CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA Pró-Reitoria Acadêmica Setor de Pesquisa

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA Pró-Reitoria Acadêmica Setor de Pesquisa"

Transcrição

1 FORMULÁRIO PARA INSCRIÇÃO DE PROJETO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA. Coordenação/Colegiado ao(s) qual(is) será vinculado: Colegiado de Sistemas de Informação Curso (s) : Bacharelado em Sistemas de Informação Nome do projeto: Editoração e publicação digital de livros - um estudo sobre ferramentas e técnicas Nome do(s) acadêmico(s) envolvido(s): Nome do professor orientador: Diogo Vinícius Winck Nome do professor co-orientador: Nome do coordenador(a) do Curso: Maurício Henning Para a Fundação Educacional Regional Jaraguaense FERJ, mantenedora do Centro Universitário - Católica de Santa Catarina em Jaraguá do Sul e em Joinville, encaminhamos anexo, Projeto de Iniciação Científica a ser submetido ao Edital nº 08/ PROINPES, e declaramos nosso interesse e prioridade conferida ao desenvolvimento do projeto ora proposto, assim como nosso comprometimento de que serão oferecidas as garantias necessárias para sua adequada execução, incluindo o envolvimento de equipe, utilização criteriosa dos recursos previstos e outras condições específicas definidas no formulário anexo. Joinville, 01 de abril de 2013 Acadêmico(a) Acadêmico(a) Professor orientador Professor coorientador Coordenador do Curso 1

2 INTERVENIENTES (Instituições ou parcerias que participam do projeto para manifestar consentimento ou assumir obrigações em nome próprio.anexar documentação comprobatória.) Nome Sigla CNPJ Endereço: Cidade : CEP UF Telefone Fax Nome do Dirigente: Natureza Jurídica: Cargo: Atividade Econômica Predominante: 2 DESCRIÇÃO DO PROJETO Orientações para organização do texto( projeto): Fonte: Times New Roman ou Arial, 12. Espaçamento entre linhas simples, o texto deverá estar justificado. Todos os autores deverão estar corretamente citados no texto e descritos nas referências. Título do Projeto: Editoração e publicação de livros digital - um estudo sobre ferramentas e técnicas Tipo de Projeto ( 06 meses ) ( ) Elaborado pelo acadêmico em conjunto com o professor orientador; ( x ) Apresentado pela instituição; Resumo do Projeto Este é a proposta de um trabalho exploração/desbravação de um tema. O livro digital é uma tendência em consolidação (Portal Brasil, 2013), (O Estado de S.Paulo (1), 2012) e (O Estado de S. Paulo (2), 2012). É um engano avaliá-lo apenas como a digitalização da obra física - há recursos que extrapolam o da palavra e a da imagem impressa (LACERDA & MACEDO, 2011) e (HOLANDA, 2010). O envolvimento de instituições de ensino superior na publicação de obras digitais pode ser observado em: (edipucrs), (DMID/UFPB, PPGC/UFPB) e (UNESP) O presente projeto destina-se a pesquisar técnicas e ferramentas para editoração e publicação de livros eletrônicos. Nele será comparado técnicas, ferramentas e formatos de arquivo disponíveis para livro eletrônico. Será verificado e avaliado o resultado de documentos criados em tablets e e- readers. Os resultados esperados são: uma técnica para produção e editoração de livro e um manual de referencia para a criação de obras futuras. Problematizacão (Problema de pesquisa) No que tange as dificuldades a serem mediadas e superadas pela presente pesquisa: É um engano avaliar o livro digital apenas como a digitalização da obra física os recursos estendidos precisam ser avaliados (LACERDA & MACEDO, 2011) e (HOLANDA, 2010). E-readers/Tablets são tecnologias recentes comparadas aos livros tradicionais (BOTTTENTUIT JUNIOR & COUTINHO, 2007) (EARP & KORNIS, 2005) 3

3 Há diversidade de dispositivos para visualização, formatos para publicação e ferramentas para editoração. Esta variedade impacta no resultado final da obra. A editoração é um processo multidisciplinar, entretanto existe uma restrição prévia que é o domínio das técnica de desenvolvimento do mídia(arquivo) e das ferramentas envoltas.. Texto limitado a 20 linhas Justificativa (descrever o problema de pesquisa e sua importância científica, tecnológica e sócio-econômico-ambiental para a região ) O presente trabalho justifica-se em diferentes níveis de análise. Há um mercado se formando e precisaremos de profissionais aptos a atender tecnicamente estas demandas: o Chegada de grandes fornecedores ao país em 2012 (O Globo, 2012) fortaleceu o mercado. o Os livros digitais devem se tornar o impulso editorial ao pais (O Estado de S.Paulo (1), 2012). Livro digital possibilita democratizar acesso ao livro (Agência Brasil, 2010). Modelo com envolvimento de instituições de ensino superior na publicação de obras digitais mostrou-se viável e pode ser observado em: (edipucrs), (DMID/UFPB, PPGC/UFPB) e (UNESP) O Governo Federal demonstra interesse em investir em projetos focados em livros digitais o O governo federal incluiu livros digitais como material didático para 2015 (Portal Brasil, 2013). o Complementarmente, o governo mantem o PNLL (Plano Nacional do Livro e Leitura). Um dos eixos previstos trata especificamente do desenvolvimento da economia do livro (Ministério da Cultura). Este eixo possuia para 2012 orçamento de 54 milhões. parte destinado a projetos de digitalização de obras (Exame.com, 2012). Há um desejo governamental de fortalecer a cadeia produtiva do livro e isto deve-se converter em oprtunidades de fomento para projetos acadêmicos Objetivo Geral: ( Onde estamos...onde queremos chegar.) Texto limitado a 20 linhas Desenvolver uma técnica para produção e editoração de livro, explorando os diversos dispositivos, formatos e ferramentas e detalhá-la em um manual de referencia para a criação de obras futuras Objetivos específicos ( Etapas que devem ser cumpridas para se atingir o objetivo geral.) Texto limitado a 05 linhas 1. Pesquisar e detalhar os passos para a produção e editoração de um livro digital. 2. Realizar um levantamento das ferramentas utilizadas para editoração de livros digital, categorizá-las, identificar critérios para avaliação, submeter aos critérios e comparálas segundo a categorização e os critérios propostos. 3. Pesquisar formatos disponíveis para publicação de livros digitais, identificar critérios para avaliação, submeter aos critérios e compará-los 4. Criar um conjunto de testes para validação de publicação para os principais 4

4 dispositivos de leitura: Kindle, Kindle Paperwhite, Kobo Mini e Kobo Glo. Validar os testes e comprar resultados. 5. Realizar um levantamento dos principais sotwares para leitura de livros digitais para plataformas: Android, IOS, Windows. Linux e Mac OS. Aplicar os testes de validação e comparar resultados Texto limitado a 15 linhas Metodologia (Descrição dos procedimentos, instrumentos( questionários, formulários, entrevistas, softwares), técnicas e materiais(equipamentos) a serem utilizados na execução do projeto). O presente trabalho pode ser dividido em 3 frentes: Levantamento Bibliográfico. Testes funcionais o em dispositivos e-reader: Kindle, Kindle Paperwhite, Kobo Mini e Kobo Glo o em software: Documentação Android, IOS, Windows. Linux e Mac OS Os materiais necessários seriam os dispositivos listados. Poderia se avaliar a criação de um laboratório específico para este fim. Fundamentação Teórica Texto limitado em 02 página LACERDA & MACEDO (2011), tratando de livros digitais propõem: Reconhecimento do livro digital: A diversidade de suportes (...) a narrativa está imersa num universo de bits, possibilitando a reconfiguração da estrutura. A sequencia de seus elementos pode perder a linearidade.. Movimento pode estar 5

