UNIVERSIDADE POSITIVO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE POSITIVO"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE POSITIVO CHAMADA DE PROJETOS PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA (PIC) CICLO EDITAL N o 117 de 03/04/2012 Art. 1 o A Reitoria da Universidade Positivo (UP) torna público o presente Edital de abertura de inscrições, para seleção de projetos para o Programa de Iniciação Científica (PIC) - ciclo Art. 2 o O PIC compreende o desenvolvimento de projetos nas seguintes modalidades: I Iniciação científica, que é um instrumento para estimular o engajamento com a pesquisa entre os estudantes de Graduação. Nesta perspectiva, a iniciação científica caracteriza-se como instrumento de apoio teórico e metodológico à realização de projeto de pesquisa e constitui um canal adequado de auxílio para a formação do interesse investigativo no aluno. II Iniciação tecnológica, que se caracteriza pela inserção dos estudantes de Graduação na pesquisa científica aplicada e visa ao desenvolvimento de produtos e processos. Ela constitui-se em um canal adequado de auxílio para a formação do interesse inovador no aluno, permitindo a conjugação da pesquisa com o empreendedorismo ou com o setor produtivo para o estabelecimento de um canal de relacionamento entre universidade e mercado. Art. 3 o Os projetos devem ter início em agosto de 2012 e conclusão em julho de 2013, sem possibilidade de prorrogação. Art. 4 o Cada projeto deve ter a indicação de apenas 1 (um) orientando. Parágrafo Único. O orientando pode ser substituído durante o projeto, até o 1 o dia útil de cada mês, mediante comunicação à coordenação do PIC. Art. o Os requisitos para participação no PIC são: I Para o Orientador: a) ser pesquisador com título de doutor ou com título de mestre, neste último caso desde que tenha produção científica, tecnológica ou cultural relevante nos últimos três anos, divulgada em veículos de comunicação da área e registradas no currículo Lattes; b) ser professor pertencente ao corpo docente da UP, com carga horária de 2 (duas) horas semanais para dedicação ao projeto, aprovada pelo coordenador do curso ao qual está vinculado; c) estar com currículo Lattes atualizado; d) estar em dia com projetos registrados anteriormente no Programa de Iniciação Científica (PIC) da instituição. 1

2 II Para o Orientando: a) estar regularmente matriculado em curso de Graduação; b) ter condições de dedicação semanal mínima de 12 horas para o desenvolvimento do projeto; c) ser selecionado e indicado pelo orientador; d) ter cursado, com bom aproveitamento, a juízo do orientador, as disciplinas necessárias para o desenvolvimento do trabalho proposto, a critério do orientador do projeto; e) estar com currículo cadastrado na Plataforma Lattes; f) não ter pendências em edições anteriores do PIC. Parágrafo único. Caso o projeto tenha coorientador, este deverá atuar como colaborador do projeto sem carga horária atribuída, ou dividir a carga horária do projeto com o orientador. Art. 6 o Os orientadores e orientandos aprovados no PIC deverão assumir os seguintes compromissos: I - Orientador a) dedicar duas horas por semana para orientar o projeto sob a sua supervisão; b) orientar o aluno, bolsista ou voluntário, nas distintas fases do projeto, incluindo a elaboração dos relatórios parcial e final, organização de material para apresentação de trabalhos no Encontro de Pesquisa e Iniciação Científica da UP (EPIC), em congressos e seminários externos; c) acompanhar as apresentações orais ou pôster dos alunos no EPIC; d) incluir o nome do orientando como coautor em trabalhos publicados e/ou apresentados em congressos e seminários; e) solicitar o cancelamento da participação do aluno ou do projeto no caso de estar impedido de continuar a orientação, por qualquer motivo; f) solicitar ao Comitê de Iniciação Científica, no prazo estabelecido no Edital, eventual desligamento e substituição do aluno sob sua orientação; g) avaliar, periodicamente, o(s) aluno(s) sob sua orientação, quanto à dedicação ao projeto e condições de finalização; h) entregar as fichas de acompanhamento trimestral, o relatório parcial e o relatório final do projeto, nos prazos estipulados, devidamente assinados. II - Orientando a) dedicar-se semanalmente ao desenvolvimento das atividades de pesquisa do projeto de pesquisa; 2

3 b) cumprir os prazos estipulados no cronograma de trabalho apresentado e atender às solicitações e determinações do orientador e do Comitê de Iniciação Científica e da Coordenação de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação; c) cumprir o plano de trabalho apresentado; d) participar das reuniões semanais de orientação com o orientador; e) elaborar relatório parcial e final de atividades, na forma e em períodos estipulados pelo Comitê de Iniciação Científica; f) participar do EPIC e em atividades propostas pelo orientador e pelo Comitê de Iniciação Cientifica, no âmbito da formação geral da pesquisa em que está inserida; g) apresentar o trabalho desenvolvido no EPIC 2013; Parágrafo único. Receberão certificados de participação no PIC apenas os orientandos e os orientadores que entregarem os relatórios parcial e final e apresentarem o trabalho no EPIC Art. 7 o Para inscrição, o orientador deverá preencher formulário eletrônico na intranet, com os seguintes campos: I - nome do orientador; II - quantidade de artigos completos publicados em periódicos Qualis A1, A2, B1, B2, B3, B4 e B, por estrato, nos últimos 3 anos. Poderão ser incluídos também artigos completos publicados em anais de Congressos que possuam classificação Qualis; III - nome do coorientador, se for o caso; IV - número da matrícula do orientando; V - curso a que está vinculado o projeto e o orientando; VI - título do projeto; VII - justificativa do projeto e breve revisão da literatura, com no máximo.000 caracteres; VIII - objetivos geral e específicos, com no máximo caracteres com espaço; IX - materiais e métodos, com no máximo.000 caracteres com espaço; X - resultados esperados, com no máximo caracteres com espaço; XI - plano de trabalho, detalhando as atividades e o cronograma de execução nos prazos deste edital, preenchido de acordo com os campos do formulário; XII - referências, com no máximo caracteres com espaço; XIII - orçamento dos materiais e demais insumos (exclusive equipamentos) a serem utilizados na pesquisa, cujo limite total é de R$ 1.000,00 (mil reais); XIV - informação sobre os espaços físicos (laboratórios) necessários à execução da pesquisa; 3

