Eis o teor da decisão (f. 46):

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Eis o teor da decisão (f. 46):"

Transcrição

1 AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº , DE GUARAPUAVA - 3ª VARA CÍVEL AGRAVANTE : MARIA APARECIDA CAMPOS OGIBOSKI AGRAVADO : DANIEL SCHNEIDER RELATORA : DESª DENISE KRÜGER PEREIRA AGRAVO DE INSTRUMENTO AÇÃO DE DESPEJO DECISÃO AGRAVADA QUE DEFERIU ORDEM LIMINAR DE DESPEJO EM FACE DA RECORRENTE SUPERVENIÊNCIA DE SENTENÇA DE IMPROCEDÊNCIA DO PEDIDO DO AUTOR, ORA RECORRIDO, COM REVOGAÇÃO DA DECISÃO AGRAVADA RECURSO MANIFESTAMENTE PREJUDICADO A QUE SE NEGA SEGUIMENTO, NOS TERMO DO ART. 557, CAPUT, DO CPC. I Trata-se de Agravo de Instrumento (f. 02/18) interposto por MARIA APARECIDA CAMPOS OGIBOSKI em face de decisão interlocutória proferida pelo Juízo da 3ª Vara Cível de Guarapuava que, em autos de Ação de Despejo movida por DANIEL SCHNEIDER em face da ora agravante, deferiu ordem liminar de despejo em desfavor da ora agravante. Eis o teor da decisão (f. 46): 1. Os casos que autorizam a desocupação liminar de imóvel estão previstos no artigo 59, 1º, do Código de Processo Civil e demonstram situações em que o locador não poderia ver postergado o seu direito para o final do processo, considerando os danos que poderiam advir com a demora na concessão da medida. No caso em exame, a plausibilidade do direito invocado pela parte autora consiste na falta de pagamento de aluguel e acessórios da Página 1 de 5

2 Agravo de Instrumento nº fls. 2 locação no vencimento, referente a contrato de locação firmado entre as partes, comprovada a mora, em sede de cognição sumária, por meio de notificação extrajudicial efetivada pela parte autora (evento 1.4). Assim, o prejuízo é evidente à autora, pois além de não receber o valor de alguns meses de aluguéis e acessórios de locação, se encontra impossibilitada de dispor do bem, o qual, tratando-se de imóvel residencial, certamente conferiria rendimentos mensais consideráveis. Diante do exposto, presentes os requisitos legais, com fundamento nos artigos 9º, inc. III, 47, inc. I e 59, 1, inc. IX, da Lei n /91, DEFIRO A LIMINAR PLEITEADA pelo autor e determino a desocupação imediata do imóvel em questão pela requerida, no prazo de 15 (quinze) dias. Cientifique-se a locatária que poderá evitar a rescisão da locação e elidir a liminar de desocupação se, dentro dos 15 (quinze) dias concedidos para a desocupação do imóvel e independentemente de cálculo, efetuar o depósito judicial que contemple a totalidade dos valores devidos, na forma prevista no artigo 62, inciso II, da Lei de Locações (art. 59, 3º, da Lei n /91, com a redação dada pela Lei n /2009). O cumprimento da liminar fica condicionado à prestação de caução pelo autor no valor equivalente a três meses de aluguel, no montante de R$ 450,00 (art. 59, 1º, da Lei de Locações). Inconformada, recorre a agravante com base nas seguintes considerações: (a) que há ilegitimidade da parte autora, que não é proprietária do imóvel debatido e tampouco demonstra ser possuidor indireto do bem; (b) que, diversamente do apresentado pela requerente, não foi celebrado pelas partes qualquer contrato de locação apto a justificar a ação de despejo; (c) que, em verdade, o instrumento juntado aos autos é manobra jurídica do agravado, aproveitando-se do fato de a agravante ser pessoa analfabeta, doente e pouco instruída; (d) que ao assinar a avença (a agravante aduz que somente sabe escrever o nome) imaginava estar regularizando a ocupação do imóvel debatido; (e) que, como comprovam os comprovantes de Página 2 de 5

3 Agravo de Instrumento nº fls. 3 luz juntados, agravante ocupa o imóvel há mais de dez anos, já tendo preenchido os requisitos para usucapir o bem, sendo esta matéria apresentável inclusive em sede de defesa; (f) que estão presentes os requisitos necessários à atribuição de efeito suspensivo ao recurso. deferido (f. 64/67). O pedido de atribuição de efeito suspensivo foi A magistrada singular informou o cumprimento das disposições do artigo 526 do Código de Processo Civil, bem como a manutenção da decisão atacada por seus próprios fundamentos (f. 73). 75/92). A recorrida apresentou contrarrazões ao recurso (f. Diante do apontamento preliminar de deserção pela parte agravada, intimou-se a parte agravante para que esclarecesse se beneficiária da assistência judiciária gratuita (f. 107). pela parte agravada. Conforme certidão à f. 110, não houve manifestação É a breve exposição. II Decido, monocraticamente. O art. 557, caput, do CPC prevê que o relator negará seguimento a recurso manifestamente inadmissível, improcedente, prejudicado Página 3 de 5

4 Agravo de Instrumento nº fls. 4 ou em confronto com súmula ou com jurisprudência dominante do respectivo tribunal, do Supremo Tribunal Federal, ou de Tribunal Superior. É a hipótese dos autos. Realizando-se consulta aos autos do processo de origem (nº ) pelo sistema Judwin, constatou-se que pelo evento de seq. 117 que já houve a prolação de sentença, julgando improcedente a pretensão inicial do autor, ora recorrido. Note-se que, dessa forma, houve também a revogação da decisão proferida em sede liminar que determinou a desocupação do imóvel pela requerida sob pena de despejo. Veja-se trecho da sentença: Com suporte nas motivações acima lançadas também revogo a decisão proferida em sede de liminar que determinou a desocupação do imóvel pela requerida sob pena de despejo, o que deverá ser noticiado ao E. Tribunal de Justiça diante da pendência do julgamento do recurso de agravo de instrumento (agravo nº ). Inclusive, quanto ao Ofício citado, já se realizou, inclusive, sua expedição, conforme se constata na seq III Em razão disso, por ser recurso manifestamente prejudicado pela perda superveniente do objeto diante da prolação de sentença, nego seguimento ao presente Agravo de Instrumento, na forma do art. 557, caput, do Código de Processo Civil. Publique-se. Intime-se. Página 4 de 5

