Especificação Técnica ACSS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Especificação Técnica ACSS"

Transcrição

1 Especificação Técnica ACSS ET.ACSS 19:2010 ACSS Plataforma de Integração Receita Modelo de dados Canónico ICS DESCRITORES Informática médica; software; especificação técnica; sistema de saúde; serviço de saúde; Serviço Nacional de Saúde; documento electrónico; comunicação de dados; dados médicos; base de dados; registo de dados; sistema de informação Data de Aprovação pela ACSS ELABORAÇÃO UONCSTI EDIÇÃO Novembro de 2010 PREÇO ACSS reprodução proibida

2 Índice PREÂMBULO OBJECTIVO E CAMPO DE APLICAÇÃO REFERÊNCIAS REFERÊNCIAS LEGAIS REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ACRÓNIMOS, TERMOS E DEFINIÇÕES ACRÓNIMOS ESPECIFICAÇÃO DO MODELO DE DADOS ESTRUTURA DE DADOS ReceitaType CabecalhoReceitaType ListaLinhasReceitaType LinhaReceitaType MedicamentoType AnulacaoType FiltrosPesquisaType REPRESENTAÇÃO GRÁFICA ReceitaType CabecalhoReceitaType ListaLinhasReceitaType LinhaReceitaType MedicamentoType AnulacaoType FiltrosPesquisaType DEFINIÇÃO DO SCHEMA XML Página 2 de 27

3 Preâmbulo Esta especificação técnica descreve a Estrutura de Receita do Modelo de Dados Canónico da Plataforma de Integração da ACSS. As estruturas de dados integrantes do Modelo de Dados Canónico da Plataforma de Integração da ACSS estão definidas em formato XSD (definição de schema XML), e disponíveis na Gateway de Serviços da Plataforma de Integração da ACSS. Estas estruturas são usadas pelo Serviço de Registo de Prescrição de Medicamentos na Base de Dados Nacional de Prescrições. O Modelo de Dados Canónico da Receita da Plataforma de Integração da ACSS representa a estrutura da receita electrónica, que está organizada por cabeçalho e por linhas da receita, de acordo com os conteúdos da prescrição de medicamentos. O cabeçalho incorpora informação relativa a onde, por quem e a quem é prescrita uma receita, tendo em conta o local de prescrição, o profissional responsável pela prescrição e o utente a quem é prescrito. As linhas da receita representam os medicamentos prescritos, que são identificados ou pelo seu nº de embalagem (único) ou pela indicação da substância activa, fórmula farmacêutica, dosagem e tamanho da embalagem. O Modelo de Dados Canónico contempla ainda aspectos relacionados com benefícios dos utentes, quer a nível do regime especial de comparticipação do utente, quer a nível de comparticipações especial de medicamentos por patologia. O texto do projecto de especificação técnica foi submetido à apreciação da Comissão Técnica de Normalização da ACSS e foi aprovado como ET.ACSS 19:2010, em Página 3 de 27

4 1 Objectivo e campo de aplicação Esta especificação técnica tem por objectivo documentar a Estrutura de Receita do Modelo de Dados Canónico da Plataforma de Integração da ACSS. O Modelo de Dados Canónico da Plataforma de Integração da ACSS foi concebido com vista a fornecer uma linguagem comum aos sistemas de informação da ACSS que disponibilizem informação via Web Service, bem como às demais entidades que interajam com os mesmos. Esta especificação inclui a descrição e representação gráfica da estrutura de dados e a definição do schema XML Página 4 de 27

5 2 Referências Esta especificação técnica contém referências, implícitas ou explícitas, a outras publicações. Essas referências serão indicadas ao longo do texto, sendo as publicações enumeradas a seguir. Só poderão ser consideradas eventuais emendas ou revisões de publicações referidas, com indicação de data, quando incorporadas em emenda ou revisão desta especificação técnica. No caso de publicações referidas sem indicação de data, considera-se a última edição da mesma, incluindo emendas. 2.1 Referências legais Despacho nº. 3956/2010, de 4 de Março: Despacho n.º 7330/2003, de 15 de Abril; 2.2 Referências bibliográficas ACSS Plataforma de Integração Autenticação e Autorização de Serviços Página 5 de 27

6 3 Acrónimos, termos e definições 3.1 Acrónimos Sigla ACSS DTD WSDL XML Definição Administração Central do Sistema de Saúde, I.P. Data Type Definition Web Services Description Language extensible Markup Language Página 6 de 27

7 4 Especificação do modelo de dados 4.1 Estrutura de dados ReceitaType Elemento Tipo Descrição CabecalhoReceita er:cabecalhoreceitatype Cabeçalho da receita ListaLinhasReceita er:listalinhasreceitatype Items da receita FiltrosPesquisa er:filtrospesquisatype Filtros de pesquisa CabecalhoReceitaType Elemento Tipo Descrição Id Numérico Identificador interno da receita NumeroReceita Texto Número da receita NumeroLinhas Numérico Número de Linhas da Receita Renovavel Texto Se a receita é renovável (S/N) NumeroVias Numérico Número de vias da receita Data Data Data da receita ValorTotal Numérico Valor total de receita Comparticipacao Numérico Valor total de comparticipação Utente eu:utentetype Dados do utente SubsistemaResponsavel eu:entidaderesponsaveltype Subsistema responsável pela receita. Valores válidos para o domínio da EntidadeType: Código entidade: '935601', '999999', ;CodigoGenericoType: Valor do Código = 'ERES','EPUB'; Domínio do Código = 'ENRE' ou CodigoGenericoType: Valor do Código = 'ENTEST','ENPAC'; Domínio do Código = 'MIGA_INSEST' Página 7 de 27

8 Elemento Tipo Descrição RegimeComparticipacao Texto Se a receita foi prescrita com um regime de comparticipação (S/N) Profissional ep:profissionaltype Médico que prescreve a receita LocalPrescricao ee:entidadetype Local de prescrição da receita. Valores válidos para o domínio da EntidadeType: CodigoGenericoType: Valor do Código = 'LPRE'; Domínio do Código = 'USAU' Anulacao er:anulacaotype Dados da anulação Estado ec:codigogenericotype Estado da receita. Valores válidos para o CodigoGenericoType: Valor do Código = 'EM','PE','AN','DP','DI'; Domínio do Código = 'ESTR' TipoReceita ec:codigogenericotype Tipo da receita. Valores válidos para o CodigoGenericoType: Valor do Código = 'RN','MDB','MDT','MM', OUT ; Domínio do Código = 'TREC' Observacoes Texto Observações à receita ListaLinhasReceitaType Elemento Tipo Descrição LinhaReceita er:linhareceitatype Linha da receita LinhaReceitaType Elemento Tipo Descrição Id Numérico Identificador interno do item da receita NumeroLinha Numérico Número da linha da receita Medicamento er:medicamentotype Identificação do medicamento Página 8 de 27

9 Elemento Tipo Descrição SubstituivelGenerico Texto Se o medicamento é substituível por genérico (S/N) Posologia Texto Posologia do medicamento Quantidade Numérico Quantidade prescrita Diploma Texto Diploma associado ao medicamento. Decreto de Lei que permite aceder ao regime especial de comparticipação de medicamentos PrecoPVP Numérico Preço do medicamento ValorComparticipacao Numérico Valor da comparticipação DiferencaUtente Numérico (Negativo) Diferença de preço para o utente do medicamento mais barato em relação ao medicamento prescrito / (Positivo) Foi prescrito o mais barato DiferencaSNS Numérico Diferença de preço para o SNS do medicamento mais barato em relação ao medicamento prescrito Dispensa Texto Forma de dispensa do medicamento EstadoItem ec:codigogenericotype Estado do item da receita. Valores válidos para o domínio do CodigoGenericoType: 'EITR' DescricaoDispensa Texto Descriçao da forma de dispensa do medicamento Valores: 0 - DCI, 1 - MED, 2 - AIM MedicamentoType Elemento Tipo Descrição Codigo Texto Código da embalagem do medicamento. Se estiver preenchido, Tipo de prescrição = M - por medicamento Descricao Texto Descrição da embalagem do medicamento. Se estiver preenchido, Tipo de prescrição = T - texto livre Página 9 de 27

