Reunião de Planejamento UFERSA Ensino. DCAn

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Reunião de Planejamento UFERSA 2015. Ensino. DCAn"

Transcrição

1 Reunião de Planejamento UFERSA 2015 Ensino DCAn Pesquisa Extensão

2 Departamento de Ciências Animais RODRIGO SILVA DA COSTA Chefe do Departamento JOSEMIR DE SOUZA GONÇALVES Vice Chefe do Departamento

3 Coordenadores de Cursos de Graduação WIRTON PEIXOTO COSTA Coordenação do Curso de Medicina Veterinária RAQUEL LIMA SALGADO Coordenação do Curso de Zootecnia HUMBERTO GOMES HAZIN Coordenação do Curso de Engenharia de Pesca MICHAEL HRNCIR Coordenação do Curso de Ecologia KAROLINE MIKAELLE DE PAIVA SOARES Coordenação do Curso de Biotecnologia

4 Coordenadores de Programas de Pós-Graduação JEAN BERG ALVES DA SILVA Coordenação Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal LIZ CAROLINA DA SILVA LAGOS CORTES ASSIS Coordenação Programa de Pós-Graduação em Produção Animal JOSÉ LUIS COSTA NOVAES Coordenação Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Conservação

5 Colaboradores JOÃO ABNER SANTOS BEZERRA Assistente em Administração Responsável geral da secretaria do DCAn. EILTON ALVES DE MEDEIROS Assistente em Administração Responsável pelos processos de cadastramento e solicitação de materiais HEVILLA SEFORA DANTAS DOS SANTOS Assistente em Administração Responsável pelas ações voltadas aos cursos de graduação e de apoio aos coordenadores

6 O QUE FOI REALIZADO 2014 Mudança física de adequação na secretaria; Alteração na estrutura de atendimento na secretaria secretario geral secretário de cursos secretário administração Procedimentos de gestão acesso on line a formulários readequação de formulários definição de procedimentos e elaboração de critérios para solicitação de materiais de consumo, diárias, passagens e transporte Alteração nos procedimentos e rotinas de cadastramento e acompanhamento de pedidos Início do processo de revisão dos programas de disciplinas;

7 RECURSOS HUMANOS DA UNIDADE Quadro 1 - Informações sobre docentes Titulação Regime de Trabalho Graduação 0 20 horas 0 Especialização 0 40 horas 76 Mestrado 7 Dedicação exclusiva 76 Doutorado 69

8 RECURSOS HUMANOS DA UNIDADE Quadro 1 - Informações sobre docentes Titulação 57% Regime de Trabalho Em doutoramento em 2014 Graduação 0 20 horas 0 Especialização 0 40 horas 76 Mestrado 7 Dedicação exclusiva 76 Doutorado 69 91%

9 RECURSOS HUMANOS DA UNIDADE Quadro 4 - Servidores afastados por motivo de licenças* Art. 81 da Lei 8.112/90 * I-Doença em pessoa da família; II-Afastamento do cônjuge; III-Serviço militar; IV-Atividade política; V-Capacitação; VI-Tratar de interesses particulares e VII-Mandato classista O DCAn não teve nenhum servidor afastado considerando os tipos de afastamento citados na lei descrita acima. Afastado 2014/1 2014/2 Total Licença Maternidade 1 3 4

10 Quadro 5 - Recursos descentralizados para a unidade Valor Descentralizado Despesas Finalidade Saldo (R$) (R$) Realizadas (R$) Cota de Custeio R$ ,08 R$ ,82 -R$ ,74 Cota de Transporte R$ ,60 R$ ,60 R$ - Diárias e Passagens R$ ,23 R$ ,52 -R$ 372,29 Auxílio Financeiro a R$ ,85 R$ 8.752,94 R$ ,91 Estudante Total R$ ,76 R$ ,88 -R$ ,12

11 Quadro complementar informando os usos dos recursos de custeio descentralizados ao DCAn. A Grupo de Materiais B Gastos Custeio 2014 C Gastos Custeio 2014 CORRIGIDO Material de copa e cozinha R$ 701,58 R$ 701,58 Alimentos para animais R$ ,24 Ferramentas R$ 2.325,67 R$ 2.325,67 Gás engarrafado R$ 8.366,98 R$ 8.366,98 Gêneros de alimentação R$ 1.354,79 R$ 1.354,79 Materiais e medicamentos p/ uso veterinário R$ 7.566,95 R$ 7.566,95 Material de acondicionamento e embalagem R$ 55,80 R$ 55,80 Material de caca e pesca R$ 3.100,00 R$ 3.100,00 Material de coudelaria ou de uso zootécnico R$ ,56 Material de expediente R$ 1.282,62 R$ 1.282,62 Material de limpeza e produtos de higienização R$ ,62 R$ ,62 Material de processamento de dados R$ 778,12 R$ 778,12 Material de proteção e segurança R$ 69,28 R$ 69,28 Material elétrico R$ 968,98 R$ 968,98 Material hospitalar R$ 7.548,77 R$ 7.548,77 Material laboratorial R$ ,85 R$ ,85 Material p/ manutenção de veículos R$ 320,00 R$ 320,00 Material para manutenção de bens imóveis R$ 13,98 Material para manutenção de bens moveis R$ 7.595,56 R$ 2.356,00 ** Material químico R$ ,81 R$ ,81 Total R$ ,16 R$ ,82

12 Quadro 9 Parâmetros da atividade docente no ensino Parâmetro Graduação Pós-Graduação Carga horária semanal * 2014/1= 799,6 h/sem. 2014/2= 761,0 h/sem. Número de docentes ** 2014 = 75 Carga horária semanal média dos docentes Relação aluno/docente*** 2014/1= 10,66 h/sem. 2014/2= 10,15 h/sem. 2014/1= 675 h/sem. 2014/2= 1337 h/sem. 2014/1= /2= /1= 2, /2= 2,97 10,41 - Considerando os alunos de graduação

13 Quadro 10 - Atividades de pesquisa da unidade Atividades de pesquisa Artigos* Patentes Outros Produção intelectual dos docentes 130 Financiados Não Financiados Projetos internos Projetos externos Financiados Não Financiados 41 0 Quadro 11 - Bolsas de pesquisa concedidas Total de Bolsas Doutorado* Mestrado* Iniciação Científica

14 Quadro 12 - Atividades de extensão da unidade acadêmica Atividades de extensão Ações de Cursos Eventos extensão 14 6 Financiados Não Financiados Projetos internos 2 1 Financiados Não Financiados Projetos externos 2 0 Quadro 13 Bolsas de Extensão Número de Bolsas de Extensão 17

15 só depende de nós Ações para 2015 Readequação na lotação dos servidores técnicos nos laboratórios e setores vinculados ao DCAn. Incentivar a qualificação dos técnicosadministrativos lotados no DCAn. Finalizar o processo de implantação dos NDEs nos cursos de Graduação ligados ao DCAn. Iniciar o processo de revisão e reformulação dos PPCs dos cursos de Graduação ligados ao DCAn.

