CENTRO DE INVESTIGAÇÃO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CENTRO DE INVESTIGAÇÃO"

Transcrição

1 CI-ESG ESCOLA SUPERIOR GALLAECIA 2012 CENTRO DE INVESTIGAÇÃO CURRICULUM DE INVESTIGAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO

2 CI-ESG ESCOLA SUPERIOR GALLAECIA 2012 CENTRO DE INVESTIGAÇÃO CURRICULUM DE INVESTIGAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO

3

4 ÍNDICE instituição universitária. 4 ESCOLA SUPERIOR GALLAECIA centro de investigação. 6 CI-ESG projectos nacionais. 10 CATPAP SEISMIC V projectos ibéricos. 14 CADIVAFOR NATURA MINHO-MIÑO projectos europeus. 18 H&C BUILT WITH EARTH TERRA INCÓGNITA TERRA (IN)CÓGNITA II VERSUS PAINÉIS INTERPRETATIVOS DA PAISAGEM DO VALE DO MINHO PARQUE INFANTIL CADIVAFOR EVENTOS ACITUI REABILI-TUI ISCEAH REDE PROTERRA 6º ATP 9º SIACOT conferências. 40 MEDITERRA 2009 CIAV º ATP VERSUS 2013 cooperação estratégica. 44 EXPERTS WORKSHOP Projectos e actividades I&DT 46 CANDIDATURAS PUBLICAÇÕES

5 A ESG/ Escola Superior Gallaecia localiza-se em Vila Nova de Cerveira, distrito de Viana do Castelo junto à fronteira natural entre Portugal e Espanha: o rio Minho. Singular pelo seu carácter transfronteiriço, tanto entre estudantes como no corpo docente, ministra actualmente quatro cursos: Mestrado Integrado de Arquitectura e Urbanismo, licenciatura em Ecologia e Paisagismo. Desde a sua abertura, a ESG/ Escola Superior Gallaecia tem contribuído na qualidade da formação universitária da região, na pós-graduação e pós-formação, no apoio directo à comunidade e no envolvimento activo em eventos cívicos e culturais. cooperação nacional e internacional onde, aliás, se assinala a sua integração como parceiro As suas principais características são o ensino personalizado e a estreita relação existente, entre o património, o ambiente e as artes, nas licenciaturas ministradas, tendo em atenção constante a integração do Homem no Meio. * pela FCO/ Fundação Convento da Orada, Fundação para a Salvaguarda e Reabilitação do Património Arquitectónico. A Fundação rege-se 4

6 instituição universitária. ESCOLA SUPERIOR GALLAECIA Fernando Bagnola 5

7 dos dois anteriores organismos I&DT da Escola Superior Gallaecia: seus domínios de especialização. internacionais, o trabalho desenvolvido abrange igualmente os conteúdos das unidades Doutoramento de docentes da Instituição. áreas de investigação, determinou a sua reformulação conjunta e a consequente derivação (Research lines) 6

8 centro de investigação. CI-ESG Centro de Investigação da Escola Superior Gallaecia Ecologia e Ambiente; Arquitectura e Património; Urbanismo e Território; Artes e Design CIESG 7

9 Linhas de In Projectos I&D Livros, Relatórios e Publicações Digitais Artigos, Capítulos e Comunicações Científicas Organização de Eventos Científicos Urbanismo e Território IR: David Viana Campos de estudo / Fields of study: Território transfronteiriço e dinâmicas urbanas; Processos de urbanismo [in]formal; Morfologia urbana e metodologias de análise; Redes e Alcance Exterior Projectos I&D Livros, Relatórios e Publicações Digitais Artigos, Capítulos e Comunicações Científicas Organização de Eventos Científicos Artes e Design IR: José Vicente Campos de estudo / Fields of study: Novas Tecnologias; Tipografia e Sinalética; Ecodesign; Instalações e Multimédia; Redes e Alcance Exterior 8

10 vestigação Ecologia e Ambiente IR: Carlos Antunes Campos de estudo / Fields of study: Recursos naturais e dinâmicas ambientais; Recursos culturais e dinâmicas espaciais Projectos I&D Livros, Relatórios e Publicações Digitais Artigos, Capítulos e Comunicações Científicas Organização de Eventos Científicos Redes e Alcance Exterior Arquitectura e Património IR: Mariana Correia Campos de estudo / Fields of study: Arquitectura de Terra; Arquitectura Sustentável; Património Vernáculo; Património Militar; Projectos I&D Livros, Relatórios e Publicações Digitais Artigos, Capítulos e Comunicações Científicas Organização de Eventos Científicos Redes e Alcance Exterior 9

11 na elaboração de um Estudo integrado do património arquitectónico, arqueológico e paisagístico do Vale do Minho. criação de uma Base de dados, elaborada no programa In Domus Arquitectura Militar, Arquitectura Religiosa, Arquitectura Vernácula e Património Arqueológico. CI-ESG CI-ESG CI-ESG 10

12 projectos nacionais. CATPAP Catálogo do Património Arquitectónico e Paisagístico do Alto Minho parceiros. Comunidade Intermunicipal do Vale do Minho âmbito. POS_C Vale do Minho Digital CI-ESG 11

13 de elementos de arquitetura sismo-resistente, que podem Cultura Sísmica Local, de forma consistente, em Portugal. O Projeto SEISMIC-V pretende constituir-se como um tradicionais, sem prejuízo para a sua identidade, de acordo contribuirá para a consciencialização e proteção da cultura sísmica local. Os resultados do projeto fornecerão dados para o reforço sismoresistente das componentes arquitectónicas do património vernáculo em uso, o que em caso de terramoto poderá salvar vidas. CI-ESG CI-ESG 12

14 projectos nacionais. SEISMIC V Cultura Sismo-Resistente Vernácula em Portugal parceiros. ESG/ Escola Superior Gallaecia Centro de Investigação; UA/ Universidade de Aveiro Departamento de Engenharia; UM/ Universidade do Minho Departamento de Engenharia. âmbito. CI-ESG 13

15 criação e análise de uma base de dados, transfronteiriça, da Restauração. Os conteúdos recolhidos permitiram ainda a divulgação DVD (de cariz didáctico); da realização de um ciclo de e da execução de uma exposição de suporte itinerante. 14

16 CADIVAFOR Catalogação, Digitalização e Valorização das Fortalezas Defensivas da Fronteira Galiza-Norte de Portugal parceiros. Concello do Ferrol: CIEFAL-ICOMOS (Galiza-Espanha); ESG/ Escola Superior Gallaecia (Portugal); CIS Calicia - Tecnologia y Diseño (Galiza-España). âmbito. FEDER: INTERREG III-A 15

17 plataforma inter-disciplinar e inter-institucional. Pretende-se criar uma base de dados, em suporte geo-referenciado, dos recursos naturais da bacia sua preservação, valorização e divulgação. CI-ESG CI-ESG CI-ESG 16

18 NATURA MINHO-MIÑO Natura Minho-Miño : ( ) parceiros. (Portugal); ESG/ Escola Superior Gallaecia (Portugal); FEUP-Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (Portugal); Instituto de Conservação da Natureza e da Biodiversidade (Portugal) âmbito. CI-ESG 17

19 O Projecto Houses and Cities Built With Earth teve como terra; realização de cursos intensivos em Portugal com a participação de especialistas. Parte dos resultados do projecto foram formalizados numa Publicação intitulada Houses and Cities Built With. CI-ESG CI-ESG CI-ESG 18

20 projectos europeus. H&C BUILT WITH EARTH Houses and Cities Built With Earth parceiros. Università di Cagliari (Italia); ESG/ Escola Superior Gallaecia (Portugal); Universitat de València - Depart. Historia (Espanha) âmbito. 19

21 elaboração do Estado da Arte, da arquitectura de terra em Itália, França, Espanha e Portugal, no respeitante ao seu património, contemporaneidade, educação, formação e investigação. Materializou-se pela publicação de duas obras europeias (livro branco) e (manual). Mariana Correia CI-ESG CI-ESG 20

22 projectos europeus. TERRA INCÓGNITA European Earthen Architecture parceiros. Università de Firenze (Itália); Universitat Politècnica de València (Espanha); ESG/ Escola Superior Gallaecia (Portugal) âmbito. 21

