VITRINI SAÚDE E BELEZA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "VITRINI SAÚDE E BELEZA"

Transcrição

1 VITRINI_SAUDE_FINAL.pmd 1 17/06/2011, 21:11

2 Foto/Divulgação 14 VITRINI SAÚDE E BELEZA VITRINI_SAUDE_FINAL.pmd 14

3 ENTREVISTA Bate-papo com Laura Müller Ela conversa sobre sexo e temas tabus ligados à sexualidade com muita desenvoltura e naturalidade e com isso tem realizado um importante trabalho de conscientização. Simpática e com um jeito tranquilo e cativante, a jornalista, psicóloga social e educadora sexual Laura Müller falou com a redação da Vitrini Saúde & Beleza sobre o seu trabalho e sobre a questão da sexualidade nos dias atuais. Com uma agenda lotada, a conversa aconteceu via telefone, entre o trajeto do seu consultório até os estúdios do programa Altas Horas, na Rede Globo, onde Laura possui o quadro Sexo com Laura Müller. Além da participação no Programa de Serginho Groisman, ela escreve sobre o tema para seu site (www.lauramuller.com.br); para a Coluna Sexo Sem Segredo do Jornal Agora, do grupo Folha; para a Coluna quinzenal Sexo sem Neuras do site igirl, do Portal ig; e para a coluna Sexo da revista Dia a Dia, do Jornal Diário do Grande ABC. Já tem três livros lançados e está na produção do quarto; realiza palestras em todo Brasil, para diferentes públicos; e ainda a- tende em seu consultório onde atua como psicóloga clínica. Confira agora nosso bate-papo com Laura Müller. Revista Vitrini Saúde & Beleza (VSB). A sua primeira formação é como comunicadora social. Como a educação sexual entrou em sua vida? Laura Müller (LM) - O que aconteceu na minha história foi que eu me formei em 90/91 em Comunicação Social - Jornalismo - e comecei a trabalhar na empresa Folha da Manhã nos Jornais Folha de São Paulo e depois Folha da Tarde. Trabalhei lá por alguns anos - 5 ou 6 anos - como jornalista e resolvi mudar de área no jornalismo. Fui, então, ser editora de sexualidade da Revista Cláudia (Editora Abril). Foi aí que as coisas mudaram e acabei me voltando para esta área da psicologia. Aconteceu assim: eu achava que para editar as matérias e escrever sobre sexualidade era necessário eu ter um pouco mais de conhecimento teórico sobre o assunto. Então, fui fazer uma pósgraduação em Educação Sexual. Esta pós-graduação era só para me ajudar com as matérias da Cláudia, mas eu comecei a gostar muito de trabalhar com este conteúdo e comecei a dar palestras. Dei muitas palestras em escolas, empresas e lancei meu primeiro livro (hoje já estou no terceiro). Dando palestras, as pessoas começaram a me pedir se eu não poderia atendê-las no consultório, principalmente o público adulto. Nesta época, eu tinha uma especialização que me habilitava a falar em público sobre educação sexual, mas não a atender em consultório; aí eu resolvi fazer psicologia, para aprofundar um pouco mais meus estudos e para poder atender essa demanda. Quando acabei o curso de psicologia, me apaixonei totalmente por esta área; e hoje, na verdade, eu faço quase que uma integração: eu atendo no consultório, tanto a psicologia geral como a especialidade em sexualidade; e continuo escrevendo. VSB - Como jornalista, a sua atuação em diferentes mídias faz parte do seu histórico. Como você vê o papel do comunicador social e principalmente o seu papel na VITRINI SAÚDE E BELEZA 15 VITRINI_SAUDE_FINAL.pmd 15

4 Hoje, a gente tem toda uma mudança nos costumes; as pessoas têm um repertório sexual muito mais amplo e ao mesmo tempo se interessam muito mais pelos assuntos em torno da sexualidade ENTREVISTA poderoso. Enfim, hoje eu não trabalho como jornalista; mas eu acabo trabalhando muito com mídia porque acredito nesse poder da gente fazer um trabalho de qualidade via os meios de comunicação. E tem também todo o outro lado, o da psicologia, em que trabalho atendendo em consultório e fazendo ações de educação sexual: as palestras, na TV esclarecendo dúvidas, os livros. O que aconteceu foi que eu acabei integrando um pouco as minhas possibilidades com as minhas formações. VSB - Há tantos anos trabalhando as questões da sexualidade, como você avalia hoje a receptividade da população brasileira para debater sobre sexo? Acredita que hoje a abertura é maior? LM - Hoje o público é muito mais aberto a debater o sexo. O cenário que a gente tem hoje é de uma população de homens e mulheres - adolescentes, adultos ou na Terceira Idade muito interessada neste conteúdo, nos temas da sexualidade. Interessada em saber mais... em saber sobre doenças sexualmente transmissíveis (DST), saber sobre gravidez (como evitar, como lidar...) e saber também sobre a prática da sexualidade como um todo: o sexo, o afeto envolvido e todo o prazer. Hoje as pessoas estão mais abertas, sim. É bem diferente de décadas atrás ou da época das nossas avós, em que era feio a mulher sentir prazer; em que algumas práticas sexuais como o sexo anal e o sexo oral eram consideradas erradas e que a mulher direita ou o casal direito não deveriam ter. Hoje, a gente tem toda uma mudança nos costumes sexuais; as pessoas têm um repertório sexual muito mais amplo e ao mesmo tempo se interessam muito mais pelos assuntos em torno da sexualidade. Foto/Divulgação construção de uma sociedade mais consciente? LM - Eu acredito que o papel da mídia é fundamental nas questões sociais. A mídia é uma formadora de opinião e pode levar uma informação de grande qualidade para a população. Eu acredito que a mídia é um espaço excelente para você fazer educação sexual para toda população, nos mais variados segmentos; nas mais variadas áreas. Ela é um espaço 16 A educadora sexual tira dúvidas dos participantes do programa ALTAS HORAS, da Rede Globo, onde tem o quadro Sexo com Laura Müller VITRINI SAÚDE E BELEZA VITRINI_SAUDE_FINAL.pmd 16

