Engenharia Ambiental e Sanitária VI Semana de Meio Ambiente e Sustentabilidade. 25/10 (Terça) 26/10 (Quarta) 27/10 (Quinta)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Engenharia Ambiental e Sanitária VI Semana de Meio Ambiente e Sustentabilidade. 25/10 (Terça) 26/10 (Quarta) 27/10 (Quinta)"

Transcrição

1 Engenharia Ambiental e Sanitária VI Semana de Meio Ambiente e Sustentabilidade 25/10 (Terça) 26/10 (Quarta) 27/10 (Quinta) Mostra dos TGs Anfiteatro. Mini curso: A ecotoxicologia como ferramenta no biomonitoramento de ecossistemas aquáticos e terrestres. Vagas: 15 alunos. Laira Lúcia Damasceno de Oliveira Realizou o curso de graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2006). Mestre em Ciências da Engenharia Ambiental pela Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo (2010). Doutora em Ciências pela Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo (2014). Realizou o Doutorado sanduíche no Departamento de Biologia, Centro de Estudos do Ambiente e do Mar, Campus de Santiago, Universidade de Aveiro, Portugal. Atualmente é docente e pesquisadora na Universidade São Francisco - USF (2015- Atual), atuando nos cursos de Engenharia Ambiental e Sanitária, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica e Engenharia Química; como pesquisadora atua na área de Ecotoxicologia aquática e Meio Ambiente. Tem experiência na 1. Mini curso: A ecotoxicologia como ferramenta no biomonitoramento de ecossistemas aquáticos e terrestres. vagas: 15 alunos. 2. Palestra: A produção de bioenergia no tratamento de águas residuárias e adequação ambiental dos fluentes e resíduos gerados Palestrante: Tiago Palladino Delforno. Vagas: 50. Local: sala de aula. 3. Palestra: Obras Ambientais Palestrante: Eng. Tiago Almeida - Vagas: 50. Local: sala de aula - Empresa: Maccaferri. Palestra de encerramento: Meio ambiente e turismo sustentável O impacto da nova legislação nos Parques Estaduais. Palestrante: Secretário adjunto da secretaria de turismo do estado de São Paulo Romildo Campello. Público: todos os alunos da EAS. Local: Anfiteatro Romildo Campello Secretário do meio ambiente de Mogi das Cruzes, secretário adjunto do verde e meio ambiente da cidade de São Paulo, chefiou o gabinete da Secretaria Estadual de Turismo e hoje, como secretário estadual adjunto do Turismo, exerce interinamente a titularidade da pasta. Fechamento: Banda Asfixia

2 área de Ecotoxicologia aquática e Ecologia de zooplâncton atuando principalmente nos seguintes temas: testes ecotoxicológicos com invertebrados aquáticos, água, sedimento, fármacos, biomarcadores enzimáticos e comunidade zooplanctônica de reservatórios. Maíra Alcântara Proença Graduação em Ciências Biológicas pela Carlos (2013). Foi bolsista de Iniciação científica pela FAPESP, com atuação na área de Ecologia Aplicada, onde trabalhou com análises de qualidade ambiental em ecossistemas aquáticos; análises ecotoxicológicas; e cultivo de organismos zooplanctônicos. Mestre em Ecologia e Recursos Naturais (UFSCar) na área de Ecologia Aplicada, período que trabalhou no desenvolvimento de estratégias de manejo que visam minimizar os impactos negativos acarretados por invasões de macrófitas nos ecossistemas aquáticos, em conjunto com estratégias economicamente viáveis para Aquicultura e Piscicultura. Atualmente está no Doutorado em Ecologia e Recursos Naturais (UFSCar) atuando em um projeto para desenvolver e testar uma Ecotecnologia que promova a integração entre um sistema de

3 tratamento do efluente da Piscicultura e o aproveitamento da biomassa das macrófitas como suplemento alimentar no cultivo de zooplâncton e peixes. Área de atuação: Ecologia Aplicada, com ênfase em Aquicultura, Macrófitas, Zooplâncton (microcrustáceos), Análises Químicas e Ecotoxicologia. Daniele Cristina Schiavone Possui graduação em Ciências Biológicas pelo Centro Universitário Central Paulista (2009) Tem estágio como bolsista (CNPq) na Embrapa Pecuária Sudeste de São Carlos e no Laboratório de Limnologia no Departamento de Ecologia e Biologia Evolutiva da Carlos, onde atuou na área de Ecologia de ecossistemas aquáticos, com ferramentas de monitoramento ambiental, principalmente: Limnologia tropical, Macroinvertebrados bentônicos, Chironomidae e Ecotoxicologia. Mestre em Ciências da Engenharia Ambiental na Universidade de São Paulo (USP/ CRHEA), na Cidade de São Carlos, com a dissertação intitulada: Macroinvertebrados Bentônicos como indicadores da integridade de ecossistemas de água doce costeiros. Estudo de

4 caso: Lagoa do parque das dunas, Salvador BA. Atualmente faz doutorado no programa de Ecologia e Recursos naturais na Carlos (UFSCar), desenvolvendo o trabalho intitulado: Decomposição in situ e in vitro de Macrófitas Aquáticas: interações entre espécies, atividade celulolítica e ação de macroinvertebrados aquáticos. Antônio José Gazonato Neto Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de São Carlos campus Sorocaba (2011) e mestrado em Ecologia e Recursos Naturais pela Carlos (2013), onde defendeu sua dissertação intitulada Estudo limnológico dos reservatórios Jaguari e Jacareí com ênfase na comunidade zooplanctônica, sob a orientação da Professora Doutora Odete Rocha, período em que trabalhou com análises populacionais e identificação de espécies de zooplâncton, bem como parâmetros de eutrofização de reservatórios tropicais (Sistema Cantareira); atualmente é doutorando pelo mesmo programa e atua na área de ecotoxicologia de metais pesados recorrentes em áreas de plantio de cana-de-açúcar e estuda seus efeitos sob as populações nativas de oligoquetas,

5 quironomídeos e crustáceos.

