GUIA DO EVENTO COOPERAÇÃO: O CAMINHO PARA O ACESSO UNIVERSAL AO SANEAMENTO. 13 a 15 de agosto º ENCONTRO NACIONAL DAS ÁGUAS 1

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "GUIA DO EVENTO COOPERAÇÃO: O CAMINHO PARA O ACESSO UNIVERSAL AO SANEAMENTO. 13 a 15 de agosto 2014 5º ENCONTRO NACIONAL DAS ÁGUAS 1"

Transcrição

1 GUIA DO EVENTO COOPERAÇÃO: O CAMINHO PARA O ACESSO UNIVERSAL AO SANEAMENTO. 13 a 15 de agosto º ENCONTRO NACIONAL DAS ÁGUAS 1

2 EDITORIAL Coube a mim, com muita honra, mais uma vez presidir o Encontro Nacional das Águas, na qualidade de diretor presidente do Sindcon. Nossa entidade reúne em seu quadro de associados quase 100% das operações privadas de serviços de água e esgoto no Brasil, e tem como missão congregar empresas e pessoas em torno dos temas mais relevantes que afetam e orientam nossa atividade. Todo o empenho do Sindcon é voltado para integrar os associados na discussão e aprofundamento de temas comuns e essenciais, desde questões puramente técnicas e científicas até questões jurídicas, de gerenciamento, de ações comunitárias e de procura da satisfação dos anseios de nossos clientes. Compartilhamos ideias, ações, projetos, programas e porque não dizer sonhos, abrindo o diálogo e sensibilizando a todos a respeito do tema água e saneamento, reforçando nosso compromisso empresarial de melhorar as condições dos locais onde atuamos, conscientes de que a tecnologia, a inovação e a gestão eficiente podem trazer benefícios extraordinários. Fazemos isso por nós mesmos e pelo fortalecimento do setor. Dessa forma a necessidade imperiosa de ampliar o alcance e fortalecer nossas entidades Sindcon e Abcon, compartilhando nossos sucessos e nossas dificuldades, vencendo desafios e reiterando nosso compromisso com a saúde pública e com o meio ambiente. A sociedade tem exigido respostas que deverão resultar em políticas e práticas de gestão sustentáveis, de cooperação entre todos os atores do saneamento, e a parceria entre o público e o privado, aliás, a bandeira que norteia a existência de nossas entidades Abcon e Sindcon. Nesta 5ª edição do ENA contamos mais uma vez com o apoio institucional da Abcon e de seus associados, todos demonstrando grande entusiasmo com este projeto do Sindcon. Contamos também com a parceria das entidades que congregam as empresas públicas estaduais e municipais, que somam para o sucesso desta iniciativa com a participação dos profissionais de suas associadas, o que certamente enriquecerá o debate em torno dos temas que serão discutidos. Lançaremos neste ano o primeiro Prêmio Sustentabilidade para as empresas privadas do setor de saneamento, como forma de reconhecer as boas práticas que perpassam todas as áreas envolvidas na gestão das nossas empresas. Agradecemos e parabenizamos a equipe de organização pelo profissionalismo, carinho e atenção dedicados durante os últimos meses, para que pudéssemos usufruir desses bons momentos de confraternização. Um excelente evento a todos. Giuliano Vito Dragone Diretor Presidente do Sindcon 2 5º ENCONTRO NACIONAL DAS ÁGUAS

3 Após quatro edições bem sucedidas, desde Campo Grande, passando pelo Rio de Janeiro, e finalmente estabelecidos em São Paulo, nos encontramos novamente reunidos em torno do mais importante evento promovido pelo SINDCON. A apresentação de experiências exitosas é o ponto forte de nosso evento, trazidas pelos profissionais de nossas associadas, engenheiros, sanitaristas, sociólogos, psicólogos, economistas, comunicadores e advogados, entre outros especialistas. Temos um excelente corpo técnico nas operações privadas. A temática de nossos Encontros tem variado em função da relevância dos desafios tecnológicos e institucionais do momento. No 1º ENA o foco foi a eficiência da gestão, o 2º foi o desafio do desenvolvimento sustentável, além disso o 3º ENA, abordou a inovação corporativa e a sustentabilidade dos serviços e o 4º ENA reforçou os conceitos e as práticas de planejamento e regulação dos serviços. Nesta 5º edição, em consonância com os conceitos difundidos pela ONU, no Ano Internacional de Cooperação pela Água (2013), cujo tema foi Cooperação pela Água - Construindo Parcerias, entendemos que o conceito da COOPERAÇÃO representa a diretriz mundial para a garantia do acesso seguro à água e ao saneamento. Dessa forma, escolhemos como tema desse ano COOPERAÇÃO: O CAMINHO PARA O ACESSO UNIVERSAL AO SANEAMENTO. E para ampliar este debate, incorporamos nesta edição palestras de autoridades, professores, personalidades e especialistas nas diversas áreas do conhecimento técnico, humano, empresarial e motivacional. Inspirados no tema central COOPERAÇÃO, vamos nos aprofundar nas questões da sustentabilidade dos recursos hídricos, na inovação tecnológica, na melhoria da gestão das empresas, no desenvolvimento das pessoas, na comunicação com os clientes e com o mercado, e nas práticas de sustentabilidade e governança corporativa. Esperamos que esta 5ª edição do ENA cumpra o objetivo de colaborar para que nossos profissionais continuem exercendo sua missão com diferencial, que se motivem a estudar permanentemente na busca de ampliar o conhecimento para o desenvolvimento de ações inovadoras, economicamente sustentáveis e socialmente inclusivas. E que tenham uma visão macro de sua atuação, que compreendam a importância de estarem prestando um serviço público essencial à vida e ao meio ambiente. Sejam bem-vindos. Ana Lia de Castro Diretora Executiva da Abcon e Sindcon 5º ENCONTRO NACIONAL DAS ÁGUAS 3

4 PROGRAMAÇÃO 1º DIA - 13/08/ QUARTA-FEIRA Hotel Gran Mercure Cerimônia de Abertura 19h00 Palestra: Crescimento e desenvolvimento social com Prof. Eduardo Gianetti Lançamento do PRÊMIO SUSTENTABILIDADE 2015 e leitura da carta aberta ao futuro presidente da república 21h00 Jantar de Confraternização 4 5º ENCONTRO NACIONAL DAS ÁGUAS

5 2º DIA - 14/08/ QUINTA-FEIRA CENTRO DE CONVENÇÕES ABIMAQ 8h30 9h00 Welcome Coffee e Credenciamento Sessões Plenárias 9h00 11h00 Plenária I - Cooperação: o Caminho para o Acesso Universal ao Saneamento Moderador: Paulo Roberto de Oliveira - ABCON/GS INIMA Avanços do saneamento nos últimos dez anos e perspectivas futuras Palestrante: Ministro Gilberto Occhi - Ministério das Cidades (Convidado) Planejamento de investimentos estratégicos no saneamento brasileiro Palestrante: Maria Fernandes Caldas - Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (Convidada) Experiências internacionais em cooperação no saneamento Palestrante: Thomas Van Waeyenberge - Aquafed - International Federation of Private Water Operators Debatedores: Roberto Tavares (AESBE) e Silvio José Marques (ASSEMAE) 11h00 13h00 Plenária II - Segurança Hídrica: Cooperação para Garantia da Segurança Hídrica Moderador: Carlos Henrique da Cruz Lima - SINDCON/SAAB Aplicação do conceito de resiliência no planejamento e operação de sistemas de recursos hídricos Palestrante: Monica Ferreira do Amaral Porto - POLI/USP - Escola Politécnica da Universidade de São Paulo A visão da ANA sobre a segurança hídrica no Brasil Palestrante: Sérgio R. Ayrimoraes Soares - ANA - Agência Nacional de Águas Debatedores: Raul Pinho (R.PEOTTA Engenharia & Consultoria) e Rodrigo Sanchez Garcia (Ministério Público/ GAEMA) 13h00 14h00 Almoço Salas Temáticas Sala 1 Gestão Comercial e Financeira Coordenador Luiz Afonso Bazzo - CAB Cuiabá 14h00 14h30 Financiamento de projetos de inovação em saneamento Diego de Carvalho Frade - FINEP 14h30 15h00 Financiamento em project finance Fábio Kono - LAKESHORE 5º ENCONTRO NACIONAL DAS ÁGUAS 5

6 15h00 15h30 15h30 16h00 16h00 16h20 16h20 16h45 16h45 17h10 17h10 17h35 17h35 18h00 Como garantir a arrecadação com a adequada cobrança Emir Antacli - Serasa Experian Projeto cobrança tarifa de lixo São Bernando do Campo (SBC) Fabio Mariano - Agência de Regulação de Saneamento de SBC Coffee Break Unindo Forças em busca da excelência ÁGUAS GUARIROBA - Paula Moretti de Souza A importância e os resultados de uma gestão dedicada aos Grandes Clientes PROLAGOS S/A - Justino Brunelli e Luiz Sérgio Silva Filho As vantagens do uso de hidrômetros ultrassônicos em comparação aos convencionais PROLAGOS S/A - Justino Brunelli e Mayko Monteiro Farias Programa de fiscalização e combate ao furto de Água na Prolagos e Sistemática de redução e controle da inadimplência na Prolagos PROLAGOS S/A - Carlos Eduardo Bittencourt e Justino Brunelli Sala 2 Tecnologia e Inovação: tecnologias MBRs em Saneamento Coordenador: André Lermontov - SAAB 14h00 14h30 Uso de membranas no tratamento de esgoto - Case REUSO Renato Rossetto - SANASA 14h30 15h00 Reuso da água de lavagem de filtros - Case ETA Spanenburgo Vanessa Brusius - KOCH MEMBRANE SYSTEMS 15h00 15h30 Aplicação de membranas de UF para o tratamento de águas e efluentes e geração de valor Marcus Vallero - GE Water & Process Technologies 15h30 16h00 O panorama geral da dessalinização no Brasil e no mundo Emilio Gabbrielli - TORAY MEMBRANES/IDA 16h00 16h20 16h20 16h45 16h45 17h10 Coffee Break Estudo de caso da estação de água de reuso para irrigação de um campo de golf PROLAGOS S/A - Silvana Echude Sistema de tratamento de efluentes através de membranas de ultrafiltração GS INIMA - ARAUCÁRIA - Francisco Navarro 6 5º ENCONTRO NACIONAL DAS ÁGUAS

