SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL SECRETARIA ESPECIAL DE GESTÃO DE PESSOAS - SEGEP

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL SECRETARIA ESPECIAL DE GESTÃO DE PESSOAS - SEGEP"

Transcrição

1 ATENÇÃO: PARA ENVIO À SEGEP, IMPRIMA APENAS O(S) FORMULÁRIO(S) DO FINAL DO ARQUIVO. REDISTRIBUIÇÃO DE SERVIDORES DE OUTRAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO PARA A UFFS 1.O que é? É o deslocmento de crgo de provimento efetivo, ocupdo ou vgo no âmbito do qudro gerl de pessol, pr outro órgão ou entidde do mesmo Poder, com prévi precição do órgão centrl do Ministério do Plnejmento Orçmento e Gestão MPGO. 2.Requisitos: 2.1. redistribuição de crgo ocupdo ou vgo somente poderá ser efetivd se houver, como contrprtid redistribuição de um crgo efetivo, ocupdo ou vgo, do mesmo nível de escolridde n hipótese d contrprtid oferecid recir em crgo vgo, este deverá ser redistribuído pr o Ministério do Plnejmento, Orçmento e Gestão - MPOG, resslvdo qundo redistribuição ocorrer exclusivmente entre s Instituições Federis de Ensino - IFE's redistribuição não pode gerr umento de remunerção do servidor, ou sej, não pode gerr umento de despes; 2.4. o crgo ser redistribuído deve ser comptível com essênci, complexidde e responsbilidde reltivs às tividdes e finliddes institucionis, e com os plnos de crgos e slários do órgão ou entidde que irá recebê-lo o crgo redistribuído não pode ser enqudrdo em outro crgo de plno de crreir pr o qul se exige concurso público específico publicção do to de redistribuição implic no utomático remnejmento do crgo efetivo e presentção do servidor no órgão ou entidde de destino, no przo mínimo de 10 (dez) dis e máximo de 30 (trint) dis, qundo o exercício se der em outro município (rt. 18 d Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990) n hipótese de o servidor encontrr-se em licenç ou fstdo leglmente, o przo que se refere este rtigo será contdo prtir do término do impedimento é fcultdo o servidor declinr dos przos estbelecidos no cput (sub-ítem 2.6). 3.Como solicitr: 3.1.Preencher: ) Formulário Requerimento de Redistribuição GP_93; b)anexo I do Formulário Requerimento de Redistribuição (obrigtório somente pr técnicos dministrtivos); c)declrção de jud de custo - Obrigtório qundo redistribuição for pedido do servidor GP_ Anexr: ) Crt de intenção; b) Currículo Lttes (obrigtório somente pr docentes); c) Ddos Funcionis (disponível em: < -> Servidor -> Cdstro -> Ddos Funcionis). 3.3.Encminhr os documentos citdos nos sub-itens 4.1 e 4.2 deste mnul pr o endereço: Universidde Federl d Fronteir Sul Secretri Especil de Gestão de Pessos SEGEP Deprtmento de Provimento, Acompnhmento e Movimentção Avenid Generl Osório, 413D - Edifício Mntelli Birro Jrdim Itáli - Chpecó - Snt Ctrin - Brsil - CEP Fundmentção legl 4.1. Artigo 37 e prágrfos d Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990, com redção dd pel Lei nº

2 9.527 de 10 de dezembro de 1997; 4.2. Portris nº 57 de 14 de bril de 2000 e nº 79 de 28 de fevereiro de 2002 do Ministério de Plnejmento, Orçmento e Gestão. 5.Fluxo: Psso Setor Procedimento 1 Interessdo Encminh o formulário GP_93, declrção GP_69 e nexos pr o endereço indicdo. 2 Serviço de expedição Abre o processo e envi à DPAM/SEGEP. 3 DPAM Fz conferênci dos documentos e encminh pr o Cmpus ou Unidde de interesse. 4 Pró-Reitor/Diretor de Cmpus ou Coordendor de Unidde Recebe o processo e encminh pr precição/nálise do Colegido/Deprtmento interessdo. 5 Deprtmento/Colegido Anlis e emite precer o Pró-Reitor/Diretor de Cmpus ou Coordendor de Unidde. 6 Pró-Reitor/Diretor de Cmpus ou Coordendor de Unidde Dá ciênci o processo e envi à DPAM/SEGEP pr emissão de precer. 7 DPAM Emite precer e envi o Gbinete do Reitor pr despcho finl. 8 Gbinete do Reitor Emite o precer finl. Se positivo, é envido o MEC pr nálise e publicção no Diário Oficil d União; se negtivo, retorn à DPAM/SEGEP pr ciênci do interessdo e rquivmento do processo. [ ] SOLICITAÇÃO [ X ] PROCESSO

3 REQUERIMENTO DE REDISTRIBUIÇÃO - DPAM/SEGEP GP_ 93 Eu, SIAPE n.º, ocupnte do crgo de, clsse, lotdo solicito redistribuição pr Universidde Federl d Fronteir Sul - UFFS, Cmpus de, conforme exposto no rt.º 37 do Regime Jurídico Único, instituído trvés d Lei nº de 11 de dezembro de DADOS COMPLEMENTARES Endereço: N.º Complemento: Birro: Cidde: CEP: Telefone: Celulr: E-mil: E-mil: DECLARAÇÃO Eu, público federl, SIAPE n., CPF n.º, declro que, servidor (cônjuge/compnheiro()), Pertence Não pertence e que o mesmo() o qudro de servidores públicos d Administrção Federl, diret, utárquic e fundcionl, tundo no órgão de UF. Possuo Não possuo, com exercício n cidde Declro, sob s pens d lei, que s informções suprcitds são verddeirs e que responderei civil, penl e dministrtivmente em cso de declrções flss., de de.

4 ESCOLARIDADE: 1º Gru. 2º Gru, curso: 3º Gru, curso: Outros: ANEXO I (GP_93) DADOS DO SERVIDOR PRINCIPAIS CURSOS, TREINAMENTOS, CAPACITAÇÕES EM QUE PARTICIPOU: EXPERIÊNCIAS PROFISSIONAIS RELEVANTES: PRINCIPAIS ATRIBUIÇÕES DESENVOLVIDAS NO ATUAL SETOR: SETORES EM QUE JÁ TRABALHOU: Motivo d Síd: Motivo d Síd: Motivo d Síd:

5 DECLARAÇÃO DE AJUDA DE CUSTO REMOÇÃO OU REDISTRIBUIÇÃO DOCENTE e TÉCNICO-ADMINISTRATIVO GP_69 Eu,, Sipe n.º, CPF n.º declro estr ciente que concessão de: I - jud de custo, pr tender às despess de vigem, mudnç e instlção; II - trnsporte, inclusive pr seus dependentes; e III - trnsporte de mobiliário e bggem, inclusive de seus dependentes, destin-se compensr s despess de instlção do servidor, que, no interesse do serviço público, pssr ter exercício em nov sede, com mudnç de domicílio em cráter permnente, veddo o duplo pgmento de indenizção, qulquer tempo, no cso de o cônjuge ou compnheiro que detenh tmbém condição de servidor, vier ter exercício n mesm sede, conforme rt. 53 d Lei nº de Declro, ind, que redistribuição/remoção or solicitd é de cráter pessol, portnto, não crcteriz situção cim referid, não fzendo jus às concessões cim elencds., de de.

