INTRODUÇÃO Perguntas e Respostas sobre Decore, taxativo m

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "INTRODUÇÃO Perguntas e Respostas sobre Decore, taxativo www.receita.fazenda.gov.br/pessoafisica/carneleao/2014/java/default.ht m"

Transcrição

1 INTRODUÇÃO Atualmente, tem aumentado a solicitação de emissão de comprovação de rendimentos por meio da Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos (Decore) por diversas instituições financeiras, por instituições de ensino e até mesmo por órgãos públicos. Muitos profissionais da Contabilidade têm entrado em contato com o CRCMG para tirar dúvidas sobre as formas de emissão, comprovação e prestação de contas da Decore. Diante disso, estamos publicando as Perguntas e Respostas sobre Decore, considerando os principais questionamentos realizados, para servir de orientação aos profissionais. Mas, antes, é necessária a observância do seguinte: As respostas foram elaboradas em conformidade com a Resolução CFC nº 1.364/11 e com as normas e orientações internas do CFC/CRCMG; Documentos em desacordo com o Anexo II da Resolução CFC nº 1.364/11 não serão aceitos para comprovação de emissão de Decore; O Anexo II da Resolução CFC nº 1.364/11 é taxativo, portanto é desnecessário encaminhar documentos que não estão dispostos nele, como documentos pessoais do beneficiário, comprovantes de endereço, extrato bancário, etc.; O Livro Diário, quando for referente ao exercício corrente, deve conter apenas a página com os lançamentos. Já quando for referente a exercícios anteriores já encerrados, deverão constar, ainda, os termos de abertura e de encerramento devidamente assinados; O Livro-Caixa deverá conter lavrados termos de abertura e encerramento devidamente assinados, páginas numeradas em ordem cronológica, escriturado de maneira contínua e transposição de saldos, sem conter intervalo em branco, nem entrelinhas, rasuras ou emendas; Na impossibilidade de escrituração em Livro-Caixa por meio de sistema de contabilidade próprio, a título de sugestão, pode-se utilizar o Carnê-Leão disponibilizado gratuitamente pela Receita Federal do Brasil no link m, que permite fazer a escrituração contábil e emitir a DARF (Documento de Arrecadação de Receitas Federais) nos casos em que o valor ultrapassar a tabela do imposto de renda vigente; Para as Decores que exigem a DARF, esta somente será solicitada quando o valor da Decore ultrapassar a tabela do imposto de renda; O sistema de emissão de Decore Eletrônica não permite cancelamento, alteração ou retificação. Quando for necessário inutilizar uma Decore já gravada, o procedimento é emiti-la, escrever CANCELADA no corpo da

2 Decore, apresentando uma breve justificativa, e anexar a documentação utilizada na emissão, mesmo que a Decore tenha sido cancelada. Qual é o significado de Decore? PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE DECORE Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos. Qual é a principal legislação que deve ser observada? Resolução CFC nº 1.364/11, inclusive seus Anexos I e II. Para que serve a Decore? Para comprovar rendimentos de autônomos, sócios de empresas (prólabore/retiradas), profissionais liberais, produtores rurais ou qualquer pessoa física que queira comprovar rendimentos para obter empréstimos, financiamentos, consórcios, abertura de conta bancária, FIES, etc. Quem pode emitir a Decore? Profissional da Contabilidade devidamente habilitado, em dia com suas obrigações e com senha eletrônica de emissão. É vedada a emissão da Decore por profissionais com registro baixado ou suspenso até o restabelecimento do registro, bem como por aqueles que tenham o exercício profissional cassado. Como emitir a Decore? Via internet ( 3º, art. 4º da Resolução CFC 1.364/11), pelo link ou acessando o portal do CRCMG, clicando em DECORE ELETRÔNICA na opção MAIS SERVIÇOS ou no ícone FISCALIZAÇÃO / Clique aqui para Emitir DECORE/Certidão eletrônica. A emissão de Decore é permitida somente por este método, documentos emitidos de outra forma não têm validade legal, uma vez que é obrigatória a validação por Certidão de Regularidade Profissional. Se não for fornecida documentação para emitir Decore, como proceder? Sem documentação probante, o profissional da Contabilidade não deve emitir Decore.

3 Quando deve ser realizada a Prestação de Contas das Decores emitidas? Conforme o art. 4º da Resolução CFC 1.364/11, quando atingir 50 Decores emitidas, o profissional deverá encaminhar ao CRC cópia das Decores e, em anexo, cópia da documentação que sustentou a emissão do documento, conforme estabelecido no Anexo II da referida Resolução. Observações O CRCMG, atendendo às solicitações dos profissionais, normatizou que, ao atingir a emissão de 40 Decores, o profissional contábil poderá encaminhá-las para averiguação e desbloqueio (antes de atingir as 50 Decores), para que fique com 10 Decores de saldo para emissão antes do bloqueio. Não é permitida prestação de contas de forma fracionada, somente quando atingir no mínimo 40 Decores, ou seja, não há possibilidade de emitir uma Decore e logo ser encaminhada para análise pelo CRC. Ao atingir 50 Decores, o sistema de emissão é bloqueado e permanece bloqueado até que o profissional contábil encaminhe a prestação de contas, caso ele não tenha optado por apresentar a prestação de contas ao atingir 40 Decores. Como é feito o envio da Prestação de Contas das Decores ao CRCMG? - Encaminhando as Decores devidamente assinadas e documentação correspondente via Correios para o SETOR DE FISCALIZAÇÃO ELETRÔNICA, localizado na Rua Cláudio Manoel, 639, 4º Andar, Funcionários, CEP Belo Horizonte-MG; - Protocolando as Decores devidamente assinadas e documentação correspondente diretamente na sede do Conselho, localizada na Rua Cláudio Manoel, 639, 1º Andar, Funcionários - Belo Horizonte-MG; - On-line, fazendo o upload das Decores devidamente assinadas e documentação correspondente e enviando para com o nome completo, o registro profissional e a informação de que as Decores foram encaminhadas para análise. Atenção: NÃO será aceita prestação de contas enviada via ou diferente das opções acima. NÃO deve ser enviado qualquer documento original, somente cópias.

