PDG. Como o Programa de Desenvolvimento Gerencial aprimora as relações de trabalho

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PDG. Como o Programa de Desenvolvimento Gerencial aprimora as relações de trabalho"

Transcrição

1 PDG Cm Prgrm Dnvlvimn Grnil rimr rlçõ rblh N E S T A E D I Ç Ã O N E S T A E D I Ç Ã O LEI DE ACESSO À INFORMAÇÃO COACHING RIO+20 PESQUISA DE SATISFAÇÃO PERFIL REGIONAL DE SÃO BERNARDO DO CAMPO PERFIL REGIONAL DE ASSIS CICLISMO E QUALIDADE DE VIDA ECONOMIA PESSOAL Juiç m Rvi

2 EDITORIAL Fim n O n 2012 á hgn fim jun m l nrrm mi um n vi. N rblh, rrm r nluir rj qu rum rlizr, m qur quli, rz inúmr nrm mun é. Em ár rfiinl fi ã nrm. N vr gbin, m, ubliçõ, urgn rm u r lnã n úlim hr mbilizm juíz rvir; n r miniriv, nrg rlóri, inugurçõ nrl finnir gim mi ivr ár, Orgnizçõ Mé, Engnhri Infrruur é Plnjmn Orçmnári, Rur Humn Liiçõ; Cnrl Inrn, Ai Juiiári Flh Pgmn; ó r ir lgum. N vi l, nm n fmíli, mig, vign, rn lbrçõ qu ã r vir, qui Nl Sliári, riinl çã rmvi l Ajuf (Aiçã Juíz Fri Sã Pul M Gr Sul). E é um nfrrnizçã mr l lgri íri nlin in funinári ririz Juiç Frl 3ª Rgiã u fmilir, m iribuiçã brinqu bái. N il, f é ri l vn Juíz qu nm l Nl Sliári, um jnr n qul rn é rvri r nfrrnizçã ririz lgun juíz rvim mbém r mrr u ln muii n l. E nnr já rnu um riçã nuim riin é ngin, rvin xml inirçã r ur fórun inrir qu mbém fzm u mmrçõ li. Prj nluí f nrr, m jnir é hr lmr um u, bixr rim nr n fuur, n n qu á mçn. Mê rnvçã rflxã, é um bm mmn r rgnizr m i rfiini. Pr qul qu rã m féri, rvim máxim r rlxr, urir fmíli mig, j m u vijn. A qu ivrm rblhn, mn râni n ru, li fim rã l rz finl n, ibilim um rí rblh mi rnquil ruiv. É m nmn iiv qu j um óim Nl fç v qu m 2013 nhm um n mui rri rlizçõ! Cir Brnni Fn Juiz Frl Dirr Fr in P f m n n EXPEDIENTE á Juiz Frl Dirr Fr Cir Brnni Fn f Juíz fri vi-irr Fr Alnr Mir Nguir Ri (il) Mri Vnl (inrir) Dirri Srri Aminiriv PDG C Dirr Núl Cmuniçã Sil Rir A Nbrr NESTA EDIÇÃO COACHING Sçã Mulimíi Auiviul Grrinn Rrigu Anr (urvir) Elizbh Brn Pr Jvã Crvlh Sçã Pruçã Tx Animn à Imrn Frnn Cli (urvir) Jffrn Mi Kái Srfim Egiári Rfll Rrigu Pul Sínl Cn: Tlfn: (11) Vii mbém vrã virul rvi m h://www.jf.ju.br/imrn/ 2 Juiç m Rvi PESQUISA DE SATISFAÇÃO PERFIL REGIONAL DE ASSIS ECONOMIA PESSOAL jf Trblh Dnvlvimn Equi l Anu PDG Enmi n Nl...08 Pqui Sifçã Prfil Rginl: Ai Livr Mmóri P Imgm Vz... 11

3 ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Trblh Dnvlvimn Equi - Ching l Cm fi nli rblhr rlçõ inri n mbin rblh, Juiç Frl Sã Pul, r mi u iólg, rmv um rblh nvlvimn vl r qui fi m minimizr ívi iuçõ nfl i. Pr lgum, ur m qui é um rf mlx, qu xig frç fíi ilógi, n grr m lgun irriçã, ânim, frurçã, ni imruivi. Mui vz rr nig hábi rin nã é um iã fáil, m é nári r bnfíi gru. Aé mm m lugr m rfi ini rfi mlhn m urgir ifi ul. É mui mum hrm qu um iml munç r u vr luinr rblm çã m rviç, lg u gr. Prém, n miri vz l mbém nnrm ifi ul n nv ll rblh. E nm mr lír ngu nnrr zinh luçõ ifóri r rmin rblm nfrn l gru. Pr i, Aminirçã Juiç Frl inibiliz r juíz, irr lír ár iniuiçã rgrm Ching Equi, r m igil iriçã, m bjiv frr frrmn, nhimn runi r rvir fi m vibilizr um mbin mi hrmôni imizr nmn iári rblh. Cm n O rimir é juiz u irr inifi r rblm nfrn r u qui nvir um -mil Sr Pilgi Orgnizinl/SEPL jf.ju.br), liin um hing qui. Arvé um nvr iniil, é ívl lvnr ubíi r rli qui, r rblm mi viívi, uxilin iólg n rrçã um mril irin à ni vr/r. D r m rblm, é fi ni frm rgrm r li. Tnlgi m Mngr u GruWi liminm rblm iâni nr fórum rquiin Aminiriv Cnrl, n lliz Sr Pilgi, gilizn liçã frrmn hing. S fr nári, ur nminhmn rá r, r m iuçã. Frm rlizçã D r m inibili ingrn qui ã bli hrári i mn qu rrrã õ. Smr frm nã inrfrir n nmn rblh. A urçã ã é, nrmlmn, um hr, riii r mnl u quinznl. Bnfíi Sã fri frrmn nvlvimn l qu rfl m n lim rgnizinl qui. A nili rfi inl é irin rblh m bnfíi gru. Um rinii bjiv rgrm é mlhri rlçõ inri n r. Rul O rul bi l rgrm nã ã rm quniiv, m im quliiv. E, r miv óbvi, nã é ívl brvá-l um i r ur, m im méi rz, qun m vr rlmn huv um mlhr n rlçõ inri, nqunmn, n mbin rblh, fi rm Cibl Mrinz Quilii, iólg urvir Sçã Slçã Amnhmn Funinl. Mui vz rbm rl rvir qu livm m iuçõ nfl i n rblh m qui qu, ó riirm rgrm hing, lnçrm mlhr rul m mn g, ml iólg Jli Gurr Clfrnhi, irr Núl Ingr, Amnhmn Avliçã P. Dfiniçã Elizbh Brn Pr O Ching Equi m m rinil bjiv inifir nvlvr mêni nári r umn ruivi rfrmn um rmin qui rblh. Tmbém uxili qui inifir rmvr blqui inrn qu ã imin mximizçã rul bu. Juiç m Rvi 3

4 F: NUAR ll F: ACOM/TRF-3 F: NUAR ll F: ACOM/TRF-3 F: NUCS ACONTECEU ENCONTRO DE GESTÃO ORÇAMENTÁRIA Enr i 8 11 uubr fi rliz n S Aminiriv JF/SP III Ennr Gã Orçmnári, Finnir, Liiçõ Cnr. O riin rbrm infrmçõ br rimn nrçã, r gr, fi lizçã nr rviç ninu nr ur ói. SÃO CARLOS Fi inugur n i 4/10, Cnrl Cniliçã 15ª Subçã JF/SP, qu n muniíi Dlv, Dur, Ibé, Pirunung, Pr Frrir, Ribirã Bni, Sn Cruz Cniçã, Sn Cruz Plmir, Sn Ri P Qur, Sã Crl Tmbú. A Cnrl Cniliçã fi n Fórum Juiç Frl m Sã Crl, lliz n vni Dr. Tixir Brr, Vil Pr. PRIMEIROS SOCORROS Fi rliz, n mê uubr, Wrkh Primir Srr minir l qui Núl Sú. Frm in nnr m bjiv frr um b óri rái m rimir rr, rinr br m gir in iuçõ ri flr br frrmn inívi qu vm r uiliz r ju iniil víim. CÁLCULOS PREVIDENCIÁRIOS Trminu m mbr ur Nçõ Bái Cálul Prviniári, minir l rvir Silvi Mri Cun, Sçã Cálul Juiii. Frm in nnr qu nrm n Subçã Juiiári Arrqur m rnmiã r Sã Crl r vinfrêni. OSASCO Fi inugur n i 11/9, Cnrl Cniliçã Subçã Juiiári O qu n mbém i Bruri, Criuíb, Ivi, Jnir, Pirr Bm Ju Snn Prníb. El á lliz n Fórum Dmbrgr Frl Péri Olivir Lim, n ru Albin Sn, n.º Cnr. BRIGADA DE INCÊNDIO - N i 29/8 4/9, rvir JEF m Avré/SP riirm ur brig inêni minir l rgn Jir Pr, Cr Bmbir ll (f à qur). Em Jl, rinmn in à içã qui brigi fi minir l l Jé Pul Ph Cr Bmbir muniíi, nu m riiçã i rvir i rr rviç ririz (f à iri). F: NUAR ll A A D D r m D C b S 4 In C - i r C f J P n P 4 Juiç m Rvi