10 Elemento Tipo Descrição TitularAIM Texto Titular de Autorização de Introdução no Mercado do medicaemnto SubstanciaActiva Texto Substância activa do medicamento. Se estiver preenchido, Tipo de prescrição = S - por substância activa FormaFarmaceutica Texto Forma farmacêutica do medicamento Embalagem Texto Tipo de embalagem do medicamento Dosagem Texto Dosagem do medicamento AnulacaoType Elemento Tipo Descrição Anulado Texto Se o item da receita está anulado (S/N) DataAnulacao Data Data da Anulação MotivoAnulacao ec:codigogenericotype Motivo da Anulação. Valores válidos para o domínio do CodigoGenericoType: 'AREC' FiltrosPesquisaType Elemento Tipo Descrição DataRegistoPrescricaoDe Data Intervalo de datas de registo da prescrição para efeitos de pesquisa DataRegistoPrescricaoA Data Intervalo de datas de registo da prescrição para efeitos de pesquisa Página 10 de 27

11 4.2 Representação gráfica ReceitaType Página 11 de 27

12 4.2.2 CabecalhoReceitaType Página 12 de 27

13 4.2.3 ListaLinhasReceitaType Página 13 de 27

14 4.2.4 LinhaReceitaType Página 14 de 27

15 4.2.5 MedicamentoType Página 15 de 27

16 4.2.6 AnulacaoType Página 16 de 27

17 4.2.7 FiltrosPesquisaType Página 17 de 27

18 5 Definição do schema XML <?xml version="1.0" encoding="utf-8"?> <xsd:schema xmlns:xsd="http://www.w3.org/2001/xmlschema" xmlns:er="http://xmlns.mdc.pi.acss.ms.pt/201008/estruturareceita" xmlns:ep="http://xmlns.mdc.pi.acss.ms.pt/201001/estruturaprofissional" xmlns:eu="http://xmlns.mdc.pi.acss.ms.pt/201001/estruturautente" xmlns:ec="http://xmlns.mdc.pi.acss.ms.pt/201001/estruturacodigo" xmlns:ee="http://xmlns.mdc.pi.acss.ms.pt/201001/estruturaentidade" targetnamespace="http://xmlns.mdc.pi.acss.ms.pt/201008/estruturareceita" elementformdefault="qualified"> <xsd:import schemalocation="../201001/estruturaprofissional.xsd" namespace="http://xmlns.mdc.pi.acss.ms.pt/201001/estruturaprofissional"/> <xsd:import schemalocation="../201001/estruturautente.xsd" namespace="http://xmlns.mdc.pi.acss.ms.pt/201001/estruturautente"/> <xsd:import schemalocation="../201001/estruturacodigo.xsd" namespace="http://xmlns.mdc.pi.acss.ms.pt/201001/estruturacodigo"/> <xsd:import schemalocation="../201001/estruturaentidade.xsd" namespace="http://xmlns.mdc.pi.acss.ms.pt/201001/estruturaentidade"/> <xsd:element name="receita" type="er:receitatype"/> <xsd:complextype name="receitatype"> Definição de receita <xsd:sequence> <xsd:element name="cabecalhoreceita" type="er:cabecalhoreceitatype" nillable="false" minoccurs="0" maxoccurs="1"> Cabeçalho da receita <xsd:element name="listalinhasreceita" type="er:listalinhasreceitatype" nillable="false" minoccurs="0" maxoccurs="1"> Items da receita <xsd:element name="filtrospesquisa" type="er:filtrospesquisatype" nillable="false" minoccurs="0" maxoccurs="1"> Filtros de pesquisa Página 18 de 27

19 </xsd:sequence> </xsd:complextype> <xsd:complextype name="cabecalhoreceitatype"> O cabeçalho da receita representa o conjunto de dados que identificam uma receita <xsd:sequence> <xsd:element name="id" type="xsd:decimal" nillable="false" minoccurs="0" maxoccurs="1"> Identificador interno da receita <xsd:element name="numeroreceita" type="xsd:string" nillable="false" minoccurs="0" maxoccurs="1"> Número da receita <xsd:element name="numerolinhas" type="xsd:int" nillable="false" minoccurs="0" maxoccurs="1"> Número de Linhas da Receita <xsd:element name="renovavel" type="xsd:string" nillable="false" minoccurs="0" maxoccurs="1"> Se a receita é renovável (S/N) <xsd:element name="numerovias" type="xsd:int" nillable="false" minoccurs="0" maxoccurs="1"> Número de vias da receita <xsd:element name="data" type="xsd:datetime" nillable="false" minoccurs="0" maxoccurs="1"> Página 19 de 27

20 Data da receita <xsd:element name="valortotal" type="xsd:decimal" nillable="false" minoccurs="0" maxoccurs="1"> Valor total de receita <xsd:element name="comparticipacao" type="xsd:decimal" nillable="false" minoccurs="0" maxoccurs="1"> Valor total de comparticipação <xsd:element name="utente" type="eu:utentetype" nillable="false" minoccurs="0" maxoccurs="1"> Dados do utente <xsd:element name="subsistemaresponsavel" type="eu:entidaderesponsaveltype" nillable="false" minoccurs="0" maxoccurs="1"> Subsistema responsável pela receita. Valores válidos para o domínio da EntidadeType: Código entidade: '935601', '999999', '930003';CodigoGenericoType: Valor do Código = 'ERES','EPUB'; Domínio do Código = 'ENRE' ou CodigoGenericoType: Valor do Código = 'ENTEST','ENPAC'; Domínio do Código = 'MIGA_INSEST' <xsd:element name="regimecomparticipacao" type="xsd:string" nillable="false" minoccurs="0" maxoccurs="1"> Se a receita foi prescrita com um regime de comparticipação (S/N) <xsd:element name="profissional" type="ep:profissionaltype" nillable="false" minoccurs="0" maxoccurs="1"> Médico que prescreve a receita Página 20 de 27

21 <xsd:element name="localprescricao" type="ee:entidadetype" nillable="false" minoccurs="0" maxoccurs="1"> Local de prescrição da receita. Valores válidos para o domínio da EntidadeType: CodigoGenericoType: Valor do Código = 'LPRE'; Domínio do Código = 'USAU' <xsd:element name="anulacao" type="er:anulacaotype" nillable="false" minoccurs="0" maxoccurs="1"> Dados da anulação <xsd:element name="estado" type="ec:codigogenericotype" nillable="false" minoccurs="0" maxoccurs="1"> Estado da receita. Valores válidos para o CodigoGenericoType: Valor do Código = 'EM','PE','AN','DP','DI'; Domínio do Código = 'ESTR' <xsd:element name="tiporeceita" type="ec:codigogenericotype" nillable="false" minoccurs="0" maxoccurs="1"> Tipo da receita. Valores válidos para o CodigoGenericoType: Valor do Código = 'RN','MDB','MDT','MM','OUT'; Domínio do Código = 'TREC' <xsd:element name="observacoes" type="xsd:string" nillable="false" minoccurs="0" maxoccurs="1"> Observações à receita </xsd:sequence> </xsd:complextype> <xsd:complextype name="listalinhasreceitatype"> Página 21 de 27

22 Lista dos items da receita <xsd:sequence> <xsd:element name="linhareceita" type="er:linhareceitatype" nillable="false" maxoccurs="4" minoccurs="0"> Linha da receita </xsd:sequence> </xsd:complextype> <xsd:complextype name="linhareceitatype"> Definição de item de receita <xsd:sequence> <xsd:element name="id" type="xsd:decimal" nillable="false" minoccurs="0" maxoccurs="1"> Identificador interno do item da receita <xsd:element name="numerolinha" type="xsd:int" nillable="false" minoccurs="0" maxoccurs="1"> Número da linha da receita <xsd:element name="medicamento" type="er:medicamentotype" nillable="false" minoccurs="0" maxoccurs="1"> Identificação do medicamento <xsd:element name="substituivelgenerico" type="xsd:string" nillable="false" minoccurs="0" maxoccurs="1"> Se o medicamento é substituível por genérico (S/N) Página 22 de 27

