ANDRITZ HYDRO. Apresentação Institucional Maio 2016

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ANDRITZ HYDRO. Apresentação Institucional Maio 2016"

Transcrição

1 ANDRITZ HYDRO Apresentação Institucional Maio 2016

2 Energia Hidrelétrica Os múltiplos papéis em água e energia Eletricidade Para transporte, calor, energia e luz Armazenamento de água Para mitigar inundações, abastecimento de água e navegação Armazenamento de energia Para geração de carga de pico, equilibrio energético estabilidade da rede 2

3 Energia hidreléctrica Vista geral do mercado global Potencial em energia hidrelétrica tecnicamente viável: ~ 15,803 TWh/ano Geração de Energia Hidrelétrica existente: ~ 3,800 TWh/ano América do Norte China Europe excl. Rússia and Turquia Potencial de energia hidrelétrica tecnicamente viável (GWh/ano) Geração de energia hidrelétrica existente em 2013 (GWh/ano) Fonte: Hydropower & Dams World Atlas, 2014 Ásia excl. China África América do Sul 3

4 Energia Hidrelétrica Geração de energia elétrica cenário n Geração de energia hidrelétrica 4

5 ANDRITZ HYDRO Destaques Somos um fornecedor global de sistemas e serviços eletromecânicos ( from water- to-wire ) para usinas hidrelétricas e um líder no mercado mundial de geração de energia hidráulica. Mais de 175 anos de experiência em turbinas (1839) Mais de turbinas (mais de MW) instaladas Faixa de potência completa até mais de 800 MW Mais de 120 anos de experiência em equipamentos elétricos (1892) Liderança em serviço e reabilitação Mais de 120 unidades PCH s por ano 5

6 ANDRITZ HYDRO Histórico Empresas Pioneiras Charmilles Pelton Water Wheel VOEST Hydro Vevey VOEST MCE Baldwin-Lima-Hamilton I.P. Morris Bouvier Waplans Ateliers de Constructions Mécaniques de Vevey (ACMV) SAT Bell Andritz ELIN VA TECH HYDRO Precision Machines Andritz VA TECH HYDRO Hemi Controls GE HYDRO inepar GE HYDRO KVAERNER AFI Pichlerwerke Escher Wyss Sulzer Hydro C.E.G.B. Møller Tampella English Electric KMW KAMEWA Boving Finnshyttan NOHAB Dominion Engineering 6

7 O Grupo Andritz Visão Geral Perfil: fornecedor global de plantas, equipamentos serviços para usinas hidrelétricas, indústria de celulose e papel, indústrias de metalurgia e siderurgia e separação sólido / líquido nos setores urbanos e industriais Sede: Graz, Áustria Presença Global: mais de 250 locais de produção e empresas de serviços / vendas em todo o mundo DADOS FINANCEIROS 2015 Unit 2015 Entrade de pedidos MEUR* 6,017.7 Pedidos em Carteira MEUR 7,324.2 Vendas MEUR 6,377.2 EBITA MEUR Resultado Liquido MEUR Empregados - 24,508 * Milhões de euros 7

8 Perfil da empresa Posição de liderança mundial em quatro áreas de negócios 30%* 35%* 25%* 10%* Equipamentos eletromecânicos e prestação de serviços para centrais hidrelétricas, turbogeradores e bombas. Equipamentos e prestação de serviços para a produção de todos os tipos de materiais fibrosos. Equipamentos para produção e beneficiamento de metais(schuler); sistemas para produção de aço inoxidável, aço carbono e fitas de metal não ferroso; fornos industriais Instalação, equip. e prestação de serviços para a separação sólido/líquido, além de sistemas e equip. para a produção de ração para animais. Entrada de pedidos: Vendas: Entrada de pedidos: Vendas: Entrada de pedidos: Vendas: Entrada de pedidos: 597 Vendas: 628 MEUR MEUR MEUR MEUR MEUR MEUR MEUR MEUR Nota: Os números acima se referem ao ano fiscal de 2015 * Porcentagem média da entrada total de pedidos do GRUPO ANDRITZ 8

9 ANDRITZ HYDRO Dados e fatos ANDRITZ HYDRO DADOS ANDRITZ HYDRO Função Central Grandes Centrais Pequenas Centrais Serviços & Reab. Bombas Turbogeradores Unidade 2015 Entrada de pedidos MEUR 1.718,7 Pedidos em carteira MEUR 3.640,9 Vendas MEUR 1.834,8 EBITA MEUR 145,3 Empregados (sem aprendizes) Entrada de pedidos Vendas Pedidos em Carteira 9

10 ANDRITZ HYDRO Presença global Vancouver Spokane Morelia Peterborough Point Claire Chambly Paris Charlotte Ravensburg Kriens Vevey Prague Linz Vienna Tiszakécske Weiz Graz Faridabad Bhopal Beijing Chengdu Hanoi Hangzhou Yangon Foshan Vientiane Kuala Lumpur Manila Bogotá Caracas Nälden Hammerfest Jevnaker Tampere Glasgow Moscow Kiev Grenoble Schio Tblisi Porto Tehran Madrid Ankara Jakarta Melbourne Christchurch Lima Santiago de Chile Araraquara Campinas São Paulo Johannesburg ANDRITZ HYDRO locais com fabricação ANDRITZ HYDRO escritórios 10

11 ANDRITZ HYDRO Pesquisa e desenvolvimento globais Instalações globais de testes: 14 instalações de testes hidráulicos 5 laboratórios de geradores Laboratório de bombas Métodos avançados de cálculo numérico. Destaques: Instalações de testes incluindo todos os tipos de turbinas: Quedas altas de até m Quedas baixas turbinas Bulbo Turbinas bombas Campos de testes de geradores para: Grandes máquinas elétricas rotativas de até 850 MVA Mancais Isolamento elétrico 11

12 ANDRITZ HYDRO Fabricação global Principais produtos: componentes hidromecânicos componentes para turbinas hidrogeradores e turbogeradores componentes elétricos Locais: Europa Ásia América do Norte, América do Sul Capacidade: Capacidade de fabricação in-house: ~ horas/ano Capacidade de montagem on-site: ~ horas/ano Área total de fabricação: > m

13 ANDRITZ HYDRO Sistema e escopo de fornecimento de serviços from water-to-wire Comportas 2 Conduto Forçado 3 Válvula borboleta 4 Turbina 5 Gerador Automação, Controle & Proteção 7 Subestação de média tensão 8 Transformador 9 Subestação de alta tensão (GIS) 10 Linha de transmissão 13

14 Grandes centrais hidrelétricas Grandes usinas Escopo: Fornecimento de toda a linha de produtos eletromecânicos sistema Turkey Novas usinas hidrelétricas Reabilitações e modernizações from water-to-wire (W2W) Desenvolvimento do projeto Destaques: Líder de mercado em turbinas Pelton 423 MW, 1874 m 2 recordes mundiais - Bieudron / Suíça Grandes turbinas Francis 770 MW Guri II / Venezuela Líder de mercado em turbinas Bulbo MW Sto. Antônio / Brasil Grandes hidrogeradores 840 MVA Three Gorges / China 14