4 XV - número do protocolo de submissão ou do parecer de aprovação do projeto no respectivo Comitê de Ética. Art. 8 o Os projetos de pesquisa que envolvam animais ou humanos somente poderão ter início após parecer favorável do Comitê de Ética em Pesquisa (CEP) ou da Comissão de Ética no Uso de Animais (CEUA), sendo que o prazo usado para emissão do parecer não somará ao prazo total de 12 (doze) meses do PIC. Art. 9 o Os projetos serão avaliados pelo Comitê de Iniciação Científica, considerando-se os seguintes aspectos: Indicador Pontuação máxima I Projeto: 70 a) adequação aos objetivos da Iniciação Científica (IC) e Iniciação Tecnológica (IT) 10 b) relevância do tema 1 c) clareza dos objetivos 1 d) pertinência do título e) atualidade e coerência do levantamento da literatura f) adequação metodológica 1 g) qualidade da redação (coesão, coerência e ortografia) h) aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa e/ou da Comissão de Ética no Uso de Animais da Universidade Positivo (CEUA- UP), caso envolva humanos ou uso de animais. II Orientador: 30 a) Titulação; 10 b) Quantidade de publicações nos últimos 3 anos; d) Orientações concluídas de projetos de IC nos últimos 3 anos e) Orientações concluídas de trabalhos de conclusão de curso (TCC) nos últimos 3 anos Critério de pontuação Pré-requisito para admissão do projeto: aprovação pelo CEP ou CEUA. 10 Doutor = 10 pontos Mestre = pontos Ranking da quantidade de artigos em periódicos, definido nota a partir do maior número de publicações Ranking da quantidade de projetos concluídos de IC, definido nota 10 a partir do maior número de orientações Ranking da quantidade de trabalhos de conclusão concluídos de TCC, definido nota a partir do maior número de orientações 1 o Somente serão avaliados os projetos cujos candidatos a orientadores e a orientandos cumpram os requisitos definidos no art. o e com documentação solicitada completa, sendo que os demais serão rejeitados. 2 o Os projetos que não atingirem as condições mínimas de qualidade serão reprovados pelo Comitê de Iniciação Científica, de cuja decisão não caberá recurso. 4

5 Art. 10. Poderão ser concedidas bolsas de iniciação científica para os orientandos, de acordo com a cota a ser liberada pelo CNPq e pelo CAS, sendo concedidas de acordo com classificação pelos critérios de avaliação. 1 o Cabe ao orientador escolher e indicar, para bolsista, o aluno com perfil e desempenho acadêmico compatíveis com as atividades previstas observando princípios éticos e conflito de interesse. 2 o O orientando contemplado com bolsa não poderá ter vínculo empregatício, de estágio ou receber outro tipo de bolsa (exceto do PROUNI), devendo dedicar-se integralmente à atividade de pesquisa e desenvolvimento. 3 o O orientador poderá, com justificativa, substituir o orientando que não cumprir as obrigações previstas no art. 6 o até o primeiro dia útil do mês. 4 o É vedada a divisão da mensalidade de uma bolsa entre dois ou mais alunos. Art. 11. Os prazos relativos ao ciclo são: Atividade Prazo Responsável Inscrição do projeto 07/0/2012 Professor Avaliação dos projetos 0/06/2012 Comitê de Iniciação Científica Divulgação de resultados A partir de 30/06/2012 Execução do projeto De 01/08/2012 a 20/07/2013 Entrega da Ficha de Acompanhamento Trimestral 1º trimestre: 20/11/12 2º trimestre: 20/02/13 3º trimestre: 20/0/13 4º trimestre: 20/07/13 Coordenação de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação Orientador e orientando Orientador Entrega do Relatório Parcial 20/02/2013 Orientador Entrega do Relatório Final 20/06/2013 Orientador Entrega do Artigo 20/07/2013 Orientador Art. 12. Os resultados serão divulgados na Intranet e na página de Iniciação Científica da UP, no link: Art. 13. Os casos omissos serão resolvidos pela Reitoria. Curitiba, 03 de abril de Prof. José Pio Martins Reitor

APÊNDICE I EDITAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA 2016/2017

APÊNDICE I EDITAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA 2016/2017 APÊNDICE I EDITAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA 2016/2017 Pelo presente faz-se saber que estarão abertas, no período de 10 a 30 de junho de 2016, as inscrições para seleção de bolsistas do Programa Institucional

Leia mais

EDITAL DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA 2014

EDITAL DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA 2014 EDITAL DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA 2014 A Direção do Núcleo Acadêmica do Centro Universitário Monte Serrat, no uso de suas atribuições, torna público o Programa de Iniciação Científica

Leia mais

ESTADO DE ALAGOAS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação - PROPEP Fone: (82)

ESTADO DE ALAGOAS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação - PROPEP Fone: (82) ESTADO DE ALAGOAS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação - PROPEP Fone: (82) 3521-3379. E-mail: propep@uneal.edu.br PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

Leia mais

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC/ISB/FSMA 2016/2017

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC/ISB/FSMA 2016/2017 PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC/ISB/FSMA 2016/2017 EDITAL 01/2016 A Direção Acadêmica juntamente com a Coordenação de Pesquisa e Extensão torna público o presente Edital de abertura de inscrições,

Leia mais

EDITAL PIBIC / CNPq/ MAST 2013/2014 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PROPOSTA DE EDITAL

EDITAL PIBIC / CNPq/ MAST 2013/2014 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PROPOSTA DE EDITAL EDITAL PIBIC / CNPq/ MAST 2013/2014 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PROPOSTA DE EDITAL A Coordenação do PIBIC/CNPq/MCTI/MAST comunica aos interessados que estão abertas as inscrições

Leia mais

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PROIC EDITAL PROIC BOLSA

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PROIC EDITAL PROIC BOLSA PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PROIC EDITAL PROIC BOLSA 2015-2016 O Centro de Pesquisa convida professores orientadores com títulos (reconhecidos pela CAPES/MEC) de especialista, mestrado e doutorado

Leia mais

INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO SÃO JUDAS TADEU ISESJT. RESOLUÇÃO CONSUP Nº 03/2014 Floriano, 10 de janeiro de 2014.

INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO SÃO JUDAS TADEU ISESJT. RESOLUÇÃO CONSUP Nº 03/2014 Floriano, 10 de janeiro de 2014. INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO SÃO JUDAS TADEU ISESJT RESOLUÇÃO CONSUP Nº 03/2014 Floriano, 10 de janeiro de 2014. Fixa normas para o Programa de Iniciação Científica, no Instituto Superior de Educação

Leia mais

EDITAL PIBIC 2015/2016

EDITAL PIBIC 2015/2016 INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR MÚLTIPLO Credenciado pela Portaria n 2.535 de 19/08/04 - MEC CNPJ 05.379.062/0001-70 Avenida Boa Vista nº700 - Bairro: São Francisco CEP: 65631-350 Timon/MA Fone: 99 3212-2185

Leia mais

Edital 01/2016 Programa de Iniciação Científica

Edital 01/2016 Programa de Iniciação Científica Edital 01/2016 Programa de Iniciação Científica A Faculdade Promove de Minas Gerais, Faculdade Promove de Belo Horizonte, Faculdade Promove de Tecnologia,Escola de Engenharia Kennedy, Faculdade Kennedy

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO IFTM

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO IFTM INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TRIÂNGULO MINEIRO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E INOVAÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO IFTM Edital nº 02 de 2012 Convocação

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIC FACULDADE DAS AMÉRICAS EDITAL 2016/2

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIC FACULDADE DAS AMÉRICAS EDITAL 2016/2 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIC FACULDADE DAS AMÉRICAS EDITAL 2016/2 Abertura do Processo Seletivo para o Programa de Iniciação Científica da Faculdade das Américas Artigo 1 o A Diretoria

Leia mais

Regulamento do Programa de Iniciação Científica da UNIFEV - Centro Universitário de Votuporanga - PIC/UNIFEV

Regulamento do Programa de Iniciação Científica da UNIFEV - Centro Universitário de Votuporanga - PIC/UNIFEV Regulamento do Programa de Iniciação Científica da UNIFEV - Centro Universitário de Votuporanga - PIC/UNIFEV Capítulo I Das Disposições Preliminares Art. 1º - O Programa de Iniciação Científica da UNIFEV

Leia mais

Programa de Iniciação Científica da Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getulio Vargas PIC DIREITO SP

Programa de Iniciação Científica da Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getulio Vargas PIC DIREITO SP Programa de Iniciação Científica da Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getulio Vargas PIC DIREITO SP Edital n o 01/2016 Seleção de Projetos de Pesquisa A Coordenadoria do Mestrado Acadêmico e Pesquisa

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA OU DE DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DO PIBIC&T-UCB. Exercício: setembro 2011 a agosto 2012

EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA OU DE DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DO PIBIC&T-UCB. Exercício: setembro 2011 a agosto 2012 EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA OU DE DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DO PIBIC&T-UCB Exercício: setembro 2011 a agosto 2012 O Vice-Reitor de Pós-graduação, Pesquisa e Extensão da Universidade Castelo

Leia mais

EDITAL INICIAÇÃO CIENTÍFICA - UPE 2009

EDITAL INICIAÇÃO CIENTÍFICA - UPE 2009 EDITAL INICIAÇÃO CIENTÍFICA - UPE 2009 OBJETIVOS Promover o interesse pela pesquisa no campo da Ciência e Tecnologia, despertando a vocação científica e incentivando talentos entre estudantes de graduação,

Leia mais

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FACCAMP

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FACCAMP PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FACCAMP A iniciação científica é a integração das atividades de graduação e pós-graduação da Instituição que permite a iniciação do acadêmico de graduação na pesquisa científica.

Leia mais

EMBRAPA SOJA ANO 2015/2016 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E DE DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO

EMBRAPA SOJA ANO 2015/2016 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E DE DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO EDITAL PIBIC-PIBITI/CNPq DA EMBRAPA SOJA ANO 2015/2016 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E DE DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO PIBIC-PIBITI/CNPq DA EMBRAPA SOJA 1. DEFINIÇÃO

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA PROEC EDITAL BOLSAS DE EXTENSÃO E CULTURA 2009

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA PROEC EDITAL BOLSAS DE EXTENSÃO E CULTURA 2009 PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA PROEC EDITAL BOLSAS DE EXTENSÃO E CULTURA 2009 No período de 02 a 16 de fevereiro de 2009, estarão abertas as inscrições para bolsas de Extensão e Cultura, cujos resultados

Leia mais

RESOLUÇÃO TGT Nº 06/2015

RESOLUÇÃO TGT Nº 06/2015 ANO XLV N. 098 14/07/2015 SEÇÃO IV PÁG. 076 RESOLUÇÃO TGT Nº 06/2015 Niterói, 24 de junho de 2015 O Colegiado do Curso de Graduação em Engenharia de Telecomunicações, em reunião ordinária de 24/06/2015,

Leia mais

EDITAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA DA FACULDADE MULTIVIX- VITÓRIA 003/2016 ALTERADO EM 14/06/2016

EDITAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA DA FACULDADE MULTIVIX- VITÓRIA 003/2016 ALTERADO EM 14/06/2016 EDITAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA DA FACULDADE MULTIVIX- VITÓRIA 003/2016 ALTERADO EM 14/06/2016 Chamada para submissão de Projetos de Iniciação Científica e Tecnológica A Direção Geral da FACULDADE

Leia mais

EDITAL nº 002/2016-PPGCJ

EDITAL nº 002/2016-PPGCJ Programa Nacional do Pós-Doutorado CAPES (Portaria Capes nº 86/2013) EDITAL nº 002/2016-PPGCJ Seleção de Projetos de Pesquisa de Pós-doutorado O Coordenador do Programa de Pós-graduação em Ciências Jurídicas

Leia mais

REGULAMENTO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA 2016/2017

REGULAMENTO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA 2016/2017 REGULAMENTO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA 2016/2017 CAPÍTULO I OBJETIVO GERAL Art. 1 o - O presente regulamento tem como objetivo normatizar as atividades de Iniciação Científica da Faculdade Governador Ozanam

Leia mais

Regulamento Interno PRINCÍPIOS DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

Regulamento Interno PRINCÍPIOS DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA Regulamento Interno Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica do Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá I. CONSIDERAÇÕES GERAIS ART. 1º - Este regulamento tem por objetivo orientar

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO EDITAL N 31/2016 SUBMISSÃO DE PROJETOS DE PESQUISA

PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO EDITAL N 31/2016 SUBMISSÃO DE PROJETOS DE PESQUISA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO EDITAL N 31/2016 SUBMISSÃO DE PROJETOS DE PESQUISA A Pró-reitoria de Pós-graduação, Pesquisa e Extensão, PRPGPE, torna público ao corpo docente do Centro

Leia mais

PORTARIA DA PROPPEX nº 002/2007

PORTARIA DA PROPPEX nº 002/2007 PORTARIA DA PROPPEX nº 002/2007 O Prof. Dr. Paulo Rogério Stella, Pró-Reitor de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão da Fundação Santo André, no uso de suas atribuições legais, constantes no Regimento Geral

Leia mais

Edital 01/2015 SELEÇÃO PARA BOLSISTA DE PÓS-DOUTORADO (PNPD 2015/CAPES)

