NESTAS ELEIÇÕES, VOCÊ VAI ENTRAR PELA PORTA DA FRENTE DA PREVI!

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "NESTAS ELEIÇÕES, VOCÊ VAI ENTRAR PELA PORTA DA FRENTE DA PREVI!"

Transcrição

1 E AÍ, VAI ENCARAR? INFORMATIVO CHAPA PREVI FORTE, LIVRE E DE TODOS O Plano Previ Futuro precisa de uma revisão urgente! Já são mais de 15 anos sem alterações relevantes. Desta vez, o poder político e o uso indevido da máquina pública não serão suficientes para vencer o voto dos participantes que querem uma PREVI LIVRE, FORTE E DE TODOS. Vote Chapa 3! SEU VOTO TEM PESO DE GRANDE INVESTIMENTO PARA O SEU FUTURO Não deixe de votar, afinal é o seu futuro e o de sua família que está em jogo. Leia o editorial e entenda. pág.02 NESTAS ELEIÇÕES, VOCÊ VAI ENTRAR PELA PORTA DA FRENTE DA PREVI! Somos a chapa que reúne o maior número de candidatos Pós-98. E, pela primeira vez, você pode ter um representante na diretoria da Previ! pág.04 VOCÊ SABE REALMENTE QUANTO VAI GANHAR QUANDO SE APOSENTAR? Detalhes que a atual administração não mostra podem atrapalhar muito a sua aposentadoria. pág.05

2 editorial Prezado Colega, Este informativo tem o objetivo de oferecer a você algo escasso quando se fala na atual administração da Previ: informação! Simples assim. Informação para que você conheça mais do seu plano, quem somos na Chapa 3 e o que queremos para a Previ. É dessa forma que você poderá decidir o que é melhor para você e sua família. Em nossas reuniões e palestras com participantes do Plano Previ Futuro, de todo o Brasil, temos nos surpreendido com a falta de informação generalizada sobre aspectos fundamentais do plano. Poucos foram devidamente informados que o plano cobra uma das mais elevadas taxas de carregamento do mercado. Poucos sabem que, apesar de contarmos com as melhores consultorias, nos últimos anos, a rentabilidade dos nossos investimentos foi menor que a de um simples CDB, correndo muito mais riscos. E muito poucos foram alertados que, se não fizerem a Contribuição parte 2b, irão perder muito dinheiro ao sair do Banco do Brasil. Geralmente, não nos preocupamos com a aposentadoria quando somos jovens. No entanto, no plano Previ Futuro essa preocupação tem que estar presente, caso contrário o seu benefício quando você se aposentar será muito menor que 60% do seu salário na ativa. Como? Você não leu o parágrafo que fala da Contribuição parte 2b? Bem, então é hora de você realmente se preocupar e votar em quem preza transparência, profissionalismo, seriedade e responsabilidade. A verdade é que as Eleições Previ 2014 significam uma grande oportunidade para você, participante do Plano Previ Futuro. É hora de colocar, pela primeira vez, um Pós-98, seu verdadeiro representante, na diretoria da Previ. A nossa Chapa 3 - PREVI LIVRE, FOR- TE E DE TODOS reuniu uma equipe de elevada capacidade técnica, grande experiência em administração de previdência complementar, total independência de grupos públicos ou privados e muita garra para recolocar a Previ no rumo certo. Construir a vitória junto com a nossa Chapa 3 é a forma de garantirmos as mudanças necessárias na governança do nosso fundo de pensão, colocando um time experiente e autônomo para administrar, com profissionalismo, responsabilidade e transparência, os nossos recursos em busca de resultados consistentes. Isso mesmo. Afinal, é o nosso patrimônio que está em jogo! Por isso, o seu voto é essencial! Para mostrar que, juntos, podemos vencer esse gigante que não nos respeita e faz nosso futuro refém de interesses de terceiros. Nosso voto é capaz de derrubar esse gigante! Uma Previ LIVRE das amarras políticas. FORTE para administrar seus recursos com competência. E DE TO- DOS, sem privilegiar interesses particulares. Esta é a Previ que queremos! Contamos com o seu voto. Vote Chapa 3! Chega de desmandos, investimentos ruinosos, relações duvidosas, ingerência do governo, de partidos e do patrocinador. Queremos uma PREVI LIVRE, FORTE E DE TODOS! Décio Bottechia Júnior Diretor de Planejamento Contribuição parte 2b : entrelinhas que afetam seu futuro Vocês sabia que, ao simular hoje o valor do seu benefício futuro, o resultado será um benefício na aposentadoria de 60% do valor do seu salário atual? Pois é... Existem detalhes na acumulação de reservas do Plano Previ Futuro que a atual administração parece fazer questão de não explicar... Por que será? Todo participante faz uma contribuição básica de 7% (Parte 2a), calculada sobre a soma das verbas de natureza salarial, enquanto o Banco contribui com mais 7%. Adicionalmente, o participante pode contribuir com percentuais de 1% a 10%, definidos individualmente de acordo com o tempo de filiação ao plano e o seu crescimento salarial (Parte 2b). Ocorre que se ele não aportar contribuições para a subparte 2b, o banco também não o faz. E o participante receberá um benefício menor que 60% do último salário recebido na ativa. Para chegar a percentuais mais elevados tem que existir a contribuição da parte 2b. Por isso, fique atento. Para maior transparência na gestão do seu patrimônio, vote Chapa 3 - PREVI LIVRE, FORTE E DE TODOS! Cecília Garcez Diretora de Administração 02 INFORMATIVO CHAPA 3 PREVI FORTE, LIVRE E DE TODOS

3 E aí,vai encarar? Uso da máquina e poder político não são páreos para o voto consciente dos participantes O Plano Previ Futuro é um plano de contribuição mista, o que significa que na fase em que os participantes estão na ativa, ele é de contribuição definida (CD). Ou seja, é importante que os participantes acumulem a maior quantidade de recursos em suas reservas individuais, ao longo de seu período laboral. Só que isto parece ter sido esquecido pela própria administração da Previ. Para começar, por falta de informação, a maior parte dos participantes não contribui com percentual suficiente para lhe garantir um benefício futuro próximo de seu salário da ativa. Além disso, em função dos elevados custos administrativos mantidos pela Previ, a taxa de carregamento de 4% sobre contribuições é hoje muito mais alta se comparada com o que pagam os participantes do Plano 1 e de outros planos de previdência, como a BrasilPrev. Podemos mencionar ainda investimentos em projetos no mínimo duvidosos, como os realizados nas empresas do grupo do empresário Eike Batista e no Magazine Luiza, que geram grandes perdas para o nosso patrimônio, reduzindo substancialmente a rentabilidade dos nossos investimentos. O Plano Previ Futuro precisa de uma revisão urgente! E a Previ, um verdadeiro choque de gestão. É inadmissível que a entidade mantenha despesas administrativas da ordem de R$ 303 milhões, sendo que só a área jurídica consome R$ 50 milhões por ano. É preciso buscar mais eficiência, otimizar custos, rever políticas de investimento e restabelecer a prioridade original do plano Previ Futuro: a garantia de um futuro com qualidade para seus participantes. Nestas eleições, você poderá determinar os novos diretores de Administração e Planejamento da Previ. O seu voto, neste caso, é literalmente um investimento no seu futuro, pois a gestão destas duas áreas refletirá diretamente nos investimentos e resultados dos planos administrados pela entidade. Percebendo a nossa força e a capacidade que temos de dar novo rumo à administração da Previ, matéria recente do Valor Econômico faz a seguinte análise: Pela primeira vez desde que chegou à diretoria da Previ, em 2000, a tendência Construindo um Novo Brasil (CNB), do PT, antes conhecida como Articulação, corre o risco de perder uma eleição e a maioria das posições eleitas da diretoria e dos conselhos do maior fundo de pensão da América Latina. Isso mesmo, estamos prontos para virar o jogo nestas eleições. Juntos, somos capazes de vencer o gigante que vem arruinando nosso patrimônio e nossa qualidade de vida em proveito próprio! Para alcançarmos essa vitória, precisamos do seu voto na Chapa 3 para termos uma Previ Livre, Forte e de Todos! Você vai, mas seu dinheiro fica! Como assim? A vida nos oferece diversas oportunidades. O emprego que você conquistou no BB é uma delas. Mas o que acontece com o dinheiro que você juntou na Previ se você deixar o BB? Seu saldo na Previ é dividido em duas contas: a pessoal (que recebe as suas contribuições) e a patronal (composta pelas contribuições do patrocinador). Quando você opta por se desligar do Banco, tem a opção de sacar a parte pessoal. Mas o que acontece com a outra metade de seu saldo? É um dinheiro que também é seu... Esta parte pode ser utilizada para abater dívidas junto a Previ, se você tiver alguma, e mais nada. Quer dizer, você só leva a parte da reserva patronal se você estiver endividado na Previ. Quanta incoerência! Com isso, a atual gestão dá um recado: Se você quer levar a parte patronal, endivide-se com a Previ antes. Apesar das inúmeras promessas da atual diretoria, absolutamente nada foi feito para permitir que ao se desligar do BB, você leve o dinheiro que é seu. Chegou a hora de nós mudarmos isso. Somos a chapa com maior número de participantes pós-98 e podemos fazer a diferença. Queremos, como você, uma PREVI LIVRE, FORTE E DE TODOS. Vote Chapa 3! INFORMATIVO CHAPA 3 PREVI FORTE, LIVRE E DE TODOS 03

