Regras para o uso dos Salões de Festas e Churrasqueira

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Regras para o uso dos Salões de Festas e Churrasqueira"

Transcrição

1 Regras para o uso dos Salões de Festas e Churrasqueira Senhor(a) condômino(a)/morador(a), solicitamos a leitura deste documento a fim de evitar MULTA. De acordo com a Administração: É proibido o acesso dos convidados das festas ou reuniões ao Salão de Jogos e Espaço Kids. Caso isto ocorra o condômino responsável pela locação será multado! É proibido fixar qualquer objeto nas paredes ou no teto utilizando-se cola ou qualquer tipo de fita adesiva para não danificar a pintura. Orientamos utilizar os ganchos apropriados existentes em todo o perímetro do salão. PLAYGROUND INFANTIL e ESPAÇO BABY É proibida a entrada com alimentos e bebidas nestes espaços, solicitamos orientar os responsáveis para que não sirvam as crianças quando estiverem brincando nestas áreas. Os convidados das festas deverão observar as regras para uso destes espaços, caso contrário, o condômino responsável pela locação dos salões e/ou da churrasqueira será multado e em caso de danos também arcará com os custos para reparo. De acordo com o Regulamento Interno: Art Destina-se a quadra poli esportiva ao uso prioritário dos condôminos (NOSSO ALERTA: NESTA ÁREA NÃO É PERMITIDO O TRÂNSITO E/OU PERMANÊNCIA DE CONVIDADOS DAS FESTAS, ESTES DEVEM RESTRINGIR-SE AOS SALÕES E CHURRASQUEIRA). SESSÃO V - DOS SALÕES DE FESTAS E CHURRASQUEIRA/FORNO. Art Os salões de festas e toda sua área só poderão ser reservados pelo condômino que estiver em dia para com as taxas condominiais, incluindo-se multas e demais valores inerentes às unidades. Somente será feita a reserva na data solicitada pelo condômino, após o pagamento imediato da taxa de uso. (CASO SEJA CONSTATADA INADIMPLÊNCIA, A RESERVA SERÁ AUTOMATICAMENTE CANCELADA). Art A taxa de utilização do Salão de Festas e da Churrasqueira será de 20% (vinte por cento) e 5% (cinco por cento), respectivamente, do salário mínimo da época da utilização do mesmo. A cobrança destas taxas será iniciada após a decisão tomada em Assembléia Geral, podendo ser revista e/ou alterada nas Assembléias Gerais Ordinárias. DETERMINAÇÃO DO CONSELHO: SERÁ COBRADA UMA TAXA JUNTO COM A TAXA DE CONDOMÍNIO, NO VALOR DE 30% DO VALOR TOTAL DA LOCAÇÃO, CASO O CANCELAMENTO DA RESERVA SEJA EFETUADO COM MENOS DE 15 DIAS DE ANTECEDÊNCIA, POIS OS ESPAÇOS ESTÃO SENDO RESERVADOS E NÃO UTILIZADOS IMPEDINDO A RESERVA/UTILIZAÇÃO POR OUTROS CONDÔMINOS. 1/8

2 Art As chaves dos Salões de Festas só serão entregues ao condômino solicitante por um representante do Condomínio (ZELADOR, OU POR UM DOS FUNCIONÁRIOS DA ADMINISTRAÇÃO OU AINDA PELOS CONTROLADORES DE PISO), quando e somente depois de realizada vistoria por ambos no referido espaço, para constatação das condições gerais e assinatura do Termo de Vistoria do Ambiente. Art A entrega, (devolução), das chaves deverá ser feita pelo próprio solicitante ou cônjuge a fim de que seja realizada uma nova vistoria para constatação do estado geral do espaço. AS MESMAS DEVERÃO SER DEVOLVIDAS AO ZELADOR, OU A UM DOS FUNCIONÁRIOS DA ADMINISTRAÇÃO OU AINDA AOS CONTROLADORES DE PISO QUE FARÃO A VISTORIA DO AMBIENTE JUNTAMENTE COM O CONDÔMINO RESPONSÁVEL PELA LOCAÇÃO. Art O número de convidados deverá ser compatível com a capacidade dos Salões. (NOSSO ALERTA: CADA SALÃO COMPORTA 50 PESSOAS E A CHURRASQUEIRA, 20 PESSOAS, POIS O EXCEDENTE A ESTE NÚMERO CAUSA TRANSTORNOS PARA OS OUTROS CONDÔMINOS, SENDO QUE OS CONVIDADOS TRANSITAM EM ÁREAS SOCIAIS COMUNS NÃO PERMITIDAS, TAIS COMO: SALÃO DE JOGOS, ESPAÇO KIDS, PISCINA, SAUNA E QUADRA POLI ESPORTIVA). Art Não será permitida a utilização de instrumentos musicais, aparelhos de som, em volume que perturbe o sossego dos demais, bem como não será permitido à retirada de móveis, utensílios e outros equipamentos instalados nos salões. Art Os preceitos da boa ordem e bons costumes devem imperar em todas as reuniões. Art Os salões não estando em uso permanecerão fechados à chave. Art O restabelecimento das condições de uso do Salão de Festas deverá ocorrer até as 09h00 do dia seguinte, observando o disposto deste regulamento. Art O condômino é responsável por qualquer dano ocorrido no Salão de Festas ou Churrasqueira, suas dependências ou em seu mobiliário no período em que estiver de posse das chaves ou durante a utilização no caso da churrasqueira. Art A permanência do solicitante no local, durante o horário concedido é obrigatória e toda ocorrência será de sua inteira responsabilidade. Art A avaliação dos prejuízos causados ao condomínio, para efeito de ressarcimento por parte do requisitante, será feita através da coleta de preços entre firmas habilitadas a execução dos serviços de reparo ou reposição das instalações danificadas, cabendo recurso à Assembléia Geral do Condomínio. Art A recusa ao pagamento ou sua demora por mais de quinze dias, a partir da data da notificação relativa ao ressarcimento das despesas havidas com a reparação dos danos causados, acarretará o acréscimo de 20% (vinte por cento) no montante dos danos apurados e a cobrança judicial do débito, além de correção monetária do valor, com pagamento de custas e honorários advocatícios, bem como a perda do direito de requisição do Salão de Festas até o cumprimento das obrigações. Art O condômino se compromete a não utilizar alto-falante, rádios, tocafitas, aparelhos de CDs ou quaisquer instrumentos sonoros, no período compreendido entre 22h00 e 06h00, respeitando a Lei do Silêncio, de forma a não perturbar a ordem e o sossego dos demais moradores. Art Caso o condômino ou algum convidado vier a causar perturbação da boa ordem e ou sossego aos demais moradores, o condômino será multado em, no mínimo, uma taxa condominial. 2/8

3 Art É dever do requisitante do Salão de Festas ou Churrasqueira zelar para que nenhum dos convidados/visitantes utilize a piscina e/ou chuveiro ou transite pelas áreas comuns do condomínio. Art O Síndico, subsíndico ou pessoa indicada por estes terá o direito de comparecer ao local, durante o horário cedido, com o fim de fiscalizar o cumprimento deste regulamento. Art É terminantemente proibido ao usuário do salão de festas, utilizar-se de quaisquer empregados do condomínio, para trabalhos de interesses particulares. Art É proibido o uso de bebidas alcoólicas para menores de 18 (dezoito) anos. Art É necessário apresentar à portaria, uma lista de convidados não moradores, que será mantida na portaria durante toda a realização do evento. (NOSSO ALERTA: ESTA MEDIDA NÃO ESTÁ SENDO RESPEITADA O QUE DIFICULTA O TRABALHO DA SEGURANÇA). ATENÇÃO 1. A fim de garantir a sua Reserva, favor imprimir e assinar as páginas 7 e 8, Confirmação da Reserva e Autorização de Débito, e entregar na Administração, no máximo 15 dias antes da data reservada. 2. Caso a reserva esteja sendo feita com antecedência menor que 15 dias, favor imprimir e assinar as páginas 7 e 8, Confirmação da Reserva e Autorização de Débito e entregar na Administração no primeiro dia útil após o recebimento deste . 3/8