5 ., AGENTES DE SEGURANÇA Anu m mbr Rilgm Anul Agn Sgurnç 2012 m bjiv unifi r uçã ur gn. O rinmn fi minir l gn gurnç Hióli Alv Crz, Juiç Frl n Diri Frl Luin Snn L, Surir Tribunl Milir. Durn ur, Núl Sú rmvu um lr minir l méi Mrméli Arúj Mirn Alv qu rnu rul rblh qu ã n nvlvi 2011, r mnhr ú rvir riná-l br mlhr rái. F: NUCS DIA DO SERVIDOR A JF/SP rmvu n i 24 25/10 VI Cnvnçã m Cmmrçã Di Srvir Públi. E n vn v m bjiv nfizr vlr l rfi inl rvir. Frm rmvi fi in, rnçõ muii rvir JF, lr br ú, bm-r, rlinmn rblh m qui. Dqu r riiçã il vljr brilir bimã lími Rbr Shi. SIGILO BANCÁRIO E INTERCEPTAÇÃO TELEFÔNICA N i 4 5/10, uióri JEF/SP rbu ur Sigil Bnári Inrçã Tlfôni, rn l juiz frl Mári Frr Cni (f) minir r lg fri Dlgi Rrã Crim Finnir Dvi Rur Públi - DELEFIN/SP. O vn ingr um éri nnr qu êm i rliz m órgã qu um, ir u inirmn, n rrã rim qu jm mêni Juiç Frl. CURSO DE PROCESSO PENAL Tv iníi m mbr ur Pr Pnl Móul II minir rn l juiz frl Silvi Cér Aruk Gmqu, iulr 5ª Vr Gbin Juiz Eil Frl m Sã Pul. Frm nv nnr, rnmii r vinfrêni r ur réi il mi ubçõ juiiári. PAD - Fi rliz, n i 19/9, lr Dinâmi Pr Aminiriv Diilinr, minir l juíz frl Sylvi Mrln Cr Figuir 3ª Vr Frl m Srb/SP (m qu n f à iri). N i 24/10 nu lr Pruçã Prv n Pr Aminiriv Diilinr rfri r Omr Chmn, juiz frl 7ª Vr-Gbin JEF/SP (m qu n f à qur). O vn ingrm Ofi in PAD, qu é m vári nnr r br m rlin Pr Aminiriv Diilinr. Vj mbém rrgn m ví, n nrç: Juiç m Rvi 5

6 CAPA TREINAMENTO E CAPACITAÇÃO PARA GESTORES Jffrn Mi Dmnhr l lír, j n iniiiv riv u n rviç úbli, nã é um rf mi fái. Enr rnbili qu rim r umri ã: grnir rur mrii humn, blr m r lnçr rul, rblhr mivçã qui nr à ni lin. Pr n i, rn ininávl rinmn içã gr m rlçã u ribuiçõ. N Juiç Frl 3ª Rgiã i n, 2002, r mi Prgrm Dnvlvimn Grnil PDG. O PDG m m b ri uçã ninu, qu bu nvlvimn rmnn rvir r ingir xlêni n rçã juriiinl, n in rmnçõ Cnlh Juiç Frl (CJF) Cnlh Ninl Juiç (CNJ). Arimrmn Prgrm Gil Mlinri Fr, urvir Sçã Trinmn Dnvlvimn, xli qu, iniilmn, PDG nii n rlizçã nnr rnii lng n qu nim n irr rri. A rir 2005, fi inii um rblh mi brngn nvlvn urvir, fiii gbin, irr mgir. N n, nvi fi imlmnçã ml mirnil, niuí r 22 hr ur à iâni, 2 h um ur rnil m 8 hr urçã. O frm ul ur é mui rái, i rmi lun fzr móul r m u ibili in rr iéi m mi riin l h fórun rn, firm 6 Juiç m Rvi D n D Fbin Criin S, qu u m urvir inquéri 1ª Vr Frl m Cmin/SP. O u nlgi é, m úvi, um n imrn n mlhri PDG. O rvimn rur uçã à iâni rmim um mir ln ivi uini, m rjuíz nnr rnil, nil r r xriêni, b rái frmçã nwrking, iz Gil Fr. Cr 95% urvir, fiii gbin irr riim rgrm. N n, rximmn 720 rlizrm rinmn um númr igul rá rin n róxim xríi. O bjiv é qu, biêni, içã inj 100% rvir qu um funçõ grnii. Lir m Dfi Ar urm m ifrn ár n Juiç Frl, gr nfrnm ifiul mlhn. Cm i, PDG, qu n n v m m nrl O Dfi Lirnç, vm r juá-l nvlvrm um gã fiz nnrr luçõ qu r iuçã. Pr irr Núl Ai Juiiári, in E v v r F

7 Dinlv Cniçã Mh C, um ifi ul nfrn l gr é mnr ruivi m quli, vi à mulilii un mn qu hgm m mui riz. N iniã Fbin S, mivçã qui á nr rblm mi rrrn, bm m inimn qu à vz há nr gr rvir. Pr ur l, gr qu v mi ngu mivr mi gui-l, n mbém funmnl imrâni inniv riçã mé qu filim xuçã rviç. D mnir grl, PDG rn ir rvir r xríi lirnç m nívi xlêni. Além i, vi à mlhri lim rgnizinl rfrmn qui, lvnn rul nlin ulur rçã mrmimn, nlui Gil. Dnvlvn Hbili A rinii mêni rm nvlvi l rvir ã: gã miniriv, ngiçã gã, rvi n Prgrm Ninl Ciçã* qu ã br frm rfl xiv urn PDG. Além i há ur ói qu frm rblh n n, m nvlvimn i umivçã; lbrçã régi; urçã unhimn; inligêni minl, grnimn nfl i ri; rçã n fr fr; nnimn l m gr, limi âmbi uçã. Bnfíi Sb vári, PDG m nribuí r rfiçmn gr n xríi u ribuiçõ. O iml f irm n mbin rblh rrm r iuir un gã, n lv um uvliçã nqunmn bu l mlhri n flh, fi rm Dinlv C. T mrii rgrm, ví nuçã nnr ã lbr l róri JF/SP, r mi Núl El Frmçã Arfiçmn Srvir, bun nr ni inifi. Hj m um PDG vl à n rli i n inniv mr riir, lbrn r nn rimrmn u. A nó, rvir, êm i fri vári frrmn r rluçã nfl i nvlvimn rblh m qui, grn Fbin, riin rgrm. Mi qu um ur, Prgrm Dnvlvimn Grnil rr gr r, junmn m mi rvir, ingirm xlêni n rçã juriiinl nrm ni lin Juiç Frl: iã brilir qu rim Juiiári. Em qu ni Prgrm Ninl Ciçã O Prgrm Ninl Ciçã (PNC) m r bjiv nvlvr rvir r umrimn miã iniuinl órgã Juiç Frl, r mi çõ uini ur mi n ár gã qu bum lvr mêni rfi ini n ivr ivi nívi uçã. O PNC bl içã rvir n guin vrn: ini, m f n miã viã iniuinl; régi, m f n bjiv, m rj régi Juiç Frl; éni, vl r nvlvimn rvir qu xrm rg funçõ nurz grnil. Pr n, frm rvi rgrm m mbinçã ingrçã nv rvir, frmçã éni bái, inrmiári iliz, frmçã rfi ini rinmn nvlvimn, rilgm r ivi gurnç, nvlvimn grnil frmçã mulilir nhimn, m ênf n nin iâni. Fn: Cnlh Juiç Frl Juiç m Rvi 7

8 DICA Enmiz n Nl nã mrm bl m 2013 Kái Srfi m Pr grn miri mê zmbr é inônim f, mr, rrri, rn g xiv; nqun jnir ignifi nv g m féri, mril lr, IPVA IPTU. Já é lg ulurl r miri ulçã brilir r nvlvi l mgi nfrrnizçã n mê zmbr, qun qu lg i r rn vm r bç r qum uru rçmn, grn um rblm z rrr urn m. Pr nã r r mi um iníi n nfr, Juiç m Rvi nvru m nulr m fi nnç i Ivn Snn, qu á i r lnjr g r f fi nl n, m grr ívi r Di r nã xgrr n mr Nl Dfi n vlr máxim qu vê m inívl r rn m gui fç um li qu rã rn. Cm i é ívl blr vlr máxim r um. Fç mr m rnquili, ixn rinç m r vir brrimn nári. El qurm mrr u nã vlim u. É ívl mrr lgun rn mi r ur mi br, frm mnr rçmn. S vlr bli r um é R$ 50,00, m vê mru um n vlr R$ 60,00 vá m bu ur qu u R$ 40,00. Nã in ul. An mrr qulqur ru, qui. In m livr v m r quiri l inrn m i gur rifi, m n riv m rlçã ri n lj fíi. Our çã, r qum é riiv, iõ m livr á m ix r é nfçã rn rnliz, m hl, ix r, n in., qu grlmn ã bm rbi l rn. Evi mr rl. Prlmn mbém é ívi. Avli nã n rl b n u bl, 8 Juiç m Rvi vli mbém mnn fi nl r g. Smr ç n. Cmrn à vi, vê ui um r brgnh mir, nmizn n mínim 5% m n rx mr. O grn vilõ nivimn N miri vz rã réi é grn vilã nivimn, mnh l hqu il. N rimir, inii- il vii m gmn mínim fur, grn jur m im jur, qu ilm nr 10,9% 14,9% mê. C rliz qu m rã réi, ívi nã xl jur m hgr é 20,45% mê. Qun limi hqu il, grn rr é qu lgum inrrm vlr lári qum qu m gm r uilizr réi qun ulrm limi bli brnç br u é mm rili. É ri fi r n. Gi mi, gr? A um régi fi nnir. Rnhr qu gu mi já é um grn. Elbr u lnjmn fi nnir: fç um lvnmn ri (lári, rbimn lugul ) (mréim, rã réi, hqu il, rçã rr, rif bnári, fzinh ). É imrn nr inluiv g infrir R$ 5,00. Inii mnhmn mnl, uiliz i um lnilh inifi qu qui ã lv, mr u rn. Aim fi mi fáil brir n é ívl rr g. Ngi. Elj riri rur ngir rimir ívi qu um jur mi l, m rã réi hqu il. Nun rn u i um r m r rz qu é ívl umri-l. Nã fç mréim r gr ur mréim. É hr nlir ívi ná-l nã quirir ur rblm. Qun ívi umulm rn é inmívl, m qu fzr lh. Inflizmn m lgun nm rá ngiv, i nã rá ívl rngir ívi mm m. Tnh iêni! Nã vm mrmr rn m rlmn im 30% vlr m ri. é m q F m r h n h V m A C C