5 presente: vídeos, animações. Livro com caráter audiovisual. (...) Circulação do livro digital precisa ser analisada sobe duas dimensões: político-comunicacional e cultural-comunicacional. (...) As possibilidades de distribuição de mídias em ambientes virtuais dentro de um universo de livre acesso, ainda sob um conceito de propriedade intelectual relativizado, com o objetivo de propiciar um maior acesso do livro digital aos indivíduos, não é suficiente para propiciar o livre e irrestrito consumo dessas mídias. Pode-se atentar a definição não linear do livro digital enquanto mídia, transcendendo o modelo estático/linear previsto pela palavra e imagem impressa. Esta estrapolação do modelo só é efetivamente se editoração a prevê-la. EARP & KORNIS (2005) destaca: O termo ebook é uma abreviatura de eletronic book e surge como proposta de democratização da leitura, principalmente pelo fato de que seu custo fica em torno de 30% a 50% menor que o livro impresso, queda essa que tende a se acentuar com o desenvolvimento de novos aplicativos de produção e leitura Conclui-se a importância cultura e econômica do tema Também pode-se perceber que o tema não está esgotado em todas as suas possibilidades, em que pese o fato que a editoração eletrônica por si não se trata de um assunto que possa ser considerado o estado da arte. Entretanto outras instituições estão investigando o mesmo assunto como se pode observar em: (edipucrs), (DMID/UFPB, PPGC/UFPB) e (UNESP). Importante frisar que este primeiro projeto de pesquisa trata domínio da técnica e das ferramentas. Ele abre possibilidades para questões mais amplas a serem tratadas por trabalhos em áreas das mais diferentes: Criação de uma editora especializada em obras digitais Questões legais o Autoria e domínio publico o Como fica as bibliotecas? o Posse e herança de cópias eletrônicas o visão do cliente/comprador - como ficam os impostos o Estudo sobre Licença Creative Commons Avaliar eficiência pedagógica em utilizar livros eletrônicos Criação de conteúdo o Pedagógico o Material dos cursos de graduação e pos Portal para publicação Editoração social e parelela Contabilidade de custos aplicada ao publicação de livro digital Ergonomia Digitalização de documentos 6

6 o Digitalização de obras de domínio publico o Desenvolvimento de equipamento barato para digitalização o Digitalização dos arquivos históricos de Jaraguá do Sul, Joinville e demais cidades da região. Texto limitado em até 05 páginas 3. CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO ETAPA OU FASE DO PROJETO Objetivo Específico Etapa/Fase (O que?) Especificação (Como?) Início Semanas e meses Término Semanas e meses Pesquisar e detalhar os passos para a produção e editoração de um livro digital. Realizar um levantamento das ferramentas utilizadas para editoração de livros digital, categorizálas, identificar critérios para avaliação, submeter aos critérios e compará-las segundo a categorização e os critérios propostos. Pesquisar formatos disponíveis para publicação de livros digitais, identificar critérios para avaliação, submeter aos critérios e compará-los Levantamento Pesquisa 1º semana 3º semana Levantamento Pesquisa 3º semana 8º semana Levantamento Pesquisa 3º semana 8º semana 7

7 Objetivo Específico Etapa/Fase (O que?) Especificação (Como?) Início Semanas e meses Término Semanas e meses Criar um conjunto de testes para validação de publicação para os principais dispositivos de leitura: Kindle, Kindle Paperwhite, Kobo Mini e Kobo Glo. Validar os testes e comprar resultados. Realizar um levantamento dos principais sotwares para leitura de livros digitais para plataformas: Android, IOS, Windows. Linux e Mac OS. Aplicar os testes de validação e comparar resultados Testes funcionais Testes funcionais 8º semana 16º semana Testes funcionais Testes funcionais 8º semana 16º semana Documentação Documentação Documentação 1º semana 16º semana 4. REFERÊNCIAS 8

8 ( Descrever as utilizadas na elaboração do projeto.todas as referências deverão estar citadas no corpo do projeto, conforme normas ABNT) Obras Citadas Agência Brasil. (05 de abril de 2010). Livro digital promete democratizar acesso, defende entidade. Acesso em 31 de março de 2013, disponível em Agência Brasil: BOTTTENTUIT JUNIOR, J. B., & COUTINHO, C. P. (2007). A problemática dos e-books : um contributo para o estado da arte. CONFERENCIA IBEROAMERICANA EN SISTEMAS, CIBERNÉTICA E INFORMÁTICA (pp ). Orlando, EUA: CISCI. DMID/UFPB, PPGC/UFPB. (s.d.). elivre - Livros Eletrônicos Livres. Acesso em 30 de 03 de 2013, disponível em Insite: EARP, F. S., & KORNIS, G. (2005). A economia da cadeia produtiva do livro. Rio de Janeiro: Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social. edipucrs. (s.d.). Livraria edipucrs. Acesso em 30 de março de 2013, disponível em edipucrs: Exame.com. (23 de abril de 2012). Governo investirá R$ 373 milhões para incentivar a leitura. Acesso em 31 de março de 2013, disponível em Exame: HOLANDA, É. (2010). E-BOOKS: Um exercício de democracia pelo consumo do saber digital. Signos do Consumo, v. 1, n. 2, LACERDA, J. d., & MACEDO, H. R. (2011). O vazio da estante: o acesso ao livro digital sob a perspectiva das suas dimensões política e cultural. Revista Comunicação Midiática, v. 6, n. 1, Ministério da Cultura. (s.d.). Plano Nacional do Livro e Leitura. Acesso em 31 de março de 2013, disponível em Plano Nacional do Livro e Leitura : O Estado de S. Paulo (2). (11 de julho de 2012). Mercado editorial brasileiro cresce pouco e preço do livro diminui. Acesso em 30 de março de 213, disponível em O Estadão: O Estado de S.Paulo (1). (junho de 12 de 2012). Livro digital pode dar impulso ao mercado editorial no País. Acesso em 30 de março de 2013, disponível em O Estadão: goo.gl/ghuob O Globo. (9 de dezembro de 2012). O Globo. Acesso em 31 de março de 2013, disponível em Mais baratos e modernos, Kindle e Kobo podem atrair novos leitores: Portal Brasil. (21 de janeiro de 2013). Livro digital chega às escolas públicas em Acesso em 30 de março de 2013, disponível em Portal Brasil: UNESP. (s.d.). Editora UNESP - Livro digital. Acesso em 30 de março de 2013, disponível em Editora UNESP: 9

Coordenação/Colegiado ao(s) qual(is) será vinculado: Sistemas de Informação

Coordenação/Colegiado ao(s) qual(is) será vinculado: Sistemas de Informação FORMULÁRIO PARA INSCRIÇÃO DE PROJETO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA. Coordenação/Colegiado ao(s) qual(is) será vinculado: Sistemas de Informação Curso (s) : Bacharel em Sistemas de Informação Nome do projeto:

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA Pró-Reitoria Acadêmica Setor de Pesquisa

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA Pró-Reitoria Acadêmica Setor de Pesquisa FORMULÁRIO PARA INSCRIÇÃO DE PROJETO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA. Coordenação/Colegiado ao(s) qual(is) será vinculado: Curso (s) :Engenharia Mecânica Nome do projeto: Modelagem matemática e validação experimental

