreira, Joyce Cruvello Barroso, Jennifer Cristine Silva Torres dos Santos, Sabrina Cruz. 8ª série. História 1 CENA1 Mônica chega

Leia mais

Você, no entanto, pode nos ajudar!

Você, no entanto, pode nos ajudar! Este livro pode ser adquirido por educação, negócios, vendas ou uso promocional. Embora toda precaução tenha sido tomada na preparação deste livro, o autor não assume nenhuma responsabilidade por erros

Leia mais

Fim. Começo. Para nós, o tempo começou a ter um novo sentido.

Fim. Começo. Para nós, o tempo começou a ter um novo sentido. Fim. Começo. Para nós, o tempo começou a ter um novo sentido. Assim que ela entrou, eu era qual um menino, tão alegre. bilhete, eu não estaria aqui. Demorei a vida toda para encontrá-lo. Se não fosse o

Leia mais

Os dois foram entrando e ROSE foi contando mais um pouco da história e EDUARDO anotando tudo no caderno.

Os dois foram entrando e ROSE foi contando mais um pouco da história e EDUARDO anotando tudo no caderno. Meu lugar,minha história. Cena 01- Exterior- Na rua /Dia Eduardo desce do ônibus com sua mala. Vai em direção a Rose que está parada. Olá, meu nome é Rose sou a guia o ajudara no seu projeto de história.

Leia mais

Não é o outro que nos

Não é o outro que nos 16º Plano de aula 1-Citação as semana: Não é o outro que nos decepciona, nós que nos decepcionamos por esperar alguma coisa do outro. 2-Meditação da semana: Floresta 3-História da semana: O piquenique

Leia mais

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar MELHORES MOMENTOS Expressão de Louvor Acordar bem cedo e ver o dia a nascer e o mato, molhado, anunciando o cuidado. Sob o brilho intenso como espelho a reluzir. Desvendando o mais profundo abismo, minha

Leia mais

O livro. Todos diziam que ele era um homem só e evasivo. Fugia de tudo e de todos. Vivia

O livro. Todos diziam que ele era um homem só e evasivo. Fugia de tudo e de todos. Vivia O livro Vanderney Lopes da Gama 1 Todos diziam que ele era um homem só e evasivo. Fugia de tudo e de todos. Vivia enfurnado em seu apartamento moderno na zona sul do Rio de Janeiro em busca de criar ou

Leia mais

ENTREVISTA MARCOS MARINO 33º COLOCADO AFRFB / 2012

ENTREVISTA MARCOS MARINO 33º COLOCADO AFRFB / 2012 ENTREVISTA MARCOS MARINO 33º COLOCADO AFRFB / 2012 Olá, amigos do Estratégia! Como diz meu amigo Sérgio Mendes, como é bom estar aqui! Hoje irei entrevistar o Marcos Marino, aluno do Estratégia Concursos

Leia mais

08. Camilo Alfredo Faigle Vicari

08. Camilo Alfredo Faigle Vicari 08. Camilo Alfredo Faigle Vicari Nascido em São Paulo, em 1976, é biólogo e estudante de mestrado na UNIFESP. Em 26 de agosto de 2010 recebi Camilo numa sala de reuniões da UNIFESP. Ele chegou às 18h e

Leia mais

Superando Seus Limites

Superando Seus Limites Superando Seus Limites Como Explorar seu Potencial para ter mais Resultados Minicurso Parte VI A fonte do sucesso ou fracasso: Valores e Crenças (continuação) Página 2 de 16 PARTE 5.2 Crenças e regras!

Leia mais

Como conversar com possíveis iniciadas

Como conversar com possíveis iniciadas Como conversar com possíveis iniciadas Convidar outras mulheres a tornarem-se consultoras é uma atividade chave para quem quer tornar-se diretora. Aprenda como fazer a entrevista de iniciação, ou seja:

Leia mais

MEU TIO MATOU UM CARA

MEU TIO MATOU UM CARA MEU TIO MATOU UM CARA M eu tio matou um cara. Pelo menos foi isso que ele disse. Eu estava assistindo televisão, um programa idiota em que umas garotas muito gostosas ficavam dançando. O interfone tocou.