9 B Prái Pqui ifçã rxim úbli Juiç Frnn Cli i.. l Um rinii bjiv Juiç Frl é bu nn rimrmn n rçã rviç, n mir lri r. Pr i, mgir rvir êm ri rái rrári qu ã invn rblh n vr. O Prvimn COGE 64/2005, qu bl nrm rm ri n âmbi Juiç Frl 3ª Rgiã, rrv m u rig 253 qu vr rá mnr r rgir rlmçõ lgi, bm m rrêni vrifi, nã huvr livr u ífi r fi nli. Vin lr m rái i n rvimn, 2ª Vr Frl m O/SP fr úbli, nvmbr 2011, um Pqui Sifçã. D r m Cláui Bni, irr Vr, bjiv é br qu nm u uuári, inifi r m riz vnui fi iêni rrigi-l. Qun rblhv m ur vr, Cláui já hvi l m rái ii. N é m qu mur nã v ã rn m n i i, qui ifçã r fi n l mm. M já ínhm ruçã m br qul r iniã úbli br n rblh, grn. Algum m i, l fi ubiuí l -mil, mé qu in r uiliz m nl muniçã uuári m Vr. Além inifi çã ívi flh, úbli mbém lgir rblh rvir, rzn ur i bnfíi. Elgi vin úbli xrn ã mlhr frm rnhimn l frç içã um qui mrmi m Juiç m i, fi rm Cláui. O irr Vr rn qu mnifçõ ã imrn r n rfiçmn. A ríi, qun rinn, n lvm à rfl xã çã rviêni nári lgi imulm rvir nfrnr fi qu lh ã im irimn n rviç. 84% vlirm rblh rvir 2ª Vr O m óim mur qu fi br blã nimn, fáil, viulizçã mnui úbli xrn. Cm um liqu, uuári vli nimn m xln, bm, rgulr, ruim u éim. C quir, há um ix x r rvr mnári, ríi u lgi. A inifi çã é inl. A nbilizçã é fi umimn l im r m m rl l juiz irr Vr. N iníi mê, ã fi runiõ n u qu fi ur n qui é nli rnmii rvir. O rul mbém ã r r juiz Hrbr Crnéli Pir Bruyn Junir r nhimn. Hvn ríi u rlmçõ, uuári é infrm r rviêni l Vr. Um n ó imlnçã qui, já é ívl vrifi r, r mi u rul, um mlhr rviç r l rri Vr. N úlim lvnmn, 84% vlirm rblh rvir m óim, 15% m bm 1% m ruim. Cláui Bni rl frç funinári Vr r u qui. O rvir ã êxi. El mõm um qui nin u imrâni rn juriiin, rzã l qul, ur iniiiv vl à mlhri rçã juriiinl êm i bm ui, fi rm irr. A qui ifçã é um ii qu já rvu, n rái, qu mlhr quli rviç r. Our vr m guir xml, u mm rirm nv frm rimrr rçã juriiinl. Cm é fi qui Ex qu rblhm n Vr, qulqur um riir qui. Vin ruçã u, rrvçã mi mbin imlii n uilizçã, iiu- qu l nã ri rliz m l. O róri Cláui nvlvu imlnu um liiv inl n Juiç m Rvi 9

10 PERFIL REGIONAL Ai Frnn Cli Fun m 1º julh 1905 l iã Frni Ai Nguir m um ulçã rximmn 95 mil hbin, Ai lliz n u Sã Pul, róxim à frnir m Prná, 434 km il uli. Pr n u funr, n iníi, muniíi hmv Ai, m m r m, nm fi r ul, i róri mrr i rvim m. Siu m um rgiã ggrfi mn fvri, Ai nvlv um nmi ivrifi, n ár uári r, griulur (uliv j, rig, milh n--çúr), urim méri. Em f rimn imrâni qu muniíi fi gnhn, vrifi u- ni inlçã um fórum frl r rgiã. Em 12 mrç 1999, fi inugur m Ai 16ª Subçã Juiiári Juiç Frl Sã Pul. Lliz n vni Rui Brb, n.º 1945, n Jrim Puli, Fórum Frl ui um ár 543 m², mi um rrn 300 m² in inmn. Em brv, Juiç Frl m Ai vrá mur r um nv, qul já nnr m br, m um ç mir m llizçã fáil. A 16ª Subçã Juiiári Sã Pul ui n um vr frl, uj juiz é mbém irr Fórum, Luin Trulin Silv. Além l, n mmn há 23 rvir, 14 giári 24 funinári ririz rblhn n Fórum. D r m rlóri íi rfrn mê g/2012, ulmn rmim r n Subçã Juiiári, númr rê vz mir mr n u inlçã. A imrâni Juiç Frl n rgiã é rvl m númr, i Subçã Juiiári Ai, m n um vr uj muniíi n m rximmn 96 mil hbin, m númr r m râmi mlhn à Subçã Juiiári Mríli, r xml, n há rê vr fri ulçã ulr 200 mil hbin, fi rm Luin Trulin. Um rinii rríi rgiã Ai é r griulur m um ilr nmi ll. Em f i, há um grn númr çõ juiii qu vrm br méri rviniári rurl, rinilmn bnçõ bnfíi uxíli-nç nri r invliz, n r iribuí irimn n Fórum. Prém, um rblm qu rgiã vm nfrnn grvu n úlim é é rái minh nrbn. O muniíi Flrín, qu é brngi l Subçã, fz ivi m Prná jumn m um n ggráfi uiliz r nlizr ur ru nrbn vin Ciu Dl L Sl Dl Guyrá, i rgui l, rivmn, l muniíi rnn Fz Iguçu Guír, xli Luin. Pl mm miv, ráfi inrninl rg é ur quã qu Juiç Frl m Ai vm mbn i i fz r um rinii r ráfi í. D Funçã: 1 julh 1905 Pulçã: (Cn 2010) Ár: 461 km² Dni Dmgráfi: 206,1 hb/km² Diâni il: 434 km A 16ª Subçã Juiiári Sã Pul mrn 14 muniíi: Ai, Br, Câni M, Cruzáli, Flrín, Luéi, Mrí, Or Brn, Plmil, Prguçu Puli, Prinh Puli, Plin, Quá Trumã, m um ulçã rxim 243 mil. 10 Juiç m Rvi

11 : LIVROS MEMÓRIA i NOVOS RUMOS PARA O DIREITO PÚBLICO Orgnizr: Mrl Figuir O livr é um lân x br iri miniriv, niuinl, urbníi iri humn, ri r grn nm iri úbli brilir, iíul lbrr juri Lúi Vll Figuir, mbrgr frl TRF3, fli m nvmbr A rgnizçã br é vg, nulr juríi rfr univriári Mrl Figuir. RESPONSABILIDADE CIVIL BANCÁRIA Orgnizr: Alxnr Gurr Mrl Bnhi O livr r rnbili bn m lin, xml rblm m brur n m umn fur rir, r giróri é rub qu nm róxim à gêni. A rnçã br é vg Alxnr Gurr Mrl Bnhi n m x imrn nm iri. O mbrgr frl rin TRF3 Nwn D Lu é um ur br. Mgir rvir m nvir u f r ubliçã n Rvi l nrç: A imgn vrã nr u rnmiir um hióri, mngm u um i vigm, vrã r uri rmn uir b rluçã quli fgráfi, m um qun fr xliiv. IMAGEM DA VEZ Fgrfi mri n jrim Pç Muniil Sn Anré/SP. É mgi nurz: bl ár qu inim m hbir lv r. AMERICO RODRIGUES, éni juiiári, Fórum Frl m Muá/SP. Juiç m Rvi 11

12 A Dirri Fr j um n inquívl Fliz 2013! Juiç m Rvi

9. MODELAGEM DE CONVERSORES: MODELO DA CHAVE PWM

9. MODELAGEM DE CONVERSORES: MODELO DA CHAVE PWM Fns Chs C. 9 Mlgm nrsrs: ml h PWM J. A. Pml 9. MOEAGEM E CONERSORES: MOEO A CHAE PWM As lgs báss nrsrs CCCC ssum um h nrl ur nãnrl sss lmns lnrs nrns n m. A njun ss us hs r nm h PWM [9.]. O bj ns íul é

Leia mais

Prgrmçã O Mu s u Év r, p r l ém f rcr s s i g ns «vi s i t s cl áss i cs» qu cri m s p nt s c nt ct nt r s di v rs s p úb l ic s qu vi s it m s c nt ú d s d s u ri c s p ó l i, p r cu r, c nc m i t nt

Leia mais

Uma publicação que é referência no setor

Uma publicação que é referência no setor ublic qu é rfrêci Vlt r rfiii ii frcêuc, viári, c, bitclgi, litíci, quíic fi, quit hitlr, i vi qu cl cti é u xigêci, rvit Cl Cti fc luçõ tclógic r rli brilir. C iibui irigi, ublic g rtt ghri ut, r Quli,

Leia mais

P R E G Ã O P R E S E N C I A L N 145/2010

P R E G Ã O P R E S E N C I A L N 145/2010 P R E G Ã O P R E S E N C I A L N 145/2010 D A T A D E A B E R T U R A : 2 9 d e d e z e m b r o d e 2 0 1 0 H O R Á R I O : 9:0 0 h o r a s L O C A L D A S E S S Ã O P Ú B L I C A: S a l a d a C P L/

Leia mais

1 3Centrs e PP esq is II DD C n MM n Astr l i Astri C h i n Re. C h e H n g K n g F i n l n i I n i F rn 0 4 C n I n n si Al e m n h E st s U n i s I

1 3Centrs e PP esq is II DD C n MM n Astr l i Astri C h i n Re. C h e H n g K n g F i n l n i I n i F rn 0 4 C n I n n si Al e m n h E st s U n i s I 1 3Mr P e re s, R e s e r h D i re t r I D C B rs i l Br 0 0metr Cis e Bn L rg n Brsil, 2005-201 0 R e s l t s P ri m e i r T ri m e s t re e 2 0 0 7 Prer r Prer r Met e Bn Lrg em 2 0 1 0 n Brs i l : 10

Leia mais

Balanço do Biênio. A Diretoria da Secretaria Administrativa e suas áreas mostram os números e os projetos realizados. ÉTICA NO ATENDIMENTO DE BALCÃO

Balanço do Biênio. A Diretoria da Secretaria Administrativa e suas áreas mostram os números e os projetos realizados. ÉTICA NO ATENDIMENTO DE BALCÃO Blnç Biêni A Dirtri Srtri Aminitrtiv u ár mtrm númr rjt rliz. ÉTICA NO ATENDIMENTO DE BALCÃO NESTA EDIÇÃO ACESSO A INTERNET IMAGENS DA RETROSPECTIVA 2011 PERFIL REGIONAL DE SOROCABA Jutiç m Rvit EDITORIAL

Leia mais

Ac esse o sit e w w w. d e ca c lu b.c om.br / es t u dos 2 0 1 5 e f a ç a s u a insc riçã o cl ica nd o e m Pa r t i c i p e :

Ac esse o sit e w w w. d e ca c lu b.c om.br / es t u dos 2 0 1 5 e f a ç a s u a insc riçã o cl ica nd o e m Pa r t i c i p e : INSCRIÇÕES ABERTAS ATÉ 13 DE JULH DE 2015! Ac esse o sit e w w w. d e ca c lu b.c om.br / es t u dos 2 0 1 5 e f a ç a s u a insc riçã o cl ica nd o e m Pa r t i c i p e : Caso vo cê nunca t e nh a pa

Leia mais

CERTIFICADO D C E M S C N M

CERTIFICADO D C E M S C N M IIV V R II F F R L L G Á   T L R T T Á TII TIFI TIFI Q L ÇLV FR II FII ITITL TRÇ L R FÍI, F L R TI  IVI FL IÁ, B RG HRÁRI 3 HR., 05 ZBR 2013 rrooffªª.. rrªª.. lliiddaa llvveess ddaa iillvvaa rrooff..