4 Como é feita a liberação de novo lote de 50 Decores pelo CRCMG? Conforme manual interno, ao encaminhar as Decores e a documentação respectiva, o envelope é direcionado ao setor de protocolo do Conselho e, depois, ao setor de fiscalização. A análise e a liberação são feitas por ordem cronológica de recebimento, conforme data e registro de protocolo. As Decores poderão ser analisadas aleatoriamente, por amostragem, conforme norma interna. Isso quer dizer que, em alguns lotes, podem ser analisadas todas as declarações, em outros, não. Se uma Decore foi feita indevidamente, como fazer o cancelamento? Deverá escrever no corpo do documento CANCELADA, apresentar uma breve justificativa do motivo do cancelamento e mantê-la em arquivo por cinco anos, anexando junto à Decore cancelada cópia da documentação comprobatória utilizada na emissão. Como faço para emitir uma segunda via de Decore? Acesse o portal do CRCMG, entre em Serviços On-Line com seu registro e senha, clique em DECORE Eletrônica / Emitir DECORE Eletrônica e, por último, em Consulta Simplificada. Todas as Decores emitidas serão apresentadas. Clique na Decore que desejar para permitir a emissão da segunda via. Quando a documentação da Decore estiver em desacordo com o Anexo II da Resolução CFC 1.364/11, o que acontece? Será encaminhada uma notificação ao profissional responsável apontando as Decores inconsistentes para que, em 30 dias, seja regularizada a situação. Uma vez regularizada, a notificação será arquivada e o profissional ficará isento de responsabilidade. E se a situação não for regularizada após a notificação, qual é a penalidade? A notificação será encaminhada para lavratura de auto de infração, sendo concedido, ainda, um prazo de 15 dias para a regularização. Se não for regularizado, o auto será encaminhado ao Conselheiro Relator, para análise e tomada de decisão. Se regularizado, o auto de infração será arquivado e o profissional ficará isento de responsabilidade.

5 Penalidades Previstas: Suspensão do exercício profissional ou multa de uma a cinco anuidades, advertência reservada, censura reservada ou censura pública. Qual a consequência da emissão de Decore sem base em documentação hábil, inidônea ou que esteja com valores divergentes? O profissional da Contabilidade responde a processo disciplinar no CRC. Poderá responder, ainda, a processo penal (crime de falsidade ideológica) e cível (ressarcimento por prejuízo causado a terceiros). Por quanto tempo deve-se guardar a documentação comprobatória da Decore? Deve ser mantida em arquivo por cinco anos ( 4º, art. 4º da Resolução CFC 1.364/11). Quais documentos são necessários para comprovar a Decore relativa à Retirada de Pró-Labore? Se a Decore foi emitida antes de 01/09/2012, deverá conter a escrituração no livro diário. Se foi emitida a partir de 01/09/2012, deverá conter a escrituração no livro diário e a GFIP com comprovação de transmissão. Quais documentos são necessários para comprovar a Decore relativa à Distribuição de Lucros? Deverá conter a escrituração do lançamento da distribuição dos lucros no livro diário. Honorários de Profissionais Liberais Autônomos? Se a Decore foi emitida antes de 01/09/2012, deverá conter a escrituração no livro-caixa e DARF com comprovante de quitação OU contrato de prestação de serviços e RPA. Se foi emitida a partir de 01/09/2012, deverá conter a escrituração no livro-caixa e DARF com comprovante de quitação OU contrato de prestação de serviços, RPA e declaração/atestado de pagamento do honorário OU recibo de frete OU conhecimento de transporte rodoviário.

6 Observação: Os profissionais liberais autônomos exercem suas atividades com autonomia e independência do ponto de vista técnico-científico, possuindo título de habilitação expedido legalmente, também chamados de prestadores de serviços de profissões regulamentadas, como, por exemplo, advogado, médico, contador, engenheiro, nutricionista, psicólogo e outros registrados nos seus respectivos conselhos regionais de fiscalização profissional. Quais documentos são necessários para comprovar a Decore relativa à Prestação de Serviços Diversos ou Comissões? Deverá conter escrituração no livro-caixa e DARF com comprovante de quitação OU escrituração no livro ISSQN OU nota fiscal avulsa e DARF com comprovante de quitação. Observação: Os prestadores de serviços diversos são aqueles que não exercem profissão regulamentada, tais como encanador, pintor, faxineiro, pedreiro e assemelhados. Aluguéis ou Arrendamentos? Deverá conter contrato de locação e comprovante da titularidade do imóvel e comprovante do recebimento da locação OU escrituração no livro-caixa e DARF com comprovante de quitação. Quais documentos são necessários para comprovar a Decore Relativa a Rendimento de Aplicações Financeiras? Deverá conter comprovante do rendimento bancário, ou seja, extrato específico de aplicação financeira. Não é aceitável comprovante da conta corrente nem de depósito. Quais documentos são necessários para comprovar a Decore relativa à Venda de Bens Móveis e Imóveis? Deverá conter contrato de promessa de compra e venda OU escritura pública no cartório.

7 Vencimentos de Funcionários, Aposentados e Pensionistas? Deverá conter documento comprobatório da entidade pagadora (contracheque ou documento equivalente). Microempreendedor Individual (MEI)? Se a Decore foi emitida antes de 01/09/2012, deverá conter Declaração apresentada à Receita Federal com rendimentos efetivos dos últimos doze meses OU, quando for respectiva a salário mínimo, cópia do recolhimento do INSS (DAS). Se foi emitida a partir de 01/09/2012, deverá conter a escrituração no livro diário OU escrituração no livro-caixa OU notas fiscais OU, quando for respectiva a salário mínimo, cópia do recolhimento do INSS (DAS). Quais documentos são necessários para comprovar a Decore relativa à Declaração de Imposto de Renda da Pessoa Física? Deverá conter declaração do IRRF da Pessoa Física referente ao ano que corresponde à Decore, com respectivo comprovante de entrega. Rendimento com Vínculo Empregatício? Deverá conter informe salarial OU CTPS com anotações do salário OU GFIF com comprovação de transmissão. Rendimentos Recebidos no Exterior? Deverá conter escrituração no livro-caixa e DARF com comprovante de quitação.

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais,

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, RESOLUÇÃO CFC Nº 1.364/2011 Dispõe sobre a Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos DECORE Eletrônica e dá outras providências. O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições

Leia mais

Art. 4º A emissão da DECORE fica condicionada à realização do upload, efetuado eletronicamente, de toda documentação legal que serviu de lastro.

Art. 4º A emissão da DECORE fica condicionada à realização do upload, efetuado eletronicamente, de toda documentação legal que serviu de lastro. RESOLUÇÃO CFC Nº 1.492/2015 Altera a Resolução CFC n.º 1.364/11 que dispõem sobre a Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos DECORE e dá outras providências. O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE,

Leia mais

RESOLUÇÃO CFC Nº 1.364/2011. Dispõe sobre a Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos DECORE Eletrônica e dá outras providências.

RESOLUÇÃO CFC Nº 1.364/2011. Dispõe sobre a Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos DECORE Eletrônica e dá outras providências. RESOLUÇÃO CFC Nº 1.364/2011 Dispõe sobre a Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos DECORE Eletrônica e dá outras providências. O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições

Leia mais

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais,

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, RESOLUÇÃO CFC Nº 1.403/2012 Altera a Resolução CFC n.º 1.364/11 que dispõe sobre a Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos DECORE Eletrônica e dá outras providências. O CONSELHO FEDERAL DE

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE

CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE RESOLUÇÃO CFC Nº 1.364/2011 CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE Dispõe sobre a Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos DECORE Eletrônica e dá outras providências. O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE,

Leia mais

Atenção Inscrito - Leia com atenção.

