CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA Pró-Reitoria Acadêmica Setor de Pesquisa

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA Pró-Reitoria Acadêmica Setor de Pesquisa"

Transcrição

1 FORMULÁRIO PARA INSCRIÇÃO DE PROJETO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA. Coordenação/Colegiado ao(s) qual(is) será vinculado: Colegiado de Sistemas de Informação Curso (s) : Bacharelado em Sistemas de Informação Nome do projeto: Editoração e publicação digital de livros - um estudo sobre ferramentas e técnicas Nome do(s) acadêmico(s) envolvido(s): Nome do professor orientador: Diogo Vinícius Winck Nome do professor co-orientador: Nome do coordenador(a) do Curso: Maurício Henning Para a Fundação Educacional Regional Jaraguaense FERJ, mantenedora do Centro Universitário - Católica de Santa Catarina em Jaraguá do Sul e em Joinville, encaminhamos anexo, Projeto de Iniciação Científica a ser submetido ao Edital nº 08/ PROINPES, e declaramos nosso interesse e prioridade conferida ao desenvolvimento do projeto ora proposto, assim como nosso comprometimento de que serão oferecidas as garantias necessárias para sua adequada execução, incluindo o envolvimento de equipe, utilização criteriosa dos recursos previstos e outras condições específicas definidas no formulário anexo. Joinville, 01 de abril de 2013 Acadêmico(a) Acadêmico(a) Professor orientador Professor coorientador Coordenador do Curso 1

2 INTERVENIENTES (Instituições ou parcerias que participam do projeto para manifestar consentimento ou assumir obrigações em nome próprio.anexar documentação comprobatória.) Nome Sigla CNPJ Endereço: Cidade : CEP UF Telefone Fax Nome do Dirigente: Natureza Jurídica: Cargo: Atividade Econômica Predominante: 2 DESCRIÇÃO DO PROJETO Orientações para organização do texto( projeto): Fonte: Times New Roman ou Arial, 12. Espaçamento entre linhas simples, o texto deverá estar justificado. Todos os autores deverão estar corretamente citados no texto e descritos nas referências. Título do Projeto: Editoração e publicação de livros digital - um estudo sobre ferramentas e técnicas Tipo de Projeto ( 06 meses ) ( ) Elaborado pelo acadêmico em conjunto com o professor orientador; ( x ) Apresentado pela instituição; Resumo do Projeto Este é a proposta de um trabalho exploração/desbravação de um tema. O livro digital é uma tendência em consolidação (Portal Brasil, 2013), (O Estado de S.Paulo (1), 2012) e (O Estado de S. Paulo (2), 2012). É um engano avaliá-lo apenas como a digitalização da obra física - há recursos que extrapolam o da palavra e a da imagem impressa (LACERDA & MACEDO, 2011) e (HOLANDA, 2010). O envolvimento de instituições de ensino superior na publicação de obras digitais pode ser observado em: (edipucrs), (DMID/UFPB, PPGC/UFPB) e (UNESP) O presente projeto destina-se a pesquisar técnicas e ferramentas para editoração e publicação de livros eletrônicos. Nele será comparado técnicas, ferramentas e formatos de arquivo disponíveis para livro eletrônico. Será verificado e avaliado o resultado de documentos criados em tablets e e- readers. Os resultados esperados são: uma técnica para produção e editoração de livro e um manual de referencia para a criação de obras futuras. Problematizacão (Problema de pesquisa) No que tange as dificuldades a serem mediadas e superadas pela presente pesquisa: É um engano avaliar o livro digital apenas como a digitalização da obra física os recursos estendidos precisam ser avaliados (LACERDA & MACEDO, 2011) e (HOLANDA, 2010). E-readers/Tablets são tecnologias recentes comparadas aos livros tradicionais (BOTTTENTUIT JUNIOR & COUTINHO, 2007) (EARP & KORNIS, 2005) 3

3 Há diversidade de dispositivos para visualização, formatos para publicação e ferramentas para editoração. Esta variedade impacta no resultado final da obra. A editoração é um processo multidisciplinar, entretanto existe uma restrição prévia que é o domínio das técnica de desenvolvimento do mídia(arquivo) e das ferramentas envoltas.. Texto limitado a 20 linhas Justificativa (descrever o problema de pesquisa e sua importância científica, tecnológica e sócio-econômico-ambiental para a região ) O presente trabalho justifica-se em diferentes níveis de análise. Há um mercado se formando e precisaremos de profissionais aptos a atender tecnicamente estas demandas: o Chegada de grandes fornecedores ao país em 2012 (O Globo, 2012) fortaleceu o mercado. o Os livros digitais devem se tornar o impulso editorial ao pais (O Estado de S.Paulo (1), 2012). Livro digital possibilita democratizar acesso ao livro (Agência Brasil, 2010). Modelo com envolvimento de instituições de ensino superior na publicação de obras digitais mostrou-se viável e pode ser observado em: (edipucrs), (DMID/UFPB, PPGC/UFPB) e (UNESP) O Governo Federal demonstra interesse em investir em projetos focados em livros digitais o O governo federal incluiu livros digitais como material didático para 2015 (Portal Brasil, 2013). o Complementarmente, o governo mantem o PNLL (Plano Nacional do Livro e Leitura). Um dos eixos previstos trata especificamente do desenvolvimento da economia do livro (Ministério da Cultura). Este eixo possuia para 2012 orçamento de 54 milhões. parte destinado a projetos de digitalização de obras (Exame.com, 2012). Há um desejo governamental de fortalecer a cadeia produtiva do livro e isto deve-se converter em oprtunidades de fomento para projetos acadêmicos Objetivo Geral: ( Onde estamos...onde queremos chegar.) Texto limitado a 20 linhas Desenvolver uma técnica para produção e editoração de livro, explorando os diversos dispositivos, formatos e ferramentas e detalhá-la em um manual de referencia para a criação de obras futuras Objetivos específicos ( Etapas que devem ser cumpridas para se atingir o objetivo geral.) Texto limitado a 05 linhas 1. Pesquisar e detalhar os passos para a produção e editoração de um livro digital. 2. Realizar um levantamento das ferramentas utilizadas para editoração de livros digital, categorizá-las, identificar critérios para avaliação, submeter aos critérios e comparálas segundo a categorização e os critérios propostos. 3. Pesquisar formatos disponíveis para publicação de livros digitais, identificar critérios para avaliação, submeter aos critérios e compará-los 4. Criar um conjunto de testes para validação de publicação para os principais 4

4 dispositivos de leitura: Kindle, Kindle Paperwhite, Kobo Mini e Kobo Glo. Validar os testes e comprar resultados. 5. Realizar um levantamento dos principais sotwares para leitura de livros digitais para plataformas: Android, IOS, Windows. Linux e Mac OS. Aplicar os testes de validação e comparar resultados Texto limitado a 15 linhas Metodologia (Descrição dos procedimentos, instrumentos( questionários, formulários, entrevistas, softwares), técnicas e materiais(equipamentos) a serem utilizados na execução do projeto). O presente trabalho pode ser dividido em 3 frentes: Levantamento Bibliográfico. Testes funcionais o em dispositivos e-reader: Kindle, Kindle Paperwhite, Kobo Mini e Kobo Glo o em software: Documentação Android, IOS, Windows. Linux e Mac OS Os materiais necessários seriam os dispositivos listados. Poderia se avaliar a criação de um laboratório específico para este fim. Fundamentação Teórica Texto limitado em 02 página LACERDA & MACEDO (2011), tratando de livros digitais propõem: Reconhecimento do livro digital: A diversidade de suportes (...) a narrativa está imersa num universo de bits, possibilitando a reconfiguração da estrutura. A sequencia de seus elementos pode perder a linearidade.. Movimento pode estar 5