5 Agravo de Instrumento nº fls. 5 Curitiba, 21 de julho de Desª DENISE KRÜGER PEREIRA Relatora Página 5 de 5

Estado da Paraíba Poder Judiciário Tribunal de Justiça

Estado da Paraíba Poder Judiciário Tribunal de Justiça á Estado da Paraíba Poder Judiciário Tribunal de Justiça AGRAVO INTERNO N" 200.2009.036736-4/001 RELATOR : Juiz Miguel de Britto Lyra Filho, Juiz de Direito Convocado AGRAVANTE : Banco Real Leasing S/A

Leia mais

A C Ó R D Ã O. ACORDA, em Turma, a Terceira Câmara Civil do Tribunal de Alçada do Estado de Minas Gerais, NEGAR PROVIMENTO.

A C Ó R D Ã O. ACORDA, em Turma, a Terceira Câmara Civil do Tribunal de Alçada do Estado de Minas Gerais, NEGAR PROVIMENTO. EMENTA: PROCESSUAL CIVIL - AGRAVO DE INSTRUMENTO AÇÃO CAUTELAR PREPARATÓRIA DÉBITO CONTRAÍDO COM INSTITUIÇÃO FINANCEIRA DESCONTO EM CONTA CORRENTE VENCIMENTOS DEBITADOS EM CONTA LIMINAR QUE REDUZIU O PERCENTUAL

Leia mais

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores FELIPE FERREIRA (Presidente sem voto), RENATO SARTORELLI E VIANNA COTRIM.

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores FELIPE FERREIRA (Presidente sem voto), RENATO SARTORELLI E VIANNA COTRIM. 1 Registro: 2016.0000888926 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Agravo de Instrumento nº 2223275-04.2016.8.26.0000, da Comarca de Santa Bárbara D Oeste, em que é agravante ELZA DOMINGOS

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO. Gabinete do Desembargador Orloff Neves Rocha PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº ( )

PODER JUDICIÁRIO. Gabinete do Desembargador Orloff Neves Rocha PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº ( ) PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 222331-78.2014.8.09.0000 (201492223310) COMARCA AGRAVANTE AGRAVADO RELATOR :GOIÂNIA :BANCO BRADESCO FINANCIAMENTOS S/A :JESSYCA DE ALMEIDA SILVA :Desembargador

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0194.09.096338-1/001 Númeração 0963381- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Mota e Silva Des.(a) Mota e Silva 09/06/2009 30/06/2009 EMENTA: DIREITO

Leia mais

DECISÃO. (Fundamentação legal: artigo 557, caput, do CPC)

DECISÃO. (Fundamentação legal: artigo 557, caput, do CPC) TRIBUNAL DE JUSTIÇA DÉCIMA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0038147-13.2011.8.19.0000 Agravante:AYMORÉ CRÉDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO S.A (autor) Agravada: MARIA DAS DORES DA SILVA (ré) Relatora:

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0145.14.044695-9/002 Númeração 0823209- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Pedro Bernardes Des.(a) Pedro Bernardes 26/05/0015 19/06/2015 EMENTA: AGRAVO

Leia mais

Sumário PARTE I ASPECTOS PROCESSUAIS GERAIS

Sumário PARTE I ASPECTOS PROCESSUAIS GERAIS Sumário PARTE I ASPECTOS PROCESSUAIS GERAIS 1 Jurisdição 1.1 Introdução 1.2 Conceito e características 1.3 Divisão da jurisdição 1.4 Organização judiciária 2 Direito Processual Civil 2.1 Conceito e delimitação

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 697.740 SÃO PAULO RELATORA RECTE.(S) : MIN. CÁRMEN LÚCIA :LUIZ FABIANO THOMAZ DE AQUINO ADV.(A/S) :NELSON ESTEFAN JÚNIOR E OUTRO(S) E OUTRO(A/S) RECDO.(A/S) :ORA COMERCIAL

Leia mais

DECISÃO. (Fundamentação legal: artigo 557, caput, do CPC)

DECISÃO. (Fundamentação legal: artigo 557, caput, do CPC) TRIBUNAL DE JUSTIÇA DÉCIMA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0048175-69.2013.8.19.0000 Agravante: DIBENS LEASING S/A ARRENDAMENTO MERCANTIL (autora) Agravado: JOSÉ LUIS DA SILVA (réu) Relatora: Desembargadora

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL 1 TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0006422-98.2014.8.19.0000 AGRAVANTE: DENISE GUARINO MOREIRA FOLETTO AGRAVADO 1: CONDOMÍNIO DO EDIFÍCIO

Leia mais

(3) - 10ª Câmara Cível AI nº /2014 decisão - fl. 1

(3) - 10ª Câmara Cível AI nº /2014 decisão - fl. 1 1 TRIBUNAL DE JUSTIÇA DÉCIMA CÂMARA CÍVEL Agravo de Instrumento n.º 0011871-37.2014.8.19.0000 Agravante: VITTORIO E EMANUELLE BAR RESTAURANTE E PIZZARIA LTDA (executado) Agravados: NANCY CLEA KNUPP CASTRO

Leia mais

Sumário RECURSOS CÍVEIS

Sumário RECURSOS CÍVEIS Sumário RECURSOS CÍVEIS 1. Conceito de recurso......................... 25 2. Recurso adesivo (art. 500 do CPC).......... 29 3. Recurso adesivo (art. 500 do CPC)- (Modelo 2)................. 32 4. Desistência

Leia mais

Poder Judiciário. Estado do Rio de Janeiro Décima NonaCâmara Cível

Poder Judiciário. Estado do Rio de Janeiro Décima NonaCâmara Cível Agravo de Instrumento Nº: 0035162-32.2015.8.19.0000 Agravantes: MUNICIPIO DE ANGRA DOS REIS Agravado: SEBASTIÃO MAXIMO DA COSTA Juízo de Origem: 2ª Vara Cível da Comarca de Angra dos Reis Relator: DESEMBARGADOR

Leia mais

Os Agravados não apresentaram contraminuta ao agravo de instrumento nem contrarrazões ao recurso de revista.