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 43/2013

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 43/2013 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 43/2013 Dispõe sobre Processo Seletivo de Funcionário para as vagas dispostas no presente Edital no Centro Universitário - Católica de Santa Catarina em Jaraguá do Sul. A

Leia mais

Coordenação/Colegiado ao(s) qual(is) será vinculado: Engenharias

Coordenação/Colegiado ao(s) qual(is) será vinculado: Engenharias FORMULÁRIO PARA INSCRIÇÃO DE PROJETO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA. Coordenação/Colegiado ao(s) qual(is) será vinculado: Engenharias Curso (s) : Engenharia Civil, Engenharia de Produção, Engenharia Mecânica

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 62/2015

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 62/2015 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 62/2015 Dispõe sobre Processo Seletivo de Funcionário para a vaga de Auxiliar Administrativo IV no Centro Universitário - Católica de Santa Catarina em Joinville. A FUNDAÇÃO

Leia mais

Andréa Gonçalves Gerente de Treinamento andrea.goncalves@proquest.com

Andréa Gonçalves Gerente de Treinamento andrea.goncalves@proquest.com Andréa Gonçalves Gerente de Treinamento andrea.goncalves@proquest.com O que sua equipe precisa saber para lidar com e-books Toda a equipe de atendimento da biblioteca deveria ter que usar os recursos da

Leia mais

Vantagens e desvantagens dos livros eletrônicos se comparado com os livros impressos (físicos) na opinião do público

Vantagens e desvantagens dos livros eletrônicos se comparado com os livros impressos (físicos) na opinião do público VIII WORKSHOP DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA DO CENTRO PAULA SOUZA São Paulo, 9 e 10 de outubro de 2013 Sistemas produtivos: da inovação à sustentabilidade ISSN: 2175-1897 Vantagens e desvantagens dos livros

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA Pró-Reitoria Acadêmica Setor de Pesquisa

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA Pró-Reitoria Acadêmica Setor de Pesquisa FORMULÁRIO PARA INSCRIÇÃO DE PROJETO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA. Coordenação/Colegiado ao(s) qual(is) será vinculado: Moda Curso (s) : Moda Nome do projeto: MÍDIAS SOCIAIS E A NOVA PUBLICIDADE: UM ESTUDO

Leia mais

Curso (s) : Direito Nome do projeto: A CRISE DA DEMOCRACIA E AS POSSIBILIDADES DO NOVO CONSTITUCIONALISMO LATINO AMERICANO

Curso (s) : Direito Nome do projeto: A CRISE DA DEMOCRACIA E AS POSSIBILIDADES DO NOVO CONSTITUCIONALISMO LATINO AMERICANO FORMULÁRIO PARA INSCRIÇÃO DE PROJETO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA. Coordenação/Colegiado ao(s) qual(is) será vinculado: Curso (s) : Direito Nome do projeto: A CRISE DA DEMOCRACIA E AS POSSIBILIDADES DO NOVO

Leia mais

MANUAL DE ELABORAÇÃO DE PROJETO

MANUAL DE ELABORAÇÃO DE PROJETO MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE GESTÃO DO TRABALHO E DA EDUCAÇÃO NA SAÚDE DEPARTAMENTO DE GESTÃO DA EDUCAÇÃO NA SAÚDE PROJETO DE PROFISSIONALIZAÇÃO DOS TRABALHADORES DA ÁREA DE ENFERMAGEM PROFAE CHAMADA

Leia mais

NORMAS PARA DEFESA DE PROJETOS DE DISSERTAÇÃO OU TESE

NORMAS PARA DEFESA DE PROJETOS DE DISSERTAÇÃO OU TESE NORMAS PARA DEFESA DE PROJETOS DE DISSERTAÇÃO OU TESE Estabelece os procedimentos relativos à defesa de projeto de pesquisa, a serem desenvolvidos pelos acadêmicos do curso de Pós-Graduação em Ciências

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE NITERÓI EDITAL N 005/2015

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE NITERÓI EDITAL N 005/2015 PUBLICADA EM 15/09/2015 SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE NITERÓI EDITAL N 005/2015 O presente Edital torna pública a abertura de inscrições e estabelece as diretrizes gerais para

Leia mais

ISBN ISBN. Manual de instruções, preenchimento das guias e documentação.

ISBN ISBN. Manual de instruções, preenchimento das guias e documentação. ISBN Manual de instruções, preenchimento das guias e documentação. O QUE É? International Standard Book Number - É um sistema internacional padronizado que identifica numericamente os livros segundo o

Leia mais

ÍNDICE O QUE É... 2 COMO FUNCIONA... 3. Acervo... 3. Meus Livros... 4. Livros em destaque... 7. Fórum... 7. Notícias... 8. Ajuda... 9. Suporte...

ÍNDICE O QUE É... 2 COMO FUNCIONA... 3. Acervo... 3. Meus Livros... 4. Livros em destaque... 7. Fórum... 7. Notícias... 8. Ajuda... 9. Suporte... ÍNDICE O QUE É... 2 COMO FUNCIONA... 3 Acervo... 3 Meus Livros... 4 Livros em destaque... 7 Fórum... 7 Notícias... 8 Ajuda... 9 Suporte... 9 POR QUE USAR... 10 EQUIPE RESPONSÁVEL... 12 CONTATO... 13 O

Leia mais

Mesa-redonda proposta pela CELPCYRO 07/11/2013 19h. Viviane Monteavaro

Mesa-redonda proposta pela CELPCYRO 07/11/2013 19h. Viviane Monteavaro Mesa-redonda proposta pela CELPCYRO 07/11/2013 19h Viviane Monteavaro Diretora Executiva da Profissional Editora e Consultoria Educacional Ltda(desde 2009). Formada em História (2009). Especialista em

Leia mais

IICA/BRA/09/005 Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura TERMO DE REFERÊNCIA Nº 01/2011 MODALIDADE PRODUTO

IICA/BRA/09/005 Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura TERMO DE REFERÊNCIA Nº 01/2011 MODALIDADE PRODUTO INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA IICA/BRA/09/005 Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura TERMO DE REFERÊNCIA Nº 01/2011 MODALIDADE PRODUTO I - IDENTIFICAÇÃO DO

Leia mais

Coordenação/Colegiado ao(s) qual(is) será vinculado: Engenharia Mecânica e Engenharia Eletrica.

Coordenação/Colegiado ao(s) qual(is) será vinculado: Engenharia Mecânica e Engenharia Eletrica. FORMULÁRIO PARA INSCRIÇÃO DE PROJETO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA. Coordenação/Colegiado ao(s) qual(is) será vinculado: Engenharia Mecânica e Engenharia Eletrica. Curso (s) : Engenharia Mecânica e Engenharia

Leia mais

SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA 2014 FORMULÁRIO PARA SUBMISSÃO DE PROJETOS

SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA 2014 FORMULÁRIO PARA SUBMISSÃO DE PROJETOS SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA 2014 FORMULÁRIO PARA SUBMISSÃO DE PROJETOS Formulário para submissão de projeto Dados do Projeto e do (a) Orientador (a) do Projeto Título do Projeto: Um aplicativo

Leia mais

Associação de Ensino Superior da Amazônia - AESA Faculdade de Ciências Humanas, Exatas e Letras de Rondônia - FARO

Associação de Ensino Superior da Amazônia - AESA Faculdade de Ciências Humanas, Exatas e Letras de Rondônia - FARO Coordenação de Pesquisa e Extensão. Título do Projeto de pesquisa/ Iniciação Cientifica. Coordenador do projeto: Curso de: Instruções para Preenchimento do Formulário. PESQUISA Caracterização e Objetivos:

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROPG. EDITAL No. 02/2013 PROPG

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROPG. EDITAL No. 02/2013 PROPG Programa de publicações Coleção PROPG Digital Selo Cultura Acadêmica A. DO OBJETIVO A Pró-Reitoria de Pós-Graduação (PROPG) faz saber que, neste ano de 2013, financiará a edição de até 60 livros sob o

Leia mais

O Portal de Periódicos da Capes Katyusha Madureira Loures de Souza Novembro de 2014

O Portal de Periódicos da Capes Katyusha Madureira Loures de Souza Novembro de 2014 O Portal de Periódicos da Capes Katyusha Madureira Loures de Souza Novembro de 2014 Breve histórico 1986 - Plano Nacional de Bibliotecas Universitárias Programa de Aquisição Planificada de Periódicos 1990

Leia mais

EDITAL Nº 27/2012 UAB/PREAE/UFMS CURSO DE EXTENSÃO PRODUÇÃO DE MATERIAL DIDÁTICO PARA A DIVERSIDADE 2012-2013

EDITAL Nº 27/2012 UAB/PREAE/UFMS CURSO DE EXTENSÃO PRODUÇÃO DE MATERIAL DIDÁTICO PARA A DIVERSIDADE 2012-2013 EDITAL Nº 27/2012 UAB/PREAE/UFMS CURSO DE EXTENSÃO PRODUÇÃO DE MATERIAL DIDÁTICO PARA A DIVERSIDADE 2012-2013 O Pró-Reitor de Extensão, Cultura e Assuntos Estudantis da Universidade Federal de Mato Grosso

Leia mais

EDITAL DE MOSTRA DE PESQUISA DO IX CONGRESSO DE DIREITO DA UFSC

EDITAL DE MOSTRA DE PESQUISA DO IX CONGRESSO DE DIREITO DA UFSC EDITAL DE MOSTRA DE PESQUISA DO IX CONGRESSO DE DIREITO DA UFSC O IX Congresso de Direito da UFSC, que acontecerá nos dias 22, 23, 24 e 25 de abril de 2014, realizará uma mostra de pesquisa na tarde do

Leia mais

Quality se destaca no mercado de sistemas de gestão para escolas

Quality se destaca no mercado de sistemas de gestão para escolas Quality se destaca no mercado de sistemas de gestão para escolas As características de gestão escolar e de empresas de outros segmentos são diferentes. Percebendo a falta de um sistema que atendesse as

Leia mais

www.educacao.ba.gov.br

www.educacao.ba.gov.br Esta cartilha digital tem o objetivo de apresentar aos professores e estudantes da Rede Pública de Ensino as Mídias e Tecnologias Educacionais Livres da Secretaria de Educação da Bahia disponibilizados

Leia mais

1. Objetivos. 1.1. Objetivo geral

1. Objetivos. 1.1. Objetivo geral A Coordenação de Pesquisa e Extensão (COPEX) da Faculdade Metropolitana da Grande Recife, em conjunto com a Direção Acadêmica, abre inscrições aos interessados em cadastrar projetos de pesquisa e extensão

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE INSTITUTO DE ARTE E COMUNICAÇÃO SOCIAL OBSERVATÓRIO DE ECONOMIA CRIATIVA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO OBEC/RJ

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE INSTITUTO DE ARTE E COMUNICAÇÃO SOCIAL OBSERVATÓRIO DE ECONOMIA CRIATIVA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO OBEC/RJ UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE INSTITUTO DE ARTE E COMUNICAÇÃO SOCIAL OBSERVATÓRIO DE ECONOMIA CRIATIVA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO OBEC/RJ Edital nº 03/2014 CHAMADA PÚBLICA PARA SELEÇÃO DE PROJETOS DE

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA Pró-Reitoria Acadêmica Setor de Pesquisa

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA Pró-Reitoria Acadêmica Setor de Pesquisa FORMULÁRIO PARA INSCRIÇÃO DE PROJETO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA. Coordenação/Colegiado ao(s) qual(is) será vinculado: Curso (s) : Ciências Contábeis Nome do projeto: LEVANTAMENTO E APLICAÇÃO DO OS MÉTODOS

Leia mais

CRM GESTÃO DOS SERVIÇOS AOS CLIENTES

CRM GESTÃO DOS SERVIÇOS AOS CLIENTES Página 1 de 6 Este sistema automatiza todos os contatos com os clientes, ajuda as companhias a criar e manter um bom relacionamento com seus clientes armazenando e inter-relacionando atendimentos com informações

Leia mais

3.2. Os projetos de pesquisa e de extensão deverão, necessariamente, referir-se ao Poder Legislativo e ser vinculados às seguintes linhas temáticas:

3.2. Os projetos de pesquisa e de extensão deverão, necessariamente, referir-se ao Poder Legislativo e ser vinculados às seguintes linhas temáticas: CÂMARA DOS DEPUTADOS DIRETORIA-GERAL DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS CENTRO DE FORMAÇÃO, TREINAMENTO E APERFEIÇOAMENTO FORMAÇÃO DOS GRUPOS DE PESQUISA E EXTENSÃO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EDITAL Nº 14,

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE INFORMÁTICA

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE INFORMÁTICA REGULAMENTO DO NÚCLEO DE INFORMÁTICA Aprovado pela Resolução CONSUNI nº 31/13, de 21/08/13. CAPÍTULO I DAS CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES Art. 1º Este regulamento dispõe especificamente do Núcleo de Informática

Leia mais

07.12.2010 Zero Hora Geral Página 37

07.12.2010 Zero Hora Geral Página 37 Zero Hora Geral Página 37 Zero Hora Economia Página 21 O Sul Panorama Página 03 Jornal do Comércio Geral Página 18 Correio do Povo Economia Página 09 O Sul Caderno Reportagem Página 07 O Sul Página 03

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA Pró-Reitoria Acadêmica Setor de Pesquisa

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA Pró-Reitoria Acadêmica Setor de Pesquisa FORMULÁRIO PARA INSCRIÇÃO DE PROJETO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA. Coordenação/Colegiado ao(s) qual(is) será vinculado: Curso (s) :Engenharia Civil Nome do projeto: Implantação de uma rede planialtimétrica

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES - Curso de Comunicação Social

ATIVIDADES COMPLEMENTARES - Curso de Comunicação Social ATIVIDADES COMPLEMENTARES - Curso de Comunicação Social As Atividades Complementares são práticas acadêmicas, obrigatórias para os alunos do UniFIAMFAAM. Essas atividades são apresentadas sob múltiplos

Leia mais

EDITAL FEV Nº 01, DE 13 DE MARÇO DE 2014, PARA PROCESSO SELETIVO INTERNO

EDITAL FEV Nº 01, DE 13 DE MARÇO DE 2014, PARA PROCESSO SELETIVO INTERNO 1 EDITAL FEV Nº 01, DE 13 DE MARÇO DE 2014, PARA PROCESSO SELETIVO INTERNO A FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE VOTUPORANGA, entidade mantenedora do CENTRO UNIVERSITÁRIO DE VOTUPORANGA UNIFEV, torna pública, para

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNOS PARA A ESCOLA POPULAR DE COMUNICAÇÃO CRÍTICA ESPOCC TURMAS 2014

EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNOS PARA A ESCOLA POPULAR DE COMUNICAÇÃO CRÍTICA ESPOCC TURMAS 2014 EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNOS PARA A ESCOLA POPULAR DE COMUNICAÇÃO CRÍTICA ESPOCC TURMAS 2014 O Observatório de Favelas torna pública, por meio desta chamada, as normas do processo de seleção de alunos para