23 <xsd:element name="posologia" type="xsd:string" nillable="false" minoccurs="0" maxoccurs="1"> Posologia do medicamento <xsd:element name="quantidade" type="xsd:int" nillable="false" minoccurs="0" maxoccurs="1"> Quantidade prescrita <xsd:element name="diploma" type="xsd:string" nillable="false" minoccurs="0" maxoccurs="1"> Diploma associado ao medicamento. Decreto de Lei que permite aceder ao regime especial de comparticipação de medicamentos <xsd:element name="precopvp" type="xsd:decimal" nillable="false" minoccurs="0" maxoccurs="1"> Preço do medicamento <xsd:element name="valorcomparticipacao" type="xsd:decimal" nillable="false" minoccurs="0" maxoccurs="1"> Valor da comparticipação <xsd:element name="diferencautente" type="xsd:decimal" nillable="false" minoccurs="0" maxoccurs="1"> (Negativo) Diferença de preço para o utente do medicamento mais barato em relação ao medicamento prescrito / (Positivo) Foi prescrito o mais barato <xsd:element name="diferencasns" type="xsd:decimal" nillable="false" minoccurs="0" maxoccurs="1"> Diferença de preço para o SNS do medicamento mais barato em relação ao medicamento prescrito Página 23 de 27

24 <xsd:element name="dispensa" type="xsd:string" nillable="false" minoccurs="0" maxoccurs="1"> Forma de dispensa do medicamento <! DCI 1 - MED 2 - AIM--> <xsd:element name="estadoitem" type="ec:codigogenericotype" nillable="false" minoccurs="0" maxoccurs="1"> Estado do item da receita. Valores válidos para o domínio do CodigoGenericoType: 'EITR' <xsd:element name="descricaodispensa" type="xsd:string" nillable="false" minoccurs="0" maxoccurs="1"> Descriçao da forma de dispensa do medicamento Valores: 0 - DCI, 1 - MED, 2 - AIM </xsd:sequence> </xsd:complextype> <xsd:complextype name="medicamentotype"> Definição do medicamento <xsd:sequence> <xsd:element name="codigo" type="xsd:string" nillable="false" minoccurs="0" maxoccurs="1"> Código da embalagem do medicamento. Se estiver preenchido, Tipo de prescrição = M - por medicamento <xsd:element name="descricao" type="xsd:string" nillable="false" minoccurs="0" maxoccurs="1"> Descrição da embalagem do medicamento. Página 24 de 27

25 Se estiver preenchido, Tipo de prescrição = T - texto livre <xsd:element name="titularaim" type="xsd:string" nillable="false" minoccurs="0" maxoccurs="1"> Titular de Autorização de Introdução no Mercado do medicamento <xsd:element name="substanciaactiva" type="xsd:string" nillable="false" minoccurs="0" maxoccurs="1"> Substância activa do medicamento. Se estiver preenchido, Tipo de prescrição = S - por substância activa <xsd:element name="formafarmaceutica" type="xsd:string" nillable="false" minoccurs="0" maxoccurs="1"> Forma farmacêutica do medicamento <xsd:element name="embalagem" type="xsd:string" nillable="false" minoccurs="0" maxoccurs="1"> Tipo de embalagem do medicamento <xsd:element name="dosagem" type="xsd:string" nillable="false" minoccurs="0" maxoccurs="1"> Dosagem do medicamento </xsd:sequence> </xsd:complextype> <xsd:complextype name="anulacaotype"> Definição de anulação da receita <xsd:sequence> <xsd:element name="anulado" nillable="false" minoccurs="0" maxoccurs="1"> Página 25 de 27

26 Se o item da receita está anulado (S/N) <xsd:simpletype> <xsd:restriction base="xsd:string"> <xsd:enumeration value="s"/> <xsd:enumeration value="n"/> </xsd:restriction> </xsd:simpletype> <xsd:element name="dataanulacao" type="xsd:datetime" nillable="false" minoccurs="0" maxoccurs="1"> Data da Anulação <xsd:element name="motivoanulacao" type="ec:codigogenericotype" nillable="false" minoccurs="0" maxoccurs="1"> Motivo da Anulação. Valores válidos para o domínio do CodigoGenericoType: 'AREC' </xsd:sequence> </xsd:complextype> <xsd:complextype name="filtrospesquisatype"> Definição dos filtros de pesquisa, para efeitos de pesquisa de receitas <xsd:sequence> <xsd:element name="dataregistoprescricaode" type="xsd:datetime" minoccurs="0" maxoccurs="1" nillable="false"> Intervalo de datas de registo da prescrição para efeitos de pesquisa <xsd:element name="dataregistoprescricaoa" type="xsd:datetime" minoccurs="0" maxoccurs="1" nillable="false"> Página 26 de 27

27 Intervalo de datas de registo da prescrição para efeitos de pesquisa </xsd:sequence> </xsd:complextype> Página 27 de 27

Especificação Técnica ACSS

Especificação Técnica ACSS Especificação Técnica ACSS ET.ACSS 20:2011 Base de Dados Nacional de Prescrições Especificação da interface para recepção de receitas médicas ICS 35.240.80 DESCRITORES Informática médica; software; especificação

Leia mais

Especificação Técnica ACSS

Especificação Técnica ACSS Especificação Técnica ACSS ET.ACSS.011-2011 Serviço de Registo de Requisições de MCDT Interface para recepção de requisições electrónicas ICS DESCRITORES Sistema de recepção de requisições de meios complementares

Leia mais

Regras gerais. Entidades Utilizadoras de produto de software de prescrição electrónica de medicamentos no Sistema de Saúde

Regras gerais. Entidades Utilizadoras de produto de software de prescrição electrónica de medicamentos no Sistema de Saúde Entidades Utilizadoras de produto de software de prescrição electrónica de medicamentos no Sistema de Saúde Unidade Operacional de Normalização e Certificação de Sistemas e Tecnologias da Informação Os

Leia mais

Prescrição Eletrónica Médica

Prescrição Eletrónica Médica Prescrição Eletrónica Médica Especificação dos Serviços para integração com o Sistema Central de Prescrições Agosto, 2015 Versão Os direitos de autor deste trabalho pertencem à SPMS e a informação nele

Leia mais

Prescrição Eletrónica de Medicamentos e Produtos de Saúde

Prescrição Eletrónica de Medicamentos e Produtos de Saúde Prescrição Eletrónica de Medicamentos e Produtos de Saúde Especificação dos Serviços para integração com a Sistema Central de Prescrições Março, 2013 Versão Os direitos de autor deste trabalho pertencem

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE. 2792 Diário da República, 1.ª série N.º 96 18 de Maio de 2011

MINISTÉRIO DA SAÚDE. 2792 Diário da República, 1.ª série N.º 96 18 de Maio de 2011 2792 Diário da República, 1.ª série N.º 96 18 de Maio de 2011 MINISTÉRIO DA SAÚDE Portaria n.º 198/2011 de 18 de Maio O objectivo essencial definido no programa do XVIII Governo Constitucional em matéria

Leia mais

S.R. DA SAÚDE Portaria n.º 70/2011 de 4 de Agosto de 2011

S.R. DA SAÚDE Portaria n.º 70/2011 de 4 de Agosto de 2011 S.R. DA SAÚDE Portaria n.º 70/2011 de 4 de Agosto de 2011 A implementação da prescrição electrónica de medicamentos, seguida da posterior desmaterialização da receita médica, é uma medida constante do

Leia mais

FAQ s. Destinam-se a complementar as instruções constantes nas Circulares Informativas Conjuntas n.º 01/INFARMED/ACSS e n.