Edital 01/2015 SELEÇÃO PARA BOLSISTA DE PÓS-DOUTORADO (PNPD 2015/CAPES) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA QUÍMICA Edital 01/2015 SELEÇÃO PARA BOLSISTA DE PÓS-DOUTORADO (PNPD

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL UFRGS INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS Comissão de Graduação do Curso de Ciências Biológicas COMGRAD/BIO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL UFRGS INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS Comissão de Graduação do Curso de Ciências Biológicas COMGRAD/BIO DECISÃO 03/2015 - Altera: Decisão n o 03/2013 ESTÁGIO SUPERVISIONADO A, reunida em 18 de novembro de 2015, no uso de suas atribuições, DECIDE Regulamentar a atividade de Ensino de Estágio Supervisionado,

Leia mais

EDITAL PIBID FESL Nº 03/2015 SELEÇÃO DE BOLSISTAS ID

EDITAL PIBID FESL Nº 03/2015 SELEÇÃO DE BOLSISTAS ID EDITAL PIBID FESL Nº 03/2015 SELEÇÃO DE BOLSISTAS ID A Direção Acadêmica e a Coordenação do PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO A DOCÊNCIA DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO SÃO LUIS tornam público a abertura

Leia mais

ESTADO DE ALAGOAS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-graduação - PROPEP Fone: (82)

ESTADO DE ALAGOAS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-graduação - PROPEP Fone: (82) ESTADO DE ALAGOAS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-graduação - PROPEP Fone: (82) 3521-3379. E-mail: propep@uneal.edu.br PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

Leia mais

PROGRAMA DE APOIO A PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA DAS FACULDADES INTEGRADAS EINSTEIN DE LIMEIRA PAPIC- EINSTEIN

PROGRAMA DE APOIO A PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA DAS FACULDADES INTEGRADAS EINSTEIN DE LIMEIRA PAPIC- EINSTEIN PROGRAMA DE APOIO A PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA DAS FACULDADES INTEGRADAS EINSTEIN DE LIMEIRA PAPIC- EINSTEIN EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROJETOS DO PAPIC- EINSTEIN Nº 02/2016 A Comissão Científica do

Leia mais

PROGRAMA DE MONITORIA DA FACULDADE DE MEDICINA DE ITAJUBÁ

PROGRAMA DE MONITORIA DA FACULDADE DE MEDICINA DE ITAJUBÁ PROGRAMA DE MONITORIA DA FACULDADE DE MEDICINA DE ITAJUBÁ TÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS CAPÍTULO I CARACTERÍSTICAS DO PROGRAMA Artigo 1º - O Programa de Monitoria, mantido pela Faculdade de Medicina de Itajubá,

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC AÇÕES AFIRMATIVAS

PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC AÇÕES AFIRMATIVAS PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC AÇÕES AFIRMATIVAS EDITAL PIBIC-AF/ CNPq/UPE 2012-2013 APRESENTAÇÃO O programa PIBIC nas Ações Afirmativas resulta

Leia mais

Faculdade Pio Décimo. Curso de Engenharia Civil

Faculdade Pio Décimo. Curso de Engenharia Civil Faculdade Pio Décimo Curso de Engenharia Civil EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNOS PARA O PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA VOLUNTÁRIO DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DA FACULDADE PIO DÉCIMO (PIC/FPD) A Faculdade

Leia mais

EDITAL 2014/2015 PROCESSO SELETIVO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

EDITAL 2014/2015 PROCESSO SELETIVO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EDITAL 2014/2015 PROCESSO SELETIVO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA Em atendimento às diretrizes do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico

Leia mais

Universidade Federal do Oeste do Pará PROGRAMA DE MONITORIA ACADÊMICA

Universidade Federal do Oeste do Pará PROGRAMA DE MONITORIA ACADÊMICA Universidade Federal do Oeste do Pará PROGRAMA DE MONITORIA ACADÊMICA 1. Quais são os requisitos para obtenção de bolsa monitoria? a) o discente deve estar regularmente matriculado no período letivo em

Leia mais

Pneumologia - Normas Específicas

Pneumologia - Normas Específicas Pneumologia - Normas Específicas I COMPOSIÇÃO DA COMISSÃO COORDENADORA DO PROGRAMA (CCP) A CCP do Programa de Pós-graduação em Pneumologia será constituída pelo Coordenador do Programa e seu Suplente,

Leia mais

TRABALHO DE GRADUAÇÃO INTERDISCIPLINAR REGULAMENTO

TRABALHO DE GRADUAÇÃO INTERDISCIPLINAR REGULAMENTO COORDENAÇÃO DE TGI TRABALHO DE GRADUAÇÃO INTERDISCIPLINAR REGULAMENTO SÃO PAULO JUNHO DE 2007 CAPÍTULO 1 DA CONCEITUAÇÃO Art. 1º - O Trabalho de Graduação Interdisciplinar (TGI), atividade obrigatória

Leia mais

Cartilha Passo a Passo para Inscrição

Cartilha Passo a Passo para Inscrição Cartilha Passo a Passo para Inscrição EDITAL PIBIC 2013/2014 Passo 01 Identificar o professor /orientador e o projeto Passo 02 Cadastrar o Currículo na Plataforma Lattes Passo 03 Cadastrar como Pesquisador

Leia mais

PROGRAMA ESPECIAL DE APOIO A PROJETOS DE PESQUISA ACERVOS DA UFPA PE- ACERVOS

PROGRAMA ESPECIAL DE APOIO A PROJETOS DE PESQUISA ACERVOS DA UFPA PE- ACERVOS EDITAL 04/2015 PROPESP PROGRAMA ESPECIAL DE APOIO A PROJETOS DE PESQUISA ACERVOS DA UFPA PE- ACERVOS A Pró- Reitoria de Pesquisa e Pós- Graduação (PROPESP) torna pública a seleção de propostas no âmbito

Leia mais

Edital Pós-Doutorado. Bolsa CAPES/PNPD

Edital Pós-Doutorado. Bolsa CAPES/PNPD Edital Pós-Doutorado Bolsa CAPES/PNPD Dezembro/2015 EDITAL PARA SELEÇÃO DE BOLSISTA DE PÓS-DOUTORADO A ESPM, por meio da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação stricto sensu e do Programa de Mestrado

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO CULTURAS E INDENTIDADES BRASILEIRAS. Programa Nacional de Pós-Doutorado PNPD/CAPES 2013 (Portaria n.