Atenção Inscrito - Leia com atenção. Atenção Inscrito - Leia com atenção. A não entrega da documentação comprobatória correta pode comprometer na sua desclassificação. Será necessário somente aquela documentação que comprove os dados informados

Leia mais

OBS.: Devem ser apresentadas pelo candidato na fase de comprovação de informações: cópias dos documentos e originais para conferência.

OBS.: Devem ser apresentadas pelo candidato na fase de comprovação de informações: cópias dos documentos e originais para conferência. ATENÇÃO: Apresentar a documentação na Central de Atendimento - UNICURITIBA, na rua Chile, 1.678, Bairro Rebouças em Curitiba, das 8 às 21 horas. Documentação necessária OBS.: Devem ser apresentadas pelo

Leia mais

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA COMPROVAÇÃO DE RENDA BOLSA PERMANÊNCIA DO MEC -

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA COMPROVAÇÃO DE RENDA BOLSA PERMANÊNCIA DO MEC - DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA COMPROVAÇÃO DE RENDA BOLSA PERMANÊNCIA DO MEC - ORIENTAÇÕES: a) Apresentar cópia simples dos documentos de todos os membros do grupo familiar (pessoas que vivem na mesma casa,

Leia mais

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS ACEITOS PARA FINS COMPROBATÓRIOS I. DOCUMENTO DE IDENTIFICAÇÃO UM)

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS ACEITOS PARA FINS COMPROBATÓRIOS I. DOCUMENTO DE IDENTIFICAÇÃO UM) PARA ALUNOS EM SITUAÇÃO DE VULNERABILIDADE SOCIOECONÔMICA No ato da apresentação dos documentos comprobatórios obrigatórios deverão ser apresentados os originais e cópias dos mesmos OU cópias autenticadas

Leia mais

1º EDITAL UNIFICADO PARA EDUCAÇÃO BÁSICA CONCESSÃO DA BOLSA SOCIAL DE ESTUDO PARA O ANO LETIVO DE 2016

1º EDITAL UNIFICADO PARA EDUCAÇÃO BÁSICA CONCESSÃO DA BOLSA SOCIAL DE ESTUDO PARA O ANO LETIVO DE 2016 CHECKLIST Conferência de Documentos Bolsa Social de Estudo (Concessão) Nº DO PROCESSO: DATA: ALUNO: MATRÍCULA: SÉRIE: Quantidade de Membros: ANO: DOCUMENTOS RG e CPF De todos os membros maiores de 18 anos.

Leia mais

Documentação necessária

Documentação necessária Documentação necessária OBS.: Devem ser apresentadas pelo candidato na fase de comprovação de informações: cópias dos documentos e originais para conferência. DOCUMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO E

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE LINS - UNILINS

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE LINS - UNILINS CENTRO UNIVERSITÁRIO DE LINS - UNILINS Regulamentação do Processo Seletivo para Concessão de Bolsa de Estudo Gratuidade. O presente documento regulamenta os procedimentos e os critérios empregados na seleção

Leia mais

PROGRAMA DE BOLSA DE ESTUDOS - FPTE 2015

PROGRAMA DE BOLSA DE ESTUDOS - FPTE 2015 PROGRAMA DE BOLSA DE ESTUDOS - FPTE 2015 A FUNDAÇÃO PAULISTA DE TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO, define os procedimentos, critérios e normas para a seleção de candidatos e renovação às bolsas de estudo integrais

Leia mais

GARANTIA PROFISSIONAL

GARANTIA PROFISSIONAL INTRODUÇÃO O Conselho Regional de Contabilidade do Amazonas (CRCAM) é uma autarquia Federal da Administração Pública Indireta, criada pelo Decreto Lei nº 9295/46, com a finalidade de registrar os profissionais

Leia mais

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA COMPROVAÇÃO DE DADOS DO CANDIDATO, DO FIADOR E DOS MEMBROS DO GRUPO FAMILIAR.

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA COMPROVAÇÃO DE DADOS DO CANDIDATO, DO FIADOR E DOS MEMBROS DO GRUPO FAMILIAR. RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA COMPROVAÇÃO DE DADOS DO CANDIDATO, DO FIADOR E DOS MEMBROS DO GRUPO FAMILIAR. Documentos de Identificação: - Carteira de Identidade ou Carteira Nacional de Habilitação, no prazo

Leia mais

LISTA DE DOCUMENTOS RELAÇÃO DE DOCUMENTOS QUE DEVERÃO SER APRESENTADOS PELO REQUERENTE JUNTAMENTE COM A FICHA PREENCHIDA E ASSINADA.

LISTA DE DOCUMENTOS RELAÇÃO DE DOCUMENTOS QUE DEVERÃO SER APRESENTADOS PELO REQUERENTE JUNTAMENTE COM A FICHA PREENCHIDA E ASSINADA. LISTA DE DOCUMENTOS RELAÇÃO DE DOCUMENTOS QUE DEVERÃO SER APRESENTADOS PELO REQUERENTE JUNTAMENTE COM A FICHA PREENCHIDA E ASSINADA. O Responsável Financeiro deverá entregar cópias autenticadas/ simples

Leia mais

PROCEDIMENTO PARA CÁLCULO DE RENDA FAMILIAR BRUTA MENSAL PER CAPITA E DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA. Conceitos

PROCEDIMENTO PARA CÁLCULO DE RENDA FAMILIAR BRUTA MENSAL PER CAPITA E DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA. Conceitos PROCEDIMENTO PARA CÁLCULO DE RENDA FAMILIAR BRUTA MENSAL PER CAPITA E DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA Conceitos De acordo com a Portaria Normativa do Ministério da Educação de n 18, de 11 de outubro de 2012, que

Leia mais

ANEXO IV RELAÇÃO DE DOCUMENTOS RECOMENDADOS PARA COMPROVAÇÃO DA RENDA FAMILIAR BRUTA MENSAL (PORTARIA NORMATIVA Nº 18/2012)

ANEXO IV RELAÇÃO DE DOCUMENTOS RECOMENDADOS PARA COMPROVAÇÃO DA RENDA FAMILIAR BRUTA MENSAL (PORTARIA NORMATIVA Nº 18/2012) UFRB ANEXO IV RELAÇÃO DE DOCUMENTOS RECOMENDADOS PARA COMPROVAÇÃO DA RENDA FAMILIAR BRUTA MENSAL (PORTARIA NORMATIVA Nº 18/2012) Para cada membro do núcleo familiar colocado no formulário DECLARAÇÃO DE

Leia mais

LISTA DE DOCUMENTOS - PROUNI -

LISTA DE DOCUMENTOS - PROUNI - LISTA DE DOCUMENTOS - PROUNI - Os candidatos pré-selecionados devem entrar em contato com o SAE (Serviço de Assistência ao Estudante) para agendar a entrevista. Telefone: 35-3299-3044 Segue abaixo a relação

