Kalzip Manual de Instalação. Edição 02/2006

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Kalzip Manual de Instalação. Edição 02/2006"

Transcrição

1 Kalzip Manual de Instalação Edição 02/2006

2

3 Índice Introdução 1.0 O sistema 2.0 Transporte Armazenagem Inspecção 3.0 Montagem dos clips 4.0 Montagem de bandejas Kalzip reabilitação de coberturas 5.0 Ligações: remates, cumeeira + acessórios Kalzip 6.0 Elementos integrados na cobertura 7.0 Soldadura Cortar Quinar 8.0 Truques e conselhos 9.0 Ferramentas 10.0 Componentes do sistema e seus acessórios

4 Índice Vista Geral página 1.0 Introdução 1.1 A perfeita execução da cobertura O sistema Campos de aplicação para o sistema Kalzip Cobertura térmica Kalzip sobre uma chapa trapezoidal de aço apoiada sobre asnas Cobertura térmica Kalzip sobre uma chapa trapezoidal de aço apoiada sobre madres Cobertura térmica Kalzip sobre vigas de madeira com uma base de madeira Cobertura ventilada Kalzip com isolamento térmico ao nível das vigas Kalzip DuoPlus e Kalzip Duo Kalzip DuoPlus Kalzip Duo Kalzip DuoPlus ou Kalzip Duo sobre chapa base trapezoidal de aço Kalzip DuoPlus ou Kalzip Duo sobre madeira Kalzip DuoPlus ou Kalzip Duo sobre betão Kalzip DuoPlus ou Kalzip Duo sobre betão celular Kalzip Nature Kalzip AF Kalzip AF com o Sistema isolante ProDach sobre uma chapa trapezoidal de aço Kalzip AF com o Sistema isolante ProDach sobre vigas e base de madeira Kalzip AF com isolamento térmico ao nível das vigas Kalzip AF sobre isolamento FOAMGLAS Transporte Armazenagem Inspecção 3.1 O transporte para a obra / local de descarga Descarga na obra Armazenagem na obra Inspecção do material fornecido Observações importantes: Transporte, armazenagem e montagem 24 de bandejas Kalzip AluPlusZinc 4.0 Montagem dos clips 4.1 Fixações Distribuição dos clips Montagem de bandejas Kalzip reabilitação de coberturas 5.1 Temporais, ventos fortes Distribuição Protecção contra a corrosão Montagem 38 4

5 Índice Vista Geral página 5.0 Montagem de bandejas Kalzip reabilitação de coberturas 5.5 Procedimento de fecho de bandejas Manejo do robot para o fecho das bandejas Kalzip Reabilitação de coberturas existentes com bandejas Kalzip Ligações: remates, cumeeira + acessórios Kalzip 6.1 Cumeeira Dobra de bandejas zona cumeeira Tampa corta-ventos Elemento de estanquidade da cumeeira Perfil separador Z / Grampo deslizante Remate de Cumeeira Remate de Empena Perfil U de empena Garra de união Perfil T de remate de empena Perfil U de empena 50/ Remate de empena Beirado, rigidez estática Consola da bandeja no algeroz Ângulo de beirado Dobra Estanquidade do beirado Elementos integrados na cobertura 7.1 Clarabóias / perfurações na cobertura Tubos de ventilação pré-fabricados Bandeja translúcida Bandeja translúcida contínua, desde a cumeeira até ao beirado Caso especial: a bandeja translúcida termina antes do beirado Protecção contra quedas Kalzip ancoragem de linhas de vida Passadeiras / degraus Instalação de painéis solares Soldadura Cortar Quinar 8.1. Soldadura WIG Preparação Base protectora Cortar o alumínio Serrar Discos de corte Quinar 60 5

6 Índice Vista Geral página 9.0 Truques e conselhos 9.1 Molde para a colocação dos clips Pré-montagem dos clips sobre perfis ómega Armazenagem de bandejas compridas Instalação simultânea por diferentes equipas de montagem Protecção mediante anilha U durante o processo de fixação com trado Cobertura em consola; construção com barras de clip Cobertura em consola; alternativa Instruções de montagem Cobertura Kalzip em consola Eliminar sujidades Ferramentas 10.1 Robot de fecho das bandejas Manutenção Verificação do robot Cilindros disponíveis Kalzip curvo Bandejas translúcidas de dupla capa Kalzip com rebordo de 50 mm e Kalzip AF Troca de cilindros Robot de fecho das bandejas para fachadas Utensílio para abertura de bandejas Acessórios para a montagem Componentes do sistema e acessórios Clip de alumínio 74 Clip duplo para ponto fixo 74 Base térmica TK 5/TK Base térmica dupla DTK 5/DTK Clip deslizante 75 Clip de poliamida com núcleo de aço 76 Kalzip DuoPlus /clip giratório 76 Kalzip DuoPlus /carril pré-perfurado 76 Perfil U de empena 77 Garra de união para Kalzip 65/.. e Kalzip 50/.. 77 Perfil de fecho de cobertura 50/65 77 Perfil T de empena 78 Apoio deslizante 78 6

7 Índice Vista Geral página 11.0 Componentes do sistema e acessórios Bandeja de arranque Kalzip com rebordo grande 79 Grampo de apoio tipo 1 80 Grampo de apoio tipo 2 80 Grampo de apoio tipo 3 80 Remate de cumeeira 81 Perfil separador Z 81 Barra / plana 81 Tampa corta-ventos 82 Elemento de estanquidade cumeeira 82 Elemento estanquidade de beirado 82 Ângulo de beirado 83 Fita adesiva compressível 83 Junta de dilatação para o algeroz / caleira 83 Bandeja translúcida 84 Peça final de bandeja translúcida para cumeeira / beirado 84 Tampa corta-ventos para bandeja translúcida 85 Guia para bandeja translúcida 85 Remates para juntas entre bandejas translúcidas 85 Clarabóia Kalzip para soldar 86 Clarabóia Kalzip para selar 86 Perfil para reparações de rebordo 86 Chapa dentada para encontros de remates 87 Chapa lisa cortada de bobina 87 Remates especiais 87 Base protectora (soldadura) 87 Tubo ventilação para soldar ou selar 88 Degrau de cobertura duplo 88 Degrau de cobertura simples 88 Passadeira contínua 89 Apoio ajustável para passadeira de alumínio 89 Barreira de vapor 90 Barreira de vapor H 90 Barreira de vapor Flexível 91 Fita Botílica para Barreira de vapor Flexível 91 Lã de rocha isolante 040 Kalzip 92 Sistema Kalzip retentor de neve 92 Ancoragem Kalzip para linhas de vida 93 Ancoragem Kalzip para linhas de vida, bandejas cónicas 93 7

8 Introdução Introdução 1.1 A perfeita execução da cobertura Campo de aplicação O conteúdo deste manual de montagem foi elaborado para a correcta instalação das bandejas Kalzip, dos seus elementos de fixação e dos seus acessórios. Autorização De acordo com a Autorização Geral do sistema Kalzip, o sistema Kalzip só pode ser instalado por empresas autorizadas e formadas pelo fabricante. A Autorização Geral do sistema Kalzip pode ser solicitada ao fabricante e deve estar disponível na obra. Apresentam-se ali importantes indicações com respeito à qualificação do pessoal de montagem, prevenção de acidentes, protecção a pisadas e elementos de fixação. É muito importante tomar em consideração estas indicações. Ali não se apresentam outras Normas de Edificação e/ou de Saúde e Segurança no trabalho, já que se supõe que o empreiteiro está familiarizado com elas e que as cumpre em todas as circunstâncias. Se há diferenças deve consultar-se o fabricante. As diferenças serão comunicadas ao empreiteiro da obra por escrito. Indicações gerais Estas instruções, recomendações e requisitos são baseados na experiência recolhida pelo fabricante, assim como no conhecimento prático dos seus instaladores e baseiam-se no melhor critério e conhecimento do fabricante. Por conseguinte a Corus Sistemas Construtivos, Lda. não pode ser responsável por nenhuma omissão, erro ou interpretação errónea. Ferramentas especiais Antes de iniciar os trabalhos de instalação importa garantir que o robot para o fecho das bandejas, a ferramenta de fecho manual, a ferramenta manual para dobrar e o utensílio parra a abertura das bandejas estão em perfeito estado de funcionamento. O robot para o fecho das bandejas tem que fechar de forma completa e os jogos de cilindros têm que estar correctamente montados. Serviços subentendidos Subentende-se que o empreiteiro proporcionará o projecto completo, planos de arquitectura (em que se especifiquem todas as dimensões), detalhes e materiais que devam ser instalados. Antes de iniciar os trabalhos dever-se-á verificar se a geometria e as dimensões reflectidas nos planos estão em concordância com a geometria e dimensões reais na obra. 8

9 O sistema 2.0 O sistema Kalzip é um sistema de junta engatilhada, formado por elementos de alumínio, especificamente projectados para coberturas tanto de pendente ligeira (mínimo 1,5 graus de inclinação da cumeeira ao beirado), como para as de grande pendente. As bandejas Kalzip são fornecidas em várias larguras e numa grande variedade de formas rectas, curvas (côncavas / convexas, elípticas / hiperbólicas) cónicas (rectas /convexas) o que lhes permite adaptarem-se a qualquer geometria de cobertura. A união das bandejas perfiladas Kalzip com a substrutura realiza-se mediante clips de alumínio, que encaixam nos rebordos, e que por sua vez são cobertos pela bandeja seguinte. Isto significa que os elementos de fixação estão situados por debaixo da capa exterior da cobertura. Esta não se perfura, oferecendo um sistema livre de perfurações. Os clips permitem o movimento da bandeja, de forma que as dilatações e contracções (por variações de temperatura) se transmitem do ponto fixo aos beirados e/ou à substrutura. O movimento deslizante da bandeja não deve ser impedido por uniões com outros elementos fixos da cobertura (chaminés, clarabóias, tubos de ventilação, etc.)