5 presente: vídeos, animações. Livro com caráter audiovisual. (...) Circulação do livro digital precisa ser analisada sobe duas dimensões: político-comunicacional e cultural-comunicacional. (...) As possibilidades de distribuição de mídias em ambientes virtuais dentro de um universo de livre acesso, ainda sob um conceito de propriedade intelectual relativizado, com o objetivo de propiciar um maior acesso do livro digital aos indivíduos, não é suficiente para propiciar o livre e irrestrito consumo dessas mídias. Pode-se atentar a definição não linear do livro digital enquanto mídia, transcendendo o modelo estático/linear previsto pela palavra e imagem impressa. Esta estrapolação do modelo só é efetivamente se editoração a prevê-la. EARP & KORNIS (2005) destaca: O termo ebook é uma abreviatura de eletronic book e surge como proposta de democratização da leitura, principalmente pelo fato de que seu custo fica em torno de 30% a 50% menor que o livro impresso, queda essa que tende a se acentuar com o desenvolvimento de novos aplicativos de produção e leitura Conclui-se a importância cultura e econômica do tema Também pode-se perceber que o tema não está esgotado em todas as suas possibilidades, em que pese o fato que a editoração eletrônica por si não se trata de um assunto que possa ser considerado o estado da arte. Entretanto outras instituições estão investigando o mesmo assunto como se pode observar em: (edipucrs), (DMID/UFPB, PPGC/UFPB) e (UNESP). Importante frisar que este primeiro projeto de pesquisa trata domínio da técnica e das ferramentas. Ele abre possibilidades para questões mais amplas a serem tratadas por trabalhos em áreas das mais diferentes: Criação de uma editora especializada em obras digitais Questões legais o Autoria e domínio publico o Como fica as bibliotecas? o Posse e herança de cópias eletrônicas o visão do cliente/comprador - como ficam os impostos o Estudo sobre Licença Creative Commons Avaliar eficiência pedagógica em utilizar livros eletrônicos Criação de conteúdo o Pedagógico o Material dos cursos de graduação e pos Portal para publicação Editoração social e parelela Contabilidade de custos aplicada ao publicação de livro digital Ergonomia Digitalização de documentos 6

6 o Digitalização de obras de domínio publico o Desenvolvimento de equipamento barato para digitalização o Digitalização dos arquivos históricos de Jaraguá do Sul, Joinville e demais cidades da região. Texto limitado em até 05 páginas 3. CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO ETAPA OU FASE DO PROJETO Objetivo Específico Etapa/Fase (O que?) Especificação (Como?) Início Semanas e meses Término Semanas e meses Pesquisar e detalhar os passos para a produção e editoração de um livro digital. Realizar um levantamento das ferramentas utilizadas para editoração de livros digital, categorizálas, identificar critérios para avaliação, submeter aos critérios e compará-las segundo a categorização e os critérios propostos. Pesquisar formatos disponíveis para publicação de livros digitais, identificar critérios para avaliação, submeter aos critérios e compará-los Levantamento Pesquisa 1º semana 3º semana Levantamento Pesquisa 3º semana 8º semana Levantamento Pesquisa 3º semana 8º semana 7

7 Objetivo Específico Etapa/Fase (O que?) Especificação (Como?) Início Semanas e meses Término Semanas e meses Criar um conjunto de testes para validação de publicação para os principais dispositivos de leitura: Kindle, Kindle Paperwhite, Kobo Mini e Kobo Glo. Validar os testes e comprar resultados. Realizar um levantamento dos principais sotwares para leitura de livros digitais para plataformas: Android, IOS, Windows. Linux e Mac OS. Aplicar os testes de validação e comparar resultados Testes funcionais Testes funcionais 8º semana 16º semana Testes funcionais Testes funcionais 8º semana 16º semana Documentação Documentação Documentação 1º semana 16º semana 4. REFERÊNCIAS 8

8 ( Descrever as utilizadas na elaboração do projeto.todas as referências deverão estar citadas no corpo do projeto, conforme normas ABNT) Obras Citadas Agência Brasil. (05 de abril de 2010). Livro digital promete democratizar acesso, defende entidade. Acesso em 31 de março de 2013, disponível em Agência Brasil: BOTTTENTUIT JUNIOR, J. B., & COUTINHO, C. P. (2007). A problemática dos e-books : um contributo para o estado da arte. CONFERENCIA IBEROAMERICANA EN SISTEMAS, CIBERNÉTICA E INFORMÁTICA (pp ). Orlando, EUA: CISCI. DMID/UFPB, PPGC/UFPB. (s.d.). elivre - Livros Eletrônicos Livres. Acesso em 30 de 03 de 2013, disponível em Insite: EARP, F. S., & KORNIS, G. (2005). A economia da cadeia produtiva do livro. Rio de Janeiro: Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social. edipucrs. (s.d.). Livraria edipucrs. Acesso em 30 de março de 2013, disponível em edipucrs: Exame.com. (23 de abril de 2012). Governo investirá R$ 373 milhões para incentivar a leitura. Acesso em 31 de março de 2013, disponível em Exame: HOLANDA, É. (2010). E-BOOKS: Um exercício de democracia pelo consumo do saber digital. Signos do Consumo, v. 1, n. 2, LACERDA, J. d., & MACEDO, H. R. (2011). O vazio da estante: o acesso ao livro digital sob a perspectiva das suas dimensões política e cultural. Revista Comunicação Midiática, v. 6, n. 1, Ministério da Cultura. (s.d.). Plano Nacional do Livro e Leitura. Acesso em 31 de março de 2013, disponível em Plano Nacional do Livro e Leitura : O Estado de S. Paulo (2). (11 de julho de 2012). Mercado editorial brasileiro cresce pouco e preço do livro diminui. Acesso em 30 de março de 213, disponível em O Estadão: O Estado de S.Paulo (1). (junho de 12 de 2012). Livro digital pode dar impulso ao mercado editorial no País. Acesso em 30 de março de 2013, disponível em O Estadão: goo.gl/ghuob O Globo. (9 de dezembro de 2012). O Globo. Acesso em 31 de março de 2013, disponível em Mais baratos e modernos, Kindle e Kobo podem atrair novos leitores: Portal Brasil. (21 de janeiro de 2013). Livro digital chega às escolas públicas em Acesso em 30 de março de 2013, disponível em Portal Brasil: UNESP. (s.d.). Editora UNESP - Livro digital. Acesso em 30 de março de 2013, disponível em Editora UNESP: 9