GOVERNO REGIONAL SECRETARIA REGIONAL DA INCLUSÃO E ASSUNTOS SOCIAIS INSTITUTO DE EMPREGO DA MADEIRA, IP-RAM

GOVERNO REGIONAL SECRETARIA REGIONAL DA INCLUSÃO E ASSUNTOS SOCIAIS INSTITUTO DE EMPREGO DA MADEIRA, IP-RAM GOVERNO REGIONAL SECRETARIA REGIONAL DA INCLUSÃO E ASSUNTOS SOCIAIS INSTITUTO DE EMPREGO DA MADEIRA IP-RAM Proc. Nº 201 /FE/ Cndidtur o Progrm Formção Emprego (FE) (Portri 190/2014 de 6 de novembro) (O

Leia mais

Nome/Designação Social: Nº Identificação do Registo Nacional de Pessoas Colectivas: Endereço: Concelho: Actividade Principal:

Nome/Designação Social: Nº Identificação do Registo Nacional de Pessoas Colectivas: Endereço: Concelho: Actividade Principal: GOVERNO REGIONAL SECRETARIA REGIONAL DOS ASSUNTOS SOCIAIS INSTITUTO DE EMPREGO DA MADEIRA IP RAM Cndidtur Progrm Formção/Emprego (FE) (Portri nº 19/2009 de 23 de Fevereiro) A preencher pelo Instituto de

Leia mais

DECRETO Nº 27631. de 22 de abril de 2010.

DECRETO Nº 27631. de 22 de abril de 2010. DECRETO Nº 27631 de 22 de bril de 2010. Regulment Períci Médic e Ocupcionl dos servidores municipis d Prefeitur de Gurulhos. SEBASTIÃO DE ALMEIDA, PREFEITO DA CIDADE DE GUARULHOS, no uso de sus tribuições

Leia mais

TEMA CENTRAL: A interface do cuidado de enfermagem com as políticas de atenção ao idoso.

TEMA CENTRAL: A interface do cuidado de enfermagem com as políticas de atenção ao idoso. TERMO DE ADESÃO A POLITICA DE INSCRIÇÃO NOS EVENTOS DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ENFERMAGEM 9ª. JORNADA BRASILEIRA DE ENFERMAGEM GERIÁTRICA E GERONTOLÓGICA TEMA CENTRAL: A interfce do cuiddo de enfermgem

Leia mais

U04.6. Câmara Municipal da Amadora. Pág. 1 a. 00. Requerimento (Modelo 04.6/CMA/DAU/2009) 01. Documento comprovativo da legitimidade do requerente.

U04.6. Câmara Municipal da Amadora. Pág. 1 a. 00. Requerimento (Modelo 04.6/CMA/DAU/2009) 01. Documento comprovativo da legitimidade do requerente. Câmr Municipl d Amdor Deprtmento de Administrção U04.6 Urbnísitic EMISSÃO DE LICENÇA ESPECIAL OU COMUNICAÇÃO PRÉVIA PARA OBRAS INACABADAS LISTA DE DOCUMENTOS 00. Requerimento (Modelo 04.6/CMA/DAU/2009)

Leia mais

INSS 2014 Regime Jurídico único e Ética no Serviço Público João Paulo

INSS 2014 Regime Jurídico único e Ética no Serviço Público João Paulo De vlidde de concurso público Pr o nomedo tomr posse Pr o servidor entrr em exercício De estágio probtório Pr dquirir estbilidde Pr o servidor em débito com o erário, que for demitido, exonerdo ou que

Leia mais

PROGRAMA SENAC DE GRATUIDADE - PSG EDITAL DE SELEÇÃO PARA INGRESSO DE ALUNOS EM CURSOS OFERTADOS PELO SENAC

PROGRAMA SENAC DE GRATUIDADE - PSG EDITAL DE SELEÇÃO PARA INGRESSO DE ALUNOS EM CURSOS OFERTADOS PELO SENAC PROGRAMA SENAC DE GRATUIDADE - PSG EDITAL DE SELEÇÃO PARA INGRESSO DE ALUNOS EM S OFERTADOS PELO SENAC O SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DO PARÁ, SENAC/PA, no uso de sus

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA, faço saber que a Assembléia Legislativa decreta e eu sanciono a seguinte Lei Complementar:

O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA, faço saber que a Assembléia Legislativa decreta e eu sanciono a seguinte Lei Complementar: LEI COMPLEMENTAR Nº 67, DE 09 DE DEZEMBRO DE 1992. Institui o Plno de Crreir, Crgos e Slários do Pessol Civil d Administrção Diret do Poder Executivo, Autrquis e Fundções instituíds ou mntids pelo Poder

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE TECNOLOGIA - COPPE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA ELÉTRICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE TECNOLOGIA - COPPE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA ELÉTRICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE TECNOLOGIA - COPPE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA ELÉTRICA EDITAL COPPE-PEE/PÓS nº 01/2009 - PROCESSO SELETIVO DE INGRESSO NO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO

Leia mais

U04.1. Câmara Municipal da Amadora. 00. Requerimento (Modelo 04.1/CMA/DAU/2009) Acompanhado de declaração de compromisso para a afixação do aviso.

U04.1. Câmara Municipal da Amadora. 00. Requerimento (Modelo 04.1/CMA/DAU/2009) Acompanhado de declaração de compromisso para a afixação do aviso. Câmr Municipl d Amdor Deprtmento de Administrção U04.1 Urbnísitic EMISSÃO DE ALVARÁ DE LICENCIAMENTO DE OBRAS DE EDIFICAÇÃO CONSTRUÇÃO/RECONSTRUÇÃO/AMPLIAÇÃO/ALTERAÇÃO LISTA DE DOCUMENTOS 00. Requerimento

Leia mais

METODOLOGIA PARA ELABORAÇÃO DO PLANEJAMENTO PARTICIPATIVO DO IFMG CAMPUS OURO PRETO

METODOLOGIA PARA ELABORAÇÃO DO PLANEJAMENTO PARTICIPATIVO DO IFMG CAMPUS OURO PRETO METODOLOGIA PARA ELABORAÇÃO DO PLANEJAMENTO PARTICIPATIVO DO IFMG CAMPUS OURO PRETO Objetivo gerl Dr continuidde o processo de plnejmento do IFMG Cmpus Ouro Preto. Objetivos específicos Apresentr o processo

Leia mais

AVISO DE VENDA Nº 2372

AVISO DE VENDA Nº 2372 MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SECRETARIA DE PRODUÇÃO E AGROENERGIA AVISO DE VENDA Nº 2372 A União Federl, por intermédio do Ministério d Agricultur, Pecuári e Abstecimento, trvés

Leia mais

II NÚMERO DE VAGAS: As vagas serão oferecidas em cada disciplina optativa de acordo com a disponibilidade institucional do Programa.

