Educação de qualidade, da metrópole até a floresta

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Educação de qualidade, da metrópole até a floresta"

Transcrição

1 FOTO: JAIME SOUZZA Educação de qualidade, da metrópole até a floresta Com o Instituto Ayrton Senna, redes públicas de ensino ampliam horizontes para crianças e jovens de todos os cantos do Brasil

2 pdf navegável além DO sumário ACIMA, VOCÊ TEM EM CADA PÁGINA UM MENU À ESQUERDA E SETAS DE NAVEGAÇÃO NO TOPO DIREITO SUPERIOR. EXPLORE TAMBÉM OS LINKS DE TEXTOS E VÍDEOS.

3 Apresentação O potencial que brilha no coração do Brasil As crianças que você vê na capa deste profundo interior do Brasil, é celebrar Relatório vivem às margens do Rio Xingu, em plena Floresta Amazônica. Elas estão cursando regularmente o Ensino Fundamental na escola da aldeia, onde têm aulas na sua língua nativa e em Português, apropriando-se dos s exigi- também o alcance do nosso trabalho conjunto e a diversidade de brasileiros que ele beneficia. Das aldeias e comunidades ribeirinhas, passando pelos sertões e vilas rurais, até as dos na grade curricular oficial. Estão capitais e regiões metropolitanas, sempre aprendendo e passando de ano, enquanto se fortalecem em sua cultura e se tornam integrados às culturas locais, estamos fazendo parte de um grande esforço para capazes de dialogar com outras culturas. melhorar a qualidade da educação pública FOTO: ROBERTO SETTON São crianças do povo Asurini, e sua escola integra uma das em todas as regiões. Assim ajudamos a redesenhar o futuro do País. do Instituto Ayrton Senna em 2012, a de Altamira, no Pará. Nossa parceria ataca a desigualdade, um dos piores fatores de desagregação Celebrar o desenvolvimento promissor social. Promovemos juntos a equidade na daqueles meninos e meninas, no mais educação, trabalhando de forma sistêmica

4 Apresentação O potencial que brilha no coração do Brasil para que toda a rede de ensino avance, não se limitando a alguns exemplos de melhor desempenho. O sucesso das nossas tem notável impacto socioeconômico ao criar oportunidades para que nossas crianças e jovens sejam cidadãos plenos. Amplitude e abrangência são nossa resposta ao tamanho do desafio que temos. O atraso do Brasil na educação é enorme e requer soluções em larga escala, que possam ser implementadas como políticas públicas. Com a experiência compartilhada e o construído junto a de todos os cantos, desenvolvemos conceitos e metodologias de gestão integrada, de redes e escolas e do próprio processo educacional, e de formação continuada em serviço, com supervisão e coaching de professores. Sedimentamos há tempos o compromisso com alfabetização na idade certa e a correção do atraso escolar. Inovação e ousadia também são nossa resposta à crescente complexidade dos desafios da educação no nosso século. Diagnosticamos e endereçamos a zona cinzenta dos anos finais do Ensino Fundamental, e hoje em dia colhemos expressivos no aprendizado, na aprovação e na redução do abandono escolar, problemas crônicos que afetam todo o sistema de ensino no País. Abraçamos a missão de propor novos caminhos para o Ensino Médio, que passa por uma crise no mundo inteiro, e iniciamos uma empreitada sem precedentes para transformar nossa longa experiência no desenvolvimento de competências não cognitivas em sistematizado, com ferramentas de avaliação. A cultura de metas na educação, que nossa parceria semeou e vem fortalecendo, traduz o nosso próprio compromisso com a superação de metas e desafios. Buscamos ir além

5 Apresentação O potencial que brilha no coração do Brasil da inclusão de novos conceitos na escola, queremos uma real integração das disciplinas regulares com estratégias para o desenvolvimento da consciência e da atitude socioambientais dos estudantes, para ajudar crianças e jovens a se desenvolverem em suas múltiplas competências. Por isso estamos construindo alianças com grupos internacionais que estão à frente das pesquisas mais avançadas, participando do esforço em busca de novas soluções e contribuindo para a construção de políticas públicas que poderão ajudar a melhorar a educação também em outros países. Não é por acaso que, justamente quando ultrapassamos definitivamente muitas fronteiras, destacamos neste Relatório de Resultados 2012 as alegres e determinadas crianças Asurinis no coração do Brasil. Elas dão o sentido maior a tudo o que devemos fazer, seja numa aldeia indígena ou na aldeia global. Ter o aluno sempre no centro de todo o processo educacional é o que faz o nosso trabalho dar certo. Celebramos os grandes passos dados assim como celebramos o potencial que floresce nos alunos da cidade, do campo e da floresta. Eles mostram quão longe podemos alcançar e quanta gente está pronta a se desenvolver, apenas aguardando a chance de aprender, de ampliar suas oportunidades e seus horizontes. Viviane Senna, presidente do Instituto Ayrton Senna Sala de aula na floresta: longo alcance e diversidade FOTO: MAIRA VILLAMARIN

6 PARCEIROS SOCIAIS

7 PARCEIROS SOCIAIS A. Branco Alimentos Becker & Mayer Caracalla Casa Cor Citale Brasil Dotz Embratec Galzerano Ikase Ipsos Iron Collectibles Linka online Kalunga Kyosho Machado, Meyer, Sendacz e Opice Advogados Mesquita, Ribeiro e Jucá Advogados Miguel Neto Advogados Associados Mooca Plaza Shopping Metalock Multiplus Obá Oliveira Staut Advocacia e Consultoria Juridica Parmê PCT Peixoto e Cury Advogados Rede Campeão Reiza Studios Santana Parque Shopping Seculus Relógios Shopping Villa Lobos Sid Mosca Sunrich Symantec TSM Model UBS Volkswagen do Brasil

8 PARCEIROS SOCIAIS Juntos, ajudamos a preparar o cidadão do século 21 Educação é responsabilidade de toda a sociedade, e não apenas de governos. Este princípio está na base da atuação do Instituto Ayrton Senna e mobiliza também empresas, que se tornam parceiras do IAS para contribuir com o desenvolvimento social e econômico do Brasil. Trabalhamos juntos para ajudar o País a entrar de fato na era do, a ser competitivo na economia do século 21, com cidadãos capazes de atuar de forma criativa e consciente, usando seus naturais de forma sustentável, inovando e gerando riquezas. Para chegar a mais de municípios em todas as regiões do Brasil, o IAS conta com empresas que apoiam de forma global o seu trabalho, abrangendo todas as redes de ensino parceiras e também a pesquisa e o desenvolvimento de soluções educacionais. Um símbolo desse apoio é o LIDE Educação, grupo de líderes empresariais formado para mobilizar o setor privado pela causa da educação. Há dez anos esses líderes tomaram aquela decisão histórica e escolheram o Instituto Ayrton Senna como realizador de sua missão. foto: edu lopes LIDE Educação: interlocução com lideranças empresariais e políticas

9 PARCEIROS SOCIAIS Juntos, ajudamos a preparar o cidadão do século 21 Em 2012, o LIDE Educação ultrapassou a marca de 50 empresas integrantes, consolidando-se como um dos maiores grupos de lideranças empresariais voltadas ao investimento social. Ao longo de todos esses anos, a parceria com o IAS vem estabelecendo uma forte interlocução com ministros, governadores, prefeitos e líderes políticos de todas as esferas da República, influenciando decisores, contribuindo com políticas públicas e sedimentando a perspectiva da educação como estratégia para o desenvolvimento sustentável do Brasil. Comprometidas com o desenvolvimento de determinadas comunidades, empresas como a Suzano Papel e Celulose estão entre os parceiros do Instituto Ayrton Senna que acompanham os desafios e conquistas em cada rede de ensino atendida com seu apoio. Desde 2008, cerca de 400 mil crianças e jovens do Piauí, Espírito Santo, Maranhão e Bahia foram beneficiados por soluções e programas educacionais, aprendendo e avançando na escola. Em 2012, ao completar cinco anos de parceria, a Suzano fez ainda mais: trouxe para o IAS mais um parceiro, a Metso, fornecedora da empresa no Maranhão, que passou a apoiar FOTO: MAÍRA VILLAMARIN Escola no Maranhão: desafios e conquistas acompanhados de perto

10 PARCEIROS SOCIAIS Juntos, ajudamos a preparar o cidadão do século 21 o trabalho da organização em Estreito, Imperatriz, Porto Franco e São Pedro da Água Branca. Divulgar o sucesso do trabalho do IAS é o objeto de uma parceria que une a Droga Raia e a Editora MOL. Ambas trabalham juntas para que a Revista Sorria chegue às mãos de milhares de leitores em sete Estados brasileiros. Publicada bimestralmente pela Editora MOL, a revista destaca em todas as suas edições as ações do Instituto Ayrton Senna e seus. A Droga Raia, por sua vez, disponibiliza os 200 mil exemplares (somente em 2012, houve um aumento da tiragem em 20 mil exemplares) da Sorria nas farmácias dos Estados de SP, RJ, RS, SC, PR, MG e GO. Parte do valor da venda da revista é destinada ao IAS. Em 2012 o Instituto Ayrton Senna contou também com o apoio valioso de empresas que licenciaram o uso da marca Ayrton Senna e do personagem Senninha, como Hublot, Tag Heuer, Top Cau, CMF Mídia e Cepêra. Esses parceiros agregaram valor aos seus produtos e contribuíram para fortalecer ainda mais a memória do ídolo. Os royalties pagos pelos licenciados são 100% destinados ao trabalho do IAS em todo o Brasil. Revista Sorria: articulação de parceiros cobre 7 Estados foto: REPRODUÇÃO