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal da Integração Latino-Americana Pró-Reitoria de Extensão. EDITAL PROEX 28/2015, de 23 de outubro de 2015

Ministério da Educação Universidade Federal da Integração Latino-Americana Pró-Reitoria de Extensão. EDITAL PROEX 28/2015, de 23 de outubro de 2015 Ministério da Educação Universidade Federal da Integração Latino-Americana Pró-Reitoria de Extensão EDITAL PROEX 28/2015, de 23 de outubro de 2015 PROFIEX MAIS CULTURA NAS UNIVERSIDADES MEC/MinC A Universidade

Leia mais

UNESCO Brasilia Office Representação da UNESCO no Brasil Entrevista: Portal Domínio Público

UNESCO Brasilia Office Representação da UNESCO no Brasil Entrevista: Portal Domínio Público UNESCO Brasilia Office Representação da UNESCO no Brasil Entrevista: Portal Domínio Público UNESCO Ministério da Educação Brasília 2006 Artigo publicado, em 06 de dezembro de 2006, no Observatório da Sociedade

Leia mais

SciELO Livros. O que é e como participar

SciELO Livros. O que é e como participar SciELO - Scientific Electronic Library On-line FAPESP - CNPq - BIREME - FapUnifesp Rua Machado Bittencourt, 430 - Vila Clementino CEP 04044-001 - São Paulo - SP - Brasil - Tel.: 55-11-5083-3639 http://www.scielo.org

Leia mais

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOAL POR TEMPO DETERMINADO

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOAL POR TEMPO DETERMINADO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOAL POR TEMPO DETERMINADO A torna pública a realização Processo Seletivo Simplificado - PSS de profissionais para compor a Equipe de Coordenação Regional

Leia mais

RESOLUÇÃO n o 35 de 16/12/2011- CAS

RESOLUÇÃO n o 35 de 16/12/2011- CAS RESOLUÇÃO n o 35 de 16/12/2011- CAS Estabelece a política de pesquisa, desenvolvimento, inovação e extensão da Universidade Positivo (UP). O CONSELHO ACADÊMICO SUPERIOR (CAS), órgão da administração superior

Leia mais

CONSELHO DA JUSTIÇA FEDERAL CENTRO DE ESTUDOS JUDICIÁRIOS

CONSELHO DA JUSTIÇA FEDERAL CENTRO DE ESTUDOS JUDICIÁRIOS CONSELHO DA JUSTIÇA FEDERAL CENTRO DE ESTUDOS JUDICIÁRIOS MISSÃO DO CJF Exercer, de forma efetiva, a supervisão orçamentária e administrativa, o poder correcional e a uniformização, bem como promover a

Leia mais

NORMAS PARA ELABORAÇÃO E TRAMITAÇÃO DO PROJETO DE PESQUISA DA DISSERTAÇÃO

NORMAS PARA ELABORAÇÃO E TRAMITAÇÃO DO PROJETO DE PESQUISA DA DISSERTAÇÃO NORMAS PARA ELABORAÇÃO E TRAMITAÇÃO DO PROJETO DE PESQUISA DA DISSERTAÇÃO VIÇOSA - MINAS GERAIS Maio 2007 I. DO PROJETO 1. Todo estudante de pós-graduação deverá, obrigatoriamente, preparar um Projeto

Leia mais

Edital 05/2013 Projeto UNA-SUS Chamada para o Programa de Bolsas Acadêmicas

Edital 05/2013 Projeto UNA-SUS Chamada para o Programa de Bolsas Acadêmicas Edital 05/2013 Projeto UNA-SUS Chamada para o Programa de Bolsas Acadêmicas A Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação torna público o presente Edital de chamada para o Programa de Bolsas Acadêmicas do

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS (CCT) PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FÍSICA (PPGF)

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS (CCT) PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FÍSICA (PPGF) Reconhecimento MEC Portaria n 524, de 29.04.2008, publicado no Diário Oficial da União em 30.04.2008. Reconhecido pelo Decreto Estadual n 1.649 de 25.08.2008, publicado no Diário Oficial do Estado de Santa

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EAD CNEC - FAQ

PÓS-GRADUAÇÃO EAD CNEC - FAQ PÓS-GRADUAÇÃO EAD CNEC - FAQ 1 - Quem pode fazer um curso de Pós-Graduação à distância da CNEC? Os cursos de Pós- Graduação da CNEC EAD podem ser realizados por qualquer pessoa que tenha concluído curso

Leia mais

Instruções para preenchimento do formulário de CURSOS DE APERFEIÇOAMENTO

Instruções para preenchimento do formulário de CURSOS DE APERFEIÇOAMENTO Instruções para preenchimento do formulário de CURSOS DE APERFEIÇOAMENTO As instruções a seguir orientam a elaboração de propostas de Cursos de Aperfeiçoamento para aprovação e registro no Sistema de Informações

Leia mais

COLÉGIO PEDRO II DIREÇÃO GERAL DIRETORIA DE EXTENSÃO E CULTURA PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E AO EMPREGO

COLÉGIO PEDRO II DIREÇÃO GERAL DIRETORIA DE EXTENSÃO E CULTURA PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E AO EMPREGO COLÉGIO PEDRO II DIREÇÃO GERAL DIRETORIA DE EXTENSÃO E CULTURA PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E AO EMPREGO EDITAL Nº 01 DE 23 DE JULHO DE 2012 DEC (Errata e Complemento) EDITAL INSTITUCIONAL

Leia mais

ADITIVO AO EDITAL PRPG/UFLA N o 06/2012 PROCESSO SELETIVO DO PPGAP PARA INGRESSO EM 2013/1 MESTRADO PROFISSIONAL EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

ADITIVO AO EDITAL PRPG/UFLA N o 06/2012 PROCESSO SELETIVO DO PPGAP PARA INGRESSO EM 2013/1 MESTRADO PROFISSIONAL EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA MESTRADO PROFISSIONAL EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA ADITIVO AO EDITAL PRPG/UFLA N o 06/2012 PROCESSO

Leia mais

REGULAMENTO DOS CURSOS DA ÁREA INFORMÁTICA DO INSTITUTO FEDERAL SUL- RIOGRANDENSE - CAMPUS PASSO FUNDO

REGULAMENTO DOS CURSOS DA ÁREA INFORMÁTICA DO INSTITUTO FEDERAL SUL- RIOGRANDENSE - CAMPUS PASSO FUNDO REGULAMENTO DOS CURSOS DA ÁREA INFORMÁTICA DO INSTITUTO FEDERAL SUL- RIOGRANDENSE - CAMPUS PASSO FUNDO O Regulamento dos Cursos da Área de Informática foi aprovado pelo Colegiado do Curso em 09 de outubro

Leia mais

II JORNADA DO CONHECIMENTO Faculdade Católica Paulista. II JORNADA DO CONHECIMENTO DA FACULDADE CATÓLICA PAULISTA Edital 02/2015

II JORNADA DO CONHECIMENTO Faculdade Católica Paulista. II JORNADA DO CONHECIMENTO DA FACULDADE CATÓLICA PAULISTA Edital 02/2015 II JORNADA DO CONHECIMENTO DA FACULDADE CATÓLICA PAULISTA Edital 02/2015 A Diretoria Acadêmica da, no uso de suas atribuições, torna pública a alteração do período de realização da II Jornada do Conhecimento,