23 Projecto subsequente do projecto Terra INCÓGNITA, baseado de terra europeia, em termos de património e arquitectura reconhecimento de especialistas-chave, permitindo a criação, consolidação e divulgação de uma network (rede) operativa de especialistas europeus. Terra Incognita Terra (IN)cognita II 22

24 projectos europeus. TERRA (IN)CÓGNITA II Terra Europae. Earthen architecture in the European Union parceiros. École d Avignon (França); Università de Firenze (Itália); Universitat Politècnica de València (Espanha); ESG/ Escola Superior Gallaecia (Portugal); CAUE (França) âmbito. Terra Incognita 23

25 O Projecto Versus fundamenta-se no recurso que a integrados no seu legado. O Objectivo principal será gerar conhecimento a partir das e Itália), o Projecto Versus conta ainda com a colaboração de 3 entidades internacionais: o ICOMOS-CIAV (International Commitee of Vernacular Architecture), o ICOMOS-ISCEAH Heritage) e a Rede Europeia de Arquitectura de Terra. Vincent Rigassi 24

26 projectos europeus. VERSUS Lessons from Vernacular Heritage in Sustainable Architecture parceiros. ESG/ Escola Superior Gallaecia (Portugal) (Project Leader); CRAterre-ENSAG (França); Università degli Studi di Firenze (Itália); Universitat Politècnica de València (Espanha); Università degli Studi di Cagliari (Itália). âmbito. Letizia Dipasquale 25

27 Solicitação de execução de um relatório com a caracterização paisagística da região do Alto Minho. O estudo, focado nos Concelhos de Paredes de Coura, Vila Nova de Cerveira, Valença, Monção e Melgaço, 26

28 PRESTAÇÕES DE SERVIÇOS EM PLANEAMENTO intervenção humana à escala do território, sobretudo de carácter paisagístico e ecológico. Abrangem um vasto conjunto de áreas desde o planeamento urbano e territorial, a PAINÉIS INTERPRETATIVOS DA PAISAGEM DO VALE DO MINHO Requerente: Comunidade Intermunicipal do Vale do Minho. Ano: 27

29 Execução de Projecto de Arquitectura para Parque Infantil e Arranjos exteriores destinados a um equipamento de núcleos de actividades ao ar livre, selecção e implantação dos equipamentos de recreio, incluindo para crianças, a executar em aglomerado de cortiça. 28

30 De acordo com os protocolos de apoio à comunidade local estabelecidos a partir do exponencialmente a procura e a consequente produção de Projectos de Arquitectura e Urbanismo. Tal facto determinou inclusivamente uma reestruturação dos recursos do CI- ESG, integrando mais especialistas e consultores provenientes do seu corpo docente. projectos de arquitectura e urbanismo PARQUE INFANTIL Protocolo: União das Misericórdias Portuguesas. 29

31 Digitalização e Valorização das Fortalezas Defensivas da Fronteira Galiza-Norte de Portugal o CI-ESG elaborou o conjunto articulado da divulgação de resultados. brochura de divulgação/catálogo e uma publicação síntese do Projecto. 30

32 CADIVAFOR parceiros. Concello do Ferrol: CIEFAL-ICOMOS (Galiza-Espanha); CIS Galicia - Tecnologia y Diseño (Galiza-Espanha); ESG/ Escola Superior Gallaecia (Portugal) âmbito. FEDER: INTERREG III-A 31

33 Na continuidade do acordo estabelecido para eventos e iniciativas, da Asociación de Comerciantes e Industriais de Tui, segundo cartazes e outdoors temáticos, assim como no apoio e recentemente, na elaboração de sites para associados. 32

34 EVENTOS ACITUI parceiros. ACITui-Associação de Comerciantes e Industriais de Tui (Espanha); Xunta da Galicia. âmbito. Protocolo Bilateral Transfronteiriço 33

35 publicação digital (ebook). Com base no protocolo estabelecido para a reabilitação curricular do curso de Arquitectura e Urbanismo tomou esta comunidade e das suas entidades administrativas. CI-ESG 34

36 publicação digital (ebook). REABILI-TUI Propostas académicas para a reabilitação da Cidade de Tui parceiros. Axuntamento de Tui (Espanha); ACITui - Asociación de Comerciantes e Industriais de Tui (Espanha); Xunta da Galicia (Espanha) âmbito. Protocolo Bilateral Transfronteiriço 35

37 web design. ISCEAH parceiros. ICOMOS-ISCEAH Membership: Executive Committee, Expert Members, Contributing Members âmbito. ICOMOS: International Council on Monuments and Sites Criação e manutenção de um site com conteúdo plataforma Joomla, e que inclui registo de utilizadores, fórum, calendário de eventos, arquivo de notícias entre outros. Este projecto incluiu ainda a edição de várias imagens contribuídas pelos membros do 36

38 REDE PROTERRA Plataforma digital para a Rede PROTERRA Parceiros: âmbito: Programa Ibero-Americano CYTED o projecto Proterra deu origem à Rede Ibero- Americana PROTERRA, um colectivo internacional a investigação e desenvolvimento da construção PROTERRA, elaborado e gerido pela ESG, constitui o seu indicador material mais acessível e operativo. Luis Fernando Guerrero Baca 37

39 seminários. A ESG/ Escola Superior Gallaecia e a FCO/ Fundação Vernácula irão realizar-se em Vila Nova de Cerveira, em do conhecimento com vista ao estímulo e à realização de projectos comuns envolvendo a arqueologia, a arquitectura, a engenharia, a antropologia e outras disciplinas que se reconheçam nesta temática. CI-ESG CI-ESG CI-ESG 38

40 seminários. Seminário de Arquitectura de Terra em Portugal Seminário Ibero-americano de Arquitectura e Construção com Terra parceiros. Universidade de Coimbra; ESG/ Escola Superior Gallaecia; Fundação Convento de Orada; Associação Centro da Terra; Rede Ibero-Americana PROTERRA âmbito. Direcção dos seminários ATP 39

41 objectivo de abordar o estado da arte, analisando e no projecto arquitectónico, com os objectivos de de actividades, relacionadas com a construção em DiARCH DiARCH DiARCH 40

42 Conferência sobre a Arquitectura de Terra no Mediterrâneo parceiros. DiARCH Facoltà di Architettura-University of Cagliari (Itália); ESG/ Escola Superior Gallaecia (Portugal); CRATerre-ENSAG International Research Center (França); under Unesco Chair-Earth architecture; RAS Regione Autonoma della Sardegna (Itália). âmbito. Cooperação Europeia 41

43 pretende-se desta forma potenciar a divulgação pública dos seus resultados preliminares e incrementar a qualidade da recolha de contributos para o seu desenvolvimento. Tema Principal: Contributo da Arquitectura Vernácula para o Desenvolvimento Sustentável Tema 1: Tema 2: Património cultural e cultura construtiva. Tema 3: Adaptação ao território e ao ambiente. Tema 4: Tema 5: Riscos naturais e sua mitigação. Tema 6: Ensino e novas perspectivas de investigação. 42

44 Conferência anual do Comité Internacional de Arquitetura Vernácula do ICOMOS parceiros. âmbito. Cooperação Internacional MARIANA CORREIA 43

45 Workshop internacional de especialistas em Arquitectura e Património de Terra, realizado na Sardenha, Itália. Teve como objectivo geral a elaboração de um plano de de investigação e actividades conjuntas e articuladas entre si. O evento possibilitou a evolução na área da gestão e conservação da Arquitectura de Terra e do seu GCI GCI GCI 44

46 EXPERTS WORKSHOP Workshop internacional de especialistas em Arquitectura e Património de Terra parceiros. ESG/ Escola Superior Gallaecia (Portugal); CRATerre-ENSAG (França); The Getty Conservation Institute (USA); Facoltà di Architecttura Università di Cagliari (Itália) âmbito. Cooperação Internacional GCI 45