Treinamento RLM Corte 2014

Treinamento RLM Corte 2014 Treinamento RLM Corte 2014 Campo Grande - MS 12 e 13 de Novembro de 2014 Patrocinador Introdução Desenvolvido na Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" ESALQ, USP, Piracicaba, este software formula

Leia mais

COMISSÃO JULGADORA. Possui graduação (1973), mestrado (1979) e doutorado (1983) em Odontologia pela

COMISSÃO JULGADORA. Possui graduação (1973), mestrado (1979) e doutorado (1983) em Odontologia pela COMISSÃO JULGADORA PROF. DR. PAULO VILLELA SANTOS JUNIOR Unidade: Faculdade de Odontologia Campus: São José dos Campos Função: Assessor Técnico de Gabinete PRAd Fone: 11.5627.0550 Email: villela@reitoria.unesp.br

Leia mais

QUALIDADE DAS ÁGUAS EM PARQUES AQUÍCOLAS. Dra. Rachel Magalhães Santeiro INCISA Instituto Superior de Ciências da Saúde

QUALIDADE DAS ÁGUAS EM PARQUES AQUÍCOLAS. Dra. Rachel Magalhães Santeiro INCISA Instituto Superior de Ciências da Saúde QUALIDADE DAS ÁGUAS EM PARQUES AQUÍCOLAS Dra. Rachel Magalhães Santeiro INCISA Instituto Superior de Ciências da Saúde Desenvolvimento da aqüicultura estudos limnológicos manejo para manutenção de alta

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS AGROVETERINÁRIAS - CAV PLANO DE TRABALHO INDIVIDUAL

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS AGROVETERINÁRIAS - CAV PLANO DE TRABALHO INDIVIDUAL ALEX FABIANO MURILLO DA COSTA EAM 2/2009 EFETIVO DOUTORADO 40 MECÂNICA CLÁSSICA ELETRICIDADE E ELETROMAGNETISMO TERMOLOGIA, ONDULATÓRIA E ÓTICA TERMOLOGIA, ONDULATÓRIA E ÓTICA 2T+2P Colegiado de Ensino

Leia mais

Curso: ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA Curriculo: 0002-B DISCIPLINAS EM OFERTA 1º Semestre de NOT

Curso: ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA Curriculo: 0002-B DISCIPLINAS EM OFERTA 1º Semestre de NOT GR02149 GR02152 GR02161 GR02173 GR02177 SEMESTRE 1 Carga Horária Docentes Algoritmos Computacionais 72.00 Antônio Henrique Dantas da Gama Penteado Cálculo Fundamental 72.00 Fabíola Quinonez Bonato Física

Leia mais

Ciências do Ambiente. Prof. M.Sc. Alessandro de Oliveira Limas Engenheiro Químico (UNISUL ) Mestre em Engenharia de Alimentos (UFSC )

Ciências do Ambiente. Prof. M.Sc. Alessandro de Oliveira Limas Engenheiro Químico (UNISUL ) Mestre em Engenharia de Alimentos (UFSC ) Ciências do Ambiente Prof. M.Sc. Alessandro de Oliveira Limas Engenheiro Químico (UNISUL - 1995) Mestre em Engenharia de Alimentos (UFSC - 2002) Ciências Ambientais Estudo sistemático tico da natureza

Leia mais

Ciências do Ambiente

Ciências do Ambiente Universidade Federal do Paraná Engenharia Civil Ciências do Ambiente Aula 22 Meio Aquático I Profª Heloise Knapik 1 Estudo de Caso: Salto, SP 2 Fonte: Departamento de Águas e Energia Elétrica - DAEE 3

Leia mais

Ecologia e funcionamento de ecossistemas de água doce: ênfase em macroinvertebrados bioindicadores e decomposição de matéria orgânica

Ecologia e funcionamento de ecossistemas de água doce: ênfase em macroinvertebrados bioindicadores e decomposição de matéria orgânica Semana de Estudos da Biologia UNIVAS 4,5 e 6 de setembro de 2006 Mini Curso Ecologia e funcionamento de ecossistemas de água doce: ênfase em macroinvertebrados bioindicadores e decomposição de matéria

Leia mais

Currículos dos Cursos do CCE UFV ENGENHARIA AMBIENTAL. COORDENADOR DO CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL José Carlos Bohnenberger

Currículos dos Cursos do CCE UFV ENGENHARIA AMBIENTAL. COORDENADOR DO CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL José Carlos Bohnenberger 132 ENGENHARIA AMBIENTAL COORDENADOR DO CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL José Carlos Bohnenberger bohnen@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2002 133 ATUAÇÃO O Engenheiro Ambiental deverá apresentar competência

Leia mais

Organização da Aula. Recuperação de Áreas Degradadas. Aula 6. Contextualização. Adequação Ambiental. Prof. Francisco W.

Organização da Aula. Recuperação de Áreas Degradadas. Aula 6. Contextualização. Adequação Ambiental. Prof. Francisco W. Recuperação de Áreas Degradadas Aula 6 Prof. Francisco W. von Hartenthal Organização da Aula Adequação Ambiental e Biologia da Conservação 1. Adequação Ambiental de Atividades Produtivas 2. Preservação,

Leia mais

BIOINDICADORES AMBIENTAIS

BIOINDICADORES AMBIENTAIS Universidade Estadual do Rio Grande do Sul Bacharelado em Gestão Ambiental Componente curricular: BIOINDICADORES AMBIENTAIS Aula 1-2 Professor Antônio Ruas 1. Créditos: 30 2. Carga horária semanal: 2 3.

Leia mais

Edital nº 002/ PNUD/BRA 01/ de Setembro de Republicação

Edital nº 002/ PNUD/BRA 01/ de Setembro de Republicação Editais e Convites 2010 - Serviços - IBAMA - Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Natura Editais antigos Editais 2010 Edital nº 002/2010 - PNUD/BRA 01/037-23 de Setembro de 2010 - Republicação

Leia mais

LISTA DAS DISCIPLINAS QUE COMPÕEM A GRADE CURRICULAR

LISTA DAS DISCIPLINAS QUE COMPÕEM A GRADE CURRICULAR Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira Instituto de Ciências Exatas e da Natureza Coordenação de Licenciatura em Ciências Biológicas LISTA DAS DISCIPLINAS QUE COMPÕEM A GRADE

Leia mais

BIOLOGIA DA CONSERVAÇÃO IBB021 AULA 8. I. Disturbios e Processos Ecológicos. Interações ecológicas envolvidas

BIOLOGIA DA CONSERVAÇÃO IBB021 AULA 8. I. Disturbios e Processos Ecológicos. Interações ecológicas envolvidas BIOLOGIA DA CONSERVAÇÃO IBB021 AULA 8 I. Disturbios e Processos Ecológicos Invasões (Capitulo 7) Tipos de impactos Interações ecológicas envolvidas Fogo (Capitulo 8) Seminário Palestrante Convidado: Dr.