16 só depende de nós Ações para 2015 Finalizar o processo de revisão dos programas gerais de disciplinas do DCAN. Incentivar o planejamento e submissão de projetos de pesquisa e extensão em formato colaborativo, objetivando a integração entre as áreas e grupos de pesquisa existentes no DCAn e demais departamentos da UFERSA. Iniciar o levantamento do estado de conservação dos equipamentos utilizados em laboratórios sob responsabilidade do DCAn com objetivo de manutenção preventiva e corretiva; Montagem de um banco de dados de material laboratorial sob responsabilidade do DCAn com objetivo de otimizar uso para ensino e pesquisa.

17 só depende de nós Ações para 2015 montagem de um banco de dados patrimonial de equipamentos sob responsabilidade do DCAn com objetivo de otimizar uso para ensino e pesquisa. Revisão e implantação de rotinas administrativas no DCAn para acesso on line por parte da comunidade acadêmica. Aumentar a participação docente em atividades convocatórias do DCAn com objetivo de minimizar cancelamentos de assembleias departamentais; Criação de espaços virtuais de discussão coletiva, críticas e sugestões para manifestação de docentes, discentes e técnicos administrativos ligados ao DCAn sobre temas pertinentes de gestão departamental visando ampliar a participação.

18 Ações Dependentes de Outras Unidades Iniciar as atividades de ensino e pesquisa do atual NUTESA como parte integrante do futuro Núcleo de Produção Animal da UFERSA (nomenclatura a ser definida). Finalização da construção da Avicultura e a transferência das atividades para o novo espaço no Núcleo de Produção Animal da UFERSA.

19 Ações Dependentes de Outras Unidades Elaboração do projeto executivo de construção da Suinocultura como parte integrante do Núcleo de Produção Animal da UFERSA. Elaboração do projeto executivo de reforma e adequação para futuro prédio administrativo do DCAn, atualmente ocupado pela residência feminina, campus Oeste; Elaboração do projeto executivo de reforma e adequação para futuro prédio de laboratórios didáticos do DCAn, atualmente ocupado pela fitossanidade, campus Oeste; Elaboração do projeto executivo de construção do Biotério.

20 Gostaríamos da Elaboração e aprovação de 1 curso de graduação modalidade licenciatura, presencial; Elaboração e aprovação de 1 curso de graduação modalidade bacharelado; Elaboração e aprovação de APCN para criação de 2 programa de pós-graduação no âmbito do DCAn. Finalização do processo de instalação de câmeras nos prédios ligados ao DCAn como medida de segurança patrimonial necessária.

21 Departamento de CIÊNCIAS ANIMAIS campus Oeste - Mossoró acesse Secretaria Geral do DCAn

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO CÂMPUS CARAÚBAS RELATORIO DE ATIVIDADES ANO 2014 - CONSOLIDADO

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO CÂMPUS CARAÚBAS RELATORIO DE ATIVIDADES ANO 2014 - CONSOLIDADO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO CÂMPUS CARAÚBAS RELATORIO DE ATIVIDADES ANO 2014 - CONSOLIDADO Organização/Gestão da Unidade EDNA LUCIA DA ROCHA LINHARES Diretora GUYMMANN CLAY DA SILVA Vice Diretora

Leia mais

Encontro Anual de Planejamento da UFERSA 2015

Encontro Anual de Planejamento da UFERSA 2015 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO DEPARTAMENTO DE AGROTECNOLOGIA E CIÊNCIAS SOCIAIS Encontro Anual de Planejamento da UFERSA 2015 Mossoró-RN Departamento

Leia mais

Relatório de atividades de 2014 Ações para o exercício 2015

Relatório de atividades de 2014 Ações para o exercício 2015 Universidade Federal Rural do Semi-Árido Departamento de Ciências Vegetais Relatório de atividades de 2014 Ações para o exercício 2015 Abril - 2015 Organização/Gestão da Unidade Leilson Costa Grangeiro

Leia mais

Políticas para a Educação Superior

Políticas para a Educação Superior Políticas para a Educação Superior A experiência da UFERSA Prof. Augusto Carlos Pavão Pró-Reitor de Graduação A Universidade Políticas Públicas Expansão Acesso Interiorização SISU Lei das Cotas PIBID Bolsas

Leia mais

Setor solicitante CITA_DAP. Total do Plano R$ 1.910.590,00. Saldo -R$ 509.495,02. Natureza da Despesa 339014-DIÁRIAS

Setor solicitante CITA_DAP. Total do Plano R$ 1.910.590,00. Saldo -R$ 509.495,02. Natureza da Despesa 339014-DIÁRIAS Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Amazonas PDA2015 PDA2015 CITA Custeio R$ 1.102.142,11 Capital R$ 298.952,87 Total R$ 1.401.094,98 Setor solicitante CITA_DAP 339014-DIÁRIAS Total do

Leia mais

Orientações para Trâmites dos Projetos com recursos da UDESC

Orientações para Trâmites dos Projetos com recursos da UDESC Orientações para Trâmites dos Projetos com recursos da UDESC 1. Introdução Serão considerados projetos com recursos da UDESC para fins destas orientações aqueles que integram: 1.1 Programa de Apoio à Pesquisa

Leia mais

PLANO DE GESTÃO 2015-2017

PLANO DE GESTÃO 2015-2017 UNIFAL-MG FACULDADE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS PLANO DE GESTÃO 2015-2017 Profa. Fernanda Borges de Araújo Paula Candidata a Diretora Profa. Cássia Carneiro Avelino Candidata a Vice Diretora Índice Apresentação...

Leia mais

5.1 O processo seletivo será realizado no período de 25 de Maio a 03 de Junho de 2015, conforme cronograma a seguir:

5.1 O processo seletivo será realizado no período de 25 de Maio a 03 de Junho de 2015, conforme cronograma a seguir: UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO - UFERSA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA PROEC EDITAL DE SELEÇÃO N.º 06/2015 PROGRAMA DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA PROEXT- 2015/2016 PROEXT/PROEC A Universidade

Leia mais

Procedimento Administrativo de Incentivo à Participação em Eventos e Cursos para Capacitação dos Servidores do IFG 2013

Procedimento Administrativo de Incentivo à Participação em Eventos e Cursos para Capacitação dos Servidores do IFG 2013 Procedimento Administrativo de Incentivo à Participação em Eventos e Cursos para Capacitação dos Servidores do IFG 2013 O Programa Institucional de Incentivo à Participação em Eventos e Cursos para Capacitação

Leia mais

PROCESSO N 337/11 PROTOCOLO N.º 07.595.260-0 PARECER CEE/CEB N.º 1019/11 APROVADO EM 09/11/11

PROCESSO N 337/11 PROTOCOLO N.º 07.595.260-0 PARECER CEE/CEB N.º 1019/11 APROVADO EM 09/11/11 PROTOCOLO N.º 07.595.260-0 PARECER CEE/CEB N.º 1019/11 APROVADO EM 09/11/11 CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA INTERESSADO: COLÉGIO INSTITUTO CRISTÃO ENSINO MÉDIO E PROFISSIONAL MUNICÍPIO: CASTRO ASSUNTO: Pedido