Leia mais

Central de Relacionamento: 0800 702 4231 Site: www.caixaseguradora.com.br V.9.15

Central de Relacionamento: 0800 702 4231 Site: www.caixaseguradora.com.br V.9.15 0 Central de Relacionamento: 0800 702 4231 Site: www.caixaseguradora.com.br 1 CONHEÇA O PASSO-A-PASSO PARA O PEDIDO DE UTILIZAÇÃO DA SUA CARTA DE CRÉDITO Sumário 1. PRINCIPAIS ORIENTAÇÕES... 2 2. MODALIDADES

Leia mais

O Responsável Financeiro deverá entregar cópias autenticadas/ simples ou originais de todo o grupo familiar os documentos abaixo:

O Responsável Financeiro deverá entregar cópias autenticadas/ simples ou originais de todo o grupo familiar os documentos abaixo: LISTA DE DOCUMENTOS RELAÇÃO DE DOCUMENTOS QUE DEVERÃO SER APRESENTADOS PELO REQUERENTE JUNTAMENTE COM A FICHA PREENCHIDA E ASSINADA. O Responsável Financeiro deverá entregar cópias autenticadas/ simples

Leia mais

LISTA DE DOCUMENTOS ProUni 2 º Semestre 2013

LISTA DE DOCUMENTOS ProUni 2 º Semestre 2013 LISTA DE DOCUMENTOS ProUni 2 º Semestre 2013 1. INFORMAÇÕES GERAIS 1.1 Os candidatos pré-selecionados deverão entregar cópia simples dos documentos adiante solicitados de todos aqueles que compõem a família.

Leia mais

RESOLUÇÃO N. 07/2014

RESOLUÇÃO N. 07/2014 RESOLUÇÃO N. 07/2014 Estabelece regras para o Programa de Assistência Educacional em Cursos de Graduação, da Faculdade Palotina. Art. 1º. O Programa de Assistência Educacional da Faculdade Palotina, será

Leia mais

DOCUMENTOS PRÉ-SELECIONADOS PARA AS BOLSAS REMANESCENTES DO PROUNI 2009/2

DOCUMENTOS PRÉ-SELECIONADOS PARA AS BOLSAS REMANESCENTES DO PROUNI 2009/2 PROTOCOLO DOCUMENTOS PRÉ-SELECIONADOS PARA AS BOLSAS REMANESCENTES DO PROUNI 2009/2 Os documentos seguintes foram devidamente entregues pelo candidato pré-selecionado do PROUNI para o Curso de, à Faculdade

Leia mais

Relação de documentos exigidos para processo de Bolsa de Estudo FAPCOM 2015

Relação de documentos exigidos para processo de Bolsa de Estudo FAPCOM 2015 Relação de documentos exigidos para processo de Bolsa de Estudo FAPCOM 2015 IMPORTANTE: esta é uma ótima oportunidade para obter uma Bolsa de Estudo na FAPCOM e, para tanto, solicitamos sua atenção para

Leia mais

EDITAL N. 01/2015 2. DA DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA ACESSO AOS BENEFÍCIOS DA ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL

EDITAL N. 01/2015 2. DA DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA ACESSO AOS BENEFÍCIOS DA ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL EDITAL N. 01/2015 Dispõe sobre a concessão de benefícios sociais a alunos do Câmpus Gravataí, mediante a realização de estudo socioeconômico, conforme previsto no Regulamento da Política de Assistência

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO QUE DEVE SER ENTREGUE NA FASE DE COMPROVAÇÃO: ProUni

DOCUMENTAÇÃO QUE DEVE SER ENTREGUE NA FASE DE COMPROVAÇÃO: ProUni DOCUMENTAÇÃO QUE DEVE SER ENTREGUE NA FASE DE COMPROVAÇÃO: ProUni Comparecer no Setor de Apoio ao Aluno (SAA) da unidade em que foi préselecionado na data e horário agendado, com todas as cópias e originais

Leia mais

DOCUMENTOS COMPROBATÓRIOS PARA CONCESSÃO DE BOLSA SOCIAL

DOCUMENTOS COMPROBATÓRIOS PARA CONCESSÃO DE BOLSA SOCIAL DOCUMENTOS COMPROBATÓRIOS PARA CONCESSÃO DE BOLSA SOCIAL O responsável legal pelo educando deverá apresentar os documentos abaixo relacionados; de todo os membros do grupo familiar onde o aluno esta inserido,

Leia mais

3) RELAÇÃO DA DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA DE TODOS OS MEMBROS DA FAMÍLIA:

3) RELAÇÃO DA DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA DE TODOS OS MEMBROS DA FAMÍLIA: 1) DA CONCESSÃO: a) Para a CONCESSÃO da Bolsa de Estudo Social será considerado como grupo familiar, além do próprio candidato, o conjunto de pessoas residindo na mesma moradia do candidato; b) O candidato

Leia mais

Documentação. O coordenador do ProUni deverá solicitar, salvo em caso de dúvida, somente um dos seguintes comprovantes de identificação:

Documentação. O coordenador do ProUni deverá solicitar, salvo em caso de dúvida, somente um dos seguintes comprovantes de identificação: Documentação Documentação que deve ser apresentada pelo candidato e membros do grupo familiar, quando for o caso, na Fase de Comprovação de Informações documento de identificação próprio e dos demais membros

Leia mais

CHECKLIST DETALHADO PARA AQUISIÇÃO DE LOTE URBANO 1. DOCUMENTOS INICIAIS

CHECKLIST DETALHADO PARA AQUISIÇÃO DE LOTE URBANO 1. DOCUMENTOS INICIAIS Após a aprovação do crédito e a avaliação do imóvel, retorne à sua Agência com a relação completa dos documentos descritos nos itens abaixo, para a efetivação de seu financiamento. 1. DOCUMENTOS INICIAIS

Leia mais

NOTIFICAMOS QUE: Edital RSF 008/2012

NOTIFICAMOS QUE: Edital RSF 008/2012 Edital RSF 008/2012 Inscrição de Candidatos do PROUNI -Programa Universidade Para Todos 2 Semestre de 2012 na Universidade Presbiteriana Mackenzie O Instituto Presbiteriano Mackenzie, por meio da Gerência

Leia mais

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO NÃO RESTITUÍVEL (BOLSA FILANTRÓPICA)

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO NÃO RESTITUÍVEL (BOLSA FILANTRÓPICA) RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO NÃO RESTITUÍVEL (BOLSA FILANTRÓPICA) 1. INFORMAÇÕES GERAIS 1.1 Será concedida a Bolsa Filantrópica com base nos critérios básicos consignados nos

Leia mais

ÍNDICE. ISS Online. Guia do Usuário ÍNDICE

ÍNDICE. ISS Online. Guia do Usuário ÍNDICE Guia do Usuário ÍNDICE ÍNDICE Setembro /2009 www.4rsistemas.com.br 15 3262 8444 IDENTIFICAÇÃO E SENHA... 3 Sou localizado no município... 4 Não sou localizado no município... 4 ACESSO AO SISTEMA... 5 Tela

Leia mais

Acordos de Compensação de Horas 05 anos CF artigo 7º, inciso XXIX. Advertência e Suspensão 05 anos CF artigo 7º, inciso XXIX. Alvará Permanente ****

Acordos de Compensação de Horas 05 anos CF artigo 7º, inciso XXIX. Advertência e Suspensão 05 anos CF artigo 7º, inciso XXIX. Alvará Permanente **** PRAZOS PARA GUARDA DE DOCUMENTOS Importante: Os documentos contidos nessa lista não são exaustivos, o intuito é direcionar e contribuir para organização da empresa. Porém deve-se analisar qualquer particularidade

Leia mais

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS SERVIÇO SOCIAL (Verificar em qual situação se enquadra e apresentar os documentos conforme especificado).