5 Mas, mesmo com toda essa evolução, o sexo ainda é um assunto tabu; a gente ainda tem muito mito em torno desses temas; e existe preconceito. VSB - E quais são os maiores tabus com relação ao assunto sexo com os quais você se depara na sua atividade em palestras, programas de TV etc.? LM - Tem-se uma série de questões com relação a como lidar com a própria sexualidade. Talvez, o principal tabu seja que existe toda uma população buscando muito saber como fazer ou se adaptar ao sexo, como se a prática tivesse alguma obrigatoriedade. Então, por e- xemplo, a gente tem aí uma obrigatoriedade do orgasmo feminino: como a décadas atrás as nossas avós não podiam ter orgasmo, hoje as mulheres têm que ter orgasmo. E isso é complicado. Na verdade essa questão de extremos não é saudável: do antes não pode e depois pula para o outro extremo tem que ter. Na sexualidade masculina, temos a questão do pensamento de que o homem tem que ter um pênis enorme, que senão ele não vai ser tão bom de cama; a questão de que todas as vezes que a mulher quiser sexo ou que ele tiver oportunidade, ele tem que comparecer. Esses são mitos da nossa cultura sexual. Se você for pensar, todo mundo é ser humano, todo mundo falha. Cada pessoa tem seu ritmo; e esses ritmos e esses jeitos de ser precisam ser respeitados. VSB - Apesar do grande número de informações disponíveis e de campanhas de conscientização como as da importância do uso da camisinha, o índice de transmissão de DST ainda é preocupante. A que você acha que se deve atribuir esse panorama? LM - O que acontece é que a gente tem muita informação, sim; mas, como a gente estava dizendo, o sexo ainda é um assunto tabu e muitos não se previnem, não usam A gente tem aí 1/3, quase 2/3 da população que em alguns momentos usa camisinha; mas não é a totalidade da população. A gente deveria usar a camisinha desde a primeira transa, no sexo oral, no sexo anal e na penetração vaginal (nas três práticas sexuais); o que não acontece. Muita gente pensa Ah, a doença não vai me pegar ; enfim, acredita que as doenças não vão acontecer. Às vezes a pessoa acredita também que porque a outra pessoa tem uma aparência saudável, enfim, é bonita, que ela não tem nenhum vírus; e não é assim que se deve pensar. Esses vírus são, muitas vezes, silenciosos; e a gente tem que usar O sexo ainda é um assunto tabu e muitos não se previnem, não usam (...) a gente tem que usar camisinha ENTREVISTA Talvez a gente possa entrar ainda na questão do tabu, como a gente estava falando na questão anterior: um dos tabus da nossa cultura ainda é essa dificuldade e toda essa questão em torno da VSB - Quais são as dúvidas sexuais mais comuns? Qual o público que mais a procura? LM - Hoje o público está meioa-meio: tem mulheres e homens interessados na questão da sexualidade. As questões mais perguntadas pelas mulheres têm a ver com o orgasmo: como ela faz para sentir orgasmo, para não sentir dor durante a penetração, para o sexo ser mais prazeroso. No público masculino, os homens se preocupam muito com o pênis, com o tamanho que tem e com a ereção (se falha uma vez isso vira uma grande angústia e aí você sempre precisa dizer que de vez em quando isso é natural). Na área masculina as questões ficam muito em torno da ereção e da ejaculação. Já a situação do adolescente tem questões mais típicas da primeira vez: as meninas, se na primeira vez vai doer, se vai sangrar, o que precisa fazer, como que ela faz para evitar a gravidez e também doenças; e os meninos também estão preocupados com a sua primeira vez: como que é, como ele faz pra agradar a menina, o que vai acontecer, como é essa história toda de prazer. Em geral as questões giram em torno dessas temáticas e aí a gente sai de novo em três grandes eixos, que eu tento sempre trabalhar nas palestras e dizer que são centrais: 1) eixo do afeto e do prazer, da prática sexual em si; 2) eixo das doenças sexualmente transmissíveis, como evitá-las e como lidar com elas, e; 3) eixo da gravidez fora de hora, como evitá-la e como lidar com ela. VITRINI SAÚDE E BELEZA 17 VITRINI_SAUDE_FINAL.pmd 17

O estirão Nos meninos, ocorre entre 14 e 16 anos. Nas meninas entre 11 e 12 anos. É a fase que mais se cresce.

O estirão Nos meninos, ocorre entre 14 e 16 anos. Nas meninas entre 11 e 12 anos. É a fase que mais se cresce. A sexualidade no ser humano atravessa um longo desenvolvimento e tem início na adolescência. Cada pessoa tem seu desenvolvimento. No menino a puberdade se inicia com a primeira ejaculação ou polução e

Leia mais

Projeto Atitude para Curtir a Vida e a importância da educação sexual no ensino fundamental

Projeto Atitude para Curtir a Vida e a importância da educação sexual no ensino fundamental Projeto Atitude para Curtir a Vida e a importância da educação sexual no ensino fundamental GONCALVES, Rayane Araújo¹ ;CARNEIRO, Danielle Suzainny dos Reis Castro ²; LISBOA,Iara Alves 1 Universidade de

Leia mais

COMO TER SUA ESPOSA DE VOLTA

COMO TER SUA ESPOSA DE VOLTA COMO TER SUA ESPOSA DE VOLTA Trechos selecionados do livro Estratégias poderosas para fazê-la voltar para você. www.salveseucasamento.com.br Mark Love E-book gratuito Esse e-book gratuito é composto de

Leia mais

ENTREVISTA A POLIVALENTE LAURA MULLER ESBANJA SIMPATIA EM FOCO MARCELO MUSSI - CURITIBANO BOM DE PRATO

ENTREVISTA A POLIVALENTE LAURA MULLER ESBANJA SIMPATIA EM FOCO MARCELO MUSSI - CURITIBANO BOM DE PRATO ENTREVISTA A POLIVALENTE LAURA MULLER ESBANJA SIMPATIA EM FOCO MARCELO MUSSI - CURITIBANO BOM DE PRATO REDES SOCIAIS COMO FAZER SUA EMPRESA APARECER NA WEB LÍNGUAS ESTRANGEIRAS SÓ FALAR INGLÊS FICOU PARA

Leia mais

Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 9.610, de É proibida a reprodução total ou parcial sem a expressa anuência da editora.

Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 9.610, de É proibida a reprodução total ou parcial sem a expressa anuência da editora. Copyright 2016 Laura Andreia Moreira Muller Copyright 2016 LeYa Editora Ltda. Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 9.610, de 19.2.1998. É proibida a reprodução total ou parcial sem a expressa

Leia mais

Dicas Crie um estilo pessoal

Dicas Crie um estilo pessoal Introdução Esse mini ebook foi feito especialmente para você que deseja conquistar lindas mulheres. Nas próximas páginas será compartilhado dicas práticas para que você conquiste mulheres de forma mais

Leia mais

Como Aumentar o Seu Desempenho Sexual

Como Aumentar o Seu Desempenho Sexual Como Aumentar o Seu Desempenho Sexual Muito além do prazer Dicas de como dar prazer a uma mulher na cama!!! No auge da paixão na cama, ela curva as costas e solta um gemido gritante que ecoa pelo quarto

Leia mais

Foto UNICEF/Brasil/Claudio Versiani

Foto UNICEF/Brasil/Claudio Versiani Foto UNICEF/Brasil/Claudio Versiani O Kit contém: Guia do Professor; Mini CD com o questionário eletrônico; DVD com VT da MTV; Árvore do Prazer; Questionário de vulnerabilidade ao HIV. OBJETIVO DO KIT

Leia mais

Suelen e Sua História

Suelen e Sua História Suelen e Sua História Nasci em Mogi da Cruzes, no maternidade Santa Casa de Misericórdia no dia 23 de outubro de 1992 às 18 horas. Quando eu tinha 3 anos de idade fui adotada pela tia da minha irmã, foi

Leia mais

Ao longo deste ano, fizeram-me muitas perguntas sobre temas variados relacionados com a sexualidade, perguntas essas feitas em diferentes contextos,

Ao longo deste ano, fizeram-me muitas perguntas sobre temas variados relacionados com a sexualidade, perguntas essas feitas em diferentes contextos, INTRODUÇÃO Falemos de Sexo sem Tabus, de uma forma simples, directa e de fácil compreensão, a todos os portugueses, homens e mulheres, curiosos e interessados em melhorar a sua sexualidade. Falar sobre

Leia mais

Os Principais Tipos de Objeções

Os Principais Tipos de Objeções Os Principais Tipos de Objeções Eu não sou como você" Você tem razão, eu não estou procurando por pessoas que sejam como eu. Sou boa no que faço porque gosto de mim como eu sou. Você vai ser boa no que

Leia mais

M U L H E R E S D O B R A S I L. Setembro2015

M U L H E R E S D O B R A S I L. Setembro2015 M U L H E R E S D O B R A S I L Setembro2015 COMITÊ SOCIAL A Voz das Mulheres Palestra Andrea Chamma Cristina Schulman Maria Elisa Curcio Inegociáveis Não advogamos em causa própria; Todo o trabalho deve

Leia mais

M U L H E R E S D O B R A S I L

M U L H E R E S D O B R A S I L M U L H E R E S D O B R A S I L 2016 COMITÊ SOCIAL Vozes das Mulheres Palestras Andrea Chamma Cristina Schulman Inegociáveis Não advogamos em causa própria; Todo o trabalho deve ser coordenado nas ações

Leia mais

Você já ouviu a história de uma tal "garota legal"? Bem, se não, deixeme contar uma história:

Você já ouviu a história de uma tal garota legal? Bem, se não, deixeme contar uma história: Você já ouviu a história de uma tal "garota legal"? Bem, se não, deixeme contar uma história: Uma garota legal é alguém que se dedica de alma e coração em um relacionamento. Ela é alguém que poderia esperar

Leia mais

Você Gostaria que Pessoalmente Eu Te Ajudasse a Dobrar, Triplicar ou Talvez Quadruplicar Suas Vendas, Sem te cobrar nada por isso?

Você Gostaria que Pessoalmente Eu Te Ajudasse a Dobrar, Triplicar ou Talvez Quadruplicar Suas Vendas, Sem te cobrar nada por isso? Você Gostaria que Pessoalmente Eu Te Ajudasse a Dobrar, Triplicar ou Talvez Quadruplicar Suas Vendas, Sem te cobrar nada por isso? Do escritório de Natanael Oliveira São Caetano do Sul São Paulo Julho

Leia mais

CONVERSANDO SOBRE SEXO - EDUCAÇÃO SEXUAL PARA ADOLESCENTES DE ENSINO FUNDAMENTAL

CONVERSANDO SOBRE SEXO - EDUCAÇÃO SEXUAL PARA ADOLESCENTES DE ENSINO FUNDAMENTAL CONVERSANDO SOBRE SEXO - EDUCAÇÃO SEXUAL PARA ADOLESCENTES DE ENSINO FUNDAMENTAL Andrea da Silva Santos (1) ; Flaviany Aparecida Piccoli Fontoura (2) ; Discente do Curso de Enfermagem da UEMS, Unidade

Leia mais

Identificação. ML01 Duração da entrevista 21:39 Data da entrevista Ano de nascimento (Idade) 1953 (59) Local de nascimento/residência

Identificação. ML01 Duração da entrevista 21:39 Data da entrevista Ano de nascimento (Idade) 1953 (59) Local de nascimento/residência 1 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 Identificação ML01 Duração da entrevista 21:39 Data da entrevista 4-8-2012 Ano de nascimento (Idade) 1953 (59) Local de nascimento/residência

Leia mais

Relacionamento Abusivo

Relacionamento Abusivo CARLA EGÍDIO LEMOS PSICÓLOGA Relacionamento Abusivo Relacionamento Abusivo Quando ouvimos falar de Relacionamento Abusivo geralmente nos lembramos da relação amorosa em que a mulher é sempre a vítima,

Leia mais

A primeira vez. nem o primeiro dia de aula, o primeiro beijo.

A primeira vez. nem o primeiro dia de aula, o primeiro beijo. a primeira vez 79 A primeira vez iniciação sexual masculina e feminina nem o primeiro dia de aula, o primeiro beijo. O primeiro sutiã ninguém esquece, o primeiro namoro, E a primeira transa? Na TV, tudo

Leia mais

MÃE, QUANDO EU CRESCER...

MÃE, QUANDO EU CRESCER... MÃE, QUANDO EU CRESCER... Dedico este livro a todas as pessoas que admiram e valorizam a delicadeza das crianças! Me chamo Carol, mas prefiro que me chamem de Cacau, além de ser um apelido que acho carinhoso,

Leia mais

AIDS e HPV Cuide-se e previna-se!

AIDS e HPV Cuide-se e previna-se! AIDS e HPV Cuide-se e previna-se! O que é AIDS? Existem várias doenças que são transmissíveis através das relações sexuais e por isso são chamadas DSTs (doenças sexualmente transmissíveis). As mais conhecidas

Leia mais

OLÁ, Como Tudo Começou?

OLÁ, Como Tudo Começou? 1 2 OLÁ, Eu sou a Katia. Eu fico muito feliz, muito feliz mesmo porque você baixou esse ebook. Isso significa que no ano de 2017 você quer mudar de vida, quer transformar a sua vida, é um prazer imenso

Leia mais

SEXUALIDADE - definição

SEXUALIDADE - definição A sexualidade SEXUALIDADE - definição É uma energia que nos motiva a procurar o amor, contacto, ternura, intimidade; que se integra no modo como nos sentimos, movemos, tocamos, e somos tocados; é ser-se

Leia mais

MÓDULO SOMBRAS E PROJEÇÕES

MÓDULO SOMBRAS E PROJEÇÕES 5 MÓDULO SOMBRAS E PROJEÇÕES RELEMBRANDO... Sombra é tudo que nós não nos permitimos ser. Tudo que de alguma forma você renega dentro de você ou se limita. A projeção é uma transferência involuntária da

Leia mais

Apresentação. Prof. Michel Seraphim. Licenciado e Bacharel em Educação Física pela FKB. Gestor da Academia Saúde e Movimento. Personal Trainer.