10 O sistema Campos de aplicação para o sistema Kalzip A aplicação determina a estrutura do sistema. As bandejas Kalzip utilizam-se para coberturas com ou sem isolamento. Adaptam-se a todas as formas e inclinações e também são compatíveis com todo o tipo de substruturas portantes. O sistema adapta-se aos requisitos especiais de cada uma das aplicações. Ter-se-á em conta a influência da carga de neve, vento e as influências da humidade e outros fenómenos atmosféricos. O sistema Kalzip responde amplamente às altas exigências de isolamento térmico da cobertura. Mediante a escolha do tipo e espessura do isolamento, o sistema pode adaptar-se às exigências individuais de cada edifício. Além disso o sistema oferece soluções detalhadas e avançadas para uma efectiva drenagem exterior e interior da cobertura que lhe proporciona um alto grau de segurança, além de um serviço completo durante a longa vida útil da cobertura. Em função do comprimento das bandejas e da reduzida inclinação da maioria das coberturas, é recomendável a instalação de uma cobertura isolada. Como isolamento térmico recomendam-se os isolamentos de fibras quimicamente neutras. O isolamento instala-se na parte inferior e posteriormente, no processo de montagem das bandejas Kalzip que estão na parte superior, comprime-se até alcançar a espessura final requerida. É preciso que não fique nenhum vazio entre as bandejas Kalzip e o isolamento. Deve incorporar-se e instalar-se correctamente uma barreira de vapor para a completa estanquidade dos isolamentos da cobertura. Também são possíveis, é claro, as coberturas sem isolamento. Os valores de isolamento acústico das coberturas standard descritas a seguir são indicados em cada uma das imagens juntas. Para a optimização dos valores podem ser incorporadas camadas de isolamento adicionais. As aplicações com isolamento térmico são predominantes. A maioria das aplicações do sistema Kalzip realiza-se em coberturas com isolamento térmico e sobre uma base trapezoidal de aço apoiada em estruturas de madeira, aço ou de betão. 10

11 O sistema Cobertura térmica Kalzip sobre uma chapa trapezoidal de aço apoiada sobre asnas Esta estrutura de cobertura, extremamente económica, utiliza-se tanto na construção industrial como na de habitações. Com a finalidade de assegurar que não se R w = ~ 35 db (A)* produzem vazios entre as bandejas Kalzip e o isolamento, deve utilizar-se um isolamento térmico compressível. Incorporado no sistema da cobertura, o material isolante será comprimido aproximadamente 20 mm. A transmissão de cargas da bandeja Kalzip à base inferior de aço trapezoidal não se produz uniformemente mas pontualmente por meio dos clips de fixação ocultos. Consequentemente há que incrementar a carga da cobertura em cerca de 15% quando dimensionamos a base inferior de aço trapezoidal. Os clips colocam-se diagonalmente sobre a base inferior portante para que todas as ondas superiores da chapa trapezoidal recebam carga Cobertura térmica Kalzip sobre uma chapa trapezoidal de aço apoiada sobre madres R w = ~ 35 db (A)* Se a cobertura se apoia sobre madres, as ondas superiores da chapa trapezoidal devem estar paralelas às bandejas Kalzip. Se a modulação da chapa inferior coincidir com a largura da bandeja Kalzip podem fixar-se os clips directamente às madres, perfurando o vale das ondas da chapa trapezoidal (imagem superior). Se a modulação da base trapezoidal não coincide com a das bandejas Kalzip, há que incorporar os perfis ómega para fixar os clips (imagem inferior). Nesse caso, se a distância entre os clips das bandejas Kalzip for menor ou igual à distância entre madres, o perfil ómega deve colocar-se em cima destas (madres). Desta maneira a base inferior só suporta o peso do isolamento e o da barreira de vapor. Quando o vão entre madres é muito grande, é necessário colocar perfis ómega adicionais. Neste caso, também se transmite parte da carga à chapa base inferior e desta às madres. 11

12 O sistema Cobertura térmica Kalzip sobre vigas de madeira com uma base de madeira Na construção de habitações empregam-se frequentemente estruturas de vigas de madeira e um revestimento de madeira à vista. Isto tem as seguintes vantagens: 1. há uma clara separação entre os trabalhos de carpintaria e os trabalhos de instalação da cobertura. 2. a barreira de vapor pode instalar-se facilmente e de forma contínua. R w = ~ 38 db (A)* Os clips podem fixar-se directamente à base de madeira sempre que esta tenha uma espessura mínima de 28 mm. Se o revestimento de madeira é de menor espessura, devem colocar-se umas ripas adicionais de madeira e/ou ómegas fixados às vigas na parte superior do revestimento Cobertura ventilada Kalzip com isolamento térmico ao nível das vigas R w = ~ 35 db (A)* *pode variar em função da espessura e das características dos materiais Com uma estrutura de cobertura como a que se mostra na imagem esquerda, frequentemente, não é possível instalar uma cobertura térmica devido à excessiva distância entre a barreira de vapor e as bandejas Kalzip. Por conseguinte, nestes casos a cobertura deve projectar-se como uma cobertura ventilada. Consequentemente é um requisito imprescindível o perfeito funcionamento da barreira de vapor. Uma ventilação adequada é indispensável para a evacuação das condensações. Se há algum risco de nevada poderá ser necessário instalar uma capa de protecção anti-condensação, impedindo que a neve entre em contacto com o material isolante. 12

13 O sistema 2.2 Kalzip DuoPlus e Kalzip Duo Tanto a distribuição dos carris como a quantidade dos elementos de fixação são indicados nos planos de execução Kalzip DuoPlus Este sistema reúne as vantagens do isolamento rígido à prova de pisadas e o das estruturas construtivas convencionais das coberturas Kalzip. R w = ~ 43 db (A)* Este sistema especial está quase isento de pontes térmicas e alcança elevados valores de isolamento acústico. Depois de instalar o isolamento rígido à prova de pisadas de 100 mm de espessura colocar-se-ão os carris de alumínio que se fixarão à base de aço trapezoidal. De seguida introduzem-se manualmente uns clips especiais que se orientam girando-os na direcção de colocação das bandejas Kalzip. Não é necessária a fixação dos clips ao carril. O sistema comprovado e patenteado consta da chapa base trapezoidal de aço, barreira de vapor, o isolamento rígido à prova de pisadas, o carril DuoPlus, o clip DuoPlus e os parafusos para a fixação do carril, isolamento térmico compressível e as bandejas Kalzip. 13

14 O sistema Kalzip Duo Quando não há exigências específicas de isolamento acústico, pode-se utilizar o sistema Kalzip Duo, em que não é necessária uma camada contínua de isolamento térmico rígido. A base para o sistema Kalzip Duo consiste simplesmente numas tiras de isolamento rígido, com uma largura de 24 cm e uma espessura de 100 mm. Os espaços resultantes são preenchidos com isolamento térmico não rígido ou material rígido de baixo custo. R w = ~ 41 db (A)* No caso do sistema Kalzip Duo, só é necessário usar isolamento térmico rígido naquelas zonas especificadas por razões de estabilidade. O isolamento térmico rígido é substituído por uma capa de isolamento não rígido em todas as zonas em que não se requeira reduzir as cargas que afectam a cobertura, tais como neve, vento, manutenção, etc. 14

15 O sistema Kalzip DuoPlus ou Kalzip Duo sobre chapa base trapezoidal de aço Capa inferior da cobertura: Chapa perfilada em forma trapezoidal da Fischer Espessuras t = 0,88 mm de chapa : 1,00 mm 1,25 mm 1,50 mm Carril DuoPlus Diâmetro do orifício para os parafusos de 6,8 mm Clip DuoPlus Tipo de clip segundo as normas EnEV (Norma de poupança energética) Elementos de fixação para o carril DuoPlus SFS intec SD2-S16-6,0 x L 2.0 Tipo de perfil: FI 90/305 FI 100/275 FI 135/310 FI 144/287 FI 150/280 FI 165/250 Como alternativa: Chapa perfilada trapezoidal perfurada da Fischer: AK 100/275 AK 135/310 AK 150/280 AK 165/250 (Ao colocar o sistema Kalzip Duo os espaços entre as tiras do isolamento com uma largura de 24 cm devem-se encher com lã de rocha Kalzip ). Lã de rocha Kalzip segundo a norma DIN Inflamabilidade A1 não inflamável Classificação WDE segundo DIN Condutividade térmica 040 Espessura segundo normas EnEV Bandejas de alumínio Kalzip Barreira de vapor auto adesiva Isolamento de alta densidade resistente à pressão segundo a norma DIN Inflamabilidade A1 não inflamável Classificação WDE segundo DIN Condutividade térmica WLG 04 0 Resistência à pisada: s10 70 kn/ m 2 Espessura: 100 mm. Kalzip Duo em tiras com uma largura de 24 cm Kalzip DuoPlus colocação na totalidade da superfície 15

