PRINCÍPIOS E INSTRUÇÕES RELATIVOS ÀS OPERAÇÕES DE CERTIFICADOS DE OPERAÇÕES ESTRUTURADAS (COE)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PRINCÍPIOS E INSTRUÇÕES RELATIVOS ÀS OPERAÇÕES DE CERTIFICADOS DE OPERAÇÕES ESTRUTURADAS (COE)"

Transcrição

1 PRINCÍPIOS E INSTRUÇÕES RELATIVOS ÀS OPERAÇÕES DE CERTIFICADOS DE OPERAÇÕES ESTRUTURADAS (COE) Versão: 11/08/2014 Atualizado em: 11/08/2014

2 APRESENTAÇÃO 1. Este Documento é disponibilizado pela Cetip S.A Mercados Organizados, sendo direcionado aos Emissores de COE e aos Vendedores que efetuem colocação privada ou pública de COE. 2. O objetivo deste Documento é o de estabelecer, informar e divulgar aos Emissores, aos Vendedores e aos Investidores, além dos princípios e normas que norteiam esse tipo de atividade, as metodologias, critérios, tipos, Modalidades, parâmetros e riscos inerentes às operações de COE. 3. Este Documento propõe, ainda, sugerir os parâmetros para os Emissores na condução de suas operações de captação de recursos mediante a emissão de COE, objetivando assegurar algum grau de padronização de COE, propiciando, assim, maior transparência aos Investidores, observando suas necessidades, interesses e objetivos. 4. Este Documento não revoga ou modifica conceitos, normas ou procedimentos estabelecidos no Regulamento e nas demais Normas da Cetip aos quais Emissores, Vendedores e Investidores participantes da Cetip já aderiram, e com os quais os Investidores que sejam Clientes concordaram mediante celebração de contrato com o participante de quem sejam Clientes, inclusive aqueles referidos no item 5. Assim, a título exemplificativo, lembramos que no Manual de Operações e no Manual de Normas do produto já constam as instruções e informações relativas a COE. 5. A utilização ou adoção dos princípios, modelos, definições, documento eletrônico, exemplos e/ou quaisquer informações constantes deste Documento por parte dos Emissores, Vendedores ou Investidores é livre e expressamente permitida. No entanto, vale ressaltar que esse uso é meramente facultativo e não obrigatório. COE Documentação Confidencial 2

3 DEFINIÇÕES GERAIS 6. Para efeitos deste Documento, na sua forma singular ou plural, os termos abaixo significam: ANBIMA: a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais. Ativo Subjacente: o ativo ao qual o COE faz referência para fins de remuneração do Investidor. Este ativo deve respeitar o disposto no art. 6 da Res /13. Banco Central: o Banco Central do Brasil. Cetip: a Cetip S.A Mercados Organizados. Cliente: o Cliente 1 (um) ou o Clientes 2 (dois), definidos no Glossário divulgado pela Cetip em seu site COE: o certificado de operações estruturadas, instrumento de captação de instituições financeiras emitido exclusivamente sob a forma escritural e representativo de um conjunto único e indivisível de direitos e obrigações de que trata a Resolução Nº 4263/13. CVM: a Comissão de Valores Mobiliários. Documento: este documento, que contém princípios e instruções relativos às operações de COE. Emissor: o participante da Cetip constituído como banco múltiplo, banco comercial, banco de investimento e/ou caixa econômica, emitente de COE. COE Documentação Confidencial 3

4 Instituição Participante: o Emissor e/ou o Vendedor. Investidor: a pessoa física ou jurídica, financeira ou não, participante da Cetip ou não, que contrata a operação de COE com o Emissor. Lâmina: o documento eletrônico elaborado pela Cetip, específico para cada tipo de COE, que contém descrição da figura, com os cenários possíveis, cujos modelos são disponibilizados pela Cetip em seu site Manual de Normas: esta definição consta do Glossário divulgado pela Cetip em seu site Manual de Operações: esta definição consta do Glossário divulgado pela Cetip em seu site Modalidade: o Investimento com Valor Nominal Protegido ou o Investimento com Valor Nominal em Risco nos termos da Resolução Nº 4263/13. Normas da Cetip: esta definição consta do Glossário divulgado pela Cetip em seu site Nota de Negociação: o documento eletrônico produzido em cada emissão e aquisição de COE, que conterá as definições, os termos, as condições e as especificações aplicáveis a cada COE e refletido no Registro do COE, nos termos do Art. 3 da Resolução N 4263/13. Registro do COE: o registro de COE realizado no Sistema de Registro para atender às exigências legais e regulamentares e, principalmente, permitir a apuração e a parametrização da estrutura de rentabilidades do COE. COE Documentação Confidencial 4

5 Regulamento: o Regulamento da Cetip para Acesso de Participante, para Admissão de Ativo, para Negociação, para Registro de Operação, para Custódia Eletrônica e para Liquidação. Resolução Nº. 4263/13: a Resolução do Conselho Monetário Nacional Nº 4263, de 5 de setembro de 2013, que disciplina a emissão de COE. Sistema de Registro: o conjunto de módulos e serviços, integrantes de sistema administrado e operacionalizado pela Cetip, destinado, dentre outras finalidades ao Registro de COE. Vendedor: o participante da Cetip constituído como banco múltiplo, banco comercial, banco de investimento, caixa econômica e/ou como sociedade corretora ou sociedade distribuidora de títulos e valores mobiliários. DEFINIÇÕES TÉCNICAS Barreira de Alta: percentual aplicado sobre o preço inicial do Ativo Subjacente (superior ao preço inicial). Caso a barreira seja atingida pela cotação do Ativo Subjacente, de acordo com a periodicidade de verificação das barreiras. Barreira de Baixa: percentual aplicado sobre o preço inicial do Ativo Subjacente (inferior ao preço inicial). Caso a barreira seja atingida pela cotação do Ativo Subjacente, de acordo com a periodicidade de verificação das barreiras. Código do COE: o código de identificação da estrutura do COE no Sistema de Registro. Classe do Ativo: a classe do Ativo Subjacente, referência para o COE. Data de Contratação: a data da negociação do COE entre as partes. Data Inicial: a data de início da remuneração do COE, ou ainda, a data em que é efetivado o investimento inicial. Data de Vencimento (Liquidação): a data de vencimento e do pagamento do valor do COE pelo Emissor, ou seja, a data em que o Investidor recebe o retorno COE Documentação Confidencial 5