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO HOSPITAL VETERINÁRIO DA ESCOLA DE VETERINÁRIA E ZOOTECNIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS

REGIMENTO INTERNO DO HOSPITAL VETERINÁRIO DA ESCOLA DE VETERINÁRIA E ZOOTECNIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS REGIMENTO INTERNO DO HOSPITAL VETERINÁRIO DA ESCOLA DE VETERINÁRIA E ZOOTECNIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS APROVADO PELO CONSELHO DIRETOR EM SESSÃO DE 15/12/2011 TÍTULO I DA POLÍTICA, DOS OBJETIVOS

Leia mais

DIRETRIZES PARA A GESTÃO DAS ATIVIDADES DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO DO IFPB

DIRETRIZES PARA A GESTÃO DAS ATIVIDADES DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO DO IFPB Ministério da Educação Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia da Paraíba Pró-Reitoria de Ensino Pró-Reitoria de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação Pró-Reitoria de Extensão DIRETRIZES PARA A

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS BIOMÉDICAS DE CACOAL DIREÇÃO ACADÊMICA

FACULDADE DE CIÊNCIAS BIOMÉDICAS DE CACOAL DIREÇÃO ACADÊMICA FACULDADE DE CIÊNCIAS BIOMÉDICAS DE CACOAL DIREÇÃO ACADÊMICA REGULAMENTO INSTITUCIONAL DE PESQUISA CACOAL 2014 Art. 1º - A Faculdade de Ciências Biomédicas de Cacoal Facimed, por compreender que a pesquisa

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA 2014

CHAMADA PÚBLICA 2014 EDITAL N º 34/PROPPI/2014 CÂMPUS URUPEMA CHAMADA PÚBLICA 2014 PROGRAMA DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS TÉCNICOS COM FINALIDADE DIDÁTICO-PEDAGÓGICA EM CURSOS REGULARES NO CÂMPUS URUPEMA EXECUÇÃO:

Leia mais

PLANO DE DESENVOLVIMENTO ANUAL PRÓ-REITORIA DE PESQUISA PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO TECNOLÓGICA. E-mail: prodin@ifam.edu.br/ e diplan@ifam.edu.

PLANO DE DESENVOLVIMENTO ANUAL PRÓ-REITORIA DE PESQUISA PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO TECNOLÓGICA. E-mail: prodin@ifam.edu.br/ e diplan@ifam.edu. 2015 PLANO DE DESENVOLVIMENTO ANUAL PRÓ-REITORIA DE PESQUISA PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E-mail: prodin@ifam.edu.br/ e diplan@ifam.edu.br Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do

Leia mais

Plano de Gestão 2013-2016 IFSP Campus Caraguatatuba

Plano de Gestão 2013-2016 IFSP Campus Caraguatatuba Visão Institucional O Campus Caraguatatuba do IFSP desenvolveu-se nos últimos anos, ampliando os cursos oferecidos, desde a Formação Inicial e Continuada, passando pelos Cursos Técnicos, de Tecnologia,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CENTRO DE TECNOLOGIA PDI 2015-2019. Agosto-2014

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CENTRO DE TECNOLOGIA PDI 2015-2019. Agosto-2014 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CENTRO DE TECNOLOGIA PDI 2015-2019 Agosto-2014 2 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO - UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ - PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO

Leia mais

PORTARIA N o 268, DE 30 DE JULHO DE 2013. (publicada no DOU de 31/07/2013, seção I, página 100)

PORTARIA N o 268, DE 30 DE JULHO DE 2013. (publicada no DOU de 31/07/2013, seção I, página 100) PORTARIA N o 268, DE 30 DE JULHO DE 2013. (publicada no DOU de 31/07/2013, seção I, página 100) A MINISTRA DE ESTADO DO PLANEAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO, no uso das atribuições que lhe confere o inciso

Leia mais

RESOLUÇÃO n o 35 de 16/12/2011- CAS

RESOLUÇÃO n o 35 de 16/12/2011- CAS RESOLUÇÃO n o 35 de 16/12/2011- CAS Estabelece a política de pesquisa, desenvolvimento, inovação e extensão da Universidade Positivo (UP). O CONSELHO ACADÊMICO SUPERIOR (CAS), órgão da administração superior

Leia mais

MINUTA DE RESOLUÇÃO PARA REGULAMENTAÇÃO E MANUTENÇÃO DO REGIME DE TRABALHO EM DEDICAÇÃO EXCLUSIVA DA UNEMAT RESOLUÇÃO Nº. - CONEPE

MINUTA DE RESOLUÇÃO PARA REGULAMENTAÇÃO E MANUTENÇÃO DO REGIME DE TRABALHO EM DEDICAÇÃO EXCLUSIVA DA UNEMAT RESOLUÇÃO Nº. - CONEPE MINUTA DE RESOLUÇÃO PARA REGULAMENTAÇÃO E MANUTENÇÃO DO REGIME DE TRABALHO EM DEDICAÇÃO EXCLUSIVA DA UNEMAT RESOLUÇÃO Nº. - CONEPE Regulamenta o regime de trabalho de Tempo Integral, em Dedicação Exclusiva

Leia mais

DECISÃO Nº 193/2011 D E C I D E

DECISÃO Nº 193/2011 D E C I D E CONSUN Conselho Universitário DECISÃO Nº 193/2011 O CONSELHO UNIVERSITÁRIO, em sessão de 08/04/2011, tendo em vista o constante no processo nº 23078.032500/10-21, de acordo com o Parecer nº 022/2011 da

Leia mais

Legislação pertinente às progressões nas carreiras de Magistério de Ensino Superior e de 1º e 2º Graus:

Legislação pertinente às progressões nas carreiras de Magistério de Ensino Superior e de 1º e 2º Graus: Legislação pertinente às progressões nas carreiras de Magistério de Ensino Superior e de 1º e 2º Graus: - Lei 11.344/2006 - Lei 8.112/1990 - Lei 8.445/1992 - Decreto 94.664/1987 - Portaria MEC 475/1987

Leia mais

EDITAL PI IPCIT - Nº001/2012 - PRPPGI/IFAM PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INCENTIVO À PESQUISA CIENTÍFICA E INOVAÇÃO TECNOLÓGICA PI-IPCIT

EDITAL PI IPCIT - Nº001/2012 - PRPPGI/IFAM PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INCENTIVO À PESQUISA CIENTÍFICA E INOVAÇÃO TECNOLÓGICA PI-IPCIT EDITAL PI IPCIT - Nº001/2012 - PRPPGI/IFAM PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INCENTIVO À PESQUISA CIENTÍFICA E INOVAÇÃO TECNOLÓGICA PI-IPCIT PROJETOS DE PESQUISA CIENTÍFICA E INOVAÇÃO TECNOLÓGICA DO IFAM Maio

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA UEPB PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROEX PROGRAMA DE APOIO A PROJETOS DE EXTENSÃO PROAPEX.