Leia mais

======================== Œ œ»» Œ C7 ˆ_ ««G 7

======================== Œ œ»» Œ C7 ˆ_ ««G 7 1) É tã bnit n tr (ntrd) cminh cm Jesus (Miss d Temp mum cm crinçs) & 2 4 m œ É tã b ni t n_ tr me s s gr d, & œ t h brn c, ve ce s. & _ Mis s vi c me çr n ns s_i gre j; _u & j im c ris ti cm e gri, v

Leia mais

AQUECEDORES & PRESSURIZADORES. AF114 Catalogo Aquecedores 2014 AB 400x200mm.indd 1 04/06/14 10:32

AQUECEDORES & PRESSURIZADORES. AF114 Catalogo Aquecedores 2014 AB 400x200mm.indd 1 04/06/14 10:32 QUEEDORES & PRESSURIZDORES 2014 F114 lg qud 2014 400x200.indd 1 04/06/14 10:32 Linh Águ Qun Obi. Mi fiin, i unávl. S unávl é uiliz u nui d f i inlign. É iiz uld, duzi dpdíi, g i i fiz. É i qu Linh Águ

Leia mais

Questionário sobre o Ensino de Leitura

Questionário sobre o Ensino de Leitura ANEXO 1 Questionário sobre o Ensino de Leitura 1. Sexo Masculino Feminino 2. Idade 3. Profissão 4. Ao trabalhar a leitura é melhor primeiro ensinar os fonemas (vogais, consoantes e ditongos), depois as

Leia mais

Quadro de conteúdos. Eu Gosto M@is Integrado 1 o ano. Lição 1 As crianças e os lugares onde vivem

Quadro de conteúdos. Eu Gosto M@is Integrado 1 o ano. Lição 1 As crianças e os lugares onde vivem Quadro de conteúdos Eu Gosto M@is Integrado 1 o ano Língua Portuguesa Matemática História Geografia Ciências Naturais Arte Inglês ABC da passarinhada O alfabeto Quantidade A ideia de quantidade Eu, criança

Leia mais

Quem falou foi Henrieta, toda arrumada com a camisa de goleira. E tinha mais um monte de gente: Alice, Cecília, Martinha, Edilene, Luciana, Valdete,

Quem falou foi Henrieta, toda arrumada com a camisa de goleira. E tinha mais um monte de gente: Alice, Cecília, Martinha, Edilene, Luciana, Valdete, Cpítul 3 N ã p! Abu! On já viu? Et qu é n! Cê minh mã? Qun mnin chgm p jg nqul ming, qu ncntm? Um gup mnin. D cmit, têni, clçã muit ipiçã. E g? Afinl, qum tinh ti qul ii mluc? D qun vcê gtm futl? pguntu

Leia mais

Análises de sistemas no domínio da frequência

Análises de sistemas no domínio da frequência prmno d Engnhri Químic d Prólo UFF iciplin: TEQ0- COTROLE E PROCESSOS náli d im no domínio d frquênci Prof inok Boorg Rpo d Frquênci Cliqu pr dir o ilo do xo mr COCEITO: Coni d um méodo gráfico-nlíico

Leia mais

DIAGRAMA DE INTERLIGAÇÃO DE AUTOMAÇÃO NESS LRC MULTILINHAS C/ IHM

DIAGRAMA DE INTERLIGAÇÃO DE AUTOMAÇÃO NESS LRC MULTILINHAS C/ IHM 4 5 6 7 8 9 0 QUIPNOS ONROLOS 5 LINS RSRIOS OU LINS ONLOS LIN RSRIOS IR INRLIÇÃO UOÇÃO NSS LR ULILINS O I 8 0/0/5 URÇÃO LRÇÃO OS UNIUS, RPOSIIONNO O POLI LRÇÂO N LIS RIIS LOUV 7 7 0/0/5 LRO O LYOU, SUSIUIO

Leia mais

TEMA 5 2º/3º ciclo. A LIndo de perguntas. saudável? Luísa, 15 anos

TEMA 5 2º/3º ciclo. A LIndo de perguntas. saudável? Luísa, 15 anos 2º/3º cicl s O Ã Ç T N E M I d pguns u m mu um p z pdms f ps O qu sudávl? blnç d i c n c id p Sá d p d n cm p, ic mbém é g á s n v ic. Dsc ís f m f civ b id v m u i d lóics. c s impânc s g õs sb ç n s

Leia mais

GRAVITAÇÃO UNIVERSAL

GRAVITAÇÃO UNIVERSAL GVIÇÃO UNIVESL z- u ci féric u fr chubo rio, l qu u uprfíci ngnci uprfíci xrn fr chubo p plo cnro priii fr chubo r D coro co Li Grição Unirl, qul rá forç co qu fr chubo rirá u pqun fr locliz à iânci, o

Leia mais

Módulo I MOTORES DE BUSCA NA INTERNET

Módulo I MOTORES DE BUSCA NA INTERNET Módul MOTORES E BUSCA NA NTERNET duç Pqu d ç d gé Pqu d ç B d d Ulzç d d -l F d duç -l @2007 v 1 O qu é? A é d udl d d d ud qu uç l qulqu ud d ud, d lh u C u? Avé d u ju d l (g d uç TCP/P) qu ê gd vg d

Leia mais

CD CORAÇÃO DA NOIVA - 1. O SENHOR É BOM INTR:E D A/C# C7+ B E D A/C# O SENHOR É BOM C7+ B E SEU AMOR DURA PARA SEMPRE ELE É BOM...

CD CORAÇÃO DA NOIVA - 1. O SENHOR É BOM INTR:E D A/C# C7+ B E D A/C# O SENHOR É BOM C7+ B E SEU AMOR DURA PARA SEMPRE ELE É BOM... C CORÇÃO NOIV - 1. O SNHOR É OM INTR: /C# C7+ /C# O SNHOR É OM C7+ SU MOR UR PR SMPR L É OM... Letra e Música: avi Silva C CORÇÃO NOIV - 2. SNTO É O TU NOM M TO TRR S OUVIRÁ UM NOVO SOM UM CNÇÃO MOR PRCORRRÁ

Leia mais

A N E X O P L A N O M U N I C I P A L D E E D U C A Ç Ã O 2 0 1 5 2024

A N E X O P L A N O M U N I C I P A L D E E D U C A Ç Ã O 2 0 1 5 2024 E S T A D O D E S A N T A C A T A R I N A P R E F E I T U R A M U N I C I P A L D E M A J O R V I E I R A S E C R E T A R I A M U N I C I P A L D E E D U C A Ç Ã O, C U L T U R A E D E S P O R T O C N

Leia mais

U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D O P A R A N Á L E T Í C I A M A R I A G R O B É R I O

U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D O P A R A N Á L E T Í C I A M A R I A G R O B É R I O U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D O P A R A N Á L E T Í C I A M A R I A G R O B É R I O A B O R T O : U M A Q U E S T Ã O M O R A L, L E G A L, C U L T U R A L E E C O N Ô M I C A C U R I T I B A

Leia mais

Estratégico. III Seminário de Planejamento. Rio de Janeiro, 23 a 25 de fevereiro de 2011

Estratégico. III Seminário de Planejamento. Rio de Janeiro, 23 a 25 de fevereiro de 2011 Estratégico III Seminário de Planejamento Rio de Janeiro, 23 a 25 de fevereiro de 2011 G es tão Em pre sa rial O rie nta ção pa ra om erc ado Ino vaç ão et

Leia mais

P R E F E I T U R A M U N I C I P A L D E J A R D I M

P R E F E I T U R A M U N I C I P A L D E J A R D I M N Ú C L E O D E C O M P R A S E L I C I T A Ç Ã O A U T O R I Z A Ç Ã O P A R A R E A L I Z A Ç Ã O D E C E R T A M E L I C I T A T Ó R I O M O D A L I D A D E P R E G Ã O P R E S E N C I A L N 027/ 2

Leia mais

CASA DE DAVI CD VOLTARÁ PARA REINAR 1. DEUS, TU ÉS MEU DEUS. E B C#m A DEUS, TU ÉS MEU DEUS E SENHOR DA TERRA

CASA DE DAVI CD VOLTARÁ PARA REINAR 1. DEUS, TU ÉS MEU DEUS. E B C#m A DEUS, TU ÉS MEU DEUS E SENHOR DA TERRA S VI VOLTRÁ PR RINR 1. US, TU ÉS MU US #m US, TU ÉS MU US SNHOR TRR ÉUS MR U T LOUVRI #m SM TI NÃO POSSO VIVR M HGO TI OM LGRI MOR NST NOV NÇÃO #m #m OH...OH...OH LVNTO MINH VOZ #m LVNTO MINHS MÃOS #m

Leia mais

MATERIAL DO ALUNO PARA RECORTAR

MATERIAL DO ALUNO PARA RECORTAR MATERIAL DO ALUNO PARA RECORTAR O Sonho de Renato O Sonho de Renato a e i o u A E I O U so nho de Re na to Eu sou Renato Valadares Batista. Tenho 14 anos. Sou filho de Pedro Batista e Luzia Valadares.