4 O QUE QUEREMOS UMA previ livre, forte e de todos! Nestas eleições, você vai entrar pela porta da frente da Previ! QUEREMOS PARA AMBOS OS PLANOS: Acabar com o voto de minerva; Restabelecer a consulta aos associados para mudanças no estatuto e nos regulamentos dos planos; Com base na reserva matemática de cada associado, aprimorar os critérios, prazos e limites para concessão de empréstimos simples; Aprimorar os sistemas e processos de auditoria nos contratos, nos investimentos e na gestão da Previ; Nossa chapa é a que conta com maior número de candidatos Pós-98. Todos eles bastante atuantes na defesa dos interesses dos participantes junto à Previ e ao patrocinador. Isto mostra claramente o peso e a importância que os participantes do Plano Previ Futuro terão na nossa gestão. Décio Bottechia Junior, candidato à Diretoria de Planejamento, alerta a todos que é esta a diretoria que determina a política de investimentos dos Planos de Benefícios 1 e Previ Futuro, sendo capaz, portanto, de coibir investimentos em projetos duvidosos e inviáveis. Já a candidata à Diretoria de Administração, Cecília Garcez, lembra que transparência precisa ser praticada, não apenas proposta. Ela mesma inaugurou um blog (ceciliagarcez.blogspot.com) em 2006, quando era Diretora de Planejamento da Previ, canal de contato permanente com os participantes por meio do qual apresentou de forma clara e constante suas ações à frente daquela diretoria. O blog é mantido até hoje. Que outro candidato pode apresentar o mesmo histórico sobre transparência? Vários outros candidatos da Chapa 3 mantém blogs ou espaços em que discutem e defendem os interesses dos participantes da Previ. Os links estão disponíveis no site Está na hora de ter na Previ a transparência que nossos candidatos já praticam! Os colegas pós-98 podem contar, pela primeira vez, com um representante na diretoria da Previ. Conheça-os um pouco mais nas páginas seguintes. QUEREMOS PARA O PLANO PREVI FUTURO: Aumentar a rentabilidade e o valor dos benefícios; Reduzir taxas de carregamento e de administração; Possibilitar o resgate das contribuições patronais quando do desligamento do plano; Facilitar o reingresso, facultando ao interessado o recolhimento das contribuições pessoais relativas ao período em que permaneceu sem efetuá-las. 04 INFORMATIVO CHAPA 3 PREVI FORTE, LIVRE E DE TODOS

5 Aperfeiçoar os sistemas e processos administrativos e de controles internos a fim de impedir a evasão de receitas e permitir a contenção de despesas; Permitir a utilização do FGTS para redução e/ou quitação das amortizações relativas ao empréstimo imobiliário; Tomando por base os princípios de respeito e transparência, pilares básicos na relação com os associados, aperfeiçoar o sistema de comunicação e atendimento da Previ; QUEREMOS PARA O PLANO 1: Cobraremos do Banco do Brasil o ressarcimento à Previ das despesas, de total responsabilidade do Banco, referentes ao pagamento do BET ao grupo pré-67, conforme o acordo de 1997 referendado na conciliação de 2010 para utilização do superávit; Exigiremos, para cálculo dos benefícios dos diretores do Banco do Brasil e da Previ, a implantação do teto para salário de contribuição, conforme aprovado pelo Conselho Deliberativo da Previ em 2008 e referendado pela Previc; Lutaremos pela aprovação de projeto no Senado federal, que altera artigos da Resolução CGPC 26/2008, que permitiu ao banco apossar-se de R$ 7,5 bilhões que, se tivessem ficado na Previ, permitiriam reajuste de benefícios da ordem de 15%; Aumentar a rentabilidade dos planos, revendo as políticas de investimentos, evitando concentrações e, principalmente, impedindo aplicações em projetos duvidosos ou inviáveis; Diminuir os riscos, revendo alçadas administrativas e operacionais com a finalidade de impedir concentração de poderes; Reavaliar o Estatuto da Previ e os regulamentos dos Planos 1 e Previ Futuro para atualizá-los. Abolir e/ou ajustar a parcela Previ de forma que não haja perda de benefícios; Aprimorar os critérios de reajustes de benefícios de forma que se leve em consideração, também, a rentabilidade positiva do plano, o que assegurará melhoria de benefícios; Instituir benefício mínimo que corresponda a 10% do teto para salário de contribuição; Elevar o valor das pensões; Conceder benefício integral aos que contribuíram por mais de 360 meses, somando-se o período de contribuição como aposentado; Quando da utilização de futuros superávits (reserva especial), rever benefícios, respeitando os direitos adquiridos, para corrigir injustiças e distorções históricas; Implementar soluções para amparar os 19 mil sócios que receberam, por liminares, valores relativos ao processo Cesta Alimentação, de modo a evitar pânico entre eles. Você sabe quanto realmente vai ganhar quando se aposentar? A aposentadoria de quem é do Previ Futuro depende das contribuições que são feitas ao longo da vida laboral daí a importância de se contribuir para a parte 2b, mas, depende principalmente da rentabilidade conseguida pela gestão do Plano. E qual o resultado que a atual diretoria tem para nos mostrar? Hum... você não vai ficar nada satisfeito, pois olhando a tabela abaixo a coisa não anda nada boa... De acordo com o relatório disponível no site da PREVI a rentabilidade é a seguinte: Perfil Previ Atuarial ,37% 12,32% ,93% 11,91% ,99% 12,04% ,74% 10,84% Veja bem: o perfil administrado pela atual diretoria perdeu da taxa atuarial em três dos últimos quatro anos!!! Se calcularmos nos últimos quatro anos, os resultados são muito ruins para você: enquanto a rentabilidade acumulada do Perfil Previ foi de 30%, um cliente que tenha aplicado no CDB, de acordo com a calculadora do Banco Central, teve uma rentabilidade de cerca de 43%. Já quem foi ainda mais conservador e aplicou o dinheiro todo na poupança ganhou, nesse período, 29,4%, ou seja, rentabilidade praticamente igual à do Previ Futuro, mas sem correr riscos nem pagar taxas de administração. Queremos nos aposentar com conforto e, para isso, melhorar a rentabilidade do Previ Futuro é urgente. O dinheiro que está sendo (mal) administrado é nosso. É o nosso patrimônio que está em jogo! É a nossa aposentadoria que corre risco! A chave para melhorarmos a rentabilidade do Plano é uma gestão séria e competente e o seu voto é decisivo! Vote por uma PREVI LIVRE, FORTE E DE TODOS. Vote Chapa 3! INFORMATIVO CHAPA 3 PREVI FORTE, LIVRE E DE TODOS 05