15 Estruturas hidromecânicas Condutos forçados e comportas Escopo: Estruturas de aço para hidrelétricas, abastecimento de água e irrigação Condutos forçados expostos e embutidos Tubulações e revestimentos metálicos de condutos Blindagens e bifurcações Comportas e construções hidráulicas de aço Destaques: Grandes comportas: Pimental / Brasil Válvula borboleta: Ø 13,26 m Tarbela Dam 3 / Paquistão Grande blindagem 16 m de altura Tarbela Dam 3 / Paquistão Alta queda m Cleuson-Dixence / Suíça 15

16 Pequenas e mini centrais hidrelétricas PCH s Escopo: Pequenas centrais hidrelétricas (unidades de até 30 MW) Mini centrais hidrelétricas (unidades desde 20 kw até kw) from water-to-wire (W2W) Fabricação de todos os tipos de turbinas Pré-montagem na fábrica Destaques: PCH s fornecidas para a Turquia Mais de MW Grande PCH Pelton 30,3 MW Renace II / Guatemala Turbinas de água potável e águas residuais 200 kw Val Mila / Suíça 6 MW Las Vacas / Guatemala Turbina reversível (minas) 3x 1.54 MW Saaiplaas / África do Sul A cada semana duas novas unidades de PCH s são colocadas em funcionamento! 16

17 Modernização Serviço & Reabilitação Escopo: Soluções, produtos e serviços durante todo o ciclo de vida de uma usina hidrelétrica Revisão geral / reabilitação Reforma/ atualização / modernização Avaliação da instalação Estudos técnicos Análise de vida residual Avaliação de risco Destaques: Reavaliação + 40% - Ambuklao/Filipinas MW Guri II / Venezuela Reinstalação e reavaliação (substituição de 12 por 5 unidades) + 20% (5x 17.3 MW) Lochaber / Reino Unido Reabilitação do maior hidrogerador monofásico 94 MVA, 34 t peso do pólo Langenprozelten / Germany 17

18 Estação de força Sistemas de Energia Elétrica Escopo: Soluções, produtos e serviços para todos os tipos de equipamentos elétricos para usinas hidrelétricas Engenharia e instalações, incluindo estudos de sistemas e de rede Integração de todos os sistemas ( from water-to-wire ) Destaques: Sistema elétrico para turbinas reversíveis 4x 300 MW Tong Bai / China Equipamento elétrico completo para 6x 130 MW Karahnjukar / Islândia Equipamento elétrico completo para 2x 55 MW Chacayes / Chile Equipamento elétrico sistema turkey mais subestação de alta tensão 420 kv 4x 130 MW Beles / Etiópia 18

19 Equipamento secundário Automação Escopo: Soluções de automação completas para: todos os tipos de usinas hidrelétricas usinas hidrelétricas recém construídas reabilitação reforma e modernização integração de sistemas existentes Destaques: Ampla excitação (corrente de campo A) 10x 850 MVA Guri II / Venezuela HIPASE Plataforma integrada para proteção, excitação, regulador de velocidade e sincronização Aplicações de amplo centro de distribuição elétrica Centro regional de distribuição 110 usinas da EON Landshut / Alemanha Centro de distribuição para a Noruega Statkraft / Noruega 19

20 Bombas, motores e helicoidais Bombas Escopo: Bombas standard e customizadas: Água, água residual ou água do mar Bombas de água de resfriamento (centrais elétricas) Óleo & Gás Mineração Indústria (celulose, papel, açúcar, química e de alimentos) Pequenas centrais hidrelétricas Destaques: Vazões muito grandes (por ex. infraestrutura da água na Índia e China) Aplicações altamente abrasivas Conceito modular multiestágios com máxima eficiência Bombas multiestágios projetadas com até 35 MW Operações reversíveis 20

21 Gás e geradores de turbinas a vapor Turbogerador Escopo: Turbogeradores para turbinas a gás e vapor, de 8 MVA até 350 MVA 50 e 60 Hz Tipo: Resfriado a ar TEWAC (resfriado a ar-água): Ventilação aberta CACA (resfriado ar-ar) Resfriado a hidrogênio Destaques: > unidades turbogeradoras > MVA potência total construída Turbogeradores para: Turbinas a gás para serviço pesado (HDGT) Turbinas a gás aeroderivadas 21

22 Panorama do mercado hidrelétrico Aplicações de baixa queda para estruturas existentes Tendências: Solução inovadora para: Represas, comportas, açudes, etc existentes Projetos em áreas novas Uso da vazão ecológica para geração de energia adicional Destaques: Maior central HYDROMATRIX 45x 534 KW Ashta I / Albânia 45x kw Ashta II / Albânia Uso de eclusas abandonadas 5x 270 kw StrafloMatrix TM Chievo / Itália 22

23 Panorama do mercado hidrelétrico Desenvolvimento da energia oceânica Tendências: Tecnologia para geração de eletricidade a partir de elevação das marés e correntes das marés: Lagoa de maré (ilha de energia) Matriz de maré Barragem de maré Destaques: Maior usina maremotriz do mundo 10x 26 MW Sihwa / Coréia do Sul Reabilitação da 1ª usina maremotriz 24x 10 MW La Rance / França 1ª turbina comerc. de corrente de maré 1x kw (HS1000) EMEC /Reino Unido Primeira matriz comercial 3x 1,5 MW MeyGen / Escócia Novos desenvolv. para lagoas de maré 23

24 Panorama do mercado hidrelétrico Usinas Resersíveis Tendências: Solução como bateria da rede from water-to-wire (W2W) Velocidade fixa ou variável Compatibilidade da rede elétrica Conformidade com código da rede Destaques: 1ª usina reversível da Europa 4x 325 MW Goldisthal / Alemanha (2x unidades de velocidade variável de 340 MVA) Acumulação de alta velocidade (750 rpm) 2x 240 MVA Reisseck II / Áustria Troca rápida (+540 / -540 MW em 20 s) 3x 200 MVA Kops II / Áustria 24

25 Qualidade Todas as Divisões e Subsidiárias operacionais estão certificadas de acordo com as Normas ISO 9001, ISO e OHSAS Q u a l i dade q u e v o c ê p o d e c o n f i a r! 25

26 ANDRITZ HYDRO Seu parceiro para energia renovável e limpa 26

MEIO AMBIENTE E ENERGIAS ALTERNATIVAS. Roberto Barce

MEIO AMBIENTE E ENERGIAS ALTERNATIVAS. Roberto Barce MEIO AMBIENTE E ENERGIAS ALTERNATIVAS Roberto Barce O Grupo ANDRITZ no mundo Vista Geral A empresa ANDRITZ AG, Graz, Áustria (sede do Grupo). Mais de 220 empresas de produção e de serviços no mundo inteiro.

Leia mais

Estado da Arte em Modernização de Maquinas Hidráulicas XXIII SNPTE 20/10/15

Estado da Arte em Modernização de Maquinas Hidráulicas XXIII SNPTE 20/10/15 Estado da Arte em Modernização de Maquinas Hidráulicas XXIII SNPTE 20/10/15 Visão Geral - 2014 A empresa ANDRITZ AG, Graz, Áustria (sede do Grupo). Mais de 220 empresas de produção e de serviços no mundo

Leia mais

Com megatendências globais dando forma ao nosso presente, respostas a questões colocadas pelo futuro tornamse necessárias nos dias atuais.

