UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FITOTECNIA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FITOTECNIA"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FITOTECNIA COMPONENTES CURRÍCULARES Código Nome Nível de Ensino 1 FTC0001 AGROECOLOGIA STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 2 FTC0002 AGROMETEOROLOGIA STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 3 FTC0003 AGROSSSISTEMAS DE PRODUÇÃO STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 4 FTC0004 ANALISE DE CRESCIMENTO DE PLANTAS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 5 FTC0005 ANALISE DE SEMENTES STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 6 FTC0006 ANALISE DE SISTEMAS AGRICOLAS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 7 FTC0007 ARMAZENAMENTO E PROCESSAMENTO DE GRAOS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 8 FTC0008 AVALIAÇÃO ECONOMICA DE EXPERIMENTOS AGROPECUARIOS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 9 FTC0009 BANANICULTURA STRICTO SENSU 2 30 DISCIPLINA OPTATIVA 10 FTC0010 BIOESTATISTICA STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 11 FTC0011 BIOQUIMICA DOS FRUTOS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 12 FTC0012 BIOQUIMICA E FISIOLOGIA DE SEMENTES STRICTO SENSU 3 45 DISCIPLINA OPTATIVA 13 FTC0013 BIOQUIMICA VEGETAL STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 14 FTC0014 BIOTECNOLOGIA VEGETAL E SUAS APLICAÇÕES NO MELHORAMENTO A ESTRESSES AMBIENTAIS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 15 FTC0015 BOTANICA APLICADA STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 16 FTC0016 CITRICULTURA STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 17 FTC0017 CONSERVAÇÃO PÓS-COLHEITA DE FRUTAS E HORTALIÇAS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA CR Total CH Total Tipo

2 18 FTC0131 CONSERVAÇÃO PÓS-COLHEITA DE PRODUTOS HORTÍCOLAS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 19 FTC0018 CONTROLE BIOLOGICO DE PRAGAS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 20 FTC0019 CONTROLE DA SALINIDADE NA AGRICULTURA IRRIGADA STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 21 FTC0020 CONTROLE QUÍMICO DE DOENÇAS DE PLANTAS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 22 FTC0124 CRESCIMENTO E CONSERVAÇÃO PÓS-COLHEITA DE RAÍZES TUBEROSAS STRICTO SENSU 3 45 DISCIPLINA OPTATIVA 23 FTC0021 CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PLANTAS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 24 FTC0095 CULTIVO EM AMBIENTE PROTEGIDO STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 25 FTC0022 CULTIVOS CONSORCIADOS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 26 FTC0023 CULTIVOS DE CEREAIS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 27 FTC0024 CULTURA DE LEGUMINOSAS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 28 FTC0027 CULTURA DE TECIDOS, ORGAOS E CELULAS VEGETAIS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 29 FTC0026 CULTURA DE TECIDOS VEGETAIS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 30 FTC0025 CULURAS DE PLANTAS INDUSTRIAIS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 31 FTC0029 DOENÇAS DE PLANTAS CULTIVADAS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 32 FTC0030 ECONOMIA DA PRODUCAO E ANALISE ECONOMICA DE EXPERIMENTOS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 33 FTC0096 ECONOMIA DE PRODUÇÃO STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 34 FTC0122 ELABORAÇÃO DE PROTOCOLOS DE LABORATÓRIO : DO ART. CIENTIFICO À BANCADA STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 35 FTC0031 EPB I STRICTO SENSU 2 30 DISCIPLINA OPTATIVA 36 FTC0032 EPB II STRICTO SENSU 2 30 DISCIPLINA OPTATIVA 37 FTC0033 ESTATISTICA STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 38 FTC0034 ESTATISTICA EXPERIMENTAL I STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OBRIGATÓRIA 39 FTC0035 ESTATISTICA EXPERIMENTAL II STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 40 FTC0036 ESTATISTICA MATEMATICA STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 41 FTC0037 ESTATISTICA NAO-PARAMETRICA STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 42 FTC0038 FERTILIDADE DO SOLO STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 43 FTC0039 FERTIRRIGAÇÃO STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 44 FTC0041 FISIOLOGIA DA PRODUÇÃO STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 45 FTC0040 FISIOLOGIA DO ESTRESSE OXIDATIVO EM PLANTAS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 46 FTC0042 FISIOLOGIA E PRODUÇÃO DE SEMENTES STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA

3 47 FTC0043 FISIOLOGIA VEGETAL STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OBRIGATÓRIA 48 FTC0044 FITONEMATOLOGIA STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 49 FTC0045 FOTOSSINTESE E PRODUÇÃO VEGETAL STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 50 FTC0046 FRUTEIRAS DE CLIMA TROPICAL STRICTO SENSU 3 45 DISCIPLINA OPTATIVA 51 FTC0128 FRUTICULTURA BÁSICA STRICTO SENSU 6 90 DISCIPLINA OPTATIVA 52 FTC0047 FRUTICULTURA TROPICAL I STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 53 FTC0048 FRUTICULTURA TROPICAL II STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 54 FTC0049 FRUTICULTURA TROPICAL III STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 55 FTC0120 FRUTÍFERAS: CALAGEM, ADUBAÇÃO E NUTRIÇÃO STRICTO SENSU 3 45 DISCIPLINA OPTATIVA 56 FTC0098 FUNDAMENTOS DE BIOLOGIA MOLECULAR STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 57 FTC0099 IMPACTO AMBIENTAL DA AGRICULTURA IRRIGADA STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 58 FTC0050 INSTRUMENTAÇÕES MOLECULARES APLICADAS EM ESTUDOS VEGETAIS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 59 FTC0051 MANEJO DE DOENÇAS RADICULARES STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 60 FTC0052 MANEJO DE PLANTAS DANINHAS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 61 FTC0053 MANEJO DE SOLOS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 62 FTC0055 MANEJO ECOLOGICO DE DOENÇAS DE PLANTAS STRICTO SENSU 3 45 DISCIPLINA OPTATIVA 63 FTC0054 MANEJO E CONSERVAÇÃO DO SOLO STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 64 FTC0056 MANEJO INTEGRADO DE PRAGAS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 65 FTC0057 MATERIA ORGANICA DO SOLO STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 66 FTC0129 MELHORAMENTO DE FRUTÍFERAS STRICTO SENSU 6 90 DISCIPLINA OPTATIVA 67 FTC0132 MELHORAMENTO DE PLANTAS VISANDO RESISTÊNCIA À DOENÇAS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 68 FTC0058 MELHORAMENTO GENETICO DE HORTALIÇAS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 69 FTC0100 MELHORAMENTO GENETICO DE PLANTAS AVANÇADO STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 70 FTC0101 METABOLISMO E DESENVOLVIMENTO VEGETAL STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 71 FTC0059 METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTIFICA STRICTO SENSU 3 45 DISCIPLINA OBRIGATÓRIA 72 FTC0060 METODOLOGIA DA PESQUISA PARTICIPATIVA STRICTO SENSU 3 45 DISCIPLINA OPTATIVA 73 FTC0061 METODOLOGIA DO ENSINO SUPERIOR STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 74 FTC0062 METODOS DE IRRIGAÇÃO STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 75 FTC0063 METODOS DE MELHORAMENTO DE PLANTAS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA

4 76 FTC0064 NUTRIÇÃO E ADUBAÇÃO DE PLANTAS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 77 FTC0126 NUTRIÇÃO MINERAL DE PLANTAS STRICTO SENSU 3 45 DISCIPLINA OPTATIVA 78 FTC0065 NUTRIÇÃO MINERAL E PLANTAS E ADUBAÇÃO STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 79 FTC0066 PATOLOGIA PÓS-COLHEITA DE FRUTOS E HORTALIÇAS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 80 FTC0127 PLANTAS DANINHAS E SEU CONTROLE STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 81 FTC0067 PLANTAS MEDICINAIS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 82 FTC0102 PÓS-COLHEITA DE FLORES E PLANTAS ORNAMENTAIS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 83 FTC0068 PÓS-COLHEITA DE FRUTOS E HORTALIÇAS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 84 FTC0069 PRINCIPIOS DE RESISTENCIA DE PLANTAS A INSETOS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 85 FTC0103 PRINCIPIOS E METODOS DE PATOLOGIA DE SEMENTES STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 86 FTC0071 PROCESSAMENTO DE DADOS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 87 FTC0072 PROCESSAMENTO DE FRUTOS E HORTALIÇAS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 88 FTC0070 PROCESSAMENTO MINIMO DE FRUTOS E HORTALIÇAS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 89 FTC0073 PRODUÇÃO DE CERAIS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 90 FTC0074 PRODUÇÃO DE HORTALIÇAS, BULBOS, RAIZES E TUBERCULOS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 91 FTC0077 PRODUÇÃO DE HORTALIÇAS DE FRUTOS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 92 FTC0078 PRODUÇÃO DE HORTALIÇAS FOLHOSAS STRICTO SENSU 2 30 DISCIPLINA OPTATIVA 93 FTC0075 PRODUÇÃO DE HORTALIÇAS I STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 94 FTC0076 PRODUÇÃO DE HORTALIÇAS II STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 95 FTC0079 PRODUÇÃO DE OLEAGINOSAS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 96 FTC0118 PRODUÇÃO E TENCOLOGIA DE SEMENTES STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 97 FTC0080 PROGRAMAÇÃO E MANEJO DA IRRIGAÇÃO STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 98 FTC0081 PROPAGAÇÃO DE FRUTIFERAS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 99 FTC0123 PROSPECÇÃO DE PLANTAS MEDICINAIS E AROMATICAS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 100 FTC0082 QUALIDADE E POTENCIAL DE UTILIZAÇÃO DE FRUTOS TROPICAIS NATIVOS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 101 FTC0083 RECURSOS GENETICOS VEGETAIS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 102 FTC0084 RELAÇÃO INSETO-PLANTA E MANEJO INTEGRADO DE PRAGAS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 103 FTC0085 RELAÇÃO SOLO-AGUA-PLANTA-ATMOSFERA STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 104 FTC0121 RISCOS TOXICOLÓGICOS DOS AGROTÓXICOS STRICTO SENSU 3 45 DISCIPLINA OPTATIVA

5 105 FTC0119 TÉCNICAS DE APLICAÇÃO DE PRODUTOS FITOSSANITÁRIOS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 106 FTC0086 TECNICAS EXPERIMENTAIS EM FITOTECNIA STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 107 FTC0087 TECNOLOGIA DA PRODUÇÃO DE SEMENTES STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 108 FTC0088 TECNOLOGIA DE APLICAÇÃO DE PRODUTOS FITOSSANITARIOS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 109 FTC0105 TOPICOS AVANÇADOS DE MELHORAMENTO DE PLANTAS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 110 FTC0104 TOPICOS AVANÇADOS EM FRUTOS E HORTALIÇAS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 111 FTC0089 TOPICOS EM BIOLOGIA CELULAR AVANÇADA STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 112 FTC0091 TOPICOS ESPECIAIS STRICTO SENSU 2 30 DISCIPLINA OPTATIVA 113 FTC0125 TÓPICOS ESPECIAIS: ATUALIZAÇÃO E AVALIAÇÃO NO MANEJO INTEGRADO DE PRAGAS STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 114 FTC0094 TOPICOS ESPECIAIS EM NUTRIÇÃO MINERAL DE PLANTAS STRICTO SENSU 3 45 DISCIPLINA OPTATIVA 115 FTC0093 TOPICOS ESPECIAIS EM POLINIZAÇÃO DIRIGIDA STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 116 FTC0090 TOPICOS ESPECIAIS EM TECNOLOGIA DE SEMENTES STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 117 FTC0106 TOPICOS ESPECIAIS I STRICTO SENSU 2 30 DISCIPLINA OPTATIVA 118 FTC0092 TOPICOS ESPECIAIS: INFORMATICA NA AGRICULTURA STRICTO SENSU 4 60 DISCIPLINA OPTATIVA 119 FTC0130 TÓPICOS ESPECIAIS: METODOLOGIA DA PESQ. EM ESTRESSES BIÓTICOS E ABIÓTICOS EM PLANTAS STRICTO SENSU 3 45 DISCIPLINA OPTATIVA 120 FTC0133 TÓPICOS ESPECIAIS: NUTRIÇÃO E ADUBAÇÃO DE HORTALIÇAS STRICTO SENSU 3 45 DISCIPLINA OPTATIVA ATIVIDADES 1 FTC0114 ESTÁGIO DOCÊNCIA STRICTO SENSU 0 0 ATIVIDADE 2 FTC0115 ESTÁGIO DOCÊNCIA I STRICTO SENSU 0 0 ATIVIDADE 3 FTC0116 ESTÁGIO DOCÊNCIA II STRICTO SENSU 0 0 ATIVIDADE 4 FTC0110 EXAME DE ESPANHOL STRICTO SENSU 0 0 ATIVIDADE 5 FTC0109 EXAME DE INGLES STRICTO SENSU 0 0 ATIVIDADE 6 FTC0097 EXAME DE QUALIFICAÇÃO STRICTO SENSU 0 0 ATIVIDADE 7 FTC0111 SEMINÁRIO I STRICTO SENSU 0 0 ATIVIDADE 8 FTC0112 SEMINARIO II STRICTO SENSU 0 0 ATIVIDADE 9 FTC0107 TESE STRICTO SENSU 0 0 ATIVIDADE 10 FTC0108 TRABALHO DE DISSERTAÇÃO STRICTO SENSU 0 0 ATIVIDADE

EMENTÁRIO. Ementa: Limites. Continuidades de Função. Derivadas. Aplicação de derivadas.

EMENTÁRIO. Ementa: Limites. Continuidades de Função. Derivadas. Aplicação de derivadas. EMENTÁRIO 1º SEMESTRE CALCULO I Limites. Continuidades de Função. Derivadas. Aplicação de derivadas. AGROINFORMÁTICA Conceitos básicos da informação. Organização de máquinas, Sistemas operacionais, Ambiente

Leia mais

Embrapa Uva e Vinho. Produtos & Serviços. Missão Institucional. Infra-Estrutura e Recursos Humanos

Embrapa Uva e Vinho. Produtos & Serviços. Missão Institucional. Infra-Estrutura e Recursos Humanos Embrapa Uva e Vinho A vitivinicultura é uma atividade que apresenta grande importância sócio-econômica em vários Estados brasileiros, com especial destaque para o Rio Grande do Sul. Por esta razão, a Embrapa

Leia mais

Sistema AGRIS - Categorias de Assuntos: A AGRICULTURA. A01 Agricultura - aspectos gerais. A50 Investigação B GEOGRAFIA E HISTÓRIA.

