Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira: história, 2 abrangência, princípios e missão

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira: história, 2 abrangência, princípios e missão"

Transcrição

1 Conteúdo Programático - Geral 1 Marcos históricos na Saúde Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira: história, 2 abrangência, princípios e missão 3 Código de ética profissional 4 Bioética 5 Políticas públicas em saúde 6 Leis que regem a saúde pública no Brasil 7 Documentos de saúde: prontuário médico 8 Dados de saúde e sigilo profissional 9 Humanização no atendimento de saúde 10 Segurança de pacientes 11 Descarte de resíduos em serviço de saúde 12 Infecção hospitalar: conceitos, prevenção e controle 13 Princípios de triagem em emergência 14 Transporte intra e extra-hospitalar de pacientes críticos e semi-críticos 15 Indicações de tratamento em unidade de terapia intensiva 16 Morte encefálica 17 Captação e Transplante de Órgãos 18 Úlceras por pressão: fisiopatogenia, prevenção, classificação e manejo 19 Parada cardíaca e ressuscitação neuro-cardiopulmonar 20 Trombose venosa profunda e embolia pulmonar 21 Princípios de reabilitação do adulto, idoso e da pessoa com deficiência 22 Acidentes com materiais biológicos 23 Equipamento de proteção individual em saúde 24 Comunicação oral e escrita em saúde 25 Regras gramaticais da lingua portuguesa 26 Acordo ortográfico da língua portuguesa

2 Conteúdo Programático - Medicina 1 História da medicina 2 Código de ética médica 3 Bioética 4 Políticas públicas em saúde 5 Leis que regem a saúde pública no Brasil 6 Documentos de saúde: prontuário médico 7 Dados de saúde e sigilo profissional 8 Humanização no atendimento de saúde 9 Segurança de pacientes 10 Descarte de resíduos em serviço de saúde 11 Infecção hospitalar: conceitos, prevenção e controle 12 Anatomia dos sistemas locomotor, muscular, digestório, cardiovascular, respiratório, nervoso central e periférico, endócrino e gênito-urinário Fisiologia dos sistemas locomotor, muscular, digestório, cardiovascular, respiratório, nervoso 13 central e periférico, endócrino e gênito-urinário Semiologia dos sistemas locomotor, muscular, digestório, cardiovascular, respiratório, nervoso 14 central e periférico, endócrino e gênito-urinário 15 Terapêutica e farmacologia em cardio e neuro 16 Princípios de triagem em emergência 17 Transporte intra e extra-hospitalar de pacientes críticos e semi-críticos 18 Indicações de tratamento em unidade de terapia intensiva 19 Eletrofisiologia clínica: eletrocardiograma Exames complementares em emergência e UTI: indicação, riscos & contraindicações, 20 interpretação Imaginologia diagnóstica: radiograma, tomografia, ressonância magnética, ecocardiograma, 21 ultrassonografia e doppler, arteriografia: bases e princípios 22 Radiologia intervencionista: princípios e bases, aplicações em cárdio e neuro 23 Princípios da ventilação mecânica e assistência ventilatória 24 Morte encefálica 25 Captação e Transplante de Órgãos 26 Úlceras de pressão: prevenção, classificação e manejo 27 Parada cardíaca e ressuscitação neuro-cardiopulmonar 28 Reações alérgicas agudas: prevenção, identificação e manejo inicial 29 Distúrbios hidroeletrolíticos 30 Distúrbios ácido-basicos 31 Sepse 32 Choque 33 Insuficiência renal aguda 34 Infecção do trato urinário 35 Avaliação do paciente cardiológico na emergência e UTI 36 Dor torácica na emergência 37 Insuficiencia coronariana e infarto

3 38 Hipertensão arterial 39 Emergência hipertensiva 40 Crise asmática 41 Infecção do trato urinário 42 Infecção respiratória 43 Insuficiencia respiratória 44 Complicações agudas do diabetes mellitus, cetoacidose diabética, coma hiperosmolar 45 Insuficiencia cardíaca 46 Endocardite infecciosa 47 Valvulopatias cardíacas 48 Trombose venosa profunda e embolia pulmonar 49 Avaliação do paciente neurologico na emergência e UTI 50 Monitorização hemodinâmica e neurológica do paciente crítico 51 Coma e estados alterados da consciência: avaliação, classificação, manejo inicial 52 Escala de coma de Glasgow: aplicação, abrangência e interpretação 53 Acidentes vasculares cerebrais primários e secundários Acidente vascular cerebral isquêmico: territorios vasculares cerebrais e circulação colateral, classificacao etiológica dos insultos vasculares (cardioembolico,ateromatoso, doencas de pequenos vasos e causas hematologicas e procoagulantes), reconhecimento clínico das 54 síndromes vasculares clássicas Acidente vascular cerebral hemorrágico primário: fatores de risco, fisiopatologia, manejo clínico 55 e cirúrgico 56 Hemorragia subaracnoidea: etiologia, classificação, escalas clínicas e radiológicas, manejo inicial Cefaléia na emergência : classificação, diagnóstico clínico e etiologico, sinais de alerta, manejo 57 inicial 58 Infecção do SNC: Meningites e encefalites: aspectos clínicos, etiologia e critérios para quimioprofilaxia e terapêutica 59 Crises convulsivas e não convulsivas: clínica, classificação, manejo 60 Estado de mal epileptico Hipertensão intracraniana: fisiopatogenia, etiologia, manejo clínico, monitorização, manejo 61 cirúrgico 62 Tumores do SNC 63 Dor espinal e doença degenerativa da coluna Procedimentos básicos em neurocirurgia: derivações externas e internas do fluxo liquórico, 64 monitorização da pressão intracraniana, craniotomia/craniectomia, laminectomia 65 Reabilitação do adulto, idoso e da pessoa com deficiência 66 Hepatites Virais 67 HIV e AIDS 68 Insuficiência Renal 69 Dislipidemias 70 Antibioticoterapia

4 Conteúdo Programático - Enfermagem: I Fundamentos de Enfermagem 1 História da Enfermagem 2 Ética, Legislação e Bioética 3 Semiologia 4 Semiotécnica II Enfermagem Clínica e Cirúrgica 1 Sistemas: Hematológico; Cardiovascular; Respiratório; Neurológico 2 Central de Material e Esterilização 3 Bloco Cirúrgico e Sala de Recuperação Pós Anestésica 4 Infecção Hospitalar 5 Captação e Transplante de Órgãos 6 Úlceras de Pressão III Enfermagem em Situações de Alta Complexidade e Emergência 1 Enfermagem na Unidade de Terapia Intensiva 2 Cirurgias de Emergência 3 Parada Cardíaca e Ressuscitação Neurocardiopulmonar 4 Procedimentos Cirúrgicos Diagnósticos em Cardiologia Intervencionista 5 Insuficiência Renal Aguda 6 Avaliação e Monitorização de Paciente com Distúrbios Metabólicos 7 Paciente Crítico em Terapia Intensiva: Avaliação, monitorização e transporte 8 Medicamentos e Cálculo de Medicamentos IV Exames 1 Diagnósticos e Complemetares 2 Interpretação de Exames V Sistematização de Enfermagem VI Humanização no atendimento em Saúde VII Enfermagem em Saúde do Adulto e Idoso VIII Enfermagem em Saúde da Mulher IX Reabilitação do Adulto e Idoso e da Pessoa com deficiência X Enfermagem em Saúde Coletiva 1 Políticas Públicas em Saúde 2 Leis que regem a Saúde Pública no Brasil XI Saúde Mental XII Gerência em Enfermagem 1 Fundamentos de Administração 2 Segurança do Paciente XIII Ambiente e Lixo

