Faculdade Marista Regulamento do Estágio TCE Sistemas para Internet/Web Design. Regulamento Estágio Supervisionado. Sistemas para Internet

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Faculdade Marista Regulamento do Estágio TCE Sistemas para Internet/Web Design. Regulamento Estágio Supervisionado. Sistemas para Internet"

Transcrição

1 Regulamento Estágio Supervisionado Sistemas para Internet 2014

2 Faculdade Marista Diretor Geral Ir. Ailton dos Santos Arruda Diretora Administrativo-Financeiro Rafaella Nóbrega Coordenadora do Curso de Administração e Gestão de Recursos Humanos Profa. Karla Theonila Vidal Maciel Coordenadora do Curso de Direito Profa. Sérgio Torres Teixeira Coordenador do Curso de Publicidade e Propaganda e Sistemas para Internet Prof. Flávio Dias Central de Estágio Profª Angélica Martins Prof. José André Machado Barbosa Pinto

3 .Capítulo I O Estágio 1. Da obrigatoriedade do estágio: O estágio é obrigatório para a obtenção do grau e diploma de tecnólogo em Web Design na Faculdade Marista. 2. Do conceito de estágio: 2.1. Atividade de carga horária mínima de 200 horas realizada e formalizada em empresas e/ou instituições na área específica de Sistemas para Internet/Web Design ou em áreas correlatas, na condição de estagiário ou profissional, segundo especificações contidas neste regulamento 2.2. Nome de uma disciplina obrigatória oferecida no 5º período do curso de Web Design e que consiste na elaboração pelo aluno de um TCE- Trabalho de Conclusão de Estágio, sob orientação direta de um professor do curso definido pela coordenação, segundo especificações contidas neste regulamento 3. Das etapas para a efetivação do estágio: Para efetivar o estágio na Faculdade Marista, o aluno do curso de Web Design deverá cumprir as etapas de formalização e validação, descritas a seguir. Na falta de realização de alguma dessas etapas, em seus respectivos prazos durante o semestre, o estágio estará invalidado, tendo que ser realizado novamente no período letivo seguinte, tendo ainda o aluno que arcar ainda com o ônus financeiro da disciplina Formalização do Estágio: atividade que consiste em dar entrada no processo de efetivação do estágio através da entrega dos documentos listados a seguir, conforme a condição específica (profissional ou estagiário), de cada aluno, na coordenação de estágio da Faculdade. Condição Documentos Necessários específica A) Profissional - Empregado - Cópia da parte de carteira de trabalho em que fique configurado seu vínculo empregatício - Uma declaração de seu chefe imediato, com a descrição das atividades que desenvolve; - Autônomo - Comprovante de seu registro na Prefeitura Municipal. - Comprovante de recolhimento de imposto sobre serviços, correspondente ao mês de entrada do requerimento. - Documento com a descrição das atividades que executa - Empresário - Cópia do contrato social da empresa - Cópia do CNPJ da empresa - Documento com a descrição das atividades que executa B) Estagiário - Declaração com dados da empresa: razão social, CNPJ, IE e domicílio. - Dados do representante legal: nome completo, nacionalidade, estado civil, profissão, identidade, CPF e endereço. - Termo de compromisso de estágio. - Descrição de atividades que desempenha, setor onde faz estágio, supervisão do estágio na empresa, carga horária do estágio, existência ou não de bolsa complementar, etc.

4 3.2. Validação: A validação do estágio será concedida mediante a elaboração de um Trabalho de Conclusão de Estágio pelo aluno, dentro dos prazos e condições especificadas neste regulamento. Capítulo 2 O TCE Trabalho de Conclusão de Estágio 1. Do conceito: O TCE equivale ao trabalho de conclusão de curso para os alunos de Sistemas para Internet/Web Design, sendo requisito obrigatório para a obtenção do grau e do diploma de tecnólogo em Sistemas para Internet/Web Design. 2. Da consistência: O TCE consiste em um documento onde o aluno deverá descrever as suas atividades profissionais e/ou de estagiário, relacionando-as com o conteúdo trabalhado em uma ou mais disciplinas realizadas durante o curso. Apesar de não ser uma monografia, o TCE deve observar o rigor da norma culta e técnica (ABNT) e ter um caráter notadamente formal e científico. 3. Do modelo: O TCE deverá ser feito de acordo com o modelo disponível na coordenação de estágio da Faculdade e/ou através de meio eletrônico. 4. Da orientação: A orientação é obrigatória, e consiste em reuniões com o professor orientador Da freqüência: O aluno deverá comparecer a pelo menos 50% dos encontros previstos com o orientador (quatro no total). Assim, para não ser reprovado por falta, o aluno deverá estar presente em pelo menos dois encontros Do horário: As reuniões com o professor orientador acontecerão em um dia da semana definido previamente pelo professor orientador e em um horário agendado de acordo com a disponibilidade do professor, cabendo ao aluno ajustar-se a esse horário. As reuniões serão agendadas pela coordenação Da escolha do professor orientador: o aluno deve procurar o professor orientador entre aqueles que atuem numa área próxima ou correlata às atividades desenvolvidas no estágio. A princípio, qualquer professor pode orientar. O aluno deve procurar o professor e saber de sua disponibilidade. Caso não haja acordo com o professor escolhido, o aluno será orientado por um professor indicado pela coordenação e cada professor terá no máximo cinco orientandos por semestre, salvo os professores com dedicação parcial ou integral Da efetivação do professor orientador: depois de definido o professor orientador, o aluno deverá preencher o formulário de requisição de professor orientador, disponível na coordenação de estágio da Faculdade e/ou através de meio eletrônico Das reuniões com o professor orientador: durante as reuniões o professor vai orientar os alunos sobre o modo como o trabalho está sendo redigido/conduzido e poderá solicitar alterações que devem ser rigorosamente observadas pelos alunos. Haverá uma ata para registro dessas solicitações Do local das reuniões com o professor orientador: as reuniões acontecerão exclusivamente nas dependências da Faculdade Marista, com a obrigatoriedade do registro em ata/caderneta da freqüência dos alunos e professores 4.7. Da aprovação do TCE: O professor orientador deverá emitir um parecer aprovando ou reprovando o TCE do aluno. Em caso de reprovação o aluno deverá matricular-se novamente na disciplina de estágio no período letivo seguinte.