Leia mais

OS 3 PASSOAS PARA O SUCESSO NA SEGURANÇA PATRIMONIAL

OS 3 PASSOAS PARA O SUCESSO NA SEGURANÇA PATRIMONIAL WWW.SUPERVISORPATRIMONIAL.COM.BR SUPERVISOR PATRIMONIAL ELITE 1 OS 3 PASSOS PARA O SUCESSO NA CARREIRA DA SEGURANÇA PATRIMONIAL Olá, companheiro(a) QAP TOTAL. Muito prazer, meu nome e Vinicius Balbino,

Leia mais

11 Segredos para a Construção de Riqueza Capítulo II

11 Segredos para a Construção de Riqueza Capítulo II Capítulo II Mark Ford 11 Segredos para a Construção de Riqueza Capítulo Dois Como uma nota de $10 me deixou mais rico do que todos os meus amigos Das centenas de estratégias de construção de riqueza que

Leia mais

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele O Plantador e as Sementes Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele sabia plantar de tudo: plantava árvores frutíferas, plantava flores, plantava legumes... ele plantava

Leia mais

DESENGANO CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA

DESENGANO CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA DESENGANO FADE IN: CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA Celular modelo jovial e colorido, escovas, batons e objetos para prender os cabelos sobre móvel de madeira. A GAROTA tem 19 anos, magra, não

Leia mais

Page 1 of 7. Poética & Filosofia Cultural - Roberto Shinyashiki

Page 1 of 7. Poética & Filosofia Cultural - Roberto Shinyashiki Page 1 of 7 Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Ensino de Graduação Curso de Licenciatura Plena em Pedagogia Disciplina: Filosofia Cultural Educador: João Nascimento Borges Filho Poética & Filosofia

Leia mais

ALGUMAS DICAS SOBRE COMO ALCANÇAR O EMPREGO DOS SEUS SONHOS

ALGUMAS DICAS SOBRE COMO ALCANÇAR O EMPREGO DOS SEUS SONHOS ALGUMAS DICAS SOBRE COMO ALCANÇAR O EMPREGO DOS SEUS SONHOS Ao se levantar para trabalhar, pela manhã, todos enfrentamos, sentados na beira da cama, a mesma questão: eu seria mais feliz e satisfeito fazendo

Leia mais

Geração Graças Peça: A ressurreição da filha de Jairo

Geração Graças Peça: A ressurreição da filha de Jairo Geração Graças Peça: A ressurreição da filha de Jairo Autora: Tell Aragão Personagens: Carol (faz só uma participação rápida no começo e no final da peça) Mãe - (só uma voz ela não aparece) Gigi personagem

Leia mais

Concurso Literário. O amor

Concurso Literário. O amor Concurso Literário O Amor foi o tema do Concurso Literário da Escola Nova do segundo semestre. Durante o período do Concurso, o tema foi discutido em sala e trabalhado principalmente nas aulas de Língua

Leia mais

18 - A surpresa... 175 19 A fuga... 185 20 O atraso... 193 21 Vida sem máscaras... 197 22 - A viagem... 209 23 - A revelação...

18 - A surpresa... 175 19 A fuga... 185 20 O atraso... 193 21 Vida sem máscaras... 197 22 - A viagem... 209 23 - A revelação... Sumário Agradecimentos... 7 Introdução... 9 1 - Um menino fora do seu tempo... 13 2 - O bom atraso e o vestido rosa... 23 3 - O pequeno grande amigo... 35 4 - A vingança... 47 5 - O fim da dor... 55 6

Leia mais

Amor & Ódio. O que precisei deixar para trás e o que precisei fazer para conseguir entrar na Inglaterra A verdade nua e crua sem cortes!