5 Conteúdo Programático - Fisioterapia 1 Fisioterapia : conceituação, recursos e objetivos. 2 Reabilitação: conceituação, objetivos, sociologia, processo e equipe técnica; 3 Processos de fisioterapia: semiologia, exame e diagnóstico; 4 Fisioterapia em neurologia; 5 Neurofisiologia; 6 Recursos terapêuticos em fisioterapia neurológica; 7 Reabilitação em neurologia; 8 Fisioterapia no pós-operatório de cirurgias neurológicas; 9 Eletroterapia; 10 Desmame da ventilação mecânica 11 Fisiologia e fisiopatologia cardiorespiratória; 12 Músculos respiratórios; 13 Monitorização cardiorespiratória; 14 IRpA; 15 Oxigenioterapia; 16 Aerossolterapia; 17 Cuidados e manutenção de vias aéreas artificiais; 18 Ventilação não-invasiva; 19 Técnicas de assistência ventilatória; 20 Ventilação mecânica aplicada; 21 Desmame da AVM; 22 Recursos terapêuticos em fisioterapia respiratória; 23 Reabilitação cardiopulmonar; 24 Fisioterapia no pós-operatório de cirurgias toraco-abdominais; 25 Efeitos sistêmicos da imobilidade no leito e. 26 Fisioterapia motora no paciente crítico Conteúdo Programático - Nutrição Avaliação Nutricional : a) antropométrica, b) parâmetros bioquímicos, c) consumo alimentar, d) exame físico, e) avaliação global subjetiva. Nutrição em condições clínicas específicas (Fisiopatologia e Dietoterapia): a) Obesidade, b) Diabetes Mellitus, c) Doença renal, d) Doenças cardiovasculares, e) Doenças respiratórias, f) Cirurgia e trauma. Terapia Nutricional Enteral: a) indicações, b) contra-indicações, c) vias de acesso, d) métodos de administração, d) fórmulas enterais

6 Conteúdos Jornalismo LÍNGUA PORTUGUESA: 1 Compreensão e interpretação de textos. 2 Coesão e coerência textual 3 Tipologia textual 4 Gêneros textuais 5 Variedades linguísticas 6 Pronome: emprego, formas de tratamento e colocação 7 Emprego dos tempos e modos verbais 8 Vozes do verbo 9 Semântica do texto. 10 Coesão e coerência textual. 11 Ortografia oficial 12 Acentuação gráfica 13 Emprego e flexão das classes de palavras 14 Sintaxe de colocação 15 Sintaxe de concordância nominal e verbal 16 Sintaxe de regência nominal e verbal (ocorrência de crase) 17 Emprego dos sinais de pontuação 18 Vocabulário CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: 19 Elementos básicos da comunicação. 20 Teoria da comunicação 21 Processo de comunicação 22 Categorias de comunicação 23 Objetividade X subjetividade no jornalismo 24 Gêneros jornalísticos 25 Responsabilidade social do comunicador 26 Critérios de noticiabilidade 27 Características e itens que compõem o texto jornalístico 28 Ética 29 Assessoria de comunicação

Prova de Título de Especialista em Fisioterapia Respiratória

Prova de Título de Especialista em Fisioterapia Respiratória Prova de Título de Especialista em Fisioterapia Respiratória 1. Anatomia e fisiologia do sistema cardiorrespiratório Egan. 1 ed. São Paulo: Manole, 2000. (Seção 3, caps.7 e 8) WEST, J.B. Fisiologia respiratória

Leia mais

CURSO: ENFERMAGEM NOITE - BH SEMESTRE: 2 ANO: 2012 C/H: 60 PLANO DE ENSINO

CURSO: ENFERMAGEM NOITE - BH SEMESTRE: 2 ANO: 2012 C/H: 60 PLANO DE ENSINO CURSO: ENFERMAGEM NOITE - BH SEMESTRE: 2 ANO: 2012 C/H: 60 DISCIPLINA: ENFERMAGEM NA SAUDE DO ADULTO I PLANO DE ENSINO OBJETIVOS: Estudar o estado de doença do indivíduo em sua fase adulta. Intervir adequadamente

Leia mais

ANEXO 3 CONHECIMENTOS GERAIS EM SAÚDE

ANEXO 3 CONHECIMENTOS GERAIS EM SAÚDE ANEXO 3 PROGRAMA CONHECIMENTOS GERAIS EM SAÚDE 1. Conhecimentos sobre o SUS - Legislação da Saúde: Constituição Federal de 1988 (Título VIII - capítulo II - Seção II); Lei 8.080/90 e Lei 8.142/90; Norma

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR- CURSO DE MEDICINA DA PUC-GOIÁS

MATRIZ CURRICULAR- CURSO DE MEDICINA DA PUC-GOIÁS 6.2.1. Matriz Atual MATRIZ CURRICULAR- CURSO DE MEDICINA DA PUC-GOIÁS TOTAL DE CRÉDITOS: 544 CRÉDITOS TOTAL DE HORAS: 8.160 HORAS (67% pratica e 33% teoria) MÓDULO = PERÍODO 1 o CICLO MÓDULO I Bioquímica/Biofísica

Leia mais

Currículo Disciplina Carga Horária. Aspectos Éticos e Bioéticos na Assistência de Enfermagem ao Paciente Grave ou de Risco

Currículo Disciplina Carga Horária. Aspectos Éticos e Bioéticos na Assistência de Enfermagem ao Paciente Grave ou de Risco Currículo Disciplina Carga Horária Aspectos Éticos e Bioéticos na Assistência de Enfermagem ao Paciente Grave ou de Risco Assistência de Enfermagem a Criança a ao Adolescente Grave ou de Risco Estágio

Leia mais

CAPÍTULO I. Conceito

CAPÍTULO I. Conceito REGIMENTO INTERNO DO PROGRAMA DE APRIMORAMENTO DO SERVIÇO DE TERAPIA INTENSIVA CARDIO-PEDIÁTRICA HOSPITAL DO CORAÇÃO CAPÍTULO I Conceito Art. 1º - O Programa de Aprimoramento em Terapia Intensiva Cardio-Pediátrica

Leia mais

Núcleo: NE Código: 7748 Semestre: 2º Ano: horas Teóricas: 40 horas Práticas: 60 horas 2012

Núcleo: NE Código: 7748 Semestre: 2º Ano: horas Teóricas: 40 horas Práticas: 60 horas 2012 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CAMPUS JATAÍ COORDENAÇÃO D CURSO DE ENFERMAGEM 1 - DADOS DE IDENTIFICAÇÃO: Unidade: Campus Jataí - UFG Curso: Enfermagem Disciplina: Assistência de

Leia mais

T P PRÉ-REQUISITO T P PRÉ-REQUISITO

T P PRÉ-REQUISITO T P PRÉ-REQUISITO MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENFERMAGEM 2012.2 1º SEMESTRE Anatomia Humana I 72 36 36 - Biologia Celular e Genética 72 36 36 - Introdução à Enfermagem 36 36 - Relações Étnico-raciais, Cultura e Saúde

Leia mais

ANEXO II - PROGRAMAS DA PROVA ESCRITA. Processo de Seleção para Residência em Área Profissional da Saúde

ANEXO II - PROGRAMAS DA PROVA ESCRITA. Processo de Seleção para Residência em Área Profissional da Saúde ANEXO II - PROGRAMAS DA PROVA ESCRITA Processo de Seleção para Residência em Área Profissional da Saúde PERFIL: ATENÇÃO BÁSICA CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Para todas as categorias profissionais: Conhecimentos

Leia mais

PROGRAMAÇÃO RESIDENCIA

PROGRAMAÇÃO RESIDENCIA PROGRAMAÇÃO RESIDENCIA 2017 Medicina Intensiva UTI R1, R2, R3 Residência em Medicina Intensiva Introdução: A Residência em Medicina Intensiva foi criada nesta instituição (Hospital São Francisco) em 1985.