5 Capítulo 3 A Matrícula 1. Da obrigatoriedade: a matrícula na disciplina de estágio é obrigatória para os alunos do 5º período. Em caso de cancelamento, o aluno precisará se matricular no período letivo seguinte e cumprir os requisitos do regulamento vigente para a obtenção do grau de tecnólogo em Sistemas para Internet o respectivo diploma. 2. Dos valores: o valor da mensalidade da disciplina de estágio foi estipulado como equivalente a uma disciplina de 40 horas, pago em 6 parcelas. Capítulo 4 O roteiro e os prazos Item Roteiro (o que deve ser feito) Datas Procurar local para a realização do estágio e matricular-se na disciplina 1 Contactar um professor preferencialmente na área em que você Agosto/2014 estagia e convidá-lo para ser seu orientador 2 Entregar à Central de Estágio a Solicitação de Professor Orientador e a Documentação, com as devidas assinaturas. Até 29/08/ Freqüentar pelo menos 75% das reuniões de orientação Até 26/11/ Entrega do TCE 27/11/ Entrega do parecer do professor orientador aprovando o TCE 10/12/2014 Capítulo 5 Considerações finais Os casos não previstos e/ou omissos nesse regulamento serão decididos pela coordenação do curso e/ou direção Acadêmica da Faculdade Marista. Este regulamento entra em vigor na data de sua publicação Recife, 12 de agosto de 2014

Sistemas para Internet TCE Trabalho de Conclusão de Estágio. Regulamento Estágio Supervisionado Sistemas para Internet

Sistemas para Internet TCE Trabalho de Conclusão de Estágio. Regulamento Estágio Supervisionado Sistemas para Internet Regulamento Estágio Supervisionado Sistemas para Internet 2014 Faculdade Marista Diretor Geral Ir. Ailton dos Santos Arruda Diretora Administrativo-Financeiro Sra. Rafaella Nóbrega Coordenador do Curso

Leia mais

Faculdade Marista Regulamento do Estágio TCE Recursos Humanos. Regulamento Estágio Supervisionado Recursos Humanos

Faculdade Marista Regulamento do Estágio TCE Recursos Humanos. Regulamento Estágio Supervisionado Recursos Humanos Regulamento Estágio Supervisionado Recursos Humanos 2012 Faculdade Marista Diretor Geral Ir. Ailton dos Santos Arruda Diretora Administrativo-Financeiro Sra. Rafaella Nóbrega Coordenadora do Curso de Administração

Leia mais

Regulamento Estágio Curricular Obrigatório

Regulamento Estágio Curricular Obrigatório Regulamento Estágio Curricular Obrigatório CST em Fabricação Mecânica CST em Gestão de Recursos Humanos CST em Mecatrônica Industrial 1 CAPÍTULO I DA JUSTIFICATIVA E FINALIDADES Art. 1º - O programa de

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO APRESENTAÇÃO Dispõe sobre as normas para realização de Estágio Supervisionado pelos acadêmicos da Faculdade de Belém FABEL. O presente regulamento normatiza o Estágio

Leia mais

REGULAMENTO DA DISCIPLINA ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DOS CURSOS SUPERIORESDE GRADUAÇÃO DO CEFET-PR. Capítulo I DO ESTÁGIO E SUAS FINALIDADES

REGULAMENTO DA DISCIPLINA ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DOS CURSOS SUPERIORESDE GRADUAÇÃO DO CEFET-PR. Capítulo I DO ESTÁGIO E SUAS FINALIDADES REGULAMENTO DA DISCIPLINA ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DOS CURSOS SUPERIORESDE GRADUAÇÃO DO CEFET-PR Capítulo I DO ESTÁGIO E SUAS FINALIDADES Art. 1º - O Estágio Curricular, baseado na lei nº 6.494,

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO VICENTE

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO VICENTE FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO VICENTE REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURSOS SUPERIORES SUMÁRIO Apresentação...03 Regulamentação de estágio Estágio...04 Matrícula de estágio...05 Carga Horária e prazo para conclusão...05

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO REGULAMENTO PROVISÓRIO DE ESTÁGIO DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL

Leia mais

REGULAMENTO ESTÁGIOS DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO E DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO UTFPR

REGULAMENTO ESTÁGIOS DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO E DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO UTFPR Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO E DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UTFPR Resolução nº 22/08

Leia mais

Regulamento de Estágio

Regulamento de Estágio Regulamento de Estágio Capitulo I - Do Estágio e suas Finalidades Capitulo II - Da Forma de Realização Capitulo III - Da Inscrição, Duração e Encerramento do Estágio Capitulo IV - Do Acompanhamento e Avaliação

Leia mais

DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE COORDENAÇÃO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO CIÊNCIAS CONTÁBEIS

DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE COORDENAÇÃO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO CIÊNCIAS CONTÁBEIS DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE Universidade Federal de Viçosa COORDENAÇÃO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO CIÊNCIAS CONTÁBEIS NORMAS GERAIS PARA A DISCIPLINA CCO 498 ESTÁGIO SUPERVISIONADO CAPÍTULO

Leia mais

Manual Estágio dos cursos de educação profissional técnica de nível médio e dos cursos superiores

