Produção Gráfica I. A esse conjunto de pontos que formam a imagem impressa damos o nome de retícula.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Produção Gráfica I. A esse conjunto de pontos que formam a imagem impressa damos o nome de retícula."

Transcrição

1 Produção Gráfica I SISTEMA DE FOTORREPRODUÇÃO RETÍCULA Fotografia preto e branco Se observarmos uma fotografia em preto e branco com uma lupa, vamos notar que existe a imagem é formada de pequenos grãos. Além do preto e do branco, encontramos também vários tons de cinza. 1 2 Nina Rezende - IESP Imagem impressa em máquina offset. Detalhe ampliado da imagem impressa. Numa imagem impressa, os vários níveis de cinza são criados pela presença de pontos. 3 A esse conjunto de pontos que formam a imagem impressa damos o nome de retícula. 4 1

2 Retícula (pequena rede) foi um artifício encontrado para reproduzir imagens por meios mecânicos. Uma imagem em cores ou preto e branco para ser reproduzida graficamente precisa ser decomposta em pontos. As tonalidades claras ou escuras na imagem são obtidas pelo espaçamento e pelo tamanho dos pontos. Áreas escuras (cinza mais escuro) da imagem: os pontos são grandes (se emendam), há mais pontos e pouco espaço em branco entre eles (pouco se vê do papel). 5 Nas áreas mais claras (cinza mais claro): Os pontos são pequenos, tem poucos pontos e o espaço em branco entre eles é grande (vê-se a superfície do papel). 6 PROCESSO DE RETICULAGEM ATUAL Retícula e Lineatura O processo de reticulagem, atualmente, é todo feito por computador. Ou seja, a quebra do original de tom contínuo em milhares de pontos, ou em retícula, é gerenciado por softwares e equipamentos específicos. É a chamada reticulagem digital Depois de feita a reticulagem, a imagem pode ser transferida para um fotolito (através de uma imegesetter) ou direto para a chapa de impressão (através de Vimos que a imagem impressa é formada de pontos (retícula). Então o número de pontos que formam uma imagem vai interferir na sua qualidade. Quando falamos em número de pontos de retícula estamos nos referindo a uma medida chamada Lineatura. Lineatura refere-se a freqüência dos pontos que formam as retículas. Ou seja, quanto mais pontos houver em um determinado espaço da imagem, maior será a sua lineatura. uma platesetter)

3 Lineatura Lineatura alta pontos menores melhor qualidade imagem Lineatura baixa pontos maiores baixa qualidade imagem Quanto maior a lineatura, ou seja maior a freqüência dos pontos (maior número de pontos na imagem), portanto menores serão os pontos e melhor será a qualidade da imagem. Em contrapartida, quanto menor a lineatura, teremos pontos maiores e em menor número formando a imagem. Se os pontos são maiores provavelmente eles serão visíveis a olho nu. Neste caso podemos dizer que a imagem impressa não tem muita qualidade. 9 Medidas de Lineatura A medida da lineatura de uma imagem é dada em:! Lpi (lines per inch ou linhas por polegadas)! Lpc (linhas por cm). Lpc está caindo em desuso. Como a maioria dos softwares de editoração são desenvolvidos em países de língua inglesa, é mais comum se encontrar a medida Lpi. 10 Fator básico que determina a lineatura:! O tipo de papel utilizado Quanto mais absorvente for o papel (sem revestimento e baixo grau de colagem), menor deve ser a lineatura, pois a tendência dos pontos é aumentar de tamanho. Lineatura para papel jornal Como o papel jornal tem baixo grau de colagem e não tem revestimento, sua superfície é áspera e absorvente. Por isso a lineatura da imagem para este tipo de papel não deve ultrapassar 100 Lpi. Ou seja, uma lineatura baixa. Se os pontos aumentam de tamanho eles ficam encostados uns aos outros, prejudicando a nitidez da imagem

4 Lineatura para offset Lineatura para LWC O papel offset tem um grau de colagem maior e sua superfície tem um tratamento melhor que o papel jornal. Além de ter alta alvura. Para trabalhos em papel offset é recomendada uma lineatura entre 120 e 133 lpi. Lineatura média. O LWC já possui um certo revestimento, por isso sua sua superfície não absorve tanto a tinta. Para o LWC a lineatura adequada fica em torno de 133 Lpi, podendo chegar a 150 Lpi. Lineatura média Lineatura para couché Lineatura para dúplex e tríplex O papel couché é um papel revestido com superfície lisa e delicada. Excelente para reproduções coloridas. O couché suporta lineaturas altas, a partir de 150 Lpi. A lineatura para estes tipos de papéis segue a do papel couchê ( a partir de 150 Lpi), pois eles recebem o mesmo tipo de revestimento que o couchê

5 Ganho de ponto (Dot gain) Ganho de ponto (Dot gain) Quando uma imagem é transferida para a chapa de impressão ela vai reticulada, ou seja convertida em milhares de pontos. Pontos na chapa de impressão Pontos impressos no papel. Quando a tinta passa pela chapa e depois para o papel, dependendo da superfície do papel (mais ou menos absorvente) pode ocorrer o GANHO DE PONTO. Ganho de ponto é o aumento no tamanho do ponto, quando a imagem é impressa. 17 Se o aumento dos pontos é muito grande a tendência da imagem é escurecer. Por isso é importante conhecer as características do papel para saber como vai ser o ganho de ponto. Se o papel for muito absorvente, o ganho de ponto será alto. Neste caso a solução é utilizar uma lineatura baixa (menos menos por polegada). 18 Ganho de ponto (Dot gain) No papel jornal o ganho de ponto é muito mais acentuado (maior) que no papel couché. Papel jornal (superfície áspera, muito absorvente): Ganho de ponto alto Lineatura baixa Papel couchê (superfície lisa, pouco absorvente): Ganho de ponto pequeno Lineatura alta BIBLIOGRAFIA BAER, Lorenzo - Produção gráfica. São Paulo: Senac Editora, Curso Burti Fotorreprodução. São Paulo: Editora Gráficos Burti. CRAIG, James. Produção gráfica. São Paulo: Mosaico/EDUSP, OLIVEIRA, Marina. Produção Gráfica para Designers. Rio de Janeiro: 2AB editora Os softwares de editoração eletrônica (Corel, Photoshop, etc) permitem que se façam ajustes no controle do ganho de ponto