Coordenação/Colegiado ao(s) qual(is) será vinculado: Sistemas de Informação

Coordenação/Colegiado ao(s) qual(is) será vinculado: Sistemas de Informação FORMULÁRIO PARA INSCRIÇÃO DE PROJETO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA. Coordenação/Colegiado ao(s) qual(is) será vinculado: Sistemas de Informação Curso (s) : Bacharel em Sistemas de Informação Nome do projeto:

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 43/2013

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 43/2013 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 43/2013 Dispõe sobre Processo Seletivo de Funcionário para as vagas dispostas no presente Edital no Centro Universitário - Católica de Santa Catarina em Jaraguá do Sul. A

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 62/2015

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 62/2015 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 62/2015 Dispõe sobre Processo Seletivo de Funcionário para a vaga de Auxiliar Administrativo IV no Centro Universitário - Católica de Santa Catarina em Joinville. A FUNDAÇÃO

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA Pró-Reitoria Acadêmica Setor de Pesquisa

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA Pró-Reitoria Acadêmica Setor de Pesquisa FORMULÁRIO PARA INSCRIÇÃO DE PROJETO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA. Coordenação/Colegiado ao(s) qual(is) será vinculado: Curso (s) :Engenharia Mecânica Nome do projeto: Modelagem matemática e validação experimental

Leia mais

Edital para Pleito a Bolsa de Iniciação Científica da Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de Minas Gerais PIBIC / FAPEMIG - 2015

Edital para Pleito a Bolsa de Iniciação Científica da Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de Minas Gerais PIBIC / FAPEMIG - 2015 Edital para Pleito a Bolsa de Iniciação Científica da Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de Minas Gerais PIBIC / FAPEMIG - 2015 1. Descrição Este programa procura desenvolver nos estudantes de graduação

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROPG. EDITAL No. 02/2013 PROPG

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROPG. EDITAL No. 02/2013 PROPG Programa de publicações Coleção PROPG Digital Selo Cultura Acadêmica A. DO OBJETIVO A Pró-Reitoria de Pós-Graduação (PROPG) faz saber que, neste ano de 2013, financiará a edição de até 60 livros sob o

Leia mais

3.2. Os projetos de pesquisa e de extensão deverão, necessariamente, referir-se ao Poder Legislativo e ser vinculados às seguintes linhas temáticas:

3.2. Os projetos de pesquisa e de extensão deverão, necessariamente, referir-se ao Poder Legislativo e ser vinculados às seguintes linhas temáticas: CÂMARA DOS DEPUTADOS DIRETORIA-GERAL DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS CENTRO DE FORMAÇÃO, TREINAMENTO E APERFEIÇOAMENTO FORMAÇÃO DOS GRUPOS DE PESQUISA E EXTENSÃO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EDITAL Nº 14,

Leia mais

MANUAL DE ELABORAÇÃO DE PROJETO

MANUAL DE ELABORAÇÃO DE PROJETO MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE GESTÃO DO TRABALHO E DA EDUCAÇÃO NA SAÚDE DEPARTAMENTO DE GESTÃO DA EDUCAÇÃO NA SAÚDE PROJETO DE PROFISSIONALIZAÇÃO DOS TRABALHADORES DA ÁREA DE ENFERMAGEM PROFAE CHAMADA

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE NITERÓI EDITAL N 005/2015

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE NITERÓI EDITAL N 005/2015 PUBLICADA EM 15/09/2015 SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE NITERÓI EDITAL N 005/2015 O presente Edital torna pública a abertura de inscrições e estabelece as diretrizes gerais para

Leia mais

RESOLUÇÃO n o 35 de 16/12/2011- CAS

RESOLUÇÃO n o 35 de 16/12/2011- CAS RESOLUÇÃO n o 35 de 16/12/2011- CAS Estabelece a política de pesquisa, desenvolvimento, inovação e extensão da Universidade Positivo (UP). O CONSELHO ACADÊMICO SUPERIOR (CAS), órgão da administração superior

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE INSTITUTO DE ARTE E COMUNICAÇÃO SOCIAL OBSERVATÓRIO DE ECONOMIA CRIATIVA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO OBEC/RJ

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE INSTITUTO DE ARTE E COMUNICAÇÃO SOCIAL OBSERVATÓRIO DE ECONOMIA CRIATIVA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO OBEC/RJ UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE INSTITUTO DE ARTE E COMUNICAÇÃO SOCIAL OBSERVATÓRIO DE ECONOMIA CRIATIVA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO OBEC/RJ Edital nº 03/2014 CHAMADA PÚBLICA PARA SELEÇÃO DE PROJETOS DE

Leia mais

COMUNICADO n o 001/2012 ÁREA DE ENSINO ORIENTAÇÕES PARA NOVOS APCNS 2012 Brasília, 22 de maio de 2012

COMUNICADO n o 001/2012 ÁREA DE ENSINO ORIENTAÇÕES PARA NOVOS APCNS 2012 Brasília, 22 de maio de 2012 COMUNICADO n o 001/2012 ÁREA DE ENSINO ORIENTAÇÕES PARA NOVOS APCNS 2012 Brasília, 22 de maio de 2012 IDENTIFICAÇÃO ÁREA DE AVALIAÇÃO: Ensino PERÍODO DE AVALIAÇÃO: 2012 ANO DE PUBLICAÇÃO DESTE DOCUMENTO:

Leia mais

REGULAMENTO DO LABORATÓRIO INTEGRADO DE DESIGN E ENGENHARIA DE PRODUTO - LIDEP

REGULAMENTO DO LABORATÓRIO INTEGRADO DE DESIGN E ENGENHARIA DE PRODUTO - LIDEP REGULAMENTO DO LABORATÓRIO INTEGRADO DE DESIGN E ENGENHARIA DE PRODUTO - LIDEP A Coordenadora da Faculdade de Ciência e Tecnologia de Montes Claros FACIT, no uso de suas atribuições regimentais, considerando

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNOS PARA A ESCOLA POPULAR DE COMUNICAÇÃO CRÍTICA ESPOCC TURMAS 2014

EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNOS PARA A ESCOLA POPULAR DE COMUNICAÇÃO CRÍTICA ESPOCC TURMAS 2014 EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNOS PARA A ESCOLA POPULAR DE COMUNICAÇÃO CRÍTICA ESPOCC TURMAS 2014 O Observatório de Favelas torna pública, por meio desta chamada, as normas do processo de seleção de alunos para

Leia mais

PROGRAMA FORTALECER Edital de Projetos REGULAMENTO

PROGRAMA FORTALECER Edital de Projetos REGULAMENTO PROGRAMA FORTALECER Edital de Projetos REGULAMENTO Sumário 1. O EDITAL... 2 1.1. Natureza e objetivos... 2 1.2. Princípios orientadores... 2 1.3. Foco temático do edital... 2 2. QUEM PODE PARTICIPAR...