4 Cancelamento da Reserva dos Salões de Festas e/ou Churrasqueira Eu condômino (a) residente no condomínio, Apto. Bloco, solicito o CANCELAMENTO da Reserva feita para o dia: / /, do(s): Data da Solicitação do Cancelamento: / /. Assinatura do Representante do Condomínio Nome Legível do Representante do Condomínio *CASO ESTÁ SOLICITAÇÃO OCORRA COM MENOS DE 15 DIAS DE ANTECEDÊNCIA DA DATA RESERVADA SERÁ COBRADA UMA TAXA NO VALOR DE 30% DO VALOR TOTAL DA LOCAÇÃO. Via condômino/morador 4/8

5 Cancelamento da Reserva dos Salões de Festas e/ou Churrasqueira Eu condômino (a) residente no condomínio, Apto. Bloco, solicito o CANCELAMENTO da Reserva feita para o dia: / /, do(s): Data da Solicitação do Cancelamento: / /. Assinatura do Representante do Condomínio Nome Legível do Representante do Condomínio *CASO ESTÁ SOLICITAÇÃO OCORRA COM MENOS DE 15 DIAS DE ANTECEDÊNCIA DA DATA RESERVADA SERÁ COBRADA UMA TAXA NO VALOR DE 30% DO VALOR TOTAL DA LOCAÇÃO. Via Condomínio. 5/8

6 Confirmação da Reserva dos Salões de Festas e/ou Churrasqueira Eu condômino (a) residente no condomínio, Apto. Bloco, confirmo a reserva para o dia / /, do(s): Declaro ter recebido as Regras para o uso dos Salões de Festas e Churrasqueira. Autorizo a COBRANÇA, junto com a Taxa de Condomínio, da Taxa de Utilização do Salão de Festas e/ou Churrasqueira, que será de 20% (vinte por cento) e 5% (cinco por cento), respectivamente do salário mínimo da época da utilização, OU DA TAXA DE RESERVA, no valor de 30% do Valor Total da Locação, CASO O CANCELAMENTO DA RESERVA NÃO OCORRA COM PELO MENOS 15 DIAS DE ANTECEDÊNCIA DA DATA RESERVADA. Estou ciente que: - Caso seja constatada Inadimplência, está Reserva será Automaticamente Cancela. - A entrega das Chaves ocorrerá somente após a Vistoria dos Ambientes e Entrega da Lista de Convidados não moradores para ser mantida na portaria durante toda a realização do evento. São Paulo, de de. Assinatura do Representante do Condomínio Nome Legível do Representante do Condomínio 6/8

7 Confirmação da Reserva dos Salões de Festas e/ou Churrasqueira Eu condômino (a) residente no condomínio, Apto. Bloco, confirmo a reserva para o dia / /, do(s): Declaro ter recebido as Regras para o uso dos Salões de Festas e Churrasqueira. Autorizo a COBRANÇA, junto com a Taxa de Condomínio, da Taxa de Utilização do Salão de Festas e/ou Churrasqueira, que será de 20% (vinte por cento) e 5% (cinco por cento), respectivamente do salário mínimo da época da utilização, OU DA TAXA DE RESERVA, no valor de 30% do Valor Total da Locação, CASO O CANCELAMENTO DA RESERVA NÃO OCORRA COM PELO MENOS 15 DIAS DE ANTECEDÊNCIA DA DATA RESERVADA. Estou ciente que: - Caso seja constatada Inadimplência, está Reserva será Automaticamente Cancela. - A entrega das Chaves ocorrerá somente após a Vistoria dos Ambientes e Entrega da Lista de Convidados não moradores para ser mantida na portaria durante toda a realização do evento. São Paulo, de de. Assinatura do Representante do Condomínio Nome Legível do Representante do Condomínio 7/8

8 Utilização dos Salões de Festas e/ou Churrasqueira Autorização de Débito Á Administradora Ático Eu condômino (a) residente no condomínio, Apto. Bloco, autorizo a debitar: 1. O valor total da locação dos espaços: Utilizados em: / /, do(s): 2. ( ) 30% DO VALOR TOTAL DA LOCAÇÃO dos espaços acima assinalados, visto que o cancelamento da reserva ocorreu com menos de 15 dias de antecedência da data da reserva. / / Síndico(a) / / 8/8

NORMAS PARA UTILIZAÇÃO DO SALÃO DE FESTAS DA ASUFEPAR

NORMAS PARA UTILIZAÇÃO DO SALÃO DE FESTAS DA ASUFEPAR NORMAS PARA UTILIZAÇÃO DO SALÃO DE FESTAS DA ASUFEPAR Eu, Associado matrícula nº, DECLARO que estou ciente das normas para utilização do salão de festas da ASUFEPAR. 1- O salão de festas é destinado ao

Leia mais

REGULAMENTO DE USO DA SEDE SOCIAL DA ASSOCIAÇÃO DOS SERVIDORES DA POLÍCIA FEDERAL DE CURITIBA ASPF

REGULAMENTO DE USO DA SEDE SOCIAL DA ASSOCIAÇÃO DOS SERVIDORES DA POLÍCIA FEDERAL DE CURITIBA ASPF REGULAMENTO DE USO DA SEDE SOCIAL DA ASSOCIAÇÃO DOS SERVIDORES DA POLÍCIA FEDERAL DE CURITIBA ASPF DEFINIÇÃO Art. 1º O presente Regulamento tem por finalidade disciplinar a utilização das dependências

Leia mais

FORMULÁRIOS MANUAL DO EXPOSITOR

FORMULÁRIOS MANUAL DO EXPOSITOR FORMULÁRIOS MANUAL DO EXPOSITOR Formulário Prazo Status 1. Apresentação da Montadora 2. Credenciamento da Montadora 3. Responsabilidade da Montadora 4. Elétrica 17/10 Obrigatório 5. Credenciamento Expositor

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO E RESPONSABILIDADE

TERMO DE COMPROMISSO E RESPONSABILIDADE TERMO DE COMPROMISSO E RESPONSABILIDADE 1. O objeto do presente termo é a requisição para uso privativo do Salão de Festa do Clube de Campo da ASPMI, situado na Rua Gabriele Jean Catharine, N 610, Colinas

Leia mais

TERMO DE USO E RESPONSABILIDADE. O presente instrumento tem por finalidade estabelecer as regras e condições para a utilização da SEDE

TERMO DE USO E RESPONSABILIDADE. O presente instrumento tem por finalidade estabelecer as regras e condições para a utilização da SEDE TERMO DE USO E RESPONSABILIDADE Prezado Associado ou Usuário, O presente instrumento tem por finalidade estabelecer as regras e condições para a utilização da SEDE CAMPESTRE SISEJUFE, situada no Condomínio

Leia mais

ORDEM INTERNA Nº 063C(VDA)

ORDEM INTERNA Nº 063C(VDA) CLUBE NAVAL ORDEM INTERNA Nº 063C(VDA) Rio de Janeiro, RJ. Em, 24 de abril de 2007 Alterada em 06/11/2009 Alterada em 01/05/2010 Alterada em 10/02/2011 Alterada em 05/04/2011 Alterada em 04/09/2013 Assunto:

Leia mais

PORTARIA CRMV-RJ Nº 15/2016.