RESOLUÇÃO. RESOLUÇÃO DE UMA IMAGEM - A resolução é a medida do detalhe de uma imagem que um dispositivo pode capturar ou reproduzir.

RESOLUÇÃO. RESOLUÇÃO DE UMA IMAGEM - A resolução é a medida do detalhe de uma imagem que um dispositivo pode capturar ou reproduzir. RESOLUÇÃO RESOLUÇÃO DE UMA IMAGEM - A resolução é a medida do detalhe de uma imagem que um dispositivo pode capturar ou reproduzir. PPI - É a abreviatura de 'pixels per inch' (pixeis por polegada). Refere-se

Leia mais

PAPÉIS PARA IMPRESSÃO GRÁFICA

PAPÉIS PARA IMPRESSÃO GRÁFICA PAPÉIS PARA IMPRESSÃO GRÁFICA Processo de fabricação, características e principais tipos. PAPEL/História O processo de fabricação de papel, que conhecemos hoje, é baseado em um processo chinês, desenvolvido

Leia mais

Imagens Digitais Tratamento de Imagens

Imagens Digitais Tratamento de Imagens Imagens Digitais Imagens de Bitmap Bitmap = Mapa de Bits ou Imagens Raster São as imagens formadas por pixels em oposição às imagens vetoriais. Imagens de Bitmap Imagem de bitmap Imagem vetorial Imagens

Leia mais

T I P O M E T R I A. Fournier estabeleceu que: Mais um pouco de história... Mais um pouco de história... o ponto tipográfico valeria = 0,35 mm

T I P O M E T R I A. Fournier estabeleceu que: Mais um pouco de história... Mais um pouco de história... o ponto tipográfico valeria = 0,35 mm Produção Gráfica 1 T I P O M E T R I A Mais um pouco de história... Com a disseminação do sistema de impressão através da tipografia Surgiram os casas de fundição, que fundiam os tipos em metal. Mais um

Leia mais

Quadricromia. e as Retículas AM e FM

Quadricromia. e as Retículas AM e FM Quadricromia e as Retículas AM e FM A retícula A retícula tradicional ou convencional AM (Amplitude Modulada) é composta de pontos eqüidistantes e com dimensões variáveis. A retícula A retícula tradicional

Leia mais

Conteúdo 3 - Conceitos básicos de produção gráfica. professor Rafael Hoffmann

Conteúdo 3 - Conceitos básicos de produção gráfica. professor Rafael Hoffmann Conteúdo 3 - Conceitos básicos de produção gráfica professor Rafael Hoffmann Cor Modelos cromáticos - Síntese aditiva/cor-luz Cores-luz primárias: vermelho, verde e azul. O branco surge quando as três

Leia mais

Trabalho/arte lineatura do clichê e percentual de pontos Intensidade da aplicação e Substrato

Trabalho/arte lineatura do clichê e percentual de pontos Intensidade da aplicação e Substrato 5 ESPECIFICANDO O ANILOX CORRETAMENTE A especificação correta do Anilox é fundamental, embora não seja a única, para obtenção do resultado esperado em impressão flexográfica. A metodologia para especificação

Leia mais

Configurando Color Sttings - no CS3 Shift + Ctrl + K

Configurando Color Sttings - no CS3 Shift + Ctrl + K GCR Photoshop CS3 Cores Digitais Primeiramente, vamos entender como é possível substituir o CMY por preto apenas nas áreas cinzas e escuras sem influenciar nas outras cores da foto. Quando um scanner captura

Leia mais

Produção Gráfica. Acompanhamento do processo de uma peça desde sua criação; Conhecimento técnico de matéria-prima;

Produção Gráfica. Acompanhamento do processo de uma peça desde sua criação; Conhecimento técnico de matéria-prima; Produção Gráfica É o conjunto de processos e atividades auxiliares que visa reproduzir, em qualquer número e cópias, escritos e imagens a partir de uma matriz; Acompanhamento do processo de uma peça desde

Leia mais

Tipografia. Tipografia x tipologia. Por que TIPO...? Tipo - vem do grego, Typos, significa molde, sinal.

Tipografia. Tipografia x tipologia. Por que TIPO...? Tipo - vem do grego, Typos, significa molde, sinal. Produção Gráfica 1 Tipografia Parte 1 Tipografia Envolve a seleção e a aplicação de tipos, a escolha do formato da página com objetivo de transmitir uma mensagem do modo mais eficaz possível. Popularmente

Leia mais

Conteúdo 4 - Papéis e acabamentos. professor Rafael Hoffmann

Conteúdo 4 - Papéis e acabamentos. professor Rafael Hoffmann Conteúdo 4 - Papéis e acabamentos professor Rafael Hoffmann Papéis Papéis Subtítulo Conhecer: - os papéis existentes no mercado; - as suas características; - sua aplicação. Porque: - afeta a qualidade

Leia mais

Princípios da Impressão

Princípios da Impressão Princípios da Impressão Pré-Impressão Etapa de preparação da impressão com a produção de originais e matrizes É seguida pela etapa da Impressão e Pós- Impressão (mais conhecida como Acabamentos) Compreende

Leia mais

Corel Draw. Editoração Gráfica. Professor: Jarbas Araújo CENTRO EDUCACIONAL RADIER.