Leia mais

CURSO AQUACULTURA - QUADRO DE HORÁRIOS 2013/2

CURSO AQUACULTURA - QUADRO DE HORÁRIOS 2013/2 CURSO AQUACULTURA - QUADRO DE HORÁRIOS 2013/2 1º PERÍODO Horário SEGUNDA TERÇA QUARTA QUINTA Horário SEXTA 7:30 8:20 :20 9:10 Química Geral B (QUI003) Química Geral B (QUI003) Química Geral B (QUI003)

Leia mais

Faculdade Estácio de Belém Estácio Belém Campus - Iesam Curso de Bacharelado em Engenharia Ambiental Turma: J2NB Sala: D207

Faculdade Estácio de Belém Estácio Belém Campus - Iesam Curso de Bacharelado em Engenharia Ambiental Turma: J2NB Sala: D207 CURSO DE BACHARELADO EM ENGENHARIA AMBIENTAL HORÁRIO PROVA SUBSTITUTIVA 2016.1 Faculdade Estácio de Belém Estácio Belém Campus Iesam Curso de Bacharelado em Engenharia Turma: J2NB Sala: D207 18:5019:40

Leia mais

Matriz curricular do Curso Superior de Engenharia de Aquicultura Cargahorária. Carga Código Componente Curricular

Matriz curricular do Curso Superior de Engenharia de Aquicultura Cargahorária. Carga Código Componente Curricular Período letivo íoerp1º d o Matriz curricular do Curso Superior de Engenharia de Aquicultura Cargahorária Carga Código Componente Curricular horária (horaaularelógio) (hora- AQUI 101 Aquicultura Geral 54

Leia mais

Avaliação Institucional

Avaliação Institucional DIRETORIA DE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO E AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Avaliação Institucional - 2012 Resumo dos Indicadores 1. Ensino IFF Total 43 Cursos Técnicos (Presencial): 6695 Alunos 11 Cursos Técnicos

Leia mais

Domínio: TERRA UM PLANETA COM VIDA

Domínio: TERRA UM PLANETA COM VIDA SISTEMA TERRA: DA CÉLULA À BIODIVERSIDADE AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Planificação

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS - LICENCIATURA

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS - LICENCIATURA MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS - LICENCIATURA Campus de Realeza Turno Noturno 1 a 2 a 01 GCB189 Biologia Celular 02 GEX213 Matemática C 03 GEX341 Química Geral e Orgânica

Leia mais

Curso: ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA Curriculo: /13 DISCIPLINAS EM OFERTA 2ºº Semestre de NOTURNO

Curso: ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA Curriculo: /13 DISCIPLINAS EM OFERTA 2ºº Semestre de NOTURNO Curriculo: 100-198/13 GR01158 GR02445 GR02446 GR01185 GR02459 GR01195 1º PERÍODO Carga Horária Docentes Cálculo Básico 72.00 Não ofertada no 2º semestre de 2016 Física Básica 72.00 Não ofertada no 2º semestre

Leia mais

QUALIDADE DA ÁGUA DO RIO VELHO QUIXERÉ ATRAVÉS DE MACRÓFITAS

QUALIDADE DA ÁGUA DO RIO VELHO QUIXERÉ ATRAVÉS DE MACRÓFITAS QUALIDADE DA ÁGUA DO RIO VELHO QUIXERÉ ATRAVÉS DE MACRÓFITAS Patrícia Raquel Vidal do Nascimento (1); Dayane de Andrade Lima (2); Leudhony Silva Oliveira (3); Hosineide de Oliveira Rolim (1) Graduanda

Leia mais

Domínio: TERRA UM PLANETA COM VIDA

Domínio: TERRA UM PLANETA COM VIDA SISTEMA TERRA: DA CÉLULA À BIODIVERSIDADE AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Planificação

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE ENSINO E CULTURA PIO DÉCIMO FACULDADE PIO DÉCIMO COORDENAÇÃO DO CURSO DE QUÍMICA

ASSOCIAÇÃO DE ENSINO E CULTURA PIO DÉCIMO FACULDADE PIO DÉCIMO COORDENAÇÃO DO CURSO DE QUÍMICA ASSOCIAÇÃO DE ENSINO E CULTURA PIO DÉCIMO FACULDADE PIO DÉCIMO COORDENAÇÃO DO CURSO DE QUÍMICA SISTEMA DE ACOMPANHAMENTO PERMANENTE DE EGRESSOS DO CURSO DE LICENCIATURA EM QUÍMICA (SAPEQ) EGRESSO COM TÍTULO

Leia mais

Universidade Estadual de Maringá

Universidade Estadual de Maringá EDITAL Nº 18/2016-PRH O PRÓ-REITOR DE RECURSOS HUMANOS E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ, no uso de suas atribuições e considerando o Edital n o 11/2016-PRH e o contido no processo

Leia mais

Vazão Ambiental no Baixo Curso do Rio São Francisco

Vazão Ambiental no Baixo Curso do Rio São Francisco Vazão Ambiental no Baixo Curso do Rio São Francisco Yvonilde Medeiros UFBA Novembro 2014 VAZÃO AMBIENTAL A qualidade, quantidade e distribuição de água necessárias para manter os componentes, funções e

Leia mais

Mesa Redonda: POLÍTICAS PARA SUSTENTABILIDADE NAS UNIVERSIDADES

Mesa Redonda: POLÍTICAS PARA SUSTENTABILIDADE NAS UNIVERSIDADES Mesa Redonda: POLÍTICAS PARA SUSTENTABILIDADE NAS UNIVERSIDADES PERGUNTAS NORTEADORAS: 1) O que significa ambientalizar a universidade e o que se espera com isso? Ambientalização da universidade é a inserção

Leia mais

Curso: ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA Curriculo: /13 DISCIPLINAS EM OFERTA 1ºº Semestre de NOTURNO

Curso: ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA Curriculo: /13 DISCIPLINAS EM OFERTA 1ºº Semestre de NOTURNO Curriculo: 100-198/13 GR01158 GR02445 GR02446 GR01185 GR02459 GR01195 1º PERÍODO Carga Horária Docentes Cálculo Básico 72.00 Não ofertada no 1º semestre de 2016 Física Básica 72.00 Não ofertada no 1º semestre

Leia mais

Aquicultura na Amazônia Ocidental

Aquicultura na Amazônia Ocidental INSTITUTO NACIONAL DE PESQUISAS DA AMAZÔNIA Nome do GP Aquicultura na Amazônia Ocidental Nome do Líder Elizabeth Gusmão Affonso (2015) Membros do GP Lígia Uribe Gonçalves, Dra. Pesquisadora (2013-2043).