Apresentação. Prof. Michel Seraphim. Licenciado e Bacharel em Educação Física pela FKB. Gestor da Academia Saúde e Movimento. Personal Trainer. Apresentação Prof. Michel Seraphim Licenciado e Bacharel em Educação Física pela FKB. Gestor da Academia Saúde e Movimento. Personal Trainer. Especialidade: Emagrecimento Reabilitação em dores musculares

Leia mais

Actividades. portefólio( )

Actividades. portefólio( ) Categoria Sub-categoria Unidades de registo Ent. Actividades Com os profissionais: Com a profissional, ela orientou-nos sobre todo o processo( ) A3 -Explicação do processo de rvcc A primeira sessão foi

Leia mais

E X P E D I E N T E. GIV Grupo de Incentivo à Vida Rua Capitão Cavalcanti, 145 Vila Mariana São Paulo Fone: 5084-0255 giv@giv.org.br www.giv.org.

E X P E D I E N T E. GIV Grupo de Incentivo à Vida Rua Capitão Cavalcanti, 145 Vila Mariana São Paulo Fone: 5084-0255 giv@giv.org.br www.giv.org. 1 2 E X P E D I E N T E GIV Grupo de Incentivo à Vida Rua Capitão Cavalcanti, 145 Vila Mariana São Paulo Fone: 5084-0255 giv@giv.org.br www.giv.org.br Diretoria: Gilvane Casimiro Edson Arata Luiz Donizete

Leia mais

Transcrição de Entrevista nº 10

Transcrição de Entrevista nº 10 Transcrição de Entrevista nº 10 E Entrevistador E10 Entrevistado 10 Sexo Feminino Idade 31 anos Área de Formação Engenharia Informática E - Acredita que a educação de uma criança é diferente perante o

Leia mais

Contracepção de Emergência entre Estudantes de Ensino Médio e Público do Município de S. Paulo

Contracepção de Emergência entre Estudantes de Ensino Médio e Público do Município de S. Paulo Contracepção de Emergência entre Estudantes de Ensino Médio e Público do Município de S. Paulo Regina Figueiredo Instituto de Saúde SES/SP reginafigueiredo@uol.com.br Equipe de Pesquisa: Regina Figueiredo,

Leia mais

Métodos anticoncepcionais

Métodos anticoncepcionais Métodos anticoncepcionais Métodos Anticoncepcionais Na sociedade atual, o planejamento familiar é muito importante para a qualidade de vida, pois só assim para garantir um futuro digno para os descendentes.

Leia mais

Roteiro de estudos 1º trimestre. Ciências. Orientação de estudos

Roteiro de estudos 1º trimestre. Ciências. Orientação de estudos Roteiro de estudos 1º trimestre. Ciências O roteiro foi montado especialmente para reforçar os conceitos dados em aula. Com os exercícios você deve fixar os seus conhecimentos e encontrar dificuldades

Leia mais

Consultoria Técnica: Keypoint, Consultoria Científica, Lda. Operacionalização do estudo: Lénia Nogueira Relatório Estatístico: Ana Macedo

Consultoria Técnica: Keypoint, Consultoria Científica, Lda. Operacionalização do estudo: Lénia Nogueira Relatório Estatístico: Ana Macedo 2015 Consultoria Técnica: Keypoint, Consultoria Científica, Lda. Operacionalização do estudo: Lénia Nogueira Relatório Estatístico: Ana Macedo 2015 Avaliação das práticas contracetivas das mulheres em

Leia mais

ANTES NUNCA, DO QUE TARDE DEMAIS! Obra Teatral de Carlos José Soares

ANTES NUNCA, DO QUE TARDE DEMAIS! Obra Teatral de Carlos José Soares AN O ANTES NUNCA, DO QUE TARDE DEMAIS! Obra Teatral de Carlos José Soares o Literária ata Soares OC. ento Social. Dois casais discutem a vida conjugal, sofrendo a influências mútuas. Os temas casamento,

Leia mais

A Editora CARAS. *Fonte: IVC de Ipsos Marplan (Consolidado 2015) - 12 mercados

A Editora CARAS. *Fonte: IVC de Ipsos Marplan (Consolidado 2015) - 12 mercados A Editora CARAS Lançada em 1993, CARAS é a maior revista de entretenimento da América Latina. Com qualidade gráfica e jornalismo fotográfico incomparável, a revista foi pioneira em criar eventos com sua

Leia mais

SEXUALIDADE: DESATANDO OS NÓS NA ADOLESCÊNCIA

SEXUALIDADE: DESATANDO OS NÓS NA ADOLESCÊNCIA SEXUALIDADE: DESATANDO OS NÓS NA ADOLESCÊNCIA Por Marcos Ribeiro* Um pouco dessa história começa por volta dos 10/12 anos, quando meninos e meninas começam a sofrer as primeiras transformações físicas,

Leia mais

CONTATOS E AGENDAMENTOS. Como fazer contatos e agendar corretamente em cada situação para lotar sua agenda sempre e BOMBAR seu negócio

CONTATOS E AGENDAMENTOS. Como fazer contatos e agendar corretamente em cada situação para lotar sua agenda sempre e BOMBAR seu negócio CONTATOS E AGENDAMENTOS Como fazer contatos e agendar corretamente em cada situação para lotar sua agenda sempre e BOMBAR seu negócio Agendamento para o Inicio Perfeito das novas consultoras IP: Primeiro

Leia mais

Capítulo 16 Intimidade Sexual

Capítulo 16 Intimidade Sexual Capítulo 16 Intimidade Sexual Você sabia? Muitas pessoas que sofreram algum evento cardíaco têm medo de voltar a fazer sexo ou preocupações a esse respeito. Sentir medo ou preocupação é uma forma de o

Leia mais

IMPRENSA. Tudo sobre o. A Imprensa. Antonio Carlos Drummond ENTREVISTA

IMPRENSA. Tudo sobre o. A Imprensa. Antonio Carlos Drummond ENTREVISTA IMPRENSA INTERNACIONAL Tudo sobre o bate-boca entre Rather e Bush ESPECIA L A Imprensa mineira co m caixa alto ENTREVISTA Antonio Carlos Drummond Esta é a foto que "roubei" no Emílio Ribas e que não foi