Leia mais

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO (PIBIC, PIBIC - AF, PIBITI, PIBIC - EM) - PICDTI/PRPPG/UFPR

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO (PIBIC, PIBIC - AF, PIBITI, PIBIC - EM) - PICDTI/PRPPG/UFPR PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO (PIBIC, PIBIC - AF, PIBITI, PIBIC - EM) - PICDTI/PRPPG/UFPR EDITAL 2015-2016 De acordo com a Legislação Vigente, Resolução RN

Leia mais

Chamada Pública para PROCESSO SELETIVO PARA BOLSA DE PÓS-DOUTORADO PNPD/CAPES

Chamada Pública para PROCESSO SELETIVO PARA BOLSA DE PÓS-DOUTORADO PNPD/CAPES Chamada Pública para PROCESSO SELETIVO PARA BOLSA DE PÓS-DOUTORADO PNPD/CAPES 1. A Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Psicologia, da Universidade de Fortaleza PPG-PSI / UNIFOR, informa a abertura

Leia mais

RELATO DO PROJETO OBSERVATÓRIO DA EDUCAÇÃO. GT 06 Formação de professores de Matemática: práticas, saberes e desenvolvimento profissional

RELATO DO PROJETO OBSERVATÓRIO DA EDUCAÇÃO. GT 06 Formação de professores de Matemática: práticas, saberes e desenvolvimento profissional RELATO DO PROJETO OBSERVATÓRIO DA EDUCAÇÃO GT 06 Formação de professores de Matemática: práticas, saberes e desenvolvimento profissional Maria Madalena Dullius, madalena@univates.br Daniela Cristina Schossler,

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO 001/2015

EDITAL DE SELEÇÃO 001/2015 EDITAL DE SELEÇÃO 001/2015 A Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e em Matemática PPGECM/UFPR, conforme decisão do Colegiado, torna pública a abertura de inscrições à seleção

Leia mais

EDITORA UNIVERSITÁRIA - EdUFMT EDITAL EdUFMT Nº: 01/2013

EDITORA UNIVERSITÁRIA - EdUFMT EDITAL EdUFMT Nº: 01/2013 Universidade Federal de Mato grosso Editora Universitária Av. Fernando Corrêa da Costa, 2.367. Boa Esperança. CEP: 78060-900. Cuiabá, Mato Grosso. www.editora.ufmt.br/edufmt ou ufmteditora@gmail.com Fone:

Leia mais

II JORNADA DO CONHECIMENTO Faculdade Católica Paulista. II JORNADA DO CONHECIMENTO DA FACULDADE CATÓLICA PAULISTA Edital 01/2015

II JORNADA DO CONHECIMENTO Faculdade Católica Paulista. II JORNADA DO CONHECIMENTO DA FACULDADE CATÓLICA PAULISTA Edital 01/2015 II JORNADA DO CONHECIMENTO DA FACULDADE CATÓLICA PAULISTA Edital 01/2015 A Diretoria Acadêmica da, no uso de suas atribuições, torna pública a abertura de inscrições para participação na II Jornada do

Leia mais

LIVRO DIGITAL A era da transição digital e das infinitas perguntas!

LIVRO DIGITAL A era da transição digital e das infinitas perguntas! LIVRO DIGITAL A era da transição digital e das infinitas perguntas! José Castilho Marques Neto www.editoraunesp.com.br Leitores digitais e livros digitais Diferenças básicas Livro eletrônico, livro digital/e-book

Leia mais

Manual Biblioteca Mackenzie

Manual Biblioteca Mackenzie Manual Biblioteca Mackenzie 1. Acessar e fazer o download do ebook Acessar o site da Biblioteca Mackenzie através da Intranet. Faça o download do Software de Leitura. Se necessitar de ajuda neste ponto

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EDITAL No 01/2011 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA PÓS-GRADUAÇÕES LATO SENSU

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EDITAL No 01/2011 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA PÓS-GRADUAÇÕES LATO SENSU UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS - UNEAL Transformada em Universidade pela Lei n 6.785, de 28 de dezembro de 2006 Rua Governador Luiz Cavalcante, S/N - Alto Cruzeiro - Arapiraca - Alagoas - CEP.: 57312-000

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal do Recôncavo da Bahia Superintendência de Educação Aberta e à Distância

Ministério da Educação Universidade Federal do Recôncavo da Bahia Superintendência de Educação Aberta e à Distância EDITAL SEAD Nº 01 DE 10 DE MARÇO DE 2015 SELEÇÃO DE PROFISSIONAIS PARA ATUAR NO CURSO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA MODALIDADE A DISTÂNCIA PROFESSORES PESQUISADORES E CONTEUDISTAS A SUPERINTENDÊNCIA DE

Leia mais

Fundação Carmelitana Mário Palmério FACIHUS Faculdade de Ciências Humanas e Sociais

Fundação Carmelitana Mário Palmério FACIHUS Faculdade de Ciências Humanas e Sociais Edital do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica PIBIC/FAPEMIG/FUCAMP 2015/2016 Edital Nº 01/2015 - Convocação de Projetos de Pesquisa para Bolsas de Iniciação Científica O Núcleo de

Leia mais

Mestrado, da Faculdade de Educação da UEMG para 2010.

Mestrado, da Faculdade de Educação da UEMG para 2010. UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS FACULDADE DE EDUCAÇÃO CAMPUS BELO HORIZONTE Processo Seletivo: Edital do Mestrado em Educação para 2010/1 Processo Seletivo de Ingresso no Programa de Pós Graduação

Leia mais

Coordenação/Colegiado ao(s) qual(is) será vinculado: Engenharia Civil

Coordenação/Colegiado ao(s) qual(is) será vinculado: Engenharia Civil FORMULÁRIO PARA INSCRIÇÃO DE PROJETO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA. Coordenação/Colegiado ao(s) qual(is) será vinculado: Engenharia Civil Curso (s) : Engenharia Civil de Joinville Nome do projeto: ESTUDO DA

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 07/11 CONSUNI

RESOLUÇÃO Nº 07/11 CONSUNI RESOLUÇÃO Nº 07/11 CONSUNI APROVA O REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO. A Presidente do Conselho Universitário CONSUNI do Centro Universitário Católica de Santa

Leia mais

O Programa de Pós-Graduação em Administração e Desenvolvimento Rural PADR/UFRPE abre seleção para vagas de aluno especial 2015.