Leia mais

CURRICULUM VITAE. Mestrado em Meio Ambiente e Desenvolvimento pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte/UFRN

CURRICULUM VITAE. Mestrado em Meio Ambiente e Desenvolvimento pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte/UFRN CURRICULUM VITAE 1. Dados Pessoais Nome: Liliane Barbosa dos Santos Endereço: Rua Cortez Pereira, 569, Apt. 2, Bairro Cidade Nova, Natal/RN. Telefone: (84) 3205-6330/ 98887-8459/ 99633-3827 E-mail: lili_ufrn@hotmail.com

Leia mais

Uso de coletores de substrato artificial para o biomonitoramento na aquicultura

Uso de coletores de substrato artificial para o biomonitoramento na aquicultura Uso de coletores de substrato artificial para o biomonitoramento na aquicultura AquaCiência 2010, setembro, Recife Mariana S. G. M. Silva Marcos E. Losekann Célia Frascá-Scorvo João D. Scorvo Filho Julio

Leia mais

Resgate, conservação, uso e manejo sustentável de populações de coqueiro gigante (Cocos nucifera L.) no Bioma Mata Atlântica

Resgate, conservação, uso e manejo sustentável de populações de coqueiro gigante (Cocos nucifera L.) no Bioma Mata Atlântica Resgate, conservação, uso e manejo sustentável de populações de coqueiro gigante (Cocos nucifera L.) no Bioma Mata Atlântica Semíramis R. Ramalho Ramos Embrapa Tabuleiros Costeiros Brasília, dezembro 2010

Leia mais

Seminário Ano Internacional da Biodiversidade Quais os desafios para o Brasil? Painel 11: Os Oceanos e a Biodiversidade Marinha

Seminário Ano Internacional da Biodiversidade Quais os desafios para o Brasil? Painel 11: Os Oceanos e a Biodiversidade Marinha Seminário Ano Internacional da Biodiversidade Quais os desafios para o Brasil? Painel 11: Os Oceanos e a Biodiversidade Marinha June Ferraz Dias junedias@usp.br Alguns fatos sobre os oceanos... Talassociclo

Leia mais

Núcleo de Estudos em Aquicultura com enfoque agroecológico Cantuquiriguaçu - AquaNEA -

Núcleo de Estudos em Aquicultura com enfoque agroecológico Cantuquiriguaçu - AquaNEA - Núcleo de Estudos em Aquicultura com enfoque agroecológico Cantuquiriguaçu - AquaNEA - Edital: N.º 81/2013 Universidade Federal da Fronteira Sul UFFS Campus Laranjeiras do Sul, PR A UFFS é multicampi,

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES. Turma: A, B, C, D ANO: 8º ANO LECTIVO 2010/2011 ACTIVIDADES/ ESTRATÉGIAS. Discussão / Debate.

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES. Turma: A, B, C, D ANO: 8º ANO LECTIVO 2010/2011 ACTIVIDADES/ ESTRATÉGIAS. Discussão / Debate. ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES 3º C.E.B. DISCIPLINA: Ciências Naturais Turma: A, B, C, D ANO: 8º ANO LECTIVO 2010/2011 COMPETÊNCIAS CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS ACTIVIDADES/ ESTRATÉGIAS AULAS

Leia mais

MARABÁ SEDE DO 2º CPEE REALIZAÇÃO: NÚCLEO DE ACESSIBILIDADE E INCLUSÃO ACADÊMICA UNIFESSPA

MARABÁ SEDE DO 2º CPEE REALIZAÇÃO: NÚCLEO DE ACESSIBILIDADE E INCLUSÃO ACADÊMICA UNIFESSPA MARABÁ SEDE DO 2º CPEE - 2016 REALIZAÇÃO: NÚCLEO DE ACESSIBILIDADE E INCLUSÃO ACADÊMICA UNIFESSPA INSCRIÇÕES: Com trabalhos: 01/09/16 a 30/09/16 Sem trabalhos: A partir de 01/10/16 INFORMAÇÕES: Tel: (94)

Leia mais

III Colóquio de Graduação de Graduação em Ciências Contábeis da Faculdade Padrão de Aparecida de Goiânia

III Colóquio de Graduação de Graduação em Ciências Contábeis da Faculdade Padrão de Aparecida de Goiânia III Colóquio de Graduação de Graduação em Ciências Contábeis da Coordenador Geral do Evento Prof. Dr. Adelmar Santos de Araújo Comissão Organizadora: Profª Drª Alairdes Maria Ferreira Rocha Profª. Ma.

Leia mais

O PROGRAMA PEIXE VIVO

O PROGRAMA PEIXE VIVO O PROGRAMA PEIXE VIVO Programa Peixe Vivo O Programa Peixe Vivo foi lançado em junho de 2007 por iniciativa da Cemig. Ele prevê a criação e expansão de ações voltadas para a preservação da fauna aquática

Leia mais

Conteúdo Programático

Conteúdo Programático Título Contextualização CIÊNCIAS DO AMBIENTE O futuro profissional tem que estar familiarizado com os conceitos e fundamentos básicos da ecologia, sendo condição primordial para o estudo da ciências do

Leia mais

Currículos dos Cursos UFV ENGENHARIA CIVIL. COORDENADOR José Carlos Bohnenberg

Currículos dos Cursos UFV ENGENHARIA CIVIL. COORDENADOR José Carlos Bohnenberg 108 ENGENHARIA CIVIL COORDENADOR José Carlos Bohnenberg bohnen@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2012 109 Engenheiro Civil ATUAÇÃO Ao Engenheiro Civil compete o desempenho das atividades profissionais previstas

Leia mais

Métodos de Controle de Plantas Daninhas

Métodos de Controle de Plantas Daninhas UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC Centro de Ciências Agroveterinárias CAV, Lages SC Departamento de Agronomia BMPDA54 Biologia e Manejo de Plantas Daninhas Métodos de Controle de Plantas Daninhas

Leia mais

COMUNICADO. Os locais de votação com seus respectivos votantes são os seguintes:

COMUNICADO. Os locais de votação com seus respectivos votantes são os seguintes: 1 COMUNICADO O Prof. Dr. Evandro Luís Nohara, Presidente da Comissão Especial Eleitoral, cumprindo determinação da e conforme o disposto no item 6.1 do Regulamento do Processo Eleitoral, aprovado pela

Leia mais

Empresas de variados setores se tornam cada vez mais dependentes de profissionais de estatística para pesquisas e estudos.