Leia mais

EDITAL 009/2015 INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA DA FACULDADE MULTIVIX-VITÓRIA

EDITAL 009/2015 INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA DA FACULDADE MULTIVIX-VITÓRIA EDITAL 009/2015 INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA DA FACULDADE MULTIVIX-VITÓRIA Chamada para submissão de Projetos de Iniciação Científica e Tecnológica A Direção Geral da FACULDADE BRASILEIRA MULTIVIX-Vitória,

Leia mais

NORMAS PARA ELABORAÇÃO E TRAMITAÇÃO DO PROJETO DE PESQUISA DA DISSERTAÇÃO

NORMAS PARA ELABORAÇÃO E TRAMITAÇÃO DO PROJETO DE PESQUISA DA DISSERTAÇÃO NORMAS PARA ELABORAÇÃO E TRAMITAÇÃO DO PROJETO DE PESQUISA DA DISSERTAÇÃO VIÇOSA - MINAS GERAIS Maio 2007 I. DO PROJETO 1. Todo estudante de pós-graduação deverá, obrigatoriamente, preparar um Projeto

Leia mais

MANUAL PARA O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO INEAGRO-UFRRJ

MANUAL PARA O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO INEAGRO-UFRRJ MANUAL PARA O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO INEAGRO-UFRRJ 2009 Índice Introdução...3 O que é Base Tecnológica?...3 O que é o Programa de Incubação?...3 Para quem é o Programa de Incubação?...4 Para que serve o

Leia mais

Vantagens e desvantagens dos livros eletrônicos se comparado com os livros impressos (físicos) na opinião do público

Vantagens e desvantagens dos livros eletrônicos se comparado com os livros impressos (físicos) na opinião do público VIII WORKSHOP DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA DO CENTRO PAULA SOUZA São Paulo, 9 e 10 de outubro de 2013 Sistemas produtivos: da inovação à sustentabilidade ISSN: 2175-1897 Vantagens e desvantagens dos livros

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ - UFOPA PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL - PET/IEG PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO - PROEN

UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ - UFOPA PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL - PET/IEG PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO - PROEN UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ - UFOPA PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL - PET/IEG PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO - PROEN EDITAL N 001/2015 - PROEN, de 19 de Janeiro de 2015. A Pró-Reitora de Ensino

Leia mais

Trabalho de Conclusão de Curso - TCC - Bacharelado Interdisciplinar em Ciências Humanas

Trabalho de Conclusão de Curso - TCC - Bacharelado Interdisciplinar em Ciências Humanas Trabalho de Conclusão de Curso - TCC - Bacharelado Interdisciplinar em Ciências Humanas 1. O que é o TCC? O O TCC é uma atividade de síntese e integração de conhecimentos adquiridos ao longo do curso,

Leia mais

II JORNADA DO CONHECIMENTO Faculdade Católica Paulista. II JORNADA DO CONHECIMENTO DA FACULDADE CATÓLICA PAULISTA Edital 02/2015

II JORNADA DO CONHECIMENTO Faculdade Católica Paulista. II JORNADA DO CONHECIMENTO DA FACULDADE CATÓLICA PAULISTA Edital 02/2015 II JORNADA DO CONHECIMENTO DA FACULDADE CATÓLICA PAULISTA Edital 02/2015 A Diretoria Acadêmica da, no uso de suas atribuições, torna pública a alteração do período de realização da II Jornada do Conhecimento,

Leia mais

FACULDADE DO SULDESTE GOIANO PROGRAMA DE BOLSA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

FACULDADE DO SULDESTE GOIANO PROGRAMA DE BOLSA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FACULDADE DO SULDESTE GOIANO PROGRAMA DE BOLSA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EDITAL Nº 01/2011 A COORDENADORIA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FACULDADE DO SUDESTE GOIANO, NO USO DE SUAS ATRIBUIÇÕES LEGAIS, RESOLVE:

Leia mais

Instruções para preenchimento do formulário de CURSOS DE APERFEIÇOAMENTO

Instruções para preenchimento do formulário de CURSOS DE APERFEIÇOAMENTO Instruções para preenchimento do formulário de CURSOS DE APERFEIÇOAMENTO As instruções a seguir orientam a elaboração de propostas de Cursos de Aperfeiçoamento para aprovação e registro no Sistema de Informações

Leia mais

Andréa Gonçalves Gerente de Treinamento andrea.goncalves@proquest.com

Andréa Gonçalves Gerente de Treinamento andrea.goncalves@proquest.com Andréa Gonçalves Gerente de Treinamento andrea.goncalves@proquest.com O que sua equipe precisa saber para lidar com e-books Toda a equipe de atendimento da biblioteca deveria ter que usar os recursos da

Leia mais

II JORNADA DO CONHECIMENTO Faculdade Católica Paulista. II JORNADA DO CONHECIMENTO DA FACULDADE CATÓLICA PAULISTA Edital 01/2015

II JORNADA DO CONHECIMENTO Faculdade Católica Paulista. II JORNADA DO CONHECIMENTO DA FACULDADE CATÓLICA PAULISTA Edital 01/2015 II JORNADA DO CONHECIMENTO DA FACULDADE CATÓLICA PAULISTA Edital 01/2015 A Diretoria Acadêmica da, no uso de suas atribuições, torna pública a abertura de inscrições para participação na II Jornada do

Leia mais

1. Instituído pela Genzyme do Brasil, o Edital do PAPAP é regido pelo presente regulamento.

1. Instituído pela Genzyme do Brasil, o Edital do PAPAP é regido pelo presente regulamento. A Genzyme do Brasil ( Genzyme ) torna pública a abertura do Edital 001/2015 para o Programa de Apoio aos Projetos de Associações de Pacientes ( PAPAP ) e define o processo seletivo para o ano de 2016,

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA Pró-Reitoria Acadêmica Setor de Pesquisa

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA Pró-Reitoria Acadêmica Setor de Pesquisa FORMULÁRIO PARA INSCRIÇÃO DE PROJETO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA. Coordenação/Colegiado ao(s) qual(is) será vinculado: Curso (s) :Engenharia Civil Nome do projeto: Implantação de uma rede planialtimétrica

Leia mais

Gestão de bibliotecas universitárias. Capes Encontro de Diretores de Bibliotecas Universitárias Brasília, 26 e 27 de maio de 2014

Gestão de bibliotecas universitárias. Capes Encontro de Diretores de Bibliotecas Universitárias Brasília, 26 e 27 de maio de 2014 Gestão de bibliotecas universitárias Capes Encontro de Diretores de Bibliotecas Universitárias Brasília, 26 e 27 de maio de 2014 A biblioteca Universitária é a instituição responsável pelos serviços de

Leia mais

PROJETO DA REVISTA CIENTÍFICA BIBLIOTECÁRIOS OLINE.