Leia mais

Resolução de Matemática da Prova Objetiva FGV Administração - 06-06-10

Resolução de Matemática da Prova Objetiva FGV Administração - 06-06-10 QUESTÃO 1 VESTIBULAR FGV 010 JUNHO/010 RESOLUÇÃO DAS 15 QUESTÕES DE MATEMÁTICA DA PROVA DA MANHÃ MÓDULO OBJETIVO PROVA TIPO A O mon i tor de um note book tem formato retangular com a di ag o nal medindo

Leia mais

EccoS Revista Científica ISSN: 1517-1949 eccos@uninove.br Universidade Nove de Julho Brasil

EccoS Revista Científica ISSN: 1517-1949 eccos@uninove.br Universidade Nove de Julho Brasil ES Rv Cníf ISSN: 1517-1949 @unnv.br Unvrdd Nv d Julh Brl d Sn, Slvn Clud Dund br vã m um ur d lnur m mmá dân ES Rv Cníf, núm. 34, my-g, 2014, pp. 161-178 Unvrdd Nv d Julh Sã Pul, Brl Dpnívl m: hp://www.rdly.rg/rul.?d=71532890010

Leia mais

EccoS Revista Científica ISSN: 1517-1949 eccos@uninove.br Universidade Nove de Julho Brasil

EccoS Revista Científica ISSN: 1517-1949 eccos@uninove.br Universidade Nove de Julho Brasil ES Rv Cníf ISSN: 1517-1949 @unnv.br Unvrdd Nv d Julh Brl Pn Nmn, Ivny Eduçã Prj d vd d dln d nn méd ES Rv Cníf, núm. 31, my-g, 2013, pp. 83-100 Unvrdd Nv d Julh Sã Pul, Brl Dpnívl m: hp://www.rdly.rg/rul.?d=71529334006

Leia mais

GASTRONOMIA. Cer ti fi que-se de que está es cre ven do de acor do com o tema pro pos to e dê um tí tu lo a seu tex to.

GASTRONOMIA. Cer ti fi que-se de que está es cre ven do de acor do com o tema pro pos to e dê um tí tu lo a seu tex to. GASTRONOMIA Instruções Cer ti fi que-se de que está es cre ven do de acor do com o tema pro pos to e dê um tí tu lo a seu tex to. Res pe i te mar gens e en tra das de pa rá gra fo. Use as in for ma ções

Leia mais

(Às Co missões de Re la ções Exteriores e Defesa Na ci o nal e Comissão Diretora.)

(Às Co missões de Re la ções Exteriores e Defesa Na ci o nal e Comissão Diretora.) 32988 Quarta-feira 22 DIÁRIO DO SENADO FEDERAL Ou tu bro de 2003 Art. 3º O Gru po Parlamentar reger-se-á pelo seu regulamento in ter no ou, na falta deste, pela decisão da ma i o ria absoluta de seus mem

Leia mais

soluções sustentáveis soluções sustentáveis

soluções sustentáveis soluções sustentáveis soluções sustentáveis 1 1 1 2 3 KEYAS S OCIADOS UNIDADES DE NEGÓCIO ALGUNS CLIENTES 2 2 1 2 3 KEYAS S OCIADOS UNIDADES DE NEGÓCIO ALGUNS CLIENTES 3 3 APRES ENTAÇÃO A KEYAS S OCIADOS a tu a d e s d e 1

Leia mais

Resolução feita pelo Intergraus! Módulo Objetivo - Matemática FGV 2010/1-13.12.2009

Resolução feita pelo Intergraus! Módulo Objetivo - Matemática FGV 2010/1-13.12.2009 FGV 010/1-13.1.009 VESTIBULAR FGV 010 DEZEMBRO 009 MÓDULO OBJETIVO PROVA TIPO A PROVA DE MATEMÁTICA QUESTÃO 1 (Prova: Tipo B Resposta E; Tipo C Resposta C; Tipo D Resposta A) O gráfico abaio fornece o

Leia mais

CONTROLE AVES DE VENDA EXPOSIÇÃO 2014 ORLANDO NASCIMENTO- 21 98825-5609/96739-8619

CONTROLE AVES DE VENDA EXPOSIÇÃO 2014 ORLANDO NASCIMENTO- 21 98825-5609/96739-8619 CONTROLE AVES DE VENDA EXPOSIÇÃO 2014 CRIADOR TELEFONE GAIOLA ANEL SEXO NOMENCLATURA VALOR OBS ORLANDO NASCIMENTO- 21 98825-5609/96739-8619 1 IB-105-40-13 FM CN OP AM MF IN 100,00 BANCO: 2 BB-3992-44-11

Leia mais

RESULTADOS DA PESQUISA DE SATISFAÇÃO DO USUÁRIO EXTERNO COM A CONCILIAÇÃO E A MEDIAÇÃO

RESULTADOS DA PESQUISA DE SATISFAÇÃO DO USUÁRIO EXTERNO COM A CONCILIAÇÃO E A MEDIAÇÃO RESULTADOS DA PESQUISA DE SATISFAÇÃO DO USUÁRIO EXTERNO COM A CONCILIAÇÃO E A MEDIAÇÃO 1. RESULTADOS QUESTIONÁRIO I - PARTES/ CONCILIAÇÃO 1.1- QUESTIONÁRIO I - PARTES/ CONCILIAÇÃO: AMOSTRA REFERENTE AS

Leia mais

======================== ˆ_ ˆ«

======================== ˆ_ ˆ« Noss fest com Mri (Miss pr os simpes e pequenos, inspirdo em Jo 2,112) ( Liturgi I Puus) 1) eebremos n egri (bertur) Rgtime & c m m.. _ m m.. _ e e bre mos n_ e gri, nos s fes t com M ri : & _.. _ º....

Leia mais

REVIS TA CONTATO LEITOR GALERIA COLUNAS EDIÇÕES ANTIGAS ASSINATURA. 30/7/2014 Salão de Gramado encerra nesta quinta-feira.

REVIS TA CONTATO LEITOR GALERIA COLUNAS EDIÇÕES ANTIGAS ASSINATURA. 30/7/2014 Salão de Gramado encerra nesta quinta-feira. Q u a, 3 0 d e J u l h o d e 2 0 1 4 search... REVIS TA CONTATO LEITOR GALERIA COLUNAS EDIÇÕES Selecione a Edição ANTIGAS C l i q u e n o l i n k a b a i xo p a r a a c e s s a r a s e d i ç õ e s a n

Leia mais

Nota10 ESCOLAS DA DIVERSIDADE

Nota10 ESCOLAS DA DIVERSIDADE A fl Clg, Al Glbg: l g q PÁGINA 8 N10 A 13 ú 48 bl//jh 2013 Pblçã l Fçã AlMl Bl ESCOLAS DA DIVERSIDADE Pj Fçã AlMl Bl úbl b blh lã ç fê l l l PÁGINAS 4 E 5 ARUIVO FUNDAÇÃO ARCELORMITTAL BRASIL O l Jé f

Leia mais

PATR IMÔNIO PALEONTOLÓG IC O

PATR IMÔNIO PALEONTOLÓG IC O PATR IMÔNIO PALEONTOLÓG IC O O s depós itos fos s ilíferos, o s s ítios paleontológ icos (paleobiológicos ou fossilíferos) e o s fós s eis q u e a p r e s e n ta m valores científico, educativo o u cultural

Leia mais

INCLUSO. consulte RELÓGIO DIGITAL. Vinhedo Tel: 55 (19) 3886-3003 Daniela - (19) 3515-5673

INCLUSO. consulte RELÓGIO DIGITAL. Vinhedo Tel: 55 (19) 3886-3003 Daniela - (19) 3515-5673 ML E 9.9.235.582 O V - º37 - BL/MO/JUHO/2013 V E O O HOW-OOM EEL E M E OM.04 07 quím E LO.01 lu MELHO EÇO MEO OVE!!! M u MEO E EEU.02.08 MEE f EE ul l B Ep p qu m: m Vál 01 /m 3013 /julh 2013 LUO ul ELO

Leia mais

A formação interdisciplinar

A formação interdisciplinar A frmçã nrdplnr d prfr: um nnr m Pul Frr Cl Mr H Prfr d Prgrm d Pó-Grduçã (Mrd m Eduçã) Und. Sã Pul SP [Brl] lmh@ul.m.br A r g A nvgçõ nduzd dbruçm- br pbldd d frmçã prndzgm qu rrm m b n prj pdgóg nrdplnr,

Leia mais

Lyceum Educacional. A Educação está no nosso DNA

Lyceum Educacional. A Educação está no nosso DNA Lyum Euinl A Euçã tá n n DNA Lyum Grni u intituiçã frm fiz invr Atn u muni êmi trvé um Srtri Virtul Cnt u lun u intituiçã m móul Mbili Alqu u rp nt frm fiz Otimiz u rur iminu u ut Ofrç rviç prnliz u lun

Leia mais

Implicações do financiamento (1995-2005) 1. externo para a educação brasileira. Roberto Antonio Deitos

Implicações do financiamento (1995-2005) 1. externo para a educação brasileira. Roberto Antonio Deitos Implçõ d fnnmn xrn pr duçã brlr (1995-2005) 1 Rbr Ann D rd@ul.m.br, Un. Cvl PR [Brl] N rblh, nlm plí dunl mprndd n Brl, d 1995 2002, m prulr pr nn méd prfnl, m fnnmn xrn d Bn Inrmrn d Dnvlvmn (BID), vld

Leia mais

GLOSSÁRIO PREV PEPSICO

GLOSSÁRIO PREV PEPSICO GLOSSÁRIO PREV PEPSICO A T A A ABRAPP Aã Aã I Aí I R ANAPAR A A M A A A Lí Aá S C é ç í ê çõ 13ª í ã. Açã B E F Pê P. Cí ê, ã ê. V Cê Aã P ( á). N í, - I R P Fí (IRPF), S R F, à í á, ( 11.053 2004), çã.