FAQ s. Destinam-se a complementar as instruções constantes nas Circulares Informativas Conjuntas n.º 01/INFARMED/ACSS e n. FAQ s Destinam-se a complementar as instruções constantes nas Circulares Informativas Conjuntas n.º 01/INFARMED/ACSS e n.º 02/INFARMED/ACSS Versão Versão Data FAQ s Introduzidas FAQ s Retificadas 1.0 2012-06-01

Leia mais

Uma Abordagem Alternativa para o Armazenamento Electrónico de Dados: O Papel da Norma XML

Uma Abordagem Alternativa para o Armazenamento Electrónico de Dados: O Papel da Norma XML Uma Abordagem Alternativa para o Armazenamento Electrónico de Dados: O Papel da Norma XML Semana da Ciência e da Tecnologia 2002 FOR $l IN document( wwwestvipvpt/biblioteca/bdbiblioxml ) //livro WHERE

Leia mais

A. Questões de âmbito geral sobre Prescrição Electrónica de Medicamentos (PEM)

A. Questões de âmbito geral sobre Prescrição Electrónica de Medicamentos (PEM) A. Questões de âmbito geral sobre Prescrição Electrónica de Medicamentos (PEM) 1. O que é a prescrição electrónica de medicamentos e em que diploma está regulamentada? É o procedimento de emissão de receitas

Leia mais

MANUAL DO UTILIZADOR

MANUAL DO UTILIZADOR MANUAL DO UTILIZADOR Índice 1 Apresentação... 3 2 Registo no ClinicBase... 3 3 Login... 3 4 Área Privada... 3 4.1 Os meus pacientes... 3 4.1.1 Criar novo Paciente... 3 4.1.2 Procura Paciente... 4 4.1.3

Leia mais

GUIA MEDICAMENTOS GENÉRICOS. SOFTWARE PARA CONSULTA EM POCKET PC e TELEMÓVEL

GUIA MEDICAMENTOS GENÉRICOS. SOFTWARE PARA CONSULTA EM POCKET PC e TELEMÓVEL Introdução GUIA MEDICAMENTOS GENÉRICOS SOFTWARE PARA CONSULTA EM POCKET PC e TELEMÓVEL Este será um novo instrumento de consulta que irá permitir reforçar e tornar mais acessível um suporte de informação

Leia mais

Normas relativas à Prescrição de Medicamentos e Produtos de Saúde

Normas relativas à Prescrição de Medicamentos e Produtos de Saúde Adaptação à Região Autónoma da Madeira do documento conjunto da ACSS, I.P. e do INFARMED das Normas relativas à Prescrição de Medicamentos e Produtos de Saúde Normas relativas à Prescrição de Medicamentos

Leia mais

Especificação Técnica ACSS

Especificação Técnica ACSS Especificação Técnica ACSS ET.ACSS 4:2011/REV2 Produto de Software para requisição electrónica de meios complementares de diagnóstico e actos terapêuticos Características e fornecimento do produto Revisão

Leia mais

Normas técnicas relativas à prescrição de medicamentos e produtos de saúde

Normas técnicas relativas à prescrição de medicamentos e produtos de saúde Normas técnicas relativas à prescrição de medicamentos e produtos de saúde Introdução... 2 Prescrição efetuada por meios eletrónicos (receita eletrónica)... 4 1. Âmbito... 4 2. Prescrição Eletrónica...

Leia mais

Normas relativas à dispensa de medicamentos e produtos de saúde

Normas relativas à dispensa de medicamentos e produtos de saúde Normas relativas à dispensa de medicamentos e produtos de saúde Introdução...3 Prescrição...4 Análise da prescrição...5 1. Receita eletrónica...5 1.1. Número da receita...5 1.2. Identificação do prescritor...6

Leia mais

Orientações Técnicas para o desenvolvimento da funcionalidade Transmissão em Lote do SISCOSERV (Módulos Venda e Aquisição)

Orientações Técnicas para o desenvolvimento da funcionalidade Transmissão em Lote do SISCOSERV (Módulos Venda e Aquisição) Orientações Técnicas para o desenvolvimento da funcionalidade Transmissão em Lote do SISCOSERV (Módulos Venda e Aquisição) Página 1 de 42 1. Introdução Brasília, fevereiro de 2012 As funcionalidades de

Leia mais

XML-Schema e Modelo de Dados em SOA

XML-Schema e Modelo de Dados em SOA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGIA Relatórios Técnicos do Departamento de Informática Aplicada da UNIRIO n o 0009/2010 XML-Schema e Modelo de Dados

Leia mais

O que é a iniciativa de marcação de consultas pela Internet eagenda? Simplificar e melhorar o acesso a cuidados de saúde. O que é o eagenda?

O que é a iniciativa de marcação de consultas pela Internet eagenda? Simplificar e melhorar o acesso a cuidados de saúde. O que é o eagenda? O que é a iniciativa de marcação de consultas pela Internet Simplificar e melhorar o acesso a cuidados de saúde Pedir Receitas A de pela Internet, no âmbito do Programa Simplex, surge no seguimento do

Leia mais

Documento de Regras para Webservice SIGAF

Documento de Regras para Webservice SIGAF I Introdução Um webservice é uma solução utilizada na integração de sistemas e na comunicação entre aplicações diferentes. Com esta tecnologia é possível que sistemas desenvolvidos em plataformas diferentes

Leia mais

Normas relativas à dispensa de medicamentos e produtos de saúde

Normas relativas à dispensa de medicamentos e produtos de saúde Normas relativas à dispensa de medicamentos e produtos de saúde v. 3.0, 13/02/2014 Entrada em vigor a 01/03/2014 de acordo com data da dispensa da receita médica. Introdução...3 Prescrição...4 Análise

Leia mais

PROJECTO DE LEI Nº 204/VIII PRESCRIÇÃO DE MEDICAMENTOS GENÉRICOS. Exposição de motivos.

PROJECTO DE LEI Nº 204/VIII PRESCRIÇÃO DE MEDICAMENTOS GENÉRICOS. Exposição de motivos. PROJECTO DE LEI Nº 204/VIII PRESCRIÇÃO DE MEDICAMENTOS GENÉRICOS Exposição de motivos. 1. Os medicamentos, no âmbito da política de saúde, assumem uma particular relevância não apenas pelos benefícios

Leia mais

República n.º 132 SÉRIE II de 12 de julho de 2011. INFARMED Gabinete Jurídico e Contencioso 113 D1

República n.º 132 SÉRIE II de 12 de julho de 2011. INFARMED Gabinete Jurídico e Contencioso 113 D1 1 Regula o procedimento de pagamento da comparticipação do Estado no preço de venda ao público dos medicamentos dispensados a beneficiários do Serviço Nacional de Saúde que não estejam abrangidos por nenhum

Leia mais

Número: Nome: 1 --------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Número: Nome: 1 -------------------------------------------------------------------------------------------------------------- Número: Nome: 1 -------------------------------------------------------------------------------------------------------------- INSTITUTO SUPERIOR TÉCNICO Gestão e Tratamento de Informação Exame: tipo Dezembro

Leia mais

Normas técnicas relativas aos softwares de prescrição de medicamentos e produtos de saúde.

Normas técnicas relativas aos softwares de prescrição de medicamentos e produtos de saúde. Normas técnicas relativas aos softwares de prescrição de medicamentos e produtos de saúde. Introdução... 3 Objetivo... 3 Generalidades... 4 Requisitos gerais dos softwares... 4 1. Comunicação com a Plataforma

Leia mais

Unidade Operacional de Normalização e Certificação de Sistemas e Tecnologias de Informação

Unidade Operacional de Normalização e Certificação de Sistemas e Tecnologias de Informação Procedimento de concessão e acompanhamento da atribuição da Marca ACSS-Software Certificado a produtos de software para utilização nas instituições e Unidade Operacional de Normalização e Certificação

Leia mais

MANUAL DE CARGA DA CENTRAL DE INFORMAÇÕES DO REGISTRO CIVIL NACIONAL CRC NACIONAL. Provimento nº 38/2014 e 46/2015 Conselho Nacional de Justiça (CNJ)