16 O sistema Kalzip DuoPlus ou Kalzip Duo sobre madeira Substrutura: Madeira maciça de resistência mínima S10 Barreira de vapor Isolamento de alta densidade resistente à pressão segundo norma DIN Inflamabilidade A1 não inflamável Classificação WDE segundo DIN Condutividade térmica WLG 040 Resistência à pisada: σ kn/m 2 Espessura: 100 mm Kalzip Duo em tiras com uma largura de 24 cm Kalzip DuoPlus colocação na totalidade da superfície Carril DuoPlus Diâmetro do orifício para os parafusos de 6,8 mm Clip DuoPlus Tipo de clip segundo normas EnEV (Norma de poupança energética) Elementos de fixação para o carril DuoPlus: Parafuso SFS intec SD2-S16-6,0 x 165 ou parafusos de madeira segundo DIN 1052 ou também parafusos auto-roscantes para madeira segundo DIN e segundo elementos de fixação especialmente autorizados para o sistema Kalzip (ver Autorização Geral do Sistema Kalzip ). É requerido um diâmetro da anilha de estanquidade mínima de 16 mm e madeira com uma espessura mínima de 26 mm. Execução: A distância máxima entre os parafusos é de 50 cm. Os parafusos devem colocar-se alternadamente nos orifícios do carril. O carril orienta-se perpendicularmente ou com um ângulo mínimo de 45º com respeito às nervuras das bandejas Kalzip.A distância entre os carris depende da carga que as bandejas Kalzip podem suportar. Nas zonas de esquina e no perímetro da cobertura os carris devem fixar-se com 1 parafuso por cada ponto de fixação. Se o carril ultrapassa algum apoio final (por exemplo uma peça de ajuste no final de uma fila) o saliente não deve exceder 40 cm. (Ao colocar o sistema Kalzip Duo os espaços entre as tiras do isolamento com uma largura de 24 cm devem encher-se com lã de rocha Kalzip ). Lã de rocha Kalzip segundo norma DIN Inflamabilidade A1 não inflamável Classificação WL segundo DIN Condutividade térmica WLG 040 Espessura segundo normas de EnEV Bandejas de alumínio Kalzip 16

17 O sistema Kalzip DuoPlus ou Kalzip Duo sobre betão Aplicação sobre isolamento rígido de 10 cm de espessura ou também directamente sobre betão B 15 Barreira de vapor Isolamento resistente à pressão de alta densidade segundo norma DIN Inflamabilidade A1 não inflamável Classificação WDE segundo DIN Condutividade térmica WLG 040 Resistência à pisada: σ kn/m 2 Espessura: 100 mm Kalzip Duo em tiras com uma largura de 24 cm Kalzip DuoPlus colocação na totalidade da superfície Ao ter contacto directo com o betão tem que se evitar a corrosão por contacto com o alumínio. Carril DuoPlus Diâmetro do orifício para os parafusos de 10,5 mm Elementos de fixação para o carril DuoPlus: Ancoragem EJOT SDF-KB 10 x 160-E para solução com isolamento rígido WDE de 100 mm de espessura. Ancoragem EJOT SDF-KB 10 x 60-E para fixação directa do carril ao betão (ou ancoragens similares com a força admissível Fz 1,2 kn, aprovada pela Inspecção de Obra, parafuso de aço inoxidável, diâmetro 18 mm). Execução: A distância máxima entre as ancoragens é de 50 cm. As ancoragens devem colocar- -se alternadamente nos orifícios do carril. O carril orienta-se perpendicularmente às nervuras das bandejas Kalzip. A distância entre os carris depende da carga que as bandejas Kalzip devam suportar. Para uma colocação distinta à descrita anteriormente é imprescindível uma consulta individual. Se o carril ultrapassa algum apoio final (por exemplo uma peça de ajuste no final de uma fila) o saliente não deve exceder 40 cm. (Ao colocar o sistema Kalzip Duo os espaços entre as tiras do isolamento com uma largura de 24 cm devem encher-se com lã de rocha Kalzip ). Lã de rocha Kalzip segundo norma DIN Inflamabilidade A1 não inflamável Classificação WDE segundo DIN Condutividade térmica WLG 040 Espessura segundo normas EnEV 2.0 Clip DuoPlus Tipo de clip segundo normas EnEV (Norma de poupança energética) Bandejas de alumínio Kalzip 17

18 O sistema Kalzip DuoPlus ou Kalzip Duo sobre betão celular Carril DuoPlus Diâmetro do orifício para os parafusos de 10,5 mm Clip DuoPlus Tipo de clip segundo normas EnEV (Norma de poupança energética) Aplicação sobre isolamento rígido de 10 cm de espessura ou também directamente sobre o betão celular classificado em função da sua resistência como PP4 ou P4,4 segundo a norma DIN. Barreira de vapor Isolamento de alta densidade resistente à pressão segundo norma DIN Inflamabilidade A1 não inflamável Classificação WDE segundo DIN Condutividade térmica WLG 040 Resistência à pisada: σ kn/m 2 Espessura: 100 mm Kalzip Duo em tiras com uma largura de 24 cm Kalzip DuoPlus colocação na totalidade da superfície Ao ter contacto directo com o betão tem que se evitar a corrosão por contacto. Elementos de fixação para o carril DuoPlus: Ancoragem EJOT SDF-KB 10S x 180-E para isolamento rígido WDE de 100 mm de espessura. Ancoragem EJOT SDF-KB 10S x 180-E para fixação directa do carril ao betão (ou ancoragens similares com a força admissível FZ 0,5 kn aprovada pela Inspecção de Obra, parafuso de aço inoxidável, diâmetro 18 mm). Execução: A distância máxima entre as ancoragens é de 50 cm. As ancoragens devem colocarse alternadamente nos orifícios do carril. O carril orienta-se perpendicularmente ou com um ângulo de 45º tanto às nervuras das bandejas Kalzip como às placas de cimento celular. A distância entre os carris depende da carga que as bandejas Kalzip devam suportar. Nas zonas de esquina e no perímetro da cobertura os carris devem fixar-se com uma ancoragem por cada ponto de fixação. Se o carril ultrapassa algum apoio final (por exemplo uma peça de ajuste no final de uma fila) a consola não deve exceder 40 cm. 18

19 O sistema Particularidades: A ancoragem (bucha) tem 4 alas que se separam aprox. 1 mm da ancoragem e assim impedem o seu movimento. Posto que o diâmetro do orifício só pode ser maior em 0,5 mm do que o diâmetro do furo para a ancoragem, esta, juntamente com o parafuso, será golpeada e por isso parcialmente burilada. (Ao colocar o sistema Kalzip Duo os espaços entre as tiras do isolamento com uma largura de 24 cm devem encher-se com lã de rocha Kalzip ). Lã de rocha Kalzip segundo norma DIN Inflamabilidade A1 não inflamável Classificação WL segundo DIN Condutividade térmica a WLG 040 Espessura segundo normas EnEV Bandejas de alumínio Kalzip Kalzip Nature Todos os tipos de coberturas descritos anteriormente podem converter-se em coberturas ajardinadas Kalzip Nature (tendo em conta os requisitos de estática, e utilizando apenas a bandeja Kalzip tipo 65/333). O sistema consiste num filtro de drenagem eficiente que regula o equilíbrio hidrológico, e num substrato especial que actua como base vegetal para um denso jardim com plantas (ver o catálogo Kalzip Nature ). 19

20 O sistema Kalzip AF As bandejas de alumínio Kalzip AF estão especialmente projectadas para serem instaladas sobre uma base de apoio rígida. Sob a marca registada Sistema Isolante ProDach, Rockwool oferece placas de isolamento de lã de rocha que são resistentes à compressão, pisadas, repelem a água e requerem um processo especial de fixação. O Sistema isolante ProDach, a base idónea para Kalzip AF Não inflamável Propriedades térmicas e acústicas muito eficientes Dimensionalmente estável Amortecedor de vibrações Inalterável à humidade Alta resistência às pisadas durante a montagem e a manutenção Absorção óptima das forças de sucção e pressão do vento As bandejas de alumínio Kalzip AF não se utilizam apenas com o Sistema Isolante ProDach, também se podem aplicar com um isolamento FOAMGLAS ou sobre uma base de madeira. A montagem As bandejas de alumínio Kalzip AF à prova de corrosão e resistentes à água fixam-se aos clips da forma habitual, mas (esta é uma característica especial do Sistema Isolante ProDach ) não directamente à substrutura portante mas a um perfil em forma de U inserido no isolamento. Os elementos de fixação do sistema, em aço inoxidável, ligam os perfis U à substrutura da cobertura penetrando no material isolante só pontualmente, minimizando assim os efeitos de ponte térmica e de transmissão de som. 20