Leia mais

SUMÁRIO. Língua Portuguesa. Pronomes: emprego, formas de tratamento e colocação... 40

SUMÁRIO. Língua Portuguesa. Pronomes: emprego, formas de tratamento e colocação... 40 Língua Portuguesa Ortografia oficial... 19 Acentuação gráfica... 29 Flexão nominal e verbal... 32 Pronomes: emprego, formas de tratamento e colocação... 40 Emprego de tempos, modos e aspectos verbais...

Leia mais

ANEXO 01 (Conteúdo do EXIN Fisioterapia - Campus Mossoró) 3ª série

ANEXO 01 (Conteúdo do EXIN Fisioterapia - Campus Mossoró) 3ª série - Semiologia Geral ANEXO 01 (Conteúdo do EXIN 2016.1 Fisioterapia - Campus Mossoró) 3ª série - Generalidades sobre diagnóstico e avaliação AVALIAÇÃO DIAGNOSTICA EM II - Avaliação da coluna (postura) -

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEc Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Ambiente, Saúde e Segurança. Habilitação Profissional: Técnico de enfermagem Qualificação:

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico ETEC: DR. JOSÉ LUÍZ VIANA COUTINHO CÓDIGO: 073 EIXO TECNOLÓGICO: HABILITAÇÃO PROFISSIONAL: QUALIFICAÇÃO: MUNICÍPIO: JALES Ambiente, Saúde e Segurança Técnico

Leia mais

Distribuição Esquemática das Atividades Didáticas do Curso de Medicina - UFSJ/SEDE 2º Semestre Semana Unidades Curiculares Turno Seg Ter Qua Qui Sex

Distribuição Esquemática das Atividades Didáticas do Curso de Medicina - UFSJ/SEDE 2º Semestre Semana Unidades Curiculares Turno Seg Ter Qua Qui Sex Distribuição Esquemática das Atividades Didáticas do Curso de Medicina - UFSJ/SEDE 2º Semestre Semana Unidades Curiculares Turno Seg Ter Qua Qui Sex 1 2 Módulo I: 3 BBPM Aparelho Cardiorrespiratório 4

Leia mais

CRONOGRAMA TEÓRICO DATA HORÁRIO PROFESSORES TITULAÇÃO C/H RECEPÇÃO 25/04/ :00h Assistente adm. ABERTURA 25/04/ :30h Diretoria e coord.

CRONOGRAMA TEÓRICO DATA HORÁRIO PROFESSORES TITULAÇÃO C/H RECEPÇÃO 25/04/ :00h Assistente adm. ABERTURA 25/04/ :30h Diretoria e coord. CRONOGRAMA TEÓRICO DATA HORÁRIO PROFESSORES TITULAÇÃO C/H RECEPÇÃO 25/04/2014 19:00h Assistente adm. ABERTURA 25/04/2014 19:30h Diretoria e coord. 6h PALESTRA INTELIGÊNCIA MOTIVACIONAL 25/04/2014 20:00h

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE ESCOLA DE MEDICINA E CIRURGIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE ESCOLA DE MEDICINA E CIRURGIA PROGRAMA DE DISCIPLINA CURSO: MEDICINA DEPARTAMENTO: DEPARTAMENTO DE MEDICINA ESPECIALIZADA DISCIPLINA: NEUROLOGIA CARGA HORÁRIA: 120 HORAS CRÉDITOS: 07 CÓDIGO: SME0013 PROFESSOR: REGINA MARIA PAPAIS ALVARENGA

Leia mais

SEÇÃO 1 IMPORTÂNCIA DO ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL E DE SUA PREVENÇÃO

SEÇÃO 1 IMPORTÂNCIA DO ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL E DE SUA PREVENÇÃO SEÇÃO 1 Capítulo 1 IMPORTÂNCIA DO ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL E DE SUA PREVENÇÃO 1 Epidemiologia da prevenção do acidente vascular cerebral e urgência do tratamento 2 Introdução / 2 Incidência e prevalência

Leia mais

FACULDADE VERDE NORTE - FAVENORTE

FACULDADE VERDE NORTE - FAVENORTE ESTRUTURA CURRICULAR DE ENFERMAGEM 1º PERÍODO INTRODUÇÃO À ENFERMAGEM 40 00 40 33:20 ANTROPOLOGIA/SOCIOLOGIA 80 00 80 66:40 FUNDAMENTOS DA SAÚDE 60 00 60 50:00 PÚBLICA SAÚDE PÚBLICA PESP I METODOLOGIA

Leia mais

II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO NÍVEL SUPERIOR CARGOS: ENFERMEIRO.

II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO NÍVEL SUPERIOR CARGOS: ENFERMEIRO. ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO NÍVEL SUPERIOR CARGOS: ENFERMEIRO. Interpretação de textos. Escrita: Morfologia, Vocabulário; Ortografia Oficial; Pontuação; Sílabas; Acentuação gráfica; Classes gramaticais;

Leia mais

Distribuição Esquemática das Atividades Didáticas do Curso de Medicina - UFSJ/SEDE 2º Semestre Semana Unidades Curiculares Turno Seg Ter Qua Qui Sex

Distribuição Esquemática das Atividades Didáticas do Curso de Medicina - UFSJ/SEDE 2º Semestre Semana Unidades Curiculares Turno Seg Ter Qua Qui Sex Distribuição Esquemática das Atividades Didáticas do Curso de Medicina - UFSJ/SEDE 2º Semestre Semana Unidades Curiculares Turno Seg Ter Qua Qui Sex 1 2 Módulo I: M 3 BBPM Aparelho Cardiorrespiratório

Leia mais

Certificação Joint Commission no Programa de Dor Torácica.

