Apresentação Características dos Aplicativos da Linha RM Interface Padrão Windows Ajuda On-line Sensível à Opção...

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Apresentação... 3. 1. Características dos Aplicativos da Linha RM... 4. Interface Padrão Windows... 4. Ajuda On-line Sensível à Opção..."

Transcrição

1 ÍNDICE Apresentação Características dos Aplicativos da Linha RM... 4 Interface Padrão Windows... 4 Ajuda On-line Sensível à Opção Natureza Funcional do RM Saldus Limitações... 8 Limitações Técnicas... 8 Limitações de Performance Estrutura das Tabelas Implantação Ferramentas de Suporte Fórmula Fórmula Visual Mashups Metadados Ferramentas de Saídas Gerador de Relatórios Planilhas Cubos Relatórios Fixos Relatórios do RM Reports Planilha.Net Gráficos Cenários Reader RSS Rotinas Legais Segurança dos produtos corporativos Segurança específica do RM Saldus Integração Publicado em: Outubro de

2 Aplicativos da Linha RM Terceiros Customização Publicado em: Outubro de

3 Apresentação Este documento tem como objetivo, discriminar as principais características técnicas dos aplicativos RM, permitindo a você obter uma melhor compreensão de seu funcionamento e conseqüentemente, aproveitar seus recursos e benefícios. O RM Saldus é um dos Aplicativos que integram a Linha RM, que abrange todas as funções da automação oferecidas através desta linha de software administrativo. Em síntese, este Aplicativo possui recursos flexíveis, que permitem uma racionalização das informações cadastradas e otimização dos dados necessários aos controles contábeis e gerenciais, através de suas divisões funcionais internas. Publicado em: Outubro de

4 1. Características dos Aplicativos da Linha RM Características A linha RM é a solução corporativa de gestão empresarial da TOTVS. Desenvolvido para tecnologia Windows 32 e 64bits,.Net e arquitetura Cliente/Servidor, possui banco de dados único, padrão SQL Structure Query Language (Linguagem de Consulta Estruturada), atualizações on-line, interface padronizada e diversas ferramentas disponíveis. Flexível, possibilita a integração com sistemas específicos de sua empresa. Interface Padrão Windows Possui atualização on-line dos dados de entrada, permitindo acesso às informações atualizadas imediatamente após o término da transação. Possui padronização do uso de teclas e funções, em todos os módulos, de forma a facilitar o seu aprendizado e operação. Possui opção de fazer e desfazer as ações executadas pelos aplicativos. Exemplo: inclusão de requisição de material e estorno de requisição de material; inclusão e exclusão e/ou estorno de lançamento; inclusão e exclusão de conta contábil, etc. Apresenta todas as telas e relatórios no ambiente do usuário em português. Ajuda On-line Sensível à Opção Possui documentação técnica do sistema em português, através de dispositivo de Ajuda On-Line com orientação detalhada (passo a passo) de como utilizar o aplicativo, bem como os itens de menu e o preenchimento das telas de Ajuda On-line dos campos, opções e erros no padrão Windows. 2. Natureza Funcional do RM Saldus Este produto possui as seguintes características técnicas: Permite a codificação do Plano de Contas Contábil em estrutura de no máximo 40 (quarenta) caracteres podendo ser distribuídos em diversos níveis; Possibilita a definição de máscaras do plano de contas, sendo permitida a inclusão do plano de contas com até 10 (dez) diferentes grupos; Cadastro de Código Reduzido alfanumérico para as contas, facilitando sua digitação, consulta e classificação podendo ser utilizados na digitação dos lançamentos contábeis; Permite que seja editado a critério do usuário o código reduzido de qualquer das contas cadastradas; Publicado em: Outubro de

5 Permite que sejam ordenados os Códigos Reduzidos com base no Código Contábil; Plano de Contas configurável, flexível e virtualmente ilimitado, permitindo adaptação às necessidades da empresa, pode-se usar dígito verificador, evitando-se trocar contas e facilitando a digitação; Permite, opcionalmente, que contas contábeis ou gerenciais possam ser cadastradas com a característica de Conta Global, ficando disponíveis para todas as coligadas acessadas; Possibilidade de utilização de dígito verificador nas contas e possibilidade de impressão destes na emissão de relatórios; Permite a criação de códigos contábeis reduzidos; Assegura que as contas só recebam lançamento no último nível de detalhamento; Permite a Inativação/Ativação de Contas Contábeis, sendo que contas contábeis inativadas não poderão ser utilizadas em novas movimentações contábeis, garantindo, porém que os saldos e movimentações realizadas em contas que foram inativadas serão mantidos; Permite a classificação automática da natureza da conta para auxiliar a geração do SPED Contábil; Permite a classificação automática de lançamentos para auxiliar a geração do SPED Fcont; Permite históricos previamente padronizados e definidos; Permite utilização de variáveis nos históricos padrões; Alto nível de detalhamento das informações através do ilimitado número de Históricos Padrões; Possibilidade de cadastro do Plano de Contas Gerencial com o objetivo de facilitar a contabilização da distribuição dos custos para contas específicas de rateio utilizando estrutura hierárquica, podendo ser distribuído em diversos níveis e em até 10 (dez) diferentes grupos; Possibilidade de utilização de código reduzido no Plano de Contas Gerencial; Permite a codificação do Plano de Contas Paralelo com o objetivo de consolidar/agrupar contas contábeis analíticas do plano de contas contábil e também o gerenciamento das contas do plano de contas referencial solicitado do SPED Contábil. Através do gerador de relatórios o usuário poderá criar relatórios utilizando o Plano de Contas Paralelo; Permite inclusão, alteração e exclusão de lançamentos; Controle de lançamentos por lote, possibilitando utilizar lotes distintos para cada necessidade/utilidade; Permite a integração dos lançamentos dos lotes ao lote oficial da contabilidade; Publicado em: Outubro de

6 Flexibilidade na entrada de lançamentos: forma de um para o outro (um débito para um crédito), de um para muitos ou de muitos para muitos; Permite definir a ordem da gravação das partidas através de configuração nos parâmetros do aplicativo; Permite a criação de vários moldes e estruturas de lançamentos, para geração de lançamentos periódicos; Permite lançamentos em múltiplas contas contábeis, segundo regras pré-estabelecidas; Permite agendar lançamentos com a finalidade de gerar periodicamente e automaticamente lançamentos nos lotes do RM Saldus; Permite pesquisas de lançamentos por qualquer informação existente na tela do lançamento ou combinação entre elas; Permite ajustes retroativos; Permite alteração em grupo de vários lançamentos simultaneamente, em qualquer lote integrado ou não; Assegura que em um lançamento, a soma das partidas credoras seja igual à soma das partidas devedoras em cada lote e identifica data e valor de eventuais diferenças geradas; Permite a realização do rateio gerencial automático e manual por conta gerencial; Permite alterar a distribuição gerencial existente nos lançamentos contábeis de uma forma global e automatizada; Permite a criação de mapas de rateio para realização da redistribuição gerencial feita anteriormente em contas transitórias; Permite, través de configuração nos parâmetros do aplicativo, Manter percentuais de rateio ou Manter valores de rateios quando o valor do lançamento for alterado; Permite agrupar lançamentos idênticos e de mesma origem; Permite realizar o rastreamento dos lançamentos, informando de onde e de que forma os lançamentos foram originados. Permite criar regras para validação de lançamentos através da vinculação de campos, com restrições e amarrações específicas; Permite fazer amarração de lançamentos pelo intervalo de datas (inicial e final); Permite copiar regra de amarração de lançamentos para vários usuários; Publicado em: Outubro de

7 Permite bloquear/desbloquear a utilização de lotes de lançamentos contábeis; Grava o nome do usuário, a data da inclusão e a data da última alteração nos lançamentos, permitindo visualizar estas informações na janela de edição dos lançamentos; Permite excluir lançamentos não quitados; Permite definir o período contábil do aplicativo, com a possibilidade de alteração da data final após o início de um exercício, aumentando o período em aberto, permitindo a manutenção das contas, lançamentos e dados em diferentes exercícios contábeis; Permite bloquear a manutenção nos lançamentos de períodos já conciliados através da definição de uma data de fechamento, permitindo ainda que esta data seja alterada a cada nova conciliação; Possibilita definir de forma manual, individual ou automática, o período permitido para digitação/manutenção de lançamentos para os usuários do aplicativo; Permite selecionar os campos complementares de lançamentos que serão utilizados por cada conta, personalizando os campos complementares nos lançamentos, de acordo com a conta utilizada no lançamento. Possibilidade de realização de orçamento por conta, para vários exercícios futuros, em moeda nacional ou em 2ª moeda; Permite a cópia de um orçamento tendo como base valores orçados ou o movimento das contas; Permite a alteração de um orçamento já criado; Permite zerar os orçamentos por períodos ou totalmente; Possibilidade de geração automática de orçamento por Conta Contábil e suas combinações com Filiais, Departamentos, Contas Gerenciais e Centros de Custo, tomando como origem para os novos orçamentos, os movimentos mensais, das contas com suas combinações, selecionadas previamente. Flexibilidade; Permite vários períodos em aberto; Permite a consolidação de várias empresas, filiais e centros de custos; Permite o fechamento mensal e anual fora do período normal (dia 31 de dezembro); Possui capacidade para controle de múltiplas empresas; Permite contabilidade centralizada, com a geração de informações ocorrendo nos sistemas de origem; Publicado em: Outubro de