Sistema AGRIS - Categorias de Assuntos: A AGRICULTURA. A01 Agricultura - aspectos gerais. A50 Investigação B GEOGRAFIA E HISTÓRIA. Sistema AGRIS - Categorias de Assuntos: A AGRICULTURA A01 Agricultura - aspectos gerais A50 Investigação B GEOGRAFIA E HISTÓRIA B10 Geografia B50 História C EDUCAÇÃO, EXTENSÃO E INFORMAÇÃO C10 Educação

Leia mais

CURRÍCULO DO CURSO. Atividade Curricular Créditos T E P EAD Estrutura Tipo pré-requisito Pré-requisito

CURRÍCULO DO CURSO. Atividade Curricular Créditos T E P EAD Estrutura Tipo pré-requisito Pré-requisito 1º Semestre 0040045 - ANATOMIA DOS ANIMAIS DE PRODUÇÃO I 4 004004 - HISTOLOGIA DOS ANIMAIS 4 0304 - CÁLCULO 1 A 4 4 0170070 - QUÍMICA ORGÂNICA 4 4 1151 - INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO 4 1430001 - INICIAÇÃO A

Leia mais

DISCIPLINAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM IRRIGAÇÃO NO CERRADO - PPGIC DISCIPLINAS CRÉDITOS CH MATRIZ CURRICULAR CARACTERÍSTICA

DISCIPLINAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM IRRIGAÇÃO NO CERRADO - PPGIC DISCIPLINAS CRÉDITOS CH MATRIZ CURRICULAR CARACTERÍSTICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO GERÊNCIA DE PÓSGRADUAÇÃO, PESQUISA E INOVAÇÃO PROGRAMA DE PÓSGRADUAÇÃO EM IRRIGAÇÃO NO CERRADO DISCIPLINAS DO PROGRAMA DE PÓSGRADUAÇÃO EM IRRIGAÇÃO

Leia mais

HORÁRIO DE PROVA DO 1º PERÍODO (1º ANO)

HORÁRIO DE PROVA DO 1º PERÍODO (1º ANO) HORÁRIO DE PROVA DO 1º PERÍODO (1º ANO) HORÁRIO DE PROVA DO 1º PERÍODO (1º ANO) SEGUNDA FEIRA BIOLOGIA GERAL 25/05 TERÇA FEIRA QUIMICA 26/05 QUARTA FEIRA METODOLOGIA CIENTIFICA 27/05 QUINTA FEIRA ANATOMIA

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS - LICENCIATURA

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS - LICENCIATURA MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS - LICENCIATURA Campus de Realeza Turno Noturno 1 a 2 a 01 GCB189 Biologia Celular 02 GEX213 Matemática C 03 GEX341 Química Geral e Orgânica

Leia mais

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : ENGENHARIA DE ALIMENTOS

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : ENGENHARIA DE ALIMENTOS Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Pró-reitoria de Graduação - DAARG DRA - Divisão de Registros Acadêmicos Sistema de Controle Acadêmico Grade Curricular 21/06/2012-12:31:49 Curso : ENGENHARIA

Leia mais

Currículo do Curso de Engenharia de Alimentos

Currículo do Curso de Engenharia de Alimentos Currículo do Curso de Engenharia de Engenheiro de ATUAÇÃO O Engenheiro de tem como campo profissional de atuação as indústrias que operam com processamento de alimentos, qualidade e conservação de matérias-primas

Leia mais

Currículo do Curso de Agronomia

Currículo do Curso de Agronomia Currículo do Curso de Agronomia Engenheiro Agrônomo ATUAÇÃO Compete ao Engenheiro Agrônomo desempenhar as atividades profissionais previstas na Resolução nº 218, de 29.6.73, do CONFEA, e atuar nos seguintes

Leia mais

CURSO: ENGENHARIA DE ALIMENTOS EA/UFG

CURSO: ENGENHARIA DE ALIMENTOS EA/UFG CURSO: ENGENHARIA DE ALIMENTOS EA/UFG SUGESTÃO DE FLUXO DA MATRIZ CURRICULAR Período 2 Álgebra Linear IME 4 0 4 60 NC Obrig. 6 Biologia ICB 2 2 4 60 NC Obrig. 9 Cálculo Dif. e Int. com Geo. Analítica I

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE FITOTECNIA PROGRAMA DE DISCIPLINA OBJETIVOS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE FITOTECNIA PROGRAMA DE DISCIPLINA OBJETIVOS UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE FITOTECNIA PROGRAMA DE DISCIPLINA CÓDIGO AGR 066 CARGA HORÁRIA (CRÉDITOS) TOTAL TEÓRICA PRÁTICA 60

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA. Disciplina: Olericultura Orgânica Código da Disciplina: AGR383. Semestre de oferta da disciplina: I e II

PROGRAMA DE DISCIPLINA. Disciplina: Olericultura Orgânica Código da Disciplina: AGR383. Semestre de oferta da disciplina: I e II PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: Olericultura Orgânica Código da Disciplina: AGR383 Curso: Agronomia Semestre de oferta da disciplina: I e II Faculdade responsável: Agronomia Matriz 120 Programa em vigência

Leia mais

CAMPUS CÓD ÁREA DE ESTUDO/DISCIPLINA HABILITAÇÃO VAGAS Acaraú; Camocim; Tianguá. Matemática Aplicada; Álgebra Linear; Cálculo Diferencial e Integral

CAMPUS CÓD ÁREA DE ESTUDO/DISCIPLINA HABILITAÇÃO VAGAS Acaraú; Camocim; Tianguá. Matemática Aplicada; Álgebra Linear; Cálculo Diferencial e Integral ANEXO I - EDITAL N 00/GR-IFCE/0 CAMPUS CÓD ÁREA DE ESTUDO/DISCIPLINA HABILITAÇÃO VAGAS Acaraú; Camocim; Tianguá Acaraú Acaraú 3 Matemática Aplicada; Álgebra Linear; Cálculo Diferencial e Integral Pedagogia

Leia mais

CALENDÁRIO DE PROVAS 1º BIMESTRE 2016 (AGRONOMIA MATUTINO) 1º PERIODO AGRONOMIA (1ª PERÍODO) - MATUTINO

CALENDÁRIO DE PROVAS 1º BIMESTRE 2016 (AGRONOMIA MATUTINO) 1º PERIODO AGRONOMIA (1ª PERÍODO) - MATUTINO CALENDÁRIO DE PROVAS 1º BIMESTRE 2016 (AGRONOMIA MATUTINO) CALCULO I 04/04/2016 QUIMICA INORGÂNICA E ANALÍTICA 05/04/2016 ANATOMIA E MORFOLOGIA VEGETAL 06/04/2016 BIOLOGIA CELULAR 07/04/2016 FISICA I 08/04/2016

Leia mais

10. MATRIZ CURRICULAR SEMESTRAL DO CURSO DE AGRONOMIA CAMPUS DE CÁCERES

10. MATRIZ CURRICULAR SEMESTRAL DO CURSO DE AGRONOMIA CAMPUS DE CÁCERES 10. MATRIZ CURRICULAR SEMESTRAL DO CURSO DE AGRONOMIA CAMPUS DE CÁCERES Tabela 2. Matriz Curricular Semestral do Curso de Agronomia Campus de Cáceres 1 - Semestre Carga Horária (h) 1 Citologia 60 3 0 1

Leia mais

CURSO DE ENGENHARIA FLORESTAL - UFG/EA, Campus Samambaia - Goiânia, GO. - MATRIZ CURRICULAR - PRÉ- REQUISITO(S) UNID. RESP.