Certificação Joint Commission no Programa de Dor Torácica. Certificação Joint Commission no Programa de Dor Torácica. Enf. Ana Paula de Mattos Coelho Hemodinâmica - Hospital TotalCor E-mail: acoelho@totalcor.com.br Joint Commission Acreditação do atendimento hospitalar;

Leia mais

Curso de Graduação em Medicina. 1. Conteúdos Básicos Profissionais. 1.1 Conteúdos Básicos Profissionais. Módulos. Carga Horária

Curso de Graduação em Medicina. 1. Conteúdos Básicos Profissionais. 1.1 Conteúdos Básicos Profissionais. Módulos. Carga Horária Curso de Graduação em Medicina 1. Conteúdos Básicos Profissionais 1.1 Conteúdos Básicos Profissionais Módulos Carga Horária MIV1 - Acolhimento ao Estudante 12 MIV2 - Saúde Coletiva 12 MIV3 - O homem Como

Leia mais

Distribuição Esquemática das Atividades Didáticas do Curso de Medicina - UFSJ/SEDE Semana Unidades Curiculares Turno Seg Ter Qua Qui Sex

Distribuição Esquemática das Atividades Didáticas do Curso de Medicina - UFSJ/SEDE Semana Unidades Curiculares Turno Seg Ter Qua Qui Sex Distribuição Esquemática das Atividades Didáticas do Curso de Medicina - UFSJ/SEDE Semana Unidades Curiculares Turno Seg Ter Qua Qui Sex 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 Módulo I: Aparelho

Leia mais

1. MATRIZ CURRICULAR. C/H SEMESTRAL Pré-Requisito. C/H Sem. Nº DISCIPLINA - 1 SEMESTRE

1. MATRIZ CURRICULAR. C/H SEMESTRAL Pré-Requisito. C/H Sem. Nº DISCIPLINA - 1 SEMESTRE INÍCIO DO CURSO: 01/02/2011 AUTORIZAÇÃO: N 1.562 de 24 de setembro de 2010. DURAÇÃO DO CURSO: 5 anos TURNOS: Diurno TÍTULO DE GRADUAÇÃO: Fisioterapeuta O perfil do profissional a ser formado é de um fisioterapeuta

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM EM UTI E URGÊNCIA/ EMERGÊNCIA

PÓS-GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM EM UTI E URGÊNCIA/ EMERGÊNCIA PÓS-GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM EM UTI E URGÊNCIA/ EMERGÊNCIA Instituição Certificadora: FALC Amparo Legal: Resolução CNE CES 1 2001 Resolução CNE CES 1 2007 Carga Horária: 530h Período de Duração: 12 meses

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina MED361 Cuidado Integral à Saúde do Adulto e do Idoso I

Programa Analítico de Disciplina MED361 Cuidado Integral à Saúde do Adulto e do Idoso I 0 Programa Analítico de Disciplina Departamento de Medicina e Enfermagem - Centro de Ciências Biológicas e da Saúde Número de créditos: 14 Teóricas Práticas Total Duração em semanas: 15 Carga horária semanal

Leia mais

PLANO DE CURSO 8 PERÍODO ANO:

PLANO DE CURSO 8 PERÍODO ANO: PLANO DE CURSO 8 PERÍODO ANO: 2013.2 CURSO: MEDICINA DISCIPLINA: ANESTESIOLOGIA CARGA HORÁRIA: 72 horas PROFESSOR TITULAR: MIGUEL DE LEMOS NETO PROFESSORES: ANDERSON TEIXEIRA EMENTA O ensino da disciplina

Leia mais

FISIOTERAPIA NAS DISFUNÇÕES CARDIOVASCULARES

FISIOTERAPIA NAS DISFUNÇÕES CARDIOVASCULARES FISIOTERAPIA NAS DISFUNÇÕES CARDIOVASCULARES 6º período 40 h/semestre 2 h/a semana 2ª feira 20h20 às 22h EMENTA A disciplina constitui-se em introduzir, fundamentar e desenvolver conhecimentos fisiopatológicos,

Leia mais

HORÁRIO AV1 ENFERMAGEM

HORÁRIO AV1 ENFERMAGEM TURMA: 113-1 MANHÃ (1º Semestre) 7:30 AS 12:45 INFORMÁTICA (GRUPO A E GRUPO B) 7:30 AS 10:00 ANATOMIA HUMANA (PRÁTICA) 7:30 AS 10:00 BIOQUÍMICA 10:15 AS 11:55 CITOLOGIA E HISTOLOGIA (TEÓRICA) 26/03/15

Leia mais

I MÓDULO Aparelho Cardiorrespiratório 7 SEMANAS (162 h)

I MÓDULO Aparelho Cardiorrespiratório 7 SEMANAS (162 h) Distribuição Esquemática das Atividades Didáticas do Curso de Medicina - UFSJ/SEDE Semana Unidades Curiculares Turno Seg Ter Qua Qui Sex 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 Módulo I: Aparelho

Leia mais

I Características Técnicas e Funcionais do Curso

I Características Técnicas e Funcionais do Curso Curso: Condutas Médicas em Intercorrências de Pacientes Internados I Características Técnicas e Funcionais do Curso A Tipo: Curso de Aperfeiçoamento, Modular e Baseado em Evidências Médicas População-alvo

Leia mais

EXIN FISIOTERAPIA

EXIN FISIOTERAPIA EXIN FISIOTERAPIA 2016.2 SÉRIE 4MA e 4MB Assuntos Avaliação do Tônus e Força Muscular. Avaliação da Marcha. Noções de Avaliação em Fisioterapia Neurológica. ADF 3 Avaliação da Coordenação e Equilíbrio.

Leia mais

NORMAS COMPLEMENTARES AO EDITAL Nº 03 DE 2016 CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE PROFESSOR ASSISTENTE 1 DA UNIRV UNIVERSIDADE DE RIO VERDE

NORMAS COMPLEMENTARES AO EDITAL Nº 03 DE 2016 CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE PROFESSOR ASSISTENTE 1 DA UNIRV UNIVERSIDADE DE RIO VERDE UniRV NORMAS COMPLEMENTARES AO EDITAL Nº 03 DE 2016 CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE PROFESSOR ASSISTENTE 1 DA UNIRV O Reitor da UniRV, no uso de suas atribuições legais, na forma do que dispõe

Leia mais

Ministério da Educação INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 304, DE 8 DE JUNHO DE 2016

Ministério da Educação INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 304, DE 8 DE JUNHO DE 2016 Ministério da Educação INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 304, DE 8 DE JUNHO DE 2016 A PRESIDENTE DO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS

Leia mais

INSTITUTO SUPERIOR DE TEOLOGIA APLICADA (INTA) PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE BACHARELADO EM ENFERMAGEM 1º SEMESTRE

INSTITUTO SUPERIOR DE TEOLOGIA APLICADA (INTA) PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE BACHARELADO EM ENFERMAGEM 1º SEMESTRE 1 2.7. ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE BACHARELADO EM ENFERMAGEM 2015.2 1º SEMESTRE 1. Anatomia Humana 90 60 30 06 2. Antropologia Teológica 30 30 02 3. Biologia (Citologia/Genética) 60 45 15 04 4. Educação

Leia mais

DIAS E HORÁRIOS DAS APRESENTAÇÕES DOS TRABALHOS ENFERMAGEM TODOS OS AUTORES DEVERÃO CHEGAR IMPRETERIVELMENTE NO HORÁRIO MARCADO.

DIAS E HORÁRIOS DAS APRESENTAÇÕES DOS TRABALHOS ENFERMAGEM TODOS OS AUTORES DEVERÃO CHEGAR IMPRETERIVELMENTE NO HORÁRIO MARCADO. TÍTULO ORIENTADOR SALA DATA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM NAS COMUNIDADES INDÍGENAS INFECÇÕES HOSPITALARES: REPENSANDO A IMPORTÂNCIA DA HIGIENIZAÇÃO DAS MÃOS ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM A UM PACIENTE COM HANSENÍASE:

Leia mais

Estrutura Curricular de Enfermagem Vigência a partir do 1º semestre de Aprovada pela Resolução nº 36 CONSEPE 18/12/2009.