Empresas de variados setores se tornam cada vez mais dependentes de profissionais de estatística para pesquisas e estudos. A matéria a seguir foi publicada no jornal O Globo no dia 9 de outubro de 2005. Matéria do jornal O Globo - Caderno Boa Chance, por Luciana Calaza Índices de trabalho em crescimento Empresas de variados

Leia mais

Universidade Salvador - UNIFACS. Economia

Universidade Salvador - UNIFACS. Economia Universidade Salvador - UNIFACS Economia Economia move o mundo As questões econômicas fazem parte do dia a dia das pessoas e a influência dos princípios da Economia está presente em situações que vão desde

Leia mais

TABELA UNIFICADA DE PONTUAÇÃO DA PROVA DE TÍTULOS CCB

TABELA UNIFICADA DE PONTUAÇÃO DA PROVA DE TÍTULOS CCB SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE GENÉTICA CONCURSO PÚBLICO PARA DOCENTES DO MAGISTÉRIO SUPERIOR Edital nº 101, de 15 de dezembro

Leia mais

SUMÁRIO 1 CONSIDERAÇÕES HISTÓRICAS SOBRE A CIÊNCIA LIMNOLOGIA...

SUMÁRIO 1 CONSIDERAÇÕES HISTÓRICAS SOBRE A CIÊNCIA LIMNOLOGIA... SUMÁRIO 1 CONSIDERAÇÕES HISTÓRICAS SOBRE A CIÊNCIA LIMNOLOGIA... 1 1.1 Pesquisas em Ambientes Aquáticos Continentais Anteriores a Limnologia.... 1 1.2 Gênese e Definição de Limnologia... 5 1.3 Consolidação

Leia mais

2. São igualmente fixados: Universidade do Minho, 5 de Setembro de O Reitor, A. Guimarães Rodrigues

2. São igualmente fixados: Universidade do Minho, 5 de Setembro de O Reitor, A. Guimarães Rodrigues Divisão Académica despacho RT/C-211/2006 A Resolução SU-3/06, de 13 de Março, aprovou a adequação do Curso de Licenciatura em Engenharia BIológica, agora designado por Mestrado em Engenharia Biológica.

Leia mais

Histórico, Evolução e Conceitos Básicos da Toxicologia... 1

Histórico, Evolução e Conceitos Básicos da Toxicologia... 1 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... PREFÁCIO... IX XI CAPÍTULO 1 Histórico, Evolução e Conceitos Básicos da Toxicologia.... 1 1.1 CONCEITOS E ELEMENTOS BÁSICOS.... 5 1.1.1 A Substância... 6 1.1.2 O Organismo Afetado....

Leia mais

MANEJO INTEGRADO DE PLANTAS AQUÁTICAS

MANEJO INTEGRADO DE PLANTAS AQUÁTICAS MANEJO INTEGRADO DE PLANTAS AQUÁTICAS CONTEUDO: 1. Conceito de Plantas Aquáticas 2. Importância das Plantas Aquáticas 3. Impactos do Excesso de Plantas Aquáticas 4. Alternativas de Controle / Metodologias:

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR 2005 DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DA UFSCar Periodização das Disciplinas comuns às Ênfases

ESTRUTURA CURRICULAR 2005 DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DA UFSCar Periodização das Disciplinas comuns às Ênfases ESTRUTURA CURRICULAR 2005 DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DA UFSCar Periodização das Disciplinas comuns às Ênfases 1º PERÍODO 1 02010-9 Introdução à Computação 4-2 06216-2 Leitura e produção de textos para

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA U.E.F.S DEPARTAMENTO DE SAÚDE PROGRAMA DE DISCIPLINA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA U.E.F.S DEPARTAMENTO DE SAÚDE PROGRAMA DE DISCIPLINA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA U.E.F.S DEPARTAMENTO DE SAÚDE PROGRAMA DE DISCIPLINA CÓDIGO DISCIPLINA REQUISITOS SAU 228 SANEAMENTO E MEIO AMBIENTE -- CARGA HORÁRIA CRÉDITOS PROFESSOR(A) T 15

Leia mais

Atividades e cooperações na UnB

Atividades e cooperações na UnB Atividades e cooperações na UnB Augusto Brasil Universidade de Brasília ambrasil@unb.br Sumário Objetivo do laboratório Equipe envolvida Colaborações RNC e externas Projetos recentes Infraestrutura existente

Leia mais

A Unicentro está localizada no estado do Paraná, com instalações em 24 municípios do Centro- Sul e Sudeste.

A Unicentro está localizada no estado do Paraná, com instalações em 24 municípios do Centro- Sul e Sudeste. Localização A Unicentro está localizada no estado do Paraná, com instalações em 24 municípios do Centro- Sul e Sudeste. América do Sul Campi Universitários Campi Avançados / Extensões Polos de Educação

Leia mais

MESTRADO PROFISSIONAL EM CIÊNCIAS DA SAÚDE INFORMAÇÕES:

MESTRADO PROFISSIONAL EM CIÊNCIAS DA SAÚDE INFORMAÇÕES: MESTRADO PROFISSIONAL EM CIÊNCIAS DA SAÚDE INFORMAÇÕES: 1. Breve histórico O Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde PROCISA, mantém em atividade o mestrado profissional em Ciências da Saúde, recomendado

Leia mais

Sedimentos Límnicos 15/06/2015. Disciplina: Limnologia Docente: Elisabete L. Nascimento. Integrantes: Gabriel Jussara Natalia Nilza Solange

Sedimentos Límnicos 15/06/2015. Disciplina: Limnologia Docente: Elisabete L. Nascimento. Integrantes: Gabriel Jussara Natalia Nilza Solange Sedimentos Límnicos 1 Autores: Francisco de Assis Esteves e Antônio Fernando Monteiro Camargo. Capítulo 19 Universidade Federal de Rondônia UNIR. 2 Disciplina: Limnologia Docente: Elisabete L. Nascimento

Leia mais

2ª SEMANA DA BIOLOGIA 31/08 a 05/09/2015

2ª SEMANA DA BIOLOGIA 31/08 a 05/09/2015 2ª SEMANA DA BIOLOGIA 31/08 a 05/09/2015 A Semana da Biologia é um evento acadêmico do curso. A presença dos alunos é lançada nos diários de classe de acordo com a programação de cada dia. PROGRAMAÇÃO

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. JOÃO V ESCOLA SECUNDÁRIA c/ 2º e 3º CICLOS D. JOÃO V

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. JOÃO V ESCOLA SECUNDÁRIA c/ 2º e 3º CICLOS D. JOÃO V Informações aos Encarregados de Educação do trabalho a realizar no: 5º Ano Ciências Naturais Ano Letivo 2015/2016 1. Aulas previstas: Aulas (*) 5º1ª 5º2ª 5º3ª 5º4ª 1º Período: 21 de Setembro - 17 de Dezembro