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO CULTURAS E INDENTIDADES BRASILEIRAS. Programa Nacional de Pós-Doutorado PNPD/CAPES 2013 (Portaria n. PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO CULTURAS E INDENTIDADES BRASILEIRAS Programa Nacional de Pós-Doutorado PNPD/CAPES 2013 (Portaria n. 86/2013) Edital IEB-USP nº 31/ 2013 Edital de abertura de inscrições para o

Leia mais

EDITAL UnC REITORIA 054/2015

EDITAL UnC REITORIA 054/2015 EDITAL UnC REITORIA 054/2015 Dispõe sobre as inscrições para concessão de Bolsa de Pesquisa para o Fundo de Apoio a Pesquisa da Universidade do Contestado FAP/UnC. A Reitora da Universidade do Contestado,

Leia mais

PROGRAMA DE ESTÍMULO AO ENSINO DE GRADUAÇÃO (MONITORIA) EDITAL 01/2015. I. Da Caracterização do Programa de Estímulo ao Ensino de Graduação- Monitoria

PROGRAMA DE ESTÍMULO AO ENSINO DE GRADUAÇÃO (MONITORIA) EDITAL 01/2015. I. Da Caracterização do Programa de Estímulo ao Ensino de Graduação- Monitoria PROGRAMA DE ESTÍMULO AO ENSINO DE GRADUAÇÃO (MONITORIA) EDITAL 01/2015 DISPÕE SOBRE O EDITAL 01/2015 DO PROGRAMA DE ESTÍMULO AO ENSINO DA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO QUE VISA A OFERECER A ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO

Leia mais

EDITAL DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA FAMINAS-BH 2016

EDITAL DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA FAMINAS-BH 2016 EDITAL DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA FAMINAS-BH 2016 CHAMADA PARA O PROCESSO DE INSCRIÇÃO 2016 DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA FAMINAS BH DETALHAMENTO

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO - CAPES

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO - CAPES PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO Normas e Critérios para Concessão de Bolsas por quota - CAPES e CNPq 2014/2015 (* Alterações aprovadas em reunião do Conselho do Programa realizada no dia 22 de agosto

Leia mais

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FUNDAÇÃO DE ENSINO OCTÁVIO BASTOS - UNIFEOB EDITAL Nº 01/2016

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FUNDAÇÃO DE ENSINO OCTÁVIO BASTOS - UNIFEOB EDITAL Nº 01/2016 PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FUNDAÇÃO DE ENSINO OCTÁVIO BASTOS - UNIFEOB EDITAL Nº 01/2016 A Pró-Reitoria Acadêmica do CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FUNDAÇÃO DE ENSINO

Leia mais

FACULDADE DO VALE DO JAGUARIBE COORDENAÇÃO INSTITUCIONAL DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO A DOCÊNCIA - PIBID/CAPES/FVJ

FACULDADE DO VALE DO JAGUARIBE COORDENAÇÃO INSTITUCIONAL DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO A DOCÊNCIA - PIBID/CAPES/FVJ FACULDADE DO VALE DO JAGUARIBE COORDENAÇÃO INSTITUCIONAL DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO A DOCÊNCIA - PIBID/CAPES/FVJ EDITAL PARA SELEÇÃO DE BOLSISTAS DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL SUL-RIO-GRANDENSE PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, INOVAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO

INSTITUTO FEDERAL SUL-RIO-GRANDENSE PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, INOVAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMAS INSTITUCIONAIS DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO (PIBIC/CNPq e PIBITI/CNPq) EDITAL PROPESP- BOLSAS /IFSul N 0 02/20 EXECUÇÃO: 0 DE AGOSTO DE 20 A 3

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CURSO DE MATEMÁTICA COM ÊNFASE EM INFORMÁTICA DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO SÃO LUÍS DE JABOTICABAL SP

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CURSO DE MATEMÁTICA COM ÊNFASE EM INFORMÁTICA DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO SÃO LUÍS DE JABOTICABAL SP ANEXO II REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CURSO DE MATEMÁTICA COM ÊNFASE EM INFORMÁTICA DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO SÃO LUÍS DE JABOTICABAL SP CAPÍTULO I DA FINALIDADE E OBJETIVOS Art. 1º

Leia mais

INICIAÇÃO CIENTÍFICA

INICIAÇÃO CIENTÍFICA UNIVERSIDADE DE MOGI DAS CRUZES UMC INICIAÇÃO CIENTÍFICA 2016-2017 INFORMAÇÕES E ORIENTAÇÕES PROFª. MARINA BORBA marina.borba@umc.br ABRIL/2016 O que é PIBIC? O PIBIC Programa Institucional de Bolsas de

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO LICENCIATURA EM FÍSICA

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO LICENCIATURA EM FÍSICA REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO LICENCIATURA EM FÍSICA CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente Regulamento disciplina o processo de elaboração, apresentação e avaliação do

Leia mais

Edital para seleção de orientadores e bolsistas de iniciação tecnológica e inovação para o período de 2016-2017

Edital para seleção de orientadores e bolsistas de iniciação tecnológica e inovação para o período de 2016-2017 Edital para seleção de orientadores e bolsistas de iniciação tecnológica e inovação para o período de 2016-2017 O Comitê Institucional dos Programas de Iniciação Científica (CIPIC) da Universidade Federal

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL Gabinete do Reitor

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL Gabinete do Reitor SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL Gabinete do Reitor EDITAL Nº 451/UFFS/2013 - CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDO DO PROGRAMA DEMANDA SOCIAL/CAPES MESTRADO EM EDUCAÇÃO O REITOR PRO

Leia mais

EDITAL PIBIC/INPE ANO 2016 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA NO INSTITUTO NACIONAL DE PESQUISAS ESPACIAIS

EDITAL PIBIC/INPE ANO 2016 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA NO INSTITUTO NACIONAL DE PESQUISAS ESPACIAIS CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO EDITAL PIBIC/INPE ANO 2016 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA NO INSTITUTO NACIONAL DE PESQUISAS ESPACIAIS O presente

Leia mais

5. Iniciação Científica Júnior - ICJ - Norma Específica Finalidade

5. Iniciação Científica Júnior - ICJ - Norma Específica Finalidade 5. Iniciação Científica Júnior - ICJ - Norma Específica 5.1 - Finalidade Anexo V da RN-017/2006 - Bolsas por Quota no País Despertar vocação científica e incentivar talentos potenciais entre estudantes

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL Gabinete do Reitor EDITAL Nº 390/UFFS/2014

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL Gabinete do Reitor EDITAL Nº 390/UFFS/2014 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL Gabinete do Reitor EDITAL Nº 390/UFFS/2014 CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDO DO PROGRAMA DE DEMANDA SOCIAL/CAPES O REITOR PRO TEMPORE DA UNIVERSIDADE