21 O sistema Kalzip AF com o Sistema isolante ProDach sobre uma chapa trapezoidal de aço Com o fim de cumprir as crescentes exigências respeitantes à redução do som e diminuição das pontes térmicas é aconselhável instalar o Sistema isolante ProDach. 2.0 Os perfis U estão integrados na parte superior do material isolante e fixados mecanicamente à base de aço trapezoidal. R w = ~ 42 db (A)* Kalzip AF com o Sistema isolante ProDach sobre vigas e base de madeira Neste tipo de cobertura a base de madeira que permanecerá visível actua como elemento de suporte. Esta construção de cobertura demonstrou ser idónea para edifícios residenciais e outros edifícios de uso similar tais como residências de idosos, escolas infantis, pavilhões desportivos, etc. Os perfis aparafusam-se às vigas de modo que não sejam visíveis a partir do interior. R w = ~ 45 db (A)* *pode variar em função da espessura e das características dos materiais 21

22 O sistema Kalzip AF com isolamento térmico ao nível das vigas Esta construção é comparável à das coberturas metálicas de junta agrafada tradicionais. Utiliza-se frequentemente para reduzir a altura total da estrutura da cobertura. Se há uma câmara-de-ar debaixo da base de madeira, é imprescindível uma adequada ventilação. É esta a razão pela qual se recomenda preencher totalmente com isolamento os espaços entre as vigas. Também aqui, para um funcionamento adequado, é indispensável colocar debaixo do isolamento térmico uma barreira de vapor adequada Kalzip AF sobre isolamento FOAMGLAS Kalzip AF pode-se colocar também sobre o acreditado isolamento FOAMGLAS. A instalação pode-se efectuar de diferentes maneiras. O sistema de fixação por meio de garras de ancoragem, ao FOAMGLAS, que se mostra no desenho da esquerda, não necessita de nenhuma ligação mecânica entre as bandejas Kalzip e a base de aço. Isto comporta a total ausência de pontes térmicas. *Pode variar em função da espessura e das características dos materiais 22

23 Transporte Armazenagem Inspecção 3.0 Transporte Armazenagem Inspecção 3.1 O transporte para a obra / Local de descarga Geralmente as bandejas Kalzip transportam-se em camião. 3.2 Descarga na obra Importante: o acesso ao lugar de descarga deve estar garantido previamente. Antes do fornecimento o solicitante tem que verificar com as autoridades locais de tráfego (Polícia ou Câmara Municipal) os acessos ao lugar de descarga. Para grandes comprimentos tem que se verificar o terreno e a rota de transporte. A data de entrega deve ser acordada com o fornecedor. As paletes podem pesar até 3,5 toneladas, pelo que se deve verificar a capacidade da grua. Há que preparar a descarga mediante gruas, empilhadores e, dependendo do comprimento das bandejas, fixá-las com vigas auxiliares ou numa balança. A carga máxima por ponto de suspensão é de 0,8 toneladas. Devem evitar-se os vãos que excedam 4,5 m. Há que ter muita precaução com a descarga e elevação das bandejas Kalzip curvas para a cobertura. Há que verificar que balança e/ou cabos são necessários. Nem sempre se pode colocar as paletes com as bandejas directamente sobre a substrutura da cobertura. Tem que se verificar a carga que em cada ponto a substrutura pode suportar, e se se tem que repartir as paletes em pequenos fardos ou inclusive em bandejas soltas. Devido ao design das bandejas Kalzip, as paletes devem armazenar-se na cobertura, com o rebordo grande e o rebordo pequeno das bandejas na direcção da montagem, de maneira a que não seja necessário girá-las para a sua colocação. <6m >6m >10m

24 Transporte Armazenagem Inspecção Armazenagem na obra As paletes têm que estar inclinadas, para impedir a acumulação de água, e de preferência cobertas, assegurando a circulação do ar. Informe imediatamente o fornecedor de qualquer troca das medidas solicitadas, quantidade, etc. Os danos ocorridos durante o transporte têm que se notificar antes da montagem. Danos notificados depois da montagem não se considerarão. Prazos de notificação de danos durante o transporte: 1 semana depois da entrega do material na obra. Ao armazenar as paletes na cobertura tem que se considerar a capacidade de carga da substrutura. Cuidado ao abrir paletes armazenadas com inclinação. As bandejas podem resvalar pelas laterais e na direcção do declive. Proteger as bandejas translúcidas contra a sujidade. Se estiverem armazenadas umas por cima das outras aumentará o efeito de lente que pode causar deformação e descoloração. Consequentemente há que protegê-las contra o sol cobrindoas com lona que não deixe passar os raios solares. Tolerâncias de comprimento admissíveis para bandejas Kalzip até 3 m de comprimento: +10 mm / -5 mm Para bandejas Kalzip de comprimento maior de 3m: +20 mm / -5mm Estas tolerâncias estão baseadas numa temperatura ambiente de 20ºC. 3.5 Observações importantes: Transporte, armazenagem e montagem de bandejas Kalzip AluPlusZinc Deve ter-se em conta que as bandejas Kalzip AluPlusZinc têm que se transportar e armazenar num local seco e arejado. Deve evitar-se o transporte com tempo instável. 3.4 Inspecção do material fornecido Obtenha confirmação escrita do transportador de qualquer deficiência do material ou embalagem, notificando-o ao fornecedor imediatamente. Verifique que o número de embalagens e seus conteúdos estão de acordo com o indicado nos documentos de entrega. 24

Sistemas Kalzip. Informação de produto e especificação

Sistemas Kalzip. Informação de produto e especificação Sistemas Kalzip Informação de produto e especificação Introdução Coberturas e fachadas Coberturas e fachadas são os principais factores que marcam a aparência exterior de um edifício. A regra fundamental

Leia mais

Instruções de montagem

Instruções de montagem Instruções de montagem Colectores planos Suporte de instalação 6 720 643 442 (2010/03) PT 6720616592.00-1.SD Indice Indice 1 Esclarecimento dos símbolos e indicações de segurança...............................

Leia mais

Arval. Painéis Sandwich de Cobertura

Arval. Painéis Sandwich de Cobertura Arval Arval Índice Página Painel-Espuma de poliuretano 2-6 Hairisol 1000 C Ondatherm 900 C 2-3 4-5 Exemplos de Aplicação 6 Painel - Lã de rocha 7 Promistyl Feu 3005T 7 Aplicação 8-9 Peças de remate 10-13

Leia mais

PLANIFICAÇÃO DE PROJECTOS MID-RANGE PARA ESTRUTURAS DE MÓDULOS FOTOVOLTAICOS

PLANIFICAÇÃO DE PROJECTOS MID-RANGE PARA ESTRUTURAS DE MÓDULOS FOTOVOLTAICOS Fabricados em alumínio e aço inoxidável Declaração de desempenho e marcação CE Para pequenas instalações Aplicação para configurar automaticamente as estruturas Stock permanente, prazo de entrega reduzido

Leia mais

ETERMAX. www.eternit.com.br. Eternit S.A. - R. Dr. Fernandes Coelho, 85-8º and. - São Paulo - SP - CEP 05423-040 - Tel.

ETERMAX. www.eternit.com.br. Eternit S.A. - R. Dr. Fernandes Coelho, 85-8º and. - São Paulo - SP - CEP 05423-040 - Tel. ETERMAX www.eternit.com.br Eternit S.A. - R. Dr. Fernandes Coelho, 85-8º and. - São Paulo - SP - CEP 05423-040 - Tel.: (11) 3038-3838 Qualidade aliada à versatilidade Atende às mais variadas soluções arquitetônicas,

Leia mais

MEMÓRIA DESCRITIVA PÓRTICO METÁLICO COM PONTE GRUA

MEMÓRIA DESCRITIVA PÓRTICO METÁLICO COM PONTE GRUA MEMÓRIA DESCRITIVA PÓRTICO METÁLICO COM PONTE GRUA INSTITUTO POLITÉCNICO DE BRAGANÇA! "# $&%(')*&,+ -.,/!0 1 2 23 Índice: 1- Informações gerais sobre o projecto e cálculo...1 2- Tipologia estrutural...2

Leia mais

Telha TopSteel. Telhas termoacústicas. Leveza e conforto aliados à eficiência.

Telha TopSteel. Telhas termoacústicas. Leveza e conforto aliados à eficiência. Telha TopSteel Telhas termoacústicas. Leveza e conforto aliados à eficiência. Telha TopSteel Leveza e conforto aliados à eficiência. As novas telhas termoacústicas TopSteel da Brasilit são de fácil transporte

Leia mais

Estantes para picking

Estantes para picking M7 Estantes para picking Sistema de armazenagem de produtos para picking manual que segue o princípio homem a produto. Principais vantagens: - Possibilidade de armazenar produtos de carga média e grande.

Leia mais

Instruções de instalação

Instruções de instalação Instruções de instalação Acessórios Cabos de ligação do acumulador da caldeira de aquecimento Para técnicos especializados Ler atentamente antes da montagem. Logano plus GB225-Logalux LT300 6 720 642 644

Leia mais

Soluções Recomendadas

Soluções Recomendadas Cement Wood Board Soluções Recomendadas Fachadas Fichas de Aplicação Fachadas Ventiladas Sistema de s Fachadas Aplicação: Exterior Estrutura de suporte: Madeira ou metal Fixação: s de cabeça externa Espessura:

Leia mais

Manual de Instalação Onducober

Manual de Instalação Onducober Manual de Instalação Onducober Para instalar correctamente as placas de cobertura Onducober Onduline, siga as instruções deste manual. (Este manual não é valido para Subtelha Onduline!!). A placa Onducober

Leia mais

CE-CTET-GERAL AAP+AECOPS GER 00X / 00Y 10CB.11.--.--.