Manual Estágio dos cursos de educação profissional técnica de nível médio e dos cursos superiores Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul Manual Estágio dos cursos de educação profissional técnica de nível médio e dos cursos superiores Instituto Federal de Educação,

Leia mais

FACULDADE DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E URBANISMO REGIMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR

FACULDADE DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E URBANISMO REGIMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR FACULDADE DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E URBANISMO REGIMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR CAPÍTULO I DO ESTÁGIO CURRICULAR Art. 1º O presente Regimento trata do Estágio Curricular dos cursos de graduação da Faculdade

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO

REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO 2013 Coordenação Pedagógica: Prof. Ms José Luiz de Miranda Alves Coordenação do Núcleo de Estágio - NEST: Profª. Ms

Leia mais

REGULAMENTO DO TCC - PROJETO EXPERIMENTAL OU MONOGRÁFICO DOS CURSOS DE BACHARELADO EM COMUNICAÇÃO SOCIAL JORNALISMO E PUBLICIDADE E PROPAGANDA

REGULAMENTO DO TCC - PROJETO EXPERIMENTAL OU MONOGRÁFICO DOS CURSOS DE BACHARELADO EM COMUNICAÇÃO SOCIAL JORNALISMO E PUBLICIDADE E PROPAGANDA REGULAMENTO DO TCC - PROJETO EXPERIMENTAL OU MONOGRÁFICO DOS CURSOS DE BACHARELADO EM COMUNICAÇÃO SOCIAL JORNALISMO E PUBLICIDADE E PROPAGANDA CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º. Este Regulamento disciplina

Leia mais

FACITEC - Faculdade de Ciências Sociais e Tecnológicas IESST Instituto de Ensino Superior Social e Tecnológico

FACITEC - Faculdade de Ciências Sociais e Tecnológicas IESST Instituto de Ensino Superior Social e Tecnológico RESOLUÇÃO CONSU Nº. 07/2012 DE 28/08/2012. Aprova o Regulamento Atividades complementares dos cursos de graduação da Faculdade de Ciências Sociais e Tecnológicas - Facitec. O DIRETOR DA FACULDADE DE CIÊNCIAS

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DO CESUBE

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DO CESUBE REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DO CESUBE Considerando o significado e a importância do Estágio como parte fundamental da formação profissional, define-se

Leia mais

REGULAMENTO DE MONOGRAFIA

REGULAMENTO DE MONOGRAFIA REGULAMENTO DE MONOGRAFIA Lavras - 2010 Regulamento de Monografia CAPÍTULO I DA ORIGEM E FINALIDADE Art. 1º - Este regulamento disciplina a apresentação, depósito e a avaliação da Monografia de conclusão

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O ESTÁGIO SUPERVISIONADO E RESPOSTAS

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O ESTÁGIO SUPERVISIONADO E RESPOSTAS PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O ESTÁGIO SUPERVISIONADO E RESPOSTAS SOBRE A MATRÍCULA NA ATIVIDADE ACADÊMICA DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO 1. Quais os pré-requisitos necessários para matrícula em Estágio? No curso

Leia mais

Colegiado do Curso de Graduação em Administração

Colegiado do Curso de Graduação em Administração Colegiado do Curso de Graduação em Administração Resolução nº 03/2012 de 08 de novembro de 2012 Fundamentada na LEI Nº 11.788, DE 25 DE SETEMBRO DE 2008. Regulamenta os procedimentos de Estágio Supervisionado

Leia mais

FUNDAÇÃO FACULDADES INTEGRADAS DE ENSINO SUPERIOR DO MUNICÍPIO DE LINHARES - FACELI CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO

FUNDAÇÃO FACULDADES INTEGRADAS DE ENSINO SUPERIOR DO MUNICÍPIO DE LINHARES - FACELI CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO 1 FUNDAÇÃO FACULDADES INTEGRADAS DE ENSINO SUPERIOR DO MUNICÍPIO DE LINHARES - FACELI CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO LINHARES ES 2014

Leia mais

RESOLUÇÃO. Esta Resolução entra em vigor nesta data, revogada a Resolução CONSEPE 43/2005 e demais disposições contrárias.

RESOLUÇÃO. Esta Resolução entra em vigor nesta data, revogada a Resolução CONSEPE 43/2005 e demais disposições contrárias. RESOLUÇÃO CONSEPE 42/2007 ALTERA O REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO, DO CÂMPUS DE BRAGANÇA PAULISTA DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO. O Presidente do Conselho de Ensino, Pesquisa

Leia mais

TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO REGULAMENTO GERAL DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO REGULAMENTO GERAL DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO REGULAMENTO GERAL DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DA CONCEITUAÇÃO E OBJETIVOS Art. 1º - O Trabalho de Conclusão de Curso

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO - NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC I e II

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO - NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC I e II CURSO DE ADMINISTRAÇÃO - NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC I e II Santa Maria, RS, Brasil 2015 Conforme Processo Nº 253/2015, aprovado pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão

Leia mais

Escola SENAI Anchieta

Escola SENAI Anchieta REGULAMENTAÇÃO DE ESTÁGIO Versão 02 1. Do estágio O diploma de técnico só será conferido ao aluno que realizar, no país, a complementação curricular obrigatória, na forma de estágio supervisionado prevista

Leia mais

REGIMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE TURISMO DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

REGIMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE TURISMO DAS DISPOSIÇÕES GERAIS REGIMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE TURISMO DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º Os estágios curriculares do Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Turismo do Instituto

Leia mais

FACULDADE MARISTA CURSO DE DIREITO EDITAL DE PESQUISA CIENTÍFICA PARA DISCENTES 2014-2015

FACULDADE MARISTA CURSO DE DIREITO EDITAL DE PESQUISA CIENTÍFICA PARA DISCENTES 2014-2015 FACULDADE MARISTA CURSO DE DIREITO EDITAL DE PESQUISA CIENTÍFICA PARA DISCENTES 2014-2015 A COORDENAÇÃO DO CURSO EM DIREITO, devidamente autorizado pela Direção da Faculdade Marista, abre inscrições para