Os Agravados não apresentaram contraminuta ao agravo de instrumento nem contrarrazões ao recurso de revista. PROCESSO Nº TST-AIRR-1614-51.2010.5.01.0482 A C Ó R D Ã O 4ª Turma GMFEO/FDAN/NDJ AGRAVO DE INSTRUMENTO. RECURSO DE REVISTA. DESERÇÃO. I. As alegações constantes da minuta de agravo de instrumento não

Leia mais

AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº ( ) DE ANÁPOLIS

AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº ( ) DE ANÁPOLIS AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 90425-67.2011.8.09.0000 (201190904250) DE ANÁPOLIS AGRAVANTE AGRAVADO CÂMARA VILMAR FERREIRA PRODUTOS ALIMENTÍCIOS ORLÂNDIA S/A COMÉRCIO E INDÚSTRIA DESEMBARGADOR CARLOS ESCHER

Leia mais

AGRAVO DE INSTRUMENTO. PEDIDO LIMINAR. DESCONTO EM FOLHA DE PAGAMENTO PACTUADO CONTRATUALMENTE. CONTRATO BANCÁRIO. LIMITE DE 30%.

AGRAVO DE INSTRUMENTO. PEDIDO LIMINAR. DESCONTO EM FOLHA DE PAGAMENTO PACTUADO CONTRATUALMENTE. CONTRATO BANCÁRIO. LIMITE DE 30%. AGRAVO DE INSTRUMENTO. PEDIDO LIMINAR. DESCONTO EM FOLHA DE PAGAMENTO PACTUADO CONTRATUALMENTE. CONTRATO BANCÁRIO. LIMITE DE 30%. É válido o desconto em folha para pagamento de empréstimo bancário livremente

Leia mais

AGRAVANTE: BANCO FIAT S/A

AGRAVANTE: BANCO FIAT S/A AGRAVO N.º 1269433-8/01, DE FOZ DE IGUAÇU 3ª VARA CÍVEL AGRAVANTE: BANCO FIAT S/A AGRAVADO: MARLI ANA DESORDI RELATOR: DES. VITOR ROBERTO SILVA AGRAVO. AGRAVO DE INSTRUMENTO. BUSCA E APREENSÃO. DEVOLUÇÃO

Leia mais

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores ANDRADE NETO (Presidente) e ORLANDO PISTORESI. São Paulo, 30 de maio de 2012.

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores ANDRADE NETO (Presidente) e ORLANDO PISTORESI. São Paulo, 30 de maio de 2012. Registro: 2012.0000252889 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0339919-02.2009.8.26.0100, da Comarca de, em que é apelante ALGARISMOS BRINQUEDOS LTDA sendo apelado VIAÇÃO AÉREA

Leia mais

HÁ LIMITES PARA O CRESCIMENTO DO SETOR IMOBILIÁRIO? A locação de imóveis sem as garantias tradicionais. Jaques Bushatsky

HÁ LIMITES PARA O CRESCIMENTO DO SETOR IMOBILIÁRIO? A locação de imóveis sem as garantias tradicionais. Jaques Bushatsky A locação de imóveis sem as garantias tradicionais. Jaques Bushatsky A Lei 12.112 de 09/12/2009 Aperfeiçoou a Lei 8.245/91. Manteve o bom espírito da lei de 1.991. Trouxe para o direito positivo, a experiência

Leia mais

D E C I S Ã O M O N O C R Á T I C A

D E C I S Ã O M O N O C R Á T I C A APELAÇÃO CÍVEL. DIREITO PROCESSUAL CIVIL. SENTENÇA SEM RELATÓRIO E DISPOSITIVO, COM MERA REMISSÃO AO PARECER DO MINISTÉRIO PÚBLICO. NULIDADE. SENTENÇA DESCONSTITUÍDA. É nula a sentença fundamentada pela

Leia mais

Sucintamente relatados, decido.

Sucintamente relatados, decido. Requerente: JOÃO CÂNDIDO PORTINARI Requerido: NELSON MARCIO NIRENBERG Trata-se de ação cautelar, com pedido de concessão de efeito suspensivo a recurso especial. Sustenta estarem presentes os requisitos

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Acórdão 5ª Turma RECURSO ADMINISTRATIVO DA EMPRESA JUNTO AO INSS NEXO TÉCNICO EPIDEMIOLÓGICO O efeito suspensivo dado ao recurso administrativo contra a aplicação do nexo técnico epidemiológico, de que

Leia mais

I iiim uni mil mil um um um um mi m

I iiim uni mil mil um um um um mi m PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACÓRDÃO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACÓRDÃO/DECISÃO MONOCRÁTICA REGISTRADO(A) SOB N I iiim uni mil mil um um um um mi m Vistos, relatados e discutidos

Leia mais

ACÓRDÃO 3ª TURMA NULIDADE JULGAMENTO EXTRA PETITA É nula a sentença que julga pretensão diversa da formulada pelo Autor. Buffet Amanda Ltda.