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS SERVIÇO SOCIAL (Verificar em qual situação se enquadra e apresentar os documentos conforme especificado). Sociedade dos Irmãos da Congregação de Santa Cruz COLÉGIO NOTRE DAME DE CAMPINAS Rua Egberto Ferreira de Arruda Camargo nº 151 Bairro Notre Dame Campinas - SP INFORMAÇÕES IMPORTANTES: Os documentos relacionados,

Leia mais

DOCUMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO DO ESTUDANTE E DOS MEMBROS DE SEU GRUPO FAMILIAR

DOCUMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO DO ESTUDANTE E DOS MEMBROS DE SEU GRUPO FAMILIAR DOCUMENTAÇÃO APRESENTADA PELO ESTUDANTE Após concluir sua inscrição no SisFIES, o estudante deverá procurar a Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) em sua instituição de ensino e validar

Leia mais

Análise Social para redução de mensalidade 2015

Análise Social para redução de mensalidade 2015 Análise Social para redução de mensalidade 2015 ORIENTAÇÕES GERAIS 1. Das disposições preliminares 1.1 As bolsas de estudo serão concedidas a alunos selecionados pela Comissão de Bolsas. 1.2 A seleção

Leia mais

DECORE Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos

DECORE Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO RIO GRANDE DO SUL DECORE Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos DHP Declaração de Habilitação Profissional Porto Alegre Outubro de 2010 Editor CONSELHO

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PARCELAMENTO DIRETO ESTUDANTIL - PDE

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PARCELAMENTO DIRETO ESTUDANTIL - PDE REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PARCELAMENTO DIRETO ESTUDANTIL - PDE 1. OBJETO O Parcelamento Direto Estudantil concedido pelas FACULDADES INTA é um programa de parcelamento de crédito educativo para adesões

Leia mais

TIPO DE DOCUMENTO PRAZO FUNDAMENTO LEGAL. Alvará Permanente **** Atestado Médico/Abono de Falta 10 anos Lei 8.212/91 artigo 46

TIPO DE DOCUMENTO PRAZO FUNDAMENTO LEGAL. Alvará Permanente **** Atestado Médico/Abono de Falta 10 anos Lei 8.212/91 artigo 46 PRAZOS PARA GUARDA DE DOCUMENTOS Importante: Os documentos contidos nessa lista não são exaustivos, o intuito é direcionar e contribuir para organização da empresa. Porém deve- se analisar qualquer particularidade

Leia mais

ProUni FADERGS. Documentos para Comprovação de Informações

ProUni FADERGS. Documentos para Comprovação de Informações ProUni FADERGS Documentos para Comprovação de Informações Os candidatos Pré-Selecionados deverão apresentar a FADERGS, para comprovação de informações, cópia simples acompanhada da via original dos seguintes

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI CIMATEC

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI CIMATEC IDENTIFICAÇÃO DO ESTUDANTE E DOS MEMBROS DO SEU GRUPO FAMILIAR - Carteira de Identidade fornecida pelos órgãos de segurança pública das Unidades da Federação; - Carteira Nacional de Habilitação, novo modelo,

Leia mais

COMUNICADO PROAE PROGRAMA BOLSA PERMANÊNCIA PBP

COMUNICADO PROAE PROGRAMA BOLSA PERMANÊNCIA PBP COMUNICADO PROAE PROGRAMA BOLSA PERMANÊNCIA PBP Informamos que a PROAE constatou a existência, na Universidade Federal da Bahia, de mais 26 (vinte e seis) cursos com carga horária igual ou superior a 5

Leia mais

ANEXO II Programa Mais Professores FUSVE-USS 2016 Documentos Necessários para Requerimento de Bolsa de Estudos

ANEXO II Programa Mais Professores FUSVE-USS 2016 Documentos Necessários para Requerimento de Bolsa de Estudos ANEXO II Programa Mais Professores FUSVE-USS 2016 Documentos Necessários para Requerimento de Bolsa de Estudos Os estudantes ou responsáveis legais obrigam-se a efetuar a entrega dos seguintes documentos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis Divisão de Assistência e Ações Afirmativas

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis Divisão de Assistência e Ações Afirmativas UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis Divisão de Assistência e Ações Afirmativas DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA AVALIAÇÃO SOCIOECONÔMICA Apenas para os candidatos classificados

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS:

PERGUNTAS E RESPOSTAS: PERGUNTAS E RESPOSTAS: 1. Na falta de algum documento por ocasião do Registro Acadêmico perderei minha vaga? R.: Sim, porém, excepcionalmente, mediante justificativa fundamentada e comprovada (Boletim

Leia mais

EDITAL DE ABERTURA PROCESSO SELETIVO PROUNI 2013.1 1º CHAMADA

EDITAL DE ABERTURA PROCESSO SELETIVO PROUNI 2013.1 1º CHAMADA EDITAL DE ABERTURA PROCESSO SELETIVO PROUNI 2013.1 1º CHAMADA A Faculdade Baiana de Direito e Gestão faz saber que realizará processo seletivo, destinado ao ingresso de estudantes beneficiários do ProUni

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA COMPROVAÇÃO DE INFORMAÇÕES

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA COMPROVAÇÃO DE INFORMAÇÕES DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA COMPROVAÇÃO DE INFORMAÇÕES Documentação que deve ser apresentada pelo candidato e membros do grupo familiar, quando for o caso, na fase de comprovação de informações. É vedado

Leia mais

Sistema. Compra conjunta compra individual. Cliente Empreendimento. Corretor Empresa de Vendas

Sistema. Compra conjunta compra individual. Cliente Empreendimento. Corretor Empresa de Vendas Sistema Aqui Documentação do Dossiê Habitacional - LANÇAMENTO (simplificado) Compra conjunta compra individual Cliente Empreendimento Unidade Corretor Empresa de Vendas O QUE é o sistema caixa aqui? O

Leia mais

Ordem de Serviço PROGRAD n o 004, de 8 de novembro de 2012.