Leia mais

REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS DO CURSO DE NUTRIÇÃO

REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS DO CURSO DE NUTRIÇÃO REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS DO CURSO DE NUTRIÇÃO Coordenadora do Curso: Profa. Ms. Ana Laura Grossi de Oliveira Professoras orientadoras de estágio: Profa. Ms. Adriana Pereira Medina Stracieri

Leia mais

REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO

REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO FACULDADE DE INFORMÁTICA CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO Aprovado na 22ª reunião do Conselho de Unidade (CONSUN) da Faculdade de Informática realizada dia 30 de

Leia mais

Instruções para se fazer o estágio obrigatório

Instruções para se fazer o estágio obrigatório Instruções para se fazer o estágio obrigatório 1. O estágio é obrigatório para se concluir o curso de Publicidade O estágio obrigatório está previsto no Projeto Pedagógico do curso de Publicidade e Propaganda

Leia mais

SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO 2 2. OBJETIVO 2 3. DA REALIZAÇÃO DO ESTÁGIO 2. 3.1 Requisitos para participar do estágio supervisionado 2

SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO 2 2. OBJETIVO 2 3. DA REALIZAÇÃO DO ESTÁGIO 2. 3.1 Requisitos para participar do estágio supervisionado 2 SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO 2 2. OBJETIVO 2 3. DA REALIZAÇÃO DO ESTÁGIO 2 3.1 Requisitos para participar do estágio supervisionado 2 3.2 Como Fazer o Estágio Supervisionado Curricular 3 3.3 A empresa e o supervisor

Leia mais

REGULAMENTO 04 FICHA CADASTRO 01 PLANO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO 02 RELATÓRIO MENSAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO 01 RELATÓRIO DE FREQÜÊNCIA 01

REGULAMENTO 04 FICHA CADASTRO 01 PLANO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO 02 RELATÓRIO MENSAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO 01 RELATÓRIO DE FREQÜÊNCIA 01 KIT ALUNO REGULAMENTO 04 FICHA CADASTRO 01 PLANO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO 02 RELATÓRIO MENSAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO 01 RELATÓRIO DE FREQÜÊNCIA 01 AVALIAÇÃO DO ESTAGIÁRIO 01 ROTEIRO PARA O RELATÓRIO

Leia mais

Cartilha do Estagiário das FaFEM

Cartilha do Estagiário das FaFEM Cartilha do Estagiário das FaFEM Apresentação Dúvidas Freqüentes Resumo dos principais pontos da lei 11.788 Legislação reguladora dos estágios: Lei Federal 11.788 de 25/09/2008 Apresentação As FaFEM, no

Leia mais

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE MACHADO CENTRO SUPERIOR DE ENSINO E PESQUISA DE MACHADO

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE MACHADO CENTRO SUPERIOR DE ENSINO E PESQUISA DE MACHADO SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO 2 2. OBJETIVO 2 3. DA REALIZAÇÃO DO ESTÁGIO 2 3.1 Requisitos para participar do estágio supervisionado 2 3.2 Como Fazer o Estágio Supervisionado Curricular 3 3.3 A empresa e o supervisor

Leia mais

FAMEC REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO

FAMEC REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO FAMEC REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO 1 REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO (Lei Nº 11.788 / 2008) Regulamenta as atividades do Estágio Curricular da FAMEC e estabelece normas

Leia mais

MANUAL DO TRABALHO DE GRADUAÇÃO

MANUAL DO TRABALHO DE GRADUAÇÃO Faculdade de Tecnologia de Mogi das Cruzes (FATEC-MC) MANUAL DO TRABALHO DE GRADUAÇÃO Setembro-2014 1 Sumário 1. Objetivo... 3 2. Trabalho de Graduação... 3 3. Áreas Temáticas... 3 4. Responsabilidades

Leia mais

REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO

REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO GRADE CURRICULAR 2008-2010 RIO CLARO 2010 1 REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO CAPÍTULO I Da Origem, Finalidades e das Modalidades Art. 1º -

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 4, DE 4 DE JULHO DE 2014

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 4, DE 4 DE JULHO DE 2014 MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 4, DE 4 DE JULHO DE 2014 Estabelece orientações sobre a aceitação de estagiários no âmbito da Administração

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO. por. Fábio Zschornack Clarissa Tarragô Candotti CONCEPÇÃO E COMPOSIÇÃO DO ESTÁGIO CURRICULAR

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO. por. Fábio Zschornack Clarissa Tarragô Candotti CONCEPÇÃO E COMPOSIÇÃO DO ESTÁGIO CURRICULAR REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS por Fábio Zschornack Clarissa Tarragô Candotti CONCEPÇÃO E COMPOSIÇÃO DO ESTÁGIO CURRICULAR Conforme

Leia mais

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO IEL-NR/TO Nº 02/2011

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO IEL-NR/TO Nº 02/2011 COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO IEL-NR/TO Nº 02/2011 O INSTITUTO EUVALDO LODI NÚCLEO REGIONAL DO TOCANTINS por meio de sua Unidade de Estágio Supervisionado, torna pública a realização de processo seletivo

Leia mais

REGIMENTO DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM PSICOLOGIA CLÍNICA NA PERSPECTIVA FENOMENOLÓGICO-EXISTENCIAL

REGIMENTO DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM PSICOLOGIA CLÍNICA NA PERSPECTIVA FENOMENOLÓGICO-EXISTENCIAL REGIMENTO DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM PSICOLOGIA CLÍNICA NA PERSPECTIVA FENOMENOLÓGICO-EXISTENCIAL 2014 CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM PSICOLOGIA CLÍNICA NA PERSPECTIVA FENOMENOLÓGICO-EXISTENCIAL DO INSTITUTO