47 LANDSPROTECT: optical technologies protection, preservation documentation landscapes âmbito: As paisagens culturais da Europa são parte da herança do seu passado comum e a base da sua identidade colectiva. Os actuais processos ambientais e a recente pressão sócio- de protecção, mitigação, gestão de riscos e para a compreensão dos seus componentes projecto tem como objectivo o estudo de elementos chave para a valoração das paisagens culturais, de áreas rurais deprimidas, que possam contribuir para o seu desenvolvimento investigação na parceria, assim como os resultados pospostos, visam assegurar a SInnDesign - Sustainable Innovation through Design âmbito: EU; Lifelong Learning Programme, Leonardo da Vinci - Transfer of Innovation projecto, coordenado pelo LNEG, I.P. (Laboratório Nacional de Energia e Geologia, I.P.), sustentabilidade (ambientais, sociais e económicos) no processo de design de mobiliário e outras peças para interiores, de forma a melhorar o desempenho desta área. É uma âmbito: conceptual e a experimentação espacial, subordinadas à Arquitectura e ao Urbanismo torno dos tópicos mais sensíveis do panorama actual. 46

48 Projectos e actividades I&DT CANDIDATURAS ForTAIPA: âmbito: Arquitectura de Terra, a maioria destes monumentos foram abandonados, destruídos ou conservação para a Arquitectura de Taipa em Portugal, de forma articulada com o território PorArte: Ferramentas para Bienais de Arte âmbito: mundo, constituindo um reconhecido motor de desenvolvimento socio-económico pela sua capacidade de mobilização e aglutinação de agentes inovadores e empreendedores O projecto PorArte visa estudar o fenómeno das bienais de arte, propondo-se disponibilizar informação quantitativa, qualitativa e analítica, de forma a criar uma base de dados inteligente que permita expor indicadores orçamentais e artísticos capazes de ajudar a economia. Forma como organização (metodologia/produção), conteúdo como mais-valia 47

49 Terra Europae Edição: Edizioni ETS & Culture Lab Editions, Itália, 2011 TERRA em Seminário 2010 Edição: Argumentum, com o apoio da ESG/ Escola Superior Gallaecia e da FCO/ Fundação Convento da Orada; Lisboa, 2010 MEDITERRA 2009: 1st Mediterranean Conference on Earth Architecture Edição: EDICOM, Universitat di Cagliari, ESG/ Escola Superior Gallaecia, CRATerre-ENSAG; Cagliari, Italy, 2009 Coordenação Editorial: Maddalena Achenza, Mariana Correia, Hubert Guillaud Terra Incognita. Préserver et Découvrir une Europe des Architectures de Terre (2 Volumes) Edição: Culture Lab Editions e Editora Argumentum, Bruxelas, 2008 CADIVAFOR (Catalogação, digitalização e valorização das fortalezas defensivas da fronteira: Galiza Norte de Portugal) Edição: CIEFAL-ICOMOS, ESG/ Escola Superior Gallaecia e CIS-Galicia; Ferrol, Espanha, 2008 de Almeida, ESG/ Escola Superior Gallaecia; Lisboa, 2007 Autoria: Mariana Correia Terra em Seminário 2007 Edição: Argumentum; Lisboa, 2007 Terra: Forma de Construir. Arquitectura. Antropologia. Arqueologia Edição: Editora Argumentum e ESG/ Escola Superior Gallaecia; Lisboa,

50 PUBLICAÇÕES Lisboa, Coordenação Editorial: Maddalena Achenza, Mariana Correia, Marco Cadimu, Amadeo Serra Arquitectura de Terra em Portugal Edição: Argumentum, com o apoio da ESG/ Escola Superior Gallaecia; Lisboa, Coordenação Editorial: Maria Fernandes, Mariana Correia Terra em Seminário Edição: Argumentum e ESG/ Escola Superior Gallaecia; Lisboa, 2005 De Monsaraz e o seu Termo ao Cromeleque do Xarez Edição: ESG/ Escola Superior Gallaecia e FCO/ Fundação Convento da Orada; Monsaraz, Portugal, Edição: Centro de Estudos Patrimoniais Lusófonos da FCO/ Fundação Convento da Orada; Monsaraz, Portugal, Edição: Centro de Estudos Patrimoniais Lusófonos da FCO/ Fundação Convento da Orada; Monsaraz, Portugal, Vilarinho da Furna: A Memória Edição: ESG/ Escola Superior Gallaecia; Vila Nova de Cerveira, Portugal, Autoria: Delmira Calado Edição: FCO/ Fundação Convento da Orada; Lisboa,

51

52

53

54

VERSUS 14 º SIACOT. 2014. VerSus: Lições do Património Vernáculo para uma Arquitectura Sustentável é um projeto de investigação coordenado pela

VERSUS 14 º SIACOT. 2014. VerSus: Lições do Património Vernáculo para uma Arquitectura Sustentável é um projeto de investigação coordenado pela VERSUS VerSus: Lições do Património Vernáculo para uma Arquitectura Sustentável é um projeto de investigação coordenado pela Escola Superior Gallaecia e financiado pela Comissão Europeia, no âmbito do

Leia mais

Plano Plurianual de Investimentos

Plano Plurianual de Investimentos O Orçamento da (Vale do Minho-CI), irá concentrar os seus recursos para o ano 2009 na implementação dos projectos aprovados no QCAIII que se encontram em fase de conclusão, bem como nos projectos já aprovados

Leia mais

ANÁLISE COMPARATIVA DADOS ESTATÍSTICOS EMPREGABILIDADE NOS CICLOS DE ESTUDOS DE ARQUITETURA E DESIGN EM PORTUGAL 2010

ANÁLISE COMPARATIVA DADOS ESTATÍSTICOS EMPREGABILIDADE NOS CICLOS DE ESTUDOS DE ARQUITETURA E DESIGN EM PORTUGAL 2010 ANÁLISE COMPARATIVA DADOS ESTATÍSTICOS EMPREGABILIDADE NOS CICLOS DE ESTUDOS DE ARQUITETURA E DESIGN EM PORTUGAL 2010 EMPREGABILIDADE A informação estatística recolhida neste documento é baseada no relatório

Leia mais

CIATMO Congresso internacional Arquitetura Tradicional no Mediterrâneo Ocidental. Mértola, 13, 14, 15 de Maio de 2015

CIATMO Congresso internacional Arquitetura Tradicional no Mediterrâneo Ocidental. Mértola, 13, 14, 15 de Maio de 2015 CIATMO Congresso internacional Arquitetura Tradicional no Mediterrâneo Ocidental Mértola, 13, 14, 15 de Maio de 2015 Apresentação A arquitetura tradicional é um dos temas privilegiados nos estudos em torno

Leia mais

EXPERIÊNCIA DE COOPERAÇÃO EM PAISAGEM PROJETO PAYS.MED.URBAN

EXPERIÊNCIA DE COOPERAÇÃO EM PAISAGEM PROJETO PAYS.MED.URBAN EXPERIÊNCIA DE COOPERAÇÃO EM PAISAGEM EXPERIÊNCIAS DE COOPERAÇÃO EM PAISAGEM A cooperação transnacional, no âmbito das problemáticas de desenvolvimento territorial e dos processos de transformação da paisagem

Leia mais

Escola Superior Gallaecia. Relatório de Atividades 2012

Escola Superior Gallaecia. Relatório de Atividades 2012 2012 Escola Superior Gallaecia Relatório de Atividades 2012 ÍNDICE Introdução.07 1. Estrutura Organizativa.11 1.2. Cumprimento do Plano Anual.13 1.3. Realização dos objectivos estabelecidos.14 1.4. Órgãos

Leia mais

CADERNOS DE SOCIOMUSEOLOGIA Nº 15-1999 5

CADERNOS DE SOCIOMUSEOLOGIA Nº 15-1999 5 CADERNOS DE SOCIOMUSEOLOGIA Nº 15-1999 5 APRESENTAÇÃO. O presente número dos Cadernos de Sociomuseologia, reúne um conjunto de documentos sobre museologia e património que se encontram dispersos e muitas

Leia mais

CURRICULUM VITAE NUNO ESTEVES ENGENHEIRO CIVIL

CURRICULUM VITAE NUNO ESTEVES ENGENHEIRO CIVIL CURRICULUM VITAE NUNO ESTEVES ENGENHEIRO CIVIL IDENTIFICAÇÃO PESSOAL Nome: Nuno José Correia de Freitas Couto Esteves Naturalidade: Monserrate Viana do Castelo Data de Nascimento: 05/10/1974 Nacionalidade:

Leia mais

Seminário de Reabilitação Urbana / Programas Estratégicos Novembro 2011

Seminário de Reabilitação Urbana / Programas Estratégicos Novembro 2011 Seminário de Reabilitação Urbana / Programas Estratégicos Novembro 2011 A Câmara Municipal de Braga organiza esta sexta- feira, dia 25 de Novembro, um seminário de reabilitação urbana, tendo por base os