Leia mais

LISTA DE ADMISSÃO E EXCLUSÃO DE CANDIDATOS

LISTA DE ADMISSÃO E EXCLUSÃO DE CANDIDATOS LIST MISSÃO XLUSÃO NITOS ódigo do Procedimento oncursal 40/02 09 (2010) RF.ª G) Termo ategoria Habilitação Serviço INTRMINO SSISTNT TÉNIO (ÇÃO SOIL) 12º NO SOLRI OU QUIPRO ÇÃO SOIL Nº de Vagas 2 * andidato

Leia mais

lh e c o n fe re o in c is o II d o a rt. 4 º d o Re g u la m e n to d o D e p a rta m e n to -G e ra l d o Pe s s o a l (R-1 56 ), a p ro v a d o

lh e c o n fe re o in c is o II d o a rt. 4 º d o Re g u la m e n to d o D e p a rta m e n to -G e ra l d o Pe s s o a l (R-1 56 ), a p ro v a d o PORTARIA Nº 1 6 4 -D G P, D E 4 D E NOV E M B RO D E 2 0 1 1. Alte ra a d is trib u iç ã o d e e fe tiv o d e m ilita re s te m p o rá rio s, p a ra o a n o d e 2 0 1 1. O CHEFE DO DEPARTAMENTO-GERAL DO

Leia mais

n o m urd ne Hel e n o mis

n o m urd ne Hel e n o mis Em nosso cotidiano existem infinitas tarefas que uma criança autista não é capaz de realizar sozinha, mas irá torna-se capaz de realizar qualquer atividade, se alguém lhe der instruções, fizer uma demonstração

Leia mais

Armazenamento de Sementes de Milho em Recipientes Reutilizáveis

Armazenamento de Sementes de Milho em Recipientes Reutilizáveis Arznnt d Snt d Milh Rcipint Rutilizávi Miz Sd Strg In Rubl Cntinr SANAZÁRIO, Ann Chritin 1. kinzri@yh.c.br; COELHO, Fábi Cunh 1. fclh@unf.br; VIEIRA, Hnriqu Durt 1. hnriqu@unf.br; RUBIM, RqulL Filh 1.

Leia mais

REGULAMENTO DE INSTALAÇÃO E FUNCIONAMENTO DOS ESTABELECIMENTOS DE HOSPEDAGEM No u s o d a c o mp e t ê n c i a p r e v i s t a al í n e a v ) d o n. º 1 d o ar t i g o 64º d o De c r e t o -Le i n. º 1

Leia mais

R*f^5?J3iPa**ftl-f*f* áiiiiiiiiiiiiiiiiiiijiiiiiim HELSINGSFORS, 18 0 Estado Maior do exercito f ilande annuncia que a cida de d e K ro n s t a dt

R*f^5?J3iPa**ftl-f*f* áiiiiiiiiiiiiiiiiiiijiiiiiim HELSINGSFORS, 18 0 Estado Maior do exercito f ilande annuncia que a cida de d e K ro n s t a dt - - l y -?rr>l > -» Rf^?J3Pfl-ff CRRN Knrç lgrnpll BC C kl K LBR ppl rp r~-fggg^^ NKT C3 -- 3NJT Grrí - DURT FLX 738

Leia mais

EccoS Revista Científica ISSN: 1517-1949 eccos@uninove.br Universidade Nove de Julho Brasil

EccoS Revista Científica ISSN: 1517-1949 eccos@uninove.br Universidade Nove de Julho Brasil ES Rv Cníf ISSN: 1517-1949 @unnv.br Unvrdd Nv d Julh Brl Gm Almd, Jul Enn Fundmnl d nv n: mplçã d prmnên quldd d nn ES Rv Cníf, núm. 25, nr-jun, 2011, pp. 159-179 Unvrdd Nv d Julh Sã Pul, Brl Dpnívl m:

Leia mais

Classificação Periódica dos Elementos

Classificação Periódica dos Elementos Classificação Periódica dos Elementos 1 2 3 1 Massa atômica relativa. A incerteza no último dígito é 1, exceto quando indicado entre parênteses. Os valores com * referemse Número Atômico 18 ao isótopo

Leia mais

Vamos Subir Nova Voz

Vamos Subir Nova Voz c c Vamos Subir Nova Voz 2 Letra e Música: Lucas Pimentel Arr: Henoch Thomas 2 5 2 to Eu-pos tem - po te-nho ou vi - do a pro- 2 g g 8 mes - sa de que vi - rás pra res -ga -tar os fi-lhos Teus Nem sem-pre

Leia mais

Por que escolher a CWC?

Por que escolher a CWC? P q lh CWC? t õ ç t 1. I i l ã à t t N it, l it, l ti á g l f E g i. t lê g I ívl t é á ti, tblh lh it h l. z i lh i iglê 4. V i Ativ Of i vi g tivi lt t i ii t. E tiv t v i ã t it çã tbé t t, xõ til lt

Leia mais

, "., são ligadó!1 em série. Sabendo-se que a ;'tensão em R3 é 94OrnV. ~) No circuito, determinar a resistência total do potenciômetro

, ., são ligadó!1 em série. Sabendo-se que a ;'tensão em R3 é 94OrnV. ~) No circuito, determinar a resistência total do potenciômetro ~ercíc~os ~11!;: - Propostos, "., ". ~tl) Quatro resistores 'RI = IK5, R2 = 4K7, R3 = 470 fie R4 = 2K2 são ligadó!1 em série. Sabendo-se que a ;'tensão em R3 é 94OrnV.. determinar:.,- ~ ~-- ~--- ~. a)

Leia mais

PALMA. Catálogo de QRCode. 1. Encontre o QRCode 2. Com a câmera do celular mire no QRCode. 3. Comece a aula. www.programapalma.com.

PALMA. Catálogo de QRCode. 1. Encontre o QRCode 2. Com a câmera do celular mire no QRCode. 3. Comece a aula. www.programapalma.com. R PALMA Programa de Alfabetização na Língua Materna Inovação, Educação e Soluções Tecnológicas Catálogo de QRCode www.programapalma.com.br 1. Encontre o QRCode 2. Com a câmera do celular mire no QRCode

Leia mais

MONITORAMENTO DE INFORMAÇÃO

MONITORAMENTO DE INFORMAÇÃO Consórcio muda d ndrço Corrio Lagano - 20/01/2016 5 - Colunista - Olivt Salmória Mídia Imprssa Co m d n 1 Içara prd vantagm comptitiva 9/01) Diário d Notícias/Criciúma - 20/01/2016 7 - Gral Mídia Imprssa

Leia mais

ORION 6. Segunda Porta USB. Henry Equipamentos Eletrônicos e Sistemas Ltda.

ORION 6. Segunda Porta USB. Henry Equipamentos Eletrônicos e Sistemas Ltda. ORION 6 Sgun Port USB Hnry Equipmntos Eltrônios Sistms Lt. Ru Rio Piquiri, 400 - Jrim Wissópolis Cóigo Postl: 83.322-010 Pinhis - Prná - Brsil Fon: +55 41 3661-0100 INTRODUÇÃO: Pr orrto unionmnto, é nssário

Leia mais

91/enloria áo' engenhelro áe csouia!l.janáetra

91/enloria áo' engenhelro áe csouia!l.janáetra &xttlt 91/li á ghl á Si!lJát tjll Czi O t içõ t t Ftz lv á git lõ: I O vi t i é fit i i l t gi t fix :;:ã;"4 l ll 1tlt xit á fi " """" t i t j it z 1 t A gitçã Iti ttt v i á g l vt bt l é itt q gã i fiíi

Leia mais

Visão Geral Métodos construtivos Métodos construtivos O Mercado Visão de Negócios Alguns números Principais diferenciais

Visão Geral Métodos construtivos Métodos construtivos O Mercado Visão de Negócios Alguns números Principais diferenciais Shw C TÓPICOS Vã Gl Mé cv Mé cv O Mc Vã Ngóc Alg ú Pcp fc Rl N vç Pc Q fz Vã Gl A ESTRUTURA ECOLÓGICA CONSTRUTORA, g c l é c cçã à v pcpçã q lz écc clógc. Sb p v é pf pívl v, p g cl c fã. N çã ppc c, c

Leia mais

Missa Ave Maris Stella

Missa Ave Maris Stella Missa Av Maris Stlla Para coro a calla a quatro vozs SATB Notas sobr a comosição A rsnt comosição constituis a artir d um ordinário da missa m latim ara coro a quatro vozs a calla, sm divisi Sorano, Alto,

Leia mais

PEDIDO DE INSERÇÃO. Outubro/2012 25/09/2012 CT-0010/12 CT-0008/12 00099005

PEDIDO DE INSERÇÃO. Outubro/2012 25/09/2012 CT-0010/12 CT-0008/12 00099005 RLN COMUNICÃO. CN. 4 Centro mpres.varigetala "" L 2 7-900 BRÍLI-F : 33.673.600-78 Inscr. stadual: INO Inscr. Municipal:.455.9940-98 IO INRÃO CLIN RZÃO OCIL NRO CMUNICUF GO U.CLIN roduto: CORRIO MR BRILIR

Leia mais

PROGRAMA - DE ORDENAMENTO DO MUNICIPIO DE CONCEIÇAO DO CASTELO GOVERNO DO ESTADO DO ESPIRITO

PROGRAMA - DE ORDENAMENTO DO MUNICIPIO DE CONCEIÇAO DO CASTELO GOVERNO DO ESTADO DO ESPIRITO GOVENO DO ESADO DO ESPIIO - SANO SECEAIA DE ESADO DO PLANEJAMENO PEFEIUA MUNICIPAL DE CONCEIÇAO DO CASELO POGAMA - DE ODENAMENO - UBANO DO MUNICIPIO DE CONCEIÇAO DO CASELO CADASO - IMOBILIAIO UBANO Vali

Leia mais

QUÍMICA VESTIBULAR 2005 2ª ETAPA

QUÍMICA VESTIBULAR 2005 2ª ETAPA QUÍMICA VESTIBULAR 2005 2ª ETAPA 1 2 3 4 5 6 7 1 1 1, 00 2 3 4 Li Be 6, 94 9, 01 11 12 Na Mg 22, 99 24, 31 19 20 K Ca 39, 10 40, 08 37 38 Rb Sr 85, 47 87, 62 55 56 Cs Ba 132, 91 137, 33 87 88 Fr Ra 223,

Leia mais

LEIA ATENTAMENTE ESTE TERMO, POIS TE AJUDARÁ A ENTENDER AS CONDIÇÕES DE USO DO CARTÃO.

LEIA ATENTAMENTE ESTE TERMO, POIS TE AJUDARÁ A ENTENDER AS CONDIÇÕES DE USO DO CARTÃO. Pbé! Vê á b u Tvl. l, vê á SEGURNÇ ONTROLE u vig. O Tvl u u i: P g u bli fili; P ihi ll ulu lug u, ilh ix lôi iifi : VIS PLUS. I: P õ VIS, v fi li RÉDITO xi DÉBITO Bil. ihi ix lôi, vifiu hvá bç if iii.