Corel Draw. Editoração Gráfica. Professor: Jarbas Araújo CENTRO EDUCACIONAL RADIER. Corel Draw Editoração Gráfica Professor: Jarbas Araújo professorjarbasaraujo@gmail.com CENTRO EDUCACIONAL RADIER Padrões CMYK ou RGB? Isso causa uma enorme confusão na cabeça de clientes, e pessoas leigas

Leia mais

Definição, RESOLUÇÃO e Renderização

Definição, RESOLUÇÃO e Renderização Definição, RESOLUÇÃO e Renderização (qualidade de imagem) Conceitos para a reprodução digital de imagens Qualidade de imagem A terminologia leva a confusão porque as empresas que lidam com o mundo digital

Leia mais

Processos Tecnologia Gráfica Substratos

Processos Tecnologia Gráfica Substratos Processos Tecnologia Gráfica Substratos Substratos: suportes de impressão Toda superfície que venha a receber uma impressão é chamada de suporte ou substrato na indústria Gráfica. Há uma diversidade enorme

Leia mais

Planejamento Gráfico - AULA 01 - Prof. Me. Sergio Xavier

Planejamento Gráfico - AULA 01 - Prof. Me. Sergio Xavier Planejamento Gráfico - AULA 01-1 Sumário Apresentação Plano de Ensino Objetivos Avaliação Bibliografia A importância do Planejamento Gráfico Conceitos Básicos 2 Apresentação Prof. Me. SERGIO XAVIER 3 2010

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE PLANO DE ENSINO CÓDIGO 042 CÓD. CURSO 42951 CÓD. DISC. 170.3348.9 UNIDADE CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS CURSO PROPAGANDA, PUBLICIDADE E CRIAÇÃO DISCIPLINA MATERIAIS E PROCESSOS GRÁFICOS I ETAPA 3ª CH ANO 2011 OBJETIVO

Leia mais

Conteúdo 2 - Conceitos básicos de produção gráfica. professor Rafael Hoffmann

Conteúdo 2 - Conceitos básicos de produção gráfica. professor Rafael Hoffmann Conteúdo 2 - Conceitos básicos de produção gráfica professor Rafael Hoffmann Cor Modelos cromáticos - Síntese aditiva/cor-luz Isaac Newton foi o responsável pelo desenvolvimento da teoria das cores. Em

Leia mais

Oficina de. Multimédia B. Imagem Digital

Oficina de. Multimédia B. Imagem Digital Oficina de Multimédia B Imagem Digital Índice Imagens vetoriais 3 Imagens bitmap 5 Pontilhismo 7 Pixel 9 Redes de pixeis 11 Dimensão da imagem 15 Imagens vetoriais: características 17 Imagens bitmap: características

Leia mais

Imagem digital - 1. A natureza da imagem fotográfica. A natureza da imagem fotográfica

Imagem digital - 1. A natureza da imagem fotográfica. A natureza da imagem fotográfica A natureza da imagem fotográfica PRODUÇÃO GRÁFICA 2 Imagem digital - 1 Antes do desenvolvimento das câmeras digitais, tínhamos a fotografia convencional, registrada em papel ou filme, através de um processo

Leia mais

Controlando a saída impressa

Controlando a saída impressa O driver da impressora fornece a melhor qualidade de saída para vários tipos de necessidades de impressão. No entanto, você pode desejar ter mais controle sobre a aparência de seus documentos impressos.

Leia mais

Como capturar imagens de alta resolução?

Como capturar imagens de alta resolução? Perguntas frequentes sobre captura de imagens com câmeras de alta resolução que utilizam conexão USB. O Laudo & Imagem oferece a opção de captura de imagens de câmeras de alta resolução que utilizam a

Leia mais

Fluxo do Produto Gráfico Evolução Os métodos artísticos-atesanais se transformaram em processos mecânicos no século XIX com a Revolução Industrial.

Fluxo do Produto Gráfico Evolução Os métodos artísticos-atesanais se transformaram em processos mecânicos no século XIX com a Revolução Industrial. Fluxo do Produto Gráfico Evolução Os métodos artísticos-atesanais se transformaram em processos mecânicos no século XIX com a Revolução Industrial. Dados: Brasil aproximadamente 13,6 mil empresas gráficas

Leia mais

Sidnei Costa Souza sid.nat@zaz.com.br RESOLUÇÃO

Sidnei Costa Souza sid.nat@zaz.com.br RESOLUÇÃO Sidnei Costa Sza sid.nat@zaz.com.br RESOLUÇÃO RESOLUÇÃO A imagem está em alta baixa resolução? Vai serrilhar/pixealizar a imagem? Estas são perguntas muito comuns em um bureau de saída de fotolito. Estas

Leia mais

ROBERTO OLIVEIRA CUNHA

ROBERTO OLIVEIRA CUNHA LEIAME Apresentação Nenhuma informação do TUTORIAL DO MICRO- SOFT OFFICE PUBLISHER 2003 poderá ser copiada, movida ou modificada sem autorização prévia e escrita do Programador Roberto Oliveira Cunha.

Leia mais

Ingressos Itens de segurança Entenda melhor cada item de segurança

Ingressos Itens de segurança Entenda melhor cada item de segurança I. Itens de segurança na frente do ingresso: Item de segurança Função Modelo de ingresso 1. Fundo numismático personalizado duplex Fundo personalizado com duas cores em linhas em dois ângulos sobrepostos.