CURSO DE ENGENHARIA FLORESTAL - UFG/EA, Campus Samambaia - Goiânia, GO. - MATRIZ CURRICULAR - PRÉ- REQUISITO(S) UNID. RESP. CURSO DE ENGENHARIA FLORESTAL - UFG/EA, Campus Samambaia - Goiânia, GO. - MATRIZ CURRICULAR - CHTS C H S NÚCLEO NATUREZA 01 5117 Introdução à Engenharia Florestal EA 32 32 00 Específico Obrigatória 02

Leia mais

POC - JANEIRO/2017 OFERTA DE DISCIPLINAS

POC - JANEIRO/2017 OFERTA DE DISCIPLINAS POC - JANEIRO/2017 OFERTA DE S CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Administração de Recursos Materiais e Patrimoniais Contabilidade Gerencial Fundamentos da Ciência Administrativa I Gestão em Serviços de Saúde Fundamentos

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA. Disciplina: Olericultura Geral Código da Disciplina: AGR 355. Semestre de oferta da disciplina: I e II

PROGRAMA DE DISCIPLINA. Disciplina: Olericultura Geral Código da Disciplina: AGR 355. Semestre de oferta da disciplina: I e II PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: Olericultura Geral Código da Disciplina: AGR 355 Curso: Agronomia Semestre de oferta da disciplina: I e II Faculdade responsável: Agronomia Programa em vigência a partir

Leia mais

FACULDADE DE MEDICINA VETERINÁRIA E ZOOTECNIA HORÁRIO DE AULAS - 2º SEMESTRE DE 2013 CURSO DE ZOOTECNIA

FACULDADE DE MEDICINA VETERINÁRIA E ZOOTECNIA HORÁRIO DE AULAS - 2º SEMESTRE DE 2013 CURSO DE ZOOTECNIA 1º ANO - TURMA A FÍSICA (Sala A BIOLOGIA CELULAR ANATOMIA EXT. DOS ANIMAIS DOM. II (Lab. Anatomia - TAXONOMIA DE ANGIOSPERMAS (Sala 1 Botânica) ECOLOGIA (Sala Dep. Zoologia) EMBRIOLOGIA (Lab. Microscopia

Leia mais

Matriz curricular do Curso Superior de Engenharia de Aquicultura Cargahorária. Carga Código Componente Curricular

Matriz curricular do Curso Superior de Engenharia de Aquicultura Cargahorária. Carga Código Componente Curricular Período letivo íoerp1º d o Matriz curricular do Curso Superior de Engenharia de Aquicultura Cargahorária Carga Código Componente Curricular horária (horaaularelógio) (hora- AQUI 101 Aquicultura Geral 54

Leia mais

Curso de Farmácia UFJF/GV. Horário

Curso de Farmácia UFJF/GV. Horário Curso de Farmácia UFJF/GV Horário 2016.1 Atenção: Prezados(as) estudantes, ao se matricularem nas disciplinas PRÁTICAS (Turmas A ou B ou C...), estarão manifestando seu interesse pela turma de preferência.

Leia mais

ZOOTECNIA. COORDENADOR Edenio Detmann

ZOOTECNIA. COORDENADOR Edenio Detmann ZOOTECNIA COORDENADOR Edenio Detmann detmann@ufv.br 96 Currículos dos Cursos do CCA UFV Currículo do Curso de Zootecnia Zootecnista ATUAÇÃO O Zootecnista é um profissional com sólida base de conhecimentos

Leia mais

Unidade: 10 CANOAS - GRADUAÇÃO Curso: 010656 CIENCIAS BIOLOGICAS - BACHARELADO Habilitação: BACHAREL(A) EM CIENCIAS: BIOLOGIA.

Unidade: 10 CANOAS - GRADUAÇÃO Curso: 010656 CIENCIAS BIOLOGICAS - BACHARELADO Habilitação: BACHAREL(A) EM CIENCIAS: BIOLOGIA. PÁGINA 00 / 00 /0/0 : Unidade: 0 CANOAS - GRADUAÇÃO Curso: 00 CIENCIAS BIOLOGICAS - BAARELADO Habilitação: BAAREL(A) EM CIENCIAS: BIOLOGIA Com Renovação Reconhecimento: Portaria Nro - D.O.U. DE //0 Disciplinas

Leia mais

Mestrado em Hortofruticultura

Mestrado em Hortofruticultura Com Comissão do Mestrado 2016/17 Maribela Pestana Albertina Gonçalves Gustavo Nolasco 1º ano 1º semestre Citricultura Melhoramento genético de plantas Produção integrada Técnicas de produção em horticultura

Leia mais

2. São igualmente fixados: Universidade do Minho, 5 de Setembro de O Reitor, A. Guimarães Rodrigues

2. São igualmente fixados: Universidade do Minho, 5 de Setembro de O Reitor, A. Guimarães Rodrigues Divisão Académica despacho RT/C-211/2006 A Resolução SU-3/06, de 13 de Março, aprovou a adequação do Curso de Licenciatura em Engenharia BIológica, agora designado por Mestrado em Engenharia Biológica.

Leia mais

LISTA DAS DISCIPLINAS QUE COMPÕEM A GRADE CURRICULAR

LISTA DAS DISCIPLINAS QUE COMPÕEM A GRADE CURRICULAR Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira Instituto de Ciências Exatas e da Natureza Coordenação de Licenciatura em Ciências Biológicas LISTA DAS DISCIPLINAS QUE COMPÕEM A GRADE

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: Fruticultura II Código da Disciplina: AGR 354 Curso: Agronomia Semestre de oferta da disciplina: 8 período Faculdade responsável: Agronomia Programa em vigência a partir

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS Disciplinas em Oferta do 2º semestre de 2013

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS Disciplinas em Oferta do 2º semestre de 2013 Disciplinas em Oferta do 2º semestre de 213 1º Período CH Cred. Turmas ANATOMIA HUMANA (45724) 68 3 238.1.1-9 CITOLOGIA E HISTOLOGIA (45723) 85 5 2381.1.1-7 2381.1.2-7 FILOSOFIA: RAZÃO E MODERNIDADE (47551)

Leia mais

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Semiárido Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. 2ª edição revista e ampliada

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Semiárido Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. 2ª edição revista e ampliada Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Semiárido Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento A CULTURA da goiaba 2ª edição revista e ampliada Brasília, DF 2010 Coleção Plantar, 66

Leia mais

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : ENGENHARIA DE AGRIMENSURA. CRÉDITOS Obrigatórios: 254 Optativos: 16.

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : ENGENHARIA DE AGRIMENSURA. CRÉDITOS Obrigatórios: 254 Optativos: 16. Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Pró-reitoria de Graduação - DAARG DRA - Divisão de Registros Acadêmicos Sistema de Controle Acadêmico Grade Curricular 30/01/2014-13:19:05 Curso : ENGENHARIA

Leia mais

EMENTÁRIO. Princípios de Conservação de Alimentos 6(4-2) I e II. MBI130 e TAL472*.