CE-CTET-GERAL AAP+AECOPS GER 00X / 00Y 10CB.11.--.--. 10CB.11.-- TÍTULO10CB REVESTIMENTO DE COBERTURAS CAPÍTULO.1-. BASES PARA COBERTURAS INCLINADAS SUB.CAPº.11. MADEIRAMENTO DO TELHADO I. UNIDADE E CRITÉRIO DE MEDIÇÃO Medição por metro quadrado (m2) das

Leia mais

SMART FIXING SYSTEMS

SMART FIXING SYSTEMS SMART FIXING SYSTEMS A FACHADA SUSPENSA TERMOVENTILADA A fachada suspensa termoventilada (FTV) reveste a parede exterior de um edifício. Neste caso, os elementos da fachada são montados com um sistema

Leia mais

Índice. Página. 1.1. Redes de Segurança... 2 1.2. Guarda-corpos... 4 1.3. Andaimes metálicos... 4 1.4. Bailéus... 5

Índice. Página. 1.1. Redes de Segurança... 2 1.2. Guarda-corpos... 4 1.3. Andaimes metálicos... 4 1.4. Bailéus... 5 !""#$!""%&'( Índice Página 1.1. Redes de Segurança... 2 1.2. Guarda-corpos..... 4 1.3. Andaimes metálicos...... 4 1.4. Bailéus........ 5 EPC 1/6 EQUIPAMENTOS DE PROTECÇÃO COLECTIVA (texto provisório) 1.1

Leia mais

Sistemas de Impermeabilização

Sistemas de Impermeabilização Sistemas de Impermeabilização Projecto de Construção CET Seia Eng. Sá Neves Eng. Sá Neve Sistema invertido ou tradicional : Os sistemas em cobertura invertida são os mais aconselháveis devido a maior durabilidade

Leia mais

Estruturas de Madeira. Telhados. É a parte superior das construções, destina-se a dar-lhes proteção.

Estruturas de Madeira. Telhados. É a parte superior das construções, destina-se a dar-lhes proteção. Estruturas de Madeira Telhados É a parte superior das construções, destina-se a dar-lhes proteção. Funções básicas: Proteção das partes internas da instalação, contra o sol excessivo, chuva, neve, etc.

Leia mais

Apostila Técnica de Porta Paletes 01 de 31

Apostila Técnica de Porta Paletes 01 de 31 Apostila Técnica de Porta Paletes 01 de 31 Tópicos Abordados: 1. Porta Paletes Seletivo (convencional): 2. Drive-in / Drive-thru Objetivo: Esta apostila tem como principal objetivo ampliar o conhecimento

Leia mais

Estantes cantilever. Estantes cantilever

Estantes cantilever. Estantes cantilever Estantes cantilever As estantes cantilever estão especialmente concebidas para a armazenagem de unidades de carga de grande comprimento ou com medidas variadas como, por exemplo, perfis metálicos, tubos,

Leia mais

Simples, resistente e fácil de montar.

Simples, resistente e fácil de montar. Simples, resistente e fácil de montar. Economia e resistência são as principais qualidades da telha Vogatex. Possui peso reduzido e simplicidade estrutural, exigindo o mínimo de mão-de-obra e madeiramento

Leia mais

CARROS DE MÃO. Compre Produtos Certificados. Na Equipleva todos os equipamentos cumprem com as diretivas da CE.

CARROS DE MÃO. Compre Produtos Certificados. Na Equipleva todos os equipamentos cumprem com as diretivas da CE. Carros de Mão Carros Ligeiros com Plataforma Carros para Cargas Médias/Elevadas Carros Armário com e sem Prateleiras Carros com Banca de Trabalho Carros de Apoio à Industria Carros de Reboque Carros para

Leia mais

www.catari.net uma marca diferente.

www.catari.net uma marca diferente. www.catari.net uma marca diferente. cofragem modular perfeita! Com uma vasta gama de dimensões, permite solucionar todas as suas necessidades de cofragem vertical, em qualquer tipo de construção. O combro

Leia mais

Aquecimento Ventilaçгo Ar Condicionado

Aquecimento Ventilaçгo Ar Condicionado Aquecimento Ventilaçгo Ar Condicionado 2015 Esta gama de produtos está destinada às tubagens flexíveis e rígidas para ventilação, ar condicionado e aquecimento. Tubos flexíveis Alumínio Compacto - página

Leia mais

Parabond 700 Adesivo estrutural elástico de elevada aderência e resistência inicial

Parabond 700 Adesivo estrutural elástico de elevada aderência e resistência inicial Parabond 700 Adesivo estrutural elástico de elevada aderência e resistência inicial Produto: Parabond 700 é um adesivo de alta qualidade, cura rápida, permanentemente elástico, à base de MS polímero, com

Leia mais

Fachadas Fichas de Aplicação

Fachadas Fichas de Aplicação Fichas de Aplicação Ventiladas - Sistema de s Ventiladas - Viroclin Ventiladas - Virocnail Ventiladas - Sistema Misto Consulte o Dossier Técnico Viroc disponível em www.viroc.pt, na página de Downloads.

Leia mais

Construção e montagem

Construção e montagem Construção e montagem Paredes com estrutura metálica W11 Construção A paredes consistem de uma estrutura metálica revestida com uma mais s de gesso, aparafusadas de ambos os lados. A estrutura metálica

Leia mais

CONDIÇÕES TÉCNICAS ESPECIAIS

CONDIÇÕES TÉCNICAS ESPECIAIS CONDIÇÕES TÉCNICAS ESPECIAIS Coberturas Inclinadas de Telhado 1 de 10 1.Objectivos 1.1 A presente especificação estabelece as condições técnicas a satisfazer em coberturas inclinadas de telhado LightCob

Leia mais

Vigas rígidas e resistentes, mais leves e fáceis de instalar.

Vigas rígidas e resistentes, mais leves e fáceis de instalar. Catálogo Técnico Vigas rígidas e resistentes, mais leves e fáceis de instalar. m a t e r i a i s p a r a c o n s t r u i r m e l h o r. Vigas leves de alta resistência A LP Viga I é fabricada pela LP Building

Leia mais

~Tecnodeck TECNODECK CARACTERISTICAS TECNICAS. Densidade g/em3 1,30. Absorc;ao de humidade (peso) 0,30. (Volume) 0,17 Resistencia it traccao Mpa 22,5

~Tecnodeck TECNODECK CARACTERISTICAS TECNICAS. Densidade g/em3 1,30. Absorc;ao de humidade (peso) 0,30. (Volume) 0,17 Resistencia it traccao Mpa 22,5 ~Tecnodeck TECNODECK CARACTERISTICAS TECNICAS Densidade g/em3 1,30 Absorc;ao de humidade (peso) 0,30 % (Volume) 0,17 Resistencia it traccao Mpa 22,5 Modulo de ruptura Mpa 22,0 Resisteneia it flexao Mpa

Leia mais

M3 Estantes para picking

M3 Estantes para picking M3 Estantes para picking PICKING M3 PARA CARGA MÉDIA E LIGEIRA Sistema básico de armazenagem manual e arquivo destinado à carga média e ligeira. Graças à combinação dos diferentes componentes, pode oferecer

Leia mais

MATERIAIS BÁSICOS PARA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

MATERIAIS BÁSICOS PARA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS IFSC- JOINVILLE SANTA CATARINA DISCIPLINA DESENHO TÉCNICO CURSO ELETRO-ELETRÔNICA MATERIAIS BÁSICOS PARA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 2011.2 Prof. Roberto Sales. MATERIAIS BÁSICOS PARA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS A

Leia mais

GUIA TÉCNICO DE MONTAGEM

GUIA TÉCNICO DE MONTAGEM TELHAS DE FIBROCIMENTO FIBROTEX - ONDINA - ONDINA PLUS - ONDULADA - COLONIAL ONDA 50 - MAXIPLAC - KALHETA - KALHETA 49 - KALHETÃO 90 GUIA TÉCNICO DE MONTAGEM Indispensável para a montagem correta do telhado.

Leia mais

Construction. Peças em fibras de carbono para reforço estrutural ao corte. Descrição do produto

Construction. Peças em fibras de carbono para reforço estrutural ao corte. Descrição do produto Ficha de Produto Edição de Maio de 2011 Nº de identificação: 04.002 Versão nº 1 Sika CarboShear L Peças em fibras de carbono para reforço estrutural ao corte Construction Descrição do produto Utilizações

Leia mais

DISTRIBUIÇAO E ARMAZENAGEM

DISTRIBUIÇAO E ARMAZENAGEM k DISTRIBUIÇAO E ARMAZENAGEM Paktainer Acessórios Prateleira paktainer 69 x 80 cm. Posterior paktainer 69 x 150 cm. - Laterais de grande rigidez, em tubo e varão de aço, formando malha de 300 x 150 mm.

Leia mais

Andaime de fachada UNI 70/100

Andaime de fachada UNI 70/100 Stark gerüstet. Andaime de fachada 70/100 s Português válido a partir de 01.03.2010 2 Índice Esquema de Montagem / As principais vantagens do sistema 4-5 Quadros verticais 6-7 Plataformas 8-9 Acesso interior

Leia mais

Manual de aplicação de Painel Ondutherm

Manual de aplicação de Painel Ondutherm 1. Painel Sandwich Ondutherm O isolamento térmico de uma cobertura é fundamental para a correcta performance térmica do edifício. Este tem sido um aspecto muito menosprezado ao longo dos últimos anos.