11 PARCEIROS SOCIAIS Bradesco: uma longa parceria de sucesso Algumas parcerias são históricas e compõem uma trajetória de bons. Um exemplo de empresa que assumiu a causa da educação é o Bradesco, que está desde 2005 com o Instituto Ayrton Senna. Tudo começou com o licenciamento da imagem campeã de Ayrton Senna para títulos de capitalização. O sucesso de vendas foi incrível e abriu espaço para novos produtos desse segmento. Em 2008 o Bradesco abraçou outra iniciativa importante, tornando-se patrocinador máster da Maratona de Revezamento Ayrton Senna Racing Day. O espaço vip do Bradesco, montado todos os anos em Interlagos, reúne formadores de opinião que se encantam com a grandiosidade do evento e com o poder dessa parceria, que ajuda a melhorar a educação e fortalece os valores do tricampeão junto ao público. Quando celebramos os 50 anos de Ayrton Senna, em 2010, o Bradesco teve presença marcante. Foi um dos patrocinadores da campanha #SennaVive nas redes sociais, revertendo aos programas educacionais do IAS, e lançou no mercado um título de capitalização comemorativo, prestando homenagem ao piloto brasileiro. Ainda em 2010 o Bradesco foi também um dos patrocinadores do lançamento, no Brasil, do documentário SENNA. No Salão do Automóvel, em São Paulo, levou para o seu estande a Lotus amarela que foi pilotada pelo tricampeão, abrindo mais um espaço de homenagem ao ídolo. FOTO: MAÍRA VILLAMARIN O diretor presidente da Bradesco Capitalização, Norton Glabes Labes, comenta a importância do Instituto Ayrton Senna para a marca e seus produtos ao longo de oito anos de parceira

12 Trabalho articulado cobre os quatro cantos do País São as redes estaduais e municipais que fazem a educação de qualidade acontecer de fato em nossas parcerias pelo Brasil. Depende das s de gestores e professores locais o sucesso das ações. As do Instituto Ayrton Senna são protagonistas dessa grande transformação, apropriando-se de métodos e ferramentas, escolhendo os melhores caminhos e práticas para a sua realidade. Junto com cada rede são realizadas ações de diagnóstico, desenvolvimento de estratégia e planejamento, formação continuada das s, com coaching e supervisão, monitoramento, coleta de dados e avaliação de todo o trabalho e sua evolução. Além de permitir ajustes e correções no dia a dia, essa gestão compartilhada permite uma melhoria contínua das soluções educacionais, enquanto abre caminho para que cada rede desenvolva suas próprias soluções. Atuamos em mais de municípios de 24 estados, em todas as regiões, alcançando 2 milhões de crianças e jovens em comunidades com diferenças geográficas extremas, com variados níveis de, carências e desafios. As redes parceiras do IAS formam uma malha que cobre quase todo o território nacional e permite um profundo da realidade da educação brasileira. FOTO: MAÍRA VILLAMARIN É assim que, juntos, criamos oportunidades para que cada aluno aprenda o que precisa aprender na idade adequada. Equipe de secretaria: autonomia e protagonismo para implementar soluções

13 Em 2012, as soluções e programas educacionais do Instituto Ayrton Senna foram implementados em 1.300* municípios de 24 Estados. Com isso cobrimos 1/5 dos municípios brasileiros em todas as regiões do País. * Número arredondado para baixo

14 No Rio de Janeiro, realfabetização O município do Rio de Janeiro é um desses parceiros que se engajam com determinação. Em 2009, diante de um quadro preocupante em relação à alfabetização dos alunos e outros indicadores de aprendizagem da rede municipal, a Secretaria de Educação montou uma força-tarefa para melhorar os índices educacionais. Entre outras ações, criou o projeto Aceleração da Aprendizagem, em parceria com o Instituto Ayrton Senna. O projeto envolveu diagnóstico inicial e a capacitação dos professores da rede para a implantação de programas de alfabetização e correção de fluxo para alunos dos anos iniciais do Ensino Fundamental (Se Liga e Acelera Brasil). Além disso, a partir de uma solicitação da própria Secretaria, foi desenvolvida Tecnologia educacional adequada foto: Hélio Melo uma nova metodologia de alfabetização para alunos do 6º ano que ainda não estavam sequer alfabetizados. Os superaram as expectativas. Procuramos o MEC para saber quem tinha, de fato, uma tecnologia educacional adequada. A rede do Rio sabia alfabetizar, mas não realfabetizar. O MEC nos recomendou o Instituto Ayrton Senna, que deu um show. Eles capacitaram cerca de professores da nossa rede. Claudia Costin, Secretária Municipal de Educação do Rio de Janeiro

15 Prefeito da Bahia põe as filhas na escola pública No centro-sul da Bahia, o município de Licínio de Almeida chamou atenção em 2012 quando o Ideb foi divulgado. Ganhou destaque em jornais, com o mais alto Índice de Desenvolvimento da Educação Básica no Estado, acima da média do Brasil. Nos anos iniciais do Ensino Fundamental, o Ideb de Licínio em 2011 foi de 5,9 contra 4,7 da média nacional; nos anos finais a diferença foi maior ainda: 5,2 contra 3,8. Também chamou atenção um fato raro: o prefeito da cidade, confiante, matriculou as duas filhas numa escola municipal. Esse salto de qualidade começou em 2009, com a implementação dos programas Se Liga, Acelera Brasil, Gestão Nota 10 e Circuito Campeão, que atacaram de forma estruturada os diversos problemas que afetavam a rede municipal. Dois anos antes, em 2007, a taxa de aprovação era de 78% dos alunos nos anos iniciais, e de 82,4% nos anos finais; em 2011, essas taxas subiram para 96% e 92,2%, respectivamente - sem aprovação automática. Na Bahia, só são aprovados 83,5% nos anos iniciais e 73,7% nos anos finais; no Brasil, 91,2% e 81,1%. As escolas municipais melhoraram, e a taxa de abandono caiu de 5% em 2007 para 0,6% em 2011 entre alunos dos anos iniciais (no Brasil, 1,9% e na Bahia, 3,8%). Nos anos finais, fase em que o abandono é um problema mais grave, a taxa caiu de 9,6% para Foto: Maíra Villamarin Quando da implantação dos programas do Instituto Ayrton Senna, eu imaginava que o investimento em educação ia mostrar depois de 10 a 15 anos. Mas tive uma surpresa muito agradável: já no segundo ano nós obtivemos a melhor nota do Ideb de todo o ensino público municipal da Bahia. Alan Lacerda Leite, prefeito de Licínio de Almeida (BA)

16 Prefeito da Bahia põe as filhas na escola pública 2,9% (no Brasil, 5,5% e na Bahia, 9,1%). Em Licínio, foram as escolas particulares que perderam alunos para a escola pública. No ano passado, o último estabelecimento privado fechou as portas. Aprendendo bem, alunos da rede municipal se destacaram em premiações nacionais e em olimpíadas de Português, Matemática e Astronomia, entre outras disciplinas. Lucas Pacheco Freire, de 12 anos, da 7ª série da Escola Municipal Pingo de Gente, acompanhada pelo Programa Gestão Nota 10, concorreu com mais de 5 mil estudantes no 40º Concurso Internacional de Redação de Cartas, realizado pelos Correios, e tornou-se o vencedor nacional em Decisão incomum Foto: Maíra Villamarin Em 2011 nós fizemos a opção de matricular nossas filhas na escola municipal Pingo de Gente, e não me arrependo, pois tenho a certeza que elas têm um ensino de qualidade. Eu acredito muito na educação que elas estão tendo. Ana Claudia Leite, médica e esposa do prefeito

17 Em Castelo do Piauí, trabalho intersetorial Parceiro do Instituto Ayrton Senna desde 2007, Castelo do Piauí vem colhendo os bons frutos das ações implantadas no município depois da chegada do Gestão Nota 10. Inspirada na sistemática de gestão do programa, a Secretaria de Educação articulou com outras áreas da prefeitura um plano de trabalho multissetorial para a promoção de políticas públicas voltadas para a infância e juventude. O acompanhamento dos indicadores é feito diretamente nas escolas por representantes da Educação, Saúde, Assistência Social, conselhos, Ministério Público e organizações da sociedade. A criança vista em sua totalidade FOTO: MARTA PAGOTTO Mais do que verificar a frequência das crianças às aulas, as s observam o aprendizado efetivo e também outros aspectos relacionados à saúde, à proteção e à inclusão social. Elas estão na escola todo dia, assim, os casos de violação, abuso e violência são identificados pelos e encaminhados para o setor competente. Depois, acompanham, também, o processo e o resultado das intervenções que são realizadas. A criança é um todo, se ela não estiver sadia, alimentada e bem consigo mesma e com a família, isso acaba interferindo na aprendizagem. Raimunda Alves de Melo, coordenadora do Gestão Nota 10 em Castelo do Piauí