PORTARIA CRMV-RJ Nº 15/2016. PORTARIA CRMV-RJ Nº 15/2016. EMENTA: Disciplina a cessão e locação de espaço destinado a reuniões e eventos na sede do CRMV-RJ. O PRESIDENTE DO CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA VETERINÁRIA DO ESTADO DO RIO

Leia mais

REGULAMENTO PARA RESERVA DO SALÃO SOCIAL EM 2010

REGULAMENTO PARA RESERVA DO SALÃO SOCIAL EM 2010 Macaé/RJ Objetivo: REGULAMENTO PARA RESERVA DO SALÃO SOCIAL EM 2010 Regulamentar a reserva do SALÃO SOCIAL do Clube dos Empregados da Petrobras CEPE Clube Cidade do Sol, localizado na Sede Social, situada

Leia mais

Regulamento nº 02/ Utilização de Churrasqueiras

Regulamento nº 02/ Utilização de Churrasqueiras CLUBE DOS OFICIAIS DO CBMDF Regulamento nº 02/2015 - Utilização de Churrasqueiras Art. 1º - Este regulamento disciplina a utilização das instalações das churrasqueiras do Clube dos Oficiais do Corpo de

Leia mais

PORTARIA DA DIRETORA DA FACULDADE DE MEDICINA nº 507 de 17 de setembro de 2012

PORTARIA DA DIRETORA DA FACULDADE DE MEDICINA nº 507 de 17 de setembro de 2012 PORTARIA DA DIRETORA DA FACULDADE DE MEDICINA nº 507 de 17 de setembro de 2012 Normas para o uso dos Anfiteatros Marcello Fabiano de Franco e Salão Nobre da Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP A

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DO COMPLEXO SÓCIO-ESPORTIVO E CULTURAL COSEC/SISJERN

REGULAMENTO INTERNO DO COMPLEXO SÓCIO-ESPORTIVO E CULTURAL COSEC/SISJERN REGULAMENTO COSEC REGULAMENTO INTERNO DO COMPLEXO SÓCIO-ESPORTIVO E CULTURAL COSEC/SISJERN Capítulo I Das Dependências Do COSEC/SISJERN Art. 1º - A sede social do Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário

Leia mais

BIBLIOTECA LA SALLE NORMAS DE UTILIZAÇÃO

BIBLIOTECA LA SALLE NORMAS DE UTILIZAÇÃO BIBLIOTECA LA SALLE NORMAS DE UTILIZAÇÃO Manaus, janeiro de 2017. Mantida pela Sociedade Porvir Científico Credenciada pela Portaria Ministerial nº 2.359, de 11/08/04 D.O.U. de 12/8/2004. BIBLIOTECA LA

Leia mais

ARES Associação Recreativa e Esportiva Sanjoanense Atividades Sociais e Esportivas

ARES Associação Recreativa e Esportiva Sanjoanense Atividades Sociais e Esportivas ARES Associação Recreativa e Esportiva Sanjoanense Atividades Sociais e Esportivas Regimento Interno do Clube REGIMENTO INTERNO DO CLUBE 1 HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DO CLUBE: - De Terça-Feira a Domingo.

Leia mais

INSTITUTO BRASILEIRO DE GESTÃO DE NEGÓCIOS- IBGEN BIBLIOTECA REGULAMENTO TÍTULO I DA NATUREZA, OBJETIVO E SERVIÇOS

INSTITUTO BRASILEIRO DE GESTÃO DE NEGÓCIOS- IBGEN BIBLIOTECA REGULAMENTO TÍTULO I DA NATUREZA, OBJETIVO E SERVIÇOS REGULAMENTO TÍTULO I DA NATUREZA, OBJETIVO E SERVIÇOS Art. 1 Este Regulamento pretende fixar normas e procedimentos pertencentes à Biblioteca da Faculdade IBGEN Instituto Brasileiro de Gestão de Negócios.

Leia mais

RESOLUÇÃO CRP-12 Nº 06/2016 DE 03 DE AGOSTO DE 2016

RESOLUÇÃO CRP-12 Nº 06/2016 DE 03 DE AGOSTO DE 2016 RESOLUÇÃO CRP-12 Nº 06/2016 DE 03 DE AGOSTO DE 2016 Aprovar o Regimento para uso dos espaços físicos da Sede e Subsedes do CRP-12. O Presidente do Conselho Regional de Psicologia 12ª Região, no uso de

Leia mais

Associação dos Funcionários Municipais de Londrina SEDE CAMPESTRE ALVORADA DO SUL E CAMPING

Associação dos Funcionários Municipais de Londrina SEDE CAMPESTRE ALVORADA DO SUL E CAMPING Associação dos Funcionários Municipais de Londrina SEDE CAMPESTRE ALVORADA DO SUL E CAMPING 1- O presente regulamento tem o objetivo de disciplinar o uso da SEDE CAMPESTRE DE ALVORADA DO SUL - CONFORME

Leia mais

Pavilhão Desportivo Municipal de Alijó

Pavilhão Desportivo Municipal de Alijó Pavilhão Desportivo Municipal de Alijó POSTURA DE CEDÊNCIA E UTILIZAÇÃO I - DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1º Objecto A presente postura estabelece as normas gerais e as condições de cedência e de utilização

Leia mais

CLUBE DOS EMPREGADOS DA PETROBRAS CEPE / SP.

CLUBE DOS EMPREGADOS DA PETROBRAS CEPE / SP. REGULAMENTO ESPAÇO CEPE SANTOS Com o objetivo de atender à solicitação dos associados para realização de eventos de confraternizações e reuniões, foi criado o Espaço CEPE na cidade de Santos em 17 de Abril

Leia mais

REGULAMENTO DO USO DO GINÁSIO POLIESPORTIVO DO IFSP CÂMPUS BARRETOS SEÇÃO I FINALIDADE

REGULAMENTO DO USO DO GINÁSIO POLIESPORTIVO DO IFSP CÂMPUS BARRETOS SEÇÃO I FINALIDADE REGULAMENTO DO USO DO GINÁSIO POLIESPORTIVO DO IFSP CÂMPUS BARRETOS SEÇÃO I FINALIDADE Art. 1º. Este documento tem por objetivo regulamentar as condutas dos alunos, servidores e demais usuários, no que

Leia mais

INVESTIMENTOS. A) A autorização pode ser (1) Camisas; (2) Uniforme completo;

INVESTIMENTOS. A) A autorização pode ser (1) Camisas; (2) Uniforme completo; INVESTIMENTOS 1 ) Você autoriza a instalação do sistema de segurança com câmaras, gravação, etc, como consta na proposta fixa no quadro de aviso do condomínio desde o início do mês de Março? O valor ficará

Leia mais

Normas para Sorteio e uso das vagas de Estacionamento do CSI 2016

Normas para Sorteio e uso das vagas de Estacionamento do CSI 2016 Normas para Sorteio e uso das vagas de Estacionamento do CSI 2016 1 Finalidade Ordenar o sorteio, a escolha e o uso das vagas de estacionamento no interior do CSI, de acordo com os Art. 60 e 61 da Convenção.