6 quem somos Reunimos na nossa Chapa 3 o equilíbrio necessário para podermos administrar a Previ de forma profissional, autônoma e responsável para todos os seus verdadeiros sócios: participantes ativos, aposentados e pensionistas. Cecília Garcez Diretora de Administração Aposentada, trabalhei em SE, SP, RJ, MG e DF. Atualmente sou Professora dos cursos de MBA do IBMEC-RJ e Conselheira Deliberativa da ANABB. Já fui Diretora de Planejamento da PREVI e Diretora da ANABB. Carioca, sou Mestre em Administração com especialização em Gestão de Fundos de Pensão, pela Wharton (EUA) e graduada no AMP177 em Harvard (EUA). Décio Bottechia Júnior Diretor de Planejamento Pós-98, tomei posse em GO, no ano Atualmente trabalho na DIREC em Brasília e sou Educador Corporativo do BB no curso de Economia Aplicada. Fui Presidente da Cipa Sede I e atuei no Conselho de Usuários da Cassi-DF. Fui Conselheiro Fiscal da Cassi e representante eleito da ANABB Pós-98. Paulistano, sou Mestre e Doutor em Economia e tenho MBA em administração financeira. Carvalho Antonio J. Carvalho Conselho Deliberativo Titular Aposentado, trabalhei em SE, PR, MT, SC, SP, BA, MA e PB. No Banco, fui Gerente Geral de Agências e Superintendente Estadual Adjunto e Regional. Atualmente sou Conselheiro Fiscal Suplente na ANABB. Sergipano, Administrador, com MBA Altos Executivos e especialização em Gestão Financeira, Controladoria e Auditoria. Possuo certificações do ICSS e do IBGC. José Bernardo de Medeiros neto Conselho Deliberativo Suplente Aposentado, sou atualmente Presidente da AFABB (RS). Já fui Presidente do Conselho Fiscal da PREVI, Vice Presidente do BADESUL e Presidente da BANRISUL Financeira, cedido pelo BB. Autor do livro Conselho Fiscal nas empresas e nos Fundos de Pensão. No Olho do Furacão (2007). Fui um dos porta-vozes da novembrada em Gaúcho, advogado e com vários cursos na área de previdência. Williams Francisco da Silva Conselho Fiscal Titular Aposentado, tomei posse como Menor Aprendiz. Fui Gerente Geral no Brasil e no exterior, além de Auditor Internacional da DIRGE e Agências. Mineiro, Contador, com MBA em Técnicas Avançadas de Auditoria e Especialização em Finanças Internacionais. Iris Carvalho Conselho Fiscal Suplente Pós-98, sou Conselheira Deliberativa Suplente da Cassi, onde também já fui Conselheira Fiscal Titular e Conselheira Deliberativa Suplente. Baiana, Administradora, com MBA em Negócios Financeiros e certificação em formação para Conselheiro de Administração pelo IBGC. Celani Raphael Celani Conselho Consultivo Titular do Plano de Benefícios 1 Aposentado, sou atualmente Presidente da AFABB-AM, Coordenador do Conselho de Usuários da Cassi e Diretor Regional da ANABB. Fui Presidente da AABB de Manaus e do Sindicato dos Bancários do AM, além de Diretor do Banco do Estado do AM. Amazonense, sou Economista. 06 INFORMATIVO CHAPA 3 PREVI FORTE, LIVRE E DE TODOS

7 TEIXEIRA Luiz Carlos Teixeira Conselho Consultivo Titular do Plano de Benefícios 1 Aposentado, hoje sou Professor e Consultor nas áreas de Gestão de Talentos e Governança Corporativa, além de Conselheiro Deliberativo Suplente da PREVI. Atuei no movimento sindical bancário através do Sindicato dos Bancários de Ribeirão Preto e Região (SP) e da FEEB-SP/MS. Ari Zanella Conselho Consultivo Suplente do Plano de Benefícios 1 Aposentado, trabalhei em SC. Atualmente sou Presidente da ANAPLAB e Professor efetivo do Estado de SC. No Banco, ocupei vários cargos, como Analista de Crédito, de Cadastro e Auxiliar de Gerência. Catarinense, sou graduado em Letras - Português/Inglês e pós-graduado em Educação inclusiva. Lissane Holanda Conselho Consultivo Titular do Plano de Benefícios Previ Futuro Pós-98, tomei posse em 2003, no DF. Atualmente sou Assessora na Diretoria de Governo. Fui membro do ECOA quando trabalhei em agência e representante eleita da ANABB pós-98 por dois mandatos. Graduada em Direito, com especialização em Direito Público e MBA em Direito Bancário. Eduardo Henrique de Resende Cunha Conselho Consultivo Suplente do Plano de Benefícios Previ Futuro Pós-98, tomei posse em 1998, em SP. Atuei em cargos técnicos e de gerência média em agências e no CENOP-SP. Hoje sou Assessor Jurídico na AJURE-SP. Paulista, graduado em Direito, com especialização em Penal e Tributário. Possuo ainda certificado profissional da Anbima CPA-20. Pavão Paulo Roberto Pavão Conselho Consultivo Suplente do Plano de Benefícios 1 Aposentado, trabalhei em SP e na CACEX-RJ e DF. Atuei também no MDIC. Hoje sou Presidente do Conselho Estadual da AABB-RJ e membro do Conselho Consultivo da FENABB. Mineiro, Economista e especialista em Comércio Exterior, fui representante brasileiro na ONU e no MERCOSUL. Flávia Casarin Nunes Conselho Consultivo Suplente do Plano de Benefícios Previ Futuro Pós-98, tomei posse em SP, em Hoje sou Gerente de Serviços C. Negocial e já fui Assistente de Negócios. Possuo certificações em Gestão de Crédito, Gestão de Pessoas, Investimentos - Anbima avançada e outras. Paulista, Contadora e pós-graduada em Gerência Contábil, Financeira e Auditoria. Felipe Garcia Nazareth Conselho Consultivo Titular do Plano de Benefícios Previ Futuro Pós-98, tomei posse em 2005, em MG. Atualmente sou Gerente de Relacionamento e atuo como presidente do Conselho Fiscal do SINTRAF Governador Valadares e Dirigente do Lions Clube da cidade. Mineiro, graduado em Direito e pós-graduando em Direito Público na FGV. INFORMATIVO CHAPA 3 PREVI FORTE, LIVRE E DE TODOS 07

8 Para ganhar o seu voto e aumentar suas dívidas A atual administração, seguindo a linha de incoerência que é sua característica, acaba de aumentar o limite e o prazo do empréstimo simples. Eles acham que os participantes não vão perceber que: 1) isso foi mais uma jogada eleitoreira para tentar comprar o voto dos participantes; 2) assim que passar as eleições, o empréstimo simples será bloqueado, pois será atingido o limite legal de 15% dos investimentos da entidade destinados a operações com participantes. Para fugir dessa cilada, vote Chapa 3 - PREVI LIVRE, FORTE E DE TODOS! Você não quer que a Previ se transforme em uma Petros, quer? Matéria de capa do jornal O GLOBO, de , mostra que a ingerência política na Fundação Petros, o fundo de pensão dos funcionários da Petrobras, gerou perdas que podem chegar a R$ 500 milhões. Você não quer isso para a nossa Previ, quer? Em nosso site você encontra link para a íntegra da matéria. Leia e lembre-se: precisamos de uma PREVI LIVRE, FORTE E DE TODOS. JUNTE-SE A NÓS Sua participação é fundamental para mudarmos a Previ. Saiba como! O seu voto na Chapa 3 é a principal forma de participação com a qual gostaríamos de contar. Mas se você quer uma PREVI LIVRE, FORTE E DE TODOS, pode nos ajudar a conseguir mais votos. Nossa chapa, com candidatos autônomos e sem ligações político-partidárias, não possui recursos financeiros nem patrocinador para produzir em quantidade folders, jornais, revistas, camisas e outros materiais. Por isso, fazemos a nossa campanha com os recursos garantidos pelo regulamento da Previ a todas as chapas. E utilizamos a internet, por ser gratuita, como nosso principal canal de divulgação. Mas você pode participar ativamente de nossa campanha, ampliando o alcance de nossas mensagens. Em nosso site (www.previlivre.com.br), você encontra todo o material criado e elaborado para nossa campanha (folders, boletins eletrônicos, logomarca para camisas, etc.) que você pode imprimir ou simplesmente enviar por para seus colegas participantes. Para saber mais, acesse ou entre em contato conosco pelo ou pela fanpage no Facebook: facebook.com/previlivre. NOSSOS DIFERENCIAIS Somos a chapa com maior número de candidatos Pós-98; Somos a chapa com candidatos mais qualificados técnica e profissionalmente para representar os associados; Os candidatos da nossa chapa não têm ligação com o governo e partidos políticos; Fazem parte da nossa chapa os candidatos mais participativos nas discussões recentes junto à diretoria da Previ, em defesa dos participantes; Nossa chapa é a que tem o maior número de mulheres candidatas uma delas, é a única mulher postulante à Diretoria Administrativa; A chapa é a única com um auditor internacional experiente, candidato a membro titular do Conselho Fiscal. SAIBA COMO VOTAR Se você é funcionário da ativa: Pode votar pelo seu terminal de trabalho (SISBB). Se você é aposentado ou pensionista: Acesse o site entre com sua matrícula e senha de 6 dígitos. Vote pelos telefones e Também é necessária a senha de 6 dígitos.