8 Recursos de fechamentos intermediários da contabilidade, permitindo a manutenção dos dados com mais de um exercício em aberto; Completo controle gerencial integrado à contabilidade tradicional através da informação de filiais, centros de custos e contas de caráter gerencial; Permite o uso de outras moedas / indicadores alternativos; Possibilidade de cadastro de diversas moedas, com geração de resultados baseados em seus índices; Permite a associação automática dos centros de custos (ou contas gerenciais conforme utilização indicada nos Parâmetros do Sistema/Rotinas Legais) utilizados nos lançamentos contábeis às respectivas contas contábeis movimentadas e que estejam associadas ao Plano Paralelo (Plano Referencial da Receita), necessária para a geração do SPED Contábil. Permite a geração automática de análises gráficas com recursos visuais de alta tecnologia, permitindo personalização de gráficos de barras, colunas, linhas, pizza, etc, inclusive com recurso 3D, gerados com base nos dados do aplicativo, podendo refletir Evolução dos Saldos ou Movimentação de contas Contábeis ou Gerenciais. Um gráfico pode ainda ser parametrizado por período, por intervalo de dias e permite inclusão de uma ou várias contas a serem processadas. Possui documentação de Ajuda On-line completa e detalhada, sensível às opções acessadas, orientando o usuário em cada etapa a ser seguida para a realização das tarefas. Possui, além dos relatórios fixos do sistema, o gerador de relatórios que possibilita a criação de relatórios acessando diretamente o banco de dados. Trabalhando com JobServer configurado para executar em modo 3 Camadas é permitido agendar para determinado momento a execução dos principais processos como Lançamentos Periódicos, Integração de Lotes, Agrupamento de Lançamentos; Possibilita o controle de acesso às funcionalidades através dos perfis de usuários; Possui um Assistente de Implantação de Processos que permite certa flexibilidade na configuração de determinadas funcionalidades do aplicativo, de acordo com a necessidade de cada empresa, através da configuração dos parâmetros gerais relacionados a cada processo; Permite a definição de preferências ou parametrizações específicas e exclusivas para cada usuário, definindo um modo particular de utilização do sistema. 3. Limitações Limitações Técnicas A máscara contábil do sistema permite um máximo de 40 caracteres sendo que no primeiro nível é permitido apenas 1 caracter. Utilizando máscaras grandes, acima de 22 caracteres, os relatórios podem Publicado em: Outubro de

9 sofrer alterações na impressão devido ao tamanho das contas. Alguns terão que ser impressos em modo gráfico e na posição horizontal no papel. Estas alterações podem variar de relatório para relatório. Mesmo com estas alterações, os relatórios são impressos normalmente em qualquer impressora, porém, por uma questão de performance, aconselhamos o uso de impressoras Laser ou Jato de Tinta, quando as máscaras utilizadas forem muito extensas; O sistema aceita orçamentos anuais e mensais, não permitindo orçar valores diários; Os lançamentos podem ser realizados em apenas uma outra moeda (ou índice), além do Real; É permitido apenas realizar o rateio por conta gerencial; Não é permitido reintegrar lotes com os mesmos lançamentos já integrados, como é possível no RM Cont; Os lançamentos devem ser feitos apenas nas contas analíticas, não sendo aceitos nas contas sintéticas. O RM Saldus não renumera os lançamentos remanescentes após a liberação PARCIAL do período contábil, como no RMCONT. Limitações de Performance O excesso de informações no Banco de dados pode comprometer a performance do sistema deixando-o mais lento. Portanto, é aconselhável que se faça a liberação de períodos regularmente para que a performance não seja comprometida. O ideal é que se faça de ano em ano. O tempo de processamento das tarefas do RM Saldus varia de empresa para empresa em função das informações contidas no Banco de Dados. Lembramos ainda que afeta a performance do sistema o número de dados contidos nas tabelas do RM Saldus como também os dados cadastrados nas tabelas dos outros sistemas integrados ao RM Saldus. Como parâmetro, podemos citar alguns tempos coletados do sistema: Em um banco de dados MSSQL, com lançamentos no Lote 0 do RM Saldus, registros na tabela de lançamentos fiscais do RM Liber e aproximadamente registros na tabela de lançamentos contábeis do RM Liber, o sistema se comporta da seguinte forma: Processa a integração de um lote criado no próprio RM Saldus com 290 registros em 15 seg.; Processa a integração de um lote vindo do RM Liber com 14 registros em aproximadamente 2 min e 32 seg.; Processa a integração de um lote vindo do RM Bonum com 104 registros em 10 seg.; Processa 261 páginas de um relatório Diário em 1 min e 30 seg.; Publicado em: Outubro de

10 Processa 363 páginas de um relatório Razão Analítico em aproximadamente 2 min; Processa um relatório Balancete Gerencial/ Contábil em aproximadamente 10 seg.; Processa a verificação de débitos e créditos em todos os lançamentos no lote 0 do sistema em 37 seg. Para os relatórios, estes tempos são gastos pelo sistema para processar e mostrar na tela o resultado do processamento. Para imprimi-los o tempo irá variar em função da impressora utilizada. Apesar dos relatórios funcionarem bem em qualquer tipo de impressora, a RM Sistemas aconselha o uso de impressoras não matriciais, principalmente quando as contas utilizadas forem muito extensas, pois neste caso, as impressões são feitas em modo gráfico e nas impressoras a laser e jato de tinta este processo é mais rápido. 4. Estrutura das Tabelas As entidades manipuladas no aplicativo estão dispostas em diversas tabelas que classificamos de Tabelas Globais e Tabelas Específicas. As Tabelas Globais são aquelas tabelas comuns a todos os segmentos da Linha RM, sendo, portanto manipuláveis por todos os segmentos; As Tabelas Específicas do segmento são aquelas que se encontram disponíveis no segmento, embora possam ser encontradas também compartilhadas entre outros segmentos da Linha RM, visando garantir a integração entre os segmentos. A criação de novas entidades e/ou atributos deverá ser efetuada exclusivamente pela própria TOTVS. Caso necessário, o cliente deverá encaminhar solicitação de inclusão de entidades/atributos ao Depto. de Suporte da TOTVS Sistemas para que a mesma seja encaminhada ao Departamento de Desenvolvimento para avaliação. 5. Implantação A Área de Serviços da TOTVS visa implantar os seus produtos de acordo com os processos de cada cliente. Finalizada a negociação comercial, é realizado o levantamento de processos para compreender as regras do negócio do cliente e verificar se os aplicativos RM atendem às suas necessidades. Os analistas de processos são responsáveis por documentar todos os detalhes dos processos para garantir que o escopo do projeto considere todos os possíveis pontos críticos do projeto, seguindo o padrão proposto pela metodologia de implantação da TOTVS. O cliente valida os processos levantados e o gerente de projetos TOTVS apresenta o cronograma e o projeto de implantação, que informa a programação de tarefas a ser seguida para o sucesso do projeto. Publicado em: Outubro de

11 Durante a execução do projeto são realizadas reuniões de avaliação para garantir o custo e o prazo estipulados projeto. Todos os processos implementados pelos consultores de implantação TOTVS são simulados e validados pelo cliente. Testes integrados também garantem os resultados da implantação de vários módulos associados. Finalizado o período de parametrização e testes, os sistemas entram em produção e são acompanhados na fase inicial. Encerrado o projeto, o cliente assina um termo que formaliza a conclusão das tarefas e o cliente é encaminhado ao Suporte para futuros atendimentos em caso de dúvidas. Instalação do gerenciador de banco de dados - SGDB Deve ser providenciada, caso ainda não tenha sido realizada, instalação do gerenciador de banco de dados de preferência da empresa, conforme a necessidade, e que já se encontre instalada em outros equipamentos ou servidores: SQL e Oracle (vide versão do gerenciador no tópico Portabilidade) Instalação da base de dados dos aplicativos RM. Instalação dos Aplicativos RM Primeiramente devem ser instalados os outros aplicativos RM. Através da execução dos processos internos desses aplicativos, a base de dados será alimentada com as informações com as quais o RM Bis poderá utilizar para a geração dos cubos de decisão. 6. Ferramentas de Suporte As ferramentas de suporte são funcionalidades que servem de apoio para que uma determinada funcionalidade complete seu processamento. Este comportamento pode ser encontrado em várias situações na linha RM, e são imprescindíveis para determinados processos. Fórmula As Fórmulas nos aplicativos RM terão, basicamente, três principais objetivos, dentre eles: - Seleção (restrição da aplicabilidade de alguma operação). - Definição da forma de cálculo de eventos específicos, inclusive do tipo "base de cálculo", que servem de referência para outros cálculos. - Relacionamento de valores entre os eventos. Publicado em: Outubro de