7 17h10 17h35 17h35 18h00 Projeto Águas Novas - Operação do sistema de reuso de água de lavagem dos filtros e decantadores e tratamento do lodo da ETA Juturnaíba PROLAGOS S/A - Alexandre Pontes Estudo técnico-econômico do uso de membranas de ultrafiltração no tratamento de águas superficiais com elevada turbidez GRUPO ÁGUAS DO BRASIL - André Lermontov Sala 3 Comunicação e Recursos Humanos Coordenador: Cesar Seara - ABCON 14h00 14h40 Mídias Sociais na prestação de serviços públicos Prof. Gil Giardelli - ESPM 14h40 15h00 Programa Jovens Profissionais de Saneamento - ABES Roger Gregorio ABES-SP 15h00 15h30 Centro Brasileiro de Capacitação Prof. Elcires Pimenta - FESPSP 15h30 16h00 Inclusão de profissionais com deficiência: Desafios e Possibilidades Carolina Ignarra - TALENTO INCLUIR 16h00 16h20 16h20 16h45 16h45 17h10 17h10 17h35 17h35 18h00 19h00 Coffee Break O que o clima organizacional tem a ver com os resultados da empresa? Hay Group - Elton Moraes Herdeiros do Futuro GS INIMA / AMBIENT - Luciana Melo Indicadores de desempenho de recursos humanos COMISSÃO DE RH SINDCON e IDEE Innovamente, incentivando novas idéias ÁGUAS GUARIROBA - Mari Anne Silva Abdo Happy Hour na LES 3 BRASSEURS Rua Jesuino Arruda,470 Itaim Bibi SP 5º ENCONTRO NACIONAL DAS ÁGUAS 7

8 3º DIA - 15/08/ SEXTA-FEIRA CENTRO DE CONVENÇÕES ABIMAQ 8h30 9h00 Welcome Coffee Sessões Plenárias 9h00 11h00 Plenária III - Regulação e Controle Social: a Visão dos Agentes de Regulação e Controle Social no Planejamento, Monitoramento e Avaliação dos Serviços de Saneamento Básico Moderador: Carlos Henrique Roma - SINDCON/PROLAGOS A visão da SOCIEDADE CIVIL sobre os mecanismos de regulação e participação social nos serviços de saneamento Palestrante: Daniel José da Silva - Universidade Federal de Santa Catarina A visão do MINISTÉRIO PÚBLICO sobre os mecanismos de regulação e participação social nos serviços de saneamento Palestrante: Sávio Renato B. S. Silva - Ministério Público/ABRAMPA Aspectos legais da regulação e participação social nos serviços de saneamento Palestrante: Ari Sundfeld - Fundação Getúlio Vargas Debatedores: José Bismarck Vianna de Souza (AGENERSA) e Ernani Ciriaco de Miranda (SNSA/MCidades) 11h00 13h00 Plenária IV - Eficiência de Gestão: o Papel dos Sistemas de Informação para o Desempenho do Setor Saneamento Moderador: Giuliano Vito Dragone - SINDCON/OAS Soluções Ambientais A importância do monitoramento dos indicadores de gestão no setor de saneamento básico no Brasil Palestrante: Ernani Ciriaco de Miranda - SNSA/MCidades Metodologia do AquaRating no estabelecimento de indicadores de desempenho nos serviços de saneamento básico Palestrante: Matthias Krause - BID A experiência da Câmara Tématica de Indicadores de Desempenho de Saneamento Ambiental da ABES Palestrante: Sandro Adriani Camargo - ABES Debatedores: Édison Carlos (Instituto Trata Brasil) e Gesner de Oliveira (GO Associados) 13h00 14h00 Almoço 8 5º ENCONTRO NACIONAL DAS ÁGUAS

9 Salas Temáticas Sala 1 Assuntos Jurídicos e Regulatórios Coordenador: Luiz Felipe Graziano - OAS Soluções Ambientais 14h00 15h00 Responsabilidade dos administradores/acionistas à luz da nova Lei Anticorrupção Caroline Brandt - COMITÊ JURÍDICO DA ABCON/LACAZ MARTINS debatedores: Luiz Fernando Rodrigues (Ministério Público) e Eduardo Soerensen Garcia 15h00 16h00 (Soerensen Garcia Advogados) Regulação dos serviços de água e esgoto - análise do papel das entidades reguladoras no setor Renato Fernandes de Castro - ARSESP debatedores: Mauricio Portugal Ribeiro (Portugal Ribeiro) e Dalton Favero (ARES-PCJ) 16h00 16h20 16h20 18h00 Coffee Break Procedimento de Manifestação de Interesse como forma de participação na estruturação de projetos de água e esgoto Mariana Campos de Souza - COMITÊ JURÍDICO DA ABCON/LACAZ MARTINS debatedores: Kleber Zanchin (Sabz Advogados) e André Marques (Casa Civil RJ) Sala 2 Tecnologia e Inovação: eficiência energética Coordenador: Elizete Fazza - UNIÁGUAS 14h00 14h30 ETE Sustentável - O case da COPASA em Ibirité/MG Eugênio Álvares de Lima e Silva - COPASA 14h30 15h00 Tecnologias e exemplos de automação Mauro Salatiel - CETREL 15h00 15h30 Projeto PROBIOGÁS - iniciativas para o aproveitamento energético do biogás em ETEs 15h30 16h00 16h00 16h20 16h20 16h40 16h40 17h00 Victor B. Valente - GIZ Gestão de Perdas - Caso Anglian Water Glauco Montagna - SCHNEIDER-ELECTRIC Coffee Break Sistema de gerenciamento de energia ÁGUAS DO BRASIL - Luciano Cavalcante Automação nos sistemas de bombeamento de esgotos - Técnicas de controle e supervisão aplicadas em estações elevatórias PROLAGOS S/A - Victor Barreto 5º ENCONTRO NACIONAL DAS ÁGUAS 9

10 17h00 17h20 17h20 17h40 17h40 18h00 Proteção contra funcionamento a seco de conjunto motobombas ÁGUAS DO BRASIL - ÁGUAS DE NOVA FRIBURGO - Cláudio Teodoro Implantação de distritos de medição e controle - DMC como mecanismo de análise do plano de controle e redução de perdas PROLAGOS S/A - Carlos Galhardo Eficientização Energética em Geração de Ar para Sistemas de Lodos Ativados Estudo de Caso ETE Ponte do Caixão, Piracicaba SP ÁGUAS DO MIRANTE S/A - Clayton Marcos Pereira Bezerra Sala 3 Comunicação e Responsabilidade Socioambiental Coordenador: Luciana Melo - GS INIMA 14h00 14h30 Projeto Todos juntos na luta pelo saneamento Parceria Unilever e UNICEF Karla Correa - UNICEF 14h30 15h00 Estratégias empresariais de Responsabilidade Socioambiental Caio Magri - INSTITUTO ETHOS 15h00 16h00 Imagem e Reputação na Era da Transparência Ana Luisa Almeida - REPUTATION INSTITUTE 16h00 16h20 16h20 16h40 16h40 17h00 17h00 17h20 17h20 17h40 18h30 Coffee Break Instituto Equipav viabiliza ação social em municípios atendidos pela AEGEA Carlos Roma Jr. - AEGEA Comunicação Corporativa NASCENTES DO XINGU - Ana Paula Ribeiro Implantação da ISO 9001 na SAMAR OAS/SAMAR - Nathalia Lopes Corrida das Águas, na trilha da sustentabilidade ÁGUAS GUARIROBA - Maristela Yule Coquetel de encerramento 10 5º ENCONTRO NACIONAL DAS ÁGUAS

11 14/08 Plenária I 9h00-11h00 Auditório Plenária I - Cooperação: o caminho para o acesso universal ao saneamento A COOPERAÇÃO é a diretriz estratégica mundial para garantia do direito humano de acesso à água segura e ao saneamento. Esta plenária tem o objetivo discutir como o país irá enfrentar o desafio dos déficits de cobertura e da melhoria da qualidade dos serviços de saneamento, a fim de alcançar as metas do setor postas pelo Plansab Plano Nacional de Saneamento no horizonte até MODERADOR Paulo Roberto de Oliveira - ABCON/GS INIMA Engenheiro Civil formado pela Faculdade de Engenharia do Triângulo Mineiro em Uberaba (MG). Atuou nas principais construtoras do país, envolvendo trabalhos no Uruguai, Bolívia, Colômbia, Argélia, Iraque e na construção da Hidroelétrica de Itaipu. Atualmente é diretor presidente da GS INIMA Brasil e Ambient Serviços Ambientais de Ribeirão Preto, além de presidente do conselho de administração da SESAMM Serviços de Saneamento de Mogi Mirim. É Presidente do Conselho Diretor da ABCON, membro do Conselho das Cidades e do Conselho Superior da Indústria da Construção (CONSIC) da FIESP. PALESTRANTES Ministro Gilberto Occhi - MINISTÉRIO DAS CIDADES (Convidado) Maria Fernandes Caldas - Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Arquiteta Urbanista, Pós-graduada em Gestão Estratégica e Marketing pela PUC-Minas e Especialista em Direito Urbanístico. É Diretora do Departamento de Infraestrutura Social e Urbana do PAC do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. 5º ENCONTRO NACIONAL DAS ÁGUAS 11