Leia mais

Programa Copa do Mundo 2014

Programa Copa do Mundo 2014 Programa Copa do Mundo 2014 Programa Copa do Mundo 2014 Gerente do Programa: Mario Queiroz Guimarães Neto Rede do Programa: Rede de Cidades Objetivo do Programa: Organizar com excelência os eventos FIFA

Leia mais

marceneiros e moveleiros

marceneiros e moveleiros NA RETA FINAL! INFORMATIVO INTERNO DA ECRETARIA RIA DE ADMINITRAÇÃO I AÇ PARA A O ERVIDORE RE MUNICIPAI I DA PREFEITURA DE ÃO JOÉ DO CAMPO ANO 26. N 308 J U L H O 2 0 1 4 N ni vli Eqi i Eçã á hw n f çã

Leia mais

EccoS Revista Científica ISSN: 1517-1949 eccos@uninove.br Universidade Nove de Julho Brasil

EccoS Revista Científica ISSN: 1517-1949 eccos@uninove.br Universidade Nove de Julho Brasil ES Rv Cníf ISSN: 1517-1949 @unnv.br Unvrdd Nv d Julh Brl Rznd Sl, Shrl; Alv Prí, Mrluy Tnã nr gênr grçã n urríul d nn méd prfnlzn ES Rv Cníf, vl. 12, núm. 2, jul-dmbr, 2010, pp. 307-322 Unvrdd Nv d Julh

Leia mais

EccoS Revista Científica ISSN: 1517-1949 eccos@uninove.br Universidade Nove de Julho Brasil

EccoS Revista Científica ISSN: 1517-1949 eccos@uninove.br Universidade Nove de Julho Brasil ES Rv Cníf ISSN: 1517-1949 @unnv.br Unvrdd Nv d Julh Brl Prz, Juln; Rnd, Mrlú A. Pul Frr dlé d urdd: p pr um prxlg d nhmn ES Rv Cníf, núm. 25, nr-jun, 2011, pp. 77-94 Unvrdd Nv d Julh Sã Pul, Brl Dpnívl

Leia mais

Arte: um diálogo necessário

Arte: um diálogo necessário d: 10.5585/ES.n36.4019 Ar: um dálg nár prfíu n duçã d jvn dul Ar: A Dlgu Nry nd Fruful n Yungr nd Adul Edun Guv Cunh d Arúj Mr m Eduçã. Prfr pqudr d Inu Fdrl d Eduçã, Cên Tnlg d M Gr. Cubá, MT - Brl. guvruj@yh.m.br

Leia mais

EccoS Revista Científica ISSN: 1517-1949 eccos@uninove.br Universidade Nove de Julho Brasil

EccoS Revista Científica ISSN: 1517-1949 eccos@uninove.br Universidade Nove de Julho Brasil ES Rv Cníf ISSN: 1517-1949 @unnv.br Unvrdd Nv d Julh Brl Gru, Sln Fgrf rlg: lur d mgn n hór d D d Mrngá ES Rv Cníf, núm. 26, jul-dmbr, 2011, pp. 163-177 Unvrdd Nv d Julh Sã Pul, Brl Dpnívl m: hp://www.rdly.rg/rul.?d=71522347010

Leia mais

EccoS Revista Científica ISSN: 1517-1949 eccos@uninove.br Universidade Nove de Julho Brasil

EccoS Revista Científica ISSN: 1517-1949 eccos@uninove.br Universidade Nove de Julho Brasil ES Rv Cníf ISSN: 1517-1949 @unnv.br Unvrdd Nv d Julh Brl Aplun d Olvr, Ivnld Culur nrulurldd n duçã ppulr d Pul Frr ES Rv Cníf, núm. 25, nr-jun, 2011, pp. 109-124 Unvrdd Nv d Julh Sã Pul, Brl Dpnívl m:

Leia mais

EccoS Revista Científica ISSN: 1517-1949 eccos@uninove.br Universidade Nove de Julho Brasil

EccoS Revista Científica ISSN: 1517-1949 eccos@uninove.br Universidade Nove de Julho Brasil ES Rv Cníf ISSN: 1517-1949 @unnv.br Unvrdd Nv d Julh Brl Mhd d Pul Albuqurqu, Hln; H, Cl Mr; Bnfá d Aruj, Rgn Mgn Prj pdgóg pr frmçã d prfr: um ud mprd d rég prá m rê unvrdd d Rgã Sud d Brl ES Rv Cníf,

Leia mais

Luiz Humberto Cavalcante Veiga Consultor Legislativo da Área VII Sistema Financeiro, Direito Comercial, Direito Econômico, Defesa do Consumidor

Luiz Humberto Cavalcante Veiga Consultor Legislativo da Área VII Sistema Financeiro, Direito Comercial, Direito Econômico, Defesa do Consumidor Luiz Humberto Cavalcante Veiga Consultor Legislativo a Área VII Sistema Financeiro, Direito Comercial, Direito Econômico, Defesa o Consumior Câmara os Deputaos Praça Poeres Consultoria Legislativa Anexo

Leia mais

ano Literatura, Leitura e Reflexão m e s t re De quem e a vez? José Ricardo Moreira

ano Literatura, Leitura e Reflexão m e s t re De quem e a vez? José Ricardo Moreira S 1- Litt, Lit Rflxã 3- t D q vz? Jé Rid Mi Cpítl 1 P gt Td é di pfit p l: U liv lgl, d lid. E t d di fz d! P Hê: U di vô lá íti, vid hitói d tp q l id gt. P Hit: Ah, di d ihd, it l, it ág, it hi! P L:

Leia mais

Folhas de Cálculo. O EXCEL como Folha de Cálculo

Folhas de Cálculo. O EXCEL como Folha de Cálculo Flh d Clul O qu é: U Flh d Clul é, dç, u ju d élul qu u glh u bl qu d l- vé d xõ lóg /u O qu : Ogzç ç d bl l d vl; F, í,, qu jud xu lul lx; Auzç d, vé d gç u d ódg d lul u d uld; Rç g d ç; d bl ulzd çõ

Leia mais

PROFESSORA ======================= & ˆ«======================= & «G Emˆ_ «ˆ«j ˆ«

PROFESSORA ======================= & ˆ«======================= & «G Emˆ_ «ˆ«j ˆ« PROSSOR L M: Trz d átim R. rvh & # m _ Ó Œ bm cm c ri nh n si & # Ó Œ du c tm _ bém. Ns s n, qu ri ri n t, d, ju v cê tm d ns & # 2 4 _ V cê é u m grn d mi g pr fs s r qu ri d qu ns qur tn t ms tr ns s

Leia mais

[ ÍnDICE ] [ Programas ] 8 recomeçar. 14 #oração. Prova Final. o QuE VEm Por aí 3 EDItorIaL. ComPromEtIDos Com a missão!

[ ÍnDICE ] [ Programas ] 8 recomeçar. 14 #oração. Prova Final. o QuE VEm Por aí 3 EDItorIaL. ComPromEtIDos Com a missão! [ ÍnDICE ] o QuE VEm Por Í 3 EDIorIL EDITORIAL 4 6 ComPromEIDo Com mião! VOLUNTARIADO DEQuE 2015 DESAFIOS [ Progrm ] 8 recomeçr TEMA: ANO NOVO 10 12 mião CLEbE - #EuVou! TEMA: MISSÃO Eu ou mengem TEMA:

Leia mais

Servidor de e-mail Interno ou na Nuvem?

Servidor de e-mail Interno ou na Nuvem? Svi -il It Nv? 4 CLOUD SOLUTIONS Pgt q t p vi fz p ã p pi. Svi -il It Nv? 4 Pgt q t p vi fz p ã p pi. CLOUD SOLUTIONS Mi. S Epilit Cl. E-il é lg tã pt i i p, tã bái p fit qlq gizçã, q ã é p igi q l fi

Leia mais

DIAGRAMA DE INTERLIGAÇÃO DE AUTOMAÇÃO EXXA -SL

DIAGRAMA DE INTERLIGAÇÃO DE AUTOMAÇÃO EXXA -SL 3 4 7 8 9 0 QUIPMNTOS ONTROLOS XX SL (L44) - RJ4- /SNSORS - IM SOPOR 30.400.83.7 XX SL (L44) - RJ4- /SNSORS - IM MUTIR 30.400.84. IRM INTRLIÇÃO UTOMÇÃO XX -SL 3 0// INTIIÇÃO OS SNSORS UMI PRSSÃO /03/4

Leia mais

AS MARCAS DO ABUSO SEXUAL

AS MARCAS DO ABUSO SEXUAL ESPECIAL 1 CRREI BRAZILIENSE AS MARCAS D ABUS SEXUAL MANUELA, 35 ANS: ABUSADA NA INFÂNCIA PELS NAMRADS DA MÃE MAIS SILENCIS DS CRIMES ACNTECE DENTR DE CASA, CNDENA AS VÍTIMAS A UMA DR SEM DESCANS, DESTRÓI

Leia mais

Definição e Criação de Molduras

Definição e Criação de Molduras TQS - Mldur Escrit pr Eng. Cmil Ferreir Seg, 20 Mi 2013 09:47 - Ness mensg rei lg dic crir nv mldur pltg n TQS. Ain nesse mesm text, lbrrei ts sbre recurs interessnte p uxiliá-ls criçã crimbs (u sels)

Leia mais

Políticas e financiamento na

Políticas e financiamento na Plí fnnmn n EJA: mudnç n plí d fnnmn d duçã pív f n EJA André Brb Guv Dur mr m Eduã FE-USP; Prfr d Núl d Pqu m Plí, Gã Fnnmn d Eduçã UFPR. Curb PR [Brl] ndrbg@ufpr.br A r g A prvçã d Fundb pl Emnd Cnunl

Leia mais

ç h s p BALÃO - D D CAI, CAI, BALÃO CAI, CAI, BALÃO CAI, CAI, BALÃO AQUI NA MINHA MÃO. NÃO CAI NÃO NÃO CAI NÃO NÃO CAI NÃO CAI NA RUA DO SABÃO.