Leia mais

Rua Faria Guimarães, 494 2º Esq. 4000-205 Porto +351 965 371 568 olinda@mdemaria.com www.mdemaria.com

Rua Faria Guimarães, 494 2º Esq. 4000-205 Porto +351 965 371 568 olinda@mdemaria.com www.mdemaria.com CURRICULUM VITAE olinda martins 01.junho.2012 INFORMAÇÃO PESSOAL nome filiação data de nascimento naturalidade bilhete de identidade contribuinte estado civil carta de condução Maria Olinda Carneiro Martins

Leia mais

Urban Analytics AcceleratingtheDevelopmentofSmartCitiesinPortugal

Urban Analytics AcceleratingtheDevelopmentofSmartCitiesinPortugal Urban Analytics AcceleratingtheDevelopmentofSmartCitiesinPortugal Iniciativa do Ministério do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia Promoção da Direção Geral do Território com a colaboração das

Leia mais

o Urbanismo tem por objecto com a construção racional da cidade, incluindo a renovação e gestão urbanas.

o Urbanismo tem por objecto com a construção racional da cidade, incluindo a renovação e gestão urbanas. Doc 5. Proposta de Projecto de Lei Sobre a Profissão, a Prática e a Formação do Urbanista A necessidade de implementar uma política consistente de Ordenamento do Território e Urbanismo, tem determinado

Leia mais

LICENCIATURA EM ECOLOGIA E PAISAGISMO. Normas Regulamentares

LICENCIATURA EM ECOLOGIA E PAISAGISMO. Normas Regulamentares LICENCIATURA EM ECOLOGIA E PAISAGISMO Normas Regulamentares As presentes normas visam dar cumprimento ao artigo 14º do Decreto-Lei nº 74/2006, de 24 de Março. Diversa informação relativa a matérias aqui

Leia mais

CARTA DE NIZHNY TAGIL SOBRE O PATRIMÓNIO INDUSTRIAL The International Committee for the Conservation of the Industrial Heritage (TICCIH) Julho 2003

CARTA DE NIZHNY TAGIL SOBRE O PATRIMÓNIO INDUSTRIAL The International Committee for the Conservation of the Industrial Heritage (TICCIH) Julho 2003 PORTUGUÊS (Obrigado APPI) CARTA DE NIZHNY TAGIL SOBRE O PATRIMÓNIO INDUSTRIAL The International Committee for the Conservation of the Industrial Heritage (TICCIH) Julho 2003 O TICCIH The International

Leia mais

Perfil Profissional. Rui Castro Perfil Profissional 1

Perfil Profissional. Rui Castro Perfil Profissional 1 Perfil Profissional Rui Castro Perfil Profissional 1 Conteúdos 1. Apresentação 2. Curriculum Curriculum vitae 3. Obras e projectos Experiência profissional Rui Castro Perfil Profissional 2 1. Apresentação

Leia mais

GRANDES OPÇÕES DO PLANO E ORÇAMENTO 2011 DA CIM ALTO MINHO RELATÓRIO DE PROGRESSO 31 MARÇO 2011

GRANDES OPÇÕES DO PLANO E ORÇAMENTO 2011 DA CIM ALTO MINHO RELATÓRIO DE PROGRESSO 31 MARÇO 2011 GRANDES OPÇÕES DO PLANO E ORÇAMENTO 2011 DA CIM ALTO MINHO RELATÓRIO DE PROGRESSO 31 MARÇO 2011 Versão Preliminar Este relatório tem por objectivo da conta do que de mais relevante foi realizado no cumprimento

Leia mais

Seminário A Qualidade nas Intervenções de Conservação, Reabilitação e Valorização das Casas Antigas

Seminário A Qualidade nas Intervenções de Conservação, Reabilitação e Valorização das Casas Antigas Seminário A Qualidade nas Intervenções de Conservação, Reabilitação e Valorização das Casas Antigas Data: Sábado, 14 de Novembro de 2009, 14h00 18h30 Local: Palácio dos Marqueses de Fronteira, em Lisboa

Leia mais

Webinar Formação e Mercado de Trabalho do Geógrafo no Brasil, Portugal e Espanha

Webinar Formação e Mercado de Trabalho do Geógrafo no Brasil, Portugal e Espanha Webinar Formação e Mercado de Trabalho do Geógrafo no Brasil, Portugal e Espanha 28 de Abril de 2015 Rui Pedro Julião rpj@fcsh.unl.pt Tópicos Formação Mercado Organizações Desafios & Dúvidas Formação e

Leia mais

CARTA INTERNACIONAL DO TURISMO CULTURAL

CARTA INTERNACIONAL DO TURISMO CULTURAL Pág. 1 de9 CARTA INTERNACIONAL DO TURISMO CULTURAL Gestão do Turismo nos Sítios com Significado Patrimonial 1999 Adoptada pelo ICOMOS na 12.ª Assembleia Geral no México, em Outubro de 1999 Tradução por

Leia mais

Work address: Escola Superior Gallaecia Largo das Oliveiras 4920-275 Vila Nova de Cerveira PORTUGAL

Work address: Escola Superior Gallaecia Largo das Oliveiras 4920-275 Vila Nova de Cerveira PORTUGAL Mariana Correia CV / 1 PERSONAL DATA Full Name: Mariana Rita Alberto Rosado Correia Quoting Name: Correia, Mariana Birth place: Porto, Portugal Nationality: Portuguese Profession: Architect, University

Leia mais

centro para as artes, ciência e tecnologia investigação, inovação e sustentabilidade

centro para as artes, ciência e tecnologia investigação, inovação e sustentabilidade 2 Sphera Castris centro para as artes, ciência e tecnologia investigação, inovação e sustentabilidade O projeto procura responder à necessidade de criar uma infraestrutura de cultura e património, produção

Leia mais

APRESENTAÇÃO AEFCUP. Informações. AEFCUP Associação de Estudantes da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto

APRESENTAÇÃO AEFCUP. Informações. AEFCUP Associação de Estudantes da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto APRESENTAÇÃO AEFCUP Informações AEFCUP Associação de Estudantes da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto Rua do Campo Alegre, 1021 4150 180 Porto GPS: 41º 11'10.25'' N 8º41'25.32''W Tlf. AEFCUP

Leia mais

Membro da direcção da Revista Intervenção Social Investigadora do CLISSIS Doutoranda em Serviço Social

Membro da direcção da Revista Intervenção Social Investigadora do CLISSIS Doutoranda em Serviço Social A investigação do Serviço Social em Portugal: potencialidades e constrangimentos Jorge M. L. Ferreira Professor Auxiliar Universidade Lusíada Lisboa (ISSSL) Professor Auxiliar Convidado ISCTE IUL Diretor

Leia mais

Projecto SuGIK na UniCV Sessão de Abertura 1ª Edição do Curso

Projecto SuGIK na UniCV Sessão de Abertura 1ª Edição do Curso Projecto SuGIK na UniCV Sessão de Abertura 1ª Edição do Curso Marco Painho painho@isegi.unl.pt 19 de Janeiro de 2009 www.isegi.unl.pt SuGIK Workshop Sessão de Arranque Inaugural do Projecto Universidade

Leia mais

ESTRATÉGIA NACIONAL DE CONSERVAÇÃO DA NATUREZA E DA BIODIVERSIDADE

ESTRATÉGIA NACIONAL DE CONSERVAÇÃO DA NATUREZA E DA BIODIVERSIDADE ESTRATÉGIA NACIONAL DE CONSERVAÇÃO DA NATUREZA E DA BIODIVERSIDADE 1. O Grupo Português da ProGEO European Association for the Conservation of the Geological Heritage congratula-se com a iniciativa do

Leia mais

Encontro Internacional Património Cultural, a Cortiça e os Museus, Seixal, 2 e 3 de Julho de 2010

Encontro Internacional Património Cultural, a Cortiça e os Museus, Seixal, 2 e 3 de Julho de 2010 A Fábrica do Inglês: reabilitação do património industrial corticeiro Encontro Internacional Património Cultural, a Cortiça e os Museus, Seixal, 2 e 3 de Julho de 2010 Sumário: O Museu da Cortiça da Fábrica

Leia mais

Capacity building Relay Race Ca.Bu.Re.Ra CALL FOR PARTICIPANTS

Capacity building Relay Race Ca.Bu.Re.Ra CALL FOR PARTICIPANTS Capacity building Relay Race Ca.Bu.Re.Ra CALL FOR PARTICIPANTS I. O Projecto Capacity Building Relay Race CaBuReRa (http://www.caburera.org/) é um projecto de 1.680.000 milhões de Euros e é financiado,

Leia mais

Concurso de Ideias. Congresso Ibérico de Jovens Engenheiros

Concurso de Ideias. Congresso Ibérico de Jovens Engenheiros Congresso Ibérico de Jovens Engenheiros Braga, Maio 2012 REGULAMENTO O Prémio rege-se pelo presente regulamento, sendo o Júri soberano na sua interpretação, aplicação, e resolução de eventuais lacunas.