Leia mais

Instruções para Instalação de Pavimento Flutuante em Melamina

Instruções para Instalação de Pavimento Flutuante em Melamina Instruções para Instalação de Pavimento Flutuante em Melamina EPLF - Federação Europeia de Fabricantes de Pavimentos Estratificados Dossier Técnico 1. Introdução Esta versão diz respeito aos regulamentos

Leia mais

SISTEMA DE TIRANTES DETAN FACHADA

SISTEMA DE TIRANTES DETAN FACHADA SISTEA DE TIRANTES DETAN FACHADA Índice A SISTEA DE TIRANTES DETAN Introdução O sistema de tirantes DETAN A arquitectura actual exige cada vez mais soluções com um design original, práticas e funcionais.

Leia mais

RECEITA PRÁTICA PARA UMA BOA INSTALAÇÃO

RECEITA PRÁTICA PARA UMA BOA INSTALAÇÃO RECEITA PRÁTICA PARA UMA BOA INSTALAÇÃO Madeiramento: Verifique se os ripões ou sarrafos foram bem fixados e distribuídos sobre os caibros com o espaçamento correto para o assentamento e fixação das telhas

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO DE BATENTES E PORTAS CORTA-FOGO

MANUAL DE INSTALAÇÃO DE BATENTES E PORTAS CORTA-FOGO INSTALAÇÃO DOS BATENTES A instalação dos batentes é simples porém, são necessários alguns cuidados básicos para obter uma porta em perfeitas condições: Para a fixação do batente, levantam-se as grapas

Leia mais

Pedra Natural em Fachadas

Pedra Natural em Fachadas Pedra Natural em Fachadas SELEÇÃO, APLICAÇÃO, PATOLOGIAS E MANUTENÇÃO Real Granito, S.A. Índice Características típicas dos diferentes tipos de Rochas Ensaios para a caracterização de produtos em Pedra

Leia mais

Elegância e beleza valorizando o projeto arquitetônico.

Elegância e beleza valorizando o projeto arquitetônico. Elegância e beleza valorizando o projeto arquitetônico. A telha Modulada contribui de forma marcante para compor a harmonia dos telhados residenciais. Possui as vantagens de um produto funcional, resistente

Leia mais

CHAPAS NATUROCIMENTO P177. Desde 1999 a Cimianto integrou na sua gama standard o NaturoCimento. A sua composição não inclui amianto.

CHAPAS NATUROCIMENTO P177. Desde 1999 a Cimianto integrou na sua gama standard o NaturoCimento. A sua composição não inclui amianto. Chapas NaturoCimento P177 Desde 1999 a Cimianto integrou na sua gama standard o NaturoCimento. A sua composição não inclui amianto. As características técnicas do produto bem como as suas performances

Leia mais

Mezzo Compensação. cozinhas. Hottes > hottes tradicionais grande conforto. descrição técnica. p. 926. hotte de cozinha tradicional Conforto.

Mezzo Compensação. cozinhas. Hottes > hottes tradicionais grande conforto. descrição técnica. p. 926. hotte de cozinha tradicional Conforto. Hottes > hottes tradicionais grande conforto cozinhas Mezzo Compensação hotte de cozinha tradicional Conforto vantagens Compensação integrada. Filtros de choque montados de série. Iluminação encastrada

Leia mais

Sobreposição das telhas: Verifique se as sobreposições laterais e longitudinais estão seguindo as especificações do Manual de Instalação.

Sobreposição das telhas: Verifique se as sobreposições laterais e longitudinais estão seguindo as especificações do Manual de Instalação. RECEITA PRÁTICA PARA UMA BOA INSTALAÇÃO Madeiramento: Verifique se os ripões ou sarrafos foram bem fixados e distribuídos sobre os caibros com o espaçamento correto para o assentamento e fixação das telhas

Leia mais

CHAPAS E ACESSÓRIOS P177

CHAPAS E ACESSÓRIOS P177 Chapas onduladas P177 As chapas de fibrocimento fazem parte da paisagem tradicional do nosso país há mais de 60 anos. De norte a sul é comum encontrá-las nos locais mais recônditos e nas mais variadas

Leia mais

Schlüter -KERDI-BOARD Base de aplicação, placa de construção, impermeabilização conjunta

Schlüter -KERDI-BOARD Base de aplicação, placa de construção, impermeabilização conjunta Base de aplicação, placa de construção, impermeabilização conjunta A base universal para a aplicação de cerâmica No ponto! Seja no caso de mosaicos ou cerâmicas de grande formato, o que é decisivo para

Leia mais

SISTEMA SEMI-INDEPENDENTE

SISTEMA SEMI-INDEPENDENTE F SISTEMA SEMI-INDEPENDENTE renolit waterproofing EXCELLENCE IN ROOFING 1 SISTEMA SEMI-INDEPENDENTE INFORMAÇÃO DO PRODUTO alkorplan F 35276 Membrana sintética de impermeabilização, à base de PVC-P, armada

Leia mais

Vantagens. - A grande variedade de medidas, tipos. - Montagem rápida, fácil. construção, etc. permite

Vantagens. - A grande variedade de medidas, tipos. - Montagem rápida, fácil. construção, etc. permite Plataformas Estas plataformas aproveitam ao máximo a altura útil de um local, duplicando ou triplicando a sua superfície e acondicionando-a como zona de armazenagem, vestiários, escritórios, etc. A instalação

Leia mais

Ensaios de Pressão em Colectores de Águas Residuais Domésticas Especificação Técnica

Ensaios de Pressão em Colectores de Águas Residuais Domésticas Especificação Técnica 1. ÂMBITO Esta especificação diz respeito à instalação de tubagem e realização de ensaios em redes de colectores nos sistemas de drenagem de águas residuais domésticas. Tem por objectivo garantir a boa

Leia mais

PAINEIS SOLARES MEGASUN

PAINEIS SOLARES MEGASUN PAINEIS SOLARES MEGASUN Há mais de uma década a actuar no sector do aquecimento doméstico, a Jaqueciprolar é importador e representante dos Painéis Solares MEGASUN. A MEGASUN é um conceituado fabricante

Leia mais

Casa para pássaros para a varanda ou para o jardim

Casa para pássaros para a varanda ou para o jardim Casa para pássaros para a varanda ou para o jardim Expedição ao mundo animal. Casa para pássaros Pequenos e grandes zoólogos podem em breve observar e descobrir o mundo a partir da própria porta da varanda.

Leia mais

MUITO MAIS QUE UM TELHADO. É EUROTOP!

MUITO MAIS QUE UM TELHADO. É EUROTOP! MUITO MAIS QUE UM TELHADO. É EUROTOP! CATÁLOGO DE PRODUTOS A Empresa EUROTOP - Uma empresa do Grupo Estrutural. Localizada em Itu - SP, possui duas unidades de produção, contando com a mais alta tecnologia

Leia mais

A EMPRESA O NOSSO OBJECTIVO

A EMPRESA O NOSSO OBJECTIVO A VERDADE DO AÇO A EMPREA A PERFITEC dedica-se à produção e comercialização de painéis andwich para coberturas e fachadas de edifícios comerciais, industriais e residenciais. Produz ainda vários perfis

Leia mais

A GAMA COMPLETA DE ISOLAMENTO PARA UMA POUPANÇA EFECTIVA DE ENERGIA

A GAMA COMPLETA DE ISOLAMENTO PARA UMA POUPANÇA EFECTIVA DE ENERGIA A GAMA COMPLETA DE ISOLAMENTO PARA UMA POUPANÇA EFECTIVA DE ENERGIA Tubolit O sistema de isolamento robusto e fiável para reduzir as perdas de calor em tubagens de aquecimento e fornecimento de água. Tubolit

Leia mais

veneza Armário de automação IP 55

veneza Armário de automação IP 55 Armário de automação IP 55 Armário de automação IP 55 veneza A solução flexível para compor A oferta da Hager acaba de ser ampliada com a nova série veneza, a solução ideal para realizar armários de automação,

Leia mais

Lusomembrana, Lda. Tabela de preços Coberturas Abril de 2014

Lusomembrana, Lda. Tabela de preços Coberturas Abril de 2014 ESPANTA PÁSSAROS Plástico Policarbonato Inox e Policarbonato Material Plástico 50 x 8 cm 50 m 3,0 Inox e barra em policarbornato 50 x 1 cm 30 m 10,70 Inox 100 x 11 cm 5 m 1,90 Policarbonato 50 x 11 cm

Leia mais

COLECTOR PFM + PFM-G FIXAÇÕES NO TELHADO. Visão geral. Parafuso duplo Fixação universal - Parafuso duplo Duo Fixação universal

COLECTOR PFM + PFM-G FIXAÇÕES NO TELHADO. Visão geral. Parafuso duplo Fixação universal - Parafuso duplo Duo Fixação universal FIXAÇÕES NO TELHADO Visão geral Imagem Tipo de fixação PFM PFM-G Tipo de montagem Paralela Estabelecida Instalação livre Parafuso duplo Fixação universal - Parafuso duplo Duo Fixação universal Âncora de

