MANUAL DO ALUNO 2013

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MANUAL DO ALUNO 2013"

Transcrição

1 MANUAL DO ALUNO 2013

2 GRADUAÇÃO Bacharelado Administração e Ciências Contábeis NÚCLEO DE PÓS & MBA INTERNACIONAL Gestão de Pessoas Estratégia de Empresas & Negócios Controladoria & Finanças Logística & Operações Industriais Tributário Marketing & Vendas; Pós em Educação & Coaching Financeiro NÚCLEO DE CERTIFICAÇÕES & PREPARATÓRIOS Preparatório de Certificação CPA 10 e CPA 20 - ANBID Certificação para Gerentes Financeiros Certificação para Gerentes Comerciais Varejo Innovation Certificate for Business NÚCLEO FINANÇAS & CONTÁBEIS Formação em Gestão Financeira Nova Contab. Brasileira CPCs e IFRs; Nova Contab. Brasileira Aplicada ao Setor Público; Nova Contabilidade Brasileira PMEs Formação em Controle e Gestão Tributária Formação de Auditoria Formação em Gestão de Custos e Orçamento NÚCLEO DE COACHING Life Coaching (10 Sessões); Business Coaching (10 Sessões); Speaker Coaching (5 Sessões); Coaching Financeiro (5 Sessões); Coaching Emocional (5 Sessões); Team Coaching (In Company) NÚCLEO DE DESENVOLVIMENTO HUMANO CADES Capacitação Docente Teatro para Líderes Comunicação & Oratória Workshop em Coaching: Reprogramação Emocional Workshop em Inteligência de Vendas Money Workshop: Coaching Fin; Time Workshop: Coaching para Gestão de Tempo Formação em Coaching, Febracis NÚCLEO INTERNACIONAL Mestrado e Doutorado pela FCU Seminário de Liderança Global, AU (EUA); Seminário Mercosul, CAME (ARG); INTERBUSINESS, FCU (EUA); INTERCOACHING, FCU (EUA); CHINA EXPERIENCE, AU (CHN)

3 BEM VINDO À FCG FCG Business School Prezado Aluno, É com grande satisfação que damos as boas-vindas aos calouros e veteranos FCG Que neste novo ano, novos horizontes possam ser vislumbrados, desafios superados e limites rompidos! A FCG é um lugar para pessoas que acreditam nos seus sonhos e buscam fortificar uma visão de vida! Uma visão não restrita somente a crescimento e projeção profissional, mas também de desenvolvimento humano, emocional e espiritual. Um lugar para construir e cultivar vínculos e relacionamentos duradouros, um lugar para amadurecer o caráter moral ético e para fortalecer valores que nortearão seus caminhos por toda a vida. Começamos este ano com muitas novidades e importantes avanços que tornam o processo de aprendizagem, relacionamento e desenvolvimento ainda melhores. A seguir, está disponível um manual completo que lhe informará sobre todos os passos de sua vida na FCG e como poderá fazer melhor proveito de seus estudos conosco. Invista algum tempo para fazer uma leitura e conhecer melhor as novidades que o aguardam. Somos gratos a Deus pela sua vida e por poder participar desta aventura juntos! Deus o abençoe, Prof. Ms. Arnaldo Marion Diretor Geral

4 SUMÁRIO INTRODUÇÃO 1. QUEM SOMOS 2. VISÃO E MISSÃO 3. ESTRUTURA ACADÊMICA 4. COMUNICAÇÃO E RELACIONAMENTO COM O ALUNO 5. ATOS E PROCEDIMENTOS ACADÊMICOS 5.1 MATRÍCULA: SISTEMA ACADEMICA: RA E SENHA 5.2 POLÍTICA DE BOLSAS 5.3 CARTEIRINHA DO ESTUDANTE & RESTRIÇÃO DE ACESSO PREDIAL 5.4 CANCELAMENTO 5.5 TRANCAMENTO 5.6 REABERTURA DE MATRÍCULA 5.7 DISPENSA DE DISCIPLINAS (APROVEITAMENTO DE ESTUDOS) 5.8 SISTEMA DE AVALIAÇÃO 5.9 PROVA SUBSTITUTIVA 5.10 APROVAÇÃO EM DISCIPLINA COM AVALIAÇÃO FINAL 5.11 REVISÃO DE FREQUÊNCIA E DE NOTA 5.12 REPROVAÇÃO NA SÉRIE 5.13 AVALIAÇÃO DE SUFICIÊNCIA 5.14 DEPENDÊNCIA 5.15 ADAPTAÇÃO CURRICULAR 5.16 REGIME ESPECIAL 5.17 ENADE 5.18 ESTÁGIO SUPERVISIONADO E ATIVIDADES COMPLEMENTARES 5.19 EXAME DE PROFIÊNCIA 5.20 BIBLIOTECA E SANÇÕES 6. PROCEDIMENTO DE TESOURARIA 7. BENFEITORIAS PREDIAIS 2013

5 INTRODUÇÃO Este manual foi elaborado com a finalidade de informar, de maneira resumida, as normas acadêmicas que regulam as várias atividades da FCG Business School. A consulta do aluno a esse manual o colocará a par de seus compromissos e direitos, bem como indicará o procedimento e a conduta a serem tomados para o andamento e solução de sua situação acadêmica. As normas e instruções aqui contidas foram elaboradas com base no Regimento Interno da Faculdade e demais Regulamentações. O objetivo da Direção, com esse manual, é melhorar a qualidade das informações necessárias ao bom andamento dos processos educacionais dessa instituição. Esperamos que você o consulte sempre! 1. QUEM SOMOS? A MELHOR E MAIS BEM CONCEITUADA ESCOLA DE NEGÓCIOS DE JUNDIAI E REGIÃO Você está prestes a fazer parte de um moderno programa que vai gerar valor ao seu projeto de vida mais do que qualquer outro curso ou escola neste eixo de atuação. A FCG é uma faculdade com ênfase em negócios, de viés internacional (Seminários Internacionais) e a única que integra intelecto (Q.I) e emoção (Q.E) promovendo maiores resultados na vida pessoal e profissional dos nossos alunos. Nosso foco é projetar pessoas para a vida! Para isso, a FCG vem incorporando a cada ano novas ferramentas de desenvolvimento pessoal e profissional. Aprendemos com os melhores do Brasil e do mundo e trazemos o que há de mais moderno em desenvolvimento no mundo dos negócios. Tudo isso perto de você! ALÉM DA EDUCAÇÃO TRADICIONAL A FCG trabalha com um amplo sistema de Desenvolvimento voltado para amplificar o

6 potencial humano e profissional de cada aluno. Além da Graduação e dos MBA s, a FCG traz pacotes de cursos direcionados para nichos de alta projeção e oportunidades de mercado, vislumbrando tendências e explorando mercados aquecidos. Cursos nas áreas Bancária, Financeira/Contábil, Coaching e Desenvolvimento Humano fazem parte dos programas de Desenvolvimento da FCG. Tudo isso ainda vinculado às oportunidades reais de estudar no exterior em uma das nossas Universidades parceiras na América latina, EUA e Ásia, através de Seminários Internacionais. Amplifique sua visão Internacional e adquira competências e Networking Global conectando-se a uma rede internacional de relacionamentos e colocando-se em contato com tendências e o que há de mais novo em gestão de negócios. RESULTADOS EXTRAORIDNÁRIOS A FCG alcançou, nestes poucos anos de trabalho, mais resultado qualitativo que qualquer outra Instituição de ensino da região com eixo em negócios. As nossas avaliações no Ministério da Educação (MEC) são as melhores, nosso programa de desenvolvimento o mais consistente e o nosso índice de empregabilidade (4º Graduação) um dos mais elevados. 2. VISÂO E MISSÂO VISÃO Estar comprometido com as pessoas com quem trabalhamos, em seu desenvolvimento e seus alvos pessoais e profissionais, promovendo, para os nossos alunos, excelência na formação profissional em negócios globais e na formação de um caráter moral ético pautado em valores cristãos.

7 MISSÃO Comprometidos com o crescimento e o desenvolvimento integral dos nossos alunos. 3. ESTRUTURA ACADÊMICA Assessoria Jurídica AssessoriaJurídica Educacional CEPE Conselho de Ensino Pesquisa e Extensão Diretoria Geral ComissãoPrópriade Avaliação Comissão de PDI Comissãode Processo Seletivo Ouvidoria Vice-Diretoria Acadêmica Colegiadode Coordenadores Órgãos de apoio Atividades Acadêmicas Gerencia Administrativa Financeira Gerencia Comercial/Mkt Relacionamento com o Aluno Coord Grad CoordPós e Ext Coord Estágios Empresa Junior Secretaria Acadêmica Biblioteca NDE - Núcleo Docente Estruturante Assessoria Contábil/Fiscal RH/ DP Predial Tesouraria TI Assessoria Mkt/Actworks Comercial Assessoria Imprensa Recepção/ Atendimento SOE Comunicação Institucional NEPE: Núcleo de Empregabe Empreend. 4. COMUNICAÇÃO E RELACIONAMENTO COM O ALUNO A sua comunicação na FCG pode acontecer de diferentes maneiras. Esteja atento ao canal que melhor atende a sua necessidade.