Leia mais

Sexualidade e autismo Parte 2. Fonseca e Ciola, 2015 INFOCO FENAPAES

Sexualidade e autismo Parte 2. Fonseca e Ciola, 2015 INFOCO FENAPAES Sexualidade e autismo Parte 2 Maria Elisa Granchi Fonseca Juliana de Cássia Baptistela Ciola Ensine conceitos Atividades de seleção e histórias sociais Material confeccionado pela equipe do CEDAP Ensine

Leia mais

1 COMO RENOVAR SEU GUARDA ROUPA SEM GASTAR R$1

1 COMO RENOVAR SEU GUARDA ROUPA SEM GASTAR R$1 1 COMO RENOVAR SEU GUARDA ROUPA SEM GASTAR R$1. 2 COMO RENOVAR SEU GUARDA ROUPA SEM GASTAR R$1 3 COMO RENOVAR SEU GUARDA ROUPA SEM GASTAR R$1 Prefácio São Paulo passa (ou será volta?), a contar com uma

Leia mais

10 DICAS PARA AUMENTAR SEU INÍCIOS!!!

10 DICAS PARA AUMENTAR SEU INÍCIOS!!! 10 DICAS PARA AUMENTAR SEU INÍCIOS!!! Internamente usamos a expressão entrevista de início. Não use esta expressão com as potenciais iniciadas, porque elas não sabem o que é isso!! Para suas potenciais

Leia mais

Larissa S. de Almeida Ligia M. F. Linares Jorge H. A. Cremonine Marcelo A. da Silva. PROJETO: ORIENTAÇÃO E PREVENÇÃO DAS DST s

Larissa S. de Almeida Ligia M. F. Linares Jorge H. A. Cremonine Marcelo A. da Silva. PROJETO: ORIENTAÇÃO E PREVENÇÃO DAS DST s Larissa S. de Almeida Ligia M. F. Linares Jorge H. A. Cremonine Marcelo A. da Silva PROJETO: ORIENTAÇÃO E PREVENÇÃO DAS DST s Publico Alvo. E.E. Prof. Durvalino Grion Adamantina Terceiro ano do Ensino

Leia mais

Desde a sua construção, há cinco anos. O lar funciona há 4 anos. 1. Sou Vice-Provedor. Conforme os projectos, a minha intervenção varia.

Desde a sua construção, há cinco anos. O lar funciona há 4 anos. 1. Sou Vice-Provedor. Conforme os projectos, a minha intervenção varia. Entrevista A19 I Experiência no lar Há quanto tempo trabalha no lar? Desde a sua construção, há cinco anos. O lar funciona há 4 anos. 1 Qual é a sua função no lar? Sou Vice-Provedor. Conforme os projectos,

Leia mais

Existem vários lugares onde você pode iniciar Consultoras. Mas se uma Consultora vem até você e diz que está pensando seriamente em desenvolver um

Existem vários lugares onde você pode iniciar Consultoras. Mas se uma Consultora vem até você e diz que está pensando seriamente em desenvolver um Existem vários lugares onde você pode iniciar Consultoras. Mas se uma Consultora vem até você e diz que está pensando seriamente em desenvolver um time e tornar- se uma Diretora rapidamente e pergunta

Leia mais

Métodos Anticoncepcionais

Métodos Anticoncepcionais Métodos Anticoncepcionais Métodos Anticoncepcionais Chamamos de método contraceptivo (ou método anticoncepcional) toda ação cujo objetivo é impedir ou, pelo menos, reduzir substancialmente a chance de

Leia mais

BALANÇO DA OCUPAÇÃO DO TEMPO DURANTE A SEMANA DE PREENCHIMENTO DA GRELHA - 1º ANO

BALANÇO DA OCUPAÇÃO DO TEMPO DURANTE A SEMANA DE PREENCHIMENTO DA GRELHA - 1º ANO BALANÇO DA OCUPAÇÃO DO TEMPO DURANTE A SEMANA DE PREENCHIMENTO DA GRELHA - 1º ANO PROFESSORA Bom dia meninos, estão bons? TODOS Sim. PROFESSORA Então a primeira pergunta que eu vou fazer é se vocês gostam

Leia mais

QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO INICIAL - MULHER VIH NEGATIVO

QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO INICIAL - MULHER VIH NEGATIVO INSTRUÇÕES PARA A EQUIPA DO ESTUDO: Após inscrição no estudo, os participantes devem preencher este questionário de avaliação inicial. Certifique-se de que é distribuído o questionário adequado. Após o

Leia mais

ELA. por Raquel Schaedler. Peça para três personagens: O homem A mulher ELA

ELA. por Raquel Schaedler. Peça para três personagens: O homem A mulher ELA ELA por Raquel Schaedler Peça para três personagens: O homem A mulher ELA Você comeu? Comi. Você tá com fome? Um pouquinho. quer um miojo? Não. Você não tem um chocolate aí? Tenho. Tem? O que você tem?

Leia mais

Diagnóstico Inicial Tratamento de Fertilização

Diagnóstico Inicial Tratamento de Fertilização Diagnóstico Inicial Tratamento de Fertilização Você está iniciando seu tratamento de fertilização. Preencha com atenção todos os campos para que possamos fazer um diagnóstico mais preciso. Data 1ª Consulta:

Leia mais

CATÁLOGO 2015 / Acessórios

CATÁLOGO 2015 / Acessórios CATÁLOGO 2015 / Acessórios VENDAS Preta Vinil DZ001 Onça DZ002 Vermelha Cetim DZ003 MÁSCARAS Preta Vinil DZ004 Onça DZ005 Mulher Gato DZ006 BONDAGE KIT COM 4 AMARRAS E VEN- DA DE PELÚCIA Jogo de 4 amarras

Leia mais

Já parou para pensar para onde ele vai? Em que você gasta mais?