II NÚMERO DE VAGAS: As vagas serão oferecidas em cada disciplina optativa de acordo com a disponibilidade institucional do Programa. Av. Fernndo Ferrri, 514 Vitóri ES CEP: 29.075-910 Cmpus de Goibeirs Tel/Fx: +55 (27) 4009-7657 E-mil: ppghis.ufes@hotmil.com http://www.histori.ufes.br/ppghis EDITAL DE SELEÇÃO DE CANDIDATOS A ALUNO ESPECIAL

Leia mais

1.8 Não será permitida a inscrição simultânea em mais de 2 (dois) componentes curriculares a serem lecionados no mesmo período.

1.8 Não será permitida a inscrição simultânea em mais de 2 (dois) componentes curriculares a serem lecionados no mesmo período. VISO PÚBLICO Nº 04/UNOESC-R/2015 O Reitor d Universidde do Oeste de Snt Ctrin Unoesc, Unoesc Virtul, entidde educcionl, crid pel Lei Municipl nº 545/68 e estruturd de direito privdo, sem fins lucrtivos,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 3.768, DE 25 DE OUTUBRO DE 2005

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 3.768, DE 25 DE OUTUBRO DE 2005 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº.768, DE 5 DE OUTUBRO DE 005 O MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso de sus tribuições legis, e considerndo o disposto n Portri MP no 08, de de julho

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES CONFIDENCIAIS

FICHA DE INFORMAÇÕES CONFIDENCIAIS SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA E DEFESA SOCIAL DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DO PLANEJAMENTO E GESTÃO DO ESTADO DO CEARÁ POLÍCIA MILITAR DO CEARÁ CONCURSO PÚBLICO PARA INGRESSO NO CARGO DE SOLDADO PM

Leia mais

ESMAFE/PR Escola da Magistratura Federal do Paraná

ESMAFE/PR Escola da Magistratura Federal do Paraná ESMAFE/PR Escol d Mgistrtur Federl do Prná Curso Regulr Preprtório pr Crreir d Mgistrtur Federl com opção de Pós-Grdução ltu sensu em Direito Público em prceri com UniBrsil - Fculddes Integrds do Brsil

Leia mais

RETIFICAÇÃO - EDITAL Nº 02 de janeiro de 2017

RETIFICAÇÃO - EDITAL Nº 02 de janeiro de 2017 RETIFICAÇÃO - EDITAL Nº de jneiro de 2017 Processo seletivo Simplificdo pr PROFESSOR pr tender o Progrm Ncionl de Acesso o Ensino Técnico e Emprego Rede e-tec Brsil O DIRETOR GERAL DO CAMPUS MUZAMBINHO

Leia mais

EXEMPLAR DE ASSINANTE DA IMPRENSA NACIONAL

EXEMPLAR DE ASSINANTE DA IMPRENSA NACIONAL ISSN 1677-7042 Ano CXLV 243 Brsíli - DF, segund-feir, 15 de dezembro de 2008. Sumário PÁGINA Atos do Poder Judiciário... 1 Atos do Poder Executivo... 1 Presidênci d Repúblic... 104 Ministério d Agricultur,

Leia mais

3. Cálculo integral em IR 3.1. Integral Indefinido 3.1.1. Definição, Propriedades e Exemplos

3. Cálculo integral em IR 3.1. Integral Indefinido 3.1.1. Definição, Propriedades e Exemplos 3. Cálculo integrl em IR 3.. Integrl Indefinido 3... Definição, Proprieddes e Exemplos A noção de integrl indefinido prece ssocid à de derivd de um função como se pode verificr prtir d su definição: Definição

Leia mais

Oferta n.º As funções serão exercidas nos Estabelecimentos de Ensino de 1º Ciclo Ensino Básico da rede pública do Concelho da Maia.

Oferta n.º As funções serão exercidas nos Estabelecimentos de Ensino de 1º Ciclo Ensino Básico da rede pública do Concelho da Maia. Procedimento de seleção pr recrutmento de Técnicos no âmbito do Progrm de Atividdes de Enriquecimento Curriculr do 1.º Ciclo de Ensino Básico Atividde Físic e Desportiv Ofert n.º 1257 A Câmr Municipl Mi

Leia mais

Edital de Processo Seletivo Nº 21/2015

Edital de Processo Seletivo Nº 21/2015 Editl de Processo Seletivo Nº 21/2015 O SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL ADMINISTRAÇÃO REGIONAL NO ESTADO DO PIAUÍ, SENAC-PI, no uso de sus tribuições regimentis, torn público que estão berts

Leia mais

Questionário. Base de Dados dos Recursos Humanos da Área Jurídica da Administração Pública da Região Administrativa Especial de Macau

Questionário. Base de Dados dos Recursos Humanos da Área Jurídica da Administração Pública da Região Administrativa Especial de Macau Registo inicil Actulizção de ddos Direcção dos Serviços d Reform Jurídic e do Direito Interncionl Questionário Bse de Ddos dos Recursos Humnos d Áre Jurídic d Administrção Públic d Região Administrtiv

Leia mais

CURSO DE LICITAÇÕES E CONTRATOS FORMAÇÃO DE PREGOEIRO

CURSO DE LICITAÇÕES E CONTRATOS FORMAÇÃO DE PREGOEIRO F c g s e d d l u Integrd s I p i t Apoio n PROMOÇÃO: 4 (qutro) inscrições pgs drá direito um 5ª (quint) GRÁTIS CURSO DE LICITAÇÕES E CONTRATOS FORMAÇÃO DE PREGOEIRO Inclui Nov Lei nº 13.019/2014 de Repsses

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE PROFESSOR DA EDUCAÇÃO SUPERIOR EDITAL N 004/2012 UNEMAT A, no uso de sus tribuições legis e em cumprimento ds norms prevists no rtigo

Leia mais

2. Prisma de base hexagonal: formado 8 faces, 2 hexágonos (bases), 6 retângulos (faces laterais).

2. Prisma de base hexagonal: formado 8 faces, 2 hexágonos (bases), 6 retângulos (faces laterais). unifmu Nome: Professor: Ricrdo Luís de Souz Curso de Design Mtemátic Aplicd Atividde Explortóri V Turm: Dt: SÓLIDOS GEOMÉTRICOS: CÁLCULO DE ÁREA SUPERFICIAL E DE VOLUME Objetivo: Conecer e nomer os principis

Leia mais

Ofertas n.º 1187; 1188; 1189; 1190 e 1191

Ofertas n.º 1187; 1188; 1189; 1190 e 1191 Procedimento de seleção pr recrutmento de Técnicos no âmbito do Progrm de Atividdes de Enriquecimento Curriculr do 1.º Ciclo de Ensino Básico Atividdes Lúdico Expressivs Ligção d Escol o Meio Oferts n.º

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 128, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2008

LEI COMPLEMENTAR Nº 128, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2008 LEI COMPLEMENTAR Nº 128, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2008 DOU 22.12.2008 Alter Lei Complementr nº 123, de 14 de dezembro de 2006, lter s Leis nºs 8.212, de 24 de julho de 1991, 8.213, de 24 de julho de 1991,