Leia mais

Informações Gerais. Fonte: UFF/PROPLAN

Informações Gerais. Fonte: UFF/PROPLAN Edição 2015 Informações Gerais Fundada em 18/12/1960 5 Estrelas no Exame Nacional de Avaliação de Desempenho (ENADE/MEC) 52.558 alunos em 129 cursos de Graduação 6.305 alunos em 77 cursos de Pós-Graduação

Leia mais

MINICURSO DE 8 HORAS

MINICURSO DE 8 HORAS MINICURSO DE 8 HORAS Curso 3 - SERVIÇOS ECOSSISTÊMICOS EM AVALIAÇÃO DE IMPACTO AMBIENTAL Instrutores: Luis Enrique Sánchez EP/USP Graduado em Engenharia de Minas pela Escola Politécnica da Universidade

Leia mais

I Simpósio de Piscicultura da Zona da Mata Mineira

I Simpósio de Piscicultura da Zona da Mata Mineira I Simpósio de Piscicultura da Zona da Mata Mineira Leopoldina-MG WEVERSON SCARPINI ALMAGRO Escola Agrotécnica Federal de Alegre-ES PRODUÇÃO DE PESCADO NA EAFA Foco da escola não é produção Ensino, Pesquisa

Leia mais

Serviço Público Federal Universidade Federal da Bahia Escola de Nutrição

Serviço Público Federal Universidade Federal da Bahia Escola de Nutrição Serviço Público Federal Universidade Federal da Bahia Escola de Nutrição Endereço: R. Basílio da Gama, S/N - Canela - Salvador / Bahia CEP 40.110.907 Telefone: (071) 3283-7700 /7701 e-mail: enufba@ufba.br

Leia mais

GANHOS AMBIENTAIS E MUDANÇAS NO CICLO DO NITROGÊNIO A PARTIR DA SEPARAÇÃO DA URINA HUMANA DO SISTEMA DE SANEAMENTO

GANHOS AMBIENTAIS E MUDANÇAS NO CICLO DO NITROGÊNIO A PARTIR DA SEPARAÇÃO DA URINA HUMANA DO SISTEMA DE SANEAMENTO GANHOS AMBIENTAIS E MUDANÇAS NO CICLO DO NITROGÊNIO A PARTIR DA SEPARAÇÃO DA URINA HUMANA DO SISTEMA DE SANEAMENTO REDE DE TECNOLOGIAS LIMPAS DA BAHIA PPG ENGENHARIA INDUSTRIAL DEPARTAMENTO DE ENG. AMBIENTAL

Leia mais

Resumo do Perfil dos Docentes Permanentes

Resumo do Perfil dos Docentes Permanentes Resumo do Perfil dos Docentes Permanentes Linha de atuação científico/tecnológica em Gestão na Indústria Animal 1. Augusto Hauber Gameiro VNP/FMVZ/USP: Doutor e mestre em Economia Aplicada pela Escola

Leia mais

ESCOLA DE VERÃO 2017 Natal 09 a 27 de janeiro

ESCOLA DE VERÃO 2017 Natal 09 a 27 de janeiro 1 A Escola de Verão, promovida anualmente pelo PPGMAE durante os meses de janeiro e fevereiro, busca criar um ambiente de interação acadêmica entre alunos de graduação, alunos de pós-graduação, professores

Leia mais

CRONOGRAMA DE ATIVIDADES SIA

CRONOGRAMA DE ATIVIDADES SIA CRONOGRAMA DE ATIVIDADES SIA - 20 DATA HORA AÇÃO LOCAL Vagas Credenciamento Segunda-feira Minicurso A relação orientador-orientando e o acompanhamento da pesquisa Tarde Prof. Antônio Marcos Murta 0 Palestra

Leia mais

Local: Central de Integração Acadêmica - Campus I Campina Grande-PB

Local: Central de Integração Acadêmica - Campus I Campina Grande-PB l Local: Central de Integração Acadêmica - Campus I Campina Grande-PB PROGRAMAÇÃO 10 de novembro (segunda-feira) Horário: 8h às 17h Credenciamento e Entrega de Material Local: Hall da Central de Aulas

Leia mais

O melhor lugar para se viver: o caso do camarão-ferrinho 1. Danielle Mayumi Tamazato Santos*

O melhor lugar para se viver: o caso do camarão-ferrinho 1. Danielle Mayumi Tamazato Santos* O melhor lugar para se viver: o caso do camarão-ferrinho 1 Danielle Mayumi Tamazato Santos* Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - Câmpus de Assis. Departamento de Ciências Biológicas.

Leia mais

Programa de Pós-graduação em Psicologia: Mestrado e Doutorado. Universidade Federal de Pernambuco

Programa de Pós-graduação em Psicologia: Mestrado e Doutorado. Universidade Federal de Pernambuco Programa de Pós-graduação em Psicologia: Mestrado e Doutorado Universidade Federal de Pernambuco Síntese da apresentação 1. Caracterização 2. Linhas de Pesquisa 3. Corpo docente 4. Demanda 5. Fluxo de

Leia mais

ANEXO DO EDITAL nº 078/2015

ANEXO DO EDITAL nº 078/2015 1 ANEXO DO EDITAL nº 078/2015 CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS PARA PREENCHIMENTO DE VAGA PARA PROFESSOR DE ECOLOGIA DA CARREIRA DO MAGISTÉRIO SUPERIOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA, ICIAG.

Leia mais

e d i ç ã o e s p e c i a l

e d i ç ã o e s p e c i a l 2012 2013 edição especial 2013 2012 Unidade/Curso Mod. Turno Início Conceitos s Campus de São Cristóvão 4.000 34.812 9 19.046 1.349 550 2.269 CCET 1.410 10.082 7 6.289 303 161 538 Astronomia Bac Ves. 2011

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS OPÇÃO BIOLOGIA MARINHA

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS OPÇÃO BIOLOGIA MARINHA MATRIZ CURRICULAR DO CURSO D ACHARLADO M CIÊNCIAS IOLÓGICAS OPÇÃO IOLOGIA MARINHA Fase 1ª ACHARLADO M CIÊNCIAS IOLÓGICAS OPÇÃO IOLOGIA MARINHA Disciplina Créditos Nº de Turmas C.H. Docente por Teóricos

Leia mais

TÍTULO: IDENTIFICAÇÃO DE ASPECTOS E IMPACTOS AMBIENTAIS NA FACULDADE DE ENGENHARIA DE SOROCABA

TÍTULO: IDENTIFICAÇÃO DE ASPECTOS E IMPACTOS AMBIENTAIS NA FACULDADE DE ENGENHARIA DE SOROCABA TÍTULO: IDENTIFICAÇÃO DE ASPECTOS E IMPACTOS AMBIENTAIS NA FACULDADE DE ENGENHARIA DE SOROCABA CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: ENGENHARIAS E ARQUITETURA SUBÁREA: ENGENHARIAS INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE ENGENHARIA