Estrutura Curricular de Enfermagem Vigência a partir do 1º semestre de Aprovada pela Resolução nº 36 CONSEPE 18/12/2009. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI FACULDADE DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM Estrutura Curricular de Enfermagem Vigência

Leia mais

EDITAL 027/2016 CARGO CARGA VAGAS REMUNERAÇÃO R$ Nutricionista 20h ,31

EDITAL 027/2016 CARGO CARGA VAGAS REMUNERAÇÃO R$ Nutricionista 20h ,31 EDITAL 027/2016 ABRE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO 006/2016, PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE 01 NUTRICIONISTA. CLEOMAR JOÃO SCANDOLARA, Prefeito Municipal de São Valentim, no uso de suas atribuições legais,

Leia mais

CURSO: ENFERMAGEM EMENTAS º PERÍODO

CURSO: ENFERMAGEM EMENTAS º PERÍODO CURSO: ENFERMAGEM EMENTAS - 2016.1 1º PERÍODO DISCIPLINA: ANATOMIA DO SISTEMA LOCOMOTOR Terminologia Anatômica. Sistema Esquelético. Sistema Articular. Sistema Muscular. DISCIPLINA: SISTEMAS BIOLÓGICOS

Leia mais

HORÁRIO EXAME ESPECIAL DO CURSO DE ENFERMAGEM ITPAC -ARAGUAINA 2º SEMESTRE 2015 DIAS 16/12, 17/12 e 18/12/2015

HORÁRIO EXAME ESPECIAL DO CURSO DE ENFERMAGEM ITPAC -ARAGUAINA 2º SEMESTRE 2015 DIAS 16/12, 17/12 e 18/12/2015 EXAME ESPECIAL DO CURSO DE ENFERMAGEM ITPAC -ARAGUAINA S DIA 16/12/2015 1º PERÍODO 09h:40min Citologia/ Histologia Bioquímica Aplicada a Anatomia Humana 09h40min às 11h30min Língua Portuguesa Instrumental

Leia mais

ANEXO DA RESOLUÇÃO COFEN Nº 528/2016 NORMAS PARA ATUAÇAO DO ENFERMEIRO PERFUSIONISTA

ANEXO DA RESOLUÇÃO COFEN Nº 528/2016 NORMAS PARA ATUAÇAO DO ENFERMEIRO PERFUSIONISTA NORMAS PARA ATUAÇAO DO ENFERMEIRO PERFUSIONISTA I OBJETIVO Estabelecer normas para atuação do Enfermeiro Perfusionista, como membro da equipe cirúrgica, nas cirurgias que requeiram a presença deste profissional,

Leia mais

RELATÓRIO DE CONCORRÊNCIA

RELATÓRIO DE CONCORRÊNCIA 23 - ENFERMAGEM ENFERMAGEM CIRÚRGICA 11 65 5,9 ENFERMAGEM EM CANCEROLOGIA 8 41 5,1 ENFERMAGEM EM CARDIOLOGIA 9 41 4,6 ENFERMAGEM EM CENTRO CIRÚRGICO 2 11 5,5 ENFERMAGEM EM EMERGÊNCIA GERAL 5 40 8,0 ENFERMAGEM

Leia mais

Cuidados de Enfermagem no Paciente Crítico. Prof. Enf. Fernando Ramos Gonçalves Msc Intensivista-HR

Cuidados de Enfermagem no Paciente Crítico. Prof. Enf. Fernando Ramos Gonçalves Msc Intensivista-HR Cuidados de Enfermagem no Paciente Crítico Prof. Enf. Fernando Ramos Gonçalves Msc Intensivista-HR 1. Trauma: Considerações Iniciais O Traumatizado Prioritário Funções Vitais Comprometidas; Lesões Orgânicas;

Leia mais

DATA/TURNO CANDIDATO TEMAS DIA 05/11/12. - Processo de trabalho em enfermagem/registros. - Crescimento e desenvolvimento na criança até 2 anos.

DATA/TURNO CANDIDATO TEMAS DIA 05/11/12. - Processo de trabalho em enfermagem/registros. - Crescimento e desenvolvimento na criança até 2 anos. DATA/TURNO CANDIDATO TEMAS DIA 05/11/12 MANHÃ RENATA MARIA MEDEIROS FREITAS BARBOSA ANDRÉA CLÁUDIA CAMPÊLO MACIEL TERESA KARINY PONTES BARROSO GIRLIANE SILVA DE SOUSA VANESSA DIAS DA SILVA RITA VIANA GOMES

Leia mais

CAPITULOS ESCRITOS EM LIVRO

CAPITULOS ESCRITOS EM LIVRO CAPITULOS ESCRITOS EM LIVRO 1. COMA TRATAMENTO - ED. PRADO, F.C., RAMOS,J., VALLE, J.R. EDITORA ARTES MEDICAS - 1993 - SAO PAULO - PAG. 1110-12 2. MOLESTIA HIPERTENSIVA ESPECIFICA DA GRAVIDEZ ( MHEG )

Leia mais

APRESENTAÇÃO E-PÔSTER DATA: 19/10/16 LOCAL: SALAS PRÉDIO IV

APRESENTAÇÃO E-PÔSTER DATA: 19/10/16 LOCAL: SALAS PRÉDIO IV APRESENTAÇÃO E-PÔSTER DATA: 19/10/16 LOCAL: SALAS PRÉDIO IV TÍTULO E-PÔSTER SALA PRÉDIO IV HORÁRIO RESISTÊNCIA A MÚLTIPLAS DROGAS NA TERAPIA ANTICÂNCER E O POTENCIAL EFEITO DE FLAVONOIDES NA RECUPERAÇÃO

Leia mais

1. DIVULGAÇÃO DA CARTA DOS DIREITOS DOS USUÁRIOS DO SUS: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA DO PET URGÊNCIA E EMERGÊNCIA NO HOSPITAL GERAL CLÉRISTON ANDRADE

1. DIVULGAÇÃO DA CARTA DOS DIREITOS DOS USUÁRIOS DO SUS: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA DO PET URGÊNCIA E EMERGÊNCIA NO HOSPITAL GERAL CLÉRISTON ANDRADE Título 1. DIVULGAÇÃO DA CARTA DOS DIREITOS DOS USUÁRIOS DO SUS: UM RELATO DE DO PET URGÊNCIA E EMERGÊNCIA NO HOSPITAL GERAL CLÉRISTON ANDRADE Classificação 2.SUPERVISÃO EM ENFERMAGEM E OS MODELOS ORGANIZACIONAIS:

Leia mais

DIVISÃO DE TERAPIA INTENSIVA DEPARTAMENTO DE CIRURGIA E ANATOMIA HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA FACULDADE DE MEDICINA DE RIBEIRÃO PRETO

DIVISÃO DE TERAPIA INTENSIVA DEPARTAMENTO DE CIRURGIA E ANATOMIA HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA FACULDADE DE MEDICINA DE RIBEIRÃO PRETO DIVISÃO DE TERAPIA INTENSIVA DEPARTAMENTO DE CIRURGIA E ANATOMIA HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA FACULDADE DE MEDICINA DE RIBEIRÃO PRETO PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM MEDICINA INTENSIVA 1. Histórico A Residência

Leia mais

Ementas das Disciplinas de Fisioterapia

Ementas das Disciplinas de Fisioterapia s das Disciplinas de Fisioterapia s das Disciplinas (Semestre/Ano/Período/Termo/Módulo) Carga horária ATIVIDADES COMPLEMENTARES 204 INTRODUÇÃO E PRÁTICA FISIOTERAPÊUTICA I (405576) 34 Abordagem histórica,