Leia mais

Aula 10 Estabilidade

Aula 10 Estabilidade Aul 0 Estbilidde input S output O sistem é estável se respost à entrd impulso 0 qundo t Ou sej, se síd do sistem stisfz lim y(t) t = 0 qundo entrd r(t) = impulso input S output Equivlentemente, pode ser

Leia mais

PROGRAMA BOLSA DE ESTUDOS 2016

PROGRAMA BOLSA DE ESTUDOS 2016 PROGRAMA BOLSA DE ESTUDOS 2016 DAS INFORMAÇÕES GERAIS O presente editl destin-se regulr renovção de Bolss de Estudos Assistenciis, pelo Liceu Slesino Noss Senhor Auxilidor, pr uso do beneficio no no letivo

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL. Plano de Trabalho Docente Etec Profª Ermelinda Giannini Teixeira

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL. Plano de Trabalho Docente Etec Profª Ermelinda Giannini Teixeira Coorden http://www.etecermelind.com.br/etec/sis/ptd_tec_6.php 1 de 5 18/09/2015 13:29 Unidde de Ensino Médio e Técnico Cetec Ensino Técnico Integrdo o Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL Plno de Trblho Docente

Leia mais

6.1 Recursos de Curto Prazo ADMINISTRAÇÃO DO CAPITAL DE GIRO. Capital de giro. Capital circulante. Recursos aplicados em ativos circulantes (ativos

6.1 Recursos de Curto Prazo ADMINISTRAÇÃO DO CAPITAL DE GIRO. Capital de giro. Capital circulante. Recursos aplicados em ativos circulantes (ativos ADMINISTRAÇÃO DO CAPITAL DE GIRO 6.1 Recursos de curto przo 6.2 Administrção de disponibiliddes 6.3 Administrção de estoques 6.4 Administrção de conts 6.1 Recursos de Curto Przo Administrção Finnceir e

Leia mais

Diário Oficial. Estado de Mato Grosso do Sul. Secretário de Estado de Administração e Desburocratização CARLOS ALBERTO DE ASSIS

Diário Oficial. Estado de Mato Grosso do Sul. Secretário de Estado de Administração e Desburocratização CARLOS ALBERTO DE ASSIS 11-1 0-1977 Diário Oficil Estdo de Mto Grosso do Sul ANO XXXVII n. 9.071 CAMPO GRANDE-MS, TERÇA-FEIRA, 65 PÁGINAS GOVERNADOR Vice-Governdor ROSIANE MODESTO DE OLIVEIRA Secretário de Estdo de Governo e

Leia mais

PREÇÁRIO Informação de Produtos e Serviços Aviso nº 1/95 do Banco de Portugal

PREÇÁRIO Informação de Produtos e Serviços Aviso nº 1/95 do Banco de Portugal 01-08-09 / Pág. 1/12 CRÉDITO PESSOAL CRÉDITO NO PONTO DE VENDA - PARTICULARES Crédito Lr Txs Representtivs Tx Preferencil Tx Nominl Nominl 7,500% 29,500% 18,3% CRÉDITO NO PONTO DE VENDA - EMPRESAS Crédito

Leia mais

ANEXO B REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

ANEXO B REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO ANEXO B REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO I. INTRODUÇÃO O Trblho de Conclusão do Curso de Grdução em Direito constitui se n elborção de um trblho que contemple um tem relciondo à áre de formção

Leia mais

CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DISTRITO FEDERAL DIRETORIA DE PESSOAL

CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DISTRITO FEDERAL DIRETORIA DE PESSOAL CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DISTRITO FEDERAL DIRETORIA DE PESSOAL CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS DE CANDIDATOS VOLUNTÁRIOS PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DOS QUADROS DE OFICIAIS BOMBEIROS MILITARES

Leia mais

L E I Nº 6.969, DE 9 DE MAIO DE 2007

L E I Nº 6.969, DE 9 DE MAIO DE 2007 L E I Nº 6.969, DE 9 DE MIO DE 2007 Institui o Plno de rreirs, rgos e Remunerção dos Servidores do Poder Judiciário do Estdo do Prá e dá outrs providêncis. seguinte Lei: SSEMLÉI LEGISLTIV DO ESTDO DO PRÁ

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO - UFRJ INSTITUTO ALBERTO LUIZ COIMBRA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA DE ENGENHARIA - COPPE

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO - UFRJ INSTITUTO ALBERTO LUIZ COIMBRA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA DE ENGENHARIA - COPPE UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO - UFRJ INSTITUTO ALBERTO LUIZ COIMBRA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA DE ENGENHARIA - COPPE EDITAL COPPE/PENO/PÓS nº 305/2016: PROCESSO SELETIVO DE CANDIDATOS PARA INSCRIÇÃO

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE DESENVOLVIMENTO E GESTÃO DE PESSOAL

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE DESENVOLVIMENTO E GESTÃO DE PESSOAL PUBLICADO NO D.O.U. De /08/205. Seção 3, Págins 47 e 48. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE DESENVOLVIMENTO E GESTÃO DE PESSOAL EDITAL Nº 43, DE DE AGOSTO DE 205. PROCESSO

Leia mais

I AÇÕES DE AUDITORIA INTERNA PREVISTAS:

I AÇÕES DE AUDITORIA INTERNA PREVISTAS: PAINT 24 - I AÇÕES DE AUDITORIA INTERNA PREVISTAS: 1.1 - Auditoris de Conformidde Uniddes Orig d dnd: Intern com bse nos resultdos d Mtriz de Risco elbord pel Auditori Intern Nº UNIDADE OBJETIVOS ESCOPO

Leia mais

Oferta n.º 1260. Praça do Doutor José Vieira de Carvalho 4474-006 Maia Tel. 229 408 600 Fax 229 412 047 educacao@cm-maia.pt www.cm-maia.

Oferta n.º 1260. Praça do Doutor José Vieira de Carvalho 4474-006 Maia Tel. 229 408 600 Fax 229 412 047 educacao@cm-maia.pt www.cm-maia. Procedimento de seleção pr recrutmento de Técnicos no âmbito do Progrm de Atividdes de Enriquecimento Curriculr do 1.º Ciclo de Ensino Básico Inglês Ofert n.º 1260 A Câmr Municipl Mi procede à bertur do

Leia mais

SEGUE O FLUXO DO PROCESSO

SEGUE O FLUXO DO PROCESSO Profissional DISPONIBILIZAMOS AO SERVIDOR DA CATEGORIA FUNCIONAL TÉCNICO ADMINISTRATIVO O FLUXO DO PROCESSO DE PROGRESSÃO FUNCIONAL POR CAPACITAÇÃO INSTITUÍDO PELA LEI 11.091/05 ATIVIDADE (entrada com

Leia mais

SATAPOCAL - FICHA DE APOIO TÉCNICO Nº 1/2008/RC

SATAPOCAL - FICHA DE APOIO TÉCNICO Nº 1/2008/RC 1. QUESTÃO E SUA RESOLUÇÃO 1.1. QUESTÃO COLOCADA Quis os registos contbilísticos relizr pel Associção de Municípios que resultm d cobrnç d tx de gestão de resíduos e consequente entreg junto d Autoridde

Leia mais

Oferta n.º 1274; 1275 e 1276

Oferta n.º 1274; 1275 e 1276 Procedimento de seleção pr recrutmento de Técnicos no âmbito do Progrm de Atividdes de Enriquecimento Curriculr do 1.º Ciclo de Ensino Básico Inglês Ofert n.º 1274; 1275 e 1276 A Câmr Municipl Mi procede

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 083/2003, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2003.