12 14/08 Plenária I 9h00-11h00 Auditório Thomas Van Wayenberge - AQUAFED Habilitado em Economia pela Facultés Universitaires Notre-Dame de la Paix, e Licenciado em Literatura e Linguística pela Catholic University of Leuven, Bélgica. É Diretor Superintendente da Federação Internacional das Operadoras Privadas em Saneamento (Aquafed) para o escritório de Bruxelas desde 2005, atuando como representante para as conferências internacionais sobre saneamento. É membro e coordenador do grupo da União Europeia Water Initiative, entre outras. Foi conselheiro da Lyonnaise des Eaux para a presidência durante dois anos e participou do programa de gestão e relações institucionais para ONGs do Grupo Suez, França. Autor de publicações para o Conselho de Direitos Humanos para a Implementação do Direito à Água e saneamento em Genebra e Participação do Setor Privado em serviços de saneamento, uma poderosa ferramenta para autoridades públicas implementarem a Política de Acesso Universal UNCTAD UN. DEBATEDORES Roberto Tavares - AESBE Administrador de empresas, formado pela FCAP/UPE e Master em Administração de Empresas pela Universidade Autônoma de Madri/Espanha. É auditor da Secretaria da Fazenda de Pernambuco, onde exerceu diversos cargos, dentre eles: Diretor-Adjunto de Administração Geral; Gerente de Segmento Econômico e Representante de Pernambuco no CONFAZ/COTEPE, em Brasília. Foi secretário-geral da Junta Comercial. Na Compesa, exerceu o cargo de Diretor de Gestão Corporativa desde o início da Gestão Eduardo Campos até agosto de 2008, quando assumiu a Diretoria de Operações. Em janeiro de 2011, assumiu a Presidência da Companhia. Foi Vice-Presidente da Aesbe e, atualmente, é Presidente da entidade no biênio 2014/2015. Silvio José Marques - ASSEMAE É sociólogo com pós-graduação em Economia do Trabalho. Iniciou sua participação no setor de saneamento básico há 30 anos, quando trabalhou na Petrobrás. Foi Diretor Comercial e Gerente de Comunicação Social da Sanasa, em Campinas-SP. Em 2013, assumiu o cargo de Assessor Técnico do DAE de Jundiaí - SP. Desde 2011 ocupa a presidência nacional da Assemae. 12 5º ENCONTRO NACIONAL DAS ÁGUAS

13 14/08 Plenária II 11h00-13h00 Auditório Plenária II - Segurança Hídrica: cooperação para garantia da segurança hídrica Tema atual da agenda nacional e internacional, esta plenária pretende entender o panorama, os novos conceitos e as diretrizes mundiais para gestão do risco, bem como ações e projetos que vêm se desenvolvendo em nível nacional. O debate buscará uma aproximação do tema à realidade das empresas prestadoras de serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário, identificando estratégias e ações que busquem o aumento da segurança dos sistemas e posicione as empresas no quadro de governança do tema. MODERADOR Carlos Henrique da Cruz Lima - SINDCON/SAAB Engenheiro Civil formado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), com especializações na Wharton School Universidade da Filadélfia (EUA) e no Kent University (UK). É Diretor do Grupo Águas do Brasil, que agrega as concessões plenas de Niterói, Petrópolis, Campos dos Goytacazes, Araruama, Saquarema e Silva Jardim e inúmeras outras concessões parciais e PPP s. Foi presidente da ABCON, Associação Brasileira das Concessionárias Privadas de Serviços Públicos de Água e Esgoto, e Vice Presidente de Concessões do SINICON Sindicato Nacional da Construção Pesada. Atualmente é diretor de relações institucionais do SINDCON. PALESTRANTES Monica Ferreira do Amaral Porto - USP Graduada em Engenharia Civil pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP), possui mestrado e doutorado em Engenharia Civil pela Universidade de São Paulo (USP). Atualmente é Professora Titular da USP e pesquisadora do CNPq. Exerce os cargos de Vice-Chefe do Departamento de Engenharia Hidráulica e Sanitária da Escola Politécnica da USP e Diretora Presidente da Fundação Centro Tecnológico de Hidráulica - FCTH. Foi presidente da Associação Brasileira de Recursos Hídricos e Diretora da International Water Resources Association. Participou em trabalhos de consultoria para o Banco Mundial e para a Agência Nacional de Águas, entre outros. Participa, atualmente, como membro do Advisory Committee for the World Water Quality Assessment, United Nations Environment Program UNEP. É membro suplente do Conselho de Governadores do Conselho Mundial da Água (World Water Council). 5º ENCONTRO NACIONAL DAS ÁGUAS 13

14 14/08 Plenária II 11h00-13h00 Auditório Sérgio R. Ayrimoraes Soares - ANA Engenheiro Civil e Mestre em Tecnologia Ambiental pela Universidade de Brasília (UnB). Desde 2003, especialista em Recursos Hídricos da Agência Nacional de Águas ANA. Atualmente é Superintendente de Planejamento de Recursos Hídricos da ANA, cuja área é responsável pela publicação do Atlas Brasil Abastecimento Urbano de Água e a atual elaboração do Atlas de Despoluição de Bacias Hidrográficas Tratamento de Esgotos e do Plano Nacional de Segurança Hídrica. DEBATEDORES Raul Graça Couto Pinho - R.PEOTTA Engenheiro Civil pela PUC-Rio, MBA pela COPPEAD/UFRJ e pós-graduado em Portos e Logística pela COPPETEC/UFRJ. Especialista em administração, gerenciamento e desenvolvimento de empreendimentos e projetos de infraestrutura e saneamento básico com trabalhos realizados nas Américas do Sul e Central e no Oriente Médio. Embaixador e ex-presidente executivo do Instituto Trata Brasil, é Consultor do BID e da R.PEOTTA/PROGEN atuando em projetos de hidrovias, ferrovias e PMSB s. Foi Conselheiro da ABCON, Diretor de Expansão e Relações Institucionais da CAB Ambiental do Grupo Galvão Engenharia, Consultor Institucional da TIGRE S/A, Diretor Internacional da Geotécnica S/A, Diretor de Operações de Terminais e Logística do Grupo Lachmann e Diretor Comercial da ENGEPASA com atuação em concessões de saneamento, portos e rodovias. Rodrigo Sanchez Garcia - MINISTÉRIO PÚBLICO Possui graduação em Direito pela PUC-Campinas, aperfeiçoamento em Direito pela FGV-SP, com especialização em Interesses Difusos e Coletivos pela Escola Superior do Ministério Público do Estado de São Paulo e mestrado em Direito pela Universidade Metodista de Piracicaba. Foi advogado da Companhia de Energia Elétrica de São Paulo, Professor assistente no Instituto Superior de Ciências Aplicadas ISCA. Promotor de Justiça desde 1999 e desde agosto de 2008 exerce o 4º Cargo de Promotor de Justiça de Valinhos-SP. É integrante do Grupo de Atuação Especial e Defesa do Meio Ambiente GAEMA Núcleo Campinas desde º ENCONTRO NACIONAL DAS ÁGUAS

15 14/08 Gestão Comercial e Financeira 14h00-16h00 Sala 1 Sala Temática Gestão Comercial e Financeira COORDENADOR Luiz Afonso Bazzo - CAB Cuiabá Economista formado pela PUC Campinas, com especialização em IFRS, Controles e Governança pela FEA/USP-RP, atua na área Administrativa Financeira da CAB ambiental desde 2006, atualmente é responsável pela área na CAB Mato Grosso. PALESTRAS 1. Financiamento de projetos de inovação em saneamento Diego de Carvalho Frade - FINEP Graduado em Engenharia Civil e Ambiental pela Universidade de Brasília (UnB), com pósgraduação em Finanças corporativas e Banco de Investimento pela Fundação Instituto de Administração (FIA/USP). Coordenador Setorial de Tecnologias Limpas do Departamento de Energiada FINEP Inovação e Pesquisa. Responsável pela gestão da carteira, interface com clientes e a análise de projetos reembolsáveis nos segmentos de Resíduos, Água e Esgoto. 2. Financiamento em Project Finance Fábio Kono - LAKESHORE Bacharel em Administração pela FEA-USP e Sócio-fundador da LakeshorePartners. Trabalhou nas áreas de Project Finance do Banco Santander, Standard Bank e do ABN AMRO, participando da originação, estruturação e execução de diversos projetos nas áreas de saneamento, energia, renováveis, logística e Parcerias Público-Privada (PPPs).Recentemente, participou da equipe que assessorou o EIG Global Partners na aquisição do controle acionário da Prumo Logística e ainda teve participação ativa em diversos projetos de energia como os parques eólicos SIIF Energies, Rio do Fogo e Beberibe, as PCHs de ERSA, Brasil PCH, Renova e Hidrotérmica. No setor de transmissão de energia, participou dos leilões dos da Manaus Transmissora e das linhas do complexo 5º ENCONTRO NACIONAL DAS ÁGUAS 15

16 14/08 Gestão Comercial e Financeira 14h00-16h00 Sala 1 Rio Madeira e de transações nos setores de logística (BR-116/BA, Via Quatro), PPPs (Porto Maravilha) e açúcar e álcool (CNAA). 3. Como garantir a arrecadação com adequada cobrança Emir Antacli SERASA Experian Recém-chegado à Serasa Experian, é Engenheiro Elétrico formado pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, com especialização em varejo pela FIA e MBA pela FGV. Começou sua carreira em marketing estratégico, passando por planejamento estratégico, nas áreas de segmentos estratégico e acompanhamento das ações de cobrança, com foco em eficiência. Também trabalhou em empresas de grande porte de diversos segmentos, como Telefonica Vivo, Itaú-Unibanco e Carrefour. É Gerente de Segmentos Telecom e Utilities da Serasa Experian. 4. Projeto cobrança tarifa de lixo São Bernardo do Campo Fábio Mariano - Agência de Regulação de Saneamento do Município de São Bernardo do Campo Possui graduação em Direito pela Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo. Atualmente é Presidente da Agência de Regulação de Saneamento do Município de São Bernardo do Campo. Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Direito, Regulação e Parcerias Público-Privadas. Especializado em Gestão Pública pela Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP), em parceria com a London School of Economics (LSE). 16 5º ENCONTRO NACIONAL DAS ÁGUAS