Leia mais

Espaço de Cor Fotografia Digital Prof. Rogério Simões

Espaço de Cor Fotografia Digital Prof. Rogério Simões Espaço de Cor Prof. Rogério Simões Espaço de Cor Muito antes da invenção dos primeiros monitores coloridos, cientistas, artistas e técnicos já se preocupavam com a maneira de representar cores uniformemente.

Leia mais

Publicações que utilizaram papéis certificados têm o direito de imprimir o selo como garantia da procedência da matéria-prima.

Publicações que utilizaram papéis certificados têm o direito de imprimir o selo como garantia da procedência da matéria-prima. PAPEL Há uma grande variedade de tipos de papéis disponíveis no mercado. Isso serve como ferramenta a ser agregada ao projeto gráfico. Como parte integrante da criação, deve estar em harmonia com o contéudo

Leia mais

Adobe FreeHand. Imagem Bitmap:

Adobe FreeHand. Imagem Bitmap: Imagem Bitmap: As imagens bitmap (mapa de bits), são tal como o nome indica, uma colecção de bits que formam uma imagem. A imagem consiste numa matriz de pontos individuais (ou píxeis) em que cada um tem

Leia mais

SIMETRIAS NA IMPRESSÃO OFFSET

SIMETRIAS NA IMPRESSÃO OFFSET SIMETRIAS NA IMPRESSÃO OFFSET Marko Alexandre Lisboa dos Santos UNESP - Universidade Estadual Paulista; Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação; Pós Graduação em Desenho Industrial kakosantos@gmail.com.br

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA IMPRESSÃO CDURP - LISTA DE MATERIAIS TIRAGEM/ TAMANHO

TERMO DE REFERÊNCIA IMPRESSÃO CDURP - LISTA DE MATERIAIS TIRAGEM/ TAMANHO 1 Banner vinil M² em policromia impresso em vinil adesivo m² 2 Banner lona M² em policromia impresso em lona m² Prova digital reduzida ou parte da arte em escala 1/1 em tamanho A3 Prova digital reduzida

Leia mais

Manual da Marca e da Identidade Visual

Manual da Marca e da Identidade Visual Manual da Marca e da Identidade Visual fev 2017 versão 20170223 índice apresentação 2 marca desenho da marca 3 assinaturas 4 malha de construção 5 dimensionamento mínimo 6 área de proteção 7 cores cromia

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE PROCEDIMENTO UTILIZAÇÃO DO LOGOTIPO GENPRO Nº PE-GDQ-011 Fl. 1/8 ata Descrição Executado Verificado Aprovado 0 A B C D 25/07/05 17/08/07 22/02/08 25/07/13 27/03/15 Emissão Inicial Revisão Geral. Substituído

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Centro de Comunicação e Letras Curso de Letras

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Centro de Comunicação e Letras Curso de Letras CÓDIGO 042 CÓD. CURSO 42226 CÓD. DISC. 092.2734.2 PROFESSOR PLANO DE ENSINO UNIDADE CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS CURSO Letras Produção Editorial Gráfica Marcos Nepomuceno ETAPA 7 CH 04 T 04 P 00 ANO

Leia mais

2/5/2010. Organize. Convença.

2/5/2010. Organize. Convença. Organize Embeleze Convença. 1 Resolução de Imagens Pausa. - 4 grupos - 4 frases - 1 técnica -Neste arquivo você encontrará 4 quadros. Cada um contém uma frase, uma afirmação, um fato ou um desafio. Este

Leia mais

Conteúdo 5 - Serigrafia e Sublimação. professor Rafael Hoffmann

Conteúdo 5 - Serigrafia e Sublimação. professor Rafael Hoffmann Conteúdo 5 - Serigrafia e Sublimação professor Rafael Hoffmann No processo coloca-se o suporte por baixo da matriz (tela), coloca-se a tinta por cima e com a ajuda de uma espátula faz-se pressão na tinta

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL. Faculdade de Educação - UFG

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL. Faculdade de Educação - UFG MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL Faculdade de Educação - UFG INDICE 1. Apresentação 2. Versões 3. Cores 4. Tipografia 5. Reprodução 6, Usos incorretos 7. Redução da marca 8. Arejamento da marca 9. Verão monocromática

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual Introdução O manual da marca do Consultório na Rua tem a função de ordenar e padronizar o signo que distingue e diferencia o serviço, compreendendo os padrões e regras de aplicação

Leia mais

Capítulo 1 - Introdução Capítulo 2 - Tipos de Originais

Capítulo 1 - Introdução Capítulo 2 - Tipos de Originais Capítulo 1 - Introdução Luz O que É Luz Espectro Eletromagnético Luz Anárquica Cor Interpretação Espectro Visível Sínteses Aditiva e Subtrativa Síntese Aditiva Cores Opostas e Complementares Síntese Subtrativa

Leia mais

DESCRIÇÃO DETALHADA DOS IMPRESSOS - ELEIÇÕES 2014

DESCRIÇÃO DETALHADA DOS IMPRESSOS - ELEIÇÕES 2014 DESCRIÇÃO DETALHADA DOS IMPRESSOS - ELEIÇÕES 2014 Item 01 Envelope plástico para mídia digital Saco zip em material de polietileno, com zip plástico, espessura minima de 0,08mm, tamanho 14x20cm, acondicionado

Leia mais

De: Waldemar Terô Sato (Editoração Eletrônica) Para: Todos os que mantêm contato com os clientes da Banas.