6 do investimento inicial acrescido da remuneração contratada, não obstante as condições da Modalidade escolhida ser Investimento com Valor Nominal Protegido ou Investimento com Valor Nominal em Risco. Data de Fixing: a data de apuração dos preços e parâmetros que irão definir o valor a ser liquidado na Data de Vencimento (Liquidação). Dia Útil: o dia útil para fins das operações praticadas no mercado financeiro, conforme estabelecido pelo Conselho Monetário Nacional. Direitos e Obrigações do Titular e do Emissor: todas as cláusulas que influenciam as condições de remuneração ou o preço do COE, nos propósitos do art. 3º. Inc. XI da Resolução Nº. 4263/13. Fator Barreira Móvel Inferior: o fator que é somado/subtraído periodicamente ao/do limite inferior. Fator Barreira Móvel Superior: o fator que é somado/subtraído periodicamente ao/do limite superior. Forma da Liquidação: com ou sem entrega física. [REALOCAÇÃO PARA DEIXAR EM ORDEM ALFABÉTICA] Limitador de Alta: o percentual aplicado sobre o preço inicial do Ativo Subjacente (superior ao preço inicial). Caso a cotação final do Ativo Subjacente seja superior a este limitador, o Investidor receberá o percentual máximo definido por este limitador. Limitador de Baixa: o percentual aplicado sobre o preço inicial do Ativo Subjacente (inferior ao preço inicial). Caso a cotação final do Ativo Subjacente seja inferior a este limitador, o Investidor receberá o percentual máximo definido por este limitador. Período de Verificação das Barreiras: a periodicidade de verificação das barreiras, podendo ser diária ou apenas na Data de Vencimento (Liquidação). Rebate de Alta: a remuneração sobre o Valor Nominal, definida no início da operação e paga ao titular do COE caso o indicador atinja a Barreira de Alta. Rebate de Baixa: a remuneração sobre o Valor Nominal, definida no início da operação e paga ao titular do COE caso o indicador atinja a Barreira de Baixa. COE Documentação Confidencial 6

7 Strike 1: o preço em que o Ativo Subjacente será exercido e, quando existirem dois níveis de preço do Ativo Subjacente na estrutura, será o menor dos dois níveis. Strike 2: o preço em que o Ativo Subjacente será exercido e, quando existirem dois níveis de preço do Ativo Subjacente na estrutura, será o maior dos dois níveis. Tipo de Cotação para Verificação de Barreiras: a especificação do tipo da cotação, como por exemplo, fechamento, máximo, mínimo ou outras, que é utilizada para verificação de atingimento ou não de barreiras, quando houver. Tipo de Cotação para Liquidaçâo: a especificação do tipo da cotação, como por exemplo, fechamento, máximo, mínimo ou outras, que é utilizada para apurar o preço que irá determinar o valor a ser liquidado na Data de Vencimento (Liquidação). Tipo de Oferta ao Investidor: pública ou privada. Valor Nominal: é o valor do investimento inicial do COE. DO REGISTRO 7. O Registro do COE deverá ser efetuado com observância das regras e dos procedimentos estabelecidas no Regulamento e nas demais Normas da Cetip e que se enquadrem nos termos, modelos e normas pré-estabelecidas pela Cetip. DA ADOÇÃO DOS PRINCÍPIOS E REGRAS E UTILIZAÇÃO DOS DOCUMENTOS PADRONIZADOS 8. A adoção, por parte dos Emissores, Vendedores e Investidores, dos princípios e normas divulgados neste Documento e em seus anexos, bem como a utilização dos modelos de COE padronizados nas Lâminas e Notas de Negociação anexas a este Documento são meramente facultativas e não obrigatórias. COE Documentação Confidencial 7

8 9. A adoção dos princípios e normas e utilização dos documentos padronizados contidos no presente Documento será de responsabilidade exclusiva dos Emissores, Vendedores e Investidores, não sendo a Cetip responsável, sob qualquer pretexto, por perdas decorrentes dessa adoção ou utilização total ou parcial. REGRAS GERAIS 10. Tanto a Cetip quanto os Emissores deverão observar estritamente as normas aplicáveis ao COE incluindo, mas não se limitando à Resolução Nº. 4263/13 e às normas a ela conexas. CARACTERÍSTICAS COMUNS E OBRIGATÓRIAS 11. Os COEs admitidos para registro no Sistema de Registro serão aqueles que seguirem os termos e condições padronizados nas Lâminas e terão em comum e obrigatoriamente as características abaixo: I - a denominação Certificado de Operações Estruturadas ; II - a identificação do Emissor; III - a identificação do Investidor; IV - o número de ordem, o local e a data de emissão; V - o Valor Nominal; VI a Data Inicial; VII - a Data de Vencimento (Liquidação); VIII - as datas de liquidação antecipada ou as condições para sua ocorrência (quando for o caso); IX - os Ativos Subjacentes; COE Documentação Confidencial 8

9 X - as condições de remuneração do COE; XI - a especificação dos Direitos e Obrigações do Titular e do Emissor que possam influenciar as condições de remuneração; XII - as condições de pagamento periódico dos rendimentos (quando houver); XIII - a Modalidade; XIV - a Forma de Liquidação; XV - o Código do COE; e XVI - as condições de recompra ou resgate antes do vencimento pactuado. 12. Os tipos de COE admitidos para registro no Sistema de Registro, emitidos nos termos e consoante as diretrizes deste Documento, são os relacionados no site e melhor descritos e caracterizados nas Lâminas disponíveis no mesmo local. 13. Todas as definições constantes das Lâminas anexas e em qualquer Nota de Negociação, conforme o caso, terão os significados especificados na respectiva Lâmina e na respectiva Nota de Negociação para os efeitos deste Documento, assim como de qualquer COE. Na hipótese de incoerência entre as disposições de qualquer Lâmina e Nota de Negociação e as disposições do presente Documento, prevalecerão as disposições da Lâmina e da Nota de Negociação para os efeitos do COE em questão. TIPOS DE COE 14. Os tipos de COE, critérios e demais condições de cada um deles encontram-se nas Lâminas anexas. Esse conjunto de regras deverá, a exclusivo critério dos Emissores, Vendedores e Investidores, pautar as negociações específicas, espelhadas nas Notas de Negociação. POLÍTICAS DE ADEQUAÇÃO COE Documentação Confidencial 9

10 15. Os Emissores deverão adotar as seguintes práticas na condução de seus negócios relacionados a COE com os Investidores: a. procedimentos para evitar conflito de interesse; b. práticas para incrementar o nível de conhecimento dos Investidores; divulgação dos riscos inerentes aos investimentos em COE, tais como os de descontinuidade do Ativo Subjacente, riscos de mercado de valores mobiliários e de derivativos, riscos de liquidez, além dos riscos relacionados ao próprio Emissor DAS DISPOSIÇÕES GERAIS 14. Este Documento poderá ser alterado ou deixar de ser disponibilizado pela CETIP a qualquer tempo. COE Documentação Confidencial 10