17 14/08 Tecnologia e Inovação 14h00-16h00 Sala 2 Sala Temática Tecnologia e Inovação: tecnologias MBRs em Saneamento COORDENADOR Andre Lermontov - ÁGUAS DO BRASIL Engenheiro Químico graduado pela Escola de Química da UFRJ, mestre e doutor em Processos Químicos e Bioquímicos da Escola de Química da UFRJ. É gerente de Tecnologia do Grupo Águas do Brasil S/A com mais de 16 anos de experiência em saneamento ambiental, tratamento de água e efluentes. PALESTRAS 1. Uso de membranas no tratamento de esgoto - Case REUSO Renato Rossetto - SANASA Graduado em Tecnologia Sanitária pela UNICAMP, especialista em Engenharia Sanitária Industrial pela Universidade Álvares Penteado e especialista em Gerenciamento Ambiental pela UNICAMP. Iniciou em 1980 na Sociedade de Abastecimento de Água e Saneamento S/A (SANASA) sempre atuando na área de tratamento de esgoto no município de Campinas. Atualmente é Gerente de Operação e Tratamento de Esgoto, responsável pelo sistema composto de 26 ETEs, com processos de lodos ativados e tecnologias inovadoras, desde reatores UASB s a membranas filtrantes, bem como 80 Estações Elevatórias de Esgoto. 2. Reuso da água de lavagem de filtros - Case ETA Spanenburgo Vanessa Brusius - KOCH MEMBRANE SYSTEMS Engenheira química com 8 anos de experiência em tecnologias de tratamento de efluente industriais e municipais e desenvolvimento de projetos de novas unidades de tratamento de efluentes com foco no reuso de água. Trabalha na KOCH MEMBRANE SYSTEM como engenheira de processo e aplicação, projetando, comissionamento e partindo sistema com tecnologia de membranas para tratamento de água e efluentes. 5º ENCONTRO NACIONAL DAS ÁGUAS 17

18 14/08 Tecnologia e Inovação 14h00-16h00 Sala 2 3. Aplicação de membranas de UF para o tratamento de águas e efluentes e geração de valor Marcus Vallero - GE Water & Process Technologies Engenheiro Civil com ênfase em Engenharia Urbana pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), mestre em Engenharia Hidráulica e Sanitária pela USP e PhD em Ciências Ambientais pela Universidade de Wageningen, Holanda. Trabalha desde 1996 na área de tecnologia ambiental, no desenvolvimento e aperfeiçoamento de bioprocessos para o tratamento de vários efluentes industriais, com orientação na conservação de recursos (energia) e proteção da saúde pública. Atualmente é Gerente de Vendas Saneamento e O&G na GE Water & Process Technologies na América Latina. 4. O panorama geral da dessalinização no Brasil e no mundo Emilio Gabbrielli - TORAY MEMBRANES/INTERNATIONAL DESSALINATION ASSOCIATION Vice-presidente da International Desalination Association e Diretor de Desenvolvimento de Negócios Globais da Toray Membrane, com mais de 35 anos de experiência no setor de água. Primeira experiência com processos de dessalinização em 1975 no Peru, depois em projetos de usinas de dessalinização na Líbia, Argélia e Arábia Saudita, com base no EDR e na tecnologia MSF associada à geração de energia. Em 1981 na Austrália, atuou com as tecnologias de membrana. Na Thames Water atuou no desenvolvimento de projetos de PPP na Indonésia, Espanha, Caribe e América Latina e atuou como Diretor Geral da Thames Water do Brasil por 4 anos. Nomeado Secretário Executivo da Global Water Partnership (GWP), pelo PNUD e em 2009, assumiu, no Brasil, o desenvolvimento de negócios globais para Toray Membrane, com foco na América Latina, Espanha e Austrália. Em 2012, foi nomeado Embaixador Global da Australian Water Association (AWA). 18 5º ENCONTRO NACIONAL DAS ÁGUAS

19 14/08 Comunicação e RH 14h00-16h00 Sala 3 Sala Temática Comunicação e Recursos Humanos COORDENADOR Cesar Seara - ABCON Graduado em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), onde também foi professor titular. Trabalhou na CASAN Companhia Catarinense de Águas e Saneamento e atuou como consultor da OPAS Organização Pan-americana da Saúde e do BNDES Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social. Foi Diretor-Geral da Thames Water do Brasil, posteriormente Diretor de Relações Institucionais da concessionária Águas do Amazonas S.A, (Grupo Suez) e recentemente foi Gerente de Relações Institucionais da CAB Ambiental e Diretor Regional da CAB MT (Grupo Galvão Engenharia). SPURS Fellow Special Program for Urban Studies and Regional Studies do MIT Massachusetts Institute of Technology,Cambridge, Mass. É Assessor Técnico da ABCON. PALESTRAS 1. Mídias Sociais na Prestação de Serviços Públicos Gil Giardelli - ESPM Formado em Comunicação pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, possui 15 anos de experiência no tema Cultura Digital. É Professor nos cursos de Pós-Graduação, MBA, Miami Ad School e do CIC (Centro de Inovação e Criatividade), na ESPM, Escola Superior de Propaganda e Marketing, da FIA LABFIN/PROVAR, em São Paulo. CEO da Gaia Criative e Autor do Livro: Você é o que você compartilha. 2. Programa Jovens Profissionais de Saneamento - ABES Roger Gregório - JPS/ABES Engenheiro Civil formando pela Universidade Nove de Julho e pela FATEC, atualmente é Assessor de Diretoria na SEMASA Serviço Municipal de Saneamentio Ambiental de Santo André. Atuou como Engenheiro Civil na Construtora Passarelli, Gerente de Vendas na Fernco Inc, Tecnólogo em Saneamento na Sabesp. É membro da ABES, Associação Brasileira de Engenharia Sanitária, atuando como Coordenador do JPS Jovens Profissionais do Saneamento - SP. 5º ENCONTRO NACIONAL DAS ÁGUAS 19

20 14/08 Comunicação e RH 14h00-16h00 Sala 3 3. Centro Brasileiro de Capacitação Elcires Pimenta - FESP Graduado em Tecnologia de Processos de Produção pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP) e Especialização em Meio Ambiente e Sociedade pela Escola de Pós-graduação da FESPSP. É Coordenador de Projetos Socioambientais, Consultor Associado da Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo, Diretor Meio Ambiente do Instituto Macuco e Professor da Escola de Pós-graduação da Fundação Sociologia e Política de São Paulo (FAPESP). 4. Inclusão de Profissionais com deficiência - Desafios e Possibilidades Carolina Ignarra - TALENTO INCLUIR Formada em educação física e pós-graduada em dinâmicas dos grupos. É consultora de inclusão de profissionais com deficiência e linha de frente da Talento Incluir. Desde 2004 aplica treinamentos de conscientização sobre inclusão socioeconômica das pessoas com deficiência e desenvolve programas de inclusão dessa população nas organizações. É palestrante da ABTD (Associação Brasileira de Treinamento e Desenvolvimento) e da Gestão & RH. É autora dos livros: INCLUSÃO Conceitos, histórias e talentos das pessoas com deficiência, Maria de Rodas delícias e desafios na maternidade de mulheres cadeirantes, É cocriadora do Jogo Cooperativo: Em tempo. 5. O que o clima organizacional tem a ver com os resultados da empresa? Elton Moraes - HAY GROUP Elton Moraes é Mestre em Psicologia Organizacional, Psicólogo com Especialização em Gestão Estratégica de Pessoas. Atua como Gerente do HayGroup aprimorando e desenvolvendo ferramentas para diagnóstico organizacional, além de auxiliar líderes a serem efetivos em seu papel estratégico. É co-autor do livro O inimigo do engajamento profissional e entrega projeto em empresas como Gerdau, Bradesco Seguros, Petros, Previ, Grupo Votorantim, CPFL Energia, Neoenergia, Randon, Lupatech entre outros. 20 5º ENCONTRO NACIONAL DAS ÁGUAS

13 de agosto de 2014 LOCAL : HOTEL GRAND MERCURE - Rua Sena Madureira, 1355 - Vila Mariana - São Paulo - SP

13 de agosto de 2014 LOCAL : HOTEL GRAND MERCURE - Rua Sena Madureira, 1355 - Vila Mariana - São Paulo - SP AGENDA E PROGRAMAÇÃO (status em 10.07.14 - sujeita a alterações) 13 de agosto de 2014 LOCAL : HOTEL GRAND MERCURE - Rua Sena Madureira, 1355 - Vila Mariana - São Paulo - SP Cerimônia de Abertura 19h00

Leia mais

13 de agosto de 2014 LOCAL : HOTEL GRAND MERCURE - Rua Sena Madureira, 1355 - Vila Mariana - São Paulo - SP

13 de agosto de 2014 LOCAL : HOTEL GRAND MERCURE - Rua Sena Madureira, 1355 - Vila Mariana - São Paulo - SP AGENDA E PROGRAMAÇÃO (status em 10.07.14 - sujeita a alterações) 13 de agosto de 2014 LOCAL : HOTEL GRAND MERCURE - Rua Sena Madureira, 1355 - Vila Mariana - São Paulo - SP Cerimônia de Abertura 19h00

Leia mais

Hotel e Golf Clube dos 500 Guaratinguetá SP

Hotel e Golf Clube dos 500 Guaratinguetá SP Hotel e Golf Clube dos 500 Guaratinguetá SP APOIO e INCENTIVO APOIO INSTITUCIONAL APOIO DE MÍDIA ORGANIZAÇÃO GERAL E REALIZAÇÃO APRESENTAÇÃO Ao longo da década de 90, cresceu no País a idéia de que o Estado

Leia mais

PROGRAMAÇÃO DO EVENTO

PROGRAMAÇÃO DO EVENTO PROGRAMAÇÃO DO EVENTO Dia 08/08 // 09h00 12h00 PLENÁRIA Nova economia: includente, verde e responsável Nesta plenária faremos uma ampla abordagem dos temas que serão discutidos ao longo de toda a conferência.