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA UEPB PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROEX PROGRAMA DE APOIO A PROJETOS DE EXTENSÃO PROAPEX. UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA UEPB PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROEX PROGRAMA DE APOIO A PROJETOS DE EXTENSÃO PROAPEX. EDITAL Nº 005/2015/UEPB/PROEX/PROAPEX PROCESSO SELETIVO DO PROAPEX COTA 2015-2016

Leia mais

CORPO DOCENTE DO CURSO SUPERIOR DE ENGENHARIA CIVIL

CORPO DOCENTE DO CURSO SUPERIOR DE ENGENHARIA CIVIL CORPO DOCENTE DO CURSO SUPERIOR DE ENGENHARIA CIVIL Alcyr de Morisson Faria Neto (Especialista) Regime de Trabalho: Horista Área de conhecimento: Ciências Sociais Aplicadas Qualificação profissional: Arquitetura

Leia mais

Projeto de Reestruturação e Expansão REUNI - UFRN

Projeto de Reestruturação e Expansão REUNI - UFRN Projeto de Reestruturação e Expansão REUNI - UFRN Alguns indicadores I n d i c a d o r e s 2006 Acréscimo Número de Alunos Graduação (Regulares, Probásica e Educação a Distância) 23.924 Pós-Graduação (Mestrado

Leia mais

PROGRAMA JOVENS TALENTOS PARA A CIÊNCIA - PJTC/CAPES/2015 SELEÇÃO DE PROFESSORES ORIENTADORES EDITAL Nº 01/2015

PROGRAMA JOVENS TALENTOS PARA A CIÊNCIA - PJTC/CAPES/2015 SELEÇÃO DE PROFESSORES ORIENTADORES EDITAL Nº 01/2015 PROGRAMA JOVENS TALENTOS PARA A CIÊNCIA - PJTC/CAPES/2015 SELEÇÃO DE PROFESSORES ORIENTADORES EDITAL Nº 01/2015 O Departamento de Apoio Acadêmico (DAA), da Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD), da Universidade

Leia mais

CAMPUS XANXERÊ CHAMADA PÚBLICA

CAMPUS XANXERÊ CHAMADA PÚBLICA EDITAL N º 26 /PROPPI/2015 CHAMADA PÚBLICA PROGRAMA DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS TÉCNICOS COM FINALIDADE DIDÁTICO-PEDAGÓGICA EM CURSOS REGULARES NO PERÍODO DE EXECUÇÃO: JULHO A DEZEMBRO/2015

Leia mais

ANEXO I UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA CONSELHO, ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO DISCRIMINAÇÃO DAS ATIVIDADES DOCENTES

ANEXO I UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA CONSELHO, ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO DISCRIMINAÇÃO DAS ATIVIDADES DOCENTES ANEXO I UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA CONSELHO, ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO DISCRIMINAÇÃO DAS ATIVIDADES DOCENTES I. ENSINO 1. Aulas presenciais e semipresenciais em curso de graduação, pós-graduação

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E INOVAÇÃO

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E INOVAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E INOVAÇÃO Edital nº 07/2014 Programa institucional de auxílio financeiro ao pesquisador para tradução

Leia mais

CAPÍTULO I DA IDENTIFICAÇÃO

CAPÍTULO I DA IDENTIFICAÇÃO CAPÍTULO I DA IDENTIFICAÇÃO Art. 1º O Laboratório de Línguas é um órgão complementar de fomento ao ensino, pesquisa, extensão, e prestação de serviços vinculado ao Centro de Letras e Ciências Humanas sob

Leia mais

UM QUADRO DA MODALIDADE EAD NAS IFES

UM QUADRO DA MODALIDADE EAD NAS IFES UM QUADRO DA MODALIDADE EAD NAS IFES Prof. Dr. Ariel Behr ariel.behr@ufrgs.br UFRGS/FCE/DCCA Prof. Msc. Camila Furlan da Costa camilacosta@unipampa.edu.br UNIPAMPA/Campus Santana do Livramento Fortaleza,

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO ESTADO DE PERNAMBUCO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gabinete da Presidência INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 21, DE 24 DE SETEMBRO DE 2010

PODER JUDICIÁRIO ESTADO DE PERNAMBUCO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gabinete da Presidência INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 21, DE 24 DE SETEMBRO DE 2010 PODER JUDICIÁRIO ESTADO DE PERNAMBUCO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gabinete da Presidência INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 21, DE 24 DE SETEMBRO DE 2010 EMENTA: Dispõe sobre a participação de servidores ocupantes de cargos

Leia mais

A CÂMARA MUNICIPAL DE CAIAPÔNIA, ESTADO DE GOIÁS, APROVA E EU, PREFEITO MUNICIPAL, SANCIONO A SEGUINTE LEI: TÍTULO II DISPOSIÇÕES GERAIS

A CÂMARA MUNICIPAL DE CAIAPÔNIA, ESTADO DE GOIÁS, APROVA E EU, PREFEITO MUNICIPAL, SANCIONO A SEGUINTE LEI: TÍTULO II DISPOSIÇÕES GERAIS LEI N o 1.633 DE 14 DE JANEIRO DE 2013. DEFINE A NOVA ESTRUTURA ADMINISTRATIVA DO MUNICÍPIO DE CAIAPÔNIA E DETERMINA OUTRAS PROVIDÊNCIAS A CÂMARA MUNICIPAL DE CAIAPÔNIA, ESTADO DE GOIÁS, APROVA E EU, PREFEITO

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE SANTA CATARINA DEPÁRTAMENTO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PROGRAMA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE SANTA CATARINA DEPÁRTAMENTO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PROGRAMA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL PROCESSO SELETIVO nº44/2014/dead EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROFESSOR PESQUISADOR DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA DEAD RESULTADO FINAL A Comissão Examinadora, no uso de suas atribuições, torna público

Leia mais

EDITAL PROPESP Nº 024/2015

EDITAL PROPESP Nº 024/2015 EDITAL PROPESP Nº 024/2015 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO PIBITI 2015/2016 A Universidade Estadual de Ponta Grossa, através da Pró-Reitoria de Pesquisa

Leia mais

PLANO ANUAL DE APLICAÇÃO

PLANO ANUAL DE APLICAÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA "JÚLIO DE MESQUITA FILHO" FACULDADE DE ENGENHARIA - CAMPUS DE ILHA SOLTEIRA PLANO ANUAL DE APLICAÇÃO APLICAÇÃO DA PARCELA PARA CUSTOS DE INFRA- ESTRUTURA INSTITUCIONAL PARA