MANUAL DE CARGA DA CENTRAL DE INFORMAÇÕES DO REGISTRO CIVIL NACIONAL CRC NACIONAL. Provimento nº 38/2014 e 46/2015 Conselho Nacional de Justiça (CNJ) MANUAL DE CARGA DA CENTRAL DE INFORMAÇÕES DO REGISTRO CIVIL NACIONAL CRC NACIONAL Provimento nº 38/2014 e 46/2015 Conselho Nacional de Justiça (CNJ) Versão 2.0 MANUAL DE CARGA DA CENTRAL DE INFORMAÇÕES

Leia mais

A. Questões de âmbito geral sobre Requisição Electrónica de MCDT

A. Questões de âmbito geral sobre Requisição Electrónica de MCDT A. Questões de âmbito geral sobre Requisição Electrónica de MCDT 1. O que é a requisição electrónica de MCDT e em que diploma está regulamentada? É o procedimento de emissão de requisições de meios auxiliares

Leia mais

Processo de declaração de conformidade de software PEM

Processo de declaração de conformidade de software PEM Processo de declaração de conformidade de software agosto, 2015 Versão 2,0 Este trabalho não pode ser reproduzido ou divulgado, na íntegra ou em parte, a terceiros nem utilizado para outros fins que não

Leia mais

Projeto: Plataforma de Integração. Data: 01/08/2014

Projeto: Plataforma de Integração. Data: 01/08/2014 Manual do Usuário - Autenticação Plataforma de Integração Arquitetura de Software 1.0 20/03/2014 1 de 8 Histórico de Revisões Data Versão Descrição 01/08/2014 1.0 Criação do documento 04/08/2014 1.1 Revisão

Leia mais

Banco de Dados. Gerenciamento de Dados e Informação Fernando Fonseca, Ana Carolina Salgado & Robson Fidalgo

Banco de Dados. Gerenciamento de Dados e Informação Fernando Fonseca, Ana Carolina Salgado & Robson Fidalgo Dados na Web Gerenciamento de Dados e Informação Fernando Fonseca, Ana Carolina Salgado & Robson Fidalgo 1 O objetivo é integrar todos os tipos de informação, incluindo informação não estruturada Informação

Leia mais

«Artigo 9.º [...] 1 -... 2 -... 3 -... 4 -... 5 -...

«Artigo 9.º [...] 1 -... 2 -... 3 -... 4 -... 5 -... Primeira alteração à Portaria n.º 198/2011, de 18 de maio, que estabelece o regime jurídico a que obedecem as regras de prescrição eletrónica de medicamentos (Revogada pela Portaria n.º 137-A/2012, de

Leia mais

Grupo Parlamentar. Projecto de Lei n.º /XI/2ª

Grupo Parlamentar. Projecto de Lei n.º /XI/2ª Grupo Parlamentar Projecto de Lei n.º /XI/2ª Altera o regime legal da prescrição de medicamentos, no sentido de generalizar a prescrição por Denominação Comum Internacional (DCI), nos termos do artigo

Leia mais

Recapitular XML... Gestão e Tratamento de Informação DEI IST

Recapitular XML... Gestão e Tratamento de Informação DEI IST Recapitular XML... Gestão e Tratamento de Informação DEI IST Agenda Introdução ao XML XML Schema XML Namespaces Agenda Introdução ao XML XML Schema XML Namespaces Revolução da Web HTML é a linguagem da

Leia mais

Computação Orientada a Serviços

Computação Orientada a Serviços Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus Cornélio Procópio Computação Orientada a Serviços Elias Canhadas Genvigir Roteiro de Apresentação Introdução Problema Computação Orientada a Serviços Serviços

Leia mais

http://rogerioaraujo.wordpress.com Série Rações Semanais XML Schema Rogério Araújo

http://rogerioaraujo.wordpress.com Série Rações Semanais XML Schema Rogério Araújo http://rogerioaraujo.wordpress.com Série Rações Semanais XML Schema Rogério Araújo http://rogerioaraujo.wordpress.com Série Rações Semanais XML Schema Rogério Araújo Questões Eu descobri que sempre tenho

Leia mais

XML: uma introdução prática X100. Helder da Rocha (helder@argonavis.com.br)

XML: uma introdução prática X100. Helder da Rocha (helder@argonavis.com.br) XML: uma introdução prática X100 Helder da Rocha (helder@argonavis.com.br) Atualizado em Jan 2003 O que é um Esquema XML? Documentos que aderem à especificação (válidos) O esquema representa uma classe

Leia mais

Soluções de integração: SOA, web services e REST + XML/XSD

Soluções de integração: SOA, web services e REST + XML/XSD Soluções de integração: SOA, web services e REST + XML/XSD WWW.DOMINANDOTI.COM.BR Acesse nosso site em WWW.DOMINANDOTI.COM.BR Cursos Livros Fórum Simulados Blog Materiais Turmas em Brasília, na sua cidade,

Leia mais

11/20/10. Resoluções: Teste de Áudio. Não suporto esses malucos de TI. Só inventam despesas. Não acredito que teremos que pagar por mais softwares.

11/20/10. Resoluções: Teste de Áudio. Não suporto esses malucos de TI. Só inventam despesas. Não acredito que teremos que pagar por mais softwares. Não suporto esses malucos de TI. Só inventam despesas. Não acredito que teremos que pagar por mais softwares. Teste de Áudio Quero adaptar os softs que já temos e você não sabe como faz e diz que não é

Leia mais

SIOE-E: WebService público DGAEP

SIOE-E: WebService público DGAEP SIOE-E: WebService público DGAEP Índice 1 Introdução... 5 2 SIOESERVICE... 6 2.1 Search... 6 2.1.1 Request... 6 2.1.2 Response... 42 2.2 Get... 43 2.2.1 FetchInfo... 44 2.2.2 GetResponse... 48 3 Adenda...

Leia mais

Sistema Nacional de Registro de Hóspedes - SNRHos. PGTUR Plataforma de Gestão do Turismo Manual Técnico de Utilização do Web Service Versão 1.

Sistema Nacional de Registro de Hóspedes - SNRHos. PGTUR Plataforma de Gestão do Turismo Manual Técnico de Utilização do Web Service Versão 1. Sistema Nacional de Registro de Hóspedes - PGTUR Plataforma de Gestão do Turismo Manual Técnico de Utilização do Web Service Versão 1.0 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. CONSIDERAÇÕES INICIAIS... 3 3. TÉCNOLOGIA

Leia mais

Don t worry, know it in a click!

Don t worry, know it in a click! Don t worry, know it in a click! check it! Product Sheet Introdução Este documento tem a finalidade de apresentar as características e as potencialidades do check it!. O check it! é uma ferramenta criada

Leia mais

Genéricos - Guia Básico. Autor: Cesar Roberto CRF-RJ: 7461

Genéricos - Guia Básico. Autor: Cesar Roberto CRF-RJ: 7461 Autor: Cesar Roberto CRF-RJ: 7461 Versão 3.00 2001 Introdução: Este guia visa a orientar o profissional farmacêutico sobre os genéricos, e como este deve proceder na hora de aviar uma receita nesta nova

Leia mais

PROTÓTIPO DE PADRÃO DE COMUNICAÇÃO E ARMAZENAMENTO DE DADOS CONTÁBEIS USANDO XML

PROTÓTIPO DE PADRÃO DE COMUNICAÇÃO E ARMAZENAMENTO DE DADOS CONTÁBEIS USANDO XML i UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS CURSO DE CIÊNCIAS DA COMPUTAÇÃO (Bacharelado) PROTÓTIPO DE PADRÃO DE COMUNICAÇÃO E ARMAZENAMENTO DE DADOS CONTÁBEIS USANDO XML TRABALHO

Leia mais

Livro de Receitas. Modelação Engenharia de Software Sistemas Distribuídos. 2009-04-17 Versão 1.1. Framework de aplicações com Web Services

Livro de Receitas. Modelação Engenharia de Software Sistemas Distribuídos. 2009-04-17 Versão 1.1. Framework de aplicações com Web Services Modelação Engenharia de Software Sistemas Distribuídos Departamento Engenharia Informática Livro de Receitas Framework de aplicações com Web Services 2009-04-17 Versão 1.1 Índice Índice... 2 Nota prévia...