Leia mais

EDITAL PIBID-UFBA Nº 13/2016 SELEÇÃO DE SUPERVISORES

EDITAL PIBID-UFBA Nº 13/2016 SELEÇÃO DE SUPERVISORES UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO A DOCÊNCIA EDITAL PIBID-UFBA Nº 13/2016 SELEÇÃO DE SUPERVISORES A Pró-Reitoria de Ensino

Leia mais

UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO. Escola Politécnica de Pernambuco

UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO. Escola Politécnica de Pernambuco Outubro/2005 Índice: Disposições Gerais; Anexos. Aos Sr s chefes dos departamentos: DCA, DEB, DEC, DEM, DEE e DSC. Autue e registre-se, publique-se e cumpra-se. RESOLUÇÃO DO CONSELHO DEPARTAMENTAL DA POLI

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES GERAIS

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES GERAIS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES GERAIS Art. 1º - Este Regulamento visa normatizar as Atividades Complementares do Curso de História. Parágrafo único As Atividades Complementares

Leia mais

Versão: Dezembro/2012. O aluno poderá integralizar os créditos referentes às disciplinas ACH 2017 e ACH 2018 das seguintes formas:

Versão: Dezembro/2012. O aluno poderá integralizar os créditos referentes às disciplinas ACH 2017 e ACH 2018 das seguintes formas: Normas para Realização do Projeto Supervisionado ou Trabalho de Graduação para o Curso de Sistemas de Informação da Escola de Artes, Ciências e Humanidades, da Universidade de São Paulo Versão: Dezembro/2012

Leia mais

Universidade Federal de Pelotas Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação. EDITAL PRPPG N.º 012/2014 (PBIP-DA UFPel)

Universidade Federal de Pelotas Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação. EDITAL PRPPG N.º 012/2014 (PBIP-DA UFPel) Universidade Federal de Pelotas Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação EDITAL PRPPG N.º 012/2014 (PBIP-DA UFPel) A Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade Federal de Pelotas torna público

Leia mais

MARINHA DO BRASIL CENTRO TECNOLÓGICO DA MARINHA EM SÃO PAULO

MARINHA DO BRASIL CENTRO TECNOLÓGICO DA MARINHA EM SÃO PAULO MARINHA DO BRASIL CENTRO TECNOLÓGICO DA MARINHA EM SÃO PAULO EDITAL PARA INSCRIÇÕES A BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA VINCULADAS AO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA (PIBIC) DO CONSELHO

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA A DEFESA DE PROJETO DE DISSERTAÇÃO (QUALIFICAÇÃO)

ORIENTAÇÕES PARA A DEFESA DE PROJETO DE DISSERTAÇÃO (QUALIFICAÇÃO) ORIENTAÇÕES PARA A DEFESA DE PROJETO DE DISSERTAÇÃO (QUALIFICAÇÃO) A Defesa de Projeto de Dissertação consiste na elaboração e apresentação oral, perante banca examinadora, do projeto de pesquisa que será

Leia mais

Edital para Candidatura à Bolsa PPSIG/UFF-PDSE/CAPES

Edital para Candidatura à Bolsa PPSIG/UFF-PDSE/CAPES Edital para Candidatura à Bolsa PPSIG/UFF-PDSE/CAPES - 2017 EMENTA: Normatiza os procedimentos para inscrição e seleção de alunos do PPSIG-UFF interessados na candidatura à Bolsa do Programa Institucional

Leia mais

CAPÍTULO I. Dos Objetivos da Pesquisa

CAPÍTULO I. Dos Objetivos da Pesquisa RESOLUÇÃO Nº 01/2014 DISPÕE SOBRE O REGIMENTO DO GRUPO DE INICIAÇÃO À PESQUISA CIENTÍFICA DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR FACULDADE CASA DO ESTUDANTE. A Direção Geral da IES

Leia mais

Universidade Presidente Antônio Carlos UNIPAC Pró-reitoria de Pesquisa, Extensão, Pós-graduação e Cultura Assessoria de Pesquisa

Universidade Presidente Antônio Carlos UNIPAC Pró-reitoria de Pesquisa, Extensão, Pós-graduação e Cultura Assessoria de Pesquisa Universidade Presidente Antônio Carlos UNIPAC Pró-reitoria de Pesquisa, Extensão, Pós-graduação e Cultura Assessoria de Pesquisa NORMAS E PROCEDIMENTOS DO PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA

Leia mais

FACULDADE FAUC/AUM CURSO EDUCAÇÃO FÍSICA - LICENCIATURA MANUAL DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)

FACULDADE FAUC/AUM CURSO EDUCAÇÃO FÍSICA - LICENCIATURA MANUAL DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) 1 FACULDADE FAUC/AUM CURSO EDUCAÇÃO FÍSICA - LICENCIATURA MANUAL DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) 1 DEFINIÇÕES GERAIS 1.1 De acordo com o regulamento do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) do Projeto

Leia mais

EDITAL 10/2014 PROPESP ESTÁGIO PIBIC DE VERÃO - EPV

EDITAL 10/2014 PROPESP ESTÁGIO PIBIC DE VERÃO - EPV EDITAL 10/2014 PROPESP ESTÁGIO PIBIC DE VERÃO - EPV A Pró- Reitoria de Pesquisa e Pós- Graduação (PROPESP) torna pública a seleção de propostas para a realização do Estágio PIBIC de Verão (EPV) por discentes

Leia mais

Manual do Estágio Supervisionado

Manual do Estágio Supervisionado IBB Ano 2015 1. APRESENTAÇÃO: A partir do 1º Semestre Letivo de 2016, os alunos em fase de conclusão do Curso de (Currículo 2013) deverão realizar o Estágio Curricular Supervisionado. O presente manual

Leia mais

Edital n 43 /2016 TORNAR PÚBLICA

Edital n 43 /2016 TORNAR PÚBLICA Edital n 43 /2016 O presidente da (CPC), no uso de suas atribuições legais e com base em diretrizes debatidas e acordadas pelo Conselho de Ensino e Pesquisa (Cepe), resolve: TORNAR PÚBLICA A abertura das

Leia mais

EDITAL PROPI Nº 02/2014 PROCESSO SELETIVO DE BOLSAS DO MESTRADO PROFISSIONAL EM TECNOLOGIA DE MATERIAIS E PROCESSOS INDUSTRIAIS