8 4.1 Murais de Aviso Os Murais de Aviso distribuídos nas salas de aula e pátio da FCG são um importante canal de informação a respeito de notícias e novidades administrativas ou pedagógicas da FCG. Esteja sempre consultando os avisos ali postados. 4.2 Representante de Turma O representante é um aluno da turma, escolhido pelos demais, para representá-losnas reuniões de colegiado que acontecem geralmente uma vez por semestre. O representante, frequentemente, recebe funções como dar avisos e reunir a turma para conversar. A escolha de representante costuma acontecer no início do período letivo. Pode-se também escolher um representante suplente. A turma, por maioria, poderá reeleger um representante sempre que achar necessário. O representante deve ser capaz de ouvir a turma e expressar as opiniões perante a coordenação. É recomendável que seja alguém com capacidade de se expressar e com uma reputação estável. 4.3 Professores, Órgãos de Suporte e Coordenação Os professores poderão ajudar na orientação a respeito de dúvidas e procedimentos acadêmicos ou ainda encaminhá-los à pessoa competente para lhe orientar. Os Órgãos de Suporte (Secretaria, a Biblioteca e a Tesouraria) poderão auxiliá-los em dúvidas específicas sobre todos os procedimentos acadêmicos na FCG. A coordenação está à disposição de seus alunos mediante horário agendado na secretaria. 4.4Núcleo de Relacionamento com o Aluno O Núcleo de Relacionamento com o Aluno foi criado para ouvir, auxiliar, informar, apoiar e intermediar qualquer diálogo entre o aluno e a

9 Instituição. Para endereçar suas dúvidas, solicitações especiais, elogios e/ou reclamações poderão ser usados os seguintes canais: Fone: (Mirian) 4.5 Ouvidoria Este órgão recebe e analisa informações, reclamações, críticas e sugestões encaminhadas pela comunidade acadêmica ou externa, auxiliando na resolução de problemas através da sugestão de medidas que melhorem o desempenho institucional. A Ouvidoria atende pessoalmente mediante horário agendado na secretaria. Informações: ou pelo 5. ATOS E PROCEDIMENTOS ACADÊMICOS 5.1 MATRÍCULA É a formalização de vínculo com a Escola, quando o aluno recebe um RA (Registro Acadêmico) que o acompanhará durante todo o seu curso. As matrículas são renovadas semestralmente nas datas estabelecidas no Calendário Acadêmico. A renovação de matrícula é chamada de Rematrícula. Esse procedimento é realizado na Secretária Acadêmica, onde o aluno poderá retirar e entregar os documentos necessários. A efetivação da Rematrícula acontece mediante a entrega dos documentos preenchidos e o pagamento da primeira parcela da semestralidade. A matrícula deverá ser realizada presencialmente. Para isso, o candidato deve comparecer na sede da FCG, Rua Senador Fonseca, 1182 Centro Jundiaí, munido dos seguintes documentos: histórico escolar do ensino médio ou equivalente;

10 certificado de conclusão do ensino médio ou equivalente; certidão de nascimento ou casamento; cédula de identidade; título de eleitor; prova de quitação do serviço militar; comprovante de residência (conta de luz ou água ou telefone etc.); Cadastro de Pessoa Física (CPF) do aluno, e do pai (ou responsável) se o aluno for menor de 21 anos. Prazo e local: as matrículas dos candidatos classificados e convocados serão feitas no período de matrículas indicado no Edital de Convocação. O candidato convocado que não efetuar sua matrícula no prazo estipulado só poderá matricular-se posteriormente ao critério da FCG e desde que haja vagas. Aulas e Turmas: O 1º semestre letivo do curso de Administração e Contábeis dispõe de uma grade comum e, portanto, as salas poderão ter turmas integradas neste período, havendo uma divisão definitiva a partir do 2º semestre. As aulas poderão ser dadas em sala designada ou ainda nos laboratórios de informática. Início das aulas: a data de início das aulas está prevista para o dia 04 de fevereiro de POLÍTICA DE BOLSAS A bolsa de estudo é um benefício semestralmente concedido pela FCG Business School e mantida pela AESB Associação de Ensino Superior Barão de Jundiaí; Para se candidatar à bolsa de estudo citada, os alunos deverão estar regularmente matriculados e atender aos pré-requisitos aqui estabelecidos, estar adimplente, bem como ter

11 obtido até a presente data desempenho acadêmico exemplar de acordo as normas da Instituição. Os diferentes programas de bolsas não são cumulativos, com exceção do desconto por pagamento antecipado, ficando válida a maior bolsa concedida. Tipos de bolsas e descontos concedidos: Desconto por antecipação de pagamento: O Aluno pode usufruir de 3% de desconto em sua mensalidade quando o mesmo antecipa o pagamento da mensalidade até o último dia útil do mês que antecede o vencimento da mensalidade que está sendo paga Concurso de bolsas: A bolsa disponível no momento de ingresso do aluno na Instituição é concedida mediante desempenho apresentado pelo aluno no processo seletivo. O benefício se dá da seguinte forma: o 10% de desconto na mensalidade quando o aluno obtém de 51 a 60 pontos de acerto; o 15% de desconto na mensalidade quando o aluno obtém de 61 a 70 pontos de acerto; o 20% de desconto na mensalidade quando o aluno obtém de 71 a 80 pontos de acerto; o 25% de desconto na mensalidade quando o aluno obtém de 81 a 90 pontos de acerto; o 50% de desconto na mensalidade quando o aluno obtém acima de 90 pontos de acerto. As bolsas adquiridas através do "Concurso de bolsas" realizado no Processo Seletivo não necessitam de requerimento específico e serão renovadas automaticamente a cada semestre condicionadas a regularidade financeira e acadêmica do aluno, bem como os demais termos e condições de conduta institucionais.

12 PROUNI - Programa Universidade para Todos É um programa do Ministério da Educação, criado pelo Governo Federal em 2004, que oferece bolsas de estudos integrais (100%) ou parciais (50%) em instituições de educação superior privadas, em cursos de graduação e sequenciais de formação específica, a estudantes brasileiros, sem diploma de nível superior. Quem pode se candidatar ao PROUNI? Podem participar os estudantes egressos do ensino médio da rede pública ou da rede particular na condição de bolsistas integrais da própria escola, os estudantes com deficiência e os professores da rede pública de ensino do quadro permanente que concorrerem a cursos de licenciatura. Nesse último caso, não é necessário comprovar renda. Quem se qualifica a receber bolsas pelo PROUNI? Para se inscrever no PROUNI, é preciso ter feito a prova do ENEM no ano anterior, ter obtido no mínimo 450 pontos na média das cinco notas (ciências da natureza e suas tecnologias; ciências humanas e suas tecnologias; linguagens, códigos e suas tecnologias; matemática e suas tecnologias e redação). É preciso, ainda, ter obtido nota superior a zero na redação Bolsa Convênio Há ainda bolsas concedidas por convênios e parcerias entre a FCG e empresas, comércios, igrejas e entidades de classe. Cada convênio dispõe de uma condição especial FIES - Financiamento Estudantil Na FCG, você poderá aderir ao FIES- Programa de Financiamento Estudantil. O FIES, que é promovido pelo governo Federal, é um moderno programa destinado a financiar, prioritariamente, a graduação no Ensino Superior de estudantes que não têm condições de

13 arcar com os custos de sua formação e estejam regularmente matriculados em instituições não gratuitas, cadastradas no Programa e com avaliação positiva nos processos conduzidos pelo MEC. O FIES pode financiar até 100% do seu curso, permitindo que você estude seus 4 anos de faculdade sem pagar absolutamente nada. Fique atento às condições: o Financiamento de até 100% da mensalidade o Taxa de juros extremamente reduzida: 3,4% ao ano o Prazo para pagamento pré-fixado: você tem até o triplo do tempo de duração do seu curso mais um ano para quitar seu financiamento o Prazo de Carência: Comece a pagar um ano e meio após o término do curso. A partir de 2005, o FIES passou a conceder financiamento também aos bolsistas parciais, beneficiados com bolsa de 50%, do PROUNI Programa Universidade para Todos. Não interrompa seus estudos por dificuldades financeiras. Consulte nosso departamento financeiro em como aderir e aproveitar esta oportunidade! Manutenção da Bolsas Seja qual for a bolsa, para que o aluno tenha direito a se candidatar e/ou manter a mesma é necessário: o Não apresentar dependência em qualquer matéria; o Não estar inadimplente (o aluno bolsista ou requerente de bolsa não pode apresentar atraso ou falta de pagamento das mensalidades ou matrículas); o Não apresentar problemas de conduta que tragam danos à imagem da FCG ou atrapalhem o bom funcionamento desta instituição.

14 Perda de Bolsa Em caso de irregularidade financeira ou acadêmica, o bolsista perde parcialmente o seu desconto sobre a mensalidade, podendo chegar a perder totalmente a sua bolsa. Segundo termos de compromisso para aquisição e manutenção de direito de bolsa de estudos parcial, caso o CONTRATANTE não atinja a referida média, será penalizado de acordo com as condições abaixo: Se o CONTRATANTE não atingir a média mencionada em 1.1. para qualquer disciplina no mesmo semestre/termo letivo, sofrerá a perda parcial de sua bolsa no semestre/termo letivo consecutivo em 5 (cinco) pontos percentuais, diretamente incidentes sobre a porcentagem concedida a título de desconto. Exemplificativamente, o aluno que goza de 5% (cinco por cento) de desconto a título de bolsa, perderá integralmente esse direito. Se o CONTRATANTE, em quaisquer semestres/termos letivos consecutivos, incorrer em reincidência por não atingir a média mencionada em 1.1., sofrerá a perda total de sua bolsa. É imprescindível também que o aluno mantenha a pontualidade nos pagamentos das mensalidades/ parcelas em suas respectivas datas de vencimento em todos os termos letivos. Caso o CONTRATANTE incida em atraso no pagamento das mensalidades/parcelas, será penalizado de acordo com as condições abaixo: Se o CONTRATANTE não efetuar um ou mais pagamentos na data de vencimento durante o termo letivo, sofrerá a perda parcial de sua bolsa no semestre consecutivo em 5 (cinco) pontos percentuais, diretamentencidentes sobre a porcentagem concedida a título de