ACÓRDÃO 3ª TURMA NULIDADE JULGAMENTO EXTRA PETITA É nula a sentença que julga pretensão diversa da formulada pelo Autor. Buffet Amanda Ltda. ACÓRDÃO 3ª TURMA NULIDADE JULGAMENTO EXTRA PETITA É nula a sentença que julga pretensão diversa da formulada pelo Autor. Recorrente: Buffet Amanda Ltda. Recorridos: Alex Sandro Farias de Oliveira Marina

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA PARAÍBA

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA PARAÍBA GABINETE DO DESEMBARGADOR JOÃO ALVES DA SILVA DECISÃO MONOCRÁTICA AGRAVO INTERNO NQ 001.2011.016574-1/001 RELATOR :Desembargador João Alves da Silva AGRAVANTE : Renata Toscano

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0035.12.011240-0/001 Númeração 1041280- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Pedro Bernardes Des.(a) Pedro Bernardes 30/04/2013 06/05/2013 EMENTA: AGRAVO

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 4ª CÂMARA CÍVEL Relator: Desembargador SIDNEY HARTUNG

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 4ª CÂMARA CÍVEL Relator: Desembargador SIDNEY HARTUNG TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 4ª CÂMARA CÍVEL Relator: Desembargador SIDNEY HARTUNG AGRAVO DE INSTRUMENTO N.º 0030633-38.2013.8.19.0000 Agravante: DELVINA CÂNDIDA DE OLIVEIRA. Agravados:ELIANE

Leia mais

Processo originário da 4ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro.

Processo originário da 4ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro. ACÓRDÃO 8ª TURMA CONTRATO DE EXPERIÊNCIA. PRORROGAÇÃO. AUSÊNCIA DE NULIDADE. É lícita a prorrogação do contrato de experiência inicialmente firmado por trinta dias, para mais sessenta. Recorrente: DAIANA

Leia mais

MANUAL DO AGRAVO DE INSTRUMENTO

MANUAL DO AGRAVO DE INSTRUMENTO MANUAL DO AGRAVO DE INSTRUMENTO (2ª Edição Revisada e Atualizada) Roberto Ignácio dos Santos Seção Judiciária do Rio de Janeiro Hylton Pereira Assessor da Coordenação-Geral do Conselho da Justiça Federal

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.511.655 - MG (2014/0298242-0) RELATOR : MINISTRO HUMBERTO MARTINS RECORRENTE : MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL RECORRIDO : BANCO INTERAMERICANO DE DESENVOLVIMENTO ADVOGADO : SEM REPRESENTAÇÃO

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA Décima Oitava Câmara Cível

TRIBUNAL DE JUSTIÇA Décima Oitava Câmara Cível TRIBUNAL DE JUSTIÇA Décima Oitava Câmara Cível Agravo de Instrumento nº0039014-35.2013.8.19.0000 Agravante: MARCILA COLLARES BARROSO Agravado: CONDOMÍNIO RESIDENCIAL JÓIA DA BARRA Interessados: GILVAN

Leia mais

Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro Vigésima Quarta Câmara Cível

Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro Vigésima Quarta Câmara Cível Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro Vigésima Quarta Câmara Cível AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº. 0073579-54.2015.8.19.0000 AGRAVANTE: PAULO ROBERTO RIBEIRO ALVES AGRAVADO: JFE 45 EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.215.895 - MT (2010/0183418-1) RELATOR : MINISTRO HUMBERTO MARTINS RECORRENTE : ESTADO DE MATO GROSSO PROCURADOR : ANA CRISTINA COSTA DE ALMEIDA B TEIXEIRA E OUTRO(S) RECORRIDO : TRANSPORTES

Leia mais

PROCESSO: RO

PROCESSO: RO A C Ó R D Ã O 5ª T U R M A PLANO DE SAÚDE. DIREITO ADQUIRIDO. AUXÍLIO-DOENÇA. O cancelamento abrupto do plano de saúde caracteriza-se como violação ao direito adquirido do reclamante, que é detentor do

Leia mais

PROCESSO: RTOrd. Acórdão 10a Turma

PROCESSO: RTOrd. Acórdão 10a Turma PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Gab Des Flávio Ernesto Rodrigues Silva Av. Presidente Antonio Carlos,251 11º Andar - Gab.06 Castelo Rio de Janeiro

Leia mais

Poder Judiciário TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO Gabinete do Desembargador Federal Geraldo Apoliano RELATÓRIO

Poder Judiciário TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO Gabinete do Desembargador Federal Geraldo Apoliano RELATÓRIO RELATÓRIO O DESEMBARGADOR FEDERAL GERALDO APOLIANO (RELATOR): Agravo de Instrumento manejado em face da decisão da lavra do MM. Juiz Federal da 8ª Vara da Seção Judiciária do Ceará, proferida nos autos

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XVII EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XVII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL - C006034 A sociedade empresária XYZ Ltda., citada em execução fiscal promovida pelo município para a cobrança de crédito tributário de ISSQN, realizou depósito integral

Leia mais

D E C I S Ã O M O N O C R Á T I C A

D E C I S Ã O M O N O C R Á T I C A AGRAVO DE INSTRUMENTO. FAMÍLIA. AÇÃO DE EXONERAÇÃO DE ALIMENTOS. OBRIGAÇÃO AVOENGA. AUSÊNCIA DE PROVA DA DIMINUIÇÃO DAS POSSIBILIDADES DO ALIMENTANTE. NECESSIDADE DE DILAÇÃO PROBATÓRIA. 1. No caso, corretamente

Leia mais

VIGÉSIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL / CONSUMIDOR AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº AGRAVANTE: BAYER S

VIGÉSIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL / CONSUMIDOR AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº AGRAVANTE: BAYER S VIGÉSIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL / CONSUMIDOR AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0004565-17.2014.8.19.0000 AGRAVANTE: BAYER S.A AGRAVADO: ANTONIO SANTOS RELATORA: DES. TEREZA CRISTINA SOBRAL BITTENCOURT SAMPAIO AGRAVO

Leia mais

ACÓRDÃO RO Fl. 1. DESEMBARGADOR ANDRÉ REVERBEL FERNANDES Órgão Julgador: 4ª Turma

ACÓRDÃO RO Fl. 1. DESEMBARGADOR ANDRÉ REVERBEL FERNANDES Órgão Julgador: 4ª Turma 0000439-49.2014.5.04.0821 RO Fl. 1 DESEMBARGADOR ANDRÉ REVERBEL FERNANDES Órgão Julgador: 4ª Turma Recorrente: Recorrido: Origem: Prolator da Sentença: CLEBER AIRTON DA SILVA SOARES - Adv. Livio Antonio