LEI COMPLEMENTAR Nº 083/2003, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2003. LEI COMPLEMENTAR Nº 083/2003, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2003. INSTITUI A TAXA DE SERVIÇO DE LIMPEZA URBANA, COLETA E DESTINAÇÃO FINAL DOS RESÍDUOS SÓLIDOS DO MUNICÍPIO DE TANGARÁ DA SERRA-MT E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE FERREIRA DO ZÊZERE

CÂMARA MUNICIPAL DE FERREIRA DO ZÊZERE CAPITULO I VENDA DE LOTES DE TERRENO PARA FINS INDUSTRIAIS ARTIGO l. A lienção, trvés de vend, reliz-se por negocição direct com os concorrentes sendo o preço d vend fixo, por metro qudrdo, pr um ou mis

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL Universidade Federal da Fronteira Sul Secretaria Especial de Gestão de Pessoas -SEGEP

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL Universidade Federal da Fronteira Sul Secretaria Especial de Gestão de Pessoas -SEGEP ATENÇÃO: PARA ENVIO À SEGEP, IMPRIMA APENAS O(S) FORMULÁRIO(S) DO FINAL DO ARQUIVO. RESSARCIMENTO À SAÚDE SUPLEMENTAR 1.O que é? É o auxílio de caráter indenizatório, prestado ao servidor na forma de ressarcimento

Leia mais

Oportunidade de Negócio: OFICINA DE CONVERSÃO - GNV

Oportunidade de Negócio: OFICINA DE CONVERSÃO - GNV Oportunidde de Negócio: OFICINA DE CONVERSÃO - GNV Mio/2007 1 OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO FICHA BÁSICA SEGMENTO: Prestção de Serviço Conversão de motores utomotivos (GNV) DESCRIÇÃO: Oficin pr montgem de Kit

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plno de Trblho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC PROF. MASSUYUKI KAWANO Código: 136 Município: TUPÃ Eixo Tecnológico: GESTÃO E NEGÓCIOS Hbilitção Profissionl:Técnic de Nível Médio de TÉCNICO EM CONTABILIDADE

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL. Plano de Trabalho Docente Etec Profª Ermelinda Giannini Teixeira

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL. Plano de Trabalho Docente Etec Profª Ermelinda Giannini Teixeira 04/09/2015 Coorden Unidde de Ensino Médio e Técnico Cetec Ensino Técnico Integrdo o Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL Plno de Trblho Docente 2015 Etec Profª Ermelind Ginnini Teixeir Código: 187 Município: Sntn

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DA TRANSPARÊNCIA MUNICIPAL

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DA TRANSPARÊNCIA MUNICIPAL F g s e d d u l Integrd s I p i t c n FACIIP CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DA TRANSPARÊNCIA MUNICIPAL COMO ATENDER AS DETERMINAÇÕES DO MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL E EVITAR O BLOQUEIO DE REPASSES FINANCEIROS DA

Leia mais

PROPOSTA DE INCLUSÃO/ALTERAÇÃO/EXCLUSÃO Movimentação Cadastral

PROPOSTA DE INCLUSÃO/ALTERAÇÃO/EXCLUSÃO Movimentação Cadastral Inclusão PROPOSTA DE INCLUSÃO/ALTERAÇÃO/EXCLUSÃO Movimentção Cdstrl Migrção de Operdor Alterção de Plno Produtos ( Cmpos com preenchimento obrigtório) Exclusão Sem coprticipção - Ambultoril / Hospitlr

Leia mais

ESTÁGIO PARA ESTUDANTE DA UFU

ESTÁGIO PARA ESTUDANTE DA UFU 1 ESTÁGIO PARA ESTUDANTE DA UFU EDITAL UFU/PREFE/044/2010 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO(A) A Pró-reitori de Grdução d Universidde Federl de Uberlândi, mprd no rtigo 248 ds Norms de Grdução

Leia mais

AGENTE ADMINISTRATIVO DO MP/RS DIREITO ADMINISTRATIVO DELEGAÇÃO DE SERVIÇOS NOTARIAIS E REGISTRAIS DO RS

AGENTE ADMINISTRATIVO DO MP/RS DIREITO ADMINISTRATIVO DELEGAÇÃO DE SERVIÇOS NOTARIAIS E REGISTRAIS DO RS 1 SUMÁRIO I. Administrção Públic... II. Atos Administrtivos... III. Poder de Políci... IV. Serviço Público... V. Responsbilidde Civil do Estdo... VI. Controle d Administrção Públic... 02 09 21 23 25 27

Leia mais

2.1. Este processo seletivo de concessão de vagas do Programa SENAC de Gratuidade PSG 2014 é regido por este edital.

2.1. Este processo seletivo de concessão de vagas do Programa SENAC de Gratuidade PSG 2014 é regido por este edital. EDITAL Nº 02/2014 SENAC ACRE TRATA DAS NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA RECRUTAMENTO, INSCRIÇÃO, SELEÇÃO E MATRÍCULA NO PROGRAMA SENAC DE GRATUIDADE - PSG, NO MUNICÍPIO DE RIO CRUZEIRO DO SUL/ACRE REFERENTE

Leia mais

EDITAL 004/2016 PROGRAMA MOBILIDADE ACADÊMICA ABRUEM 2016/2

EDITAL 004/2016 PROGRAMA MOBILIDADE ACADÊMICA ABRUEM 2016/2 EDITAL 004/2016 PROGRAMA MOBILIDADE ACADÊMICA ABRUEM 2016/2 A UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO, no uso de sus tribuições legis e em cumprimento ds norms prevists no rtigo 37, inciso IX, d Constituição

Leia mais

PROGRAMA SENAC DE GRATUIDADE - PSG 1º EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SENAC/AL

PROGRAMA SENAC DE GRATUIDADE - PSG 1º EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SENAC/AL PROGRAMA SENAC DE GRATUIDADE - PSG 1º EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SENAC/AL 1. DO PROGRAMA 1.1. O PSG destin-se pessos de bix rend cuj rend fmilir mensl per cpit não ultrpsse 2 slários mínimos federis,

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Prof. Msc. Frncis Regis Irineu Coordenção Gerl de Estágio Prof. Izequiel Sntos de Arújo Coordendor de Estágio Cmpins, 2015 SUMÁRIO 1. Introdução...