Com megatendências globais dando forma ao nosso presente, respostas a questões colocadas pelo futuro tornamse necessárias nos dias atuais. From water to wire Com megatendências globais dando forma ao nosso presente, respostas a questões colocadas pelo futuro tornamse necessárias nos dias atuais. Ao examinar alterações em políticas demográficas,

Leia mais

ENERGIA LIMPA E RENOVÁVEL

ENERGIA LIMPA E RENOVÁVEL ENERGIA LIMPA E RENOVÁVEL η % 100 90 80 70 60 1 2 50 40 1 2 3 4 PELTON KAPLAN 30 3 4 20 10 BULBO FRANCIS 0 10 20 30 40 50 60 70 80 90 100 Q % www.energpower.com.br FORNECIMENTO DE EQUIPAMENTOS PARA USINAS

Leia mais

Serviços e Reabilitações

Serviços e Reabilitações Serviços e Reabilitações www.andritz.com ANDRITZ HYDRO Modernização e renovação Cerca de 50% das tecnologias primárias e secundárias instaladas em usinas hidroelétricas no mundo inteiro têm mais de 40

Leia mais

Soluções Integradas para PCHs. SEMI Industrial Ltda.

Soluções Integradas para PCHs. SEMI Industrial Ltda. Soluções Integradas para PCHs SEMI Industrial Ltda. Empresas do Grupo SEMI Engenharia SEMI Sistemas SEMI Industrial Montagens Eletromecânicas Automação de Centrais Reguladores de Velocidade e Tensão Projetos

Leia mais

ANDRITZ turbinas reversíveis Série ACT/FPT

ANDRITZ turbinas reversíveis Série ACT/FPT ANDRITZ turbinas reversíveis Série ACT/FPT www.andritz.com/pumps ANDRITZ turbina centrífuga reversível Por mais de 100 anos, a ANDRITZ tem sido um sinônimo de competência e inovação no projeto de turbinas

Leia mais

Geração de Energia Elétrica - Hidrelétricas. SIE Sistemas de Energia Professora Camila Bastos Eletroeletrônica Módulo 8

Geração de Energia Elétrica - Hidrelétricas. SIE Sistemas de Energia Professora Camila Bastos Eletroeletrônica Módulo 8 Geração de Energia Elétrica - Hidrelétricas SIE Sistemas de Energia Professora Camila Bastos Eletroeletrônica Módulo 8 Introdução A energia elétrica é produzida através de outras formas de energia; O Atlas

Leia mais

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS. Sede Nacional - SP

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS. Sede Nacional - SP ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS Sede Nacional - SP Fundação: 1937 - origem em um sindicato têxtil; Possui 1.200 empresas associadas e representa 4,5 mil empresas; Sede nacional

Leia mais

MÁQUINAS HIDRÁULICAS AULA 14 TURBINAS HIDRÁULICAS PROF.: KAIO DUTRA

MÁQUINAS HIDRÁULICAS AULA 14 TURBINAS HIDRÁULICAS PROF.: KAIO DUTRA MÁQUINAS HIDRÁULICAS AULA 14 TURBINAS HIDRÁULICAS PROF.: KAIO DUTRA Centrais Hidroelétricas A energia hidráulica encontra-se no mares, rios e reservatórios, sob a forma potencial e cinética e podem ser

Leia mais

Water Cooled Motor refrigerado à água

Water Cooled Motor refrigerado à água Motores I Automação I Energia I Transmissão & Distribuição I Tintas Water Cooled Motor refrigerado à água Baixo nível de ruído Fácil manutenção Baixo custo operacional Motores Water Cooled Os motores refrigerados

Leia mais

Regeneração de Energia & Otimização de Custos

Regeneração de Energia & Otimização de Custos Regeneração de Energia & Otimização de Custos Cristiano L. Saito 27/11/2015 1 2 Alstom HESOP HESOP 27/11/2015 P 2 Alstom Oferta integrada para sistemas metro-ferroviários Gama Completa => Material Rodante

Leia mais

Tipos de Usinas Elétricas

Tipos de Usinas Elétricas Tipos de Usinas Elétricas Professor: Xuxu USINAS GERADORAS DE ELETRICIDADE Uma usina elétrica pode ser definida como um conjunto de obras e equipamentos cuja finalidade é a geração de energia elétrica,

Leia mais

Bomba ANDRITZ de carcaça bipartida Eficiências mais altas e projeto robusto

Bomba ANDRITZ de carcaça bipartida Eficiências mais altas e projeto robusto Bomba ANDRITZ de carcaça bipartida Eficiências mais altas e projeto robusto www.andritz.com/pumps Eficiências mais altas e baixa pulsação Por mais de 100 anos, a ANDRITZ tem sido sinônimo de competência

Leia mais

Tipos de Usinas Elétricas

Tipos de Usinas Elétricas Tipos de Usinas Elétricas USINAS GERADORAS DE ELETRICIDADE Uma usina elétrica pode ser definida como um conjunto de obras e equipamentos cuja finalidade é a geração de energia elétrica, através de aproveitamento

Leia mais

Instalações Elétricas Prediais A ENG04482

Instalações Elétricas Prediais A ENG04482 Instalações Elétricas Prediais A ENG04482 Prof. Luiz Fernando Gonçalves AULA 2 Conceitos Fundamentais Porto Alegre - 2012 Tópicos Energia elétrica Fontes de eletricidade Fontes de tensão e corrente Geração

Leia mais

Fontes renováveis de energia - Hidrelétrica. Aula energias renováveis

Fontes renováveis de energia - Hidrelétrica. Aula energias renováveis Aula energias renováveis Hidrelétrica - Desenvolvimento e uso - As usinas hidrelétricas - Turbinas - Sistemas de grande porte Driving the hydropower Hidrelétrica Vento Maré Queda na temperatura da água

Leia mais

para o setor industrial no Brasil Felipe Sgarbi

para o setor industrial no Brasil Felipe Sgarbi O avanço da gestão da energia e as oportunidades para o setor industrial no Brasil Felipe Sgarbi Agenda O ICA/Procobre Gestão de Energia e a ISO 50001 O setor industrial brasileiro Conclusões O avanço

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Soluções em Geração de Energia. Usinas Hidrelétricas

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Soluções em Geração de Energia. Usinas Hidrelétricas Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Soluções em Geração de Energia Usinas Hidrelétricas Grupo www.weg.net WEG Integração total de equipamentos e reduzido tempo de instalação e start-up?