PROJETO DA REVISTA CIENTÍFICA BIBLIOTECÁRIOS OLINE. Universidade Federal De Santa Catarina Centro de Ciências da Educação Curso De Biblioteconomia Disciplina: CIN5034 Editoração Cientifica Profa. Ursula Blattmann Acadêmica: Eliane de Fátima Fernandes PROJETO

Leia mais

EDITAL Nº 004/2014 SELEÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA

EDITAL Nº 004/2014 SELEÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA EDITAL Nº 004/2014 SELEÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA Chamada para seleção de Projetos para o Edital de Pesquisa e Iniciação Científica da Faculdade Capixaba de Nova Venécia. A Professora

Leia mais

UNESCO Brasilia Office Representação da UNESCO no Brasil Entrevista: Portal Domínio Público

UNESCO Brasilia Office Representação da UNESCO no Brasil Entrevista: Portal Domínio Público UNESCO Brasilia Office Representação da UNESCO no Brasil Entrevista: Portal Domínio Público UNESCO Ministério da Educação Brasília 2006 Artigo publicado, em 06 de dezembro de 2006, no Observatório da Sociedade

Leia mais

O Portal de Periódicos da Capes Katyusha Madureira Loures de Souza Novembro de 2014

O Portal de Periódicos da Capes Katyusha Madureira Loures de Souza Novembro de 2014 O Portal de Periódicos da Capes Katyusha Madureira Loures de Souza Novembro de 2014 Breve histórico 1986 - Plano Nacional de Bibliotecas Universitárias Programa de Aquisição Planificada de Periódicos 1990

Leia mais

DESCRITIVO DE CURSO. MBA em Gestão de Projetos

DESCRITIVO DE CURSO. MBA em Gestão de Projetos DESCRITIVO DE CURSO MBA em Gestão de Projetos 1. Posglobal Após a profunda transformação trazida pela globalização estamos agora em uma nova fase. As crises econômica, social e ambiental que apontam a

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO 001/2015

EDITAL DE SELEÇÃO 001/2015 EDITAL DE SELEÇÃO 001/2015 A Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e em Matemática PPGECM/UFPR, conforme decisão do Colegiado, torna pública a abertura de inscrições à seleção

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS CURSO DE GRADUAÇÃO EM GERONTOLOGIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS CURSO DE GRADUAÇÃO EM GERONTOLOGIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS CURSO DE GRADUAÇÃO EM GERONTOLOGIA REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) São Carlos 2012 SUMÁRIO Capitulo I Da definição e objetivos... 03 Capítulo II Da

Leia mais

MANUAL DE PREENCHIMENTO DE FORMULÁRIO DO PIC. pic@up.com.br

MANUAL DE PREENCHIMENTO DE FORMULÁRIO DO PIC. pic@up.com.br MANUAL DE PREENCHIMENTO DE FORMULÁRIO DO PIC pic@up.com.br ACESSO AO FORMULÁRIO Somente o professor terá acesso ao formulário. Basta acessar a intranet e localizar o botão do PIC na lista de ícones de

Leia mais

EDITAL 191/2015 Programa de Iniciação Científica Voluntária/IFSP Campus Itapetininga

EDITAL 191/2015 Programa de Iniciação Científica Voluntária/IFSP Campus Itapetininga EDITAL 191/2015 Programa de Iniciação Científica Voluntária/IFSP Campus Itapetininga A Direção Geral do campus Itapetininga do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP), torna

Leia mais

Programa Institucional de Iniciação Cientifica do Centro Universitário da Fundação Educacional de Barretos PIC/UNIFEB

Programa Institucional de Iniciação Cientifica do Centro Universitário da Fundação Educacional de Barretos PIC/UNIFEB Programa Institucional de Iniciação Cientifica do Centro Universitário da Fundação Educacional de Barretos PIC/UNIFEB INTRODUÇÃO A atividade de pesquisa científica é parte da tríade das funções das Instituições

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA CAPÍTULO I - DA APRESENTAÇÃO E DOS OBJETIVOS DA INICIAÇÃO CIENTÍFICA Art. 1 - A atividade de Iniciação Científica integra o processo de ensinoaprendizagem

Leia mais

Protocolo de Solicitação de Uso de animais em Projetos de Pesquisa/Extensão e Pós Graduação a Comissão de Ética no Uso de Animais (CEUA) ANEXO I

Protocolo de Solicitação de Uso de animais em Projetos de Pesquisa/Extensão e Pós Graduação a Comissão de Ética no Uso de Animais (CEUA) ANEXO I Protocolo de Solicitação de Uso de animais em Projetos de Pesquisa/Extensão e Pós Graduação a Comissão de Ética no Uso de Animais (CEUA) ANEXO I 1. IDENTIFICAÇÃO Título : Nível de abrangência do projeto:

Leia mais

4 Cursos de nível superior no Brasil para formação de Designers de Games

4 Cursos de nível superior no Brasil para formação de Designers de Games 4 Cursos de nível superior no Brasil para formação de Designers de Games Este Capítulo apresenta o levantamento realizado dos cursos de nível superior no Brasil voltados para a formação de Designers de

Leia mais

Edital para seleção de projetos de pesquisa para o período 2014 Programa de Incentivo a Pesquisa Docente (PIPED)

Edital para seleção de projetos de pesquisa para o período 2014 Programa de Incentivo a Pesquisa Docente (PIPED) Edital para seleção de projetos de pesquisa para o período 2014 Programa de Incentivo a Pesquisa Docente (PIPED) A Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP), no uso de suas atribuições,

Leia mais

Gustavo Noronha Silva. Projeto de Pesquisa: Impactos do Software Livre na Inclusão Digital

Gustavo Noronha Silva. Projeto de Pesquisa: Impactos do Software Livre na Inclusão Digital Gustavo Noronha Silva Projeto de Pesquisa: Impactos do Software Livre na Inclusão Digital Universidade Estadual de Montes Claros / UNIMONTES junho / 2003 Gustavo Noronha Silva Projeto de Pesquisa: Impactos

Leia mais

Pibid 2013 Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência

Pibid 2013 Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência Proposta Edital nº. 61/2013 Número da proposta 128395 ID Projeto - UFU Instituição de Ensino Superior Nome UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA/UFU Código INEP 17 CNPJ 25.648.387/0001-18 Categoria administrativa

Leia mais

Coordenação/Colegiado ao(s) qual(is) será vinculado: Engenharias

Coordenação/Colegiado ao(s) qual(is) será vinculado: Engenharias FORMULÁRIO PARA INSCRIÇÃO DE PROJETO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA. Coordenação/Colegiado ao(s) qual(is) será vinculado: Engenharias Curso (s) : Engenharia Civil, Engenharia de Produção, Engenharia Mecânica

Leia mais

BACHARELADO EM HISTÓRIA MEMÓRIA E IMAGEM

BACHARELADO EM HISTÓRIA MEMÓRIA E IMAGEM MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS HUMANAS, LETRAS E ARTES BACHARELADO EM HISTÓRIA MEMÓRIA E IMAGEM BACHARELADO EM HISTÓRIA MEMÓRIA E IMAGEM REGULAMENTO PARA REALIZAÇÃO

Leia mais

SISTEMA DE INFORMAÇÃO PARA OBSERVATÓRIO SÓCIO-AMBIENTAL

SISTEMA DE INFORMAÇÃO PARA OBSERVATÓRIO SÓCIO-AMBIENTAL SISTEMA DE INFORMAÇÃO PARA OBSERVATÓRIO SÓCIO-AMBIENTAL FICHA DE APRESENTAÇÃO SISTEMA INTERATIVO DE MONITORAÇÃO E PARTICIPAÇÃO PARA O APOIO À IMPLEMENTAÇÃO DA PLATAFORMA DE C O O P E R A Ç Ã O A M B I

Leia mais

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO AVALIAÇÃO DE CURSO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO NA PERSPECTIVA DO ALUNO

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO AVALIAÇÃO DE CURSO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO NA PERSPECTIVA DO ALUNO 1 COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO AVALIAÇÃO DE CURSO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO NA PERSPECTIVA DO ALUNO PERÍODO: 7 A 16 DE JULHO DE 2010 (DURANTE A MATRÍCULA) LOCAL: LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA DA FACULDADE

Leia mais

ISBN ISBN. Manual de instruções, preenchimento das guias e documentação.