PREVI LIVRE, FORTE E DE TODOS.

PREVI LIVRE, FORTE E DE TODOS. E AÍ, VAI ENCARAR? INFORMATIVO CHAPA 3-2014 PREVI FORTE, LIVRE E DE TODOS As Eleições Previ 2014 lembram o confronto de Davi e Golias. Mas o poder político, as promessas típicas de eleição e o uso indevido

Leia mais

PERFIS DE INVESTIMENTO

PERFIS DE INVESTIMENTO PERFIS DE INVESTIMENTO Índice 3 Apresentação 3 Como funciona a ELETROS? 4 Como são os investimentos em renda variável? 5 Como são os investimentos em renda fixa? 6 Como são os investimentos nos demais

Leia mais

2. O que a Funpresp Exe traz de modernização para o sistema previdenciário do Brasil?

2. O que a Funpresp Exe traz de modernização para o sistema previdenciário do Brasil? Perguntas Frequentes 1. O que é a Funpresp Exe? É a Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público Federal do Poder Executivo, criada pelo Decreto nº 7.808/2012, com a finalidade de administrar

Leia mais

Agenda. Principais números da Fundação. Estrutura organizacional. Resultados. Medidas implantadas a partir de março/2015

Agenda. Principais números da Fundação. Estrutura organizacional. Resultados. Medidas implantadas a partir de março/2015 Agenda Principais números da Fundação Estrutura organizacional Resultados Medidas implantadas a partir de março/2015 2 PRINCIPAIS NÚMEROS DA FUNDAÇÃO Maior entidade de previdência fechada multipatrocinada

Leia mais

Guia PCD. Conheça melhor o Plano

Guia PCD. Conheça melhor o Plano Guia PCD Conheça melhor o Plano Índice De olho no Futuro...3 Quem é a Fundação Centrus?...5 Conhecendo o Plano de Contribuição Definida - PCD...6 Contribuições do Participante...7 Saldo de Conta...8 Benefícios

Leia mais

DATUSPREV CHEGOU O MOMENTO DE APROVEITAR!

DATUSPREV CHEGOU O MOMENTO DE APROVEITAR! DATUSPREV INFORMATIVO CHEGOU O MOMENTO DE APROVEITAR! Quem já cumpriu 5 anos de contribuição pode solicitar o benefício de aposentadoria programada? Essas e mais informações pra você neste Informativo.

Leia mais

As mudanças mais importantes no Bradesco Previdência

As mudanças mais importantes no Bradesco Previdência As mudanças mais importantes no Bradesco Previdência No dia 21 de julho, o RH do Banco Bradesco e diretores do Bradesco Previdência expuseram, a cerca de 50 dirigentes sindicais, as mudanças no plano de

Leia mais

Revista EXAME: As 10 armadilhas da Previdência Complementar

Revista EXAME: As 10 armadilhas da Previdência Complementar Revista EXAME: As 10 armadilhas da Previdência Complementar Os fundos de previdência privada, sejam fechados ou abertos, têm características próprias e vantagens tributárias em relação aos investimentos

Leia mais

Lorem ipsum dolor sit amet

Lorem ipsum dolor sit amet Lorem ipsum dolor sit amet Lorem ipsum dolor sit amet Consectetuer adipiscing elit, sed diam nonummy nibh euismod tincidunt ut laoreet dolore magna aliquam erat volutpat. Ut wisi enim ad minim veniam.

Leia mais

Plano TELOS Contribuição Variável - I

Plano TELOS Contribuição Variável - I Plano TELOS Contribuição Variável - I A sua empresa QUER INVESTIR NO SEU FUTURO, E VOCÊ? A sua empresa sempre acreditou na importância de oferecer um elenco de benefícios que pudesse proporcionar a seus

Leia mais

Recupere a saúde financeira e. garanta um futuro tranquilo Reitoria da UNESP, 13/05/2015

Recupere a saúde financeira e. garanta um futuro tranquilo Reitoria da UNESP, 13/05/2015 Recupere a saúde financeira e garanta um futuro tranquilo Reitoria da UNESP, 13/05/2015 Objetivo geral Disseminar conhecimento financeiro e previdenciário dentro e fora da SP-PREVCOM buscando contribuir

Leia mais

Renda Vitalícia por Aposentadoria por SRB - INSS Benefício Definido Capitalização Crédito Unitário Projetado Invalidez (1)

Renda Vitalícia por Aposentadoria por SRB - INSS Benefício Definido Capitalização Crédito Unitário Projetado Invalidez (1) PARECER ATUARIAL PLANO DE BENEFÍCIOS REB 1998 AVALIAÇÃO ANUAL 2005 Fl. 1/6 ENTIDADE SIGLA: FUNCEF 1 CÓDIGO: 01523 2 RAZÃO SOCIAL: FUNCEF-FUNDAÇÃO DOS ECONOMIÁRIOS FEDERAIS 18 3 PLANO NOME DO PLANO: REB

Leia mais

Material Explicativo

Material Explicativo Material Explicativo Material Explicativo Índice Introdução 4 Sobre o Plano Previplan 5 Adesão 5 Benefícios do Plano 6 Entenda o Plano 7 Rentabilidade 8 Veja como funciona a Tributação 9 O que acontece

Leia mais

Perguntas e respostas sobre a criação do Funpresp (Fundo de Previdência Complementar dos Servidores Públicos)

Perguntas e respostas sobre a criação do Funpresp (Fundo de Previdência Complementar dos Servidores Públicos) O que muda Perguntas e respostas sobre a criação do Funpresp (Fundo de Previdência Complementar dos Servidores Públicos) 1. Por que é necessário criar a Fundação de Previdência Complementar do Servidor

Leia mais

Material Explicativo Centrus

Material Explicativo Centrus Material Explicativo Centrus De olho no futuro! É natural do ser humano sempre pensar em situações que ainda não aconteceram. Viagem dos sonhos, o emprego ideal, casar, ter filhos, trocar de carro, comprar

Leia mais

JESSÉ MONTELLO Serviços Técnicos em Atuária e Economia Ltda.

JESSÉ MONTELLO Serviços Técnicos em Atuária e Economia Ltda. PARECER ATUARIAL V.1- Custos para o exercício seguinte em relação ao anterior: 1) A aplicação da metodologia de cálculo atuarial estabelecida para o plano de benefícios da FUNCASAL, utilizando as hipóteses

Leia mais

SAIBA TUDO SOBRE O PLANO III DE PREVIDÊNCIA PRIVADA!

SAIBA TUDO SOBRE O PLANO III DE PREVIDÊNCIA PRIVADA! SAIBA TUDO SOBRE O PLANO III DE PREVIDÊNCIA PRIVADA! Prezado participante, 2 Brasil Foods Sociedade de Previdência Privada Cartilha Plano III Um dos grandes objetivos da política de recursos humanos de

Leia mais

Relatório de Seguridade

Relatório de Seguridade Re Relatório de Seguridade Relatório de Seguridade Relatório Maio/2015 O relatório da área de seguridade tem por finalidade apresentar as principais atividades desenvolvidas no mês, informando os números

Leia mais

PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR

PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR O futuro que você faz agora FUNPRESP-JUD Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público Federal do Poder Judiciário 2 Funpresp-Jud seja bem-vindo(a)! A Funpresp-Jud ajudará

Leia mais

Pesquisa de Satisfação

Pesquisa de Satisfação Pesquisa de Satisfação Anualmente a Visão Prev realiza uma Pesquisa de Satisfação com seus participantes. A ação é uma das ferramentas utilizadas pela Entidade para ouvir a opinião dos participantes e

Leia mais

Fundação Itaú Unibanco. Quer saber mais? www.fundacaoitauunibanco.com.br. Confira as novidades nesta edição especial do Com você.