Leia mais

SEDE - Carnaxide. Número de postos de trabalho - Presidente (1) - 1. Cargo/carreira/categoria. Técnico Superior. Técnico Superior Direito 3

SEDE - Carnaxide. Número de postos de trabalho - Presidente (1) - 1. Cargo/carreira/categoria. Técnico Superior. Técnico Superior Direito 3 2009 MAPA DE PESSOAL DA ANPC (Artigo 5º da Lei nº 2-A/2008, 27 Fevereiro) SEDE - Carnaxi Competências/Actividas Área formação académica e/ou - Presinte () - - Director Nacional () - 3 - Comandante Operacional

Leia mais

Sistema de Informação e Comunicação da Rede Social de Alcochete. Sistema de Informação e Comunicação - REDE SOCIAL DE ALCOCHETE

Sistema de Informação e Comunicação da Rede Social de Alcochete. Sistema de Informação e Comunicação - REDE SOCIAL DE ALCOCHETE . Sistema de Informação e Comunicação da Rede Social de Alcochete . Objectivos e Princípios Orientadores O Sistema de Informação e Comunicação (SIC) da Rede Social de Alcochete tem como objectivo geral

Leia mais

CICLO DE CONFERÊNCIAS "25 ANOS DE PORTUGAL NA UE"

CICLO DE CONFERÊNCIAS 25 ANOS DE PORTUGAL NA UE Boletim Informativo n.º 19 Abril 2011 CICLO DE CONFERÊNCIAS "25 ANOS DE PORTUGAL NA UE" A Câmara Municipal de Lamego no âmbito de atuação do Centro de Informação Europe Direct de Lamego está a promover

Leia mais

CANDIDATURA À DIRECÇÃO DA UNIDADE DE INVESTIGAÇÃO DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM

CANDIDATURA À DIRECÇÃO DA UNIDADE DE INVESTIGAÇÃO DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM CANDIDATURA À DIRECÇÃO DA UNIDADE DE INVESTIGAÇÃO DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM Pedro Jorge Richheimer Marta de Sequeira Marília Oliveira Inácio Henriques 1 P á g i n a 1. Enquadramento da Candidatura

Leia mais

Projecto de Candidatura da Universidade de Coimbra a Património Mundial

Projecto de Candidatura da Universidade de Coimbra a Património Mundial Projecto de Candidatura da Universidade de Coimbra a Património Mundial 1 Coimbra - 1941 Coimbra - 2001 2 Pólo II - Estado actual Pólo III - Estado actual 3 Pólo I - Estado actual 4 Pólo I - Estado actual

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA INOV-ART NOS TERMOS DA PORTARIA N.º 1103/2008 DE 2 DE OUTUBRO

REGULAMENTO DO PROGRAMA INOV-ART NOS TERMOS DA PORTARIA N.º 1103/2008 DE 2 DE OUTUBRO REGULAMENTO DO PROGRAMA INOV-ART NOS TERMOS DA PORTARIA N.º 1103/2008 DE 2 DE OUTUBRO CAPÍTULO I Disposições gerais Artigo 1.º- Âmbito de aplicação O presente Regulamento aplica -se à medida INOV-Art -

Leia mais

Joana Margarida Gonçalo Ferreira de Oliveira

Joana Margarida Gonçalo Ferreira de Oliveira Curriculum Vitae Joana Margarida Gonçalo Ferreira de Oliveira Dados pessoais Morada: Rua Dona Estefânia nº 3, 4º. 1150-129 Lisboa Contactos: 91 4359997 jmgfoliveira@hotmail.com Local e data de nascimento:

Leia mais

INICIATIVAS URBAVERDE

INICIATIVAS URBAVERDE Evento: 7ª UrbaVerde Feira das Cidades Sustentáveis Organização: Jornal Arquitecturas Datas: dias 23, 24 e 25 de Fevereiro de 2011 Local: Centro de Congressos do Estoril A 7ª UrbaVerde, composta por um

Leia mais

ALEJANDRO LOPEZ. Curriculum Vitae 2013 IDENTIFICAÇÃO

ALEJANDRO LOPEZ. Curriculum Vitae 2013 IDENTIFICAÇÃO Curriculum Vitae 2013 ALEJANDRO LOPEZ IDENTIFICAÇÃO Nome: Alejandro Lopez Dominguez; Naturalidade: Espanhola Residencia: Tui; Profissão: Professor Universitário e Arquitecto. Data de Nascimento: 21/07/1972

Leia mais

O contributo do Cluster Habitat Sustentável

O contributo do Cluster Habitat Sustentável O contributo do Cluster Habitat Sustentável Victor Ferreira Plataforma para a Construção Sustentável Seminário Construção Sustentável CONCRETA 2011 20/10/2011 Visão e Missão O Cluster Habitat? agregador

Leia mais

- Propriedade da ATA ASSOCIAÇÃO DO TURISMO DE ALDEIA

- Propriedade da ATA ASSOCIAÇÃO DO TURISMO DE ALDEIA ALDEIAS DE PORTUGAL - Referencial de Certificação - Propriedade da ATA ASSOCIAÇÃO DO TURISMO DE ALDEIA - Marca criada pelas Associações de Desenvolvimento Local que fundaram esta instituição e que hoje

Leia mais

SIMPLEX AUTARQUICO DO VALE DO MINHO

SIMPLEX AUTARQUICO DO VALE DO MINHO SIMPLEX AUTARQUICO DO VALE DO MINHO 2009 2010 MEDIDAS INTERSECTORIAIS: LICENÇAS, AUTORIZAÇÕES PRÉVIAS E OUTROS CONDICIONAMENTOS ADMINISTR ATIVOS SIMILARES Identificar e inventariar todas as licenças, autorizações

Leia mais

Cooperação entre instituições de ensino superior portuguesas e cubanas

Cooperação entre instituições de ensino superior portuguesas e cubanas Cooperação entre instituições de ensino superior portuguesas e cubanas Instituição Portuguesa Instituição Cubana Objectivos / áreas de cooperação Validade Universidade do Algarve Universidade de Pinar

Leia mais

O RELACIONAMENTO COM O CIDADÃO A importância do Território

O RELACIONAMENTO COM O CIDADÃO A importância do Território Conferência Ibero-Americana WWW/Internet 2004 7/8 Outubro, Madrid, Espanha O RELACIONAMENTO COM O CIDADÃO A importância do Território Jorge Xavier Aluno de Mestrado DEGEI UA Campus Universitário de Santiago.