Amor & Ódio. O que precisei deixar para trás e o que precisei fazer para conseguir entrar na Inglaterra A verdade nua e crua sem cortes! Londres Amor & Ódio O que precisei deixar para trás e o que precisei fazer para conseguir entrar na Inglaterra A verdade nua e crua sem cortes! Encontre seu guia sobre dia-a-dia em Londres, que inclui:

Leia mais

A Última Carta. Sempre achamos que haverá mais tempo. E aí ele acaba. (The Walking Dead)

A Última Carta. Sempre achamos que haverá mais tempo. E aí ele acaba. (The Walking Dead) A Última Carta Sempre achamos que haverá mais tempo. E aí ele acaba. (The Walking Dead) E la foi a melhor coisa que já me aconteceu, não quero sentir falta disso. Desse momento. Dela. Ela é a única que

Leia mais

8 Passos para o Recrutamento Eficaz. Por Tiago Simões

8 Passos para o Recrutamento Eficaz. Por Tiago Simões 8 Passos para o Recrutamento Eficaz Por Tiago Simões Uma das coisas que aprendi na indústria de marketing de rede é que se você não tem um sistema de trabalho que comprovadamente funcione, muito provavelmente

Leia mais

Sal, Pimenta, Alho e Noz Moscada.

Sal, Pimenta, Alho e Noz Moscada. Sal, Pimenta, Alho e Noz Moscada. Cláudia Barral (A sala é bastante comum, apenas um detalhe a difere de outras salas de apartamentos que se costuma ver ordinariamente: a presença de uma câmera de vídeo

Leia mais

Anderson: Bem, qual é o manete? Legge: Deve ser uma alavanca preta no centro do painel. Isso aí. Deixe a aeronave voar por si própria.

Anderson: Bem, qual é o manete? Legge: Deve ser uma alavanca preta no centro do painel. Isso aí. Deixe a aeronave voar por si própria. Bem, sejam todos muito bem-vindos aqui. E parabéns por estarem aqui neste final de semana. Porque eu acho, em minha experiência Alpha, que as duas coisas mais difíceis para as pessoas são, em primeiro

Leia mais

Por Tiago Bastos Quer Dinheiro Online? 1

Por Tiago Bastos Quer Dinheiro Online? 1 Por Tiago Bastos Quer Dinheiro Online? 1 Se não pode subir a montanha, torne-se uma. Por Tiago Bastos Quer Dinheiro Online? 2 ISSO ESTÁ ME GERANDO R$7.278,05 - R$10.588,38 POR SEMANA E VOCÊ PODE FAZER

Leia mais

Vida nova Jovens contam como superaram doenças graves. Depois de um câncer de mama aos 23 anos, Dolores Cardoso teve um filho, escreveu um livro e

Vida nova Jovens contam como superaram doenças graves. Depois de um câncer de mama aos 23 anos, Dolores Cardoso teve um filho, escreveu um livro e Sexta Vida nova Jovens contam como superaram doenças graves. Depois de um câncer de mama aos 23 anos, Dolores Cardoso teve um filho, escreveu um livro e mudou o rumo da vida profissional FOLHA DA SEXTA

Leia mais

Diogo Caixeta 6 PASSOS PARA CONSTRUIR UM NEGÓCIO DIGITAL DE SUCESSO! WWW.PALAVRASQUEVENDEM.COM WWW.CONVERSAODIGITAL.COM.BR

Diogo Caixeta 6 PASSOS PARA CONSTRUIR UM NEGÓCIO DIGITAL DE SUCESSO! WWW.PALAVRASQUEVENDEM.COM WWW.CONVERSAODIGITAL.COM.BR Diogo Caixeta 6 PASSOS PARA CONSTRUIR UM NEGÓCIO DIGITAL DE SUCESSO! WWW.PALAVRASQUEVENDEM.COM WWW.CONVERSAODIGITAL.COM.BR INTRODUÇÃO Você está cansado de falsas promessas uma atrás da outra, dizendo

Leia mais

LIÇÃO 8 MANSIDÃO: Agir com mansidão com todos

LIÇÃO 8 MANSIDÃO: Agir com mansidão com todos Lição 3: Alegria LIÇÃO 8 MANSIDÃO: Agir com mansidão com todos RESUMO BÍBLICO Gálatas 5:23; Gálatas 6:1; 2 Timóteo 2:25; Tito 3; 1 Pedro 3:16 Como seres humanos estamos sempre à mercê de situações sobre

Leia mais

MARIANA: Fátima? Você tem certeza que seu pai vai gostar? Ele é meio careta, apesar de que é uma linda homenagem.