18 Em Ponta Grossa, escola ouve a comunidade O município paranaense de Ponta Grossa é hoje um campeão da gestão escolar. Desde 2001 a Secretaria de Educação vem implementando a metodologia e as práticas do Programa Gestão Nota 10, desenvolvendo uma cultura de trabalho articulado, em que toda a rede se envolve e se empenha para proporcionar condições de aprendizado efetivo aos alunos. Uma prática de fortalecimento da gestão democrática e da garantia de direitos educacionais resultou na criação de uma Ouvidoria, que promoveu a evolução do sistema educacional da região. Ao criar uma relação entre escola e comunidade, a Ouvidoria ajudou a ampliar a visão dos professores em relação aos processos educacionais, além de servir para mediar e administrar conflitos, denúncias, elogios e reclamações. Cultura de monitoramento e análise de dados FOTO: MAÍRA VILLAMARIN Os princípios educacionais definidos na parceria com o Instituto Ayrton Senna contribuíram para a implantação da Ouvidoria, especialmente aqueles aspectos que promoveram a reflexão sobre a reorganização do Sistema Municipal de Ensino e da Secretaria Municipal de Educação e que foram determinantes para a concessão do Prêmio de Inovação Educacional/MEC/Inep, em E, ainda, a construção de uma cultura de coleta e análise de dados, por meio do Siasi, na busca de elementos básicos da política educacional: eficiência, eficácia e efetividade. Teresa Jussara Luporini, coordenadora do Gestão Nota 10 em Ponta Grossa (PR)

19 PRODUÇÃO DE CONHECIMENTO Pesquisa e desenvolvimento para apontar caminhos Para chegar às soluções e aos programas que ajudam a melhorar a qualidade da educação nos municípios parceiros, o Instituto Ayrton Senna vem percorrendo um longo caminho de pesquisa e desenvolvimento, juntando experiências a novos estudos, construindo um conjunto de s que permite conceber metodologias e contribuir para a formulação de políticas públicas mais eficazes. Essa prática, associada à larga abrangência do trabalho em todo Brasil, dá ao IAS condições de aprimorar soluções, criar alternativas e contribuir para estudos mais avançados. desenvolvimento do aluno em suas competências não cognitivas. Não basta constatar empiricamente que as capacidades pessoais - como autonomia, comunicação, perseverança, colaboração e liderança, entre outras - têm forte impacto no desempenho escolar e na própria vida dos estudantes. Há anos o IAS tem no desenvolvimento dessas soft skills um elemento estratégico em seu trabalho e nos bons de seus programas. Agora o desafio é sistematizar o sobre as competências não cognitivas, para poder disseminá-lo em larga escala. Desenvolvimento Econômico (OCDE), que lideram no âmbito internacional o debate sobre o presente e o futuro da educação. Ambas contam com o Instituto Ayrton Senna em seu esforço de forjar propostas consistentes para a formação do cidadão do nosso século, capaz de atuar numa sociedade sem fronteiras e na economia do. Uma nova fronteira do em educação está no alvo das pesquisas do Instituto Ayrton Senna: o Esse é um desafio mundial de instituições como a Unesco e a Organização para a Cooperação e o foto:reprodução

20 PRODUÇÃO DE CONHECIMENTO Estudo de campo inédito, em parceria com a OCDE Em 2012 o Instituto Ayrton Senna foi convidado a integrar o projeto internacional de pesquisas da OCDE denominado Educação e Progresso Social. Liderado pelo Centro de Pesquisas e Inovação (Ceri, na sigla em inglês), o projeto aborda especialmente o desenvolvimento das competências não-cognitivas e os benefícios socioeconômicos que elas geram aos indivídulos ao longo da vida. Em parceria, IAS e OCDE vão conduzir no Brasil um inédito estudo de campo, com piloto nas redes do Estado e do município do Rio de Janeiro. Seu principal objetivo é avaliar como essas competências se desenvolvem entre os alunos e a sua relação com o contexto socioeconômico das escolas e das comunidades a que elas pertencem. Expoentes do mundo acadêmico estão fazendo grandes contribuições neste projeto, como James Heckman, Nobel de Economia (2000), que em 2011 participou do Seminário Internacional Educação para o Século 21, promovido pelo IAS com o objetivo de mobilizar a sociedade para os novos desafios na busca de uma educação pública de qualidade. O Instituto Ayrton Senna é a única ONG brasileira participante desse grande esforço para formular e propor políticas para o desenvolvimento de competências não cognitivas. foto: REPRODUÇÃO Página do Centro de Pesquisas e Inovação da OCDE: única ONG brasileira no projeto, IAS encara desafio mundial

21 PRODUÇÃO DE CONHECIMENTO Seminário de gestores amplia visão sobre educação como direito A Unesco está ao lado do Instituto Ayrton Senna em iniciativas como o seminário internacional de 2011 e o Seminário Política Educacional e o Direito de Aprender: o que nós gestores temos com isso, realizado em outubro de Além de incentivar a abordagem da educação de qualidade como direito - e não como mero serviço público -, o evento reuniu experiências de do IAS quanto ao cotidiano escolar e suas tensões de ordem socioeconômica, cultural e comportamental. Essas redes implantaram projetos que reduziram a infrequência e a indisciplina, e melhoraram o rendimento escolar. foto: REPRODUÇÃO Eventos como esses reforçam a, papel que a Unesco reconheceu já em 2004 ao estabelecer a Cátedra Unesco de Educação e Desenvolvimento Humano Instituto Ayrton Senna. A cátedra integra o IAS à rede de universidades e outras instituições de pesquisa voltadas à produção acadêmica e científica para a melhoria da qualidade da educação no mundo. Evento compartilha visões de especialistas e experiências de

22 PRODUÇÃO DE CONHECIMENTO Uma política de Educação Física para o País Um dos primeiros programas do Instituto Ayrton Senna, o Educação pelo Esporte, implementado junto com universidades, apresentou uma nova concepção de esporte voltada ao desenvolvimento de competências, e seu impacto é comprovado pelas avaliações de resultado: as crianças e jovens passam a ser mais autoconfiantes e lidam melhor com as habilidades de leitura e escrita, comunicação, criatividade, trabalho em grupo e resolução de problemas. Em 2012, o IAS decidiu compartilhar de forma ampla esse construído, e começou a formular uma proposta de política pública de Educação Física capaz de ser aplicada em todo o País. Essa nova abordagem tem a base conceitual do Educação pelo Esporte como eixo, e leva em conta o panorama internacional das políticas para a disciplina, que tem menor espaço nas grades curriculares. O IAS faz proposições para que projetos e atividades de Educação Física integrem-se ao desenvolvimento das demais linguagens presentes na escola (verbal, plástica, FOTO: ROBERTO HIGA Crianças do Programa Educação Pelo Esporte em Campo Grande (MS): autoconfiança, trabalho em grupo e aprendizado melhor dramática e musical) e valorizem relações interdisciplinares, a partir da construção do projeto pedagógico da escola e da gestão integrada, envolvendo o ensino, a aprendizagem, a rotina escolar e a política educacional.

23 PRODUÇÃO DE CONHECIMENTO Educação ambiental incorporada a disciplinas e atividades escolares O Instituto Ayrton Senna tem incorporado aos seus programas diversos temas e abordagens que levem o aluno a trabalhar questões como consumo consciente, degradação ambiental, deterioração urbana, higiene, o cuidado consigo, com o outro e com a natureza. Não se trata de criar atividades paralelas, mas sim integrar à proposta pedagógica escolar e inserir nas disciplinas do currículo os conceitos relativos à sustentabilidade, à diversidade e ao convívio. A experiência do IAS mostra que a educação ambiental pode se desenvolver em meio ao aprendizado da Língua Portuguesa e da Matemática, por exemplo, assim como pode ser também um motor para o engajamento dos alunos no estudo de todas as disciplinas. A proposta de uma escola onde se aprende e se pratica, o tempo todo, o cuidado com o ambiente e com o outro vem sendo construída em conjunto com as. Além do construído a partir das práticas cotidianas, o Instituto Ayrton Senna tem fomentado essa elaboração por meio de ações como o Concurso Cultural Construindo um Novo Planeta, que em 2012 teve sua segunda edição. O tema do concurso foi A escola sustentável que queremos, em linha com a campanha mundial O futuro que queremos, da ONU. Mais de 838 mil alunos foram impactados pelo concurso em dez Estados de várias regiões do País. foto: Reprodução 1º lugar da categoria desenho Felipe da Conceição de Carvalho, 12 anos Saquarema(RJ) Programa Se Liga Construindo um Novo Planeta, acesse