Leia mais

PPP em saneamento e outras alternativas para investimentos

PPP em saneamento e outras alternativas para investimentos 2015 PPP em saneamento e outras alternativas para investimentos Coordenador: Frederico Turolla Organização: Pezco Microanalysis Dias 21 e 22 de maio de 2015 Justificativa Os investimentos anuais em abastecimento

Leia mais

BNDESPAR INGRESSA NO CAPITAL SOCIAL DA RENOVA ENERGIA

BNDESPAR INGRESSA NO CAPITAL SOCIAL DA RENOVA ENERGIA BNDESPAR INGRESSA NO CAPITAL SOCIAL DA RENOVA ENERGIA Por meio de um investimento estratégico de até R$314,7 milhões, a BNDESPAR ingressa no capital social da Renova Energia. Parceria de Longo Prazo A

Leia mais

PROFILE RESUMIDO LIDERANÇA DAS EQUIPES

PROFILE RESUMIDO LIDERANÇA DAS EQUIPES PROFILE RESUMIDO LIDERANÇA DAS EQUIPES A Prima Consultoria A Prima Consultoria é uma empresa regional de consultoria em gestão, fundamentada no princípio de entregar produtos de valor para empresas, governo

Leia mais

Resíduos Sólidos Urbanos e Saneamento Ambiental

Resíduos Sólidos Urbanos e Saneamento Ambiental Resíduos Sólidos Urbanos e Saneamento Ambiental 21 e 22 de maio, Hotel Mercure Paulista, São Paulo - SP Apresentação: Na sua caminhada para o desenvolvimento, o Brasil tem ainda um déficit muito grande

Leia mais

Carta da Indústria 2014 (PDF 389) (http://arquivos.portaldaindustria.com.br/app/conteudo_18/2013/06/06/481/cartadaindstria_2.pdf)

Carta da Indústria 2014 (PDF 389) (http://arquivos.portaldaindustria.com.br/app/conteudo_18/2013/06/06/481/cartadaindstria_2.pdf) www.cni.org.br http://www.portaldaindustria.com.br/cni/iniciativas/eventos/enai/2013/06/1,2374/memoria-enai.html Memória Enai O Encontro Nacional da Indústria ENAI é realizado anualmente pela CNI desde

Leia mais

Curso de Gestão de Águas Pluviais

Curso de Gestão de Águas Pluviais Curso de Gestão de Águas Pluviais Capítulo 4 Prof. Carlos E. M. Tucci Prof. Dr. Carlos E. M. Tucci Ministério das Cidades 1 Capítulo 4 Gestão Integrada Conceito Marcos Mundiais, Tendência e Estágio Institucional

Leia mais

Regulação para Operadores de Saneamento

Regulação para Operadores de Saneamento 2014 Regulação para Operadores de Saneamento Coordenador Acadêmico: Alceu de Castro Galvão Junior Organização: Pezco Microanalysis Dias 16, 17 e 18 de julho de 2014 Objetivo e Justificativa Passados sete

Leia mais

O Mercado de Energias Renováveis e o Aumento da Geração de Energia Eólica no Brasil. Mario Lima Maio 2015

O Mercado de Energias Renováveis e o Aumento da Geração de Energia Eólica no Brasil. Mario Lima Maio 2015 O Mercado de Energias Renováveis e o Aumento da Geração de Energia Eólica no Brasil Mario Lima Maio 2015 1 A Matriz Energética no Brasil A base da matriz energética brasileira foi formada por recursos

Leia mais

NOSSA EMPRESA NOSSOS GESTORES

NOSSA EMPRESA NOSSOS GESTORES NOSSA EMPRESA A ViaGestão é uma empresa prestadora de soluções, composta por profissionais com ampla experiência no mercado, aliada a grande vivência didática em diversas áreas da gestão empresarial. Temos

Leia mais

Política Ambiental janeiro 2010

Política Ambiental janeiro 2010 janeiro 2010 5 Objetivo Orientar o tratamento das questões ambientais nas empresas Eletrobras em consonância com os princípios da sustentabilidade. A Política Ambiental deve: estar em conformidade com

Leia mais

RH: GESTÃO INOVADORA ORGANIZACIONAL

RH: GESTÃO INOVADORA ORGANIZACIONAL programação do evento 4ª edição RH: GESTÃO INOVADORA ORGANIZACIONAL 10 de abril de 2014 Staybridge Suites São Paulo PATROCÍNIO GOLD PATROCÍNIO SILVER EXPO BRAND APOIO REALIZAÇÃO Os desafios do futuro na

Leia mais

NOVA DIRETORIA Marco Aurelio Crocco Afonso

NOVA DIRETORIA Marco Aurelio Crocco Afonso Marco Aurelio Crocco Afonso Diretor-Presidente Bacharel em economia pela Universidade Federal de Minas Gerais, Mestre em Economia Industrial e da Tecnologia pela UFRJ e PhD em Economia pela Universidade

Leia mais

A Academia está alinhada também aos Princípios para Sustentabilidade em Seguros UNPSI, coordenados pelo UNEP/FI órgão da ONU dedicado às questões da

A Academia está alinhada também aos Princípios para Sustentabilidade em Seguros UNPSI, coordenados pelo UNEP/FI órgão da ONU dedicado às questões da - 1 - Prêmio CNSeg 2012 Empresa: Grupo Segurador BBMAPFRE Case: Academia de Sustentabilidade BBMAPFRE Introdução A Academia de Sustentabilidade BBMAPFRE foi concebida em 2009 para disseminar o conceito

Leia mais

Planejamento Estratégico para Escritórios de Advocacia ESCOLA DE DIREITO DE SÃO PAULO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS 1º SEMESTRE DE 2012

Planejamento Estratégico para Escritórios de Advocacia ESCOLA DE DIREITO DE SÃO PAULO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS 1º SEMESTRE DE 2012 Planejamento Estratégico para Escritórios de Advocacia ESCOLA DE DIREITO DE SÃO PAULO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS 1º SEMESTRE DE 2012 FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS A Fundação Getulio Vargas (FGV) deu início a

Leia mais

Francisco Cardoso SCBC08

Francisco Cardoso SCBC08 Formando profissionais para a sustentabilidade Prof. Francisco CARDOSO Escola Politécnica da USP Francisco Cardoso SCBC08 1 Estrutura da apresentação Objetivo Metodologia Resultados investigação Conclusão:

Leia mais

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS Versão 2.0 09/02/2015 Sumário 1 Objetivo... 3 1.1 Objetivos Específicos... 3 2 Conceitos... 4 3 Princípios... 5 4 Diretrizes... 5 4.1

Leia mais

GSAN SOFTWARE COMERCIAL LIVRE MODELO DE DESENVOLVIMENTO COLABORATIVO

GSAN SOFTWARE COMERCIAL LIVRE MODELO DE DESENVOLVIMENTO COLABORATIVO GSAN SOFTWARE COMERCIAL LIVRE MODELO DE DESENVOLVIMENTO COLABORATIVO José Maria Villac Pinheiro (1) Engenheiro pela Universidade de São Paulo USP Escola de Engenharia de São Carlos EESC. Especialização

Leia mais

Chapa Universalizando atitudes, consolidando resultados é eleita

Chapa Universalizando atitudes, consolidando resultados é eleita BIÊNIO 2014/2016 Chapa Universalizando atitudes, consolidando resultados é eleita Associados de todo o Brasil elegeram, nos dias 5 e 6 de junho, a chapa Universalizando atitudes, consolidando resultados

Leia mais

Política Ambiental das Empresas Eletrobras

Política Ambiental das Empresas Eletrobras Política Ambiental das Empresas Eletrobras Versão 2.0 16/05/2013 Sumário 1 Objetivo... 3 2 Princípios... 3 3 Diretrizes... 3 3.1 Diretrizes Gerais... 3 3.1.1 Articulação Interna... 3 3.1.2 Articulação

Leia mais

Carbon Disclosure Project Supply Chain CDP na cadeia de suprimentos

Carbon Disclosure Project Supply Chain CDP na cadeia de suprimentos w Gestão Ambiental na Sabesp Workshop Carbon Disclosure Project Supply Chain CDP na cadeia de suprimentos Sup. Wanderley da Silva Paganini São Paulo, 05 de maio de 2011. Lei Federal 11.445/07 Lei do Saneamento

Leia mais

4º Fórum Internacional Habitat do Cidadão

4º Fórum Internacional Habitat do Cidadão 4º Fórum Internacional Habitat do Cidadão Painel 2 - Gestão, operação e capacitação para enfrentar os desafios do saneamento e enfrentar a crise hídrica 01 de Outubro de 2015 Agenda Desafios no Setor de

Leia mais

Desenvolvimento de Pessoas na Administração Pública. Assembléia Legislativa do Estado de Säo Paulo 14 de outubro de 2008

Desenvolvimento de Pessoas na Administração Pública. Assembléia Legislativa do Estado de Säo Paulo 14 de outubro de 2008 Desenvolvimento de Pessoas na Administração Pública Assembléia Legislativa do Estado de Säo Paulo 14 de outubro de 2008 Roteiro 1. Contexto 2. Por que é preciso desenvolvimento de capacidades no setor

Leia mais

Discurso do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, na cerimônia de transmissão de cargo

Discurso do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, na cerimônia de transmissão de cargo Discurso do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, na cerimônia de transmissão de cargo Brasília, 02 de janeiro de 2015. Ministra Miriam Belchior, demais autoridades, parentes e amigos aqui presentes.

Leia mais

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR Cada um de nós, na vida profissional, divide com a Essilor a sua responsabilidade e a sua reputação. Portanto, devemos conhecer e respeitar os princípios que se aplicam a todos.