MARIANA: Fátima? Você tem certeza que seu pai vai gostar? Ele é meio careta, apesar de que é uma linda homenagem. Pais e filhos 1º cena: música ambiente (início da música pais e filhos legião urbana - duas pessoas entram com um mural e começam a confeccionar com frases para o aniversário do pai de uma delas (Fátima),

Leia mais

Chantilly, 17 de outubro de 2020.

Chantilly, 17 de outubro de 2020. Chantilly, 17 de outubro de 2020. Capítulo 1. Há algo de errado acontecendo nos arredores dessa pequena cidade francesa. Avilly foi completamente afetada. É estranho descrever a situação, pois não encontro

Leia mais

MUDANÇA DE IMAGEM. Site Oficial: http://www.tfca.com.br E-mail: tfca@tfca.com.br

MUDANÇA DE IMAGEM. Site Oficial: http://www.tfca.com.br E-mail: tfca@tfca.com.br MUDANÇA DE IMAGEM Os dias que se seguiram não foram fáceis para mim. Isto porque eu não tinha a quem relatar o que me havia acontecido. Eu estava com medo de sair do meu corpo novamente, mas também não

Leia mais

É POSSÍVEL CONVIVER COM UM LOBO? Pr. Bullón. www.sisac.org.br

É POSSÍVEL CONVIVER COM UM LOBO? Pr. Bullón. www.sisac.org.br É POSSÍVEL CONVIVER COM UM LOBO? Pr. Bullón www.sisac.org.br "No capítulo 7 da epístola aos Romanos, encontramos o grito desesperado de um homem que não conseguia viver à altura dos princípios que conhecia.

Leia mais

Por Tiago Bastos 1. 3 Dicas Infalíveis Para Ganhar Dinheiro Online

Por Tiago Bastos 1. 3 Dicas Infalíveis Para Ganhar Dinheiro Online Por Tiago Bastos 1 3 Dicas Infalíveis Para Ganhar Dinheiro Online 3 Dicas Infalíveis Para Ganhar Dinheiro Online Se não pode subir a montanha, torne-se uma. Por Tiago Bastos 2 3 Dicas Infalíveis Para Ganhar

Leia mais

, como desenvolver o seu primeiro infoproduto

, como desenvolver o seu primeiro infoproduto Olá! Seja bem-vindo a essa série de três vídeos, onde eu quero mostrar exatamente como criar, como desenvolver e como fazer um marketing do seu próprio produto digital, criando um negócio altamente lucrativo

Leia mais

Solidão PROCURA-SE MULHER PROCURA-SE MULHER

Solidão PROCURA-SE MULHER PROCURA-SE MULHER Edna estava caminhando pela rua com sua sacola de compras quando passou pelo carro. Havia um cartaz na janela lateral: Ela parou. Havia um grande pedaço de papelão grudado na janela com alguma substância.

Leia mais

Perdão. Fase 7 - Pintura

Perdão. Fase 7 - Pintura SERM7.QXD 3/15/2006 11:18 PM Page 1 Fase 7 - Pintura Sexta 19/05 Perdão Porque, se vocês perdoarem as pessoas que ofenderem vocês, o Pai de vocês, que está no Céu também perdoará vocês. Mas, se não perdoarem

Leia mais

DESAFIOS CRIATIVOS E FASCINANTES Aula de Filosofia: busca de valores humanos

DESAFIOS CRIATIVOS E FASCINANTES Aula de Filosofia: busca de valores humanos DESAFIOS CRIATIVOS E FASCINANTES Aula de Filosofia: busca de valores humanos Glorinha Aguiar glorinhaaguiar@uol.com.br Eu queria testar a metodologia criativa com alunos que eu não conhecesse. Teria de

Leia mais

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS. Idade na admissão.