MANUAL DE NORMAS CONTRATO DE OPÇÃO DE VENDA CONAB

MANUAL DE NORMAS CONTRATO DE OPÇÃO DE VENDA CONAB MANUAL DE NORMAS CONTRATO DE OPÇÃO DE VENDA CONAB VERSÃO: 01/7/2008 2 / 7 MANUAL DE NORMAS CONTRATO DE OPÇÃO DE VENDA CONAB ÍNDICE CAPÍTULO PRIMEIRO DO OBJETIVO 3 CAPÍTULO SEGUNDO DAS DEFINIÇÕES 3 CAPÍTULO

Leia mais

MANUAL DE NORMAS DIREITO CREDITÓRIO DE EXPORTAÇÃO

MANUAL DE NORMAS DIREITO CREDITÓRIO DE EXPORTAÇÃO MANUAL DE NORMAS DIREITO CREDITÓRIO DE EXPORTAÇÃO VERSÃO: 01/7/2008 2 / 6 MANUAL DE NORMAS DIREITO CREDITÓRIO DE EXPORTAÇÃO ÍNDICE CAPÍTULO PRIMEIRO DO OBJETIVO 3 CAPÍTULO SEGUNDO DAS DEFINIÇÕES 3 CAPÍTULO

Leia mais

MANUAL DE NORMAS TERMO DE MERCADORIA

MANUAL DE NORMAS TERMO DE MERCADORIA MANUAL DE NORMAS TERMO DE MERCADORIA VERSÃO: 10/02/2009 2/9 MANUAL DE NORMAS TERMO DE MERCADORIA ÍNDICE CAPÍTULO PRIMEIRO DO OBJETIVO 3 CAPÍTULO SEGUNDO DAS DEFINIÇÕES 3 CAPÍTULO TERCEIRO DOS PARTICIPANTES

Leia mais

PERCENTUAL DE PARTICIPAÇÃO 200,00% IBOVESPA - Índice Bovespa à vista, observado de forma contínua e fornecido pela CETIP, código IBOVESPA

PERCENTUAL DE PARTICIPAÇÃO 200,00% IBOVESPA - Índice Bovespa à vista, observado de forma contínua e fornecido pela CETIP, código IBOVESPA IDENTIFICAÇÃO DO ATIVO COE - IBOVESPA UP&DOWN CP SERIE 008 DESCRIÇÃO MODALIDADE Produto estruturado com 100% do Valor Nominal protegido pelo Emissor, mais um rendimento variável atrelado à variação positiva

Leia mais

MANUAL DE NORMAS TERMO DE MOEDA

MANUAL DE NORMAS TERMO DE MOEDA MANUAL DE NORMAS TERMO DE MOEDA VERSÃO: 23/05/2011 2/10 MANUAL DE NORMAS TERMO DE MOEDA ÍNDICE CAPÍTULO PRIMEIRO DO OBJETIVO 3 CAPÍTULO SEGUNDO DAS DEFINIÇÕES 3 CAPÍTULO TERCEIRO DOS PARTICIPANTES 6 CAPÍTULO

Leia mais

Renda Fixa. Nota Promissória. Renda Fixa

Renda Fixa. Nota Promissória. Renda Fixa Renda Fixa O produto A (NP), também conhecida como nota comercial ou commercial paper, é um título emitido por companhias com o objetivo de captar recursos, geralmente para financiar seu capital de giro.

Leia mais

Uma Corretora que tenha firmado um Contrato de Agente Autorizado com a Administradora.

Uma Corretora que tenha firmado um Contrato de Agente Autorizado com a Administradora. GLOSSÁRIO Administradora Citibank Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários S.A. Agente Autorizado Uma Corretora que tenha firmado um Contrato de Agente Autorizado com a Administradora. Ativos do

Leia mais

Manual de Normas Módulo de Distribuição de Ativos - MDA

Manual de Normas Módulo de Distribuição de Ativos - MDA Manual de Normas Versão: 06/10/2015 Documento Público MANUAL DE NORMAS DE MÓDULO DE DE DISTRIBUIÇÃO DE ATIVOS - MDA SUMÁRIO 06/10/2015 CAPÍTULO I DO OBJETIVO 3 CAPÍTULO II DOS PARTICIPANTES 3 CAPÍTULO

Leia mais

MANUAL DE NORMAS NOTA COMERCIAL

MANUAL DE NORMAS NOTA COMERCIAL MANUAL DE NORMAS NOTA COMERCIAL VERSÃO: 28/02/2011 2 / 14 MANUAL DE NORMAS NOTA COMERCIAL ÍNDICE CAPÍTULO PRIMEIRO DO OBJETIVO 3 CAPÍTULO SEGUNDO DAS DEFINIÇÕES 3 CAPÍTULO TERCEIRO DAS ATIVIDADES DISPONIBILIZADAS

Leia mais

CONSELHO DE REGULAÇÃO E MELHORES PRÁTICAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO DELIBERAÇÃO Nº 65

CONSELHO DE REGULAÇÃO E MELHORES PRÁTICAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO DELIBERAÇÃO Nº 65 CONSELHO DE REGULAÇÃO E MELHORES PRÁTICAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO DELIBERAÇÃO Nº 65 O Conselho de Regulação e Melhores Práticas de Fundos de Investimento, no exercício das atribuições a ele conferidas

Leia mais

Política de Precificação de Ativos

Política de Precificação de Ativos Política de Precificação de Ativos 1 SUMÁRIO I. OBJETIVO... 3 II. DEFINIÇÕES... 3 III. PRINCÍPIOS E DIRETRIZES... 3 IV. METODOLOGIA... 5 V. APROVAÇÃO... 7 2 I. OBJETIVO Este documento tem como objetivo

Leia mais

COE FAQ Para AAI. Conceito Geral do Produto COE. 1) O que é COE? 4) Como funciona o comissionamento? 2) De que é composto um COE?