Leia mais

Em busca da sustentabilidade na gestão do saneamento: instrumentos de planejamento

Em busca da sustentabilidade na gestão do saneamento: instrumentos de planejamento Em busca da sustentabilidade na gestão do saneamento: instrumentos de planejamento Marcelo de Paula Neves Lelis Gerente de Projetos Secretaria Nacional de Saneamento Ambiental Ministério das Cidades Planejamento

Leia mais

O IMPORTANTE PAPEL DA GESTÃO DA QUALIDADE EM LABORATÓRIOS DE ANÁLISE CONTROLE DE EFLUENTES

O IMPORTANTE PAPEL DA GESTÃO DA QUALIDADE EM LABORATÓRIOS DE ANÁLISE CONTROLE DE EFLUENTES O IMPORTANTE PAPEL DA GESTÃO DA QUALIDADE EM LABORATÓRIOS DE ANÁLISE CONTROLE DE EFLUENTES Natália de Freitas Colesanti Perlette (1) Engenheira Ambiental formada na Universidade Estadual Paulista Júlio

Leia mais

Política Ambiental do Sistema Eletrobrás

Política Ambiental do Sistema Eletrobrás Política Ambiental do Sistema Eletrobrás POLÍTICA AMBIENTAL DO SISTEMA ELETROBRÁS 5 OBJETIVO Orientar o tratamento das questões ambientais nas empresas do Sistema Eletrobrás em consonância com os princípios

Leia mais

Saneamento Básico e Saúde

Saneamento Básico e Saúde Conferência Nacional de Segurança Hídrica Uberlândia - MG Saneamento Básico e Saúde Aparecido Hojaij Presidente Nacional da Assemae Sobre a Assemae A Associação Nacional dos Serviços Municipais de Saneamento

Leia mais

Aspectos Técnico-Operacionais da Retomada dos Serviços pelo Município

Aspectos Técnico-Operacionais da Retomada dos Serviços pelo Município Aspectos Técnico-Operacionais da Retomada dos Serviços pelo Município Foco na Gestão Comercial e Operacional Estamos vivenciando atualmente, uma profunda transformação no Setor de Saneamento. As Companhias

Leia mais

YK Risk Consultoria em Gestão Empresarial Ltda. Apresentação Institucional v.3 (2014)

YK Risk Consultoria em Gestão Empresarial Ltda. Apresentação Institucional v.3 (2014) YK Risk Consultoria em Gestão Empresarial Ltda. Apresentação Institucional v.3 (2014) Quem somos? Uma empresa com foco na geração de valor com serviços em Gestão de Riscos associados à Sustentabilidade.

Leia mais

A plataforma de negócios para promover investimentos e o progresso do setor de saneamento no Brasil.

A plataforma de negócios para promover investimentos e o progresso do setor de saneamento no Brasil. 30 e 31 de janeiro & 1 de fevereiro de 2012 WTC Convention Center, São Paulo Sobre o Evento APOIOS INSTUTUCIONAIS: A plataforma de negócios para promover investimentos e o progresso do setor de saneamento

Leia mais

PROGRAMA NACIONAL DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL E MOBILIZAÇÃO SOCIAL EM SANEAMENTO - PEAMSS

PROGRAMA NACIONAL DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL E MOBILIZAÇÃO SOCIAL EM SANEAMENTO - PEAMSS PROGRAMA NACIONAL DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL E MOBILIZAÇÃO SOCIAL EM SANEAMENTO - PEAMSS Anja Meder Steinbach Bióloga Mestre em Desenvolvimento Regional Fundação Agência de água do Vale do Itajaí Camila Schreiber

Leia mais

Planos de Segurança da Água no cenário internacional e nacional

Planos de Segurança da Água no cenário internacional e nacional Ministério da Saúde Secretaria de Vigilância em Saúde Departamento de Vigilância em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador Planos de Segurança da Água no cenário internacional e nacional Guilherme Franco

Leia mais

Reed Exhibitions Alcantara Machado & Reed Expositions France

Reed Exhibitions Alcantara Machado & Reed Expositions France Reed Exhibitions Alcantara Machado & Reed Expositions France Estrutura do grupo Reed Elsevier REED EXHIBITIONS Alcance Global 500 eventos por ano 43 países 43 setores da economia 7 milhões de visitantes

Leia mais

Fontes de Financiamento para o segmento de Saneamento junto à Caixa Econômica Federal

Fontes de Financiamento para o segmento de Saneamento junto à Caixa Econômica Federal Fontes de Financiamento para o segmento de Saneamento junto à Caixa Econômica Federal Piracicaba, 07 de Agosto de 2013 Atuação da CAIXA Missão: Atuar na promoção da cidadania e do desenvolvimento sustentável

Leia mais

O efeito das mudanças climáticas para os serviços de saneamento

O efeito das mudanças climáticas para os serviços de saneamento Painel Inaugural O efeito das mudanças climáticas para os serviços de saneamento 19/05/2014 9h30 às 11h Dante Ragazzi Pauli (Presidente Nacional da ABES) Marcos Thadeu Abicalil (Banco Mundial) Eventos

Leia mais

Grupo de Estudos de Voluntariado Empresarial. Proposta de encontros para construção de conhecimento e troca de experiências.

Grupo de Estudos de Voluntariado Empresarial. Proposta de encontros para construção de conhecimento e troca de experiências. Grupo de Estudos de Voluntariado Empresarial Proposta de encontros para construção de conhecimento e troca de experiências. ORGANIZADORES OBJETIVOS DO GRUPO DE ESTUDOS Aprimorar a prática do voluntariado

Leia mais

PROPOSTA REFERENTE AO CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE ANÁLISE SANITÁRIA

PROPOSTA REFERENTE AO CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE ANÁLISE SANITÁRIA PROPOSTA REFERENTE AO CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE ANÁLISE SANITÁRIA 1- DO CURSO O Curso de Especialização em Gestão em Análise Sanitária destina-se a profissionais com curso superior em áreas correlatas

Leia mais

Pesquisa e Desenvolvimento que geram avanços

Pesquisa e Desenvolvimento que geram avanços P&D O compromisso das empresas com o desenvolvimento sustentável por meio da energia limpa e renovável será demonstrado nesta seção do relatório. Nela são disponibilizados dados sobre a Pesquisa, Desenvolvimento

Leia mais

ICTR 2004 CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA EM RESÍDUOS E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL Costão do Santinho Florianópolis Santa Catarina

ICTR 2004 CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA EM RESÍDUOS E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL Costão do Santinho Florianópolis Santa Catarina ICTR 2004 CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA EM RESÍDUOS E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL Costão do Santinho Florianópolis Santa Catarina SERVIÇOS DE LIMPEZA URBANA E AS COOPERATIVAS DE CATADORES

Leia mais

Apresentação Institucional www.praxisbusiness.com.br

Apresentação Institucional www.praxisbusiness.com.br Apresentação Institucional www.praxisbusiness.com.br Novembro, 2012 CONSULTORIA + EDUCAÇÃO CORPORATIVA PARA O FRANCHISING, VAREJO & OUTROS CANAIS DE VENDAS O que fazemos DESDE 2009 100 empresas atendidas

Leia mais

Plano de Sustentabilidade da Unilever

Plano de Sustentabilidade da Unilever Unilever Plano de Sustentabilidade da Unilever Eixo temático Governança Principal objetivo da prática Para a Unilever, o crescimento sustentável e lucrativo requer os mais altos padrões de comportamento

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DE QUALIDADE NAS ESTAÇÕES DE TRATAMENTO DE ESGOTOS DA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO

SISTEMA DE GESTÃO DE QUALIDADE NAS ESTAÇÕES DE TRATAMENTO DE ESGOTOS DA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO SISTEMA DE GESTÃO DE QUALIDADE NAS ESTAÇÕES DE TRATAMENTO DE ESGOTOS DA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO Valério da Silva Ramos (*) Administrador de Empresas, pós-graduado em Gestão Econômica e Financeira

Leia mais

CORPO DOCENTE DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL ANO 2015

CORPO DOCENTE DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL ANO 2015 CORPO DOCENTE DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL ANO 2015 Anderson José Costa Sena (Mestre) Regime de Trabalho: Tempo Integral Qualificação Profissional: Engenharia Elétrica Doutorando

Leia mais

Desenvolvimento da agenda sustentabilidade & negócios

Desenvolvimento da agenda sustentabilidade & negócios Desenvolvimento da agenda sustentabilidade & negócios Em 2013, a Duratex lançou sua Plataforma 2016, marco zero do planejamento estratégico de sustentabilidade da Companhia. A estratégia baseia-se em três

Leia mais

Administradores de Planos Municipais de Saneamento Básico

Administradores de Planos Municipais de Saneamento Básico 2014 Administradores de Planos Municipais de Saneamento Básico Coordenador Acadêmico: Alceu de Castro Galvão Junior Organização: Pezco Microanalysis Dias 27 e 28 de novembro de 2014 Justificativa Os primeiros

Leia mais

ADVOGADOS E CONSULTORES

ADVOGADOS E CONSULTORES ADVOGADOS E CONSULTORES QUEM SOMOS Com mais de 25 anos de experiência nas áreas jurídica e ambiental, o escritório DIAS LOPES ADVOGADOS E CONSULTORES está focado em atender as necessidades do mercado em

Leia mais

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO Curso: Gestão Ambiental campus Angra Missão O Curso Superior de Tecnologia em Gestão Ambiental da Universidade Estácio de Sá tem por missão a formação de Gestores Ambientais

Leia mais

Promover um ambiente de trabalho inclusivo que ofereça igualdade de oportunidades;

Promover um ambiente de trabalho inclusivo que ofereça igualdade de oportunidades; POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE OBJETIVO Esta Política tem como objetivos: - Apresentar as diretrizes de sustentabilidade que permeiam a estratégia e a gestão; - Fomentar e apoiar internamente as inovações

Leia mais

OBJETIVO prioridade da agenda política.