Leia mais

FISIOTERAPIA RESPIRATÓRIA NO AVE FT RAFAELA DE ALMEIDA SILVA APAE-BAURU

FISIOTERAPIA RESPIRATÓRIA NO AVE FT RAFAELA DE ALMEIDA SILVA APAE-BAURU FISIOTERAPIA RESPIRATÓRIA NO AVE FT RAFAELA DE ALMEIDA SILVA APAE-BAURU INTERNAÇÃO HOSPITALAR Toda pessoa com quadro suspeito de AVE deve ser levada imediatamente ao serviço de urgência para avaliação

Leia mais

Urgência e emergência na atenção primária. Enfª Karin Bienemann

Urgência e emergência na atenção primária. Enfª Karin Bienemann Urgência e emergência na atenção primária Enfª Karin Bienemann ATENDIMENTO INICIAL À VÍTIMA CRÍTICA PANORAMA ATUAL: Como andam as Urgências? AS URGÊNCIAS NO PAÍS Distribuição inadequada da oferta de serviços

Leia mais

CONTEÚDOS DE RECUPERAÇÃO Turma 232

CONTEÚDOS DE RECUPERAÇÃO Turma 232 CONTEÚDOS DE RECUPERAÇÃO Turma 232 MATEMÁTICA PROFESSOR NILSON ESTATÍSTICA II INGLÊS PROFESSORA LUCIANA - Interpretação de texto; - Simple Past; - Past Continuous. HISTÓRIA PROFESSOR LEONARDO Governo José

Leia mais

OBSERVAÇÃO CLÍNICA. Estado Civil: Nacionalidade: Naturalidade: ANAMNESE

OBSERVAÇÃO CLÍNICA. Estado Civil: Nacionalidade: Naturalidade: ANAMNESE 1 UNIFESP Universidade Federal de São Paulo Escola Paulista de Medicina Departamento de Medicina Disciplina Medicina de Urgência OBSERVAÇÃO CLÍNICA DATA: / / 19. Nome: RG: Estado Civil: Nacionalidade:

Leia mais

CURSO: FISIOTERAPIA EMENTAS º PERÍODO

CURSO: FISIOTERAPIA EMENTAS º PERÍODO CURSO: FISIOTERAPIA EMENTAS - 2016.1 1º PERÍODO DISCIPLINA: ANATOMIA DO SISTEMA LOCOMOTOR Terminologia Anatômica. Sistema Esquelético. Sistema Articular. Sistema Muscular. DISCIPLINA: SISTEMAS BIOLÓGICOS

Leia mais

MÓDULO 4: FARMACOLOGIA APLICADA À CARDIOLOGIA. 24/05/2015 14-18h

MÓDULO 4: FARMACOLOGIA APLICADA À CARDIOLOGIA. 24/05/2015 14-18h INSTITUTO DE CADIOLOGIA - DISTRITO FEDERAL IC-DF Fundação Universitária de Cardiologia - FUC Comissão Científica / Ensino Multiprofissional 7ª Turma Especialização Enfermagem em Cardiologia CRONOGRAMA

Leia mais

Sumário. 1. Visão geral da enfermagem materna Famílias e comunidades Investigação de saúde do paciente recém nascido...

Sumário. 1. Visão geral da enfermagem materna Famílias e comunidades Investigação de saúde do paciente recém nascido... Sumário Parte I Papéis e relacionamentos 1. Visão geral da enfermagem materna...23 O processo de enfermagem...25 Planejamento familiar...26 Gestação na infância ou na adolescência...26 Gestação após os

Leia mais

CONTROLE DE CONTEÚDO - TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE SÃO PAULO ANALISTA JUDICIÁRIO ÁREA: ASSISTÊNCIA SOCIAL (TRE-SP AJAS)

CONTROLE DE CONTEÚDO - TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE SÃO PAULO ANALISTA JUDICIÁRIO ÁREA: ASSISTÊNCIA SOCIAL (TRE-SP AJAS) CONTROLE DE CONTEÚDO - TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE SÃO PAULO ANALISTA JUDICIÁRIO ÁREA: ASSISTÊNCIA SOCIAL (TRE-SP AJAS) 1 Ortografia oficial. GRAMÁTICA E INTERPRETAÇÃO DE TEXTO DA LÍNGUA PORTUGUESA

Leia mais

CURSO DE CAPACITAÇÃO EM ODONTOLOGIA HOSPITALAR 420 HORAS TEÓRICO/PRÁTICO

CURSO DE CAPACITAÇÃO EM ODONTOLOGIA HOSPITALAR 420 HORAS TEÓRICO/PRÁTICO CURSO DE CAPACITAÇÃO EM ODONTOLOGIA HOSPITALAR 420 HORAS TEÓRICO/PRÁTICO Objetivo do curso: Capacitação, ao CD interessado nesta nova área de atuação, conhecimento da Área Odontológica, Médica e outras,

Leia mais

CIRURGIA BARIÁTRICA Critérios de Indicação. Prof. Ms. Everton Cazzo Assistente Grupo de Cirurgia Bariátrica e Metabólica HC/UNICAMP

CIRURGIA BARIÁTRICA Critérios de Indicação. Prof. Ms. Everton Cazzo Assistente Grupo de Cirurgia Bariátrica e Metabólica HC/UNICAMP CIRURGIA BARIÁTRICA Critérios de Indicação Prof. Ms. Everton Cazzo Assistente Grupo de Cirurgia Bariátrica e Metabólica HC/UNICAMP Obesidade Acúmulo excessivo de gordura causado pelo desequilíbrio entre

Leia mais

Ministério da Educação

Ministério da Educação Ministério da Educação INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 253, DE 10 DE MAIO DE 2013 O Presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais

Leia mais

III Casos clínicos IV Reunião de Neonatologia do Hospital do Funchal 6 Outubro 2012

III Casos clínicos IV Reunião de Neonatologia do Hospital do Funchal 6 Outubro 2012 III Casos clínicos IV Reunião de Neonatologia do Hospital do Funchal 6 Outubro 2012 Criança 11 anos com fibrose quística diagnosticada no primeiro ano de vida. História de infecções respiratórias recorrentes

Leia mais

Classificação. Acidente Vascular Cerebral Isquêmico(AVCI) * Ataque Isquêmico Transitório(AIT)

Classificação. Acidente Vascular Cerebral Isquêmico(AVCI) * Ataque Isquêmico Transitório(AIT) Franciglecia Lopes Definição É um déficit neurológico, geralmente focal, de instalação súbita ou com rápida evolução, sem outra causa aparente que não vascular, com duração maior que 24 horas, ou menor,

Leia mais

Faculdade Campo Limpo Paulista. Pós-Graduação Lato Sensu. Enfermagem em Cardiologia

Faculdade Campo Limpo Paulista. Pós-Graduação Lato Sensu. Enfermagem em Cardiologia 1 Faculdade Campo Limpo Paulista Pós-Graduação Lato Sensu Enfermagem em Cardiologia 2 Sumário: 1. Público Alvo...3 2. Vagas e Quantidade Mínima de Inscritos...3 3. Duração...3 4. Modalidade de Oferecimento...3

Leia mais

Status Epilepticus. Neurologia - FEPAR. Neurofepar Dr. Roberto Caron

Status Epilepticus. Neurologia - FEPAR. Neurofepar Dr. Roberto Caron Status Epilepticus Neurologia - FEPAR Neurofepar Dr. Roberto Caron Estado de Mal Epiléptico Classificação das Epilepsias Definição Status Epilepticus: Crise epiléptica com duração de pelo menos 5 minutos.