Leia mais

FAQs PEM - Receita sem papel

FAQs PEM - Receita sem papel FAQs PEM - Receita sem papel A Receita sem Papel, ou Desmaterialização Eletrónica da Receita, é um novo modelo eletrónico que inclui todo o ciclo da receita, desde da prescrição no médico, da dispensa

Leia mais

Decreto-Lei n.º 101/94, de 19 de Abril 1 Rotulagem e folheto informativo (Revogado pelo Decreto-Lei n.º 176/2006, de 30 de Agosto)

Decreto-Lei n.º 101/94, de 19 de Abril 1 Rotulagem e folheto informativo (Revogado pelo Decreto-Lei n.º 176/2006, de 30 de Agosto) 1 Rotulagem e folheto informativo (Revogado pelo Decreto-Lei n.º 176/2006, de 30 de Agosto) O Decreto-Lei n.º 72/91, de 8 de Fevereiro, introduziu, pela primeira vez, de forma clara, regras respeitantes

Leia mais

Ambulatório. Circuito do Medicamento. Prescrição. Farmácia. Comunitária. Farmácia. Hospitalar. Validação Farmacêutica. Cirurgia de.

Ambulatório. Circuito do Medicamento. Prescrição. Farmácia. Comunitária. Farmácia. Hospitalar. Validação Farmacêutica. Cirurgia de. Farmácia Comunitária Farmácia Hospitalar Validação Farmacêutica Cirurgia de Monitorizações A ST+I tem como missão Ser uma referência Internacional de elevado valor, nos domínios da, garantindo a sustentabilidade

Leia mais

Princípios orientadores para a política do medicamento

Princípios orientadores para a política do medicamento Princípios orientadores para a política do medicamento Aprovado pela Comissão Nacional de Farmácia e Terapêutica Objectivos: Neste documento da Comissão Nacional de Farmácia e Terapêutica (CNFT) discutem-se

Leia mais

Grupo I [7v] 1. [1,0] Apresente o conteúdo do IDL relativo a este programa. Assuma PROGRAM=62015 e VERSION=1.

Grupo I [7v] 1. [1,0] Apresente o conteúdo do IDL relativo a este programa. Assuma PROGRAM=62015 e VERSION=1. Número: Nome: Página 1 de 6 LEIC/LETI, 2014/15, Repescagem do 1º Teste de Sistemas Distribuídos 30 de Junho de 2015 Responda no enunciado, apenas no espaço fornecido. Identifique todas as folhas. Duração:

Leia mais

API e Integraç ão. Inoxnet WebServices. Versã o 1.10. (c) EBASE Lda. www.inoxnet.com

API e Integraç ão. Inoxnet WebServices. Versã o 1.10. (c) EBASE Lda. www.inoxnet.com API e Integraç ão Inoxnet WebServices Versã o 1.10 (c) EBASE Lda www.inoxnet.com Índice INFORMAÇ ÃO SOBRE ESTE DOCUMENTO...3 Descrição geral... 3 Requisitos... 3 Termos... 4 Convenções... 4 INTRODUÇ ÃO...4

Leia mais

UNIVERSIDADE. Sistemas Distribuídos

UNIVERSIDADE. Sistemas Distribuídos UNIVERSIDADE Sistemas Distribuídos Ciência da Computação Prof. Jesus José de Oliveira Neto Web Services (continuação) WSDL - Web Service Definition Language WSDL permite descrever o serviço que será oferecido

Leia mais

2.Consulta UDDI. 3.Obtém URL, WSDL. 1.Registra. 4.Invoca o serviço. 5.Retorno (opcional)

2.Consulta UDDI. 3.Obtém URL, WSDL. 1.Registra. 4.Invoca o serviço. 5.Retorno (opcional) WS-* Desenvolvimento 1 Definição Web services são aplicações modulares auto- descritas e auto-contidas, que podem ser conectadas e acopladas a outros web services [IBM] são componentes de software com

Leia mais

Armazenamento e Gestão de dados XML

Armazenamento e Gestão de dados XML Armazenamento e Gestão de dados XML Fortech 2002 FOR $l IN document( www.estv.ipv.pt/biblioteca/bdbiblio.xml ) //livro WHERE $l/editora/nome = FCA AND $l/ano > 1995 RETURN $l/autor bdbib/livro[editora/nome=

Leia mais

Namespaces e Esquemas XML. Namespaces - Motivação

Namespaces e Esquemas XML. Namespaces - Motivação Namespaces e Esquemas XML Namespaces - Motivação Problema 1: Cada usuário ou grupo pode criar suas próprias etiquetas (tags): mesmas tags podem ter sîgnificados diferentes Problema 2: quando se juntam

Leia mais

APRECIAÇÃO PARLAMENTAR N.º 32/VIII

APRECIAÇÃO PARLAMENTAR N.º 32/VIII APRECIAÇÃO PARLAMENTAR N.º 32/VIII DECRETO-LEI N.º 242/2000, DE 26 DE SETEMBRO, QUE ALTERA O DECRETO-LEI N.º 72/91, DE 8 DE FEVEREIRO (REGULA A AUITORIZAÇÃO DE INTRODUÇÃO NO MERCADO, O FABRICO, A COMERCIALIZAÇÃO

Leia mais

UFG - Instituto de Informática

UFG - Instituto de Informática UFG - Instituto de Informática Especialização em Desenvolvimento de Aplicações Web com Interfaces Ricas EJB 3.0 Prof.: Fabrízzio A A M N Soares professor.fabrizzio@gmail.com Aula 13 Web Services Web Services

Leia mais

NOTA TÉCNICA SOBRE A RDC Nº

NOTA TÉCNICA SOBRE A RDC Nº NOTA TÉCNICA SOBRE A RDC Nº 20/2011 Orientações de procedimentos relativos ao controle de medicamentos à base de substâncias classificadas como antimicrobianos, de uso sob prescrição isoladas ou em associação.

Leia mais

Escolha o tipo de entidade: Clínicas Consultórios Hospitais Privados Ordens e Misericórdias

Escolha o tipo de entidade: Clínicas Consultórios Hospitais Privados Ordens e Misericórdias Escolha o tipo de entidade: Clínicas Consultórios Hospitais Privados Ordens e Misericórdias ICare-EHR (ASP) ou Application Service Provider, é uma subscrição de Serviço online não necess ICare-EHR (Clássico)

Leia mais

MANUAL DE CARGA DA CENTRAL DE INFORMAÇÕES DO REGISTRO CIVIL NACIONAL CRC NACIONAL. Provimento nº 38/2014 e 46/2015 Conselho Nacional de Justiça (CNJ)

MANUAL DE CARGA DA CENTRAL DE INFORMAÇÕES DO REGISTRO CIVIL NACIONAL CRC NACIONAL. Provimento nº 38/2014 e 46/2015 Conselho Nacional de Justiça (CNJ) MANUAL DE CARGA DA CENTRAL DE INFORMAÇÕES DO REGISTRO CIVIL NACIONAL CRC NACIONAL Provimento nº 38/2014 e 46/2015 Conselho Nacional de Justiça (CNJ) Versão 2.2 MANUAL DE CARGA DA CENTRAL DE INFORMAÇÕES

Leia mais

XML & Banco de Dados

XML & Banco de Dados SECCOM - UFSC Semana de Cursos e Palestras da Computação Outubro/2004 XML & Banco de Dados Ronaldo dos Santos Mello INE / CTC / UFSC ronaldo@inf.ufsc.br Roteiro 1. Introdução 2. Tecnologia XML 3. Gerenciamento

Leia mais

Web Services XML SOAP WSDL UDDI Desenvolvimento Informações Adicionais 1 Web Services Definição Web services são aplicações modulares auto- descritas e auto-contidas, que podem ser conectadas e acopladas

Leia mais

Departamento de Engenharia Informática Sistemas Distribuídos. Java Web Services Cookbook

Departamento de Engenharia Informática Sistemas Distribuídos. Java Web Services Cookbook Departamento de Engenharia Informática Sistemas Distribuídos Java Web Services Cookbook 12 de Maio de 2009 Índice Nota prévia... 3 Criar um Web Service... 4 Estratégia... 4 Passos básicos... 4 Variantes...