COE FAQ Para AAI. Conceito Geral do Produto COE. 1) O que é COE? 4) Como funciona o comissionamento? 2) De que é composto um COE? COE FAQ Para AAI 1) O que é COE? Conceito Geral do Produto COE O COE é um tipo de investimento que combina elementos de Renda Fixa e Renda Variável, com retornos atrelados a ativos e índices, como câmbio,

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FI TOP BRASIL MULTIMERCADO / Informações referentes a Maio de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FI TOP BRASIL MULTIMERCADO / Informações referentes a Maio de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FI TOP BRASIL MULTIMERCADO 16.607.894/0001-12 Informações referentes a Maio de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o SANTANDER

Leia mais

Safra Fundo de Investimento em Ações Vale do Rio Doce (Administrado pelo Banco Safra S.A.) Demonstrações Financeiras em 31 de março de 2004 e em 30

Safra Fundo de Investimento em Ações Vale do Rio Doce (Administrado pelo Banco Safra S.A.) Demonstrações Financeiras em 31 de março de 2004 e em 30 Safra Fundo de Investimento em Ações Vale do Rio Doce Demonstrações Financeiras em 31 de março de 2004 e em 30 de setembro de 2003 e parecer dos auditores independentes Parecer dos auditores independentes

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O ALFA V - FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES VALE DO RIO DOCE CNPJ: /

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O ALFA V - FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES VALE DO RIO DOCE CNPJ: / LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O ALFA V - FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES VALE DO RIO DOCE Informações referentes à Agosto de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o

Leia mais

COE Certificado de Operações Estruturadas. Investimentos Estruturados

COE Certificado de Operações Estruturadas. Investimentos Estruturados COE Certificado de Operações Estruturadas Investimentos Estruturados COE Certificado de de Operações Estruturadas Documento de Informações Essenciais - DIE Call Knock Out Cesta de Ativos Estratégia na

Leia mais

POL-006 Política de Investimentos Pessoais

POL-006 Política de Investimentos Pessoais POL-006 Política de Investimentos Pessoais POL-006 Política de Investimentos Pessoais (versão 01/2016) Sumário 1. Objetivo... 1 2. Âmbito de Aplicação... 1 3. Considerações Gerais... 1 4. Vínculos... 1

Leia mais

Política de Negociação de Valores Mobiliários da Multiner S.A.

Política de Negociação de Valores Mobiliários da Multiner S.A. MULTINER S.A. CNPJ/MF: 08.935.054/0001-50 Companhia Aberta Política de Negociação de Valores Mobiliários da Multiner S.A. A presente Política foi elaborada nos termos da Instrução da CVM n.º 358, de 3

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER PIBB AÇÕES / Informações referentes a Novembro de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER PIBB AÇÕES / Informações referentes a Novembro de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER PIBB AÇÕES 07.184.920/0001-56 Informações referentes a Novembro de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o SANTANDER FUNDO

Leia mais

POLÍTICA DE GESTÃO DE RISCOS DIRECIONAL ENGENHARIA S.A.

POLÍTICA DE GESTÃO DE RISCOS DIRECIONAL ENGENHARIA S.A. DIRECIONAL ENGENHARIA S.A. VERSÃO 3.0 APROVADA NA RCA DE 04 / JUL / 2016 Índice OBJETIVO... 3 A) Política para Contratação de Financiamentos... 3 B) Política de Aplicações Financeiras... 4 VERSÃO 3.0 APROVADA

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FI DIVIDENDOS TOP ACOES / Informações referentes a Agosto de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FI DIVIDENDOS TOP ACOES / Informações referentes a Agosto de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FI DIVIDENDOS TOP ACOES 13.455.136/0001-38 Informações referentes a Agosto de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o SANTANDER

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER ÔNIX AÇÕES / Informações referentes a Maio de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER ÔNIX AÇÕES / Informações referentes a Maio de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER ÔNIX AÇÕES 88.002.696/0001-36 Informações referentes a Maio de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o SANTANDER FIC FI ONIX

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 4.278, DE 31 DE OUTUBRO DE 2013

RESOLUÇÃO Nº 4.278, DE 31 DE OUTUBRO DE 2013 RESOLUÇÃO Nº 4.278, DE 31 DE OUTUBRO DE 2013 Altera e revoga disposições da Resolução nº 4.192, de 1º de março de 2013, que dispõe sobre a metodologia para apuração do Patrimônio de Referência (PR). O

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER DIVIDENDOS AÇÕES / Informações referentes a Maio de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER DIVIDENDOS AÇÕES / Informações referentes a Maio de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER DIVIDENDOS AÇÕES 03.396.639/0001-26 Informações referentes a Maio de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o SANTANDER FUNDO

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FIC FI SELECT RF / Informações referentes a Maio de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FIC FI SELECT RF / Informações referentes a Maio de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FIC FI SELECT RF 23.682.485/0001-46 Informações referentes a Maio de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o SANTANDER FUNDO

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER MACRO MULTIMERCADO / Informações referentes a Dezembro de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER MACRO MULTIMERCADO / Informações referentes a Dezembro de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER MACRO MULTIMERCADO 11.714.716/0001-77 Informações referentes a Dezembro de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o SANTANDER

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER VALE PLUS AÇÕES / Informações referentes a Maio de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER VALE PLUS AÇÕES / Informações referentes a Maio de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER VALE PLUS AÇÕES 09.296.352/0001-00 Informações referentes a Maio de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o SANTANDER FIC

Leia mais

Lâmina de informações essenciais sobre o Fundo

Lâmina de informações essenciais sobre o Fundo Lâmina de informações essenciais sobre o Fundo Informações referentes a Agosto de 2016. Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o SUMITOMO MITSUI PLATINUM PLUS FIC DE FI RENDA FIXA

Leia mais

Leilões de títulos da DPMFi

Leilões de títulos da DPMFi Tesouro Nacional Leilões de títulos da DPMFi I Leilões Tradicionais A grande maioria das emissões de títulos da Dívida Pública Mobiliária Federal interna DPMFi ocorre sob a forma competitiva, por meio

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FI PETROBRAS AÇÕES / Informações referentes a Novembro de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FI PETROBRAS AÇÕES / Informações referentes a Novembro de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FI PETROBRAS AÇÕES 03.917.096/0001-45 Informações referentes a Novembro de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o SANTANDER

Leia mais

IX Contratos de Assunção de Obrigações

IX Contratos de Assunção de Obrigações CIRCULAR 3.427 Dispõe sobre o recolhimento compulsório e o encaixe obrigatório sobre recursos a prazo de que trata a Circular nº 3.091, de 1º de março de 2002. A Diretoria Colegiada do Banco Central do

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O ALFAMAIS - FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO EM AÇÕES CNPJ:

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O ALFAMAIS - FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO EM AÇÕES CNPJ: LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O ALFAMAIS - FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO EM AÇÕES Informações referentes à Dezembro de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER YIELD PREMIUM DI CRÉDITO PRIVADO / Informações referentes a Junho de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER YIELD PREMIUM DI CRÉDITO PRIVADO / Informações referentes a Junho de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER YIELD PREMIUM DI CRÉDITO PRIVADO 09.300.207/0001-56 Informações referentes a Junho de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre

Leia mais

Taxa de Juros no Período (SELIC)

Taxa de Juros no Período (SELIC) Os títulos públicos federais são emitidos pelo Tesouro Nacional e compõem a dívida pública interna. Servem como instrumento de captação de recursos para que o governo execute suas atividades. Todos os

Leia mais

HAMILTON LANE INVESTIMENTOS LTDA. POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO PESSOAL. Rio de Janeiro, Junho de SP v1

HAMILTON LANE INVESTIMENTOS LTDA. POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO PESSOAL. Rio de Janeiro, Junho de SP v1 HAMILTON LANE INVESTIMENTOS LTDA. POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO PESSOAL Rio de Janeiro, Junho de 2016. POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO PESSOAL 1.1. Introdução O objetivo desta política é descrever as normas e procedimentos

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER RECOMPENSA PREMIUM RENDA FIXA / Informações referentes a Dezembro de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER RECOMPENSA PREMIUM RENDA FIXA / Informações referentes a Dezembro de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER RECOMPENSA PREMIUM RENDA FIXA 09.300.166/0001-06 Informações referentes a Dezembro de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre

Leia mais

Antes de investir, compare o fundo com outros da mesma classificação.

Antes de investir, compare o fundo com outros da mesma classificação. LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FIC FI EMPRESAS RENDA FIXA REFERENCIADO DI 23.964.465/0001-68 Informações referentes a Dezembro de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER SMALL CAP AÇÕES / Informações referentes a Novembro de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER SMALL CAP AÇÕES / Informações referentes a Novembro de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER SMALL CAP AÇÕES 08.537.792/0001-40 Informações referentes a Novembro de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o SANTANDER

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER IMA-B 5 TÍTULOS PÚBLICOS RENDA FIXA / Informações referentes a Dezembro de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER IMA-B 5 TÍTULOS PÚBLICOS RENDA FIXA / Informações referentes a Dezembro de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER IMA-B 5 TÍTULOS PÚBLICOS RENDA FIXA 13.455.117/0001-01 Informações referentes a Dezembro de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais

Leia mais

POLÍTICA DE VOTO CA INDOSUEZ WEALTH (BRAZIL) S.A DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS

POLÍTICA DE VOTO CA INDOSUEZ WEALTH (BRAZIL) S.A DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS POLÍTICA DE VOTO CA INDOSUEZ WEALTH (BRAZIL) S.A DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS A CA INDOSUEZ WEALTH (BRAZIL) S.A DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS ( Gestora ), gestora de

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FIC FI FAFEM RENDA FIXA REFERENCIADO DI / Informações referentes a Outubro de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FIC FI FAFEM RENDA FIXA REFERENCIADO DI / Informações referentes a Outubro de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FIC FI FAFEM RENDA FIXA REFERENCIADO DI 67.150.417/0001-01 Informações referentes a Outubro de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER ETHICAL AÇÕES / Informações referentes a Dezembro de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER ETHICAL AÇÕES / Informações referentes a Dezembro de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER ETHICAL AÇÕES 04.616.277/0001-02 Informações referentes a Dezembro de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o SANTANDER FUNDO

Leia mais

POLÍTICA DE RISCO DE LIQUIDEZ

POLÍTICA DE RISCO DE LIQUIDEZ POLÍTICA DE RISCO DE LIQUIDEZ Gerência de Riscos e Compliance Página 1 Sumário 1. Objetivo... 3 2. Organograma... 3 3. Vigência... 4 4. Abrangência... 4 5. Conceito... 5 5.1 Risco de liquidez do fluxo

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FI IMA-B 5 TOP RENDA FIXA LONGO PRAZO / Informações referentes a Dezembro de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FI IMA-B 5 TOP RENDA FIXA LONGO PRAZO / Informações referentes a Dezembro de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FI IMA-B 5 TOP RENDA FIXA LONGO PRAZO 18.599.673/0001-75 Informações referentes a Dezembro de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais

Leia mais

REGULAMENTO PERFIL DE INVESTIMENTOS CARGILLPREV

REGULAMENTO PERFIL DE INVESTIMENTOS CARGILLPREV REGULAMENTO PERFIL DE INVESTIMENTOS CARGILLPREV 1) Do Objeto Este documento estabelece as normas gerais aplicáveis ao Programa de Perfil de Investimentos (Multiportfólio) da CargillPrev. O programa constitui-se

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER ABSOLUTO TOP RENDA FIXA / Informações referentes a Dezembro de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER ABSOLUTO TOP RENDA FIXA / Informações referentes a Dezembro de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER ABSOLUTO TOP RENDA FIXA 10.618.964/0001-51 Informações referentes a Dezembro de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o SANTANDER

Leia mais

Antes de investir, compare o fundo com outros da mesma classificação.

Antes de investir, compare o fundo com outros da mesma classificação. LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER LIQUIDEZ SIMPLES RENDA FIXA CURTO PRAZO 05.211.884/0001-47 Informações referentes a Dezembro de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais

Leia mais

Antes de investir, compare o fundo com outros da mesma classificação.

Antes de investir, compare o fundo com outros da mesma classificação. LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FIC FI INTELIGENTE RENDA FIXA CURTO PRAZO 02.908.347/0001-62 Informações referentes a Agosto de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais

Leia mais

RB CAPITAL COMPANHIA DE SECURITIZAÇÃO EXERCÍCIO DE 2015

RB CAPITAL COMPANHIA DE SECURITIZAÇÃO EXERCÍCIO DE 2015 RB CAPITAL COMPANHIA DE SECURITIZAÇÃO (atual denominação da RB CAPITAL SECURITIZADORA RESIDENCIAL S.A.) 62ª SÉRIE da 1ª EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO

Leia mais

Antes de investir, compare o fundo com outros da mesma classificação.