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA COMISSÃO SUPERIOR DE ENSINO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA COMISSÃO SUPERIOR DE ENSINO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA COMISSÃO SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO COSUEN N 015 DE 26 DE NOVEMBRO DE 2015 Revoga e substitui, ad referendum, a Resolução CONSUN

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURSOS TÉCNICOS Revisão: setembro/2012 Escola SENAI Santos Dumont CFP 3.02 Rua Pedro Rachid, 304 Santana São José dos Campos - SP Fone: (12) 3519-4850 Fax: (12) 3922-9060 ELABORAÇÃO

Leia mais

Faculdade de Tecnologia da Zona Leste REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO 1º SEMESTRE 2015

Faculdade de Tecnologia da Zona Leste REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO 1º SEMESTRE 2015 Faculdade de Tecnologia da Zona Leste REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO 1º SEMESTRE 2015 São Paulo - 2015 2 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 3 2. ESTÁGIO SUPERVISIONADO... 4 3. OBJETIVOS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO...

Leia mais

NORMAS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO PARA OS CURSOS DE LICENCIATURA EM LETRAS DA PUCRS

NORMAS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO PARA OS CURSOS DE LICENCIATURA EM LETRAS DA PUCRS NORMAS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO PARA OS CURSOS DE LICENCIATURA EM LETRAS DA PUCRS CURSOS DE LICENCIATURA EM LETRAS: Habilitações: Língua Portuguesa e respectivas Literaturas Língua Espanhola e respectivas

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 20, DE 26 DE NOVEMBRO DE 2010

RESOLUÇÃO Nº 20, DE 26 DE NOVEMBRO DE 2010 RESOLUÇÃO Nº 20, DE 26 DE NOVEMBRO DE 2010 Dispõe sobre a realização dos Estágios destinados a estudantes regularmente matriculados na Universidade Federal do Pampa e sobre os Estágios realizados no âmbito

Leia mais

Orientações de Estágio. Pedagogia 4 Semestre

Orientações de Estágio. Pedagogia 4 Semestre Orientações de Estágio Pedagogia 4 Semestre 1 Sumário INTRODUÇÃO... 3 1. ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE PEDAGOGIA... 3 1.1 - Responsabilidades da Monitoria do Estágio Supervisionado:... 4 1.2 - Responsabilidades

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE MONITORIA DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

EDITAL DE SELEÇÃO DE MONITORIA DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS UNIDADE CENTRAL DE EDUCAÇÃO FAEM FACULDADE UCEFF FACULDADES Autorizado pela portaria nº 3.376, de 17de dezembro de 2003. CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Bacharelado Autorizado pela portaria nº. 818, de 20

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO Normatiza o Estágio Curricular Supervisionado (ECS) do Curso de Administração de Empresas, denominado no Projeto Pedagógico

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) Curso de Ciências Contábeis REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) Boa Vista, agosto de 2013. SUMÁRIO TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES... 3 TÍTULO II DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO...

Leia mais

FACULDADE DA REGIÃO DOS LAGOS REGULAMENTO DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

FACULDADE DA REGIÃO DOS LAGOS REGULAMENTO DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU FACULDADE DA REGIÃO DOS LAGOS REGULAMENTO DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Capítulo I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º Os cursos de Pós-Graduação Lato Sensu da FERLAGOS orientam-se pelas normas

Leia mais

Faculdade Marista Curso de Graduação em Direito

Faculdade Marista Curso de Graduação em Direito Faculdade Marista Curso de Graduação em Direito E D I T A L PROCESSO SELETIVO DE MONITORES 2014.1 O Coordenador do Curso de Direito, no uso das suas atribuições, torna público, que estarão abertas em secretaria

Leia mais

Até 15 dias letivos após o início das aulas disciplinas

Até 15 dias letivos após o início das aulas disciplinas EDITAL DE RENOVAÇÃO DE MATRÍCULA PARA O SEGUNDO SEMESTRE DE 2010 O Diretor da Faculdade de Ciências Humanas ESUDA, no uso da suas atribuições, torna público o calendário e as normas para renovação de matrícula

Leia mais

FACITEC - Faculdade de Ciências Sociais e Tecnológicas IESST Instituto de Ensino Superior Social e Tecnológico

FACITEC - Faculdade de Ciências Sociais e Tecnológicas IESST Instituto de Ensino Superior Social e Tecnológico RESOLUÇÃO CONSU Nº. 01/2009 DE 28/01/2009 Aprova o Regulamento das Atividades Complementares Científico-Culturais de Engenharia de Produção da Faculdade de Ciências Sociais e Tecnológicas - Facitec. O

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO. CURSO: Comercio Exterior

REGULAMENTO DE ESTÁGIO. CURSO: Comercio Exterior REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURSO: Comercio Exterior Fevereiro 2008 APRESENTAÇÃO CAPÍTULO I Art. 1º De acordo com regulamento de estágio da Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina - O Estágio

Leia mais

GUIA PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO E TCC - LOGÍSTICA

GUIA PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO E TCC - LOGÍSTICA GUIA PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO E TCC - LOGÍSTICA Este guia é um resumo das normas sobre Estágio e Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) contidos no Projeto Pedagógico do Curso Superior de Tecnologia em

Leia mais

R E S O L U Ç Ã O. Esta Resolução entra em vigor nesta data, alterando a Resolução CONSEPE 3/2007 e revogando as disposições contrárias.