Leia mais

: MIN. GILMAR MENDES

: MIN. GILMAR MENDES RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 949.410 RIO DE JANEIRO RELATOR RECTE.(S) : MIN. GILMAR MENDES :JANDIRA COSTA VIEIRA :DEFENSOR PÚBLICO-GERAL FEDERAL :UNIÃO :ADVOGADO-GERAL DA UNIÃO :ESTADO DO RIO DE JANEIRO

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RELATÓRIO O EXMO. SR. MINISTRO MOURA RIBEIRO (Relator): Trata-se de recurso especial interposto por J.M. dos S. com fundamento no art. 105, III, a, do permissivo constitucional contra acórdão do Tribunal

Leia mais

AGRAVO REGIMENTAL NA APELAÇÃO CÍVEL Nº ( ) DE GOIÂNIA DESEMBARGADOR CARLOS ESCHER RELATÓRIO E VOTO

AGRAVO REGIMENTAL NA APELAÇÃO CÍVEL Nº ( ) DE GOIÂNIA DESEMBARGADOR CARLOS ESCHER RELATÓRIO E VOTO AGRAVO REGIMENTAL NA APELAÇÃO CÍVEL Nº 56173-45.2012.8.09.0051 (201290561737) DE GOIÂNIA AGRAVANTE AGRAVADO RELATOR CÂMARA OTAILDO LUIZ LIMA ESTADO DE GOIÁS DESEMBARGADOR CARLOS ESCHER 4ª CÍVEL RELATÓRIO

Leia mais

AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº DA 2ª VARA CÍVEL DA COMARCA DE PARANAVAÍ AGRAVANTE:

AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº DA 2ª VARA CÍVEL DA COMARCA DE PARANAVAÍ AGRAVANTE: AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 675.680-1 DA 2ª VARA CÍVEL DA COMARCA DE PARANAVAÍ AGRAVANTE: JORELLI COMÉRCIO DE PRODUTOS ALIMENTÍCIOS LIMITADA AGRAVADA: UNIDAS DISTRIBUIDORA DE BEBIDAS LIMITADA RELATOR: DES.

Leia mais

VISTOS, relatados e discutidos, os autos acima

VISTOS, relatados e discutidos, os autos acima ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gab. Des. Gen ésio Gomes Pereira Filho ACÓRDÃO AGRAVO DE INSTRUMENTO N 001.2011.015750-81001 RELATOR : Dr. Aluízio Bezerra Filho, Juiz Convocado para

Leia mais

A C Ó R D Ã O DO AGRAVO INTERNO.

A C Ó R D Ã O DO AGRAVO INTERNO. TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO RIO DE JANEIRO 24ª CÂMARA CÍVEL AGRAVO INTERNO NO AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0011012-84.2015.8.19.0000 4ª VARA EMPRESARIAL AGRAVANTE : MICROSOFT INFORMATICA LTDA AGRAVADO : MINISTÉRIO

Leia mais

DECISÃO. Processo Digital nº: Classe - Assunto Ação Civil Pública - Improbidade Administrativa

DECISÃO. Processo Digital nº: Classe - Assunto Ação Civil Pública - Improbidade Administrativa fls. 201 TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO COMARCA DE SÃO MANUEL FORO DE SÃO MANUEL 2ª VARA Rua Ettore Targa, s/n,., V. Consolata - CEP 18650-000, Fone: (14) 3841-2422, Sao Manuel-SP - E-mail:

Leia mais

(7) Agravo de Instrumento nº

(7) Agravo de Instrumento nº TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO VIGÉSIMA SEXTA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0003412-46.2014.8.19.0000 JUÍZO DE ORIGEM: VARA ÚNICA DA COMARCA DE IGUABA GRANDE AGRAVANTE:

Leia mais

Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro Oitava Câmara Cível A C Ó R D Ã O RECURSO PROVIDO.

Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro Oitava Câmara Cível A C Ó R D Ã O RECURSO PROVIDO. 38 Agravante: Vitoria Faertag Agravados: A E B comércio de Calçados Relatora: Des. Flávia Romano de Rezende A C Ó R D Ã O AGRAVO DE INSTRUMENTO. SUSPENSÃO DA AÇÃO DE DESPEJO C/C COBRANÇA EM RAZÃO DE TER

Leia mais

ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA GABINETE DE DESEMBARGADOR

ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA GABINETE DE DESEMBARGADOR ( Agravo de Instrumento no. 041.2007.002068-4/001 Relator: Des. José Di Lorenzo Serpa Agravante: Município de Conde, representado por seu Prefeito Adv. Marcos Antônio Leite Ramalho Junior e outros Agravado:

Leia mais

TÍTULO I DO RECURSO ESPECIAL

TÍTULO I DO RECURSO ESPECIAL ÍNDICE SISTEMÁTICO Obras do Autor... XIII Abreviaturas e Siglas Usadas... XV Apresentação da 7ª edição... XVII Exposição Preliminar... 1 TÍTULO I DO RECURSO ESPECIAL Capítulo I Dos Recursos e seu Desdobramento

Leia mais

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O 4ª TURMA GDCCAS/CVS/NC/iap

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O 4ª TURMA GDCCAS/CVS/NC/iap A C Ó R D Ã O 4ª TURMA GDCCAS/CVS/NC/iap RECURSO DE REVISTA INTERPOSTO PELA UNIÃO (PGF), EM FACE DE DECISÃO PUBLICADA ANTES DA VIGÊNCIA DA LEI Nº 13.015/2014. PROCEDIMENTO SUMARÍSSIMO. ACORDO HOMOLOGADO

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO EM MANDADO DE SEGURANÇA Nº 21.205 - SP (2006/0009180-5) RELATOR : MINISTRO TEORI ALBINO ZAVASCKI IMPETRADO : JUIZ FEDERAL DA 13A VARA CÍVEL DA SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESTADO DE SÃO PAULO EMENTA PROCESSUAL