Já parou para pensar para onde ele vai? Em que você gasta mais? Bem-vindo(a) ao módulo 1: Cuidando do caixa. Aqui estudaremos sobre como se faz o preenchimento da Planilha de Controle de Caixa e sobre a importância do uso do Controle de Caixa para a adequada gestão

Leia mais

Medo, tensão e vergonha: representações negativas de sexualidade na seção Sexo da revista Capricho

Medo, tensão e vergonha: representações negativas de sexualidade na seção Sexo da revista Capricho Medo, tensão e vergonha: representações negativas de sexualidade na seção Sexo da revista Capricho Marcela Pastana 1 Ana Cláudia Bortolozzi Maia 2 UNESP - Campus de Araraquara Resumo: As revistas destinadas

Leia mais

Seminário Pais&Filhos. Mês: 02-09/05

Seminário Pais&Filhos. Mês: 02-09/05 Cliente: Seminário Pais&Filhos Mês: 02-09/05 Ações praticadas: 20.04.16 = Elaboração de novo texto e enviado para aprovação. 20.04.16 Recebimento de imagens e contatos de novos patrocinadores do evento

Leia mais

Distribuição e Informações. Representação da UNESCO no Brasil. Setor de Comunicação e Informação Setor de Educação

Distribuição e Informações. Representação da UNESCO no Brasil. Setor de Comunicação e Informação Setor de Educação HQ5 SPE N O balada Edição 5 - Balada Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) e Ministério da Educação (MEC). BR/2010/PI/H/5 Representação da UNESCO no Brasil Setor

Leia mais

TABUADA DAS OBJEÇÕES

TABUADA DAS OBJEÇÕES TABUADA DAS OBJEÇÕES Você já sentiu acuada, sem palavras ao ouvir alguma objeção de sua potencial iniciada!? As pessoas que você vai abordar são tão especiais quanto você e se elas disserem não, lembre-se

Leia mais

ANEXOS PUC-Rio - Certificação Digital Nº /CA

ANEXOS PUC-Rio - Certificação Digital Nº /CA ANEXOS 33+ ROTEIRO DAS PALESTRAS Situações determinantes do psiquismo humano: história mítica (situações anteriores à concepção e ao nascimento de uma criança), projeção do futuro da criança. primeiro

Leia mais

Educação Sexual: Quem ama cuida. Cuide-se!*

Educação Sexual: Quem ama cuida. Cuide-se!* Educação Sexual: Quem ama cuida. Cuide-se!* SANTOS, Jessica Suriano dos 1 ; ANJOS, Antônio Carlos dos 2 ; RIBEIRO, Álvaro Sebastião Teixeira 3 Palavras-chave: Educação Sexual; Doenças Sexualmente Transmissíveis;

Leia mais

PROGRAMA INTERAÇÕES IMPROVÁVEIS

PROGRAMA INTERAÇÕES IMPROVÁVEIS 1 PROGRAMA INTERAÇÕES IMPROVÁVEIS COORDENAÇÃO ANA AMÉLIA NOBRE FORTIN SÃO PAULO, NOVEMBRO DE 2014 Novembro 2013 PARTICIPAÇÃO 9 CRECHES Bela Vista, Jd. Guarapiranga I, Jd. Guarapiranga II, Lar de Criança,

Leia mais

Perdi Seu Olhar. Anderson Borba Chaves

Perdi Seu Olhar. Anderson Borba Chaves Perdi Seu Olhar Anderson Borba Chaves 1 Perdi Seu Olhar foi um pequeno conjunto de letras de música que comecei a escrever desde o ano 2000. Em alguns anos seguintes, até ter seu registro definitivo, acabei

Leia mais

destaques da programação: 16/fev a 22/fev A Arte da Persuasão duração: 58 exibição: 16/fev, às 22h

destaques da programação: 16/fev a 22/fev A Arte da Persuasão duração: 58 exibição: 16/fev, às 22h A Arte da Persuasão duração: 58 exibição: 16/fev, às 22h Episódio da série Como a Arte Moldou o Mundo, que mostra manifestações artísticas desde tempos imemoriais e os seus reflexos na formação histórica

Leia mais

Daniel Sampaio (D. S.) Bom dia, João.

Daniel Sampaio (D. S.) Bom dia, João. Esfera_Pag1 13/5/08 10:57 Página 11 João Adelino Faria (J. A. F.) Muito bom dia. Questionamo- -nos muitas vezes sobre quando é que se deve falar de sexo com uma criança, qual é a idade limite, como é explicar

Leia mais

CÓDIGO PROGRAMA ASSUNTO DURAÇÃO Homens de rua. Todos os dias são seus. Se você me ama.

CÓDIGO PROGRAMA ASSUNTO DURAÇÃO Homens de rua. Todos os dias são seus. Se você me ama. 11.001 Homens de rua. Todos os dias são seus. Se você me ama. AIDS e meninos de rua. AIDS, sexo e mulher. AIDS e mães. 11.002 Abra a boca sobre a AIDS. Dialogue sexo. Pare, pense, use (métodos contraceptivos).

Leia mais

SUGESTÃO DE PAUTA: DIA DO ORGASMO

SUGESTÃO DE PAUTA: DIA DO ORGASMO SUGESTÃO DE PAUTA: DIA DO ORGASMO Para fazer jus ao Dia do Orgasmo, celebrado no dia 31 de julho, a Prudence e a loja virtual Temperos Pessoais prepararam sugestões de produtos que vão contribuir muito

Leia mais

Métodos. ''Anticoncepcionais''

Métodos. ''Anticoncepcionais'' Métodos ''Anticoncepcionais'' Os contraceptivos são as principais ferramentas de planejamento familiar. Para saber qual método adotar a mulher deve seguir as orientações de um médico, que levará em consideração

Leia mais

TRANSCRIÇÃO PRÉVIA PROJETO PROFALA TRANSCRITOR(A): Késsia Araújo 65ª ENTREVISTA (J.D.T.S) Cabo Verde

TRANSCRIÇÃO PRÉVIA PROJETO PROFALA TRANSCRITOR(A): Késsia Araújo 65ª ENTREVISTA (J.D.T.S) Cabo Verde TRANSCRIÇÃO PRÉVIA PROJETO PROFALA TRANSCRITOR(A): Késsia Araújo 65ª ENTREVISTA (J.D.T.S) Cabo Verde PERGUNTAS METALINGUÍSTICAS Doc.: J. quais são as línguas que você fala " Inf.: eu " (+) inglês né falo

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL REINALDO VACCARI EXTRATERRESTRES: VERDADE OU MITO? Orientadora: Pricila Rocha dos Santos

ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL REINALDO VACCARI EXTRATERRESTRES: VERDADE OU MITO? Orientadora: Pricila Rocha dos Santos ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL REINALDO VACCARI ETRATERRESTRES: VERDADE OU MITO? Orientadora: Pricila Rocha dos Santos Imbé 2008 2 ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL REINALDO VACCARI ETRATERRESTRES:

Leia mais

SPE N O. as coisas como sao

SPE N O. as coisas como sao HQ3 SPE N O 3 a vida como esta as coisas como sao e Edição 3 - A Vida Como Está e as Coisas Como São e Vamos Conversar? Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) e Ministério

Leia mais

a confusão do final do ano e as metas para o próximo

a confusão do final do ano e as metas para o próximo o que fazer se o ano que passou foi ruim? o que fazer nesse próximo ano? a confusão do final do ano e as metas para o próximo Enéas Guerriero www.equilibriocontinuo.com.br O que vamos falar hoje? 1) Estresse

Leia mais

Confira a análise feita por Andréia Schmidt, psicóloga do portal, das respostas apresentadas às questões.