Antes de investir, compare o fundo com outros da mesma classificação. LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FIC FI TITULOS PUBLICOS RENDA FIXA REFERENCIADO DI 04.682.022/0001-30 Informações referentes a Dezembro de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FI COLABORADORES MAGAZINE LUIZA ACOES / Informações referentes a Novembro de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FI COLABORADORES MAGAZINE LUIZA ACOES / Informações referentes a Novembro de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FI COLABORADORES MAGAZINE LUIZA ACOES 13.199.100/0001-30 Informações referentes a Novembro de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FIC FI PRIORITY REFERENCIADO DI / Informações referentes a Maio de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FIC FI PRIORITY REFERENCIADO DI / Informações referentes a Maio de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FIC FI PRIORITY REFERENCIADO DI 00.856.755/0001-92 Informações referentes a Maio de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre

Leia mais

Contrato a Termo de Metais Especificações

Contrato a Termo de Metais Especificações Contrato a Termo de Metais Especificações 1. Definições Contrato (especificações): termos e regras sob os quais as operações serão realizadas e liquidadas. Preço do metal (MT): preço do metal, objeto de

Leia mais

Política de Partes Relacionadas

Política de Partes Relacionadas Política de Partes Relacionadas SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 A QUEM SE APLICA... 3 3 DEFINIÇÃO DE TRANSAÇÕES COM PARTES RELACIONADAS... 3 4 DEFINIÇÃO DE PARTES RELACIONADAS... 4 5 DEFINIÇÃO DE SITUAÇÕES

Leia mais

Antes de investir, compare o fundo com outros da mesma classificação.

Antes de investir, compare o fundo com outros da mesma classificação. LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER SELECT YIELD PREMIUM REFERENCIADO DI CRÉDITO PRIVADO 20.977.663/0001-78 Informações referentes a Maio de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações

Leia mais

Certificado de Recebíveis Imobiliários CRI

Certificado de Recebíveis Imobiliários CRI Renda Fixa Certificado de Recebíveis Imobiliários CRI Certificado de Recebíveis Imobiliários - CRI O produto O Certificado de Recebíveis Imobiliários (CRI) é um título que gera um direito de crédito ao

Leia mais

Lâmina de informações essenciais sobre o Fundo. Sumitomo Mitsui Platinum Plus FIC de FI Ref. DI Crédito Privado Longo Prazo CNPJ:

Lâmina de informações essenciais sobre o Fundo. Sumitomo Mitsui Platinum Plus FIC de FI Ref. DI Crédito Privado Longo Prazo CNPJ: Lâmina de informações essenciais sobre o Fundo Informações referentes a abril de 2016. Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o SUMITOMO MITSUI PLATINUM PLUS FIC DE FI REF DI CREDITO

Leia mais

ISEC SECURITIZADORA S.A. 2ª. SÉRIE da 1ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2013

ISEC SECURITIZADORA S.A. 2ª. SÉRIE da 1ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2013 ISEC SECURITIZADORA S.A. 2ª. SÉRIE da 1ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2013 Rio de Janeiro, 30 de Abril de 2014. Prezados Senhores

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER SUPER GESTÃO MULTIMERCADO / Informações referentes a Novembro de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER SUPER GESTÃO MULTIMERCADO / Informações referentes a Novembro de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER SUPER GESTÃO MULTIMERCADO 00.993.996/0001-83 Informações referentes a Novembro de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FUNDAÇÕES RENDA FIXA / Informações referentes a Maio de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FUNDAÇÕES RENDA FIXA / Informações referentes a Maio de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FUNDAÇÕES RENDA FIXA 00.832.696/0001-12 Informações referentes a Maio de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o SANTANDER

Leia mais

POLÍTICA DE RATEIO E DIVISÃO INVESTIMENTOS DE ORDENS DA SOMMA

POLÍTICA DE RATEIO E DIVISÃO INVESTIMENTOS DE ORDENS DA SOMMA POLÍTICA DE RATEIO E DIVISÃO DE ORDENS DA SOMMA INVESTIMENTOS OBJETIVO O objetivo desta política é definir a metodologia de rateio e divisão de ordens referentes a todos os ativos financeiros negociados

Leia mais

FATOR AÇÕES FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO DE AÇÕES - CNPJ: /

FATOR AÇÕES FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO DE AÇÕES - CNPJ: / LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O FUNDO FATOR AÇÕES FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO DE AÇÕES CNPJ: 11.186.674/0001-49 Informações referentes a Dezembro/2016 Esta lâmina

Leia mais

POLO CAPITAL SECURITIZADORA S.A. 14ª e 15ª SÉRIES da 1ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO

POLO CAPITAL SECURITIZADORA S.A. 14ª e 15ª SÉRIES da 1ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO POLO CAPITAL SECURITIZADORA S.A. 14ª e 15ª SÉRIES da 1ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2014 Rio de Janeiro, 30 de Abril de 2015. Prezados

Leia mais

CONTRATO FUTURO DE CUPOM DE IPCA. Especificações

CONTRATO FUTURO DE CUPOM DE IPCA. Especificações CONTRATO FUTURO DE CUPOM DE IPCA Especificações 1. Definições IPCA Taxa DI Preço unitário (PU) Saque-reserva Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, expresso em número-índice (número de pontos),

Leia mais

ANEXO II. Da Instrução CVM Nº 404, de 13 de fevereiro de Rendimento pelo IGP-M + Juros

ANEXO II. Da Instrução CVM Nº 404, de 13 de fevereiro de Rendimento pelo IGP-M + Juros ANEXO II Da Instrução CVM Nº 404, de 13 de fevereiro de 2004 Rendimento pelo IGP-M + Juros TERMO DE ADITAMENTO À ESCRITURA DA [N.º de ordem da emissão] EMISSÃO DE DEBÊNTURES SIMPLES DA [Nome da Companhia

Leia mais

Restrições de Investimento:.

Restrições de Investimento:. LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O ÓRAMA OURO FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO 09.601.190/0001-77 Informações referentes a 06/2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O VINCI MULTIESTRATÉGIA FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO /

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O VINCI MULTIESTRATÉGIA FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO / LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O VINCI MULTIESTRATÉGIA FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO 12.440.825/0001-06 Informações referentes a Novembro de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações

Leia mais

Banco de Tokyo-Mitsubishi UFJ Brasil S/A

Banco de Tokyo-Mitsubishi UFJ Brasil S/A Lâmina de informações essenciais sobre o Tokyo-Mitsubishi UFJ Jump FI Cambial Dólar CNPJ Nº 01.789.845/0001-70 Informações referentes à Janeiro de 2014 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BBM SMID CAPS VALOR FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO EM AÇÕES

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BBM SMID CAPS VALOR FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO EM AÇÕES LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BBM SMID CAPS VALOR FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO EM AÇÕES 08.892.340/0001-86 Informações referentes a Agosto de 2016 Esta lâmina contém