Leia mais

NORMAS PARA UTILIZAÇÃO DAS CHURRASQUEIRAS AS CHURRASQUEIRAS SÃO DE USO EXCLUSIVO DE SEUS ASSOCIADOS E CONVIDADOS, OBSERVADAS AS SEGUINTES NORMAS:

NORMAS PARA UTILIZAÇÃO DAS CHURRASQUEIRAS AS CHURRASQUEIRAS SÃO DE USO EXCLUSIVO DE SEUS ASSOCIADOS E CONVIDADOS, OBSERVADAS AS SEGUINTES NORMAS: NORMAS PARA UTILIZAÇÃO DAS CHURRASQUEIRAS AS CHURRASQUEIRAS SÃO DE USO EXCLUSIVO DE SEUS ASSOCIADOS E CONVIDADOS, OBSERVADAS AS SEGUINTES NORMAS: 1. É TERMINANTEMENTE PROIBIDA A ENTRADA DE BEBIBAS NAS

Leia mais

REGIMENTO INTERNO SAUNA

REGIMENTO INTERNO SAUNA Número do Documento REG13001 Número de Revisão 01 Órgão Proprietário (Conselho Deliberativo / Diretoria Diretoria Executiva Executiva / Conselho Fiscal) Modalidade (Administrativa / Esportiva / Recreativa)

Leia mais

Regulamento da Biblioteca IBMEC CENTRO

Regulamento da Biblioteca IBMEC CENTRO Regulamento da Biblioteca IBMEC CENTRO 1. Usuários autorizados São considerados usuários desta Biblioteca os alunos, ex-alunos (Alumni), professores e funcionários das unidades do Ibmec MG, RJ e Brasília.

Leia mais

REGIMENTO INTERNO. Normas COMPLEMENTARES ao Regimento Interno conforme prevê a Minuta de Convenção de Condomínio nos artigos e

REGIMENTO INTERNO. Normas COMPLEMENTARES ao Regimento Interno conforme prevê a Minuta de Convenção de Condomínio nos artigos e REGIMENTO INTERNO Normas COMPLEMENTARES ao Regimento Interno conforme prevê a Minuta de Convenção de Condomínio nos artigos 5.6.4 e 5.6.5. É PROIBIDO: 1 - Pisar ou brincar nas partes que compõem o jardim,

Leia mais

RESIDENCIAL SETE LAGOS ITATIBA TERRAS NOBRES

RESIDENCIAL SETE LAGOS ITATIBA TERRAS NOBRES RESIDENCIAL SETE LAGOS ITATIBA TERRAS NOBRES DIRETORIA PRESIDENTE: SIDNEI LIMA SIQUEIRA DIRETOR FINANCEIRO: JOÃO BATISTA DIRETORA SOCIAL: JOYCE LIMA DE FREITAS CONSELHO FISCAL: RENATO FREITAS, MARCIO LUCIANO,

Leia mais

SINTRAJUSC SINDICATO DOS TRABALHADORES NO PODER JUDICIÁRIO FEDERAL NO ESTADO DE SANTA CATARINA SEDE SOCIAL NA PRAIA DO CAMPECHE REGULAMENTO DE USO

SINTRAJUSC SINDICATO DOS TRABALHADORES NO PODER JUDICIÁRIO FEDERAL NO ESTADO DE SANTA CATARINA SEDE SOCIAL NA PRAIA DO CAMPECHE REGULAMENTO DE USO SINTRAJUSC SINDICATO DOS TRABALHADORES NO PODER JUDICIÁRIO FEDERAL NO ESTADO DE SANTA CATARINA SEDE SOCIAL NA PRAIA DO CAMPECHE REGULAMENTO DE USO CAPÍTULO I Art. 1º - A Sede praiana do SINTRAJUSC, fundada

Leia mais

Adquira Múltiplos Benefícios com a Amagai Imóveis. Manual do Locatário

Adquira Múltiplos Benefícios com a Amagai Imóveis. Manual do Locatário Adquira Múltiplos Benefícios com a Amagai Imóveis Manual do Locatário Atualização - Agosto 2014 Deveres do Locatário Pagar o aluguel no prazo determinado. Comunicar à Imobiliária o aparecimento de quaisquer

Leia mais

REGULAMENTO CENTRO CULTURAL

REGULAMENTO CENTRO CULTURAL REGULAMENTO CENTRO CULTURAL Capítulo I Funcionamento e Gestão Artigo 1.º O Centro Cultural é um espaço da A.T.C. Artigo 2.º Compete à Direcção da A.T.C. decidir da forma e modelo de gestão do Centro Cultural.

Leia mais

De acordo com determinações legais em geral, o cancelamento ou alteração estarão sujeitos à cobrança de taxas e multas, conforme condições abaixo.

De acordo com determinações legais em geral, o cancelamento ou alteração estarão sujeitos à cobrança de taxas e multas, conforme condições abaixo. Como fazer reserva: Não é sorteio. O titular deverá efetuar a reserva, entrando em contato com o Departamento Cultural e de Turismo, via telefonema ou por e-mail, solicitar informações e disponibilidade

Leia mais

Churrasqueiras. Salão de Festas. Academia Fitness. Espaço Gourmet. Home Theater. Salão de Jogos. Piscina. Playground. Espaço Zen. Quadra Poliesportiva

Churrasqueiras. Salão de Festas. Academia Fitness. Espaço Gourmet. Home Theater. Salão de Jogos. Piscina. Playground. Espaço Zen. Quadra Poliesportiva Descrição dos Espaços de Lazer com informações sobre horários, capacidade, regras de uso... Churrasqueiras Salão de Festas Academia Fitness Espaço Gourmet Home Theater Salão de Jogos Piscina Playground

Leia mais

Universidade Estadual de Maringá Centro de Ciências Exatas Departamento de Estatística

Universidade Estadual de Maringá Centro de Ciências Exatas Departamento de Estatística 1 DESCRIÇÃO DAS INSTALAÇÕES DO ANFITEATRO PROFESSOR YOSHIAKI FUKUSHIGUE O Anfiteatro Professor Yoshiaki Fukushigue comporta: 108 assentos para a plateia, compostos por 9 filas em declive na direção da

Leia mais

OIRegulamento para Reserva de Salas

OIRegulamento para Reserva de Salas OIRegulamento para Reserva de Salas 1. Informações Gerais 1.1. O uso da infra estrutura das salas tem por objetivo atender prioritariamente as atividades de ensino, seguidas da pesquisa, extensão e administrativas

Leia mais

REGULAMENTO DO SERVIÇO TÉCNICO DE BIBLIOTECA E DOCUMENTAÇÃO (STBD)

REGULAMENTO DO SERVIÇO TÉCNICO DE BIBLIOTECA E DOCUMENTAÇÃO (STBD) REGULAMENTO DO SERVIÇO TÉCNICO DE BIBLIOTECA E DOCUMENTAÇÃO (STBD) 1 HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO Período de aulas: Segunda à Sexta-feira das 8h00 às 21h00 Período de recesso escolar: Segunda a Sexta-feira

Leia mais

Universidade Federal de Viçosa Campus de Rio Paranaíba - MG. Normas do Laboratório de Nutrição Experimental Curso de Nutrição (UFV/CRP)

Universidade Federal de Viçosa Campus de Rio Paranaíba - MG. Normas do Laboratório de Nutrição Experimental Curso de Nutrição (UFV/CRP) Universidade Federal de Viçosa Campus de Rio Paranaíba - MG Normas do Laboratório de Nutrição Experimental Curso de Nutrição (UFV/CRP) Rio Paranaíba Novembro 2012 1 CAPÍTULO I DA NATUREZA Art. 1º. O Laboratório