Leia mais

Evaluación del Plan de Comunicación del Programa Operativo de Cooperación Territorial del Sudoeste Europeo (SUDOE) 2007 2013

Evaluación del Plan de Comunicación del Programa Operativo de Cooperación Territorial del Sudoeste Europeo (SUDOE) 2007 2013 Evaluación del Plan de Comunicación del Programa Operativo de Cooperación Territorial del Sudoeste Europeo (SUDOE) 2007 2013 UNIÓN EUROPEA 1 de junio de 2011 3. SUMÁRIO EXECUTIVO A avaliação do Plano de

Leia mais

Convenção Europeia da Paisagem Florença 20.X.2000

Convenção Europeia da Paisagem Florença 20.X.2000 Convenção Europeia da Paisagem Florença 20.X.2000 Preâmbulo Os membros do Conselho da Europa signatários da presente Convenção, Considerando que o objectivo do Conselho da Europa é alcançar uma maior unidade

Leia mais

design de jogos digitais o essencial da licenciatura

design de jogos digitais o essencial da licenciatura design de jogos digitais o essencial da licenciatura ÍNDICE ciclo de estudos plano de estudos metodologias de ensino perfil de saída candidaturas ipb virtual Dados do ciclo de estudos ciclo de estudos

Leia mais

Decreto n.º 4/2005 Convenção Europeia da Paisagem, feita em Florença em 20 de Outubro de 2000

Decreto n.º 4/2005 Convenção Europeia da Paisagem, feita em Florença em 20 de Outubro de 2000 Decreto n.º 4/2005 Convenção Europeia da Paisagem, feita em Florença em 20 de Outubro de 2000 Considerando fundamental, para alcançar o desenvolvimento sustentável, o estabelecimento de uma relação equilibrada

Leia mais

INTERREG V-A 2014-2020. Elena de Miguel Gago Diretora, Secretariado Conjunto 1

INTERREG V-A 2014-2020. Elena de Miguel Gago Diretora, Secretariado Conjunto 1 INTERREG V-A 2014-2020 BASES DA PRIMEIRA CONVOCATÓRIA Elena de Miguel Gago Diretora, Secretariado Conjunto 1 I. EIXOS E PRIORIDADES DE INVESTIMENTO As propostas deverão enquadrar-se numa das seguintes

Leia mais

PLANO DE ACTIVIDADES 2011

PLANO DE ACTIVIDADES 2011 PLANO DE ACTIVIDADES 2011 11 de Novembro de 2011 PLANO DE ACTIVIDADES PARA O EXERCÍCIO DO ANO DE 2011 I. NOTA INTRODUTÓRIA Tendo em consideração a estratégia de desenvolvimento da ADERE- Peneda Gerês,

Leia mais

I Prémio. II Concurso A. ÂMBITO E CONCORRENTES

I Prémio. II Concurso A. ÂMBITO E CONCORRENTES I Prémio 1. O Prémio Secil Universidades 2014, atribuído através do «Concurso Arquitectura», tem como objectivo incentivar a qualidade do trabalho de jovens oriundos das Escolas de Arquitectura Portuguesas

Leia mais

Regulamento do Concurso para Pontos de Contacto Nacionais do 7º Programa-Quadro de Investigação e Desenvolvimento Tecnológico da União Europeia

Regulamento do Concurso para Pontos de Contacto Nacionais do 7º Programa-Quadro de Investigação e Desenvolvimento Tecnológico da União Europeia Regulamento do Concurso para Pontos de Contacto Nacionais do 7º Programa-Quadro de Investigação e Desenvolvimento Tecnológico da União Europeia O Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES)

Leia mais

INTELI Centro de Inovação (PT)

INTELI Centro de Inovação (PT) INTELI Centro de Inovação (PT) CLUSTERS CRIATIVOS Criatividade para a Regeneração Urbana X Fórum Internacional de Inovação e Criatividade Aracaju, 20 Novembro 2010 Estrutura da Apresentação 1. Clusters

Leia mais

AEEASG Portugal CALENDÁRIO DE ATIVIDADES, 2012

AEEASG Portugal CALENDÁRIO DE ATIVIDADES, 2012 JANEIRO 17-18 Abertura do EY 2012 European Year of Active Ageing and Solidarity between Generations EU, Presidência Dinamarquesa FEVEREIRO AEEASG Portugal Comissão Nacional e Equipa Entidades da sociedade

Leia mais

Curriculum Vitae. Formação Académica. Nome: Ricardo Alexandre Fontes Correia

Curriculum Vitae. Formação Académica. Nome: Ricardo Alexandre Fontes Correia Curriculum Vitae Nome: Ricardo Alexandre Fontes Correia Telm: 919 405 717 email: r.fontescorreia@gmail.com Morada: Principal: Quinta da Cera Bloco 10, 2º Dtº 5400 583 Chaves Secundária: Estrada Exterior

Leia mais

Integrado do Vale do Minho. Av. Miguel Dantas, n.º 69. 4930-678 Valença. Tel.: +351 251 825 811/2. Fax: +351 251 825 620. adriminho@mail.telepac.

Integrado do Vale do Minho. Av. Miguel Dantas, n.º 69. 4930-678 Valença. Tel.: +351 251 825 811/2. Fax: +351 251 825 620. adriminho@mail.telepac. Eixo 3 do PRODER Dinamização das zonas Rurais Englobam no eixo 3 do PRODER Abordagem Leader as seguintes Medidas e Acções Medida 3.1 Diversificação da Economia e Criação de Emprego 3.1.1 Diversificação

Leia mais

REGULAMENTO DO CURSO DE DEFESA NACIONAL (CDN)

REGULAMENTO DO CURSO DE DEFESA NACIONAL (CDN) REGULAMENTO DO CURSO DE DEFESA NACIONAL (CDN) (Aprovado por despacho do Ministro da Defesa Nacional de 19 de Abril de 2010 Ofício nº 1816/CG Pº 18/10, de 20 de Abril de 2010, do MDN, com as alterações

Leia mais

Com o apoio de. Programação e Gestão Cultural Formação Avançada

Com o apoio de. Programação e Gestão Cultural Formação Avançada Com o apoio de Programação e Gestão Cultural EAB Escola de Estudos Avançados das Beiras Programação Instalações da EAB, Edifício Expobeiras, Parque Industrial de Coimbrões, Viseu Contacto Ana Henriques

Leia mais

Relatório de atividades do IPAM- Aveiro

Relatório de atividades do IPAM- Aveiro Relatório de atividades do IPAM- Aveiro 2013 2014 Índice INTRODUÇÃO... 4 1. Grau de cumprimento do plano estratégico e do plano anual e dos respetivos objetivos... 5 Enquadramento: plano e objetivos...

Leia mais

CURRICULUM VITAE RITA COELHO

CURRICULUM VITAE RITA COELHO CURRICULUM VITAE RITA COELHO Ana Rita Moutinho Coelho Docente de Design de Comunicação e Multimédia Ph.D (FBAUP, 2014) Porto, 11.04.1981 CLIENTES DE DESIGN DE COMUNICAÇÃO Indústria Cultural Galiza - Norte

Leia mais

Plano de Desenvolvimento do Alto Minho Sistema de Produção e Inovação Focus Group. 22 de Março de 2012 14h30 Ponte de Lima

Plano de Desenvolvimento do Alto Minho Sistema de Produção e Inovação Focus Group. 22 de Março de 2012 14h30 Ponte de Lima Plano de Desenvolvimento do Alto Minho Sistema de Produção e Inovação Focus Group 22 de Março de 2012 14h30 Ponte de Lima Estrutura da sessão 1. Metodologia de abordagem ao Plano de Desenvolvimento do

Leia mais

HÁ NORTE! ACREDITAR E MOBILIZAR

HÁ NORTE! ACREDITAR E MOBILIZAR HÁ NORTE! ACREDITAR E MOBILIZAR Programa da lista candidata à eleição para os órgãos regionais do Norte da Associação Portuguesa de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas Triénio 2011-2013 25 de

Leia mais

1.º SIMPÓSIO DE ARQUEOLOGIA VIRTUAL, EM MONTEMOR-O-NOVO

1.º SIMPÓSIO DE ARQUEOLOGIA VIRTUAL, EM MONTEMOR-O-NOVO 1 1.º SIMPÓSIO DE ARQUEOLOGIA VIRTUAL, EM MONTEMOR-O-NOVO Entre os dias 6 e 10 de Maio de 2015, Montemor-o-Novo será o palco de um encontro entre profissionais da Arqueologia Virtual, nas suas várias vertentes,

Leia mais

Centro Histórico de Santarém: Como integrar a herança cultural nos desafios do futuro?