Leia mais

Termo de Metais. Especificações

Termo de Metais. Especificações Termo de Metais Especificações 1. Definições Preço do metal Preço do metal, objeto de negociação, expresso em dólares dos Estados Unidos da América por tonelada métrica, especificado pela BM&FBOVESPA dentre

Leia mais

RESOLUÇÃO N Parágrafo 2º São de responsabilidade da diretoria da instituição:

RESOLUÇÃO N Parágrafo 2º São de responsabilidade da diretoria da instituição: RESOLUÇÃO N 2554 Dispõe sobre a implantação e implemenação de sistema de controles internos. O BANCO CENTRAL DO BRASIL, na forma do art. 9º da Lei nº 4.595, de 31.12.64, torna público que o CONSELHO MONETÁRIO

Leia mais

MANUAL DE LIQUIDEZ FUNDOS DE INVESTIMENTO. Brainvest Consultoria Financeira LTDA

MANUAL DE LIQUIDEZ FUNDOS DE INVESTIMENTO. Brainvest Consultoria Financeira LTDA MANUAL DE LIQUIDEZ FUNDOS DE INVESTIMENTO Brainvest Consultoria Financeira LTDA ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 3 2. POLÍTICAS DO GERENCIAMENTO DO RISCO DE LIQUIDEZ 3 3. ESTRUTURA ORGANIZACIONAL 6 4. RESPONSABILIDADE

Leia mais

Safra Títulos Públicos DI - Fundo de Investimento Financeiro (Administrado pelo Banco Safra S.A.) Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2004

Safra Títulos Públicos DI - Fundo de Investimento Financeiro (Administrado pelo Banco Safra S.A.) Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2004 Safra Títulos Públicos DI - Fundo de Investimento Financeiro Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2004 e de 2003 e parecer de auditores independentes Demonstração da composição e diversificação

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº RESOLVEU:

RESOLUÇÃO Nº RESOLVEU: RESOLUÇÃO Nº 3.334 Estabelece normas a serem observadas pelas instituições financeiras e demais instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil, bem como altera e revoga disposições regulamentares

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O VINCI INTERNACIONAL FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FI MULTIMERCADO CRÉDITO PRIVADO

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O VINCI INTERNACIONAL FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FI MULTIMERCADO CRÉDITO PRIVADO LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O VINCI INTERNACIONAL FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FI MULTIMERCADO CRÉDITO PRIVADO 19.587.174/0001-20 Informações referentes a Dezembro de 2016 Esta lâmina contém

Leia mais

REGULAMENTO DA LETRA DE CRÉDITO DO AGRONEGÓCIO ( LCA ) DE EMISSÃO DO BANCO ALFA DE INVESTIMENTO S.A.

REGULAMENTO DA LETRA DE CRÉDITO DO AGRONEGÓCIO ( LCA ) DE EMISSÃO DO BANCO ALFA DE INVESTIMENTO S.A. REGULAMENTO DA LETRA DE CRÉDITO DO AGRONEGÓCIO ( LCA ) DE EMISSÃO DO BANCO ALFA DE INVESTIMENTO S.A. O BANCO ALFA DE INVESTIMENTO S.A, inscrito no CNPJ/MF sob nº 60.770.336/0001-65, com sede na Cidade

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER SL RENDA FIXA REFERENCIADO DI / Informações referentes a Maio de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER SL RENDA FIXA REFERENCIADO DI / Informações referentes a Maio de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER SL RENDA FIXA REFERENCIADO DI 03.102.081/0001-29 Informações referentes a Maio de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER SKY VAN GOGH MULTIMERCADO / Informações referentes a Novembro de 2013

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER SKY VAN GOGH MULTIMERCADO / Informações referentes a Novembro de 2013 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER SKY VAN GOGH MULTIMERCADO 02.908.387/0001-04 Informações referentes a Novembro de 2013 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o

Leia mais

NORMATIVO SARB 017/2016 aprovado em 25 de agosto de 2016 e publicado em 30 de agosto de 2016

NORMATIVO SARB 017/2016 aprovado em 25 de agosto de 2016 e publicado em 30 de agosto de 2016 NORMATIVO SARB 017/2016 aprovado em 25 de agosto de 2016 e publicado em 30 de agosto de 2016 O Sistema de Autorregulação Bancária da Federação Brasileira de Bancos - FEBRABAN institui o NORMATIVO DE ADEQUAÇÃO

Leia mais

COMUNICADO AO MERCADO

COMUNICADO AO MERCADO COMUNICADO AO MERCADO COMUNICAÇÃO SOBRE AUMENTO DE CAPITAL SOCIAL CONFORME DELIBERADO EM REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO DO DIA 05 DE FEVEREIRO DE 2015. A JBS S.A. ( JBS ; Companhia ) comunica aos

Leia mais

2. A partir desta data, estará disponível o acesso às telas SEL 21 e 22, que conterão as características e condições gerais do referido leilão.

2. A partir desta data, estará disponível o acesso às telas SEL 21 e 22, que conterão as características e condições gerais do referido leilão. COMUNICADO SEL N.º 016 Aos Participantes do Sistema Eletrônico de Leilão SEL A Central de Custódia e de Liquidação Financeira de Títulos - CETIP - comunica que, no dia 18/11/1998 estará realizando, através

Leia mais

Ajuste Diário Boi Gordo. 1 x R$ 150,00 x 330 = R$ ,00 1 x R$ 152,00 x 330 = R$ ,00. Ajuste Diário Milho. Dia 1-09:00 Dia 1-15:30

Ajuste Diário Boi Gordo. 1 x R$ 150,00 x 330 = R$ ,00 1 x R$ 152,00 x 330 = R$ ,00. Ajuste Diário Milho. Dia 1-09:00 Dia 1-15:30 XP - Análise Cálculo de Diário BM&F Diário Boi Gordo Dia 1-09:00 Dia 1-16:00 1 x R$ 150,00 x 330 = R$ 49.500,00 1 x R$ 152,00 x 330 = R$ 50.160,00 R$ 152,00 - R$150,00 = R$ 2,00 diário R$ 2,00 x 330 =

Leia mais

Restrições de Investimento: Não aplicável.

Restrições de Investimento: Não aplicável. LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O MULTINVEST FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CREDITO PRIVADO 09.601.197/0001-99 Informações referentes a 09/2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS DO FUNDO FRANKLIN CNPJ: / Informações referentes a setembro de 2016.

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS DO FUNDO FRANKLIN CNPJ: / Informações referentes a setembro de 2016. LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS DO FUNDO FRANKLIN CNPJ: 00.089.915/0001-15 Informações referentes a setembro de 2016. Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o Amaril Franklin Fundo

Leia mais

Restrições de Investimento:.