EMENTÁRIO. Princípios de Conservação de Alimentos 6(4-2) I e II. MBI130 e TAL472*. EMENTÁRIO As disciplinas ministradas pela Universidade Federal de Viçosa são identificadas por um código composto por três letras maiúsculas, referentes a cada Departamento, seguidas de um número de três

Leia mais

ANEXO I VAGAS POR CARGO / ÁREAS / CAMPI / REQUISITOS

ANEXO I VAGAS POR CARGO / ÁREAS / CAMPI / REQUISITOS ANEXO I VAGAS POR CARGO / ÁREAS / CAMPI / REQUISITOS CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE SINOP Faculde de Ciências Sociais Aplicas Cursos de Bacharelado em Administração, Ciências Contábeis e Economia Administração

Leia mais

Laboratórios de Centros e Faculdades da UECE

Laboratórios de Centros e Faculdades da UECE Laboratórios de Centros e Faculdades da UECE CENTRO/ FACULDADE CCS CH Laboratório de Análise de Alimentos Laboratório de Avaliação Nutricional Laboratório de Bioenergética Laboratório de Bioinformática

Leia mais

Relatório de Laboratório por Curso

Relatório de Laboratório por Curso de cursos de ensino Cód. 57 Ortodontia 89 Técnica cirúrgica 9 Técnica operatória Dentística restauradora 53 9709 ODONTOLOGIA Graduação Bacharelado Presencial 8 373 Espaços para esportes Serviços 9 Anatomia

Leia mais

O contributo da ESAC para a formação no âmbito do uso sustentável dos Produtos Fitofarmacêuticos. Maria José Cunha

O contributo da ESAC para a formação no âmbito do uso sustentável dos Produtos Fitofarmacêuticos. Maria José Cunha 20-03-2014 1 O contributo da ESAC para a formação no âmbito do uso sustentável dos Produtos Fitofarmacêuticos Maria José Cunha 20-03-2014 2 ESCOLA SUPERIOR AGRÁRIA DE COIMBRA MISSÃO Formar profissionais

Leia mais

PERCURSO CURRÍCULAR PPGBM

PERCURSO CURRÍCULAR PPGBM UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GENÉTICA E BIOLOGIA MOLECULAR PERCURSO CURRÍCULAR PPGBM INFORMAÇÕES GERAIS PERCURSO CURRÍCULAR: ALUNOS ANTERIORES

Leia mais

HORÁRIOS DE REPOSIÇÃO DE AULAS CURSOS DE GRADUAÇÃO 1º SÁBADO LETIVO 2015/2 03/10/2015

HORÁRIOS DE REPOSIÇÃO DE AULAS CURSOS DE GRADUAÇÃO 1º SÁBADO LETIVO 2015/2 03/10/2015 Serviço Público Federal Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano Câmpus Urutaí HORÁRIOS DE REPOSIÇÃO DE AULAS

Leia mais

Escola Técnica Estadual Professora Helcy Moreira Martins Aguiar. Cafelândia

Escola Técnica Estadual Professora Helcy Moreira Martins Aguiar. Cafelândia Escola Técnica Estadual Professora Helcy Moreira Martins Aguiar - Cafelândia AVISO DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES AO PROCESSO SELETIVO DE DOCENTES, OBJETIVANDO A FORMAÇÃO DE CADASTRO PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA

Leia mais

ZOOTECNIA. Currículo do Curso de Zootecnia. Zootecnista

ZOOTECNIA. Currículo do Curso de Zootecnia. Zootecnista ZOOTECNIA COORDENADOR Sérgio Luiz de Toledo Barreto sbarreto@ufv.br Currículo do Curso de Zootecnia Zootecnista ATUAÇÃO O Zootecnista é um profissional com sólida base de conhecimentos científicos e tecnológicos

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec Etec: Professora Nair Luccas Ribeiro - Sala Descentralizada Ass. Santa Rosa Código: 156 Município: Teodoro Sampaio - SP Eixo Tecnológico: Recursos Naturais

Leia mais

A área disciplinar de Ciências Agrárias inclui as seguintes áreas científicas e unidades curriculares: Área Disciplinar: Ciências Agrárias

A área disciplinar de Ciências Agrárias inclui as seguintes áreas científicas e unidades curriculares: Área Disciplinar: Ciências Agrárias A área disciplinar de Ciências Agrárias inclui as seguintes áreas científicas e unidades curriculares: Áreas Científicas Actividades Agrárias Agricultura, Silvicultura e Pescas Fitotecnia Geral Biologia

Leia mais

Carteira de projetos Manejo da cultura do feijão-comum

Carteira de projetos Manejo da cultura do feijão-comum Carteira de projetos Manejo da cultura do feijão-comum Goiânia, 20 de março de 2013 Objetivo Desenvolver e disponibilizar tecnologia para produção com uso eficiente de recursos e que assegurem a sustentabilidade

Leia mais

IRRIGAÇÃO. Importância e Aspectos Técnicos

IRRIGAÇÃO. Importância e Aspectos Técnicos IRRIGAÇÃO Importância e Aspectos Técnicos IRRIGAÇÃO Breve histórico Povos antigos Egito (Rio Nilo) Mesopotâmia (Rios Tigre e Eufrates) Índia (Rio Indo) Século XX Estados Unidos Israel IRRIGAÇÃO Situação

Leia mais

2º PERÍODO Código Disciplina ALI Álgebra Linear 60 4 CDI DES Desenho Técnico 45 3 ------------------- FIS I Física I 60 4 CDI FCS

2º PERÍODO Código Disciplina ALI Álgebra Linear 60 4 CDI DES Desenho Técnico 45 3 ------------------- FIS I Física I 60 4 CDI FCS GRADE CURRICULAR DO CURSO BACHARELADO EM ENGENHARIA FLORESTAL A matriz curricular do curso de Engenharia encontra-se organizada em períodos e suas respectivas disciplinas são listadas abaixo. Também estão

Leia mais

ORIENTAÇÕES GERAIS PARA O CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS - UCS

ORIENTAÇÕES GERAIS PARA O CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS - UCS ORIENTAÇÕES GERAIS PARA O CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS - UCS Prof. Matheus Parmegiani Jahn Coordenação do Curso de Ciências Biológicas Universidade de Caxias do Sul Abaixo estão algumas orientações gerais

Leia mais

DISCIPLINA Turmas DIA TURNO Períodos SALA ÁLGEBRA II LM11 2 N ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO EC11 EP11 6 N ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO

DISCIPLINA Turmas DIA TURNO Períodos SALA ÁLGEBRA II LM11 2 N ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO EC11 EP11 6 N ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO ÁLGEBRA II LM11 2 N 1234 1202 ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO EC11 EP11 6 N 1234 1202 ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO EQ11 2 T 1234 2209 ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO EE11 EP12 LF11 2 M 45 1203 ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO EE11

Leia mais

Currículos dos Cursos do CCE UFV CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE LATICÍNIOS. COORDENADOR José Antonio Marques Pereira

Currículos dos Cursos do CCE UFV CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE LATICÍNIOS. COORDENADOR José Antonio Marques Pereira 216 CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE LATICÍNIOS COORDENADOR José Antonio Marques Pereira jampereira@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2014 217 Bacharelado ATUAÇÃO O egresso do curso de Ciência e Tecnologia de Laticínios

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR NCET - NÚCLEO DE CIÊNCIAS EXATAS ENGENHARIA MECÂNICA (209 ) Ano: 2016 Turno: MANHÃ Curriculo: 16 CH Total do curso: 4360

MATRIZ CURRICULAR NCET - NÚCLEO DE CIÊNCIAS EXATAS ENGENHARIA MECÂNICA (209 ) Ano: 2016 Turno: MANHÃ Curriculo: 16 CH Total do curso: 4360 Página de. ENGENHARIA MECÂNICA (09 ) Ano: 0 Turno: MANHÃ Curriculo: CH Total do curso: 0 Disciplinas Obrigatórias ª SÉRIE - ENGENHARIA MECÂNICA CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL I ENG.000_00 00 DESENHO TÉCNICO

Leia mais

Relação Candidato/Vaga

Relação Candidato/Vaga Diretoria de Concursos e Processos Seletivos - Cód. Áreas de Atuação / Conhecimento Campus Candidatos Vagas Candidato / Vaga RJ-01 Análise Química Instrumental Rio de Janeiro 37 1 37 RJ-02 Artes Cênicas

Leia mais

ORGANIZAÇÃO E DESEMPENHO DA PESQUISA CIENTÍFICA NO BRASIL. Simon Schwartzman. Quadros do capítulo II