R E S O L U Ç Ã O. Esta Resolução entra em vigor nesta data, alterando a Resolução CONSEPE 3/2007 e revogando as disposições contrárias. RESOLUÇÃO CONSEACC/CP 05/2012 ALTERA O REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE FARMÁCIA DO CAMPUS CAMPINAS DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO USF. A Presidente do Conselho Acadêmico de Campus CONSEACC

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE SERVIÇO SOCIAL I INTRODUÇÃO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE SERVIÇO SOCIAL I INTRODUÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE SERVIÇO SOCIAL I INTRODUÇÃO O estágio curricular do curso de Serviço Social é uma atividade obrigatória, em consonância com as Diretrizes Curriculares Nacionais

Leia mais

NSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE RIO VERDE IESRIVER FACULDADE OBJETIVO

NSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE RIO VERDE IESRIVER FACULDADE OBJETIVO NSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE RIO VERDE IESRIVER FACULDADE OBJETIVO MANUAL DE NORMAS E DIRETRIZES PARA ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO Rio Verde - GO APRESENTAÇÃO O Instituto de Ensino Superior de Rio Verde IESRIVER,

Leia mais

ESTAGIO: Aspectos Legais. Dra. Sandra Marangoni

ESTAGIO: Aspectos Legais. Dra. Sandra Marangoni ESTAGIO: Aspectos Legais Dra. Sandra Marangoni LEGISLACAO REGULAMENTADORA: Lei n. 6.494, de 7 de dezembro de 1977 Decreto Nº 87.497, de 18 de AGOSTO de 1982 Medida Provisória n. 2.164-41 de 24 de agosto

Leia mais

REGULAMENTO DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DA FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS ESUDA. Capítulo I Das Disposições Preliminares

REGULAMENTO DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DA FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS ESUDA. Capítulo I Das Disposições Preliminares Capítulo I Das Disposições Preliminares Art. 1º Os cursos de Pós-Graduação Lato Sensu da Faculdade de Ciências Humanas ESUDA orientam-se pelas normas especificadas neste Regulamento e estão sujeitos ao

Leia mais

Curso de Sistema de Informação

Curso de Sistema de Informação 1 Regulamento de Estágio Curricular Obrigatório Curso de Sistema de Informação Cascavel - PR CAPITULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º. Este regulamento tem por finalidade normatizar o Estágio Curricular

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA (UNILA) COMISSÃO SUPERIOR DE ENSINO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA (UNILA) COMISSÃO SUPERIOR DE ENSINO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA (UNILA) COMISSÃO SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO COSUEN N 025, DE 01 DE SETEMBRO DE 2014. Aprova o Regulamento do Estágio Supervisionado

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 03/2009/CE DE 15/04/2009 REGULAMENTO DO ESTÁGIO DOS CURSOS TÉCNICOS DA ÁREA DA INDÚSTRIA DO IF-SC - CAMPUS JOINVILLE

RESOLUÇÃO Nº 03/2009/CE DE 15/04/2009 REGULAMENTO DO ESTÁGIO DOS CURSOS TÉCNICOS DA ÁREA DA INDÚSTRIA DO IF-SC - CAMPUS JOINVILLE 1 RESOLUÇÃO Nº 03/2009/CE DE 15/04/2009 REGULAMENTO DO ESTÁGIO DOS CURSOS TÉCNICOS DA ÁREA DA INDÚSTRIA DO IF-SC - CAPÍTULO I DO ESTÁGIO E SUAS FINALIDADES Art. 1º. O estágio curricular está previsto na

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM PUBLICIDADE E PROPAGANDA

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM PUBLICIDADE E PROPAGANDA UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM PUBLICIDADE E PROPAGANDA CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente regulamento

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS 2011 1. CARACTERIZAÇÃO O Estágio Supervisionado do Curso de Administração realizar-se-á sob a supervisão indireta de um professor, nas seguintes áreas, entre outras:

Leia mais

RESOLUÇÃO FADISA N.º 005/2008 CONSELHO SUPERIOR DA FACULDADE DE DIREITO SANTO AGOSTINHO FADISA

RESOLUÇÃO FADISA N.º 005/2008 CONSELHO SUPERIOR DA FACULDADE DE DIREITO SANTO AGOSTINHO FADISA RESOLUÇÃO FADISA N.º 005/2008 CONSELHO SUPERIOR DA FACULDADE DE DIREITO SANTO AGOSTINHO FADISA O Presidente do CONSELHO SUPERIOR DA FACULDADE DE DIREITO SANTO AGOSTINHO - FADISA, Professor Ms. ANTÔNIO

Leia mais

NORMATIZAÇÃO DE ESTÁGIO PARA OS CURSOS TÉCNICOS E SUPERIORES DO IFSULDEMINAS

NORMATIZAÇÃO DE ESTÁGIO PARA OS CURSOS TÉCNICOS E SUPERIORES DO IFSULDEMINAS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS NORMATIZAÇÃO DE ESTÁGIO PARA OS CURSOS TÉCNICOS E SUPERIORES

Leia mais

CAPÍTULO I DA NATUREZA E FINALIDADES

CAPÍTULO I DA NATUREZA E FINALIDADES REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO (TCC) CAPÍTULO I DA NATUREZA E FINALIDADES Art. 1º O Trabalho de Conclusão de Curso - TCC é um componente obrigatório dos cursos de Graduação

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA Ipatinga / MG 1 /2010 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 OBJETIVOS DO ESTÁGIO... 4 3 ESTÁGIO OBRIGATÓRIO... 4 3.1 NORMAS GERAIS DO ESTÁGIO OBRIGATÓRIO... 4 3.1.1

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS REGULAMENTO DAS DISCIPLINAS DE PESQUISA E ANÁLISE EM RELAÇÕES INTERNACIONAIS, PROJETO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO E TRABALHO

Leia mais

GUIA DE INFORMAÇÕES AO ESTUDANTE Pronatec

GUIA DE INFORMAÇÕES AO ESTUDANTE Pronatec GUIA DE INFORMAÇÕES AO ESTUDANTE GUIA DE INFORMAÇÕES AO ESTUDANTE 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 O que é um curso técnico e quais seus benefícios? Quem pode participar? Os cursos são pagos? Tenho

Leia mais

Trabalho elaborado pela Escola SENAI Antônio Ermírio de Moraes do Departamento Regional de São Paulo.