Leia mais

I SIMPÓSIO DE BIOLOGIA ANIMAL 24 A 28 DE MAIO DE 2010 TERESINA - PI PROGRAMAÇÃO FINAL

I SIMPÓSIO DE BIOLOGIA ANIMAL 24 A 28 DE MAIO DE 2010 TERESINA - PI PROGRAMAÇÃO FINAL I SIMPÓSIO DE BIOLOGIA ANIMAL 24 A 28 DE MAIO DE 2010 TERESINA - PI PROGRAMAÇÃO FINAL 24/05 8:00 ENTREGA DO MATERIAL 8:30 9:45 ABERTURA P1 TRÁFICO DE ANIMAIS SILVESTRES: CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS E O RISCO

Leia mais

Programa de Pós-Graduação em Ecologia, Conservação e Manejo da Vida Silvestre. Processo de Seleção de Mestrado 2015 Questões Gerais de Ecologia

Programa de Pós-Graduação em Ecologia, Conservação e Manejo da Vida Silvestre. Processo de Seleção de Mestrado 2015 Questões Gerais de Ecologia Questões Gerais de Ecologia a. Leia atentamente as questões e responda apenas 3 (três) delas. identidade (RG) e o número da questão. 1. Como a teoria de nicho pode ser aplicada à Biologia da Conservação?

Leia mais

Práticas Ambientais na Universidade Feevale

Práticas Ambientais na Universidade Feevale Práticas Ambientais na Universidade Feevale Engenheira de Gerenciamento Ambiental Sheila Maria Leuck Novembro/2014 Universidade Feevale Missão: Promover a produção do conhecimento, a formação dos indivíduos

Leia mais

Programa de actividades

Programa de actividades 22 26 Novembro 2010 Programa de actividades Pólo do LUMIAR Campus do IAPMEI Estrada do Paço do Lumiar. 1649 038 Lisboa 1 22Nov LABORATÓRIO DE PERFUMES PERSONALIZAR O SEU PERFUME TEM CIÊNCIA Datas: 22 11

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec Etec: Professora Nair Luccas Ribeiro - Sala Descentralizada Ass. Santa Rosa Código: 156 Município: Teodoro Sampaio - SP Eixo Tecnológico: Recursos Naturais

Leia mais

Plano de Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco. O plano de bacias tem como objetivo a programação de ações no âmbito de cada bacia hidrográfica.

Plano de Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco. O plano de bacias tem como objetivo a programação de ações no âmbito de cada bacia hidrográfica. Departamento de Engenharia Hidráulica e Sanitária PHD - 2537 Água em Ambientes Urbanos Plano de Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco Elídio Nunes Vieira, Henrique Leite Agostinho, Lauro Dela Libera

Leia mais

Anexo II QUADRO DE CURSOS AFINS

Anexo II QUADRO DE CURSOS AFINS Anexo II QUADRO DE CURSOS AFINS Campus Universitário de Cuiabá Bacharelados em: Direito; Filosofia; Sociologia; Antropologia; História; Geografia; Ciências Sociais; Ciências FILOSOFIA - Políticas; Teologia;

Leia mais

QUADRO DE VAGAS PARA SISTEMA CONTINUADO DE AVALIAÇÃO DOCENTE 2011/2

QUADRO DE VAGAS PARA SISTEMA CONTINUADO DE AVALIAÇÃO DOCENTE 2011/2 QUADRO DE VAGAS PARA SISTEMA CONTINUADO DE AVALIAÇÃO DOCENTE 2011/2 CAMPUS VAGA(S) CURSO(S) DISCIPLINA(S) C/H PERFIL ANÁPOLIS 1 AGRONOMIA Introdução à Ciência dos Solos (4h) Agrometeorologia e climatologia

Leia mais

Laboratório de Didática da Biologia - LDBio

Laboratório de Didática da Biologia - LDBio PROPOSTA DE PROJETO DE EXTENSÃO Laboratório de Didática da Biologia - LDBio PROPONENTE: PROF. DR. VALDIR MARCOS STEFENON CAMPUS SÃO GABRIEL SÃO GABRIEL, JUNHO DE 2011 I. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO

Leia mais

Disciplinas do Curso Superior em Engenharia Civil. CEFET-MG / Unidade Curvelo

Disciplinas do Curso Superior em Engenharia Civil. CEFET-MG / Unidade Curvelo 1 Disciplinas do Curso Superior em Engenharia Civil CEFET-MG / Unidade Curvelo PRIMEIRO PERÍODO Aulas semana Cálculo I 90 6 Contexto Social e Profissional do Eng. 30 2 Desenho Técnico 30 2 Geometria Analítica

Leia mais

EDITAL Nº 144/2016, DE 12 DE MAIO DE 2016 Retificação do Edital nº 137/2016 de 10 de maio de 2016

EDITAL Nº 144/2016, DE 12 DE MAIO DE 2016 Retificação do Edital nº 137/2016 de 10 de maio de 2016 EDITAL Nº 144/2016, DE 12 DE MAIO DE 2016 Retificação do Edital nº 137/2016 de 10 de maio de 2016 SELEÇÃO DE PROFESSORES PESQUISADORES DA REDE E-TEC BRASIL DO A REITORA DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO,

Leia mais

Catálogo de Requisitos de Titulação. Habilitação: Segurança do Trabalho

Catálogo de Requisitos de Titulação. Habilitação: Segurança do Trabalho Habilitação: Segurança do Trabalho Aviso: Este catálogo pode ter sofrido alterações. A versão oficial encontra-se para consulta na Unidade Escolar. Gerado em 24/06/2016 Pág. 2/6 Segurança do Trabalho Análise

Leia mais

UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE MATERIAIS E PROCESSOS SUSTENTÁVEIS

UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE MATERIAIS E PROCESSOS SUSTENTÁVEIS UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE MATERIAIS E PROCESSOS SUSTENTÁVEIS EDITAL Nº 01/PROPG-PPGEMPS/2014 SELEÇÃO EXTERNA DE

Leia mais

ENGENHARIA CIVIL. COORDENADOR Éder Teixeira Marques

ENGENHARIA CIVIL. COORDENADOR Éder Teixeira Marques ENGENHARIA CIVIL COORDENADOR Éder Teixeira Marques eder@ufv.br 68 Currículos dos Cursos UFV Engenheiro Civil ATUAÇÃO O curso de graduação em Engenharia Civil tem como perfil do formando egresso/profissional