15 desconto. Exemplificativamente, o aluno que goza de 5% (cinco por cento) de desconto a título de bolsa perderá este direito por completo. Se o CONTRATANTE encerrar a semestralidade inadimplente, sofrerá a perda integral da bolsa no semestre seguinte, sem prejuízo do direito da CONTRATADA não realizar a matrícula para o termo letivo seguinte, caso o CONTRATANTE não regularize sua inadimplência, ou renegocie a dívida, mediante acordo com a CONTRATADA. 5.3 CARTERINHA DO ESTUDANTE & CONTROLE DE ACESSO PREDIAL (AQUI TEM NOVIDADE) A carteirinha do estudante, instrumento de identificação interna e externa dos alunos, já pode ser solicitada através do preenchimento da ficha de requisição disponível na Secretaria da FCG. Identificação Externa: Com a carteirinha em mãos, você tem o direito à meia-entrada em alguns estabelecimentos. O Decreto-lei nº , de 3/9/1992, regulamenta a Lei Estadual nº 7.844, de 13/5/1992. Ela assegura aos estudantes de ensino fundamental, médio e superior do Estado de São Paulo o benefício de meia-entrada em relação ao valor efetivamente cobrado para o ingresso em casas de diversão, espetáculos teatrais, musicais e circenses, em cinemas e em praças esportivas, de cultura e de lazer no próprio Estado. Identificação Interna:

16 O aluno regularmente matriculado em cursos poderá requisitar seu cartão logo nos primeiros dias de aula, podendo circular livremente pelo prédio da FCG equipado com catraca. A catraca permitirá uma maior segurança aos alunos através da restrição de acesso a pessoas não autorizadas. Como tirar a nova carteirinha da FCG? Haverá um plantão de requisição na quadra da FCG nos dias 25, 26 e 27/Fev. Nestes dias, os alunos poderão fazer sua solicitação (via formulário) e tirar sua foto. Para cada carteirinha, seja primeira ou segunda via, deverá ser paga uma taxa de emissão de R$ 20. IMPORTANTE: Os alunos que já dispõe de carteirinhas emitidas em 2012, estão isentos da taxa de reemissão. Será necessário apresentá-la no dia da nova solicitação. A previsão de ativação das catracas é para o dia 18/mar. Portanto, o aluno terá este período para providenciar sua carteirinha de acesso. Após esta data, o acesso será por autorização da portaria. 5.4 CANCELAMENTO O cancelamento de matrícula extingue o vínculo acadêmico entre o aluno e a faculdade e caso você deseje voltar aos estudos, deverá prestar novo vestibular. O cancelamento deve ser realizado por meio de requerimento na Secretaria Acadêmica e sendo efetuado até um dia antes do período letivo, haverá ressarcimento de 70% do valor pago da 1ª. mensalidade. Não há, entretanto, devolução dos documentos entregues pelo aluno. 5.5 TRANCAMENTO

17 É a interrupção temporária dos estudos. Deve ser solicitado junto à Secretaria Acadêmica por meio de requerimento. Após a solicitação, é preciso aguardar que o requerimento volte à secretaria para tomar ciência da resposta da Direção a fim de finalizar o trancamento. O trancamento é válido para o período letivo, devendo o aluno voltar à Escola nos períodos fixados em calendário para reabrir a sua matrícula ou renovar o trancamento para o período letivo seguinte. Enquanto não há a formalização do pedido de trancamento da matrícula, os serviços estão à disposição do aluno e, consequente, constituição de dívida até o final do período letivo contratado. O aluno que não renovar o trancamento ou não reabrir sua matrícula para o período letivo seguinte, será considerado desistente, perdendo o vínculo com a Faculdade e caso deseje retornar aos estudos, deverá prestar novo vestibular. 5.6 REABERTURA DE MATRÍCULA O aluno cuja matrícula esteja trancada e que pretenda retomar os estudos deverá preencher um requerimento de reabertura de matrícula na Secretaria Acadêmica, nos prazos fixados pela Faculdade. O retorno aos estudos ficará sujeito à existência de vaga no curso, série e turma pretendida e às adaptações decorrentes de possíveis alterações curriculares. 5.7 DISPENSA DE DISCIPLINAS (APROVEITAMENTO DE ESTUDOS) É possível o aproveitamento de estudos realizados em cursos superiores para a dispensa de disciplina(s). Para tanto, o aluno deverá dentro dos prazos fixados pela Escola: 1) Preencher requerimento próprio, especificando a(s) disciplina(s) de que deseja dispensa;

18 2) Apresentar histórico escolar (original ou cópia autenticada) contendo as notas, cargas horárias das disciplinas cursadas e situação (aprovado); 3) Apresentar programas detalhados das disciplinas cursadas, devidamente autenticados pela Instituição de Ensino Superior de origem. Atenção: Enquanto não receber o retorno do requerimento, que estará disponível na Secretaria acadêmica no prazo estipulado, o aluno deverá frequentar a disciplina. 5.8 SISTEMA DE AVALIAÇÃO (AQUI TEM NOVIDADE) É a apuração do rendimento escolar feita por disciplinas, considerando o mínimo de frequências (75% do total da carga horária) e média mínima de 6,0. As notas são atribuídas numa escala de 0,0 (zero) a 10,0 (dez), admitindo-se fração decimal de média. O arredondamento de notas obedece ao sistema universal, a partir da segunda casa decimal e aplica-se diretamente em cada nota, sem acúmulos para qualquer tipo de média. Exemplo: a Média de Aproveitamento (MA) 5,8 ou 5,9 será arredondada para 6,0. As avaliações poderão ser realizadas por meio de atividades curriculares previstas como preleções, pesquisas, exercícios, arguições, trabalhos práticos, seminários, excursões, estágios, provas escritas e orais previstos nos respectivos planos de ensino, aprovados pelo Colegiado de Curso. As datas de avaliação serão designadas por cada professor, limitadas a data de entrega de notas previsto em calendário escolar. Irá compor também as médias finais a Avaliação Integrada que acontecerá uma vez por semestre de acordo com o Calendário Escolar. As avaliações integradas serão compostas de testes de múltipla escolha e têm como objetivo avaliar o rendimento geral das turmas da FCG. Haverá, portanto, a seguinte participação na média final do aluno: I - de 10% para alunos do primeiro ano (1o e 2o Semestres) que ingressaram a partir de 2012.

19 II - de 15% para alunos de segundo ano (3o e 4o Semestres) que ingressaram a partir de III - de 20% para alunos do terceiro e quarto ano (5o, 6o, 7o e 8o Semestres) que ingressaram a partir de O aluno que apresentar frequência mínima igual ou superior a 75% e Média de Aproveitamento (MA) igual ou superior a 6,0 será considerado aprovado e dispensado da realização dos exames finais. Exemplo de Aluno de 1o Ano: MA = [(nota 1ª avaliação + nota 2ª avaliação)/2] x Peso% + (Nota de Avaliação Integrada) x Peso % Assim: o 1º Bimestre: Nota = 5,5 o 2º Bimestre: Nota = 6,5 o Avaliação Integrada: = 6,0 TOTAL: (12,0 / 2) x 0,9 + (6,0 x 0,1) TOTAL: 5,4 + 0,6 = 6,0 (MA) ALUNO APROVADO 5.9 PROVA SUBSTITUTIVA É uma oportunidade oferecida aos alunos que não compareceram em uma das provas bimestrais no semestre ou obtiveram notas indesejadas e gostariam de substituí-las. O aluno deverá requerer esta prova por meio de requerimento, dentro do prazo estabelecido pela Secretaria Acadêmica, e pagar a taxa correspondente à prova substitutiva. disciplina. O conteúdo da prova substitutiva é cumulativo, abrangendo o programa semestral da

20 Atenção: A nota obtida nesta prova substituirá a nota ausente ou a menor nota obtida pelo aluno, mesmo que esta seja superior à nota da Prova Substitutiva APROVAÇÃO EM DISCIPLINA COM AVALIAÇÃO FINAL (AQUI TEM NOVIDADE) Para fazer a avaliação final o aluno deverá ter frequência igual ou superior a 75% e ter média de aproveitamento igual ou superior a 4,0 (quatro) e inferior a 6,0 (seis). O conteúdo da avaliação final é cumulativo, abrangendo o programa semestral da disciplina. Não será permitida nova oportunidade de prova ao aluno que faltar na avaliação final. O calendário será divulgado pela secretaria. A média final após os exames é a média aritmética da média das notas bimestrais e da nota do exame, devendo ao final ser igual ou superior a 6,0 (seis). Exemplo: o 1º Bimestre: Nota = 4,0 o 2º Bimestre: Nota = 5,0 o Avaliação Integrada: = 5,0 TOTAL: (9,0/ 2) x 0,9 + (7,0 x 0,1) TOTAL: 4,5 + 0,5 = 5,0 (média das notas bimestrais + Avaliação Integrada - MA), apto para Exame Final. CÁLCULO FINAL DA MÉDIA COM EXAME: o MA = 5,0 o Nota de Exame = 7,0 o MA + Nota do exame = 12,0 / 2 = 6,0 ALUNO APROVADO.

21 ATENÇÃO: A nota que o aluno precisa obter no Exame é o valor que falta para atingir a soma de 12,0 (doze), ou seja, neste exemplo, o aluno precisa de 7,0 (sete) para ser aprovado com média final 6,0 (seis) REVISÃO DE FREQUÊNCIA E DE NOTA O prazo para requerimentos de Revisão de Frequências ou de Nota é de 05 (cinco) dias a partir da data de divulgação via internet REPROVAÇÃO NA SÉRIE (AQUI TEM NOVIDADE) O aluno reprovado na série é aquele com mais de 04 (quatro) disciplinas reprovadas ou não cursadas, computadas as das séries anteriores a de matrícula AVALIAÇÃO DE SUFICIÊNCIA (AQUI TEM NOVIDADE) O aluno reprovado em disciplina regular, poderá aderir ao Exame de Suficiência. O aluno poderá solicitar até 4 disciplinas por semestre. A requisição deverá ser feita no semestre subsequente a reprovação. As requisições deverão ser feitas pela secretaria mediante pagamento de taxa. A coordenação da FCG indicará ainda alunos monitores, com alto desempenho na disciplina para coordenar grupos de estudo e ajudar nas principais disciplinas pendentes. O aluno terá apenas uma oportunidade de realizar a avaliação de suficiência e tendo sido reprovado deverá cursar a disciplina em regime de dependência DEPENDÊNCIA (AQUI TEM NOVIDADE) É a disciplina na qual o aluno tenha sido reprovado (por nota ou por não ter alcançado frequência escolar mínima) e a disciplina não cursada (em situação de abandono).