Fundação Itaú Unibanco. Quer saber mais? www.fundacaoitauunibanco.com.br. Confira as novidades nesta edição especial do Com você. Fundação Itaú Unibanco Edição Especial Junho 2015 www.fundacaoitauunibanco.com.br Prepare-se! O novo site da Fundação Itaú Unibanco mudou e muito! para facilitar o acesso às informações, simplificar a

Leia mais

A Previdência dos Servidores. Previdência Complementar. Prof. Eduardo Rolim de Oliveira Vice-Presidente do PROIFES

A Previdência dos Servidores. Previdência Complementar. Prof. Eduardo Rolim de Oliveira Vice-Presidente do PROIFES A Previdência dos Servidores após 2004 Previdência Complementar Prof. Eduardo Rolim de Oliveira Vice-Presidente do PROIFES Recife, PE 15 e 16/09/2011 Formas de aposentadoria Invalidez Com proventos proporcionais

Leia mais

Previdência no Brasil. Regime de Previdência Complementar. Regimes Próprios dos Servidores Públicos. Regime Geral de Previdência Social

Previdência no Brasil. Regime de Previdência Complementar. Regimes Próprios dos Servidores Públicos. Regime Geral de Previdência Social As Entidades Fechadas de participantes desta pesquisa, conhecidas como Fundos de Pensão, fazem parte do Sistema de. Os Fundos de Pensão desenvolveram-se e modernizaram-se ao longo dos últimos anos graças

Leia mais

AASP Associação dos Advogados de São Paulo MATERIAL EXPLICATIVO AASP PREVIDÊNCIA. Plano administrado pelo HSBC Instituidor Fundo Múltiplo.

AASP Associação dos Advogados de São Paulo MATERIAL EXPLICATIVO AASP PREVIDÊNCIA. Plano administrado pelo HSBC Instituidor Fundo Múltiplo. AASP Associação dos Advogados de São Paulo MATERIAL EXPLICATIVO AASP PREVIDÊNCIA Plano administrado pelo HSBC Instituidor Fundo Múltiplo. Introdução Através deste Material Explicativo você toma conhecimento

Leia mais

Paulo Teixeira Brandão - Conselheiro Deliberativo da Petros Eleito pelos Participantes

Paulo Teixeira Brandão - Conselheiro Deliberativo da Petros Eleito pelos Participantes NOSSA LUTA CONTINUA Paulo Teixeira Brandão - Conselheiro Deliberativo da Petros Eleito pelos Participantes Prezados participantes da PETROS. Em anexo o arquivo contendo a apresentação abaixo reproduzida,

Leia mais

PLANO DE TRABALHO - Chapa 2 Um Novo CORECON: renovação, equilíbrio e resultado

PLANO DE TRABALHO - Chapa 2 Um Novo CORECON: renovação, equilíbrio e resultado PLANO DE TRABALHO - Chapa 2 Um Novo CORECON: renovação, equilíbrio e resultado Após anos, as eleições de renovação de 1/3 dos conselheiros do CORECON-RS terá 2 chapas. Ao invés de apenas pagar a anuidade

Leia mais

SECRETARIA DA JUSTIÇA E DA DEFESA DA CIDADANIA FUNDAÇÃO DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR DIRETORIA DE ESTUDOS E PESQUISAS

SECRETARIA DA JUSTIÇA E DA DEFESA DA CIDADANIA FUNDAÇÃO DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR DIRETORIA DE ESTUDOS E PESQUISAS Resultados dos estudos sobre a redução de taxas de juros praticadas por bancos públicos e privados. Orientações aos consumidores. Face aos diversos anúncios de redução de juros veiculados na mídia a partir

Leia mais

O NOVO SISTEMA PREVIDENCIÁRIO PARA O SERVIDOR PÚBLICO

O NOVO SISTEMA PREVIDENCIÁRIO PARA O SERVIDOR PÚBLICO O NOVO SISTEMA PREVIDENCIÁRIO PARA O SERVIDOR PÚBLICO MEIRELES 1, Jéssica Maria da Silva KATAOKA 2, Sheila Sayuri Centro de Ciências Sociais Aplicadas /Departamento de Finanças, Contabilidade e Atuária

Leia mais

FUNCASAL EM NÚMEROS SETEMBRO / 2011

FUNCASAL EM NÚMEROS SETEMBRO / 2011 FUNCASAL EM NÚMEROS SETEMBRO / 2011 DEFINIÇÕES ESTATUTO: Art. 1º -A Fundação CASAL de Seguridade Social FUNCASAL, instituída pela Companhia de Saneamento de Alagoas CASAL, é pessoa jurídica de Direito

Leia mais

Cartilha Plano A. Índice

Cartilha Plano A. Índice Cartilha Plano A Cartilha Plano A Índice Apresentação A Previnorte Histórico Patrimônio Plano de Benefícios e Plano de Custeio Salário Real de Contribuição Jóia Requisitos exigidos para filiação à PREVINORTE

Leia mais

Parecer Atuarial. Cadastro. Características do Plano. Hipóteses Atuariais

Parecer Atuarial. Cadastro. Características do Plano. Hipóteses Atuariais Parecer Atuarial Avaliamos atuarialmente o Plano PREV-RENDA da CAFBEP Caixa de Previdência e Assistência aos Funcionários do Banco do Estado do Pará, patrocinado pelo BANPARÁ com o objetivo de identificar

Leia mais

Regulamento de Empréstimo

Regulamento de Empréstimo Regulamento $ de Empréstimo Para participantes do Plano Complementar de Benefícios Previdenciais - Plano BD $ Fundação de Previdência dos Empregados da CEB Regulamento aprovado pelo Conselho Deliberativo

Leia mais

Mensagem do Administrador

Mensagem do Administrador Educação Financeira Índice 1. Mensagem do administrador... 01 2. O Cartão de crédito... 02 3. Conhecendo sua fatura... 03 4. Até quanto gastar com seu cartão... 07 5. Educação financeira... 08 6. Dicas

Leia mais

ESTATUTO SOCIAL CAPÍTULO I. DOS OBJETIVOS

ESTATUTO SOCIAL CAPÍTULO I. DOS OBJETIVOS ESTATUTO SOCIAL CAPÍTULO I. DOS OBJETIVOS Artigo 1º O Centro de Referência em Informação Ambiental com sede e foro na cidade de Campinas na Avenida Romeu Tortima 388, Cidade Universitária, é uma sociedade

Leia mais

Não. A Sabesprev tem dinheiro em caixa suficiente para garantir o pagamento aos beneficiários pelos próximos anos. O que existe é um déficit atuarial.

Não. A Sabesprev tem dinheiro em caixa suficiente para garantir o pagamento aos beneficiários pelos próximos anos. O que existe é um déficit atuarial. PRINCIPAIS DÚVIDAS SOBRE O SABESPREV MAIS. 1. A Sabesprev está em dificuldades financeiras? Não. A Sabesprev tem dinheiro em caixa suficiente para garantir o pagamento aos beneficiários pelos próximos

Leia mais

Prof. Dr. José Dornelas www.josedornelas.com. Manual do Professor

Prof. Dr. José Dornelas www.josedornelas.com. Manual do Professor Prof. Dr. José Dornelas www.josedornelas.com Manual do Professor Manual do professor Este manual deve ser usado em conjunto com o vídeo do autor disponível no site da editora: www.campus.com.br Maiores

Leia mais

CARTILHA EDUCAÇÃO FINANCEIRA

CARTILHA EDUCAÇÃO FINANCEIRA CARTILHA EDUCAÇÃO FINANCEIRA ÍNDICE PLANEJANDO SEU ORÇAMENTO Página 2 CRÉDITO Página 12 CRÉDITO RESPONSÁVEL Página 16 A EDUCAÇÃO FINANCEIRA E SEUS FILHOS Página 18 PLANEJANDO SEU ORÇAMENTO O planejamento

Leia mais

CBA. Comércio Internacional PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Internacional. Comércio