Leia mais

ARMÁRIOS DE POLIÉSTER

ARMÁRIOS DE POLIÉSTER 160 ARMÁRIOS DE POLIÉSTER UCP poliéster. 164 IP 66; NEMA 4, 4X, 12, 13 IK10, IK07 A: 315-1035 L: 215-835 P: 170-300 UDP poliéster. 170 IP 65, 55; NEMA 4, 4X, 12, 13; IK 10, IK 07 A: 500-1250 L: 500-1250

Leia mais

M7 Estantes para picking

M7 Estantes para picking M7 Estantes para picking 2 PICKING M7 PARA CARGA MÉDIA E GRANDE Sistema de armazenagem de produtos para picking manual que segue o princípio homem a produto. Principais vantagens: - Possibilidade de armazenar

Leia mais

Kit de Montagem de Mastro

Kit de Montagem de Mastro Parabéns pela aquisição do seu novo kit de montagem de mastro! Kit de Montagem de Mastro Manual de Instalação Este kit de montagem de mastro foi concebido para postes com 48 milímetros de diâmetro externo

Leia mais

FACHADA. Perfil de encaixe. Guia de utilização

FACHADA. Perfil de encaixe. Guia de utilização FACHADA Perfil de encaixe Guia de utilização Descripción del sistema Vantagens Estética, Durabilidade e nobreza do VMZINC. Sistema por módulos segundo as exigências do projecto. Garantia do líder mundial

Leia mais

Rev.1 18.01.2013. Racks Paletização KD

Rev.1 18.01.2013. Racks Paletização KD 18.01.2013 Racks Paletização KD O sistema de armazenagem KD de cargas médias e pesadas representa a melhor solução para armazéns em que é necessária uma correta armazenagem para produtos paletizados com

Leia mais

Telhas GraviColor. Beleza e modernidade para o seu projeto.

Telhas GraviColor. Beleza e modernidade para o seu projeto. Telhas GraviColor Telhas e Tijolos www.telhado.com Beleza e modernidade para o seu projeto. Telhas GraviColor Estilo, inovação e qualidade. As Telhas GraviColor chegam ao mercado trazendo o rústico com

Leia mais

Construction. SikaFuko Eco-1. Tubo de injecção para selagem de juntas de betonagem em estruturas estanques. Descrição do produto.

Construction. SikaFuko Eco-1. Tubo de injecção para selagem de juntas de betonagem em estruturas estanques. Descrição do produto. Ficha de Produto Edição de Maio de 2011 Nº de identificação: 07.209 Versão nº 1 SikaFuko Eco-1 Tubo de injecção para selagem de juntas de betonagem em estruturas estanques Descrição do produto Tubo de

Leia mais

Memorial Descritivo 01/2013 - V01

Memorial Descritivo 01/2013 - V01 Memorial Descritivo P.SQ.07 01/2013 - V01 ÍNDICE Piso em Aço - Modelo AX-1000 Piso em aço Chapa Inferir Estampada Chapa Superior Lisa Concreto Sistema Estrutural Cruzeta Chapa Superior Chapa de Reforço

Leia mais

INOVAÇÃO E SUSTENTABILIDADE NA CONSTRUÇÃO CONSTRUÇÃO COM PAINÉIS DE MADEIRA CLT UMA NOVA GERAÇÃO DE EDIFÍCIOS

INOVAÇÃO E SUSTENTABILIDADE NA CONSTRUÇÃO CONSTRUÇÃO COM PAINÉIS DE MADEIRA CLT UMA NOVA GERAÇÃO DE EDIFÍCIOS INOVAÇÃO E SUSTENTABILIDADE NA CONSTRUÇÃO CONSTRUÇÃO COM PAINÉIS DE MADEIRA CLT UMA NOVA GERAÇÃO DE EDIFÍCIOS LISBOA, JULHO 2015 SISTEMA CONSTRUTIVO CLT - CONCEITO CARACTERÍSTICAS GERAIS ESTRATOS ORTOGONAIS

Leia mais

SISTEMA MONOCARRIL PONTES ROLANTES PADRÃO MONOVIGA E PARALELAS. Pinças, diferenciais, guinchos

SISTEMA MONOCARRIL PONTES ROLANTES PADRÃO MONOVIGA E PARALELAS. Pinças, diferenciais, guinchos SISTEMA MONOCARRIL Optar pelo sistema de ponte rolante com perfis ligeiros da REMA, uma maneira puramente técnica para melhorar a produtividade! Carril do diferencial Sistema monocarril O sistema monocarril

Leia mais

www.tecnaria.com REFORÇO DOS SOALHOS DE MADEIRA Ligadores de pino e arpões

www.tecnaria.com REFORÇO DOS SOALHOS DE MADEIRA Ligadores de pino e arpões www.tecnaria.com REFORÇO DOS SOALHOS DE MADEIRA Ligadores de pino e arpões TECNARIA SISTEMAS MODERNOS DE REFORÇO A SOLUÇÃO DE UM PROBLEMA Os velhos soalhos de madeira frequentemente necessitam de intervenções

Leia mais

DEFORMAÇÃO A FRIO UMA ALTERNATIVA MAIS ROBUSTA

DEFORMAÇÃO A FRIO UMA ALTERNATIVA MAIS ROBUSTA SCAFFOLDING DEFORMAÇÃO A FRIO UMA ALTERNATIVA MAIS ROBUSTA TESTE DE CARGA: ALUFASE Vs SOLDADURA Carga (Toneladas) / Deformação (mm) 7 6 O sistema de deformação a frio provou ser 3 vezes mais forte que

Leia mais

Segtreinne 5.0 - PROTEÇÃO LATERAL:

Segtreinne 5.0 - PROTEÇÃO LATERAL: 1.0 - OBJETIVO: Estabelecer procedimentos seguros para montagem, desmontagem e utilização de andaimes, em serviços de manutenção nas áreas da fábrica. 2.0 - APLICAÇÃO: Este procedimento se aplica à montagem,

Leia mais

Obrigado por adquirir os produtos Formare. Você escolheu qualidade e a Formare Metais preza por isso.

Obrigado por adquirir os produtos Formare. Você escolheu qualidade e a Formare Metais preza por isso. Obrigado por adquirir os produtos Formare. Você escolheu qualidade e a Formare Metais preza por isso. TERMOS UTILIZADOS VÃOS 1- VÃOS TRANSPORTE, RECEBIMENTO E ARMAZENAGEM 1.1 - TRANSPORTE 1 - TRANSPORTE,

Leia mais

CHAPAS COLABORANTES PERFIL AL65

CHAPAS COLABORANTES PERFIL AL65 CHAPAS COLABORANTES PERFIL AL65 ÍNDICE Introdução....................................................... 2 Características mecânicas dos diferentes materiais das lajes mistas...... 3 Condições de apoio................................................

Leia mais

"SE A CAPACIDADE DA TERRA PARA SUPORTAR O NOSSO CRESCIMENTO É FINITA - E SEM DÚVIDA QUE É - ESTÁVAMOS DEMASIADO OCUPADOS PARA NOS APERCEBERMOS DISSO. NO DEALBAR DO NOVO MILÉNIO COMEÇÁMOS A ACORDAR DESTE

Leia mais

Aspectos de Segurança - Discos de Corte e Desbaste

Aspectos de Segurança - Discos de Corte e Desbaste Aspectos de Segurança - Discos de Corte e Desbaste Os discos de corte e desbaste são produzidos e controlados com rigor, sendo submetidos a testes internos que objetivam a reprodução da qualidade lote

Leia mais

Danopol. Lâminas sintéticas à base de PVC para impermeabilização. www.danosa.com

Danopol. Lâminas sintéticas à base de PVC para impermeabilização. www.danosa.com Danopol Lâminas sintéticas à base de PVC para impermeabilização Impermeabilización Aislamiento Acústico Drenajes - Geotextiles Energía Solar www.danosa.com DESCRIÇÃO Lâmina sintética à base de PVC plastificado,

Leia mais

Estruturas de serrotes para metais

Estruturas de serrotes para metais Serração Serras alternativas As máquinas de serração e as serras RIDGID foram desenvolvidas por profissionais para profissionais. Quaisquer que sejam as suas exigências em questões de serração, o programa

Leia mais

ORIENTAÇÕES DE INSTALAÇÃO PARA TELHAS SHINGLE

ORIENTAÇÕES DE INSTALAÇÃO PARA TELHAS SHINGLE ORIENTAÇÕES DE INSTALAÇÃO PARA TELHAS SHINGLE 1 ÍNDICE 1 ESTRUTURA DE SUPORTE... 3 2 INSTALAÇÃO DOS PAINÉIS (CHAPAS)... 4 3 VENTILAÇÃO DO TELHADO... 5 4 INSTALAÇÃO DA SUBCOBERTURA... 7 5 INSTALAÇÃO DOS

Leia mais

As coberturas planas podem ser classificadas, segundo vários aspectos: - acessíveis a veículos (ligeiros ou pesados);

As coberturas planas podem ser classificadas, segundo vários aspectos: - acessíveis a veículos (ligeiros ou pesados); 9. COBERTURAS DE EDIFÍCIOS 9.1. CLASSIFICAÇÃO DAS COBERTURAS EM TERRAÇO As coberturas planas podem ser classificadas, segundo vários aspectos: quanto à acessibilidade - não acessíveis (à excepção de trabalhos

Leia mais

KEYSTONE. Válvulas de Borboleta de elevade performance Winn HiSeal Instruções de funcionamento, instalação e manutenção. www.pentair.