Leia mais

ESTADO DO PIAUÍ PREFEITURA MUNICIPAL DE ANGICAL DO PIAUÍ PI

ESTADO DO PIAUÍ PREFEITURA MUNICIPAL DE ANGICAL DO PIAUÍ PI ANEXO IV PROGRAMA DAS DISCIPLINAS DAS PROVAS CONTEÚDO PARA OS CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR LÍNGUA PORTUGUESA Língua Portuguesa: Compreensão e interpretação de textos de gêneros variados. Reconhecimento de

Leia mais

Plano de ensino. 1) Identificação Curso

Plano de ensino. 1) Identificação Curso Plano de ensino 1) Identificação Curso Nutrição Disciplina Fisiopatologia e Dietoterapia II Carga horária 136h Semestre letivo 1 /2012 Professores Cristina M. Bragança de Moraes (Anne y Castro) e Thiago

Leia mais

GRADE CURRICULAR DE ODONTOLOGIA INTEGRAL

GRADE CURRICULAR DE ODONTOLOGIA INTEGRAL SIGLA MULTIVIX GRADE CURRICULAR DE ODONTOLOGIA INTEGRAL 2016-1 CÓDIGO DISCIPLINAS Primeiro Período CARGA HORÁRIA SEMESTRAL ODO0002 EDUCAÇÃO EM SAÚDE 40 ODO0003 PSICOLOGIA APLICADA A SAÚDE 40 ODO0020 COMUNICAÇÃO

Leia mais

No Edital GDG 003/2015, do Processo Seletivo para Estágio de Formação,

No Edital GDG 003/2015, do Processo Seletivo para Estágio de Formação, RETIFICAÇÃO No Edital GDG 003/015, do Processo Seletivo para Estágio de Formação, Onde se lê: 5. DAS 5.1 ESPECIALIDADES CLÍNICAS - Comprovação de pré-requisito de dois anos em Clínica Médica em programa

Leia mais

ANEXO III CONDIÇÕES DE OFERTA E DE CADASTRO DO CURSO.

ANEXO III CONDIÇÕES DE OFERTA E DE CADASTRO DO CURSO. CONEP UFSJ Parecer N o 002/2016 Aprovado em 17/02/2016 ANEXO III CONDIÇÕES DE OFERTA E DE CADASTRO DO CURSO PARA A DICON Modalidade: ( X ) Educação Presencial EDP ( ) Educação à Distância EAD Nome do curso:

Leia mais

Sumário Detalhado. PARTE I Gerenciamento de riscos 21. PARTE II Patologia da lesão esportiva 177. Capítulo 4 Equipamento de proteção 116

Sumário Detalhado. PARTE I Gerenciamento de riscos 21. PARTE II Patologia da lesão esportiva 177. Capítulo 4 Equipamento de proteção 116 Sumário Detalhado PARTE I Gerenciamento de riscos 21 Capítulo 1 Técnicas de condicionamento 22 A relação entre os fisioterapeutas esportivos e os preparadores físicos 23 Princípios do condicionamento 23

Leia mais

INSUFICIÊNCIA RESPIRATÓRIA

INSUFICIÊNCIA RESPIRATÓRIA Clínica Médica e Cirúrgica I INSUFICIÊNCIA RESPIRATÓRIA João Adriano de Barros Disciplina de Pneumologia Universidade Federal do Paraná Objetivos da Aula... Importância da IRA devido a sua alta mortalidade

Leia mais

PLANO DE CURSO. CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20

PLANO DE CURSO. CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: ENFERMAGEM EM ONCOLOGIA Código: ENF- 218 Pré-requisito: Nenhum Período Letivo:

Leia mais

CURSO DE CAPACITAÇÃO DE ODONTOLOGIA HOSPITALAR COM ÊNFASE EM UTI teórico e prático 420 horas

CURSO DE CAPACITAÇÃO DE ODONTOLOGIA HOSPITALAR COM ÊNFASE EM UTI teórico e prático 420 horas CURSO DE CAPACITAÇÃO DE ODONTOLOGIA HOSPITALAR COM ÊNFASE EM UTI teórico e prático 420 horas www.ibroi.com.br INÍCIO 17 DE SETEMBRO FONE 42491187 OBJETIVO DO CURSO: Capacitação, ao CD interessado nesta

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO E MARKETING ESPORTIVO Pres Ed. Física ALIMENTOS FUNCIONAIS E NUTRIGENÔMICA: IMPLICAÇÕES PRÁTICAS NA NUTRIÇÃO CLÍNICA E ESPORTIVA

ADMINISTRAÇÃO E MARKETING ESPORTIVO Pres Ed. Física ALIMENTOS FUNCIONAIS E NUTRIGENÔMICA: IMPLICAÇÕES PRÁTICAS NA NUTRIÇÃO CLÍNICA E ESPORTIVA Curso Modalida de Área ADMINISTRAÇÃO E MARKETING ESPORTIVO Pres Ed. Física ALIMENTOS FUNCIONAIS E NUTRIGENÔMICA: IMPLICAÇÕES PRÁTICAS NA NUTRIÇÃO CLÍNICA E ESPORTIVA Pres Nutrição ANÁLISES E PROJETOS DE

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR Curso Medicina Epidemiologia Geral 4 40

MATRIZ CURRICULAR Curso Medicina Epidemiologia Geral 4 40 MATRIZ CURRICULAR Curso Medicina 2012 Semestres Área Temática Módulo Sem CH CH Semestre Introdução ao Estudo da Medicina Ética da vida e da liberdade Introdução ao Estudo Semestre 1 da Medicina Introdução

Leia mais

P L A N O D E E N S I N O

P L A N O D E E N S I N O UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CCS ODT - CURSO DE GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA P L A N O D E E N S I N O DADOS DE IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA Semestre: 2011/2 Nome da disciplina ODT 7001 ODONTOLOGIA

Leia mais

TABELA DE HONORÁRIO AMBULATORIAL ANEXO 11.2 EDITAL 0057/2013

TABELA DE HONORÁRIO AMBULATORIAL ANEXO 11.2 EDITAL 0057/2013 TABELA DE HONORÁRIO AMBULATORIAL ANEXO 11.2 EDITAL 0057/2013 Honorário de Psicologia 1010111 8 Sessao de Psicoterapia / Psicologo - (12 ou ate 40 por ano se cumprir diretriz de utilização definida pelo

Leia mais

Programa para Seleção Clínica Cirúrgica e Obstetrícia de Pequenos Animais

Programa para Seleção Clínica Cirúrgica e Obstetrícia de Pequenos Animais Programa para Seleção Clínica Cirúrgica e Obstetrícia de Pequenos Animais - Princípios cirúrgicos básicos: assepsia/antissepsia; pré, trans e pós-operatório; instrumentação cirúrgica; fundamentos em esterilização

Leia mais

AVALIAÇÃO BIOQUÍMICA NO IDOSO

AVALIAÇÃO BIOQUÍMICA NO IDOSO C E N T R O U N I V E R S I T Á R I O C AT Ó L I C O S A L E S I A N O A U X I L I U M C U R S O D E N U T R I Ç Ã O - T U R M A 6 º T E R M O D I S C I P L I N A : N U T R I Ç Ã O E M G E R I AT R I A