CBA. Comércio Internacional PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Internacional. Comércio CBA Comércio Internacional Comércio Internacional A intensidade das relações comerciais e produtivas das empresas no atual contexto econômico tem exigido das empresas um melhor entendimento da complexidade

Leia mais

BANRIDICAS FINANCEIRAS. A sua cartilha sobre Educação Financeira

BANRIDICAS FINANCEIRAS. A sua cartilha sobre Educação Financeira BANRIDICAS FINANCEIRAS A sua cartilha sobre Educação Financeira Planejando seu orçamento Traçar planos e colocar tudo na ponta do lápis - não é tarefa fácil, mas também não é impossível. O planejamento

Leia mais

Investimentos. Inteligentes. Roberta e Bruno Omeltech

Investimentos. Inteligentes. Roberta e Bruno Omeltech Investimentos Inteligentes Roberta e Bruno Omeltech station centro de treinamentos (11) 3704-4377 contato@stationct.com.br !!!! ROBERTA OMELTECH DIRETORA COMERCIAL OMELTECH DESENVOLVIMENTO Empresa de Educação

Leia mais

Audiência Pública na Comissão do Trabalho, Administração e de Serviço Público. junho de 2007

Audiência Pública na Comissão do Trabalho, Administração e de Serviço Público. junho de 2007 Audiência Pública na Comissão do Trabalho, Administração e de Serviço Público junho de 2007 Sumário Regulamentação do direito de greve dos servidores públicos Previdência complementar dos servidores da

Leia mais

CARTILHA PLANO CELPOS CD

CARTILHA PLANO CELPOS CD CARTILHA PLANO CELPOS CD ORIGINAL PLUS O QUE É O PLANO CELPOS CD? O Plano Misto I de Benefícios CELPOS CD é um plano de previdência complementar cujo benefício de aposentadoria programada é calculado de

Leia mais

ANÁLISE DA NOTA TÉCNICA DPREV/ATUÁRIA 034/2015 PROJETO DE LEI 252/2015

ANÁLISE DA NOTA TÉCNICA DPREV/ATUÁRIA 034/2015 PROJETO DE LEI 252/2015 ANÁLISE DA NOTA TÉCNICA DPREV/ATUÁRIA 034/2015 PROJETO DE LEI 252/2015 Este parecer tem por objetivo analisar atuarialmente o Projeto de Lei 0252/2015 que Dispõe sobre a Reestruturação do Plano de Custeio

Leia mais

Plano de Benefícios 1 Plano de Benefícios PREVI Futuro Carteira de Pecúlios CAPEC

Plano de Benefícios 1 Plano de Benefícios PREVI Futuro Carteira de Pecúlios CAPEC Relatório PREVI 2013 Parecer Atuarial 2013 74 Plano de Benefícios 1 Plano de Benefícios PREVI Futuro Carteira de Pecúlios CAPEC 1 OBJETIVO 1.1 O presente Parecer Atuarial tem por objetivo informar sobre

Leia mais

MATERIAL. EXPlICatIvo. Plano BAYER CD

MATERIAL. EXPlICatIvo. Plano BAYER CD MATERIAL EXPlICatIvo Plano BAYER CD 1 Prezado Colaborador! você, que está sendo admitido agora ou ainda não aderiu ao Plano de Previdência oferecido pelo Grupo Bayer, tem a oportunidade de conhecer, nas

Leia mais

Regius - Plano de Benefícios 03 1

Regius - Plano de Benefícios 03 1 Regius - Plano de Benefícios 03 1 Parecer Atuarial Avaliamos atuarialmente o Plano de Benefícios 03 da Regius Sociedade Civil de Previdência Privada em 31/12/2010, com o objetivo de identificar sua situação

Leia mais

Veja dicas para se livrar das dívidas e usar bem o crédito

Veja dicas para se livrar das dívidas e usar bem o crédito Veja dicas para se livrar das dívidas e usar bem o crédito Especialistas dão dicas para sair do vermelho. É fundamental planejar gastos e usar bem o crédito. Por Anay Cury e Gabriela Gasparin Do G1, em

Leia mais

Plano de Contribuição Definida

Plano de Contribuição Definida Plano de Contribuição Definida Gerdau Previdência CONHEÇA A PREVIDÊNCIA REGIME DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR Oferecido pelo setor privado, com adesão facultativa, tem a finalidade de proporcionar uma proteção

Leia mais

M = C. (1 + (i. T)) Juros compostos:- Como calcular juros compostos: montante, capital inicial, fórmula, taxa, tempo, etc.

M = C. (1 + (i. T)) Juros compostos:- Como calcular juros compostos: montante, capital inicial, fórmula, taxa, tempo, etc. Material de Estudo para Recuperação 9 ano. Juros Simples O regime de juros será simples quando o percentual de juros incidirem apenas sobre o valor principal. Sobre os juros gerados a cada período não

Leia mais

Estudo ABERJE 2012 Comunicação Interna. Comunicação Interna

Estudo ABERJE 2012 Comunicação Interna. Comunicação Interna Estudo ABERJE 2012 JULHO DE 2012 20 2012 ABERJE Pesquisa 2012 Associação Brasileira de Comunicação Empresarial Concepção e planejamento: Prof. Dr. Paulo Nassar Coordenação: Carlos A. Ramello Desenvolvimento:

Leia mais

A importância de um plano de aposentadoria complementar

A importância de um plano de aposentadoria complementar INFORMATIVO É a melhor maneira de planejar a sua aposentadoria; Poupança com 100% de rentabilidade - Parte Patrocinadora; Rentabilidade totalmente revertida ao participante Datusprev sem fins lucrativos;

Leia mais

Prestação de Contas Libertas - 2014

Prestação de Contas Libertas - 2014 Prestação de Contas Libertas - 2014 participantes aposentados pensionistas patrocinadoras Na Libertas, é assim. Sumário - Prestação de Contas 2014 Relatório Anual de Informações - RAI 2014 Documentação

Leia mais

Por favor, mantenham seus celulares desligados ou no modo silencioso.

Por favor, mantenham seus celulares desligados ou no modo silencioso. Por favor, mantenham seus celulares desligados ou no modo silencioso. Nossa equipe Carla Rejane Gomes Benites Alexandre Conte Luiz Eduardo Motta Itapuã Molina Berchon Manuel Valente Janice Antonia Fortes

Leia mais

Acerca da atividade sindical e das contribuições para o Sindicato

Acerca da atividade sindical e das contribuições para o Sindicato Acerca da atividade sindical e das contribuições para o Sindicato Muito se discute hoje acerca das contribuições compulsórias destinadas aos Sindicatos, em especial das contribuições assistencial e confederativa.

Leia mais

Relatório de Seguridade

Relatório de Seguridade Relatório Maio/2012 O relatório da área de seguridade tem por finalidade apresentar as principais atividades desenvolvidas no mês, informando os números e valores relativos ao período de maio de 2012,

Leia mais

PERGUNTAS MAIS FREQÜENTES CREDENCIAMENTO NO SEBRAE-SP:

PERGUNTAS MAIS FREQÜENTES CREDENCIAMENTO NO SEBRAE-SP: PERGUNTAS MAIS FREQÜENTES CREDENCIAMENTO NO SEBRAE-SP: A oportunidade de se tornar um facilitador de aprendizagem e/ou consultor para o sucesso das micro e pequenas empresas APRESENTAÇÃO Esta cartilha

Leia mais

Criada em 1904, antes da Previdência Oficial no Brasil. Maior fundo de pensão da América Latina; e,

Criada em 1904, antes da Previdência Oficial no Brasil. Maior fundo de pensão da América Latina; e, Fundos de Pensão NASCIMENTO Criada em 1904, antes da Previdência Oficial no Brasil STATUS ATUAL Maior fundo de pensão da América Latina; e, 25º do mundo, em patrimônio. (*) () k d l d l l (*) Ranking divulgado

Leia mais

Pesquisa Thomas: Tendências em Gestão de Pessoas 2012

Pesquisa Thomas: Tendências em Gestão de Pessoas 2012 Pesquisa Thomas: Tendências em Gestão de Pessoas 2012 O estudo foi realizado no mês de novembro de 2012, e contou com a participação de 224 empresas de diferentes portes e segmentos de negócio. Podemos