Centro Histórico de Santarém: Como integrar a herança cultural nos desafios do futuro? Centro Histórico de Santarém: Como integrar a herança cultural nos desafios do futuro? Vive-se um tempo de descrédito, generalizado, relativamente às soluções urbanísticas encontradas para o crescimento

Leia mais

A experiência do GTAA Sotavento e seu contributo para uma construção sustentável

A experiência do GTAA Sotavento e seu contributo para uma construção sustentável 1 A experiência do GTAA Sotavento 2 Não sei por onde vou, Não sei para onde vou Sei que não vou por aí! A experiência do GTAA Sotavento e seu contributo para uma construção sustentável José Régio. Excerto

Leia mais

CLUSTER DE LOGÍSTICA URBANA DE LISBOA E VALE DO TEJO

CLUSTER DE LOGÍSTICA URBANA DE LISBOA E VALE DO TEJO CONVÉNIO CLUSTER DE LOGÍSTICA URBANA DE LISBOA E VALE DO TEJO ÍNDICE FINALIDADE... 2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS... 3 CONSTITUIÇÃO E GOVERNÂNCIA... 4 FINANCIAMENTO... 5 RELATÓRIOS... 5 Ficha de Adesão ao CLUSTER

Leia mais

Rede de Informação do INE em Bibliotecas do Ensino Superior

Rede de Informação do INE em Bibliotecas do Ensino Superior Rede de Informação do INE em Bibliotecas do Ensino Superior Francisco Correia Departamento de Difusão e Promoção Instituto Nacional de Estatística Avenida António José de Almeida 1000-043 Lisboa Tel: 218426143

Leia mais

I Jornadas Galiza-Norte de Portugal Deficiência Motora e Inclusão Social Caminha, 6.Maio.2005

I Jornadas Galiza-Norte de Portugal Deficiência Motora e Inclusão Social Caminha, 6.Maio.2005 I Jornadas Galiza-Norte de Portugal Deficiência Motora e Inclusão Social Caminha, 6.Maio.2005 Nuno Miguel Ferreira CCDR-N, Comunidade de Trabalho Galiza-Norte de Portugal Localização Geográfica Galiza

Leia mais

Reconfiguração do contexto comunidade educativa: O Projecto Ria.EDU e a mediação tecnológica

Reconfiguração do contexto comunidade educativa: O Projecto Ria.EDU e a mediação tecnológica Reconfiguração do contexto comunidade educativa: O Projecto Ria.EDU e a mediação tecnológica Florin Zamfir 1, Fernando Delgado 2 e Óscar Mealha 1 1 Universidade de Aveiro Departamento de Comunicação e

Leia mais

Pós-Graduação Conservação e Reabilitação do Edificado

Pós-Graduação Conservação e Reabilitação do Edificado Pós-Graduação Conservação e Reabilitação do Edificado Edital 4ª Edição 2012-2013 Barreiro, Julho de 2012 Pós-Graduação Conservação e Reabilitação do Edificado 1 ENQUADRAMENTO A Pós-Graduação em Conservação

Leia mais

ENTRE O MINISTÉRIO DA ECONOMIA, DO PLANO E INTEGRAÇÃO REGIONAL DA GUINÉ-BISSAU

ENTRE O MINISTÉRIO DA ECONOMIA, DO PLANO E INTEGRAÇÃO REGIONAL DA GUINÉ-BISSAU PROTOCOLO ENTRE O MINISTÉRIO DA ECONOMIA, DO PLANO E INTEGRAÇÃO REGIONAL DA GUINÉ-BISSAU A ASSOCIAÇÃO INDUSTRIAL PORTUGUESA - CÂMARA DE COMÉRCIO E INDÚSTRIA (AIP-CCI) E A A ELO - ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA

Leia mais

Smart Cities em Portugal: Uma realidade emergente

Smart Cities em Portugal: Uma realidade emergente Smart Cities em Portugal: Uma realidade emergente Agenda Digital Local Formação Smart Cities 29 de Outubro de 2013 estrutura da apresentação Conceito de Smart City para além da tecnologia Smart Cities

Leia mais

PLANO DE ACÇÃO E ORÇAMENTO PARA 2008

PLANO DE ACÇÃO E ORÇAMENTO PARA 2008 PLANO DE ACÇÃO E ORÇAMENTO PARA 2008 O ano de 2008 é marcado, em termos internacionais, pela comemoração dos vinte anos do Movimento Internacional de Cidades Saudáveis. Esta efeméride terá lugar em Zagreb,

Leia mais

APONTAMENTOS CURRICULARES

APONTAMENTOS CURRICULARES APONTAMENTOS CURRICULARES PERCURSO Lisboa, 1969 Fotógrafo e Editor de fotografia Vivo e desenvolvo os meus trabalhos entre Aljezur e Lisboa Actualmente sou CEO da agência 1000olhos - Imagem e Comunicação

Leia mais

inserralves INDÚSTRIAS CRIATIVAS Programa do Concurso para Selecção de Ideias e Projectos

inserralves INDÚSTRIAS CRIATIVAS Programa do Concurso para Selecção de Ideias e Projectos inserralves INDÚSTRIAS CRIATIVAS Programa do Concurso para Selecção de Ideias e Projectos ÍNDICE 1. Enquadramento e Objectivos 2. Definição 3. Atribuições da Fundação de Serralves 4. Destinatários 5. Candidaturas

Leia mais

O ensino da ecologia da paisagem em Portugal

O ensino da ecologia da paisagem em Portugal O ensino da ecologia da paisagem em Portugal João Carlos Azevedo 1,2, João Pradinho Honrado 1,3 e Isabel Loupa Ramos 1,4 1 Associação Portuguesa de Ecologia da Paisagem (APEP) 2 Centro de Investigação

Leia mais

Curriculum Vitae José Paulo Garcia de Castro

Curriculum Vitae José Paulo Garcia de Castro Curriculum Vitae José Paulo Garcia de Castro Informação pessoal Correio electrónico jpcastro@fc.ul.pt Nacionalidade Portuguesa Data de nascimento 01-01-1967 Resumo Doutorado em Filosofia na especialidade

Leia mais

Conferência Espaço de Arquitectura 2010

Conferência Espaço de Arquitectura 2010 Nota Introdutória: O tema da reabilitação urbana é um dos tópicos centrais da análise actual sobre Planeamento e Urbanismo e uma janela aberta para encontrar soluções na recuperação dos centros históricos

Leia mais

NEWSLETTER N.º 35/2014 24.Setembro.2014

NEWSLETTER N.º 35/2014 24.Setembro.2014 NEWSLETTER N.º 35/2014 24.Setembro.2014 Eventos do CIDEHUS: 1) Conferências do Cenáculo (até 6.Novembro.2014) Memória da Malagueira, Álvaro Siza Vieira Local: Biblioteca Pública de Évora Data: 24.Setembro.2014,

Leia mais

Os sistemas de informação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia: contributo para uma perspectiva integrada da gestão da informação

Os sistemas de informação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia: contributo para uma perspectiva integrada da gestão da informação Os sistemas de informação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia: contributo para uma perspectiva integrada da gestão da informação Encontro Internacional de Arquivos Universidade de Évora 3-4 de Outubro

Leia mais

AVISO. Admissão de Pessoal. (m/f)

AVISO. Admissão de Pessoal. (m/f) AVISO Admissão de Pessoal (m/f) A AJITER Associação Juvenil da Ilha Terceira pretende admitir jovens recém-licenciados à procura do primeiro emprego, para estágio no seu serviço, ao abrigo do Programa

Leia mais

ÍNDICE APRESENTAÇÃO 02 HISTÓRIA 02 OBJECTIVOS 02 CURSOS 04 CONSULTORIA 06 I&D 07 DOCENTES 08 FUNDEC & IST 09 ASSOCIADOS 10 PARCERIAS 12 NÚMEROS 13

ÍNDICE APRESENTAÇÃO 02 HISTÓRIA 02 OBJECTIVOS 02 CURSOS 04 CONSULTORIA 06 I&D 07 DOCENTES 08 FUNDEC & IST 09 ASSOCIADOS 10 PARCERIAS 12 NÚMEROS 13 ÍNDICE APRESENTAÇÃO 02 HISTÓRIA 02 OBJECTIVOS 02 CURSOS 04 CONSULTORIA 06 I&D 07 DOCENTES 08 FUNDEC & IST 09 ASSOCIADOS 10 PARCERIAS 12 NÚMEROS 13 QUEM SOMOS FUNDEC APRESENTAÇÃO HISTÓRIA OBJECTIVOS A

Leia mais

NORMAS REGULAMENTARES DO MESTRADO INTEGRADO EM ARQUITECTURA E URBANISMO

NORMAS REGULAMENTARES DO MESTRADO INTEGRADO EM ARQUITECTURA E URBANISMO NORMAS REGULAMENTARES DO MESTRADO INTEGRADO EM ARQUITECTURA E URBANISMO Preâmbulo As presentes Normas Regulamentares visam dar cumprimento ao Artigo 14.º e ao Artigo 26.º do Decreto-Lei nº74/2006, de 24