12 O editor de fórmulas possui um campo de texto para que você monte as estruturas das fórmulas. Usando o editor de fórmulas, as funções e comandos desejados para a criação da fórmula serão movidos para o campo de texto, bastando clicar duas vezes sobre as opções função, comando ou parâmetro. Principais características: Permite através de um editor criar fórmulas no sistema Permite a aplicação em campos complementares Permite seu uso em consultas SQL Possibilita aplicação em relatórios do sistema Permite uso em processos do RM Possibilita exportação do log de execução Fórmula Visual Fórmula visual trata-se de uma funcionalidade que executa um fluxo de operações pré-definidas. O fluxo é definido pelo próprio usuário, que através desta ferramenta é capaz de atender diversas particularidades. Principais características: Permite a escolha de atividades pré-definidas no RM ou mesmo acrescentar novas atividades Permite através de um editor visual criar com fluxos de ações Permite a escolha de atividades pré-definidas no RM ou mesmo acrescentar novas atividades Permite a customização das funcionalidades do RM a partir das atividades disponíveis Permite definir em qual momento a fórmula visual será executada, a partir da manipulação de gatilhos Permite o agendamento de uma fórmula visual a partir do agendamento de Jobs. Mashups A idéia do Mashup é utilizar uma pesquisa na Web para atualizar dados cadastrais ou simplesmente fazer uma busca. Principais características: Realiza a pesquisa de dados na Web para realizar a atualização de cadastros no RM Publicado em: Outubro de

13 Verifica a existência e a autenticidade de um dado como CPF, CNPJ, CEP, entre outros dados diretamente na internet a fim de possibilitar o cadastro de um registro. Metadados O metadados é um mecanismo que possibilita a geração automática de formulários para cadastramento de informações no banco de dados, a fim de dispor de novos cadastros para o RM. Principais características: Permite a criação de formulários customizados que realizam gravação na base de dados, também em tabelas customizadas. Possui interface de manipulação que permite criação de ferramentas que serão disponibilizadas no módulo de Globais, garantindo a entrada de dados na estrutura de metadados através de uma interface simples e amigável, exigindo o mínimo de esforço do usuário final. Possui mecanismo capaz de exportar e importar informações de uma estrutura de metadados, permitindo compartilhar dados de uma base para outra Possui mecanismo que permita uma sincronização entre servidores de aplicação em cluster e os clientes distribuídos da aplicação com a finalidade de manter as versões compatíveis de execução de um projeto de metadados. 7. Ferramentas de Saídas Gerador de Relatórios Os relatórios são criados e formatados nos aplicativos da Linha RM através do recurso Gerador de Relatórios, que é baseado na arquitetura Win32. Principais características: Possibilita a exclusão dos relatórios executados através de agendamento conforme uma periodicidade. Possibilita a exclusão de relatórios em bloco. Admite a inclusão de linhas em branco em um relatório do tipo arquivo bancário Permite a criação de relatórios, podendo definir níveis de acesso a esses relatórios. Os relatórios criados podem ser de saída padrão (formato próprio), Texto, RTF, PDF ou Arquivo Bancário (exportação de dados). Permite a visualização de relatórios em uma ou mais coligadas. Publicado em: Outubro de

14 Permite que todos os relatórios possam ser gerados em vídeo, impressora ou arquivo, com parametrização de páginas inicial e final, bem como número desejado de cópias, entre outras opções. Permite a importação/exportação de um ou mais relatórios. Permite a cópia da estrutura de um relatório, gerando um novo relatório com essa estrutura. Permite a visualização do relatório antes da impressão. Permite gravar última configuração de impressão utilizada. Permite a criação de grupos de relatórios. Permite a cópia dos relatórios entre coligadas Permite montar e alterar relatórios facilmente através de uma interface amigável. Além disto, será possível: Inserir grupos como Cabeçalho e Rodapé de Página, Linha Detalhe, Cabeçalho e Total de Detalhe, Total de Página, Capa e Total de Relatório; Visualizar os grupos de forma hierárquica facilitando a compreensão do relatório; Inserir campos da base de dados, imagens, textos, fórmulas, expressões, consultas SQL, Stored Procedure, data, hora e contador de páginas no relatório; Visualizar, através de uma régua, o posicionamento dos campos no papel; Mover e copiar campos do relatório; Copiar a formatação de um campo; Selecionar registros a serem impressos (incluir filtro); Alterar a formatação do campo como fonte, borda, formato de impressão e etc.; Determinar campo de ordenação e quebra do grupo; Marcar grupos que não serão impressos dentre outras funcionalidades Planilhas As Planilhas dos aplicativos RM possuem uma estrutura semelhante à estrutura das planilhas do MS Excel. Pode conter várias pastas para que o usuário possa organizar vários tipos de relatórios num único arquivo. Principais características: Permite a criação de planilhas eletrônicas. Publicado em: Outubro de

15 Permite a inclusão de novas pastas. Permite inserir sentenças SQL para obter informações da base de dados, através de uma interface amigável para a construção dessas sentenças, inclusive com passagens de parâmetros que podem referencias células da própria pasta ou de outra. Permite inserir Stored Procedures. Permite a inclusão e formatação de gráficos. Permite a formatação dos dados da planilha, como tamanho, cor, número de casas decimais, borda e etc. Permite a cópia da formatação de uma célula para outra. Permite mover e copiar dados de uma célula para outra, inclusive as sentenças SQL e Stored Procedures. Permite inserir e excluir linhas/colunas da planilha. Permite inserir várias funções, como por exemplo, a função SUM para o somatório de uma faixa de dados. Permite a exportação/importação da planilha, como por exemplo, para o MS-Excel. Permite a impressão de parte da planilha (uma ou várias pastas ou mesmo parte de uma pasta). Permite a impressão de uma ou várias planilhas ao mesmo tempo. Cubos Através dos Cubos é possível realizar uma consulta em toda a base de dados dos aplicativos RM proporcionando a customização da análise e a criação de planilhas e relatórios gerenciais. Principais características: Permite as visualizações de Cubos. Permite a impressão de Cubos. Permite a exportação do cubo para o MS-Excel. Permite a visualização de gráficos. Permite a exportação e importação de arquivos de Cubos. Permite a edição dos parâmetros dos cubos que os possuem. Permite a validação de senhas dos cubos que as possuem. Publicado em: Outubro de

16 Relatórios Fixos Os relatórios criados internamente pelo aplicativo são conhecidos como relatórios fixos. Os relatórios internos do aplicativo RM Saldus são: Plano de Contas Diário Balancete Razão Razão Gerencial/ Contábil Razão Contábil/ Gerencial Conciliação de Lançamentos Lançamentos Duplicados Listagem de Lançamentos Consistência de Saldos Demonstração de Resultados Consistência de Lançamentos Retrospectiva de Saldos Retrospectiva Contábil/ Gerencial Acompanhamento Orçamentário Lançamentos Não Quitados Listagem de Diferenças Publicado em: Outubro de

17 PLANO DE CONTAS Figura 1 (Janela de Edição do Relatório) Publicado em: Outubro de

18 Figura 2 (Visão da impressão do relatório) Publicado em: Outubro de

19 DIÁRIO Figura 1 (Janela de Edição do Relatório) Figura 2 (Visão da impressão do relatório) Publicado em: Outubro de

20 BALANCETE Figura 1 (Janela de Edição do Relatório) Figura 2 (Visão da impressão do relatório) Publicado em: Outubro de

21 RAZÃO Figura 1 (Janela de Edição do Relatório) Figura 2 (Visão da impressão do relatório) Publicado em: Outubro de

22 RAZÃO GERENCIAL / CONTÁBIL Figura 1 (Janela de Edição do Relatório) Figura 2 (Visão da impressão do relatório) Publicado em: Outubro de

23 RAZÃO CONTÁBIL / GERENCIAL Figura 1 (Janela de Edição do Relatório) Figura 2 (Visão da impressão do relatório) Publicado em: Outubro de

24 CONCILIAÇÃO DE LANÇAMENTOS Figura 1 (Janela de Edição do Relatório) Figura 2 (Visão da impressão do relatório) Publicado em: Outubro de

25 LANÇAMENTOS DUPLICADOS Figura 1 (Janela de Edição do Relatório) Figura 2 (Visão da impressão do relatório) Publicado em: Outubro de