Leia mais

ESTADO DE GOIÁS SECRETARIA DE ESTADO DE ADMINISTRAÇÃO PENITENCIÁRIA E JUSTIÇA COMISSÃO ESPECIAL DE LICITAÇÃO

ESTADO DE GOIÁS SECRETARIA DE ESTADO DE ADMINISTRAÇÃO PENITENCIÁRIA E JUSTIÇA COMISSÃO ESPECIAL DE LICITAÇÃO Página1 NEXO VII MODELOS DE CRTS E DECLRÇÕES Página2 1- CRT DE PRESENTÇÃO HBILITÇÃO [PPEL TIMBRDO DO LICITNTE] CRT DE PRESENTÇÃO HBILITÇÃO À SECRETRI DE ESTDO D DMINISTRÇÃO PENITENCIÁRI E JUSTIÇ [LICITNTE],

Leia mais

Carta Convite para Seleção de Preceptores. Desenvolvimento de Competência Pedagógica para a prática da Preceptoria na Residência Médica

Carta Convite para Seleção de Preceptores. Desenvolvimento de Competência Pedagógica para a prática da Preceptoria na Residência Médica ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO MÉDICA (ABEM) Av. Brsil, 4036 sls 1006/1008 21040-361 Rio de Jneiro-RJ Tel.: (21) 2260.6161 ou 2573.0431 Fx: (21) 2260.6662 e-mil: rozne@bem-educmed.org.br Home-pge: www.bem-educmed.org.br

Leia mais

SIMPLES NACIONAL 2010 Relação dos Anexos com as Atividades Exercidas pela Pessoa Jurídica.

SIMPLES NACIONAL 2010 Relação dos Anexos com as Atividades Exercidas pela Pessoa Jurídica. SIMPLES NACIONAL 2010 Relção dos Anexos com s Atividdes Exercids pel Pesso Jurídic. Mtéri foi elbord como bse n legislção vigente em: 02/06/2010. SUMÁRIO: 1 INTRODUÇÃO 2 ANEXO I 3 ANEXO II 4 ANEXO III

Leia mais

Serviços de Acção Social da Universidade de Coimbra

Serviços de Acção Social da Universidade de Coimbra Serviços de Acção Socil d Universidde de Coimbr Serviço de Pessol e Recursos Humnos O que é o bono de fmíli pr crinçs e jovens? É um poio em dinheiro, pgo menslmente, pr judr s fmílis no sustento e n educção

Leia mais

Transporte de solvente através de membranas: estado estacionário

Transporte de solvente através de membranas: estado estacionário Trnsporte de solvente trvés de membrns: estdo estcionário Estudos experimentis mostrm que o fluxo de solvente (águ) em respost pressão hidráulic, em um meio homogêneo e poroso, é nálogo o fluxo difusivo

Leia mais

Área de Conhecimento ARTES. Período de Execução. Matrícula. Telefone. (84) 8112-2985 / ramal: 6210

Área de Conhecimento ARTES. Período de Execução. Matrícula. Telefone. (84) 8112-2985 / ramal: 6210 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROGRAMA DE APOIO INSTITUCIONAL À EXTENSÃO PROJETOS DE EXTENSÃO EDITAL 01/014-PROEX/IFRN Os cmpos sombredos

Leia mais

Universidade Federal do Rio Grande FURG. Instituto de Matemática, Estatística e Física IMEF Edital 15 CAPES. FUNÇÕES Parte B

Universidade Federal do Rio Grande FURG. Instituto de Matemática, Estatística e Física IMEF Edital 15 CAPES. FUNÇÕES Parte B Universidde Federl do Rio Grnde FURG Instituto de Mtemátic, Esttístic e Físic IMEF Editl 5 CPES FUNÇÕES Prte B Prof. ntônio Murício Medeiros lves Profª Denise Mri Vrell Mrtinez UNIDDE FUNÇÕES PRTE B. FUNÇÂO

Leia mais

EDITAL/SEE Nº 002/2014

EDITAL/SEE Nº 002/2014 EDITAL/SEE Nº 002/2014 PROCESSO DE SELEÇÃO SIMPLIFICADA PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE MONITOR/A PROFESSOR/A INDÍGENA DO ENSINO FUNDAMENTAL E ENSINO MÉDIO PARA AS ESCOLAS INDÍGENAS DA REDE ESTADUAL DE

Leia mais

E D I T A L N º 0 3 / 2 0 1 5

E D I T A L N º 0 3 / 2 0 1 5 E D I T A L N º 0 3 / 2 0 1 5 A FACULDADE DE TECNOLOGIA MACHADO DE ASSIS FAMA, trvés d Comissão do Processo Seletivo COPS, comunic os interessdos bertur ds inscrições o PROCESSO SELETIVO pr ingresso nos

Leia mais

CONSULTE A LISTA DE CONVÊNIOS PARTICIPANTES DA PROMOÇÃO

CONSULTE A LISTA DE CONVÊNIOS PARTICIPANTES DA PROMOÇÃO CONSULTE A LISTA DE CONVÊNIOS PARTICIPANTES DA PROMOÇÃO Fundção d UFPR (Desenvolvimento d Ciênci, tecnologi e d cultur) - FUNPAR Fundo Previdenciário do Município de Pulist Governo do Estdo d Príb Governo

Leia mais

EDITAL DE INGRESSO N 09/DEING/2015/1

EDITAL DE INGRESSO N 09/DEING/2015/1 EDITAL DE INGRESSO N 09/DEING/2015/1 Retificdo em 10/10/2014, item 1.5.4 A Reitor do Instituto Federl de Snt Ctrin torn públic bertur de inscrições, no período de 13 de outubro 03 de novembro de 2014,

Leia mais

Diário Oficial. Estado de Mato Grosso do Sul

Diário Oficial. Estado de Mato Grosso do Sul 11-1 0-1977 Diário Oficil Estdo de Mto Grosso do Sul ANO XXXIII 7.974 CAMPO GRANDE-MS, TERÇA-FEIRA, 87 PÁGINAS GOVERNADOR Vice-Governdor SIMONE TEBET Secretário de Estdo de Governo OSMAR DOMINGUES JERONYMO

Leia mais

Ano CXLIV N o - 135 Brasília - DF, segunda-feira, 16 de julho de 2007

Ano CXLIV N o - 135 Brasília - DF, segunda-feira, 16 de julho de 2007 ISSN 1677-7042 Ano CXLIV N o - 135 Brsíli - DF, segund-feir, 16 de julho de 2007 Sumário. PÁGINA Presidênci d Repúblic... 1 Ministério d Agricultur, Pecuári e Abstecimento... 4 Ministério

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2015-2 MANUAL DO CANDIDATO. Edital de Vagas Remanescentes PROCESSO SELETIVO POR MEIO DE SORTEIO. Organização:

PROCESSO SELETIVO 2015-2 MANUAL DO CANDIDATO. Edital de Vagas Remanescentes PROCESSO SELETIVO POR MEIO DE SORTEIO. Organização: PROCESSO SELETIVO 2015-2 MANUAL DO CANDIDATO Editl de Vgs Remnescentes PROCESSO SELETIVO POR MEIO DE SORTEIO Orgnizção: EDITAL COMPLEMENTAR PARA PREENCHIMENTO DAS VAGAS REMANESCENTES DOS EDITAIS DO PROCESSO

Leia mais

Cartilha Explicativa. Segurança para quem você ama.