Leia mais

DIÁRIO DA REPÚBLICA I A SUMÁRIO. Segunda-feira, 2 de Dezembro de 2002 Número 278. Ministério da Saúde

DIÁRIO DA REPÚBLICA I A SUMÁRIO. Segunda-feira, 2 de Dezembro de 2002 Número 278. Ministério da Saúde Segunda-feira, 2 de Dezembro de 2002 Número 278 I A S É R I E Esta 1. a série do Diário da República é apenas constituída pela parte A DIÁRIO DA REPÚBLICA Sumario278A Sup 0 SUMÁRIO Ministério da Saúde

Leia mais

Sistemas Distribuídos na WEB (Plataformas para Aplicações Distribuídas) XML Origens. HTML Problemas

Sistemas Distribuídos na WEB (Plataformas para Aplicações Distribuídas) XML Origens. HTML Problemas Sistemas Distribuídos na WEB (Plataformas para Aplicações Distribuídas) (extensible( Markup Language ) Origens (extensible Markup Language linguagem de marcação extensível) Criada em 1996 pelo W3C (World

Leia mais

Questões Frequentes sobre Medicamentos de dispensa exclusiva em farmácia

Questões Frequentes sobre Medicamentos de dispensa exclusiva em farmácia Questões Frequentes sobre Medicamentos de dispensa exclusiva em farmácia 1- O que são Medicamentos sujeitos a receita médica de dispensa exclusiva em farmácia (MSRM-EF)? É uma sub-categoria dos Medicamentos

Leia mais

Adenda Técnica :: LCPA :: Manual Técnico XML

Adenda Técnica :: LCPA :: Manual Técnico XML Adenda Técnica :: LCPA :: Manual Técnico XML Ficheiros de Reporte no Âmbito da Lei dos Compromissos e Pagamentos em Atraso Ver. 2.0 31 agosto 2012 www.acss.min-saude.pt www.acss.min-saude.pt 1 Página 1

Leia mais

Curso Tecnológico de Redes de Computadores 5º período Disciplina: Tecnologia WEB Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-2

Curso Tecnológico de Redes de Computadores 5º período Disciplina: Tecnologia WEB Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-2 Curso Tecnológico de Redes de Computadores 5º período Disciplina: Tecnologia WEB Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-2 Aula 2 Computação em Nuvem Desafios e Oportunidades A Computação em Nuvem

Leia mais

Sistema Nacional de Registro de Hóspedes - SNRHos. PGTUR Plataforma de Gestão do Turismo Manual Técnico de Utilização do Web Service Versão 2.

Sistema Nacional de Registro de Hóspedes - SNRHos. PGTUR Plataforma de Gestão do Turismo Manual Técnico de Utilização do Web Service Versão 2. Sistema Nacional de Registro de Hóspedes - PGTUR Plataforma de Gestão do Turismo Manual Técnico de Utilização do Web Service Versão 2.0 ÍNDICE 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS... 3 2. TECNOLOGIA WEB SERVICE...

Leia mais

www.f2b.com.br 18/04/2006 Micropagamento F2b Web Services Web rev 00

www.f2b.com.br 18/04/2006 Micropagamento F2b Web Services Web rev 00 www.f2b.com.br 18/04/2006 Micropagamento F2b Web Services Web rev 00 Controle de Revisões Micropagamento F2b Web Services/Web 18/04/2006 Revisão Data Descrição 00 17/04/2006 Emissão inicial. www.f2b.com.br

Leia mais

Leiaute dos Arquivos para Envio Consolidado das Informações de Transferências Internacionais em Reais

Leiaute dos Arquivos para Envio Consolidado das Informações de Transferências Internacionais em Reais Leiaute dos Arquivos para Envio Versão deste documento: 1.0 Índice Índice 2 1. Descrição 3 2. Transição 4 3. Informações Gerais sobre os Arquivos 5 3.1 Linguagem 5 3.2 Campos e Tipos 5 3.3 Domínios 5 3.4

Leia mais

Prescrição e Dispensação de Medicamentos Genéricos e Similares Destaques da Legislação Vigente

Prescrição e Dispensação de Medicamentos Genéricos e Similares Destaques da Legislação Vigente Prescrição e Dispensação de Medicamentos Genéricos e Similares Destaques da Legislação Vigente Brasília, 21 de outubro de 2013. Processo nº: 25351.584974/2013-59 Tema da Agenda Regulatória 2013/2014 nº:

Leia mais

GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS FORMAS DE TROCA DE INFORMAÇÃO: EDI E XML

GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS FORMAS DE TROCA DE INFORMAÇÃO: EDI E XML GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS FORMAS DE TROCA DE INFORMAÇÃO: EDI E XML Prof. Dr. Daniel Caetano 2016-1 Objetivos Compreender as diferentes tecnologias de troca de informação em uma Cadeia de Suprimentos

Leia mais

Despacho n.º 15700/2012, de 30 de novembro 1 (DR, 2.ª série, n.º 238, de 10 de dezembro de 2012)

Despacho n.º 15700/2012, de 30 de novembro 1 (DR, 2.ª série, n.º 238, de 10 de dezembro de 2012) 1 (DR, 2.ª série, n.º 238, de 10 de dezembro de 2012) Aprova os modelos de receita médica, no âmbito da regulamentação da Portaria n.º 137-A/2012, de 11 de maio A Lei n.º 11/2012, de 8 de março, regulamentada

Leia mais

PROGRAMAÇÃO SERVIDOR WEBSERVICES EM SISTEMAS WEB. Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1

PROGRAMAÇÃO SERVIDOR WEBSERVICES EM SISTEMAS WEB. Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 PROGRAMAÇÃO SERVIDOR EM SISTEMAS WEB WEBSERVICES Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 Objetivos Compreender o que é um WebService e sua utilidade Compreender a lógica de funcionamento de um WebService Capacitar

Leia mais

www.f2b.com.br 21/07/2005 Cobrança F2b Web Services Web rev 26

www.f2b.com.br 21/07/2005 Cobrança F2b Web Services Web rev 26 www.f2b.com.br 21/07/2005 Cobrança F2b Web Services Web rev 26 Controle de Revisões Cobrança F2b Web Services/Web 21/07/2006 Revisão Data Descrição 00 14/11/2002 Emissão inicial. 01 03/12/2002 Substituição

Leia mais

Acordo entre o Ministério das Finanças, o Ministério da Saúde e a Indústria Farmacêutica

Acordo entre o Ministério das Finanças, o Ministério da Saúde e a Indústria Farmacêutica Acordo entre o Ministério das Finanças, o Ministério da Saúde e a Indústria Farmacêutica Os Ministérios das Finanças, representado pela Ministra de Estado e das Finanças, da Saúde, representado pelo Ministro

Leia mais

3. Critérios de Selecção dos Participantes (conhecimentos prévios) 1 ano de experiência na utilização do Sifarma2000

3. Critérios de Selecção dos Participantes (conhecimentos prévios) 1 ano de experiência na utilização do Sifarma2000 1. Nome do Curso/actividade Pós-Graduação Sifarma 2000 2. Destinatários Todos os colaboradores da Farmácia. 3. Critérios de Selecção dos Participantes (conhecimentos prévios) 1 ano de experiência na utilização

Leia mais

Processo de declaração de conformidade de software PEM

Processo de declaração de conformidade de software PEM Processo de declaração de conformidade de software PEM Dezembro, 2012 Versão 1,0 Os direitos de autor deste trabalho pertencem à SPMS e a informação nele contida é confidencial. Este trabalho não pode

Leia mais

V 1.0. Janeiro de 2016

V 1.0. Janeiro de 2016 Manual de Relacionamento das Farmácias da Região Autónoma da Madeira (RAM) com o Centro de Conferência de Faturas do Serviço Regional de Saúde da RAM CCF do SRS-Madeira Janeiro de 2016 V 1.0 Fonte: Manual

Leia mais

PROGRAMA DE MBA em Gestão e Engenharia do Produto. O Produto Internet e suas Aplicações