26 LISTAGEM DE LANÇAMENTOS Figura 1 (Janela de Edição do Relatório) Figura 2 (Visão da impressão do relatório) Publicado em: Outubro de

27 CONSISTÊNCIA DE SALDOS Figura 1 (Janela de Edição do Relatório) Figura 2 (Visão da impressão do relatório) Publicado em: Outubro de

28 DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS Figura 1 (Janela de Edição do Relatório) Figura 2 (Visão da impressão do relatório) Publicado em: Outubro de

29 CONSISTÊNCIA DE LANÇAMENTOS Figura 1 (Janela de Edição do Relatório) Figura 2 (Visão do Log do relatório) Publicado em: Outubro de

30 RETROSPECTIVA DE SALDOS Figura 1 (Janela de Edição do Relatório) Figura 2 (Visão da impressão do relatório) Publicado em: Outubro de

31 RETROSPECTIVA CONTÁBIL GERENCIAL Figura 1 (Janela de Edição do Relatório) Figura 2 (Visão da impressão do relatório) Publicado em: Outubro de

32 ACOMPANHAMENTO ORÇAMENTÁRIO Figura 1 (Janela de Edição do Relatório) Figura 2 (Visão da impressão do relatório) Publicado em: Outubro de

33 LANÇAMENTOS NÃO QUITADOS Figura 1 (Janela de Edição do Relatório) Figura 2 (Visão da impressão do relatório) Publicado em: Outubro de

34 LISTAGEM DE DIFERENÇAS Figura 1 (Janela de Edição do Relatório) 8. Relatórios do RM Reports Os relatórios do RM Reports podem ser criados e formatados nos aplicativos da Linha RM utilizando a tecnologia.net, o que nos permite a geração de relatórios a partir da arquitetura multicamadas, além de relatórios locais. Principais características: Permite a criação de relatórios, podendo definir níveis de acesso aos mesmos. Permite a visualização de relatórios em uma ou mais coligadas. Permite a importação/exportação de um ou mais relatórios. Permite a cópia da estrutura de um relatório, gerando um novo relatório com essa estrutura. Permite a visualização do relatório antes da impressão. Permite gravar última configuração de impressão utilizada. Publicado em: Outubro de

35 Permite a criação de grupos de relatórios. Permite montar e alterar relatórios facilmente através de uma interface amigável. Além disto, será possível: Inserir grupos como Margem Superior e Inferior, Cabeçalho e Rodapé do Relatório, Cabeçalho e Rodapé da Página, Rodapé do Grupo, Detalhes, Sub-detalhes Sub-Relatórios; Visualizar os grupos de forma hierárquica facilitando a compreensão do relatório; Inserir campos da base de dados, imagens, textos, consultas SQL, data, hora e contador de páginas no relatório; Visualizar através de uma régua o posicionamento dos campos no papel; Mover e copiar campos do relatório; Copiar a formatação de um campo; Filtrar registros a serem impressos; Alterar a formatação do campo como fonte, borda, formato de impressão e etc.; Determinar campo de ordenação e quebra do grupo; Marcar grupos que não serão impressos dentre outras funcionalidades. 9. Planilha.Net O cadastro de Planilhas.Net é baseado no MS Excel 2007 e possibilita o uso de todas as funcionalidades do produto da Microsoft. Principais características: Utiliza os recursos do Microsoft Excel 2007 para gerar planilhas nos produtos da Linha RM. Permite a criação de planilhas eletrônicas. Permite a inclusão de novas pastas. Permite inserir sentenças SQL para obter informações da base de dados, através de uma interface amigável para a construção dessas sentenças, inclusive com passagens de parâmetros que podem referencias células da própria pasta ou de outra. Permite mover e copiar dados de uma célula para outra, inclusive as sentenças SQL e Stored Procedures que estejam incluídas na consulta SQL. Publicado em: Outubro de

ÍNDICE. Especificações Técnicas TOTVS Gestão Patrimonial (Patrimônio.Net) Válido para a versão 11.80.0

ÍNDICE. Especificações Técnicas TOTVS Gestão Patrimonial (Patrimônio.Net) Válido para a versão 11.80.0 ÍNDICE Apresentação... 3 1. Características do RM... 4 Interface Padrão Windows... 4 Ajuda On-line Sensível à Opção... 4 2. Natureza Funcional do Patrimônio.Net... 4 3. Limitações... 7 Limitações Técnicas...

Leia mais

Especificação Técnica TOTVS Gestão Contábil

Especificação Técnica TOTVS Gestão Contábil Abril/2015 Título do documento Sumário Sumário... 2 Apresentação... 3 1. Características... 3 1.1 Interface Padrão Window... 3 1.2 Ajuda On-line Sensível à Opção... 3 2. Natureza funcional do TOTVS Gestão

Leia mais

Especificação Técnica TOTVS Avaliação e Pesquisa

Especificação Técnica TOTVS Avaliação e Pesquisa Outubro/2014 Título do documento Sumário Apresentação... 3 1. Caracterísitcas... 4 1.1 Interface Padrão Window... 4 1.2 Ajuda On-line Sensível à Opção... 4 2. Natureza funcional do TOTVS Educacional...

Leia mais

ÍNDICE. Especificações Técnicas TOTVS Gestão Bibliotecária Válido para versão 11.80.0

ÍNDICE. Especificações Técnicas TOTVS Gestão Bibliotecária Válido para versão 11.80.0 ÍNDICE Apresentação... 2 1. Características da Linha RM... 3 Interface Padrão Windows... 3 Ajuda On-line Sensível à Opção... 3 2. Natureza Funcional do TOTVS Gestão Bibliotecária... 3 2.1. Controle de

Leia mais

Especificação Técnica Processo Seletivo

Especificação Técnica Processo Seletivo Março de 2015 Título do documento Sumário Apresentação... 3 1. Caracterísitcas... 4 1.1 Interface Padrão Window... 4 1.2 Ajuda On-line Sensível à Opção... 4 2. Natureza funcional do Processo Seletivo...

Leia mais

Especificação Técnica TOTVS Educacional

Especificação Técnica TOTVS Educacional Junho/2014 Título do documento Sumário Apresentação... 3 1. Caracterísitcas... 4 1.1 Interface Padrão Window... 4 1.2 Ajuda On-line Sensível à Opção... 4 2. Natureza funcional do TOTVS Educacional... 4

Leia mais

Especificação Técnica TOTVS Educacional

Especificação Técnica TOTVS Educacional Abril/2015 Título do documento Sumário Apresentação... 3 1. Caracterísitcas... 4 1.1 Interface Padrão Window... 4 1.2 Ajuda On-line Sensível à Opção... 4 2. Natureza funcional do TOTVS Educacional... 4

Leia mais

Especificação Técnica TOTVS Gestão Financeira

Especificação Técnica TOTVS Gestão Financeira Setembro/2014 Título do documento Sumário Sumário... 2 Apresentação... 3 1. Caracterísitcas... 4 1.1 Interface Padrão Windows... 4 1.2 Ajuda On-line Sensível à Opção... 4 2. Natureza funcional do TOTVS

Leia mais

ÍNDICE. Especificações Técnicas RM - TOTVS GESTÃO FINANCEIRA Válido para a versão 11.80.0

ÍNDICE. Especificações Técnicas RM - TOTVS GESTÃO FINANCEIRA Válido para a versão 11.80.0 ÍNDICE Apresentação... 2 1. Características da Linha RM... 3 Interface Padrão Windows... 3 Ajuda On-line Sensível à Opção... 3 2. Natureza Funcional do TOTVS Gestão Financeira... 3 3. Limitações... 17

Leia mais

TUTORIAL WINTHOR CONTABIL PARAMETRIZAÇÃO CONTABIL

TUTORIAL WINTHOR CONTABIL PARAMETRIZAÇÃO CONTABIL TUTORIAL WINTHOR CONTABIL PARAMETRIZAÇÃO CONTABIL Tutorial do Sistema WinThor Módulo Contábil Copyright - PC Informática Ltda. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total por qualquer

Leia mais

SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO EMPRESARIAL E A ADMINISTRAÇÃO DE PATRIMÔNIO ALUNO: SALOMÃO DOS SANTOS NUNES MATRÍCULA: 19930057

SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO EMPRESARIAL E A ADMINISTRAÇÃO DE PATRIMÔNIO ALUNO: SALOMÃO DOS SANTOS NUNES MATRÍCULA: 19930057 INTRODUÇÃO SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO EMPRESARIAL E A ADMINISTRAÇÃO DE PATRIMÔNIO ALUNO: SALOMÃO DOS SANTOS NUNES MATRÍCULA: 19930057 Há algum tempo, podemos observar diversas mudanças nas organizações,