Leia mais

Empresas e Consórcios do Grupo CEMIG

Empresas e Consórcios do Grupo CEMIG Empresas e Consórcios do Grupo CEMIG Roteiro 1. A EMPRESA EFFICIENTIA 2. CAMPOS DE ATUAÇÃO 3. PROJETOS TÍPICOS E CASOS DE SUCESSO A Efficientia na Holding CEMIG Empresa especializada em eficiência e Soluções

Leia mais

X SIMPOSIO SOBRE PEQUENAS E MÉDIAS CENTRAIS HIDRELÉTRICAS E USINAS REVERSIVEIS USINAS HIDRELÉTRICAS REVERSÍVEIS O ESTADO DA ARTE

X SIMPOSIO SOBRE PEQUENAS E MÉDIAS CENTRAIS HIDRELÉTRICAS E USINAS REVERSIVEIS USINAS HIDRELÉTRICAS REVERSÍVEIS O ESTADO DA ARTE X SIMPOSIO SOBRE PEQUENAS E MÉDIAS CENTRAIS HIDRELÉTRICAS E USINAS REVERSIVEIS USINAS HIDRELÉTRICAS REVERSÍVEIS O ESTADO DA ARTE Carmo Gonçalves 1. USINAS HIDRELÉTRICAS REVERSÍVEIS Figura 01 - Ilustração

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA DEPARTAMENTO DE QUÍMICA TEMA 4: FONTES DE ENERGIA E MEIO AMBIENTE

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA DEPARTAMENTO DE QUÍMICA TEMA 4: FONTES DE ENERGIA E MEIO AMBIENTE UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA DEPARTAMENTO DE QUÍMICA TEMA 4: FONTES DE ENERGIA E MEIO AMBIENTE Alunas: Erika Martins dos Reis 1 Alessandra B. R. de Azevedo Disciplina: Química do Meio Ambiente

Leia mais

Energia Hidrogeradores. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas

Energia Hidrogeradores. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Energia Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Desenvolvidos para aplicações em centrais hidrelétricas, os hidrogeradores WEG possuem uma grande faixa de opções, tanto de potências

Leia mais

SISTEMA DE ALIMENTAÇÃO DE ENERGIA DE MISSÃO CRÍTICA

SISTEMA DE ALIMENTAÇÃO DE ENERGIA DE MISSÃO CRÍTICA SISTEMA DE ALIMENTAÇÃO DE ENERGIA DE MISSÃO CRÍTICA 01/12/2016 Ildeu Marques Senior Engenharia Rodrigo Cenizio Unitec Semicondutores INTRODUÇÃO Esta palestra tem por objetivo apresentar um case da solução

Leia mais

ROTORES KAPLAN DE ALTA PRESSÃO

ROTORES KAPLAN DE ALTA PRESSÃO ROTORES KAPLAN DE ALTA PRESSÃO Luiz Guermandi ANDRITZ Hydro 1. OBJETIVO 2 Análise macro comparativa entre rotores de alta e baixa pressão e apresentar as potenciais vantagens de se trabalhar com a tecnologia

Leia mais

Bombas Hidráulicas. Nelson R. Amanthea. Jun2008

Bombas Hidráulicas. Nelson R. Amanthea. Jun2008 Bombas Hidráulicas Nelson R. Amanthea Jun2008 Objetivos Introdução Máquinas Hidráulicas Bombas Hidráulicas Recalque Sistemas de Bombeamento Denominação o Deslocamento Direto o Cinéticas Bombas Centrífugas

Leia mais

Os desafios regulatórios, comerciais e tecnológicos para armazenamento de energia: O papel das usinas reversíveis

Os desafios regulatórios, comerciais e tecnológicos para armazenamento de energia: O papel das usinas reversíveis Seminário Brasileiro de Qualidade e Armazenamento de Energia Os desafios regulatórios, comerciais e tecnológicos para armazenamento de energia: O papel das usinas reversíveis Dr. Manuel Gonçalves, diretor

Leia mais

PARA RAIOS SURGE ARRESTERS

PARA RAIOS SURGE ARRESTERS PARA RAIOS SURGE ARRESTERS Nexans, líder mundial na indústria de cabos Total de venda de 6,2 bilhões de euros em 201 A mais completa variedade de cabos e sistema de cabeamento Plantas em mais de 40 países

Leia mais

PONTOS CRÍTICOS DE SUCESSO E FRACASSO DOS PROJETOS PREVISTOS NO PLANO DECENAL DE EXPANSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA

PONTOS CRÍTICOS DE SUCESSO E FRACASSO DOS PROJETOS PREVISTOS NO PLANO DECENAL DE EXPANSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA PONTOS CRÍTICOS DE SUCESSO E FRACASSO DOS PROJETOS PREVISTOS NO PLANO DECENAL DE EXPANSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA Diretor Técnico da Eletronuclear TÓPICOS Projeções da Indústria Nuclear Estruturação do Projeto

Leia mais

MÁQUINAS TÉRMICAS AT-101

MÁQUINAS TÉRMICAS AT-101 Universidade Federal do Paraná Curso de Engenharia Industrial Madeireira MÁQUINAS TÉRMICAS AT-101 Dr. Alan Sulato de Andrade alansulato@ufpr.br 1 HISTÓRICO: O desenvolvimento da tecnologia de cogeração

Leia mais

PANORAMA GERAL DA PRODUÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA NO PAIS

PANORAMA GERAL DA PRODUÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA NO PAIS PANORAMA GERAL DA PRODUÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA NO PAIS O Brasil possui no total 4.466 empreendimentos em operação, totalizando 141.798.700 kw de potência instalada. Está prevista para os próximos anos

Leia mais

FENERGIA

FENERGIA FENERGIA 2016 28.11.2016 Eficiência Energética: Cenários e Oportunidades CENÁRIO DE ENERGIA - MUNDO Mudança na demanda de Energia: atual - 2035 Insights» 21 % do consumo mundial atual = China» Crescimento

Leia mais

BERMAD Irrigação. Válvulas de Controle de Estações de Filtragem. Aplicações Típicas. Operação de Câmara

BERMAD Irrigação. Válvulas de Controle de Estações de Filtragem. Aplicações Típicas. Operação de Câmara NOVO Irrigação Coluna de Controle de Irrigação Estações de Filtragem Válvulas de Controle de Estações de Filtragem Uma das formas mais comuns de limpes elementos filtrantes de areia, cascalho, disco ou

Leia mais

Sistemas de Potência e Energia

Sistemas de Potência e Energia UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA Sistemas de Potência e Energia Departamento de Energia Elétrica Faculdade de Engenharia UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA E-mail: jopass@ieee.org Juiz de Fora, 30

Leia mais

SUMÁRIO APRESENTAÇÃO PREFÁCIO... 15

SUMÁRIO APRESENTAÇÃO PREFÁCIO... 15 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 13 PREFÁCIO... 15 1 INTRODUÇÃO E DEFINIÇÕES GERAIS... 19 1.1 Aplicações da Simulação Dinâmica... 20 1.2 Tipos de Modelos para Sistemas Dinâmicos... 21 1.3 Modelos Matemáticos...