22 A dependência será ofertada em período letivo ou regime especial, conforme regulamentação da Direção da Escola. O aluno deverá efetuar sua matrícula na Secretaria Acadêmica,pagar o valor correspondente às horas da disciplina cursada e participar de todas as atividades previstas no plano de ensino, como também realizar a avaliação final, segundo o programa previsto pelo professor ADAPTAÇÃO CURRICULAR É considerado aluno em Adaptação Curricular aquele que foi dispensado de cursar algumas disciplinas ou obteve reprovação na série, devendo, portanto, ser ajustado à Matriz Curricular. Sua série de matrícula será aquela em que tiver o maior número de disciplinas para cursar. A cada semestre letivo, o aluno em Adaptação Curricular deverá realizar, no período definido pela Faculdade, seu plano de estudos para o semestre, ou seja, as disciplinas que deverá cursar no semestre letivo. Com o objetivo de redimensionar sua continuidade no curso, o aluno, nesta situação, poderá requerer Plano de Estudos no período fixado pela Faculdade, para poder cursar algumas disciplinas da série subsequente à de matrícula, respeitada na sequência natural de conteúdos REGIME ESPECIAL Na legislação brasileira há apenas dois casos de abono de faltas: serviço militar (matriculado em Órgão de Formação de Reserva) e estudante designado Membro do CONAES (Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior). Os demais casos são enquadrados como Compensação de Ausência às Aulas: os alunos portadores de doenças infectocontagiosas ou impedidos por alguma limitação física, as alunas gestantes e as alunas adotantes.

23 Neste caso, o aluno ou seu procurador deverá solicitar o regime especial na Secretaria da Faculdade, por meio de requerimento acompanhado do atestado médico, com indicação do período de afastamento, em até 10 (dez) dias da data do inicio do afastamento. O aluno compensará suas faltas por meio de trabalhos ou exercícios domiciliares, devendo, no entanto, realizar as provas perdidas quando retornar às atividades escolares. As faltas serão compensadas caso os trabalhos sejam considerados suficientes pelo professor da disciplina. Em caso de ser considerado insuficiente, ou no caso de não entregar o trabalho no prazo fixado, as faltas permanecerão inalteradas. No caso da aluna gestante, o regime especial se aplica a partir do oitavo mês de gestação e por um prazo de 03 (três) meses, com possibilidade de antecipação ou prorrogação nos casos excepcionais, a critério médico e observados os prejuízos pedagógicos causados pela ausência às aulas ENADE O Exame Nacional de desempenho dos Estudantes ENADE, que integra o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES), tem o objetivo de aferir o rendimento dos alunos dos cursos de graduação em relação aos conteúdos programáticos, suas habilidades e competências. O ENADE é realizado por amostragem e a participação no Exame constará no histórico escolar do estudante ou, quando for o caso, sua dispensa pelo MEC. O aluno escolhido pelo MEC que não comparecer ao Exame, não terá seu diploma expedido até a regularização de sua situação, ou seja, até ter a oportunidade novamente de se submeter ao Exame ESTÁGIO SUPERVISIONADO E ATIVIDADES COMPLEMENTARES

FACULDADE DIREÇÃO GERAL NORMA 029 1/5

FACULDADE DIREÇÃO GERAL NORMA 029 1/5 1. Dos Requisitos e Documentos para o Ingresso Para ingressar nos cursos de ensino superior o candidato deve ter concluído o Ensino Médio, prestar processo seletivo da IES ou ingressar por uma das formas

Leia mais

MANUAL BOLSISTA. Núcleo de Atenção Solidária NAS

MANUAL BOLSISTA. Núcleo de Atenção Solidária NAS MANUAL DO BOLSISTA Núcleo de Atenção Solidária NAS Sumário 1 - Bolsa de Estudo... 2 2 - Tipos de Bolsas de Estudo... 2 - ProUni... 2 Eventuais Programas de Bolsas de Estudo:... 2 - Vestibular Social....

Leia mais

Manual de Bolsas e Financiamentos Unimonte

Manual de Bolsas e Financiamentos Unimonte Manual de Bolsas e Financiamentos Unimonte 1. FINANCIAMENTOS 1.1. PRAVALER O Crédito Universitário PRAVALER é um programa privado de financiamento de graduação presencial implantado em parceria com instituições

Leia mais

REGULAMENTO DA SECRETARIA GERAL

REGULAMENTO DA SECRETARIA GERAL FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DO BAIXO SÃO FRANCISCO DR. RAIMUNDO MARINHO FACULDADE RAIMUNDO MARINHO REGULAMENTO DA SECRETARIA GERAL A Secretaria Geral é o órgão que operacionaliza todas as atividades ligadas à

Leia mais

Faculdade Maurício de Nassau

Faculdade Maurício de Nassau Faculdade Maurício de Nassau EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015.1 A Direção da Faculdade Maurício de Nassau de Manaus no uso de suas atribuições e com base nas disposições regimentais, no Dec. 99.490/90,

Leia mais

MANUAL DO ACADÊMICO - 2015

MANUAL DO ACADÊMICO - 2015 MANUAL DO ACADÊMICO - 2015 1. INFORMAÇÕES IMPORTANTES 1.1 - A matrícula deve ser renovada semestralmente. O período para a renovação de matrícula para o 1º semestre será até o dia 31 de janeiro de 2014,

Leia mais

FACULDADE SANTA EMÍLIA - JOAQUIM NABUCO-UNIDADE OLINDA MANTIDA PELO GRUPO SER EDUCACIONAL EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015.1

FACULDADE SANTA EMÍLIA - JOAQUIM NABUCO-UNIDADE OLINDA MANTIDA PELO GRUPO SER EDUCACIONAL EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015.1 FACULDADE SANTA EMÍLIA - JOAQUIM NABUCO-UNIDADE OLINDA MANTIDA PELO GRUPO SER EDUCACIONAL EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015.1 Com sede Av. Doutor Augusto Moreira, 1704 e 1502 Casa Caiada - Olinda Legislação

Leia mais

FACULDADE JOAQUIM NABUCO-UNIDADE RECIFE MANTIDA PELO GRUPO SER EDUCACIONAL EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015.1

FACULDADE JOAQUIM NABUCO-UNIDADE RECIFE MANTIDA PELO GRUPO SER EDUCACIONAL EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015.1 FACULDADE JOAQUIM NABUCO-UNIDADE RECIFE MANTIDA PELO GRUPO SER EDUCACIONAL EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015.1 Credenciamento - Ato autorizativo Portaria Nº 998 de 22/10/2007, publicada no DOU em 23/10/2007

Leia mais

REGIMENTO DO SETOR REGISTROS ACADÊMICOS

REGIMENTO DO SETOR REGISTROS ACADÊMICOS REGIMENTO DO SETOR REGISTROS ACADÊMICOS CAPÍTULO I - DISPOSIÇÕES INICIAIS DAS COMPETÊNCIAS Art. 1º O Setor de Registros Acadêmicos - SRA é o órgão que operacionaliza todas as atividades ligadas à vida

Leia mais

NORMAS E CRONOGRAMA DE RENOVAÇÃO DE MATRÍCULA PARA O 2º SEMESTRE DE 2015 1. CRONOGRAMA DA RENOVAÇÃO DE MATRÍCULA PARA O 2º SEMESTRE DE 2015

NORMAS E CRONOGRAMA DE RENOVAÇÃO DE MATRÍCULA PARA O 2º SEMESTRE DE 2015 1. CRONOGRAMA DA RENOVAÇÃO DE MATRÍCULA PARA O 2º SEMESTRE DE 2015 Prezado (a) estudante, NORMAS E CRONOGRAMA DE RENOVAÇÃO DE MATRÍCULA PARA O 2º SEMESTRE DE 2015 Neste documento serão apresentadas orientações sobre a renovação de matrícula para o 2º semestre de 2015.

Leia mais

A matrícula será realizada nos dias 8 e 9 de dezembro de 2015, no horário das 8 às 16 horas.

A matrícula será realizada nos dias 8 e 9 de dezembro de 2015, no horário das 8 às 16 horas. Perguntas frequentes: 1) Quais os dias de prova do Vestibular Univale 2016? Você pode escolher qual o melhor dia para fazer as provas do Vestibular Univale 2016. 28 de novembro de 2015 (sábado), das 15

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015.1

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015.1 FACULDADE MAURICIO DE NASSAU DE BELÉM MANTIDA PELO GRUPO SER EDUCACIONAL CREDENCIAMENTO: PORTARIA Nº 571, DE 13 DE MAIO DE, DOU 16 DE MAIO DE SEÇÃO I EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015.1 O Diretor da Faculdade

Leia mais

Manual do Candidato. Grupo Educacional LBS-FAPPES. Vestibular FAPPES 2016. WEST PLAZA R. Barão de Tefé, 247 - São Paulo - SP, 05003-100

Manual do Candidato. Grupo Educacional LBS-FAPPES. Vestibular FAPPES 2016. WEST PLAZA R. Barão de Tefé, 247 - São Paulo - SP, 05003-100 Grupo Educacional LBS-FAPPES CREDENCIADO PELO MEC. DECRETO N 485 de 09/02/2006 Manual do Candidato Vestibular FAPPES 2016 1. Disposições Gerais 1.1. O Processo Seletivo consiste na seleção e classificação

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2º Sem/2014 Graduação Presencial Manual do Candidato PROVA AGENDADA