O Programa de Pós-Graduação em Administração e Desenvolvimento Rural PADR/UFRPE abre seleção para vagas de aluno especial 2015. O Programa de Pós-Graduação em Administração e Desenvolvimento Rural PADR/UFRPE abre seleção para vagas de aluno especial 2015.1, como segue: 1 INSCRIÇÃO 1.1. O período, procedimento e local das inscrições:

Leia mais

Oficina. Conexão wi-fi Tela ou parede para projeção

Oficina. Conexão wi-fi Tela ou parede para projeção Oficina Dados básicos Titulo Autor Instituição Proposta (objetivo) Equipamentos Disponíveis Como ser um professor autor de jogos educativos em tablets, Windows e Linux com o Visual Class Luciana Allan,

Leia mais

MEC/CAPES. Portal de Periódicos

MEC/CAPES. Portal de Periódicos MEC/CAPES Portal de Periódicos A CAPES e a formação de recursos de alto nível no Brasil Criada em 1951, a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) é uma agência vinculada ao

Leia mais

EDITAL SAL/MJ Nº 11, DE 03 DE JULHO DE 2015. PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Contrato de Pessoa Física Modalidade Produto Nacional

EDITAL SAL/MJ Nº 11, DE 03 DE JULHO DE 2015. PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Contrato de Pessoa Física Modalidade Produto Nacional MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Secretaria de Assuntos Legislativos Esplanada dos Ministérios, Ed. Sede, bloco T, 4º andar, sala 44 (61) 2025 76 / 114 E-mail: sal@mj.gov.br EDITAL SAL/MJ Nº 11, DE 0 DE JULHO DE

Leia mais

BIBLIOTECA DIGITAL INTEGRADA AOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO INSTITUCIONAIS: FUNDAMENTOS E INFRA-ESTRUTURA BÁSICA CÉSAR AUGUSTO ASSIS

BIBLIOTECA DIGITAL INTEGRADA AOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO INSTITUCIONAIS: FUNDAMENTOS E INFRA-ESTRUTURA BÁSICA CÉSAR AUGUSTO ASSIS BIBLIOTECA DIGITAL INTEGRADA AOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO INSTITUCIONAIS: FUNDAMENTOS E INFRA-ESTRUTURA BÁSICA ANDRÉA MARIKO HIRATA KAJIHARA CÉSAR AUGUSTO ASSIS CLAUDIO ALCANTARA DE QUADROS FÁBIO ROGÉRIO

Leia mais

Questionário para Estudantes de Pós- Graduação na modalidade a distância

Questionário para Estudantes de Pós- Graduação na modalidade a distância Questionário para Estudantes de Pós- Graduação na modalidade a distância Este questionário é um instrumento de coleta de informações para a realização da auto-avaliação da UFG que tem como objetivo conhecer

Leia mais

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO AVALIAÇÃO DE CURSO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO NA PERSPECTIVA DO ALUNO

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO AVALIAÇÃO DE CURSO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO NA PERSPECTIVA DO ALUNO 1 COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO AVALIAÇÃO DE CURSO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO NA PERSPECTIVA DO ALUNO PERÍODO: 7 A 16 DE JULHO DE 2010 (DURANTE A MATRÍCULA) LOCAL: LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA DA FACULDADE

Leia mais

IICA/BRA/09/005 Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura TERMO DE REFERÊNCIA Nº 02/2011 MODALIDADE PRODUTO

IICA/BRA/09/005 Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura TERMO DE REFERÊNCIA Nº 02/2011 MODALIDADE PRODUTO INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA IICA/BRA/09/005 Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura TERMO DE REFERÊNCIA Nº 02/2011 MODALIDADE PRODUTO I - IDENTIFICAÇÃO DO

Leia mais

OBSERVAÇÃO Os diplomas obtidos no exterior somente serão aceitos se possuírem reconhecimento consular.

OBSERVAÇÃO Os diplomas obtidos no exterior somente serão aceitos se possuírem reconhecimento consular. Reconhecimento Homologado pelo CNE Portaria n 1045, de 18.08.2010, publicado no Diário Oficial da União em 19.08.2010. Reconhecimento: Decreto Estadual Nº 1.257, de 20.11.2012, publicado no Diário Oficial

Leia mais

Manual Operacional de Adesão ao FIES Técnico Procedimentos da Mantenedora

Manual Operacional de Adesão ao FIES Técnico Procedimentos da Mantenedora Manual Operacional de Adesão ao FIES Técnico Procedimentos da Mantenedora Brasília, março de 2012 Versão 1.0 SUMÁRIO 1. CONFIGURAÇÕES RECOMENDADAS... 3 2. ACESSO AO SISTEMA... 4 3. ADESÃO AO FIES... 5

Leia mais

PROGRAMA FORTALECER Edital de Projetos REGULAMENTO

PROGRAMA FORTALECER Edital de Projetos REGULAMENTO PROGRAMA FORTALECER Edital de Projetos REGULAMENTO Sumário 1. O EDITAL... 2 1.1. Natureza e objetivos... 2 1.2. Princípios orientadores... 2 1.3. Foco temático do edital... 2 2. QUEM PODE PARTICIPAR...

Leia mais

EDITAL SAL/MJ Nº 10, DE 03 DE JULHO DE 2015. PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Contrato de Pessoa Física Modalidade Produto Nacional

EDITAL SAL/MJ Nº 10, DE 03 DE JULHO DE 2015. PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Contrato de Pessoa Física Modalidade Produto Nacional MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Secretaria de Assuntos Legislativos Esplanada dos Ministérios, Ed. Sede, bloco T, 4º andar, sala 434 (61) 2025 3376 / 3114 E-mail: sal@mj.gov.br EDITAL SAL/MJ Nº 10, DE 03 DE JULHO

Leia mais

EDITAL N. 58/2015 INCENTIVO

EDITAL N. 58/2015 INCENTIVO EDITAL N. 58/2015 INCENTIVO À DIVULGAÇÃO E PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS CIENTÍFICOS, TECNOLÓGICOS E DE INOVAÇÃO POR SERVIDORES DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA. A Direção Geral

Leia mais

Pibid 2013 Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência

Pibid 2013 Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência Proposta Edital nº. 61/2013 Número da proposta 128395 ID Projeto - UFU Instituição de Ensino Superior Nome UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA/UFU Código INEP 17 CNPJ 25.648.387/0001-18 Categoria administrativa

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO VALIDAÇÃO DO USO DAS TECNOLOGIAS DE COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO MEDIADAS POR TABLETS CHAMADA Nº. 001/2013 A Universidade Federal do Maranhão

Leia mais

Novas Tecnologias Aplicadas à Educação O Ensino e as Novas Tecnologias I. Prof. Hugo Souza

Novas Tecnologias Aplicadas à Educação O Ensino e as Novas Tecnologias I. Prof. Hugo Souza Novas Tecnologias Aplicadas à Educação O Ensino e as Novas Tecnologias I Prof. Hugo Souza Continuando nossas aulas, após verificarmos toda a integração histórica da informática para a educação, veremos

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO FRANCISCANO CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA REGULAMENTAÇÃO DOS PROJETOS EXPERIMENTAIS

CENTRO UNIVERSITÁRIO FRANCISCANO CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA REGULAMENTAÇÃO DOS PROJETOS EXPERIMENTAIS 1 CENTRO UNIVERSITÁRIO FRANCISCANO CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA REGULAMENTAÇÃO DOS PROJETOS EXPERIMENTAIS CAPÍTULO I DOS PROJETOS EXPERIMENTAIS EM PUBLICIDADE E PROPAGANDA Artigo 1º - Este regulamento

Leia mais

4 Cursos de nível superior no Brasil para formação de Designers de Games

4 Cursos de nível superior no Brasil para formação de Designers de Games 4 Cursos de nível superior no Brasil para formação de Designers de Games Este Capítulo apresenta o levantamento realizado dos cursos de nível superior no Brasil voltados para a formação de Designers de

Leia mais

Márcio Carneiro dos SANTOS 3 Universidade Federal do Maranhão, São Luís, MA

Márcio Carneiro dos SANTOS 3 Universidade Federal do Maranhão, São Luís, MA SEMENTE DIGITAL PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE RELAÇÕES PÚBLICAS PARA PROJETO DE EDUCAÇÃO PATRIMONIAL NA CIDADE DE SÃO LUÍS-MA COM A UTILIZAÇÃO DE NOVAS TECNOLOGIAS DO AUDIOVISUAL 1 Larissa de Jesus dos Santos