Trabalho elaborado pela Escola SENAI Antônio Ermírio de Moraes do Departamento Regional de São Paulo. Regulamento de Estágio SENAI- SP, 2009 Trabalho elaborado pela Escola SENAI Antônio Ermírio de Moraes do Departamento Regional de São Paulo. Coordenação Geral Adriano Ruiz Secco Coordenação Germano Luiz

Leia mais

CONSELHO SUPERIOR DO ISEI RESOLUÇÃO Nº 01/ 2007, DE 29 DE JUNHO DE 2007

CONSELHO SUPERIOR DO ISEI RESOLUÇÃO Nº 01/ 2007, DE 29 DE JUNHO DE 2007 CONSELHO SUPERIOR DO ISEI RESOLUÇÃO Nº 01/ 2007, DE 29 DE JUNHO DE 2007 Aprova o regulamento dos Estágios Supervisionados dos cursos de Graduação - Licenciaturas do ISEI. O Presidente do Conselho Superior

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO

REGULAMENTO GERAL DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO REGULAMENTO GERAL DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO CAPÍTULO I DEFINIÇÕES GERAIS E OBJETIVOS Art. 1º - As presentes normas têm por objetivo organizar e disciplinar o Estágio Curricular Supervisionado

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DA MAGISTRATURA TRABALHALISTA DA 6ª REGIÃO Diretor: Desembargador Sergio Torres Teixeira

ESCOLA SUPERIOR DA MAGISTRATURA TRABALHALISTA DA 6ª REGIÃO Diretor: Desembargador Sergio Torres Teixeira ESCOLA SUPERIOR DA MAGISTRATURA TRABALHALISTA DA 6ª REGIÃO Diretor: Desembargador Sergio Torres Teixeira DÉCIMA SELEÇÃO PARA ADMISSÃO AO CURSO DE DIREITO JUDICIÁRIO E MAGISTRATURA DO TRABALHO (PÓS - GRADUAÇÃO

Leia mais

CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA Santa Maria, RS. 2012 SUMÁRIO CAPÍTULO I... 3 DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS... 3 CAPÍTULO II... 4 REGULARIZAÇÃO DO ESTÁGIO... 4 CAPÍTULO III... 5 DOS ASPECTOS LEGAIS... 5

Leia mais

MINISTÉRIO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 7, DE 30 DE OUTUBRO DE 2008.*

MINISTÉRIO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 7, DE 30 DE OUTUBRO DE 2008.* MINISTÉRIO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 7, DE 30 DE OUTUBRO DE 2008.* Estabelece orientação sobre a aceitação de estagiários no âmbito da Administração

Leia mais

FAI CENTRO DE ENSINO SUPERIOR EM GESTÃO, TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Manual do Estágio Supervisionado

FAI CENTRO DE ENSINO SUPERIOR EM GESTÃO, TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Manual do Estágio Supervisionado FAI CENTRO DE ENSINO SUPERIOR EM GESTÃO, TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Manual do Estágio Supervisionado Santa Rita do Sapucaí-MG Janeiro/2011 Sumário 1. Introdução 3 2. O que é

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DA MAGISTRATURA TRABALHALISTA DA 6ª REGIÃO Diretor: Desembargador Sergio Torres Teixeira

ESCOLA SUPERIOR DA MAGISTRATURA TRABALHALISTA DA 6ª REGIÃO Diretor: Desembargador Sergio Torres Teixeira ESCOLA SUPERIOR DA MAGISTRATURA TRABALHALISTA DA 6ª REGIÃO Diretor: Desembargador Sergio Torres Teixeira DÉCIMA SELEÇÃO PARA ADMISSÃO AO CURSO DE DIREITO JUDICIÁRIO E MAGISTRATURA DO TRABALHO (PÓS - GRADUAÇÃO

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE CANOINHAS Conselho Municipal de Desenvolvimento Agropecuário

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE CANOINHAS Conselho Municipal de Desenvolvimento Agropecuário PREFEITURA MUNICIPAL DE CANOINHAS SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO RURAL EDITAL DE SELEÇÃO PARA BENEFÍCIÁRIOS DE BOLSA DE ESTUDO DO COLÉGIO AGRÍCOLA CEDUP VIDAL RAMOS 2014. N.º 002/2014 O Prefeito

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC DA FACULDADE DE MIRANDÓPOLIS-FAM-CURSO DE SERVIÇO SOCIAL

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC DA FACULDADE DE MIRANDÓPOLIS-FAM-CURSO DE SERVIÇO SOCIAL FACULDADE DE MIRANDÓPOLIS Administração: Reconhecido pela Portaria nº 4218, de 06/12/2005, D.O.U. de 07/12/2005 Pedagogia: Reconhecido pela Portaria nº 42, de 22/05/2006, D.O.U. de 24/05/2006 Serviço Social:

Leia mais

FACULDADE MORAES JÚNIOR MACKENZIE RIO REGULAMENTO DE ESTÁGIOS

FACULDADE MORAES JÚNIOR MACKENZIE RIO REGULAMENTO DE ESTÁGIOS FACULDADE MORAES JÚNIOR MACKENZIE RIO REGULAMENTO DE ESTÁGIOS TÍTULO I CAPÍTULO I DA NATUREZA E DA FINALIDADE Seção I Da Natureza Art. 1º. Estágio é atividade educativa escolar supervisionada, desenvolvida