24 soluções educacionais Visão estratégica e inovação para enfrentar os principais desafios O Brasil tem 98,3% das crianças e jovens de 6 a 14 anos cursando o Ensino Fundamental. Na faixa de 15 a 17 anos a situação não é tão boa: só 80,6% estão estudando, e muitos nem conseguiram ainda chegar ao Ensino Médio, nível adequado para essa faixa etária. O desafio do acesso à escola está bem resolvido para a faixa dos 6 aos 14 anos, mas o atraso escolar e o abandono vão se agravando ao longo do tempo, especialmente nas redes públicas. Nos anos iniciais do Ensino Fundamental público, a taxa de distorção idade-série é de 18,9%, dispara a 31,4% do 6º ao 9º ano e pula a 34,5% no Ensino Médio. O abandono cresce de forma mais acentuada: de 1,7% entre o 1º e o 5º anos, salta para 4,8% nos anos finais e para 10,7% no Ensino Médio. Esses dados expõem o mais sério dos desafios, o da baixa qualidade do aprendizado na escola pública, que abriga a imensa maioria dessas crianças e jovens. No caso do Ensino Médio, com um total de 8,4 milhões de estudantes, além de não estar assegurado o direito a uma qualidade, há uma visível desmotivação por conta de um currículo que tem sido constantemente ampliado, fragmentado, divorciado das aspirações dos jovens em relação à FOTO: MAÍRA VILLAMARIN Alunos do Ensino Médio: IAS busca proposta inovadora de educação integral vida como cidadãos e profissionais. O Instituto Ayrton Senna decidiu contribuir com a busca de respostas inovadoras para esse problema, que aflige o Brasil e diversos outros países.

25 soluções educacionais Uma escola de referência para o Ensino Médio Em 2012 o Instituto Ayrton Senna aceitou o desafio apresentado pela Secretaria da Educação do Estado do Rio de Janeiro (SEEDUC) no sentido de encontrar, juntos, uma proposta para o Ensino Médio. A partir do acumulado em quase 20 anos de estudos e experiência de campo, aliados à expertise de especialistas, o IAS está desenvolvendo uma Proposta para o Ensino Médio Integral, que representa uma quebra de paradigma, oferecendo uma inovadora estrutura curricular e mudando a própria organização da escola. Implementada no Colégio Chico Anysio, na Zona Norte do Rio, graças à parceria com a empresa P&G, a proposta concilia as diferentes disciplinas em áreas de integradas à vida real dos estudantes, tanto para o presente quanto para o futuro. A integração se dá também no plano das competências a serem trabalhadas: junto com o aprendizado cognitivo, o processo educacional contempla o desenvolvimento das habilidades não cognitivas, como autonomia, liderança, trabalho em grupo etc, fundamentais para a vida na sociedade do e na economia da inovação. A rotina da escola é outra, os alunos são mobilizados em torno de suas visões e interesses, estruturando projetos de vida e de estudos, como corresponsáveis pelo seu aprendizado. A gestão permite integrar tudo e cumprir os objetivos da grade curricular oficial. A proposta do Ensino Médio Integral oferece uma visão transformadora, que rompe com a prática ocidental de tentar ensinar s fragmentados em disciplinas desconectadas da realidade dos jovens. Mais importante, porém, é que essa proposta está sendo testada e desenvolvida com o propósito de ser replicável, para atender em larga escala a essa necessidade do século 21. FOTO: MAÍRA VILLAMARIN Ensino Médio Integral: quebra de paradigma e inovação curricular

26 soluções educacionais SuperAção Jovem leva inovação para dentro da escola O Programa SuperAção Jovem oferece à escola uma pedagogia inovadora e eficaz para jovens na sala de aula ou em outros espaços escolares. O principal objetivo do programa é colaborar com as escolas para desenvolver as competências não cognitivas dos estudantes colaboração, comunicação, motivação, autonomia, determinação etc e, por meio delas, melhorar a aprendizagem de matemática e leitura, além de preparar para a vida. Este é o primeiro programa do Instituto Ayrton Senna que está desenvolvendo e monitorando sistematicamente as habilidades não cognitivas dos alunos. Esse monitoramento indica que, ao final do ano, mais de 80% deles conseguem desenvolver habilidades complexas como a resolução de problemas, a comunicação e o trabalho em. E o programa também estimula, e muito, o gosto pela leitura. Os alunos participantes do SuperAção Jovem no projeto Sala de Leitura, da Secretaria Estadual de Educação de São Paulo, leram 65% a mais que os adolescentes brasileiros, em No Circuito Ayrton Senna de Juventude, professores, gestores e alunos compartilham experiências do Programa SuperAção Jovem

Educação de qualidade, da metrópole até a floresta

Educação de qualidade, da metrópole até a floresta FOTO: JAIME SOUZZA Educação de qualidade, da metrópole até a floresta Com o Instituto Ayrton Senna, redes públicas de ensino ampliam horizontes para crianças e jovens de todos os cantos do Brasil pdf navegável

Leia mais

QUANDO TODO MUNDO JOGA JUNTO, TODO MUNDO GANHA!

QUANDO TODO MUNDO JOGA JUNTO, TODO MUNDO GANHA! QUANDO TODO MUNDO JOGA JUNTO, TODO MUNDO GANHA! NOSSA VISÃO Um mundo mais justo, onde todas as crianças e todos os adolescentes brincam, praticam esportes e se divertem de forma segura e inclusiva. NOSSO

Leia mais

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos!

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! Documento final aprovado por adolescentes dos Estados do Amazonas, da Bahia, do Ceará, do Mato Grosso,

Leia mais

UMA PROPOSTA INOVADORA PARA ENSINAR EMPREENDEDORISMO AOS JOVENS

UMA PROPOSTA INOVADORA PARA ENSINAR EMPREENDEDORISMO AOS JOVENS UMA PROPOSTA INOVADORA PARA ENSINAR EMPREENDEDORISMO AOS JOVENS www.empreende.com.br emp@empreende.com.br FAZENDO ACONTECER Programa de ensino de empreendedorismo inovador em nível mundial, desenvolvido

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Histórico de elaboração Julho 2014 Motivações Boa prática de gestão Orientação para objetivos da Direção Executiva Adaptação à mudança de cenários na sociedade

Leia mais

Coordenação Técnica Agosto/2010. Iniciativa

Coordenação Técnica Agosto/2010. Iniciativa Coordenação Técnica Agosto/2010 Iniciativa FUNDAÇÃO ITAÚ SOCIAL NOSSA CAUSA O Itaú, por meio da Fundação Itaú Social, se dedica a formular, implantar e disseminar metodologias voltadas à melhoria de políticas

Leia mais

Escola de Políticas Públicas

Escola de Políticas Públicas Escola de Políticas Públicas Política pública na prática A construção de políticas públicas tem desafios em todas as suas etapas. Para resolver essas situações do dia a dia, é necessário ter conhecimentos

Leia mais

PROJETO Educação de Qualidade: direito de todo maranhense

PROJETO Educação de Qualidade: direito de todo maranhense PROJETO Educação de Qualidade: direito de todo maranhense 1. DISCRIMINAÇÃO DO PROJETO Título do Projeto Educação de Qualidade: direito de todo maranhense Início Janeiro de 2015 Período de Execução Término

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 1. Palestras informativas O que é ser voluntário Objetivo: O voluntariado hoje, mais do que nunca, pressupõe responsabilidade e comprometimento e para que se alcancem os resultados

Leia mais

ações de cidadania ONG estimula o protagonismo de jovens para que eles atuem transformando a realidade de região castigada pela seca no Ceará

ações de cidadania ONG estimula o protagonismo de jovens para que eles atuem transformando a realidade de região castigada pela seca no Ceará ações de cidadania Onde o sol nasce ONG estimula o protagonismo de jovens para que eles atuem transformando a realidade de região castigada pela seca no Ceará O triste cenário já é um velho conhecido por

Leia mais

Ensino Vocacional, Técnico e Tecnológico no Reino Unido

Ensino Vocacional, Técnico e Tecnológico no Reino Unido Ensino Vocacional, Técnico e Tecnológico no Reino Unido Apoiar a empregabilidade pela melhora da qualidade do ensino profissionalizante UK Skills Seminar Series 2014 15 British Council UK Skills Seminar

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Grupos de trabalho: formação Objetivo: elaborar atividades e

Leia mais

PDE Plano de Desenvolvimento da Educação

PDE Plano de Desenvolvimento da Educação PDE Plano de Desenvolvimento da Educação Secretaria de Educação Básica Ministério da Educação Foto: João Bittar Garantir o direito de aprender, para todos e para cada um. PLANO DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO

Leia mais

Desenvolvimento de Pessoas na Administração Pública. Assembléia Legislativa do Estado de Säo Paulo 14 de outubro de 2008