Leia mais

EDITAL Nº 023/2015 INTERCÂMBIO PROGRAMA DE BOLSAS IBERO-AMERICANAS SANTANDER 2015

EDITAL Nº 023/2015 INTERCÂMBIO PROGRAMA DE BOLSAS IBERO-AMERICANAS SANTANDER 2015 EDITAL Nº 023/2015 INTERCÂMBIO PROGRAMA DE BOLSAS IBERO-AMERICANAS SANTANDER 2015 O Centro Universitário Senac torna pública a abertura das inscrições para o processo seletivo para o PROGRAMA DE BOLSAS

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA POR PRODUTO - PESSOA FÍSICA EDITAL Nº 002/11/SMADS/CGP

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA POR PRODUTO - PESSOA FÍSICA EDITAL Nº 002/11/SMADS/CGP EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA POR PRODUTO - PESSOA FÍSICA EDITAL Nº 002/11/SMADS/CGP Telefone (061) 3038 9300 Fax (061) 3038 9009 Internet: registry@undp.org.br

Leia mais

Oficina Recursos Educacionais Abertos REA. Débora Sebriam Centro Educacional Pioneiro Julho/2011

Oficina Recursos Educacionais Abertos REA. Débora Sebriam Centro Educacional Pioneiro Julho/2011 Oficina Recursos Educacionais Abertos REA Débora Sebriam Centro Educacional Pioneiro Julho/2011 Objetivos do Encontro Criar uma sólida compreensão dos REA, dos direitos de autor e das licenças abertas

Leia mais

FACULDADES SÃO CAMILO RIO DE JANEIRO II JORNADA CIENTÍFICA 17 DE MAIO DE 2008

FACULDADES SÃO CAMILO RIO DE JANEIRO II JORNADA CIENTÍFICA 17 DE MAIO DE 2008 FACULDADES SÃO CAMILO RIO DE JANEIRO II JORNADA CIENTÍFICA 17 DE MAIO DE 2008 EDITAL QUE REGULAMENTA A INSCRIÇÃO, APRESENTAÇÃO, AVALIAÇÃO E PREMIAÇÃO DOS TRABALHOS PARA A II JORNADA CIENTÍFICA DAS FACULDADES

Leia mais

Como adquirir os materiais didáticos do Moderna.Compartilha

Como adquirir os materiais didáticos do Moderna.Compartilha Como adquirir os materiais didáticos do Moderna.Compartilha MODERNA.COMPARTILHA: INTEGRAR TECNOLOGIA E CONTEÚDOS A FAVOR DO APRENDIZADO. Os alunos deste século estão conectados com novas ideias, novas

Leia mais

SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO 2 2. OBJETIVO 2 3. DA REALIZAÇÃO DO ESTÁGIO 2. 3.1 Requisitos para participar do estágio supervisionado 2

SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO 2 2. OBJETIVO 2 3. DA REALIZAÇÃO DO ESTÁGIO 2. 3.1 Requisitos para participar do estágio supervisionado 2 SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO 2 2. OBJETIVO 2 3. DA REALIZAÇÃO DO ESTÁGIO 2 3.1 Requisitos para participar do estágio supervisionado 2 3.2 Como Fazer o Estágio Supervisionado Curricular 3 3.3 A empresa e o supervisor

Leia mais

A ESCOLHA DE SISTEMA PARA AUTOMAÇÃO DE BIBLIOTECAS. A decisão de automatizar

A ESCOLHA DE SISTEMA PARA AUTOMAÇÃO DE BIBLIOTECAS. A decisão de automatizar A ESCOLHA DE SISTEMA PARA AUTOMAÇÃO DE BIBLIOTECAS A decisão de automatizar 1 A decisão de automatizar Deve identificar os seguintes aspectos: Cultura, missão, objetivos da instituição; Características

Leia mais

Gestão de bibliotecas universitárias. Capes Encontro de Diretores de Bibliotecas Universitárias Brasília, 26 e 27 de maio de 2014

Gestão de bibliotecas universitárias. Capes Encontro de Diretores de Bibliotecas Universitárias Brasília, 26 e 27 de maio de 2014 Gestão de bibliotecas universitárias Capes Encontro de Diretores de Bibliotecas Universitárias Brasília, 26 e 27 de maio de 2014 A biblioteca Universitária é a instituição responsável pelos serviços de

Leia mais

Elisa Netto Zanette(enz@unesc.net) Scheila Brigido Mazzuchello (scheila_brigido@hotmail.com)

Elisa Netto Zanette(enz@unesc.net) Scheila Brigido Mazzuchello (scheila_brigido@hotmail.com) Elisa Netto Zanette(enz@unesc.net) Scheila Brigido Mazzuchello (scheila_brigido@hotmail.com) Apresentam-se os resultados preliminares de pesquisa em desenvolvimento (PIC 170 Programa de Iniciação Científica

Leia mais

Edital 01/2015 SELEÇÃO PARA BOLSISTA DE PÓS-DOUTORADO (PNPD 2013/CAPES)

Edital 01/2015 SELEÇÃO PARA BOLSISTA DE PÓS-DOUTORADO (PNPD 2013/CAPES) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO FACULDADE DE ARTES VISUAIS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ARTE E CULTURA VISUAL Edital 01/2015

Leia mais

EDITAL N. 57/2015. II. Incentivar a divulgação dos resultados de pesquisa e inovação realizadas no âmbito do IFRO Campus Cacoal;

EDITAL N. 57/2015. II. Incentivar a divulgação dos resultados de pesquisa e inovação realizadas no âmbito do IFRO Campus Cacoal; EDITAL N. 57/2015 INCENTIVO A DIVULGAÇÃO E PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS CIENTÍFICOS, TECNOLÓGICOS E DE INOVAÇÃO POR SERVIDORES DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA CAMPUS CACOAL.

Leia mais

Coordenação/Colegiado ao(s) qual(is) será vinculado: Bacharelado de Teologia

Coordenação/Colegiado ao(s) qual(is) será vinculado: Bacharelado de Teologia FORMULÁRIO PARA INSCRIÇÃO DE PROJETO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA. Coordenação/Colegiado ao(s) qual(is) será vinculado: Bacharelado de Teologia Curso (s) : Bacharelado de Teologia Nome do projeto: Histórico

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE PROFESSOR DA EDUCAÇÃO SUPERIOR EDITAL N 015/2012 UNEMAT A, no uso de suas atribuições legais e em cumprimento das normas previstas no

Leia mais

Edital de seleção para Agência Experimental do Curso de Publicidade e Propaganda 2 o semestre de 2012

Edital de seleção para Agência Experimental do Curso de Publicidade e Propaganda 2 o semestre de 2012 Edital de seleção para Agência Experimental do Curso de Publicidade e Propaganda 2 o semestre de 2012 Art. 1º O presente edital tem como objetivo selecionar acadêmicos para atuar na Agência Experimental

Leia mais

Edital 004/2015. Processo de Seleção de Mestrado em Sociologia Política 2016

Edital 004/2015. Processo de Seleção de Mestrado em Sociologia Política 2016 Edital 004/2015 Processo de Seleção de Mestrado em Sociologia Política 2016 O Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política (PPGSP) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) torna pública a abertura

Leia mais

Aprovação do curso e Autorização da oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FORMAÇÃO CONTINUADA EM EDUCAÇÃO E NOVAS TECNOLOGIAS Parte 1 (solicitante)

Aprovação do curso e Autorização da oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FORMAÇÃO CONTINUADA EM EDUCAÇÃO E NOVAS TECNOLOGIAS Parte 1 (solicitante) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO

Leia mais