OBJETIVO prioridade da agenda política. SANEAR É VIVER OBJETIVO Propor ao governo e à sociedade ações que melhorem o desempenho do saneamento do país e elevem o tema ao status de prioridade da agenda política. A exemplo da ação que resultou

Leia mais

Mesa Redonda Universalização do saneamento e mobilização social em comunidades de baixa renda

Mesa Redonda Universalização do saneamento e mobilização social em comunidades de baixa renda Secretaria Nacional de Mesa Redonda Universalização do saneamento e mobilização social em comunidades de baixa renda PLANEJAMENTO E CONTROLE SOCIAL COMO ESTRATÉGIAS PARA UNIVERSALIZAR O SANEAMENTO Marcelo

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Grupos de trabalho: formação Objetivo: elaborar atividades e

Leia mais

Seminário gratuito do PROFUTURO aborda estratégias para o crescimento dos negócios

Seminário gratuito do PROFUTURO aborda estratégias para o crescimento dos negócios Seminário gratuito do PROFUTURO aborda estratégias para o crescimento dos negócios O Programa de Estudos do Futuro da FIA (Fundação Instituto de Administração) realizará no dia 24 de agosto, a partir das

Leia mais

METODOLOGIA PARA ANÁLISE DA REVISÃO ORDINÁRIA DA PARCERIA PÚBLICO-PRIVADA FIRMADA ENTRE O MUNICÍPIO DE RIO CLARO E A FOZ DE RIO CLARO S/A.

METODOLOGIA PARA ANÁLISE DA REVISÃO ORDINÁRIA DA PARCERIA PÚBLICO-PRIVADA FIRMADA ENTRE O MUNICÍPIO DE RIO CLARO E A FOZ DE RIO CLARO S/A. METODOLOGIA PARA ANÁLISE DA REVISÃO ORDINÁRIA DA PARCERIA PÚBLICO-PRIVADA FIRMADA ENTRE O MUNICÍPIO DE RIO CLARO E A FOZ DE RIO CLARO S/A. A Agência Reguladora dos Serviços de Saneamento das Bacias dos

Leia mais

Como as empresas podem minimizar os efeitos da crise e manterem-se competitivas?

Como as empresas podem minimizar os efeitos da crise e manterem-se competitivas? Como as empresas podem minimizar os efeitos da crise e manterem-se competitivas? Professor e consultor Álvaro Camargo explica a importância dos processos de aproveitamento de lições aprendidas nas organizações

Leia mais

2ª Conferência Latinoamericana de Saneamento LATINOSAN 2010. Fernando Pinto Dias Perrone Gerente do Departamento de Projetos de Eficiência Energética

2ª Conferência Latinoamericana de Saneamento LATINOSAN 2010. Fernando Pinto Dias Perrone Gerente do Departamento de Projetos de Eficiência Energética 2ª Conferência Latinoamericana de Saneamento LATINOSAN 2010 Fernando Pinto Dias Perrone Gerente do Departamento de Projetos de Eficiência Energética Março de 2010 O PROCEL SANEAR Objetivos Promover o uso

Leia mais

A POLÍTICA DE DESENVOLVIMENTO PRODUTIVO DO GOVERNO FEDERAL E A MACROMETA DE

A POLÍTICA DE DESENVOLVIMENTO PRODUTIVO DO GOVERNO FEDERAL E A MACROMETA DE A POLÍTICA DE DESENVOLVIMENTO PRODUTIVO DO GOVERNO FEDERAL E A MACROMETA DE AUMENTAR O INVESTIMENTO PRIVADO EM P&D ------------------------------------------------------- 3 1. O QUE É A PDP? ----------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

APRESENTAÇÃO MISSÃO VISÃO

APRESENTAÇÃO MISSÃO VISÃO 1 2 INSTITUCIONAL APRESENTAÇÃO A BR House gera resultado de forma integrada e eficiente. Presente em Brasília, Goiânia, Cuiabá e Campo Grande com um forte time de corretores atuando pela empresa. Especialistas

Leia mais

Vilson D. Christofari pág. 1 out//2011

Vilson D. Christofari pág. 1 out//2011 Vilson D. Christofari pág. 1 CURRICULUM VITAE. VILSON DANIEL CHRISTOFARI I. FORMAÇÃO ACADÊMICA GRADUAÇÃO: Engenheiro Eletricista, formado pela Escola de Engenharia da Universidade Federal do Rio Grande

Leia mais

PROGRAMA DE INOVAÇÃO DO TEXBRASIL

PROGRAMA DE INOVAÇÃO DO TEXBRASIL PROGRAMA DE INOVAÇÃO DO TEXBRASIL O Núcleo de Inovação & Sustentabilidade do Programa Texbrasil foi implantado para atuar como agente da inovação junto ao setor, desenvolvendo ações para o fortalecimento

Leia mais

NOVA ATITUDE SOCIAL PARA A SUSTENTAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO

NOVA ATITUDE SOCIAL PARA A SUSTENTAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO Maio 2005 NOVA ATITUDE SOCIAL PARA A SUSTENTAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO Uma empresa cidadã tem direitos e deveres, assim como qualquer indivíduo. Trata-se de uma consciência crítica que nasce a partir do respeito

Leia mais

BOLETIM. Produto Interno Bruto paulista continua no patamar de um trilhão de reais

BOLETIM. Produto Interno Bruto paulista continua no patamar de um trilhão de reais patamar de um trilhão Em ano atípico, o PIB do Estado de São apresentou redução real em 2009, mas ampliou sua participação no PIB brasileiro. Em 2009, o PIB, calculado pela Fundação Seade em parceria com

Leia mais

Programa Rede A PARCERIA CFC E SEBRAE: EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA EM RESPONSABILIDADE PROFISSIONAL E SOCIAL

Programa Rede A PARCERIA CFC E SEBRAE: EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA EM RESPONSABILIDADE PROFISSIONAL E SOCIAL Programa Rede A PARCERIA CFC E SEBRAE: EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA EM RESPONSABILIDADE PROFISSIONAL E SOCIAL JUSTIFICATIVA A experiência na implementação da primeira versão do Programa Contabilizando o Sucesso

Leia mais

Portaria Inep nº 249, de 02 de junho de 2014. Publicada no Diário Oficial da União em 04 de junho de 2014.

Portaria Inep nº 249, de 02 de junho de 2014. Publicada no Diário Oficial da União em 04 de junho de 2014. Portaria Inep nº 249, de 02 de junho de 2014. Publicada no Diário Oficial da União em 04 de junho de 2014. O Presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep),

Leia mais

COPASA COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS

COPASA COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS COPASA COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS Apresentação A Companhia de Saneamento de Minas Gerais, COPASA, criada em 1963, é uma empresa vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Regional e Política

Leia mais

Curso Agenda 21. Resumo da Agenda 21. Seção I - DIMENSÕES SOCIAIS E ECONÔMICAS

Curso Agenda 21. Resumo da Agenda 21. Seção I - DIMENSÕES SOCIAIS E ECONÔMICAS Resumo da Agenda 21 CAPÍTULO 1 - Preâmbulo Seção I - DIMENSÕES SOCIAIS E ECONÔMICAS CAPÍTULO 2 - Cooperação internacional para acelerar o desenvolvimento sustentável dos países em desenvolvimento e políticas

Leia mais

Apresentação Institucional IEL/SC

Apresentação Institucional IEL/SC Apresentação Institucional IEL/SC Natalino Uggioni Joaçaba, 12 de Maio de 2014 IEL NO BRASIL O Sistema Indústria Presente nos 26 estados brasileiros e no Distrito Federal, o Sistema Indústria é composto

Leia mais

PLANO DE SEGURANÇA DA ÁGUA NO BRASIL

PLANO DE SEGURANÇA DA ÁGUA NO BRASIL Ministério da Saúde Secretaria de Vigilância em Saúde Departamento de Vigilância em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador Coordenação Geral de Vigilância em Saúde Ambiental PLANO DE SEGURANÇA DA ÁGUA

Leia mais

POLÍTICAS DE GESTÃO PROCESSO DE SUSTENTABILIDADE

POLÍTICAS DE GESTÃO PROCESSO DE SUSTENTABILIDADE POLÍTICAS DE GESTÃO PROCESSO DE SUSTENTABILIDADE 1) OBJETIVOS - Apresentar de forma transparente as diretrizes de sustentabilidade que permeiam a estratégia e a gestão; - Fomentar e apoiar internamente

Leia mais

Oportunidades Rumo à Rio + 20

Oportunidades Rumo à Rio + 20 Seminário 02 Economia verde na Amazônia: Desafios e Oportunidades Rumo à Rio + 20 (Versão 24/10/2011) Objetivo: Analisar as oportunidades e os desafios para a economia verde e debater o atual modelo de

Leia mais

PLANO DE GOVERNO 2015-2018 EXPEDITO JÚNIOR....o futuro pode ser melhorado por uma intervenção ativa no presente. Russel Ackoff

PLANO DE GOVERNO 2015-2018 EXPEDITO JÚNIOR....o futuro pode ser melhorado por uma intervenção ativa no presente. Russel Ackoff PLANO DE GOVERNO 2015-2018 EXPEDITO JÚNIOR...o futuro pode ser melhorado por uma intervenção ativa no presente. Russel Ackoff Julho/2014 0 APRESENTAÇÃO Se fôssemos traduzir o Plano de Governo 2015-2018

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Coordenadoria Geral de Pós-Graduação Lato Sensu

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Coordenadoria Geral de Pós-Graduação Lato Sensu PORTFÓLIO ESPECIALIZAÇÃO / MBA UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Sumário ÁREA: CIÊNCIAS DA SAÚDE... 2 CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO: PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL E DO TRABALHO... 2 ÁREA: COMUNICAÇÃO E LETRAS...