Desenvolvimento de Pessoas na Administração Pública. Assembléia Legislativa do Estado de Säo Paulo 14 de outubro de 2008 Desenvolvimento de Pessoas na Administração Pública Assembléia Legislativa do Estado de Säo Paulo 14 de outubro de 2008 Roteiro 1. Contexto 2. Por que é preciso desenvolvimento de capacidades no setor

Leia mais

Reforma no Ensino Médio completa 3 anos sem grandes mudanças nos indicadores educacionais

Reforma no Ensino Médio completa 3 anos sem grandes mudanças nos indicadores educacionais Diretoria de Comunicação Clipping Veículo: Jornal Gazeta RS Data: 02 de setembro de 2014 Editoria/Coluna: Educação Página ou link: http://www.gazeta-rs.com.br/33/educacao/n:1638/reforma-no-ensino- Medio-completa-3-anos-sem-grandes-mudancas-nos-indicadores-educacionais

Leia mais

educacaobarra@yahoo.com.br CEP: 18.325-000 BARRA DO CHAPÉU - SP

educacaobarra@yahoo.com.br CEP: 18.325-000 BARRA DO CHAPÉU - SP Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esporte Rua Prof. Paulo Francisco de Assis 82 Centro Fone e Fax (15) 3554-1290 E-mail educacaobarra@yahoo.com.br CEP: 18.325-000 BARRA DO CHAPÉU - SP I As ações

Leia mais

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ JOVEM APRENDIZ Eu não conhecia nada dessa parte administrativa de uma empresa. Descobri que é isso que eu quero fazer da minha vida! Douglas da Silva Serra, 19 anos - aprendiz Empresa: Sinal Quando Douglas

Leia mais

Trabalho em Equipe e Educação Permanente para o SUS: A Experiência do CDG-SUS-MT. Fátima Ticianel CDG-SUS/UFMT/ISC-NDS

Trabalho em Equipe e Educação Permanente para o SUS: A Experiência do CDG-SUS-MT. Fátima Ticianel CDG-SUS/UFMT/ISC-NDS Trabalho em Equipe e Educação Permanente para o SUS: A Experiência do CDG-SUS-MT Proposta do CDG-SUS Desenvolver pessoas e suas práticas de gestão e do cuidado em saúde. Perspectiva da ética e da integralidade

Leia mais

PORTARIA NORMATIVA INTERMINISTERIAL Nº- 17, DE 24 DE ABRIL DE 2007

PORTARIA NORMATIVA INTERMINISTERIAL Nº- 17, DE 24 DE ABRIL DE 2007 PORTARIA NORMATIVA INTERMINISTERIAL Nº- 17, DE 24 DE ABRIL DE 2007 Institui o Programa Mais Educação, que visa fomentar a educação integral de crianças, adolescentes e jovens, por meio do apoio a atividades

Leia mais

Inscrições abertas para edital com foco em crianças e adolescentes

Inscrições abertas para edital com foco em crianças e adolescentes Financiamento e apoio técnico Inscrições abertas para edital com foco em crianças e adolescentes A Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR) e o Conselho Nacional dos Direitos

Leia mais

PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA

PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA PROPOSTA DE AÇÃO Criar um fórum permanente onde representantes dos vários segmentos do poder público e da sociedade civil atuem juntos em busca de uma educação

Leia mais

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade O caminho para o sucesso Promovendo o desenvolvimento para além da universidade Visão geral Há mais de 40 anos, a Unigranrio investe em ensino diferenciado no Brasil para cumprir com seu principal objetivo

Leia mais

O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE)

O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE) O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE) É o chamado do Ministério da Educação (MEC) à sociedade para o trabalho voluntário de mobilização das famílias e da comunidade pela melhoria da

Leia mais

GOVERNO DE SERGIPE SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO DRE 3 COLÉGIO ESTADUAL DJENAL TAVARES DE QUEIROZ MOITA BONITA SE

GOVERNO DE SERGIPE SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO DRE 3 COLÉGIO ESTADUAL DJENAL TAVARES DE QUEIROZ MOITA BONITA SE GOVERNO DE SERGIPE SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO DRE 3 COLÉGIO ESTADUAL DJENAL TAVARES DE QUEIROZ MOITA BONITA SE O Colégio Estadual Djenal Tavares de Queiroz, foi fundado

Leia mais

Revisitando os Desafios da Web: Como Avaliar Alunos Online

Revisitando os Desafios da Web: Como Avaliar Alunos Online Revisitando os Desafios da Web: Como Avaliar Alunos Online Neide Santos neide@ime.uerj.br 2º Seminário de Pesquisa em EAD Experiências e reflexões sobre as relações entre o ensino presencial e a distância

Leia mais

Um ensino forte e bilíngue é o passaporte do seu filho para um mundo de oportunidades. É por isso que propomos uma cultura internacional, com

Um ensino forte e bilíngue é o passaporte do seu filho para um mundo de oportunidades. É por isso que propomos uma cultura internacional, com Um ensino forte e bilíngue é o passaporte do seu filho para um mundo de oportunidades. É por isso que propomos uma cultura internacional, com disciplinas ministradas em português e inglês, e uma metodologia

Leia mais

Administração de Pessoas por COMPETÊNCIAS

Administração de Pessoas por COMPETÊNCIAS Administração de Pessoas por COMPETÊNCIAS Adm.Walter Lerner 1.Gestão,Competência e Liderança 1.1.Competências de Gestão Competências Humanas e Empresariais são Essenciais Todas as pessoas estão, indistintamente,

Leia mais

Carta-Compromisso pela. Garantia do Direito à Educação de Qualidade. Uma convocação aos futuros governantes e parlamentares do Brasil

Carta-Compromisso pela. Garantia do Direito à Educação de Qualidade. Uma convocação aos futuros governantes e parlamentares do Brasil 1 Carta-Compromisso pela Garantia do Direito à Educação de Qualidade Uma convocação aos futuros governantes e parlamentares do Brasil Para consagrar o Estado Democrático de Direito, implantado pela Constituição

Leia mais

REGULAMENTO DESAFIO CRIATIVOS DA ESCOLA

REGULAMENTO DESAFIO CRIATIVOS DA ESCOLA REGULAMENTO DESAFIO CRIATIVOS DA ESCOLA O Desafio Criativos da Escola é um concurso promovido pelo Instituto Alana com sede na Rua Fradique Coutinho, 50, 11 o. andar, Bairro Pinheiros São Paulo/SP, CEP

Leia mais

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR Cada um de nós, na vida profissional, divide com a Essilor a sua responsabilidade e a sua reputação. Portanto, devemos conhecer e respeitar os princípios que se aplicam a todos.

Leia mais

CURSOS PRECISAM PREPARAR PARA A DOCÊNCIA

CURSOS PRECISAM PREPARAR PARA A DOCÊNCIA Fundação Carlos Chagas Difusão de Idéias novembro/2011 página 1 CURSOS PRECISAM PREPARAR PARA A DOCÊNCIA Elba Siqueira de Sá Barretto: Os cursos de Pedagogia costumam ser muito genéricos e falta-lhes um

Leia mais

CONSULTORIA DE DESENVOLVIMENTO ORGANIZACIONAL

CONSULTORIA DE DESENVOLVIMENTO ORGANIZACIONAL CONSULTORIA DE DESENVOLVIMENTO ORGANIZACIONAL Somos especializados na identificação e facilitação de soluções na medida em que você e sua empresa necessitam para o desenvolvimento pessoal, profissional,

Leia mais

Projeto Escola com Celular

Projeto Escola com Celular Projeto Escola com Celular Rede Social de Sustentabilidade Autores: Beatriz Scavazza, Fernando Silva, Ghisleine Trigo, Luis Marcio Barbosa e Renata Simões 1 Resumo: O projeto ESCOLA COM CELULAR propõe

Leia mais

Comunidade Solidária: parcerias contra a pobreza

Comunidade Solidária: parcerias contra a pobreza Comunidade Solidária: parcerias contra a pobreza OConselho da Comunidade Solidária foi criado em 1995 com base na constatação de que a sociedade civil contemporânea se apresenta como parceira indispensável

Leia mais

Projeto Alvorada: ação onde o Brasil é mais pobre

Projeto Alvorada: ação onde o Brasil é mais pobre Projeto Alvorada: ação onde o Brasil é mais pobre N o Brasil há 2.361 municípios, em 23 estados, onde vivem mais de 38,3 milhões de pessoas abaixo da linha de pobreza. Para eles, o Governo Federal criou

Leia mais

Você já pensou em como realizar os seus sonhos?