ISBN ISBN. Manual de instruções, preenchimento das guias e documentação. ISBN Manual de instruções, preenchimento das guias e documentação. O QUE É? International Standard Book Number - É um sistema internacional padronizado que identifica numericamente os livros segundo o

Leia mais

Fundação Carmelitana Mário Palmério FACIHUS Faculdade de Ciências Humanas e Sociais

Fundação Carmelitana Mário Palmério FACIHUS Faculdade de Ciências Humanas e Sociais Edital do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica PIBIC/FAPEMIG/FUCAMP 2015/2016 Edital Nº 01/2015 - Convocação de Projetos de Pesquisa para Bolsas de Iniciação Científica O Núcleo de

Leia mais

ANÁLISE DESCRITIVA DO POLO PRESENCIAL DA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL EM ITAPEVI/SP

ANÁLISE DESCRITIVA DO POLO PRESENCIAL DA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL EM ITAPEVI/SP CONGRESSO INTERNACIONAL INTERDISCIPLINAR EM SOCIAIS E HUMANIDADES Niterói RJ: ANINTER-SH/ PPGSD-UFF, 03 a 06 de Setembro de 2012, ISSN 2316-266X ANÁLISE DESCRITIVA DO POLO PRESENCIAL DA UNIVERSIDADE ABERTA

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO CURSO DE GRADUAÇÃO EM BIBLIOTECONOMIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO CURSO DE GRADUAÇÃO EM BIBLIOTECONOMIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO CURSO DE GRADUAÇÃO EM BIBLIOTECONOMIA ALINE CRISTINA DE FREITAS ANA CLÁUDIA ZANDAVALLE CAMILA RIBEIRO VALERIM FERNANDO DA COSTA PEREIRA

Leia mais

1. Período e local de inscrição

1. Período e local de inscrição FUNDAÇÃO ESCOLA DE SOCIOLOGIA E POLITICA DE SÃO PAULO DIRETORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO DE PESQUISA EDITAL DE INSCRIÇÃO Inscrição de Projetos para a Seleção do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação

Leia mais

Mesa Redonda Novas agendas de atuação e os perfis profissionais em bibliotecas universitárias

Mesa Redonda Novas agendas de atuação e os perfis profissionais em bibliotecas universitárias Mesa Redonda Novas agendas de atuação e os perfis profissionais em bibliotecas universitárias Profa. Dra. Lillian Maria Araújo de Rezende Alvares Coordenadora-Geral de Pesquisa e Manutenção de Produtos

Leia mais

EDITAL DE MOSTRA DE PESQUISA DO IX CONGRESSO DE DIREITO DA UFSC

EDITAL DE MOSTRA DE PESQUISA DO IX CONGRESSO DE DIREITO DA UFSC EDITAL DE MOSTRA DE PESQUISA DO IX CONGRESSO DE DIREITO DA UFSC O IX Congresso de Direito da UFSC, que acontecerá nos dias 22, 23, 24 e 25 de abril de 2014, realizará uma mostra de pesquisa na tarde do

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES - Curso de Comunicação Social

ATIVIDADES COMPLEMENTARES - Curso de Comunicação Social ATIVIDADES COMPLEMENTARES - Curso de Comunicação Social As Atividades Complementares são práticas acadêmicas, obrigatórias para os alunos do UniFIAMFAAM. Essas atividades são apresentadas sob múltiplos

Leia mais

REGULAMENTO PARA A REALIZAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

REGULAMENTO PARA A REALIZAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Página 1 de 10 REGULAMENTO PARA A REALIZAÇÃO DO OURINHOS SP 2009/2 Página 2 de 10 1 INTRODUÇÃO A necessidade de se elaborar e apresentar um trabalho de caráter científico no final do curso faz parte do

Leia mais

NORMAS PARA DEFESA DE PROJETOS DE DISSERTAÇÃO OU TESE

NORMAS PARA DEFESA DE PROJETOS DE DISSERTAÇÃO OU TESE NORMAS PARA DEFESA DE PROJETOS DE DISSERTAÇÃO OU TESE Estabelece os procedimentos relativos à defesa de projeto de pesquisa, a serem desenvolvidos pelos acadêmicos do curso de Pós-Graduação em Ciências

Leia mais

EDITAL FAPEMIG 13/2013 PROGRAMA DE APOIO À INOVAÇÃO TECNOLÓGICA EM MICROEMPRESAS E EMPRESAS DE PEQUENO PORTE TECNOVA MINAS GERAIS

EDITAL FAPEMIG 13/2013 PROGRAMA DE APOIO À INOVAÇÃO TECNOLÓGICA EM MICROEMPRESAS E EMPRESAS DE PEQUENO PORTE TECNOVA MINAS GERAIS EDITAL FAPEMIG 13/2013 PROGRAMA DE APOIO À INOVAÇÃO TECNOLÓGICA EM MICROEMPRESAS E EMPRESAS DE PEQUENO PORTE TECNOVA MINAS GERAIS Objetivos da apresentação Exposição dos principais detalhes do edital,

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA A Coordenadora da Faculdade de Ciência e Tecnologia de Montes Claros FACIT, no uso de suas atribuições regimentais, considerando que o projeto dos cursos

Leia mais

Manual Descritivo Volta Redonda, RJ 2015

Manual Descritivo Volta Redonda, RJ 2015 Manual Descritivo Volta Redonda, RJ 2015 ÍNDICE 1 Quem somos? 2 Informações, 3 Cursos Jurídicos, 4 Edição de Livros, 5 Loja Virtual, 6 Livros Digitais, 7 Livros Impressos, 8 Livros Usados, 9 Direitos Autorais,

Leia mais

Edital PROEX/IFRS nº 028/2015. Seleção de estudantes para participação no curso Bota pra fazer - crie seu negócio de alto impacto

Edital PROEX/IFRS nº 028/2015. Seleção de estudantes para participação no curso Bota pra fazer - crie seu negócio de alto impacto Edital PROEX/IFRS nº 028/2015 Seleção de estudantes para participação no curso Bota pra fazer - crie seu negócio de alto impacto A Pró-reitora de Extensão do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

Leia mais

EDITAL Nº 04/2013 PROEX

EDITAL Nº 04/2013 PROEX EDITAL Nº 04/2013 PROEX Programa de Publicações Digitais Coleção Extensão Universitária Selo Cultura Acadêmica 1. DAS CARACTERISTICAS GERAIS A Pró Reitoria de Extensão Universitária (PROEX) financiará

Leia mais

Contrato nº xxx/201x ANEXO 1 Acesso ao estudo do BI (Business Intelligence) Municípios - XXXXXX

Contrato nº xxx/201x ANEXO 1 Acesso ao estudo do BI (Business Intelligence) Municípios - XXXXXX Contrato nº xxx/201x ANEXO 1 Acesso ao estudo do BI (Business Intelligence) Municípios - XXXXXX 1. Resumo Executivo Disponibilizar acesso ao estudo do BI (Business Intelligence) da CELEPAR, baseado nas