Restrições de Investimento:. LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SPARTA CICLICO FIM 07.552.643/0001-97 Informações referentes a 06/2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o SPARTA CÍCLICO FUNDO DE INVESTIMENTO

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BRADESCO NET FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO EM AÇÕES IBOVESPA

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BRADESCO NET FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO EM AÇÕES IBOVESPA LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BRADESCO NET FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO EM AÇÕES IBOVESPA 14.104.106/0001-40 Informações referentes a Junho de 2016 Esta lâmina contém

Leia mais

INSTRUÇÃO CVM Nº 566, DE 31 DE JULHO DE 2015

INSTRUÇÃO CVM Nº 566, DE 31 DE JULHO DE 2015 INSTRUÇÃO CVM Nº 566, DE 31 DE JULHO DE 2015 Dispõe sobre a oferta pública de distribuição de nota promissória. O PRESIDENTE DA COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS CVM torna público que o Colegiado, em reunião

Leia mais

CARTA-CIRCULAR Nº 767 Documento normativo revogado pela Carta-Circular 2.823, de 13/11/1998.

CARTA-CIRCULAR Nº 767 Documento normativo revogado pela Carta-Circular 2.823, de 13/11/1998. CARTA-CIRCULAR Nº 767 Documento normativo revogado pela Carta-Circular 2.823, de 13/11/1998. Em decorrência das Resolução nº 566, de,de 20.09.79, e 676, de 22.01.81, de que estabeleceram prazos mínimos

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER CAPITAL PROTEGIDO DÓLAR MULTIMERCADO / Informações referentes a Maio de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER CAPITAL PROTEGIDO DÓLAR MULTIMERCADO / Informações referentes a Maio de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER CAPITAL PROTEGIDO DÓLAR MULTIMERCADO 11.726.632/0001-53 Informações referentes a Maio de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais

Leia mais

INSTRUÇÃO CVM Nº 548, DE 6 DE MAIO DE 2014

INSTRUÇÃO CVM Nº 548, DE 6 DE MAIO DE 2014 Altera, acrescenta e revoga dispositivos da Instrução CVM nº 400, de 29 de dezembro de 2003. O PRESIDENTE DA COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS - CVM torna público que o Colegiado, em reunião realizada em

Leia mais

Votorantim Intermediary Risk II Fundo de Investimento Renda Fixa - Crédito Privado /

Votorantim Intermediary Risk II Fundo de Investimento Renda Fixa - Crédito Privado / São Paulo, 07 de Outubro de 2016 Ref. Política de Exercício de Direito de Voto em Assembleia. (Proxy Voting) Assembleia Geral de Debenturistas da Quarta Emissão de Debêntures Simples Companhia: TPI TRIUNFO

Leia mais

POLÍTICAS DE COMPRA E VENDA DE VALORES MOBILIÁRIOS POR ADMINISTRADORES, EMPREGADOS E COLABORADORES

POLÍTICAS DE COMPRA E VENDA DE VALORES MOBILIÁRIOS POR ADMINISTRADORES, EMPREGADOS E COLABORADORES POLÍTICAS DE COMPRA E VENDA DE VALORES MOBILIÁRIOS POR ADMINISTRADORES, EMPREGADOS E COLABORADORES Última atualização: 20/06/2016 A reprodução e a distribuição deste Manual fora do MODAL sem a devida autorização

Leia mais

Antes de investir, compare o fundo com outros da mesma classificação.

Antes de investir, compare o fundo com outros da mesma classificação. LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O L2 EXCLUSIVE FUNDO DE INVESTIMENTOS MULTIMERCADO CNPJ: 13.659.375/0001-00 Informações referentes a Novembro de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações

Leia mais

1. INTRODUÇÃO DA VERIFICAÇÃO DO CUMPRIMENTO DA OBRIGAÇÃO DE VALIDAR AS CONDIÇÕES DE CESSÃO... 3

1. INTRODUÇÃO DA VERIFICAÇÃO DO CUMPRIMENTO DA OBRIGAÇÃO DE VALIDAR AS CONDIÇÕES DE CESSÃO... 3 Manual de Regras e Procedimentos de verificação do cumprimento da obrigação de Validar as Condições de Cessão e verificação das obrigações de Cobrança dos créditos Inadimplidos nos termos da Instrução

Leia mais

Layout do Arquivo do imercado. Data: 31/07/2015

Layout do Arquivo do imercado. Data: 31/07/2015 Layout do Arquivo do imercado 1 Histórico de alterações Data de atualização Versão Informações 31/07/2015 1.0 Divulgação dos atributos do Arquivo do imercado que substituirá os arquivos CINF e CINFD; além

Leia mais

SUPLEMENTO AO REGULAMENTO DO FUNDO DE INVESTIMENTO EM DIREITOS CREDITÓRIOS BANCO GMAC - FINANCIAMENTO A CONCESSIONÁRIAS

SUPLEMENTO AO REGULAMENTO DO FUNDO DE INVESTIMENTO EM DIREITOS CREDITÓRIOS BANCO GMAC - FINANCIAMENTO A CONCESSIONÁRIAS SUPLEMENTO AO REGULAMENTO DO FUNDO DE INVESTIMENTO EM DIREITOS CREDITÓRIOS BANCO GMAC - FINANCIAMENTO A CONCESSIONÁRIAS Os termos e expressões estabelecidos abaixo terão os mesmos significados a eles atribuídos

Leia mais

ITAÚ UNIBANCO HOLDING S.A. CNPJ / Companhia Aberta NIRE FATO RELEVANTE

ITAÚ UNIBANCO HOLDING S.A. CNPJ / Companhia Aberta NIRE FATO RELEVANTE ITAÚ UNIBANCO HOLDING S.A. CNPJ 60.872.504/0001-23 Companhia Aberta NIRE 35300010230 FATO RELEVANTE ITAÚ UNIBANCO HOLDING S.A. ( Companhia ) comunica aos seus acionistas que o Conselho de Administração,

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SICOOB DI FI REF. DI / Informações referentes a julho de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SICOOB DI FI REF. DI / Informações referentes a julho de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SICOOB DI FI REF. DI 14.287.871/0001-42 Informações referentes a julho de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o Sicoob DI Fundo de

Leia mais

Consulta Pública de Lâmina de Fundo

Consulta Pública de Lâmina de Fundo Página 1 de 20 Consulta Pública de Lâmina de Fundo Atenção: Estas informações tem por base os documentos enviados à CVM pelas Instituições Administradoras dos Fundos de Investimento e são de exclusiva

Leia mais