Leia mais

FORMULÁRIO PARA CADASTRO DE PROJETO DE PESQUISA E EXTENSÃO

FORMULÁRIO PARA CADASTRO DE PROJETO DE PESQUISA E EXTENSÃO Protocolo nº087/2012 1. Instruções FORMULÁRIO PARA CADATRO DE PROJETO DE PEQUIA E EXTENÃO 1 Deverá ser entregue 1 (uma) cópia impressa e 1 (uma) cópia via e-mail (na extensão.doc), encaminhados para a

Leia mais

setores administrativos Barreiro

setores administrativos Barreiro setores administrativos Barreiro PUC Minas no atualização março de 2010 Pró-reitoria Adjunta Local: Prédio 4, sala 102 Telefone: 3328 9508 E-mail: proreitoriasec.bar@pucminas.br Diretoria Acadêmica Local:

Leia mais

Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão Secretaria de Orçamento Federal. Ações Orçamentárias Integrantes da Lei Orçamentária para 2014

Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão Secretaria de Orçamento Federal. Ações Orçamentárias Integrantes da Lei Orçamentária para 2014 Programa 2123 - Programa de Gestão e Manutenção do Ministério do Esporte 00M1 - Benefícios Assistenciais decorrentes do Auxílio-Funeral e Natalidade Tipo: Operações Especiais Número de Ações 11 Despesas

Leia mais

Calendário de Compras de 2015 da UNIPAMPA

Calendário de Compras de 2015 da UNIPAMPA FL. nº Orientação Complementar 09 Calendário de Compras de 2015 da UNIPAMPA CONSIDERANDO: 1) O grande volume de itens já adquiridos nos últimos anos e os Pedidos de Compras de 2014 que ainda estão em processamento

Leia mais

Ministério da Educação UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Campus Curitiba DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO REGULAMENTO INTERNO CAPÍTULO I

Ministério da Educação UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Campus Curitiba DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO REGULAMENTO INTERNO CAPÍTULO I Ministério da Educação UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Campus Curitiba DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO REGULAMENTO INTERNO CAPÍTULO I PRINCÍPIOS GERAIS Artigo 1º 1. O Departamento de Educação, adiante

Leia mais

EDITAL ESPECIAL DE APOIO À REALIZAÇÃO DE PROJETOS TEMÁTICOS DE EXTENSÃO

EDITAL ESPECIAL DE APOIO À REALIZAÇÃO DE PROJETOS TEMÁTICOS DE EXTENSÃO EDITAL ESPECIAL DE APOIO À REALIZAÇÃO DE PROJETOS TEMÁTICOS DE EXTENSÃO JUSTIFICATIVA As atividades de extensão têm assumido no cenário universitário recente um papel fundamental para construção de novas

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DO DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA. 2013 a 2020

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DO DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA. 2013 a 2020 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DO DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA 2013 a 2020 Comissão: Élice Fernando de Melo Erivelton Geraldo Nepomuceno Lane Maria Rabelo Baccarini Leonidas Chaves Resende Márcio Falcão

Leia mais

FORMULÁRIO DE PROGRAMA DE EXTENSÃO

FORMULÁRIO DE PROGRAMA DE EXTENSÃO Registro na Extensão Nº: Em / / FORMULÁRIO DE PROGRAMA DE EXTENSÃO 1 - Identificação: 1.1 - Título 1 : 1.2 - Área Temática Principal (assinalar apenas uma área temática, aquela que melhor define o problema

Leia mais

NATUREZA ESPECIFICAÇÃO AÇÃO Orçamento 2011

NATUREZA ESPECIFICAÇÃO AÇÃO Orçamento 2011 UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - UNIRIO PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO - PROPLAN DEPARTAMENTO DE ORÇAMENTO Aprovado pela Resolução nº 3.692, de 19 de agosto de 2011 ORÇAMENTO 2011 - QUADRO

Leia mais

Adendos do Curso de Zootecnia aos Regulamentos de Estágios da UFPel

Adendos do Curso de Zootecnia aos Regulamentos de Estágios da UFPel Adendos do Curso de Zootecnia aos Regulamentos de Estágios da UFPel MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS COLEGIADO DO CURSO DE BACHARELADO EM ZOOTECNIA ADENDOS DO CURSO DE ZOOTECNIA AS

Leia mais

2004 - Assistência Médica e Odontológica aos Servidores Civis, Empregados, Militares e seus Dependentes

2004 - Assistência Médica e Odontológica aos Servidores Civis, Empregados, Militares e seus Dependentes Programa 2123 - Programa de Gestão e Manutenção do Ministério do Esporte Número de Ações 10 Tipo: Operações Especiais 09HB - Contribuição da União, de suas Autarquias e Fundações para o Custeio do Regime

Leia mais

3.2. Os projetos de pesquisa e de extensão deverão, necessariamente, referir-se ao Poder Legislativo e ser vinculados às seguintes linhas temáticas:

3.2. Os projetos de pesquisa e de extensão deverão, necessariamente, referir-se ao Poder Legislativo e ser vinculados às seguintes linhas temáticas: CÂMARA DOS DEPUTADOS DIRETORIA-GERAL DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS CENTRO DE FORMAÇÃO, TREINAMENTO E APERFEIÇOAMENTO FORMAÇÃO DOS GRUPOS DE PESQUISA E EXTENSÃO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EDITAL Nº 14,

Leia mais

FORMAÇÃO DE PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA. Programas e ações da Capes

FORMAÇÃO DE PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA. Programas e ações da Capes FORMAÇÃO DE PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA Programas e ações da Capes CAPES - atribuições (Lei 11.502/2007) No âmbito da educação superior Subsidiar o Ministério da Educação na formulação de políticas

Leia mais

Bem-vindos à UFPE 2011.1 - REC

Bem-vindos à UFPE 2011.1 - REC Bem-vindos à UFPE 2011.1 - REC Universidade Federal de Pernambuco Missão Contribuir para transformar a sociedade, produzindo conhecimento e oferecendo uma educação cada vez melhor, permanentemente adaptada

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DA FAZENDA EXPERIMENTAL DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS/UFGD TÍTULO I DA NATUREZA, DA CONSTITUIÇÃO, DAS FINALIDADES E OBJETIVOS

REGIMENTO INTERNO DA FAZENDA EXPERIMENTAL DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS/UFGD TÍTULO I DA NATUREZA, DA CONSTITUIÇÃO, DAS FINALIDADES E OBJETIVOS REGIMENTO INTERNO DA FAZENDA EXPERIMENTAL DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS/UFGD TÍTULO I DA NATUREZA, DA CONSTITUIÇÃO, DAS FINALIDADES E OBJETIVOS Capítulo I Da Natureza Art. 1º. A Fazenda Experimental de Ciências

Leia mais

Informações sobre afastamento para qualificação e licença para capacitação

Informações sobre afastamento para qualificação e licença para capacitação Informações sobre afastamento para qualificação e licença para capacitação O que é capacitação? A Política Nacional de Desenvolvimento de Pessoal assim define capacitação: Processo permanente e deliberado

Leia mais

O Presidente da Câmara Superior de Pós-Graduação da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições,