PROGRAMA DE MBA em Gestão e Engenharia do Produto. O Produto Internet e suas Aplicações Universidade de São Paulo Escola Politécnica Programa de Educação Continuada em Engenharia PROGRAMA DE MBA em Gestão e Engenharia do Produto O Produto Internet e suas Aplicações Tecnologias de Informação

Leia mais

Igor Fabiano Nazar. X-Tool: Uma Ferramenta de Teste de Esquemas para Estrutura de Dados

Igor Fabiano Nazar. X-Tool: Uma Ferramenta de Teste de Esquemas para Estrutura de Dados Igor Fabiano Nazar X-Tool: Uma Ferramenta de Teste de Esquemas para Estrutura de Dados Dissertação apresentada como requisito parcial à obtenção do grau de Mestre. Programa de Pós-Graduação em Informática,

Leia mais

Logótipo da Entidade

Logótipo da Entidade Logótipo da Entidade Codificação de medicamentos e produtos de saúde Perspectiva do INFARMED, I.P. Helder Mota Filipe INFARMED Autoridade Nacional de Medicamentos e Produtos de Saúde, IP Medicamentos Rastreabilidade

Leia mais

MARCUS BARBOSA PINTO UMA PROPOSTA PARA INTEGRAÇÃO DE ESQUEMAS PARA DOCUMENTOS XML

MARCUS BARBOSA PINTO UMA PROPOSTA PARA INTEGRAÇÃO DE ESQUEMAS PARA DOCUMENTOS XML MARCUS BARBOSA PINTO UMA PROPOSTA PARA INTEGRAÇÃO DE ESQUEMAS PARA DOCUMENTOS XML Palmas 2003 MARCUS BARBOSA PINTO UMA PROPOSTA PARA INTEGRAÇÃO DE ESQUEMAS PARA DOCUMENTOS XML Monografia apresentada como

Leia mais

Receita médico-veterinária - Aposição de vinhetas

Receita médico-veterinária - Aposição de vinhetas Exmo. Senhor Prof. Doutor Álvaro Pegado Mendonça Direção Geral de Alimentação e Veterinária Campo Grande, nº 50 1700-093 Lisboa Receita médico-veterinária - Aposição de vinhetas Of. Nº 113/CD/2014 2014-10-30

Leia mais

BC CORREIO SISTEMA DE CORREIO ELETRÔNICO DO BANCO CENTRAL DO BRASIL. Manual do Web Service

BC CORREIO SISTEMA DE CORREIO ELETRÔNICO DO BANCO CENTRAL DO BRASIL. Manual do Web Service BC CORREIO SISTEMA DE CORREIO ELETRÔNICO DO BANCO CENTRAL DO BRASIL Manual do Web Service SUMÁRIO Introdução... 3 Informações técnicas... 4 Serviços... 5 ConsultarPastasAutorizadas... 5 ConsultarCorreiosPorPasta...

Leia mais

XML Schema. Vanessa de Paula Braganholo vanessa@inf.ufrgs.br ftp://metropole/pub/curso/xml/index.html. Janeiro de 2001. XML Schema

XML Schema. Vanessa de Paula Braganholo vanessa@inf.ufrgs.br ftp://metropole/pub/curso/xml/index.html. Janeiro de 2001. XML Schema XML Schema Vanessa de Paula Braganholo vanessa@inf.ufrgs.br ftp://metropole/pub/curso/xml/index.html Janeiro de 2001 XML Schema XML Schema Utilizado para descrever a estrutura de um documento XML, assim

Leia mais

XML Básico. Murillo Vasconcelos Henriques B. Castro. 17 de maio de 2011

XML Básico. Murillo Vasconcelos Henriques B. Castro. 17 de maio de 2011 XML Básico Murillo Vasconcelos Henriques B. Castro 17 de maio de 2011 O QUE É? Sigla para extensible Markable Language É uma linguagem de marcação, assim como HTML Desenvolvida para ser auto explicativa

Leia mais

Monitorização da Prescrição de Medicamentos Indicadores Nacionais Setembro 2011

Monitorização da Prescrição de Medicamentos Indicadores Nacionais Setembro 2011 Monitorização da Prescrição de Medicamentos Indicadores Nacionais Setembro 2011 Ministério da Saúde Lisboa, 19 de Setembro de 2011 0 1. Enquadramento A denominada prescrição electrónica de medicamentos

Leia mais

Um estudo sobre esquemas para documentos XML

Um estudo sobre esquemas para documentos XML Um estudo sobre esquemas para documentos XML Marcus Barbosa Pinto 1, Deise de Brum Saccol 2 1, 2 Curso de Sistemas de Informação Centro Universitário Luterano de Palmas (CEULP/ULBRA) Caixa Postal 15.064

Leia mais

Ambientes Visuais. Ambientes Visuais

Ambientes Visuais. Ambientes Visuais Ambientes Visuais Inicialmente, apenas especialistas utilizavam os computadores, sendo que os primeiros desenvolvidos ocupavam grandes áreas e tinham um poder de processamento reduzido. Porém, a contínua

Leia mais

Manual de Utilizador

Manual de Utilizador Mestrado em Engenharia Informática e Computação Need2Explore - Porto City 29 de Dezembro de 2012 LABORATÓRIO DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE Autores: Bruno FERNANDES - 080509042 - ei08042@fe.up.pt Eduardo

Leia mais

Ginga-NCL com objetos de mídia SSML embutidos Relatório Técnico: Requisitos

Ginga-NCL com objetos de mídia SSML embutidos Relatório Técnico: Requisitos PUC-Rio - Departamento de Informática Ginga-NCL com objetos de mídia SSML embutidos Relatório Técnico: Requisitos Rafael Diniz Matrícula: 1312398 5 de agosto de 2014 Sumário 1 Introdução 2 1.1 Propósito...........................................

Leia mais

Acordo entre os Ministérios das Finanças e da Saúde e a Indústria Farmacêutica

Acordo entre os Ministérios das Finanças e da Saúde e a Indústria Farmacêutica Acordo entre os Ministérios das Finanças e da Saúde e a Indústria Farmacêutica Os Ministérios das Finanças, representado pela Ministra de Estado e das Finanças, e da Saúde, representado pelo Ministro da

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA - CCT DEPARTAMENTO DE SISTEMA E COMPUTAÇÃO - DSC CURSO DE MESTRADO EM INFORMÁTICA - COPIN DISSERTAÇÃO DE MESTRADO SEI-TUR: UM SISTEMA

Leia mais

NOTA TÉCNICA 33 2012

NOTA TÉCNICA 33 2012 NOTA TÉCNICA 33 2012 Proposta de regulamentação da base nacional de dados das ações e serviços do Componente Básico da Assistência Farmacêutica no SUS Assembleia do CONASS de 17 outubro de 2012 Brasília,

Leia mais

Encontro Certificação de Sistemas de Informação para a Saúde

Encontro Certificação de Sistemas de Informação para a Saúde Encontro Certificação de Sistemas de Informação para a Saúde Roteiro da Certificação Fernando Mota José Luís Graça Organigrama funcional UONCSTI UONCSTI - Missão Apoiar o cumprimento da missão da ACSS,

Leia mais

Consumindo um Web Service através de uma Aplicação Comercial em Android. Alex Malmann Becker www.alex.porthal.com.br alex@porthal.com.

Consumindo um Web Service através de uma Aplicação Comercial em Android. Alex Malmann Becker www.alex.porthal.com.br alex@porthal.com. Consumindo um Web Service através de uma Aplicação Comercial em Android Alex Malmann Becker www.alex.porthal.com.br alex@porthal.com.br 08/2014 Agenda Introdução Conceitos Web Service Por que utilizar

Leia mais

GERÊNCIA DE DADOS SEMI ESTRUTURADOS -XML. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc.

GERÊNCIA DE DADOS SEMI ESTRUTURADOS -XML. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. GERÊNCIA DE DADOS SEMI ESTRUTURADOS -XML Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. O QUE É XML? Tecnologia desenvolvida pelo W3C http://www.w3c.org W3C: World Wide Web Consortium consórcio formado por acadêmicos

Leia mais