Leia mais

1. REQUISITOS DO SOLICITANTE

1. REQUISITOS DO SOLICITANTE MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EDITAL Nº 023/PRPGP/UFSM, DE 29 DE ABRIL DE 2015 Programa Especial de Incentivo às Revistas Científicas

Leia mais

UNIVERSITAS & DIREITO 2013: Direito e Cidades EDITAL CHAMADA PARA TRABALHOS DA SEGUNDA EDIÇÃO

UNIVERSITAS & DIREITO 2013: Direito e Cidades EDITAL CHAMADA PARA TRABALHOS DA SEGUNDA EDIÇÃO UNIVERSITAS & DIREITO 2013: Direito e Cidades II CONGRESSO INTERNACIONAL DE DIREITO, DEMOCRACIA E INCLUSÃO II CONGRESSO INTERNACIONAL DE DIREITO ECONÔMICO, SOCIOAMBIENTAL E DEMOCRACIA: NOVAS TENDÊNCIAS

Leia mais

Programa FAPESP. Pesquisa Inovativa EM. Pequenas Empresas

Programa FAPESP. Pesquisa Inovativa EM. Pequenas Empresas Programa FAPESP Pesquisa Inovativa EM Pequenas Empresas Foto CAPA: LÉO ramos Objetivos Criado em 1997, o Programa FAPESP Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (PIPE) apoia a execução de pesquisa científica

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE LICENCIATURA EM FÍSICA

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE LICENCIATURA EM FÍSICA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ CÂMPUS TELÊMACO BORBA REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE LICENCIATURA EM FÍSICA Telêmaco Borba,

Leia mais

n. Cópia digitalizada de comprovante de endereço (Ex: Conta de água, luz, telefone);

n. Cópia digitalizada de comprovante de endereço (Ex: Conta de água, luz, telefone); Faça o check-in de sua documentação antes de encaminhar sua inscrição, lembre-se que a capa do anteprojeto não pode estar no mesmo arquivo deste sendo isto motivo de eliminação e que os demais itens (letras)

Leia mais

Instrução Normativa Conjunta 01/2011 PROGRAD/PROPPG

Instrução Normativa Conjunta 01/2011 PROGRAD/PROPPG Ministério da Educação Reitoria Instrução Normativa Conjunta 01/2011 OGRAD/OPPG Estabelece normas e procedimentos operacionais para o depósito de trabalhos de conclusão de curso de graduação e de especialização,

Leia mais

EDITAL nº 03/2015. A Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas de Cascavel UNIVEL através do Centro de Pesquisa e Extensão CPE,

EDITAL nº 03/2015. A Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas de Cascavel UNIVEL através do Centro de Pesquisa e Extensão CPE, Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas de Cascavel Av. Tito Muffato, 2317 Bairro Santa Cruz 85806-080 Cascavel PR Fone: (45) 3036-3653 - Fax: (45) 3036-3638 http://www.univel.br jornadacientifica2015@univel.br

Leia mais

2.1.1 Preenchimento do formulário de inscrição. Deve ser preenchido de forma a contemplar as etapas a seguir:

2.1.1 Preenchimento do formulário de inscrição. Deve ser preenchido de forma a contemplar as etapas a seguir: EDITAL PIBITI Nº 041/2013 Goiânia, 26 de dezembro de 2013. A Universidade Federal de Goiás por intermédio da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós- Graduação torna público o presente edital e convida os interessados

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 013, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2012.

RESOLUÇÃO Nº 013, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2012. Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Câmpus Porto Alegre RESOLUÇÃO Nº 013, DE 13 DE NOVEMBRO

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS DO NORTE DE MINAS FUNORTE DIRETORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUÇÃO COORDENAÇÃO DE PESQUISA CAMPUS SÃO NORBERTO

FACULDADES INTEGRADAS DO NORTE DE MINAS FUNORTE DIRETORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUÇÃO COORDENAÇÃO DE PESQUISA CAMPUS SÃO NORBERTO FACULDADES INTEGRADAS DO NORTE DE MINAS FUNORTE DIRETORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUÇÃO COORDENAÇÃO DE PESQUISA CAMPUS SÃO NORBERTO EDITAL UNIVERSAL DE PESQUISA 1º /2010 AS FACULDADES INTEGRADAS DO NORTE

Leia mais

Associação de Ensino Superior da Amazônia - AESA Faculdade de Ciências Humanas, Exatas e Letras de Rondônia - FARO

Associação de Ensino Superior da Amazônia - AESA Faculdade de Ciências Humanas, Exatas e Letras de Rondônia - FARO Coordenação de Pesquisa e Extensão. Título do Projeto de pesquisa/ Iniciação Cientifica. Coordenador do projeto: Curso de: Instruções para Preenchimento do Formulário. PESQUISA Caracterização e Objetivos:

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES

ATIVIDADES COMPLEMENTARES ATIVIDADES COMPLEMENTARES Constituem-se em atividades que, a partir do eixo fundamental do currículo, propiciem experiências teórico-práticas que permitam a flexibilização do mesmo (CEPE 70/04). Assim,

Leia mais

Políticas de Acesso Aberto e a Fiocruz

Políticas de Acesso Aberto e a Fiocruz Políticas de Acesso Aberto e a Fiocruz Rodrigo Murtinho Vice-diretor de Informação e Comunicação do ICICT Políticas de Acesso Aberto 1 Políticas de Acesso Aberto Observações sobre o cenário brasileiro

Leia mais

PROJETO DE INCENTIVO À INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA

PROJETO DE INCENTIVO À INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA PROJETO DE INCENTIVO À INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA 1. Introdução Desnecessário discorrer sobre a importância da iniciação científica para a formação acadêmica e seus benefícios

Leia mais

1. Normas para inscrição de trabalhos

1. Normas para inscrição de trabalhos I CONGRESSO DE ENFERMAGEM DA FACULDADE ASCES DESAFIOS DO CUIDADO INTEGRAL: UM OLHAR PARA OS CENÁRIOS DE TRANSFORMAÇÃO 25 e 26/09/2014 FACULDADE ASCES, CAMPUS II NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA SUBMISSÃO, SELEÇÃO

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR 1. Como são os cursos ofertados pela plataforma freire e quais os benefícios para os professores que forem selecionados? O professor sem formação poderá estudar nos

Leia mais

GUIA DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA

GUIA DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA GUIA DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA 2013 ATIVIDADES COMPLEMENTARES O que são? São práticas acadêmicas de múltiplos formatos, obrigatórias, que podem ser realizadas dentro ou fora

Leia mais

EDITAL Nº 05/2007 PRODOCÊNCIA

EDITAL Nº 05/2007 PRODOCÊNCIA EDITAL Nº 05/2007 PRODOCÊNCIA PROGRAMA DE CONSOLIDAÇÃO DAS LICENCIATURAS MEC/SESu/DEPEM 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MEC SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR - SESu EDITAL Nº 05/2007 Brasília, 20 junho de 2007

Leia mais

Edital para seleção de projetos de pesquisa para o período 2015/2016 Programa de Incentivo a Pesquisa Docente (PIPED)