Leia mais

Regulamento da MultiConta Prestige

Regulamento da MultiConta Prestige Regulamento da MultiConta Prestige Mais serviços e mais benefícios feitos para quem recebe seu crédito de salário ou aposentadoria no Itaú Personnalité. A MultiConta Prestige oferece um maior número de

Leia mais

Fachesf de FUNDAÇÃO CHESF DE ASSISTÊNCIA E SEGURIDADE SOCIAL www.fachesf.com.br

Fachesf de FUNDAÇÃO CHESF DE ASSISTÊNCIA E SEGURIDADE SOCIAL www.fachesf.com.br Fachesf de Você está em nossos planos Criada em 10 de abril de 1972, pela Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf), sua patrocinadora, a Fundação Chesf de Assistência e Seguridade Social é uma

Leia mais

Plano de Trabalho da ASPAS Gestão 2008/2011. Atividades e Metas para 2008

Plano de Trabalho da ASPAS Gestão 2008/2011. Atividades e Metas para 2008 Plano de Trabalho da ASPAS Gestão 2008/2011 Atividades e Metas para 2008 1 - Ações institucionais 1.1 - Acompanhar a gestão atuarial e de investimentos do PS-I e do PS-II, tomando medidas em defesa dos

Leia mais

- Resolução TC nº 257, de 07 de março de 2013 Altera os dispositivos da Resolução TC nº 227/2011.

- Resolução TC nº 257, de 07 de março de 2013 Altera os dispositivos da Resolução TC nº 227/2011. técnico atuarial do Regime Próprio de Previdência Social dos Servidores Públicos do município de Vila Velha. - Lei Complementar Municipal nº 021, de 17 de janeiro de 2012 Institui o plano de custeio da

Leia mais

Prever Empresarial. Associação da Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho. Agosto de 2007. Previdência Complementar PJ 2007

Prever Empresarial. Associação da Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho. Agosto de 2007. Previdência Complementar PJ 2007 Prever Empresarial Associação da Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho Agosto de 2007 Institucional A Unibanco AIG é o grande destaque no mercado brasileiro em planos corporativos de previdência complementar,

Leia mais

PARECER ATUARIAL 2014

PARECER ATUARIAL 2014 PARECER ATUARIAL 2014 Plano de Benefícios 1 Plano de Benefícios PREVI Futuro 1. OBJETIVO 1.1. O presente Parecer Atuarial tem por objetivo informar sobre a qualidade da base cadastral, as premissas atuariais,

Leia mais

O REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DO MUNICÍPIO DE TAQUARITINGA

O REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DO MUNICÍPIO DE TAQUARITINGA O REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DO MUNICÍPIO DE TAQUARITINGA 1. INTRODUÇÃO A previdência social no Brasil pode ser divida em dois grandes segmentos, a saber: Regime Geral de Previdência Social (RGPS):

Leia mais

Fundação Forluminas de Seguridade Social - Forluz. Gerência de Previdência, Atuária e Atendimento

Fundação Forluminas de Seguridade Social - Forluz. Gerência de Previdência, Atuária e Atendimento Fundação Forluminas de Seguridade Social - Forluz Gerência de Previdência, Atuária e Atendimento Cenário A Seguradora Aegon realizou, no período entre janeiro e fevereiro de 2015, uma pesquisa entre quinze

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR RESOLUÇÃO Nº 19, DE 30 DE MARÇO DE 2015

CONSELHO NACIONAL DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR RESOLUÇÃO Nº 19, DE 30 DE MARÇO DE 2015 EDIÇÃO 72, SEÇÃO I, PÁGINA 35, DE 16 DE ABRIL DE 2015 CONSELHO NACIONAL DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR RESOLUÇÃO Nº 19, DE 30 DE MARÇO DE 2015 Dispõe sobre os processos de certificação, habilitação e qualificação

Leia mais

Perfis. de Investimento

Perfis. de Investimento Perfis de Investimento Índice Índice 4 5 6 7 7 8 9 10 11 12 12 13 13 14 14 15 16 17 Apresentação Como funciona a Eletros? Como são os investimentos em renda variável? Como são os investimentos em renda

Leia mais

SINDICATO DOS BANCÁRIOS DE BRASÍLIA PÚBLICA

SINDICATO DOS BANCÁRIOS DE BRASÍLIA PÚBLICA SINDICATO DOS BANCÁRIOS DE BRASÍLIA PÚBLICA 2 Caixa, patrimônio dos brasileiros. Caixa 100% pública! O processo de abertura do capital da Caixa Econômica Federal não interessa aos trabalhadores e à população

Leia mais

FUNDOS DE PENSÃO - (Ante)Projeto de Lei Complementar PLC (ENTIDADES ASSOCIADAS: Proposta Consolidada Aprimora LC 108/2001)

FUNDOS DE PENSÃO - (Ante)Projeto de Lei Complementar PLC (ENTIDADES ASSOCIADAS: Proposta Consolidada Aprimora LC 108/2001) FUNDOS DE PENSÃO - (Ante)Projeto de Lei Complementar PLC (ENTIDADES ASSOCIADAS: Proposta Consolidada Aprimora LC 108/2001) Texto Atual Texto Proposto Justificativas Art. 4º. Nas sociedades de economia

Leia mais

Brasília, 27.08.2015

Brasília, 27.08.2015 Brasília, 27.08.2015 1/23 FUNDAÇÃO DOS ECONOMIÁRIOS FEDERAIS Fundo de Pensão instituído em 1º.08.1977 Investidor de longo prazo Patrocinadores: a CAIXA ECONÔMICA FEDERAL e a própria FUNCEF Planos administrados:

Leia mais

POR QUE SER ASSOCIADO ABESE? CONHEÇA TODOS OS BENEFÍCIOS

POR QUE SER ASSOCIADO ABESE? CONHEÇA TODOS OS BENEFÍCIOS POR QUE SER ASSOCIADO ABESE? CONHEÇA TODOS OS BENEFÍCIOS Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança - ABESE Entidade que representa, nacionalmente, as empresas de sistemas

Leia mais

RELATÓRIO SEGURIDADE. Julho/2010

RELATÓRIO SEGURIDADE. Julho/2010 RELATÓRIO SEGURIDADE Julho/2010 O relatório da área de seguridade tem por finalidade apresentar as principais atividades desenvolvidas no mês, informando os números e valores relativos ao período de julho

Leia mais

Principais destaques do período

Principais destaques do período Apresentação A Diretoria da Sabesprev apresenta a seus participantes o resultado de mais um exercício, marcado por uma gestão participativa, inserida nos preceitos da Governança Corporativa e com total

Leia mais

MISSÃO VALORES VISÃO OBJETIVOS ESTRATÉGICOS

MISSÃO VALORES VISÃO OBJETIVOS ESTRATÉGICOS MISSÃO Representar, defender, integrar e dignificar a categoria, assegurando direitos e prerrogativas, garantindo a sua atuação e fortalecendo a importância do tributo na construção de uma sociedade justa,

Leia mais

FAQ. Participante Ativo Alternativo

FAQ. Participante Ativo Alternativo FAQ Participante Ativo Alternativo O que mudou na Previdência do Servidor Público Federal? A previdência do servidor público passou por mudanças nos últimos anos a partir da emenda 41, da Constituição

Leia mais

Quando se trata do universo on-line, nada é estático. Tudo pode se transformar de uma hora pra outra, basta o vento mudar de direção.