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL Agravo de Instrumento nº 0010478-77.2014.8.19.0000 Agravante: Othelo Fernando Schaefer Agravado: Levinda Fernandes de Souza Pinto

Leia mais

PROCESSO: RTOrd

PROCESSO: RTOrd ACÓRDÃO 9ª Turma PROCESSO: 0022300-36.2009.5.01.0341 - RTOrd ADICIONAL DE INSALUBRIDADE. BASE DE CÁLCULO. O STF há muito, repudia a adoção do salário mínimo como base de cálculo para qualquer outra relação

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal MANDADO DE SEGURANÇA 33.121 SÃO PAULO RELATORA IMPTE.(S) ADV.(A/S) IMPDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN. ROSA WEBER :DONISETE GIMENES ANGELO :ELIANE MARTINS DE OLIVEIRA :PRESIDENTE DA 2ª TURMA RECURSAL DOS JUIZADOS

Leia mais

AULA 5 10/03/11 O AGRAVO

AULA 5 10/03/11 O AGRAVO AULA 5 10/03/11 O AGRAVO 1 O CONCEITO O agravo é o recurso competente para a impugnação de decisão interlocutória. A decisão interlocutória é o ato processual do juiz que tem cunho decisório, mas que não

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA PARAÍBA

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA PARAÍBA GABINETE DO DESEMBARGADOR JOÃO ALVES DA SILVA DECISÃO MONOCRÁTICA AGRAVO DE INSTRUMENTO NQ 001.2007.032862-8/001 RELATORA : Vanda Elizabeth Marinho juíza Convocada AGRAVANTE

Leia mais

EMENTA ACÓRDÃO. Poder Judiciário TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 4ª REGIÃO

EMENTA ACÓRDÃO. Poder Judiciário TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 4ª REGIÃO AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 5049113-58.2015.4.04.0000/PR RELATORA : Des. Federal MARGA INGE BARTH TESSLER AGRAVANTE : GABRIEL BONATO RIFFEL : JULIANO BONATO RIFFEL AGRAVADO : CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - CEF

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Acórdão 1a Turma PRINCÍPIO DA UNIRRECORRIBILIDADE PRECLUSÃO CONSUMATIVA. O princípio da unirrecorribilidade, preconiza que o direito da parte de se insurgir contra o julgado que lhe foi desfavorável, se

Leia mais

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Vigésima Primeira Câmara Cível

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Vigésima Primeira Câmara Cível Agravo de instrumento nº: 0068684-21.2013.8.19.0000 Agravante: BANCO SANTANDER BRASIL S.A Advogado: Fabio Caon Pereira Agravado: MUNICÍPIO DE DUQUE DE CAXIAS Relator: Desembargador ANDRÉ RIBEIRO AGRAVO

Leia mais

R E L A T Ó R I O E V O T O

R E L A T Ó R I O E V O T O AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 315469-70.2012.8.09.0000 (201293154695) APARECIDA DE GOIÂNIA AGRAVANTE: LEANDRO EVANGELISTA CIRQUEIRA AGRAVADO: MUNICÍPIO DE APARECIDA DE GOIÂNIA RELATOR: JUIZ SÉRGIO MENDONÇA

Leia mais

SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL - STF

SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL - STF SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL - STF Atualizado em 09/11/2016 RESOLUÇÃO Nº 581, DE 8 DE JUNHO DE 2016 Dispõe sobre as Tabelas de Custas e a Tabela de Porte de Remessa e Retorno dos Autos e dá outras providências.

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO ESTADO DE PERNAMBUCO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gabinete da Presidência INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 27, DE 28 DE OUTUBRO DE 2010.

PODER JUDICIÁRIO ESTADO DE PERNAMBUCO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gabinete da Presidência INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 27, DE 28 DE OUTUBRO DE 2010. PODER JUDICIÁRIO ESTADO DE PERNAMBUCO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gabinete da Presidência INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 27, DE 28 DE OUTUBRO DE 2010. EMENTA: Regulamenta a concessão e o pagamento de auxílio funeral no

Leia mais

Quebrando a Banca Processo Civil Damião Soares

Quebrando a Banca Processo Civil Damião Soares Quebrando a Banca Processo Civil Damião Soares 2014 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. 2014 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor.

Leia mais

PROCESSO: MS Agravo Regimental

PROCESSO: MS Agravo Regimental Acórdão Seção Especializada em Dissídios Individuais AGRAVO REGIMENTAL. Liminar. A medida liminar somente pode ser deferida quando comprovados o fumus boni iuris e o periculum in mora, o que não é o caso

Leia mais

SIMULADO 2ª FASE XVII EXAME DE ORDEM DIREITO TRIBUTÁRIO GABARITO

SIMULADO 2ª FASE XVII EXAME DE ORDEM DIREITO TRIBUTÁRIO GABARITO SIMULADO 2ª FASE XVII EXAME DE ORDEM DIREITO TRIBUTÁRIO GABARITO CANAL EXAME DE ORDEM - SIMULADO XVII EXAME DE ORDEM - DIREITO TRIBUTÁRIO Página 1 ENUNCIADO A sociedade empresária XYZ Ltda., citada em

Leia mais

RECURSO ORDINÁRIO EM RITO SUMARÍSSIMO ORIGEM: 75ª VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO

RECURSO ORDINÁRIO EM RITO SUMARÍSSIMO ORIGEM: 75ª VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO PODER JUDICIÁRIO FEDERAL TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 2ª REGIÃO PROCESSO Nº 0001174-17.2012.5.02.0075 5ª TURMA PROCESSO Nº 0001174-17.2012.5.02.0075 RECURSO ORDINÁRIO EM RITO SUMARÍSSIMO ORIGEM: 75ª VARA

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) JUIZ(A) ELEITORAL RELATOR(A), EGRÉGIO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL PARECER

EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) JUIZ(A) ELEITORAL RELATOR(A), EGRÉGIO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL PARECER EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) JUIZ(A) ELEITORAL RELATOR(A), EGRÉGIO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL Recurso Eleitoral n. 211-97.2016.6.21.0061 Procedência: Farroupilha RS (61ª Zona Eleitoral

Leia mais

Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro 23ª CÂMARA CÍVEL

Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro 23ª CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO n º 0009034-09.2014.8.19.0000 AGRAVANTE: UNIMED PAULISTANA SOCIEDADE COOPERATIVA DE TRABALHO MÉDICO AGRAVADO: JOÃO PAULO GOMES RODRIGUES RELATOR: DES. MARCELO CASTRO ANÁTOCLES DA

Leia mais

RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 899.348 DISTRITO FEDERAL RELATOR : MIN. DIAS TOFFOLI

RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 899.348 DISTRITO FEDERAL RELATOR : MIN. DIAS TOFFOLI RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 899.348 DISTRITO FEDERAL RELATOR RECTE.(S) RECTE.(S) ADV.(A/S) RECDO.(A/S) RECDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN. DIAS TOFFOLI :CARLOS AUGUSTO DE OLIVEIRA FRANCO :VANJA MAGALI PAULINO

Leia mais

RECURSO ORDINÁRIO. Recurso Ordinário

RECURSO ORDINÁRIO. Recurso Ordinário RECURSO ORDINÁRIO Conceito: Os recursos ordinários são os recursos cabíveis para impugnar decisões havidas nos casos previstos no art. 1.027 do CPC. Apesar de serem julgados pelo Supremo Tribunal Federal

Leia mais

Décima Sexta Câmara Cível Gabinete do Desembargador Marco Aurélio Bezerra De Melo

Décima Sexta Câmara Cível Gabinete do Desembargador Marco Aurélio Bezerra De Melo AGRAVO DE INSTRUMENTO. DECISÃO AGRAVADA QUE DEFERE ANTECIPAÇÃO DE TUTELA PARA DETERMINAR AO MUNICÍPIO DE NOVA FRIBURGO A DISPONIBILIZAÇÃO DE CONSULTA MÉDICA DE NEUROLOGISTA. RECURSO DO RÉU. Direito à Saúde.

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 753.503 RIO DE JANEIRO RELATOR RECTE.(S) ADV.(A/S) RECDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) : MIN. LUIZ FUX :ANDREA DE ALMEIDA ANDRE : CRISTIANO DA COSTA DE MORAES E OUTRO(A/S) :FUNDO

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 09/08/2016 PRIMEIRA TURMA AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 971.301 SÃO PAULO RELATOR : MIN. ROBERTO BARROSO AGTE.(S) :FUNDACAO CENTRO

Leia mais

Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Terceira Câmara Cível

Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Terceira Câmara Cível Agravo de Instrumento N.º 0012924-53.2014.8.19.0000 1 Agravo de Instrumento. Ação revisional de locação. Insurgência contra a decisão que fixou os provisórios em valor menor daquele que seria encontrado

Leia mais

PROCESSO: RTOrd

PROCESSO: RTOrd ACÓRDÃO 9ª Turma PROCESSO: 0001049-15.2011.5.01.0042 - RTOrd COISA JULGADA. Inexiste o fenômeno da coisa julgada, uma vez que, nada obstante os pedidos e a causa de pedir sejam idênticos, as partes são

Leia mais

demandado em utilizar indevidamente tal terreno.

demandado em utilizar indevidamente tal terreno. PROCESSO Nº: 0804934-64.2015.4.05.0000 - AGRAVO DE INSTRUMENTO AGRAVANTE: UNIÃO FEDERAL AGRAVADO: ANTONIO MARCIO BRITTO RAPOSO ADVOGADO: ANTONIO CARLOS FREITAS MELRO DE GOUVEIA RELATOR(A): DESEMBARGADOR(A)

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 37ª Câmara de Direito Privado

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 37ª Câmara de Direito Privado ACÓRDÃO Registro: 2016.0000683259 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº 2164180-43.2016.8.26.0000, da Comarca de São Paulo, em que é agravante BANCO VOTORANTIM S/A, são

Leia mais

Preparo efetuado. 1. Data e assinatura.

Preparo efetuado. 1. Data e assinatura. 1. RECEBIMENTO DE PETIÇÃO INICIAL (Rito ordinário) Autos n. Comarca de Preparo efetuado. 1 282). Recebo a petição inicial, por ser a mesma apta (CPC, art. Cite-se o requerido para que, caso queira, apresente

Leia mais

PROCESSO nº (RO) RECORRENTE: MOACIR MOREIRA DA ROCHA RELATORA: ANGELA FIORENCIO SOARES DA CUNHA

PROCESSO nº (RO) RECORRENTE: MOACIR MOREIRA DA ROCHA RELATORA: ANGELA FIORENCIO SOARES DA CUNHA PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Identificação PROCESSO nº 0010300-14.2015.5.01.0302 (RO) RECORRENTE: MOACIR MOREIRA DA ROCHA RECORRIDO: THIAGO CARDOSO, LORENA

Leia mais

Agravo de Instrumento nº (apenso ao Agravo de Instrumento nº )

Agravo de Instrumento nº (apenso ao Agravo de Instrumento nº ) 1ª CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Agravo de Instrumento nº 0069197-86.2013.8.19.0000 (apenso ao Agravo de Instrumento nº 0007111-45.2014.8.19.0000) Agravante: RFH Participações

Leia mais

RELATÓRIO. 3. Foi atribuído o efeito suspensivo ao presente recurso. 4. Foram apresentadas contrarrazões. 5. É o que havia de relevante para relatar.