ç h s p BALÃO - D D CAI, CAI, BALÃO CAI, CAI, BALÃO CAI, CAI, BALÃO AQUI NA MINHA MÃO. NÃO CAI NÃO NÃO CAI NÃO NÃO CAI NÃO CAI NA RUA DO SABÃO. leã IR ÍL é t ei le, ni e liõe e eent tiie eüenii. le 1 e 2, liõe enle tl i e nnte, filitn eni lfet. ei le etã lt à itetiã fíli ilái, eitin, e nei, e fe lie itetiente n e e ln, fen inteenõe e eee e l ln

Leia mais

NESS-A TOUCH SCREEN 7" C/ MODEM

NESS-A TOUCH SCREEN 7 C/ MODEM 6 7 8 9 0 QUIPMNTOS ONTROLOS OMPRSSOR LTRNTIVO // LTRÇÃO LYOUT-IM MUTI PR SOPOST OTÃO MRÊNI LLN9 0 07/0/ LTRÇÃO O MOM O LYOUT LOUV 7 0 06// INLUSÃO O ORINTTIVO O LÇO OMUNIÇÃO IO V. 00 8/0/ INIIL TOS R.

Leia mais

EccoS Revista Científica ISSN: 1517-1949 eccos@uninove.br Universidade Nove de Julho Brasil

EccoS Revista Científica ISSN: 1517-1949 eccos@uninove.br Universidade Nove de Julho Brasil ES Rv Cníf ISSN: 1517-1949 @unnv.br Unvrdd Nv d Julh Brl Clmn Arrud, Mr d Cnçã; Txr d Olvr, L Mr Lnur m duçã d mp: df xpv ES Rv Cníf, núm. 33, nr-brl, 2014, pp. 173-186 Unvrdd Nv d Julh Sã Pul, Brl Dpnívl

Leia mais

RESOLUÇÃO Matemática APLICADA FGV Administração - 06-06-10

RESOLUÇÃO Matemática APLICADA FGV Administração - 06-06-10 QUESTÃO 1 VESTIBULAR FGV 2010 JUNHO/2010 RESOLUÇÃO DAS 10 QUESTÕES DE MATEMÁTICA DA PROVA DA TARDE - MÓDULO DISCURSIVO São curiosos os números. Às vezes é mis útil rredondá-los do que trblhr com seu vlor

Leia mais

PADRÕES DE VIDA DOS ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS NOS PROCESSOS DE TRANSIÇÃO PARA A VIDA ADULTA

PADRÕES DE VIDA DOS ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS NOS PROCESSOS DE TRANSIÇÃO PARA A VIDA ADULTA PADRÕES DE VIDA DOS ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS NOS PROCESSOS DE TRANSIÇÃO PARA A VIDA ADULTA Rosário Mauritti Resumo Este artigo começa por analisar a influência das origens sociais nas trajectórias de

Leia mais

Tabela de Vinculação de pagamento Manteve o mesmo nome DDM SIAFI-TABELA-VINCULA-PAGAMENTO

Tabela de Vinculação de pagamento Manteve o mesmo nome DDM SIAFI-TABELA-VINCULA-PAGAMENTO Segue abaixo dados das DDMs que mudaram para o PCASP, tanto as que mudaram de nome como as que mantiveram o mesmo nome. Para estas, os campos que serão excluídos (em 2015) estão em vermelho e os campos

Leia mais

EccoS Revista Científica ISSN: 1517-1949 eccos@uninove.br Universidade Nove de Julho Brasil

EccoS Revista Científica ISSN: 1517-1949 eccos@uninove.br Universidade Nove de Julho Brasil ES Rv Cníf ISSN: 1517-1949 @unnv.br Unvrdd Nv d Julh Brl Albuqurqu Gm, Albr Apnmn br pqu m duçã: u pbldd d grup fl ES Rv Cníf, vl. 7, núm. 2, julh-dzmbr, 2005, pp. 275-290 Unvrdd Nv d Julh Sã Pul, Brl

Leia mais

7a. Edição Editora Atlas

7a. Edição Editora Atlas FIB - FACULDADES INTEGRADAS DE BAURU Pós-graduação em Auditoria, Controladoria e Finanças Disciplina: PLANEJAMENTO E CONTROLE ORÇAMENTÁRIO Slide 1 Professor: MASAKAZU HOJI ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA

Leia mais

EccoS Revista Científica ISSN: 1517-1949 eccos@uninove.br Universidade Nove de Julho Brasil

EccoS Revista Científica ISSN: 1517-1949 eccos@uninove.br Universidade Nove de Julho Brasil ES Rv Cníf ISSN: 1517-1949 @unnv.br Unvrdd Nv d Julh Brl Frnnd Mru, Mru; Frrr Jr, Amríl El mlr d rlng, duçã mlr juvnud (1913-1922) ES Rv Cníf, núm. 31, my-g, 2013, pp. 33-50 Unvrdd Nv d Julh Sã Pul, Brl

Leia mais

+12V. 0.1uF/ 100V RL4 :A ULN2003A C3 3 U1:D LIGA/ DESLIGA CARREGADOR. 10uF/ 16V C2 4 1N4148 D1 1 1N K GND 10K BC337 R2 5 CRISTAL DE 2 0 MHZ

+12V. 0.1uF/ 100V RL4 :A ULN2003A C3 3 U1:D LIGA/ DESLIGA CARREGADOR. 10uF/ 16V C2 4 1N4148 D1 1 1N K GND 10K BC337 R2 5 CRISTAL DE 2 0 MHZ ДХILUIR P/ LRR RL_ R To l. er a l es. Num. QU M PRVR IOO P O RROR MIOR V R LMJ U: UZZR R 0 ILUIR P M PRLLO OM ONTTO O RL 0.u/ 00V V R 0 0 R 0 verm elho U: ULN00 U: LMJ 0 ULN00 U: LI/ LI RROR V N R 0u/

Leia mais

PROJETOHORTAEMCASA. Manualdo. Apoio. Realização CDHU PREFEITUR A DE SÃO PAULO VERDE E MEIO AMBIENTE. Instituto GEA

PROJETOHORTAEMCASA. Manualdo. Apoio. Realização CDHU PREFEITUR A DE SÃO PAULO VERDE E MEIO AMBIENTE. Instituto GEA M RJETHRTAEMCAA CM LANTAR E CLHER ALIMENT EM CAA 201 A Rzçã Ch Dvv Hb Ub CDHU I GEA é b REFEITUR A DE Ã AUL VERDE E MEI AMBIENTE FhTé Ebçã Tx Agô Jé Lz Ch T Nh Rh Rvã A M Dg Lz Egá j Nh Rh Rq L R Rf Tv

Leia mais

Engenharia do Produto. Engenharia do Produto. Engenharia do Produto. Engenharia do Produto. Engenharia do Produto. Engenharia do Produto

Engenharia do Produto. Engenharia do Produto. Engenharia do Produto. Engenharia do Produto. Engenharia do Produto. Engenharia do Produto Cu A f ê glblz fçã pu u f hv u p. v ég p pl, vé pç fl pu, qul pp vçã uz. O Hj Tp P v é á v v pê âb gh lg pu u fz ppçã qu. P v u f é á lz p u l up à ê, u p p. Só é pívl l lv u v vlv pê ful à gh pu. Qul

Leia mais

EccoS Revista Científica ISSN: 1517-1949 eccos@uninove.br Universidade Nove de Julho Brasil

EccoS Revista Científica ISSN: 1517-1949 eccos@uninove.br Universidade Nove de Julho Brasil ES Rv Cníf ISSN: 1517-1949 @unnv.br Unvrdd Nv d Julh Brl Mrn Tn, Elvr Crn A lur r n n n d Enn Fundmnl: prá dn prr d vz d lun ES Rv Cníf, núm. 27, nr-brl, 2012, pp. 191-209 Unvrdd Nv d Julh Sã Pul, Brl

Leia mais

SAAE-ABC. nformativo do Sindicato dos Auxiliares de Administração Escolar. Centrais Sindicais conquistam reconhecimento legal

SAAE-ABC. nformativo do Sindicato dos Auxiliares de Administração Escolar. Centrais Sindicais conquistam reconhecimento legal . M: br br SE-BC Ifriv friv Siic uxilir iirçã Eclr cr cl v ir cvçõ cl v rblh SE-BC rã r cul i Miiéri Trblh. r f I Nº 23 Mrç 2008 Cri Siici cqui rchci lgl ág. 2 C rgulçã rgulçã, cri iici gh frç r irfrir

Leia mais

EccoS Revista Científica ISSN: 1517-1949 eccos@uninove.br Universidade Nove de Julho Brasil

EccoS Revista Científica ISSN: 1517-1949 eccos@uninove.br Universidade Nove de Julho Brasil ES Rv Cníf ISSN: 1517-1949 @unnv.br Unvrdd Nv d Julh Brl d Our Lp Slv, Gldn; Fdl., Sun d Ju; Múgl Whlr, Slng Crvdd duçã: nál d prduçã níf brlr ES Rv Cníf, núm. 30, nr-brl, 2013, pp. 165-181 Unvrdd Nv d

Leia mais

Entidades autorizadas a exercer a atividade de transporte de doentes e respetivos veículos

Entidades autorizadas a exercer a atividade de transporte de doentes e respetivos veículos Tipo de entidade Rótulos de Linha 3101 Cruz Vermelha Portuguesa - Delegação De Aldreu 96-46-HD 37-36-XP 66-NX-49 75-IS-24 78-32-MM 3102 Cruz Vermelha Portuguesa - Delegação De Amares 25-98-LI 03-88-QU

Leia mais

Sumário. 4 caligrafia a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z

Sumário. 4 caligrafia a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z Escrever é sempre um prazer. neste livro você vai escrever com letras juntas umas das outras para formar cada palavra. Elas são chamadas letras cursivas ou manuscritas. prepare-se para deixar a sua letra

Leia mais

EccoS Revista Científica ISSN: 1517-1949 eccos@uninove.br Universidade Nove de Julho Brasil

EccoS Revista Científica ISSN: 1517-1949 eccos@uninove.br Universidade Nove de Julho Brasil ES Rv Cníf ISSN: 1517-1949 @unnv.br Unvrdd Nv d Julh Brl Pldr Zmpr, Mrn Crçõ rlur d mgn um pqu n nn d r vu ES Rv Cníf, núm. 32, pmbr-dmbr, 2013, pp. 139-155 Unvrdd Nv d Julh Sã Pul, Brl Dpnívl m: hp://www.rdly.rg/rul.?d=71530929009

Leia mais