Leia mais

Gestão e Perícia Ambiental Aplicada a Portos, Ferrovias e Rodovias

Gestão e Perícia Ambiental Aplicada a Portos, Ferrovias e Rodovias Gestão e Perícia Ambiental Aplicada a Portos, Ferrovias e Rodovias contato@institutominere.com.br www.institutominere.com.br (31) 3657-5578 Gestão e Perícia Ambiental Aplicada a Portos, Ferrovias e Rodovias

Leia mais

Faculdade de São Lourenço - UNISEPE Cursos de extensão nas áreas de Estética e Cosmética

Faculdade de São Lourenço - UNISEPE Cursos de extensão nas áreas de Estética e Cosmética Faculdade de São Lourenço - UNISEPE Cursos de extensão nas áreas de Estética e Cosmética Orientações gerais: Público-alvo: Estudantes e profissionais da área de estética e cosmetologia, farmacêuticos e

Leia mais

HORÁRIO DE AULAS GESTÃO AMBIENTAL 2016/1 1 SEMESTRE

HORÁRIO DE AULAS GESTÃO AMBIENTAL 2016/1 1 SEMESTRE 1 SEMESTRE HORÁRIO DE AULAS GESTÃO AMBIENTAL 2016/1 1 SEMESTRE HORAS/AULAS SEGUNDA FEIRA TERÇA - FEIRA QUARTA-FEIRA QUINTA - FEIRA SEXTA - FEIRA ANÁLISE AMBIENTAL DO INTRODUÇÃO À GESTÃO AMBIENTAL-T METODOLOGIA

Leia mais

Noções de ecologia básica

Noções de ecologia básica PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Disciplina: Ciências do Ambiente ENG 4201 Cadeia alimentar A transfência de energia alimentar, a partir dos vegetais, por uma série de organismos, é chamada de

Leia mais

Domínios/Subdomínio de aulas. de aulas. Terra em Transformação

Domínios/Subdomínio de aulas. de aulas. Terra em Transformação Código 4039 750-90 - Sines Ano letivo: 06/07 Departamento:Matemática e Ciências Experimentais Grupo disciplinar: 50 Disciplina: Ciências Naturais Docentes: Abílio Ferreira, Ana Diniz e Irene Serrão Manual

Leia mais

ENGENHARIA DE AGRIMENSURA E CARTOGRÁFICA

ENGENHARIA DE AGRIMENSURA E CARTOGRÁFICA ENGENHARIA DE AGRIMENSURA E CARTOGRÁFICA COORDENADOR Fernando Alves Pinto ferpinto@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2009 193 Currículo do Curso de Engenharia de Agrimensura e Cartográfica Engenheiro Agrimensor

Leia mais

Simulado Plus 1. PAULINO, W. R. Biologia Atual. São Paulo: Ática, (SOARES, J.L. Biologia - Volume 3. São Paulo. Ed. Scipione, 2003.

Simulado Plus 1. PAULINO, W. R. Biologia Atual. São Paulo: Ática, (SOARES, J.L. Biologia - Volume 3. São Paulo. Ed. Scipione, 2003. 1. (G1 - cftsc 2008) O conhecimento das cadeias e teias alimentares é fundamental para entendermos o delicado equilíbrio que existe na natureza. Esse conhecimento nos permite propor medidas racionais de

Leia mais

RIO+20: OCEANOS, MARES E ZONAS COSTEIRAS. Carmen Rachel Scavazzini Marcondes Faria 1 Tarciso Dal Maso Jardim 2

RIO+20: OCEANOS, MARES E ZONAS COSTEIRAS. Carmen Rachel Scavazzini Marcondes Faria 1 Tarciso Dal Maso Jardim 2 RIO+20: OCEANOS, MARES E ZONAS COSTEIRAS Carmen Rachel Scavazzini Marcondes Faria 1 Tarciso Dal Maso Jardim 2 A Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, Rio+20, abordará a conservação,

Leia mais

CARACTERÍSTICAS DO MEIO AQUÁTICO

CARACTERÍSTICAS DO MEIO AQUÁTICO ÁGUAS CONTINENTAIS CARACTERÍSTICAS DO MEIO AQUÁTICO # Alta capacidade para solubilização de compostos orgânicos e inorgânicos. # Gradientes verticais e, em certos casos, gradientes horizontais, que se

Leia mais

GEOGRAFIA BACHARELADO E LICENCIATURA. COORDENADOR Eduardo José Pereira Maia

GEOGRAFIA BACHARELADO E LICENCIATURA. COORDENADOR Eduardo José Pereira Maia GEOGRAFIA BACHARELADO E LICENCIATURA COORDENADOR Eduardo José Pereira Maia eduardomaia@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2009 333 Bacharelado ATUAÇÃO O profissional de Geografia deve ter um perfil que o

Leia mais

EIXO TECNOLÓGICO: RECURSOS NATURAIS. Disciplinas da Formação Técnica Específica FTE

EIXO TECNOLÓGICO: RECURSOS NATURAIS. Disciplinas da Formação Técnica Específica FTE SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DO E STADO DA BAHIA SUPERINTENDÊNCIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL- SUPROF DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DIRDEP EIXO TECNOLÓGICO: RECURSOS NATURAIS EMENTÁRIO:

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO Centro de Ciências Jurídicas Departamento de Direito Público Geral e Processual

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO Centro de Ciências Jurídicas Departamento de Direito Público Geral e Processual SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO Centro de Ciências Jurídicas Departamento de Direito Público Geral e Processual CONCURSO PÚBLICO PARA DOCENTES DO MAGISTÉRIO SUPERIOR Edital nº

Leia mais

Licenciatura em Ciências Biológicas Departamento de Biodiversidade, Evolução e Meio Ambiente Universidade Federal de Ouro Preto

Licenciatura em Ciências Biológicas Departamento de Biodiversidade, Evolução e Meio Ambiente Universidade Federal de Ouro Preto Licenciatura em Ciências Biológicas Departamento de Biodiversidade, Evolução e Meio Ambiente Universidade Federal de Ouro Preto biologia da conservação Prof. Dr. Roberth Fagundes roberthfagundes@gmail.com

Leia mais

Programação da acolhida aos Calouros 2016 Centro de Ciências da Vida - CCV

Programação da acolhida aos Calouros 2016 Centro de Ciências da Vida - CCV Programação da acolhida aos 2016 Centro de Ciências da Vida - CCV CURSO DATA HORÁRIO LOCAL ATIVIDADE RESPONSÁVEL 22/02 e 19h30 08h SALA A-27 - Apresentação e boas vindas; - Apresentação PET; - Concurso

Leia mais