Leia mais

ESCLEROSE MÚLTIPLA. Prof. Fernando Ramos Gonçalves

ESCLEROSE MÚLTIPLA. Prof. Fernando Ramos Gonçalves ESCLEROSE MÚLTIPLA Prof. Fernando Ramos Gonçalves Unidade anatômica e funcional do SNC ESCLEROSE MÚLTIPLA Sinonímia: Esclerose em placas Esclerose insular Esclerose disseminada Conceito É uma doença crônica,

Leia mais

PLANO DE CURSO. CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20

PLANO DE CURSO. CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: ENFERMAGEM EM ONCOLOGIA Código: ENF- 218 Pré-requisito: Nenhum Período Letivo:

Leia mais

ANEXO II - PROGRAMAS DA PROVA ESCRITA. Enfermagem (todas as especialidades) GRUPO. CIRURGIA e TRAUMATOLOGIA BUCO MAXILO FACIAL

ANEXO II - PROGRAMAS DA PROVA ESCRITA. Enfermagem (todas as especialidades) GRUPO. CIRURGIA e TRAUMATOLOGIA BUCO MAXILO FACIAL ONDE SE LÊ: ANEXO II - PROGRAMAS DA PROVA ESCRITA ENFERMAGEM PROGRAMA DA PROVA Enfermagem (todas as especialidades) 1-Fundamentos da Enfermagem. 2-Enfermagem em Saúde Mental. 3-Enfermagem em Saúde Pública.

Leia mais

Emergências Médicas I

Emergências Médicas I Emergências Médicas I Objetivos: Proporcionar aos participantes conhecimentos e habilidades que os capacitem a: 1. Definir Urgências Médica e Clínica; 2. Definir Infarto Agudo do Miocárdio, citar os sinais

Leia mais

Acidente Vascular Cerebral. Prof. Gustavo Emídio dos Santos

Acidente Vascular Cerebral. Prof. Gustavo Emídio dos Santos Acidente Vascular Cerebral Prof. Gustavo Emídio dos Santos Qual a melhor nomenclatura? Acidente Vascular Cerebral ou Acidente Vascular Encefálico? AVC Grupo de doenças com início abrupto que provocam danos

Leia mais

Anexo III. Alterações às secções relevantes do resumo das características do medicamento e folheto informativo

Anexo III. Alterações às secções relevantes do resumo das características do medicamento e folheto informativo Anexo III Alterações às secções relevantes do resumo das características do medicamento e folheto informativo Nota: Este Resumo das Características do Medicamento, rotulagem e folheto informativo é o resultado

Leia mais

ANEXO III PONTOS PARA PROVA ESCRITA E DIDÁTICA

ANEXO III PONTOS PARA PROVA ESCRITA E DIDÁTICA MORFOLOGIA / ANATOMIA HUMANA (QUADRO 1) 4. Bases da Anatomia Humana: nomenclatura e planos anatômicos 5. Anatomia macroscópica dos sistemas aplicada à clínica 6. Correlações anatômicas entre as vísceras

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PÚBLICO SIMPLIFICADO/2.013 ANEXO III CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

PROCESSO SELETIVO PÚBLICO SIMPLIFICADO/2.013 ANEXO III CONTEÚDO PROGRAMÁTICO PROCESSO SELETIVO PÚBLICO SIMPLIFICADO/2.013 ANEXO III CONTEÚDO PROGRAMÁTICO CÓDIGO FUNÇÃO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 001 TNS ENFERMEIRO DO PSF EM SAÚDE PÚBLICA: 1. Organização dos Serviços de Saúde no Brasil

Leia mais

Licenciada em Medicina y Cirurgía pela Universidade de Santiago de Compostela (USC)

Licenciada em Medicina y Cirurgía pela Universidade de Santiago de Compostela (USC) Pilar Barral, Dr.ª Formação Académica Licenciada em Medicina y Cirurgía pela Universidade de Santiago de Compostela (USC) Formação Especializada 2010: Médico especialista em Medicina Interna. Experiência

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina EFG370 Enfermagem na Saúde da Criança e do Adolescente

Programa Analítico de Disciplina EFG370 Enfermagem na Saúde da Criança e do Adolescente Programa Analítico de Disciplina Departamento de Medicina e Enfermagem - Centro de Ciências Biológicas e da Saúde Número de créditos: Teóricas Práticas Total Duração em semanas: 15 Carga horária semanal

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul CLASSIFICADOS PARA SEGUNDA FASE POR NÚMERO DE INSCRIÇÃO 1- ACESSO DIRETO Anestesiologia 107432 107463 107594 107643 107756 107927 107935 108135 108404 108533 108550 108571 108582 Cirurgia Geral 107377

Leia mais

URGÊNCIA E EMERGÊNCIA. Prof. Adélia Dalva

URGÊNCIA E EMERGÊNCIA. Prof. Adélia Dalva URGÊNCIA E EMERGÊNCIA Prof. Adélia Dalva 1. O tratamento emergencial da hipovolemia grave, em uma unidade de pronto atendimento, causada por choque hemorrágico, compreende as seguintes condutas terapêuticas,

Leia mais

CURSO DE AUXILIAR DE ACÇÃO MÉDICA / ASSISTENTE OPERACIONAL

CURSO DE AUXILIAR DE ACÇÃO MÉDICA / ASSISTENTE OPERACIONAL CURSO DE AUXILIAR DE ACÇÃO MÉDICA / ASSISTENTE OPERACIONAL O amor á profissão pode torná-lo um bom profissional, mas só um diploma pode formar um profissional completo 1. OBJECTIVOS GERAIS O curso Profissional

Leia mais

Tromboembolismo Pulmonar. Fernanda Queiroz

Tromboembolismo Pulmonar. Fernanda Queiroz Tromboembolismo Pulmonar Fernanda Queiroz EMBOLIA PULMONAR DEFINIÇÃO: É a obstrução de vasos da circulação arterial pulmonar causada pela impactação de particulas cujo diâmetro seja maior do que o do vaso

Leia mais

PROGRAMAS DAS PROVAS NÍVEL E

PROGRAMAS DAS PROVAS NÍVEL E PARA TODOS OS CARGOS: PORTUGUÊS: 1. Compreensão de textos informativos e argumentativos e de textos de ordem prática (ordens de serviço, instruções, cartas e ofícios). 2. Domínio da norma do português

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO MATRIZ CURRICULAR Curso: Graduação: Regime: Duração: Integralização: ENFERMAGEM BACHARELADO SERIADO ANUAL - NOTURNO 4 (QUATRO) ANOS LETIVOS A) TEMPO TOTAL - MÍNIMO = 04 (QUATRO) ANOS LETIVOS - MÁXIMO =

Leia mais

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA PROGRAMA DE DISCIPLINA CURSO: EDUCAÇÃO FÍSICA DISCIPLINA: FISIOLOGIA DO ESFORÇO

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA PROGRAMA DE DISCIPLINA CURSO: EDUCAÇÃO FÍSICA DISCIPLINA: FISIOLOGIA DO ESFORÇO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA PROGRAMA DE DISCIPLINA CURSO: EDUCAÇÃO FÍSICA CÓDIGO: EDFFIE DISCIPLINA: FISIOLOGIA DO ESFORÇO PRÉ - REQUISITO: FISIOLOGIA GERAL CARGA HORÁRIA: 80 CRÉDITOS: 04

Leia mais