Você já pensou em como realizar os seus sonhos? Você já pensou em como realizar os seus sonhos? Sua escola adota o Programa DSOP de Educação Financeira nas Escolas Etapas do Programa : Curso de Educação Financeira; Capacitação Pedagógica; Palestra para

Leia mais

Sumário 1. CARO EDUCADOR ORIENTADOR 3 PARCEIROS VOLUNTÁRIOS 3. TRIBOS NAS TRILHAS DA CIDADANIA 4

Sumário 1. CARO EDUCADOR ORIENTADOR 3 PARCEIROS VOLUNTÁRIOS 3. TRIBOS NAS TRILHAS DA CIDADANIA 4 Guia do Educador CARO EDUCADOR ORIENTADOR Sumário 1. CARO EDUCADOR ORIENTADOR 3 2. PARCEIROS VOLUNTÁRIOS 3 3. TRIBOS NAS TRILHAS DA CIDADANIA 4 Objetivo GERAL 5 METODOLOGIA 5 A QUEM SE DESTINA? 6 O QUE

Leia mais

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Justificativa: As transformações ocorridas nos últimos anos têm obrigado as organizações a se modificarem constantemente e de forma

Leia mais

PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA e AÇÕES DO PACTO

PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA e AÇÕES DO PACTO PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA e AÇÕES DO PACTO Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa É um compromisso formal assumido pelos governos federal, do Distrito Federal, dos estados

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR 1. Como são os cursos ofertados pela plataforma freire e quais os benefícios para os professores que forem selecionados? O professor sem formação poderá estudar nos

Leia mais

TEATRO SOCIAL: VALORES PARA A VIDA

TEATRO SOCIAL: VALORES PARA A VIDA TEATRO SOCIAL: VALORES PARA A VIDA Utilizando o Teatro como Ferramenta de Ensino e Transformação Social CONEXÃO SOCIAL REDE NACIONAL DE ENSINO SOCIOEMOCIONAL IASEA 2015 1. APRESENTAÇÃO TEATRO SOCIAL é

Leia mais

XVI Congresso Brasileiro de Biblioteconomia e Documentação 22 a 24 de julho de 2015

XVI Congresso Brasileiro de Biblioteconomia e Documentação 22 a 24 de julho de 2015 XVI Congresso Brasileiro de Biblioteconomia e Documentação 22 a 24 de julho de 2015 Modelo 2: resumo expandido de relato de experiência Resumo expandido O Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas de São

Leia mais

PLANO DE AÇÃO - 2014

PLANO DE AÇÃO - 2014 PREFEITURA MUNICIPAL DE QUIXADÁ SECRETARIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO PEDAGÓGICO PLANO DE AÇÃO - 2014 MISSÃO Assessorar as Regionais Educacionais, fortalecendo o processo

Leia mais

Seminário Telecentros Brasil

Seminário Telecentros Brasil Seminário Telecentros Brasil Inclusão Digital e Sustentabilidade A Capacitação dos Operadores de Telecentros Brasília, 14 de maio de 2009 TELECENTROS DE INFORMAÇÃO E NEGÓCIOS COMO VEÍCULO DE EDUCAÇÃO CORPORATIVA

Leia mais

Valorizando ideias e experiências participativas que promovam o direito humano à educação REGULAMENTO

Valorizando ideias e experiências participativas que promovam o direito humano à educação REGULAMENTO REGULAMENTO 1. O RECONHECIMENTO PÚBLICO DE OLHO NOS PLANOS 1.1. O Reconhecimento Público é uma ação da iniciativa De Olho nos Planos, composta pelos seguintes parceiros: Ação Educativa, UNICEF, Campanha

Leia mais

Dimensão social. Educação

Dimensão social. Educação Dimensão social Educação 218 Indicadores de desenvolvimento sustentável - Brasil 2004 36 Taxa de escolarização Representa a proporção da população infanto-juvenil que freqüenta a escola. Descrição As variáveis

Leia mais

EIXO IV QUALIDADE DA EDUCAÇÃO: DEMOCRATIZAÇÃO DO ACESSO, PERMANÊNCIA, AVALIAÇÃO, CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO E APRENDIZAGEM

EIXO IV QUALIDADE DA EDUCAÇÃO: DEMOCRATIZAÇÃO DO ACESSO, PERMANÊNCIA, AVALIAÇÃO, CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO E APRENDIZAGEM EIXO IV QUALIDADE DA EDUCAÇÃO: DEMOCRATIZAÇÃO DO ACESSO, PERMANÊNCIA, AVALIAÇÃO, CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO E APRENDIZAGEM PROPOSIÇÕES E ESTRATÉGIAS 1.2. Universalização do ensino fundamental de nove anos

Leia mais

ACS Assessoria de Comunicação Social

ACS Assessoria de Comunicação Social DISCURSO DO MINISTRO DA EDUCAÇÃO, HENRIQUE PAIM Brasília, 3 de fevereiro de 2014 Hoje é um dia muito especial para mim. É um dia marcante em uma trajetória dedicada à gestão pública ao longo de vários

Leia mais

Indicadores de Rendimento do Voluntariado Corporativo

Indicadores de Rendimento do Voluntariado Corporativo Indicadores de Rendimento do Voluntariado Corporativo Avaliação desenvolvida por Mónica Galiano e Kenn Allen, publicado originalmente no livro The Big Tent: Corporate Volunteering in the Global Age. Texto

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 Even e Junior Achievement de Minas Gerais UMA PARCERIA DE SUCESSO 1 SUMÁRIO Resultados Conquistados... 3 Resultados do Projeto... 4 Programa Finanças Pessoais... 5 Conceitos

Leia mais

11 de maio de 2011. Análise do uso dos Resultados _ Proposta Técnica

11 de maio de 2011. Análise do uso dos Resultados _ Proposta Técnica 11 de maio de 2011 Análise do uso dos Resultados _ Proposta Técnica 1 ANÁLISE DOS RESULTADOS DO SPAECE-ALFA E DAS AVALIAÇÕES DO PRÊMIO ESCOLA NOTA DEZ _ 2ª Etapa 1. INTRODUÇÃO Em 1990, o Sistema de Avaliação

Leia mais

RELATÓRIO DA PESQUISA ONLINE: Avaliação dos Atores do Sistema de Garantia de Direitos participantes das Oficinas em São Paulo

RELATÓRIO DA PESQUISA ONLINE: Avaliação dos Atores do Sistema de Garantia de Direitos participantes das Oficinas em São Paulo RELATÓRIO DA PESQUISA ONLINE: Avaliação dos Atores do Sistema de Garantia de Direitos participantes das Oficinas em São Paulo APRESENTAÇÃO A SaferNet Brasil é uma associação civil de direito privado, com

Leia mais

O Dirigente Municipal de Educação e a articulação com o terceiro setor

O Dirigente Municipal de Educação e a articulação com o terceiro setor Missão Promover e realizar ações que contribuam para a melhoria da qualidade da educação pública e que fomentem o desenvolvimento social de comunidades de baixa renda. Visão Ser referência como fundação

Leia mais

Dossiê Ensino Fundamental no Brasil. Estudo para a construção do Plano Municipal de Educação de Palmas

Dossiê Ensino Fundamental no Brasil. Estudo para a construção do Plano Municipal de Educação de Palmas Estudo para a construção do Plano Municipal de Educação de Palmas Segundo substitutivo do PNE, apresentado pelo Deputado Angelo Vanhoni, Abril de 2012 Profa. Dra. Rosilene Lagares PPGE/PET PedPalmas Palmas,

Leia mais

A temática Sistema Nacional de Educação foi dissertada pela Profa. Flávia Maria Barros Nogueira Diretora da SASE.

A temática Sistema Nacional de Educação foi dissertada pela Profa. Flávia Maria Barros Nogueira Diretora da SASE. CARTA DE RECIFE O Fórum Nacional de Conselhos Estaduais de Educação realizou em Recife, no período de 16 a 18 de setembro a Reunião Plenária da Região Nordeste, com a participação dos Conselhos Estaduais

Leia mais

V Encontro Nacional de Fortalecimento dos Conselhos Escolares

V Encontro Nacional de Fortalecimento dos Conselhos Escolares V Encontro Nacional de Fortalecimento dos Conselhos Escolares Programa Nacional de Fortalecimento dos Conselhos Escolares: uma política de apoio à gestão educacional Clélia Mara Santos Coordenadora-Geral

Leia mais

Plano de Mobilização o Social pela pela Educação Garantir a todos e a cada um dos brasileiros o direito de aprender linda.goulart@mec.gov.