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS. Idade na admissão. REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO Código Entrevista: 2 Data: 18/10/2010 Hora: 16h00 Duração: 23:43 Local: Casa de Santa Isabel DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS Idade

Leia mais

MERGULHO de Betina Toledo e Thuany Motta

MERGULHO de Betina Toledo e Thuany Motta MERGULHO de Betina Toledo e Thuany Motta Copyright Betina Toledo e Thuany Motta Todos os direitos reservados juventudecabofrio@gmail.com Os 13 Filmes 1 MERGULHO FADE IN: CENA 1 PRAIA DIA Fotografia de

Leia mais

Para gostar de pensar

Para gostar de pensar Rosângela Trajano Para gostar de pensar Volume III - 3º ano Para gostar de pensar (Filosofia para crianças) Volume III 3º ano Para gostar de pensar Filosofia para crianças Volume III 3º ano Projeto editorial

Leia mais

Capa e Diagramação Jordane Mendes Nicole Ferreira. Texto Naraiany Almeida

Capa e Diagramação Jordane Mendes Nicole Ferreira. Texto Naraiany Almeida Capa e Diagramação Jordane Mendes Nicole Ferreira Texto Naraiany Almeida Nicole Ferreira Ilustrações Davi Vinícius dos Santos Gomes Ítalo Gabriel Pimenta Italon Antunes Barreto Jéssica Pâmela de Souza

Leia mais

Alô, alô. www.bibliotecapedrobandeira.com.br

Alô, alô. www.bibliotecapedrobandeira.com.br Alô, alô Quero falar com o Marcelo. Momento. Alô. Quem é? Marcelo. Escuta aqui. Eu só vou falar uma vez. A Adriana é minha. Vê se tira o bico de cima dela. Adriana? Que Adriana? Não se faça de cretino.

Leia mais

FUGA de Beatriz Berbert

FUGA de Beatriz Berbert FUGA de Beatriz Berbert Copyright Beatriz Berbert Todos os direitos reservados juventudecabofrio@gmail.com Os 13 Filmes 1 FUGA FADE IN: CENA 1 PISCINA DO CONDOMÍNIO ENTARDECER Menina caminha sobre a borda

Leia mais

Transcriça o da Entrevista

Transcriça o da Entrevista Transcriça o da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Ex praticante Clarice Local: Núcleo de Arte Grécia Data: 08.10.2013 Horário: 14h Duração da entrevista: 1h COR PRETA

Leia mais

O dia em que parei de mandar minha filha andar logo

O dia em que parei de mandar minha filha andar logo O dia em que parei de mandar minha filha andar logo Rachel Macy Stafford Quando se está vivendo uma vida distraída, dispersa, cada minuto precisa ser contabilizado. Você sente que precisa estar cumprindo

Leia mais

Você já teve a experiência de enviar um email e, em pouco tempo, ver pedidos de orçamento e vendas sendo concretizadas?

Você já teve a experiência de enviar um email e, em pouco tempo, ver pedidos de orçamento e vendas sendo concretizadas? 2 Você já teve a experiência de enviar um email e, em pouco tempo, ver pedidos de orçamento e vendas sendo concretizadas? É SOBRE ISSO QUE VOU FALAR NESTE TEXTO. A maioria das empresas e profissionais

Leia mais

noite e dia marconne sousa

noite e dia marconne sousa noite e dia marconne sousa Mais uma noite na terra a terra é um lugar tão solitário cheio de pessoas, nada mais onde se esconderam os sentimentos? um dedo que aponta um dedo que desaponta um dedo que entra

Leia mais

O Menino do Futuro. Dhiogo José Caetano

O Menino do Futuro. Dhiogo José Caetano O Menino do Futuro Dhiogo José Caetano 1 Início da história Tudo começa em uma cidade pequena do interior de Goiás, com o nome de Uruana. Havia um garoto chamado Dhiogo San Diego, um pequeno inventor que

Leia mais

Titulo - VENENO. Ext Capital de São Paulo Noite (Avista-se a cidade de cima, forrada de prédios, algumas luzes ainda acesas).