Leia mais

Especificação Técnica TOTVS Gestão Financeira

Especificação Técnica TOTVS Gestão Financeira Setembro/2014 Título do documento Sumário Sumário... 2 Apresentação... 3 1. Caracterísitcas... 4 1.1 Interface Padrão Windows... 4 1.2 Ajuda On-line Sensível à Opção... 4 2. Natureza funcional do TOTVS

Leia mais

versa A solução definitiva para o mercado livreiro. Aumente a eficiência de seu negócio Tenha uma solução adequada para cada segmento

versa A solução definitiva para o mercado livreiro. Aumente a eficiência de seu negócio Tenha uma solução adequada para cada segmento Aumente a eficiência de seu negócio O Versa é um poderoso software de gestão de negócios para editoras, distribuidoras e livrarias. Acessível e amigável, o sistema foi desenvolvido especificamente para

Leia mais

1. Controle de exercício

1. Controle de exercício 1 1. Controle de exercício Para realizar lançamentos e emitir relatório o módulo Contabil obriga a criação de exercícios, que na verdade representam os anos de atividade da empresa. Confira algumas dicas

Leia mais

1. FCONT CONTROLE FISCAL CONTÁBIL DE TRANSIÇÃO

1. FCONT CONTROLE FISCAL CONTÁBIL DE TRANSIÇÃO 1. FCONT CONTROLE FISCAL CONTÁBIL DE TRANSIÇÃO Conforme disciplina a Instrução Normativa RFB nº 949/09, O FCONT é uma escrituração, das contas patrimoniais e de resultado, em partidas dobradas, que considera

Leia mais

Manual do Sistema "Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro" Editorial Brazil Informatica

Manual do Sistema Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro Editorial Brazil Informatica Manual do Sistema "Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro" Editorial Brazil Informatica I Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro Conteúdo Part I Introdução

Leia mais

Manual Operacional Versão 2.2

Manual Operacional Versão 2.2 1 Manual Operacional Versão 2.2 2 SUMÁRIO 1) Assistente de configuração 4 2) Módulo Geral 9 2.1) Administradora 9 2.2) Empresa 9 2.3) Grupo de Empresa 12 2.4) Responsável 13 2.5) CEP 13 2.6) Configurações

Leia mais

Atualização do Sistema T-Car-Win Versão 1.15.5

Atualização do Sistema T-Car-Win Versão 1.15.5 Atualização do Sistema T-Car-Win Versão 1.15.5 O sistema T-Car-Win está sendo atualizado para a versão 1.15.5. Esta versão tem o objetivo de agregar as seguintes funcionalidades ao sistema: Possibilidade

Leia mais

Livro Caixa. www.controlenanet.com.br. Copyright 2015 - ControleNaNet

Livro Caixa. www.controlenanet.com.br. Copyright 2015 - ControleNaNet www.controlenanet.com.br Copyright 2015 - ControleNaNet Conteúdo Tela Principal... 3 Como imprimir?... 4 As Listagens nas Telas... 7 Clientes... 8 Consulta... 9 Inclusão... 11 Alteração... 13 Exclusão...

Leia mais

Sistema de Contabilidade Empresa Administradora de Fundos

Sistema de Contabilidade Empresa Administradora de Fundos Sistema de Contabilidade Empresa Administradora de Fundos 29/03/2013 Sumário 1. Objetivo... 3 2. Configurações... 3 2.1. Módulo Parâmetros...... 4 2.1.1. Cadastro de Administradora de Fundos (ver Fluxo)...

Leia mais

NOVO PROCESSO DE CENTRO DE CUSTO DO WINTHOR

NOVO PROCESSO DE CENTRO DE CUSTO DO WINTHOR NOVO PROCESSO DE CENTRO DE CUSTO DO WINTHOR Todos os direitos reservados. PC Sistemas 1.0 - Data: 28/08/2012 Página 1 de 47 Sumário Apresentação... 4 1. PROCEDIMENTOS INICIAIS... 5 1.1. Realizar Atualizações...

Leia mais

MANUAL ELETRÔNICO SUMÁRIO

MANUAL ELETRÔNICO SUMÁRIO SUMÁRIO 1 OPÇÕES... 6 1.1 Selecionar Empresa... 7 1.2 Conexão... 9 1.3 Autorização... 10 1.4 Controle de Acesso... 11 1.4.1 Controle de Acessos... 11 1.4.2 Configura Acesso... 16 1.5 Outro Usuário... 19

Leia mais

1º No módulo de Gestão Contábil é possível acessar o relatório através do menu Relatórios Razão.

1º No módulo de Gestão Contábil é possível acessar o relatório através do menu Relatórios Razão. Impairment Produto : TOTVS Gestão Contábil 12.1.1 Processo : Relatórios Subprocesso : Razão Data publicação da : 12/11/2014 O relatório razão tem a finalidade de demonstrar a movimentação analítica das

Leia mais

PRONIM ED - EDUCAÇÃO Financeiro

PRONIM ED - EDUCAÇÃO Financeiro PRONIM ED - EDUCAÇÃO Financeiro SUMÁRIO 1. FINANCEIRO... 5 1.1. ED - SECRETARIA... 5 1.2. ED - ESCOLA... 5 1.3. USUÁRIOS POR ENTIDADE NO ED SECRETARIA E ESCOLA... 6 2. FINANCEIRO - SECRETARIA... 7 2.1.

Leia mais

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09 ÍNDICE Sobre o SabeTelemarketing 03 Ícones comuns à várias telas de gerenciamento Contato Verificar registros 09 Telas de cadastro e consultas 03 Menu Atalho Nova pessoa Incluir um novo cliente 06 Novo

Leia mais

1.1 - Campo 17 - Indicador de entidade sujeita a auditoria independente

1.1 - Campo 17 - Indicador de entidade sujeita a auditoria independente SPED Contábil Alterações do Layout 3.0 Produto : RM TOTVS Gestão Contábil 11.82 Processo : SPED Contábil Subprocesso : Data da publicação : 16/04/15 Este documento tem o objetivo de apresentar as alterações

Leia mais

Em 2012, a Prosoft planejou o lançamento da Versão 5 dos seus produtos.

Em 2012, a Prosoft planejou o lançamento da Versão 5 dos seus produtos. VERSÃO 5 Outubro/2012 Release Notes Não deixe de atualizar o seu sistema Planejamos a entrega ao longo do exercício de 2012 com mais de 140 melhorias. Mais segurança, agilidade e facilidade de uso, atendendo

Leia mais

Material de Apoio. SEB - Contas a Pagar. Versão Data Responsável Contato 1 05/12/2011 Paula Fidalgo paulaf@systemsadvisers.com

Material de Apoio. SEB - Contas a Pagar. Versão Data Responsável Contato 1 05/12/2011 Paula Fidalgo paulaf@systemsadvisers.com Material de Apoio SEB - Contas a Pagar Versão Data Responsável Contato 1 05/12/2011 Paula Fidalgo paulaf@systemsadvisers.com Conteúdo CONFIGURAÇÃO... 3 Cadastro de Fornecedores... 3 Métodos de Pagamento...

Leia mais

INTRODUÇÃO REQUISITOS TECNOLÓGICOS E DE AMBIENTE

INTRODUÇÃO REQUISITOS TECNOLÓGICOS E DE AMBIENTE INTRODUÇÃO Na intenção de realizar um novo sistema financeiro para a gestão de recursos de convênios celebrados pela Academia Brasileira de Ciências, o setor de informática juntamente com o setor financeiro

Leia mais

RMS Software S.A. - Uma empresa TOTVS. 11 2699-0008 www.rms.com.br

RMS Software S.A. - Uma empresa TOTVS. 11 2699-0008 www.rms.com.br CONTABILIDADE RMS Software S.A. - Uma Empresa TOTVS Todos os direitos reservados. A RMS Software é a maior fornecedora nacional de software de gestão corporativa para o mercado de comércio e varejo. Este

Leia mais

Neste bip. EFD Contribuições. Você sabia? Prazo final para entrega dos arquivos ECD e FCONT. edição 22 Junho de 2012

Neste bip. EFD Contribuições. Você sabia? Prazo final para entrega dos arquivos ECD e FCONT. edição 22 Junho de 2012 Neste bip EFD Contribuições... 1 Prazo final para entrega dos arquivos ECD e FCONT... 1 Configuração da Demonstração do Fluxo de Caixa... Configuração do Plano de Contas de acordo com a Lei 11.638/07...