Leia mais

Regulamento de Estágio Supervisionado do Curso de Engenharia Elétrica

Regulamento de Estágio Supervisionado do Curso de Engenharia Elétrica Regulamento de Estágio Supervisionado do Curso de Engenharia Elétrica 1. APRESENTAÇÃO O Estágio Curricular Supervisionado Obrigatório no curso de Engenharia Elétrica é uma atividade curricular obrigatória

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO FACULDADE NACIONAL DE DIREITO Edital Interno - Programa de Monitoria 2014

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO FACULDADE NACIONAL DE DIREITO Edital Interno - Programa de Monitoria 2014 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO FACULDADE NACIONAL DE DIREITO Edital Interno - Programa de Monitoria 2014 A Coordenação de Graduação da Faculdade Nacional de Direito (FND) torna público que a Pró-Reitoria

Leia mais

Regulamento Geral do Trabalho de Conclusão do Curso de Graduação em Ciência Política Bacharelado TCC

Regulamento Geral do Trabalho de Conclusão do Curso de Graduação em Ciência Política Bacharelado TCC Regulamento Geral do Trabalho de Conclusão do Curso de Graduação em Ciência Política Bacharelado TCC Estabelece normas para a realização do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) do Curso de Graduação em

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM PUBLICIDADE E PROPAGANDA

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM PUBLICIDADE E PROPAGANDA REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM PUBLICIDADE E PROPAGANDA CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente regulamento normatiza as atividades do Estágio Supervisionado em Publicidade e Propaganda

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO RSGQ-16.01

REGULAMENTO DE ESTÁGIO RSGQ-16.01 REGULAMENTO DE ESTÁGIO RSGQ-16.01 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 4 2. DEFINIÇÕES... 4 2.1 ESTÁGIO... 4 2.2 ESTÁGIO OBRIGATÓRIO... 4 2.3 ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO... 5 2.4 CONCEDENTE... 5 3 DADOS DA INSTITUIÇÃO

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 22/2005, de 30 de junho de 2005. RESOLVE:

RESOLUÇÃO Nº 22/2005, de 30 de junho de 2005. RESOLVE: MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DO MARANHÃO CONSELHO DIRETOR RESOLUÇÃO Nº 22/2005, de 30 de junho de 2005. Aprova as Normas Regulamentadoras da operacionalização da Monografia

Leia mais

Regulamento de Estágio

Regulamento de Estágio ESCOLA SENAI ANTONIO DEVISATE Regulamento de estágio Curso Técnico em Eletroeletrônica Curso Técnico em Eletromecânica Curso Técnico em Manutenção Eletromecânica 2005 UFP 8.01 São José do Rio Preto/SP

Leia mais

Curso de Engenharia de Computação Regulamento dos Trabalhos de Conclusão de Curso

Curso de Engenharia de Computação Regulamento dos Trabalhos de Conclusão de Curso 1 Centro Universitário de Araraquara UNIARA Departamento de Ciências da Administração e Tecnologia Curso de Engenharia de Computação Regulamento dos Trabalhos de Conclusão de Curso Capítulo I Das disposições

Leia mais

Curso de Engenharia de Elétrica

Curso de Engenharia de Elétrica Regulamento de Estágio Curricular Obrigatório Curso de Engenharia de Elétrica Cascavel-PR 2011 - 2 - CAPITULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º. Este regulamento tem por finalidade normatizar o Estágio

Leia mais

Colégio Ensitec Ensino Fundamental, Médio e Profissional

Colégio Ensitec Ensino Fundamental, Médio e Profissional EDITAL Nº01/2014 Dispõe sobre o Processo de Matrícula para os Cursos Técnicos concomitantes e subsequentes ao Ensino Médio: Administração Contabilidade Eletrônica Mecânica Mecatrônica Qualidade Segurança

Leia mais

REGIMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR VALE DO IGUAÇU DO COLEGIADO DE CURSO

REGIMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR VALE DO IGUAÇU DO COLEGIADO DE CURSO REGIMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR VALE DO IGUAÇU DO COLEGIADO DE CURSO Art. 1º O colegiado de curso é órgão consultivo da Coordenação de Curso, destinado a subsidiar a

Leia mais

QUESTÕES RELATIVAS AO ESTÁGIO SUPERVISIONADO GERÊNCIA DE EDUCAÇÃO

QUESTÕES RELATIVAS AO ESTÁGIO SUPERVISIONADO GERÊNCIA DE EDUCAÇÃO QUESTÕES RELATIVAS AO ESTÁGIO SUPERVISIONADO GERÊNCIA DE EDUCAÇÃO JUNHO/2008 Atualização Abarê Maynart de Oliveira GED Silvio Cardoso GED Validação João Ricardo Santa Rosa Gerente de Educação 2 Índice

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO ESU DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO ESU DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO ESU DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º - O presente Regulamento tem por finalidade normatizar as atividades relacionadas ao Estágio

Leia mais

SOCIEDADE CULTURAL E EDUCACIONAL DE ITAPEVA - ACITA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS E AGRÁRIAS DE ITAPEVA - FAIT

SOCIEDADE CULTURAL E EDUCACIONAL DE ITAPEVA - ACITA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS E AGRÁRIAS DE ITAPEVA - FAIT REGULAMENTO GERAL DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA DA FAIT ATUALIZADO EM 22 DE MAIO DE 2013. PARA VIGÊNCIA A PARTIR DE 2013 2º SEMESTRE Itapeva- SP 1 ANO DE 2013 - REGULAMENTO

Leia mais

ABERTURA DE INSCRIÇÕES

ABERTURA DE INSCRIÇÕES ABERTURA DE INSCRIÇÕES SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA A TURMA DE 2015 DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ENFERMAGEM EM ESTOMATERAPIA: ESTOMIAS, FERIDAS E INCONTINÊNCIAS A FACISA em no uso de suas atribuições, torna

Leia mais