PROCESSO SELETIVO 2º Sem/2014 Graduação Presencial Manual do Candidato PROVA AGENDADA PROCESSO SELETIVO 2º Sem/2014 Graduação Presencial Manual do Candidato PROVA AGENDADA A Universidade Cidade de São Paulo UNICID, atendendo a Portaria Normativa MEC n o 40, de 12/12/2007, resolve promover

Leia mais

O QUE É O FIES? divulgação dos resultados e entrevistas são realizadas pela Internet. Os pagamentos ocorrerão em três etapas: Fase de utilização:

O QUE É O FIES? divulgação dos resultados e entrevistas são realizadas pela Internet. Os pagamentos ocorrerão em três etapas: Fase de utilização: O QUE É O FIES? O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) é um programa do Ministério da Educação (MEC) destinado à concessão de financiamento a estudantes matriculados em cursos superiores não gratuitos

Leia mais

Manual do Candidato da Graduação. Processos Seletivos

Manual do Candidato da Graduação. Processos Seletivos 1 ESCOLA SUPERIOR NACIONAL DE SEGUROS ESNS Manual do Candidato da Graduação Processos Seletivos Rua Senador Dantas, 74 2º andar Centro Rio de Janeiro RJ Tel. 33801044 33801046 33801532 2 A Escola Superior

Leia mais

Centro Universitário Unieuro vestibular@unieuro.com.br

Centro Universitário Unieuro vestibular@unieuro.com.br A Comissão de Acesso ao Ensino Superior informa que estão abertas as inscrições para o 1º semestre letivo de 2016, nas seguintes modalidades: 1º Processo Seletivo Agendado Edital 21/2015 (para novos alunos)

Leia mais

FACULDADE TOBIAS BARRETO MANTIDA PELA SOCIEDADE DE ENSINO SUPERIOR E PESQUISA DE SERGIPE LTDA- SESPS

FACULDADE TOBIAS BARRETO MANTIDA PELA SOCIEDADE DE ENSINO SUPERIOR E PESQUISA DE SERGIPE LTDA- SESPS FACULDADE TOBIAS BARRETO MANTIDA PELA SOCIEDADE DE ENSINO SUPERIOR E PESQUISA DE SERGIPE LTDA- SESPS CREDENCIAMENTO: PORTARIA MEC Nº 601 DE 20.05.2008, DOU 21DE MAIO DE 2008 SEÇÃO I. EDITAL DO PROCESSO

Leia mais

FACULDADE DARCY RIBEIRO. Manual do Aluno FTDR. Fortaleza Ceará

FACULDADE DARCY RIBEIRO. Manual do Aluno FTDR. Fortaleza Ceará FACULDADE DARCY RIBEIRO Manual do Aluno FTDR Fortaleza Ceará SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO... 5 2. CURSOS... 5 3. PROCEDIMENTOS... 5 4. CARTEIRAS ESTUDANTIS... 12 5. DIREITOS E DEVERES DO ALUNO... 13 6. REGIME

Leia mais

RESOLUÇÃO FADISA N.º 005/2008 CONSELHO SUPERIOR DA FACULDADE DE DIREITO SANTO AGOSTINHO FADISA

RESOLUÇÃO FADISA N.º 005/2008 CONSELHO SUPERIOR DA FACULDADE DE DIREITO SANTO AGOSTINHO FADISA RESOLUÇÃO FADISA N.º 005/2008 CONSELHO SUPERIOR DA FACULDADE DE DIREITO SANTO AGOSTINHO FADISA O Presidente do CONSELHO SUPERIOR DA FACULDADE DE DIREITO SANTO AGOSTINHO - FADISA, Professor Ms. ANTÔNIO

Leia mais

MANUAL DO ALUNO 2014

MANUAL DO ALUNO 2014 MANUAL DO ALUNO 2014 APRESENTAÇÃO Caro Acadêmico, Agradecemos por você ter escolhido o IESG para sua formação profissional. No Manual do Aluno você encontrará informações importantes e necessárias para

Leia mais

PORTARIA DAC Nº 005/06

PORTARIA DAC Nº 005/06 PORTARIA DAC Nº 005/06 A Diretora Acadêmica, da FAP - Faculdade de Apucarana, no uso de suas atribuições regimentais; CONSIDERANDO a importância de regulamentar as normas do Processo Seletivo Vestibular

Leia mais

SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde Edital 001/2015 PROCESSO SELETIVO

SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde Edital 001/2015 PROCESSO SELETIVO SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde Edital 001/2015 PROCESSO SELETIVO A Direção da SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde torna públicas as normas a seguir, que regem o Processo Seletivo Vestibular

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 1º Sem/2014 Graduação Presencial Manual do Candidato Ingresso Via ENEM

PROCESSO SELETIVO 1º Sem/2014 Graduação Presencial Manual do Candidato Ingresso Via ENEM PROCESSO SELETIVO 1º Sem/2014 Graduação Presencial Manual do Candidato Ingresso Via ENEM A Universidade Cidade de São Paulo UNICID, atendendo a Portaria Normativa MEC n o 40, de 12.12.2007, resolve promover

Leia mais

ALIANÇA TERESINA - MAURICIO DE NASSAU

ALIANÇA TERESINA - MAURICIO DE NASSAU ALIANÇA TERESINA - MAURICIO DE NASSAU EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015.1 A direção da Faculdade Aliança / Faculdade Maurício de Nassau no uso de suas atribuições e com base nas disposições regimentais,

Leia mais

MANUAL DO CANDIDATO. VESTIBULAR 1º SEMESTRE / 2016 1ª Fase

MANUAL DO CANDIDATO. VESTIBULAR 1º SEMESTRE / 2016 1ª Fase MANUAL DO CANDIDATO VESTIBULAR 1º SEMESTRE / 2016 1ª Fase I - DAS DISPOSIÇÕES GERAIS 1 - O Processo Seletivo para candidatos aos cursos do primeiro semestre letivo do ano 2016 será composto de prova para

Leia mais

GUIA ACADÊMICO MATRÍCULA E REMATRÍCULA DISPENSA DE DISCIPLINA REQUERIMENTOS

GUIA ACADÊMICO MATRÍCULA E REMATRÍCULA DISPENSA DE DISCIPLINA REQUERIMENTOS GUIA ACADÊMICO MATRÍCULA E REMATRÍCULA A matrícula é o ato formal do aluno com a UNIUV. Importa em direitos e deveres, tanto para o aluno como para a instituição. Sua efetivação ocorre após classificação

Leia mais

O presente processo terá validade para matrícula no primeiro semestre de 2015, através de ingresso por:

O presente processo terá validade para matrícula no primeiro semestre de 2015, através de ingresso por: EDITAL DE TRANSFERÊNCIA EXTERNA E PORTADORES DE DIPLOMA PARA 2015/1 Os Diretores Executivo e Técnico do SENAI CETIQT, no uso das atribuições que lhes conferem o Regimento Interno do SENAI CETIQT, tornam

Leia mais

MANUAL DO ALUNO 2016

MANUAL DO ALUNO 2016 MANUAL DO ALUNO 2016 Este Manual tem como objetivo orientar os alunos em seus direitos e deveres para que possam usufruir de seus direitos e reconhecer suas obrigações como estudantes universitários. As

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 1º Sem/2016 Graduação Presencial

PROCESSO SELETIVO 1º Sem/2016 Graduação Presencial PROCESSO SELETIVO 1º Sem/2016 Graduação Presencial Manual do Candidato Ingresso Via ENEM O Universitário Módulo, atendendo a Portaria Normativa MEC n o 40, de 12.12.2007, resolve promover Processo Seletivo

Leia mais

CredIES IESB: a melhor alternativa para você. CRÉDITO ESTUDANTIL DO IESB CREDIES IESB MANUAL DO ALUNO

CredIES IESB: a melhor alternativa para você. CRÉDITO ESTUDANTIL DO IESB CREDIES IESB MANUAL DO ALUNO CredIES IESB: a melhor alternativa para você. CRÉDITO ESTUDANTIL DO IESB CREDIES IESB MANUAL DO ALUNO O que é o CredIes do IESB? É um crédito rotativo estudantil financiado por verbas orçamentárias próprias

Leia mais

EDITAL N.º 001/2014 PROCESSO SELETIVO 1º SEMESTRE DE 2014

EDITAL N.º 001/2014 PROCESSO SELETIVO 1º SEMESTRE DE 2014 EDITAL N.º 001/2014 PROCESSO SELETIVO 1º SEMESTRE DE 2014 A Diretora Maria Aparecida Pinto, Diretora da Faculdade de São Lourenço, no uso de suas atribuições, torna público que, no período de 02 de setembro

Leia mais

Coordenação do Processo Seletivo

Coordenação do Processo Seletivo Coordenação do Processo Seletivo Edital nº 002/12 Processo Seletivo Inverno 2012/2 A Diretora Geral da Faculdade Catuaí, mantida pela Associação de Ensino de Cambé, com base em dispositivos constantes

Leia mais

Faculdade Escola Paulista de Direito

Faculdade Escola Paulista de Direito Faculdade Escola Paulista de Direito MANUAL DO ALUNO Este manual tem por finalidade informar à comunidade universitária as normas e os procedimentos acadêmicos institucionais da Faculdade Escola Paulista

Leia mais

1. Objetivo. 2. Elegíveis

1. Objetivo. 2. Elegíveis 1. Objetivo Estabelecer diretrizes, critérios e condições para a concessão de bolsa integral das mensalidades para cursar 1 (um) semestre, por meio de intercâmbio em uma das instituições de Ensino Superior

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CLASSIFICATÓRIO 2013

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CLASSIFICATÓRIO 2013 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CLASSIFICATÓRIO 2013 A Diretora Geral da Escola Superior de Propaganda e Marketing Unidade Rio de Janeiro, de acordo com o regimento interno, torna pública as normas do Processo

Leia mais

FIES Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior

FIES Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior FIES Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior Perguntas frequentes 1 O que é o FIES? O Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (FIES) é um programa do Ministério da Educação

Leia mais

Crédito Estudantil Ibmec

Crédito Estudantil Ibmec Crédito Estudantil Ibmec Queremos receber bons estudantes e torná-los excelentes alunos. Olhando para o futuro, também queremos que eles sejam os melhores profissionais do mercado. Sabemos que ter uma

Leia mais

Curso Atos Legais Turno. Vagas para o 1º período somente serão disponibilizadas em caso de vagas remanescentes do Vestibular.