Plano de Mobilização o Social pela pela Educação Garantir a todos e a cada um dos brasileiros o direito de aprender linda.goulart@mec.gov. Plano de Mobilizaçã Social pela Educaçã Foto: João Bittar Garantir a todos e a cada um dos brasileiros o direito de aprender linda.goulart goulart@mec.gov.br Desafios da Educa Brasileira Altas taxas de

Leia mais

POLÍTICAS PÚBLICAS EM PROL DA ERRADICAÇÃO DO ANALFABETISMO EM MINAS GERAIS

POLÍTICAS PÚBLICAS EM PROL DA ERRADICAÇÃO DO ANALFABETISMO EM MINAS GERAIS POLÍTICAS PÚBLICAS EM PROL DA ERRADICAÇÃO DO ANALFABETISMO EM MINAS GERAIS TRINDADE, Jéssica Ingrid Silva Graduanda em Geografia Universidade Estadual de Montes Claros Unimontes jessica.ingrid.mg@hotmail.com

Leia mais

ECONOMIA SOCIAL PORTUGUESA: PAPEL NO PÓS-TROIKA GERIR UMA FUNDAÇÃO É UM COMPROMISSO PARA O FUTURO

ECONOMIA SOCIAL PORTUGUESA: PAPEL NO PÓS-TROIKA GERIR UMA FUNDAÇÃO É UM COMPROMISSO PARA O FUTURO GERIR UMA FUNDAÇÃO É UM COMPROMISSO PARA O FUTURO Citação de Dr. Emílio Rui Vilar 2 Tempo de mudanças sociais Estamos no início de um século que se adivinha difícil e instável nos seus Problemas Globais

Leia mais

Edital de Seleção. Edital de seleção PROGRAMA DE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA E PROGRAMA JOVENS PESQUISADORES para organizações da sociedade civil

Edital de Seleção. Edital de seleção PROGRAMA DE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA E PROGRAMA JOVENS PESQUISADORES para organizações da sociedade civil Edital de seleção PROGRAMA DE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA E PROGRAMA JOVENS PESQUISADORES para organizações da sociedade civil Início das inscrições: 22 de fevereiro de 2013 Final das inscrições: 20 de março de

Leia mais

Mapa da Educação Financeira no Brasil

Mapa da Educação Financeira no Brasil Mapa da Educação Financeira no Brasil Uma análise das iniciativas existentes e as oportunidades para disseminar o tema em todo o País Em 2010, quando a educação financeira adquire no Brasil status de política

Leia mais

Gestão do Conhecimento e Governo Como sensibilizar os órgãos governamentais para implementarem a GC

Gestão do Conhecimento e Governo Como sensibilizar os órgãos governamentais para implementarem a GC Gestão do Conhecimento e Governo Como sensibilizar os órgãos governamentais para implementarem a GC Elisabeth Gomes elisabeth.gomes@sbgc.org.br Diretora de relações com o governo - SBGC 2º Fórum de Gestão

Leia mais

ANEXO IV PROPOSTAS APROVADAS NA CONFERÊNCIA ESTADUAL. Eixo MOBILIZAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO MONITORAMENTO

ANEXO IV PROPOSTAS APROVADAS NA CONFERÊNCIA ESTADUAL. Eixo MOBILIZAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO MONITORAMENTO PROPOSTAS APROVADAS NA CONFERÊNCIA ESTADUAL ANEXO IV Eixo MOBILIZAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO MONITORAMENTO 1-Promoção dos Direitos de Crianças e Adolescentes Buscar apoio das esferas de governo (Federal e Estadual)

Leia mais

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE Palestra para o Conselho Regional de Administração 1 O QUE É O SEBRAE? 2 O Sebrae O Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas da Bahia

Leia mais

PROJETO ESCOLA E CIDADANIA

PROJETO ESCOLA E CIDADANIA PROJETO DE AQUISIÇÃO DE KIT ESCOLAR PROJETO ESCOLA E CIDADANIA 1. HISTÓRICO A preocupação com a causa da criança e do adolescente em situação de risco, faz nascer instituições proféticas espalhadas pelo

Leia mais

Mobilização e Participação Social no

Mobilização e Participação Social no SECRETARIA-GERAL DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME Mobilização e Participação Social no Plano Brasil Sem Miséria 2012 SUMÁRIO Introdução... 3 Participação

Leia mais

Transformando o presente, construindo o amanhã.

Transformando o presente, construindo o amanhã. Transformando o presente, construindo o amanhã. Primeira sede em 1988 História No dia 23 de novembro de 1988, a Fundação Belgo-Mineira foi oficialmente constituída, a fim de promover ações de marketing

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Anais. III Seminário Internacional Sociedade Inclusiva. Ações Inclusivas de Sucesso

Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Anais. III Seminário Internacional Sociedade Inclusiva. Ações Inclusivas de Sucesso Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais Anais III Seminário Internacional Sociedade Inclusiva Ações Inclusivas de Sucesso Belo Horizonte 24 a 28 de maio de 2004 Realização: Pró-reitoria de Extensão

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID): UMA AVALIAÇÃO DA ESCOLA SOBRE SUAS CONTRIBUIÇÕES

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID): UMA AVALIAÇÃO DA ESCOLA SOBRE SUAS CONTRIBUIÇÕES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID): UMA AVALIAÇÃO DA ESCOLA SOBRE SUAS CONTRIBUIÇÕES Silva.A.A.S. Acadêmica do curso de Pedagogia (UVA), Bolsista do PIBID. Resumo: O trabalho

Leia mais

CENTRO BRASILEIRO DE REFERÊNCIA EM TECNOLOGIA SOCIAL INSTITUTO DE TECNOLOGIA SOCIAL

CENTRO BRASILEIRO DE REFERÊNCIA EM TECNOLOGIA SOCIAL INSTITUTO DE TECNOLOGIA SOCIAL CENTRO BRASILEIRO DE REFERÊNCIA EM TECNOLOGIA SOCIAL INSTITUTO DE TECNOLOGIA SOCIAL Curso: Tecnologia Social e Educação: para além dos muros da escola Resumo da experiência de Avaliação do Programa "Apoio

Leia mais

QUESTIONÁRIO DE SONDAGEM DA PRÁTICA PEDAGÓGICA DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

QUESTIONÁRIO DE SONDAGEM DA PRÁTICA PEDAGÓGICA DADOS DE IDENTIFICAÇÃO ESTADO DO MARANHÃO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA ADJUNTA DE ENSINO SECRETARIA ADJUNTA DE PROJETOS ESPECIAIS QUESTIONÁRIO DE SONDAGEM DA PRÁTICA PEDAGÓGICA DADOS DE IDENTIFICAÇÃO URE: ESCOLA:

Leia mais

O QUE É? Um programa que visa melhorar a Gestão dos CFCs Gaúchos, tendo como base os Critérios de Excelência da FNQ (Fundação Nacional da Qualidade).

O QUE É? Um programa que visa melhorar a Gestão dos CFCs Gaúchos, tendo como base os Critérios de Excelência da FNQ (Fundação Nacional da Qualidade). O QUE É? Um programa que visa melhorar a Gestão dos CFCs Gaúchos, tendo como base os Critérios de Excelência da FNQ (Fundação Nacional da Qualidade). Coordenação Sindicato dos Centros de Formação de Condutores

Leia mais

Desafios da EJA: flexibilidade, diversidade e profissionalização PNLD 2014

Desafios da EJA: flexibilidade, diversidade e profissionalização PNLD 2014 Desafios da EJA: flexibilidade, diversidade e profissionalização Levantamento das questões de interesse Perfil dos alunos, suas necessidades e expectativas; Condições de trabalho e expectativas dos professores;

Leia mais

Entre 1998 e 2001, a freqüência escolar aumentou bastante no Brasil. Em 1998, 97% das

Entre 1998 e 2001, a freqüência escolar aumentou bastante no Brasil. Em 1998, 97% das INFORME-SE BNDES ÁREA PARA ASSUNTOS FISCAIS E DE EMPREGO AFE Nº 48 NOVEMBRO DE 2002 EDUCAÇÃO Desempenho educacional no Brasil: O que nos diz a PNAD-2001 Entre 1998 e 2001, a freqüência escolar aumentou

Leia mais

CARTA ABERTA EM DEFESA DO PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA

CARTA ABERTA EM DEFESA DO PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA CARTA ABERTA EM DEFESA DO PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA O Fórum das universidades públicas participantes do PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA vem, por meio desta, defender

Leia mais

Projeto Amplitude. Plano de Ação 2015. Conteúdo

Projeto Amplitude. Plano de Ação 2015. Conteúdo Projeto Amplitude Plano de Ação 2015 P r o j e t o A m p l i t u d e R u a C a p i t ã o C a v a l c a n t i, 1 4 7 V i l a M a r i a n a S ã o P a u l o 11 4304-9906 w w w. p r o j e t o a m p l i t u

Leia mais

Plataforma dos Centros Urbanos

Plataforma dos Centros Urbanos Plataforma dos Centros Urbanos O que é a Plataforma dos Centros Urbanos? É uma iniciativa nacional de articulação, fortalecimento e desenvolvimento de políticas públicas, programas e ações voltados para

Leia mais

Maria Alice Setubal IV Seminário Internacional de Avaliação Econômica de Programas Sociais

Maria Alice Setubal IV Seminário Internacional de Avaliação Econômica de Programas Sociais Desafios da Educação Maria Alice Setubal IV Seminário Internacional de Avaliação Econômica de Programas Sociais Desafios da Educação A avaliação constitui-se em um desafio da política educacional A avaliação

Leia mais

Região. Mais um exemplo de determinação

Região. Mais um exemplo de determinação O site Psicologia Nova publica a entrevista com Úrsula Gomes, aprovada em primeiro lugar no concurso do TRT 8 0 Região. Mais um exemplo de determinação nos estudos e muita disciplina. Esse é apenas o começo

Leia mais

É projeto porque reúne propostas de ação concreta a executar durante determinado período de tempo. É político por considerar a escola como um espaço