O Presidente da Câmara Superior de Pós-Graduação da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições, SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE PÓS-GRADUAÇÃO RESOLUÇÃO Nº 13/2008 Revoga a Resolução Nº 13/2007 desta Câmara, e dá nova redação

Leia mais

Informativo da 4ª REUNIÃO DO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA EXTENSÃO. Data: 21/5/2015 Início: 17h55 Presidência: Édila Vilela de Resende Von Pinho

Informativo da 4ª REUNIÃO DO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA EXTENSÃO. Data: 21/5/2015 Início: 17h55 Presidência: Édila Vilela de Resende Von Pinho Informativo da 4ª REUNIÃO DO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA EXTENSÃO Data: 21/5/2015 Início: 17h55 Presidência: Édila Vilela de Resende Von Pinho CONSELHEIROS PRESENTES: Soraya Alvarenga Botelho, Valéria

Leia mais

PRO-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO

PRO-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PRO-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO Relatório Simplificado 2014 Planejamento PDI 2015 Rui Sales Júnior Pró-Reitor Francisco Franciné Maia Júnior Pró-Reitor Adjunto Novos PPG s Modelagem em Ciência

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 52/11. Aprova Bolsa Formação do PRONATEC

RESOLUÇÃO Nº 52/11. Aprova Bolsa Formação do PRONATEC RESOLUÇÃO Nº 52/11. Aprova Bolsa Formação do PRONATEC O CONSELHO SUPERIOR DO INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, e, tendo vista o contido no parecer exarado pelo

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DIREÇÃO DO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE. UNIOESTE - Campus de Francisco Beltrão. Quadriênio 2016-2019. Candidata

PLANO DE TRABALHO DIREÇÃO DO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE. UNIOESTE - Campus de Francisco Beltrão. Quadriênio 2016-2019. Candidata PLANO DE TRABALHO DIREÇÃO DO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE UNIOESTE - Campus de Francisco Beltrão Quadriênio 2016-2019 Candidata Franciele Ani Caovilla Follador Slogan: CCS em ação! 1 INTRODUÇÃO Em 1991,

Leia mais

CONGREGAÇÃO DO ICET RESOLUÇÃO Nº05 DE 10 DE SETEMBRO DE 2014.

CONGREGAÇÃO DO ICET RESOLUÇÃO Nº05 DE 10 DE SETEMBRO DE 2014. CONGREGAÇÃO DO ICET RESOLUÇÃO Nº05 DE 10 DE SETEMBRO DE 2014. Dispõe sobre as normas de afastamento para qualificação e de cooperação acadêmica de docentes lotados no Instituto de Ciência, Engenharia e

Leia mais

PLANO DE AÇÃO 2015 COMISSÃO SETORIAL DE AVALIAÇÃO DO CENTRO DE TECNOLOGIA

PLANO DE AÇÃO 2015 COMISSÃO SETORIAL DE AVALIAÇÃO DO CENTRO DE TECNOLOGIA PLANO DE AÇÃO 2015 COMISSÃO SETORIAL DE AVALIAÇÃO DO CENTRO DE TECNOLOGIA EIXO 1 PLANEJAMENTO E AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Dimensão 8: Planejamento e Avaliação * Gerais 1.1; 1.2; Divulgação dos resultados

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO PRÓ-REITORIA DE ENSINO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO PRÓ-REITORIA DE ENSINO UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO PRÓ-REITORIA DE ENSINO INTERESSADO Subunidades Acadêmicas ASSUNTO Plano Individual de Trabalho Docente EMENTA Regulação do planejamento acadêmico. Modelo de Plano Individual

Leia mais

RELAÇÕES ENTRE O IFRS E AS FUNDAÇÕES DE APOIO AUTORIZADAS PELO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO (MEC) E PELO MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO (MCTI)

RELAÇÕES ENTRE O IFRS E AS FUNDAÇÕES DE APOIO AUTORIZADAS PELO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO (MEC) E PELO MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO (MCTI) RELAÇÕES ENTRE O IFRS E AS FUNDAÇÕES DE APOIO AUTORIZADAS PELO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO (MEC) E PELO MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO (MCTI) Dispõe sobre as normas que regulamentam as relações

Leia mais

TÍTULO II DA ORGANIZAÇÃO DA UNIVERSIDADE CAPÍTULO II DOS CENTROS

TÍTULO II DA ORGANIZAÇÃO DA UNIVERSIDADE CAPÍTULO II DOS CENTROS TÍTULO II DA ORGANIZAÇÃO DA UNIVERSIDADE DOS CENTROS SEÇÃO II DOS DEPARTAMENTOS Art. 10. Os Departamentos que desenvolverão atividades de ensino, NAS MODALIDADES PRESENCIAL E A DISTÂNCIA, em nível de graduação

Leia mais

UNIFEI CAMPUS ITABIRA RELATÓRIO DE ATIVIDADES COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO

UNIFEI CAMPUS ITABIRA RELATÓRIO DE ATIVIDADES COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO UNIFEI CAMPUS ITABIRA RELATÓRIO DE ATIVIDADES COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO 2014 SUMÁRIO 1 APRESENTAÇÃO... 3 2 ATIVIDADES RELATIVAS À PÓS-GRADUAÇÃO... 4 3 ATIVIDADES RELATIVAS À CAPACITAÇÃO DOCENTE... 6

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA 2015

CHAMADA PÚBLICA 2015 EDITAL N º 13 /PRPPGI/2015 CHAMADA PÚBLICA 2015 PROGRAMA DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS COM FINALIDADE DIDÁTICO- PEDAGÓGICA EM CURSOS REGULARES NO EXECUÇÃO: MAIO A NOVEMBRO DE 2015. A Reitora

Leia mais

RESOLUÇÃO CONEPE Nº 001/2015

RESOLUÇÃO CONEPE Nº 001/2015 RESOLUÇÃO CONEPE Nº 001/2015 Estabelece regras para o funcionamento dos cursos de pós-graduação lato sensu da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul Uergs. O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

Leia mais

ESTADO DE ALAGOAS SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO E DO ESPORTE - SEE UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS - UNEAL CONSELHO SUPERIOR - CONSU

ESTADO DE ALAGOAS SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO E DO ESPORTE - SEE UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS - UNEAL CONSELHO SUPERIOR - CONSU RELATÓRIO DAS DELIBERAÇÕES ACERCA DO III FORUNIVER DECISÕES DO CONSELHO SUPERIOR ACERCA DAS PROPOSTAS ORIUNDAS DO III FÓRUM UNIVERSITÁRIO, REALIZADO ENTRE 13 E 15 DE SETEMBRO DE 2011. O PRESIDENTE DO CONSELHO