Confira a análise feita por Andréia Schmidt, psicóloga do portal, das respostas apresentadas às questões. Entre os meses de maio e julho de 2009, os alunos do Ensino Fundamental II e do Ensino Médio responderam a um questionário que tinha como objetivo identificar o perfil dos nossos jovens quem são eles,

Leia mais

HOMEM Vanda, já te disse que não vou ao raio de nenhuma

HOMEM Vanda, já te disse que não vou ao raio de nenhuma INT/SALA DE APARTAMENTO DE LUXO/NOITE Na sala de um apartamento com decoração luxuosa e de muito bom gosto está um HOMEM de cerca de 30 anos, constituição normal, ar saudável. Veste uma T-shirt com escritos,

Leia mais

Roteiro de Áudio. SOM: abertura (Vinheta de abertura do programa Hora do Debate )

Roteiro de Áudio. SOM: abertura (Vinheta de abertura do programa Hora do Debate ) Roteiro de áudio. Programa: Hora de Debate. Campanhas.../ Monica G. Zoppi-Fontana 1 Roteiro de Áudio Episódio 1 Combatendo o preconceito: argumentação e linguagem Programa Hora de Debate. Campanhas de

Leia mais

CENTRO DE MEMÓRIA DO ESPORTE ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PROJETO GARIMPANDO MEMÓRIAS LÍGIA COSTA.

CENTRO DE MEMÓRIA DO ESPORTE ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PROJETO GARIMPANDO MEMÓRIAS LÍGIA COSTA. CENTRO DE MEMÓRIA DO ESPORTE ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PROJETO GARIMPANDO MEMÓRIAS LÍGIA COSTA (depoimento) 2013 CEME-ESEF-UFRGS FICHA TÉCNICA Projeto: Garimpando

Leia mais

GRITO PELA EDUCAÇÃO PÚBLICA DE QUALIDADE NO ESTADO DE SÃO PAULO. Edição nº 2

GRITO PELA EDUCAÇÃO PÚBLICA DE QUALIDADE NO ESTADO DE SÃO PAULO. Edição nº 2 GRITO PELA EDUCAÇÃO PÚBLICA DE QUALIDADE NO ESTADO DE SÃO PAULO Edição nº 2 Apresentação Esta é a segunda cartilha do Grito pela Educação Pública de Qualidade no Estado de São Paulo, movimento que reúne

Leia mais

COMO REALIZAR UMA SESSÃO DE CUIDADOS COM A PELE PERFEITA OBTENDO VENDAS E INÍCIOS

COMO REALIZAR UMA SESSÃO DE CUIDADOS COM A PELE PERFEITA OBTENDO VENDAS E INÍCIOS COMO REALIZAR UMA SESSÃO DE CUIDADOS COM A PELE PERFEITA OBTENDO VENDAS E INÍCIOS Ninguém acorda todos os dias sentindo-se entusiasmado. Entusiasmo é algo que todos nós temos que trabalhar para conquistar.

Leia mais

Falará sobre o NTI auxiliando no processo de apoio às ações de ensino dos alunos, particularmente os alunos do Curso de Letras da UFAC.

Falará sobre o NTI auxiliando no processo de apoio às ações de ensino dos alunos, particularmente os alunos do Curso de Letras da UFAC. UFAC RBR-AC 31.10.2011 Falará sobre o NTI auxiliando no processo de apoio às ações de ensino dos alunos, particularmente os alunos do Curso de Letras da UFAC. [Se identificou, identificou o setor e o Diretor

Leia mais

7 passos para um processo de Coaching pronto para você usar

7 passos para um processo de Coaching pronto para você usar 1 7 passos para um processo de Coaching pronto para você usar Introdução Coaching é um processo em que uma pessoa chamada um Coach suporta um Coachee na realização de um objetivo pessoal ou profissional

Leia mais

Nota do editor. Das artimanhas masculinas para levar uma mulher à cama aos

Nota do editor. Das artimanhas masculinas para levar uma mulher à cama aos Nota do editor Das artimanhas masculinas para levar uma mulher à cama aos desgastes da rotina conjugal, os relacionamentos amorosos sempre forneceram um vasto material de inspiração para Luis Fernando

Leia mais

INF: DOC: INF: DOC: INF: DOC:

INF: DOC: INF: DOC: INF: DOC: Ficha Social nº 40 Informante: M.A.S. Sexo: Feminino Idade: 34 anos Escolaridade: + de 11 anos Profissão: Professora Localidade: Crato Documentador: Christiane Maria Correia Lopes Transcritora: Raquel

Leia mais

QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO INICIAL - MULHER VIH POSITIVO

QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO INICIAL - MULHER VIH POSITIVO INSTRUÇÕES PARA A EQUIPA DO ESTUDO: Após inscrição no estudo, os participantes devem preencher este questionário de avaliação inicial. Certifique-se de que é distribuído o questionário adequado. Após o

Leia mais

Identificação. F03 Duração da entrevista 18:12 Data da entrevista Ano de nascimento (Idade) 1974 (36) Local de nascimento/residência

Identificação. F03 Duração da entrevista 18:12 Data da entrevista Ano de nascimento (Idade) 1974 (36) Local de nascimento/residência 1 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 Identificação F03 Duração da entrevista 18:12 Data da entrevista 4-5-2011 Ano de nascimento (Idade) 1974 (36) Local de

Leia mais

LELO AMARELO BELO. (Filosofia para crianças) ROSÂNGELA TRAJANO. Volume III 05 anos de idade

LELO AMARELO BELO. (Filosofia para crianças) ROSÂNGELA TRAJANO. Volume III 05 anos de idade LELO AMARELO BELO (Filosofia para crianças) Volume III 05 anos de idade ROSÂNGELA TRAJANO LELO AMARELO BELO Rosângela Trajano LELO AMARELO BELO VOLUME III (05 ANOS) DE IDADE 1ª EDIÇÃO LUCGRAF NATAL 2012

Leia mais

Transcrição da Entrevista

Transcrição da Entrevista Transcrição da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Praticante Fabrício Local: Núcleo de Arte do Neblon Data: 26.11.2013 Horário: 14h30 Duração da entrevista: 20min COR PRETA

Leia mais

COPATROCINADOR UNAIDS 2015 UNICEF FUNDO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA A INFÂNCIA

COPATROCINADOR UNAIDS 2015 UNICEF FUNDO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA A INFÂNCIA COPATROCINADOR UNAIDS 2015 UNICEF FUNDO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA A INFÂNCIA COPATROCINADORES UNAIDS 2015 UNICEF O QUE É UNICEF? O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) acredita que promover os