Leia mais

Eficiência energética na indústria. Claudia Shirozaki - CSA. 23 de novembro de 2016 Sede do Sistema FIRJAN RJ

Eficiência energética na indústria. Claudia Shirozaki - CSA. 23 de novembro de 2016 Sede do Sistema FIRJAN RJ 23 de novembro de 2016 Sede do Sistema FIRJAN RJ Eficiência energética na indústria Claudia Shirozaki - CSA 1 Hora/ data título da apresentação autor (preencha aqui acessando o slide mestre) Eficiência

Leia mais

CASSETE PISO TETO SOFISTICAÇÃO EM QUALIDADE E HARMONIA COM SEU AMBIENTE. AR CONDICIONADO. O novo grau de conforto. LINHA SPLIT

CASSETE PISO TETO SOFISTICAÇÃO EM QUALIDADE E HARMONIA COM SEU AMBIENTE. AR CONDICIONADO. O novo grau de conforto. LINHA SPLIT TO EN M A Ç N LA CASSETE PISO TETO SOFISTICAÇÃO EM HARMONIA COM SEU AMBIENTE. QUALIDADE E AR CONDICIONADO LINHA SPLIT 00485mn01.indd 1 O novo grau de conforto. 13/02/2015 14:20:24 Cassete Apresentação

Leia mais

Aquecimento de Água. Linha Bomba de Calor para Piscina. Linha Completa para o Conforto Térmico

Aquecimento de Água. Linha Bomba de Calor para Piscina. Linha Completa para o Conforto Térmico Aquecimento de Água Linha Bomba de Calor para Piscina Linha Completa para o Conforto Térmico Aquecedor de Água Apresentação Este modelo de bomba de calor para piscina é fabricado pela Rheem nos Estados

Leia mais

A P R E S E N T A Ç Ã O ROMANIA INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA iniciando suas atividades através da prestação de serviços no segmento de engenharia

A P R E S E N T A Ç Ã O ROMANIA INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA iniciando suas atividades através da prestação de serviços no segmento de engenharia A P R E S E N T A Ç Ã O ROMANIA INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA iniciando suas atividades através da prestação de serviços no segmento de engenharia aplicada às indústrias, caldeiraria e montagens industriais,

Leia mais

Misturador Submersível modelo ABS XRW 900

Misturador Submersível modelo ABS XRW 900 Misturador Submersível modelo ABS XRW 900 Principais Aplicações O misturador submersível modelo ABS XRW é um equipamento compacto e versátil para uma ampla gama de aplicações, incluindo o uso em líquidos

Leia mais

ANDRITZ Solução em bombas para mineração

ANDRITZ Solução em bombas para mineração ANDRITZ Solução em bombas para mineração www.andritz.com/pumps ANDRITZ para mineração Soluções de bombeamento sob medida Você está à procura de soluções seguras e eficazes na gestão da água de mineração?

Leia mais

D / Sistemas de refrigeração de fluidos RFCS

D / Sistemas de refrigeração de fluidos RFCS Sistemas de refrigeração de fluidos RFCS Máquinas-ferramentas Seu parceiro profissional para sistemas de refrigeração. Todas as exigências... Prensas Máquinas injetoras de plástico Usinas termelétricas

Leia mais

É a produção de bens materiais, além dos agrícolas, por empresas não artesanais. Este termo começou a ser utilizado a partir da 1ª Revolução

É a produção de bens materiais, além dos agrícolas, por empresas não artesanais. Este termo começou a ser utilizado a partir da 1ª Revolução É a produção de bens materiais, além dos agrícolas, por empresas não artesanais. Este termo começou a ser utilizado a partir da 1ª Revolução Industrial, que se iniciou em Inglaterra no século XVIII. Indústria

Leia mais

COLÉGIO 7 DE SETEMBRO DISICIPLINA DE GEOGRAFIA PROF. RONALDO LOURENÇO 1º 1 PERCURSO 26 (PARTE 3) A PRODUÇÃO MUNDIAL DE ENERGIA

COLÉGIO 7 DE SETEMBRO DISICIPLINA DE GEOGRAFIA PROF. RONALDO LOURENÇO 1º 1 PERCURSO 26 (PARTE 3) A PRODUÇÃO MUNDIAL DE ENERGIA COLÉGIO 7 DE SETEMBRO DISICIPLINA DE GEOGRAFIA PROF. RONALDO LOURENÇO 1º 1 PERCURSO 26 (PARTE 3) A PRODUÇÃO MUNDIAL DE ENERGIA ENERGIA: EVOLUÇÃO HISTÓRICA E CONSTEXTO ATUAL ENERGIAS NÃO RENOVÁVEIS 1 PETRÓLEO

Leia mais

ENERGIA. Em busca da sustentabilidade

ENERGIA. Em busca da sustentabilidade ENERGIA Em busca da sustentabilidade Características de uma boa fonte de combustível i) Fornecer grande quantidade de energia por unidade de massa ou volume (Rendimento); ii) Facilmente disponível; iii)

Leia mais

Tubulações Industriais. Prof. João Paulo Barbosa, M.Sc.

Tubulações Industriais. Prof. João Paulo Barbosa, M.Sc. Tubulações Industriais Prof. João Paulo Barbosa, M.Sc. TUBULAÇÕES E VASOS DE PRESSÃO São equipamentos vitais nas plantas industriais das mais diversas áreas da engenharia. Generalidades e Classificação

Leia mais

Processamento da Energia de Biocombustíveis

Processamento da Energia de Biocombustíveis Processamento da Energia de Biocombustíveis Professor: Marcello Mezaroba Dr. Email: marcello.mezaroba@udesc.br Junho de 2016 Sumário I. Biomassa II. Cogeração de energia a partir de biocombustíveis III.

Leia mais

Os gases combustíveis e a eficiência nas edificações

Os gases combustíveis e a eficiência nas edificações Os gases combustíveis e a eficiência nas edificações Apresentação Eficiência energética em edificações Panorama internacional O caso Brasileiro PBE Edificação Custos nas instalações Eficiência energética

Leia mais

Hidrelétrica. Itaipu: MW (potência de geração) * 16,99% da energia consumida no Brasil * Em 2011: MWh.

Hidrelétrica. Itaipu: MW (potência de geração) * 16,99% da energia consumida no Brasil * Em 2011: MWh. Hidrelétrica Funcionamento: * Pressão causa um aumento da velocidade da água rgh=rv 2 /2 portanto: E a h * Quanto mais alta a represa, maior a velocidade da água e, portanto, maior a energia produzida.

Leia mais

Capacitação da Indústria. Nacional e Perspectivas de. Ampliação do Fornecimento. Local de Bens e Serviços para o. Setor de Óleo e Gás

Capacitação da Indústria. Nacional e Perspectivas de. Ampliação do Fornecimento. Local de Bens e Serviços para o. Setor de Óleo e Gás Capacitação da Indústria Nacional e Perspectivas de Ampliação do Fornecimento Local de Bens e Serviços para o Setor de Óleo e Gás 1 Agentes Governamentais Indústria Nacional Operadoras de P&G Missão Maximizar

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA MECÂNICA TURBINAS A VAPOR

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA MECÂNICA TURBINAS A VAPOR UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA MECÂNICA TURBINAS A VAPOR Prof. FERNANDO BÓÇON, Dr.Eng. Curitiba, setembro de 2015 IV - TURBINAS A VAPOR 1. GENERALIDADES 1.1

Leia mais

ENERGIA. origem do grego érgon, que significa trabalho. Assim, en + érgon queria dizer, na Grécia Antiga, em trabalho, em atividade, em ação.