Leia mais

MANUAL PARA CADASTRAMENTO E ACOMPANHAMENTO DO PROFESSOR ALUNO CONVÊNIO MEC/ UNEB / CAPES / FNDE PLATAFORMA FREIRE

MANUAL PARA CADASTRAMENTO E ACOMPANHAMENTO DO PROFESSOR ALUNO CONVÊNIO MEC/ UNEB / CAPES / FNDE PLATAFORMA FREIRE MANUAL PARA CADASTRAMENTO E ACOMPANHAMENTO DO PROFESSOR ALUNO CONVÊNIO MEC/ UNEB / CAPES / FNDE PLATAFORMA FREIRE MARÇO / 2010 SUMÁRIO 1. Apresentação 2 2. Cadastramento do estudante e acompanhamento da

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO PRÓ-REITORIA ADMINISTRATIVA ANEXO II

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO PRÓ-REITORIA ADMINISTRATIVA ANEXO II ANEXO II CRITÉRIOS PARA ATRIBUIÇÃO DE PONTOS PARA AVALIAÇÃO DE MEMORIAL CRITÉRIOS PARA ATRIBUIÇÃO DE PONTOS PARA AVALIAÇÃO DE MEMORIAL 1.1 Aulas ATIVIDADES DE ENSINO PONTUAÇÃO REFERÊNCIA 1.1.1 Graduação

Leia mais

ANÁLISE DAS PROPOSTAS APRESENTADAS NO PLANO DE GESTÃO E AVANÇOS REALIZADOS

ANÁLISE DAS PROPOSTAS APRESENTADAS NO PLANO DE GESTÃO E AVANÇOS REALIZADOS RELATÓRIO DE GESTÃO DA DIRETORIA DA FANUT REFERENTE AO PERÍODO DE 2011-2012: Estruturando a Faculdade de Nutrição como Unidade Acadêmica no âmbito da UNIFAL-MG DIRETORIA: Profa. Cristina Garcia Lopes Diretora

Leia mais

RESOLUÇÃO N 26/95 - CUn

RESOLUÇÃO N 26/95 - CUn RESOLUÇÃO N 26/95 - CUn INSTITUI O PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO DO PESSOAL TÉCNICO-ADMINISTRATIVO E ESTABELECE NORMAS PARA A CONCESSÃO DE HORÁRIO PARA SERVIDORES ESTUDANTES, AFASTAMENTO PARA ESTUDOS E PROMOÇÃO

Leia mais

EDITAL INSTITUCIONAL N 10, DE 30 DE JANEIRO DE 2013.

EDITAL INSTITUCIONAL N 10, DE 30 DE JANEIRO DE 2013. EDITAL INSTITUCIONAL N 10, DE 30 DE JANEIRO DE 2013. SELEÇÃO SIMPLIFICADA DE SERVIDORES ATIVOS E INATIVOS DO IFMA PARA ATUAREM COMO PROFESSORES NOS CURSOS DO PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO

Leia mais

A. Critérios para Avaliação e Aprovação de Cursos Novos de História

A. Critérios para Avaliação e Aprovação de Cursos Novos de História A. Critérios para Avaliação e Aprovação de Cursos Novos de História 1. Apoio institucional. Clara manifestação de apoio por parte da IES proponente, expressa tanto no provimento da infraestrutura necessária,

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 122, DE 26 DE NOVEMBRO DE 2015

RESOLUÇÃO Nº 122, DE 26 DE NOVEMBRO DE 2015 RESOLUÇÃO Nº 122, DE 26 DE NOVEMBRO DE 2015 O CONSELHO UNIVERSITÁRIO da Universidade Federal do Pampa, em sua 69ª Reunião Ordinária, realizada no dia 26 de novembro de 2015, no uso das atribuições que

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO INSTITUCIONAL 2014-2018

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO INSTITUCIONAL 2014-2018 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO INSTITUCIONAL 2014-2018 (Síntese da Matriz estratégica) Texto aprovado na 19ª Reunião Extraordinária do CONSUNI, em 04 de novembro de 2013. MISSÃO Ser uma Universidade que valoriza

Leia mais

Original assinado Vicente Pereira de Almeida Presidente do CS

Original assinado Vicente Pereira de Almeida Presidente do CS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO CONSELHO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 037/2013 DE 27

Leia mais

REGIMENTO DO HOSPITAL VETERINÁRIO DA FACULDADE DE MEDICINA VETERINÁRIA E ZOOTECNIA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO. CAPÍTULO I Dos objetivos

REGIMENTO DO HOSPITAL VETERINÁRIO DA FACULDADE DE MEDICINA VETERINÁRIA E ZOOTECNIA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO. CAPÍTULO I Dos objetivos REGIMENTO DO HOSPITAL VETERINÁRIO DA FACULDADE DE MEDICINA VETERINÁRIA E ZOOTECNIA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO CAPÍTULO I Dos objetivos Artigo 1º - O Hospital-Escola Veterinário (HOVET) é órgão anexo

Leia mais

PROGRAMA DE BOLSAS PARA ESTUDOS DE DOUTORADO UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA (UNESP) DO BRASIL

PROGRAMA DE BOLSAS PARA ESTUDOS DE DOUTORADO UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA (UNESP) DO BRASIL PROGRAMA DE BOLSAS PARA ESTUDOS DE DOUTORADO UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA (UNESP) DO BRASIL PROGRAMA DE APOIO A ESTUDANTES DE DOUTORADO DO EXTERIOR (PAEDEX) CONVOCATÓRIA 2012 APRESENTAÇÃO O Programa

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ - IFPI PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROEX

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ - IFPI PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROEX SELEÇÃO DE PROJETOS DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE APOIO À EXTENSÃO PROAEX/IFPI SUBPROGRAMA INSTITUCIONAL DE PRÉ-INCUBAÇÃO DE EMPREENDIMENTOS INOVADORES E PROJETOS EMPRESAS Jr EDITAL PIBEX In nº. 062/2014

Leia mais

ORIENTAÇÕES SOBRE APLICAÇÃO DE RECURSOS FINANCEIROS DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE - SUS

ORIENTAÇÕES SOBRE APLICAÇÃO DE RECURSOS FINANCEIROS DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE - SUS ORIENTAÇÕES SOBRE APLICAÇÃO DE RECURSOS FINANCEIROS DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE - SUS 1) PAB FIXO Podem ser custeados com o PAB-FIXO, todos os procedimentos pertinentes à atenção básica da saúde (ambulatorial),

Leia mais

Parâmetros para avaliação de mestrado profissional*

Parâmetros para avaliação de mestrado profissional* Parâmetros para avaliação de mestrado profissional* 1. Natureza do mestrado profissional A pós-graduação brasileira é constituída, atualmente, por dois eixos claramente distintos: o eixo acadêmico, representado

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB ANEXO II EDITAL Nº 001/2011/CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO

Leia mais

CONSU. Conselho Universitário CONSEPE UNEB UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA. Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão.