Ordem de Serviço PROGRAD n o 004, de 8 de novembro de 2012. UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - UNIRIO PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO - PROGRAD Ordem de Serviço PROGRAD n o 004, de 8 de novembro de 2012. Dispõe sobre a documentação necessária para a matrícula

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO AO CLIENTE

MANUAL DE ORIENTAÇÃO AO CLIENTE MANUAL DE ORIENTAÇÃO AO CLIENTE ORGANIZAÇÃO CONTÁBIL RAJA LTDA. I - INTRODUÇÃO Este manual tem como objetivo orientar ao cliente quanto aos procedimentos realizados por nossa empresa, para que todos tenham

Leia mais

CADASTRO PARA PROGRAMAS DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL - LISTA DE DOCUMENTOS - INSTRUÇÕES

CADASTRO PARA PROGRAMAS DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL - LISTA DE DOCUMENTOS - INSTRUÇÕES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO PRÓREITORIA DE ASSUNTOS COMUNITÁRIOS E ESTUDANTIS CADASTRO PARA PROGRAMAS DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL LISTA DE DOCUMENTOS INSTRUÇÕES Prezado Estudante,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO 30/12/2014 11:50:21 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PORTARIA NORMATIVA Nº 22, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2014 Altera dispositivos das Portarias Normativas nº 10, de 30 de abril de 2010, e nº 23, de 10 de novembro de

Leia mais

Anexo III - Requisição de Documentos

Anexo III - Requisição de Documentos Anexo III - Requisição de Documentos I - Identificação Documentos de identificação do candidato/aluno e dos membros de seu grupo familiar: 1. Documento de Identidade fornecida pelos órgãos de segurança

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR CENECISTA DE FARROUPILHA Mantido pela Campanha Nacional de Escolas da Comunidade

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR CENECISTA DE FARROUPILHA Mantido pela Campanha Nacional de Escolas da Comunidade CENTRO DE ENSINO SUPERIOR CENECISTA DE FARROUPILHA Mantido pela Campanha Nacional de Escolas da Comunidade DOCUMENTAÇÃO QUE DEVE SER APRESENTADA PELO CANDIDATO E MEMBROS DO GRUPO FAMILIAR NO MOMENTO DA

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA NORMATIVA Nº 22, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2014

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA NORMATIVA Nº 22, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2014 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA NORMATIVA Nº 22, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2014 Altera dispositivos das Portarias Normativas nº 10, de 30 de abril de 2010, e nº 23, de 10 de novembro de

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA INSCRIÇÃO NO PROGRAMA BOLSA PERMANÊNCIA

ORIENTAÇÕES PARA INSCRIÇÃO NO PROGRAMA BOLSA PERMANÊNCIA ORIENTAÇÕES PARA INSCRIÇÃO NO PROGRAMA BOLSA PERMANÊNCIA Após realizar o pré-cadastro no Sistema PBP, (permanencia.gov.mec.br) o estudante deve fazer o seguinte: 1. Imprimir, assinar o Termo de Compromisso,

Leia mais

Perguntas mais frequentes

Perguntas mais frequentes Perguntas mais frequentes 01. Quando começo a pagar o condomínio? Caso adquira o imóvel durante a construção, o pagamento do condomínio começa após a primeira reunião de instalação do condomínio, que é

Leia mais

PROGRAMA BOLSA PERMANÊNCIA (PBP) DO MINISTÉIO DA EDUCAÇÃO

PROGRAMA BOLSA PERMANÊNCIA (PBP) DO MINISTÉIO DA EDUCAÇÃO PRÓ-REITORIA DE ASSISTÊNCIA E PROMOÇÃO AO ESTUDANTE PROGRAMA BOLSA PERMANÊNCIA (PBP) DO MINISTÉIO DA EDUCAÇÃO (Instituído pela Portaria MEC n.º 389, de 9 de maio de 2013) MANUAL DE GESTÃO DO PBP NA UFPB

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PARCELAMENTO DIRETO ESTUDANTIL - PPDE

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PARCELAMENTO DIRETO ESTUDANTIL - PPDE REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PARCELAMENTO DIRETO ESTUDANTIL - PPDE 1. OBJETO O objeto deste regulamento é a concessão d e Parcelamento Direto Estudantil concedido pelas FACULDADES INTA, que é um programa

Leia mais

Lista de Documentos Bolsas Processo - 2015/02 2016/01

Lista de Documentos Bolsas Processo - 2015/02 2016/01 Lista de Documentos Bolsas Processo - 2015/02 2016/01 ATENÇÃO CANDIDATO: - Organize as cópias dos documentos na ordem abaixo e separados conforme a ordem do documento; - Junte cópia da documentação e entregue

Leia mais

CARTILHA TIRA - DÚVIDAS (Elaborada por Bel Contabilidade Eireli EPP)

CARTILHA TIRA - DÚVIDAS (Elaborada por Bel Contabilidade Eireli EPP) CARTILHA TIRA - DÚVIDAS (Elaborada por Bel Contabilidade Eireli EPP) Edição 2013 01) O que é Microempreendedor Individual - MEI? Considera-se Microempreendedor Individual - MEI o empresário individual

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA PARA RENOVAÇÃO DE BOLSA PARA GRUPO FAMILIAR (TODOS RESIDENTES COM O CANDIDATO)

DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA PARA RENOVAÇÃO DE BOLSA PARA GRUPO FAMILIAR (TODOS RESIDENTES COM O CANDIDATO) DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA PARA RENOVAÇÃO DE BOLSA PARA GRUPO FAMILIAR (TODOS RESIDENTES COM O CANDIDATO) - Requerimento de bolsa feito pelo site ( Via da Instituição) + Protocolo preenchido e assinado; - RG

Leia mais

FICHA SOCIOECONÔMICA 2016. Nome: Idade: Estado Civil : End.: Bairro: Cidade: Fone: Nome: Idade: Data de Nascimento: / /.

FICHA SOCIOECONÔMICA 2016. Nome: Idade: Estado Civil : End.: Bairro: Cidade: Fone: Nome: Idade: Data de Nascimento: / /. Rua Coronel Melo de Oliveira, 221 Pompéia - São Paulo/SP CNPJ: 61.015.087/0001-65 UNIDADE EXECUTORA: IASCJ Colégio São Geraldo Praça da Matriz, 739 Centro / Paraíso do Tocantins -TO CNPJ: 61.015.087/0032-61

Leia mais

Prezado(a) candidato(a),

Prezado(a) candidato(a), Prezado(a) candidato(a), Por favor, fique atento às informações a seguir, as quais garantirão o bom andamento do seu processo de comprovação de informações para o PROUNI na ULBRA. Dedique alguns minutos

Leia mais

NOTA FISCAL PAULISTA. com a cópia do contrato social e do documento de identificação no Posto Fiscal da jurisdição do seu estabelecimento.