ENERGIA. origem do grego érgon, que significa trabalho. Assim, en + érgon queria dizer, na Grécia Antiga, em trabalho, em atividade, em ação. ENERGIA origem do grego érgon, que significa trabalho. Assim, en + érgon queria dizer, na Grécia Antiga, em trabalho, em atividade, em ação. A mais antiga forma de energia é a produzida pelos músculos

Leia mais

ANIET XII Jornadas técnicas. 7 de Novembro A Metso, Amarante e a indústria extrativa e transformadora. Paulo Seiça Leitão

ANIET XII Jornadas técnicas. 7 de Novembro A Metso, Amarante e a indústria extrativa e transformadora. Paulo Seiça Leitão ANIET XII Jornadas técnicas 7 de Novembro 2014 A Metso, Amarante e a indústria extrativa e transformadora Paulo Seiça Leitão A Metso é um fornecedor global de serviços e tecnologia sustentável Nossos clientes

Leia mais

MC Bomba Multiestágio Segmentada de Alta Pressão

MC Bomba Multiestágio Segmentada de Alta Pressão MC Bomba Multiestágio Segmentada de Alta Pressão Principais Aplicações A bomba MC foi projetada basicamente para aplicações de energia, tais como alimentação de caldeira auxiliar, redução de óxidos de

Leia mais

ANDRITZ Bombas verticais de corpo helicoidal

ANDRITZ Bombas verticais de corpo helicoidal ANDRITZ Bombas verticais de corpo helicoidal www.andritz.com/pumps Engenharia de Bombas Personalizadas Soluções à medida do cliente Há mais de 100 anos, a ANDRITZ tem sido sinônimo de competência e inovação

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA MECÂNICA TM-364 MÁQUINAS TÉRMICAS I. Máquinas Térmicas I

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA MECÂNICA TM-364 MÁQUINAS TÉRMICAS I. Máquinas Térmicas I UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA MECÂNICA TM-364 MÁQUINAS TÉRMICAS I Máquinas Térmicas I "Existem três tipos de pessoas: as que sabem e as que não sabem contar...

Leia mais

Andritz Soluções de bombeamento para a indústria do açúcar

Andritz Soluções de bombeamento para a indústria do açúcar Andritz Soluções de bombeamento para a indústria do açúcar www.andritz.com/pumps andritz presente na indústria do açúcar Soluções de bombas fabricadas à medida É responsável pela operação ou pela manutenção

Leia mais

Fontes Alternativas de Energia Enfoque no Biogás

Fontes Alternativas de Energia Enfoque no Biogás Fontes Alternativas de Energia Enfoque no Biogás Fontes de Energia Fontes Primárias Fontes Renováveis Fontes Não Renováveis Geotérmica Gravitacional Solar Nuclear Oceânica Eólica Hidráulica Fontes Secundárias

Leia mais

Votorantim Metais do niquel para o ácido sulfurico. Fernando Braghini - Vmetais FM Thomas Bartoneck - Combustion Solutions Mario Beer MB Consultores

Votorantim Metais do niquel para o ácido sulfurico. Fernando Braghini - Vmetais FM Thomas Bartoneck - Combustion Solutions Mario Beer MB Consultores Votorantim Metais do niquel para o ácido sulfurico Fernando Braghini - Vmetais FM Thomas Bartoneck - Combustion Solutions Mario Beer MB Consultores 1 Grupo Votorantim 96 anos de história Empresas do grupo:

Leia mais

X CONFERÊNCIA DE CENTRAIS HIDRELÉTRICAS 14 DE SETEMBRO DE 2016

X CONFERÊNCIA DE CENTRAIS HIDRELÉTRICAS 14 DE SETEMBRO DE 2016 X CONFERÊNCIA DE CENTRAIS HIDRELÉTRICAS 14 DE SETEMBRO DE 2016 O CONHECIMENTO DOS FLUTUADORES SOLARES Ciel & Terre Brasil é uma joint venture entre a Sunlution e a Ciel & Terre Internacional, a qual tem

Leia mais

Perfil da Vipro. Gama de Produtos e Serviços VIPRO

Perfil da Vipro. Gama de Produtos e Serviços VIPRO Histórico da VIPRO VIPRO foi formada em 1998 pelo atual diretor administrativo, um perito experiente com mais de 20 anos de experiência na área de equipamentos de vibração. Desde o início, somos especializados

Leia mais

A bioeletricidade no setor sucroenergético

A bioeletricidade no setor sucroenergético A bioeletricidade no setor sucroenergético Zilmar Souza Bioeletricidade Audiência Pública Comissão de Serviços de Infraestrutura Senado Federal Brasília DF 22 de agosto de 2016 Sobre a UNICA http://www.unica.com.br/

Leia mais

CURSO: ENGENHARIA ELÉTRICA EMENTAS PERÍODO

CURSO: ENGENHARIA ELÉTRICA EMENTAS PERÍODO CURSO: ENGENHARIA ELÉTRICA EMENTAS 2016.1 1 PERÍODO DISCIPLINA: INTRODUÇÃO AO CÁLCULO DISCIPLINA: FUNDAMENTOS DE FÍSICA DISCIPLINA: REPRESENTAÇÃO GRÁFICA DISCIPLINA: INTRODUÇÃO A ENGENHARIA DISCIPLINA:

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Motores de Indução Trifásicos Linha WGM Refrigerados por Manto D Água

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Motores de Indução Trifásicos Linha WGM Refrigerados por Manto D Água Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Motores de Indução Trifásicos Linha WGM Refrigerados por Manto D Água Motores de Indução Trifásicos Linha WGM Refrigerados por Manto D Água Os

Leia mais

ESTUDO DA VIABILIDADE ENERGÉTICA DE IMPLANTAÇÃO DE UMA USINA EÓLICA DE 100 KW PARA ABASTECER UMA COMUNIDADE RURAL ISOLADA 1

ESTUDO DA VIABILIDADE ENERGÉTICA DE IMPLANTAÇÃO DE UMA USINA EÓLICA DE 100 KW PARA ABASTECER UMA COMUNIDADE RURAL ISOLADA 1 ESTUDO DA VIABILIDADE ENERGÉTICA DE IMPLANTAÇÃO DE UMA USINA EÓLICA DE 100 KW PARA ABASTECER UMA COMUNIDADE RURAL ISOLADA 1 Felipe Alex Trennepohl 2, Leandro Becker Kehler 3. 1 Estudo realizado para a

Leia mais

Operação de Turbinas Bulbos

Operação de Turbinas Bulbos Operação de Turbinas Bulbos Experiências da UHE Igarapava Jefferson Moreira da Silva Turbinas do tipo Bulbo A Unidade Geradora tipo Bulbo é composta por uma turbina hidráulica Kaplan e um gerador síncrono,

Leia mais

COGERAÇÃO GRUPOTGM.COM.BR

COGERAÇÃO GRUPOTGM.COM.BR COGERAÇÃO GRUPOTGM.COM.BR O QUE É COGERAÇÃO A cogeração de energia se traduz na produção simultânea de duas ou mais utilidades - calor de processo e energia eletromecânica, a partir de uma mesma fonte