Quando se trata do universo on-line, nada é estático. Tudo pode se transformar de uma hora pra outra, basta o vento mudar de direção. estratégias online Quando se trata do universo on-line, nada é estático. Tudo pode se transformar de uma hora pra outra, basta o vento mudar de direção. serviços consultoria Benchmark Planejamento

Leia mais

Empresas já contratam temporários; previsão é de 800 mil vagas

Empresas já contratam temporários; previsão é de 800 mil vagas Page 1 of 09/08/2010 13h34 - Atualizado em 09/08/2010 14h8 Empresas já contratam temporários; previsão é de 800 mil vagas Os salários podem passar de R$ 2 mil. Candidato deve ter disponibilidade de horário

Leia mais

ENTIDADE DADOS DOS PLANOS

ENTIDADE DADOS DOS PLANOS FOLHA DE ENCAMINHAMENTO DO 1 ENTIDADE 4- NÚMERO DE PLANOS: 1 5- PLANOS 6- APROVAÇÃO 7- INÍCIO 20.050.042-11 - PLANO PREVER DADOS DOS PLANOS 8- ÚLTIMA ALTERAÇÃO 9- VALOR DE RESGATE 10- NÚMERO DE EMPREGADOS

Leia mais

Estrutura do Plano de Benefícios Agilent

Estrutura do Plano de Benefícios Agilent Plano de Benefícios Agilent 1 Objetivo da HP Prev Proporcionar aos seus participantes a oportunidade de contribuir para a HP Prev e, juntamente com as contribuições da patrocinadora, formar uma renda mensal

Leia mais

COMO INVESTIR PARA GANHAR DINHEIRO

COMO INVESTIR PARA GANHAR DINHEIRO COMO INVESTIR PARA GANHAR DINHEIRO Por que ler este livro? Você já escutou histórias de pessoas que ganharam muito dinheiro investindo, seja em imóveis ou na Bolsa de Valores? Após ter escutado todas essas

Leia mais

Os fundos de pensão precisam de mais...fundos

Os fundos de pensão precisam de mais...fundos Página 1 de 3 Aposentadoria 20/08/2012 05:55 Os fundos de pensão precisam de mais...fundos Os planos de previdência de empresas e bancos não têm conseguido cumprir suas metas, incompatíveis com um cenário

Leia mais

Programa de Assistência Médica para Aposentados CargillPrev (Plano Assistencial)

Programa de Assistência Médica para Aposentados CargillPrev (Plano Assistencial) Programa de Assistência Médica para Aposentados CargillPrev (Plano Assistencial) Programa de Assistência Médica para Aposentados CargillPrev (Plano Assistencial) Material Explicativo Encontre aqui as informações

Leia mais

G.C.P - GUIA DE CREDENCIAMENTO PROFISSIONAL

G.C.P - GUIA DE CREDENCIAMENTO PROFISSIONAL G.C.P - GUIA DE CREDENCIAMENTO PROFISSIONAL I - Adquira o Kit de Trabalho e Tenha sua Franquia Individual em sua Cidade. II Conheça nosso Marketing de Rede. Fácil de fazer, fácil de divulgar. III Na última

Leia mais

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito ficaram praticamente estáveis em janeiro/2013 frente a dezembro/2012. Pessoa Física Das seis

Leia mais

Cafbep - Plano Prev-Renda 1

Cafbep - Plano Prev-Renda 1 Cafbep - Plano Prev-Renda 1 Parecer Atuarial Para fins da avaliação atuarial referente ao exercício de 2013 do Plano Prev-Renda da Cafbep Caixa de Previdência e Assistência aos Funcionários do Banco do

Leia mais

Plano de Negócios. Passo a passo sobre como iniciar um Plano de Negócios para sua empresa. Modelo de Planejamento prévio

Plano de Negócios. Passo a passo sobre como iniciar um Plano de Negócios para sua empresa. Modelo de Planejamento prévio Plano de Negócios Passo a passo sobre como iniciar um Plano de Negócios para sua empresa Modelo de Planejamento prévio Fraiburgo, 2015 Plano de Negócios Um plano de negócios é uma descrição do negócio

Leia mais

FUNDAMENTOS DA PREVIDÊNCIA

FUNDAMENTOS DA PREVIDÊNCIA FUNDAMENTOS DA PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR Ensino a distância ÍNDICE I) O QUE É PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR? II) SISTEMA DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR III) MARCOS REGULATÓRIOS IV) PLANOS DE BENEFÍCIOS V) ENTIDADES

Leia mais

FINANÇAS DOS CLUBES BRASILEIROS E VALOR DAS MARCAS DOS 17 CLUBES MAIS VALIOSOS DO BRASIL

FINANÇAS DOS CLUBES BRASILEIROS E VALOR DAS MARCAS DOS 17 CLUBES MAIS VALIOSOS DO BRASIL FINANÇAS DOS CLUBES BRASILEIROS E VALOR DAS MARCAS DOS 17 CLUBES MAIS VALIOSOS DO BRASIL edição 2012 Sumário Prefácio 5 Finanças dos clubes brasileiros 6 Receita total e 7 receita sem transferências de

Leia mais

Educação Financeira e Previdenciária Case - Fundação CEEE. Magdarlise Dal Fiume Germany Gerente Relações Institucionais

Educação Financeira e Previdenciária Case - Fundação CEEE. Magdarlise Dal Fiume Germany Gerente Relações Institucionais Educação Financeira e Previdenciária Case - Fundação CEEE Magdarlise Dal Fiume Germany Gerente Relações Institucionais Programa de Educação Financeira e Previdenciária - Criação Aprovado pela PREVIC em

Leia mais

Relatório de Seguridade

Relatório de Seguridade Re Relatório de Seguridade Relatório de Seguridade Relatório Julho/2015 O relatório da área de seguridade tem por finalidade apresentar as principais atividades desenvolvidas no mês, informando os números

Leia mais

Investimento para Mulheres

Investimento para Mulheres Investimento para Mulheres Sophia Mind A Sophia Mind Pesquisa e Inteligência de Mercado é a empresa do grupo de comunicação feminina Bolsa de Mulher voltada para pesquisa e inteligência de mercado. Cem

Leia mais

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser elevadas em janeiro/2015. Estas elevações podem ser atribuídas aos seguintes

Leia mais

TENDÊNCIAS E PRÁTICAS DE RECURSOS HUMANOS 2015

TENDÊNCIAS E PRÁTICAS DE RECURSOS HUMANOS 2015 TENDÊNCIAS E PRÁTICAS DE RECURSOS HUMANOS 2015 CONTEÚDO 1. Como estamos até agora? 2. O que vem por aí... 3. Prioridades do RH para 2015 4. Nossa visão de 2015 01 COMO ESTAMOS ATÉ AGORA? PERFIL DOS PARTICIPANTES

Leia mais

BM&FBOVESPA A Bolsa é pra você!

BM&FBOVESPA A Bolsa é pra você! BM&FBOVESPA A Bolsa é pra você! Como Investir na Bolsa Nesta seção você descobrirá como investir na Bolsa. Os tópicos desta seção trazem, de maneira direta e sucinta, cada etapa pela qual você passará

Leia mais

Congresso Pernambucano de Municípios

Congresso Pernambucano de Municípios Congresso Pernambucano de Municípios O desenvolvimento dos municípios sustenta o crescimento do Brasil. José Coimbra Patriota Filho Presidente da Amupe RPPS: Sustentabilidade e Compensação Previdenciária

Leia mais

Faça suas compras sem sair de casa, com todo conforto e praticidade.

Faça suas compras sem sair de casa, com todo conforto e praticidade. Faça suas compras sem sair de casa, com todo conforto e praticidade. Agora você já pode dizer á todos que tem um fantástico cartão onde poderá realizar todas suas compras sem sair de casa. Stress com filas,

Leia mais

Perfil do Investidor Brasileiro Experiências e Atuação Educacional da Bolsa

Perfil do Investidor Brasileiro Experiências e Atuação Educacional da Bolsa Perfil do Investidor Brasileiro Experiências e Atuação Educacional da Bolsa Daniel Pfannemüller Superintendente do Instituto Educacional BM&FBOVESPA Mar/2015 Confidencial Restrita Confidencial Uso Interno

Leia mais

Os fundos referenciados identificam em seu nome o indicador de desempenho que sua carteira tem por objetivo acompanhar.

Os fundos referenciados identificam em seu nome o indicador de desempenho que sua carteira tem por objetivo acompanhar. FUNDO REFERENCIADO DI Os fundos referenciados identificam em seu nome o indicador de desempenho que sua carteira tem por objetivo acompanhar. Para tal, investem no mínimo 80% em títulos públicos federais

Leia mais

O que é o conglomerado Caixa...

O que é o conglomerado Caixa... CAIXA FEDERAL QUAL CAIXA QUEREMOS? Março 2015 O que é o conglomerado Caixa... A Caixa é uma instituição financeira constituída pelo Decreto-Lei 759/1969, sob a forma de empresa pública, vinculada ao Ministério

Leia mais