NOTA FISCAL PAULISTA. com a cópia do contrato social e do documento de identificação no Posto Fiscal da jurisdição do seu estabelecimento. NOTA FISCAL PAULISTA 1. O PROGRAMA NOTA FISCAL PAULISTA 1.1 O que é a Nota Fiscal Paulista? A Nota Fiscal Paulista é um programa de estímulo à cidadania fiscal do governo do Estado de São Paulo que concede

Leia mais

PROCESSO PARA CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDOS PARA O ANO LETIVO DE

PROCESSO PARA CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDOS PARA O ANO LETIVO DE EDITAL N 03/2015 PROCESSO PARA CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDOS PARA O ANO LETIVO DE 2016 (Em conformidade com a Lei n 12.101/2009, Lei n 12.868/2013 e Decreto n 8.242/2014) O Diretor Geral do Colégio dos

Leia mais

Física. Pessoa IMPOSTO DE RENDA. c o n t a b i l i z e. É hora de acertar as contas com o Leão

Física. Pessoa IMPOSTO DE RENDA. c o n t a b i l i z e. É hora de acertar as contas com o Leão IMPOSTO DE RENDA Distribuição Gratuita Pessoa Física É hora de acertar as contas com o Leão CONTRATE UM PROFISSIONAL E EVITE PROBLEMAS Entre em contato conosco 47 3028-1483 contabilize@contabilizesc.com.br

Leia mais

INSTRUÇÕES BÁSICAS PARA PAGAMENTO DE HONORÁRIOS PROFISSIONAIS DE ASSISTÊNCIA JUDICIÁRIA ADVOGADOS E PERITOS PESSOA FÍSICA JURISDIÇÃO DELEGADA

INSTRUÇÕES BÁSICAS PARA PAGAMENTO DE HONORÁRIOS PROFISSIONAIS DE ASSISTÊNCIA JUDICIÁRIA ADVOGADOS E PERITOS PESSOA FÍSICA JURISDIÇÃO DELEGADA 0 HONORÁRIOS PROFISSIONAIS DE ASSISTÊNCIA JUDICIÁRIA ADVOGADOS E PERITOS PESSOA FÍSICA JURISDIÇÃO DELEGADA RESOLUÇÃO 541/2007 - CJF JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRO GRAU SÃO PAULO NÚCLEO FINANCEIRO SEÇÃO DE

Leia mais

Carteira de Identidade e Cadastro de Pessoa Física. devem enviar os seguintes comprovantes de identificação: a cada situação individual

Carteira de Identidade e Cadastro de Pessoa Física. devem enviar os seguintes comprovantes de identificação: a cada situação individual Relação de Documentos xigidos pelo ProUni e Quaisquer Benefícios Filantrópicos da IS DOCUMNTOS D IDNTIFICAÇÃO DO CANDIDATO DOS MMBROS D SU GRUPO FAMILIAR O candidato selecionado e cada membro de seu grupo

Leia mais

DOCUMENTOS PARA COMPROVAÇÃO DE INFORMAÇÕES PROCESSO SELETIVO PROUNI. 1 - Documentos de Escolaridade do Candidato (exclusivo para o candidato):

DOCUMENTOS PARA COMPROVAÇÃO DE INFORMAÇÕES PROCESSO SELETIVO PROUNI. 1 - Documentos de Escolaridade do Candidato (exclusivo para o candidato): Atenção Candidato! DOCUMENTOS PARA COMPROVAÇÃO DE INFORMAÇÕES PROCESSO SELETIVO PROUNI Na Fase de Comprovação você deverá apresentar cópia, acompanhada dos documentos originais abaixo solicitados. Para

Leia mais

EDITAL DE BOLSA SOCIAL 2015

EDITAL DE BOLSA SOCIAL 2015 EDITAL DE BOLSA SOCIAL 2015 A Diretoria de Colégios da ABEU Colégios, no uso de suas atribuições, torna público o Edital para o Processo de Concessão de Bolsas Sociais destinadas a estudantes regularmente

Leia mais

ANEXO I DOCUMENTOS A SEREM APRESENTADOS NA CPSA 1. IDENTIFICAÇÃO DO ESTUDANTE E DOS MEMBROS DO SEU GRUPO FAMILIAR

ANEXO I DOCUMENTOS A SEREM APRESENTADOS NA CPSA 1. IDENTIFICAÇÃO DO ESTUDANTE E DOS MEMBROS DO SEU GRUPO FAMILIAR ANEXO I DOCUMENTOS A SEREM APRESENTADOS NA CPSA 1. IDENTIFICAÇÃO DO ESTUDANTE E DOS MEMBROS DO SEU GRUPO FAMILIAR - Carteira de Identidade fornecida pelos órgãos de segurança pública das Unidades da Federação;

Leia mais

Cartilha de prestação de contas

Cartilha de prestação de contas Cartilha de prestação de contas Identificação e manuseio de documentos fiscais Adequada para entidades que recebem ajuda financeira e necessitam prestar contas. 2012 SUMáRIO 1. Orientações para aquisição

Leia mais

II. Determinar que referida lista seja utilizada, também, para a comprovação de renda de candidatos que solicitarem isenção para o PSV-2015/UFGD.

II. Determinar que referida lista seja utilizada, também, para a comprovação de renda de candidatos que solicitarem isenção para o PSV-2015/UFGD. EDITAL DE DIVULGAÇÃO PROGRAD/UFGD Nº 49 DE 10 DE SETEMBRO DE 2014 DIVULGA A LISTA DE DOCUMENTOS EXIGIDOS PARA ANÁLISE E COMPROVAÇÃO DA RENDA FAMILIAR PER CAPITA DE CANDIDATOS INSCRITOS NO PROCESSO SELETIVO

Leia mais

Acredite no seu trabalho que o Brasil acredita em você. Ministério do Desenvolvimento, Confiança no Brasil.

Acredite no seu trabalho que o Brasil acredita em você. Ministério do Desenvolvimento, Confiança no Brasil. Acredite no seu trabalho que o Brasil acredita em você. Ministério do Desenvolvimento, Confiança no Brasil. Indústria É assim que e Comércio a gente segue Exterior em frente. Introdução Atualmente, muitos

Leia mais

( ) Coobrigado*, assinalar grau de parentesco: ( ) Pai, ( ) Mãe, ( ) Cônjuge

( ) Coobrigado*, assinalar grau de parentesco: ( ) Pai, ( ) Mãe, ( ) Cônjuge CONSÓRCIO AUTOMÓVEL FICHA CADASTRAL - PESSOA FÍSICA GRUPO (s) COTA (s) Gentileza informar os dados de todas as cotas que serão utilizadas nesta operação. INFORME QUAL A SUA PARTICIPAÇÃO (Apenas uma opção

Leia mais

Documentação - PROUNI

Documentação - PROUNI Documentação - PROUNI Documentação que deve ser apresentada (original e fotocópia), do candidato e membros do grupo familiar, quando for o caso, na Fase de Comprovação de Informações: Documento de identificação

Leia mais

1. Qual o limite de idade para o empréstimo pessoal? 2. Qual é o valor mínimo e máximo do empréstimo? 3. Como funciona o parcelamento?