Leia mais

Otimize suas operações com Soluções Inteligentes em Eficiência Energética. São Paulo, 28 de outubro de 2016

Otimize suas operações com Soluções Inteligentes em Eficiência Energética. São Paulo, 28 de outubro de 2016 Otimize suas operações com Soluções Inteligentes em Eficiência Energética São Paulo, 28 de outubro de 2016 Combinamos os recursos de nossa organização global com as oportunidades de um mundo novo, aberto

Leia mais

ALBIOMA I SEMINÁRIO MINEIRO DE BIOELETRICIDADE: A ENERGIA ELÉTRICA DA CANA-DE-AÇÚCAR

ALBIOMA I SEMINÁRIO MINEIRO DE BIOELETRICIDADE: A ENERGIA ELÉTRICA DA CANA-DE-AÇÚCAR ALBIOMA I SEMINÁRIO MINEIRO DE BIOELETRICIDADE: A ENERGIA ELÉTRICA DA CANA-DE-AÇÚCAR Outubro 2016 NOSSO OBJETIVO COMUM 1. Disponibilidade de biomassa 2. Tecnologia consolidada 3. Condições econômicas voltam

Leia mais

ENERGIA HIDRÁULICA MÁQUINA DE FLUXO ENERGIA MECÂNICA

ENERGIA HIDRÁULICA MÁQUINA DE FLUXO ENERGIA MECÂNICA ª EXPERIÊNCIA - ESTUDO DAS BOMBAS APLICAÇÃO DA ANÁLISE DIMENSIONAL E DA TEORIA DA SEMELHANÇA 1 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DAS MÁQUINAS DE FLUXO ( BOMBAS, TURBINAS, COMPRESSORES, VENTILADORES) As máquinas que

Leia mais

Encontro de negócios da construção pesada. Apresentação: Organização:

Encontro de negócios da construção pesada. Apresentação: Organização: Encontro de negócios da construção pesada Apresentação: Organização: Objetivo Apresentar novas tecnologias que possam auxiliar as empresas da construção pesada na busca de redução nas despesas operacionais

Leia mais

FreziPUMP Com Sol, tenha Água!

FreziPUMP Com Sol, tenha Água! FreziPUMP Com Sol, tenha Água! A FREZITE apresenta uma vasta A gama Frezite de equipamentos apresenta uma para vasta gama captação de e equipamentos gestão da água, para o captação que permite e gestão

Leia mais

A seguir são apresentadas as informações básicas referentes às características técnicas e de operação das UHEs integrantes do Lote C.

A seguir são apresentadas as informações básicas referentes às características técnicas e de operação das UHEs integrantes do Lote C. ANEXO II CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS E INFORMAÇÕES BÁSICAS PARA A EXPLORAÇÃO DAS USINAS HIDRELÉTRICAS INTEGRANTES DO LOTE C O Lote C é composto pelas Usinas Hidrelétricas Garcia, Bracinho, Cedros, Salto e

Leia mais

Capítulo 131 Hidroelétrica de pequeno porte

Capítulo 131 Hidroelétrica de pequeno porte Capítulo 131 Hidroelétrica de pequeno porte 131-1 131.1 Introdução O objetivo deste capítulo é fornecer noções para aproveitamento de pequenas hidroelétricas, isto é, aquelas com capacidade menores que

Leia mais

As importações de Equipamentos Industriais somaram US$ 2,7 bilhões no ano de 2009, cerca de 29% do consumo aparente desses produtos.

As importações de Equipamentos Industriais somaram US$ 2,7 bilhões no ano de 2009, cerca de 29% do consumo aparente desses produtos. 30 de junho de 2010 As importações de Equipamentos Industriais somaram US$ 2,7 bilhões no ano de 2009, cerca de 29% do consumo aparente desses produtos. Nos últimos anos o crescimento médio anual dessas

Leia mais

Descrição Geral: Conexões disponíveis:

Descrição Geral: Conexões disponíveis: Descrição Geral: Conexões disponíveis: - 3 - Instalação em banheiras de hidromassagem: Erros comuns de instalação: - 4 - Instalação elétrica: A montagem e instalação elétrica para a motobomba devem ser

Leia mais

Centrais de aquecimento distrital

Centrais de aquecimento distrital Centrais de aquecimento distrital Feito eletricidade e calor em si Princípio da cogeração Produzir e utilizar com eficiência energética Existem muitos métodos para converter a fontes de energia primária

Leia mais

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS AULA 1

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS AULA 1 CEULP/ULBRA CURSO DE ENGENHARIA CIVIL INSTALAÇÕES ELÉTRICAS AULA 1 Fernando Moreno Suarte Júnior Engenheiro Civil, Arquiteto e Urbanista Pós Graduação - MBA em Gestão Eficaz de Obras e Projetos Palmas

Leia mais

VLC. Matec. A VLC realiza testes de sedimentação e filtração para o dimensionamento dos equipamentos.

VLC. Matec. A VLC realiza testes de sedimentação e filtração para o dimensionamento dos equipamentos. FILTRO PRENSA VLC Empresa genuinamente brasileira, fundada em 1991, é uma das líderes no mercado nacional no fornecimento de soluções em Equipamentos e Sistemas para Filtração e Sedimentação. Com ampla

Leia mais

Tecnologia em Filtração

Tecnologia em Filtração FILTRO AUTOLIMPANTE MULTIELEMENTOS S o l u ç õ e s GLOBAIS em filtragem desde 1967 Indústria de Filtros Barra Ltda. Escritório: Av. do Cursino, 1939 - Sala 1 - Jardim da Saúde - São Paulo - SP Tel: (11)

Leia mais

Process Automation. Eficiência Energética Industrial Consultoria em eficiência energética

Process Automation. Eficiência Energética Industrial Consultoria em eficiência energética Process Automation Eficiência Energética Industrial Consultoria em eficiência energética A ABB é líder em tecnologias electrotécnicas e de automação que tornam possível às indústrias aumentarem a sua eficiência,

Leia mais

Para soluções não ligadas à rede

Para soluções não ligadas à rede Para soluções não ligadas à rede solarworld.com Levando a energia onde você não achava possível Em áreas rurais e remotas, onde não há conexão com a rede elétrica, a energia solar é a resposta. Os sistemas

Leia mais

GUINCHO DE FIXAR DE PARAFUSO SEM FIM VL

GUINCHO DE FIXAR DE PARAFUSO SEM FIM VL Réf : VL GUINCHO DE FIXAR DE PARAFUSO SEM FIM VL - Fabricado de acordo com a norma DIN 15020. - Manivela de comprimento regulável; sem retrocesso. - Tambores e eixos equipados com rolamentos de agulha.