De: Waldemar Terô Sato (Editoração Eletrônica) Para: Todos os que mantêm contato com os clientes da Banas. De: Waldemar Terô Sato (Editoração Eletrônica) Para: Todos os que mantêm contato com os clientes da Banas. Ref.: Informações importantes para orientação dos clientes Caro(a) amigo(a) Atualmente, todos

Leia mais

Universidade Aberta da Terceira Idade Sub-Reitoria de Extensão e Cultura

Universidade Aberta da Terceira Idade Sub-Reitoria de Extensão e Cultura MANUAL DA MARCA iversidade Aberta da Terceira Idade Este manual contém todos os elementos gráficos que representam a padronização visual da marca ati. Aqui são especificados todos os formatos, tamanhos,

Leia mais

Aplicações Informáticas B 12º Ano

Aplicações Informáticas B 12º Ano Aplicações Informáticas B 12º Ano Prof. Adelina Maia 2013/2014 AIB_U4A 1 Bases sobre a teoria da cor aplicada aos sistemas digitais (red / Green / blue) Modelo CMYK (cyan / magenta / yellow + Black) Modelo

Leia mais

Índice. Índice...2. Logomarca do Ipasgo...3. Logomarca do Ipasgo em Tons de Cinza...4. Uso do Selo NBR ISO 9001:

Índice. Índice...2. Logomarca do Ipasgo...3. Logomarca do Ipasgo em Tons de Cinza...4. Uso do Selo NBR ISO 9001: 1 Índice Índice...2 Logomarca do Ipasgo...3 Logomarca do Ipasgo em Tons de Cinza...4 Uso do Selo NBR ISO 9001:2008...5 Modelos Vetoriais e Monocromáticos...6 Aplicação de Fundo Escuro...7 Cores...8 Tipografia...9

Leia mais

UM POUCO DE COMPUTAÇÃO GRÁFICA.

UM POUCO DE COMPUTAÇÃO GRÁFICA. UM POUCO DE COMPUTAÇÃO GRÁFICA. Imagem digital é a representação de uma imagem bidimensional usando números binários codificados de modo a permitir seu armazenamento, transferência, impressão ou reprodução,

Leia mais

Texto com Imagem Especial

Texto com Imagem Especial Texto com Imagem Especial A forma sensível de tornar os documentos seguros economicamente. Os documentos não se conseguem defender. Proteja-os com Texto com Imagem Especial. Os documentos falsificados

Leia mais

Símbolos do Governo da República do Congo MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

Símbolos do Governo da República do Congo MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL Símbolos do Governo da República do Congo MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL ÍNDICE 2 INTRODUÇÃO... 3 O BRASÃO DE ARMAS...4 A BANDEIRA NACIONAL... 5 CONSTRUÇÃO...6 CORES INSTITUCIONAIS... 7 CORES INSTITUCIONAIS

Leia mais

- VANTAGENS O arquivo fechado corretamente; evita ocorrência de problemas de impressão e torna o tempo total de execução do trabalho muito menor.

- VANTAGENS O arquivo fechado corretamente; evita ocorrência de problemas de impressão e torna o tempo total de execução do trabalho muito menor. GUIA DE ARQUIVOS - VANTAGENS O arquivo fechado corretamente; evita ocorrência de problemas de impressão e torna o tempo total de execução do trabalho muito menor. - LINEATURA A lineatura do arquivo fechado

Leia mais

Organização de Computadores Dispositivos de saída, principais tecnologias (Monitor/Impressora) Professor: Francisco Ary

Organização de Computadores Dispositivos de saída, principais tecnologias (Monitor/Impressora) Professor: Francisco Ary Organização de Computadores Dispositivos de saída, principais tecnologias (Monitor/Impressora) Professor: Francisco Ary Introdução O dispositivo de saída mais utilizado por um computador é o dispositivo

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE PLANO DE ENSINO PLANO DE ENSINO CÓDIGO 042 UNIDADE CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS CÓD. CURSO CURSO PROPAGANDA, PUBLICIDADE E CRIAÇÃO CÓD. DISC. DISCIPLINA ETAPA CH ANO 170.345.23 Materiais e Processos Gráficos II 4ª 2010

Leia mais

Imagem bitmap. Gráfico vetorial. gráficos vetoriais

Imagem bitmap. Gráfico vetorial. gráficos vetoriais Sobre imagens bitmap e gráficos vetoriais Os elementos gráficos de um computador podem ser divididos em duas categorias principais -- bitmap e vetor. Imagem bitmap Gráfico vetorial Imagens bitmap são ideais

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Centro de Comunicação e Letras Curso de Propaganda, Publicidade e Criação PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Centro de Comunicação e Letras Curso de Propaganda, Publicidade e Criação PLANO DE ENSINO PLANO DE ENSINO CÓDIGO UNIDADE 042 CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS CÓD. CURSO CURSO PROPAGANDA, PUBLICIDADE E CRIAÇÃO CÓD. DISC. DISCIPLINA 170.345.23 MATERIAIS E PROCESSOS GRÁFICOS II CRÉDITOS ETAPA 4

Leia mais

Manual da Marca e Identidade Visual

Manual da Marca e Identidade Visual Manual da Marca e Identidade Visual 02 CONCEITO Design A representação gráfica de pessoas, a base do cooperativismo, livres de qualquer discriminação, mobilizadas para atingir o bem comum, apresentado

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Centro de Comunicação e Letras Curso de Propaganda, Publicidade e Criação PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Centro de Comunicação e Letras Curso de Propaganda, Publicidade e Criação PLANO DE ENSINO PLANO DE ENSINO CÓDIGO 042 CÓD. CURSO 42951 CÓD. DISC. 170.3452.3 UNIDADE CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS CURSO PROPAGANDA, PUBLICIDADE E CRIAÇÃO DISCIPLINA MATERIAIS E PROCESSOS GRÁFICOS II ETAPA 4 CH