RELATÓRIO. 3. Foi atribuído o efeito suspensivo ao presente recurso. 4. Foram apresentadas contrarrazões. 5. É o que havia de relevante para relatar. PROCESSO Nº: 0804286-21.2014.4.05.0000 - AGRAVO DE INSTRUMENTO RELATÓRIO 1. Trata-se AGTR interposto pela UNIÃO FEDERAL, contra decisão do douto Juiz Federal da 1ª Vara da SJ/RN que, nos autos da ação

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO VIGÉSIMA SEGUNDA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº: 0050632-74.2013.8.19.0000 AGRAVANTE: EUZENI FARIA GONÇALVES AGRAVADO: LEANDRO DE TAL Relator: Desembargador MARCELO LIMA BUHATEM Vistos, etc... D

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal HABEAS CORPUS 117.180 RIO DE JANEIRO RELATORA PACTE.(S) IMPTE.(S) COATOR(A/S)(ES) : MIN. CÁRMEN LÚCIA :WAGNER VITOR DE SOUZA :MARCELO DA SILVA TROVÃO :SUPERIOR TRIBUNAL MILITAR DECISÃO HABEAS CORPUS. CONSTITUCIONAL.

Leia mais

Nº PORTO ALEGRE

Nº PORTO ALEGRE APELAÇÃO E REEXAME NECESSÁRIO. DIREITO TRIBUTÁRIO. MANDADO DE SEGURANÇA. CERTIDÃO POSITIVA COM EFEITO DE NEGATIVA. DEVE SER AUTORIZADA A EXPEDIÃO DE CERTIDÃO POSITIVA COM EFEITO DE NEGATIVA, EM RAZÃO DA

Leia mais

D D E DE E O O R ORDEM R

D D E DE E O O R ORDEM R PRÁTICA CIVIL PRÁTICA CIVIL 1.ª Edição 2007 IESDE Brasil S.A. É proibida a reprodução, mesmo parcial, por qualquer processo, sem autorização por escrito dos autores e do detentor dos direitos autorais.

Leia mais

TEORIA GERAL DOS RECURSOS

TEORIA GERAL DOS RECURSOS TEORIA GERAL DOS RECURSOS FUNDAMENTO, CONCEITO E NATUREZA JURIDICA Fundamentos: A necessidade psicológica do vencido irresignação natural da parte A falibidade humana do julgador Razões históricas do próprio

Leia mais

i iiiiii um mu um um um um mu mi mi

i iiiiii um mu um um um um mu mi mi PODER JUDICIÁRIO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO/DECISÃO MONOCRATICA REGISTRADO(A) SOB N i iiiiii um mu um um um um mu mi mi Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento

Leia mais

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Vigésima Câmara Cível

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Vigésima Câmara Cível APELAÇÃO CÍVEL 0051661-74.2004.8.19.0001 PARTE APELANTE: BANIN E BANOT PRODUTOS DE COURO LTDA ME PARTE APELADA: CONDOMÍNIO CIVIL DO SHOPPING CENTER IGUATEMI RIO RELATOR: DES. MARCO ANTONIO IBRAHIM Despejo

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO A C Ó R D Ã O 8ª T U R M A Cinto de segurança é EPI que deve proteger o empregado, proteção esta que deve ocorrer, inclusive, quando realiza movimentos inesperados, já que se utiliza cinto quando o equilíbrio

Leia mais

DECISÃO MONOCRÁTICA RELATÓRIO

DECISÃO MONOCRÁTICA RELATÓRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO NONA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO N.º 0046120-82.2012.8.19.0000 AGRAVANTE: TRANSTURISMO REI LTDA AGRAVADA: PORTO SEGURO COMPANHIA DE SEGUROS GERAIS

Leia mais

IMPACTOS CORPORATIVOS SOBRE AS ALTERAÇÕES DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL Carolina Sayuri Nagai Calaf

IMPACTOS CORPORATIVOS SOBRE AS ALTERAÇÕES DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL Carolina Sayuri Nagai Calaf IMPACTOS CORPORATIVOS SOBRE AS ALTERAÇÕES DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL Carolina Sayuri Nagai Calaf O QUE MUDOU EM LINHAS GERAIS Parágrafo 5º, no art. 46: Execução Fiscal sempre será proposta no domicílio

Leia mais

VIGÉSIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL

VIGÉSIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL VIGÉSIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0017795-29.2014.8.19.0000 Ação Ordinária nº 0095194-34.2014.8.19.0001 10ª Vara da Fazenda Pública da Comarca da Capital AGRAVANTE: RAFAEL RAMALHO

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DÉCIMA NONA CAMARA CIVEL RELATOR: DES. MARCOS ALCINO DE AZEVEDO TORRES

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DÉCIMA NONA CAMARA CIVEL RELATOR: DES. MARCOS ALCINO DE AZEVEDO TORRES TRIBUNAL DE JUSTIÇA DÉCIMA NONA CAMARA CIVEL RELATOR: DES. MARCOS ALCINO DE AZEVEDO TORRES AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº. 00045679-67.2013.8.19.0000 AGTE : ESTRUTURA II FUNDO DE I NVESTIMENTO IMOBILIARIO FII

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça MEDIDA CAUTELAR Nº 6.515 - RS (2003/0091138-3) RELATOR REQUERENTE ADVOGADO REQUERIDO PROCURADOR MINISTRO JOSÉ DELGADO MUNICÍPIO DE LAJEADO VENÂNCIO EUGÊNIO DIERSMANN E OUTROS MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0694.10.004212-6/001 Númeração 1034476- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Júlio César Lorens Des.(a) Júlio César Lorens 24/05/2016 02/06/2016 EMENTA:

Leia mais

Página 4 16 Trata se de resposta aos embargos à execução em que se aduz essencialmente a falta de capacidade postulatória.

Página 4 16 Trata se de resposta aos embargos à execução em que se aduz essencialmente a falta de capacidade postulatória. Página 1 1 Contestação à ação de despejo por falta de pagamento, em que o réu alega falta de interesse de agir do autor, visto que, em havendo título executivo a via adequada não é a ação de conhecimento.

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal RECURSO EXTRAORDINÁRIO 874.549 RIO GRANDE DO SUL RELATORA RECTE.(S) PROC.(A/S)(ES) RECDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN. CÁRMEN LÚCIA :INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL - INSS :PROCURADOR-GERAL FEDERAL :JORGE

Leia mais