Leia mais

Regulamento de Uso dos Espaços Esportivos FACENS

Regulamento de Uso dos Espaços Esportivos FACENS Regulamento de Uso dos Espaços Esportivos FACENS Este documento regulamenta e explicita os critérios de uso dos espaços esportivos visando o acesso democrático para práticas de Qualidade de Vida dos usuários

Leia mais

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DAS FACULDADES INTEGRADAS RUI BARBOSA E DO COLÉGIO RUI BARBOSA TÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DAS FACULDADES INTEGRADAS RUI BARBOSA E DO COLÉGIO RUI BARBOSA TÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DAS FACULDADES INTEGRADAS RUI BARBOSA E DO COLÉGIO RUI BARBOSA TÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1º - Este regulamento disciplina as normas que regem o funcionamento da biblioteca

Leia mais

REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO DO ÔNIBUS DA SUBFROTA DA ADMINISTRAÇÃO GERAL DO CAMPUS DA UNESP DE BAURU. CAPÍTULO I

REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO DO ÔNIBUS DA SUBFROTA DA ADMINISTRAÇÃO GERAL DO CAMPUS DA UNESP DE BAURU. CAPÍTULO I REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO DO ÔNIBUS DA SUBFROTA DA ADMINISTRAÇÃO GERAL DO CAMPUS DA UNESP DE BAURU. CAPÍTULO I Das disposições gerais Art. 1º - O objeto deste regulamento corresponde ao ônibus, alocado

Leia mais

Tarifário - Colônia de Férias

Tarifário - Colônia de Férias Tarifário - Colônia de Férias COTISTA NATAL 20/12/16 a 26/12/16 6 dias / 3ª a 2ª R$ 1.400,00 R$ 1.250,00 R$ 1.500,00 ANO NOVO 27/12/16 a 3/1/17 7 dias / 3ª a 3ª R$ 1.780,00 R$ 1.710,00 R$ 1.900,00 NORMAL

Leia mais

REGULAMENTO DA DA CASA DO SERVIDOR

REGULAMENTO DA DA CASA DO SERVIDOR REGULAMENTO DA DA CASA DO SERVIDOR CAPÍTULO I Normas para o funcionamento da Casa do Servidor associado ao SINTSEP-MA.. SEÇÃO I - DOS SÓCIOS Art. 1 - A Casa do Servidor, é uma casa de hospedagem, que tem

Leia mais

REGULAMENTO DA COLÔNIA DE FÉRIAS

REGULAMENTO DA COLÔNIA DE FÉRIAS REGULAMENTO DA COLÔNIA DE FÉRIAS Este regulamento visa normatizar a utilização da Sede Associativa do SAEMAC Sindicato dos Trabalhadores na Captação, Purificação, Tratamento e Distribuição da Água e Captação,

Leia mais

Para tanto, apresentamos, nesta oportunidade, algumas informações importantes para a adesão ao programa, quais sejam:

Para tanto, apresentamos, nesta oportunidade, algumas informações importantes para a adesão ao programa, quais sejam: TERMO DE COMPROMISSO - PROCEDIMENTOS E REGRAS DO PROGRAMA EXPERIÊNCIA JEEP - PROGRAMA DE VISITAS À FCA FIAT CHRYSLER AUTOMÓVEIS BRASIL LTDA FILIAL GOIANA. A FCA FIAT CHRYSLER AUTOMÓVEIS BRASIL LTDA FILIAL

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE PESO DA RÉGUA

CÂMARA MUNICIPAL DE PESO DA RÉGUA CÂMARA MUNICIPAL DE PESO DA RÉGUA UTILIZAÇÃO DAS INSTALAÇÕES DO PAVILHÃO DESPORTIVO MUNICIPAL REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Art.l - O Pavilhão Desportivo Municipal de Peso da Régua fica

Leia mais

REGULAMENTO DO EMPRÉSTIMO PESSOAL CAPÍTULO I

REGULAMENTO DO EMPRÉSTIMO PESSOAL CAPÍTULO I REGULAMENTO DO EMPRÉSTIMO PESSOAL CAPÍTULO I DO OBJETO Art. 1º - O presente Regulamento disciplina a concessão de empréstimo pessoal aos Participantes do Plano de Benefícios Básico CNPB n.º 19.900.014-83,

Leia mais

Valores de Serviços da APCEF/PR

Valores de Serviços da APCEF/PR Ainda mais forte e melhor! 2015-2018 Valores de Serviços da APCEF/PR - Sede Curitiba Churrasqueiras Abertas 1 a 10 Horário Capacidade das churrasqueiras de 10 pessoas. R$ 25,00 Taxa convidado excedente:

Leia mais

REGULAMENTO DA BIBILIOTECA DO ISLA-LEIRIA

REGULAMENTO DA BIBILIOTECA DO ISLA-LEIRIA CAPÍTULO I Disposições Gerais Artigo 1.º Objetivo e âmbito O presente documento regulamenta o funcionamento da Biblioteca do Instituto Superior de Gestão e Administração de Leiria (ISLA-Leiria), tendo

Leia mais

Feira Mix Space Hall. Contrato de Locação de Stand Expositor

Feira Mix Space Hall. Contrato de Locação de Stand Expositor Feira Mix Space Hall Contrato de Locação de Stand Expositor Por este instrumento particular de contrato de locação para expositor na FEIRA MIX SPACE em São Pedro da Aldeia a ser Realizada nos dias 2,3

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO HOTEL DE TRÂNSITO DO SINDICATO DOS SERVIDORES DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SINSEMP-MS

REGIMENTO INTERNO DO HOTEL DE TRÂNSITO DO SINDICATO DOS SERVIDORES DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SINSEMP-MS REGIMENTO INTERNO DO HOTEL DE TRÂNSITO DO SINDICATO DOS SERVIDORES DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SINSEMP-MS A Diretoria Executiva do Sindicato dos Servidores do Ministério Público

Leia mais

Assunto: Preenchimento das Vagas Remanescentes do Vestibular 2016 do Curso Técnico Integrado e Subsequente em Edificações

Assunto: Preenchimento das Vagas Remanescentes do Vestibular 2016 do Curso Técnico Integrado e Subsequente em Edificações Pesqueira, 12 de agosto de 2016. NOTA INFORMATIVA Nº 01/2016 - DIREÇÃO DE ENSINO Assunto: Preenchimento das Vagas Remanescentes do Vestibular 2016 do Curso Técnico Integrado e Subsequente em Edificações

Leia mais

Sede Curitiba Churrasqueiras Abertas 1 a 10 (sem custo de limpeza) Domingo a domingo: 10h às 23h

Sede Curitiba Churrasqueiras Abertas 1 a 10 (sem custo de limpeza) Domingo a domingo: 10h às 23h Ainda mais forte e melhor! 2015-2018 Sede Curitiba Churrasqueiras Abertas 1 a 10 (sem custo de limpeza) Horário Capacidade das churrasqueiras de 10 pessoas. limpeza isenta. Taxa convidado excedente: R$

Leia mais

Regulamento do Bradesco Fundo de Investimento em Quotas de Fundo de Investimento em Ações 157

Regulamento do Bradesco Fundo de Investimento em Quotas de Fundo de Investimento em Ações 157 Regulamento do Bradesco Fundo de Investimento em Quotas de Fundo de Investimento em Ações 157 1- Denominação do Fundo: O Bradesco Fundo de Investimento em Quotas de Fundo de Investimento em Ações 157,