Titulo - VENENO. Ext Capital de São Paulo Noite (Avista-se a cidade de cima, forrada de prédios, algumas luzes ainda acesas). Titulo - VENENO Ext Capital de São Paulo Noite (Avista-se a cidade de cima, forrada de prédios, algumas luzes ainda acesas). Corta para dentro de um apartamento (O apartamento é bem mobiliado. Estofados

Leia mais

QUASE NADA Peça de Marcos Barbosa marcosbarbosa@hotmail.com

QUASE NADA Peça de Marcos Barbosa marcosbarbosa@hotmail.com QUASE NADA Peça de Marcos Barbosa marcosbarbosa@hotmail.com Antônio, Sara, Vânia e César. Sala da casa de Antônio e Sara. 1 Um longo silêncio. ANTÔNIO. Vai me deixar falando sozinho? Sara o fita e fica

Leia mais

História Para as Crianças. A menina que caçoou

História Para as Crianças. A menina que caçoou História Para as Crianças A menina que caçoou Bom dia crianças, feliz sábado! Uma vez, do outro lado do mundo, em um lugar chamado Austrália vivia uma menina. Ela não era tão alta como algumas meninas

Leia mais

ALEGRIA ALEGRIA:... TATY:...

ALEGRIA ALEGRIA:... TATY:... ALEGRIA PERSONAGENS: Duas amigas entre idades adolescentes. ALEGRIA:... TATY:... Peça infanto-juvenil, em um só ato com quatro personagens sendo as mesmas atrizes, mostrando a vida de duas meninas, no

Leia mais

MANUAL. Esperança. Casa de I G R E J A. Esperança I G R E J A. Esperança. Uma benção pra você! Uma benção pra você!

MANUAL. Esperança. Casa de I G R E J A. Esperança I G R E J A. Esperança. Uma benção pra você! Uma benção pra você! MANUAL Esperança Casa de I G R E J A Esperança Uma benção pra você! I G R E J A Esperança Uma benção pra você! 1O que é pecado Sem entender o que é pecado, será impossível compreender a salvação através

Leia mais

DOCE BALANÇO. Novela de Antonio Figueira. Escrita por. Antonio Figueira. Personagens deste capítulo: DIANA PADRE MARCOS D. SANTINHA BEATA 1 BEATA 2

DOCE BALANÇO. Novela de Antonio Figueira. Escrita por. Antonio Figueira. Personagens deste capítulo: DIANA PADRE MARCOS D. SANTINHA BEATA 1 BEATA 2 DOCE BALANÇO Novela de Antonio Figueira Escrita por Antonio Figueira Personagens deste capítulo: DIANA PADRE MARCOS D. SANTINHA BEATA 1 BEATA 2 DOCE BALANÇO CAPÍTULO 10 PÁGINA 1 DOCE BALANÇO CAPÍTULO 10

Leia mais

5 Eu vou fazer um horário certo para tomar meus remédios, só assim obterei melhor resultado. A TV poderia gravar algum programa?

5 Eu vou fazer um horário certo para tomar meus remédios, só assim obterei melhor resultado. A TV poderia gravar algum programa? Antigamente, quando não tinha rádio a gente se reunia com os pais e irmãos ao redor do Oratório para rezar o terço, isso era feito todas as noites. Eu gostaria que agora a gente faça isso com os filhos,

Leia mais

- Sinal de transito agora só em Angra comentou Sandrinha, minha esposa.