Leia mais

RECEITUÁRIOS / BLOCOS / TALÕES

RECEITUÁRIOS / BLOCOS / TALÕES RECEITUÁRIOS / BLOCOS / TALÕES Receituários * Impresso em papel sulfite 75 grs * formato 15 x 21 cm * Papel colorido: amarelo, verde, rosa, azul e salmão com acréscimo de R$ 1,00 por bloco * blocos com

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE PROCEDIMENTO UTILIZAÇÃO DO LOGOTIPO GENPRO Nº PE-GDQ-011 Fl. 1/5 Rev. Data Descrição Executado Verificado Aprovado 0 A B 25/07/05 17/08/07 22/02/08 Emissão Inicial Revisão Geral. Substituído o Logotipo

Leia mais

Aquisição e Tratamento de Imagem Estática (Mapa de Bits) Tecnologias da Informação e Comunicação

Aquisição e Tratamento de Imagem Estática (Mapa de Bits) Tecnologias da Informação e Comunicação Aquisição e Tratamento de Imagem Estática (Mapa de Bits) Tecnologias da Informação e Comunicação conteúdos tipos de imagem conceitos base cor em digital formatos de imagem imagem na web Tipos de imagens

Leia mais

Guia de qualidade de cores

Guia de qualidade de cores Página 1 de 7 Guia de qualidade de cores O Guia de qualidade de cores explica como as operações disponíveis na impressora podem ser usadas para ajustar e personalizar a saída colorida. Menu qualidade Modo

Leia mais

Manual de Fechamento de Arquivos

Manual de Fechamento de Arquivos Manual de Fechamento de Arquivos Introdução Para que você tenha um melhor desempenho e agilidade, desenvolvemos este manual para orientar de maneira eficiente o fechamento de arquivos para produção gráfica.

Leia mais

16 16,5 x 24 14,5 x 22

16 16,5 x 24 14,5 x 22 Introdução O desenvolvimento de um trabalho de design gráfico exige conhecimento acerca dos dados técnicos de produção gráfica para que o resultado final seja exatamente o esperado. É preciso acompanhar

Leia mais

A versão padrão da assinatura corporativa tem dois elementos: o símbolo e o decodificador.

A versão padrão da assinatura corporativa tem dois elementos: o símbolo e o decodificador. LOGOMARCA O Manual de Identidade Visual da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) foi concebido para ser parte fundamental da imagem da instituição. O sucesso de um programa de identidade

Leia mais

Professor Gerson Witte Artes - EMI Informática. As Cores. Professor Gerson Witte EMI Informática Artes I

Professor Gerson Witte Artes - EMI Informática. As Cores. Professor Gerson Witte EMI Informática Artes I As Cores Professor Gerson Witte EMI Informática Artes I Apesar de serem o mesmo fenômeno físico, existe duas maneiras de entender as cores. A cor é uma radiação eletromagnética, corresponde à parte do

Leia mais

Manual de Identidade Visual. Normas e padrões de utilização

Manual de Identidade Visual. Normas e padrões de utilização Manual de Identidade Visual Normas e padrões de utilização Apresentação A Fundep - Fundação de Desenvolvimento da pesquisa, vem através deste documento consolidar o bem mais valioso que uma instituição

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Unidade Universitária CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS Curso PROPAGANDA, PUBLICIDADE E CRIAÇÃO Disciplina PRODUÇÃO GRÁFICA I Código da Disciplina 120.3341.3 Professor(es) Norberto Gaudêncio Junior José Luiz

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2016 Ensino Técnico Plano de Curso nº 187 Aprovado pela portaria Cetec nº 746 de 10/09/2015 Etec Tiquatira Código: 208 Município: São Paulo Eixo Tecnológico: Comunicação Visual

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual Cliente s Criação e Projeto Gráfico Diego Godoi Mello Francisco Cressoni Siqueira Juliana Adell Vanessa Moreira A Marca O nome da reparadora de veículos será FIERI que em lati

Leia mais

Tipos de papéis e substratos

Tipos de papéis e substratos Tipos de papéis e substratos O tipo de papel e de substrato influencia diretamente no resultado final do trabalho. Suas características podem acentuar ou desvalorizar uma informação e prejudicar acabamentos.

Leia mais

IMPRESSÃO & ACABAMENTO

IMPRESSÃO & ACABAMENTO Gavin Ambrose Paul Harris IMPRESSÃO & ACABAMENTO v. ação de produzir um material impresso v. completar a criação ou decoração do material impresso Tradução: Edson Furmankiewicz Revisão Técnica: Antonio

Leia mais

HOSPITAL DAS CLÍNICAS FACULDADE DE MEDICINA DE BOTUCATU - UNESP

HOSPITAL DAS CLÍNICAS FACULDADE DE MEDICINA DE BOTUCATU - UNESP HOSPITAL DAS CLÍNICAS FACULDADE DE MEDICINA DE BOTUCATU - UNESP índice APRESENTAÇÃO o processo de simplificação A NOVA MARCA padrão cromático padrão tipográfico redução e área de reserva usos incorretos

Leia mais

Introdução à Fotografia Digital. Aula 5 Módulo I - Gerenciamento de Arquivos de Imagens

Introdução à Fotografia Digital. Aula 5 Módulo I - Gerenciamento de Arquivos de Imagens Introdução à Fotografia Digital Aula 5 Módulo I - Gerenciamento de Arquivos de Imagens Roteiro do Módulo I Considerações gerais; Atividades básicas no computador; Arquivos de imagens; Programas de computador;