Leia mais

FCONT 2013 - Correção dos erros apresentados na validação

FCONT 2013 - Correção dos erros apresentados na validação FCONT 2013 - Correção dos erros apresentados na validação Produto: Totvs Gestão Contábil Versão: 11.52 Processo do Sistema: SPED FCONT Sub-processo: Listagem e correção dos erros apresentados na validação

Leia mais

Índice 1.Auditoria Financeira...2 2.Parametrizações do Sistema...3 2.1.Cadastro da Empresa...3 2.1.1.Forma de controle das notas na Auditoria

Índice 1.Auditoria Financeira...2 2.Parametrizações do Sistema...3 2.1.Cadastro da Empresa...3 2.1.1.Forma de controle das notas na Auditoria Índice 1.Auditoria Financeira...2 2.Parametrizações do Sistema...3 2.1.Cadastro da Empresa...3 2.1.1.Forma de controle das notas na Auditoria Financeira...4 2.1.2.Formas de Registro do Pagamento e Recebimento

Leia mais

Este Procedimento Operacional Padrão define as etapas necessárias de como fazer o Cadastro de Produto no Sistema TOTVS RM. Índice

Este Procedimento Operacional Padrão define as etapas necessárias de como fazer o Cadastro de Produto no Sistema TOTVS RM. Índice Este Procedimento Operacional Padrão define as etapas necessárias de como fazer o Cadastro de Produto no Sistema TOTVS RM. Índice I. Acesso ao Cadastro... 2 II. Seleção de Filtros... 3 III. Cadastro...

Leia mais

Tópicos: Acessar o módulo Domínio Contabilidade:

Tópicos: Acessar o módulo Domínio Contabilidade: Tópicos: *acessar o modulo domínio contabilidade; *definir parâmetros *cadastrar plano de contas, históricos, entre outros *efetuar lançamentos contábeis *conciliação bancária e conciliação cliente/fornecedor

Leia mais

ECF ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL

ECF ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL ECF ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL Geração da ECF para empresas optantes pelo Lucro Presumido Informações importantes A Escrituração Contábil Fiscal é uma nova obrigação acessória, cuja primeira entrega

Leia mais

Índice 1.Integração Contábil...2 2.EBS Sistema Contábil...3 2.1. Parametrizando o Cadastro da Empresa...3 2.1.1.Opções de integração...

Índice 1.Integração Contábil...2 2.EBS Sistema Contábil...3 2.1. Parametrizando o Cadastro da Empresa...3 2.1.1.Opções de integração... Índice 1.Integração Contábil...2 2.EBS Sistema Contábil...3 2.1. Parametrizando o Cadastro da Empresa...3 2.1.1.Opções de integração...3 2.1.2.Contabilização de Notas Fiscais...4 2.1.3.Agrupamento...4

Leia mais

Treinamento GVcollege Módulo Financeiro 1

Treinamento GVcollege Módulo Financeiro 1 Treinamento GVcollege Módulo Financeiro 1 2013 GVDASA Sistemas Caixa AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

Leia mais

TREINAMENTO. Estar posicionada entre as maiores e melhores provedoras de solução de gestão empresarial do Brasil.

TREINAMENTO. Estar posicionada entre as maiores e melhores provedoras de solução de gestão empresarial do Brasil. TREINAMENTO Visão Estar posicionada entre as maiores e melhores provedoras de solução de gestão empresarial do Brasil. Missão Desenvolvimento e fornecimento de soluções e serviços através de softwares

Leia mais

Concorrência nº 22/2008

Concorrência nº 22/2008 Concorrência nº 22/2008 Brasília, 20 de julho de 2009. A Comissão Permanente de Licitação (CPL) registra a seguir perguntas de empresas interessadas em participar do certame em referência e respostas da

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO DO M3

MANUAL DO USUÁRIO DO M3 MANUAL DO USUÁRIO DO M3 1 CADASTROS 1.1 Clientes Abre uma tela de busca na qual o usuário poderá localizar o cadastro dos clientes da empresa. Preencha o campo de busca com o nome, ou parte do nome, e

Leia mais

CONHECENDO O BANCO DE DADOS DPCOMP COMO PROCEDER PARA FAZER BACKUP S

CONHECENDO O BANCO DE DADOS DPCOMP COMO PROCEDER PARA FAZER BACKUP S CONHECENDO O BANCO DE DADOS DPCOMP Atualmente, a DpComp, visando ampliar a capacidade corporativa de seus clientes, acompanha a evolução tecnológica e trabalha hoje com o banco de dados MySQL, um dos bancos

Leia mais

APRESENTAÇÃO... 3 OBJETIVO... 3 QUEM DEVE USAR... 3 CAPÍTULO 1 - INICIANDO O SISTEMA... 4

APRESENTAÇÃO... 3 OBJETIVO... 3 QUEM DEVE USAR... 3 CAPÍTULO 1 - INICIANDO O SISTEMA... 4 INDICE APRESENTAÇÃO... 3 OBJETIVO... 3 QUEM DEVE USAR... 3 CAPÍTULO 1 - INICIANDO O SISTEMA... 4 1.1 - ENTRADA NO SISTEMA... 4 1.2 - TELA DO ORGANIZADOR DO MULTICONTAS... 4 CAPÍTULO 2 - FUNCIONALIDADES

Leia mais

Projeto SPED de A a Z

Projeto SPED de A a Z Consultoria e Treinamentos Apresentam: Projeto SPED de A a Z SPED Decreto nº 6.022 22/01/07 Instituir o Sistema Público de Escrituração Digital (SPED) Promover a integração dos fiscos; Racionalizar e uniformizar

Leia mais

E&L ERP Almoxarifado

E&L ERP Almoxarifado Apresentação 1 PostgreSQL 8.2/ 8.3 Domingos Martins ES v. 1.0 2 Introdução: Prevendo todas as rotinas necessárias ao bom funcionamento da administração de materiais, o produz automaticamente as médias

Leia mais

Digitação de Centros de Custo pela movimentação de produtos dos documentos fiscais (Pacotes: 3102,3103,3270,3271,3272).

Digitação de Centros de Custo pela movimentação de produtos dos documentos fiscais (Pacotes: 3102,3103,3270,3271,3272). Lista completa das atualizações JBCepil: Inovações: Digitação de Centros de Custo pela movimentação de produtos dos documentos fiscais (Pacotes: 3102,3103,3270,3271,3272). Disponibilizada no sistema nova

Leia mais

Manual do Usuário. Sistema Financeiro e Caixa

Manual do Usuário. Sistema Financeiro e Caixa Manual do Usuário Sistema Financeiro e Caixa - Lançamento de receitas, despesas, gastos, depósitos. - Contas a pagar e receber. - Emissão de cheque e Autorização de pagamentos/recibos. - Controla um ou

Leia mais

Vendas. Manual do Usuário. Copyright 2014 - ControleNaNet

Vendas. Manual do Usuário. Copyright 2014 - ControleNaNet Manual do Usuário Copyright 2014 - ControleNaNet Conteúdo A Ficha de Vendas...3 Os Recibos...6 Como imprimir?...7 As Listagens...9 Clientes... 10 Consulta... 11 Inclusão... 13 Alteração... 14 Exclusão...

Leia mais

Aqui seus Resultados Aparecem

Aqui seus Resultados Aparecem Aqui seus Resultados Aparecem 2 Evolution Folha de Pagamento Cálculo automático de INSS, IRRF, FGTS, Controle de período aquisitivo de férias e faltas não insalubridade, periculosidade, pensão alimentícia,

Leia mais

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição. Núcleo de Tecnologia da Informação

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição. Núcleo de Tecnologia da Informação Divisão de Almoxarifado DIAX/CGM/PRAD Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição Versão On-Line Núcleo de Tecnologia da Informação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Manual do Sistema

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA WCONTÁBIL GERAÇÃO DO ARQUIVO FCONT

MANUAL DO SISTEMA WCONTÁBIL GERAÇÃO DO ARQUIVO FCONT MANUAL DO SISTEMA WCONTÁBIL GERAÇÃO DO ARQUIVO FCONT Página 1 INTRODUÇÃO Este material traz as informações necessárias de como proceder a preparação os dados e configuração do sistema Wcontábil na geração

Leia mais

Tutorial. O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica

Tutorial. O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica Tutorial O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica Este tutorial explica como configurar o Trade Solution e realizar as principais atividades relacionadas à emissão e ao gerenciamento das Notas Fiscais Eletrônicas

Leia mais

CONHECENDO O BANCO DE DADOS DPCOMP COMO PROCEDER PARA FAZER BACKUP S

CONHECENDO O BANCO DE DADOS DPCOMP COMO PROCEDER PARA FAZER BACKUP S CONHECENDO O BANCO DE DADOS DPCOMP Atualmente, a DpComp, visando ampliar a capacidade corporativa de seus clientes, acompanha a evolução tecnológica e trabalha hoje com o banco de dados MySQL, um dos bancos

Leia mais

Manual do Sistema "Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro" Editorial Brazil Informatica

Manual do Sistema Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro Editorial Brazil Informatica Manual do Sistema "Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro" Editorial Brazil Informatica I Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro Conteúdo Part I Introdução

Leia mais

MODALIDADE Business Service Provider - BSP

MODALIDADE Business Service Provider - BSP MODALIDADE Business Service Provider - BSP Na solução BSP a empresa delega à ABGT SISTEMAS a execução da folha de pagamento e sub-processos, além da hospedagem e do gerenciamento da infra-estrutura e tecnologia