Leia mais

ARIEM testa eficácia do 112 Simulacro de naufrágio no rio Minho

ARIEM testa eficácia do 112 Simulacro de naufrágio no rio Minho ARIEM testa eficácia do 112 Simulacro de naufrágio no rio Minho Revista de Imprensa 15-05-2014 1. (PT) - Diário do Minho, 15052014, Projeto de 112 transfronteiriço NorteGaliza a funcionar em pleno em junho

Leia mais

Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento. (2010-2015) ENED Plano de Acção

Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento. (2010-2015) ENED Plano de Acção Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento (2010-2015) ENED Plano de Acção Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento (2010-2015) ENED Plano de Acção 02 Estratégia Nacional de

Leia mais

DURATINET: Rede Transnacional para promover a durabilidade das infra-estruturas de transportes no Espaço Atlântico

DURATINET: Rede Transnacional para promover a durabilidade das infra-estruturas de transportes no Espaço Atlântico DURATINET: Rede Transnacional para promover a durabilidade das infra-estruturas de transportes no Espaço Atlântico M. Manuela Salta Laboratório Nacional de Engenharia Civil Av. Prof. do Brasil, 101, 1700-066

Leia mais

http://ecolore.leeds.ac.uk

http://ecolore.leeds.ac.uk (econtent Localisation Resources for Translator Training) http://ecolore.leeds.ac.uk A localização de conteúdos electrónicos A maior parte da informação circula hoje em formato digital. Um exemplo típico

Leia mais

PROJETO DE INVESTIGAÇÃO SEISMIC-V: RECONHECIMENTO DA CULTURA SÍSMICA LOCAL EM PORTUGAL

PROJETO DE INVESTIGAÇÃO SEISMIC-V: RECONHECIMENTO DA CULTURA SÍSMICA LOCAL EM PORTUGAL PROJETO DE INVESTIGAÇÃO SEISMIC-V: RECONHECIMENTO DA CULTURA SÍSMICA LOCAL EM PORTUGAL Mariana Correia 1, Filipa Gomes 2, Gilberto Duarte Carlos 3 CI-ESG, Escola Superior Gallaecia, Portugal 1 marianacorreia@esg.pt;

Leia mais

Desafio Fotografia Alto Minho 2020

Desafio Fotografia Alto Minho 2020 Desafio Fotografia Alto Minho 2020 Preâmbulo O DESAFIO FOTOGRAFIA ALTO MINHO 2020 é a designação do concurso organizado pela Comunidade Intermunicipal do Minho-Lima, no âmbito da elaboração do Plano de

Leia mais

Curriculum Vitae. Período Título Instituição Classificação. Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra

Curriculum Vitae. Período Título Instituição Classificação. Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra Curriculum Vitae Dados pessoais Nome: Jorge Humberto Soares Marques Data de nascimento: 18/01/1979 País de nacionalidade: Portugal Contacto: jorgehsm@sapo.pt Instituição: Centro de Estudos em Geografia

Leia mais

O e-learning como etapa da universidade para o virtual

O e-learning como etapa da universidade para o virtual lmbg@ufp.pt & fergomes@ufp.pt O e-learning como etapa da universidade para o virtual Luis Borges Gouveia Fernando Gomes Universidade Fernando Pessoa e-learning como objectivo ou etapa? o e-learning como

Leia mais

Plano Municipal de Promoção das Acessibilidades (PMPA)

Plano Municipal de Promoção das Acessibilidades (PMPA) Plano Municipal de Promoção das Acessibilidades (PMPA) Definições O Plano Municipal de Promoção das Acessibilidades irá conter um programa das intenções necessárias para assegurar a acessibilidade física

Leia mais

FATORES POSITIVOS FATORES NEGATIVOS

FATORES POSITIVOS FATORES NEGATIVOS 1ª REUNIÃO DO FÓRUM PERMANENTE TURISMO SUSTENTÁVEL DO ALTO MINHO Identificação dos fatores positivos e negativos do território CETS do Alto Minho Grupo Temático Restauração Data: 29 de Julho de 2014 Hora:

Leia mais

I - Disposições gerais. Artigo 1.º Âmbito da cooperação

I - Disposições gerais. Artigo 1.º Âmbito da cooperação Decreto n.º 25/2002 Acordo de Cooperação na Área da Educação e Cultura entre a República Portuguesa e a Região Administrativa Especial de Macau da República Popular da China, assinado em Lisboa, em 29

Leia mais

FUNDAÇÃO MINERVA CULTURA ENSINO E INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA NOTA EXPLICATIVA

FUNDAÇÃO MINERVA CULTURA ENSINO E INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA NOTA EXPLICATIVA NOTA EXPLICATIVA DA AQUISIÇÃO DE COMPETÊNCIAS NO ÂMBITO DO 1º CICLO DE ESTUDOS DO CURSO DE LICENCIATURA/MESTRADO INTEGRADO EM ARQUITECTURA, CONDUCENTE AO GRAU DE LICENCIADO EM CIÊNCIAS DA ARQUITECTURA.

Leia mais

NOME ENDEREÇO TELEFONE E MAIL WEB

NOME ENDEREÇO TELEFONE E MAIL WEB Curriculum Vitae NOME ENDEREÇO TELEFONE E MAIL WEB DATA DE NASCIMENTO NACIONALIDADE Luís Carlos de Sousa Ferreira Rua Estreita dos Lóios nº12 4050 242 PORTO +351 91 675 68 28 arq.lds@gmail.com www.getsetfestival.com

Leia mais

Exelente(Sobresaliente cun laude ) 20 / 20 valores. 2009 Admissão na Ordem dos Arquitectos nº18158 - Secção Regional Norte

Exelente(Sobresaliente cun laude ) 20 / 20 valores. 2009 Admissão na Ordem dos Arquitectos nº18158 - Secção Regional Norte Curriculum Vitae Informação Pessoal Apelido(s) / Nome(s) Próprio(s) Diogo, Joana Xavier Morada(s) Rua Dr. José Ventura, 284 4450-172 Matosinhos, Portugal E-mail arq.joanadiogo@gmail.com Nacionalidade Portuguesa

Leia mais

Programa de Promoção Turística e Cultural

Programa de Promoção Turística e Cultural Programa de Promoção Turística e Cultural Sintra encontra-se em 11º lugar no ranking dos 50 melhores lugares a visitar, nas escolhas dos leitores do jornal New York Times? Sintra é uma das 21 finalistas

Leia mais

XIV Jornadas Pedagógicas de Educação Ambiental Ambiente, Saúde e Qualidade de Vida Lisboa, 26 e 27 de Janeiro de 2007

XIV Jornadas Pedagógicas de Educação Ambiental Ambiente, Saúde e Qualidade de Vida Lisboa, 26 e 27 de Janeiro de 2007 XIV Jornadas Pedagógicas de Educação Ambiental Ambiente, Saúde e Qualidade de Vida Lisboa, 26 e 27 de Janeiro de 2007 Projecto Carta da Terra. Instrumento de Sustentabilidade. Balanço e Perspectivas Manuel

Leia mais

INSTITUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS EDUCATIVAS

INSTITUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS EDUCATIVAS INSTITUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS EDUCATIVAS RELATÓRIO ANUAL (2009/2010) Índice 1 Cumprimento do plano estratégico e do plano anual... 2 1.1. Do plano estratégico... 2 1.1.1. - Desenvolvimento e Inovação

Leia mais

1. Procedimento de Selecção de Mediadores de Conflitos para Prestar Serviço no Sistema de Mediação Laboral em Portugal Continental

1. Procedimento de Selecção de Mediadores de Conflitos para Prestar Serviço no Sistema de Mediação Laboral em Portugal Continental 1 de 8 Nº 03/2011 Março Bem-vindo à newsletter do GRAL. Caso pretenda aceder ao detalhe das notícias ou aos artigos clique sobre o título. Se desejar mais informações sobre os meios de resolução alternativa

Leia mais

PLANO DE AÇÃO 2014-2016

PLANO DE AÇÃO 2014-2016 MOBILIZAR. INTERVIR. PARTILHAR PLANO DE AÇÃO 2014-2016 Associação Portuguesa de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas Delegação Regional do Norte PLANO DE AÇÃO 2014-2016 MOBILIZAR. INTERVIR. PARTILHAR.

Leia mais