Leia mais

Aula 3 IMPRESSORAS UNICESPI 1º SEM 2011

Aula 3 IMPRESSORAS UNICESPI 1º SEM 2011 Aula 3 IMPRESSORAS UNICESPI 1º SEM 2011 Impressoras Uma impressora ou dispositivo de impressão é um periférico que, quando conectado a um computador ou a uma rede de computadores, tem a função de dispositivo

Leia mais

Definição de sensoriamento remoto. Professor: Enoque Pereira da Silva

Definição de sensoriamento remoto. Professor: Enoque Pereira da Silva Definição de sensoriamento remoto Professor: Enoque Pereira da Silva Definição de sensoriamento remoto Sensoriamento remoto é um termo utilizado na área das ciências aplicadas que se refere à obtenção

Leia mais

Cores em Imagens e Vídeo

Cores em Imagens e Vídeo Aula 05 Cores em Imagens e Vídeo Diogo Pinheiro Fernandes Pedrosa Universidade Federal Rural do Semiárido Departamento de Ciências Exatas e Naturais Ciência da Computação Ciência das Cores A cor é fundamentada

Leia mais

Computação Gráfica Síntese de Cores

Computação Gráfica Síntese de Cores Computação Gráfica Síntese de Cores Professora: Sheila Cáceres Natureza da cor O ser humano é capaz de visualizar só um subconjunto do espectro de luz solar: desde 380 nanômetros (violeta) a 780 nanômetros

Leia mais

Fundamentos de Computação Gráfica. Editoração Eletrônica

Fundamentos de Computação Gráfica. Editoração Eletrônica Fundamentos de Computação Gráfica Editoração Eletrônica Editoração Eletrônica Também conhecido como Editoração Eletrônica ou simplesmente DTP, é a área da Computação Gráfica que cuida da criação de material

Leia mais

Manual de Branding e Aplicação de Marca

Manual de Branding e Aplicação de Marca Manual de Branding e Aplicação de Marca Introdução Este manual foi criado com o objetivo de explicar / orientar os nossos fornecedores e parceiros nas questões referentes à reprodução e aplicação da nossa

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual 5 Apresentação da Marca A marca completa, com slogan, deve ser a versão utilizada preferencialmente. Já a versão marca simplificada, sem o slogan, só será utilizada quando não

Leia mais

Professora Bruna CADERNO 1. Capítulo 4. Fenômenos Ópticos: Refração, Absorção e Dispersão da Luz

Professora Bruna CADERNO 1. Capítulo 4. Fenômenos Ópticos: Refração, Absorção e Dispersão da Luz CADERNO 1 Capítulo 4 Fenômenos Ópticos: Refração, Absorção e Dispersão da Luz FENÔMENOS ÓPTICOS No capítulo anterior demos início ao estudo dos fenômenos ópticos. Um fenômeno óptico ocorre quando a luz

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PROGRAMA DE DISCIPLINA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PROGRAMA DE DISCIPLINA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PROGRAMA DE DISCIPLINA DEPARTAMENTO: CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA: CÓDIGO NOME ( T - P ) COM 3001 PLANEJAMENTO GRÁFICO (3-1) OBJETIVOS - ao término

Leia mais

MANUAL DE USOS DA IDENTIDADE VISUAL

MANUAL DE USOS DA IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE USOS DA IDENTIDADE VISUAL Este manual tem a função de definir as regras de uso da identidade visual do programa. Deve-se observar cuidadosamente as instruçõespara que a identidade seja aproveitada

Leia mais

Manual de uso da marca Spcine

Manual de uso da marca Spcine Manual de uso da marca Spcine Apresentação A identidade visual de uma instituição é um ativo de grande valor e deve ser administrado criteriosamente. Este manual foi elaborado com a função de orientar

Leia mais

IMPRESSÕES GRUPO SINOS A MELHOR IMPRESSÃO DA INFORMAÇÃO

IMPRESSÕES GRUPO SINOS A MELHOR IMPRESSÃO DA INFORMAÇÃO IMPRESSÕES GRUPO SINOS A MELHOR IMPRESSÃO DA INFORMAÇÃO Impressos Grupo Sinos é o parque gráfico, ou a unidade de negócios do Grupo, onde são impressos os jornais, periódicos, revistas e peças gráficas

Leia mais

Dureza Vickers. Vários pesquisadores tentaram encontrar uma solução para superar essas dificuldades.

Dureza Vickers. Vários pesquisadores tentaram encontrar uma solução para superar essas dificuldades. A UU L AL A Dureza Vickers Na aula anterior, você ficou sabendo que o ensaio de dureza Rockwell representou um avanço em relação ao ensaio Brinell, já que possibilitou avaliar a dureza de vários metais,

Leia mais

PROCESSAMENTO DE IMAGENS COLORIDAS

PROCESSAMENTO DE IMAGENS COLORIDAS PROCESSAMENTO DE IMAGENS COLORIDAS Fundamentos da cor A visão da cor É a capacidade de um organismo ou máquina de distinguir objetos baseando-se nos comprimentos de onda (ou freqüências) da luz sendo refletida,

Leia mais

ALGUNS CONCEITOS BÁSICOS

ALGUNS CONCEITOS BÁSICOS IMAGEM DIGITAL BITMAP ALGUNS CONCEITOS BÁSICOS 1 Tipos de imagem Existem várias formas de armazenar uma imagem num computador. Nesta secção abordam-se as imagens do tipo bitmap e as imagens do tipo vectorial.