KEYSTONE. Válvulas de Borboleta de elevade performance Winn HiSeal Instruções de funcionamento, instalação e manutenção. www.pentair. KEYSTONE As válvulas de borboleta HiSeal, de elevada perfomance e de dupla excentricidade, estão totalmente de acordo com as classes ANSI 0 e ANSI 300. Índice 1 Armazenagem / Selecção / Protecção 1 2 Instalação

Leia mais

CONSTRUÇÃO COM PAINÉIS CLT

CONSTRUÇÃO COM PAINÉIS CLT SOLUÇÕES EFICIENTES PARA A ARQUITECTURA E CONSTRUÇÃO CONSTRUÇÃO COM PAINÉIS CLT PORTO, JUNHO 2015 ÁREAS DE ACTUAÇÃO: SOLUÇÕES DE ENGENHARIA CERTIFICAÇÃO VERTENTES PRINCIPAIS: INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS PARCERIA

Leia mais

THERMOCUT 230/E. Instruções de Serviço

THERMOCUT 230/E. Instruções de Serviço Instruções de Serviço PT CARO CLIENTE! Para poder manusear o aparelho cortador de arame quente THERMOCUT da PROXXON em segurança e de acordo com as regras de funcionamento, solicitamos-lhe que leia atentamente

Leia mais

Acessórios p/ Pessoas Portadoras de De iciência Ø30mm. Acessórios p/ Pessoas Portadoras de De iciência

Acessórios p/ Pessoas Portadoras de De iciência Ø30mm. Acessórios p/ Pessoas Portadoras de De iciência Acessórios p/ Pessoas Portadoras de De iciência Ø30mm Barra recta 300 Inox 304 Barra recta 450 Inox 304 Barra recta 600 Inox 304 Barra recta 800 Inox 304 Barra recta 1000 Inox 304 Barra apoio ângulo 130⁰

Leia mais

Indice. 1 - Via Aéreas e Acessórios

Indice. 1 - Via Aéreas e Acessórios CATÁLOGO GERAL 2013 Indice 1 - Via Aéreas e Acessórios 1.1 - Birail em perfil de aço inox 1.2 - Birail em perfil de alumínio 1.3 - Monorail em perfil de alumínio 1.4 - Monorail ligeiro em perfil de alumínio

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES

MANUAL DE INSTRUÇÕES MANUAL DE INSTRUÇÕES Barramento Elétrico Blindado KSL70 STEMMANN INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA. Avenida Stemmann N 204 Bairro Tanque Porto Feliz SP Brasil 18540-000 Fone 55 15 3261-9190 Fax 55 15 3261-9191

Leia mais

Sistema de montagem Leste-Oeste. Dossier de informação

Sistema de montagem Leste-Oeste. Dossier de informação Sistema de montagem Leste-Oeste Dossier de informação Sistema de montagem Leste-Oeste Conteúdo O sistema de montagem 100/10...3 Dados técnicos...4 Breve introdução...5 As 3 etapas para seu sistema de montagem...6

Leia mais

VÁLVULAS DE RETENÇÃO MANUAL DE INSTRUÇÕES E MANUTENÇÃO SÉRIE: R

VÁLVULAS DE RETENÇÃO MANUAL DE INSTRUÇÕES E MANUTENÇÃO SÉRIE: R 22/04/2013 MANUAL DE INSTRUÇÕES E MANUTENÇÃO SÉRIE: R cmo@cmo.es http://www.cmo.es pág. 1 MONTAGEM DESCRIÇÃO Directiva sobre máquinas: DIR 2006/42/CE (MÁQUINAS). Directiva sobre equipamentos sob pressão:

Leia mais

Posto de transformação compacto de manobra interior MT/BT até 1000 kva - 24/36 KV KIOBLOC. índice. apresentação 2. características 3.

Posto de transformação compacto de manobra interior MT/BT até 1000 kva - 24/36 KV KIOBLOC. índice. apresentação 2. características 3. Posto de transformação compacto de manobra interior MT/BT até 1000 kva - 24/36 KV KIOBLOC índice apresentação 2 características 3 componentes 4 instalação 5 gama 6 escolha 8 planos 10 MERLIN GERIN 3 apresentação

Leia mais

Dispositivo de ancoragem com braço giratório SkyORB TM

Dispositivo de ancoragem com braço giratório SkyORB TM Dispositivo de ancoragem com braço giratório SkyORB TM Descrição O Miller SkyORB TM é um dispositivo de ancoragem portátil com braço giratório especialmente projetado para sistemas de elonamento, carregamento/

Leia mais

Hahn Türband 4. Para portas representativas funcionais e de edifícios. Novo: com inovadora Fixação de Dobradiça

Hahn Türband 4. Para portas representativas funcionais e de edifícios. Novo: com inovadora Fixação de Dobradiça Hahn Türband 4 Para portas representativas funcionais e de edifícios Novo: com inovadora Fixação de Dobradiça 1 2 3 4 6 7 8 9 J 1 2 3 4 5 6 7 8 9 J 2 Hahn Türband 4 Dobradiça de enroscar com óptica de

Leia mais

Tabelas de Cálculo para Utilização em Estruturas de AMARU PERFILADO

Tabelas de Cálculo para Utilização em Estruturas de AMARU PERFILADO Tabelas de Cálculo para Utilização em Estruturas de AMARU PERFILADO Projeto de capacitação profissional: Plantar Empreendimentos e Produtos Florestais Ltda e Montana Química S.A Tabelas de Cálculo para

Leia mais

Composição. Paredes. Cobertura. Parafusos. Fundo. Betonagem da base. Juntas

Composição. Paredes. Cobertura. Parafusos. Fundo. Betonagem da base. Juntas Depósitos em Aço Composição Paredes Chapa de aço galvanizada a quente, ondulada em perfil 18/76-R18 de desenho especial que lhe confere grande resistência e capacidade forte da chapa. Isto deve-se essencialmente

Leia mais

L I M P AD O R AU T O - B AS C U L A N T E CARACTERÍSTICAS E MANUAL DE MANUTENÇÃO SÉRIE: DC

L I M P AD O R AU T O - B AS C U L A N T E CARACTERÍSTICAS E MANUAL DE MANUTENÇÃO SÉRIE: DC 29/05/2012 CARACTERÍSTICAS E MANUAL DE MANUTENÇÃO SÉRIE: DC Tel: 902 40 80 50 / Fax 902 40 80 51 / cmo@cmo.es http://www.cmo.es pág. 1 APLICAÇÕES GERAIS Os reservatórios de dilúvio destinam-se a regular

Leia mais

Pavimento Fichas de Aplicação

Pavimento Fichas de Aplicação Fichas de Aplicação Virocfloor Virodal Viroc Bruto Revestimento de Técnico Sons de Percussão Painel Sandwich Consulte o Dossier Técnico Viroc disponível em www.viroc.pt, na página de Downloads. Outros

Leia mais

EXCELLENCE IN ROOFING

EXCELLENCE IN ROOFING RENOLIT ALKORSolar EXCELLENCE IN ROOFING 2 RENOLIT WATERPROOFING Paineis fotovoltaicos cristalinos fixados directamente ao sistema RENOLIT ALKORSOLAR. RENOLIT WATERPROOFING 3 O sistema RENOLIT alkorsolar

Leia mais

Seminário Integrado sobre Direito do Urbanismo Centro de Estudos Judiciários 26-01-2012

Seminário Integrado sobre Direito do Urbanismo Centro de Estudos Judiciários 26-01-2012 Seminário Integrado sobre Direito do Urbanismo Centro de Estudos Judiciários 26-01-2012 Construção civil Execução de obras, tais como moradias, edifícios, pontes, barragens, estradas, aeroportos e outras

Leia mais

ETICS, REBOCO REDE DE FIBRA DE VIDRO - CAPOTTO/ETICS - ETAG 004 REDE DE REBOCO/ GESSO REDE DE PINTURA VÉU DE NOIVA. www.odem.pt_41

ETICS, REBOCO REDE DE FIBRA DE VIDRO - CAPOTTO/ETICS - ETAG 004 REDE DE REBOCO/ GESSO REDE DE PINTURA VÉU DE NOIVA. www.odem.pt_41 REDE DE FIBRA DE VIDRO - CAPOTTO/ETICS - ETAG 004 150EU160 Material: alcalino-resistente malha de fibra de vidro Aplicabilidade: Sistema de isolamento térmico externo e reforço interno de reboco e revestimentos.

Leia mais

ESTUFAS DE BAIXO CUSTO MODELO PESAGRO-RIO (Informe Técnico 29, ISSN 0101-3769)

ESTUFAS DE BAIXO CUSTO MODELO PESAGRO-RIO (Informe Técnico 29, ISSN 0101-3769) 1 ESTUFAS DE BAIXO CUSTO MODELO PESAGRO-RIO (Informe Técnico 29, ISSN 0101-3769) Marco Antonio de Almeida Leal Luiz Carlos Santos Caetano José Márcio Ferreira INTRODUÇÃO Atualmente existem várias atividades

Leia mais