ORGANIZAÇÃO E DESEMPENHO DA PESQUISA CIENTÍFICA NO BRASIL. Simon Schwartzman. Quadros do capítulo II ORGANIZAÇÃO E DESEMPENHO DA PESQUISA CIENTÍFICA NO BRASIL Simon Schwartzman Quadros do capítulo II Quadro II.1 - Campos de especialização das unidades de pesquisa a) Unidades de pesquisa em ciências biológicas

Leia mais

HORÁRIO DE PROVA NPC I DIREITO HORÁRIO DE INÍCIO

HORÁRIO DE PROVA NPC I DIREITO HORÁRIO DE INÍCIO DE PROVA NPC I DIREITO DIREITO ADMINISTRATIVO II DIREITO CIVIL IV DIREITO EMPRESARIAL IV 9:00 305 DIREITO CIVIL VI DIREITO DO TRABALHO II DIREITO INTERNACIONAL PRIVADO DIREITO PREVIDENCIARIO DIREITO PROCESSUAL

Leia mais

Currículos dos Cursos UFV. QUÍMICA Bacharelado. COORDENADORA Regina Simplício Carvalho

Currículos dos Cursos UFV. QUÍMICA Bacharelado. COORDENADORA Regina Simplício Carvalho 194 Currículos dos Cursos UFV QUÍMICA Bacharelado COORDENADORA Regina Simplício Carvalho resicar@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2013 195 Bacharelado ATUAÇÃO O Químico é um profissional, capacitado em

Leia mais

DEPARTAMENTO DE FITOTECNIA

DEPARTAMENTO DE FITOTECNIA UFV Catálogo de Graduação 2002 411 DEPARTAMENTO DE FITOTECNIA PROFESSORES Affonso Henrique Lima Zuin Aluízio Borém de Oliveira Ângela Cristina Oliveira Stringheta Antônio Alberto da Silva Caetano Marciano

Leia mais

Horário de Aulas C. Biológicas (1º Período)

Horário de Aulas C. Biológicas (1º Período) Horário de Aulas C. Biológicas (1º Período) 2011.1 16:00 18:30 BIOL0006 MATEMÁTICA TURMA - BU BIOL0002 - QUÍMICA BIOL0006 MATEMÁTICA BIOL0002 - QUÍMICA BIOL0006 MATEMÁTICA BIOL0002 - QUÍMICA BIOL0006 MATEMÁTICA

Leia mais

Disciplinas do Curso Superior em Engenharia Civil. CEFET-MG / Unidade Curvelo

Disciplinas do Curso Superior em Engenharia Civil. CEFET-MG / Unidade Curvelo 1 Disciplinas do Curso Superior em Engenharia Civil CEFET-MG / Unidade Curvelo PRIMEIRO PERÍODO Aulas semana Cálculo I 90 6 Contexto Social e Profissional do Eng. 30 2 Desenho Técnico 30 2 Geometria Analítica

Leia mais

T P PRÉ-REQUISITO T P PRÉ-REQUISITO

T P PRÉ-REQUISITO T P PRÉ-REQUISITO MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENFERMAGEM 2012.2 1º SEMESTRE Anatomia Humana I 72 36 36 - Biologia Celular e Genética 72 36 36 - Introdução à Enfermagem 36 36 - Relações Étnico-raciais, Cultura e Saúde

Leia mais

CURSO AQUACULTURA - QUADRO DE HORÁRIOS 2013/2

CURSO AQUACULTURA - QUADRO DE HORÁRIOS 2013/2 CURSO AQUACULTURA - QUADRO DE HORÁRIOS 2013/2 1º PERÍODO Horário SEGUNDA TERÇA QUARTA QUINTA Horário SEXTA 7:30 8:20 :20 9:10 Química Geral B (QUI003) Química Geral B (QUI003) Química Geral B (QUI003)

Leia mais

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : CIÊNCIAS CONTÁBEIS. CRÉDITOS Obrigatórios: 136 Optativos: 16. 1º Semestre

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : CIÊNCIAS CONTÁBEIS. CRÉDITOS Obrigatórios: 136 Optativos: 16. 1º Semestre Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Pró-reitoria de Graduação - DAARG DRA - Divisão de Registros Acadêmicos Sistema de Controle Acadêmico Grade Curricular 30/01/2014-13:28:06 Curso : CIÊNCIAS

Leia mais

Currículos dos Cursos do CCE UFV ENGENHARIA AMBIENTAL. COORDENADOR DO CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL José Carlos Bohnenberger

Currículos dos Cursos do CCE UFV ENGENHARIA AMBIENTAL. COORDENADOR DO CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL José Carlos Bohnenberger 132 ENGENHARIA AMBIENTAL COORDENADOR DO CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL José Carlos Bohnenberger bohnen@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2002 133 ATUAÇÃO O Engenheiro Ambiental deverá apresentar competência

Leia mais

ENEM PROVA AZUL RESUMO

ENEM PROVA AZUL RESUMO ENEM 2009 - PROVA AZUL RESUMO 2009 (19 questões) 1 Ecologia - Desequilíbrio Ambiental Bioquímica 1 2 Fisiologia Humana - Interpretação gráfica Biotecnologia 1 3 Doenças virais e Bioquímica - Soro x Vacina

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR INTEGRADA ANO 2011

MATRIZ CURRICULAR INTEGRADA ANO 2011 MATRIZ CURRICULAR INTEGRADA ANO 2011 EDUCAÇÃO FÍSICA Anatomia Humana I 2 2 80 Bioquímica e Biologia Molecular 2 0 40 Filosofia e Sociologia 2 0 40 1º Fundamentos Metodológicos de Futebol I 2 2 80 Fundamentos

Leia mais

Lista das Disciplinas e Perfis Disciplinas a Tempo Parcial

Lista das Disciplinas e Perfis Disciplinas a Tempo Parcial Disciplinas a Tempo Parcial Departamento de Ciência e Tecnologia - Praia Crítica de Produtos Multimédia Comunicação e Multimédia 5 Geofísica Geociência e Ambiente 4 Geologia e Geotecnia Ambientais Geociência

Leia mais

ASSOCIAÇÃO TERESINENSE DE ENSINO-ATE FACULDADE SANTO AGOSTINHO-FSA DIRETORIA DE ENSINO NÚCLEO DE APOIO PEDAGÓGICO NUAPE

ASSOCIAÇÃO TERESINENSE DE ENSINO-ATE FACULDADE SANTO AGOSTINHO-FSA DIRETORIA DE ENSINO NÚCLEO DE APOIO PEDAGÓGICO NUAPE ASSOCIAÇÃO TERESINENSE DE ENSINO-ATE FACULDADE SANTO AGOSTINHO-FSA DIRETORIA DE ENSINO NÚCLEO DE APOIO PEDAGÓGICO NUAPE Programa de Otimização Curricular- POC 2016 Curso Disciplina CH Turno PSICOLOGIA

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS UNVERSDADE FEDERAL DO ESTADO DO RO DE JANERO CENTRO DE CÊNCAS BOLÓGCAS E DA SAÚDE NSTTUTO DE BOCÊNCAS 1ª PERÍODO (Licenciatura em Noturno) nvertebrados nvertebrados nvertebrados nvertebrados nvertebrados

Leia mais

Percursos 27 e 28 Expedições Geográficas - 6ºano Profª Bruna Andrade

Percursos 27 e 28 Expedições Geográficas - 6ºano Profª Bruna Andrade AGRICULTURA E PECUÁRIA Percursos 27 e 28 Expedições Geográficas - 6ºano Profª Bruna Andrade AGRICULTURA CONDIÇÕES NATURAIS: Apesar do grande desenvolvimento técnico e científico ela ainda depende do solo,