Leia mais

ATRIBUTOS DEFINIÇÃO IMPORTÂNCIA

ATRIBUTOS DEFINIÇÃO IMPORTÂNCIA ATRIBUTOS DEFINIÇÃO IMPORTÂNCIA ALVURA BRILHO COLAGEM CONTEÚDO DE UMIDADE CORPO ENCANOAMENTO É a porcentagem de luz a um certo comprimento de onda (457 nm) refletida pela superfície do papel. A alvura

Leia mais

Manual de identidade visual

Manual de identidade visual Manual de identidade visual 2.0 - Manual de identidade visual 2.1 - Elementos da marca 2.2 - Redução 2.3 - Área de proteção 2.4 - Aplicação 2.5 - Versões PB 2.6 - Malha construtiva 2.7 - Paleta de cores

Leia mais

NBR 8403 Aplicação de linhas em desenhos - Tipos de linhas - Larguras das linhas

NBR 8403 Aplicação de linhas em desenhos - Tipos de linhas - Larguras das linhas ABNT-Associação Brasileira de Normas Técnicas MAR 1984 NBR 8403 Aplicação de linhas em desenhos - Tipos de linhas - Larguras das linhas Sede: Rio de Janeiro Av. Treze de Maio, 13-28º andar CEP 20003-900

Leia mais

8 - Beneficiamento 1

8 - Beneficiamento 1 8 - Beneficiamento 1 8.1 - Objetivos -Eliminação de agentes contaminantes da massa de grãos ou sementes; -Classificação por tamanho no caso de sementes Facilitar a regulagem das semeadoras 2 Contaminantes:

Leia mais

6.2 USM. Acentuar uma imagem

6.2 USM. Acentuar uma imagem Acentuar uma imagem SilverFast possui uma função de acentuação especialmente desenvolvida, a Máscara de desfocagem (USM, ingl.: Unsharp Masking). O conceito vem da litografia tradicional, quando ainda

Leia mais

Porque as. cores mudam?

Porque as. cores mudam? Porque as cores mudam? O que são cores? As cores não existem materialmente. Não possuem corpo, peso e etc. As cores correspondem à interpretação que nosso cérebro dá a certo tipo de radiação eletro-magnética

Leia mais

INTRODUÇÃO. Conheça essas regras nas próximas páginas deste manual.

INTRODUÇÃO. Conheça essas regras nas próximas páginas deste manual. MANUAL DA MARCA INTRODUÇÃO Este manual tem o objetivo de orientar as aplicações da marca ACIAP São José dos Pinhais. Os elementos gráficos que compõem a identidade visual são o logotipo, as cores institucionais

Leia mais

Impressão Fundida no Adesivo

Impressão Fundida no Adesivo Selo Verificação Inicial Impressão Fundida no Adesivo Filme transparente em polímero sintético frontal de alta resistência. Impressão offset dos fundos de segurança e aplicação de holografia fundida no

Leia mais

HP Color LaserJet Série CP2020 Guia de papel e mídia de impressão

HP Color LaserJet Série CP2020 Guia de papel e mídia de impressão HP Color LaserJet Série CP2020 Guia de papel e mídia de impressão Copyright e licença 2008 Copyright Hewlett-Packard Development Company, L.P. A reprodução, adaptação ou tradução sem permissão prévia por

Leia mais

Tendências em Tecnologia de Impressão Digital e seus Impactos no Papel para Imprimir e Escrever

Tendências em Tecnologia de Impressão Digital e seus Impactos no Papel para Imprimir e Escrever Tendências em Tecnologia de Impressão Digital e seus Impactos no Papel para Imprimir e Escrever Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo IPT Núcleo de Economia e Administração da Tecnologia

Leia mais

MODELOS E APROVEITAMENTO

MODELOS E APROVEITAMENTO prodgraf - usjt PRODUÇÃO DE PAPEL MODELOS E APROVEITAMENTO A HISTÓRIA DO PAPEL > A palavra "papel" originou-se do termo grego papyrus, que significa junco. O predecessor do verdadeiro papel foi desenvolvido

Leia mais

Manual de Uso e Aplicação da Marca

Manual de Uso e Aplicação da Marca Manual de Uso e Aplicação da Marca O Valor da Marca A marca é o maior patrimônio de uma empresa. Leva-se muitos anos para se construir uma marca forte. É preciso compreender o impressionante poder que

Leia mais

PRODUÇÃO GRÁFICA CONCEITO ETAPAS DA PRODUÇÃO GRÁFICA IMPRESSÃO CLASSIFICAÇÃO DAS MATRIZES DE IMPRESSÃO

PRODUÇÃO GRÁFICA CONCEITO ETAPAS DA PRODUÇÃO GRÁFICA IMPRESSÃO CLASSIFICAÇÃO DAS MATRIZES DE IMPRESSÃO PRODUÇÃO GRÁFICA CONCEITO Avaliação da competência, pontualidade e custos de fornecedores terceirizados para contratação de serviços e matérias necessários para a preparação de artes-finais e realização

Leia mais

Produção Gráfica 4 - PAPEL

Produção Gráfica 4 - PAPEL 4 - PAPEL O papel é uma das principais preocupações do designer gráfico, pois, entre a infinita variedade de tipos disponíveis, deve-se saber escolher adequadamente o papel para a produção de seus projetos.

Leia mais

Tratamento de imagem em fotografia I Prof. Dr. Isaac A. Camargo

Tratamento de imagem em fotografia I Prof. Dr. Isaac A. Camargo Tratamento de imagem em fotografia I Prof. Dr. Isaac A. Camargo a- Fotografia e edição: P&B e Cor b- Programas de edição: Tratamento e fotomontagem Fotografia e edição: P&B e Cor O tratamento de imagens

Leia mais