Curso Atos Legais Turno. Vagas para o 1º período somente serão disponibilizadas em caso de vagas remanescentes do Vestibular. Edital de Convocação para Ingresso nos cursos da Graduação em 2015/1 através de Transferência Interna de Curso e Transferência Externa entre Faculdades A Diretora Geral da Escola Superior de Propaganda

Leia mais

A Fundação concederá apenas bolsas de estudo integrais (100%).

A Fundação concederá apenas bolsas de estudo integrais (100%). ENEM 1 - Quando serão feitas as inscrições para o Enem 2014? Do dia 12 de maio até às 23h59 do dia 23 de maio, observado o horário oficial de Brasília-DF. 2 - Quando será a aplicação das provas do Enem

Leia mais

EDITAL Processo Seletivo 02/2015

EDITAL Processo Seletivo 02/2015 EDITAL Processo Seletivo 02/2015 O Diretor Geral da AJES, no uso de suas atribuições e demais disposições legais, aprova e torna público o presente edital contendo orientações quanto ao Processo Seletivo

Leia mais

EDITAL nº 03/2015 TRANSFERÊNCIA EXTERNA E PORTADORES DE DIPLOMA

EDITAL nº 03/2015 TRANSFERÊNCIA EXTERNA E PORTADORES DE DIPLOMA EDITAL Nº 03/2015 O Diretor da Faculdade Metropolitana de Anápolis FAMA, no uso de suas atribuições e demais disposições legais, aprova e torna público o processo seletivo para transferência de candidatos

Leia mais

II. Inscrição 3. As inscrições para o Vestibular estarão abertas no período de 6 de janeiro de 2015 a 28 de fevereiro de 2015 e poderão ser feitas:

II. Inscrição 3. As inscrições para o Vestibular estarão abertas no período de 6 de janeiro de 2015 a 28 de fevereiro de 2015 e poderão ser feitas: EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DA FACULDADE DE MEDICINA DO ABC VESTIBULAR AGENDADO 2015 (Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Gestão Hospitalar, Nutrição, S. Ambiental e T. Ocupacional) A Faculdade de Medicina

Leia mais

EDITAL DO1º PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS SUPERIORES NA MODALIDADE PRESENCIAL - VESTIBULAR 1º SEMESTRE - 2015

EDITAL DO1º PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS SUPERIORES NA MODALIDADE PRESENCIAL - VESTIBULAR 1º SEMESTRE - 2015 EDITAL DO1º PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS SUPERIORES NA MODALIDADE PRESENCIAL - VESTIBULAR 1º SEMESTRE - 2015 A Faculdade FAPAN Instituição de Ensino Superior comprometida a observar o padrão de qualidade

Leia mais

Art. 2º Este Ato Administrativo entra em vigor na data de sua assinatura, revogadas as disposições em contrário.

Art. 2º Este Ato Administrativo entra em vigor na data de sua assinatura, revogadas as disposições em contrário. ATO ADMINISTRATIVO REITORIA Nº 63/2015 Reedita, com alterações, o Edital do Processo Seletivo dos Cursos Superiores na modalidade a Distância Vestibular 1º Semestre de 2016 O REITOR DA UNIVERSIDADE METODISTA

Leia mais

FUNDO DE APOIO AO ACADÊMICO DO ENSINO SUPERIOR REGULAMENTO PARA CONCESSÃO DO FAAES - PARA INGRESSANTES SEGUNDO SEMESTRE 2014

FUNDO DE APOIO AO ACADÊMICO DO ENSINO SUPERIOR REGULAMENTO PARA CONCESSÃO DO FAAES - PARA INGRESSANTES SEGUNDO SEMESTRE 2014 REGULAMENTO PARA CONCESSÃO DO FAAES - PARA INGRESSANTES SEGUNDO SEMESTRE 2014 A AJES, mantenedora da Faculdade de Administração e Ciências Contábeis do Vale do Juruena, Instituto Superior de Educação do

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2º Sem/2015 Graduação Presencial

PROCESSO SELETIVO 2º Sem/2015 Graduação Presencial PROCESSO SELETIVO 2º Sem/2015 Graduação Presencial Manual do Candidato PROVA AGENDADA O Universitário Módulo, atendendo a Portaria Normativa MEC n o 40, de 12.12.2007, resolve promover Processo Seletivo

Leia mais

Das Inscrições. 1º Para o Processo ENEM são disponibilizadas 30% das vagas disponíveis de cada curso.

Das Inscrições. 1º Para o Processo ENEM são disponibilizadas 30% das vagas disponíveis de cada curso. EDITAL Nº 09/2015 O Diretor Geral da FACULDADE DE TECNOLOGIA LA SALLE ESTRELA, na forma do disposto no art. 44, Inciso II da Lei de Diretrizes e Bases Nº 9.394, de 20/12/96, Portaria Ministerial Normativa

Leia mais

BEM-VINDO AO IZABELA HENDRIX

BEM-VINDO AO IZABELA HENDRIX BEM-VINDO AO IZABELA HENDRIX ESTAR NA VANGUARDA É ESTAR À FRENTE. É APONTAR OS CAMINHOS E SER REFERÊNCIA. O Izabela Hendrix representa a vanguarda na educação, com ações pioneiras que começaram há mais

Leia mais

SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde. Edital 001/2014. Processo Seletivo

SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde. Edital 001/2014. Processo Seletivo SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde Edital 001/2014 Processo Seletivo A Direção da SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde torna públicas as normas a seguir, que regem o Processo Seletivo Vestibular

Leia mais

VESTIBULAR IZABELA HENDRIX LORENA NEVES MATIAS ARQUITETURA E URBANISMO DIALOGUE ARGUMENTE CRITIQUE TOLERE APRENDA CRESÇA FAÇA

VESTIBULAR IZABELA HENDRIX LORENA NEVES MATIAS ARQUITETURA E URBANISMO DIALOGUE ARGUMENTE CRITIQUE TOLERE APRENDA CRESÇA FAÇA VESTIBULAR IZABELA HENDRIX LORENA NEVES MATIAS ARQUITETURA E URBANISMO DIALOGUE ARGUMENTE CRITIQUE TOLERE APRENDA CRESÇA FAÇA BEM-VINDO AO IZABELA HENDRIX ESTAR NA VANGUARDA É ESTAR À FRENTE. É APONTAR

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA MECÂNICA - PPGEM

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA MECÂNICA - PPGEM PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA MECÂNICA - PPGEM Regimento Interno do Curso de Mestrado Acadêmico em Engenharia Mecânica do Programa de Pós Graduação em Engenharia Mecânica Este programa de Pós-Graduação

Leia mais

MANUAL DO ACADÊMICO FEATI. Missão FEATI Completar a educação integral do estudante, preparando-o para exercer profissões de nível superior.

MANUAL DO ACADÊMICO FEATI. Missão FEATI Completar a educação integral do estudante, preparando-o para exercer profissões de nível superior. MANUAL DO ACADÊMICO FEATI FEATI Faculdade de Educação, Administração e Tecnologia de Ibaiti Fundação: - 1999: formação da AESI: Associação de Ensino Superior de Ibaiti - 2000: início das atividades ->

Leia mais

EDITAL Nº 005/2010 EXAME DE SELEÇÃO 2011/1 - UCEFF FACULDADES

EDITAL Nº 005/2010 EXAME DE SELEÇÃO 2011/1 - UCEFF FACULDADES EDITAL Nº 005/2010 EXAME DE SELEÇÃO 2011/1 - UCEFF FACULDADES 1. ABERTURA A Faculdade de Empresarial de Chapecó mantida pela Unidade Central de Educação FAEM Faculdade Ldta UCEFF Faculdades, de acordo

Leia mais

EDITAL VESTIBULAR FLORENCE AGENDADO SEMESTRE LETIVO 2016.1

EDITAL VESTIBULAR FLORENCE AGENDADO SEMESTRE LETIVO 2016.1 EDITAL VESTIBULAR FLORENCE AGENDADO SEMESTRE LETIVO 2016.1 EDITAL N 15 2016 PROCESSO SELETIVO 2016.1 A Diretora Geral do Instituto Florence de Ensino Superior, no uso de suas atribuições regimentais, torna

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2º Sem/2014 Graduação Presencial Manual do Candidato Ingresso Via ENEM

PROCESSO SELETIVO 2º Sem/2014 Graduação Presencial Manual do Candidato Ingresso Via ENEM PROCESSO SELETIVO 2º Sem/2014 Graduação Presencial Manual do Candidato Ingresso Via ENEM A Universidade Cidade de São Paulo UNICID, atendendo a Portaria Normativa MEC n o 40, de 12.12.2007, resolve promover

Leia mais

Matrículas 1º semestre letivo de 2014

Matrículas 1º semestre letivo de 2014 EDITAL 17/2013 PRÓ-REITORIA ACADÊMICA Matrículas 1º semestre letivo de 2014 O UDF - Centro Universitário torna público o Edital de Matrícula dos Cursos de Graduação para o 1º semestre letivo de 2014, a

Leia mais

Faculdade Energia de Administração e Negócios FEAN Credenciada pela Portaria MEC Nº 1757/2000 DOU 31/10/2000 EDITAL Nº 001/2015