Leia mais

A Matriz curricular do curso de Engenharia Agronômica das Faculdades Integradas de Santa Fé do Sul fica estabelecida da seguinte forma:

A Matriz curricular do curso de Engenharia Agronômica das Faculdades Integradas de Santa Fé do Sul fica estabelecida da seguinte forma: 5.2 Objetivo do Curso Capacitar o aluno para que se torne um profissional com habilidades para produzir mais e melhor, com competência para gerenciar e gerar tecnologias que reduzam os impactos negativos

Leia mais

EDITAL DE RETIFICAÇÃO Nº 01 DO EDITAL N.º 014/CEPUERJ/2012 UENF

EDITAL DE RETIFICAÇÃO Nº 01 DO EDITAL N.º 014/CEPUERJ/2012 UENF EDITAL DE RETIFICAÇÃO Nº 01 DO EDITAL N.º 014/CEPUERJ/2012 UENF ONDE SE LÊ: ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO e REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS LEIA-SE: ANEXO I CONTEÚDO PROGRAMÁTICO e REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

Leia mais

A DISCIPLINA DE BIOLOGIA CELULAR NO CONTEXTO DA ENGENHARIA DE ALIMENTOS

A DISCIPLINA DE BIOLOGIA CELULAR NO CONTEXTO DA ENGENHARIA DE ALIMENTOS A DISCIPLINA DE BIOLOGIA CELULAR NO CONTEXTO DA ENGENHARIA DE ALIMENTOS Profa Dra Maria Tercília Vilela de Azeredo Oliveira Profa. Rosana Silistino de Souza tercilia@ibilce.unesp.br; rosanass@ibilce.unesp.br

Leia mais

Elias Alves de Andrade Presidente em exercício do CONSEPE

Elias Alves de Andrade Presidente em exercício do CONSEPE RESOLUÇÃO CONSEPE N.º 64, DE 06 DE JUNHO DE 2005 Aprova o Curso de Mestrado em Ciências Florestais e Ambientais. O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO, no uso

Leia mais

29ª Reunião Ordinária da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Flores e Plantas Ornamentais. José Luiz Mosca

29ª Reunião Ordinária da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Flores e Plantas Ornamentais. José Luiz Mosca 29ª Reunião Ordinária da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Flores e Plantas Ornamentais José Luiz Mosca Pesquisador, Doutor Fisiologia e Tecnologia Pós-colheita de Frutos e Flores Tropicais EMBRAPA

Leia mais

1º e 2º SEMESTRE MATUTINO NUTRIÇÃO

1º e 2º SEMESTRE MATUTINO NUTRIÇÃO 1º e 2º SEMESTRE MATUTINO NUTRIÇÃO MATRIZ G5 7h30 às 10h30 SEGUNDA- FEIRA Fundamentos de Saúde TERÇA-FEIRA QUARTA-FEIRA QUINTA-FEIRA SEXTA-FEIRA Anatomia Geral Histo/Cito/Embr Bioquímica Fisiologia 1º

Leia mais

Grade curricular do curso de graduação em Geologia da Universidade Federal do Espírito Santo

Grade curricular do curso de graduação em Geologia da Universidade Federal do Espírito Santo 1 ENG 05501 Álgebra Linear e Geometria Analítica - Obr 30-30-0 3 60 1 ENG 05504 Cálculo I - Obr 30-30-0 3 60 1 ZOO 05228 Química Básica - Obr 15-0-30 2 45 1 DPV 05631 Ecologia Básica - Obr 60-0-0 4 60

Leia mais

CURSO BACHARELADO EM AGRONOMIA TURMA AG 01

CURSO BACHARELADO EM AGRONOMIA TURMA AG 01 CURSO BACHARELADO EM AGRONOMIA TURMA AG 01 08-10h Inovação Tecnológica Fruticultura I Hidroponia e Cultivo Protegido Fruticultura I Comunicação e Extensão Rural 10-12h Irrigação Plantas Espontâneas Irrigação

Leia mais

Técnicas de Experimentação Agrícola

Técnicas de Experimentação Agrícola ProSavana Programa Especial de Capacitação e Treinamento Técnicas de Experimentação Agrícola Embrapa Arroz e Feijão Escola de Agronomia e Engenharia de Alimentos Universidade Federal de Goiás Nampula,

Leia mais

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : CIÊNCIAS ECONÔMICAS. CRÉDITOS Obrigatórios: 152 Optativos: 24.

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : CIÊNCIAS ECONÔMICAS. CRÉDITOS Obrigatórios: 152 Optativos: 24. Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Pró-reitoria de Graduação - DAARG DRA - Divisão de Registros Acadêmicos Sistema de Controle Acadêmico Grade Curricular 30/01/2014-13:11:59 Curso : CIÊNCIAS

Leia mais

TABELA DE PRÉ-REQUISITOS ENGENHARIA MECÂNICA INTEGRAL ALTERADA CONGREGAÇÃO DE

TABELA DE PRÉ-REQUISITOS ENGENHARIA MECÂNICA INTEGRAL ALTERADA CONGREGAÇÃO DE TABELA DE PRÉ-REQUISITOS ENGENHARIA MECÂNICA INTEGRAL ALTERADA CONGREGAÇÃO DE 21-12-2011 Tabela 5 Seqüência aconselhada para o curso de Engenharia (período integral). U.U.: Faculdade de Engenharia de Guaratinguetá

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS BIOMÉDICAS DO ESPÍRITO SANTO BIOMEDICINA

FACULDADE DE CIÊNCIAS BIOMÉDICAS DO ESPÍRITO SANTO BIOMEDICINA FACULDADE DE CIÊNCIAS BIOMÉDICAS DO ESPÍRITO SANTO BIOMEDICINA PROFESSORES Disciplina Regime de Trabalho Titulação Qualificação profissional Administração Laboratorial Doutorado em Biotecnologia 1 Afrânio

Leia mais

ADITAMENTO N.º 1 AO EDITAL N.º 1/2013 UAB/UNEMAT SELEÇÃO DE DOCENTES 2013

ADITAMENTO N.º 1 AO EDITAL N.º 1/2013 UAB/UNEMAT SELEÇÃO DE DOCENTES 2013 ADITAMENTO N.º 1 AO EDITAL N.º 1/2013 UAB/UNEMAT SELEÇÃO DE DOCENTES 2013 A Universidade do Estado de Mato Grosso UNEMAT, através da Diretoria de Gestão a Educação a Distância e Coordenação da Universidade

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GENÉTICA E MELHORAMENTO

EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GENÉTICA E MELHORAMENTO EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GENÉTICA E MELHORAMENTO DAG4097 - Análise Multivariada Aplicada à Agricultura Ementa: Distribuições multinormal, Wishart e T2 de Hotelling. Análise

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: Manejo de Pastagens Código da Disciplina: AGR 279 Curso: Agronomia Semestre de oferta da disciplina: 6 Faculdade responsável: Agronomia Programa em vigência a partir

Leia mais

Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira Manhã Tarde Manhã Tarde Manhã Tarde Manhã Tarde Manhã Tarde

Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira Manhã Tarde Manhã Tarde Manhã Tarde Manhã Tarde Manhã Tarde BLOCO I ANFITEATRO A 78 carteiras c/ PG - EA Manutenção e Lubrificação de Máquinas Agrícolas PG -EA Ensaio de Máquinas Agrícolas Radiação Solar- SALA 2 SALA 3 SALA 4 50 carteiras c/ SALA 7 SALA 8 SALA