Leia mais

FECHAMENTO FISCAL ENTRADAS

FECHAMENTO FISCAL ENTRADAS FECHAMENTO FISCAL ENTRADAS FECHAMENTO FISCAL - ENTRADAS LOGIX 10.02/11 Versão 1.0 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 1.1 Principais Mudanças... 3 1.2 Fluxo dos relacionamentos... 3 1.3 Relação dos programas do

Leia mais

Escritório Virtual Administrativo

Escritório Virtual Administrativo 1 Treinamento Módulos Escritório Virtual Administrativo Sistema Office Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual e módulo Administrativo do sistema Office 2 3 1. Escritório

Leia mais

2013 GVDASA Sistemas Release Notes GVcollege 3.6.7 1

2013 GVDASA Sistemas Release Notes GVcollege 3.6.7 1 2013 GVDASA Sistemas Release Notes GVcollege 3.6.7 1 AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual da GVDASA Sistemas e toda a informação nele contida é confidencial. Nenhuma parte deste

Leia mais

Portaria Conjunta STN/SOF nº 3/2008 Manual de Despesa Nacional;

Portaria Conjunta STN/SOF nº 3/2008 Manual de Despesa Nacional; Código: MAP-DIFIN-001 Versão: 00 Data de Emissão: XX/XX/XXXX Elaborado por: Gerência de Contabilidade Aprovado por: Diretoria de Finanças e Informações de Custos 1 OBJETIVO Estabelecer os procedimentos

Leia mais

www.audicgroup.com.br DR SPED

www.audicgroup.com.br DR SPED www.audicgroup.com.br DR SPED a EMPRESA A Audic Group no Brasil tem o compromisso com os seus clientes de buscar a satisfação por eles desejada, para tanto dedica-se na identificação dos problemas, na

Leia mais

jfinanç as Pessoal Versão 2.0 - Fevereiro/2015

jfinanç as Pessoal Versão 2.0 - Fevereiro/2015 jfinanças Pessoal Versão 2.0 - Fevereiro/2015 Índice 1 INTRODUÇÃO E VISÃO GERAL... 1 2 INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO INICIAL DO JFINANÇAS PESSOAL... 2 2.1 Download... 3 2.2 Instalação do jfinanças Pessoal...

Leia mais

TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE

TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE GERAÇÃO DE BOLETOS BRADESCO NO FINANCE 2 Índice Como gerar Boleto Bancário pelo Bradesco... 3 Como gerar os arquivos de Remessa para o Banco pelo Finance... 14 Como enviar

Leia mais

Prefeitura Municipal de Florianópolis Secretaria Municipal da Receita Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Prestação de Serviços Eletrônica

Prefeitura Municipal de Florianópolis Secretaria Municipal da Receita Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Prestação de Serviços Eletrônica Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Prestação de Serviços Eletrônica Manual do Cliente NFPS-e Versão 1.1.2.0 FLORIANÓPOLIS - SC Manual do Cliente NFPS-e Versão 1.1.2.0 1 Sumário 1 ACRÔNIMOS

Leia mais

ÍNDICE GERAL ÍCONES COMUNS A VÁRIAS TELAS. 03 ATALHO ORDEM DE SERVIÇO 16 GARANTIA 16 PESQUISA PRODUTO. 05 NOVO CLIENTE 05 ESTOQUE 17

ÍNDICE GERAL ÍCONES COMUNS A VÁRIAS TELAS. 03 ATALHO ORDEM DE SERVIÇO 16 GARANTIA 16 PESQUISA PRODUTO. 05 NOVO CLIENTE 05 ESTOQUE 17 1 ÍNDICE GERAL ÍCONES COMUNS A VÁRIAS TELAS. 03 ATALHO PESQUISA PRODUTO. 05 NOVO CLIENTE 05 NOVO PRODUTO 07 NOVA VENDA VENDA IDENTIFICADA 07 NOVA ORDEM DE SERVIÇO 08 NOVO ORÇAMENTO 09 BALANÇO DIÁRIO DE

Leia mais

Boletim Técnico. Para isto deverão ser cadastrados os Mapas de Rateio que serão utilizados no Processo de Execução do Rateio Gerencial.

Boletim Técnico. Para isto deverão ser cadastrados os Mapas de Rateio que serão utilizados no Processo de Execução do Rateio Gerencial. Mapa de Rateio Produto : Totvs Gestão Contábil - Versão 11.50 Processo Subprocesso : Rateio Gerencial : Mapa de Rateio Data da publicação : 29/10/2012 O processo de Rateio Gerencial tem como finalidade

Leia mais

ECF- Escrituração Contábil Fiscal 2015

ECF- Escrituração Contábil Fiscal 2015 ECF- Escrituração Contábil Fiscal 2015 Versão 1.4 (03/09/2015) Prazo de entrega 2015-30/09/2015. Instrução Normativa RFB nº 1524, de 08 de dezembro de 2014) Art. 3º A ECF será transmitida anualmente ao

Leia mais

Mobility Gestão Mobility Gestão Guia de Vendas 07/01/2009

Mobility Gestão Mobility Gestão Guia de Vendas 07/01/2009 Mobility Gestão Guia de Vendas 07/01/2009 O Mobility Gestão é um software de retaguarda para o segmento de Varejo, visando o controle total do estoque e movimentações de venda. Desenvolvido para trabalhar

Leia mais

Novidades Versão 11.08a

Novidades Versão 11.08a 1. VISÃO GERAL 1.1 MODIFICAÇÕES E ATUALIZAÇÕES: Foram adicionadas diversas funcionalidades nos Módulos Doc-e, Produção, CRM, no Sistema de Gestão Administrativa e no Módulo de Vendas que permitem melhorias

Leia mais

Elaborado por: Gisleise Nogueira de Aguiar. O conteúdo desta apostila é de inteira responsabilidade do autor (a).

Elaborado por: Gisleise Nogueira de Aguiar. O conteúdo desta apostila é de inteira responsabilidade do autor (a). Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400, 3824-5433 (teleatendimento), fax (11) 3824-5487 Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva,

Leia mais

Processos de Compras. Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar

Processos de Compras. Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar Processos de Compras Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar 1 Centro Cascavel PR www.tecinco.com.br Sumário Controle de Compras... 4 Parametrização... 4 Funcionamento... 4 Processo de Controle...

Leia mais

Documentação de Controle de Acesso Descrição das opções disponíveis

Documentação de Controle de Acesso Descrição das opções disponíveis Módulo Cadastro SIGLA Digital Relação de Controles de Acesso Página 1 de 22 Documentação de Controle de Acesso Descrição das opções disponíveis Agenda Telefônica Cadastro simplificado de telefones. Tem

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO. ASP Consultoria e Desenvolvimento de Softwares Ltda. SISTEMA DE GESTÃO COMERCIAL. Manual de Operação do SIMPLES 1

MANUAL DE OPERAÇÃO. ASP Consultoria e Desenvolvimento de Softwares Ltda. SISTEMA DE GESTÃO COMERCIAL. Manual de Operação do SIMPLES 1 Manual de Operação do SIMPLES 1 MANUAL DE OPERAÇÃO SISTEMA DE GESTÃO COMERCIAL ASP Consultoria e Desenvolvimento de Softwares Ltda. Manual de Operação do SIMPLES 2 A Empresa A ASP Desenvolvimento de Softwares

Leia mais

Convênio, Contrato de Repasse e Termo de

Convênio, Contrato de Repasse e Termo de MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE SUPORTE À GESTÃO DO SISTEMA DE TRANSFERÊNCIAS VOLUNTÁRIAS DA UNIÃO Portal dos Convênios

Leia mais

Tutorial. O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica

Tutorial. O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica Tutorial O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica Este tutorial explica como configurar o Trade Solution e realizar as principais atividades relacionadas à emissão e ao gerenciamento das Notas Fiscais Eletrônicas

Leia mais

FINANCEIROS FUNCIONALIDADES

FINANCEIROS FUNCIONALIDADES Os aplicativos financeiros da MPS - Contas a Receber, Contas a Pagar e Fluxo de Caixa - são utilizados por diversos clientes e possuem todas as funcionalidades operacionais necessárias, além de opções

Leia mais

01. Módulo de Cadastros: 01.1 Telas

01. Módulo de Cadastros: 01.1 Telas O GERIR ERP é um software ERP (enterprise resource planning), voltado empresas de pequeno e médio porte. Produto voltado para ambiente Windows XP ou superior, desenvolvido em Visual Studio by Microsoft,

Leia mais

e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica

e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica Página1 e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa Página2 Índice 1. O que é Nota Fiscal de Serviço eletrônica