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAPÁ-UEAP PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 001/2016- PROEXT

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAPÁ-UEAP PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 001/2016- PROEXT GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAPÁ-UEAP PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 001/2016- PROEXT Dispõe sobre as normas para o acesso à quadra poliesportiva da Universidade

Leia mais

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ILHA SOLTEIRA CNPJ: / FACULDADE DE ILHA SOLTEIRA

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ILHA SOLTEIRA CNPJ: / FACULDADE DE ILHA SOLTEIRA INSTITUTO DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ILHA SOLTEIRA CNPJ: 03.117.139/0001-08 FACULDADE DE ILHA SOLTEIRA REGULAMENTO DO LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA TÍTULO I POLÍTICAS DE ACESSO E EXCLUSIVIDADE DE

Leia mais

Regimento Interno do Olympic Club

Regimento Interno do Olympic Club Regimento Interno do Olympic Club DA FREQUÊNCIA DOS SÓCIOS E CONVIDADOS Art. 1º - Todas as dependências do Clube são franqueadas aos sócios e seus dependentes, respeitados os horários de abertura e fechamento

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP 22/2008 ANEXO I

MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP 22/2008 ANEXO I MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP 22/2008 ANEXO I 1 DO OBJETO Visa a contratação de empresa especializada para prestar serviços de fornecimento e instalação

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS E REGULAMENTO - MODELO FIXO

CONDIÇÕES GERAIS E REGULAMENTO - MODELO FIXO CONDIÇÕES GERAIS E REGULAMENTO - MODELO FIXO A REDECARD S/A ( REDE ), com sede na Av. Marcos Penteado de Ulhôa Rodrigues, nº 939, Loja 1 e 12º ao 14º andares, inscrita no CNPJ/MF sob nº 01.425.787/0001-04,

Leia mais

REGULAMENTO DA ACADEMIA CAPÍTULO II DOS OBJETIVOS

REGULAMENTO DA ACADEMIA CAPÍTULO II DOS OBJETIVOS REGULAMENTO DA ACADEMIA CAPÍTULO I DA FINALIDADE Art. 1º. A Academia do IFG - Câmpus Anápolis constitui-se em um espaço educativo, vinculado à área de Educação Física, que por sua vez está subordinada

Leia mais

Condomínio Residencial Altos da Raposo REGULAMENTO INTERNO

Condomínio Residencial Altos da Raposo REGULAMENTO INTERNO Página 1 de 8 REGULAMENTO INTERNO 1- DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo1 ) Reger-se-á o CONDOMÍNIO RESIDENCTAL ALTOS DA RAPOSO, para todos os efeitos de direito, pelas disposições da Lei nº4.591, de 16 de dezembro

Leia mais

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DO INSTITUTO DE MEDICINA TROPICAL DE SÃO PAULO

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DO INSTITUTO DE MEDICINA TROPICAL DE SÃO PAULO REGULAMENTO DA DO INSTITUTO DE MEDICINA TROPICAL DE SÃO PAULO Capítulo I Objetivos Artigo 1º - A Biblioteca do IMT tem por missão promover o acesso à informação e oferecer suporte ao ensino e pesquisa

Leia mais

MARTA SUPLICY, Prefeita do Município de São Paulo, no uso das atribuições que lhe são conferidas por lei,

MARTA SUPLICY, Prefeita do Município de São Paulo, no uso das atribuições que lhe são conferidas por lei, DECRETO No. 41.724, 26 DE FEVEREIRO DE 2002 Ano 47 - Número 37 - São Paulo, quarta-feira, 27 de fevereiro de 2002 Diário Oficial do Município de São Paulo Regulamenta a Lei no. 13.283, de 9 de janeiro

Leia mais

Regulamento de Utilização do Campo Municipal de Jogos de Sobral de Monte Agraço

Regulamento de Utilização do Campo Municipal de Jogos de Sobral de Monte Agraço Regulamento de Utilização do Campo Municipal de Jogos de Sobral de Monte Agraço Reunião de Câmara (aprovação do projeto) 20/04/2015 Edital (apreciação pública) 29/2015, de 05/05/2015 Publicado (projeto)

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DO CAMPING FESTIVAL EDP VILAR DE MOUROS 2017

REGULAMENTO INTERNO DO CAMPING FESTIVAL EDP VILAR DE MOUROS 2017 REGULAMENTO INTERNO DO CAMPING FESTIVAL EDP VILAR DE MOUROS 2017 Introdução O uso das áreas de Camping estará subordinado a este regulamento e normas legais vigentes. Os campistas são responsáveis pelos

Leia mais

REGULAMENTO PARA FUNCIONAMENTO DA BIBLIOTECA IR. IRACEMA FARINA

REGULAMENTO PARA FUNCIONAMENTO DA BIBLIOTECA IR. IRACEMA FARINA REGULAMENTO PARA FUNCIONAMENTO DA BIBLIOTECA IR. IRACEMA FARINA CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º - A Biblioteca Ir. Iracema Farina atende alunos, professores, coordenadores, diretores acadêmicos,

Leia mais

Considerando que há interesse do LOCATÁRIO na locação desses equipamentos de propriedade da LOCADORA,

Considerando que há interesse do LOCATÁRIO na locação desses equipamentos de propriedade da LOCADORA, CONTRATO DE LOCAÇÃO DE EQUIPAMENTOS PARA SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÕES Pelo presente instrumento particular, as partes a seguir designadas: VELOMAX TENCNOLOGIA EIRELI., sociedade empresária com sede na

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS. Contrato de prestação de serviços técnicos de profissional autônomo, que entre si fazem:

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS. Contrato de prestação de serviços técnicos de profissional autônomo, que entre si fazem: CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS Contrato de prestação de serviços técnicos de profissional autônomo, que entre si fazem: CONTRATADA: INGRID BERGAMO ME, pessoa jurídica de direito privado

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul Município de Venâncio Aires

Estado do Rio Grande do Sul Município de Venâncio Aires LEI Nº 5.520, DE 23 DE MAIO DE 2014 Autoriza o Poder Executivo a conceder repasse de recursos financeiros, constituído de auxílio financeiro, à Associação Telefônica Arroio Grande. AIRTON LUIZ ARTUS, PREFEITO

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS COORDENADORIA DE BIBLIOTECAS REGULAMENTO DAS BIBLIOTECAS DA UEMG CAPÍTULO I DAS FINALIDADES E ATRIBUIÇÕES

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS COORDENADORIA DE BIBLIOTECAS REGULAMENTO DAS BIBLIOTECAS DA UEMG CAPÍTULO I DAS FINALIDADES E ATRIBUIÇÕES UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS COORDENADORIA DE BIBLIOTECAS REGULAMENTO DAS BIBLIOTECAS DA UEMG CAPÍTULO I DAS FINALIDADES E ATRIBUIÇÕES Art. 1º As Bibliotecas são centros de cultura, estudo e

Leia mais

RESOLUÇÃO CUNI Nº 571. O Conselho Universitário da Universidade Federal de Ouro Preto, no uso de suas atribuições legais,

RESOLUÇÃO CUNI Nº 571. O Conselho Universitário da Universidade Federal de Ouro Preto, no uso de suas atribuições legais, RESOLUÇÃO CUNI Nº 571 Aprova o Regimento do Alojamento Estudantil da UFOP. O Conselho Universitário da Universidade Federal de Ouro Preto, no uso de suas atribuições legais, Considerando o disposto no

Leia mais

REGIMENTO INTERNO PARA ESTADIA NO RESIDENCIAL CARAGUATATUBA ARCO/SPM 2016

REGIMENTO INTERNO PARA ESTADIA NO RESIDENCIAL CARAGUATATUBA ARCO/SPM 2016 REGIMENTO INTERNO PARA ESTADIA NO RESIDENCIAL CARAGUATATUBA ARCO/SPM 2016 Para melhor podermos atendê-los, prezando pelo bem estar e segurança de nossos hóspedes e funcionários e, ao mesmo tempo, prezando

Leia mais

1º - É vedada a utilização de qualquer recurso de informática e de qualquer equipamento multimídia da FEAMIG para quaisquer outros fins.