Leia mais

GRADE CURRICULAR DE ODONTOLOGIA INTEGRAL

GRADE CURRICULAR DE ODONTOLOGIA INTEGRAL SIGLA MULTIVIX GRADE CURRICULAR DE ODONTOLOGIA INTEGRAL 2016-1 CÓDIGO DISCIPLINAS Primeiro Período CARGA HORÁRIA SEMESTRAL ODO0002 EDUCAÇÃO EM SAÚDE 40 ODO0003 PSICOLOGIA APLICADA A SAÚDE 40 ODO0020 COMUNICAÇÃO

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL 1º TERMO Aulas Teóricas Práticas Total Comunicação e Expressão 40-40 Cálculo Diferencial e Integral I 80-80 Fundamentos da Administração 40-40 Introdução

Leia mais

GEOGRAFIA BACHARELADO E LICENCIATURA. COORDENADOR Eduardo José Pereira Maia

GEOGRAFIA BACHARELADO E LICENCIATURA. COORDENADOR Eduardo José Pereira Maia GEOGRAFIA BACHARELADO E LICENCIATURA COORDENADOR Eduardo José Pereira Maia eduardomaia@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2009 333 Bacharelado ATUAÇÃO O profissional de Geografia deve ter um perfil que o

Leia mais

Informações básicas sobre os tratos culturais do maracujá

Informações básicas sobre os tratos culturais do maracujá Informações básicas sobre os tratos culturais do maracujá Clima e solo Escolha da cultivar Fábio Gelape Faleiro Posso utilizar sementes de plantios anteriores? Tecnologia do mudão Correção e preparo do

Leia mais

PUBLICAÇÕES PERIÓDICAS ÁREA: AGROECOLOGIA CORRENTE CORRENTE NÃO CORRENTE NÃO CORRENTE

PUBLICAÇÕES PERIÓDICAS ÁREA: AGROECOLOGIA CORRENTE CORRENTE NÃO CORRENTE NÃO CORRENTE TÍTULO Ação Ambiental DISPONÍVEL NO SETOR: ACERVO/ PERGAMUM Acta Agronómica Não consta no acervo Acta Amazonica Acta Biológica Paranaense Acta Botanica Brasilica Acta Scientiarum PUBLICAÇÕES PERIÓDICAS

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA DA FIBRA PRIMEIRO PERÍODO - EIXO TEMÁTICO: O HOMEM COMO SER BIOLÓGICO E SOCIAL

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA DA FIBRA PRIMEIRO PERÍODO - EIXO TEMÁTICO: O HOMEM COMO SER BIOLÓGICO E SOCIAL MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA DA FIBRA PRIMEIRO PERÍODO - EIXO TEMÁTICO: O HOMEM COMO SER BIOLÓGICO E SOCIAL ANATOMIA HUMANA FISIOLOGIA HUMANA BIOLOGIA CELULAR E MOLECULAR PROFISSIO

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR - CURSO DE AGRONOMIA (DIURNO)

MATRIZ CURRICULAR - CURSO DE AGRONOMIA (DIURNO) MATRIZ CURRICULAR - CURSO DE AGRONOMIA (DIURNO) Ingressantes a partir de 2015 1º SEMESTRE HORAS 2º SEMESTRE HORAS Introdução à Engenharia Agronômica 60 Metodologia Científica 60 Álgebra Linear 60 Desenho

Leia mais

FLUXOGRAMA CURRICULAR PEDAGOGIA LICENCIATURA PLENA

FLUXOGRAMA CURRICULAR PEDAGOGIA LICENCIATURA PLENA FLUXOGRAMA CURRICULAR PEDAGOGIA LICENCIATURA PLENA Período Código Disciplina Pré-requisito C/H - Teórica C/H - Prática C/H - Total Créditos 1º LE1.01 Análise e Produção Textual em Língua Portuguesa - 04-04

Leia mais

Universidade Estadual de Maringá

Universidade Estadual de Maringá EDITAL Nº 18/2016-PRH O PRÓ-REITOR DE RECURSOS HUMANOS E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ, no uso de suas atribuições e considerando o Edital n o 11/2016-PRH e o contido no processo

Leia mais

GRADE CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM GERONTOLOGIA

GRADE CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM GERONTOLOGIA GRADE CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM LOGIA Disciplinas do primeiro período Créditos Requisitos Departamento 400084-Estudos Integrados sobre o núcleo Fundamentos da Gerontologia 2 (2T) 40008-Introdução

Leia mais

INSTITUTO AGRONÔMICO DE CAMPINAS IAC

INSTITUTO AGRONÔMICO DE CAMPINAS IAC INSTITUTO AGRONÔMICO DE CAMPINAS IAC *INFORMAÇÕES DO SITE www.iac.sp.gov.br Instituto Agronômico (IAC), órgão de pesquisa da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios, da Secretaria de Agricultura

Leia mais

HORÁRIO - 2º SEMESTRE DE 2011

HORÁRIO - 2º SEMESTRE DE 2011 1º PERÍODO Campus I 7:00-8:40 Metodologia Científica GAAV Inglês Instrumental I GAAV Laboratório de Química Básica - L1 8:50-10:30 Cálculo I Cálculo I Desenho I*- T1/T2 Cálculo I Laboratório de Química

Leia mais

Escola Superior de Saúde de Santa Maria Curso de Licenciatura em Fisioterapia (a aguardar publicação em Diário da República)

Escola Superior de Saúde de Santa Maria Curso de Licenciatura em Fisioterapia (a aguardar publicação em Diário da República) Caracterização, Estrutura Curricular e Plano de Estudos: Escola Superior de Saúde de Santa Maria Curso de Licenciatura em Fisioterapia (a aguardar publicação em Diário da República) 1 - Estabelecimento

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA SUPERIOR DE AGRICULTURA LUIZ DE QUEIROZ PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE ENGENHARIA AGRONÔMICA Conteúdo 1- Histórico da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz...

Leia mais

Resultados de Pesquisa dos Ensaios de Melhoramento de Soja Safra 2008/09

Resultados de Pesquisa dos Ensaios de Melhoramento de Soja Safra 2008/09 Resultados de Pesquisa dos Ensaios de Melhoramento de Soja Safra 2008/09 Alberto Francisco Boldt; Engenheiro agrônomo, pesquisador do Instituto Mato-Grossense do Algodão IMAmt; Caixa Postal: 149, CEP 78.850-000;

Leia mais

Colheita e armazenamento

Colheita e armazenamento 1 de 5 10/16/aaaa 11:19 Culturas A Cultura do Arroz Irrigado Nome Cultura do arroz irrigado Produto Informação Tecnológica Data Maio -2000 Preço - Linha Culturas Informações resumidas Resenha sobre a cultura

Leia mais

TÉCNICA CULTURAL PARA PRODUÇÃO DE SEMENTES

TÉCNICA CULTURAL PARA PRODUÇÃO DE SEMENTES 1 TÉCNICA CULTURAL PARA PRODUÇÃO DE SEMENTES 1. Introdução Silvio Moure Cicero Instalação de campos de produção de sementes requer planejamento muito criterioso: diferentes espécies requerem técnicas especiais;

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE PROFESSOR DA EDUCAÇÃO SUPERIOR

PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE PROFESSOR DA EDUCAÇÃO SUPERIOR PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE PROFESSOR DA EDUCAÇÃO SUPERIOR EDITAL N 001/2011/1 UNEMAT CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE NOVA XAVANTINA DEPARTAMENTO DE AGRONOMIA A, por intermédio

Leia mais