Cartilha Explicativa. Segurança para quem você ama. Crtilh Explictiv Segurnç pr quem você m. Bem-vindo, novo prticipnte! É com stisfção que recebemos su desão o Fmíli Previdênci, plno desenhdo pr oferecer um complementção de posentdori num modelo moderno

Leia mais

01. Documento comprovativo da legitimidade do requerente. Pág. a. 02. Termo de responsabilidade do técnico pela ocupação da via pública. Pág.

01. Documento comprovativo da legitimidade do requerente. Pág. a. 02. Termo de responsabilidade do técnico pela ocupação da via pública. Pág. Câmr Municipl d Amdor DAU - Deprtmento de Administrção Urbnístic OCUPAÇÃO DA VIA PÚBLICA 20 Assunto: Ocupção d Vi Públic. MOD. 20/CMA/DAU/2004 FOLHA 00 List de Documentos (Consultr instruções em nexo)

Leia mais

REQUERIMENTO DE LICENÇA PARA CAPACITAÇÃO-RLC Processo nº (artigo 87 da lei 8.112/90-NS nº 570 de 22/05/2006)

REQUERIMENTO DE LICENÇA PARA CAPACITAÇÃO-RLC Processo nº (artigo 87 da lei 8.112/90-NS nº 570 de 22/05/2006) REQUERIMENTO DE LICENÇA PARA CAPACITAÇÃO-RLC Processo nº (artigo 87 da lei 8.112/90-NS nº 570 de 22/05/2006) Nome: Cargo: Lotação: Setor de Exercício: Função de confiança: ( ) CD ( ) FG Qual: Endereço:

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES DA AUDITORIA INTERNA

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES DA AUDITORIA INTERNA RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES DA AUDITORIA INTERNA RAINT - 2015 Auditori Intern Sumário 1. Introdução... 3 2. A Telebrs... 3 2.1. Histórico... 3 2.2. Novs Atribuições... 3 2.3. Atribuições... 4 2.4. Competênci

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO - UFRJ INSTITUTO ALBERTO LUIZ COIMBRA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA DE ENGENHARIA - COPPE

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO - UFRJ INSTITUTO ALBERTO LUIZ COIMBRA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA DE ENGENHARIA - COPPE UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO - UFRJ INSTITUTO ALBERTO LUIZ COIMBRA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA DE ENGENHARIA - COPPE EDITAL COPPE/PEC/PÓS Nº 202/2013: PROCESSO SELETIVO DE CANDIDATOS PARA INSCRIÇÃO

Leia mais

CPV O cursinho que mais aprova na GV

CPV O cursinho que mais aprova na GV O cursinho que mis prov n GV FGV Administrção 04/junho/006 MATEMÁTICA 0. Pulo comprou um utomóvel fle que pode ser bstecido com álcool ou com gsolin. O mnul d montdor inform que o consumo médio do veículo

Leia mais

Ano CXLIII N o Brasília - DF, quarta-feira, 19 de julho de 2006

Ano CXLIII N o Brasília - DF, quarta-feira, 19 de julho de 2006 ISSN 1677-7042 Ano CXLIII 137 Brsíli - DF, qurt-feir, 19 de julho de 06. Sumário PÁGINA Atos do Congresso Ncionl... 1

Leia mais

1. AÇÕES AFIRMATIVAS 2. DO CADASTRAMENTO O cadastramento dos candidatos selecionados ocorrerá nas seguintes datas, horários e local:

1. AÇÕES AFIRMATIVAS 2. DO CADASTRAMENTO O cadastramento dos candidatos selecionados ocorrerá nas seguintes datas, horários e local: EDITAL DE CADASTRAMENTO, REMANEJAMENTO E MATRÍCULA PARA CANDIDATOS CLASSIFICADOS NO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA O CURSO SUPERIOR DE TECNÓLOGO EM GESTÃO DE COOPERATIVAS, MODALIDADE PRESENCIAL, DA

Leia mais

1.2- CNPJ 1.3- Número de Sócios 1.4- Data da Fundação. 1-10 - Nome do Presidente 1.11-C P F 1.12- RG

1.2- CNPJ 1.3- Número de Sócios 1.4- Data da Fundação. 1-10 - Nome do Presidente 1.11-C P F 1.12- RG 1 - DADOS DO PROPONENTE 1.1- Nome d Entidde 1.2- CNPJ 1.3- Número de Sócios 1.4- Dt d Fundção 1.5- Endereço 20/09/2011 1.6- Município 1.7- CEP 1.8- U F 1.9- Telefone 1-10 - Nome do Presidente 1.11-C P

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PROJETOS DE INCLUSÃO PRODUTIVA

TERMO DE REFERÊNCIA PROJETOS DE INCLUSÃO PRODUTIVA TERMO DE REFERÊNCIA PROJETOS DE INCLUSÃO PRODUTIVA 1 - Ddos do Proponente 1.1- Nome d Entidde 1.2- CNPJ 1.3- Número de Sócios 1.4- Dt d Fundção 1.5- Endereço 20/09/2011 1.6- Município 1.7- CEP 1.8- U F

Leia mais

Circular 1/2014/DGO. Assunto: Instruções relativas às previsões mensais de execução do Orçamento de Estado de I - Introdução e enquadramento

Circular 1/2014/DGO. Assunto: Instruções relativas às previsões mensais de execução do Orçamento de Estado de I - Introdução e enquadramento Circulr 1/2014/DGO Assunto: Instruções reltivs às previsões mensis de execução do Orçmento de Estdo de 2014 I - Introdução e enqudrmento 1. As presentes instruções têm como objetivo trnsmitir os principis

Leia mais

PROPOSTA DE INCLUSÃO/ALTERAÇÃO/EXCLUSÃO Movimentação Cadastral

PROPOSTA DE INCLUSÃO/ALTERAÇÃO/EXCLUSÃO Movimentação Cadastral Inclusão PROPOSTA DE INCLUSÃO/ALTERAÇÃO/EXCLUSÃO Movimentção Cdstrl Migrção de Operdor Alterção de Plno Produtos ( Cmpos com preenchimento obrigtório) Exclusão Sem coprticipção - Ambultoril / Hospitlr

Leia mais

de acordo com projecto de arquitectura n.º, aprovado por despacho datado de / /, e conforme comunicação que lhe foi notificada em / /

de acordo com projecto de arquitectura n.º, aprovado por despacho datado de / /, e conforme comunicação que lhe foi notificada em / / Câmr Municipl d Amdor Deprtmento de Administrção Urbnísitic Assunto: Projectos ds Especiliddes em Licencimento. U10 00 REGISTO DE ENTRADA Requerimento n.º Processo n.º Dt / /20 O Funcionário Ex. mo Sr.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO EDITAL Nº 001/2013- PPGGP PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NO CURSO DE MESTRADO PROFISSIONAL EM GESTÃO PÚBLICA TURMA 2013 A Coordenação do torna público que estarão abertas as inscrições ao Processo Seletivo