Leia mais

Manual do SPED contábil

Manual do SPED contábil o que fazemos > módulos > contabilidade > manuais > Manual do SPED contábil Conteúdo 1 Requisitos Básicos para utilização do Sped Contábil 2 Configuração e Geração do Arquivo no Sistema 2.1 Empresas 2.1.1

Leia mais

MODALIDADE Business Process Outsourcing - BPO

MODALIDADE Business Process Outsourcing - BPO MODALIDADE Business Process Outsourcing - BPO Na solução BPO a ABGT SISTEMAS assume operação e execução da folha de pagamento, e rotinas da administração de pessoal, além de fazer a hospedagem e o gerenciamento

Leia mais

Resumo Socion das configurações no JB Cepil para geração da ECF

Resumo Socion das configurações no JB Cepil para geração da ECF Resumo Socion das configurações no JB Cepil para geração da ECF 1 - Configurações Necessárias Empresa Lucro Real: 1.1 Pacote 3000 Apontar o plano referencial a ser utilizado pela empresa; 1.2 Pacote 3012

Leia mais

COMERCIAL) 1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10. E-

COMERCIAL) 1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10. E- 2014 ÍNDICE 1. Cadastros básicos 2. Módulos básicos (Incluso em todas as versões) CMC BASE 3. Agenda 4. Arquivos 5. Empresas ou Cadastros de empresas 6. Pessoas ou cadastro de pessoas 7. Módulos que compõem

Leia mais

MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB

MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB 0 Sumário Introdução... 2 Funcionalidades... 2 Requisitos Necessários... 2 Faturamento Web... 3 Faturamento Simplificado... 4 Faturamento Detalhado... 9 Faturamento

Leia mais

Governo do Estado do Pará Secretaria de Estado da Fazenda

Governo do Estado do Pará Secretaria de Estado da Fazenda Manual do Usuário Sistema Notapará Programa Nota Fiscal Cidadã Objetivo: Estabelecer orientações aos usuários do sistema Notapará, tais como: usabilidade, funcionalidade e navegabilidade. Manual do Usuário

Leia mais

Sumário. www.samisistemas.com.br Porto Alegre 51 3254.5454 Florianópolis 48 3094.1775 São Paulo 11 3076.499 Rio de Janeiro 21 3031.

Sumário. www.samisistemas.com.br Porto Alegre 51 3254.5454 Florianópolis 48 3094.1775 São Paulo 11 3076.499 Rio de Janeiro 21 3031. Sumário Legenda... 3 1. Cadastros e Lançamentos... 4 1.1. Recebimento de Doc s... 4 1.2. Baixa de Proprietários... 7 1.3. Lançamento em Lote (Manual)... 10 1.4. Alteração/ Exclusão de Lançamentos... 11

Leia mais

Roteiro de Cadastros - GESTOR

Roteiro de Cadastros - GESTOR Página1 INDICE 1. MODULO EMPRESA 1.1. CADASTRO DE USUARIO --------------------------------------------------------------------- 4 1.2. CADASTRO DA EMPRESA --------------------------------------------------------------------

Leia mais

Especificação do KAPP-PPCP

Especificação do KAPP-PPCP Especificação do KAPP-PPCP 1. ESTRUTURA DO SISTEMA... 4 1.1. Concepção... 4 2. FUNCIONALIDADE E MODO DE OPERAÇÃO... 5 3. TECNOLOGIA... 7 4. INTEGRAÇÃO E MIGRAÇÃO DE OUTROS SISTEMAS... 8 5. TELAS E RELATÓRIOS

Leia mais

SSPlus (8.0) REA Relatório Explicativo de Alterações. REA SSPlus 8.0

SSPlus (8.0) REA Relatório Explicativo de Alterações. REA SSPlus 8.0 1 REA Relatório Explicativo de Alterações SSPlus (8.0) Autor : Alana Trindade Criado em 08/09/2015 Impresso Arquivo REA Relatório Explicativo de Alterações Versão 8.0.114 a 2 CONTEÚDO COMPRAS...5 81872

Leia mais

Instruções SPED Fiscal ECF

Instruções SPED Fiscal ECF Instruções SPED Fiscal ECF DESENVOLVENDO SOLUÇÕES Autora: Laila Maria Doc. Vrs. 02 Revisão: Aprovado em: Agosto de 2015. Nota de copyright Copyright 2015 Teorema Informática, Guarapuava. Todos os direitos

Leia mais

AUDITORIA FINANCEIRA. No Gerenciador de Sistemas, em Empresas\ Cadastro de Empresas, é necessário parametrizar os dados para a Auditoria Financeira.

AUDITORIA FINANCEIRA. No Gerenciador de Sistemas, em Empresas\ Cadastro de Empresas, é necessário parametrizar os dados para a Auditoria Financeira. AUDITORIA FINANCEIRA Processo de uso da Auditoria Financeira CADASTRO DE EMPRESA PARÂMETROS No Gerenciador de Sistemas, em Empresas\ Cadastro de Empresas, é necessário parametrizar os dados para a Auditoria

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. - INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

Tutorial contas a pagar

Tutorial contas a pagar Tutorial contas a pagar Conteúdo 1. Cadastro de contas contábeis... 2 2. Cadastro de conta corrente... 4 3. Cadastro de fornecedores... 5 4. Efetuar lançamento de Contas à pagar... 6 5. Pesquisar Lançamento...

Leia mais

LINX POSTOS AUTOSYSTEM

LINX POSTOS AUTOSYSTEM LINX POSTOS AUTOSYSTEM Manual Notas Fiscais Sumário 1 CONCEITO... 3 2 REQUISITOS... 3 3 CONFIGURAÇÕES... 3 3.1 Permissões... 3 3.2 Configurar NF-e... 4 3.2.1 Aba Geral... 5 3.2.2 Opções... 6 3.3 Processador

Leia mais

SUPORTE TÉCNICO EBS. E-mail: Envie-nos suas dúvidas e/ou sugestões para suporte@ebs.com.br.

SUPORTE TÉCNICO EBS. E-mail: Envie-nos suas dúvidas e/ou sugestões para suporte@ebs.com.br. C S C SUPORTE TÉCNICO EBS Horário de atendimento: Das 08h30min às 18h, de Segunda a Sexta-feira. Formas de atendimento: E-mail: Envie-nos suas dúvidas e/ou sugestões para suporte@ebs.com.br. Suporte On-Line

Leia mais

Principais Novidades Abril/2013 a Junho/2013

Principais Novidades Abril/2013 a Junho/2013 Principais Novidades Abril/2013 a Junho/2013 Sumário 1. Ambiente Group Shopping... 3 2. Alteração na Tela de Contratos e Controle de Edições... 7 3. Propagação de Contratos... 10 4. Configuração de Impressora

Leia mais

2015 GVDASA Sistemas Contabilidade 1

2015 GVDASA Sistemas Contabilidade 1 2015 GVDASA Sistemas Contabilidade 1 2015 GVDASA Sistemas Contabilidade 2 AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso

Leia mais

Manual do Sistema "Vida - Controle Financeiro" Editorial Brazil Informatica

Manual do Sistema Vida - Controle Financeiro Editorial Brazil Informatica Manual do Sistema "Vida - Controle Financeiro" Editorial Brazil Informatica I Vida - Controle Financeiro Conteúdo Part I Introdução 2 1 Vida Controle... Financeiro 2 Part II Novidades Versão 2.9 (Contas)

Leia mais

NOVIDADES COMPLY VERSÃO 4.00

NOVIDADES COMPLY VERSÃO 4.00 NOVIDADES COMPLY VERSÃO 4.00 Página 1 de 15 Maiores informações a respeito dos assuntos destacados abaixo devem ser obtidas no Manual do Comply v4.00 disponível no Portal de Produtos. Página 2 de 15 CADASTROS

Leia mais

Cordilheira Escrita Fiscal 2.109A

Cordilheira Escrita Fiscal 2.109A LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2 (Orientamos aos clientes que utilizam banco de dados SQL, para efetuarem a atualização preferencialmente após o encerramento das atividades do dia, acessando

Leia mais

APOSTILA PARA O CURSO DE ATIVO ATIVO IMOBILIZADO ALTERDATA

APOSTILA PARA O CURSO DE ATIVO ATIVO IMOBILIZADO ALTERDATA Visão Estar posicionada entre as maiores e melhores provedoras de solução de gestão empresarial do Brasil. Missão Desenvolvimento e fornecimento de soluções e serviços através de softwares para tornar

Leia mais

DRIVE CONTÁBIL NASAJON

DRIVE CONTÁBIL NASAJON DRIVE CONTÁBIL NASAJON Módulo Gestão de Documentos Versão 1.0 Manual do Usuário 1 Sumário Os Módulos do Gerenciador de NFe: Informações Básicas Primeiro Acesso: Requisitos Acesso ao Drive Contábil Nasajon

Leia mais