- Sinal de transito agora só em Angra comentou Sandrinha, minha esposa. Angra dos Reis Agosto 2013 Depois da viagem a Londres, Lisboa, Praga e Genebra, esta seria a primeira travessia marítima que eu iria participar. Como o pessoal do grupo Maratonas Aquáticas tinha conseguido

Leia mais

Escrito por. Guilherme guinor Cunha Ex-tenista profissional, campeão mundial de poker online FTOPS #35 e criador do método GuinorBets

Escrito por. Guilherme guinor Cunha Ex-tenista profissional, campeão mundial de poker online FTOPS #35 e criador do método GuinorBets s O 6 s o i cíp Prin Bá s o sic o d o ét M o D r o n s i t u e G B Escrito por Guilherme guinor Cunha Ex-tenista profissional, campeão mundial de poker online FTOPS #35 e criador do método Índice Quem

Leia mais

Nesse E-Book você vai aprender a lidar com aquelas situações chatas da nossa vida como psicólogos iniciantes em que tudo parece dar errado!

Nesse E-Book você vai aprender a lidar com aquelas situações chatas da nossa vida como psicólogos iniciantes em que tudo parece dar errado! Nesse E-Book você vai aprender a lidar com aquelas situações chatas da nossa vida como psicólogos iniciantes em que tudo parece dar errado! Aqueles primeiros momentos em que tudo que fazemos na clínica

Leia mais

Só que tem uma diferença...

Só que tem uma diferença... Só que tem uma diferença... Isso não vai ficar assim! Sei. Vai piorar. Vai piorar para o lado dela, isso é que vai! Por enquanto, só piorou para o seu, maninho. Pare de me chamar de maninho, Tadeu. Você

Leia mais

A criança preocupada. Claudia Mascarenhas Fernandes

A criança preocupada. Claudia Mascarenhas Fernandes A criança preocupada Claudia Mascarenhas Fernandes Em sua época Freud se perguntou o que queria uma mulher, devido ao enigma que essa posição subjetiva suscitava. Outras perguntas sempre fizeram da psicanálise

Leia mais

Geração Graças Peça: O livro das Parábolas A parábola do tesouro escondido (Mt 13:44)

Geração Graças Peça: O livro das Parábolas A parábola do tesouro escondido (Mt 13:44) Geração Graças Peça: O livro das Parábolas A parábola do tesouro escondido (Mt 13:44) Autora: Tell Aragão Colaboração: Marise Lins Personagens Menina Zé Bonitinho +++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Leia mais

Como é ser aprovado no vestibular de uma Universidade Pública, em que sabemos da alta concorrência entre os candidatos que disputam uma vaga?

Como é ser aprovado no vestibular de uma Universidade Pública, em que sabemos da alta concorrência entre os candidatos que disputam uma vaga? Abdias Aires 2º Ano EM Arthur Marques 2º Ano EM Luiz Gabriel 3º Ano EM Como é ser aprovado no vestibular de uma Universidade Pública, em que sabemos da alta concorrência entre os candidatos que disputam

Leia mais

Arte do Namoro - Manual de Como Seduzir pelo Telefone por Rico 2009-2010, Todos Direitos Reservados - Pg 1

Arte do Namoro - Manual de Como Seduzir pelo Telefone por Rico 2009-2010, Todos Direitos Reservados - Pg 1 Direitos Reservados - Pg 1 Aviso aos que se acham malandros, ou que querem ser processados ou parar na cadeia. Este livro é registrado com todos os direitos reservados pela Biblioteca Nacional. A cópia,

Leia mais

100 FRASES para um dia mais feliz. de Ana Flávia Miziara

100 FRASES para um dia mais feliz. de Ana Flávia Miziara 100 FRASES para um dia mais feliz de Ana Flávia Miziara Você está alegre? A vida está sorrindo para você? Você se lembrou de sorrir hoje? Lembre-se que a alegria é a fartura da vida e da mente. A vida

Leia mais

Região. Mais um exemplo de determinação

Região. Mais um exemplo de determinação O site Psicologia Nova publica a entrevista com Úrsula Gomes, aprovada em primeiro lugar no concurso do TRT 8 0 Região. Mais um exemplo de determinação nos estudos e muita disciplina. Esse é apenas o começo