Leia mais

PAINEL SETORIAL MEDIÇÃO DE EFLUENTES INMETRO 2012

PAINEL SETORIAL MEDIÇÃO DE EFLUENTES INMETRO 2012 PAINEL SETORIAL MEDIÇÃO DE EFLUENTES INMETRO 2012 A Associação Nacional dos Serviços Municipais de Saneamento ASSEMAE É uma organização não-governamental, sem fins lucrativos, fundada em 1984. Os associados

Leia mais

CONSULTORIA MUDAR NEM SEMPRE É FÁCIL, MAS AS VEZES É NECESSÁRIO

CONSULTORIA MUDAR NEM SEMPRE É FÁCIL, MAS AS VEZES É NECESSÁRIO MUDAR NEM SEMPRE É FÁCIL, MAS AS VEZES É NECESSÁRIO CONTEÚDO 1 APRESENTAÇÃO 2 PÁGINA 4 3 4 PÁGINA 9 PÁGINA 5 PÁGINA 3 APRESENTAÇÃO 1 O cenário de inovação e incertezas do século 21 posiciona o trabalho

Leia mais

SEMINÁRIO BRASIL-ARGENTINA RUMO À RIO+20: UM DIÁLOGO SOBRE O FUTURO DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL Buenos Aires, 9 a 11 de novembro de 2011

SEMINÁRIO BRASIL-ARGENTINA RUMO À RIO+20: UM DIÁLOGO SOBRE O FUTURO DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL Buenos Aires, 9 a 11 de novembro de 2011 SEMINÁRIO BRASIL-ARGENTINA RUMO À RIO+20: UM DIÁLOGO SOBRE O FUTURO DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL Buenos Aires, 9 a 11 de novembro de 2011 PROGRAMA PRELIMINAR DIA 1 (09/11) 09h30-09h50 ABERTURA. Reitor

Leia mais

AGENDA. 5ª Edição. Hotel Staybridge. Realização:

AGENDA. 5ª Edição. Hotel Staybridge. Realização: AGENDA 5ª Edição D? 06 de Maio de 2015 Hotel Staybridge Realização: w w w.c o r p b us i n e s s.c o m.b r Patrocínio Gold Patrocínio Bronze Apoio Realização: APRESENTAÇÃO C GESTÃO DE PESSOAS: DESAFIOS

Leia mais

A Fundação Espaço ECO

A Fundação Espaço ECO www.espacoeco.org Sustentabilidade que se mede A Fundação Espaço ECO (FEE ) é um Centro de Excelência em Educação e Gestão para a sustentabilidade, que mede e avalia a sustentabilidade por meio de metodologias

Leia mais

Assessoria Consultoria Treinamento F I N A N C E I R A - E M P R E S A R I A L

Assessoria Consultoria Treinamento F I N A N C E I R A - E M P R E S A R I A L Assessoria Consultoria Treinamento F I N A N C E I R A - E M P R E S A R I A L Quem somos Bem vindo à Nord. Formada por profissionais oriundos do mercado financeiro, com formações multidisciplinares e

Leia mais

O Programa de Educação em Saúde e Mobilização Social em Guarulhos-SP: desenvolvimento e contribuições

O Programa de Educação em Saúde e Mobilização Social em Guarulhos-SP: desenvolvimento e contribuições O Programa de Educação em Saúde e Mobilização Social em Guarulhos-SP: desenvolvimento e contribuições Autora: Vânia Maria Nunes dos Santos Outros autores: Marcos Tsutomu Tamai, Erotides Lacerda Choueri

Leia mais

CARTA DO PARANÁ DE GOVERNANÇA METROPOLITANA

CARTA DO PARANÁ DE GOVERNANÇA METROPOLITANA CARTA DO PARANÁ DE GOVERNANÇA METROPOLITANA Em 22 e 23 de outubro de 2015, organizado pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano SEDU, por meio da Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba COMEC,

Leia mais

Terceiro Setor, Cultura e Responsabilidade Social. Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr. e Quiroga Advogados. Todos os direitos reservados.

Terceiro Setor, Cultura e Responsabilidade Social. Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr. e Quiroga Advogados. Todos os direitos reservados. Terceiro Setor, Cultura e Responsabilidade Social Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr. e Quiroga Advogados. Todos os direitos reservados. Nossos serviços Nossa equipe atende empresas que investem em responsabilidade

Leia mais

O valor da natureza para o desenvolvimento local: uma oportunidade econômica real a ser aproveitada

O valor da natureza para o desenvolvimento local: uma oportunidade econômica real a ser aproveitada O valor da natureza para o desenvolvimento local: uma oportunidade econômica real a ser aproveitada Simpósio Internacional para Formuladores de Políticas Públicas Sediado pela Cidade de Curitiba Curitiba,

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR

ESTRUTURA CURRICULAR - GESTÃO DE PESSOAS ESTRUTURA CURRICULAR Metodologia da Pesquisa Científica Liderança, Equipe e Motivação Gestão de Pessoas e o Marketing de Serviços Planejamento Estratégico Aplicado à Gestão de Pessoas

Leia mais

Empresas Familiares aprimoramento da governança corporativa para o sucesso do negócio

Empresas Familiares aprimoramento da governança corporativa para o sucesso do negócio Empresas Familiares aprimoramento da governança corporativa para o sucesso do negócio Nome Desarrollo de Sistemas de Gobierno y Gestión en Empresas de Propiedad Familiar en el Perú Objetivo Contribuir

Leia mais

Reciclagem e Valorização de Resíduos Sólidos - Meio Ambiente e Sustentabilidade

Reciclagem e Valorização de Resíduos Sólidos - Meio Ambiente e Sustentabilidade SEMINÁRIO Reciclagem e Valorização de Resíduos Sólidos - Meio Ambiente e Sustentabilidade Universidade de São Paulo Escola Politécnica Departamento de Engenharia Metalúrgica e de Materiais 27 de maio de

Leia mais

Somos uma empresa de consultoria e pesquisa, especializada no segmento healthcare, formada por profissionais associados, todos especialistas em suas

Somos uma empresa de consultoria e pesquisa, especializada no segmento healthcare, formada por profissionais associados, todos especialistas em suas Somos uma empresa de consultoria e pesquisa, especializada no segmento healthcare, formada por profissionais associados, todos especialistas em suas respectivas áreas de atuação. Trabalhamos de forma multidisciplinar,

Leia mais

V ENCONTRO DE TECNOLOGIA Período: 21, 22 E 23/ 10 /2014 AGENDA

V ENCONTRO DE TECNOLOGIA Período: 21, 22 E 23/ 10 /2014 AGENDA V ENCONTRO DE TECNOLOGIA Período: 21, 22 E 23/ 10 /2014 AGENDA 21/10/14 08H30 Prof. Dr. Lincoln Nogueira Marcellos Solenidade de abertura Diretor da Fatec Ipiranga 21/10/14 09H00 Leandro Silva Queiroz

Leia mais

APRESENTAÇÃO QUEM SOMOS... MISSÃO... VISÃO... POLÍTICA DA QUALIDADE... VALORES...

APRESENTAÇÃO QUEM SOMOS... MISSÃO... VISÃO... POLÍTICA DA QUALIDADE... VALORES... APRESENTAÇÃO QUEM SOMOS... A L3 Engenharia Ambiental é uma empresa de consultoria, serviços, desenvolvimento e execução de projetos ambientais, que possui como foco o desenvolvimento sustentável e desenvolve

Leia mais

experiência Uma excelente alternativa em serviços de auditoria

experiência Uma excelente alternativa em serviços de auditoria experiência Uma excelente alternativa em serviços de auditoria A Íntegra é uma empresa de auditoria e consultoria, com 25 anos de experiência no mercado brasileiro. Cada serviço prestado nos diferentes

Leia mais

RESOLUÇÃO N.º 336/2014

RESOLUÇÃO N.º 336/2014 MEC - UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 336/2014 EMENTA: Estabelece o currículo do Curso de Pós-graduação, nível Especialização, MBA em Desenvolvimento Gerencial

Leia mais

Instituto Euvaldo Lodi de Santa Catarina IEL/SC

Instituto Euvaldo Lodi de Santa Catarina IEL/SC Instituto Euvaldo Lodi de Santa Catarina IEL/SC Uma estrutura de apoio à Inovação Eliza Coral, Dr. Eng., PMP Outubro, 2010 Diretrizes Organizacionais Missão Contribuir para o desenvolvimento sustentável

Leia mais

Na teoria e na vida, FDC

Na teoria e na vida, FDC C T E C E N T R O D E T E C N O L O G I A E M P R E S A R I A L C T E C o o p e r a ç ã o e n t r e e m p r e s a s d e g r a n d e p o r t e Na teoria e na vida, FDC AF - 05-006 - CTE02 R.indd 2 7/10/07

Leia mais

Criando Oportunidades

Criando Oportunidades Criando Oportunidades Clima, Energia & Recursos Naturais Agricultura & Desenvolvimento Rural Mercados de Trabalho & Sector Privado e Desenvolvimento Sistemas Financeiros Comércio & Integração Regional

Leia mais

Perspectivas do Setor de Saneamento em relação à Cobrança

Perspectivas do Setor de Saneamento em relação à Cobrança Seminário Cobrança pelo Uso dos Recursos Hídricos Urbanos e Industriais Comitê da Bacia Hidrográfica Sorocaba e Médio Tietê Perspectivas do Setor de Saneamento em relação à Cobrança Sorocaba, 10 de setembro

Leia mais

Consórcio Intermunicipal das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí

Consórcio Intermunicipal das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí Consórcio Intermunicipal das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí O que é? O Consórcio Intermunicipal das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí é uma associação de direito privado, sem

Leia mais

Apresentação Institucional www.praxisbusiness.com.br

Apresentação Institucional www.praxisbusiness.com.br Nossa Missão é aprimorar a GESTÃO DOS CANAIS DE VENDAS das empresas para ampliar o ACESSO AO MERCADO e obter RESULTADOS SUSTENTÁVEIS. Apresentação Institucional www.praxisbusiness.com.br 06 de março, 2013

Leia mais