Faculdade Energia de Administração e Negócios FEAN Credenciada pela Portaria MEC Nº 1757/2000 DOU 31/10/2000 EDITAL Nº 001/2015 Faculdade Energia de Administração e Negócios FEAN Credenciada pela Portaria MEC Nº 1757/2000 DOU 31/10/2000 EDITAL Nº 001/2015 O Diretor da Faculdade Energia de Administração e Negócios (FEAN), instituição

Leia mais

INSTITUTO CIMAS DE ENSINO

INSTITUTO CIMAS DE ENSINO INSTITUTO CIMAS DE ENSINO MANUAL DO ALUNO NORMAS E PROCEDIMENTOS ACADÊMICOS ESPECIALIZAÇÃO TÉCNICO EM NÍVEL MÉDIO EM MAMOGRAFIA ESPECIALIZAÇÃO TÉCNICO EM NÍVEL MÉDIO EM TOMOGRAFIA Autorização de Funcionamento

Leia mais

REGULAMENTO EXAME DE BOLSAS /2º SEMESTRE DE 2015

REGULAMENTO EXAME DE BOLSAS /2º SEMESTRE DE 2015 REGULAMENTO EXAME DE BOLSAS /2º SEMESTRE DE 2015 A, em seu contínuo trabalho de responsabilidade social e, preocupada com a comunidade na qual está inserida, criou o Processo Seletivo Principal/EXAME DE

Leia mais

UNIVERSIDADE CIDADE DE SÃO PAULO - UNICID. Edital de 27 de agosto de 2010 - Processo Seletivo Medicina - 1º Semestre de 2011

UNIVERSIDADE CIDADE DE SÃO PAULO - UNICID. Edital de 27 de agosto de 2010 - Processo Seletivo Medicina - 1º Semestre de 2011 UNIVERSIDADE CIDADE DE SÃO PAULO - UNICID Edital de 27 de agosto de 2010 - Processo Seletivo Medicina - 1º Semestre de 2011 O Reitor da Universidade Cidade de São Paulo UNICID, com base no respectivo Regimento

Leia mais

10/04/2015 regeral_133_146

10/04/2015 regeral_133_146 Seção VI Da Transferência Art. 96. A UNIR aceita transferência de discentes oriundos de outras instituições de educação superior, de cursos devidamente autorizados, para cursos afins, na hipótese de existência

Leia mais

Fies - (Fundo de Financiamento Estudantil)

Fies - (Fundo de Financiamento Estudantil) Fies - (Fundo de Financiamento Estudantil) 1 - O QUE É É um programa do Ministério da Educação destinado a financiar a graduação na educação superior de estudantes matriculados em instituições não gratuitas.

Leia mais

Art. 2º Este Ato Administrativo entra em vigor na data de sua assinatura, revogadas as disposições em contrário.

Art. 2º Este Ato Administrativo entra em vigor na data de sua assinatura, revogadas as disposições em contrário. ATO ADMINISTRATIVO REITORIA Nº 45/2015 Aprova o Edital do Processo Seletivo do Programa de Integralização de Créditos para a Conclusão do Curso Superior de Teologia Vestibular 1º semestre de 2016 O REITOR

Leia mais

Programas de Bolsa de Estudos ENEM PROUNI FIES - SISU

Programas de Bolsa de Estudos ENEM PROUNI FIES - SISU Programas de Bolsa de Estudos ENEM PROUNI FIES - SISU O ENEM Criado em 1998, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) tem o objetivo de avaliar o desempenho do estudante ao fim da escolaridade básica. Podem

Leia mais

FACULDADE METODISTA GRANBERY GABINETE DA DIREÇÃO PORTARIA Nº 01/2015

FACULDADE METODISTA GRANBERY GABINETE DA DIREÇÃO PORTARIA Nº 01/2015 FACULDADE METODISTA GRANBERY GABINETE DA DIREÇÃO PORTARIA Nº 01/2015 Ementa: Altera e estabelece o Regulamento Financeiro para os cursos de graduação da Faculdade Metodista Granbery. O TESOUREIRO DO INSTITUTO

Leia mais

1. CURSOS / ATOS LEGAIS / TURNOS / VAGAS. Administração¹ Linha de Formação em Marketing e Entretenimento. Comunicação Social¹ com Habilitação em

1. CURSOS / ATOS LEGAIS / TURNOS / VAGAS. Administração¹ Linha de Formação em Marketing e Entretenimento. Comunicação Social¹ com Habilitação em Edital de Convocação para Ingresso nos cursos da Graduação em 2013/2 através de Transferência Interna de Curso e Transferência Externa entre Faculdades A Diretora Geral da Escola Superior de Propaganda

Leia mais

EDITAL Nº 010/2012 VESTIBULAR DE VERÃO 2013/1- UCEFF FACULDADES

EDITAL Nº 010/2012 VESTIBULAR DE VERÃO 2013/1- UCEFF FACULDADES EDITAL Nº 010/2012 VESTIBULAR DE VERÃO 2013/1- UCEFF FACULDADES 1. ABERTURA A Faculdade de Empresarial de Chapecó mantida pela Unidade Central de Educação FAEM Faculdade Ldta UCEFF Faculdades, de acordo

Leia mais

EDITAL DO 1º PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS SUPERIORES NA MODALIDADE PRESENCIAL - VESTIBULAR 1º SEMESTRE - 2015

EDITAL DO 1º PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS SUPERIORES NA MODALIDADE PRESENCIAL - VESTIBULAR 1º SEMESTRE - 2015 EDITAL DO 1º PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS SUPERIORES NA MODALIDADE PRESENCIAL - VESTIBULAR 1º SEMESTRE - 2015 A Faculdade Meta - FAMETA, Instituição de Ensino Superior comprometida a observar o padrão

Leia mais

Política de Bolsas e Financiamentos

Política de Bolsas e Financiamentos Política de Bolsas e Financiamentos Queremos receber bons estudantes e torná-los excelentes alunos. Olhando para o futuro, também queremos que eles sejam os melhores profissionais do mercado. Sabemos que

Leia mais

EDITAL 002/2013 PROCESSO SELETIVO 1º SEMESTRE DE 2014. Bacharelados: Administração; Educação Física; Nutrição e Enfermagem

EDITAL 002/2013 PROCESSO SELETIVO 1º SEMESTRE DE 2014. Bacharelados: Administração; Educação Física; Nutrição e Enfermagem EDITAL 002/2013 PROCESSO SELETIVO 1º SEMESTRE DE 2014 Guilherme Bernardes Filho, Mantenedor das Faculdades Integradas ASMEC, no uso de suas atribuições, torna público que, a partir de 19 de setembro de

Leia mais

GRUPO IBMEC EDUCACIONAL S.A. EDITAL DE PROCESSO SELETIVO 2014.1 e 2014.2

GRUPO IBMEC EDUCACIONAL S.A. EDITAL DE PROCESSO SELETIVO 2014.1 e 2014.2 1 GRUPO IBMEC EDUCACIONAL S.A. EDITAL DE PROCESSO SELETIVO 2014.1 e 2014.2 O Diretor Presidente do Grupo Ibmec Educacional SA, mantenedor das Faculdades de Economia e Finanças Ibmec e a Faculdade de Ciências

Leia mais

Dispõe sobre normas para os Processos Seletivos de Inverno 2016.

Dispõe sobre normas para os Processos Seletivos de Inverno 2016. UNIVERSIDADE DO OESTE PAULISTA UNOESTE EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS SUPERIORES DE GRADUAÇÃO NA MODALIDADE A DISTÂNCIA VESTIBULAR 2º SEMESTRE 2016 PORTARIA N.º 20, Reitoria da UNOESTE, de 02 de

Leia mais

REGULAMENTO DO SETOR FINANCEIRO

REGULAMENTO DO SETOR FINANCEIRO 1 REGULAMENTO DO SETOR FINANCEIRO O Professor Dr. Marcus Vinícius Crepaldi, Diretor Geral da Faculdade de Tecnologia do Ipê FAIPE no uso das atribuições que lhe confere o Regimento Interno e, considerando

Leia mais

FACULDADE DE FILOSOFIA, CIÊNCIAS E LETRAS SANTA MARCELINA M U R I A É MG EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA O ANO LETIVO DE 2016

FACULDADE DE FILOSOFIA, CIÊNCIAS E LETRAS SANTA MARCELINA M U R I A É MG EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA O ANO LETIVO DE 2016 FACULDADE DE FILOSOFIA, CIÊNCIAS E LETRAS SANTA MARCELINA M U R I A É MG EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA O ANO LETIVO DE 2016 A Diretora da FACULDADE DE FILOSOFIA CIÊNCIAS E LETRAS SANTA MARCELINA - FASM,

Leia mais

Manual de Integração de Novos Alunos PROEX/SESPA. GPS Cursos Faculdade SESPA

Manual de Integração de Novos Alunos PROEX/SESPA. GPS Cursos Faculdade SESPA Manual de Integração de Novos Alunos PROEX/SESPA GPS Cursos Faculdade SESPA Quem somos? A GPS Cursos, situada no coração do Brasil as margens do Rio Araguaia, com sede na avenida Sebastião Jerônimo dos

Leia mais

FACULDADE METODISTA DE SANTA MARIA FAMES EDITAL PROCESSO SELETIVO COMPLEMENTAR 2013/1

FACULDADE METODISTA DE SANTA MARIA FAMES EDITAL PROCESSO SELETIVO COMPLEMENTAR 2013/1 FACULDADE METODISTA DE SANTA MARIA FAMES EDITAL PROCESSO SELETIVO COMPLEMENTAR 2013/1 A Direção da Faculdade Metodista de Santa Maria (FAMES), torna públicas as normas a seguir, que regem o Processo Seletivo

Leia mais

FACULDADE DE EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE

FACULDADE DE EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE FACULDADE DE EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE (Port. MEC nº 797/14, de 11/09/2014, publicada no DOU em 12/09/2014) EDITAL 2016/1 - PROCESSO SELETIVO GRADUAÇÃO PRESENCIAL O Diretor Geral da Faculdade de Educação