É projeto porque reúne propostas de ação concreta a executar durante determinado período de tempo. É político por considerar a escola como um espaço É projeto porque reúne propostas de ação concreta a executar durante determinado período de tempo. É político por considerar a escola como um espaço de formação de cidadãos conscientes, responsáveis e

Leia mais

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS Versão 2.0 09/02/2015 Sumário 1 Objetivo... 3 1.1 Objetivos Específicos... 3 2 Conceitos... 4 3 Princípios... 5 4 Diretrizes... 5 4.1

Leia mais

Diretrizes: 1. Cumprir as metas do Compromisso Todos Pela Educação- TPE

Diretrizes: 1. Cumprir as metas do Compromisso Todos Pela Educação- TPE IV. CÂMARA TEMÁTICA DA EDUCACÃO, CULTURA E DESPORTOS Diretrizes: 1. Cumprir as metas do Compromisso Todos Pela Educação- TPE Meta 1 Toda criança e jovem de 4 a 17 anos na escola; Meta 2 Até 2010, 80% e,

Leia mais

Gestão. Práticas. Editorial. Geovanne. Acesse online: 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) 03 e 04

Gestão. Práticas. Editorial. Geovanne. Acesse online: 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) 03 e 04 Práticas de Gestão Editorial Geovanne. 02 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) Como faço isso? Acesse online: 03 e 04 www. No inicio da década de 90 os

Leia mais

Discurso do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, na cerimônia de transmissão de cargo

Discurso do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, na cerimônia de transmissão de cargo Discurso do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, na cerimônia de transmissão de cargo Brasília, 02 de janeiro de 2015. Ministra Miriam Belchior, demais autoridades, parentes e amigos aqui presentes.

Leia mais

PROGRAMAs de. estudantil

PROGRAMAs de. estudantil PROGRAMAs de empreendedorismo e protagonismo estudantil Ciclo de Palestras MAGNUM Vale do Silício App Store Contatos Calendário Fotos Safari Cumprindo sua missão de oferecer uma educação inovadora e de

Leia mais

A divulgação desta apresentação por Cd-Rom e no Web site do programa Educação do Instituto do Banco Mundial e feita com a autorização do autor.

A divulgação desta apresentação por Cd-Rom e no Web site do programa Educação do Instituto do Banco Mundial e feita com a autorização do autor. A divulgação desta apresentação por Cd-Rom e no Web site do programa Educação do Instituto do Banco Mundial e feita com a autorização do autor. A ESCOLA PRECISA SER VISTA COMO UMA UNIDADE FUNDAMENTAL PARA

Leia mais

Liderança e Gestão de Pessoas Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração Educação Executiva

Liderança e Gestão de Pessoas Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração Educação Executiva 1 Porque Educação Executiva Insper A dinâmica do mundo corporativo exige profissionais multidisciplinares, capazes de interagir e formar conexões com diferentes áreas da empresa e entender e se adaptar

Leia mais

No Brasil, a Shell contratou a ONG Dialog para desenvolver e operar o Programa, que possui três objetivos principais:

No Brasil, a Shell contratou a ONG Dialog para desenvolver e operar o Programa, que possui três objetivos principais: PROJETO DA SHELL BRASIL LTDA: INICIATIVA JOVEM Apresentação O IniciativaJovem é um programa de empreendedorismo que oferece suporte e estrutura para que jovens empreendedores de 18 a 30 anos desenvolvam

Leia mais

Freelapro. Título: Como o Freelancer pode transformar a sua especialidade em um produto digital ganhando assim escala e ganhando mais tempo

Freelapro. Título: Como o Freelancer pode transformar a sua especialidade em um produto digital ganhando assim escala e ganhando mais tempo Palestrante: Pedro Quintanilha Freelapro Título: Como o Freelancer pode transformar a sua especialidade em um produto digital ganhando assim escala e ganhando mais tempo Quem sou eu? Eu me tornei um freelancer

Leia mais

introdução Trecho final da Carta da Terra 1. O projeto contou com a colaboração da Rede Nossa São Paulo e Instituto de Fomento à Tecnologia do

introdução Trecho final da Carta da Terra 1. O projeto contou com a colaboração da Rede Nossa São Paulo e Instituto de Fomento à Tecnologia do sumário Introdução 9 Educação e sustentabilidade 12 Afinal, o que é sustentabilidade? 13 Práticas educativas 28 Conexões culturais e saberes populares 36 Almanaque 39 Diálogos com o território 42 Conhecimentos

Leia mais

TEMA: O LÚDICO NA APRENDIZAGEM DA LEITURA E DA ESCRITA

TEMA: O LÚDICO NA APRENDIZAGEM DA LEITURA E DA ESCRITA TEMA: O LÚDICO NA APRENDIZAGEM DA LEITURA E DA ESCRITA RESUMO Os educadores têm se utilizado de uma metodologia Linear, que traz uma característica conteudista; É possível notar que o Lúdico não se limita

Leia mais

Se você acredita que as escolas são o único e provável destino dos profissionais formados em Pedagogia, então, está na hora de abrir os olhos

Se você acredita que as escolas são o único e provável destino dos profissionais formados em Pedagogia, então, está na hora de abrir os olhos Se você acredita que as escolas são o único e provável destino dos profissionais formados em Pedagogia, então, está na hora de abrir os olhos O pedagogo David Bomfin, 50 anos, deixou, há algum tempo, de

Leia mais

Disciplina MSP 0670-Atenção Primária em Saúde I. Atenção Básica e a Saúde da Família 1

Disciplina MSP 0670-Atenção Primária em Saúde I. Atenção Básica e a Saúde da Família 1 Disciplina MSP 0670-Atenção Primária em Saúde I Atenção Básica e a Saúde da Família 1 O acúmulo técnico e político dos níveis federal, estadual e municipal dos dirigentes do SUS (gestores do SUS) na implantação

Leia mais

O que é o Ação Integrada?

O que é o Ação Integrada? O que é o Ação Integrada? Resultado de uma articulação entre a Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE/MT), o Ministério Público do Trabalho (MPT/MT), a Fundação Uniselva da Universidade

Leia mais

e construção do conhecimento em educação popular e o processo de participação em ações coletivas, tendo a cidadania como objetivo principal.

e construção do conhecimento em educação popular e o processo de participação em ações coletivas, tendo a cidadania como objetivo principal. Educação Não-Formal Todos os cidadãos estão em permanente processo de reflexão e aprendizado. Este ocorre durante toda a vida, pois a aquisição de conhecimento não acontece somente nas escolas e universidades,

Leia mais

MÚLTIPLAS LEITURAS: CAMINHOS E POSSIBILIDADES

MÚLTIPLAS LEITURAS: CAMINHOS E POSSIBILIDADES MÚLTIPLAS LEITURAS: CAMINHOS E POSSIBILIDADES EDIT MARIA ALVES SIQUEIRA (UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA). Resumo Diferentes instrumentos de avaliação (ENEM, SIMAVE) tem diagnosticado o despreparo dos alunos

Leia mais

LEI Diretrizes Regime de colaboração articulação interfederativa Participação Fórum das Entidades Garantia do acesso Indicadores de acompanhamento

LEI Diretrizes Regime de colaboração articulação interfederativa Participação Fórum das Entidades Garantia do acesso Indicadores de acompanhamento PNE PME LEI Diretrizes Regime de colaboração articulação interfederativa Participação Fórum das Entidades Garantia do acesso Indicadores de acompanhamento locais e nacionais (prova Brasil e IDEB) 10% do

Leia mais

NOVA ATITUDE SOCIAL PARA A SUSTENTAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO

NOVA ATITUDE SOCIAL PARA A SUSTENTAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO Maio 2005 NOVA ATITUDE SOCIAL PARA A SUSTENTAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO Uma empresa cidadã tem direitos e deveres, assim como qualquer indivíduo. Trata-se de uma consciência crítica que nasce a partir do respeito

Leia mais

Minuta do Capítulo 8 do PDI: Políticas de Atendimento aos Discentes

Minuta do Capítulo 8 do PDI: Políticas de Atendimento aos Discentes Minuta do Capítulo 8 do PDI: Políticas de Atendimento aos Discentes Elaborada pela Diretoria de Assuntos Estudantis 1 1 Esta minuta será apreciada pelo Colegiado de Ensino, Pesquisa e Extensão nos dias

Leia mais

GARANTIR ÀS NOSSAS CRIANÇAS MARANHENSES O DIREITO DE APRENDER IMPLICA TRABALHAR PARA UMA POLITICA DE GESTAO EFICAZ

GARANTIR ÀS NOSSAS CRIANÇAS MARANHENSES O DIREITO DE APRENDER IMPLICA TRABALHAR PARA UMA POLITICA DE GESTAO EFICAZ Experiências de Gestão: Educação e Direitos Humanos GARANTIR ÀS NOSSAS CRIANÇAS MARANHENSES O DIREITO DE APRENDER IMPLICA TRABALHAR PARA UMA POLITICA DE GESTAO EFICAZ Ana Karolina Salomão Estado do Maranhão

Leia mais