1º - É vedada a utilização de qualquer recurso de informática e de qualquer equipamento multimídia da FEAMIG para quaisquer outros fins. Belo Horizonte, 22 de março de 2011. PORTARIA Nº 04/2011 REEDITA A PORTARIA 008/2008 QUE REGULAMENTA A UTILIZAÇÃO DOS RECURSOS DE INFORMÁTICA E DOS EQUIPAMENTOS MULTIMÍDIA DA FEAMIG O Diretor da Faculdade

Leia mais

Normas Institucionais 1 REGULAMENTO E POLÍTICA DE USO DO ATELIÊ DO OBJETO. Eng. Umberto Palma FACULDADES OSWALDO CRUZ FAITER

Normas Institucionais 1 REGULAMENTO E POLÍTICA DE USO DO ATELIÊ DO OBJETO. Eng. Umberto Palma FACULDADES OSWALDO CRUZ FAITER 1 REGULAMENTO E POLÍTICA DE USO DO ATELIÊ DO OBJETO Eng. Umberto Palma FACULDADES OSWALDO CRUZ FAITER Faculdades Integradas Interamericanas FACULDADE DE DESENHO INDUSTRIAL DESIGN São Paulo / 2014 2 REGULAMENTO

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. Estão discriminados no ANEXO - I do Termo de Referência contido nos autos do processo.

TERMO DE REFERÊNCIA. Estão discriminados no ANEXO - I do Termo de Referência contido nos autos do processo. 1 OBJETO TERMO DE REFERÊNCIA Contratação de empresa especializada na prestação de serviços de Engenharia para Reforma da Casa da Gestante, com fornecimento de material e mão de obra, situado na Avenida

Leia mais

REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO DO GINÁSIO POLIESPORTIVO DO CAMPUS RIACHO FUNDO

REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO DO GINÁSIO POLIESPORTIVO DO CAMPUS RIACHO FUNDO REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO DO GINÁSIO POLIESPORTIVO DO CAMPUS RIACHO FUNDO O DIRETOR-GERAL DO CAMPUS RIACHO FUNDO DO INSTITUTO FEDERAL DE BRASÍLIA, nomeado pela Portaria Nº 597, de 14 de Abril de 2014,

Leia mais

REGULAMENTO DE USO DO CAMPO DE GOLFE

REGULAMENTO DE USO DO CAMPO DE GOLFE REGULAMENTO DE USO DO CAMPO DE GOLFE 1. Responsabilidade para orientar uso do campo 1.1. O Capitão de Golfe e, na sua ausência, a Capitã de Golfe é o responsável pela regulamentação e orientação do uso

Leia mais

REGIMENTO INTERNO. Artigo 8º - Fica estabelecido que os portões de entrada que dão acesso ao CONDOMÍNIO serão mantidos permanentemente fechados.

REGIMENTO INTERNO. Artigo 8º - Fica estabelecido que os portões de entrada que dão acesso ao CONDOMÍNIO serão mantidos permanentemente fechados. SEM MARCADOR TEXTO ORIGINAL GRIFADO EM VERDE ALTERAÇÕES A SEREM APROVADAS NA ASSEMBLÉIA REGIMENTO INTERNO Artigo 8º - Fica estabelecido que os portões de entrada que dão acesso ao CONDOMÍNIO serão mantidos

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE PESO DA RÉGUA

CÂMARA MUNICIPAL DE PESO DA RÉGUA CÂMARA MUNICIPAL DE PESO DA RÉGUA UTILIZAÇÃO DAS INSTALAÇÕES DO PAVILHÃO DESPORTIVO MUNICIPAL REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Art.l - O Pavilhão Desportivo Municipal de Peso da Régua fica

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DOS REPRESENTANTES COMERCIAIS NO ESTADO DA BAHIA CORE-BA. Relação de Serviços e Prazos de Atendimento

CONSELHO REGIONAL DOS REPRESENTANTES COMERCIAIS NO ESTADO DA BAHIA CORE-BA. Relação de Serviços e Prazos de Atendimento Relação de Serviços e Prazos de Atendimento Registros Presencial: 02-dias (certidão) e 15 dias (carteirinha ou certificado). Certidões Imediata Alteração contratual 05 dias úteis Cancelamento de Registro

Leia mais

Normas e Regulamento

Normas e Regulamento Normas e Regulamento Usuários: São considerados usuários das Bibliotecas da UFMG: 1. Alunos da UFMG regularmente matriculados nos cursos de: Ø Graduação; Ø Pós-Graduação (Doutorado, Mestrado e Especialização);

Leia mais

Podem participar da promoção ruas e edifícios de qualquer bairro da grande Belém.

Podem participar da promoção ruas e edifícios de qualquer bairro da grande Belém. PROMOÇÃO PINTE O HEXA NA PAN REGULAMENTO Podem participar da promoção ruas e edifícios de qualquer bairro da grande Belém. 1 (um) edifício, vila ou rua será premiado a cada um dos 3 (três) primeiros jogos

Leia mais

REGULAMENTO BÔNUS MC&R DELUXE

REGULAMENTO BÔNUS MC&R DELUXE REGULAMENTO BÔNUS MC&R DELUXE 1. DEFINIÇÕES: 1.1 O Bônus será válido no território nacional brasileiro e destinado a pessoas físicas, maiores de 18 (dezoito) anos, residentes e domiciliadas no território

Leia mais

PLANO DE SERVIÇO TV POR ASSINATURA NET TV EMPRESA AMBIENTE

PLANO DE SERVIÇO TV POR ASSINATURA NET TV EMPRESA AMBIENTE PLANO DE SERVIÇO TV POR ASSINATURA NET TV EMPRESA AMBIENTE 1. Aplicação Plano nº (Denominação do Plano de Serviço) Este Plano de Serviço de TV é aplicável a autorizatária Net Serviços de Comunicação S/A,

Leia mais

NORMAS E POLÍTICAS DE USO DOS NOTEBOOKS DA BIBCSH

NORMAS E POLÍTICAS DE USO DOS NOTEBOOKS DA BIBCSH NORMAS E POLÍTICAS DE USO DOS NOTEBOOKS DA BIBCSH Sumário 1 QUESTÕES GERAIS... 1 1.1 Dos equipamentos... 1 1.2 Do empréstimo... 2 1.3 Do horário e tempo de uso... 2 1.4 Dos usuários habilitados ao uso...