1. Qual o limite de idade para o empréstimo pessoal? 2. Qual é o valor mínimo e máximo do empréstimo? 3. Como funciona o parcelamento? 1. Qual o limite de idade para o empréstimo pessoal? De 18 anos a 90 anos, 11 meses e 29 dias. 2. Qual é o valor mínimo e máximo do empréstimo? Mínimo: R$ 200,00 Máximo: R$ 10.000,00 3. Como funciona o

Leia mais

NOVAS REGRAS DA NFS-e

NOVAS REGRAS DA NFS-e NOVAS REGRAS DA NFS-e Março/2012 2008 Decreto nº 8.596 de 27/11/2008. Portaria 064/2008 de 26/11/2008. Portaria 065/2008 de 26/11/2008. 2009 Decreto nº 8.683 de 26/03/2009. Portaria 022/2009 de 01/04/2009.

Leia mais

Colégio Nossa Senhora Auxiliadora CNPJ: 56.012.131/0001-43

Colégio Nossa Senhora Auxiliadora CNPJ: 56.012.131/0001-43 Edital 2016 PROCESSO SELETIVO PARA RENOVAÇÃO E/OU CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDO 1. DO PROCESSO SELETIVO ANO LETIVO / 2016 1.1 O Colégio Nossa Senhora Auxiliadora,, por seu representante legal, no uso de

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE FAZENDA DIRETORIA DE TRIBUTOS MOBILIÁRIOS ISS-Londrina-DMS - PERGUNTAS E RESPOSTAS

SECRETARIA MUNICIPAL DE FAZENDA DIRETORIA DE TRIBUTOS MOBILIÁRIOS ISS-Londrina-DMS - PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE O PROGRAMA ISS-Londrina-DMS - Perguntas (Seqüencia Atual e Anterior) 001-001 - O que é o ISS-Londrina Declaração Mensal de Serviço? O ISS-Londrina-DMS é um sistema Integrado para gerenciamento do

Leia mais

Serviços Relacionados à Pessoa Jurídica

Serviços Relacionados à Pessoa Jurídica Serviços Relacionados à Pessoa Jurídica Atenção: Documentos apresentados em fotocópia devem ser autenticados em Cartório ou acompanhados dos originais para receberem autenticação do CREA. Documentos obrigatórios

Leia mais

ATUALIZAÇÃO CADASTRAL DO SERVIDOR MUNICIPAL

ATUALIZAÇÃO CADASTRAL DO SERVIDOR MUNICIPAL ATUALIZAÇÃO CADASTRAL DO SERVIDOR MUNICIPAL ORIENTAÇÕES SOBRE A ATUALIZAÇÃO CADASTRAL DO SERVIDOR MUNICIPAL Apresentação A Prefeitura Municipal de Goiânia realizará a atualização cadastral dos Servidores

Leia mais

Rua Moreira e Costa, 531 Ipiranga CEP 04266 010 São Paulo SP Tel.: (11) 3013 0320 Fax: (11) 3013 0366 www.sanfra.g12.br

Rua Moreira e Costa, 531 Ipiranga CEP 04266 010 São Paulo SP Tel.: (11) 3013 0320 Fax: (11) 3013 0366 www.sanfra.g12.br Rua Moreira e Costa, 531 Ipiranga CEP 04266 010 São Paulo SP Tel.: (11) 3013 0320 Fax: (11) 3013 0366 www.sanfra.g12.br EDITAL nº 001/2014 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA BOLSAS DE ESTUDOS O Pe. Eduardo

Leia mais

APOSTILA PARA O CURSO WCOBRANÇA COBRANÇA FÁCIL ALTERDATA

APOSTILA PARA O CURSO WCOBRANÇA COBRANÇA FÁCIL ALTERDATA Visão Estar posicionada entre as maiores e melhores provedoras de solução de gestão empresarial do Brasil. Missão Desenvolvimento e fornecimento de soluções e serviços através de softwares para tornar

Leia mais

EDITAL DE BOLSA SOCIAL 2015.2 2ª SELEÇÃO PARA ALUNOS DE RENOVAÇÃO

EDITAL DE BOLSA SOCIAL 2015.2 2ª SELEÇÃO PARA ALUNOS DE RENOVAÇÃO EDITAL DE BOLSA SOCIAL 2015.2 2ª SELEÇÃO PARA ALUNOS DE RENOVAÇÃO O Reitor no uso de suas atribuições, torna público o Edital para o Processo de Concessão de Bolsas Sociais. O Programa de Bolsas Sociais

Leia mais

ANEXO V DOCUMENTOS EXIGIDOS PARA A BOLSA SOCIAL

ANEXO V DOCUMENTOS EXIGIDOS PARA A BOLSA SOCIAL ANEXO V DOCUMENTOS EXIGIDOS PARA A BOLSA SOCIAL 1. INFORMAÇÕES GERAIS Para participar da entrevista de avaliação socioeconômica é necessário apresentar os documentos abaixo relacionados (com cópia autenticada),

Leia mais

INSTITUTO DAS APÓSTOLAS DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS Rua Coronel Melo de Oliveira, 221 Pompéia São Paulo SP - CNPJ: 61.015.

INSTITUTO DAS APÓSTOLAS DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS Rua Coronel Melo de Oliveira, 221 Pompéia São Paulo SP - CNPJ: 61.015. INSTITUTO DAS APÓSTOLAS DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS Rua Coronel Melo de Oliveira, 221 Pompéia São Paulo SP - CNPJ: 61.015.087/0001-65 UNIDADE EXECUTORA Quadra 110 Norte Alameda 21 Lote 33 Fone: (63) 3215-9200

Leia mais

Versão 3.0 (08/2013)

Versão 3.0 (08/2013) Versão 3.0 (08/2013) Sumário INTRODUÇÃO... 6 APRESENTAÇÃO... 6 O QUE É GISSONLINE?... 6 FILOSOFIA DA GISSONLINE... 6 BENEFÍCIOS QUE A GISSONLINE OFERECE... 6 PANORAMA DO PORTAL GISSONLINE... 7 ACESSO FÁCIL...

Leia mais

ANEXO I DOCUMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO DO ESTUDANTE E DOS MEMBROS DE SEU GRUPO FAMILIAR

ANEXO I DOCUMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO DO ESTUDANTE E DOS MEMBROS DE SEU GRUPO FAMILIAR ANEXO I DOCUMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO DO ESTUDANTE E DOS MEMBROS DE SEU GRUPO FAMILIAR A CPSA deverá solicitar, salvo em caso de dúvida, somente um dos seguintes comprovantes de identificação: 1. Carteira

Leia mais

INFORMAÇÕES AOS FORNECEDORES SEJA NOSSO FORNECEDOR REGULAMENTO PARA EMISSÃO DO CRC COCEL (parte integrante do site www.cocel.com.

INFORMAÇÕES AOS FORNECEDORES SEJA NOSSO FORNECEDOR REGULAMENTO PARA EMISSÃO DO CRC COCEL (parte integrante do site www.cocel.com. 1/7 INFORMAÇÕES AOS FORNECEDORES SEJA NOSSO FORNECEDOR REGULAMENTO PARA EMISSÃO DO CRC COCEL (parte integrante do site www.cocel.com.br) INFORMAÇÕES I. O interessado na inscrição no Cadastro de Fornecedores

Leia mais