Leia mais

DIFERENCIAL ELÉTRICO DE CORRENTE GPM

DIFERENCIAL ELÉTRICO DE CORRENTE GPM DIFERENCIAL ELÉTRICO DE CORRENTE GPM Ivan Muri, CEO A GIS é um fabricante suíço com instalações fabris na Suíça e produção totalmente automatizada. A elevada funcionalidade, durabilidade e robustez dos

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina TAL420 Utilidades Industriais

Programa Analítico de Disciplina TAL420 Utilidades Industriais Catálogo de Graduação 01 da UFV 0 Programa Analítico de Disciplina TAL40 Utilidades Industriais Departamento de Tecnologia de Alimentos - Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Número de créditos: 5

Leia mais

COLÉGIO SANTA CRISTINA - DAMAS AULÃO. ENERGIA Do fogo a energia elétrica. Prof. Márcio Marinho

COLÉGIO SANTA CRISTINA - DAMAS AULÃO. ENERGIA Do fogo a energia elétrica. Prof. Márcio Marinho COLÉGIO SANTA CRISTINA - DAMAS AULÃO ENERGIA Do fogo a energia elétrica O fogo O fogo é a rápida oxidação de um material combustível liberando calor, luz e produtos de reação, tais como o dióxido de carbono

Leia mais

SUCH Serviço de Utilização Comum dos Hospitais

SUCH Serviço de Utilização Comum dos Hospitais SUCH Serviço de Utilização Comum dos Hospitais SETEMBRO 2016 O SUCH hoje O SUCH - Serviço de Utilização Comum dos Hospitais, é uma Associação privada, sem fins lucrativos cuja Missão visa promover a redução

Leia mais

Soluções Completas para Pequenas Centrais Hidrelétricas

Soluções Completas para Pequenas Centrais Hidrelétricas Soluções Completas para Pequenas Centrais Hidrelétricas Answers for energy. Turbina Francis, gerador síncrono e unidade hidráulica Cubículos de média tensão Transformadores de distribuição Uma completa

Leia mais

CEMIG E O MERCADO DE ENERGIA ELÉTRICA

CEMIG E O MERCADO DE ENERGIA ELÉTRICA CEMIG E O MERCADO DE ENERGIA ELÉTRICA ACMMINAS CONSELHO EMPRESARIAL DE MINERAÇÃO E SIDERURGIA JULHO DE 2016 SUMÁRIO A CEMIG E O SETOR INDUSTRIAL HISTÓRICO ESTRUTURA ORGANIZACIONAL E DE ATENDIMENTO REPRESENTATIVIDADES

Leia mais

Cooperação Brasil Alemanha Programa Energia

Cooperação Brasil Alemanha Programa Energia Cooperação Brasil Alemanha Programa Energia MAPEAMENTO PARA PUBLIC-PRIVATE-PARTNERSHIPS NOS SETORES DE ENERGIAS RENOVÁVEIS E EFICIÊNCIA ENERGÉTICA ENTRE O BRASIL E A ALEMANHA Raymundo Aragão Anima Projetos

Leia mais

Guia para dimensionamento

Guia para dimensionamento Guia para dimensionamento Válvulas Proporcionais e Servo-Válvulas. Guia para dimensionamento de Válvulas Proporcionais e Servo-válvulas. Palestra de Fevereiro de 2008. 1 Temos as seguintes perguntas: I.

Leia mais

INDÚSTRIA BRASILEIRA DE BENS DE CAPITAL MECÂNICOS

INDÚSTRIA BRASILEIRA DE BENS DE CAPITAL MECÂNICOS INDÚSTRIA BRASILEIRA DE BENS DE CAPITAL MECÂNICOS INDICADORES CONJUNTURAIS Dezembro/2011 jan/07 mar/07 mai/07 jul/07 set/07 nov/07 jan/08 mar/08 mai/08 jul/08 set/08 nov/08 jan/09 mar/09 mai/09 jul/09

Leia mais

Ships. Instituto Superior TécnicoT

Ships. Instituto Superior TécnicoT Energy in Transports Ships Instituto Superior TécnicoT Objectivo do Navio Cada navio tem uma missão, ou função, e é concebido, construído, equipado e de modo específico e bem caracterizado. Exemplos de

Leia mais

IEEE Workshop 2013 Salvador

IEEE Workshop 2013 Salvador IEEE Workshop 201 Salvador Smart Grid no Contexto dos Sistemas de Gestão Caso FURNAS Roberto Boucinhas Eletrobras Furnas bjetivo Apresentar uma visão de como Furnas se insere no cenário do smart grid 1

Leia mais

Bombas e motores ANDRITZ Produtos, sistemas, aplicações

Bombas e motores ANDRITZ Produtos, sistemas, aplicações Bombas e motores ANDRITZ Produtos, sistemas, aplicações www.andritz.com/pumps Experiência e conhecimentos específicos Décadas de experiência na fabricação de máquinas hidráulicas e know-how completo do

Leia mais

QUE A SUA FAMÍLIA TODO CONFORTO MERECE AQUECEDOR DE ÁGUA A GÁS DE PASSAGEM LINHA AQUECEDOR DE ÁGUA PARA BANHO. O novo grau de conforto.

QUE A SUA FAMÍLIA TODO CONFORTO MERECE AQUECEDOR DE ÁGUA A GÁS DE PASSAGEM LINHA AQUECEDOR DE ÁGUA PARA BANHO. O novo grau de conforto. TO EN AM NÇ LA TODO CONFORTO QUE A SUA FAMÍLIA MERECE AQUECEDOR DE ÁGUA A GÁS DE PASSAGEM LINHA AQUECEDOR DE ÁGUA PARA BANHO O novo grau de conforto. A Rheem é uma empresa multinacional, fundada em São

Leia mais

COMPORTAS DE CANAL ( AWWA C513) - VCO-17

COMPORTAS DE CANAL ( AWWA C513) - VCO-17 FKB INDÚSTRIA DE EQUIPAMENTOS LTDA. DESCRIÇÃO GERAL As Comportas de Canal Aberto FKB, são desenvolvidas conforme norma AWWA C513 e tem como função o controle e bloqueio na vazão de fluidos em canais. São

Leia mais

Para isolação e conversão de tensões e correntes alternadas senoidais em sinais padronizados.

Para isolação e conversão de tensões e correntes alternadas senoidais em sinais padronizados. Transmissores CA/CC Para isolação e conversão de tensões e correntes alternadas senoidais em sinais padronizados. As Vantagens A classe de precisão é de 0,5 não há necessidade de reajustar as faixas comutáveis.

Leia mais

ENGENHARIA DE CAMPO E SERVIÇOS

ENGENHARIA DE CAMPO E SERVIÇOS ENGENHARIA DE CAMPO E SERVIÇOS 2 A DBTEC Presente em três segmentos diferentes, sendo eles o de Sinalização de Obstáculos; Montagem de Quadros e Painéis Elétricos e Eletrônicos; e Engenharia de Campo e

Leia mais

Cogen Gás Comércio & Serviços > eletricidade + vapor + água quente + água fria

Cogen Gás Comércio & Serviços > eletricidade + vapor + água quente + água fria Gás Natural > oferta crescente Bacias de Santos, Espírito Santo, Campos e importação Bolívia e GNL Cogen Gás Indústria > eletricidade + vapor + água quente + água fria + utilidades de processo turbina

Leia mais