Edital para seleção de projetos de pesquisa para o período 2015/2016 Programa de Incentivo a Pesquisa Docente (PIPED) Edital para seleção de projetos de pesquisa para o período 2015/2016 Programa de Incentivo a Pesquisa Docente (PIPED) A Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP), no uso de suas atribuições,

Leia mais

Contexto Planejamento Estrutura Política de funcionamento

Contexto Planejamento Estrutura Política de funcionamento Contexto Planejamento Estrutura Política de funcionamento Promoção do acesso universal Informação atualizada Facilidade de pesquisa Compartilhamento de informação Facilidade de manutenção da informação

Leia mais

DIREITO EM REVISTA EDITAL CHAMADA PARA ARTIGOS E RESENHA VOLUME 01-2013

DIREITO EM REVISTA EDITAL CHAMADA PARA ARTIGOS E RESENHA VOLUME 01-2013 DIREITO EM REVISTA EDITAL CHAMADA PARA ARTIGOS E RESENHA VOLUME 01-2013 Paracatu-MG, 21 de março de 2013. 1 INFORMAÇÕES GERAIS DIREITO EM REVISTA é uma revista produzida pela Faculdade do Noroeste de Minas

Leia mais

Rede Brasileira de História da Geografia e Geografia Histórica

Rede Brasileira de História da Geografia e Geografia Histórica Terra Brasilis (Nova Série) Revista da Rede Brasileira de História da Geografia e Geografia Histórica Chamada de artigos: Número 4: História da Cartografia, Cartografia Histórica e Cartografia Digital

Leia mais

Conhecendo e utilizando softwares de Edição de vídeos

Conhecendo e utilizando softwares de Edição de vídeos PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO E NOVAS TECNOLOGIAS 1 APRESENTAÇÃO: O objetivo desse curso é propiciar ao professor da educação Infantil, fundamental I, fundamental II e Ensino Médio, conhecimento de técnicas

Leia mais

A ESCOLHA DE SISTEMA PARA AUTOMAÇÃO DE BIBLIOTECAS. A decisão de automatizar

A ESCOLHA DE SISTEMA PARA AUTOMAÇÃO DE BIBLIOTECAS. A decisão de automatizar A ESCOLHA DE SISTEMA PARA AUTOMAÇÃO DE BIBLIOTECAS A decisão de automatizar 1 A decisão de automatizar Deve identificar os seguintes aspectos: Cultura, missão, objetivos da instituição; Características

Leia mais

CAPES DAV REGULAMENTO DA AVALIAÇÃO DE PROJETOS DE MESTRADO INTERINSTITUCIONAL MINTER

CAPES DAV REGULAMENTO DA AVALIAÇÃO DE PROJETOS DE MESTRADO INTERINSTITUCIONAL MINTER (Anexo à Portaria nº 067, de 14 de setembro de 2005) CAPES DAV REGULAMENTO DA AVALIAÇÃO DE PROJETOS DE MESTRADO INTERINSTITUCIONAL MINTER 1. Caracterização do Projeto Minter 1.1. Caracteriza-se como Projeto

Leia mais

1. Objetivos. 1.1. Objetivo geral

1. Objetivos. 1.1. Objetivo geral A Coordenação de Pesquisa e Extensão (COPEX) da Faculdade Metropolitana da Grande Recife, em conjunto com a Direção Acadêmica, abre inscrições aos interessados em cadastrar projetos de pesquisa e extensão

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal do Recôncavo da Bahia Superintendência de Educação Aberta e à Distância

Ministério da Educação Universidade Federal do Recôncavo da Bahia Superintendência de Educação Aberta e à Distância EDITAL SEAD Nº 01 DE 10 DE MARÇO DE 2015 SELEÇÃO DE PROFISSIONAIS PARA ATUAR NO CURSO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA MODALIDADE A DISTÂNCIA PROFESSORES PESQUISADORES E CONTEUDISTAS A SUPERINTENDÊNCIA DE

Leia mais

CURSOS ADMINISTRAÇÃO E CIÊNCIAS CONTÁBEIS

CURSOS ADMINISTRAÇÃO E CIÊNCIAS CONTÁBEIS PROJETO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES ANO 2007 CURSOS ADMINISTRAÇÃO E CIÊNCIAS CONTÁBEIS INTRODUÇÃO: Tendo como objetivo propiciar ao aluno um conjunto de oportunidades que se refletirão, de forma direta

Leia mais

Instituto de Educação

Instituto de Educação Instituto de Educação Universidade de Lisboa Oferta Formativa Pós-Graduada Mestrado em Educação Especialização: História da Educação (Regime a Distância) Edição Instituto de Educação da Universidade de

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) Curso de Ciências Contábeis REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) Boa Vista, agosto de 2013. SUMÁRIO TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES... 3 TÍTULO II DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO...

Leia mais

II ELPED - ENCONTRO DE LICENCIATURAS E PESQUISA EM EDUCAÇÃO

II ELPED - ENCONTRO DE LICENCIATURAS E PESQUISA EM EDUCAÇÃO II ELPED - ENCONTRO DE LICENCIATURAS E PESQUISA EM EDUCAÇÃO Tema: PRÁTICAS PEDAGÓGICAS E CURRÍCULO: ABORDAGENS PARA O ENSINO DE CIÊNCIAS DATA: 31 de março e 1º de abril de 2016 1. OBSERVAÇÕES GERAIS a)

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA 2015

CHAMADA PÚBLICA 2015 EDITAL - N º 30/PROPPI/2015 CHAMADA PÚBLICA 2015 PROGRAMA DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS TÉCNICOS COM FINALIDADE DIDÁTICO- PEDAGÓGICA EM CURSOS REGULARES NO EXECUÇÃO: SETEMBRO À DEZEMBRO DE 2015

Leia mais

EDITAL SAL/MJ Nº 10, DE 03 DE JULHO DE 2015. PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Contrato de Pessoa Física Modalidade Produto Nacional

EDITAL SAL/MJ Nº 10, DE 03 DE JULHO DE 2015. PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Contrato de Pessoa Física Modalidade Produto Nacional MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Secretaria de Assuntos Legislativos Esplanada dos Ministérios, Ed. Sede, bloco T, 4º andar, sala 434 (61) 2025 3376 / 3114 E-mail: sal@mj.gov.br EDITAL SAL/MJ Nº 10, DE 03 DE JULHO

Leia mais

Faculdade de Tecnologia SENAI/SC em Florianópolis EDITAL DE PROCESSO SELETIVO. Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Projetos a distância

Faculdade de Tecnologia SENAI/SC em Florianópolis EDITAL DE PROCESSO SELETIVO. Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Projetos a distância Faculdade de Tecnologia SENAI/SC em Florianópolis EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Projetos a distância A Faculdade de Tecnologia SENAI/SC em Florianópolis, informa

Leia mais

Rio Grande do Sul: sociedade, política e cultura

Rio Grande do Sul: sociedade, política e cultura Curso de Pós-Graduação Lato Sensu Rio Grande do Sul: sociedade, política e cultura Modalidade a Distância Dados do curso Contato Grade e Ementas DADOS DO CURSO: 1) Objetivo Geral Proporcionar aos graduados

Leia mais