Leia mais

Superando Seus Limites

Superando Seus Limites Superando Seus Limites Como Explorar seu Potencial para ter mais Resultados Mini Curso Parte I As Forças que controlam a sua vida Página 2 de 6 Como te falei, essa é a primeira etapa do mini-curso Superando

Leia mais

CVV promove V Simpósio Internacional e II Debate sobre suicídio na mídia

CVV promove V Simpósio Internacional e II Debate sobre suicídio na mídia CVV promove V Simpósio Internacional e II Debate sobre suicídio na mídia Enviado por DA REDAÇÃO 24-Ago-2015 PQN - O Portal da Comunicação O CVV é a entidade atua há mais tempo na prevenção do suicídio

Leia mais

Recente estudo realizado na Universidade de Alberta (Canadá), dirigido pela cientista

Recente estudo realizado na Universidade de Alberta (Canadá), dirigido pela cientista Fazer sexo oral dá sensação de poder às mulheres, diz estudo \"Nos resultados da pesquisa o sexo oral foi associado a emoções positivas. Macalad cita em seu estudo que cerca de 30% das mulheres acham que

Leia mais

Inquérito por questionário Alunos

Inquérito por questionário Alunos Inquérito por questionário Alunos INSTRUÇÕES A seguir apresentamos-te um conjunto de perguntas sobre as tuas aulas. Não há respostas certas nem erradas, por isso pedimos-te que respondas com verdade. Obrigado

Leia mais

SEXO E TEMPERAMENTO MARGARET MEAD

SEXO E TEMPERAMENTO MARGARET MEAD SEXO E TEMPERAMENTO MARGARET MEAD Sexo e temperamento, de uma das mais conhecidas antropólogas de todos os tempos, a americana Margaret Mead (1901-1978), sem dúvida é um dos mais bem documentados, dos

Leia mais

Especial News Canal Rural

Especial News Canal Rural Especial News Canal Rural NEWS POR EMAIL MARKETING NO BRASIL 92% dos usuários na internet tem ao menos 1 conta de email 72% checam a sua caixa de entrada de emails 6x ou + todos os dias Existem mais de

Leia mais

Conceito de Gênero e Sexualidade no ensino de sociologia: Relato de experiência no ambiente escolar

Conceito de Gênero e Sexualidade no ensino de sociologia: Relato de experiência no ambiente escolar UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS, LETRAS E ARTES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INCIAÇÃO À DOCÊNCIA SUBPROJETO SOCIOLOGIA Elizabeth Cristina - elizcristina@hotmail.com Bolsista

Leia mais

OS OBJETIVOS TORNAR A EDUCAÇÃO A GRANDE PAUTA NACIONAL

OS OBJETIVOS TORNAR A EDUCAÇÃO A GRANDE PAUTA NACIONAL OS OBJETIVOS TORNAR A EDUCAÇÃO A GRANDE PAUTA NACIONAL Aumentar a consciência da sociedade de que Educação é a chave para o crescimento pessoal e do país Ampliar o conhecimento da população sobre as principais

Leia mais

AMOR, SEXO E DROGAS. Facilitadora: Claudia Pedral. Abril/11

AMOR, SEXO E DROGAS. Facilitadora: Claudia Pedral. Abril/11 AMOR, SEXO E DROGAS Facilitadora: Claudia Pedral Abril/11 Amor, Sexo e Sexualidade O QUE É? AMOR & AMIZADE O QUE UM QUADRO TEM HAVER COM OUTRO? QUEM É O JOVEM DE HOJE? SOBRE RELACIONAMENTOS, O QUE VOCES

Leia mais

PRONUNCIAMENTO SOBRE DIA MUNDIAL DE LUTA CONTRA A AIDS DEPUTADO MARCELO SERAFIM (PSB-AM)

PRONUNCIAMENTO SOBRE DIA MUNDIAL DE LUTA CONTRA A AIDS DEPUTADO MARCELO SERAFIM (PSB-AM) PRONUNCIAMENTO SOBRE DIA MUNDIAL DE LUTA CONTRA A AIDS DEPUTADO MARCELO SERAFIM (PSB-AM) Senhoras Deputadas, Senhores Deputados, Povo do estado do Amazonas, Ontem foi o Dia Mundial de Luta Contra à Aids.

Leia mais

Confiança Estereótipos de Género e Papéis Sociais

Confiança Estereótipos de Género e Papéis Sociais Amor Ciúme Confiança Estereótipos de Género e Papéis Sociais Amor é fogo que arde sem se ver; É ferida que dói e não se sente; É um contentamento descontente; É dor que desatina sem doer.. Luís Vaz de

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO MARÇAL RAMOS PORNOGRAFIA, SENSUALIDADE E VULGARIDADE. Orientadora: Carmem Zeli Vargas

ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO MARÇAL RAMOS PORNOGRAFIA, SENSUALIDADE E VULGARIDADE. Orientadora: Carmem Zeli Vargas ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO MARÇAL RAMOS PORNOGRAFIA, SENSUALIDADE E VULGARIDADE Orientadora: Carmem Zeli Vargas Caraá 2008 ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO MARÇAL RAMOS

Leia mais

Apresentação de empresa: qual conteúdo utilizar

Apresentação de empresa: qual conteúdo utilizar Apresentação de empresa: qual conteúdo utilizar Quando estamos falando sobre apresentação de empresa em power point, podem surgir algumas dúvidas sobre qual é o conteúdo ideal para se colocar nos slides

Leia mais

CONVERSANDO COM A PERFEIÇÃO. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 1 de agosto de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

CONVERSANDO COM A PERFEIÇÃO. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 1 de agosto de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r CONVERSANDO COM A PERFEIÇÃO Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 1ª edição - 1 de agosto de 2015 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r CONVERSANDO COM A PERFEIÇÃO PERFEIÇÃO: Olá! Eu sou a perfeição. Vamos conversar?

Leia mais

A Conversa de Lucila. (No escuro ouve-se o bater de asas. A luz vai lentamente iluminando o quarto de Lucila, o anjo está pousado em uma mesa.

A Conversa de Lucila. (No escuro ouve-se o bater de asas. A luz vai lentamente iluminando o quarto de Lucila, o anjo está pousado em uma mesa. 1 A Conversa de Lucila De Cláudia Barral (No escuro ouve-se o bater de asas. A luz vai lentamente iluminando o quarto de Lucila, o anjo está pousado em uma mesa.) O anjo Lucila, quer montar nas minhas

Leia mais

Anexo A Escala de Autoconceito

Anexo A Escala de Autoconceito Anexo A Escala de Autoconceito - Piers-Harris Children s Self-Concept Scale - Orientações para Administração ESCALA DE AUTO-CONCEITO (Piers-Harris Children s Self-Concept Scale 2) Nome: Idade: Data de

Leia mais