EDITAL PROPI Nº 02/2014 PROCESSO SELETIVO DE BOLSAS DO MESTRADO PROFISSIONAL EM TECNOLOGIA DE MATERIAIS E PROCESSOS INDUSTRIAIS EDITAL PROPI Nº 02/2014 PROCESSO SELETIVO DE BOLSAS DO MESTRADO PROFISSIONAL EM TECNOLOGIA DE MATERIAIS E PROCESSOS INDUSTRIAIS A Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação da Universidade Feevale, no uso das

Leia mais

EDITAL PIVIC-2S/UFOP Nº 08/2015

EDITAL PIVIC-2S/UFOP Nº 08/2015 EDITAL PIVIC-2S/UFOP Nº 08/2015 A da torna público que estão abertas inscrições para candidatos a ORIENTADORES de Iniciação Científica (IC), no âmbito do PROGRAMA INSTITUCIONAL VOLUNTÁRIO DE INICIAÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC LICENCIATURA EM PEDAGOGIA

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC LICENCIATURA EM PEDAGOGIA REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC LICENCIATURA EM PEDAGOGIA SÃO JOSÉ DO RIO PRETO 2013 SUMÁRIO 1. TCC 3 2. Atividade de Orientação 4 3. Avaliação 5 4. Disposições Gerais 7 1. TCC O Trabalho

Leia mais

2.1 A chamada terá as suas inscrições recebidas entre o dia 1/02/2016 até às 23:59hs do dia 23/02/2016.

2.1 A chamada terá as suas inscrições recebidas entre o dia 1/02/2016 até às 23:59hs do dia 23/02/2016. Universidade Federal do Rio de Janeiro Conselho de Ensino para Graduados e Conselho de Ensino de Graduação EDITAL nº 24 CEG/CEPG 2016, de 29 de Janeiro de 2016 Programa Institucional de Bolsas de Iniciação

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ÍTALO- BRASILEIRO

CENTRO UNIVERSITÁRIO ÍTALO- BRASILEIRO CENTRO UNIVERSITÁRIO ÍTALO- BRASILEIRO PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA 2016 PROGRAMA DE BOLSA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA O Programa de Bolsas de Iniciação Científica tem como objetivo incentivar

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA EDITAL PIBID-LETRAS Nº 01/2016 SELEÇÃO DE SUPERVISOR(A) A coordenação do subprojeto

Leia mais

REGULAMENTO DA MONITORIA. para o exercício da Monitoria nos Cursos de Graduação da Universidade Iguaçu. discentes; magistério superior.

REGULAMENTO DA MONITORIA. para o exercício da Monitoria nos Cursos de Graduação da Universidade Iguaçu. discentes; magistério superior. i.e PRÓ-REITORIA ACADÊMICA REGULAMENTO DA MONITORIA Art. 1º. O presente regulamento estabelece as regras para o exercício da Monitoria nos Cursos de Graduação da Universidade Iguaçu UNIG, por meio de programas

Leia mais

NORMA INTERNA Nº 17/2016

NORMA INTERNA Nº 17/2016 NORMA INTERNA Nº 17/2016 Normatiza a seleção e avaliação de bolsistas do Programa de Pós-Graduação em Agronomia Área de Concentração Produção Vegetal da UFPR. O COLEGIADO DO PROGRAMA DE PÓS- GRADUAÇÃO

Leia mais

MINUTA DE REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO DA FCHS TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

MINUTA DE REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO DA FCHS TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES MINUTA DE REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO DA FCHS Aprovado pela Congregação em 01/03/2011 TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º Este regulamento normatiza o cumprimento

Leia mais

COORDENAÇÃO DE PESQUISA E PÓS GRADUAÇÃO STRICTO SENSU PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA (PIVIC/PIBIC) EDITAL

COORDENAÇÃO DE PESQUISA E PÓS GRADUAÇÃO STRICTO SENSU PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA (PIVIC/PIBIC) EDITAL COORDENAÇÃO DE PESQUISA E PÓS GRADUAÇÃO STRICTO SENSU PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA (PIVIC/PIBIC) EDITAL 2014-2015 INTRODUÇÃO A Coordenação de Pesquisa e Pós Graduação Stricto Sensu, com

Leia mais

COMISSÃO DE BOLSAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FEUSP.

COMISSÃO DE BOLSAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FEUSP. COMISSÃO DE BOLSAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FEUSP. EDITAL 01 Bolsas de Mestrado e Doutorado (CNPq/CAPES) 2015/2016. BOLSAS NOVAS E RENOVAÇÕES 1. INSCRIÇÕES PARA BOLSAS NOVAS E SOLICITAÇÕES

Leia mais

Universidade Federal da Bahia Pró Reitoria de Pesquisa, Criação e Inovação

Universidade Federal da Bahia Pró Reitoria de Pesquisa, Criação e Inovação Universidade Federal da Bahia Pró Reitoria de Pesquisa, Criação e Inovação PROGRAMA DE BOLSAS MILTON SANTOS MODALIDADE: MESTRADO E DOUTORADO A Pró-Reitoria de Pesquisa, Criação e Inovação (PROPCI) da Universidade

Leia mais

Regulamento de Trabalho de Conclusão de Curso - TCC

Regulamento de Trabalho de Conclusão de Curso - TCC Aprovações CONSEPE 2004-01 de 15/20/20014 CONSU 2008-01 de 02/04/2008 CONSU 2010-01 de 25/03/2010 CONSU 2010-052 de 13/12/2010 CONSU 2013-17 de 26/09/2013 Regulamento de Trabalho de Conclusão de Curso

Leia mais

Edital Conjunto DRI/Proppi/Prograd 13/2013 Ciência sem Fronteiras

Edital Conjunto DRI/Proppi/Prograd 13/2013 Ciência sem Fronteiras Edital Conjunto DRI/Proppi/Prograd 13/2013 Ciência sem Fronteiras Dispõe sobre a candidatura de alunos da Universidade Federal Fluminense ao Programa Ciência sem Fronteiras país de destino: Nova Zelândia

Leia mais

b) possuir carga horária disponível para a realização das atividades do Programa; c) ser professor da disciplina no período vigente das monitorias.

b) possuir carga horária disponível para a realização das atividades do Programa; c) ser professor da disciplina no período vigente das monitorias. EDITAL Nº 03/2016 - CONSEPE A Direção da Faculdade Herrero torna públicos os procedimentos e normas para inscrição e seleção de Monitores 2016/2. Este Edital está em conformidade com a RESOLUÇÃO Nº 11/2010

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE COORDENADORIA DE CONTROLE DE DOENÇAS INSTITUTO ADOLFO LUTZ CONSELHO TÉCNICO CIENTÍFICO CTC / IAL

SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE COORDENADORIA DE CONTROLE DE DOENÇAS INSTITUTO ADOLFO LUTZ CONSELHO TÉCNICO CIENTÍFICO CTC / IAL PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC EDITAL PIBIC/IAL 2016-2017 O Conselho Técnico Científico (CTC) do Instituto Adolfo Lutz torna público o presente edital de abertura de inscrições de projetos de pesquisa,

Leia mais

Edital PROGRAD nº 26, de 14 de julho de Chamada para o Programa de Iniciação à Docência (PID-2015)

Edital PROGRAD nº 26, de 14 de julho de Chamada para o Programa de Iniciação à Docência (PID-2015) Edital PROGRAD nº 26, de 14 de julho de 2014 Chamada para o Programa de Iniciação à Docência (PID-2015) Com base na Resolução 35/2011 do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão, que estabelece as Normas

Leia mais

FACULDADE DE HORTOLÂNDIA Ato de Recredenciamento: Port. 673, 25/05/2011, D.O.U, de 26/05/2011, Seção 1, págs. 18/19

FACULDADE DE HORTOLÂNDIA Ato de Recredenciamento: Port. 673, 25/05/2011, D.O.U, de 26/05/2011, Seção 1, págs. 18/19 INSTITUTO EDUCACIONAL DO ESTADO DE SÃO PAULO Faculdade de Hortolândia REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CURSO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Hortolândia 2015 1 TRABALHO DE CONCLUSÃO DO

Leia mais

FACULDADE DE ARACRUZ FAACZ CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA NA FACULDADE DE ARACRUZ

FACULDADE DE ARACRUZ FAACZ CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA NA FACULDADE DE ARACRUZ FACULDADE DE ARACRUZ FAACZ CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA NA FACULDADE DE ARACRUZ ARACRUZ 2010 INTRODUÇÃO A Iniciação Científica, segundo o Conselho Nacional

Leia mais

EDITAL 2009/2010 PROBIC - PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EDITAL PARA CHAMADA DE PROJETOS

EDITAL 2009/2010 PROBIC - PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EDITAL PARA CHAMADA DE PROJETOS PROBIC - PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PARA CHAMADA DE PROJETOS Aos GEPE s ou Docentes Orientadores A PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO da UNIFEI torna público o presente

Leia mais

Resolução nº 004/2015

Resolução nº 004/2015 Resolução nº 004/2015 Dispõe sobre estágio de prática docente para os alunos do Mestrado em Direito e Instituições do Sistema de Justiça. Art. 1º O Estágio de Prática Docente (EPD) tem por objetivo aperfeiçoar

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA PARA SELEÇÃO 01/2012

CHAMADA PÚBLICA PARA SELEÇÃO 01/2012 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA BAHIA COORDENAÇÃO DO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS NO IFBA ASSESSORIA PARA ASSUNTOS INTERNACIONAIS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO

Leia mais

EDITAL 01/2016 ABERTURA DE SELEÇÃO INTERNA PARA MONITOR-BOLSISTA DE GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (GTI) I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

EDITAL 01/2016 ABERTURA DE SELEÇÃO INTERNA PARA MONITOR-BOLSISTA DE GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (GTI) I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES EDITAL 01/2016 ABERTURA DE SELEÇÃO INTERNA PARA MONITOR-BOLSISTA DE GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (GTI) I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES A FAI Faculdades de Itapiranga/SC, no uso de suas atribuições

Leia mais

EDITAL N. 002/2016/DIREX PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA PROJETOS E BOLSISTAS DE EXTENSÃO VINCULADO AO PROGRAMA DE BOLSAS DE EXTENSÃO PBEXT

EDITAL N. 002/2016/DIREX PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA PROJETOS E BOLSISTAS DE EXTENSÃO VINCULADO AO PROGRAMA DE BOLSAS DE EXTENSÃO PBEXT MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA EDITAL N. 002/2016/DIREX PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA PROJETOS E BOLSISTAS DE EXTENSÃO VINCULADO AO PROGRAMA DE BOLSAS

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação e Inovação - PRPPGI AVALIAÇÃO DE MÉRITO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação e Inovação - PRPPGI AVALIAÇÃO DE MÉRITO UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação e Inovação - PRPPGI AVALIAÇÃO DE MÉRITO Demanda: PRPPG/UNIVASF/MCT/FINEP/CT-INFRA-PROINFRA 01/2013 Proponente: Título

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 029/2016, DE 31 DE AGOSTO DE 2016 CÂMARA DE PÓS-GRADUAÇÃO - CPG UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS - UNIFAL-MG

RESOLUÇÃO Nº 029/2016, DE 31 DE AGOSTO DE 2016 CÂMARA DE PÓS-GRADUAÇÃO - CPG UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS - UNIFAL-MG RESOLUÇÃO Nº 029/2016, DE 31 DE AGOSTO DE 2016 CÂMARA DE PÓS-GRADUAÇÃO - CPG UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS - UNIFAL-MG A Câmara de Pós-graduação (CPG) da Universidade Federal de Alfenas UNIFAL-MG, conforme

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC DO CURSO DE DESIGN

MANUAL DE PROCEDIMENTOS DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC DO CURSO DE DESIGN UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA UNOESC ÁREA DAS CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA CURSO DE DESIGN MANUAL DE PROCEDIMENTOS DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC DO CURSO DE DESIGN São Miguel do Oeste,

Leia mais

FACULADADE ESTÁCIO DO RECIFE DIREÇÃO ACADÊMICA PROGRAMA DE PROJETOS DE EXTENSÃO - EDITAL

FACULADADE ESTÁCIO DO RECIFE DIREÇÃO ACADÊMICA PROGRAMA DE PROJETOS DE EXTENSÃO - EDITAL FACULADADE ESTÁCIO DO RECIFE DIREÇÃO ACADÊMICA PROGRAMA DE PROJETOS DE EXTENSÃO - EDITAL 2016-2017 1 INTRODUÇÃO O Programa de Projetos de Extensão tem o objetivo de contribuir para a formação acadêmica,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Normas para realização do Trabalho de Conclusão de Curso do Curso de Graduação em Engenharia Ambiental

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO. Esse regulamento revoga o que foi estabelecido no mês de março do ano de 2006.

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO. Esse regulamento revoga o que foi estabelecido no mês de março do ano de 2006. TCC TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE NUTRIÇÃO O aluno do curso de Nutrição da Anhanguera Brasília, desenvolve o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) nas disciplinas de Projeto e TCC em que o aluno realiza

Leia mais