CONSU. Conselho Universitário CONSEPE UNEB UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA. Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão. CONSU Conselho Universitário CONSEPE Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão UNEB UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA Boletim Primeiras reuniões de 2014 #1 CONSU aprova criação de Pró-Reitoria, Secretarias

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO As ações de pesquisa do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas constituem um processo educativo

Leia mais

Avaliação do Ensino de Graduação e Pós

Avaliação do Ensino de Graduação e Pós Avaliação do Ensino de Graduação e Pós Graduação A Comissão Própria de Avaliação CPA/UNIPAMPA, constituída pela Portaria nº 697, de 26 de março de 2010, tem as atribuições de condução dos processos de

Leia mais

ESPECIALIZAÇÃO EM PROPRIEDADE INTELECTUAL E INOVAÇÃO

ESPECIALIZAÇÃO EM PROPRIEDADE INTELECTUAL E INOVAÇÃO ESPECIALIZAÇÃO EM PROPRIEDADE INTELECTUAL E INOVAÇÃO CONCEPÇÃO DO CURSO O curso de Pós-graduação Lato Sensu Especialização em Propriedade Intelectual e Inovação faz parte do Programa de Capacitação dos

Leia mais

2. As dimensões do plano de reestruturação

2. As dimensões do plano de reestruturação 21 2. As dimensões do plano de reestruturação B. Reestruturação Acadêmico-Curricular B.1 Revisão da estrutura acadêmica buscando a constante elevação da qualidade A Universidade Federal de Rondônia foi

Leia mais

Programa REUNI-UFU. Diretoria de Planejamento / PROPLAD. Página Eletrônica: http://www.reuni.ufu.br Correio Eletrônico: reuni@ufu.

Programa REUNI-UFU. Diretoria de Planejamento / PROPLAD. Página Eletrônica: http://www.reuni.ufu.br Correio Eletrônico: reuni@ufu. Programa REUNI-UFU Comissão REUNI / UFU Diretoria de Planejamento / PROPLAD Página Eletrônica: http://www.reuni.ufu.br Correio Eletrônico: reuni@ufu.br A Comissão REUNI-UFU Prof. João Jorge R. Damasceno

Leia mais

Pós-graduação Lato Sensu em Informática Aplicada na Educação

Pós-graduação Lato Sensu em Informática Aplicada na Educação Pós-graduação Lato Sensu em Informática Aplicada na Educação 1. Público Alvo Este curso de Pós-Graduação Lato Sensu é destinado principalmente a alunos graduados em cursos da área de Educação (Pedagogia

Leia mais

EDITAL Nº 010/2015. 1. Os projetos de pesquisa poderão ser propostos em uma das seguintes modalidades, a seguir descritas:

EDITAL Nº 010/2015. 1. Os projetos de pesquisa poderão ser propostos em uma das seguintes modalidades, a seguir descritas: EDITAL Nº 010/2015 PROCESSO DE SELEÇÃO DE PROPOSTAS PARA DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS DE PESQUISA FINANCIADOS PELO FUNDO DE INCENTIVO À PESQUISA DA PUC MINAS (FIP/PUC MINAS) Nos termos do art. 38, inciso

Leia mais

PROGRAMA DE APOIO À PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU 2014/2015

PROGRAMA DE APOIO À PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU 2014/2015 PROGRAMA DE APOIO À PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU Finalidade 2014/2015 Este documento estabelece o portfólio de fomento, disponibilizado pela UPE e julgados pela Câmara de Pó-Graduação, em adição aos existentes

Leia mais

Planos de Classificação de Documentos Atividades - Fim Atividades

Planos de Classificação de Documentos Atividades - Fim Atividades Anexo II Planos de Classificação de Documentos Atividades - Fim Atividades 100 GRADUAÇÃO 110 Políticas e Planejamento de Cursos REUNI 111 Fomentação e Implementação de Política de Ensino política de implementação

Leia mais

MANUAL DE NORMAS E CRITÉRIOS PARA CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDO DO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO CONTINUADA EM ECONOMIA E GESTÃO DE EMPRESAS PECEGE

MANUAL DE NORMAS E CRITÉRIOS PARA CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDO DO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO CONTINUADA EM ECONOMIA E GESTÃO DE EMPRESAS PECEGE Universidade de São Paulo Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Departamento de Economia, Administração e Sociologia Programa de Educação Continuada em Economia e Gestão de Empresas MANUAL DE

Leia mais

REITORIA EDITAL Nº 27/2015

REITORIA EDITAL Nº 27/2015 REITORIA EDITAL Nº 27/2015 O Reitor da Universidade Vila Velha UVV torna público a todos os interessados que estão abertas, de 29 de setembro até 10 de outubro de 2015, as inscrições de propostas provenientes

Leia mais

Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão Secretaria de Orçamento Federal. Ações Orçamentárias Integrantes da Lei Orçamentária para 2013

Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão Secretaria de Orçamento Federal. Ações Orçamentárias Integrantes da Lei Orçamentária para 2013 Programa 2101 - Programa de Gestão e Manutenção da Presidência da República 0110 - Contribuição à Previdência Privada Tipo: Operações Especiais Número de Ações 121 Esfera: 10 - Orçamento Fiscal Função:

Leia mais

servidores não tem hábitos de práticar execícios regularmente. Ações Justificativa Tarefas Valor Unitário Valor Total

servidores não tem hábitos de práticar execícios regularmente. Ações Justificativa Tarefas Valor Unitário Valor Total MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS CAMPUS SÃO GABRIEL DA CACHOEIRA 1.Perspectiva Desenvolvimento de

Leia mais

TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS

TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS RESOLUÇÃO nº 009/CUn/2006, de 13 de junho de 2006. DISPÕE SOBRE A PROPOSIÇÃO, O ACOMPANHAMENTO E A AVALIAÇÃO DAS ATIVIDADES DE PESQUISA NA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA. O PRESIDENTE DO CONSELHO

Leia mais

PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL 2014-2018 PROPOSTAS DE METAS, AÇÕES E INDICADORES

PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL 2014-2018 PROPOSTAS DE METAS, AÇÕES E INDICADORES PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS PROPOSTAS DE METAS, AÇÕES E INDICADORES CAMPUS CONGONHAS DEZEMBRO - 2013 INFRA-ESTRUTURA Objetivo

Leia mais

ORIENTAÇÕES GERAIS PARA UTILIZAÇÃO DE RECURSOS DO PROEX (2015)

ORIENTAÇÕES GERAIS PARA UTILIZAÇÃO DE RECURSOS DO PROEX (2015) UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Instituto de Medicina Social Rua São Francisco Xavier, 524 / 7º andar / Bloco D - Maracanã CEP: 20550-013 - Rio de Janeiro - BRASIL TEL: 55-021- 2334-0235 FAX:

Leia mais

DADOS DO INEP Instituto Nacional de estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Ministério da Educação UDESC/ 2005

DADOS DO INEP Instituto Nacional de estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Ministério da Educação UDESC/ 2005 DADOS DO INEP Instituto Nacional de estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Ministério da Educação UDESC/ 2005 Número total de Programas 1 e seus respectivos projetos vinculados, público atendido

Leia mais