Leia mais

Rio de Janeiro, 5 de junho de 2008

Rio de Janeiro, 5 de junho de 2008 Rio de Janeiro, 5 de junho de 2008 IDENTIFICAÇÃO Meu nome é Alexandre da Silva França. Eu nasci em 17 do sete de 1958, no Rio de Janeiro. FORMAÇÃO Eu sou tecnólogo em processamento de dados. PRIMEIRO DIA

Leia mais

Escrita Eficiente sem Plágio

Escrita Eficiente sem Plágio Escrita Eficiente sem Plágio Produza textos originais com qualidade e em tempo recorde Ana Lopes Revisão Rosana Rogeri Segunda Edição 2013 Direitos de cópia O conteúdo deste livro eletrônico tem direitos

Leia mais

OS 4 PASSOS ALTA PERFORMANCE A PARTIR DE AGORA PARA VOCÊ COMEÇAR A VIVER EM HIGHSTAKESLIFESTYLE.

OS 4 PASSOS ALTA PERFORMANCE A PARTIR DE AGORA PARA VOCÊ COMEÇAR A VIVER EM HIGHSTAKESLIFESTYLE. OS 4 PASSOS PARA VOCÊ COMEÇAR A VIVER EM ALTA PERFORMANCE A PARTIR DE AGORA HIGHSTAKESLIFESTYLE. Hey :) Gabriel Goffi aqui. Criei esse PDF para você que assistiu e gostou do vídeo ter sempre por perto

Leia mais

Três Marias Teatro. Noite (Peça Curta) Autor: Harold Pinter

Três Marias Teatro. Noite (Peça Curta) Autor: Harold Pinter Distribuição digital, não-comercial. 1 Três Marias Teatro Noite (Peça Curta) Autor: Harold Pinter O uso comercial desta obra está sujeito a direitos autorais. Verifique com os detentores dos direitos da

Leia mais

Flavia Mariano. Equilíbrio. a vida não faz acordos. 1ª Edição POD

Flavia Mariano. Equilíbrio. a vida não faz acordos. 1ª Edição POD Flavia Mariano Equilíbrio a vida não faz acordos 1ª Edição POD Petrópolis KBR 2011 Edição e revisão KBR Editoração APED Capa KBR Imagem da capa fotomontagem sobre arquivo Google Copyright 2011 Flavia Mariano

Leia mais

Este template é muito diferente e muito, mas muito especial!

Este template é muito diferente e muito, mas muito especial! Esta é nossa última sequência! Este template é muito diferente e muito, mas muito especial! Quero que você olhe para ele com olhos de águia e reflita, e muito, se ele realmente serve para o seu produto

Leia mais

Os 4 passos para ser aprovado no Exame de Certificação PMP

Os 4 passos para ser aprovado no Exame de Certificação PMP Os 4 passos para ser aprovado no Exame de Certificação PMP Andriele Ribeiro 1 Um passo de cada vez. Não consigo imaginar nenhuma outra maneira de realizar algo. Michael Jordan O alcance da certificação

Leia mais

Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa

Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa Olhando as peças Histórias de Deus:Gênesis-Apocalipse 3 a 6 anos Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa História Bíblica: Gênesis 41-47:12 A história de José continua com ele saindo da prisão

Leia mais

E-book Internet Marketing que Funciona Página 1

E-book Internet Marketing que Funciona Página 1 E-book Internet Marketing que Funciona Página 1 Produção Este E-book é Produzido por: Sérgio Ferreira, administrador do blog: www.trabalhandoonline.net Visite o site e conheça várias outras Dicas GRÁTIS

Leia mais

O Menino do futuro. Dhiogo José Caetano Uruana, Goiás Início da história

O Menino do futuro. Dhiogo José Caetano Uruana, Goiás Início da história O Menino do futuro Dhiogo José Caetano Uruana, Goiás Início da história Tudo começa em uma cidade pequena do interior de Goiás, com o nome de Uruana. Havia um garoto chamado Dhiogo San Diego, um pequeno

Leia mais