Leia mais

Liberdade de expressão na mídia: seus prós e contras

Liberdade de expressão na mídia: seus prós e contras Universidde Estdul de Cmpins Fernnd Resende Serrdourd RA: 093739 Disciplin: CS101- Métodos e Técnics de Pesquis Professor: Armndo Vlente Propost de Projeto de Pesquis Liberdde de expressão n mídi: seus

Leia mais

Função Modular. x, se x < 0. x, se x 0

Função Modular. x, se x < 0. x, se x 0 Módulo de um Número Rel Ddo um número rel, o módulo de é definido por:, se 0 = `, se < 0 Observção: O módulo de um número rel nunc é negtivo. Eemplo : = Eemplo : 0 = ( 0) = 0 Eemplo : 0 = 0 Geometricmente,

Leia mais

O Desembargador BERNARDINO LUZ, Corregedor-Geral da Justiça do Estado do Tocantins, no exercício de suas atribuições legais e regimentais;

O Desembargador BERNARDINO LUZ, Corregedor-Geral da Justiça do Estado do Tocantins, no exercício de suas atribuições legais e regimentais; PROVIMENTO Nº. 01/2009 - CGJUS-TO Regulment os procedimentos reltivos à quisição, repsse e uso do Selo de Fisclizção dos Serviços Extrjudiciis e disciplin o ressrcimento os registrdores civis ds pessos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO - UFRJ INSTITUTO ALBERTO LUIZ COIMBRA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA DE ENGENHARIA - COPPE

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO - UFRJ INSTITUTO ALBERTO LUIZ COIMBRA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA DE ENGENHARIA - COPPE UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO - UFRJ INSTITUTO ALBERTO LUIZ COIMBRA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA DE ENGENHARIA - COPPE EDITAL COPPE/PENO/PÓS nº 235/2014: PROCESSO SELETIVO DE CANDIDATOS PARA INSCRIÇÃO

Leia mais

1 ANALISTA DE SISTEMAS 1.1 Cidade de realização das provas: MANAUS/AM 1.1.1 Local de realização das provas:

1 ANALISTA DE SISTEMAS 1.1 Cidade de realização das provas: MANAUS/AM 1.1.1 Local de realização das provas: PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS E FORMAÇÃO DE CADASTRO DE RESERVA EM CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR EDITAL N.º 7 IPEA, DE 8 DE DEZEMBRO

Leia mais

UNITAU APOSTILA. SUCESSÃO, PA e PG PROF. CARLINHOS

UNITAU APOSTILA. SUCESSÃO, PA e PG PROF. CARLINHOS ESCOLA DE APLICAÇÃO DR. ALFREDO JOSÉ BALBI UNITAU APOSTILA SUCESSÃO, PA e PG PROF. CARLINHOS NOME DO ALUNO: Nº TURMA: blog.portlpositivo.com.br/cpitcr 1 SUCESSÃO OU SEQUENCIA NUMÉRICA Sucessão ou seqüênci

Leia mais

JOSÉ DE ANCHIETA JUNIOR

JOSÉ DE ANCHIETA JUNIOR SUMÁRIO Págin Atos do Poder Executivo...01 Governdori do Estdo...01 Secretri de Estdo d Gestão Estrtégic e Administrção...04 Secretri de Estdo d Súde...09 Secretri de Estdo de Educção, Cultur e Desportos...16

Leia mais

EDITAL Nº 006/2012 SELEÇÃO DE PESSOAL

EDITAL Nº 006/2012 SELEÇÃO DE PESSOAL EDITAL Nº 006/2012 SELEÇÃO DE PESSOAL O Serviço Socil do Comércio Administrção Regionl no Distrito Federl SESC/DF, instituição privd inscrit no CNPJ 03.288.908/0001-30, por meio d su Divisão de Administrção

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL SECRETARIA ESPECIAL DE GESTÃO DE PESSOAS - SEGEP

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL SECRETARIA ESPECIAL DE GESTÃO DE PESSOAS - SEGEP ATENÇÃO: PARA ENVIO À SEGEP, IMPRIMA APENAS O(S) FORMULÁRIO(S) DO FINAL DO ARQUIVO. RESSARCIMENTO À SAÚDE SUPLEMENTAR 1.O que é? É o auxílio de caráter indenizatório, prestado ao servidor na forma de ressarcimento

Leia mais

DIÁRIO OFICIAL. Página da Prefeitura na i nternet: www.portoalegre.rs.gov.br. Campanha estimula população a doar sangue

DIÁRIO OFICIAL. Página da Prefeitura na i nternet: www.portoalegre.rs.gov.br. Campanha estimula população a doar sangue DIÁRIO OFICIAL PORTO ALEGRE Órgão de divulgção do Município Ano IX Edição 2.301 Segund-feir, 14 de junho de 2004 Págin d Prefeitur n i nternet: www.portolegre.rs.gov.br SOLIDARIEDADE Cmpnh estimul populção

Leia mais

República Federativa do Brasil - Estado do Pará

República Federativa do Brasil - Estado do Pará SEXTA-FEIRA, 23 DE NOVEMBRO DE 202 CADERNO DIÁRIO OFICIAL Belém, sext-feir 23 de novembro de 202 ANO CXXII DA IOE 23º DA REPÚBLICA Nº 32.285 Repúblic Federtiv do Brsil - Estdo do Prá 08 Cdernos 64 Págins

Leia mais

Logaritmo. 1. (Espcex (Aman) 2014) Na figura abaixo, está representado o gráfico da função y = Iog x.

Logaritmo. 1. (Espcex (Aman) 2014) Na figura abaixo, está representado o gráfico da função y = Iog x. Logritmo 1. (Espce (Amn) 014) N figur io, está representdo o gráfico d função y = Iog. Nest representção, estão destcdos três retângulos cuj som ds áres é igul : ) Iog + Iog3 + Iog5 ) log30 c) 1+ Iog30

Leia mais

Regime Tributário do Simples nos Serviços Advocatícios Aspectos Relevantes Comissão de Direito Tributário da OAB/PR

Regime Tributário do Simples nos Serviços Advocatícios Aspectos Relevantes Comissão de Direito Tributário da OAB/PR Regime Tributário do Simples nos Serviços Advoctícios Aspectos Relevntes Comissão de Direito Tributário d OAB/PR 1. Introdução: cordo com o rtigo 146, III, d, d Constituição Federl, cbe à lei complementr

Leia mais

Universidade Federal de Viçosa Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Departamento de Matemática + = B =.. matrizes de M )

Universidade Federal de Viçosa Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Departamento de Matemática + = B =.. matrizes de M ) Se ( ij ) é um mtri, definid pel lei Universidde Federl de Viços Centro de Ciêncis Ets e ecnológics Deprtmento de Mtemátic LIS DE EXERCÍCIOS M 7 Prof Gem/ Prof Hugo/ Prof Mrgreth i j, se i j ij, clcule

Leia mais