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DE CURSOS LIVRES PROFISSIONALIZANTES

REGULAMENTO INTERNO DE CURSOS LIVRES PROFISSIONALIZANTES REGULAMENTO INTERNO DE CURSOS LIVRES PROFISSIONALIZANTES 1. DEFINIÇÃO DE CURSOS LIVRES 1.1. Os Cursos Livres, de acordo com o artigo 42, da Lei nº 9.394/1996, são cursos abertos à comunidade, condicionada

Leia mais

CAA WEB Lista de protocolos que devem ser solicitados pela web através do sol aluno. (http://www.unimonte.br/sol)

CAA WEB Lista de protocolos que devem ser solicitados pela web através do sol aluno. (http://www.unimonte.br/sol) CAA WEB Lista de protocolos que devem ser solicitados pela web através do sol aluno. (http://www.unimonte.br/sol) TIPO DE SOLICITAÇÃO - ONLINE ANTECIPAÇÃO DE MENSALIDADES EDU. CONTINUADA - DECLARAÇÃO DE

Leia mais

APRESENTAÇÃO. Bom trabalho a todos! Mantenedores

APRESENTAÇÃO. Bom trabalho a todos! Mantenedores APRESENTAÇÃO Os tempos modernos conduzem-nos a novos contextos e a sociedade brasileira, de maneira justa, cobra-nos ações que venham ao encontro de um cenário que requer um repensar sobre as possibilidades

Leia mais

prática, trabalhos acadêmicos, estudo de casos, dinâmicas, relatórios, entre outros. 1. REGISTRO ACADÊMICO

prática, trabalhos acadêmicos, estudo de casos, dinâmicas, relatórios, entre outros. 1. REGISTRO ACADÊMICO 1. REGISTRO ACADÊMICO Ao ingressar na Faculdade Pitágoras, o aluno é identificado por um número - seu Registro Acadêmico ou RA - que o acompanhará durante todo o curso de graduação, devendo ser mencionado

Leia mais

SOCIEDADE DE ENSINO SUPERIOR AMADEUS FACULDADE AMADEUS GUIA ACADÊMICO ARACAJU/SE

SOCIEDADE DE ENSINO SUPERIOR AMADEUS FACULDADE AMADEUS GUIA ACADÊMICO ARACAJU/SE SOCIEDADE DE ENSINO SUPERIOR AMADEUS FACULDADE AMADEUS GUIA ACADÊMICO ARACAJU/SE SUMÁRIO 1. A INSTITUIÇÃO 04 1.1. ÓRGÃOS DA FACULDADE 04 2. MISSÃO 04 3. CURSOS OFERECIDOS 04 4. INFORMAÇÕES ACADÊMICAS 04

Leia mais

Política de Bolsas e Financiamentos

Política de Bolsas e Financiamentos Política de Bolsas e Financiamentos Queremos receber bons estudantes e torná-los excelentes alunos. Olhando para o futuro, também queremos que eles sejam os melhores profissionais do mercado. Sabemos que

Leia mais

FACULDADE 7 DE SETEMBRO LABORATÓRIO DE PESQUISA DE OPINIÃO E MERCADO

FACULDADE 7 DE SETEMBRO LABORATÓRIO DE PESQUISA DE OPINIÃO E MERCADO FACULDADE 7 DE SETEMBRO LABORATÓRIO DE PESQUISA DE OPINIÃO E MERCADO CAPÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO, FINS E OBJETIVOS Art. 1º As presentes normas visam regulamentar e disciplinar, em termos de sua administração,

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Institui o Regulamento dos cursos de Pós-graduação lato sensu em da Escola de Direito de Brasília EDB, mantida pelo Instituto Brasiliense de Direito

Leia mais

Regulamento Geral. Programas Executivos IBMEC MG. REGULAMENTO GERAL PROGRAMAS EXECUTIVOS IBMEC BELO HORIZONTE Reprodução Proibida

Regulamento Geral. Programas Executivos IBMEC MG. REGULAMENTO GERAL PROGRAMAS EXECUTIVOS IBMEC BELO HORIZONTE Reprodução Proibida Regulamento Geral Programas Executivos IBMEC MG 0 TÍTULO I - DAS FINALIDADES Art. 1º - Os Programas CBA, MBA e LL.M. são atividades docentes do Ibmec MG, dirigidos à formação e aperfeiçoamento dos participantes,

Leia mais

1. DO OBJETO 2. DAS INSCRIÇÕES

1. DO OBJETO 2. DAS INSCRIÇÕES EDITAL N 01 /2012-1 - VESTIBULAR, CONCURSO PRINCIPAL E PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO CONTINUADO DO CENTRO UNIVERSITARIO DE MINEIROS UNIFIMES MANTIDO PELA FUNDAÇÃO INTEGRADA MUNICIPAL DE ENSINO SUPERIOR

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Economia

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Economia EDITAL PARA O PROCESSO SELETIVO 2º/2015 Coordenador: Prof. Dr. Antônio Corrêa de Lacerda Vice-Coordenadora: Profa. Dra. Regina Maria d Aquino Fonseca Gadelha Estarão abertas, no período de 01/04/2015 a

Leia mais

Art. 3º. A taxa de Inscrição será no valor de R$ 30,00 (trinta reais). Em hipótese alguma será devolvido o valor pago.

Art. 3º. A taxa de Inscrição será no valor de R$ 30,00 (trinta reais). Em hipótese alguma será devolvido o valor pago. EDITAL N 03 /2011-2 - VESTIBULAR, CONCURSO PRINCIPAL E PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO CONTINUADO DO CENTRO UNIVERSITARIO DE MINEIROS UNIFIMES MANTIDO PELA FUNDAÇÃO INTEGRADA MUNICIPAL DE ENSINO SUPERIOR

Leia mais

UFMG / PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO / SETOR DE BOLSAS PMG PROGRAMA DE MONITORIA DE GRADUAÇÃO DIRETRIZES GERAIS

UFMG / PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO / SETOR DE BOLSAS PMG PROGRAMA DE MONITORIA DE GRADUAÇÃO DIRETRIZES GERAIS UFMG / PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO / SETOR DE BOLSAS PMG PROGRAMA DE MONITORIA DE GRADUAÇÃO DIRETRIZES GERAIS 2015 1) DOS OBJETIVOS O Programa de Monitoria de Graduação visa dar suporte às atividades acadêmicas

Leia mais

Manual do Candidato da Graduação. Processos Seletivos

Manual do Candidato da Graduação. Processos Seletivos 1 ESCOLA SUPERIOR NACIONAL DE SEGUROS Manual do Candidato da Graduação Processos Seletivos Rua Senador Dantas, 74 Térreo; 2º e 3º andares Centro Rio de Janeiro RJ Tel. 33801044 33801046 33801535 2 A Escola

Leia mais

FACULDADE DAS AMÉRICAS Edital do Processo Seletivo - 2º Semestre de 2015

FACULDADE DAS AMÉRICAS Edital do Processo Seletivo - 2º Semestre de 2015 FACULDADE DAS AMÉRICAS Edital do Processo Seletivo - A Diretora Geral da Faculdade das Américas, com base no Regimento Geral, na Portaria Ministerial nº 391 de 07/02/2002, na Portaria Normativa nº 40,

Leia mais

CONCURSO VESTIBULAR 2016.1 EDITAL

CONCURSO VESTIBULAR 2016.1 EDITAL CONCURSO VESTIBULAR 2016.1 EDITAL A REITORA do Centro Universitário de João Pessoa UNIPÊ faz saber, pelo presente EDITAL, que estão sendo abertas durante o período, de 15 de setembro de 2015 a 11 de março

Leia mais

INFORMAÇÕES ACADÊMICAS

INFORMAÇÕES ACADÊMICAS INFORMAÇÕES ACADÊMICAS INGRESSO O ingresso na UNILAGOS é feito mediante processo seletivo (Vestibular) ou por outro processo previsto em lei. Também é possível ingressar por meio de transferência, dispositivo

Leia mais

Grupo Educacional IPEC-FAPPES. CREDENCIADO PELO MEC. DECRETO N 485 de 09/02/2006. Manual do Candidato. Vestibular FAPPES 2014

Grupo Educacional IPEC-FAPPES. CREDENCIADO PELO MEC. DECRETO N 485 de 09/02/2006. Manual do Candidato. Vestibular FAPPES 2014 Grupo Educacional IPEC-FAPPES CREDENCIADO PELO MEC. DECRETO N 485 de 09/02/2006 Manual do Candidato Vestibular FAPPES 2014 r www.fappes.edu.b 1. Disposições Gerais 1.1. O Processo Seletivo consiste na

Leia mais

EDITAL Nº 10/2011. Processo Seletivo AGENDADO Vestibular 2012 - Primeiro Semestre

EDITAL Nº 10/2011. Processo Seletivo AGENDADO Vestibular 2012 - Primeiro Semestre EDITAL Nº 10/2011 Processo Seletivo AGENDADO Vestibular 2012 - Primeiro Semestre tinuadoo Diretor da Faculdade de Tecnologia de Piracicaba, FATEP, mantida pelo Instituto de Desenvolvimento Tecnológico

Leia mais

ThaO que é o FIES? Quem pode solicitar o FIES?

ThaO que é o FIES? Quem pode solicitar o FIES? ThaO que é o FIES? O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) é um programa do Ministério da Educação (MEC) destinado à concessão de financiamento a estudantes regularmente matriculados em cursos superiores

Leia mais

FACULDADE DARCY RIBEIRO. Manual do Aluno FADR

FACULDADE DARCY RIBEIRO. Manual do Aluno FADR FACULDADE DARCY RIBEIRO Manual do Aluno FADR Fortaleza Ceará SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 3 1. CURSOS... 3 2. PROCEDIMENTOS... 3 3. CARTEIRAS ESTUDANTIS... 10 4. DIREITOS E DEVERES DO ALUNO... 11 5. REGIME

Leia mais