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO PARANÁ

PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO PARANÁ LEI Nº 2.389/2012 EMENTA: Institui o Programa Municipal de Recuperação Fiscal (REFIS) ampliando sua abrangência. A CÂMARA MUNICIPAL DE ALTO PARANÁ, ESTADO DO PARANÁ, APROVOU E EU, PREFEITO MUNICIPAL, SANCIONO

Leia mais

Regulamento da Piscina Municipal Descoberta. Nota Justificativa

Regulamento da Piscina Municipal Descoberta. Nota Justificativa Regulamento da Piscina Municipal Descoberta Nota Justificativa O desporto encerra em si um vasto leque de valores universais que, ao longo dos tempos, tem contribuído para a melhoria dos padrões de qualidade

Leia mais

CENTRO UNIVERSITARIO TOLEDO BIBLIOTECA CENTRAL DR. AFONSO TOLEDO

CENTRO UNIVERSITARIO TOLEDO BIBLIOTECA CENTRAL DR. AFONSO TOLEDO REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DAS BIBLIOTECAS DO CENTRO UNIVERSITÁRIO TOLEDO Este Regulamento fixa normas de funcionamento e procedimentos para serviços de empréstimo, devolução, renovação e reserva de

Leia mais

Casa Mortuária da Vila de S.Tomé de Negrelos

Casa Mortuária da Vila de S.Tomé de Negrelos Casa Mortuária da Vila de S.Tomé de Negrelos Página 1 Regulamento de Utilização da Casa Mortuária da Vila de S.Tomé de Negrelos Nota Justificativa A construção da Casa Mortuária, por parte da Câmara Municipal

Leia mais

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA PAULO FREIRE - FATECE

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA PAULO FREIRE - FATECE REGULAMENTO DA BIBLIOTECA PAULO FREIRE - FATECE Este regulamento visa estabelecer padrões e normas referentes ao funcionamento da Biblioteca Paulo Freire da Faculdade de Tecnologia, Ciências e Educação,

Leia mais

REGULAMENTO. Biblioteca. Das Disposições Gerais

REGULAMENTO. Biblioteca. Das Disposições Gerais Biblioteca REGULAMENTO Das Disposições Gerais Artigo 1 º - As Bibliotecas da UMC, subordinadas à Vice-Reitoria destinam-se ao atendimento do corpo docente, corpo discente, estagiários, ex-alunos e funcionários,

Leia mais

Informações sobre o uso das instalações desportivas

Informações sobre o uso das instalações desportivas Informações sobre o uso das instalações desportivas Campo de Beisebol de Nagahama Nome da instalação: Nagahama Kyuujou Endereço: Nagahama-shi Miyashi-cho 70 Horário de funcionamento: 1/abr ~ 31/out 9h00

Leia mais

REGULAMENTO PARA A UTILIZAÇÃO DO LABORATÓRIO DE ENFERMAGEM

REGULAMENTO PARA A UTILIZAÇÃO DO LABORATÓRIO DE ENFERMAGEM REGULAMENTO PARA A UTILIZAÇÃO DO LABORATÓRIO DE ENFERMAGEM 2015 I. DOS OBJETIVOS DO LABORATÓRIO DE ENFERMAGEM 1. Auxiliar o aluno na introdução das práticas experimentais das disciplinas específicas de

Leia mais

Universidade de São Paulo Faculdade de Direito de Ribeirão Preto Biblioteca REGULAMENTO

Universidade de São Paulo Faculdade de Direito de Ribeirão Preto Biblioteca REGULAMENTO Universidade de São Paulo Faculdade de Direito de Ribeirão Preto Biblioteca REGULAMENTO 1. Horário de Funcionamento - Período letivo: segunda a sexta-feira: 8-22h e sábados: 9-13h (sábados próximos à feriados

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE ECONOMIA

CONSELHO FEDERAL DE ECONOMIA PORTARIA Nº 23, DE 28 DE AGOSTO DE 2014. Fixa e regulamenta as normas de conduta dos empregados e as regras para o funcionamento do COFECON. O PRESIDENTE DO CONSELHO FEDERAL DE ECONOMIA, no uso de suas

Leia mais

PLANO DE SERVIÇO TV POR ASSINATURA CONEXÃO

PLANO DE SERVIÇO TV POR ASSINATURA CONEXÃO 1. Aplicação PLANO DE SERVIÇO TV POR ASSINATURA CONEXÃO Plano de Serviço Este Plano de Serviço de TV é aplicável a autorizatária Claro S/A (Sucessora por incorporação da Net Serviços de Comunicação S/A),

Leia mais

Aplicação de multas em condomínios edilícios

Aplicação de multas em condomínios edilícios BuscaLegis.ccj.ufsc.br Aplicação de multas em condomínios edilícios André Luiz Junqueira Advogado, formado pela Universidade Veiga de Almeida (RJ). Consultor Jurídico de empresas do mercado imobiliário.

Leia mais

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Serviços de Ação Social

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Serviços de Ação Social REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO DE INSTALAÇÕES DESPORTIVAS Artigo 1º - Disposições Gerais 1. As instalações desportivas da Universidade da Beira Interior (UBI) têm por finalidade a prestação de serviços desportivos

Leia mais

SALÃO IMOBILIÁRIO ADEMI 2005 REGULAMENTO GERAL

SALÃO IMOBILIÁRIO ADEMI 2005 REGULAMENTO GERAL SALÃO IMOBILIÁRIO ADEMI 2005 REGULAMENTO GERAL SALÃO IMOBILIÁRIO ADEMI 2005 ESTE REGULAMENTO GERAL É PARTE INTEGRANTE DO CONTRATO DE PARTICIPAÇÃO FIRMADO PELA EMPRESA EXPOSITORA QUE SE OBRIGA A RESPEITAR

Leia mais

Art.2º O Laboratório de Ensino de Matemática (LABEMAT) tem por objetivos: I dar suporte ao desenvolvimento de disciplinas do curso de Licenciatura em

Art.2º O Laboratório de Ensino de Matemática (LABEMAT) tem por objetivos: I dar suporte ao desenvolvimento de disciplinas do curso de Licenciatura em INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TOCANTINS Campus Palmas Coordenação do Curso de Licenciatura em Matemática LABORATÓRIO DE ENSINO DE MATEMÁTICA LABEMAT REGULAMENTO 01/2015 Regulamento

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul Município de Venâncio Aires

Estado do Rio Grande do Sul Município de Venâncio Aires LEI Nº 5.636, DE 26 DE MARÇO DE 2015 Autoriza o Poder Executivo a conceder repasse de recursos financeiros à Associação Hídrica Nossa Senhora do Perpétuo Socorro com sede neste Município, e celebrar convênio.

Leia mais

PLANO DE SERVIÇO TV POR ASSINATURA NET ESSENCIAL

PLANO DE SERVIÇO TV POR ASSINATURA NET ESSENCIAL PLANO DE SERVIÇO TV POR ASSINATURA NET ESSENCIAL 1. Aplicação Plano de Serviço Este Plano de Serviço de TV é aplicável a autorizatária Claro S/A (Sucessora por incorporação da Net Serviços de Comunicação

Leia mais

CONTRATO DE LOCAÇÃO DO SALÃO DE FESTA DA SEDE BALNEÁRIA DA ASSOCIAÇÃO DOS MAGISTRADOSCATARINENSES

CONTRATO DE LOCAÇÃO DO SALÃO DE FESTA DA SEDE BALNEÁRIA DA ASSOCIAÇÃO DOS MAGISTRADOSCATARINENSES CONTRATO DE LOCAÇÃO DO SALÃO DE FESTA DA SEDE BALNEÁRIA DA ASSOCIAÇÃO DOS MAGISTRADOSCATARINENSES Pelo presente instrumento particular de contrato, de um lado a ASSOCIAÇÃO DOS MAGISTRADOS CATARINENSES,

Leia mais